ARTIGOS: NOSSAS CRENÇAS LIMITANTES PODEM E DEVEM SER QUESTIONADAS

Exemplos de Crenças Limitantes - Portal

Hoje quero falar de uma coisa que, na minha mente, é muito clara, lógica e óbvia. A caminhada da humanidade ao longo de sua história é evolutiva. No que tange ao intelecto qualquer um consegue enxergar do estado que o homem saiu da pré-história e tudo que conquistou em termos tecnológicos. Mas, quando nos voltamos para o aspecto espiritual e emocional, verificamos o quão está defasada essa evolução. O quanto ainda somos altamente dependentes das antigas crenças limitantes que carregamos geração após geração, entranhadas no inconsciente coletivo. Essas crenças limitantes em grande parte tem a ver com religião, dogmas e moral, que vem da antiguidade, do Antigo Testamento Bíblico. Uma moral que não se sustenta nos dias atuais e precisa ser substituída.

– Você deve estar se perguntando, então em que devo acreditar?

Eu te respondo: primeiro você precisa adquirir conhecimento. O conhecimento mais amplo possível. Por exemplo, conhecer as outras religiões que você não conhece. Tem gente que só de pensar em ler ou estudar sobre outras religiões pode ser castigado(a) e assim se mantem ignorante, com uma visão limitada sobre tudo e assim é facilmente manipulado(a) pelo primeiro aproveitador que cruzar o seu caminho. Quando Jesus disse: “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”, ele quis dizer exatamente que se você não conhece o que há do outro lado da montanha você jamais será livre para escolher onde morar. Jamais saberá se do outro lado a vista é mais bonita e morrerá com a eterna dúvida. Quando Deus nos deu o livre arbítrio e nos diferenciou de todos os demais seres vivos da face da terra, ele nos deu a “liberdade” de escolher qual o caminho a seguir.

O nosso aprendizado é saber conciliar essa liberdade de escolher com a melhor escolha e a melhor escolha passa pela total obediência às Leis Universais. Não estou falando de “Tábuas das Leis” ou “10 mandamentos”. Isso não tem nada a ver com religião, mas com Leis Cósmicas Universais que comandam o universo, cujas principais delas são a “Lei da Atração” e a “Lei de Causa e Efeito”. A partir do momento que o homem entende algo tão simples, ele dá um salto quântico, alinha o espiritual com o intelectual e o mental e muda de plano espiritual.

Convido você a refletir sobre estas palavras, fazer o seu juízo de valor e expandir sua consciência!

Paz e Luz!

Namastê!

Wagner Braga

Continuar lendo ARTIGOS: NOSSAS CRENÇAS LIMITANTES PODEM E DEVEM SER QUESTIONADAS

DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: UMA REFLEXÃO SOBRE A PALAVRA DE JESUS

A nossa coluna DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL desta quinta-feira faz uma REFLEXÃO sobre a palavra de Jesus, que apesar de milenar pouca gente a entendeu e a seguiu. Então por que será que,  a maioria das pessoas ao longo dessa caminhada evolutiva da humanidade não segue seus ensinamentos, já que Se Jesus é tão grande e Sua mensagem tão clara? 
De que mais carecemos para que nossas mentes despertem e nossos corações se afeiçoem ao bem?

Jesus Cristo é a Palavra de Deus! - Blog Cristão do PCamaral

A palavra de Jesus

No Seu semblante havia o resplendor do sol. Algo havia em Sua pessoa que emprestava força às Suas palavras.

Ele falava como quem tinha autoridade. Autoridade sobre todos: Espíritos e homens.

Ninguém que a Ele se comparasse. Os oradores de Roma, de Atenas e de Alexandria eram famosos, mas o jovem Nazareno era diferente de todos eles. E maior.

Aqueles possuíam a arte que encantava os ouvidos. Quando Jesus falava, os que O ouviam deixavam vagar o próprio coração por lugares antes nunca visitados.

Ele sabia falar de forma adequada a cada um. Narrava parábolas e criava histórias como jamais haviam sido narradas ou criadas antes Dele.

O Seu verbo desencadeava-se ora doce, ora enérgico, tal como as estações primaveris e as invernosas sabem se apresentar.

Falava das coisas simples, que todos entendiam, para lecionar as Leis Divinas e arrebanhar os Espíritos ao reino de Deus.

Suas histórias começavam assim: Um semeador saiu a semear… E enquanto discursava, os que O fitavam podiam assistir, à semelhança de prodigiosa tela mental, o homem, em plena madrugada indo ao campo, e espalhando as sementes…

Ou então era assim que falava: Um pastor contou seu rebanho, ao cair da tarde, e descobriu que faltava uma ovelha.

E todos lembravam a figura dedicada do pastor solitário, que passa em torno de nove meses, nos campos, com seu rebanho.

Ao anoitecer, coloca todas as ovelhas no aprisco, um abrigo de pedras, e ele mesmo se transforma em porta viva, deitado atravessado na única saída, protegendo-as.

Em Sua fala havia um poder que faltava aos brilhantes oradores da velha Roma e da Grécia.

Quando eles pronunciavam seus discursos falavam da vida aos seus ouvintes. O Nazareno falava da destinação gloriosa do ser, da vida que não perece nunca.

Eles observavam a vida com olhos humanos apenas. Jesus via a vida à luz de Deus e assim a apresentava.

Ele era como uma montanha que se dirigia às planícies. Conhecia a intimidade de cada um e individualmente atingia as criaturas, falando-lhes do que tinham maior carência.

Ninguém que O igualasse. Isto porque Jesus é maior do que todos os homens. Sua sabedoria vinha diretamente do Pai, com quem comungava ininterruptamente. Por isso mesmo, por mais de uma vez, expressou-Se afirmando: Eu e o Pai somos um.

* * *

Se Jesus é tão grande e Sua mensagem tão clara, por que, apesar de mais de dois milênios transcorridos, prosseguimos sem Lhe seguir os ensinos?

De que mais carecemos para que nossas mentes despertem e nossos corações se afeiçoem ao bem?

O tempo urge.

Pensemos nisso!

Redação do Momento Espírita, com base no cap. Assaf, chamado o orador de Tiro, do livro Jesus, o filho do homem, de Gibran Khalil Gibran, ed. Acigi.

Continuar lendo DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: UMA REFLEXÃO SOBRE A PALAVRA DE JESUS

DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: MENTE_ É A SOMA DO ESTADO DE CONSCIÊNCIA, PENSAMENTO, VONTADE E SENTIMENTO

O estudo sem o serviço e a meditação é infrutífero. Assimilar conhecimento sem repassá-lo aos outros, não só nos oprimi, como não serve para a nossa evolução espiritual. O verdadeiro instrutor não se coloca acima  dos seus alunos, pois a vida é umeterno aprendizado e temos sempre muito a aprender com o outro. Com o tempo o verdadeiro aprendizado se torna sabedoria, que está além do intelecto. O texto aseguir fala acerca disso. Então leia eexpanda sua consciência!

Estudo,  meditação e serviços

Todos nós podemos contribuir para o bem da humanidade. Não demore – liberte a criança espontânea dentro de você, em toda a sua inocência. A vida não espera; o futuro do mundo depende de nós, então vamos criar um bom futuro para nossos filhos e netos

Margaret Bove*

Meditação: estudo da Universidade de Harvard | Pura Energia Positiva

O manas (mente) concreto e inferior provê um veículo para o aprendizado, e o manas abstrato e superior absorve a essência do aprendizado. A mente superior (Manas) é caracterizada pela criatividade do Eu Superior. Mente é a soma dos estados de consciência: pensamento, vontade e sentimento. Cada vez mais pessoas evoluem em consciência e passam para níveis mentais superiores. Os átomos da mente estão despertando como nunca antes; milhões de neurônios que acreditávamos inativos estão agora em atividade.

Quando nos concentramos no estudo, facilitamos a intuição. Blavatsky disse que partes de A Doutrina Secreta só podiam ser lidas com a intuição. Quando a intuição tiver se desenvolvido e a consciência tiver se elevado com o estudo e a meditação, teremos paz e união entre todas as pessoas. Será o fim de todos os graus de ódio, de todas as barreiras que nos dividem.

Nos ensinamentos dos grandes mestres o positivo sempre supera o não positivo; a vingança não obtém êxito. Somos todos um e não importa a nossa crença ou filosofia, pois viajamos rumo ao mesmo ideal. Como estamos unidos nos níveis sutis, ligados aos outros e a todas as coisas através do etérico, quando ferimos os outros, ferimos também a nós mesmos.

Estudo, meditação e serviço estão ligados e só são completos juntos. O estudo sem o serviço e a meditação é infrutífero. Absorver conhecimento sem oferecê-lo aos outros pode nos oprimir. O verdadeiro instrutor não faz diferença entre ele mesmo e seus alunos; um aprende com o outro.Com o tempo o verdadeiro aprendizado se torna sabedoria, que está além do intelecto.

À medida que progredimos nesse caminho e começamos a distinguir  real do irreal, nosso desejo é ajudar e servir. A razão da nossa encarnação é retornar à residência do espírito puro, aprender a servir, com a experiência e a purificação do nosso ser, para auxiliar o plano divino onde cada um tem seu papel a desempenhar. Começamos a abraçar o amor, a compaixão, a compreensão, a disponibilidade, a inofensividade, o desapego e o perdão incondicionais. Errar é humano e perdoar é super-humano. Todo ser humano tem uma fonte de bondade; se nos concentrarmos nisso, e não no lado negativo, o positivo surge com facilidade. Para deixar para trás traumas passados devemos perdoar os outros e nós mesmos.

Ao longo do caminho espiritual encontramos uma lembrança do bom, do verdadeiro e do belo. Somos compelidos pelo Eu Superior a prosseguir, embora o eu inferior possa mostrar resistência. Edwin Arnold disse: “No coração de cada homem vive um Mestre que, por meio de fios sutis, faz suas ações dançarem segundo a canção que Ele quer.” A Doutrina Secreta e a Sabedoria Antiga nos ensinam que a raiz sem raízes da nossa origem é o amor total, sem distinção entre raça, credo, sexo ou qualquer outra. Em um nível profundo de consciência existe total unidade e paz; o muçulmano cuida do hindu, o hindu ama o sikh, os shias estão em harmonia com os sunnis, os iranianos com os sírios e os palestinos, o árabe com o judeu – a verdadeira unidade fraternal. Brahman, Atma, tudo é um. Om e Jeová são dois pilares do mesmo portal – símbolos do corredor único da vida. Por meio do serviço abrimos o coração e sabemos que todos  somos um. O coração representa o centro do nosso ser. O Santo Graal é um símbolo do coração. Para os maçons o coração representa o Mestre Perfeito. Para os sufis é o ponto de conexão entre o humano e o divino. Quando os místicos se encontram, seus corações batem juntos.

O verdadeiro serviço é nos doar e estar disponíveis com simplicidade e humildade. O mestre Koothumi disse: “Tentai.” Não é preciso ser heroico. O que realmente importa não é o que fazemos, mas a boa vontade com que fazemos. Às vezes basta um sorriso, uma mão reconfortante sobre o ombro ou uma palavra encorajadora. Nada é grande ou pequeno na economia divina. O ato de um presidente para com uma nação não é maior do que o ato de uma mãe com seu  bebê. Todo serviço é necessário e todo ato é uma parte da grande unidade. Uma gentileza que pode parecer insignificante é um diamante na imensa joia da iluminação, e nos lembra da brilhante luz do amor.

O espírito está em toda parte, em cada pássaro que canta, cada animal que anda sobre a Terra e cada criança que ri. O grande mistério está dentro de cada um de nós. Não há separação – somos um com toda a criação e fomos feitos para servi uns aos outros.

É inútil tentar alcançar a fraternidade universal mudando a política ou as pessoas. Primeiro devemos trabalhar em nós mesmos e purificar nosso coração. A regeneração espiritual da humanidade começa com o indivíduo. A meditação e a auto-observação abrem o caminho. Cada pessoa que analisou honestamente seus pensamentos, palavras e ações e tornou-os inofensivos é uma pérola preciosa na cadeia da existência e um forte elo da fraternidade humana.

A essência divina

A paz mundial começa com a paz interior, que é facilitada pela meditação. Meditação é a dissolução da personalidade individual e o desvendar da realidade. É um modo de vida que permite que conheçamos a nós mesmos; assim, somos muito mais valiosos no serviço. A meditação leva a um estado de existência onde compreendemos que não somos o corpo, as emoções nem a mente; somos centelhas da mesma grande chama. Po demos ver a essência divina em toda parte, no amigo e no inimigo, e em tudo ela é a mesma. Não existem inimigos reais, porque eles também auxiliam nossa evolução. Os monges budistas cantam agradecendo às pessoas e situações difíceis, pois sabem que desse modo o seu karma se dissolve.Tudo está no plano divino. Quando somos provocados por situações difíceis e permanecemos calmos, pensando positivamente, ocorre um salto na consciência. A meditação ajuda a penetrar esse estado de consciência, e cada fase desse estado é gloriosa. Todo alento meditativo é uma abertura do coração. Edwin Arnold descreveu isso em Song Celestial: “Aqueles que fazem um sacrifício  silencioso inalam o alento para alimentar a chama do pensamento e o exalam para soprar o coração às alturas, governando cada entrada de ar para que não passe nenhum suspiro que não ajude a alma.”

Em outras palavras, a meditação não se destina ao desenvolvimento pessoal; ela é um auxílio para a alma fazer o seu trabalho, plantando sementes de ações poderosas no jardim da eternidade e cultivando flores de vários matizes, que desabrocham em toda sua beleza. Estudamos e meditamos com o objetivo de servir. O verdadeiro serviço com a doação de

si mesmo é um exemplo da dedicação dos mestres iluminados, cujo único desejo é auxiliar e guiar a humanidade. O grande Sanat Kumara não seguirá para outras dimensões até que cada folha de capim tenha alcançado a iluminação. Façamos a nossa parte e ajudemos a elevar o planeta, auxi liando os grandes seres na realização do plano divino.

A mais famosa escola filosófica da Antiguidade usava as palavras “conhece-te a ti mesmo”. Krishnamurti costumava dizer: “Olha  para dentro. Conhecer a nós mesmos nos ajuda a servir porque nossas emoções e pensamentos podem ser semelhantes às dos outros; assim é mais fácil compreender seus problemas, que podem ter sido os nossos problemas. A meditação ajuda a reconhecer nossas fraquezas e modificá-las.

Não é necessário revelar nossos pensamentos aos outros, mas reconhecê-los no silêncio interno e tentar torná-los altruístas. Assim fortalecemos nosso caráter para o serviço – um serviço silencioso, que nada busca para o eu individual. Quando o objetivo do trabalho é uma recompensa, ele traz prazer, dor ou ambos, no tempo devido; mas, quando uma pessoa trabalha na eternidade, a eternidade é a sua recompensa.

Todos nós podemos, a nosso modo, contribuir para o bem da humanidade. Não demore – liberte a criança espontânea dentro de você, em toda sua inocência. A vida não espera; o futuro do mundo depende de nós, então vamos criar um bom futuro para nossos filhos e netos. Vamos nos tornar servidores altruístas, para que aonde quer que sigamos sejamos como raios de sol que trazem calor, amizade e gentileza.

Margaret Bove é membro da Sociedade Teosófica, em Nova Iorque, desde 1986, e profissional de medicina alternat

Fonte: Revista Sophia ano 19-Nº 89

Continuar lendo DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: MENTE_ É A SOMA DO ESTADO DE CONSCIÊNCIA, PENSAMENTO, VONTADE E SENTIMENTO

AUTOCONHECIMENTO: NADA ACONTECE POR ACASO NEM É ALEATÓRIO

AUTOCONHECIMENTO: NADA ACONTECE POR ACASO NEM É ALEATÓRIO
Metamorphosis (life cycle) of the Swallowtail (Papilio machaon). 3 different instars (stages).

Nada na vida é coincidência ou acontece por acaso. Tudo tem um motivo ou explicação para acontecer. Segundo a Física Quântica estamos todos interligados e portanto todos os eventos e fatos possuem uma correlação. Por isso o que está ocorrendo agora, diferentemente do que o pensamento Darwiniano acredita, não é uma experiência aleatória. Convido você a ler o artigo completo a seguir e entender como e porque isso acontece!

O que está ocorrendo agora não é uma experiência aleatória

Mensagem de 30 de Março  de 2021

Estamos vivendo no momento mais notável em que a Terra se move através de uma mudança planetária, gerando um período de grande purificação e transformação. Este é um momento cataclísmico, com eventos dramáticos ocorrendo e revelando que todo o sistema e estrutura que sustentam nosso mundo devem evoluir e mudar.

Para muitos, é uma época de confusão e caos, a medida que o mundo muda rapidamente, trazendo à tona muitas das questões sociais e ambientais e injustiças com as quais temos vivido por séculos. Não podemos mais ignorar o profundo significado da Terra e sua influência em nossas vidas. Não podemos mais continuar a lucrar e progredir enquanto abusamos do ambiente natural. E precisamos reconhecer que todas as facetas de nosso mundo devem se transformar para atender às necessidades de uma sociedade futura.

É importante que reconheçamos que este tempo é de fato um processo evolutivo muito natural. É algo que foi profetizado por culturas indígenas por centenas de anos. Podemos ver essas profecias na cultura maia na América do Sul, no povo Hopi da América Central, nos bosquímanos da África e nos aborígenes australianos que falaram sobre a mudança na Terra e as mudanças que ocorrerão como resultado.

As culturas indígenas em todo o mundo sabem e entendem que toda a criação, o que inclui a Terra, faz parte de uma expansão galáctica progressiva. Essa expansão ocorre dentro de uma estrutura em evolução de ciclos cósmicos que vão e vêm, como as estações e as marés. O crescimento, o desenvolvimento e a evolução da humanidade dependem desses ciclos e estão conectados a eles por meio da Terra. Esses ciclos sempre mudaram, transformaram, informaram e desenvolveram a consciência da humanidade e trouxeram beleza incrível e destruição alucinante.

O que está ocorrendo agora não é uma experiência aleatória, nem como punição por qualquer mal que a humanidade possa ou não ter cometido. Está ocorrendo por causa de um evento significativo e sagrado que ocorre a cada 13.000 anos. Um evento que marca o movimento da energia espiritual da Terra de um local para outro no planeta. A energia espiritual da Terra informa, transforma, orienta e dirige nossa consciência humana. Com sua relocação, há uma mudança profunda, um despertar, que ocorre coletivamente para a humanidade.

Nos últimos 13.000 anos, a energia espiritual da Terra esteve localizada na região da Índia e do Tibete. Esta área tem sido o centro espiritual da humanidade por milhares de anos, e é onde a consciência humana se expandiu por meio da mente e nas áreas de iluminação.

Em 1949, logo após o fim da 2ª Guerra Mundial, a energia espiritual da Terra foi ativada e sua longa jornada para um novo local foi iniciada. Este novo local fica na região do Chile e Peru na América do Sul. E é esta mudança para a América do Sul, que tem estimulado uma expansão em nossa consciência humana, estimulando-nos a despertar e desenvolver através do coração e da alma. Como resultado, houve um profundo despertar ocorrendo em toda a humanidade, criando uma mudança dramática nas bases de nosso mundo. É essa mudança que exige mudanças e transformações significativas.

Acho que é importante reconhecer que não há razão para julgar ou criticar como vivemos até este ponto. Ou como nossas culturas e sociedades foram formadas. Esta formação foi uma parte necessária de nosso desenvolvimento evolutivo e, por meio dela, ganhamos uma vasta compreensão do ego humano e sua capacidade de destruição. Precisamos nos explorar por meio da mente e do ego, reconhecendo assim que, sem o equilíbrio do feminino, a força masculina da criação é destrutiva. Este tem sido um aspecto muito necessário ao nosso crescimento e desenvolvimento. E que precisamos seguir em frente.

Mas agora, neste ponto da evolução da humanidade, estamos embarcando em um novo ciclo, uma nova jornada, que traz em equilíbrio as duas forças predominantes da criação – o feminino e o masculino. O que equilibra o coração e a mente. À medida que essas duas forças energéticas aprendem a trabalhar juntas, somos capazes de equilibrar tudo o que está desequilibrado. Somos capazes de iniciar e co-criar uma nova maneira de viver e de ser na Terra que se alinha com os princípios universais do equilíbrio e harmonia.

Há benefícios incríveis no período pelo qual estamos passando. Esses benefícios incluem a oportunidade de redefinirmos quem somos, de despertar nossa autenticidade, nossa singularidade e de trazer ao mundo a essência de nossa alma. Temos a oportunidade de incorporar plenamente a totalidade de nossa alma e refletir isso no mundo. Temos a oportunidade de embarcar em uma grande odisséia. Uma grande jornada de cura que não só beneficia nosso eu humano, mas também traz uma cura profunda para nossa alma, nossas linhagens ancestrais e as gerações futuras.

Temos a oportunidade de fazer parte de um novo mundo, de uma nova realidade, onde a discriminação, a segregação e a separação já não mais existem. Um mundo onde a necessidade de domínio e controle é liberada. Um mundo construído com base na verdade, integridade e impecabilidade. Um mundo que respeita toda a vida. Que realmente aprecia que a Terra seja um santuário lindo e sagrado onde existe a divindade.

Mas primeiro precisamos mudar nossas  maneiras. Precisamos despertar, curar e crescer. Precisamos expandir nossa percepção e nossa consciência para que possamos conceber uma nova maneira de viver e ser. Precisamos mudar de uma consciência baseada na mente para uma consciência baseada no coração, onde o foco está na incorporação plena de nossa alma. Precisamos passar por este poderoso período de purificação, transformação e mudança, que nos ajudará a abandonar as necessidades de nosso ego e permitir que nossa alma assuma o domínio sobre nossa vida.

Tanta coisa está mudando à medida que as estruturas subjacentes de nosso mundo são arrancadas, revelando os ossos quebrados de uma velha realidade. Um futuro muito diferente nos espera e, como tal, é essencial lembrarmos que não podemos usar o passado como um quadro de referência para criar o futuro. Devemos usar nossas capacidades intuitivas ao plantarmos novas sementes, iniciarmos novas criações e manifestarmos novos objetivos de vida.

Se ainda não o fez, recomendo que comece sua jornada de cura. Que se envolva com as mudanças que você está sendo chamado a fazer.Que abra o seu coração e abra espaço para reflexão. Que se interiorize e redescubra e experimente a sua paisagem interior, a realidade de sua alma. Mergulhe nas suas partes mais profundas e sombrias e traga à luz a sua magnificência, o brilho da sua alma. Encontre maneiras de explorar quem você se tornou para poder ser quem você é.

Ao fazer o que está sendo chamado a fazer, ao abrir seu coração e ouvir os sussurros de sua alma, você é capaz de fazer parte do próximo ciclo de evolução da Terra.

Muito Amor,

Kate Spreckley © 2020 — Fonte: https://www.spiritpathways.co.za/
Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br: Tradução — Marco Iorio Júnior — Editor exclusivo do Trabalhadores da Luz

Fonte: Trabalhadores da Luz

Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: NADA ACONTECE POR ACASO NEM É ALEATÓRIO

REFLEXÃO: ENQUANTO HÁ VIDA HÁ A CHANCE DE O AMOR FLORECER

Uma felicidade muito grande encontrar o texto maravilhoso que tenho o enorme prazer de publicar, aqui na coluna REFLEXÃO, nesta sexta-feira, pois fazia muito tempo que não encontrava um texto que me tocasse tanto quanto este. Uma lição de vida fabulosa o valor e a força da GRATIDÃO. O texto não menciona a palavra gratidão nenhuma vez, mas está intrinsecamente implícito o sentimento de gratidão da personagem dessa bela história. Portanto, não deixe de ler, você vai se emocionar, assim como eu!

Onde o Amor Floresce [Doc] | 4K - YouTube

Onde o amor floresce

Existem vidas que transmitem grandes lições. Quase sempre são criaturas que não são famosas, nem por serem artistas, políticos, ou terem realizado feitos que alteraram o destino da humanidade.

São pessoas que vivem o dia-a-dia, junto a outras tantas. Geralmente poucos lhes lembram os nomes.

Recentemente, num documentário televisivo a respeito do holocausto, ouvimos a história de uma jovem polonesa e seu drama, durante a segunda grande guerra.

Quando Hitler invadiu a Polônia e iniciou a perseguição aos judeus, sua família viveu alguns meses, escondida em um porão.

Descobertos, contudo, foram separados e ela nunca mais viu seus pais ou teve notícias de seus irmãos.

No campo de concentração, onde foi colocada, ela padeceu os maiores horrores. A comida era pouca, o tratamento rude. As companheiras enlouqueciam. Ou eram mortas. Ou se matavam.

A essa altura, o repórter perguntou à entrevistada se ela nunca pensara em se matar.

“Sim,” disse ela. “Mais de uma vez. Quando o frio era muito grande, a fome parecia me devorar e eu não via perspectiva de salvação. Mas, nesses momentos, lembrava de meu pai.”

Logo que fomos para o porão nos ocultar dos nazistas, ele me disse um dia: ‘filha, aconteça o que acontecer, nunca fuja da vida. Resista até o fim.

E me fez prometer que jamais eu desistiria de viver.

Quando os aliados foram vitoriosos, a jovem, e mais 4000 mulheres foram obrigadas a uma marcha forçada pelos alemães, em fuga das tropas aliadas.

Finalmente, um número muito pequeno delas, que não haviam morrido no longo trajeto, foram abandonadas num campo de concentração e encontradas, mais tarde, pelos americanos.

Aquelas mulheres estavam desnutridas. Algumas sequer podiam se erguer, tal o estado de fraqueza.

Ela mesma, confessa, tinha dificuldades para andar, pesava 30 e poucos quilos somente. E não tomava banho há 3 anos. O seu tempo de aprisionamento.

Então um oficial americano, muito bonito se aproximou dela e a tomou nos braços, carregando-a até um caminhão.

Durante o trajeto ele foi lhe dizendo que ficasse calma, que tudo daria certo, que ela receberia o socorro necessário.

Cinquenta e oito anos depois, frente às câmeras de televisão, ela e o marido mostravam a alegria de sua união.

Bom, o marido não era outro senão o jovem oficial americano que a encontrou magra, suja, desnutrida e a carregou nos braços, naquele dia distante.

Ela não somente teve a sua vida salva naquele momento, sendo resgatada de uma situação de penúria, como encontrou o seu grande amor.

Um amor que atravessou meio século e continua tão forte e especial como nos dias do início namoro.

Um amor que foi concebido ao final de uma hecatombe, e em que o primeiro encontro foi num ambiente de dor, miséria moral e intenso sofrimento.

Ele era o jovem robusto, vigoroso. Ela, uma esquálida jovem, pouco mais que adolescente, sofrida e quase sem esperanças.

Deus tem mesmo inimagináveis caminhos para encontros e reencontros de almas que se desejam unir pelo amor.

***

Se os dias lhe parecem demasiado pesados, com sua carga de problemas, não desista de lutar.

Se você está a ponto de abandonar tudo, espere um pouco. Aguarde o amanhecer, espere o dia passar e deixe o sol retornar outra vez.

Quando você menos espera, o socorro chega, a situação se modifica, a problemática alcança uma solução.

Não se esqueça: o amor de Deus nunca falha! Aguarde.

Equipe de Redação do Momento Espírita, com base em documentário televisivo

Fonte: Momento de Reflexão

Continuar lendo REFLEXÃO: ENQUANTO HÁ VIDA HÁ A CHANCE DE O AMOR FLORECER

ARTIGOS: A IMPORTÂNCIA DA ESCRITA PARA A EVOLUÇÃO DA HUMANIDADE, POR WAGNER BRAGA

O ARTIGO a seguir escrevi, há quase 17 anos, quando completei 40 anos e tive um insight sobre tudo que se perdeu em termos de pensamentos e ideias fabulosas que devem ter se perdido ao longo da trajetória da humanidade, pelo fato de não terem sido registradas através da escrita. Algo que, talvez, poucas pessoas pensaram. Por isso intitulei esse texto A IMPORTÂNCIA DA ESCRITA e lhe convida agora aler, refletir e fazer o seu juízo de valor sobre o assunto.

A importância da invasão da escrita

A IMPORTÂNCIA DA ESCRITA

Resolvi implementar uma mudança radical na minha vida, em vários aspectos como o profissional, o espiritual, o familiar e o social. Isto começou a algum tempo e veio amadurecendo, até que , agora, aos 40 anos determinei acelerar o rítmo dessa mudança e tomei algumas atitudes como: deixar a barba crescer, investir em mim, utilizando toda a experiência e conhecimento adquiridos ao longo do tempo, mais a volta ao estudo acadêmico e colocar tudo isso a serviço da sociedade, claro, sem esquecer o lado econômico e financeiro que é condição sine qua non para a nossa sobrevivência. A volta aos estudos acadêmicos é muito importante, por ser algo que eu nunca deveria ter parado, pois o conhecimento é tudo na vida.

Descobri aos 40 anos a coisa que talvez tenha sido a mais revolucionária de todas. Verifiquei que mais de 95% de tudo que pensamos não comentamos com outras pessoas, ou seja, a maioria dos nossos pensamentos se perdem no tempo e no espaço. Dos 5% que comentamos, talvez, apenas 5% nós registramos de alguma forma. Daí cheguei à conclusão que é provável, que as ideias mais brilhantes já pensadas pelo homem não são as que hoje estão materializadas em monumentos, edifícios, pontes, viadutos, túneis, catedrais e tantas outras obras maravilhosas, tidas como extraordinárias criações da mente e engenharia humanas. As ideais mais brilhantes foram àquelas que se perderam nos pensamentos de, sabe Deus, quantas mentes maravilhosas, ao longo da história das civilizações e que nem sequer chegaram a ser escritas ou registradas de alguma forma. Que se tivessem sido escritas, sabe-se lá a quantos anos luz a humanidade estaria em conhecimento, modernidade e desenvolvimento científico, tecnológico, psicológico e espiritual. É possível que há muito já tivéssemos descoberto outro planeta para povoar. Quem sabe em que nível de evolução não estaria a mente humana? Talvez já estivéssemos na era do tele transporte. Talvez o homem já tivesse descoberto tantos mistérios que cercam o interior e o funcionamento desta máquina fantástica que é o cérebro. Já que estamos aqui numa caminhada que tem como objetivo final (e que muita gente não sabe) o domínio completo desta fantástica máquina.

Vale registrar ainda, que ao longo da breve história do mundo civilizado, está bem-dita evolução do conhecimento e desenvolvimento humanos, sofreu vários percalços e contratempos que atrasaram ainda mais o cumprimento deste objetivo. Não podemos esquecer que a Santa Madre Igreja, na ancia de eliminar os ímpios e efetivar a hegemonia dos dogmas cristãos pelo mundo a fora, fez de tudo que pôde para impedir que este conhecimento continuasse a se expandir. Usou do pseudo poder divino da Santa Inquisição e queimou bibliotecas inteiras, perseguiu e queimou nas fogueiras os chamados hereges que na realidade eram pessoas de mentes brilhantes, cujo filho mais ilustre desta perseguição, Galileu Galilei, foi forçado a abjurar a teoria heliocêntrica do universo.

E ainda, se levarmos em consideração, que a pelo menos 4000 anos A/C, a civilização Suméria, que viveu nas margens dos rios Tigre e Eufrates, nas cercanias de Bagdá, e onde hoje estão sendo feitas escavações que, até o momento, já descobriu que, naquela ocasião, os Sumérios já tinham conhecimento que a terra era redonda e girava em torno do sol. Que o Sistema solar era composto de 10 planetas e que um deles, o mais distante, desintegrou-se, provavelmente por ter sido atingido por um cometa. Que descreveram o tamanho de cada planeta e a distância exata entre cada um. É possível verificar que estamos com pelo menos 5500 anos de atraso na nossa evolução.

Portanto a descoberta revolucionária a que cheguei é que, ao contrário do que pensava sobre as pessoas românticas e sensíveis que gostam de cultivar um diário de bolso, anotando tudo que lhe acontece diariamente e eu os rotulava de “tolos”, hoje, penso que o pouco que caminhamos nesta evolução e ao encontro deste objetivo, devemos tudo a estes “tolos” que anotaram tudo nos seus diários. Como é o caso do filósofo Platão que anotou tudo que o mestre Sócrates falou. Sócrates por sua vez não escreveu uma só linha do seu legado, mas ele não foi de todo um “tolo”, pois ao contrário da maior parte da humanidade, ele expressou através da dialética a maioria das coisas que pensou e só por isso mereceu um lugar especial na história, além de detonar um processo de desenvolvimento do pensamento humano que nos possibilitou em grande parte tudo que temos e que somos hoje.

Portanto, se faz necessário que registremos tudo ou pelo menos o que for possível do nosso pensamento para que possamos contribuir com o objetivo final e tirarmos esse atraso de mais de 5500 anos, que só de lembrar bate um sentimento de revolta e tristeza ao mesmo tempo. Só de pensar que poderíamos estar vivenciando um novo mundo, sem guerras, sem miséria, sem doenças infectocontagiosas, sem a AIDS, sem as gritantes desigualdades de classes sociais, vivenciando a verdadeira e sonhada globalização e quem sabe até fazendo cruzeiros intergalácticos.

Portanto, amigos escrevam, escrevam tudo que lhe vier à mente, pois no meio das bobagens surgirão as grandes ideias que ajudarão a mudar o mundo.

Natal, 28 de Julho de 2004.

Wagner Braga.

Continuar lendo ARTIGOS: A IMPORTÂNCIA DA ESCRITA PARA A EVOLUÇÃO DA HUMANIDADE, POR WAGNER BRAGA

OPINIÃO: O GRANDE MAL DA HUMANIDA É A IGNORÂNCIA

Ignorância, o grande mal da humanidade

Imagem em destaque

Depois de assistir tantos conflitos devido à pandemia do Coronavírus, dentre os quais, brigas por vacinas, imposição de máscaras, “fica em casa”, não ao tratamento precoce, e outros mais, que possivelmente vão surgir enquanto a “torneira das verbas” estiver aberta, tenho a certeza que o grande mal da humanidade é a ignorância.

Basta parar para observar comentários nas redes sociais ou participar de uma breve conversa com amigos, que logo percebo o quanto as pessoas sofrem, não pela falta de remédios ou mesmo pela pandemia, e sim por desconhecerem a verdade. Uma hora não querem tomar determinado remédio ou vacina, outra hora querem. Como a falta de conhecimento deixa o povo vulnerável à manipulação!

Contudo, não vejo a falta de conhecimento por comodismo, e sim por medo. Medo de adoecer, medo de sofrer, medo da morte. Medo de descobrirem a verdade e perceberem o quanto foram e estão sendo enganados, pelo simples fato de se deixarem adoecer pela ignorância.

Grande parte da população brasileira, quiçá mundial, não sabe o real motivo dessa guerra “invisível”, porém perceptível. Muitos acreditam que é porque o povo quer sair e se divertir. Outros porque pensam que as pessoas são desobedientes às leis, e tem aqueles que só precisam de um motivo para serem do contra.

Somos todos escravos da nossa própria estupidez. Nos tornamos sórdidos com nossos amigos, familiares, colegas de trabalho e até mesmo com os poucos que lutam por nossa liberdade. Não a liberdade das correntes, e sim a liberdade da falta de conhecimento.

Ficamos ouvindo mídias que poluem nossos ouvidos e visões com desinformação em benefício próprio. Acordos entre mídias, políticos e “impérios” arrecadam bilhões para nos manterem desinformados, alienados, escravos de propagandas enganosas, modismo, sofismo, promessas e demagogias.

Quando vamos perceber que nosso pensamento não tem legenda?

Quando vamos perceber que somos donos de nossas ideias e sentimentos?

Quando vamos perceber que basta apertar um botão para desligar qualquer canal de televisão e dar um basta em poluidores de mentes.

Nossa liberdade não precisa de chaves para tirar as algemas. Nossa liberdade precisa de leitura, de sermos curiosos para descobrir o que está por trás das cortinas desse teatro chamado vida.

Podemos nos ajudar a sermos todos livres, independentes. Quem sabe ler, ensine a ler, quem sabe a verdade mostre-a aquele que está próximo, sem imposições, sem lados.

Nem esquerda e nem direita. Sem protecionismo. Precisamos de equilíbrio. Não é o povo que precisa ser expurgado para sermos livres, e sim aqueles que noticiam, que fazem e aplicam as leis.

É hora de nos unir, pensar em nossas famílias, nossas crianças, em nossa vida. Nossa liberdade está em nossas escolhas.

Podemos estabelecer a paz em nossas vidas a partir do momento que temos conhecimento e esclarecimento que, nós, o povo que vota, que escolhe, que trabalha, que mantém um país, somos a raiz da liberdade. Vamos sacudir nosso tronco para que os frutos podres e as folhas mortas caiam e não prejudiquem mais nossa evolução.

Nossa saúde está na coragem de lutarmos pelo que acreditamos.

Tenhamos fé e estabeleçamos uma nova aliança com Ele, que é quem verdadeiramente nos guia.

Para tanto, é necessário eliminarmos o grande mal que nos assola, a ignorância, e só assim estaremos imunes à perversidade da Nova Ordem Mundial.

Fonte: Jornal da Cidade Online

Continuar lendo OPINIÃO: O GRANDE MAL DA HUMANIDA É A IGNORÂNCIA

ARTIGOS: O DESTINO DA HUMANIDADE NAS MÃOS DAS SOCIEDADES SECRETAS, POR WAGNER BRAGA

Caro(a) leitor(a),

A partir desta edição da coluna ARTIGOS vou falar sobre a influência das Sociedades Secretas no destino da humanidade. Um assunto que a maioria da humanidade não sabe nem que existe, mas que está por trás do rumo e do destino de todos nós e, hoje, mais do que nunca essa verdade precisa vir a tona, pois estamos passando por tempos de despertar da consciência. No texto a seguir vou dar uma visão geral dessas irmandades e a partir do próximo ARTIGO falarei de cada uma delas.

Sociedade Secreta S.A. - Jovem Nerd

Ao longo da história, aos poucos, surgiram instituições, seitas, irmandades e inúmeras agremiações místicas. Estas instituições ou irmandades faziam questão de permanecer isoladas, guardando segredos imemoriais nunca revelados. Esses segredos eram guardados a sete chaves e passados apenas de “pai para filho”. Em raras exceções eram revelados para outras pessoas, que tinham de ser da mais alta confiança.

Reservei este texto para falar de algumas dessas agremiações que de alguma forma influenciaram a humanidade ao longo de sua trajetória terrestre. Quando falo que influenciaram não estou exagerando nem fazendo apologia a alguma “teoria da conspiração”. O rumo que a história seguiu tem muito a ver com a influência que estas irmandades tiveram sobre o nosso ‘Inconsciente Coletivo’ (Termo criado pelo psicólogo suíço Carl Gustav Jung o inconsciente coletivo é o que não sabemos de nós mesmos. Não representa o que eu vivi, mas o que a humanidade como um todo viveu).

Para enfatizar esse pensamento devo citar alguns exemplos de personagens famosos da história que só vem a confirmar essa teoria. A Maçonaria sempre reuniu mentes inquietas, brilhantes e, principalmente, influentes. Para além de teorias da conspiração, os maçons sempre estiveram envoltos em grandes marcos mundiais, tais como: a independência dos EUA, que, acredita-se, foram decididos em lojas maçônicas. Entre as figuras mais ilustre estão ninguém menos que Benjamin Franklin e George Washington. Já no Brasil, temos um belo time de notáveis como: José Bonifácio (Patriarca da Independência, foi o primeiro grão-mestre da instituição no país), D. Pedro I, Rui Barbosa, marechal Deodoro da Fonseca e Joaquim Nabuco. Mais recentemente, o ex-presidente americano Bill Clinton foi dirigente da Ordem DeMolay, um braço da Maçonaria fundada em 1919 nos Estados Unidos.

 Já o Opus Dei é tão poderoso que, há quem acredite, pode decidir grandes questões da Igreja. Sabe-se que uma das funções secretas dos membros do Opus Dei é ocupar posições de liderança na sociedade, de onde viria todo o poder e dinheiro da instituição.

Outra Instituição, menos conhecida, porém não menos influente é a Skull and Bones. Os membros dessa organização também trabalham com o mesmo intuito da Opus Dei. Não pode ser coincidência o fato de entre os membros da sociedade, estarem alguns dos mais importantes políticos e homens de negócios do EUA, como por exemplo: George Bush pai e George Bush filho, ambos ex-presidentes dos Estados Unidos. Até mesmo o fundador da corporação Time-Life, Henry Luce, um dos mais importantes conglomerados de comunicação dos Estados Unidos, que publica a influente revista Time, fez parte da Skull and Bones.

Por fim, existem registros históricos que Os Illuminati participaram de grandes eventos históricos como a Revolução Francesa, de 1789; as inúmeras revoluções que aconteceram em países europeus no mesmo ano e até mesmo a Primeira Guerra Mundial. Os próprios fundadores dos Estados Unidos e do Federal Reserve, banco central americano, teriam ligação com a Nova Ordem Mundial, cujo principal objetivo é a dominação global da Organização. Sem falar num sem número de artistas e cantores famosos, tais como: Beyoncé e seu marido Jay-z, Ryanna, Kanye West, Justin Bieber, Walt Disney e tantos outros.

As instituições ou irmandades mais conhecidas eram: Os Essênios, Os cavaleiros Templários, A Maçonaria, A Rosa Cruz e os Illuminati, as quais vou falar brevemente sobre cada uma para que o leitor possa se familiarizar, conhecer melhor e poder fazer um juízo de valor sobre o assunto.

Wagner Braga

Continuar lendo ARTIGOS: O DESTINO DA HUMANIDADE NAS MÃOS DAS SOCIEDADES SECRETAS, POR WAGNER BRAGA

AUTOCONHECIMENTO: A LIBERTAÇÃO DA TERRA DAS FORÇAS NEGATIVAS ESTÁ BEM PRÓXIMA

Na nossa primeira edição da coluna AUTOCONHECIMENTO de 2021 temos mais um excelente artigo de Vital Frosi sobre os últimos acontecimentos no panorama político e econômico do planeta de uma maneira geral e como estamos evoluindo para a libertação das forças negativas e satânicas, bem como do fim dos governos corruptos. Então lhe convido a ler o texto completo a seguir e entender como estão acontecendo as batalhas no Astral entre o bem e o mal, que estão próximas do fim.

Estamos muito próximos da libertação da Terra

guerra

Amados, muitas informações vindas dos Amparadores Angelicais estão chegando a cada dia, em maior quantidade e também mais precisas.Ainda assim, não podemos ter o acesso à realidade, pois as batalhas no Astral entre o bem e o mal ainda não terminaram.

Nós podemos ver aqui, no mundo físico, o reflexo dessa “guerra invisível”. Diante de nossos olhos, nós podemos ver uma amostra, embora bem superficial, do que realmente acontece onde se define os rumos do planeta Terra.

Quando o Cristo Jesus disse: “Não se pode servir a dois senhores ao mesmo tempo”, quis Ele nos dizer que temos a escolha de servir o bem ou o mal. Ou estamos de um lado, ou estamos do outro. Não há meio termo, pois não existe o “meio bem” e tampouco o “meio mal”.

A hora é de definições para a humanidade! Chegamos realmente ao Final dos Tempos. Embora não possamos saber as datas exatas, nem os dias e as horas precisas (para não causar pânico desnecessário), sabemos que a qualquer momento, de agora até no máximo 8 anos, acontecerá o tal evento.

guerra

Algumas fontes até dizem que já estamos dentro do evento. Eu acredito que sim, pois muitos acontecimentos estão aí para comprovar. Mas o epílogo, de fato, está muito próximo, inclusive nos aproximamos de forma acelerada do Reset Financeiro. A falência dos governos corruptos está bem na nossa cara para que ninguém tenha dúvidas. As mentiras que ainda teimam em nos impor já não conseguem mais atingir os resultados programados.

Vemos a parcela da humanidade ainda presa ao Velho Poder, brigando para obter vantagens em todos os setores onde haja poder e dinheiro, mas também vemos as máscaras caírem uma por uma.

Ninguém mais vai conseguir se esconder. São as últimas tentativas do satanismo em dominar a humanidade por meio do medo, da mentira, da dominação e da escravidão.

No caso do Brasil, hoje, nenhum governante honesto consegue se eleger. Quando surge um candidato não atrelado ao “mecanismo”, todos os que compactuam com o satanismo se voltam com todas as armas para destruir qualquer possibilidade de ser eleito. E, mesmo assim, se algum governante tiver um pouco de bom senso e quiser fazer algo de bom para o povo, não consegue, pois os parlamentos, começando pelas Câmaras de Vereadores, passando pelas Assembleias Legislativas Estaduais, a Câmara Federal e o Senado impedem qualquer perspectiva de sucessoApenas 10% dos políticos não estão no tal esquema.

O objetivo dessas forças ocultas é um só: causar dor e sofrimento, revolta e indignação, medo e desalento para que a massa humana produza ectoplasma negativo, que é a energia que alimenta o Exército das Trevas

Por isso, estamos de hoje em diante em vigília permanente.

Todos os dias, às 18 horas, vamos nos reunir em orações para criar um ectoplasma positivo e abastecer as Forças da Luz, já que a verdadeira guerra se desenrola no invisível.

Vamos nos posicionar e servir ao Senhor ao qual nos alinhamos. A vitória do bem reverterá em benefício de todos aqueles que contribuem para tal. Ao contrário, aqueles que alimentarem as sombras terão o seu destino também direcionado para os abismos sombrios onde haverá dor e sofrimento relativos à carga de cada um.

guerra

Essa semana, algumas informações que chegam trazem a preocupação dos abnegados protetores do Brasil, dizendo que podemos ter uma intensificação da Guerra Civil no nosso país. Vemos há algum tempo pessoas brigando com pessoas por interesses de terceiros, principalmente dos governantes inescrupulosos.

Se não estivermos bem conscientes da realidade e agirmos com ética e moral, vamos acabar por deflagrar uma Guerra Civil muito séria, que trará muita dor e sofrimento ao povo. E é isso que as Trevas estão querendo! Assim, haverá a quantidade de energia negativa para dar uma sobrevida ao exército maligno.

A única arma que realmente vence o mal é a energia positiva, baseada no amor e na compaixão. Por isso, orar pelo Brasil, juntos, em todos os dias, às 18 horas.

O destino do Planeta já está decidido. É uma questão de tempo! Porém o destino de cada nação depende do livre-arbítrio de seu povo, do coletivo. Ainda veremos nações passarem por turbulências motivadas pelas decisões coletivas de seu povo.

guerra

Havendo uma intensificação da Guerra Civil no Brasil, não restará mais nenhuma alternativa que a Intervenção Militar. Mesmo que uma Intervenção Militar já se vê necessária, é sempre dado ao povo o poder de decidir o que lhe convém. A situação se encaminha para tal fim.

Intervenção não significa Ditadura, até porque já estamos em uma Ditadura camuflada de Democracia faz tempo. Intervenção, se vier, será para pôr fim exatamente a essa Ditadura Civil travestida de poder democrático, que está escravizando o próprio povo que os elege. Governos governando em causa própria.

Não se deixe enganar pelas espertezas dessas aves de rapina! Use a consciência plena e veja pelos olhos da razão!

Vital Frosi
Escrito por Vital Frosi
Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: A LIBERTAÇÃO DA TERRA DAS FORÇAS NEGATIVAS ESTÁ BEM PRÓXIMA

DICA DE LIVRO: O ASSASSINATO DE CRISTO DE WILHELM REICH

Nesta quarta-feira, antevéspera de Natal, a nossa DICA DE LIVRO é O ASSASSINATO DE CRISTO, do controvertido psicanalista Wilhelm Reich. Nesta obra comovente e profunda, o cientista Wilhelm Reich explora o significado da vida de Cristo e revela o flagelo universal que causou sua agonia e morte: A Peste Emocional da Humanidade.

Para Reich, o homem se defronta, através dos tempos, com a plena responsabilidade pelo assassinato de Cristo: pelo assassinato do vivo, qualquer que seja a forma sob a qual se apresente. Esta é a verdade crua sobre o modo real como as pessoas são, agem e se emocionam.

A lição do assassinato de Cristo também se aplica à cena social contemporânea. A tragédia da própria morte de Reich mostra que os problemas apresentados no livro são problemas agudos da sociedade contemporânea.

Então, convido você a ler esta obra intrigante e conhecer  a outra face do polêmico cientista!

Fonte: Acervo particular

Continuar lendo DICA DE LIVRO: O ASSASSINATO DE CRISTO DE WILHELM REICH

REFLEXÃO: ADMITA SUA IMPERFEIÇÃO, MAS NÃO SE ACOMODE COM ELA

A nossa REFLEXÃO deste domingo está em frases soltas que não têm conexão umas com as outras e que você pode inverter a ordem sem jamais mudar o sentido e ficar desconexo e de difícil compreensão. Pelo contrário da forma que você ler, de cima pra baixo ou de baixo para cima você vai entender tudo o que está sendo dito no texto a seguir, pois são frases de infinita sabedoria, ao alcance de qualquer um que esteja aberto a expandir a sua consciência. Portanto, o que está esperando? Comece agora a ler esse texto de infinita sabedoria e expanda sua consciência!

Aprender com os erros

Como aprender com os erros: Ciclo da Iteração

A perfeição ainda é um estado muito distante da Humanidade.
Todos os habitantes da Terra possuem fissuras morais e cometem equívocos.
Na verdade, errar não é um escândalo, no contexto das Leis Divinas.
Deus não criou as criaturas perfeitas, mas perfectíveis.
Os Espíritos encarnam e reencarnam infinitas vezes para desenvolver as virtudes cujo potencial trazem em seu íntimo.
A fim de que cresçam em vontade, sabedoria e amor, dispõem de livre-arbítrio.
Caso não pudessem fazer opções, seriam simples marionetes.
Como podem optar, é natural que nem sempre sejam felizes em seus atos.
O outro lado desse processo de aprendizado é a responsabilidade.
Ao desenvolver a consciência e a vontade, a influência dos instintos primitivos declina e a liberdade se expande.
A criatura torna-se cada vez mais responsável por seus atos e pensamentos.
Os equívocos são naturais para quem transita da ignorância para a sabedoria.
Apenas é necessário reparar todos os estragos causados.
Justamente por isso constitui sinal de imaturidade recusar-se a admitir os próprios erros.
A humildade constitui pressuposto do aprendizado.
Quem se imagina infalível e superior a todos mantém-se estagnado.
Para entrar em sintonia com a vida, impõe-se atentar para a Lei do progresso.
O Universo todo é dinâmico.
As espécies animais e vegetais aperfeiçoam-se incessantemente.
Mesmo a configuração física da Terra não é estática.
Da mesma forma que as espécies inferiores, o homem possui um papel a desempenhar no concerto da Criação.
Ele está inserido na natureza e deve ser um agente do progresso.
Mas para impulsionar o progresso é necessário estar sempre evoluindo.
Assim, para não trair a missão de sua existência, proponha-se a ser cada vez melhor.
Admita sua imperfeição, mas não se acomode com ela.
Por vezes você erra, mas isso é normal.
Cuide para aprender com seus erros, a fim de não repeti-los inúmeras vezes.
E também assuma as consequências, boas ou más, de seus atos.
Repare todos os estragos que eventualmente causar.Pague suas dívidas, peça desculpas, recomponha-se perante seus semelhantes.
Sem dúvida é necessário algum esforço para reconhecer um equívoco e retificar o próprio caminho.
Mas você viverá para sempre.
Certamente deseja, algum dia, ser uma pessoa sábia e pacificada.
Como ninguém fará o seu trabalho, esforce-se desde já para ser assim.
Ao se recusar a admitir um equívoco, você retarda a realização de seu luminoso destino.
Compenetre-se em seu papel de aprendiz e demonstre boa vontade para com a vida.
Não se apegue a coisas pequenas, como a vaidade e o orgulho.
Tais fissuras morais somente o infelicitam.
Aprenda a fazer o bem sem qualquer interesse pessoal ou sentimento oculto.
Ame e respeite a vida, seja nobre e solidário.
No inicio pode ser necessária alguma disciplina.
Mas com o tempo você incorporará esse modo de viver e será uma pessoa maravilhosa.
Eis uma meta pela qual vale a pena lutar.

Redação do Momento Espírita. Disponível no CD Momento Espírita, v. 12, ed.

Fonte: reflexao.com.br

Continuar lendo REFLEXÃO: ADMITA SUA IMPERFEIÇÃO, MAS NÃO SE ACOMODE COM ELA

EM ARTIGO, MOURÃO DIZ QUE O BRASIL É O PAÍS COM MENOS DESMATAMENTO NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE

Somos o país que menos desmatou na história da humanidade, diz Mourão em artigo

Sinara Peixoto, da CNN em São Paulo

19 de setembro de 2020 às 19:19 | Atualizado 19 de setembro de 2020 às 20:41

Hamilton Mourão

 

O vice-presidente da República e do Conselho Nacional da Amazônia, Hamilton Mourão, utilizou as redes sociais, na tarde deste sábado (19), para defender a ideia de que há desinformação a respeito dos dados sobre preservação ambiental no Brasil.

Na semana em que o Pantanal atingiu a maior taxa histórica de queimadas, Mourão afirma que “somos o país que menos desmatou na história da humanidade”.

“Interesses econômicos e políticos a parte, também ocorre uma certa desinformação, que termina por ganhar força junto aos que jamais pisaram na Amazônia. Para esclarecer o cenário existente, eu os convido a juntos analisarmos as queimadas, o coelho da vez, tirado da cartola, para como em uma mágica induzir o espectador a acreditar no truque que lhe está sendo encenado”, afirmou.

O vice-presidente admite que as queimadas são um problema nos biomas brasileiros, mas diz que “não na proporção trágica e com o descaso dos governantes como querem crer os donos das cartolas e dos coelhos”.

“SIM, as queimadas acometem a Floresta Amazônica e outros biomas do País – e também do mundo, não somos a única nação a enfrentar esse problema -, especialmente no período da seca, quando os índices historicamente se elevam. Mas não na proporção trágica e com o descaso dos governantes como querem crer os donos das cartolas e dos coelhos. As queimadas que estão ocorrendo na Amazônia não são ‘padrão Califórnia ou Austrália’ e as ações do Governo Federal buscam não só reduzi-las, mas também atenuar seus efeitos nocivos ao meio ambiente e à saúde das pessoas.”

Na publicação da tarde deste sábado, Mourão apresenta uma análise de números que, segundo ele, foram computados até esta semana.

“Gostaria de compartilhar a análise dos números computados até 15 de setembro deste ano, comparando-os com igual período do ano passado. Tivemos um aumento de 11% nesse período, destacando que um terço ocorreu em áreas já desmatadas, outro terço naquelas que foram objeto de desmatamento recente e o último terço em regiões urbanas, de assentamentos e industriais”, pontua.

O presidente do Conselho da Amazônia destaca o foco de ação do poder público. “Nossos alvos de repressão localizam-se naquele importante terço de áreas recentemente desmatadas, notadamente aquelas situadas em terras indígenas e unidades de conservação, onde não podemos aceitar o avanço da criminalidade”.

E finaliza questionando “narrativas” sobre o tema, defendendo a atuação do governo federal no enfrentamento aos crimes ambientais e exaltando o sistema democrático. “Não se deixem levar por narrativas tiradas da cartola, como o coelho daquele mágico”.

“Por fim deixo claro que o governo do Presidente Bolsonaro não compactua com ILEGALIDADES e manterá os esforços constantes no sentido de que criminosos ambientais sejam enfrentados de acordo com a lei, pois respeito ao Estado de Direito é pilar básico do sistema democrático e da civilização ocidental, a qual temos orgulho de pertencer”.

Nações europeias enviam carta

Dinamarca, França, Holanda, Alemanha, Itália, Noruega, Reino Unido e Bélgica assinaram uma carta enviada a Hamilton Mourão expressando preocupações com a degradação da Amazônia.

No documento, os signatários afirmam que “na Europa, há um interesse legítimo no sentido de que os produtos e alimentos sejam produzidos de forma justa, ambientalmente adequada e sustentável” e por isso os números do desmatamento na floresta amazônica estariam preocupando “consumidores, empresas, investidores e a sociedade civil”.

Dados do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) mostram um aumento no número de focos de incêndio de 7% em relação ao mesmo período do ano passado. Apesar de parecer um crescimento pequeno, 2019 foi o ano no qual foi registrada a maior quantidade de queimadas na Amazônia desde 2012.

A carta relembra um histórico do Brasil como um dos pioneiros na tomada de medida contra o desmatamento amazônico, e menciona o Plano de Ação para Prevenção e Controle do Desflorestamento na Amazônia Legal, o Código Florestal Brasileiro e a Moratória da Soja como exemplos de projetos nacionais de preservação.

O documento também expressa preocupação com os povos indígenas e as populações locais.

Os representantes dos países, participantes da parceria das Declarações de Amsterdã, um compromisso com a preservação do meio ambiente, afirmam que estão dispostos a colaborar com o Brasil em projetos de preservação.

“Gostaríamos de ter a oportunidade de discutir esse desafio junto com Vossa Excelência, através de nossos representantes diplomáticos, na esperança de que possamos trabalhar com base numa agenda comum, juntamente com outros parceiros europeus, para garantir um futuro próspero e sustentável para o nosso povo, o clima e o meio ambiente”, escreveram ao vice-presidente Hamilton Mourão.

A carta foi publicada nas redes sociais da Embaixada Alemã:

Print do tweet da embaixada alemãPublicação da Embaixada Alemã no Twitter, divulgando a carta.
Foto: Reprodução/Twitter

 

Texto de Mourão na íntegra

Nos últimos tempos, os mais variados atores acusam o Brasil de não ser capaz de cuidar do seu patrimônio ambiental, em particular a Amazônia. Uma ironia, levando em consideração que somos o País que menos desmatou na história da humanidade.

Como exemplo, cito que nos primórdios da vida na terra a Europa possuía 7% das florestas do mundo e o Brasil 9,8%. Hoje os europeus contam com 0,1% e nosso País com 28,9% da cobertura florestal mundial.
Reitero que somos a Nação que tem a matriz energética mais limpa e a maior cobertura vegetal original, chegando ao admirável valor de 84% de área nativa preservada na Amazônia e mais de 60% se considerarmos todo o território nacional.

Interesses econômicos e políticos a parte, também ocorre uma certa desinformação, que termina por ganhar força junto aos que jamais pisaram na Amazônia. Para esclarecer o cenário existente, eu os convido a juntos analisarmos as queimadas, o coelho da vez, tirado da cartola, para como em uma mágica induzir o espectador a acreditar no truque que lhe está sendo encenado.

SIM, as queimadas acometem a Floresta Amazônica e outros biomas do País – e também do mundo, não somos a única nação a enfrentar esse problema -, especialmente no período da seca, quando os índices historicamente se elevam.

Mas não na proporção trágica e com o descaso dos governantes como querem crer os donos das cartolas e dos coelhos. As queimadas que estão ocorrendo na Amazônia não são “padrão Califórnia ou Austrália” e as ações do Governo Federal buscam não só reduzi-las, mas também atenuar seus efeitos nocivos ao meio ambiente e à saúde das pessoas.

Para compreendermos a realidade das queimadas amazônicas e termos capacidade de interpretar os números divulgados, precisamos entender o que significam os focos identificados pelos satélites de referência utilizados pelo INPE. As imagens acusam todos os focos de calor, o que não significa incêndio, pois qualquer área com temperatura acima de 47o – uma fogueira por exemplo – é assim identificada.

Além disso, como consta no site do instituto, é comum uma mesma queimada ser detectada por vários satélites. Os dados brutos também não distinguem as ilegais das legais, que são aquelas ocorridas dentro dos 20% de terra que, de acordo com nossa legislação, pode ser explorada no bioma Amazônia.

Os fatores que levam a uma queimada não são matemáticos, pois questões ambientais e humanas influenciam tanto a ignição como a propagação e contenção do evento. Não é uma ciência exata. Assim, os esforços dos governos federal e estaduais podem ser positivos, com elevados ganhos em um período, como em outros tendem a ser negativos.

Por isso é importante que os dados sejam TRANSPARENTES, contudo submetidos a uma análise qualitativa por meio de processo inteligente, levando a ajustes e correções, necessários para o combate às ilegalidades e para que a informação produzida seja a expressão da verdade.

Gostaria de compartilhar a análise dos números computados até 15 de setembro deste ano, comparando-os com igual período do ano passado. Tivemos um aumento de 11% nesse período, destacando que um terço ocorreu em áreas já desmatadas, outro terço naquelas que foram objeto de desmatamento recente e o último terço em regiões urbanas, de assentamentos e industriais.

Nossos alvos de repressão localizam-se naquele importante terço de áreas recentemente desmatadas, notadamente aquelas situadas em terras indígenas e unidades de conservação, onde não podemos aceitar o avanço da criminalidade.

No Bioma Amazônia existem cerca de 530.000 imóveis rurais, de acordo com dados do Cadastro Ambiental Rural (CAR), em aproximadamente 25.000 ocorrem queimadas ilegais, ou seja, em 5% das propriedades. Essa é a dimensão do problema a ser enfrentado, com paciência, determinação e clareza.
Não podemos e não iremos parar.

Seguiremos sempre adiante, passo a passo, com foco no aperfeiçoamento contínuo dos métodos, técnicas, equipes, políticas públicas e recursos disponíveis para a prevenção e o combate das queimadas ilegais na Floresta Amazônica, atuando nas frentes política, econômica, social e legal.

Não se deixem levar por narrativas tiradas da cartola, como o coelho daquele mágico.
Por fim deixo claro que o governo do Presidente Bolsonaro não compactua com ILEGALIDADES e manterá os esforços constantes no sentido de que criminosos ambientais sejam enfrentados de acordo com a lei, pois respeito ao Estado de Direito é pilar básico do sistema democrático e da civilização ocidental, a qual temos orgulho de pertencer.

Fonte: CNN

Continuar lendo EM ARTIGO, MOURÃO DIZ QUE O BRASIL É O PAÍS COM MENOS DESMATAMENTO NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar