PONTO DE VISTA: MORO FAZ POLÍTICA, SE POSICIONA E PASSA RECADOS À POPULAÇÃO

Caro(a) leitor(a),

Confesso que imaginava uma espécie de reclusão ou de período sabático de Sergio Moro durante um bom tempo. Principalmente durante todo esse ano. Mas tenho visto muitas manifestações do ex-ministro através das redes sociais, entrevistas e artigos publicados. O que também me surpreende também, são os veículos de mídia que ele escolheu para essas publicações. Justamente a Rede Globo e Jornal O Globo. Não entendi, pois sei que órgãos de imprensa como Rádio Jovem Pan e CNN receberiam bem as suas publicações e entrevistas se fosse o caso. Como tenho ciência que Moro não dá ponto sem nó, ou seja, planeja minuciosamente tudo que faz, penso que tem seus motivos e tem visão bem mais ampla do que a minha e de muita gente que o critica. Aparentemente, já está fazendo política, se posicionando e passando recados à sociedade brasileira. Resta-nos acompanhar, analisar e tirar conclusões com muita parcimônia.

“O populismo, com lampejos autoritários, está escancarado”, diz Moro, em texto publicado no jornal O Globo

Redação

Publicado em 

Por  

 

Fábio Rodrigues Pozzebom | Agência Brasil

Sem fazer menções diretas, o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, atacou o que ‘populismo’ político.

Por meio de um texto, publicado no jornal O Globo, Moro chegou a dizer que “o populismo é negativo por si mesmo, seja de direita, seja de esquerda.”

Ainda segundo Moro, “manipular a opinião pública, estimulando ódio e divisão entre a população é péssimo.”

Leia um trecho do que foi publicado por ele no O Globo:

Os órgãos do Estado têm sua atuação regrada pela lei e por finalidade atender o bem-estar comum, e não cumprir os caprichos e arbítrios do governante do momento.

Políticos populistas tendem a ignorar tal distinção.

Não é o caso de falar em totalitarismo ou mesmo em ditadura, no presente momento, mas o populismo, com lampejos autoritários, está escancarado (…).

O quadro é muito ruim. Mas quero deixar claro: o populismo é negativo por si mesmo, seja de direita, seja de esquerda. Manipular a opinião pública, estimulando ódio e divisão entre a população é péssimo. Temos mais coisas em comum do que divergências. Democracia é tolerância e entendimento.

Conexão Política 

Fonte: Conexão Política

Continuar lendo PONTO DE VISTA: MORO FAZ POLÍTICA, SE POSICIONA E PASSA RECADOS À POPULAÇÃO

NATAL E MOSSORÓ NA IMINÊNCIA DE COLAPSO DA SAÚDE PÚBLICA TEM RECOMENDAÇÃO DE LOCKDOWN POR COMITÊ CIENTÍFICO DO NORDESTE

 

Comitê Científico do Nordeste recomenda lockdown “em caráter de urgência” para Natal e Mossoró

Esta é a segunda vez que Comitê sinaliza a adoção das medidas pelas cidades potiguares

Por Redação – Publicado em 03/06/2020 às 11:48

Pessoas caminhando pelo Alecrim, em Natal

O Comitê Científico de Combate ao Coronavírus do Nordeste recomendou que o Governo do Rio Grande do Norte e as prefeituras de Natal e de Mossoró adotem o lockdown, a forma mais restrita de isolamento social, devido à elevação do número mortes e de internações hospitalares.Esta é a segunda vez que Comitê sinaliza a adoção das medidas pelas cidades potiguares. A recomendação da entidade, que é presidida pelo neurocientista Miguel Nicolelis, também defende o isolamento mais restrito nas cidades de Campina Grande, na Paraíba, e de Arapiraca e São Miguel dos Campos, em Alagoas.

Segundo o Comitê, a recomendação é para a implementação “em caráter de urgência” do regime de isolamento social rígido para as cidades de Natal e Mossoró. “Considerando-se a situação grave de falta de leitos na região metropolitana de Natal, este Comitê também passa a monitorar esta região com mais ênfase, a partir desta data”, pontuou o relatório sobre a situação potiguar, que foi publicado no dia 1º.

De acordo com o Comitê, os números de casos e óbitos continuam aumentando por todo o Nordeste, e em nenhum Estado o pico da doença foi atingido até hoje. Esse fato confirma a projeção de que em nenhum Estado o pico seria atingido antes do mês de junho. A entidade aponta que a evolução dos casos da Covid-19 no Nordeste segue dobrando a cada período entre 5 a 9 dias.

A preocupação dos cientistas é sobre as discussões relacionadas com a flexibilização das medidas de isolamento nas cidades do Nordeste. “Este Comitê continua mantendo a posição de que ainda não é o momento propício de flexibilizar as medidas de isolamento social, uma vez que o pico da epidemia da Covid-19 não foi atingido em nenhum Estado da Região Nordeste”, trouxe o documento.

A recomendação do Comitê, publicada na última segunda-feira (1º), também aponta para o isolamento social mais rígido nas cidades de Imperatriz, no Maranhão, e Aracaju, em Sergipe.

Além do lockdown, o Comitê defende o banimento do uso da cloroquina no tratamento de casos de Covid-19. A entidade recomenda que todas as secretarias estaduais e municipais do Nordeste removam de seus protocolos de profilaxia ou tratamento para o SARS-CoV-2 o uso da cloroquina ou hidroxicloroquina, sozinha ou acompanhada de outras drogas, em qualquer fase do acometimento da doença.

Continuar lendo NATAL E MOSSORÓ NA IMINÊNCIA DE COLAPSO DA SAÚDE PÚBLICA TEM RECOMENDAÇÃO DE LOCKDOWN POR COMITÊ CIENTÍFICO DO NORDESTE

PACIENTES RECUPERADOS DE COVID-19 SÃO CONVOCADOS PELO HEMOVIDA PARA DOAÇÃO DE PLASMA

Hemovida convoca pacientes recuperados de Covid-19 para doação de plasma

03 jun 2020

Hemovida convoca pacientes recuperados de Covid-19 para doação de plasma

Pesquisas envolvendo o uso do plasma sanguíneo de pacientes curados de Covid-19 indicam um caminho alternativo no combate ao novo coronavírus. Embora os testes em curso ainda não sejam conclusivos, o Hemovida em Natal começou uma campanha de recrutamento de pacientes que estão curados há pelo menos 30 dias para fazerem a doação no banco de sangue.

O objetivo é coletar o chamado plasma convalescente (de pessoas que já se recuperaram da Covid-19) e injetar em enfermos com coronavírus ativo. A intenção, com isso, é de que os anticorpos presentes no material doado ajudem o doente a se recuperar mais rápido.

Atualmente, existe um paciente em estado grave, do tipo sanguíneo A+, aguardando para receber o plasma de doadores curados.

O Hemovida está localizado na avenida Nilo Peçanha, 199, no bairro de Petrópolis, Natal/RN. Outras informações: 84 98818-7997 (Ângela Celi).

Critérios

É importante observar alguns critérios para admissibilidade da doação:

Doador recuperado da Covid há pelo menos 30 dias;

Apresentação de exame médico que certifique a presença de anticorpos;

Peso corporal superior a 50 kg;

Mulheres que já tiveram filhos ou abortos estão impedidas de fazer a doação, segundo informações dos bancos de sangue.

Fonte: Política em Foco
Continuar lendo PACIENTES RECUPERADOS DE COVID-19 SÃO CONVOCADOS PELO HEMOVIDA PARA DOAÇÃO DE PLASMA

CULTURA: A BIOGRAFIA DO POTIGUAR MURILO MELLO FILHO POR ALEXANDRE GARCIA

Caro(a) leitor(a),

Na nossa coluna CULTURA desta quarta-feira faço uma singela homenagem a um grande potiguar que nos deixou na semana passada aos 92 anos de idade. O inenarrável Murilo Mello Filho, que teve uma trajetória profissional de quase 80 anos e deixou um enorme legado para o povo potiguar. Muitos não o conheceram, devido a sua maior virtude, a humildade e também, nos últimos anos, devido a idade e as debilidades esteve recolhido, mas eu tive a honra e a oportunidade de conhecê-lo na sua própria casa. Então para quem não o conheceu e não sabe da sua história assista o breve vídeo a seguir onde o extraordinário jornalista Alexandre Garcia faz um breve relato da trajetória e dos feitos dessa excepcional criatura humana.

Continuar lendo CULTURA: A BIOGRAFIA DO POTIGUAR MURILO MELLO FILHO POR ALEXANDRE GARCIA

PSICOLOGIA: SER PSICÓLOGO EM TEMPOS DESAFIADORES, O QUE É MITO E O QUE É VERDADE

‘Ser Psicólogo em tempos desafiadores: o que é mito e o que é verdade’ é o tema do PODCAST da nossa consultora em psicologia e desenvolvimento pessoal Sarita Cesana na coluna PSICOLOGIA desta quarta-feira. Ela fala das dificuldades de ser psicólogo em tempos tão difíceis, mas fala da importância desse profissional e dá dicas preciosas também. Ouça o Podcast e tire suas conclusões!

Fonte:

Continuar lendo PSICOLOGIA: SER PSICÓLOGO EM TEMPOS DESAFIADORES, O QUE É MITO E O QUE É VERDADE

AUTOCONHECIMENTO: HIPNOSE X REGRESSÃO, ENTENDA O QUE SÃO E COMO UTILIZÁ-LOS!

Nesta terça-feira trago um assunto muito importante, mas pouco debatido pela sociedade, a nossa coluna AUTOCONHECIMENTO. A maioria das pessoas sobre sabem muito pouco sobre hipnose e regressão e além do pouco conhecimento, quando se deparam com a possibilidade de se submeter a estas terapias ocorre outra grande dúvida que como escolher uma ou outra. No artigo a seguir você vai poder tirar todas essas dúvidas. Portanto convido você a ler com atenção o artigo a seguir, refletir e chegar a um juízo de valor sobre o assunto!

Hipnose ou regressão: qual é melhor para você?

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

Até mesmo entre os adeptos, há muita confusão sobre a definição de cada uma destas práticas. Para garantir que você busque a melhor abordagem para o seu caso, confira nossas dicas.

18 AGO 2016 · Leitura: 2 min.

Quando uma pessoa assume que tem um problema e que precisa de ajuda psicológica para enfrentá-lo, é hora de começar a busca por um profissional e, não menos importante, por uma abordagem que faça sentido.

Ter empatia pelo o trabalho realizado dentro do consultório é o primeiro passo para o sucesso de uma terapia. Dentre as abordagens mais buscadas, podemos citar a hipnose e a regressão. Se você é um dos simpatizantes, precisa estar atento: é muito comum que haja uma mistura de conceitos.

Para saber exatamente onde hipnose e regressão se cruzam, se há grandes diferenças entre elas, fique atento a este artigo.

Hipnose x regressão

Começamos por esclarecer que são duas abordagens totalmente distintas. Na verdade, a hipnose é um procedimento científico, reconhecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e usado de forma transversal em diferentes áreas da saúde.

Se você achava que era coisa de psicólogo, se enganou. Hoje em dia é possível encontrar até dentistas com formação na área. Eles usam o recurso da hipnose para bloquear fobias, por exemplo, e viabilizar um tratamento mais confortável para o paciente.

Na psicoterapia, a hipnose é usada para fazer uma ponte entre o problema atual e suas origens, muitas vezes bloqueadas pelo inconsciente. Funcionaria como um recurso complementar, ao ajudar a liberar lembranças e entender o comportamento da pessoa.

Qualquer profissional que trabalhe com a hipnose precisa ter um registro específico. Converse com o psicólogo, esclareça se ele está habilitado ou não, para evitar problemas.

shutterstock-271332755.jpg

Já a regressão é uma forma de conduzir a terapia. Normalmente, pode ser encontrada como regressão de memória ou terapia de vidas passadas. Em ambos os casos, utiliza o relaxamento profundo e, inclusive, a hipnose, como ferramenta para conseguir que as memórias do indivíduo venham à tona.

As respostas para medos inconscientes, distúrbios alimentares, traumas, problemas de sono, ansiedade, carências, dificuldades no relacionamento, dentre vários outros sintomas, estaria na própria pessoa e a regressão ao passado (da memória ou de outras vidas) seria a forma de aumentar o autoconhecimento e promover o bem-estar.

A regressão é uma abordagem que continua despertando polêmica, não sendo aceita como válida por boa parte dos profissionais da área. Quem trabalha com a regressão, entretanto, defende a eficácia da prática, que conta com muitos adeptos no Brasil.

Agora que você sabe o que é hipnosee o que é regressão, pode avançar na procura de um profissional para acompanhar o seu caso.

Fotos: por MundoPsicologos.com

Fonte:

psicólogos

Escrito por

MundoPsicologos.com

Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: HIPNOSE X REGRESSÃO, ENTENDA O QUE SÃO E COMO UTILIZÁ-LOS!

REFLEXÃO: O QUE PODEMOS ENTENDER SOBRE ILUMINAÇÃO QUANDO O BUDA DIZ QUE É O FIM DO SOFRIMENTO?

Nesta terça-feira trago mais um excelente texto publicado por Beth Michepud em seu Blog Sabedoria Universal sobre “Iluminação”. O que é Iluminação? O texto a seguir revela através da visão do ilustre escritor Eckhart Tolle e dos ensinamentos do Buda como alcançar a Iluminação. 

Iluminação, o que é isso?

 em 

iluminar

Trago hoje um trecho do livro “O Poder do Agora”, de Eckhart Tolle, que nos faz refletir sobre nossa própria evolução enquanto seres divinos que somos, e nos ajuda a perceber qual o maior obstáculo para a iluminação. Espero que gostem tanto quanto eu, e, com toda certeza recomendo a leitura deste livro. É revelador!

“Por mais de 30 anos um mendigo ficou sentado no mesmo lugar, debaixo de uma marquise. Até que um dia uma conversa com um estranho mudou sua vida:

– Tem um trocadinho aí para mim, moço? – murmurou, estendendo mecanicamente seu velho boné.

– Não, não tenho – disse o estranho. – O que há nesse baú debaixo de você?

– Nada, isso aqui é só uma caixa velha. Já nem sei há quanto tempo sento em cima dela.

– Nunca olhou o que ela tem? – perguntou o estranho.

– Não – respondeu. – Para quê? Não tem nada, não!

– Dá uma olhada dentro – insistiu o estranho, antes de ir embora.

O mendigo resolveu abrir a caixa. Teve que fazer força para levantar a tampa e mal conseguiu acreditar ao ver que o velho caixote estava cheio de ouro.

Eu sou o estranho sem nada para dar, que está lhe dizendo para olhar para dentro.

Não de uma caixa, mas sim de você mesmo. Imagino que você esteja pensando, indignado: “Mas eu não sou um mendigo!”

Infelizmente, todos que ainda não encontraram a verdadeira riqueza – a radiante alegria do Ser e uma paz inabalável – são mendigos, mesmo que possuam bens e riqueza material. Buscam, do lado de fora, migalhas de prazer, aprovação, segurança ou amor, embora tenham um tesouro guardado dentro de si, que não só contém tudo isso, como é infinitamente maior do que qualquer coisa oferecida pelo mundo.

A palavra iluminação transmite a ideia de uma conquista sobre-humana – e isso agrada ao ego –, mas é simplesmente o estado natural de sentir-se em unidade com o Ser. É um estado de conexão com algo imensurável e indestrutível. Pode parecer um paradoxo, mas esse “algo” é essencialmente você e, ao mesmo tempo, é muito maior do que você. A iluminação consiste em encontrar a verdadeira natureza por trás do nome e da forma. A incapacidade de sentir essa conexão dá origem a uma ilusão de separação, tanto de você mesmo quanto do mundo ao redor. Quando você se percebe, consciente ou inconscientemente, como um fragmento isolado, o medo e os conflitos internos e externos tomam conta da sua vida.

Adoro a definição simples de Buda para a iluminação: “É o fim do sofrimento.” Não há nada de sobre-humano nisso, não é mesmo? Claro que não é uma definição completa.

Ela apenas nos diz o que a iluminação não é: não é sofrimento. Mas o que resta quando não há mais sofrimento? Buda silencia a respeito, e esse silêncio implica que teremos de encontrar a resposta por nós mesmos. Como ele emprega uma definição negativa, a mente não consegue entendê-la como uma crença, ou como uma conquista sobre humana, um objetivo difícil de alcançar. Apesar disso, a maioria dos budistas ainda acredita que a iluminação é algo apenas para Buda e não para eles próprios, pelo menos, não nesta vida.”

Luz e Paz!
Continuar lendo REFLEXÃO: O QUE PODEMOS ENTENDER SOBRE ILUMINAÇÃO QUANDO O BUDA DIZ QUE É O FIM DO SOFRIMENTO?

DENÚNCIA: GEORGE ANTUNES, SECRETÁRIO DE SAÚDE DE NATAL DIZ QUE FLEXIBILIZAÇÃO DO COMÉRCIO É UMA TRAGÉDIA ANUNCIADA

Por Igor Jácome, G1 RN

 

George Antunes, secretário de Saúde de Natal — Foto: Reprodução/Inter TV CabugiGeorge Antunes, secretário de Saúde de Natal

“Esqueçam decreto de governadora e de prefeitos. Esqueçam pelo amor de Jesus Cristo e fiquem em casa. Isso é o maior absurdo que a gente pode ver nos dias de hoje, se falar em flexibilização. O povo deve ficar em casa. Os poderes, os governantes, têm que ter a coragem de dizer o que são serviços essenciais nas suas cidades, o que é serviço essencial dentro desse estado, e não abrir comércio da forma como está sendo aberto, chamar o povo para a rua, distribuir máscara para causar sensação de falsa segurança”. A fala é do secretário de Saúde de Natal, George Antunes, na manhã desta segunda-feira (1º).

Em entrevista à Inter TV Cabugi, o secretário afirmou que a estimativa é que o pico da pandemia do novo coronavírus ocorra no estado próximo ao dia 15 de junho e se mantenha por pelo menos outros 15 dias. Por causa disso, ele afirmou que está “revoltado” com o apelo pela flexibilização do comércio e pela liberação em si, que já ocorre em algumas cidades do estado. “Estou completamente revoltado, você percebeu até o tom de voz meu que já mudou quando se fala nesse assunto. Para mim é um absurdo”, disse.

O secretário ainda criticou o fechamento dos pronto-socorros de hospitais estaduais e de uma UPA de Parnamirim, na região metropolitana, no fim de semana, o que causa superlotação nas unidades da capital.

“Mesmo compreendendo que é uma obrigação minha ter pronto atendimento, mas o estado recentemente fechou a porta do (Hospital) Giselda Trigueiro. Ontem à noite o secretário manda uma mensagem dizendo que vai fechar a porta do Hospital Santa Catarina e só vai receber paciente referenciado. Parnamirim se dá ao direito de fechar uma Unidade de Pronto Atendimento. Isso do ponto de vista de legalidade, nem existe, é inadmissível se fechar uma unidade de pronto atendimento. Isso pode se caracterizar até como omissão de socorro”, disse.

“As minhas UPAs estão superlotadas, mas ninguém fecha UPA não. Ontem, no Satélite, que recebeu um monte de gente de Parnamirim, se viraram lá. Foram arrumar cilindro de oxigênio, botaram gente em sala de prescrição médica. E as UPAs estão superlotadas. E eu digo a vocês com toda convicção: se não se tomar uma medidas agora, nós vamos ter um caos instalado nessa cidade. Eu digo a vocês que é uma tragédia anunciada”, afirmou, defendendo o aumento das restrições para aumentar o isolamento social.

George Antunes ainda considerou que, mesmo com a abertura de leitos no Hospital de Campanha e no Hospital Municipal, o sistema não dará conta da demanda de novos pacientes. Isso porque os pacientes da Covid-19 são de longa permanência nas UTIs. Uma pessoa com coronavírus, de acordo com ele, leva de 14 dias a 20 dias internado, quando precisa de tratamento crítico.

“Ou a gente fecha a metade dessas portas que estão abertas, que eu acho um absurdo o que está acontecendo, ou nós vamos ter um caos. Se vocês estão achando que a situação está crítica, é porque vocês não tem noção exata do que virá. A se manter nessa condição, nós vamos ter pessoas morrendo nas calçadas, sem ter direito nem a entrar em uma unidade de pronto-atendimento ou hospital”, disse.

“Ou se toma uma medida de se apertar o distanciamento social,do isolamento social, ou o caos vai se instalar. Porque não tem hospital de campanha, não tem hospital municipal que dê conta. Isso eu afirmo com convicção”

Para o secretário, os governantes passam uma “mensagem subliminar” à população ao liberar o comércio e entregar máscaras. “Assim, estou dizendo para as pessoas: coloquem a máscara, podem ir para o comércio, vão comprar confecção, vão fazer suas unhas, vão cortar seu cabelinho, vão passear, vão para a rua”, considera.

Paralelo a isso, ainda criticou os disseminadores de notícias falsas, aos quais chamou de “irresponsáveis”, e citou um áudio compartilhado por um médico dizendo que os hospitais privados estavam vazios. “Isso é uma mentira. Não tem hospital vazio não. Eu tentei contratar 10 leitos de UTI no Hospital do Coração e ele me disse que não tinha condição”, ponderou.

Antunes ainda falou que falta integração entre os municípios da região metropolitana que abrangem praticamente um terço da população do estado.

Considerando a pressão recebida pelos gestores, o secretário disse que eles deverão escolher como perder votos – a quem irão desagradar. “Ele (político) vai ter que escolher de que forma quer perder voto. Se ele quer perder voto diminuindo a flexibilização, ou se quer perder voto sendo responsabilizado pelas mortes que estão acontecendo. Isso é uma opção que ele vai ter que fazer”, pontuou.

Sobre esse dilema, o secretário ainda citou o psicanalista francês Jacques Lacan: “A gente tem que botar esses governantes para pensarem sobre um dilema que era colocado já por Lacan, há muito tempo, que é o dilema do indivíduo entre a bolsa e a vida. Está se falando ai do comércio, que tem que sobreviver, mas no dilema, todos que escolhem a bolsa, acabam perdendo a bolsa e a vida. A economia hoje tem que ser pensada como uma economia de guerra. Todas as potencialidades, do governo federal, estado e municipal, tem que estar voltado para a guerra. Estamos em guerra com um inimigo silencioso, mas isso é uma guerra. Temos que voltar nossas atenções para salvar vidas. A economia nós recuperamos depois. Uma vida ninguém recupera, e nem recupera o que é desestruturado numa família que perde um ente seu”.

Fonte: G1 RN
Continuar lendo DENÚNCIA: GEORGE ANTUNES, SECRETÁRIO DE SAÚDE DE NATAL DIZ QUE FLEXIBILIZAÇÃO DO COMÉRCIO É UMA TRAGÉDIA ANUNCIADA

SÃO PAULO É REPROVADA EM PROTOCOLO DA OMS PARA REABRIR ECONOMIA

São Paulo só atende 2 de 6 critérios recomendados pela OMS para reabrir

Estadão Conteúdo

31 de Maio de 2020 às 08:33

O Monumento às Bandeiras, na zona sul de São Paulo, com máscaras de proteçãoO Monumento às Bandeiras, na zona sul de São Paulo, com máscaras de proteção

Embora a Prefeitura de São Paulo tenha anunciado que passará, a partir de segunda-feira, a receber propostas de representantes do setor privado para liberar parcialmente a retomada das atividades comerciais, a capital paulista só atende a dois de seis critérios recomendados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para iniciar um processo de relaxamento do distanciamento social, segundo um relatório da própria Prefeitura, publicado na última sexta-feira.

De acordo com o quatro Relatório Situacional da Covid-19, no momento, “impedir a escalada da transmissão e atingir a estabilidade com transmissão de baixo nível ou próxima de zero deve ser a prioridade”. O texto, elaborado por técnicos da Secretaria Municipal da Saúde, destaca ainda o distanciamento social como medida que “tem possibilitado ao poder público municipal ampliar sua capacidade de atenção de forma ordenada e efetiva”.

O documento cita outro relatório, Covid-19 Strategy Update, elaborado pela OMS e publicado em 14 de abril, que contém parâmetros a serem considerados em uma transição e relaxamento gradual das medidas de distanciamento.

Os requisitos já cumpridos pela cidade são: ter capacidade de detectar e tratar novos casos, sobretudo os graves, e adotar medidas de prevenção em locais de trabalho. “Isso inclui medidas de distanciamento social, orientações de higiene e de etiqueta respiratória, e, quando possível, monitoramento da temperatura”, afirmam os técnicos que fizeram o relatório.

Já entre os critérios que ainda não são atendidos para iniciar o processo, estão: o controle sobre a transmissão da doença, que seria observada caso o surgimento de novos casos fosse esporádico”, todos por contatos conhecidos ou importações”; a redução do risco de novos surtos, com maior controle sobre a prevenção à doença; controles sobre o surgimento de casos importados; e, por fim, conscientização da população: no novo cenário, a população deve estar consciente de que todo caso, grave ou não, deve resultar em isolamento do paciente.

O relatório faz ainda um balanço das ações adotadas pela Prefeitura até aqui e destaca que, antes da pandemia, a cidade possuía 507 leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI). Agora há 1.007 leitos só para a covid-19. De acordo com o texto, todos os dias 45 novos pacientes com a doença requisitam leitos de UTI, em média. Na semana do dia 21 de março, a média era ainda maior: 55.

Por meio de nota, a secretaria da Saúde informou que as regra da OMS são recomendações, não determinações. “O município tem trabalhado com outros critérios, como redução da disseminação com atuação única no Brasil no controle da covid-19, com a presença de toda a rede básica e a rede hospitalar envolvida”.

Ainda segunda a nota, “o número de casos estão em forma decrescente de crescimento”. Além disso, a nota afirma que o governo do Estado “coloca (a cidade) em melhor situação dentro da região metropolitana.

Retomada

Neste sábado, 30, o secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, afirmou que a cidade irá retomar, a partir de amanhã, consultas e cirurgias eletivas. “Mantivemos o funcionamento normal das consultas e também de cirurgias de cinco casos: os casos crônicos de diabete e cardiopatas, para recém-nascidos, para gestantes e vacinação. Fizemos a suspensão de pequenas cirurgias eletivas e também de algumas consultas. Mas já determinamos, a partir da semana que vem, que as consultam suspensas voltem a ser marcadas pelas Unidades Básicas de Saúde (UBSs)”, afirmou.

Casos e mortes

Pelo terceiro dia consecutivo, o Estado de São Paulo, epicentro da pandemia de coronavírus no Brasil, registrou mais de 5.500 novos casos de infecção pela doença em 24 horas. Dados divulgados neste sábado pela Secretaria Estadual da Saúde mostram que o total de casos chegou a 107.142. O total de pessoas mortas aumentou de 7.275 para 7.532 de sexta-feira para este sábado, aumento de 257 casos. Os três maiores recordes de número de novos casos por dia da pandemia, desde março, foram atingidos, nesta quinta (6.382), sexta (5.691) e sábado.

A taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) é estável: 71,6% no Estado e 83,1% na região metropolitana da capital, que recebeu autorização da gestão João Doria (PSDB) para iniciar planos de reabertura comercial.

Somente entre sexta-feira e este sábado, o coronavírus chegou em mais quatro cidades do Estado. Agora, são 525 cidades paulistas com registros da doença. “O número de pacientes internados é de 12.988, sendo 8.190 em enfermaria e 4.798 em unidades de terapia intensiva”, informa a secretaria. Parte das cidades do interior do Estado iniciará segunda-feira processos de reabertura econômica.

Índice

A taxa de isolamento social no Estado ficou em 47%, índice mais baixo do que o aferido na sexta-feira anterior, 22, quando ficou em 48%. No caso da capital, onde a queda também foi de um ponto porcentual em relação à sexta-feira passada, o índice ficou em 48%.

Fonte: CNN

Continuar lendo SÃO PAULO É REPROVADA EM PROTOCOLO DA OMS PARA REABRIR ECONOMIA

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar