ARTIGOS: VOCÊ É 100% PELA SUA REALIDADE! ASSUMA O COMANDO!

VOCÊ PODE, DEVE E VAI ASSUMIR O COMANDO DA SUA VIDA, ISSO É INDISCUTÍVEL!

O quão você confia em você? O quão você acredita em você?

Você confia realmente no seu potencial, na sua obstinação, na sua determinação, na sua resiliência ou você tem dúvida?

Você já tem noção, já tem consciência que você é 100% responsável pela sua realidade ou você ainda pensa que Deus vai resolver os seus problemas? Ainda está na esperança ou esperando um milagre acontecer para resolver a sua vida?

Se você ainda pensa assim está esperando tudo se resolver através da providência divina, eu tenho uma coisa pra te contar!

Esqueça, esqueça tudo isso! Mude de paradigma e mude suas crenças limitantes!

Dê um salto quântico e transforme completamente a sua vida, a sua realidade.

Vou te dizer como:

  • Comece trocando algumas palavras do seu vocabulário porque as palavras têm muita, muita força e são elas que determinam a sua realidade. Troque a palavra Esperança pela palavra CONFIANÇA e todas as palavras negativas como, por exemplo: ‘não consigo’, ‘não posso’, por palavras e expressões positivas, tais como: ‘Eu faço’, ‘eu realizo’, ‘eu executo’, ‘eu sou capaz’, ‘eu sou, eu posso’, ‘para mim, nada é impossível’. Pare de esperar pelos outros, pela ação divina, pelo milagre e tome uma atitude. Acredite em você, na sua capacidade, na sua inteligência, no seu poder de transformar as coisas, de transformar a sua vida completamente. Você tem o poder. Ele lhe foi dado quando você foi concebido e ninguém, ninguém mesmo pode tirar isso de você. Ele é só seu e é único. Então confie, confie em você e vá em frente. Sonhe, planeje, execute e celebre!
  • Não faça o bem, simplesmente seja bom. Seja grato e pratique a Gratidão diariamente em qualquer lugar e a qualquer momento. Não agradeça apenas pelo que fizerem por você, mas inclusive, pelo que você fizer pelos outros. Pense na oportunidade e na honra de poder, por exemplo, doar um órgão pra salvar uma vida! Então, nunca perca a oportunidade de ser grato por poder ajudar alguém.
  • Nunca desobedeça as leis universais! Não estou falando dos 10 mandamentos da Bíblia, mas das Leis que regem o universo inteiro. Essa desobediência é a causa de todo o atraso evolutivo da humanidade. Quando você acha que vale mais ou tem mais direitos do que o seu próximo, está violando essas leis e a principal delas a Lei de Causa e Efeito. O universo não diferencia ninguém, nenhum animal ou objeto. Existe um equilíbrio que não pode ser desfeito. Tudo que fazemos contra os outros se volta para nós da mesma. Assim como quando fazemos a favor. Portanto, o positivo atrai o positivo e o negativo atrai o negativo. Quem ousa ir contra essa máxima paga muito caro por isso. Não é uma questão de castigo ou carma, mas de uma lei inquebrantável que vale para todos indistintamente. Por isso, na dúvida, seja positivo(a), honesto(a), bom caráter(a), verdadeiro(a), sincero(a) e humilde e só atrairá coisas boas, não sentirá dor, nem sofrerá mais.

Finalmente, tudo na vida é crença! A sua realidade é construída sobre as suas crenças, crenças limitantes que você, eu e todo mundo trás consigo, do inconsciente coletivo, mas são crenças limitantes que precisam ser deixadas para trás ou atualizadas e aprimoradas, pois estamos numa caminhada de aprendizado evolutiva e precisamos aprender com os erros. Então, na dúvida você não tem nada a perder se acreditar que pode, que deve e vai assumir toda a responsabilidade pela sua realidade!

 

Continuar lendo ARTIGOS: VOCÊ É 100% PELA SUA REALIDADE! ASSUMA O COMANDO!

ARTIGOS: O DESPERTAR DA CONSCIÊNCIA ACONTECE ATRAVÉS DO AUTOCONHECIMENTO

Despertar da Consciência: 9 dicas para te ajudar! • Guia da Alma

O AUTOCONHECIMENTO É O CAMINHO PARA DESPERTAR DA CONSCIÊNCIA

Dizem que 70% de tudo que aprendemos ao longo da vida assimilamos até os 7 ou 8 anos de idade. Esse pensamento já está superado há algum tempo, visto que, atualmente, todo o conhecimento acumulado da humanidade, já dobra a cada 15 dia. Ao longo da minha breve vida aprendi muitas coisas, mas tenho plena certeza que o conteúdo mais importante e valioso só vim começar a aprender depois dos 30 anos de idade e esse conteúdo é bem diferente do que a maioria das pessoas costumam assimilar. Tal conteúdo tão valioso só começa a ser assimilado após o despertar da consciência. Antes disso você pode estudar muito, fazer pós-graduação, mestrado, doutorado, pós-doutorado, ler um livro por dia e o seu aprendizado vai ser apenas cognitivo. Provavelmente não somará nada ou quase nada na evolução da sua alma. Esse conteúdo valioso se chama AUTOCONHECIMENTO. Para se ter uma ideia do que estou falando a nossa mente é subdividida em três compartimentos: o consciente, o subconsciente e o inconsciente. Ao contrario do que a maioria das pessoas possa imaginar, o nosso consciente ocupa apenas 5% da nossa mente. Ao passo que 95% são ocupados pelos subconsciente e inconsciente. Portanto, todo o conhecimento que acumulamos conscientemente ao longo da vida é uma ínfima parte da nossa poderosa mente.

Por isso todo o conhecimento adquirido lá fora precisa passar pelo filtro do subconsciente e ser analisado pelo inconsciente. Se não for assim de nada vale acumular tanto conhecimento. Ocorre que a maioria das pessoas não submete o conteúdo captado ao inconsciente por puro medo. Medo de penetrar na imensidão do subconsciente e inconsciente. O medo de encarar os seus traumas, suas dores e sofrimentos passados. Dai a importância de se autoconhecer.

Tudo na vida tem um motivo e uma explicação. Infelizmente somos muito limitados enquanto seres semiconscientes, que só conseguimos perceber as coisas cerceadas  pelos 5 sentidos. 90% das coisas do universo estão numa dimensão acima da que vivemos, a 3ª dimensão. Para que tenhamos condições de enxergar essas coisas é necessário desenvolvermos a percepção sensorial da Intuição. Intuir é preciso para que possamos ter a sensibilidade necessária de enxergar tais objetos, onde podemos evitar situações indesejáveis e nos mantermos vibrando em alta frequência.

Acredite no seu potencial, não tenha medo de se autoconhecer e dê um salto quântico na sua vida.

Namastê!

Wagner Braga

Continuar lendo ARTIGOS: O DESPERTAR DA CONSCIÊNCIA ACONTECE ATRAVÉS DO AUTOCONHECIMENTO

ARTIGOS: A MENTIRA NÃO EXISTE, O QUE EXISTE SÃO MEIAS VERDADES

O mal NUNCA vence, realmente.

O MAL NUNCA VENCERÁ O BEM

É impossível diante de tudo que estamos vivendo neste país não reagirmos, não falarmos, não nos manifestarmos e ainda mais quando se tem um meio ou veículo apropriado para isso, como é o caso do Blog do Saber. Eu tenho evitado falar sobre política num ambiente altamente ácido e pernicioso como é o da mídia no Brasil. Até porque a minha missão não é tomar partido, nem apoiar ideologia nenhuma. A minha missão aqui é ajudar pessoas a transformarem suas vidas. A minha missão é justamente mudar esse ambiente fétido e deprimente em que estamos inseridos em um lugar arejado, cheiroso, gostoso de viver. A missão é muito difícil, mas não é impossível, principalmente quando temos veículos de comunicação chamados “redes sociais”, onde a informação viaja na velocidade da luz. Só é desinformado hoje quem quer. É claro que existe muita fake news, muita desinformação, mas também existe várias opções de checagem de informação. Da mesma forma que a desinformação, o mal e as fake news contaminam, o bem, o amor e a verdade também contaminam. E se existe aquela grande dúvida se o crime compensa ou não. Existe a certeza absoluta de que o bem sempre compensa, quer você acredite em juízo final ou não. Portanto, na dúvida opte pelo bem e ajude ao exercito de luz a transformar o mundo mais rápido, porque a cada dia a mentira tem as pernas mais curtas. Não porque exista a “mentira”. O que existe são meias verdades e a verdade vem a tona cada vez mais rápido. Quem lembra do ditador Peron na Argentina? Pois é! Foram precisos mais de 50 anos para o mundo descobrir que ele mantinha uma escola de adolescentes dentro da Casa Rosada e as garotas eram abusadas por ele. Mais recentemente o maior bandido, chefe de quadrilha do mundo conseguiu iludir milhões e milhões de pessoas por dois mandatos de presidente, mas ainda em vida foi preso, ficou quase dois anos enjaulado, continua respondendo pelos seus crimes e provavelmente terminará os seus dias preso, solitário e esquecido. Se caminharmos um pouco mais para a atualidade temos dois exemplos: O ex-prefeito do Rio de Janeiro, Crivella, que em apenas um mandato seus crimes vieram a tona e teve um final de mandato melancólico indo parar atrás das grades. E o caso do Ex-governador Wilson Witzel que mal completou dois anos de mandato foi impedido de continuar no cargo de governador e está respondendo na justiça pelos seu graves delitos. Portanto, o velho ditado: “Aqui se faz, aqui se paga”, nunca foi tão atual!

Wagner Braga

 

Continuar lendo ARTIGOS: A MENTIRA NÃO EXISTE, O QUE EXISTE SÃO MEIAS VERDADES

ARTIGOS: A ESCALA DAS EMOÇÕES, POR WAGNER BRAGA

Nesta terça-feira o nosso assunto, aqui na coluna ARTIGOS é Física Quântica, onde falo sobre vibração, frequência e a Escala das Emoções desenvolvida pelo Dr. David R. Hawkins, para medir e quantificar a quantas vibram as nossas emoções e qual a influência disso nas nossas vidas e na nossa evolução. Então conheça a Escala das Emoções e saiba quais as emoções benéficas e quais as maléficas!  

Você conhece a escala de emoções? – Ana Paula Barros

A ESCALA DAS EMOÇÕES

As emoções estão conectadas com o que acreditamos que irá garantir a nossa sobrevivência e não o que realmente irá. Na verdade, emoções por si só são a causa do medo primário que leva as pessoas procurarem segurança constantemente.

Desta forma, a mente é um mecanismo de sobrevivência e usa principalmente as emoções como método. Os pensamentos são produzidos pelas emoções que, eventualmente, se tornam sinônimos. Não raro milhares e até mesmo milhões de pensamentos acabam sendo substituídos por uma única emoção.

Para simplificar e dar clareza, vamos utilizar a escala das emoções que correspondem aos níveis de consciência, sua base científica e aplicações práticas são encontradas no livro Poder vs. Força: Os Determinantes Ocultos do Comportamento Humano (Hawking, [1995], 2012, 2019).

No universo, tudo emite energia, seja positiva ou negativa. É do conhecimento de todos a diferença entre uma pessoa positiva (amigável, verdadeira, alegre) e uma pessoa negativa (gananciosa, traidora, odiosa). Como sabemos “semelhante atrai semelhante”. As diferentes energias vibram em frequências ou “níveis de consciência.” O Dr. David Hawkins desenvolveu O Mapa da Consciência, que fornece uma visão linear, logarítmica de força energética, em frequências que variam de 1 a 1000 Hertz , onde o nível de Iluminação Plena (1000), que no meu livro Gratidão, Intuição e Gratidão, um atalho para a vida plena eu chamo de “Pleni Consciência”, está no topo do mapa e representa o nível mais alto que pode ser atingido no reino humano; que se compara a energia de Jesus Cristo, Buda e Krishna. Por exemplo, o nível da Vergonha (20) está no fundo, perto da morte, representando que o ser mal sobrevive. Já o nível da Coragem (200) é o ponto crítico que marca a troca da energia negativa para a energia positiva. A partir dai temos a Neutralidade (250), a Disposição (310), a Aceitação (350), a Razão (400), o Amor (500), a Alegria ou Amor Incondicional (540) e a paz (600). Acima disso temos ainda a Gratidão, que vibra a 900 Hertz. Abaixo da Coragem temos: o Orgulho (175), a  Raiva (150), o Desejo (125), o Medo (100), Tristeza (75), Apatia (50), Culpa (30) e a Vergonha (20) vibrando perto da morte.

Tradicionalmente, os níveis de energia também são associados aos centros energéticos do corpo, que são mais conhecidos como “Chakras”. Os chakras são centros energéticos por onde a “energia Kundalini” tende a fluir, uma vez que é acordada no nível da Coragem (200). Os centros energéticos (chakras) podem ser medidos por uma variedade de técnicas clínicas e instrumentos eletrônicos sensitivos.

A energia em cada chakra flui através de canais chamados “meridianos” para todo o corpo energético, que é como uma planta do corpo físico. Cada meridiano é associado a um determinado órgão e, por sua vez, cada órgão está associado a uma emoção em particular. Uma emoção negativa desequilibra a energia do seu meridiano e órgão associado. Por exemplo, depressão, desespero e melancolia se associam ao meridiano do fígado, então essas emoções tendem a interferir nas funções deste órgão. Todo sentimento negativo prejudica um órgão do corpo; conforme os anos vão passando, esse órgão começa a adoecer e eventualmente para de funcionar.

O nosso estado emocional influencia não apenas nossas vidas mas também a vida em nossa volta. Se o nosso nível energético é baixo influencia negativamente toda a vida em nosso redor. O contrário também e verdadeiro, ou seja, quanto maior o nível emocional de evolução, mais positiva nossa vida se torna em todos os níveis, e nós sustentamos toda a vida em nossa volta. Conforme sentimentos negativos são reconhecidos e rendidos, vamos ficamos mais livres e subimos na escala e passamos a vivenciar predominantemente sentimentos positivos.

As emoções baixas são limitantes e não nos deixam enxergar o nosso verdadeiro Eu. A partir do momento que começamos a nos render e deixamos ir as emoções baixas e chegamos perto do topo da escala, um novo tipo de experiência começa a acontecer. Bem no topo da escala enxergamos com clareza o verdadeiro Eu e os níveis variáveis de Iluminação. O mais importante é notar que, quanto mais subimos  e somos mais livres, acontece o que o mundo chama de consciência espiritual, intuição e crescimento da consciência. Essa é a experiência comum de todas as pessoas que renderam seus sentimentos negativos. Elas se tornaram cada vez mais conscientes. O que antes era impossível de ver ou vivenciar nos níveis baixos de consciência passa a ser claro e incrivelmente óbvio nos níveis mais elevados.

Retirado do livro Deixar Ir, o Caminho do desapego de David Hawkins, M. D. Ph.D.

Wagner Braga

Continuar lendo ARTIGOS: A ESCALA DAS EMOÇÕES, POR WAGNER BRAGA

ARTIGOS: COMO NOS TORNAMOS PACIENTES DE ESTIMAÇÃO SEM PERCEBER

A AUTOCURA É REAL E IMINETE. VAMOS ASSUMIR O COMANDO?

A autocura em nosso corpo: entenda esse fenômeno - WeMystic Brasil

Quando decidimos ir ao médico, geralmente é porque estamos sentindo alguma dor. Então você marca a consulta e se submete a avaliação médica. Você vai porque nessa vida é costume entregar a responsabilidade de cuidar da nossa saúde aos médicos e remédios. Normalmente você não para pra pensar o porquê dessa dor e muito menos se não existe uma outra forma de fazê-la parar! É o pragmatismo da vida. Cada macaco no seu galho, não é mesmo? Então você vai ao médico. Ai ele livra você da dor, prescrevendo um remédio. Isso por si só já parece um grande feito. Então você já fica agradecido(a) e passa a confiar nele, mas esse remédio só vai atingir o sintoma, provavelmente não atuará sobre a causa e ainda é provável que esse remédio provoque algum efeito colateral, fazendo você voltar ao consultório para tratar outro sintoma provocado por aquele remédio. Desta forma, o médico(a) pode deixar você num ciclo vicioso. Durante todo esse processo, em momento algum, vai passar pela sua cabeça a possibilidade da autocura. Algo certamente viável para qualquer pessoa, mas requer esforço pessoal, ou seja, vai requerer: disposição, trabalho, treinamento, dedicação, concentração e foco. Parece ser muita coisa, não? Apesar disso é muito mais barato, saudável e eficaz. Barato porque você pode conseguir a autocura sem precisar pagar várias consultas médicas, comprar um monte de remédios, muitas vezes caros. Saudável porque o tratamento é mental e se precisar tomar algum remédio será natural. Eficaz porque a cura é definitiva, pois será tratada a causa e não apenas o sintoma.

É claro que não é fácil, nem simples assim como estou falando, pois requer, primordialmente, que a pessoa se volte para esse tipo de crença. Para isso muitos paradigmas precisam ser quebrados, já que a medicina tradicional ou alopata se desenvolveu e tomou conta das sociedades ocidentais. Uma das coisas que muito contribuiu para essa expansão da alopatia foi o estilo de vida corrido, agitado e de muitas responsabilidades da vida moderna. As pessoas passaram, cada vez mais, a não ter tempo para cuidar do corpo e da mente e por causa dessa correria e da falta de tempo passaram a se contentar com a não dor, ou seja, o pragmatismo do alívio da dor. Não importando o resto.  A medicina homeopática, apesar de milenar, vem perdendo espaço por causa desse pragmatismo, já que seus tratamentos são mais prolongados por atingirem a causa e não o sintoma. Entretanto a cura é definitiva.

O nosso corpo já possui no próprio DNA a programação da AUTOCURA. Note que a nossa luta pela sobrevivência ocorre segundo a segundo, minuto a minuto, hora a hora, dia a dia. A todo momento estamos sendo invadidos por bactérias, vírus e corpos estranhos. Quando levamos a mão à boca ou roemos uma unha estamos sendo invadidos por esses corpos estranhos, mas o nosso organismo na grande maioria dos casos está preparado para se defender desses invasores, através da autocura ou homeostase. Isso acontece automaticamente. Porém, quando adoecemos  significa que esse equilíbrio ou homeostase foi desfeito e pode ter sido por causa do nosso emocional. Uma depressão ou uma profunda tristeza. Mas esse equilíbrio pode ser reestabelecido se a pessoa sair desse estado emocional negativo, realizando-se assim a autocura. E isso pode acontecer sem a necessidade de remédios, mas através da valorização da autoestima, de uma reprogramação mental, da libertação das crenças limitantes. Portanto, a partir do momento que nos conscientizarmos que temos o poder da autocura e que só está faltando assumirmos o comando dessa fantástica máquina deixaremos de ser pacientes de estimação e assumiremos o comando da nossa saúde integral.

Wagner Braga

Continuar lendo ARTIGOS: COMO NOS TORNAMOS PACIENTES DE ESTIMAÇÃO SEM PERCEBER

ARTIGOS: A COVID-19 E O DESPERTAR DA CONSCIÊNCIA

DESPERTAR da consciência coletiva: a missão do coronavírus. Veja vídeo

Estamos vivenciando uma oportunidade incrível de alinhar e corrigir o desequilíbrio entre o intelectual e o espiritual. E esse alinhamento só acontece se trabalharmos junto a saúde mental e física, desenvolvendo a inteligência emocional. Estamos passando por uma transição planetária que se iniciou em 2012 e nunca se falou tanto em autoconhecimento, Ego, Eu Superior, Eu Cósmico, Consciência Cósmica, Consciência Divina, Espiritualidade, física quântica, mecânica quântica, mundo quântico, frequência, vibração, frequência vibracional, gratidão e Amor como agora. Se você for pesquisar essas palavras vão aparecer em milhares de sites, publicações, vídeos no youtube e artigos em jornais e periódicos sobre esses assuntos. Digo isso para enfatizar que estamos passando pelo Despertar da Consciência, que aqui no Brasil, tudo que passamos desde o evento da Lava Jato e o Impeachment de uma presidente da República até a prisão de um Ex-presidente da república e para não ficar só na política vamos lembrar que outros poderosos no campo religioso/espiritual e na medicina também foram parar atrás das grades, na grande limpeza das energias negativas que se processa nessa transição, mostrando que a mentira que já tinha pernas curtas, está anã e em breve rastejará por não ter mais nem pé. Todos esses eventos foram aos poucos expandindo a consciência da humanidade e a pandemia da Covid-19 veio para coroar essa transição planetária, pois igualou todo mundo independente de raça, cor, gênero, classe social, ricos e pobres. Todos sem distinção foram submetidos ao poder desse vírus e como diz o velho ditado: “se não aprendemos pelo amor, aprendemos pela dor”. Então, essa pandemia deu a oportunidade aos que ainda estavam dormindo em berço esplêndido, despertarem a consciência e se libertarem desse plano 3D, passando para a 4ª e 5ª dimensões. Aos que, ainda assim, não despertarem, estarão fadados a experimentarem mais uma existência na dor e no sofrimento.

Wagner Braga

Continuar lendo ARTIGOS: A COVID-19 E O DESPERTAR DA CONSCIÊNCIA

ARTIGOS: A IMPORTÂNCIA DA ESCRITA PARA A EVOLUÇÃO DA HUMANIDADE, POR WAGNER BRAGA

O ARTIGO a seguir escrevi, há quase 17 anos, quando completei 40 anos e tive um insight sobre tudo que se perdeu em termos de pensamentos e ideias fabulosas que devem ter se perdido ao longo da trajetória da humanidade, pelo fato de não terem sido registradas através da escrita. Algo que, talvez, poucas pessoas pensaram. Por isso intitulei esse texto A IMPORTÂNCIA DA ESCRITA e lhe convida agora aler, refletir e fazer o seu juízo de valor sobre o assunto.

A importância da invasão da escrita

A IMPORTÂNCIA DA ESCRITA

Resolvi implementar uma mudança radical na minha vida, em vários aspectos como o profissional, o espiritual, o familiar e o social. Isto começou a algum tempo e veio amadurecendo, até que , agora, aos 40 anos determinei acelerar o rítmo dessa mudança e tomei algumas atitudes como: deixar a barba crescer, investir em mim, utilizando toda a experiência e conhecimento adquiridos ao longo do tempo, mais a volta ao estudo acadêmico e colocar tudo isso a serviço da sociedade, claro, sem esquecer o lado econômico e financeiro que é condição sine qua non para a nossa sobrevivência. A volta aos estudos acadêmicos é muito importante, por ser algo que eu nunca deveria ter parado, pois o conhecimento é tudo na vida.

Descobri aos 40 anos a coisa que talvez tenha sido a mais revolucionária de todas. Verifiquei que mais de 95% de tudo que pensamos não comentamos com outras pessoas, ou seja, a maioria dos nossos pensamentos se perdem no tempo e no espaço. Dos 5% que comentamos, talvez, apenas 5% nós registramos de alguma forma. Daí cheguei à conclusão que é provável, que as ideias mais brilhantes já pensadas pelo homem não são as que hoje estão materializadas em monumentos, edifícios, pontes, viadutos, túneis, catedrais e tantas outras obras maravilhosas, tidas como extraordinárias criações da mente e engenharia humanas. As ideais mais brilhantes foram àquelas que se perderam nos pensamentos de, sabe Deus, quantas mentes maravilhosas, ao longo da história das civilizações e que nem sequer chegaram a ser escritas ou registradas de alguma forma. Que se tivessem sido escritas, sabe-se lá a quantos anos luz a humanidade estaria em conhecimento, modernidade e desenvolvimento científico, tecnológico, psicológico e espiritual. É possível que há muito já tivéssemos descoberto outro planeta para povoar. Quem sabe em que nível de evolução não estaria a mente humana? Talvez já estivéssemos na era do tele transporte. Talvez o homem já tivesse descoberto tantos mistérios que cercam o interior e o funcionamento desta máquina fantástica que é o cérebro. Já que estamos aqui numa caminhada que tem como objetivo final (e que muita gente não sabe) o domínio completo desta fantástica máquina.

Vale registrar ainda, que ao longo da breve história do mundo civilizado, está bem-dita evolução do conhecimento e desenvolvimento humanos, sofreu vários percalços e contratempos que atrasaram ainda mais o cumprimento deste objetivo. Não podemos esquecer que a Santa Madre Igreja, na ancia de eliminar os ímpios e efetivar a hegemonia dos dogmas cristãos pelo mundo a fora, fez de tudo que pôde para impedir que este conhecimento continuasse a se expandir. Usou do pseudo poder divino da Santa Inquisição e queimou bibliotecas inteiras, perseguiu e queimou nas fogueiras os chamados hereges que na realidade eram pessoas de mentes brilhantes, cujo filho mais ilustre desta perseguição, Galileu Galilei, foi forçado a abjurar a teoria heliocêntrica do universo.

E ainda, se levarmos em consideração, que a pelo menos 4000 anos A/C, a civilização Suméria, que viveu nas margens dos rios Tigre e Eufrates, nas cercanias de Bagdá, e onde hoje estão sendo feitas escavações que, até o momento, já descobriu que, naquela ocasião, os Sumérios já tinham conhecimento que a terra era redonda e girava em torno do sol. Que o Sistema solar era composto de 10 planetas e que um deles, o mais distante, desintegrou-se, provavelmente por ter sido atingido por um cometa. Que descreveram o tamanho de cada planeta e a distância exata entre cada um. É possível verificar que estamos com pelo menos 5500 anos de atraso na nossa evolução.

Portanto a descoberta revolucionária a que cheguei é que, ao contrário do que pensava sobre as pessoas românticas e sensíveis que gostam de cultivar um diário de bolso, anotando tudo que lhe acontece diariamente e eu os rotulava de “tolos”, hoje, penso que o pouco que caminhamos nesta evolução e ao encontro deste objetivo, devemos tudo a estes “tolos” que anotaram tudo nos seus diários. Como é o caso do filósofo Platão que anotou tudo que o mestre Sócrates falou. Sócrates por sua vez não escreveu uma só linha do seu legado, mas ele não foi de todo um “tolo”, pois ao contrário da maior parte da humanidade, ele expressou através da dialética a maioria das coisas que pensou e só por isso mereceu um lugar especial na história, além de detonar um processo de desenvolvimento do pensamento humano que nos possibilitou em grande parte tudo que temos e que somos hoje.

Portanto, se faz necessário que registremos tudo ou pelo menos o que for possível do nosso pensamento para que possamos contribuir com o objetivo final e tirarmos esse atraso de mais de 5500 anos, que só de lembrar bate um sentimento de revolta e tristeza ao mesmo tempo. Só de pensar que poderíamos estar vivenciando um novo mundo, sem guerras, sem miséria, sem doenças infectocontagiosas, sem a AIDS, sem as gritantes desigualdades de classes sociais, vivenciando a verdadeira e sonhada globalização e quem sabe até fazendo cruzeiros intergalácticos.

Portanto, amigos escrevam, escrevam tudo que lhe vier à mente, pois no meio das bobagens surgirão as grandes ideias que ajudarão a mudar o mundo.

Natal, 28 de Julho de 2004.

Wagner Braga.

Continuar lendo ARTIGOS: A IMPORTÂNCIA DA ESCRITA PARA A EVOLUÇÃO DA HUMANIDADE, POR WAGNER BRAGA

ARTIGOS: ILLUMINATI, O DESTINO DA HUMANIDADE NAS MÃOS DAS SOCIEDADES SECRETAS,POR WAGNER BRAGA

Na última edição da série O DESTINO DA HUMANIDADE NAS MÃOS DAS SOCIEDADES SECRETAS, aqui na coluna ARTIGOS, apresentamos Os Illumimati, a mais hostil de todas as Sociedades Secretas. Foi fundada em 1776 na Alemanha e continua influenciando e até conduzindo o destino da humanidade até hoje. Por isso não deixe de ler esse artigo, pois o seu destino, de alguma forma, pode estar sendo ditado por essa seita! 

Símbolo dos Illuminati, suposta sociedade secreta que muitos crentes de teoria da conspiração creem dominar o mundo por trás dos governos Foto: Apic / Getty Images

Illuminati: os soldados da Nova Ordem

Sem dúvida alguma esta é, de todas as ordens e sociedades secretas a mais hostil, pois seus dogmas e preceitos estão voltados para o domínio total da humanidade e por vezes cerceada por sentimentos vingativos.  Talvez o livro que virou filme de grande sucesso mundial, Anjos e Demônios, de Dan Brown, seja a mais fiel reprodução do que seja e como funciona esta sociedade secreta.  Talvez seja a mais poderosa organização subterrânea que já existiu. Segundo Sylvia Browne, “De todas as sociedades secretas que pesquisei, os Illuminati são de longe a mais vil”.

O termo illuminati (“iluminados”, em latim) foi usado para designar diversas organizações, reais e fictícias, através dos séculos. Atualmente, a uma sociedade secreta criada na Alemanha pelo filósofo Adam Weinshaupt, no ano de 1776, denominada Illuminati da Baviera. Apesar de ter sido educado por padres jesuítas Weinshaupt admirava os rituais pagãos e o ‘Maniqueismo[1]’.

De acordo com Sylvia Browne, “Weinshaupt decidiu formar um corpo de conspiradores para libertar o mundo do que chamava de dominação jesuíta da Igreja em Roma, trazendo de volta a pura fé dos mártires cristãos”. “Foi assim que ele fundou a Sociedade dos Mais Perfeitos, nome que mudou para Illuminati (na sua tradução, os ‘intelectualmente inspirados’). Os 5 membros originais foram escolhidos entre os alunos da Universidade de Ingolstadt, onde ele ensinava direito canônico.”(Browne, 2008).

Sabe-se que esses pupilos juravam obediência à organização, que se dividia em 3 categorias. Começando pela mais baixa que se chamava Berçário. Esta incluía os níveis Preparação, Noviço, Minerval e Illuminatus Menor. Em seguida tinha a Maçonaria, com os graus Illuminatus Major e Illuminatus Dirigens. Finalmente a mais alta, Mistérios, que englobava os graus Presbítero, Regente, Magus e Rex – o supremo.

O grupo de 5 iniciados cresceu e invadiu a Alemanha, despertando a desconfiança do governo e se transformando em alvo de extrema perseguição. Com isso, em 1784, Weinshaupt terminou fugindo do país. A partir daí surgiram teorias que vão desde o extermínio dos Illuminati, passando por aqueles que acreditam que o grupo continuou a operar clandestinamente, defendendo ideologias como o anarquismo e o comunismo, até os que acham que estariam por trás da Revolução Francesa, da Revolução Russa e do nascimento dos EUA.

Mas segundo os que acreditam na Teoria da Conspiração, a influência dos Illuminati nos EUA foi tão grande que vários de seus símbolos estão estampados na nota de US$ 1. Robert Goodman, em seu livro, “O livro negro dos Illuminati”, diz: “Eles usam sinais para transmitir informação entre si. O presidente Roosevelt, maçom de grau 33, aproveitou o desenho na nota para incluir toda essa informação como pista para novos projetos dos Illuminati”. “Um deles seria a 2ª Guerra Mundial, uma espécie de ensaio geral da Nova Ordem.”
Alguns pesquisadores acreditam que, atualmente, esses grupos herdeiros dos Illuminati controlam as finanças, a imprensa e a política internacionais. Para eles, as organizações que estariam envolvidas seriam sociedades secretas como a “Crânio e Ossos” (Skull and Bones), uma fraternidade dos estudantes da Universidade Yale, e o clube Bilderberg, que reúne políticos, empresários, banqueiros e barões da comunicação. “Acredita-se que eles querem um único governo global”. Afirma a pesquisadora espanhola Cristina Martin, autora do livro El Club Bilderberg (sem tradução para o português).

Quanto aos supostos símbolos dos Illuminati escondidos na nota de US$ 1, que os especialistas afirmam serem várias pistas de sua influência sobre a sociedade americana, são os seguintes:

  1. Olho que tudo vê
  2. Pirâmide de tijolos iguais
  3. Inscrição Novus Ordo Seclorum
  4. 13 estrelas
  5. 13 frutos e folhas
  6. 13 listras verticais
  7. 13 flechas
  8. Coruja

E ainda há mais uma curiosidade sobre a nota de 20 dólares bastante intrigante. Ao dobrar a nota no sentido longitudinal fazendo duas metades você verá a imagem das torres gêmeas em chamas como mostra a figura a seguir.

Resultado de imagem para Torres Gêmeas (Fonte da imagem: Reprodução/ Fold Money)

Torres Gêmeas (Fonte da imagem: Reprodução/ Fold Money)

Wagner Braga

Continuar lendo ARTIGOS: ILLUMINATI, O DESTINO DA HUMANIDADE NAS MÃOS DAS SOCIEDADES SECRETAS,POR WAGNER BRAGA

ARTIGOS: CAVALEIROS TEMPLÁRIOS, O DESTINO DA HUMANIDADE NAS MÃOS DAS SOCIEDADES SECRETAS

Na  série O DESTINO DA HUMANIDADE NAS MÃOS DAS SOCIEDADES SECRETAS, aqui na coluna ARTIGOS, já apresentamos Os Essênios, uma das seitas judaicas, a Irmandade Rosacruz e a Maçonaria. Na nossa 5ª publicação dessa série vou apresentar para você uma a mais controversa de todas elas, pelo fato de ter sido criada pela Igreja para proteger Jerusalém após a conquista da cidade como um exército religioso, mas foi desvirtuada e se tornou mais poderosa do que quem a criou: Os Cavaleiros Templários.

Resultado de imagem para Cavaleiros Templários

Cavaleiros Templários

Quem eram os templários?

Os Cavaleiros Templários surgiram como uma espécie de exército religioso, com o objetivo de proteger Jerusalém após a conquista da cidade, no século XII, durante o período das ‘Cruzadas[1].

Este exército chegou a reunir cerca de 20 mil cavaleiros e ganhou o nome de Cavaleiros Templários por ocuparem uma ala do palácio real da cidade, cujo relato bíblico afirma ter sido construído pelo Rei Salomão. Eles também ficaram conhecidos como Cavaleiros Pobres de Cristo e do Templo de Salomão. Sua identificação era a túnica branca com uma cruz e foram fundamentais na defesa dos Estados cristãos constituídos, à força, no Oriente Médio.

Esta Ordem foi fundada em 1099 por um homem conhecido por Godofredo de Bulhão. Ele foi um dos líderes da Primeira Cruzada. Atendendo a convocação do papa Urbano II para libertar a Terra Santa dos muçulmanos ele partiu em 1096 de Lorena, na França, a frente de um exército de 40.000 homens. Chegou a Jerusalém no início de 1099 e promoveu um verdadeiro massacre contra muçulmanos e judeus lá residentes. Este massacre é descrito no livro The Monks of War de Desmond Seward da senguinte forma:

Jerusalém foi devastada em julho de 1099. A raivosa ferocidade de sua pilhagem mostrou quão pouco a Igreja (católica) fora bem-sucedida em cristianizar instintos atávicos. Toda a população da Cidade Santa foi passada a fio de espada, tanto judeus quanto muculmanos. Setenta mil homens, mulheres e crianças pereceram num holocausto que durou três dias. Em alguns lugares os homens andavam com sangue acima dos seus tornozelos, e homens montados eram respingados por ele enquanto galopavam através das ruas. Chorando, esses conquistadores devotos iam descalços orar no Santo Sepulcro antes de correr ansioso de volta à matança.

Aqui vale pontuar sobre o pensamento da Igreja de não ser pecado matar em nome de Deus para defender os seus interesses, quando se trata de expulsar invasores da Terra Santa. Não conheço passagem nenhuma no Novo Testamento que valide algo parecido com isso. Jesus Cristo nunca pregou a violência em nenhuma hipótese. De onde o clero tirou isso?  Nem mesmo o Deus do antigo testamento que era tão vingativo autorizou esse tipo de atrocidade. Pelo contrário, ele tornou pecado matar em um dos dez mandamentos. E quando se mata inclusive mulheres e crianças indiscriminadamente esse ato definitivamente não tem o aval de Deus e muito menos de Jesus Cristo.

Com o tempo o poder econômico e político dos Cavaleiros Templários se tornou imenso e ultrapassou em muito a sua finalidade inicial de exército protetor.  Acumularam fortuna incalculável devido as doações de terras, castelos e outros bens e passaram a transportar tesouros da Europa para a Terra Santa, até se tornarem, inclusive, banqueiros.  Habilidade que desenvolveram muito a frente de seu tempo, criando um sistema onde a pessoa podia depositar dinheiro em alguma das numerosas casas da ordem e através de um recibo codificado resgatar esse dinheiro em outra casa da ordem. Desta forma os viajantes, peregrinos e mercadores podiam viajar sem correr o risco de ter o dinheiro roubado, o que era muito comum naquela época. Este expediente revolucionou a transferência de fundos de uma região para outra.

Então os nobres e reis importantes começaram a se sentir ameaçados com esse vertiginoso crescimento do poder econômico e político do grupo. Foi quando o rei da França, Felipe IV, juntamente com outros soberanos que deviam dinheiro à ordem, de uso da sua autoridade, passaram a perseguir e acusá-los de blasfêmia, heresia, corrupção, aliança com o Islã e homossexualismo.

Vale abrir um breve parêntese aqui para observar sobre esse tema tão debatido na atualidade que é o “homossexualismo na igreja”. Note-se que já na Idade Média o homossexualismo era combatido pelo clero. Entretanto visando sempre a interesses escusos da igreja e ao seu bel prazer. Comentamos que os Cavaleiros Templários foram criados pelo próprio Clero, para proteger os interesses da Igreja. Foram importantes e muito úteis enquanto se submetiam plenamente a esses interesses. Porém na medida que foram ganhando poder e dinheiro esse mesmo Clero que os criou tratou de perseguir, denegrir e destruir a imagem dos Cavaleiros Templários, inclusive difamando-os pela prática do homossexualismo, claro, através de fake News.

Segundo o historiador Carlos Roberto Figueiredo Nogueira, da USP, “todas as acusações eram provavelmente falsas”, mas, em 1312, o ‘papa Clemente V’ determinou a dissolvicão da ordem. Apesar de sua extinção, essa, talvez seja a ordem ou sociedade secreta que mais gerou mitos e lendas até os dias atuais. Paira até hoje a lenda, e muitos europeus acreditam, que os cavaleiros remanescentes possuíam poderes sobrenaturais e tesouros escondidos pelo mundo. Uma outra lenda conta que o dinheiro da ordem teria financiado o descobrimento da América e do Brasil. Finalmente, até grupos esotéricos, tais como a Maçonaria afirmam ser herdeiros de seus segredos.

[1] Eram expedições organizadas pelas potências cristãs europeias para tomar a região do domínio muçulmano. Em 1139 os Cavaleiros franceses, liderados por Hugues de Payens, criaram o grupo, com inspiração em São Bernardo, que era um místico e ativista religioso fomentador de ações militares contra os “infiéis” na Terra Santa.

Wagner Braga

 

Continuar lendo ARTIGOS: CAVALEIROS TEMPLÁRIOS, O DESTINO DA HUMANIDADE NAS MÃOS DAS SOCIEDADES SECRETAS

ARTIGOS: A MAÇONARIA, O DESTINO DA HUMANIDADE NAS MÃOS DAS SOCIEDADES SECRETAS, POR WAGNER BRAGA

Na  série O DESTINO DA HUMANIDADE NAS MÃOS DAS SOCIEDADES SECRETAS, aqui na coluna ARTIGOS, já apresentamos Os Essênios, uma das seitas judaicas e a Irmandade Rosacruz. Na nossa 4ª publicação dessa série vou apresentar para você uma das mais discretas dessas sociedades, visto que sofreu perseguições e intolerância dos regimes reinantes na idade média: A Maçonaria, cujos princípios fundamentais dessa irmandade são a Tolerância, a Filantropia e a Justiça. Portanto uma sociedade secreta do bem.

Aventuras na História · O Compasso do Mundo: A Maçonaria através da história

A Maçonaria

A Maçonaria é uma sociedade discreta, que cultua a Liberdade, a Fraternidade e a igualdade entre os homens. Seus membros, são homens livres e de bons costumes que se denominam mutuamente de irmãos, devido ao seu caráter secreto de irmandade. Os princípios fundamentais dessa irmandade são a Tolerância, a Filantropia e a Justiça.

Na época do seu surgimento havia perseguições, intolerância e falta de liberdade por causa dos regimes reinantes na época. Daí a sua discrição até os dias de hoje. Seu caráter secreto deveu-se a tais perseguições e intolerância. A democracia permitiu que os Maçons se espalhassem por todos os países do mundo.                                                                                                                                                                            O ingresso à irmandade universal é feito através de convite expresso. O novo membro é integrado à irmandade numa cerimônia denominada iniciação. É uma forma de ingresso tradicional, que se mantém inalterada por séculos, cujo belíssimo conteúdo, praticamente conduz o iniciando a meditar profundamente sobre os questionamentos filosóficos que sempre inquietaram a humanidade ao longo da história.  Este ritual se chama Iniciação.                                                                                                                                                                                  O iniciante ingressa na Ordem com o grau de Aprendiz. Com o tempo e o aprendizado recebido ganha o grau de Companheiro e após um determinado período de estudos alcança o grau máximo do ‘Simbolismo[1]’, denominado de Grau de Mestre Maçom.

O local de reunião dos Maçons é chamado de loja, onde eles realizam seus rituais, que são dirigidos por mestre Maçom experiente denominado  Venerável Mestre. Estas cerimônias são em homenagem e honra ao Grande Arquiteto Do Universo: Deus.

Seus ensinamentos são transmitidos através de símbolos dando assim um conhecimento hermenêutico profundo e adequado ao nível intelectual de cada indivíduo.

Os símbolos são retirados das primeiras organizações Maçônicas, dos antigos mestres construtores de catedrais. “Maçom” em francês significa pedreiro. Devido a este fato encontramos réguas, compassos, esquadros, prumos, cinzéis e outros artefatos de uso da Arte Real, ou seja, instrumentos usados pelos mestres construtores de catedrais e castelos, que são utilizados para transmitir ensinamentos.

Por possuir um conhecimento eclético, a Maçonaria busca nas mais diversas vertentes suas verdades e experiências, dando um caráter universal a sua doutrina.

A Maçonaria não é uma religião, pois o objetivo fundamental de toda sociedade religiosa é o culto a divindade.

Cada Loja possui independência em relação as outras Lojas da jurisdição, mas estão ligadas a uma Grande Loja ou Grande Oriente, sendo estes soberanos. Cada Grande Loja ou Grande Oriente denomina-se de “potência”. Esta é uma divisão puramente administrativa, pois as regras, normas, e leis máximas, denominadas ‘Landmarks’ são comuns a todos os Maçons.
Um dos Landmark básicos da Ordem é que o homem para ser aceito deve acreditar em um princípio criador independente de sua religião.

Seus integrantes professam as mais diversas religiões. No Brasil a grande maioria dos brasileiros é cristã, e adota a Bíblia como livro da lei. Em outra nação, o livro que ocupa o lugar de destaque no Templo, poderá ser o Alcorão, o Torá, o livro de Maomé, os Vedas, etc, de acordo com a religião de seus membros.

No preâmbulo da primeira Constituição editada pela Grande Loja ficam registrados de forma clara os princípios em que se baseia a Ordem:

  • A Maçonaria proclama desde sempre, a existência de um Princípio Criador, sob a denominação de Grande Arquiteto do Universo;
  • Não impõe nenhum limite a livre investigação da Verdade e é para garantir a todos essa liberdade que ela de todos exige tolerância;
  • É acessível aos homens de todas as raças e de todas as crenças religiosas e políticas;
  • Proíbe em suas Oficinas toda discussão sobre matéria partidária, política ou religiosa, recebe os homens qualquer que sejam as suas opiniões políticas ou religiosas, humildes, contudo, livres e de bons costumes;
  • Tem por fim combater a ignorância em todas as suas manifestações;

É uma escola mutua que impõe este programa: obedecer as leis do País, viver segundo os ditames da honra, praticar a justiça, amar o próximo, trabalhar incessantemente pela felicidade do gênero humano e para conseguir a sua emancipação progressiva e pacífica.”

Maçons famosos fundaram diversas entidades que prestam serviços a humanidade, vejamos alguns exemplos: Os escoteiros por Robert Baden Powell, os Clubes de Rotary por Paul Harris, os Clubes de Lions por Melvin Jones, os grupos de jovens DeMolays por Frank Sherman Land.

A independência do Brasil foi decretada e solicitada a Dom Pedro I em uma sessão Maçônica realizada em 20 de agosto de 1822. Este dia é dedicado ao Maçom brasileiro.

O Marechal Deodoro da Fonseca, iniciado na Loja “Rocha Negra” de São Gabriel, Rio Grande do Sul, proclama a república em 15 de novembro de 1889.

Nossa Loja Fraternidade contou em suas colunas com o General Manoel Luiz Osório, Marquês do Herval.

[1] O Simbolismo surgiu na Europa na segunda metade do século XIX em resposta ao cientificismo, tendência intelectual de matriz positivista que preconizava a adoção do método científico para a investigação de todas as áreas do saber e da cultura. Em resposta a esse materialismo cientificista, os escritores simbolistas buscaram o resgate de certos valores do Romantismo que foram esquecidos pelo Realismo.

Wagner Braga 

Continuar lendo ARTIGOS: A MAÇONARIA, O DESTINO DA HUMANIDADE NAS MÃOS DAS SOCIEDADES SECRETAS, POR WAGNER BRAGA

ARTIGOS: A IRMANDADE ROSACRUZ, O DESTINO DA HUMANIDADE NAS MÃOS DAS SOCIEDADES SECRETAS, POR WAGNER BRAGA

Na  série O DESTINO DA HUMANIDADE NAS MÃOS DAS SOCIEDADES SECRETAS, aqui na coluna ARTIGOS, já apresentamos Os Essênios, uma das seitas judaicas. No ARTIGO de hoje vamos falar sobre a Irmandade Rosacruz, uma das mais misteriosas e secretas dessas sociedades. 

O que é a Ordem Rosacruz? | Super

A Irmandade Rosacruz

Como já mencionei, todas essas sociedades, irmandades ou agremiações possuem um ponto principal em comum: A sabedoria, o conhecimento e a expansão da consciência. Não é à toa que falo tanto nisso, no meu blog e nos meus livros.

O outro ponto é o que intitula este capítulo: O Segredo. Portanto, poucas sociedades precisaram tanto do segredo para sobreviver como a Rosacruz. Na Idade Média, enquanto os participantes da confraria, a fim de mergulhar nos mistérios mais profundos, que ninguém ousava penetrar, a dita ‘Santa Inquisição’ lançava na fogueira quem desafiasse questionar os dogmas católicos. Para tanto, recorriam as mais diversas crenças: gnosticismo (que buscava o conhecimento à margem do que dizia a Igreja), cabala (misticismo judaico), esoterismo islâmico, filosofia, mitologia egípcia, astrologia e alquimia.

Lançando mão desse vastíssimo repertório os rosacrucianos esperavam dar um salto quântico das trevas da ignorância para a luz da sabedoria. Acreditavam ser o autoconhecimento a chave para a expansão da consciência e o bem-estar da humanidade. Até os nossos dias os ditos herdeiros da Rosacruz celebram a tolerância religiosa, a harmonia e a paz. Mas a grande dúvida que permanece é como essa sociedade surgiu.

A Origem do Nome ROSACRUZ

São muitas as teorias para a origem dessa ordem. Uma dessas teorias acredita que aconteceu no ano de 46, após um sábio gnóstico, chamado Ormus e seus seguidores serem convertidos ao cristianismo, em Alexandria no Egito. Outros acreditam que isso só aconteceu bem mais adiante, no século XVII, de carona com a Reforma Protestante. Entretanto, conforme a lenda mais popular, o seu criador foi o monge alemão, que nasceu em 1378, Christian Rosenkreuz. Conta a lenda que, quando tinha apenas 16 anos fez uma viagem ao Oriente Médio para estudar artes ocultas com mestres muçulmanos. Depois desse aprendizado voltou para a Alemanha onde fundou uma congregação chamada de Spiritus Sanctum (“Casa do Espírito Santo”), com o objetivo de celebrar seus rituais secretos.

Após a sua morte, que teria acontecido por volta de 1484, já com 106 anos, as atividades da Rosacruz teriam ficado inertes por 120 anos, quando sua tumba foi encontrada e isso motivou o pastor luterano Johann Andrae a retomá-las. Ele publicou três manifestos que, pela primeira vez, mencionavam a ordem: Fama Fraternitatis Rosae Crucis (1614), Confessio Fraternitatis (1615) e Núpcias Químicas de Christian Rosenkreuz (1616). Esses textos causaram grande impacto entre os europeus e foram o impulso para espalhar os rosacrucianos pelo Velho Mundo.

De certa forma me sinto um Rosacruciano, pois me identifico com a forma de pensar dessa ordem, já que para as fraternidades modernas que se dizem herdeiras da Rosacruz, não importa se seu fundador realmente existiu. Para eles, assim como para mim, no caso de Jesus, o importante é o valor simbólico dele e de sua história. Para eles, por exemplo, ser cristão faria parte da busca do conhecimento oculto e esotérico, não se limitando apenas a seguir a figura bíblica de Jesus. Portanto, suas andanças pelo mundo, assimilando elementos de várias tradições, coincidem com o meu pensamento que, assim como eles, acredito na chamada Religião Universal da Sabedoria.

Segundo a pesquisadora Sylvia Browne, em seu livro Sociedades Secretas, a Rosacruz contava com o Colégio dos Invisíveis, espécie de fonte de informação por trás do movimento. Seus integrantes acreditavam que o significado do Universo estava explicado no símbolo da ordem:

“Como a flor que brota no meio da cruz, os seres humanos deveriam desenvolver a capacidade de amar de forma irrestrita, compreender as leis que regem o mundo e agir por meio da intuição e da inteligência amorosa do coração.”

(Browne,2008)

Eis aí a razão maior, pela qual eu me identifico tanto com essa ordem: o agir por meio da intuição e da inteligência amorosa do coração. Sendo que o mais curioso é que já pensava assim bem antes de conhecer a história dos rosacruzes. Daí se conclui facilmente que não foi uma mera coincidência e sim uma questão de lógica, a confirmação de que o caminho para a plenitude é como uma ‘Freeway’ de mão única, cujas estradas vicinais, sem exceção, mais cedo ou mais tarde desembocam, todas, nela.

Atualmente, são várias as sociedades que se autoproclamam descendentes da confraria inicial. As mais conhecidas são, a Fraternidade Rosacruz de Max Heindel, a Fraternitas Rosacruciana Antiqua e a Antiga e Mística Ordem Rosa Cruz (Amorc). O ponto de convergência entre todas elas, de acordo com o que dizem em seus sites, é o incentivo para despertar no ser humano o seu potencial interior pela busca da verdade.

A próxima sociedade fraterna em que irei falar é a Maçonaria, que, as vezes, chega a se confundir com a Ordem Rosacruz, já que nos séculos 17 e 18, maçons e rosacrucianos trocaram muitas informações e tinham pensamentos similares, tais como: formar uma sociedade tolerante, livre de dogmas e se aperfeiçoar através da sabedoria. Já suas principais diferenças eram: A Ordem Rosacruz seguia o cristianismo e o ‘misticismo’, enquanto a Maçonaria segue, até os dias atuais, o pensamento racional.

Wagner Braga

Continuar lendo ARTIGOS: A IRMANDADE ROSACRUZ, O DESTINO DA HUMANIDADE NAS MÃOS DAS SOCIEDADES SECRETAS, POR WAGNER BRAGA

ARTIGOS: O DESTINO DA HUMANIDADE NAS MÃOS DAS SOCIEDADES SECRETAS, POR WAGNER BRAGA

Caro(a) leitor(a),

A partir desta edição da coluna ARTIGOS vou falar sobre a influência das Sociedades Secretas no destino da humanidade. Um assunto que a maioria da humanidade não sabe nem que existe, mas que está por trás do rumo e do destino de todos nós e, hoje, mais do que nunca essa verdade precisa vir a tona, pois estamos passando por tempos de despertar da consciência. No texto a seguir vou dar uma visão geral dessas irmandades e a partir do próximo ARTIGO falarei de cada uma delas.

Sociedade Secreta S.A. - Jovem Nerd

Ao longo da história, aos poucos, surgiram instituições, seitas, irmandades e inúmeras agremiações místicas. Estas instituições ou irmandades faziam questão de permanecer isoladas, guardando segredos imemoriais nunca revelados. Esses segredos eram guardados a sete chaves e passados apenas de “pai para filho”. Em raras exceções eram revelados para outras pessoas, que tinham de ser da mais alta confiança.

Reservei este texto para falar de algumas dessas agremiações que de alguma forma influenciaram a humanidade ao longo de sua trajetória terrestre. Quando falo que influenciaram não estou exagerando nem fazendo apologia a alguma “teoria da conspiração”. O rumo que a história seguiu tem muito a ver com a influência que estas irmandades tiveram sobre o nosso ‘Inconsciente Coletivo’ (Termo criado pelo psicólogo suíço Carl Gustav Jung o inconsciente coletivo é o que não sabemos de nós mesmos. Não representa o que eu vivi, mas o que a humanidade como um todo viveu).

Para enfatizar esse pensamento devo citar alguns exemplos de personagens famosos da história que só vem a confirmar essa teoria. A Maçonaria sempre reuniu mentes inquietas, brilhantes e, principalmente, influentes. Para além de teorias da conspiração, os maçons sempre estiveram envoltos em grandes marcos mundiais, tais como: a independência dos EUA, que, acredita-se, foram decididos em lojas maçônicas. Entre as figuras mais ilustre estão ninguém menos que Benjamin Franklin e George Washington. Já no Brasil, temos um belo time de notáveis como: José Bonifácio (Patriarca da Independência, foi o primeiro grão-mestre da instituição no país), D. Pedro I, Rui Barbosa, marechal Deodoro da Fonseca e Joaquim Nabuco. Mais recentemente, o ex-presidente americano Bill Clinton foi dirigente da Ordem DeMolay, um braço da Maçonaria fundada em 1919 nos Estados Unidos.

 Já o Opus Dei é tão poderoso que, há quem acredite, pode decidir grandes questões da Igreja. Sabe-se que uma das funções secretas dos membros do Opus Dei é ocupar posições de liderança na sociedade, de onde viria todo o poder e dinheiro da instituição.

Outra Instituição, menos conhecida, porém não menos influente é a Skull and Bones. Os membros dessa organização também trabalham com o mesmo intuito da Opus Dei. Não pode ser coincidência o fato de entre os membros da sociedade, estarem alguns dos mais importantes políticos e homens de negócios do EUA, como por exemplo: George Bush pai e George Bush filho, ambos ex-presidentes dos Estados Unidos. Até mesmo o fundador da corporação Time-Life, Henry Luce, um dos mais importantes conglomerados de comunicação dos Estados Unidos, que publica a influente revista Time, fez parte da Skull and Bones.

Por fim, existem registros históricos que Os Illuminati participaram de grandes eventos históricos como a Revolução Francesa, de 1789; as inúmeras revoluções que aconteceram em países europeus no mesmo ano e até mesmo a Primeira Guerra Mundial. Os próprios fundadores dos Estados Unidos e do Federal Reserve, banco central americano, teriam ligação com a Nova Ordem Mundial, cujo principal objetivo é a dominação global da Organização. Sem falar num sem número de artistas e cantores famosos, tais como: Beyoncé e seu marido Jay-z, Ryanna, Kanye West, Justin Bieber, Walt Disney e tantos outros.

As instituições ou irmandades mais conhecidas eram: Os Essênios, Os cavaleiros Templários, A Maçonaria, A Rosa Cruz e os Illuminati, as quais vou falar brevemente sobre cada uma para que o leitor possa se familiarizar, conhecer melhor e poder fazer um juízo de valor sobre o assunto.

Wagner Braga

Continuar lendo ARTIGOS: O DESTINO DA HUMANIDADE NAS MÃOS DAS SOCIEDADES SECRETAS, POR WAGNER BRAGA

AUTOCONHECIMENTO: UM VIVA AO DESPERTAR DA CONSCIÊNCIA E A DEFESA PELA CORAGEM E A CERTEZA QUE A VERDADE VIRÁ À TONA CADA VEZ MAIS RÁPIDO EM 2021

Nesta terça-feira temos uma mensagem maravilhosa de ânimo e otimismo, aqui na coluna AUTOCONHECIMENTO. Baseado no crescimento entre humanos do despertar da consciência a certeza de que o ciclo vicioso do abuso e assédio está no fim em 2021, pois haverá muito mais luz e menos trevas, decretando o início deum novo ciclo, mas dessa vez um ciclo virtuoso. Então convido você a ler o texto completo a seguir, refletir e fazer o seu juízo de valor!

Mensagem de final de ciclo anti-abuso e anti-assédio para 2021 e além

Menina negra sentada com as mãos no rosto e joelhos levantados.
fizkes / 123rf

Em 2020, a humanidade teve o desafio de se reinventar. A nossa velha questão desde o tempo em que os nossos ancestrais procuraram as cavernas para se protegerem novamente mostra a cara para nos lembrar que não somos tão potentes e nem tão invencíveis como por vezes imaginamos ser. Temos um desamparo existencial primordial desde o início dos tempos das nossas jornadas como humanos neste plano, estando à mercê de forças incomensuráveis e incompreensíveis do universo. Somos animais assustados nas nossas mais profundas bases, com receio de que alguma catástrofe real e possível possa de uma hora para outra nos destruir por completo. Terremotos, cataclismos, tsunamis, pragas, vírus e bactérias a todo momento nos rondam de modo obscuro. Este ano nos mostra que a vida pode ser muito breve e que para existirmos bem precisamos definitivamente ter qualidade no nosso agora.

O ano de 2020 também nos ensinou sobre a necessidade de voltarmos para dentro de nós mesmos e este certamente foi um dos grandes chamados da atualidade. Apesar de ter sido um alerta mais do que necessário como atitude de sobrevivência para todas as áreas da vida, muitos aguentaram e outros literalmente não suportaram, colapsando de diversas maneiras.

Com isso, nesses novos tipos de clausuras impostas, a necessidade de libertação para o que significa literalmente viver bem surge como uma urgência imediata.

Com o advento da Covid-19, a tendência forte é que situações mal resolvidas venham à tona, não havendo mais espaço físico e nem interior para suportá-las, e nem motivos para postergá-las. No ano de 2020, a vida pede passagem, não apenas para vencermos a Covid-19, mas também para nos honrarmos em tudo o que se fizer necessário.

Com o confinamento, adoecimentos mentais se tornaram mais evidentes, bem como situações de perigo emocional e de vida tiveram menos espaço para se perpetuarem. Inúmeras pessoas vítimas de assédio, violências sexuais e emocionais estão conseguindo atravessar as barreiras do receio da exposição e mesmo humilhadas e assustadas estão conseguindo denunciar o que jamais deveria ter acontecido nos bastidores da vida, quer seja no trabalho, em casa, em circuitos familiares, sociais e em outros tipos de sistemas.

Menina branca deitada com braços embaixo da cabeça.
M. / Unsplash

Os véus caem e os abusos de poder de toda ordem são denunciados enquanto a humanidade indignada e em comum acordo faz uma aliança de afeto e de proteção às vítimas. Já é hora. Quanto mais despertos, melhor!

Precisamos estar juntos denunciando, acolhendo e cuidando das vítimas e mesmo dos assediadores, quando isso for possível. Precisamos mais do que nunca sanar sociedades adoecidas que há anos alimentam tais tipos de violência, banalizando o mal.

Cada um de nós pode dar o seu melhor nesse tema em que somos todos corresponsáveis. Assim como com a Covid-19, precisamos aliar forças estando lúcidos para erradicar esse tipo de mal de todo o planeta, sendo isso plenamente possível, quando estamos despertos, dando amor e limites saudáveis.

Psicólogos, psiquiatras, grupos de ajuda e de apoio, jornais, mídias, artigos, autoridades judiciais e governamentais têm obrigação de cada vez mais terem conhecimento de que abuso emocional, sexual e assédio são reais e extremamente perigosos, ajudando a combater esse mal que há anos vem assolando a sociedade, inclusive provocando feminicídios e violências de toda sorte.

Parabéns às pessoas que nos dias de hoje têm a coragem para denunciar toda sorte de violência.

Desejo que 2021 seja o ano da liberdade, da força e do apoio.

Que em 2021 toda a sociedade continue caminhando para que a justiça aconteça e que possamos entrar numa era de mais amorosidade, empatia e ajuda mútua.

Que estejamos alertas sem abrir mão dos nossos direitos com plena consciência do que é abuso, erradicando qualquer tipo de cilada emocional.

Quanto mais despertos, melhor!

Fonte: Eu Sem Fronteiras

Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: UM VIVA AO DESPERTAR DA CONSCIÊNCIA E A DEFESA PELA CORAGEM E A CERTEZA QUE A VERDADE VIRÁ À TONA CADA VEZ MAIS RÁPIDO EM 2021

ARTIGO: ÉTICA, MORAL E CARÁTER, VALORES RAROS! POR QUE?

Ética, Moral e Caráter

Por Wagner Braga

Caro leitor, como já havia dito no início deste livro, essa é uma leitura recomendada para as mais diversas pessoas independentemente de seu credo, religião ou até mesmo para quem não acredita em Deus. Um indivíduo bem-educado e culturalmente evoluído tem como valores primordiais o amor, o respeito, a ética e o caráter. Consegue se colocar facilmente no lugar do próximo percebendo que o que não deseja para si não pode ser bom para aquele.

Hipocrisia é a atitude do homem que tem atrasado a evolução da humanidade ao longo dos séculos, por não ter coragem de olhar para dentro de si. Essa atitude, sim, levaria a humanidade a caminhar bem mais rápido na sua evolução se o homem olhasse para si, para suas atitudes, para seu comportamento, para seus direitos e deveres, sinceramente, respeitando a moral e a ética antes de tomar qualquer atitude ou ação contra o próximo ou mesmo contra a coletividade.

Ética é a forma que o homem deve se comportar no seu meio social.

Moral é um conjunto de normas que regulam o comportamento do homem em sociedade, e estas normas são adquiridas pela educação, pela tradição e pelo cotidiano.

No contexto filosófico, ética e moral possuem diferentes significados. A ética está associada ao estudo fundamentado dos valores morais que orientam o comportamento humano em sociedade, enquanto a moral são os costumes, regras, tabus e convenções estabelecidas por cada sociedade.

Uma pessoa de boa índole pauta suas atitudes segundo as normas da moral do local e época em que vive. Uma pessoa de caráter tem firmeza e coerência de atitudes, tem firmeza nas suas escolhas. O contrário é o indivíduo mau-caráter.

Esses costumes, regras e tabus, permeiam e povoam o habitat do inconsciente coletivo. Por isso, inconscientemente, muitas vezes nos comportamos não segundo a nossa própria índole, nosso próprio caráter, mas sim segundo os vícios comportamentais impregnados na memória do nosso inconsciente coletivo. Por isso, é importante que tenhamos esse conhecimento e essa consciência, para assim obtermos o controle da nossa vida e para que possamos quebrar paradigmas, conseguindo, desta forma, melhorar e aperfeiçoar os nossos hábitos, costumes e tradições, que ficarão impregnados no inconsciente coletivo das futuras gerações. Desta forma, teremos uma humanidade evoluindo, não com passo de formiga e sem vontade, mas a passos largos, firmes e determinados.

Escrito por: Wagner Braga

Continuar lendo ARTIGO: ÉTICA, MORAL E CARÁTER, VALORES RAROS! POR QUE?

ARTIGOS: DEUS ESPERA MUITO MAIS DE NÓS E NÃO APENAS MEDIOCRIDADE, POR WAGNER BRAGA

Pausa para se reconectar com quem somos e com nossos sonhos - Infográficos - Estadão

Artigo

Questionamentos, busca e curiosidade é o mínimo que o divino espera de nós “centelhas divinas”

Tenho lido muito e profundamente a respeito de DEUS, Religião, Espiritualidade e acima de tudo sobre Cristo nos últimos vinte anos. Esses são assuntos que sempre me atraíram e que acho deveriam atrair a atenção, senão, pelo menos a curiosidade, de todo ser humano. Questionamentos como:

– Quem ou o que é DEUS?

– Somos realmente a sua imagem e semelhança?

– De onde viemos?

– Estamos realmente sozinhos nesse universo infinito?

– Por que estamos aqui?

– Por que nascemos no lugar e na família que nos concebeu?

– Por que somos do jeito que somos?

– Por que sofremos tanto?

– Por que alguém nasce deficiente físico ou mental?

– Existe reencarnação?

– Se existe, qual a nossa missão ou objetivo em cada uma delas?

E tantos outros questionamentos passam pelas nossas mentes ao longo da vida, mas não nos preocupamos em buscar as respostas, uma vez que estamos sempre muito ocupados com trabalho, família, amigos, estudos, amor e tantas outras coisas que fazem parte do nosso cotidiano. E até nos preocupamos, mas, na maioria das vezes, procuramos no lugar ou à hora errada. Além do fato de que não são perguntas fáceis de se responder. Como já mencionei, estou buscando essas respostas, dia após dia, há pelo menos vinte anos, através de leituras e consultas das mais diversas correntes filosóficas e dos livros oficiais de várias religiões. Enfim, através da busca incansável por todos os meios e métodos ao meu alcance. Obtive algumas respostas, outras estão a caminho de serem respondidas e ainda restam muitas interrogações. Mas percebo que o mais importante de tudo isso é que não passemos por esta vida sem questionarmos os porquês, pois o conhecimento nos liberta e traz as soluções para os nossos problemas, os nossos males, as nossas fraquezas e tantas outras coisas que podemos melhorar e resolver nessa breve estada.

Esses questionamentos são importantes para todas as pessoas, mesmo sem considerar o seu credo religioso. Por exemplo, é importante tanto para os que acreditam como os que não acreditam em reencarnação. Para os que nela acreditam, é importante porque o aprofundamento nessas questões levará a pessoa a descobrir quantas vezes já reencarnou, em que estágio de consciência re-encarnacional ela se encontra e o que fazer para na próxima ser alguém melhor. Para aqueles que não acreditam, é importante porque podem questionar afirmações dogmáticas como: Já que eu só tenho essa vida, se eu for uma boa pessoa e fizer o bem serei salvo e entrarei no reino dos céus, apesar de todos os meus defeitos, fraquezas e pecados? Onde é o Reino dos Céus, como se chega lá, e depois de chegar o que acontece? E se eu não conseguir ser um bom indivíduo, vou para o purgatório ou para o inferno? E onde fica o purgatório? Onde fica o inferno? O que realmente acontece quando eu chegar lá? Estarei perdido para todo o sempre? Será que DEUS é tão cruel assim que não me dará uma nova chance?

Muitas e muitas pessoas apenas seguem os ensinamentos da bíblia ou de qualquer que seja o livro sagrado das mais diversas religiões sem questionarem absolutamente nada. Como se fôssemos literalmente ovelhas conduzidas por um pastor. Ora, se somos imagem e semelhança de DEUS e fomos os únicos agraciados com o maior presente do Pai, o “livre-arbítrio”, então temos não apenas o direito, como também a obrigação, de levantar esses questionamentos. Afinal de contas, somos seres inteligentes e segundo a ciência atual só utilizamos 5% da capacidade total do nosso cérebro. Portanto, se não o fizermos, estaremos nos igualando às ovelhas, seres irracionais. Acho que não é isso que DEUS quer de nós. Ele espera muito mais de seus filhos, assim como um pai que coloca seu filho no melhor colégio para estudar e ser alguém culto, sábio e vencedor.

Autor: Wagner Braga

Continuar lendo ARTIGOS: DEUS ESPERA MUITO MAIS DE NÓS E NÃO APENAS MEDIOCRIDADE, POR WAGNER BRAGA

ARTIGOS: CORAÇÃO, INTUIÇÃO E GRATIDÃO, UM ATALHO PARA A VIDA PLENA

O destaque da nossa coluna AUTOCONHECIMENTO desta quarta-feira é um trecho do meu novo livro “Coração, Intuição e Gratidão, um atalho para a vida plena”, que enfatiza a importância de nos afastarmos da força do ego e sairmos da zona de conforto para que possamos crescer espiritualmente e expandir a consciência e deixar para trás as nossas crenças limitantes. Então convido você a ler essa passagem e assistir ao vídeo a seguir!

Saia da sua zona de conforto para uma vida melhor

Não é fácil não entrar na zona de conforto. Eu sei disso. Mas precisamos acima de tudo ter disciplina em todos os hábitos para não cairmos nessa armadilha. Por isso a importância de desenvolvermos o nosso lado espiritual. A importância de entrarmos em contato com o nosso ‘self’, o nosso ‘eu interior’.

Venho dizendo nas minhas publicações do Blog do Saber que este é um caminho sem volta. Pode ser que alguém ache que esse caminho é tortuoso e ruim. Mas é exatamente ao contrário. Ele vai nos levar a um estado de espírito nunca imaginado antes, onde não haverá dor, cansaço, tristeza, sofrimento nem doença. Mas para alcançarmos isso as palavras-chave são: Crença e Disciplina.  Crença no nosso próprio ilimitado poder, que se encontra no nosso inconsciente e no nosso interior. O nosso Eu Superior, nosso Eu Cósmico. Ele sim tem condições de nos conduzir para um plano onde não precisaremos mais estar presos à matéria, ao nosso EGO. Quanto a Disciplina, muita gente confunde com sofrimento.

Portanto quando aparentemente nos sacrificamos deixando de fazer algo prazeroso para nos pouparmos pensando na nossa saúde, bem-estar, longevidade, evolução e no nosso crescimento espiritual, na verdade quem está nesse estágio evolutivo não considera nem sente tais “privações” como sacrifício e sim como uma compensação. Ele sabe que aquela “privação” inicial nada mais é do que uma compensação para obter mais na frente a liberdade total e plena.

Portanto, na minha visão e entendimento o grande vilão, em última análise, que impede ou atrasa o processo de crescimento espiritual e a nossa jornada evolutiva é a tal zona de conforto, capitaneada pelo EGO preguiçoso. Sim, pois até quando nos esquivamos de estudar, ganhar conhecimento através da leitura; quando nos recusamos a conhecer o desconhecido, porque achamos que já sabemos coisas demais ou até mesmo porque temos receio de descobrir algo que possa nos assustar ou por dúvidas na nossa mente, enfim; quando impomos limites ao nosso aprendizado, estamos resistindo a sair da zona de conforto e nos recusando a enxergar as coisas que, normalmente, não enxergamos com os cinco sentidos e, desta forma, retardando o nosso processo evolutivo. Se não tomarmos consciência disso o quanto antes teremos problemas e muita perda de tempo nessa fantástica jornada.

Coração, Intuição e Gratidão, um atalho para a vida plena

Wagner Braga

Fonte: 

Continuar lendo ARTIGOS: CORAÇÃO, INTUIÇÃO E GRATIDÃO, UM ATALHO PARA A VIDA PLENA

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar