Blog do Saber, Cultura e Conhecimento!

ARTIGOS: O QUE É A VERDADE? POR WAGNER BRAGA

A Nossa Missão - Scimed

Mais de dois mil anos se passaram desde que o bom pastor veio ao nosso encontro e falou uma frase curta e aparentemente singela: “Conhecereis a verdade e ela vos libertará”. E essa frase nunca esteve tão em voga, mas infelizmente ainda tão incompreensível e enigmática para a maioria da humanidade. O nosso atual líder e presidente da república costuma repeti-la quase que cotidianamente e com isso milhões de pessoas também passaram a mencioná-la corriqueiramente.

Entretanto, poucos conseguem compreender o verdadeiro sentido e/ou essência dessa frase, pois acreditam ser a verdade absoluta.

Não existe verdade absoluta e não é uma questão de se relativizar a verdade, pois está em sua essência é relativa, na medida em que está atrelada ao conhecimento. Não é a toa que, na famosa sentença, antes dessa palavra tão enigmática vem outra não menos enigmática, “conhecereis”, que vai dar sentido a ela.

O que é verdade hoje amanhã pode não ser mais. Foi assim quando, até a idade média a humanidade acreditava que a terra além de plana era o centro do universo. Isso parecia ser uma verdade absoluta e imutável, no entanto Galileu Galilei derrubou essa teoria afirmando que a terra é redonda e é apenas um dentre tantos planetas da nossa galáxia. Desde então toda uma crença alimentada por séculos e séculos veio abaixo e essa crença limitante foi substituída por uma nova crença, uma nova verdade, que já foi atualizada mais de uma vez, já que, naquela ocasião se acreditava existir apenas o nosso ínfimo sistema solar, sendo descoberto depois que somos apenas um dentre milhões de sistemas solares dentro de uma galáxia, que por sua vez ficou-se sabendo, são bilhões de galáxias, com bilhões de planetas, semelhantes a nossa Via Láctea num universo que parece ser infinito e em expansão.

Portanto, a verdade apenas se renova ou se atualiza, assim como os aplicativos dos nossos computadores e celulares são constantemente atualizados na madrugada, enquanto dormimos. Por isso, precisamos estar abertos as atualizações constantes da verdade e deixarmos dia a dia as antigas crenças limitantes para trás. Só assim seguiremos a passos largos rumo a nossa melhor versão, a uma vida sem dor e sofrimento e a nossa plenitude final.

Continuar lendo ARTIGOS: O QUE É A VERDADE? POR WAGNER BRAGA

DICA DE LIVRO: APRENDENDO A LIDAR COM A RAIVA DE THICH NHAT HANH

Nesta quarta-feira, aqui na coluna DICA DE LIVRO você vai conhecer “Aprendendo a lidar com a raiva” de Thich Nhat Hanh. Este livro tem como tema a raiva, mostrando como esse sentimento é uma emoção extremamente destrutiva e muito presente na nossa civilização. O autor procura ensinar como libertar-se dela, praticando o que ele chama de exercí­cio da ‘Plena Consciência’. Thich Nhat Hanh fornece instruções concretas sobre como transformar o anseio, a raiva e a confusão que existem dentro de nós, para que se torne possível cuidar do sofrimento e alcançar a paz para podermos ajudar outras pessoas.

Fonte: Acervo particular

Continuar lendo DICA DE LIVRO: APRENDENDO A LIDAR COM A RAIVA DE THICH NHAT HANH

AUTOCONHECIMENTO: ESTAMOS NOS LANCES FINAIS DO JOGO ENTRE A LUZ E A SOMBRA PARA DEFINIR QUEM COMANDARÁ O PLANETA DAQUI EM DIANTE

Nesta segunda-feira você vai ler um mais um extraordinário e esclarecedor texto do incrível Vital Frosi sobre o que ele chama de jogo entre a luz e a sombra, jogado na 3ª dimensão e o comportamento dos que estão despertando e expandindo a consciência dentro desse jogo. Contribuindo para a vitória da luz e a elevação para a 5ª dimensão. Por isso convido você a ler o texto completo a seguir, refletir e fazer o seu juízo de valor!

Jogue o jogo!

Mulher branca com flor no cabelo e olhos fechados.
Mert Kahveci / Unsplash

Amados! O jogo está sendo jogado e agora estamos nos lances finais. Isso significa que resta pouco tempo para cada jogador decidir quais trunfos lhes são úteis. As peças do tabuleiro se movem e muitas serão removidas. As sombras comandam as peças escuras e a Luz joga com a transparência das suas peças claras. É o jogo entre a Luz e a Sombra para definir quem comandará este Planeta daqui em diante.

Os jogadores ainda não podem ver o resultado final, mas aqueles que se adiantaram por meio da expansão da consciência sabem que o jogo acabou. Sabem também qual foi o resultado. E foi tão grandioso que agora podem se degustar assistindo ao REPLAY confortavelmente numa poltrona.

É verdade! Um espetáculo tão grandioso anima a revê-lo inúmeras vezes, mesmo que já se saiba o seu final. Nos Planos mais elevados, tudo já é futuro. Ao contrário da matéria densa, onde ainda predomina a holografia ilusória da contenda. Lá na frequência mais elevada, já reina a Nova Terra com a sua humanidade ascensionada.

Quinta Dimensão já é uma realidade neste Planeta. Porém a porta estreita que dá passagem a ela ainda é um obstáculo. Mesmo assim, a cada dia, mais e mais almas encarnadas conseguem o grau de consciência necessário, que lhes possibilita o ingresso pela passagem multidimensional.

Todos os sinais, todos os sintomas e todas as situações atuais estão sendo iluminados a fim de que você possa ver onde está essa porta. É para lá que você precisa se dirigir. A Luz te guia na confiança e na certeza da direção. Já a Sombra tenta te iludir, mostrando caminhos duvidosos, onde predominam o medo, a incerteza e a desconfiança.

É o jogo da dualidade que reinou por todos os tempos neste lindo Planeta Escola. Os Fractais de Alma que aqui vieram a fim de aprender o jogo na dualidade sabiam de antemão a quais deveriam se sujeitar. Aceitaram todas elas pois a experiência aqui adquirida lhes dará a oportunidade de guiar outros mundos em evolução na posteridade.

Enquanto a Luz orienta seus aliados, a Sombra faz o oposto. Luta o tempo todo para desviar alguns jogadores e formar o seu time também. E visa sempre tirar os melhores jogadores. Sabem que um simples torcedor não significa um grande jogador. A torcida joga pouco, mesmo que tenha sempre muita afinidade com o seu time. Apenas contribui com a sua energia e a sua vibração.

Você veio para ser um jogador do time da Luz. O véu do esquecimento não permite que se lembre, mas o seu coração não se esqueceu. Ele ainda mantém o fio que te liga à Fonte e ao teu EU SUPERIOR. É lá que está o teu comandante, que é também o dirigente e o técnico do Time da Luz. Você só precisa seguir o comando que vem de lá. Fazendo isso, não há nenhum risco de perder o jogo.

JOGUE O JOGO! Você sabe a que veio! Mesmo que a tua consciência não se lembre, você é um grande Astro deste time. Por isso é que o adversário quer você no time dele. Há muitos milênios, ele tenta te persuadir a mudar de lado. Blefa, faz milhares de propostas, tenta te confundir e te iludir. E quando vê que não consegue, tenta te destruir. Ou, ao menos, te imobilizar.

Homem branco de braços abertos numa pista de vôo.

 Virgil Cayasa / Unsplash

Se antes você ficava perturbado com as dificuldades impostas pela Sombra, agora tudo começa a clarear, pois a cada dia aumenta a visibilidade da tua consciência. Isso faz com que você tenha certeza das ações que ainda precisa executar. São os últimos minutos do grande jogo da vida neste confim da Galáxia. Falta pouco… muito pouco!

Você venceu! O time da Luz venceu! Por isso dizemos que a LUZ VENCEU! Agora as regras e as Leis Divinas não permitem mais que roubem os seus jogadores. Não mais neste ponto do jogo. Claro que há ainda jogadores em meio a partidas difíceis. Outros podem estar ainda no seu início. São os retardatários. Esses ainda correm o grande risco de serem persuadidos e integrados ao time escuro. Mas você já passou pela linha demarcada pelo grande Treinador Celestial.

Agora a tua consciência já está mais elevada. Elevada o suficiente para não se deixar convencer pelo adversário que jogou o jogo sujo por todos os tempos. Agora é você quem decide por conta própria. E saberá fazer isso com Mestria. JOGUE O JOGO!

JOGUE O JOGO COM A CERTEZA DA VITÓRIA! Agora, você tem tempo! Todo o tempo de que precisa! Quem está com o placar desfavorável precisa correr contra o tempo. E o tempo se esgota rapidamente! Por isso é que o time contrário está em desespero. Não afrouxe as rédeas agora. Mesmo que precises ter compaixão pelo adversário, mantenha o olhar fixo na reta de chegada. Lá está o teu último objetivo.

JOGUE O JOGO COM LISURA E DECÊNCIA. Você não precisa blefar. O blefe sempre foi um artifício do Time da Sombra. Muitos caíram na armadilha, mas você não se deixou enganar pelas propostas tentadoras dele. Não foi fácil, mas valeram a tua perseverança e a tua obstinação pela verdade e pela justiça de todas as coisas. Você abriu mão de muitas facilidades para poder jogar com o coletivo da Luz. Agora é hora de comemorar os resultados.

JOGUE O JOGO! Faça de conta que você ainda precisa se sujeitar às tentativas utilizadas por eles. Não discuta mais as regras, pois agora elas nem servem mais. O jogo acabou! Você venceu! Não se junte aos derrotados para amargar a derrota. Comemore aquilo que tanto te eleva neste momento. Apenas respeite o adversário, como fazem os grandes vencedores. Não tripudie sobre os fracassados. Seja Grande! Grande quanto é a tua Alma, que agora se integra às suas versões mais elevadas.

JOGUE O JOGO! Colha os frutos dos teus esforços! Sinta o sabor da vitória! Muitos não terão esse prazer aqui neste Planeta Terra. Por isso jogue o jogo mesmo que agora seja apenas um “faz de conta”. O time adversário ainda cospe a saliva do ódio por não ter conseguido vencer o Time da Luz, mas sempre que há disputas, haverá vencedores e perdedores. Ou não seria um jogo. Mas em todas as Escolas de Dualidade, o jogo sempre será entre as polaridades. O que faz a diferença é sempre a escolha de cada jogador. Não basta apenas saber jogar; é preciso saber escolher o lado que sempre ganha. E esse lado é sempre o lado da Luz!

JOGUE O JOGO, MAS NÃO TRIPUDIE DO ADVERSÁRIO. ELE MERECE A COMPAIXÃO POIS A DERROTA JÁ É DOLORIDA DEMAIS! É o ônus amargo de quem não sabe fazer as melhores escolhas.

Eu sou Vital Frosi e minha missão é o esclarecimento!

Namastê!

Escrito por Vital Frosi
Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: ESTAMOS NOS LANCES FINAIS DO JOGO ENTRE A LUZ E A SOMBRA PARA DEFINIR QUEM COMANDARÁ O PLANETA DAQUI EM DIANTE

DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: A APOTEOSE DA REDENÇÃO DO HOMEM É O QUERER-SERVIR PLENO

Sempre me emociono ao ler os textos inconfundíveis e de incrível sabedoria do incomparável filósofo Huberto Hohden. Lavai os pés uns dos outros é um desses textos que não tem como não tocar àqueles que o lê, pois trata-se de um compêndio acerca da evolução espiritual do homem. Com muita clareza e vidência o autor consegue nos convencer de que não existe outro caminho senão o da conversão do ter pelo ser. Por isso convido você a ler esse texto consciencial que pode mudar a sua vida!

Lavai os pés uns aos outros" -Por Huberto Rohden

LAVAI OS PÉS UNS AOS OUTROS – por Huberto Rohden

– Por Huberto Rohden –

A tocante cena do lava-pés encerra o mais profundo mistério da verdadeira redenção do homem. O seu sentido último vai muito além da ética da humildade que estamos habituados a ouvir nos sermões comuns das igrejas.

É a apoteose da redenção pelo querer-servir.

A humanidade está dividida em dois grupos nitidamente distintos: os que querem ser servidos – e os que querem servir. A primeira parte é enorme, a segunda é pequena em quantidade, embora grande em qualidade.

Para que um homem passe da doença crônica do querer-ser-servido para a vigorosa sanidade do querer-servir, é necessário que deixe de ser profano e se torne um homem sacro. No homem profano, devido à sua cegueira, predomina o pequeno ego físico-mental – no homem sacro, graça à sua vidência, triunfa o grande Eu espiritual.

O homem profano se sente bem, importante, poderoso, quando está sentado sobre um trono, dando ordens, e muitos de seus semelhantes jazem ao pé do trono, cumprindo ordens. Nisto é que ele vê força, riqueza grandeza – quando, na realidade, tudo isto é sintoma de fraqueza, pobreza, pequenez.

Quem pode alegremente servir mostra que é forte, rico, pleno, exuberante.

Deus não tem necessidade de receber nada, mas dá tudo porque é inesgotável Plenitude.

Quanto mais o homem se aproxima da Divindade doadora, tanto mais gosta de dar e servir e tanto menos se interessa por receber e ser servido.

Em última análise, toda a redenção consiste em que o homem extinga em si todo e qualquer desejo e necessidade de querer-ser-servido e eleve ao máximo a jubilosa vontade de querer-servir; porque aquilo é sinal de egoísmo estreito, ao passo que isto é prova de vasto universalismo e amor. Ora, todo egoísmo é irredenção, como todo amor é centralização unitiva.

No plano do ego personal domina a política de “ter”, e está ausente a filosofia do “ser”. O profano considera reais os objetos que ele tem ou pode ter, e por isso gasta a vida toda a correr atrás desses objetos, que, devido ao seu inerente pendor centrífugo, fogem do homem profano, por ser negativo. Na verdade, porém, nenhum objeto tem realidade intrínseca em si mesmo; todos eles são apenas realizados, isto é, possuem realidade extrínseca, vinda de fora deles. Nenhum objeto tem realidade original, autônoma, mas apenas um reflexo no espelho, heterônomo. Ora, ninguém pode agarrar e possuir solidamente um reflexo no espelho.

É absolutamente impossível que eu tenha hoje o que não tive ontem e não terei amanhã. Um “ter” entre dois “não-teres” é intrinsecamente impossível, porque contraditório em termos. Só tenho de fato o que posso ter para sempre. Esse “ter-para-sempre” porém, não faz parte dos objetos quantitativos, dominados pelas ilusórias categorias de tempo e espaço. O único “ter” verdadeiro é o “ser”. Em última análise, eu só “tenho” o que “sou”; só posso “ter” o meu verdadeiro “ser” com todos os atributos a ele inerentes, como verdade, justiça, amor, benevolência, ou seus contrários.

O profano é um caçador de sombras e sonhador de sonhos; corre sem cessar atrás de grandes e pequenos nadas, como se fossem algo, e, enquanto não se curar dessa estranha alucinação, não será liberto da sua velha escravidão, porque só a verdade é que é libertadora.

É esta ilusão a última razão por que o profano tem a irresistível necessidade de receber e de ser servido, porque isto dá uma força ilusória à sua fraqueza real, assim como álcool, cocaína, maconha e outros estimulantes e entorpecentes geram a sensação de uma força que, de fato, não existe nesses indivíduos viciados. Todo profano é um viciado, porque sedento e ébrio de objetos. Querer receber e ser servido é vício. Só a experiência da verdade é que cura o homem dessa doença crônica e aguda e lhe dá vigorosa saúde.

* * *

Quando Jesus ajoelhou aos pés de seus discípulos para lavá-los e enxugar com uma toalha, prestou-lhes, segundo a opinião humana, serviço de escravo. No Oriente, onde se usam, geralmente, sandálias em vez de sapatos fechados, o viandante entra em casa com os pés cobertos de pó; imediatamente, um dos servos acorre com uma bacia de água, desata o calçado e lava os pés do hóspede, enxugando-os com uma toalha. As sandálias ficam do lado de fora.

Para a humanidade profana dos nossos dias, esse servir é um sinal de inferioridade – assim como o ser-servido é considerado quase universalmente como prova de superioridade. Entre verdadeiros iniciados e homens sacros reina a ordem inversa, porque eles se aproximaram tanto do Servidor Doador Universal que refletem espontaneamente os atributos de mesmo.

“Os príncipes deste mundo – disse Jesus – dominam sobre seus súditos, e por isto são chamados grandes; entre vós, porém, não há de ser assim, mas aquele dentre vós que quiser ser grande seja servidor de todos.”

Aqui está o teste da verdadeira iniciação cósmica; dar e servir em vez de querer receber e ser servido. O verdadeiro iniciado, porém, não vê nesse dar e servir algo como virtude ou heroísmo, mas sim como a expressão da mais simples das verdades e realidades. Ele não é “virtuoso”, no sentido usual do termo, mas é “sábio”, por ser um grande “compreendedor” da suprema verdade.

O Nazareno deu a seus discípulos uma ordem simbólica, mandado que lavassem os pés uns aos outros, quer dizer, que prestassem uns aos outros serviço espontâneo e voluntário, impelidos pelo amor compreensivo, e não compelidos por alguma lei externa.

* * *

Mahatma Gandhi tinha entre seus discípulos uma turma que ia de cidade em cidade, de aldeia em aldeia, fazendo limpeza pública nas ruas e até nas privadas. Certo dia, um viajante encontrou um passageiro de trem a lavar a privada; olhou para o desconhecido e disse: “Você, de certo, é da turma de Mahatma Gandhi”. Sorriu-se o servidor espontâneo e continuou a trabalhar. Era de fato da “turma de Gandhi” – porque era Mahatma Gandhi em pessoa, ele, a “grande alma” da Índia.

Para poder servir espontaneamente, sem perigo de criar complexo de heroísmo ou virtuosidade, deve o homem ser, de fato, uma “mahatma”, uma “grande alma”; porque as almas pequenas só querem ser servidas. Quem não é ainda remido da velha escravidão do seu ego não pode entrar na “gloriosa liberdade dos filhos de Deus”.

Jesus, porém, supõe que seus verdadeiros discípulos sejam grandes almas…

”Lavai os pés uns aos outros”…

“Quem quiser ser grande, seja servidor de todos”…

(Texto extraído do livro “O Triunfo da Vida Sobre a Morte” – Huberto Rohden* – Editora Martin Claret).

Fonte: IPPB

Continuar lendo DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: A APOTEOSE DA REDENÇÃO DO HOMEM É O QUERER-SERVIR PLENO

AUTOCONHECIMENTO: NA CAMINHADA EVOLUTIVA PASSAMOS PELO MEDO ATÉ CHEGAR AO AMOR

Para mim é muito claro e cristalino que somos viajantes passando por uma experiência nesta 3ª dimensão. Alguns  com mais experiências vividas, outros com menos. Na essência somos todos iguais. O que nos difere é o nível consciencial de cada um pelas experiências vividas. Viemos aprender a amar incondicionalmente e esse aprendizado exige muitas experiências. Por isso percebemos medo em muitas pessoas que ainda não evoluíram o suficiente para transformar esse medo em amor. Convido você a ler o artigo completo a seguir e entender como acontece essa transformação!

Onde muitos veem medo, você vê amor

Mulher branca segurando coração vermelho.
Sharon McCutcheon / Unsplash

Amados! Os tempos mais incríveis jamais vividos neste planeta estão chegando agora. As verdades que serão reveladas chocarão até aqueles que mais conhecimento possuíam até aqui. Não haverá uma viva alma que ficará indiferente a tais revelações. O choque será a força motora que provocará um despertar em massa, pois apagará, de certa forma, as consciências viciadas.

Por isso é muito importante que você esteja centrado naquilo que já está acontecendo. Mantenha o equilíbrio das emoções e, de preferência, não entre no jogo das discussões e das divisões. Compreenda que o outro está com medo e precisa reafirmar a sua confiança. Ajude-o agora!

A luz sempre andou na esteira da verdade, enquanto a sombra preferiu a plataforma da mentira. O engano é o gatilho que desarma a segurança e cria a instabilidade. A mentira tem o objetivo de dividir para enfraquecer. Ela destrói aquilo que é mais sagrado do ser divino: a confiança de quem ele é.

Já a verdade proporciona a coragem necessária para o enfrentamento das mudanças que virão. Ela traz o entendimento daquilo que acontece em cada momento da vida neste planeta de dualidade. A coragem estimula a fé nos planos divinos. Ela consola aqueles que ainda vivem no medo e do desespero. É o elo que mantém a irmandade entre os encarnados. A verdade é o antídoto contra todos os males.

A sombra traz o medo e a desesperança. E o medo paralisa aquele que se deixa levar por ele. O medo cria reações diversas, e entre elas está a defesa pela sobrevivência. Ele estimula o ataque como forma de defesa. Por isso ele divide. Ele destrói todas as forças do ser humano a ponto de fazer ele acreditar que só resta uma saída: atacar.

Todos os confrontos entre seres humanos tiveram, invariavelmente, a origem no medo. O medo encurrala! E um animal acuado sempre ataca, pois não lhe resta outra alternativa. O ser humano não é diferente. Aqui está uma lei mentirosa que nos ensinaram: só os que usam a força vencem.

Mãos em formato de coração ao redor do Sol.

Mayur Gala / Unsplash

Na verdade, a maior arma que se pode usar para vencer tudo na vida é o amor. E o amor só existe onde há verdade. Não se pode extrair um mínimo de amor por meio da mentira. O amor é transparência, é uma energia cristalina. O medo é uma névoa que embota por completo a consciência. É um véu espesso que encobre a realidade e se revela sempre como uma mentira.

E agora chegamos no ponto onde tudo vai ser revelado. Os medos serão expostos na luz para que se dissolvam. Muitos seres humanos têm medo até de sentir medo. Começam a entrar em pânico só pelo fato de sentir que tudo isso está se aproximando. Mas não há como dissolver a sombra sem a presença da luz.

A luz está aumentando rapidamente e vai encurralando os medos sombrios. E você que está aqui, nestes tempos de transição; veio com a missão de amparar os irmãos que ainda não conseguem ver essa luz. Eles estão em toda parte, mesmo dentro da tua família. Estão na comunidade, nos grupos de amigos e nas redes sociais.

Não aumente o tormento deles! Seja o amor emanado pela luz cristalina que agora você está ancorando. Ilumine ao teu redor e permita que outros possam se beneficiar dessa claridade. Não crie mais barreiras além daquelas que o medo já criou. Abra portas a fim de que a luz saia do teu círculo e se espalhe.

As revelações das verdades em breve poderão causar um colapso na estrutura emocional daqueles que se acomodaram nas sombras. O medo impediu que eles adentrassem os domínios da luz. Preferiram viver na ilusão, pois ela já era velha conhecida sua. A mudança requer esforços e coragem, características inexistentes naqueles que vibram no medo.

O salto quântico da humanidade está sendo preparado e não demora. A mentira enraizada ainda impede que muitos tirem o pé que está preso na Terceira Dimensão. Não desestimule quem quer que seja, pois o que cada um precisa é apenas de uma palavra de incentivo. Por isso faça a diferença agora! ONDE MUITOS VEEM MEDO, VOCÊ VÊ AMOR!

Eu sou Vital Frosi e minha missão é o esclarecimento!

Namastê!

Fonte: Eu Sem Fronteiras

Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: NA CAMINHADA EVOLUTIVA PASSAMOS PELO MEDO ATÉ CHEGAR AO AMOR

ARTIGOS: COMO ASSIMILAR AS NOVAS CRENÇAS AO ME CONVENCER QUE AS ANTIGAS SÃO OBSOLETAS? POR WAGNER BRAGA

Quando nos conscientizamos de que as crenças antigas estão obsoletas fica muito mais fácil de nos libertarmos delas e aderirmos as novas crenças. Por isso dar um salto quântico evolutivo é apenas uma questão de conscientização. O mais difícil é alcançar essa consciência, pois as antigas e limitantes crenças estão enraizadas nas nossas entranhas, ou seja, elas estão cravadas no inconsciente coletivo e passam de geração para geração. É algo tão intimamente impregnado no nosso âmago que acreditamos não ser possível viver sem elas, mas a partir do momento que nos libertamos delas é como se criássemos asas e como eu costumo dizer: “nem o céu é o limite”. Passamos a nos sentir poderosos, sem limites e começamos a acreditar que realmente somos donos do nosso destino.

Foi assim que me senti quando deixei para trás as minhas crenças limitantes e passei a ser dono da minha vida, mudei a minha realidade e assim como foguete não dá ré estou subindo, subindo e subindo para além da estratosfera onde nem o céu é o limite. Quando isso acontece as novas crenças que virão serão assimiladas e as antigas descartadas com muito mais facilidade.

Você não precisa acreditar em mim, apenas fazer o teste, começando a questionar aquelas coisas que você sempre teve vontade, mas não o fazia por medo, por receio ou por acreditar que conhecer o desconhecido é pecado. Deixe isso para trás e mude de atitude. Quando você começar a descortinar a verdade verificando que vivia num mundo de mentiras e ilusões se lembrará das minhas palavras.

Continuar lendo ARTIGOS: COMO ASSIMILAR AS NOVAS CRENÇAS AO ME CONVENCER QUE AS ANTIGAS SÃO OBSOLETAS? POR WAGNER BRAGA

DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: A VIRTUDE DA PACIÊNCIA É A PONTE PARA A SABEDORIA

A nossa REFLEXÃO deste domingo, aqui na coluna DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL, é sobre a virtude da Paciência. Algo que precisa ser exercitado ao longo da vida, como uma lapidação. Virtudes não são propriedade de um determinado espírito, pois compõem a sua própria essência, mas muitas vezes estão adormecidas no âmago do ser. Por isso a necessidade de se lapidar. Por isso te convido a ler esse texto de grande sabedoria!

A virtude da paciência - Diário Itaporã

Ser paciente

É comum ouvir-se dizer que alguém perdeu a paciência.

Sendo a paciência uma virtude, parece estranha a ideia de que possa ser perdida.

Virtudes são conquistas do espírito, que as incorpora em seu modo de ser.

Não se trata de algo exterior, que o homem encontra e vê desaparecer sucessivas vezes.

Quem desenvolve uma virtude passa a ser melhor em determinado aspecto de sua vida imortal.

É possível perder-se apenas o que se possui, mas não o que se é.

Se uma característica nobre foi assimilada por alguém, ela não pode ser perdida.

A criatura genuinamente honesta jamais extravia a própria honestidade.

A pessoa bondosa não é privada repentinamente de sua bondade.

Assim, quando alguém afirma que perdeu a paciência é porque nunca chegou a ser verdadeiramente paciente.

Isso não significa que as virtudes surjam de um momento para o outro.

Elas devem ser paulatinamente elaboradas no íntimo do ser.

No longo processo de aquisição da nobreza interior, trava-se uma autêntica batalha entre os vícios e as virtudes.

É comum que certas quedas ocorram, pois se trata de um processo de transição.

Mas a verdade é que, enquanto a criatura titubeia entre atos nobres e mesquinhos, ela ainda está lutando contra si mesma.

Virtudes não são propriedade de um determinado espírito, pois compõem a sua própria essência.

Tanto é assim que habitualmente se fala que alguém é bondoso, e não que possui bondade.

Enquanto estamos com dificuldade para tolerar certas pessoas ou situações, ainda não somos pacientes.

No máximo, estamos lutando para incorporar essa virtude.

Afinal, é fácil conviver pacificamente com quem pensa igual a nós, ou suportar pequenos inconvenientes.

O teste para nossa fibra moral é suportar com serenidade grandes contrariedades ou provocações.

A verdadeira paciência é sempre exteriorização da alma que já realizou muito amor em si mesma.

Plena de amor, ela distribui os tesouros de seu afeto aos que a rodeiam, mediante a exemplificação.

A alma paciente já consegue considerar todas as criaturas como irmãs, em quaisquer circunstâncias.

Se necessário, ela esclarece a ignorância, mas sempre de modo fraterno.

Paciência é a tolerância esclarecida que revela a iluminação do ser que a manifesta.

Trata-se de uma conquista sublime, somente alcançada a custo de disciplina e esforço.

Para ser paciente é preciso domar os próprios impulsos inferiores.

Quem pretende ser tolerante deve cessar de ver problemas nos elementos externos, sejam pessoas ou circunstâncias.

Precisa compreender que todo o mal que atinge a criatura em evolução vem dela própria, de seu interior carente de renovação.

Quem percebe as suas sequelas morais, sem disfarces ou desculpas, naturalmente tende a olhar o próximo com tolerância.

Mas não basta apenas perceber os próprios problemas.

É necessário corrigi-los, com a adoção de novos padrões de comportamento.

A disciplina antecede a espontaneidade.

Transformar vícios em virtudes pressupõe disciplina e determinação.

Assim, para ser paciente é preciso esforço em tolerar as dificuldades e os defeitos alheios.

Mas também é indispensável trabalho concentrado para vencer os próprios vícios.

Pense nisso.

Equipe de Redação do Momento Espírita, com base na questão 254 do livro ‘O Consolador’, do Espírito Emmanuel, psicografia de Francisco Cândido Xavier, ed. FEB.

Fonte: Momento de Reflexão

Continuar lendo DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: A VIRTUDE DA PACIÊNCIA É A PONTE PARA A SABEDORIA

DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: A HONESTIDADE NÃO TEM PREÇO PARA AS PESSOAS ESPIRITUALMENTE DESENVOLVIDA

Um texto curto, mas brilhante e que diz tudo sobre DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL. A honestidade não tem preço para as pessoas espiritualmente evoluídas ou que já entenderam que esse é o único caminho para a liberdade e consequentemente a felicidade. Portanto eu te convido a ler essa obra prima que vai, tenho certeza, te ensinar coisas maravilhosas e depois reflita para fazer o seu juízo de valor!

Ser honesto não lhe trará muitos amigos, mas… – John Lennon | Portal Desistir Nunca

A honestidade não tem preço

A história é comovente. Fala de uma honestidade a toda prova, contada por Vladimir Petrov, jovem prisioneiro de um campo de concentração no Nordeste da Sibéria.

Vladimir tinha um companheiro de prisão chamado Andrey.

Ambos sabiam que daquele lugar poucos saíam com vida, pois o alimento que se dava aos prisioneiros políticos não tinha por objetivo mantê-los vivos por muito tempo.

A taxa de mortalidade era extremamente alta, graças ao regime de fome e aos trabalhos forçados. E como é natural, os prisioneiros, em sua maioria, roubavam tudo quanto lhes caía nas mãos.

Vladimir tinha, numa pequena caixa, alguns biscoitos, um pouco de manteiga e açúcar – coisas que sua mãe lhe havia mandado clandestinamente, de quase três mil quilômetros de distância.

Guardava aqueles alimentos para quando a fome se tornasse insuportável. E como a caixa não tinha chave, ele a levava sempre consigo.

Certo dia, Vladimir foi despachado para um trabalho temporário em outro campo. E porque não sabia o que fazer com a caixa, Andrey lhe disse: “Deixe-a comigo, que eu a guardo. Pode estar certo de que ficará a salvo comigo.”

No dia seguinte à sua partida, uma tempestade de neve, que durou três dias, tornou intransitáveis todos os caminhos, impossibilitando o transporte de provisões.

Vladimir sabia que no campo de concentração em que ficara Andrey, as coisas deviam andar muito mal.

Só dez dias depois os caminhos foram reabertos e Vladimir retornou ao campo.

Chegou à noite, quando todos já haviam voltado do trabalho, mas não viu Andrey entre os demais.

Dirigiu-se ao capataz e lhe perguntou:

“Onde está Andrey?”

“Enterrado numa cova enorme junto com outros tantos prisioneiros.” – respondeu ele. “Mas antes de morrer pediu-me que guardasse isto para você.”

Vladimir sentiu um forte aperto no coração.

“Nem minha manteiga, nem os biscoitos puderam salvá-lo.” – pensou.

Abriu a caixa e, dentro dela, ao lado dos alimentos intactos, encontrou um bilhete dizendo:

“Prezado Vladimir. Escrevo enquanto ainda posso mexer a mão. Não sei se viverei até você voltar, porque estou horrivelmente debilitado. Se eu morrer, avise a minha mulher e meus filhos. Você sabe o endereço.

Deixo as suas coisas com o capataz. Espero que as receba intactas.

Andrey.”

* * *

Ser honesto é dever que cabe a toda criatura que tem por meta a felicidade.

E a fidelidade é uma das virtudes que liberta o ser e o eleva na direção da luz.

Uma amizade sólida e duradoura só se constrói com fidelidade e honestidade recíprocas.

Somente as pessoas honestas e fiéis possuem a grandeza d’alma dos que já se contam entre os espíritos verdadeiramente livres.

Texto da Redação do Momento Espírita, com base em artigo da Revista Seleções do Readers Digest de janeiro de 1950.

Fonte: Momento de Reflexão

Continuar lendo DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: A HONESTIDADE NÃO TEM PREÇO PARA AS PESSOAS ESPIRITUALMENTE DESENVOLVIDA

AUTOCONHECIMENTO: SAIBA COMO VIVER O AQUI E AGORA DE VERDADE!

Muito se fala em viver o aqui e agora, mas o difícil é viver esse agora, já que estamos sempre preocupados com o futuro e custamos a nos desprender das coisas do passado. O texto a seguir aborda esse assunto de uma forma leve e esclarecedora, que você precisa ler para aprender como chegar a esse equilíbrio!

Viva no seu aqui e agora!

Homem sorridente segurando duas metades de laranjas na frente dos olhos
Dead Drobot / Canva

Muito se fala no Poder do Agora; em quanto a prática de permanecer no momento presente pode nos trazer benefícios. Pode parecer estranho falarmos sobre viver no agora, mas a questão é que nossa mente, na maior parte do nosso dia, nos puxa para o passado ou nos leva para o futuro. Na grande maioria do nosso tempo, nos envolvemos com nossos problemas e/ou com determinada questão e não damos a devida atenção para o nosso momento presente.

Sim, quando nosso pensamento está no que devemos fazer, no que fizemos ou no que os outros fizeram ou deixaram de fazer, deixamos de dar a devida atenção ao que de fato estamos fazendo no agora. Não é que não devamos pensar ou refletir sobre nossas questões e nossos desafios. É claro que sim. Todavia não devemos passar 24 horas do nosso dia apenas pensando sobre nossos conflitos. E você pode perguntar: “Por que não?”. Simples. Se você passar o dia inteiro pensando sobre determinado problema, a chance de encontrar uma solução será mínima e você correrá o risco de ficar mais desmotivado, estressado ou ansioso.

Mulher sorrindo passeando pelo campo de flores

mimchs / Getty Images / Canva

ansiedade, por exemplo, está intimamente ligada a pensamentos de preocupação com o futuro. A desmotivação se encontra com o passado e lhe impede de dar o próximo passo. E o estresse lhe pressiona com o passado e o futuro juntos, digamos assim. Por outro lado, quando você está centrado no momento presente, você e sua energia ficam igualmente centrados, o que lhe permite agir com um potencial muito melhor, em todos os sentidos.

Reserve um tempo, 10 minutos ou meia hora que seja, para pensar sobre seus desafios e, depois, dedique-se a viver o seu momento presente. Viva no seu Aqui e Agora. Viva no seu centro, no seu máximo potencial! E acredite: no momento em que você se desligar das preocupações, ideias produtivas poderão chegar. Soluções não pensadas podem surgir, tenha certeza disso! E aí sim, você compreenderá o Poder do seu Aqui e Agora!

Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: SAIBA COMO VIVER O AQUI E AGORA DE VERDADE!

DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: DEVEMOS NOS GUIAR PELA INTELIGÊNCIA DO CORAÇÃO E A PERCEPÇÃO SENSORIAL DA INTUIÇÃO

Assim como no meu livro “Quando Fala o Coração” o texto a seguir, de autoria de Johanna Bassols, criadora do Método de Reprogramação da Alma e fundadora da Academia dos Curadores da Luz, também aborda o assunto pelo mesmo ângulo e/ou olhar.NO MEU NOVO FAÇO UM ESTUDO SOBRE A IMPORTÂNCIA DE PENSAR, FALAR, AGIR E SENTIR COM O CORAÇÃO PARA SE ALCANÇAR A VIDA PLENA, JUNTAMENTE COM O DESENVOLVIMENTO DO PODER SENSORIAL DA INTUIÇÃO QUE TODOS TEMOS. A CIÊNCIA JÁ DESCOBRIU QUE 65% DAS CÉLULAS DO CORAÇÃO SÃO CÉLULAS NEURAIS E QUE, AO CONTRÁRIO DO QUE SE PENSA O CORAÇÃO É QUEM ENVIA INFORMAÇÕES 24 HORAS POR DIA PARA O CÉREBRO. NO TEXTO A SEGUIR VOCÊ VAI APRENDER COMO COMEÇAR A “PENSAR” COM O CORAÇÃO. LEIA O TEXTO A SEGUIR, REFLITA E TIRE SUAS CONCLUSÕES!

Como começar a “Pensar” com o coração

coração como começar a pensar com o coração

Durante muito tempo, mas em particular no moderno mundo ocidental, pensamos no coração como simplesmente um mecanismo de bombeamento responsável por levar sangue para os nossos órgãos.

A importância física do coração não deve ser subestimada pois ele suporta a vida enviando o sangue da vida para os membros em forma de árvore pelo nosso sistema vascular – mas essa é uma visão excessivamente simplista do que o coração é capaz de fazer.

pesquisa mais recente de Gregg Braden descreve a antiga técnica de usar o coração como um órgão inteligente.

inteligência do coração foi ignorada durante muito tempo. O que aprendemos sobre a sabedoria do coração, no entanto, e durante os últimos anos através do Instituto HeartMath e de pesquisas de psicólogos, neuro-biólogos e ensinamentos de sabedoria recuperados do nosso passado antigo – deve inspirar todos a olharem para o coração de uma forma completamente nova.

Para aqueles que não estão acostumados a usar a sua inteligência inata – que é a sua intuição – sintonizar o coração em busca de respostas para as questões mais profundas e difíceis que possam surgir pode parecer ridículo. Porquê perguntar ao coração se deve permanecer num relacionamento que é desafiador, ou mesmo se deve fazer um procedimento médico?

Pode parecer ignorante ou até aleatório fazer perguntas como estas ao coração, mas ele tem uma sabedoria que o intelecto não pode igualar. Aqui está o porquê:

O coração não envia informações através dum filtro egóico

O coração conhece o seu passado, o seu presente e o seu futuro. A sua inteligência não se importa com as suas construções egóicas. O coração simplesmente fala dum lugar completamente neutro.

Pode pensar nisso como um amigo próximo que tem o seu melhor interesse em conta e que não se importa em fazer com que pareça bom aos seus olhos.

Hridaya

Existe um termo antigo que não tem uma tradução directa em inglês que descreve essa inteligência do coração. Hridaya é a energia contida no chacra do coração. Este não é apenas o coração físico, mas o coração espiritual. Contém a inteligência de Deus ou a mente transcendental.

A palavra vem da língua sânscrito, e o significado mais próximo do inglês seria algo assim:

Hrid = centro

Ayam = isso

Assim, o coração espiritual leva-o sempre ao seu centro. Ele não se desviará do seu Eu Superior, assumindo sempre uma visão de 360º (e mais além) sobre qualquer situação que enfrente.

O yogi Bhagavan escreveu uma vez sobre isto para explicar este coração espiritual mais detalhadamente:

“ASSIM COMO EXISTE UM CENTRO CÓSMICO DO QUAL O UNIVERSO INTEIRO SURGE, E TEM O SEU SER E FUNÇÕES, COM O PODER OU A ENERGIA DIRECCIONADA QUE DAÍ EMANA, TAMBÉM EXISTE UM CENTRO DENTRO DA ESTRUTURA DO CORPO FÍSICO EM QUE TEMOS O NOSSO SER. ESTE CENTRO, NO CORPO HUMANO, NÃO É DIFERENTE DO CENTRO CÓSMICO. É ESSE CENTRO EM NÓS QUE É CHAMADO DE HRIDAYA, A CASA DA CONSCIÊNCIA PURA, PERCEPCIONADA COMO EXISTÊNCIA, CONHECIMENTO E BENÇÃO. ISSO É REALMENTE AQUILO A QUE CHAMAMOS A PRESENÇA DE DEUS EM NÓS ”.

Por outro lado, a mente-cérebro pensa nas nossas experiências passadas, nas nossas crenças erróneas passadas atribuídas a essas experiências, e faz todo tipo de reviravoltas por meio de uma paisagem conceptual que criamos para nos dar uma resposta “correcta” às questões profundas da vida.

Um zen-budista também pode descrever o que acontece quando pensamos com a cabeça (cérebro) em vez do coração.

Colocamos um nevoeiro – um tipo de cobertura perceptual em cima de uma situação e depois adicionamos um investimento emocional. Nós chamamos a isso de “realidade”, mas isso não poderia estar mais longe da verdade.

No entanto, achamos que temos que obter um siddhi (uma grande realização ou milagre) para obtermos a sabedoria ou inteligência supernormal. Então, continuamos confiando nas falsas percepções da mente-cérebro.

A Neuro-Biologia do Coração

Para além disso, se fôssemos olhar para a simples neuro-biologia do coração existem muito mais fibras desde o coração até ao cérebro do que do cérebro para o coração. Isso significa – como Gregg Braden recentemente apontou numa palestra da Gaia TV – que há muito mais comunicação a ser enviada para o cérebro do que a ser recebida dele.

Como o Instituto HeartMath explica, o coração também começa a bater no feto antes do cérebro ser formado, um processo ao qual os cientistas chamam de autorrítmico.

Nós, seres humanos, também formamos um cérebro emocional muito antes do racional, e o coração tem o seu próprio sistema nervoso complexo e independente, conhecido como “o cérebro do coração”.

O coração também pode criar um nível de coerência no corpo apenas por intermédio do seu ritmo, que regula todos os seus sistemas e corrige até mesmo as células doentes.

E, finalmente, o campo eletromagnético do coração é cerca de 60 vezes maior em amplitude do que o do cérebro, permeando todas as células do corpo. O componente magnético é aproximadamente 5000 vezes mais forte que o campo magnético do cérebro e pode ser detectado a vários metros de distância do corpo com magnetómetros sensíveis.

Como pensar com a sabedoria do coração

Veja o que Braden sugere para nos ajudar a aprender a usar a sabedoria massiva do coração:

  1. Concentre-se no coração (e no chacra do coração). Isso envia um sinal para o coração de que procura a sua inteligência.
  2. Baixe a sua respiração. Isso envia outro sinal para o seu corpo de que procura uma inteligência superior, e não aquela do ego normalmente stressado e assustado. A respiração profunda acalma o sistema nervoso e acalma o cérebro.
  3. Estimule um sentimento de Gratidão, Compaixão ou de Amor. Estes são os sentimentos que desencadeiam uma ativação da energia do coração.
  4. Faça uma pergunta ao seu coração. A questão deve ser breve e objetiva.
  5. Todos experimentarão a inteligência do coração de forma um pouco diferente. Pode sentir borboletas no seu intestino, uma sensação quente em crescendo ao redor do seu corpo ou formigueiro nas pontas dos dedos. Pode não sentir sensações corporais, mas tem uma resposta clara e curta que vem através da sua mente. Saiba que provavelmente não precisará de uma história longa para “justificar” a sua sabedoria. O coração fala direta e claramente. Se não tentar este processo novamente, deixe o seu corpo saber que você busca a inteligência do coração e não a do ego.
  6. A prática leva à perfeição. Quanto mais vezes fizer isso mais fácil será almejar a Consciência pura – o Hridaya.

Por Johanna Bassols, criadora do Método de Reprogramação da Alma e fundadora da Academia dos Curadores da Luz.

Fonte: https://themindunleashed.com/2018/02/how-to-start-thinking-with-the-heart.html

Fonte: Preparem-se para a mudança

Continuar lendo DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: DEVEMOS NOS GUIAR PELA INTELIGÊNCIA DO CORAÇÃO E A PERCEPÇÃO SENSORIAL DA INTUIÇÃO

DICA DE LIVRO: INDOMÁVEL DE NICK VUJICIC

Você já se perguntou: por que comigo? Este livro o fará perguntar: e por que não comigo? # Os vídeos e palestras de Nick Vujicic já foram assistidas por milhões de pessoas em todo o mundo. “Uma história sobre acreditar e conseguir. Sobre saber a que veio – e ultrapassar seus limites, alcançando a sua melhor versão. Milhares de pessoas já conhecem o rosto sorridente e a mensagem revigorante de Nick Vujicic, o coach motivacional que é, ele mesmo, uma motivação para todo o mundo. Apesar de ter nascido sem braços nem pernas, Vujicic não deixou de desfrutar de grandes aventuras, desenvolver uma carreira excepcionalmente compensadora e viver significativos relacionamentos amorosos. Nick Vujicic consegue superar as provações e dificuldades de sua vida ao conscientizar-se de que nasceu com um propósito único e relevante: transformar vidas! Para ele, não importa o quanto tudo pareça, às vezes, desesperador e difícil, Nick continua a acreditar, porque ele sabe: seu poder é desencadeado quando a fé e a força mental entram em ação. E essa experiência de reprogramação mental e de fé, juntamente com a certeza de que a dificuldade está aí para ser superada, pode ser conquistada por qualquer pessoa que realmente queira ter uma vida inacreditavelmente maravilhosa. As adversidades do mundo moderno como: – Problemas de relacionamento; desafios da carreira e do trabalho; – Preocupações com a saúde; – Pensamentos autodestrutivos e vícios; – Bullying e intolerância; São infortúnios que podem ser descartados. É realmente possível conquistar o desejado equilíbrio entre corpo e mente; coração e espírito. Mas essa é uma conquista que demanda muita disciplina, vontade, determinação e know-how; um conhecimento que Nick Vujicic tem de sobra ― e está disposto a compartilhar. Este é um livro de superação, poder, força e inteligência que você não pode deixar de ler!

Fonte: Acervo pessoal

Continuar lendo DICA DE LIVRO: INDOMÁVEL DE NICK VUJICIC

REFLEXÃO: PESSOAS DESPERTAS VEEM A VIDA COM OS OLHOS DA ALMA

Estamos vivendo uma transição planetária e com ela um despertar de Consciência. Processo pelo qual a maioria da humanidade experimenta neste momento. A pessoa desperta enxerga o que a maioria das pessoas não vê. Ela consegue enxergar os 90% das coisas do universo que essa mesma maioria não enxerga. Por isso a pessoa desperta possui uma força que poucas coisas se comparam. Ao ler o texto completo a seguir você vai entender como essas pessoas vivem e se comportam!

A força de uma pessoa desperta

 em 

 

“Poucas coisas se comparam a força de uma pessoa desperta. Pessoas despertas são indomáveis, intuitivas e possuem a serenidade e a confiança daqueles que aprenderam a ver a vida com os olhos da alma. São pessoas que passaram por situações difíceis, viram sonhos que não se concretizaram, tiveram que se despedir de quem amavam e viram a vida colocar a prova toda confiança em si mesmas e na sua crença no bem.

Ainda assim curaram cada ferida com a sabedoria de quem acolheu a dor como uma sábia conselheira, e optou por guardar os seus ensinamentos ao invés de um acumulado de mágoas e desilusões. Por isso carregam um certo brilho no olhar, uma presença cheia de luz e de carisma e uma aura de aconchego que não passa despercebida.

São pessoas que não seguem o grande coletivo, não tem medo de parecerem ridículas por acreditarem no invisível e cuidam da sua energia, da sua mente, da sua alma e do seu coração como um templo a ser cuidado. Uma pessoa desperta aprendeu a honrar a si mesma, ama quem é, tem orgulho da sua trajetória, já não dá mais poder para as críticas ou julgamentos, assim como tampouco perde seu tempo julgando os demais.

Sabe que todos estamos entre a inconsciência e o despertar e que esse processo é algo sagrado e individual. Todos têm o seu tempo e seus próprios ‘despertadores’. É esse motivo que a pessoa desperta agradece por tudo e todos que passaram por sua jornada: os que a amaram e os que a despertaram. Porque é inevitável. Ninguém pode viver para sempre na dependência, na insegurança ou adormecido de si mesmo.

Às vezes a vida vai mesmo nos chacoalhar, pra que despertemos, para a nossa força, para o nosso poder, para a infinitude que habita em nós. É isso que traz a segurança da pessoa desperta. Não a segurança que menospreza a cautela, mas sim a segurança de quem está bem em ser quem é e que fez de si mesma um lugar de paz para se viver. Uma pessoa desperta, ajuda a despertar o mundo!”(Alexandro Gruber)

Luz e Paz!

Fonte: Sabedoria Universal

Continuar lendo REFLEXÃO: PESSOAS DESPERTAS VEEM A VIDA COM OS OLHOS DA ALMA

REFLEXÃO: A ZONA DE CONFORTO É O MAIOR OBSTÁCULO A ASSIMILAÇÃO DAS NOVAS CRENÇAS

A resistência em assimilar novas crenças e paradigmas pela maioria da humanidade é a total submissão ao EGO poderoso e preguiçoso que impõe as pessoas o confinamento em sua “zona de conforto”. A partir disso as pessoas encontram todo tipo de desculpa como: não posso nem pensar em outra crença, pois estarei pecando, prefiro continuar com a minha velha crença e as dores que já conheço do que me submeter ao desconhecido e outras desculpas amarelas, só para não ter trabalho. O texto a seguir nos convida a uma séria REFLEXÃO sobre o porquê da resistência às novas crenças pela maioria das pessoas!

Crença e Resistência

 em 

 

“A maioria dos nossos hábitos e costumes é fruto da cultura e da tradição. Os nossos avós absorveram esses hábitos de seus progenitores e os comunicaram aos nossos pais; os nossos pais, por sua vez, passaram esses costumes a nós; nós, aos nossos filhos; os nossos filhos,… Se alguém, nessa cadeia, coloca em dúvida um desses conhecimentos, respondemos que sempre funcionou assim. Sobre esse mister, há, na gíria futebolista, uma frase célebre: “Time que está ganhando não se mexe”. Seguindo esse ritmo, o nosso pensamento se acomoda às coisas. O verdadeiro conhecimento exige uma ruptura desse status quo.

A inovação tem, em primeiro lugar, um caráter assustador. Teme-se perder o status, o emprego e a comodidade. Por isso, toda ideia nova sofre resistência. Em primeiro lugar, porque as pessoas, tão logo recebem a informação, não conseguem – de chofre – absorver o alcance total da proposição. Em segundo lugar, porque o medo acaba maculando o bom entendimento da nova proposta. As pessoas ficam na defensiva e não conseguem ver o lado positivo da mudança.

Cristo, em uma de suas passagens evangélicas, tratou desse problema, o da ideia nova. Ele disse que não tinha vindo trazer paz à Terra, mas a espada, que veio para separar o pai do filho, o filho da nora, e o homem da mulher. Interpretados ao pé da letra, podemos concluir que esses ensinamentos não foram veiculados pelo Mestre. Contudo, o que está por detrás dessas palavras é que a nova ideia, ou seja, os preceitos de sua doutrina, não seriam aceitos sem luta, sem contrariedade e sem discussões.

A mudança é uma proposição sempre bem-vinda. Mas, na hora de a colocarmos em prática? As dificuldades aparecem. Estar aberto ao novo não é tão fácil quanto poderíamos pensar. Quantas já não foram as vezes que propusemos mudar a nossa conduta? E depois? Voltou tudo como era. Dizemos: segunda-feira eu vou começar o meu regime; quando a segunda-feira chega, transferimos o problema para terça-feira, depois para quarta e assim sucessivamente, até chegarmos ao dia do são nunca.

A formação de hábitos salutares exige fortaleza de ânimo. Os novos paradigmas não podem ser uma extensão do passado, porque a continuidade dos costumes nada mais faz do que alimentar os automatismos do cérebro velho. Há necessidade de se romper com a mente velha, inclusive com os automatismos na prática do bem. O espírito tem que estar sempre livre, solto para criar condições de agir criativamente. A repetição apenas acomoda a nossa mente. A evolução do espírito exige movimento, reflexão.

Inovar é estar alerta para o que estiver acontecendo aqui e agora. Observe o computador: ele facilita a vida de muita gente. E quando ele começou a ser implantado? Não sofreu resistência das pessoas e das empresas?” (Sérgio Biagi Gregório)

Fica, então, esta reflexão.

Luz e Paz!

Fonte: Sabedoria Universal

Continuar lendo REFLEXÃO: A ZONA DE CONFORTO É O MAIOR OBSTÁCULO A ASSIMILAÇÃO DAS NOVAS CRENÇAS

DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: QUANDO DESCOBRIMOS O VERDADEIRO PROPÓSITO DA VIDA, ELA SE TORNA MAIS SUAVE

Eis o grande propósito da vida: Aprender a amar. E por isso que o texto a seguir fala de uma grande caminhada, numa longa estrada a procura do amor, onde se pode verificar que ele está em todas as coisas, menos dentro de si mesmo. Esse vazio que aos poucos é preenchido com as experiências vividas. Mas se tivermos, desde cedo, a verdadeira noção desse propósito maior a vida fica mais bonita e mais suave de ser vivida. Então convido você a ler o texto completo a seguir, refletir e fazer o seu juízo de valor!

Saiba o que sua flor de aniversário diz sobre sua personalidade | CASA.COM.BR

A busca do amor

Em plena juventude, como fruto verde que aguarda a primavera, esperei intensamente pelo amor.

Todas as manhãs, abria a janela de minha alma e esperava que o novo dia me trouxesse o amor.

E porque ele tardasse a chegar, fechei as portas e janelas, selei os portões e saí pelo mundo.

Andei por caminhos inúmeros e estradas solitárias. Por vezes, ouvia o cortejo do amor que passava ao longe. Corria e o que conseguia ver era somente corações em festa, risos de alegria. O amor passara e eu continuava só.

Algumas noites, chegando às cidades com suas mil luzes piscando vida, ousava olhar para dentro dos recintos. Via mães acalentando filhos, cantando doces canções de ninar, casais trocando juras, crianças dividindo brincadeiras entre risos.

Em todos estava o amor. Somente eu prosseguia solitário e triste.

Depois de muito vagar, tendo enfrentado dezenas de invernos, resolvi retornar.

De longe, pude sentir o perfume dos lírios. Quando me aproximei, pude ver o jardim saudando-me.

Você voltou! – Falaram as rosas, dobrando as hastes à minha passagem.

Seja bem-vindo! – Disseram as margaridas, agitando as corolas brancas.

É bom tê-lo de volta! – Saudaram os girassóis, mostrando suas coroas douradas.

Tanto tempo havia se passado e, de uma forma mágica, os jardins estavam impecáveis. As cores bem distribuídas formavam arabescos na paisagem.

Uma emoção me invadiu a alma. Abri as portas e janelas do meu ser. Debruçado à janela da velhice, fitando a ponte que me levará para além desta dimensão, o amor passa por minha porta.

Apressadamente, coloco flores de laranjeira na casa do meu coração. Atapeto o chão para que ele entre, iluminando a escuridão da minha soledade.

Tremo de ternura. Já não sofro desejo, nem aflição.

Os olhos felizes do amor fitam os meus olhos quase apagados,reacendendo neles a luz que volta a brilhar.

Há tanta beleza no amor que me emociono.

Superado o egoísmo, não lhe peço que entre e domine o meu coração rejuvenescido.

Em razão disso, agora que descubro de verdade o que é o amor, não o retenho. Deixo-o seguir porque amando, já não peço nada. Agora posso me doar aos que vêm atrás, em abandono e solidão.

Aprendi a amar.

* * *

Feliz é a criatura que descobriu que o melhor da vida é amar.

Feliz o que leu e entendeu o Cântico do pobre de Assis: É dando que se recebe, é perdoando que se é perdoado, é melhor amar que ser amado.

Por ser de essência Divina, o amor supre na criatura todas as suas necessidades e a torna feliz, mesmo em meio às dificuldades, lutas e tristezas.

Redação do Momento Espírita, com base no cap. LVII, do livro Estesia, pelo Espírito Rabindranath Tagore, psicografia de Divaldo Pereira Franco, ed. Leal

Continuar lendo DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: QUANDO DESCOBRIMOS O VERDADEIRO PROPÓSITO DA VIDA, ELA SE TORNA MAIS SUAVE

SAÚDE: AUMENTAR O COLÁGENO DE VERDADE É COM DR. MARCO MENELAU

No vídeo desta quinta-feira, aqui na coluna SAÚDE, você vai saber como aumentar o colágeno de verdade no seu organismo. Por isso você não pode perder essa aula fundamental para você aprender com se rejuvenescer e, todos os sentidos. Então comece logo a assistir esse vídeo fantástico.

Fonte:

Continuar lendo SAÚDE: AUMENTAR O COLÁGENO DE VERDADE É COM DR. MARCO MENELAU

AUTOCONHECIMENTO: A BUSCA PELO CONHECIMENTO ATRAVÉS DA LEITURA, POR WAGNER BRAGA

O conhecimento liberta! No vídeo de hoje, falei sobre uma questão muito importante e que deveria ser imprescindível na vida de todo mundo: a leitura! A leitura é uma fonte inesgotável de conhecimento que impulsiona a nossa imaginação e nos ajuda a crescer cada dia mais como seres humanos.

Fonte:

Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: A BUSCA PELO CONHECIMENTO ATRAVÉS DA LEITURA, POR WAGNER BRAGA

DICA DE LIVRO: UM NOVO MUNDO, O DESPERTAR DE UMA NOVA CONSCIÊNCIA DE ECKHART TOLLE

Nesta quarta-feira a nossa dica, aqui na coluna DICA DE LIVRO é a obra do eminente escritor Eckhart Tolle:Um Novo Mundo, o despertar da Consciência. Mais do que em qualquer outra época de sua história, a humanidade tem hoje a chance de criar um mundo novo – mais evoluído espiritualmente, mais pleno de amor e sanidade. Para o autor, estamos vivendo um momento único e maravilhoso: o do despertar de uma nova consciência.

Ele nos mostra que o salto para essa nova realidade depende de uma mudança interna radical em cada um de nós. Precisamos nos livrar do controle do ego, pois essa é a fonte de todo o sofrimento humano. Sob seu domínio, somos incapazes de ver a dor que infligimos a nós mesmos e aos outros.

Quando despertamos, o pensamento perde a ascendência sobre nós e se torna o servo da consciência, que é a ligação com a inteligência universal, a fonte da vida da qual todos nós procedemos.

Enquanto desvenda a natureza dessa mudança de consciência, Tolle nos ensina a vencer as artimanhas que o ego utiliza para nos isolar uns dos outros. De forma inspiradora, ele nos ajuda a descobrir o nosso verdadeiro eu, a essência humana que nos permitirá construir o novo mundo e viver em harmonia com tudo o que existe.

“O principal propósito deste livro não é acrescentar novas informações e crenças à sua mente nem tentar convencê-lo de alguma coisa, e sim produzir uma modificação da sua consciência, ou seja, o despertar. Se você não sabe o que significa des¬pertar, continue lendo.” – Eckhart Tolle

Fonte: Acervo pessoal

Continuar lendo DICA DE LIVRO: UM NOVO MUNDO, O DESPERTAR DE UMA NOVA CONSCIÊNCIA DE ECKHART TOLLE

DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: A LUTA PARA LIBERTAR A ALMA É GIGANTE

A sabedoria dos antigos ainda tem lições importantes a nos dar enquanto seres evolutivos, ainda inseridos nesse contexto tridimensional. A inscrição da Esfinge egípcia: “Decifra-me ou te devoro” tem uma profundidade que precisa ser literalmente decifrada. Nós, seres humanos somos seres em evolução e precisamos constantemente crescer espiritualmente para que possamos sair da zona de conforto, deixar de patinar e dar um salto quântico evolutivo. Esse ato de sair da zona de conforto equivale ao decifrar, descobrir, conhecer e aprender. Se não fizermos isso estaremos fadados a, literalmente, sermos devorados ou engolidos pela ignorância, pelas trevas e pela involução. Convido você a ler o texto completo a seguir e entender como funciona esse processo. 

Decifra-me ou te devoro

CONOCE LA HISTORIA DE LA ESFINGE EGIPCIA

“Decifra-me ou te Devoro“, Diz a esfinge da Personalidade para a Alma.

A Alma precisa aprender a dominar os animais incorporados em sua natureza, antes que possa bater as Asas do Espirito Soberano que nela habita e provar ser capaz de mergulhar no mundo e não ser tragado por ele.

Somos estas serpentes, leões, Touros, Escorpiões, Águias, Carneiros, Caranguejos, e outros tantos animais, que tem dirigido nossos instintos e influenciado o rumo de nossas vidas.

Temos inventamos estratégias de fuga, como comidas em excesso, fumo, jogos, drogas, amores, dinheiro, paixões, Poder, Empresas, amantes, divórcios, brigas, guerras e tudo quanto é especie de fuga, para distrair nossa mente e nos afastar deste confronto interno, colocando nos outros e no mundo a culpa de nossos sofrimentos.

O que esperar de um mundo formado de Almas ainda dominadas pelos seus animais internos ?

Diz o velho proverbio, ” O Tolo segue sua estrela, o Sábio a domina”

Temos construído uma Sociedade dominada por estes instintos mais primitivos, e tudo que nela existe foi criado por nós e o mundo não será diferente até que sejamos senhores de nossas forças internas e nossa mente se ilumine para verdade Infinita.

Esta Luta para Libertar a Alma Humana é Gigantesca, as provas são duras para todos.

O prêmio da vitória é a elevação gradativa na escada do nível da consciência do individual para o Universal.

É pela experiência que se adquire o domínio, é errando que se perde o medo de errar e falhar. O fracasso pode ser um excelente professor, enquanto a vitória prematura muitas vezes enfraquece o ego.

Temos visto o grande e sofrido trabalho de Almas de Artistas (3), Almas Ciganas (14) ou mesmo de Almas Reclusas (7) que lutam para construir uma família (6) e aprender a aceitar criticas(3), se relacionar com as pessoas construindo laços duradouros, vendo seus tropeços e suas dificuldades.

Muitos outros exemplos nos mostram a grandeza das tramas das almas, que se utilizam suas personalidades para cumprir suas difíceis missões. Quanto é difícil e lento este crescimento que é feito de pequenas experiências e grandes desafios, de forças que nos seduzem e nos movem para nos tirar da zona de conforto, embora teimemos em repetir velhos erros, pois preferimos o conforto do sofrimento conhecido do que a aventura do desconhecido.

Mas quem está neste circulo vicioso precisa de uma ajuda externa para enxergar a saída. Talvez quem tem um pouco de conhecimento possa ajudar um pouquinho aqueles que precisam.

Mas como ajudar sem interferir no processo natural de sofrimento, “sem tirar a lagarta do casulo que a transformaria em borboleta” . Talvez a pessoa não precise vencer a prova, apenas passar por ela para adquirir experiência.

Acredito que futuro de nossa Humanidade é brilhante, porque já cometemos todos os erros e fracassos e as experiências de uns, servem a toda a humanidade. Os grandes lideres se foram e agora é nossa vez de seguirmos juntos este novo caminho ajudando-nos uns aos outros como irmãos.

Acreditamos que somos todos uma grande família humana, a alma da terra, o espírito de Gaia vivenciando experiências em consciências fragmentadas em busca da religação.

O sofrimento e as dores provem desta fragmentação e ilusão da separatividade.

O sentimento de isolamento leva ao egoísmo e a luta pela sobrevivência. A limitação da percepção do tempo e espaço na dimensão humana nos conduz ao desespero para agarrar a vida.

A expansão da consciência ao tempo e espaço Cósmico nos leva ao sentimento de coletividade e a nos sentirmos integrados a Alma planetária.

Diante desta percepção, as experiências dos outros são também nossas experiências, as dores, alegrias, vitorias e sofrimentos alheios são um patrimônio universal e loucura humana faz todo sentido.

“Amor, Amor, sempre em ti novos arcanos, mas Somente aquele que chega despertar, que tu és a própria Verdade, vê Justiça nos Atos dos Humanos”

O amor então não é mais um tolo sentimento romântico, mas uma compreensão da lei infinita e dos objetivos planetários e a percepção da Justiça Infinita.

Como disse o Mestre, aquele que começa a abrir os olhos passa a amar com a mente, e não apenas com o coração, que se transforma no ponto de convergência entre os dois hemisférios e une o visível ao invisível, a terra aos céus.

Continuar lendo DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: A LUTA PARA LIBERTAR A ALMA É GIGANTE

DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: CONHEÇA OS 10 PRINCÍPIOS DA VIDA QUÂNTICA

O nosso DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL passa, antes de mais nada, pela compreensão dos princípios da Física Quântica e assim, do que seja vida quântica. Inicialmente precisamos compreender que somos todos “Consciência” e que a ela pertence o controle sobre a vida. A partir dai conhecer e entender os 10 princípios que norteiam a Vida Quântica. Então convido você a ler o artigo completo a seguir, refletir e fazer o seu juízo de valor. 

Definições da Vida Quântica

1. Um mundo independente do observador não existe.
Essa é primeira das definições da vida quântica para vc começar a entender;

Centenas de processos que ocorrem no seu corpo e que você não presta atenção – respiração, digestão, aumento ou redução da pressão sanguínea, crescimento de novas células, limpeza de toxinas etc. podem ser controlados. O próprio fato de focar nos processos automáticos que ocorrem em seu corpo também mudará o processo de seu envelhecimento…

2. Nossos corpos são formados a partir de energia e informação.

A física afirma que cada átomo tem 99,9999% de espaço vazio, e as partículas subatômicas que viajam por esse espaço na velocidade da luz representam raios de energia vibracional.
O vazio dentro de cada átomo pulsa na forma de uma mente invisível. A genética coloca essa mente no DNA… Em cada ponto desta sequência, energia e informação devem trocar entre si.
Na Índia, esse fluxo mental é chamado prana e pode controlá-lo, aumentá-lo ou diminuí-lo, movê-lo para frente e para trás e manipulá-lo, a fim de manter o corpo físico jovem e saudável.

3. A mente e o corpo estão indissoluvelmente unidos

A medicina está apenas começando a usar a conexão da mente e do corpo. O placebo, um comprimido sem medicamento, leva a resultados tão diferentes, comprovando que o corpo-mente pode criar qualquer tipo de reação bioquímica, se apenas a mente receber a configuração apropriada. Se pudéssemos usar a instalação para não envelhecer, o corpo começaria a executá-la puramente automaticamente.

4. Bioquímica do corpo – um produto da consciência

De acordo com o novo paradigma, a consciência faz uma diferença significativa no processo de envelhecimento e de doenças.

5. Percepção – um fenômeno aprendido

Diferentes percepções – amor, ódio, alegria e asco – estimulam o corpo, assim como a alegria, alterando o perfil químico.
Toda bioquímica ocorre dentro da mente; cada célula está totalmente consciente do que e como você pensa. Assim que você aprender esse fato, toda a ilusão de que você é vítima de um corpo irracional, de livre-arbítrio e degenerado se dissipará.

6. Os impulsos da mente a cada segundo dão ao corpo novas formas

Enquanto novos impulsos continuarem a entrar no cérebro, o corpo também poderá reagir de uma nova maneira. Novos conhecimentos, novas habilidades, novas maneiras de ver o mundo contribuem para o desenvolvimento e renovação da mente-corpo.

7. Não somos indivíduos separados do Cosmos.

Uma única consciência (Unicidade), pessoas e eventos que ocorrem “em algum lugar lá fora” fazem parte do seu corpo. São apenas pequenos pacotes de informações de um campo infinito chamado Universo.
A consciência disso ajudará você a entender que o mundo não é uma ameaça para você, mas apenas seu corpo infinitamente expandido.
O mundo é você.

8. O tempo não é absoluto – é eternidade quantificada

Apenas sua consciência cria o tempo que você sente.

9. Conhecer “sua” realidade permite assumir o controle de todas as mudanças.

O fato do tempo estar ligado à consciência implica que você pode escolher um método de funcionamento completamente diferente – a fisiologia da imortalidade, que o leva ao conhecimento da imutabilidade, o “eu”, uma corrente do Espírito – a consciência.

10. Não somos vítimas de envelhecimento, doença e morte.

O controle sobre a vida pertence à consciência.
Tornamo-nos vítimas de envelhecimento, doença e morte como resultado de nossas lacunas de conhecimento. Portanto, a lição mais valiosa ensinada pelo novo paradigma é a seguinte: se você deseja mudar seu corpo, primeiro mude de perspectiva que não está “em algum lugar lá fora”, mas dentro de você.

Deepak Chopra
Resumo Vilma Capuano

Publicado por Fatima dos Anjos em 21 outubro 2019 às 19:50 em TÉCNICAS ENERGÉTICAS DE CURA QUÂNTICA

Fonte: Marcos Brenelli

Continuar lendo DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: CONHEÇA OS 10 PRINCÍPIOS DA VIDA QUÂNTICA

AUTOCONHECIMENTO: PARA FAZER ACONTECER VOCÊ PRIMEIRO PRECISA DEIXAR IR

A nossa coluna AUTOCONHECIMENTO desta segunda-feira trás um texto do grande Osho para reflexão sobre o “deixe acontecer” e/ou “deixar ir”, do livro de mesmo nome, do renomado David R. Hawkins. Em ambos os textos seus autores exploram a questão da fixação em algo que é comum as pessoas se deixarem levar. Quando isso acontece, invariavelmente o sonho não se transforma em realidade. A sabedoria de Osho explica o porquê disso acontecer. Leia o texto completo a seguir e entende o porquê.

DEIXE ACONTECER – por Osho

– Por Osho –

O Tantra diz: as coisas acontecem quando você não as espera, as coisas acontecem quando você não as força, as coisas acontecem quando você não está ansiando por elas.

Mas isso é uma conseqüência, não um resultado. E fique claramente consciente da diferença entre “conseqüência” e “resultado”. Um resultado é conscientemente desejado; uma conseqüência é um subproduto. Por exemplo: se eu digo a você que se você brincar, a felicidade será a conseqüência, você vai tentar por um resultado. Você vai e brinca e você fica esperando pelo resultado da felicidade. Mas eu lhe disse que ela será a conseqüência, não o resultado.
A conseqüência significa que se você está realmente na brincadeira, a felicidade acontecerá. Se você constantemente pensa na felicidade, então, ela tem de ser um resultado; ela nunca acontecerá. Um resultado vem de um esforço consciente; uma conseqüência é apenas um subproduto. Se você estiver brincando intensamente, você estará feliz. Mas a própria expectativa, o anseio consciente pela felicidade, não lhe permitirá brincar intensamente. A ânsia pelo resultado se tornará a barreira e você não será feliz.
A felicidade não é um resultado, é uma conseqüência. Se eu lhe digo que se você amar, você será feliz, a felicidade será uma conseqüência, não um resultado. Se você pensa que, porque você quer ser feliz, você deve amar, nada resultará disso. A coisa toda será falsificada, porque a pessoa não pode amar por algum resultado. O amor acontece! Não há motivação por detrás dele.
Se há motivação, não é amor. Pode ser qualquer outra coisa. Se eu estou motivado e penso que, porque desejo a felicidade, vou amá-lo, esse amor será falso. E como ele será falso, a felicidade não resultará dele. Ela não virá; é impossível. Mas se eu o amo sem qualquer motivação, a felicidade segue como uma sombra.
O Tantra diz: aceitação será seguida por transformação, mas não faça da aceitação uma técnica para a transformação. Ela não é. Não anseie por transformação – somente então a transformação acontece. Se você a deseja, seu próprio desejo é o obstáculo.– OSHO, Vigyan Bhairav Tantra, V.1, # 30 –
Fonte: IPPB
Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: PARA FAZER ACONTECER VOCÊ PRIMEIRO PRECISA DEIXAR IR

DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: O MUNDO DAS ILUSÕES É AQUI NA 3ª DIMENSÃO. SAIBA COMO SE LIVRAR!

O sofrimento assim como a dor são sensações inerentes a 3ª dimensão e nos mantém presos às crenças limitantes na medida que nos acomodamos achando que faz parte da nossa jornada e que a eles estamos presos para todo o sempre. É apenas mais uma ilusão a que estamos submetidos. Por isso convido você a ler o texto completo a seguir e entender como e porque isso acontece em nossas vidas.

A ilusão do sofrimento

Homem sentado no chão, encostado em uma parede, com os joelhos flexionados e os braços apoiados neles. Ele esconde seu rosto apoiando a testa nos braços.123rf/primagefactory

Todo sofrimento, que assalta a alma humana, foi criado a partir de uma ilusão!
O sentimento de perda, que tem um gosto extremamente amargo, só existe em função da ilusão da posse.

O sentimento de humilhação, que abastece nossos corações de ódio e revolta, só existe em função da ilusão do apego à própria imagem, ou seja, da vaidade e do orgulho.

Menina sentada em um pier, com os joelhos flexionados, os braços apoiados neles e sua cabeça encostada nos braços.
Pexels/Pixabay

O sentimento de abandono, que lança suas lâminas afiadas em nossa alma, só acontece em função de uma ilusão de dependência, surge a partir da ideia equivocada de que o outro é responsável por nossa felicidade.

Os sentimentos de fraqueza e impotência consagram-se a partir de ilusões criadas por conceitos limitantes de si mesmo.

O sentimento de indignação, que nos colocam em trincheiras armados contra ideologias contrárias, só teve êxito em existir em nossas vidas por nos entregarmos à ilusões violentas que reúnem inúmeros vícios mentais como a intransigência, a intolerância, o preconceito e principalmente: a ilusão da superioridade.

São as ilusões que nos conduzem ao abismo. São elas que nos prendem nas trevas exteriores, onde imperam o choro e o ranger dos dentes. O inferno de Dante ou os vales de sofrimento retratados na literatura espírita são instâncias criadas para o esgotamento das impressões criadas pela ilusão humana.

Isso acontece porque o homem, no estágio em que se encontra, não tem muito interesse pela realidade; ele prefere o torpor, a adição, o vício, as sensações grosseiras, assim por diante. Quando o assunto é olhar para si, ele foge. Prefere anestesiar-se de ilusões, idealizar um mundo que se ajuste à sua visão primitiva de felicidade e refugiar-se nele. Só o tempo trará o amadurecimento necessário para que o fruto possa desprender-se da árvore.

Realização, como o próprio nome diz, é encontrar o “real”. O despertar da Consciência, da mesma forma, pressupõe estarmos dormindo. Enquanto vivermos sob o efeito dessa lótus alucinógena, como ficaram entorpecidos os soldados de Ulisses no poema de Homero, não veremos o tempo passar, o progresso acontecer e estaremos apenas adiando o nosso processo de iluminação.

Mulher em um campo gramado, com os braços abertos para o pôr-do-sol.
Pexels/Victor Freitas

Iluminar-se é acender luzes em si mesmo, nada mais do que isso! A cada luz que se acende, uma nova visão da realidade acontece.

Só esse conhecimento irá libertar-nos do mundo de Maya, só quando colocarmos os pés no chão e aceitarmos a Vida como ela é, as coisas como elas são, as pessoas como querem ser e a experiência proposta pela vida para o nosso desenvolvimento da maneira que se apresentar em nossa realidade, nós conseguiremos subir esse degrau e sair desse vale de lágrimas ilusório provocado pela nossa ignorância.

Fonte: Eu Sem Fronteiras

Continuar lendo DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: O MUNDO DAS ILUSÕES É AQUI NA 3ª DIMENSÃO. SAIBA COMO SE LIVRAR!

DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: A RAZÃO E O CORAÇÃO SE COMPLETAM E PRECISAM CAMINHAR JUNTOS

O texto a seguir é de uma sabedoria incrível e não importa de onde tenha vindo ou quem seja seu autor, pois é a mais sublime inteligência e sabedoria traduzida para que o leitor compreenda que para alcançar a vida plena, ou seja, a sua melhor versão é necessário unir a razão ao coração, pois só assim conseguirás desenvolver o seu infinito potencia. Convido você a ler o magnífico texto a seguir, refletir e fazer o seu juízo de valor!

 

Razão ou coração?

O Espiritismo ensina que todos os Espíritos são criados por Deus em estado de ignorância e simplicidade.

Eles possuem o embrião de todas as virtudes. Mas necessitam das experiências da vida para desenvolver o seu infinito potencial.

No universo não há privilégios ou injustiças. Cada qual ocupa uma posição adequada ao seu estágio evolutivo e as suas necessidades de aprendizado.

Na jornada para a plenitude, as asas do conhecimento e da moralidade gradualmente despontam em toda criatura.

Mesmo quem hoje parece um pervertido adquirirá a máxima pureza. Tudo é uma questão de tempo e de esforço. A criatura que parece privilegiada pela vida, na verdade trabalhou mais o seu interior.

Talvez seja mais velha do que as demais, por ter sido criada antes. Mas certamente já trabalhou muito. Afinal, o mero passar do tempo pouco ensina. É o que ocorre em uma escola. De nada adianta o aluno ser mais velho do que os demais de sua classe. Se não aprende a lição, não é promovido para a etapa seguinte.

A angelitude é um estado de consciência de quem muito conhece e muito ama.

Freqüentemente se ouve falar de embates entre a razão e o sentimento

Em face de determinada situação, a criatura não sabe qual rumo tomar.

Seu coração anseia por determinada solução, mas a razão aponta para outra saída.

Esse gênero de dúvida revela a pouca compreensão que ainda temos da finalidade da vida.

Ninguém nasce a passeio ou apenas para realizar fantasias.

Todos trazemos uma programação a cumprir, que invariavelmente visa a nossa evolução, o nosso aperfeiçoamento.

O objetivo de nossa vida sempre será o desabrochar do anjo que em nós reside.

Esse objetivo identifica-se com a aquisição da sabedoria e do amor. Ocorre que amor não é sinônimo de desejo. Essa sublime energia rege o universo. Ela desperta em nós o ideal de auxiliar o próximo a ser feliz.

Mas a razão nos diz que a felicidade depende do dever bem cumprido. Ninguém pode ser genuinamente feliz com a consciência pesada. Assim, o coração e a razão nunca entram em contradição, para quem compreende o seu real papel em face da vida.

Nossos amores não nos pertencem. Eles são filhos do divino pai, que os criou para uma meta transcendente e maravilhosa. Nosso papel é o de ajudá-los a atingir essa meta tão sublime. Amar não implica ser conivente ou livrar o próximo do trabalho que lhe compete.

Amar não significa manter o ser amado ao nosso lado, quando ele deseja viver outras experiências. Amar é auxiliar a ser feliz, a ser melhor, a crescer para Deus.

A razão lúcida ilumina e dirige o coração. O coração que aprendeu a amar suaviza e dulcifica o raciocínio.

A sabedoria e o amor são duas energias que se complementam, na perfeita harmonia da vida.

Nem determinações duras e implacáveis, nem pieguice e conivência com equívocos.

Quem ama e sabe, educa e ampara.

Acalenta, mas liberta.

Texto da Equipe de Redação do Momento Espírita.

Continuar lendo DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: A RAZÃO E O CORAÇÃO SE COMPLETAM E PRECISAM CAMINHAR JUNTOS

DICA DE LIVRO: SUPER GENES DE DEEPAK CHOPRA E RUDOLPH E. TANZI

A nossa DICA DE LIVRO desta quarta-feira é SUPER GENES, do renomado Deepak Chopra em parceria com o cientista Rudolph E. Tanzi, co-autores do Best Seller SUPERCÉREBRO.  Durante muito tempo acreditamos que os genes determinassem nosso destino biológico e que fossem imutáveis, mas recentes descobertas no campo da genética mostram que eles são dinâmicos e podem ser influenciados por diversos fatores. Em Supergenes, os autores discorrem sobre como a ciência atual sustenta que nossos genes reagem a tudo o que fazemos, dizemos e pensamos. Oferecendo um cardápio de escolhas para 6 esferas da vida – dieta, estresse, atividade física, meditação, sono e emoções -, em três níveis de dificuldade, os autores também mostram, de forma muito prática, o que devemos fazer no dia a dia para ativar o melhor do nosso código genético pela vida afora. Um livro que você, que é buscador, não pode deixar de ler! 

Fonte: Acervo particular

Continuar lendo DICA DE LIVRO: SUPER GENES DE DEEPAK CHOPRA E RUDOLPH E. TANZI

REFLEXÃO: SOLTE-SE, FIQUE LEVE E SE DEIXE SER GUIADO PELA LUZ!

O nosso texto de REFLEXÃO desta terça-feira fala de leveza, de soltar-se, de ascender-se, pois o a saída é para cima, rumo a liberdade, através da luz, pois somos filhos da luz e seremos guiados em meio à ilusão do caos que paira na terceira dimensão para uma dimensão feita de paz, onde não há dor nem sofrimento. Portanto, leia o texto completo a seguir, faça sua reflexão e faça o seu juízo de valor.

Fique leve

 em 

 

“Quando o medo bater à sua porta, pois todos nós, humanos, temos sido por ele visitados neste momento planetário, eleve seus olhos ao céu.

Olhe para o Sol, para as estrelas, para o movimento das árvores. Sinta a brisa acariciando sua pele. Ouça o canto de um pássaro e lembre-se : – Tudo é energia. Você é luz. Seu corpo é luz.

Quando nos lembramos disso, somos convidados a confiar nessa luz. Você confia na luz? Mesmo quando tudo está escuro? Ouça, a luz que você é vai guiar você através da escuridão. Você não precisa conhecer o caminho, não precisa se antecipar ou tentar controlar as coisas para que isso aconteça.

O que você precisa é manter uma conexão com a luz. Recebemos, a cada instante, tudo o que necessitamos para o nosso bem, e para o bem maior. A voz do amor (outro nome da luz) sussurra com delicadeza em nossos ouvidos. Nos fornece instruções, direcionamento, acolhimento.

Podemos receber tudo o que necessitamos. Apenas precisamos estar atentos. Ouvir essa voz é a única proteção real neste momento. Seremos intuitivamente guiados. Para ouvir sua voz interior, sua intuição, você precisa confiar na luz, confiar no amor, nessa força inteligente que criou tudo o que existe, nessa força que tudo sabe, que tudo pode.

Feche os olhos. Respire. Dissolva o medo ao entregá-lo à essa força. Você é um filho da luz e será guiado em meio à ilusão do caos que paira na terceira dimensão, nesta camada de espaço/tempo. Nos moveremos para uma dimensão feita de paz.

Para facilitar isso, fique leve. Torne sua vida leve. Solte os excessos, os apegos, as crenças, as bagagens que acumulou em sua vida. Solte e confie. Permita-se ser guiado pela sua luz. A saída é para cima.” (Patricia Gebrim)

Luz e Paz!

Fonte: Sabedoria Universal

Continuar lendo REFLEXÃO: SOLTE-SE, FIQUE LEVE E SE DEIXE SER GUIADO PELA LUZ!

AUTOCONHECIMENTO: SAINDO DA BAIXA PARA A ALTA FREQUÊNCIA VOCÊ DÁ UM SALTO QUÂNTICO

Todo iniciado sabe que somos regidos pelas Leis Universais e que a terceira das sete leis universais nos diz que “Nada repousa; tudo se move, tudo vibra. A ciência confirmou que tudo no universo, incluindo você, é uma energia pura que vibra em diferentes frequências. A mensagem canalizada do Mestre Kathumi saindo do medo e entrando no amor nos ensina como nos protegermos dos vírus, das energias inferiores e negativas. Então leia o artigo completo a seguir  e domine esse conhecimento.

Mestre Kathumi – Saindo do medo e entrando no Amor

O medo é o maior bloqueio de todos. Isso impede que você alcance seu potencial e muda o equilíbrio de poder entre você e o que o está bloqueando. Quando você permite que o medo assuma o controle, você entrega seu poder. Fazer isso é o maior sacrifício, e pode mudar seu caminho de algo pretendido e correto, para um caminho de submissão e perda de oportunidade.

As crenças baseadas no medo só irão gerar mais medo, o que gerará as emoções de ódio e intolerância. Por sua vez, essas emoções produzirão atrocidades e injustiças. O medo é o maior bloqueador, mas também o maior manipulador. É amplamente utilizado como uma ferramenta por aqueles que desejam manter o mundo e sua população sob controle para obter ganhos financeiros. Muita propaganda é enviada a todos vocês para mantê-los com medo. O medo causa a ilusão de separação e a crença de que qualquer decisão que você toma afeta apenas você. Esta é uma falácia perigosa.

Quando você acredita em algo ou alguém, você confia em seu valor. Você os mantém de boa fé. A fé e a confiança permitem que você relaxe seu julgamento e discernimento, e talvez pare de fazer perguntas quando nem sempre é seguro não fazê-lo. Existem muitas ocorrências em todo o mundo, agora e no passado, cujas explicações foram, em grande parte, aceitas pelas massas. Muitas das ‘verdades’ são, na verdade, mentiras para cobrir planos mais sinistros. A propaganda é uma prática amplamente difundida para garantir que as pessoas sejam mantidas em suas zonas de conforto com uma lã mantida firmemente sobre os olhos. É hora de deixar de ser uma ovelha e começar a praticar o discernimento!

Não pratique a fé cega ou a confiança em assuntos de importância global, pois aqueles que parecem mais preocupados podem, na verdade, ser os autores e proteger seus próprios interesses. Nesta época do mundo, as teorias da conspiração abundam e o medo de ser contaminado é predominante, seja por doenças ou vacinação. Quando você ouve histórias, seja na mídia, nas redes sociais ou no boca a boca, você fica inserido na agenda deles e isso, meus amigos, é o maior perigo de todos eles.

Não permita que o medo o impeça de realizar o que se propôs a fazer ou de seguir sua própria verdade. Não permita que outros o manipulem por meio do medo. Quando você está em seu poder, você tem acesso ao seu Eu Superior, e isso o levará a um lugar de fé, confiança e aceitação de si mesmo. Também permitirá que você acesse a energia de tudo o que o protegerá das energias inferiores nos reinos físico e etérico.

Há muitas coisas simples que você pode fazer para elevar suas vibrações acima do drama ao seu redor, a fim de ficar menos temeroso e mais centrado no coração.

Mantenha-se com os pés no chão. Mantenha suas energias completamente aterradas na Mãe Terra e no presente, aterrando conscientemente sua energia pela manhã, quando você se levantar. Sinta sua energia se conectando à Mãe Terra e, em seguida, conecte-se à luz do Criador Você sentirá muito mais em seu corpo o dia todo. Alternativamente, caminhe descalço na grama molhada, na areia ou mesmo no tapete, ou mergulhe na água e tome consciência de si mesmo no espaço. Sempre que você se sentir amedrontado ou oprimido, pare, respire fundo e empurre sua energia para baixo por todos os chakras. Feche e proteja sua aura, preste atenção ao que está ao seu redor e diga uma afirmação proposital para ajudá-lo a voltar ao agora.

Cuide da sua saúde. Trate seu corpo como um templo, pois ele abriga seu espírito e sua alma. Mantenha-se hidratado, alimente-se de forma saudável e exercite o corpo. Além disso, certifique-se de dormir o suficiente e, tanto quanto possível, de controlar a quantidade de estresse em sua vida. Aprenda a meditar ou participar de atividades de relaxamento, conscientes e / ou criativas, como Chi Gong, Tai Chi, ioga, dança, canto, jardinagem, caminhada na floresta ou hobbies artísticos.

Aprenda a amar a si mesmo novamente. Não é possível ver tudo e todos com amor se você não consegue se ver assim! Você deve se esforçar para liberar as feridas do passado e perdoar a si mesmo pelos erros do passado. Não se olhe no espelho e veja sua aparência física. Em vez disso, olhe para o seu coração e veja a criança dentro de você. A maior parte do amor por si mesmo se dissipa do início ao fim da infância. Recupere o amor por si mesmo enviando amor e perdão a si mesmo quando criança. Alimente a criança interior e recupere o amor e o respeito por si mesmo que o Criador nunca perdeu.

O universo gira em torno do amor e apenas do amor. Encontre o amor para si mesmo e você será capaz de ver as coisas de uma perspectiva muito mais elevada, pois o amor é o maior desobstrutor e o maior protetor. Quando você vem de um lugar de amor, você se liberta; esta liberdade irá colocá-lo no caminho que você escolheu em comunhão com o Criador. Peça a mim ou a seus guias ajuda para seguir em frente com graça e realização.

EU SOU Mestre Kathumi

Victoria Cochrane — Fonte: https://eraoflight.com/
Annalisa Ernica e Marco Iorio Júnior — Tradutora e Editor exclusivos do Trabalhadores da Luz

Fonte: Trabalhadores da luz

Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: SAINDO DA BAIXA PARA A ALTA FREQUÊNCIA VOCÊ DÁ UM SALTO QUÂNTICO

DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: FREQUÊNCIA DE CURA ARCO-ÍRIS PARA DESBLOQUEAR A ENTRADA DE BOAS ENERGIAS NO NOSSO CORPO

Neste domingo, aqui na coluna DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL você vai conhecer uma técnica avançada de cura espiritual chamada frequência de cura arco-íris, que a Carla Marçal desenvolveu para neutralizar ou eliminar a camada negativa criada ao redor das células do nosso corpo, causando-nos problemas físicos e psicológicos devido aos nossos pensamentos e às nossas emoções. Convido você a ler o artigo completo a seguir e expandir um pouco mais a sua consciência!

Conheça a frequência de cura arco-íris

Arco-íris em céu azul.
paylessimages / 123RF

A frequência de cura arco-íris foi canalizada por Rodrigo de Aldebaran e é uma das técnicas mais avançadas de cura, tanto para os humanos como para todos os seres vivos do planeta Terra.

Essa é uma técnica avançada e, com ela, é possível romper a camada negativa criada ao redor das células do nosso corpo, uma camada que bloqueia a entrada de boas energias, pois a camada negativa nos prejudica, causando-nos problemas físicos e psicológicos devido aos nossos pensamentos e às nossas emoções. ⠀

O objetivo dessa técnica é neutralizar ou eliminar essa camada negativa, dissolvendo, assim, sentimentos de ódio, raiva, mágoas, frustrações, depressão, doenças celulares, obesidade, traumas, entre outros. Depois de dissolver essa camada, a frequência arco-íris blindará as células com frequência de cura.

No momento em que a frequência de cura arco-íris choca com o genoma humano, ela mexe com os padrões que você convive e está acostumado, pois atingem os padrões holográficos somatizado no corpo, desenvolvendo, assim, a verdadeira transformação.⠀

Mulher sentada em uma pedra à beira de um lago. Ela olha para montanhas.

Andre Furtado / Pexels

Indico essa técnica para dores em geral, para o equilíbrio dos chakras, a insônia, a depressão, a limpeza energética, a limpeza celular bem como a cura emocional, mental e espiritual. ⠀

Esse é um processo quântico/energético, em que o envio das frequências é feito pelas mãos e em conexão mental com o cliente.

Serve para humanos, animais e locais acerca de:

❈ Dores em geral;

❈ Desequilíbrios nos chacras;

❈ Limpeza energética de pessoas, animais e ambientes;

❈ Transmutação e limpeza celular;

❈ Cura emocional, mental e espiritual;

❈ Insônia;

❈ Depressão, entre outros.

Fonte: Eu Sem Fronteiras

Continuar lendo DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: FREQUÊNCIA DE CURA ARCO-ÍRIS PARA DESBLOQUEAR A ENTRADA DE BOAS ENERGIAS NO NOSSO CORPO

REFLEXÃO: A MENTE RACIONAL E A CONSCIÊNCIA INTUITIVA

Não é a toa que Eckhart Tolle é um dos mais respeitados pensadores de todos os tempos. Citado por pelo menos 9 de cada 10 estudiosos da mente humana. No texto escolhido para a nossa REFLEXÃO de hoje o extraordinário pensador faz um paralelo entre a mente racional e a consciência humana, mostrando que somos todos Consciência e que a mente racional pode ser muito poderosa, mas está resumida e restrita aos pensamentos e não alcança de longe o que na realidade é a nossa consciência. Convido você a ler o texto completo a seguir, refletir e fazer o seu juízo de valor!

Para além da mente racional

 em 

 

“É muito fácil uma pessoa ficar encarcerada nas suas próprias prisões conceituais.

Na ânsia de conhecer, de entender e controlar, a mente humana confunde as suas opiniões e pontos de vista com a verdade. Afirma: isto é assim.

Teremos de ser mais abrangentes do que o pensamento para percebermos que qualquer interpretação que se tenha sobre a “nossa vida” ou a vida e o comportamento dos outros, qualquer juízo que se faça sobre uma situação não é mais do que um ponto de vista, uma de muitas perspectivas possíveis.

Não passa de um amontoado de pensamentos. A realidade é um todo uno, onde todas as coisas estão entrelaçadas, onde nada existe em si e por si mesmo. Porém, o pensamento fragmenta a realidade, retalha-a em mil e um pedaços conceituais.

A mente racional pode ser um instrumento útil e extraordinário, mas também muito limitativo quando se apodera completamente da vida e o impede de ver que a mente não passa de um aspecto bastante diminuto da consciência que nós somos. ” (Eckhart Tolle – A Voz da Serenidade)

Luz e Paz!!

Fonte: Sabedoria Universal

Continuar lendo REFLEXÃO: A MENTE RACIONAL E A CONSCIÊNCIA INTUITIVA

AUTOCONHECIMENTO: SAIBA COMO PRATICAR O MINDFULNESS EM QUANQUER LUGAR

Nesta edição da coluna AUTOCONHECIMENTO estamos disponibilizando um material precioso para quem quer conquistar o equilíbrio corpo-mente-espírito. A Dra. Flávia Rebouças desenvolveu um material didático para você aprender a praticar o Mindfulness, a qualquer hora, em qualquer lugar. Leia o conteúdo a seguir e expanda sua consciência!

Material para praticar o Mindfulness em qualquer lugar

Mulher branca fazendo ioga na neve.
julief514 / 123rf

Amados leitores,

A razão pela qual escrevo como colunista do Eu sem Fronteiras é por ser um veículo que sempre disponibiliza informações de consciência, equilíbrio e expansão.

Como psicanalista e condutora de mindfulness, utilizo o mindfulness em sessões com resultados perceptíveis de melhora na qualidade de vida.

Inúmeros estudos científicos comprovam seus múltiplos benefícios, para quem desejar consultar na internet.

A prática meditativa, na qual a ancoragem está na percepção do momento presente, visa ao equilíbrio, à diminuição da ansiedade e à autopercepção.

Pensando nos benefícios, elaborei um material de fácil acesso para vocês, leitores.

A ancoragem no momento presente, por meio da chamada atenção plena, permite a reconexão consigo mesmo.

Nos tempos atuais, estamos cada vez menos conectados com o nosso sentir, com o nosso corpo e com as nossas necessidades. Em busca de produtividade e devido às demandas constantes, a ansiedade e os pensamentos acelerados podem dominar o dia a dia, deixando-nos sobrecarregados.

Certamente que podem afetar a saúde física e mental, tanto a sobrecarga quanto a ansiedade.

A prática meditativa de mindfulness pode ser guiada por voz, voz e música e por baralhos.

Para quem deseja encaixar durante as atividades do dia o mindfulness e não tem a prática já estabelecida, ser guiado por voz ou voz com música de fundo pode significar sonolência ou certa dificuldade em permanecer no estado meditativo.

Por essa razão, para pessoas que assim se percebem ao realizar a prática e até mesmo considerando a praticidade, disponibilizo cards de mindfulness.

Cartas do Mindfulness.
Imagens enviadas pela autora Flávia Rebouças.
Cartas do Mindfulness.
Imagens enviadas pela autora Flávia Rebouças.

Basta utilizar e seguir as regras simples contidas no material.

São práticas bem rápidas e perfeitas para encaixar no seu dia.

Informo apenas que o material não pode ser comercializado, a ideia é deixá-lo para uso livre, um presente para nosso autocuidado.

Espero que gostem e aproveitem bem o material!

Escrito por Flávia Rebouças

Fonte: Eu Sem Fronteiras

Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: SAIBA COMO PRATICAR O MINDFULNESS EM QUANQUER LUGAR

AUTOCONHECIMENTO: ALTA PERFORMANCE! SAIBA OQUE É E O QUE FAZER PARA MELHORAR, POR WAGNER BRAGA

Observe o que está atrapalhando sua perfomance! No vídeo de hoje, falei sobre alta performance através de um olhar matemático, colocando-a dentro de uma fórmula que pode ajudar a aumentar o desempenho profissional. Para isso, é preciso estar atento a tudo que pode estar atrapalhando sua produtividade diária e te mantendo dentro de uma zona de conforto. Assista ao vídeo completo a seguir e transforme a sua vida vivenciando a Alta Performance!

Fonte:

Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: ALTA PERFORMANCE! SAIBA OQUE É E O QUE FAZER PARA MELHORAR, POR WAGNER BRAGA

AUTOCONHECIMENTO: DESPERTAR É PRECISO PARA ENXERGAR O QUE SIGNIFICA O SEU NOVO PAPEL

A mensagem canalizada, que reproduzimos, aqui na coluna AUTOCONHECIMENTO deste sábado, cujo título, “seu novo papel”, aborda o tema da evolução consciencial. Fala acerca da transição do plano 3D para o plano 5D. Percebe que a maioria da humanidade ainda se encontra nesse plano material, apesar de o nosso planeta já vibrar na 5D. E é sobre esse novo papel que os seres despertos precisam assumir que o texto aborda, Então convido você a ler o artigo completo a seguir, refletir e fazer o seu juízo de valor! 

Seu novo papel

Mensagem canalizada em 18 de Junho de 2021 – O Coletivo

Queridos,

Embora a sua necessidade de estar certo seja um tópico que nós, dos Universos, tenhamos abordado antes, as energias recentes encorajaram alguns precursores a cavar mais fundo em suas convicções 3D. Todas as questões – tanto velhas quanto novas – estão agora disponíveis para revisão e discussão. Mesmo assim, alguns de vocês continuaram com suas crenças 3D em sua nova vida. Não há errado ou certo – apenas o que você precisa num dado momento. Outros com opiniões diferentes podem estar numa fase diferente, ou ajudando você a reconhecer as necessidades do novo você.

Às vezes, você não consegue perceber suas necessidades sem a repreensão de alguém que tenha uma visão oposta ou até semelhante. Você já sentiu a necessidade de experienciar algo, até que o fez e então percebeu que aquilo não é quem você é ou o que deseja ser? Assim é agora. Muitos de vocês estão ansiando por algo que pensam que querem, por causa das ações daqueles que têm visões opostas. Tais sonhos são uma reação, ao invés de uma ação do novo você. “Todos precisamos fazer isto para combater aquela ação terrível.”

Embora você possa sentir como se quisesse ser parte daquele combate, por favor pare por um momento para se certificar que ele é verdadeiro. No atual caos, provavelmente há muitos assuntos que o aborrecem. Não porque estes assuntos sejam uma parte do novo você, mas porque você deseja um mundo amoroso. O que agora está sendo mostrado, frequentemente parece o oposto daquele desejo.

Você é um ser único, com necessidades únicas. Você não é mais um salvador do mundo. Esta fase terminou quando você ajudou a Terra a passar da 3D para a 5D e além.

Você agora é um salvador pessoal – de si mesmo.

Então, revise suas necessidades atuais para determinar se o que você anseia vem do seu ser interior, ou é meramente uma continuação dos ‘deveria’ da 3D. Embora você deseje ajudar a criar paz na Terra, tal sonho só é eficaz se você iniciar a paz dentro de si. Você não é mais um cuidador de ninguém a não ser de si mesmo.

Durante as eras que você tem estado na Terra, a pessoa mais provável que você ignorou, não confiou ou nem mesmo gostou, foi você.

O papel do novo você é muito maior do que você imagina. Pois, se você e milhões de outros ouvirem suas vozes interiores, haverá mais paz na Terra do que vocês jamais imaginaram. O medo só é possível se você não confia ou gosta de si mesmo. Então, a primeira tarefa para o novo você é escutar seu coração. Não o seu medo. Não o que os outros querem, ou o que você pensa que precisa, mas seu coração. Seu coração, sua voz interna, não irão desviá-lo do caminho.

Até que você escute o seu eu interior, continuará a viver em medo, até raiva, sobre o quão terrível a Terra é para aquela pessoa, para o país, ou para aquele grupo.

A sua voz interna é a sua nova voz da razão.

A sua lógica e intelecto são apenas tão corretos quanto seu aprendizado nos livros ou experiências pessoais de medo. Lógica e intelecto são limitados ao que você e outros experienciam enquanto na Terra e como aquelas experiências foram compartilhadas. Sua voz interna é o seu conhecimento universal, mais todas as experiências relacionadas. Ela é maior, mais profunda e não baseada no medo, porque aqueles elementos universais são amor.

Claro, esta última declaração parece um pouco sem fundamento. Mas, saiba que sua voz interna é muito mais sábia e mais personalizada do que jamais foi verdade de sua lógica terrena. A totalidade de sua lógica terrena é baseada no medo. “Se eu fizer isso, aquilo não vai acontecer.” A sua voz interna é amor. “Se eu fizer isso, vou adicionar ou completar meu papel pessoal em auxiliar a mudança do medo para o amor.”

É hora de ouvir sua voz interna, não porque você tem que, mas porque ao fazê-lo, você passará do medo para o amor.

A versão 3D é que tal mudança aconteça somente em massa. E desde que nunca houve um consenso global dos seres da Terra, a esperança de uma Terra amorosa e pacífica nunca acontece. Então, este novo papel terreno que você agora está inaugurando, é sobre mudar a si mesmo e, ao fazer isso, você fará mais para o consenso de grupo do que qualquer movimento, partido político ou discussão jamais criados na 3D.

A 3D era sobre falar e esperar que os outros experienciassem as mesmas sensações que você. E subjacente a cada ação, estava o pensamento sutil se outros daquele grupo estavam dizendo a verdade, ou se eram tão comprometidos quanto você.  Agora que milhões estão começando a ouvir sua voz interna, verdade ou comprometimento não serão uma preocupação. Pois quando participantes de grupos despertos não estiverem mais interessados, eles seguirão em frente. Assim como você pode pular de um interesse a outro, baseado em sua voz interna de certeza, ao invés de necessidades financeiras ou popularidade.

Então, comunidades de pessoas com mentes semelhantes irão se formar, até que a paz na Terra seja verdade. Não porque um grupo decidiu que tal deve ser verdade, mas porque a competição, o poder direcionado ao externo e a ganância não serão mais interessantes para aqueles participando. E aqueles que desejam experienciar as sensações 3D mencionadas antes, encontrarão outros como eles.

Você percebe o quão desconfortável um humano 3D se sentiria numa comunidade sem medo ou lutas pelo poder?

Vocês agora são seres em um novo mundo aprendendo a seguir sua voz interna de amor, ao invés de sua voz de medo da 3D direcionada para o exterior.
Assim seja,
Amém.

Brenda Hoffmann — Fonte: https://lifetapestrycreations.wordpress.com/
Roseli Giusti Zahm e Marco Iorio Júnior — Tradutora e Editor exclusivos do Trabalhadores da Luz

Fonte: Trabalhadores da Luz

Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: DESPERTAR É PRECISO PARA ENXERGAR O QUE SIGNIFICA O SEU NOVO PAPEL

AUTOCONHECIMENTO: QUAL A DIFERENÇA ENTRE SIMPATIA, EMPATIA E COMPAIXÃO?, POR WAGNER BRAGA

Existem sentimentos que não podemos confundir, precisamos entender e desenvolver! No vídeo de hoje, falo um pouco sobre simpatia, empatia e compaixão, três sentimentos que tem relação, mas são diferentes um do outro. Explico que é cada um para mostrar a diferença entre eles e como eles impactam a nossa vida!

Fonte:

Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: QUAL A DIFERENÇA ENTRE SIMPATIA, EMPATIA E COMPAIXÃO?, POR WAGNER BRAGA

DICA DE LIVRO: COMO SE TORNAR SOBRENATURAL DE DR. JOE DISPENZA

Quarta-feira é dia de DICA DE LIVRO no Blog do Saber e hoje temos mais uma sensacional obra do Best Seller Joe Dispenza, onde o autor  baseia-se em pesquisas realizadas em seus workshops avançados desde 2012 para explorar como as pessoas comuns estão realizando o extraordinário para transformarem a si mesmos e suas vidas.

Depois dos fantásticos best-sellers Quebrando o hábito de ser você mesmo e Você é o Placebo, Sobrenatural une as informações científicas mais profundas e avançadas com a sabedoria antiga para mostrar como pessoas como você e eu podemos experimentar uma vida mais mística. Os leitores aprenderão que somos literalmente sobrenaturais por natureza, se recebermos o conhecimento e as instruções apropriados. Quando aprendermos a aplicar essas informações por meio de várias meditações, seremos capazes de experimentar uma expressão maior de nossas habilidades criativas; teremos a capacidade de sintonizar frequências além do nosso mundo material e receber fluxos de consciência e energia mais ordenados e coerentes; poderemos intencionalmente mudar a química do cérebro para iniciar experiências transcendentais profundamente místicas; e ainda, em um nível mais avançado, poderemos desenvolver a habilidade de criar um corpo mais eficiente, equilibrado e saudável, uma mente mais ilimitada e maior acesso aos reinos da verdade espiritual.
Os tópicos deste livro incluem:

• Desmistificando os 7 centros de energia do corpo e como você pode equilibrá-los para curar
• Como se libertar do passado, recondicionando seu corpo a uma nova mente
• Como você pode criar realidade no momento presente generoso, mudando sua energia
• A diferença entre criação de terceira dimensão e criação de quinta dimensão
• A ciência secreta da glândula pineal e seu papel no acesso aos reinos místicos da realidade
• A distinção entre realidades espaço-tempo versus tempo-espaço
• E muito mais

Um livro que você não pode deixar de ter em sua cabeceira!

Fonte: Acervo de Wagner Braga

 

Continuar lendo DICA DE LIVRO: COMO SE TORNAR SOBRENATURAL DE DR. JOE DISPENZA

ARTIGOS: NOSSAS CRENÇAS LIMITANTES PODEM E DEVEM SER QUESTIONADAS

Exemplos de Crenças Limitantes - Portal

Hoje quero falar de uma coisa que, na minha mente, é muito clara, lógica e óbvia. A caminhada da humanidade ao longo de sua história é evolutiva. No que tange ao intelecto qualquer um consegue enxergar do estado que o homem saiu da pré-história e tudo que conquistou em termos tecnológicos. Mas, quando nos voltamos para o aspecto espiritual e emocional, verificamos o quão está defasada essa evolução. O quanto ainda somos altamente dependentes das antigas crenças limitantes que carregamos geração após geração, entranhadas no inconsciente coletivo. Essas crenças limitantes em grande parte tem a ver com religião, dogmas e moral, que vem da antiguidade, do Antigo Testamento Bíblico. Uma moral que não se sustenta nos dias atuais e precisa ser substituída.

– Você deve estar se perguntando, então em que devo acreditar?

Eu te respondo: primeiro você precisa adquirir conhecimento. O conhecimento mais amplo possível. Por exemplo, conhecer as outras religiões que você não conhece. Tem gente que só de pensar em ler ou estudar sobre outras religiões pode ser castigado(a) e assim se mantem ignorante, com uma visão limitada sobre tudo e assim é facilmente manipulado(a) pelo primeiro aproveitador que cruzar o seu caminho. Quando Jesus disse: “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”, ele quis dizer exatamente que se você não conhece o que há do outro lado da montanha você jamais será livre para escolher onde morar. Jamais saberá se do outro lado a vista é mais bonita e morrerá com a eterna dúvida. Quando Deus nos deu o livre arbítrio e nos diferenciou de todos os demais seres vivos da face da terra, ele nos deu a “liberdade” de escolher qual o caminho a seguir.

O nosso aprendizado é saber conciliar essa liberdade de escolher com a melhor escolha e a melhor escolha passa pela total obediência às Leis Universais. Não estou falando de “Tábuas das Leis” ou “10 mandamentos”. Isso não tem nada a ver com religião, mas com Leis Cósmicas Universais que comandam o universo, cujas principais delas são a “Lei da Atração” e a “Lei de Causa e Efeito”. A partir do momento que o homem entende algo tão simples, ele dá um salto quântico, alinha o espiritual com o intelectual e o mental e muda de plano espiritual.

Convido você a refletir sobre estas palavras, fazer o seu juízo de valor e expandir sua consciência!

Paz e Luz!

Namastê!

Wagner Braga

Continuar lendo ARTIGOS: NOSSAS CRENÇAS LIMITANTES PODEM E DEVEM SER QUESTIONADAS

AUTOCONHECIMENTO: A VERDADE QUE NOS LIBERTA ESTÁ DENTRO DE NÓS

A enigmática frase pronunciada por Jesus há 2000 anos  é o destaque da nossa coluna AUTOCONHECIMENTO desta segunda-feira. Apesar do tempo e das infinitas reflexões sobre esse tema a maioria da humanidade ainda não entendeu o real significado da frase: “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. Convido você a ler o curto texto a seguir, entender o significado e transformar a sua vida! 

A verdade que nos liberta da autossabotagem: seja quem você nasceu para ser!

Homem sentado em um galho de árvore, cortando o próprio galho com uma serra
Photoschimidt / Getty Images Pro / Canva

Sabe quando estamos prestes a alcançar algo incrível, que sempre desejamos, e, de repente, surgem dúvidas em nossa mente? Aquela voz inconsciente e hesitante, que se questiona: “Será que vai dar certo mesmo?”

Sempre que isso ocorre, diversos gatilhos são acionados em nossa mente, fazendo com que as crenças limitantes se manifestem.

Afirmações do tipo: “É bom demais para ser verdade”, “Alegria de pobre dura pouco”, “Quando a esmola é demais, o santo desconfia” revelam muito sobre a maneira como vemos nós mesmos e o mundo. Tais crenças geram o sentimento de escassez, de insegurança, de desamparo, revelando que não nos consideramos dignos de merecer as bênçãos que o divino criador preparou para nós.

O nosso coração merece vibrar de emoção a cada nascer de um sonho. A nossa mente merece fluir e se expandir, de modo acessar as infinitas possibilidades do Universo. Assim como nós somos manifestação da consciência divina, nossos sonhos são manifestações do propósito de nossa alma.

A crença de não merecimento deve ser transmutada à luz de nossa consciência. O Universo é abundante e perfeito, em plena harmonia com o todo.

Basta contemplarmos essa verdade para entendermos que só precisamos persistir e seguir em frente! Sejamos quem nós realmente nascemos para ser, sem que nos paralisemos pelas expectativas ou frustrações alheias. Sejamos a verdade que pulsa em nosso coração e que enche a nossa alma de esperança.

“Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará” João 8:32

Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: A VERDADE QUE NOS LIBERTA ESTÁ DENTRO DE NÓS

AUTOCONHECIMENTO: RESGATANDO A CRIANÇA INTERIOR

O nossa coluna AUTOCONHECIMENTO deste sábado nos trás um artigo que é um verdadeiro roteiro pelo nosso ser interior e que nos leva ao encontro da nossa criança interior, para finalmente nos conectar com a nossa verdade, a nossa realidade expandida, a nosa liberdade emocional e você não pode perder essa oportunidade de fazer essa jornada libertadora. Portanto, o que está esperando comece agora esses 5 minutos de leitura essenciais e transforme a sua vida!

Liberdade emocional a partir do cuidado com a criança interior

Ilustração de cabeça adulta e cabeça infantil dentro.
pogonici / 123rf

A maioria das pessoas deseja se sentir segura e emocionalmente independente. Mas a realidade é que grande parte se mantém apegada aos traumas e dramas experienciados no passado, revivendo, em um looping contínuo, as feridas emocionais de infância.

Por isso integrar a criança interior é um passo fundamental para o amadurecimento, conquista da independência emocional e, muitas vezes, liberdade em outras áreas da vida, como financeira e profissional.

A criança interior não é uma criança literal, e sim uma parte da nossa psique que está relacionada à espontaneidade, criatividade, alegria e abertura às novidades da vida.

No entanto, quando experienciamos feridas emocionais profundas na infância (e todos nós em alguma medida as experienciamos), essa parte da psique se apresenta em insegurança, dificuldade de calibrar os próprios sentimentos (indo para o extremo das explosões ou do desligamento emocional), medo de criar vínculos, comportamento autodestrutivo, tendência a criar relacionamentos abusivos e mais uma série de situações interessantes que limitam o nosso SER.

O primeiro passo para transformar essa situação é tomar consciência de que existe essa criança dentro de você. E observar quando é que ela vem à tona, ou seja, quando é ela que fala por você.

Quando você perde o controle, grita, se ressente, se frustra, sente medo da vulnerabilidade, se isola ou evita entrar em contato com os próprios sentimentos, questione-se:

“Quem é que fala em mim?”

“Meu adulto ou minha criança?”

“Verdade, um adulto maduro reagiria assim?”

“O que minha criança necessita nesse momento e não está conseguindo comunicar?”

“Em que situação eu me senti assim quando era criança?”

Mulher asiática sendo iluminada pelo sol com os olhos fechados.

andrey_rage / Reshot

Sugiro também que você pegue uma foto sua de infância, se conecte com aquela imagem, baixe suas barreiras e escreva uma carta para sua criança.

Escreva sobre tudo o que vier à sua mente, sem filtro. Sobre as situações de tristeza, frustração, ressentimento, humilhação, críticas excessivas, sensação de abandono e de rejeição. Conte para ela como essas situações ainda reverberam em você, os impactos que permanecem.

Diga que você sente muito por tudo o que ela passou. E que você a ama e a aceita como ela é. Deixe claro que ela é importante para você e que você está aberta a escutá-la, cuidá-la e nutri-la, independentemente do que tenha ocorrido no passado.

Você vai perceber como trazer esses episódios para a consciência pode ser libertador. E o quanto pode aumentar sua percepção sobre seus sentimentos e suas escolhas atuais.

Além disso, a seguir vou colocar uma lista de óleos essenciais que ajudam a cuidar dessa criança interior.

Por meio da aromaterapia vibracional, podemos equilibrar nosso campo energético com a energia da planta e o aprendizado que ela nos traz. Além disso, os óleos essenciais têm atuação imediata sobre o sistema límbico cerebral, área responsável pelas emoções e memórias.

Vou sugerir aqui um óleo para cada uma das feridas emocionais mais comuns na infância. A ideia é que você utilize esses óleos essenciais por inalação (1 gota no colar aromático pela manhã) por um mês.

Aproveite e faça um diário sobre seus sentimentos e emoções durante esse período. Escreva também sobre as memórias que forem acessadas com o auxílio da aromaterapia vibracional.

Ylang ylang e a ferida do abandono

O medo do abandono é uma das feridas emocionais mais comuns. A criança necessita passar por uma transição da fusão com a mãe para a percepção de si mesma de uma maneira tranquila, sentindo-se segura para estar só em alguns momentos.

Óleo essencial que trabalha a relação com a mãe e a formação do vínculo seguro. Resgata o poder do feminino, desperta o amor próprio, o acolhimento e a gentileza consigo mesmo, permite que você cuide e nutra a si mesma.

Bergamota e a ferida do medo da rejeição

O medo da rejeição nos impede de vivermos muitas possibilidades na vida. Impacta nossos relacionamentos afetivos. Interfere em nosso sucesso profissional por estar ligado ao medo da exposição e do julgamento.

O óleo essencial de bergamota atua no resgate da autoconfiança, autovalorização e retomada do poder pessoal. Diminui a ansiedade em se expor e a timidez derivada do medo da rejeição.

Abeto siberiano e a ferida da humilhação

Alguns pais, principalmente nas décadas passadas, acreditavam que criticar constantemente um filho poderia ser uma motivação para que ele se aprimorasse. Mas as críticas excessivas causam enorme abalo na autoestima da maioria das crianças. Elas passam a ter a percepção de si mesmas como erradas da maneira como são.

Um adulto que passou por isso tende a culpar-se por tudo o que acontece em sua vida. Sente-se inadequado, tem medo de ser vulnerável e, por vezes, torna-se extremamente racional para se proteger da dor.

Homem branco de olhos fechados usando um boné e capuz de casaco.

Samuel Branch / Unsplash

O óleo essencial de abeto siberiano ajuda a liberar essa sensação de culpa, diminui a crítica excessiva e a autossabotagem.

Rosas e a ferida emocional da violência

Toda criança deveria ser poupada da violência devido ao impacto que isso gera em seu desenvolvimento. E isso é, inclusive, um direito do Estatuto da Criança e do Adolescente.

No entanto, sabemos que a violência, seja física ou verbal, está presente em boa parte dos lares no Brasil. Mesmo quando essa criança não é diretamente agredida, e sim testemunha das agressões, o trauma permanece. E se manifesta em medo, insegurança, dificuldade de confiar, submissão a relacionamentos onde existe abuso.

O absoluto de rosas é um dos óleos essenciais de mais alta vibração na natureza. Por isso trata traumas profundos, ressentimentos e mágoas antigas, conferindo a sensação de proteção divina e maternal.

Pode ser utilizada também para casos de abusos sexuais, contribuindo para que a pessoa, agora adulta, consiga se relacionar afetivamente de maneira saudável.

Escrito por Juliana Bernardo

 

Fonte: Eu Sem Fronteiras

Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: RESGATANDO A CRIANÇA INTERIOR

BOAS NOTÍCIAS: MULHER DOA RIM PARA EX DO SEU MARIDO APENAS DOIS DIAS APÓS SEU CASAMENTO

Uma linda e inusitada história de amor é o destaque desta edição da coluna BOAS NOTÍCIAS. Essa história de amor é inusitada porque não entre um casal, seja hétero ou homo afetivo, mas entre duas “rivais”. Uma mulher apenas dois dias depois do seu casamento ela doou seu rim para a ex-esposa do seu marido. Então convido você a ler o artigo completo a seguir e conhecer o conteúdo desta linda história.

2 dias após o casamento, noiva doa rim para a ex-esposa do noivo

Quando uma mulher se casa, ela geralmente recebe muitos presentes. Mas uma noiva de grande coração decidiu recentemente que era melhor dar do que receber. Na verdade, ela deu o maior presente de todos – o presente da vida.

Apenas dois dias depois de fazer seus votos, Debby Neal-Strickland, na Flórida, trocou seu vestido de noiva por um vestido de hospital para doar um rim desesperadamente necessário. O destinatário sortudo? Ex-esposa de seu novo marido.

Debby e Jim Strickland são um casal dedicado há uma década. Durante o namoro, Jim manteve um relacionamento cordial com sua ex, Mylaen Merthe, criando seus dois filhos amigavelmente, e embora Debby e Mylaen não fossem particularmente próximos, eles se davam bem.

E é provavelmente assim que o relacionamento teria permanecido até que o destino ditasse o contrário.

Mylaen, que há muito sofria de doença renal, piorou mais ou menos na mesma época em que soube que sua filha estava grávida de seu primeiro neto. Seus rins funcionavam com apenas 8% da capacidade normal. Sem um transplante, suas chances de sobrevivência diminuíam a cada dia.

A busca por um doador compatível começou. O irmão de Mylaen não era um candidato viável – mas milagrosamente, Debby era.

Para Debby, o pensamento de uma criança crescendo sem conhecer sua avó – de uma filha lidando com a dor quando deveria se concentrar nas alegrias da nova maternidade – não era algo que ela estava disposta a deixar acontecer se pudesse fazer algo para impedir isto.

Tendo perdido um irmão para fibrose cística enquanto esperava por um transplante de pulmão, ela sabia que o tempo era essencial. Com a luz verde na amostra de tecido e exames de sangue, Debby agendou de bom grado a cirurgia que salvou a vida da ex-esposa de seu marido apenas 48 horas após seu casamento.

“Foi o dia mais incrível da minha vida, até dois dias depois. Esse também foi o dia mais incrível da minha vida ”, disse Debby à Fox News .

Desde o procedimento bem-sucedido, Mylaen e Debby se uniram e agora se referem uma à outra como “irmãs renais”. Mylaen está vendo seu novo neto Jackson crescer na casa que ela atualmente divide com sua filha e genro, mesmo com a família de seis filhos adotivos e netos de Debby e Jim se expandindo para incluir Mylaen e sua ninhada em seu abraço amoroso.

E tudo graças a um “gesto do coração”.

“É disso que se trata o mundo. Família. Precisamos ficar juntos ”, disse Mylaen à FOX. “Ela salvou minha vida.”

Fonte: Good News Network

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: MULHER DOA RIM PARA EX DO SEU MARIDO APENAS DOIS DIAS APÓS SEU CASAMENTO

AUTOCONHECIMENTO: TRABALHE A SUA INTUIÇÃO E VIBRE ALTO, POR WAGNER BRAGA

O que desperta o medo no homem é a falta de consciência! No vídeo de hoje, falo sobre intuição e frequência vibracional, assunto extremamente importante no período que estamos vivendo, pois precisamos desenvolver nossa intuição para crescer espiritualmente e passar por esses tempos difíceis enxergando as coisas com mais positividade.

Fonte:

Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: TRABALHE A SUA INTUIÇÃO E VIBRE ALTO, POR WAGNER BRAGA

REFLEXÃO: A REAL DECISÃO DE MUDAR SE DÁ COM A EXPANSÃO DA CONSCIÊNCIA

O texto que apresentamos hoje, aqui na coluna REFLEXÃO trata da “real decisão de mudar”. Normalmente, o homem, só consegue mudar um hábito, quebrar paradigmas e/ou abandonar as crenças limitantes, depois de um grande susto, trauma ou até mesmo depois de vários sustos e situações traumatizantes. Em casos mais raros essa mudança se dá em pessoas que estão em um nível consciencial mais evoluído. No caso de um garoto como o do exemplo do texto a seguir está mais para uma consciência mais evoluída. De uma forma ou de outra a real decisão de mudar só se dá depois de muitas experiências frustrantes. Leia o texto completo a seguir, reflita e faça o seu juízo de valor! 

A real decisão de mudar

Em uma grande cidade do Brasil, um garoto de oito anos crescia sob os cuidados do irmão, apenas dois anos mais velho que ele, pois os pais precisavam trabalhar o dia todo. Apresentava dificuldades na escola.

Sua professora, ao invés de incentivá-lo a melhorar, expunha suas dificuldades à classe de maneira jocosa, e disse à sua mãe que ele não tinha mais jeito.

O garoto, sentindo-se cada vez mais incapaz, repetiu pela segunda vez o mesmo ano escolar. Revoltado, assaltou a cantina da escola com um revólver de brinquedo que ganhara, sendo, a seguir, expulso da escola.

Sem obrigações, passou a ficar na rua o dia todo e fez-se acompanhar de outros garotos desocupados. Começaram a assaltar pessoas, roubar carros e usar drogas.

Alguns anos depois, alguns de seus colegas de crime perderam suas vidas em função de dívidas com traficantes. Ele teve a certeza de que seria o próximo.

Com medo, procurou uma educadora que criara uma Fundação no bairro onde morava, e que ensinava atividades como idiomas e música a jovens carentes.

Ela o aconselhou a sair das ruas, pelo menos por algum tempo. Para ajudá-lo a passar o tempo, emprestou-lhe um livro. Era o primeiro livro que ele lia em sua vida, e foi o suficiente para arrebatá-lo.

Vieram, então, outros livros e a decisão de procurar um emprego. Na Fundação que o ajudara, conheceu outros jovens que estudavam para o vestibular.

Conseguiu apostilas e passou a estudar no intervalo do emprego. Fez supletivo aos 21 anos e prestou vestibular para um curso de línguas em uma Universidade pública de renome. Foi recompensado.

Ainda cursando a Universidade conseguiu voltar à escola de onde fora expulso: agora como professor de português.

Depois de formado, seguiu os estudos ingressando na pós-graduação em Educação Social. Hoje, trabalha em uma entidade não governamental na região onde mora.

Escreveu um livro sobre o assunto e deseja mostrar, com seu exemplo, que é possível mudar, que nada é irremediável.

* * *

O que o garoto fez para mudar o curso de sua jornada? O medo de perder a própria vida foi para ele um incentivo importante para mudar de rumo.

Ele ouviu sua própria intuição que o levou a procurar ajuda no local certo. Encontrou alguém que acreditou nele, e o mais importante: ele realmente decidiu mudar.

Como aquela educadora que o acolheu, há incontáveis pessoas e instituições que hoje se dedicam a auxiliar criaturas em situação econômica precária, drogaditos, presidiários, dando-lhes oportunidades.

Mas, em toda e qualquer situação, o auxílio não muda realmente o indivíduo, a não ser que ele mesmo decida mudar.

Reflitamos sobre as numerosas mudanças que decidimos fazer em nossas vidas, mesmo que pequenas, e que, muitas vezes não passam da vontade, diante do comodismo e dificuldades que criamos para não mudar.

A história desse jovem nos serve de lição e de exemplo sobre a real decisão de se modificar e superar a própria condição.

Redação do Momento Espírita com base na reportagem O ladrão que virou professor, publicada no Caderno Cidades, do jornal “on line” estadão.com.br

Fonte: Momento de Reflexão

Continuar lendo REFLEXÃO: A REAL DECISÃO DE MUDAR SE DÁ COM A EXPANSÃO DA CONSCIÊNCIA

ARTIGOS: ALINHE OS SEUS PENSAMENTOS E SENTIMENTOS AO SEU AUTOCONHECIMENTO

Pensamentos conduzem a sentimentos.... T. Harv Eker - Pensador

Todos somos feitos de pensamentos e sentimentos. O sentimento puro, sem significado é só um sentimento que se originou num pensamento e pode passar despercebido pela sua vida ou pode transformar a sua vida caso sua mente imprima significado. Ao imprimir significado o sentimento se transforma em emoção e as emoções produzem ações. E são essas ações que realmente transformam a sua vida.

Portanto se quer transformar sua vida de alguma forma , e claro, para melhor, assuma o controle dos seus pensamentos e sentimentos, comece a exercitar mentalmente o autoconhecimento, através da quebra de paradigmas e a reprogramação do subconsciente imprimindo significado aos seus sentimentos e consequentemente, também, assumindo o controle das suas emoções. Ao conquistar esse estado de espírito você estará apto a assumir o controle total da sua vida e desta forma ser 100% responsável pela sua realidade.

Você não precisa acreditar no que estou dizendo, mas pode fazer um teste, uma pequena experiência que não custa nada, apenas um pouco do seu tempo, que não terá sido em vão se lhe trouxer o resultado esperado. Pior será se não tentar, pois jamais saberá se teria dado certo. Já se tentar, com vontade, e não der certo você terá certeza que a sua crença está correta e isso é importantíssimo nesse mundo de tantas incerteza!

Wagner Braga

Continuar lendo ARTIGOS: ALINHE OS SEUS PENSAMENTOS E SENTIMENTOS AO SEU AUTOCONHECIMENTO

AUTOCONHECIMENTO: VIVER O HOJE E O AGORA É O ÚNICO CAMINHO PARA ELEVAR A CONSCIÊNCIA

O texto desta segunda-feira, aqui na coluna AUTOCONHECIMENTO é bastante reflexivo, pois nos alerta para o que estamos fazendo da nossa vida no presente momento. É um convite a viver e usufruir do hoje e do agora para que possamos elevar a consciência e o amor, único baluarte para se alcançar a vida plena. Portanto, convido você a ler com atenção o curto, porém sábio texto a seguir!

O que fazer para elevar a consciência e o amor?

Mulher branca e loira segurando mão de homem branco.
Junior Skumbag / Unsplash

Tem uma frase do David R. Hawkins que diz assim:

“Faça da sua vida um presente e eleve toda a humanidade sendo gentil, atencioso, misericordioso e compassivo em todos os momentos, em todos os lugares e em todas as condições, com todos, incluindo a si mesmo. Esse é o maior presente que alguém pode dar.”

Nós sabemos que o único momento que existe é o agora.

Estar no momento presente nos ajuda a enxergar as oportunidades que a vida nos dá, os sorrisos sinceros, o amor das pessoas, e principalmente nos fazer perceber como estamos nos sentindo por dentro.

Quando deixamos que nossa mente vague por aí acabamos não ouvindo nosso coração, nossas necessidades e é por isso que surgem tantas dúvidas, medo e decepções. Nossa mente é como um barco a velas. As velas do barco são as atenções que nos direcionamos para que as mesmas conduzam nosso barco, isto é, nossa mente.

Você já se perguntou para onde tem direcionado suas velas? Qual atenção você tem dado e nutrido para que a sua mente viaje?

Aprenda a ser um senhor dos seus sentidos. Nutra os bons pensamentos e sentimentos. Aprenda a focar no momento presente, percebendo como é pleno. Aliás, ele é tudo o que nós temos.

Que possamos focar no agora. Só ele importa, só você importa, deixe o depois para depois, e o que passou não volta mais. Que você possa cada vez mais se permitir soltar as amarras do passado ou a incerteza do futuro para começar a viver o hoje.

Aproveite esse presente que Deus nos dá a todo instante sendo bondosos, carinhosos e tendo muita empatia!

Eleve sua consciência, eleve o seu amor!

Um beijão no seu coração!

Escrito por Carla Marçal

Fonte: Eu Sem Fronteiras

Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: VIVER O HOJE E O AGORA É O ÚNICO CAMINHO PARA ELEVAR A CONSCIÊNCIA

DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: O MOMENTO É DE DESPERTAR DA CONSCIÊNCIA PARA MUITOS HUMANOS

Uma curta mensagem para você refletir é o destaque deste domingo, aqui na coluna DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL. O curto texto fala sobre o momento de cura e mudanças na Consciência que estamos vivendo neste exato momento em busca da desafiadora e tão sonhada liberdade. Convido você a ler, refletir e fazer o seu juízo de valor! 

O momento de cura e mudanças na Consciência

Mensagem de 31 de Maio de 2021

Estamos em uma janela de tempo que detém um espaço muito poderoso para mudanças reais, tanto interna quanto externamente. Com Mercúrio agora retrógrado, temos a oportunidade de mudar a forma como pensamos, como nos percebemos e, como resultado, como vivemos. Para alguns, este será um momento de maravilhosas percepções e liberdade. Para outros, surgirão percepções dolorosas e desafiadoras. Seja qual for a experiência, este é um momento de cura e mudança de consciência, onde podemos examinar o passado com a mente e o coração abertos.

Durante este Mercúrio retrógrado, você é encorajado a questionar suas maneiras usuais de pensar, perceber e se comunicar. Como tal, você pode esperar ter uma visão mais clara de seu propósito, do significado de sua vida, de suas experiências e de seu passado. Use este tempo para explorar diferentes maneiras de pensar e de ser que lhe permitam obter uma compreensão mais profunda de si mesmo e da nova vida que está sendo incentivado a criar. Preste atenção ao que está caindo e o que está sendo trazido à sua consciência. Esteja ciente de que o eclipse da semana passada ainda está operando em sua consciência e qualquer desconforto, confusão e resistência que você estiver sentindo estará revelando o que ainda precisa ser mudado ou transformado dentro de você.

Muito Amor,

Kate Spreckley © 2020 — Fonte: https://www.spiritpathways.co.za/
Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br: Tradução — Marco Iorio Júnior — Editor exclusivo do Trabalhadores da Luz

Fonte: Trabalhadores da Luz

Continuar lendo DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: O MOMENTO É DE DESPERTAR DA CONSCIÊNCIA PARA MUITOS HUMANOS

REFLEXÃO: FAZER A RUPTURA COM CONSCIÊNCIA NOS PERMITE FOCAR NO PRESENTE E NOS APROXIMARMOS DE NÓS MESMOS

A nossa REFLEXÃO desta terça-feira é sobre Ruptura e Reparo. A ruptura que devemos ter com o passado, apesar de não podemos deixar de ver o que vimos. Mas podemos estar presentes um com o outro, hoje. E podemos dar cada passo conscientemente, lentamente, com cuidado, ouvindo e com o coração aberto. Podemos fazer essa ruptura com consciência. Não podemos voltar atrás. Mas podemos focar no presente e nos aproximarmos de nós mesmos. Portanto convido você a ler o artigo completo a seguir, refletir e fazer o seu juízo de valor!

Ruptura e Reparo

 em 

 

“Primeiro, há a ruptura. E então há o reparo.

A velha dor ressurge, irrompendo das profundezas de nosso inconsciente. O status quo – nosso antigo senso de ‘segurança’ – se estilhaça em um bilhão de pedaços. Sentimo-nos desorientados, sem fundamento, dispersos, sem saber para onde nos voltar.

Um velho mundo desmoronou, um novo mundo ainda não se formou. Nós nos perdemos? Encontramos o estranho espaço do Agora, pura presença, crua, nos dando nascimento aqui, desprotegidos por velhos sonhos, nada para nos agarrarmos, nada para agarrarmos.

Até mesmo nossos conceitos desatualizados de ‘Deus’ se transformam em pó. E então, lembramos de respirar, sentimos nossos pés no chão e observamos a mente girando, em vez de nos perdermos nela. Nosso mundo está fora de controle, mas talvez não estejamos. Nós sentimos o que sentimos. Com medo. Nervoso. Entorpecido. Triste. Sozinho. Inseguro. Seguro. Qualquer que seja.

Comprometemo-nos a sentir isso plenamente hoje, a não nos dissociar desta vez. Um sentimento é apenas um sentimento, não um fato, e a presença pode contê-lo, e somos mais fortes do que imaginamos. Choramos, gritamos, mas estamos reparando, nosso amor.

Nós quebramos para curar, quebramos para consertar, quebramos para sermos inteiros. Velhas energias emergiram agora para serem abençoadas com amor, aceitação, ternura, perdão, compreensão. Não podemos voltar a ser como as coisas eram. Devemos deixar a velha ‘segurança’ morrer. (Não era nenhuma segurança para nós, de qualquer maneira.)

Não podemos deixar de ver o que vimos. Mas podemos estar presentes um com o outro, hoje. E podemos dar cada passo conscientemente agora, não automaticamente, habitualmente, mas conscientemente, lentamente, com cuidado, ouvindo e com o coração aberto. Podemos limpar essa ruptura com consciência. Podemos ficar perto neste momento de vulnerabilidade. Não podemos voltar atrás. Mas podemos ir para o Presente. Podemos nos aproximar de nós mesmos.” 👇🏻

Luz e Paz!

fonte: eter_quintessência

Fonte: Sabedoria Universal

Continuar lendo REFLEXÃO: FAZER A RUPTURA COM CONSCIÊNCIA NOS PERMITE FOCAR NO PRESENTE E NOS APROXIMARMOS DE NÓS MESMOS

DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: A CADA UM SERÁ DADO SEGUNDO SUAS OBRAS

Agradeço imensamente ao divino pela graça de ter me encontrado com o texto de profunda sabedoria a seguir, pois é de uma clarividência impressionante quando interpreta as enigmáticas palavras de Jesus, “a cada um será dado segundo suas obras”, e faz uma comparação metafórica da nossa consciência com a “caixa preta” do avião. Um texto que você não pode deixar de ler se está em busca da expansão da consciência!

ESTAMOS EXPANDINDO NOSSA CONSCIÊNCIA – Roda do Arco Íris – Índigo Cristal Diamante

Nossa consciência

Quando os noticiários tratam de acidentes com aeronaves, é comum ouvirmos falar da “caixa preta”, que apesar da destruição do avião, é preservada, porque estruturada com o fim de registrar as causas do desastre. Fazendo um paralelo, podemos dizer que nossa consciência é a “caixa preta” na qual ficam registrados nossos pensamentos e atos, sem que a morte logre apagar, uma vírgula sequer, de tudo quanto fizemos.

Assim, aqueles que não conseguimos conceber o mecanismo do qual se servem as leis divinas para contabilizar os equívocos e acertos cometidos, podemos imaginar, por analogia, de que forma isso acontece.

Ora, se os homens, criados por Deus, têm meios de construir um compartimento numa aeronave, capaz de registrar as ocorrências para posterior análise, por que é que Deus, a inteligência suprema do universo, não teria melhores condições de preservar, em nossa consciência, os registros necessários?

Aqueles que pensam que a morte do corpo físico apagará nossos feitos, estam deveras equivocados.

Se assim não fosse, como entender o dizer de Jesus, que “a cada um será dado segundo suas obras”?

Mas como é que nós responderemos perante as leis, se não as conhecemos?

Os espíritos superiores dizem que as leis divinas estão inscritas na nossa consciência, dessa forma, não poderemos alegar ignorância.

A afirmativa evangélica de que todos os pecados serão perdoados, exceto os que forem cometidos contra o espírito, fala dessa realidade.

Os pecados contra o espírito, são as infrações cometidas contra a consciência, isto é, os equívocos conscientes.

Podemos afirmar, sem medo de errar, que muitas das atitudes equivocadas, não têm o aval da nossa consciência, pois sabemos que estamos agindo mal.

Essa voz interior, que nos acode à mente quando planejamos uma ação má, é a voz da consciência a nos advertir para que não a concretizemos. O que ocorre, na maioria das vezes, é que não lhe damos ouvidos.

Se mesmo na justiça humana, há distinção entre o crime doloso e o culposo, não poderia ser diferente quanto à justiça divina, que julga sempre pela intenção, e nunca pelas aparências.

Não é outro o motivo pelo qual Jesus assevera que mais será cobrado de quem mais tiver. Quem mais sabe, mais responsável é pelos atos.

É dessa forma que cada um responderá, perante as leis divinas, diante do tribunal implacável da própria consciência, por todos os atos praticados.

Assim, é importante que consultemos periodicamente os registros da nossa “caixa preta”, para que na hora da averiguação não nos decepcionemos conosco mesmos.

E não tenhamos dúvidas! Todos teremos nosso momento de prestação de contas à divindade através da nossa consciência.

E tenhamos certeza de que somente responderemos pelos nossos atos, jamais pelos atos dos outros, porque “a cada um segundo suas obras”.

Você sabia?

Você sabia que as leis divinas são de justiça e amor?

E que essas leis não querem a morte do equivocado, mas a eliminação do equívoco?

São também leis de misericórdia, pois nos permitem oportunidades sempre renovadas para o aprendizado das lições da vida, embora as circunstâncias não sejam as mesmas, principalmente para os recalcitrantes, que não querem aproveitá-las devidamente.

Por essa razão, não devemos adiar a hora de fazer o bem na medida das nossas forças, para que nos libertemos de vez por todas, dos grilhões que nos mantêm presos ao sofrimento, e alcemos voos mais altos, na direção da felicidade que nos acena.

Redação do Momento Espírita

Continuar lendo DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: A CADA UM SERÁ DADO SEGUNDO SUAS OBRAS

DESENVOLVIMENTO PESSOAL: CUIDANDO DA ALMA – EPISÓDIO #4 – QUAL O PODER DOS NOSSOS PENSAMENTOS?, POR ROSSANDRO KLINJEY

Continuando a série RENASCER – CUIDANDO DA ALMA com o psicólogo Rossandro Kilnjey, você vai refletir sobre “Qual o poder dos nossos pensamentos?”. O quanto os nossos pensamentos comandam a nossa vida, o quanto somos reféns dos nossos pensamentos e o que podemos fazer para nos libertarmos disso? São questionamentos que vão ser respondidos neste vídeo pelo competente psicólogo e vão lhe ajudar a assumir o comando da sua vida!

Fonte:

Continuar lendo DESENVOLVIMENTO PESSOAL: CUIDANDO DA ALMA – EPISÓDIO #4 – QUAL O PODER DOS NOSSOS PENSAMENTOS?, POR ROSSANDRO KLINJEY

DESENVOLVIMENTO PESSOAL: CUIDANDO DA ALMA – EPISÓDIO #03 – COMO O EGO FOGE DO DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL, POR ROSSANDRO KLINJEY

Continuando a apresentar a série de vídeos do renomado psicólogo Rossandro Klinjey CUIDANDO DA ALMA, aqui na coluna DESENVOLVIMENTO PESSOAL, vamos assistir ao episódio #03, onde o psicólogo explica como o ego foge do desenvolvimento espiritual, de uma forma didática e de fácil entendimento, utilizando uma linguagem metafórica que torna a palestra atraente e agradável. Então, assista, aprecie, reflita e faça o seu juízo de valor!

Fonte:

Continuar lendo DESENVOLVIMENTO PESSOAL: CUIDANDO DA ALMA – EPISÓDIO #03 – COMO O EGO FOGE DO DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL, POR ROSSANDRO KLINJEY

ARTIGOS: QUAL O SEU CONCEITO DE EVOLUÇÃO?, POR WAGNER BRAGA

Vantagens da Reencarnação para a Evolução do Espírito - Tv Mundo Maior

NÃO HÁ DE SE FALAR EM EVOLUÇÃO SEM ANTES SE FALAR EM REENCARNAÇÃO

Semana passada, mais precisamente na sexta-feira, participei de uma live em que fui convidado, pela competente psicóloga e especialista em Constelação Familiar, Selma Rodrigues. A uma certa altura da live ela me perguntou: Wagner, qual o meu conceito de evolução?

Uma pergunta que me deixou numa encruzilhada, pois fui obrigado a me posicionar sobre as minhas crenças espirituais, que fatalmente nos leva a abordar um tema que muitas pessoas não estão preparadas para ouvir, refletir e debater sobre, já que envolve algo que é divisor de águas entre religiões: a Reencarnação.

Eu respondi dizendo que não há de se falar em evolução sem antes falar em “Reencarnação”, já que algo ou alguém só está sujeito(a) a evoluir se este algo ou alguém for único. Não há como imaginar que alguém empreste a sua evolução para outra pessoa. Por isso, parto do princípio que somos todos “Consciência”, que sempre existiu e continuará existindo. Cada ser humano é uma consciência única e permanente que está numa caminhada evolutiva e ao passar por esta 3ª dimensão em que vivemos toma emprestado invólucros que lhe dão forma tridimensional. Depois de muito estudar, pesquisar, buscar respostas, cheguei a conclusão, através da lógica, que é humanamente impossível, numa única passagem existencial, sair do zero ao 100% do desenvolvimento mental e espiritual.

Portanto, ao despertar a consciência, o ser humano passa a perceber que a vida é um aprendizado diário, que esse aprendizado acumulado o conduzirá ao conhecimento e consequentemente à sabedoria. E que essa trajetória é muito longa, principalmente porque o deixar ir é muito difícil por conta da força do ego que nos prende a matéria com uma força descomunal. Mas a partir dessa percepção dá-se um salto quântico espetacular e irreversível rumo a verdade absoluta e a famosa  liberdade dita por Jesus Cristo: “Conhecereis a verdade e ela vos libertará”, (Lucas, 8:32).

Wagner Braga

Continuar lendo ARTIGOS: QUAL O SEU CONCEITO DE EVOLUÇÃO?, POR WAGNER BRAGA

AUTOCONHECIMENTO: A ARTE NOS LIBERTA DOPESO DA CONSCIÊNCIA E DAS DORES DA EXISTÊNCIA

Nesta segunda-feira você vai ver, aqui na coluna AUTOCONHECIMENTO um texto de autoria de Luiz Lemos sobre “O poder da Arte”. Nele o autor aborda toda a importância da arte nas nossas vidas contextualizando que todos nós, enquanto seres humanos, somos artistas natos. Então não deixe de ler, refletir e fazer o seu juízo de valor!

O poder da arte

Mulher em escada pinta cenário claro. As manchas de tinta conceituais se espalham pelo cenário.
Sergey Nivens / 123RF

Gosto muito da frase de Ferreira Gullar que afirma: “A arte existe porque a vida não basta.”. E é isso mesmo, pois “A arte existe porque a vida não basta.”.

Existem momentos em nossas vidas que somente a arte nos liberta do peso da consciência e das dores da existência.

Por exemplo, quando estamos tristes, com saudade de alguém e ouvimos uma música romântica, essa canção geralmente tem o poder de curar a nossa alma.

É interessante dizer que não existe arte melhor ou pior, superior ou inferior, pois toda arte é uma forma de elevação do espírito humano.

Ao escrever uma carta de amor, por exemplo, o escritor se aproxima do amor ausente.

O poeta sintetiza todos os seus sentimentos em rima e em prosa, tornando a vida triste ou alegre, mas sempre romântica.

No olhar dos paisagistas, os campos, os rios, as cidades, o meio rural ou o urbano nunca são os mesmos que o olhar do transeunte desatento.

Pedras, mármores, madeiras etc. ganham vida no martelo do escultor, enquanto os engenheiros e pedreiros constroem belas casas com areia, ferro e cimento. A arte é mesmo um meio de transformação humana!

A dança torna o corpo humano mais saudável. O esporte leva o atleta, o esportista à conquista da medalha olímpica, da obtenção da glória eterna…

Três mulheres dançam em superfície próxima de um lago.

Tim Gouw / Pexels

Por meio da arte, somos capazes de expressar sentimentos que nos aprisionam. Somente a arte nos liberta da prisão da mente, dos sentimentos, dos desejos…

Pela arte, tudo é possível, pois os sonhos se realizam, a justiça acontece, os povos se confraternizam, o amor é praticado…

Vale ressaltar que toda forma de arte é uma forma de libertação humana. Seja pela arte da pesca ou pela oração mais simples.

Por fim, não nos esqueçamos o que disse o poeta maranhense: “A arte existe porque a vida não basta.”. Somente os artistas são livres.

E quem são os artistas? Somos todos nós, homens e mulheres que buscam um mundo melhor, mas fraterno, justo e belo para todos.

A arte, seja ela qual for, torna-nos seres humanos melhores. A arte engrandece a pessoa, faz com que sejamos seres livres.

A arte é tão necessária quanto o ar que respiramos. Sem arte, seriamos um animal qualquer e não seríamos o que somos, homo sapiens.

Não existe sabedoria fora das artes. A arte concentra toda forma de saber humano. Aliás, viver é mesmo a arte das artes.

Ser verdadeiro, sincero, ético, justo, belo significa possuir os autênticos valores da arte humana. Viver bem e em paz é a melhor de todas as artes.

Por isso também tem razão o grupo Titãs, que cantou: “A gente não quer só comida, a gente quer comida, diversão e arte”.

Toda forma de arte humana deve servir para libertar o espírito humano do egoísmo e do materialismo.

Enfim, a arte é o meio mais palpável de nos conectarmos com o Transcendente, com o Além, com o Divino, com o Mestre, com Deus…

Luis Lemos
Escrito por Luis Lemos
Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: A ARTE NOS LIBERTA DOPESO DA CONSCIÊNCIA E DAS DORES DA EXISTÊNCIA

DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: CONHEÇA OS REGISTROS AKÁSHICOS OU “LIVRO DA MEMÓRIA DE DEUS”

Na Live desta sexta-feira com a psicóloga e especialista em Constelação Familiar Selma Rodrigues, ao ser perguntado sobre o meu conceito de “Evolução”, afirmei com muita convicção que não há de se falar em evolução da consciência humana sem imaginarmos e/ou acreditarmos que a Consciência é única e permanente, que sempre existiu e sempre existirá, que está numa caminhada evolutiva e que o invólucro ao qual estamos envolvidos nada mais é do que casulos emprestados a essa consciência em cada fase de sua evolução. Essa caminhada evolutiva é registrada passo a passo. Portanto, não há de se falar em evolução sem falar de reencarnação. O texto a seguir, do extraordinário Edgard Cayce, explica como é feito esse registro através dos “Registros Akáshicos”. Convido você a ler e entender!

EDGAR CAYCE NOS REGISTROS AKÁSHICOS

 

Quando questionado sobre a fonte de suas informações, Edgar Cayce respondeu que havia essencialmente dois. O primeiro era o subconsciente do indivíduo para quem ele estava fazendo a leitura e o segundo eram os Registros Akáshicos.

Os Registros Akáshicos, também conhecidos como “O Livro da Vida” ou “Livro da Memória de Deus”, podem ser comparados ao sistema de supercomputador do universo – ou talvez o que hoje seria chamado de computação em nuvem. Eles são o depósito central de todos informações para cada pessoa que já viveu na Terra. Esses registros contêm todos os nossos pensamentos, ações, palavras, sentimentos e intenções. Eles têm uma enorme influência em nossa vida cotidiana, nossos relacionamentos, nossos sentimentos, nossos sistemas de crenças e as realidades potenciais que atraímos para nós. Edgar Cayce referiu-se aos registros da seguinte maneira:

Sobre o tempo e o espaço estão escritos os pensamentos, as ações, as atividades de uma entidade – como nas relações com seus arredores, sua influência hereditária; conforme direcionado – ou julgamento elaborado por ou de acordo com o que é o ideal da entidade. Consequentemente, como tem sido frequentemente chamado, o registro é o livro de recordações de Deus; e cada entidade, cada alma – como as atividades de um único dia de uma entidade no mundo material – faz o mesmo bom ou mau ou indiferente, dependendo da aplicação do eu da entidade …

– Edgar Cayce Reading 1650-1

Quando Cayce acessou os Registros Akáshicos de um indivíduo, ele teve a capacidade de selecionar as informações que seriam de maior ajuda para aquela pessoa naquele momento específico de sua vida. Frequentemente, uma leitura pode sugerir que apenas uma seleção do material disponível estava sendo fornecida, mas que o indivíduo estava recebendo aquilo que seria “mais útil e esperançoso”.

Ao discutir o Livro da Vida, ele afirmou que era, “O registro de Deus, de ti, da tua alma interior e do conhecimento da mesma.” (281-33) Quando questionado sobre a diferença entre o Livro da Vida e os Registros Akáshicos, ele explicou:

P. [O que significa] O Livro da Vida?
A. O registro que a própria entidade individual escreve sobre a meada de tempo e espaço, por meio da paciência – e é aberto quando o eu está sintonizado com o infinito, e pode ser lido por aqueles que estão em sintonia com essa consciência …
P. O Livro das Lembranças de Deus ?
A. Este é o Livro da Vida.
P. Os Registros Akáshicos?
A. Aquelas feitas pelo indivíduo, conforme indicado.

– Edgar Cayce Reading 2533-8

Cayce indicou que esses registros são mais do que apenas um depósito do passado quando afirmou:

Sim, temos o corpo aqui, e o registro como foi feito e como pode ser feito com a vontade quando exercida, e a condição independente da influência ou efeito da vontade que foi criada. Temos condições que poderiam ter sido, que são, e que podem ser. Não confunda ou cruze os três propósitos de nenhum dos dois.

– Edgar Cayce lendo 304-5

Por que e como nossas vidas são afetadas pelos Registros Akáshicos? Esses registros conectam cada um de nós uns aos outros. Eles contêm a essência de cada símbolo arquetípico ou história mítica que já tocou profundamente os padrões de comportamento e experiência humanos. Eles têm sido a inspiração para sonhos e invenções. Eles nos atraem ou nos repelem uns dos outros. Eles moldam e dão forma aos níveis de consciência humana. Eles são uma porção da Mente Divina. Eles são o juiz imparcial e o júri que tentam orientar, educar e transformar cada indivíduo para se tornar o melhor que pode ser. Eles incorporam uma gama em constante mudança de futuros possíveis que são colocados em potencial à medida que interagimos e respondemos às circunstâncias de nossas vidas.

As leituras de Cayce sugerem que cada um de nós escreve a história de nossas vidas por meio de nossos pensamentos, nossas ações e nossas interações com o resto da criação. Esta informação tem um efeito sobre nós aqui e agora. Na verdade, os Registros Akáshicos têm um impacto tão grande em nossas vidas e nos potenciais e probabilidades que atraímos para nós que qualquer exploração deles não pode ajudar, mas nos fornece insights sobre a nossa natureza e nosso relacionamento com o universo.

Há muito mais coisas em nossas vidas, nossas histórias e nossa influência individual sobre nossos amanhãs do que talvez tenhamos ousado imaginar. Ao acessar as informações dos Registros Akáshicos, o banco de dados do computador do universo, muito pode ser revelado para nós. O mundo como o percebemos coletivamente é apenas uma sombra tênue da realidade.

Saiba mais sobre os Registros Akáshicos de Edgar Cayce nos Registros Akáshicos  de Kevin J. Todeschi.

Fonte: EdgardCayce.org

Continuar lendo DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: CONHEÇA OS REGISTROS AKÁSHICOS OU “LIVRO DA MEMÓRIA DE DEUS”

AUTOCONHECIMENTO: DESAPEGO, PERDÃO, CONFIANÇA E AMOR, VALORES IMPRESCINDÍVEIS PARA A NOSSA EVOLUÇÃO ESPIRITUAL

Sem dúvida alguma o caminho para o AUTOCONHECIMENTO passa necessariamente pelo desapego e pelo perdão. Perdoar é um ato de confiança e de amor. Ai chegamos no que realmente viemos fazer aqui. Viemos aprender a amar. Quando conseguimos reunir as virtudes: desapego, perdão, confiança e amor, estamos prontos para mudar de nível consciencial e dar um salto quântico da nossa caminhada evolutiva. Esse é o tema que o texto a seguir aborda com muita maestria. Então leia! 

O poder do perdão para uma vida mais feliz

Uma pessoa segurando a mão de outra
Pixabay / Pexels

“Quem nunca errou, que atire a primeira pedra”. Essa passagem bíblica, que se tornou bastante popular, certamente já foi utilizada por você em algum momento da sua vida. É o que dizemos quando uma pessoa que errou está sendo julgada como se fosse a única a se equivocar.

Isso porque é difícil aceitar que todos nós erramos e falhamos, em alguma medida. Independentemente de quais sejam as nossas intenções, podemos magoar alguém, fazer uma previsão incorreta, expressar os nossos sentimentos sem pensar duas vezes. Atitudes assim podem acontecer com qualquer pessoa.

No entanto, nem sempre somos capazes de reconhecer a nossa humanidade. É por isso que existe o perdão. Com esse ato, demonstramos que todas as pessoas erram e que elas não devem ser punidas eternamente por causa disso. Perdoar alguém não é sinônimo de esquecer o mal que alguém nos fez, é libertar essa pessoa (e nós mesmos) do peso da culpa.

Ou seja, perdoar é um ato de confiança e de amor. Confiança porque mostramos à outra pessoa que acreditamos que ela não tornará a fazer o que fez; e de amor, porque lhe damos a oportunidade de viver em paz. Inclusive o perdão pode ser concedido de uma pessoa para ela mesma, permitindo que ela siga em frente depois de se equivocar.

Por que o perdão é importante?

Algumas pessoas se orgulham de nunca perdoar as outras. Elas imaginam que assim irão construir apenas laços muito verdadeiros e duradouros com quem está acima de qualquer possibilidade de erro. Uma atitude inadequada, uma palavra mal interpretada, e isso já é suficiente para romper relações. Restarão apenas os melhores.

No entanto, será que esse é o melhor jeito de viver? Para responder a essa questão, pense na sua infância. Provavelmente, naquela época, você fez muita coisa errada, desde rabiscar uma parede até dizer que odiava alguém da sua família. É evidente que você só fez tudo isso porque ainda estava aprendendo como a vida funciona, mas os seus familiares te perdoaram, não é?

Quando nos tornamos adultos, imaginamos que já aprendemos tudo sobre a vida e que errar não é mais possível. Porém nós estamos sempre nos transformando, e precisamos da oportunidade de consertar as nossas atitudes que provocaram algum mal-estar. Imagine como teria sido a sua vida se a sua família não tivesse te perdoado pelos erros que você cometeu quando era criança!

Então, em primeiro lugar, o perdão é importante porque nos mostra que todos estão em constante evolução e que cometer falhas faz parte desse processo. É justamente a partir dele que nos tornaremos versões melhores de quem somos, tanto ao nos perdoarmos quanto ao perdoarmos os outros.

Mulher com os braços para cima e sorrindo se sentindo livre

Daniel Reche / Pexels

Pensando em outra situação, lembre-se de algo muito doloroso que outra pessoa já te fez e de um erro que você cometeu e que parecia não ter conserto. Quais são os seus sentimentos sobre isso? Há alguma emoção positiva sobre esse fato, ou apenas rancor, raiva e tristeza? É mais provável que as suas sensações sejam mais parecidas com a segunda hipótese.

Entretanto toda essa negatividade é produtiva para você? Ela te ensina algo sobre a vida, te ajuda a ser uma pessoa melhor? Não! O perdão é importante, nesse caso, porque ele nos ajuda a enxergar uma situação a partir de outra perspectiva. Nós não iremos esquecer o que aconteceu, mas olharemos para isso de um jeito diferente, sem sentimentos negativos.

Logo o perdão é uma ferramenta fundamental para a nossa evolução. É a partir dele que compreendemos que todos erram, que oferecemos novas chances e que nos tornamos capazes de avaliar situações que nos trouxeram alguma dificuldade. É uma verdadeira libertação, para quem perdoa e para quem é perdoado.

Razões para perdoar

Se você ainda não se convenceu de que o perdão é transformador e pode melhorar a sua vida, separamos algumas razões para fazer isso. É importante que você saiba que não tem a obrigação de perdoar a todos, porém é necessário considerar essa hipótese em todos os casos.

1) Estimular a sinceridade

Quando uma pessoa comete um erro e sente que não seria perdoada por causa dele, é provável que ela omita o que fez ou minta sobre isso. Tal comportamento pode tornar uma relação fragilizada, ainda que a aparência dê a entender que está tudo bem. Qualquer relacionamento precisa de transparência!

2) Construir diálogos importantes

Em vez de represarmos dentro de nós as questões que nos incomodam sobre outras pessoas ou sobre nós mesmos, temos a oportunidade de construir diálogos importantes. Por meio de conversas objetivas e verdadeiras, é possível entender os motivos por trás de determinada ação, o que favorece a concessão do perdão e o desenvolvimento de interações futuras.

3) Facilitar o convívio com outras pessoas

As pessoas não são perfeitas, e saber disso é essencial para a boa convivência. Todos nós vamos errar em algum momento e precisaremos do perdão de outra pessoa para manter o nosso bem-estar e o bem-estar dela. Havendo uma mudança de atitude depois desse tipo de desculpa, o convívio com outras pessoas se tornará bem mais leve.

Pessoas reunidas comendo pizza

Ron Lach / Pexels

4) Focar o presente e o futuro

O passado pode nos auxiliar a compreender o presente e o futuro, mas não deve guiar os nossos sentimentos e pensamentos o tempo todo. Com o perdão, reconhecemos que um determinado erro (de outras pessoas ou de nós mesmos) pode ficar no passado, sem trazer outras consequências mais graves ao longo do tempo. Do contrário, essa falha vai se transformar em rancor e insegurança, durando meses, e até anos, sem necessidade.

5) Exercitar a empatia

empatia é o que nos permite compreender as atitudes que outra pessoa tomou em determinado momento. Talvez nós acreditemos que faríamos algo diferente do que ela fez, porém iremos reconhecer que naquele momento ela fez o que achou certo. Ainda que os resultados não tenham sido os melhores, é possível perdoá-la por isso.

Como praticar o perdão

Depois de entender as mudanças positivas que o perdão pode trazer para a sua vida, amplie suas habilidades descobrindo como praticar o perdão. Seja alguém melhor!

1) Reconheça o problema

Em primeiro lugar, o processo de conceder o perdão – seja para alguém, seja para você mesmo – deve partir do reconhecimento do problema. Qual foi a atitude que causou um problema? Qual é a magnitude desse desconforto? É possível resolvê-lo? Faça uma análise criteriosa seguindo essas perguntas.

2) Enxergue além do erro

Para perdoar alguém, é preciso reconhecer que as pessoas não podem ser resumidas a uma atitude. Elas são formadas a partir de erros e de acertos, e estão em constante transformação. Então não reduza um ser humano a um equívoco que ele cometeu, porque a complexidade dele não pode ser resumida a isso.

Homem e mulher de mãos dadas

Free-Photos / Pixabay

3) Trabalhe a sua confiança

Confiar em uma pessoa que errou conosco pode ser um desafio. Confiar no nosso potencial depois de nos prejudicar ou de prejudicar alguém, também. No entanto, precisamos trabalhar a nossa capacidade de confiar nos outros e em nós mesmos apesar das falhas que podem acontecer. Afinal, precisamos acreditar em nós para ampliar nossos potenciais.

4) Certifique-se de ouvir o outro

O exercício de ouvir a outra pessoa é fundamental para o processo de perdoar alguém. Somente com esse gesto será possível compreender o que levou esse indivíduo a agir de um jeito, e não de outro. Dessa maneira, reconheceremos que a forma de agir em uma situação tem uma explicação, com a qual podemos nos relacionar empaticamente.

5) Supere essa questão

Deixar o passado no passado é o que pode nos trazer uma sensação de liberdade indescritível. Nós não podemos nos apegar aos erros que já cometemos, ou que cometeram conosco, principalmente quando eles são indiferentes para o presente e para o futuro. Então supere de uma vez essa questão que está te perturbando, por meio do perdão!

Avaliando o conteúdo que foi apresentado, é possível compreender que o perdão é uma maneira de viver a vida com mais leveza, com amor e com empatia. Não precisamos perdoar todo mundo, mas precisamos nos abrir para isso. Inclusive devemos nos perdoar por aquilo que não tem qualquer influência na totalidade de quem somos. Abrace a possibilidade de falhar, perdoe, transforme e siga em frente!

Fonte: Eu Sem Fronteiras

Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: DESAPEGO, PERDÃO, CONFIANÇA E AMOR, VALORES IMPRESCINDÍVEIS PARA A NOSSA EVOLUÇÃO ESPIRITUAL

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar

Fechar Menu
×

Carrinho