Blog do Saber, Cultura e Conhecimento!

LIVROS: OS OLHOS NA ESCURIDÃO DE DEAN KOONTZ E A GRANDE COINCIDÊNCIA

Em meio a histeria da pandemia do coronavírus da última semana em face ao avanço da epidemia pelo mundo, vem a tona um livro publicado há 40 anos pelo escritor de suspenses e ficção Dean Koontz, The eyes of darkness ou Os olhos da escuridão sobre uma “arma biológica” chamada “Wuhan-400” que causaria pânico em todo o mundo. Numa extrema coincidência o autor prevê que 2020 aconteceria uma epidemia semelhante a do coronavírus. Leia o artigo completo a seguir e conheça a incrível história!

O coronavírus foi realmente previsto no livro de Dean Koontz em 1981?

Thaís Garcia

Publicado em 26.02.2020

O coronavírus foi realmente previsto no livro de Dean Koontz em 1981? 16

GETTY/TWITTER

O escritor de suspense, Dean Koontz, previu o surto do atual vírus corona há quase quarenta anos? Em seu livro “The Eyes of Darkness” (Os Olhos da Escuridão), escrito em 1981, o americano escreve sobre uma “arma biológica” chamada “Wuhan-400” que causaria pânico em todo o mundo.

O escritor de ficção – que frequentemente incorpora elementos de horror, ficção científica e mistério em seus ‘thrillers’ (suspenses) – forneceu uma descrição de um vírus que, para muitos, é assustadoramente semelhante ao “Covid-19”.

“Um cientista chinês chamado Li Chen fugiu para os EUA com um disquete com informações sobre a nova e mais perigosa arma biológica da China”, diz o livro de 312 páginas“Eles chamam de “Wuhan-400″ porque foi desenvolvido em laboratórios perto da cidade de Wuhan”.

The eyes of darkness conta a história de Tina Evans, que busca descobrir o que realmente aconteceu com seu filho Danny. O menino é dado como morto após um acidente, mas, cerca de um ano depois, ao entrar no quarto do garoto, Tina vê uma mensagem escrita no quadro-negro que há no cômodo: “Não morreu”.

O filho da protagonista é detido em uma unidade militar, depois de ter sido infectado com o microrganismo produzido pelos seres humanos.

Koontz escreveu que o Wuhan-400 foi desenvolvido como uma “arma perfeita”: afetava apenas as pessoas e não podia sobreviver fora de um corpo humano vivo por mais de um minuto. Era uma arma biológica projetada para matar pessoas, mas acidentalmente deu a uma criança habilidades psíquicas.

Décadas depois, seu romance está circulando on-line, com sugestões de que Koontz previu o coronavírus de 2019.

Uma postagem no Facebook inclui 3 fotos: duas páginas do livro e uma mostrando a capa do romance de Koontz, ‘The Eyes of Darkness’.

A legenda diz: “Koontz escreveu este livro no início dos anos 80 e descreveu o vírus Corona. Interessante.”

O coronavírus foi realmente previsto no livro de Dean Koontz em 1981? 17

Página do livro de Dean Koontz: “Eles a chamam de ‘Wuhan-400’ porque foi desenvolvida em seus laboratórios de RDNA nos arredores da cidade de Wuhan, e foi a 400ª cepa viável de um micro-organismo feito pelo homem em um centro de pesquisa”.

O coronavírus foi realmente previsto no livro de Dean Koontz em 1981? 18Trecho do livro que diz: “Por volta de 2020 uma doença severa, parecida com a pneumonia, se espalhará pelo globo, atacando pulmões, tubos bronquiais e resistindo a todos os tratamentos conhecidos”.

O coronavírus foi realmente previsto no livro de Dean Koontz em 1981? 19O livro “The Eyes of Darkness”, escrito em 1981 por Dean Koontz.

Instituto de Virologia de Wuhan

Várias pessoas estão convencidas de que não é uma história fictícia que Koontz escreveu no início dos anos 80. Elas acreditam que o “centro de pesquisa” descrito no livro é o Instituto Wuhan de Virologia.

De fato, existe um laboratório deste instituto que possui a mais alta classificação de laboratórios que estuda os vírus mais mortais. Ele está localizado a cerca de 30 quilômetros de onde “Covid-19” estourou pela primeira vez.

A China construiu um laboratório em Wuhan para estudar alguns dos vírus mais perigosos do mundo, o SARS e o Ebola – e especialistas em biossegurança dos EUA alertaram em 2017 que o vírus poderia “escapar” da instalação que se tornou essencial no combate ao surto.

Acredita-se que um mercado de peixe em Wuhan seja o local onde o vírus mortal se espalhou. Ele fica a cerca de 32 quilômetros do Laboratório Nacional de Biossegurança de Wuhan, que abrigava patógenos perigosos, incluindo SARS e Ebola.

Em 2017, quando a inauguração do laboratório se aproximava, cientistas americanos publicaram na revista Nature suas preocupações de que esses vírus assassinos pudesse “escapar” e infectar pessoas. Tim Trevan, consultor de biossegurança de Maryland, nos EUA, disse que temia que a cultura da China pudesse tornar o instituto inseguro, porque uma “estrutura em que todos se sentissem à vontade para falar e que tivesse uma abertura de informações seria importante”.

O vírus da SARS – que entre 2002 e 2004 infectou 8.098 pessoas e matou 774 – havia ‘escapado’ várias vezes de um laboratório em Pequim, antes da abertura do laboratório de Wuhan, segundo o artigo da Nature. A China instalou o primeiro dos 5 a 7 biolaboratórios planejados e projetados para a máxima segurança em Wuhan em 2017, com o objetivo de estudar os patógenos de maior risco, como o SARS.

O laboratório, instalado no Instituto de Virologia Wuhan, foi construído em 2015 e ficou pronto em 2017. Ele foi o primeiro laboratório do país projetado para atender aos padrões de biossegurança nível 4 (BSL-4) – o mais alto nível de risco biológico, o que significa que seria qualificado para lidar com os patógenos mais perigosos. Os laboratórios da BSL-4 devem ser equipados com roupas de proteção especiais ou espaços especiais de trabalho em gabinetes, nos quais são confinados vírus e bactérias que podem ser transmitidos pelo ar para caixas seladas que os cientistas alcançam usando luvas de alta qualidade. Existem cerca de 54 laboratórios BSL-4 em todo o mundo. O primeiro da China, em Wuhan, recebeu credenciamento federal em janeiro de 2017.

Apesar dos primeiros temores sobre a contaminação em massa, especialistas chineses disseram que “atualmente não há suspeitas de que a instalação tenha algo a ver com o atual surto”, detectado pela primeira vez na China em dezembro do ano passado.

O microbiologista da Universidade Rutgers, Richard Ebright – e também responsável pelo sequenciamento de genoma crucial que permite aos médicos diagnosticar o vírus – disse ao Daily Mail que “não há motivos para suspeitar de que o laboratório esteja conectado ao vírus corona em Wuhan”.

De acordo com Guizhen Wu, da revista Biosafety and Health, o laboratório de Wuhan estava operacional ‘para experimentos globais em patógenos BSL-4’ desde janeiro de 2018.

“Após um incidente de vazamento de laboratório da SARS em 2004, o Ministério da Saúde da China iniciou a construção de laboratórios de preservação de patógenos de alto nível, como SARS, vírus corona e vírus de gripe pandêmica”, disse Guizhen Wu.

Os cientistas americanos que alertaram dos riscos em 2017 disseram à Revista Nature que o trabalho realizado em Wuhan era importante para o desenvolvimento de vacinas e tratamentos. Isso incluiu a realização de testes em animais, incluindo macacos, já que os regulamentos para pesquisas com animais são muito mais flexíveis na China do que nos países ocidentais. O mais recente surto do vírus corona, que atualmente os cientistas acreditam ter sofrido mutação para infectar pessoas por meio de contato animal-humano, agora se espalhou para outros países, chegando ao Brasil.

Covid-19 x Wuhan-400

O Wuhan-400 tem algumas semelhanças com o Covid-19, mas as “previsões” de Koontz não se encaixam perfeitamente nas características do Covid-19.

O Wuhan-400 foi mencionado na versão original do livro como ‘Gorki-400’. Naquela época, o que preocupava era a Guerra Fria entre Estados Unidos e União Soviética. Somente em 2008 o nome foi alterado para Wuhan-400 e várias passagens do romance foram alteradas.

Ambos têm uma associação com a cidade chinesa de Wuhan. A doença fictícia de Koontz foi desenvolvida por pesquisadores de um laboratório. Embora não haja evidências de que o Covid-19 tenha sido criado em um laboratório ou tenha sido projetado por pessoas, essa hipótese não deve ser totalmente descartada.

O romance também diz que Wuhan-400 “afeta apenas seres humanos” e que “nenhuma outra criatura viva pode transmiti-lo”. Acredita-se, porém, que o Covid-19, segundo cientistas, tenha passado para os humanos a partir de animais.

No livro, a arma é mortal: com uma taxa de mortalidade de 100%, enquanto o atual vírus corona, apresentou até o momento no máximo – as opiniões diferem – 2%.

O período de incubação também é muito diferente. O fictício “Wuhan-400” tem um período de incubação extremamente rápido de cerca de 4 horas, em comparação com o COVID-19, que tem um período de incubação entre de 14 dias ou até mais, apresentando casos de 24, 27 e até 34 dias.

Casos graves de Covid-19 podem causar pneumonia e falta de ar, mas a Organização Mundial da Saúde diz que a maioria das vítimas se recuperará. E testes para vacinas e outros tratamentos em potencial estão sendo realizados.

Covid-19

Os coronavírus são um grupo de vírus que causa doenças que variam do resfriado comum a doenças mais graves. Um surto de uma nova cepa, chamada Covid-19, foi identificado em Wuhan, China, no final de dezembro de 2019.

De acordo com a atualização mais recente da Organização Mundial da Saúde sobre o surto, em 26 de fevereiro de 2020, o vírus já matou 2.770 pessoas.

Houve 81.280 casos confirmados de infecção por Covid-19 em todo o mundo, a maioria deles na China.

Thaís Garcia

Correspondente Internacional na Europa. Cristã, casada, mãe e bacharel em Relações Internacionais.
Continuar lendo

SAÚDE PÚBLICA: CORONAVÍRUS NO BRASIL

País está precavido para receber o coronavírus com expectativa que o vírus se espalhe mais lentamente por causa dae temperaturas mais elevadas. Leia a reportagem completa a seguir conheça as ações do Governo Federal para atenuar o impacto da epidemia!

Governo aposta no verão e em ação coordenada para frear propagação do coronavírus no Brasil

Expectativa é de que coronavírus se espalhe mais lentamente por causa de temperaturas mais elevadas. São Paulo cria comitê de contingenciamento e monitora 30 familiares de paciente infectado

Passageiros com máscara em precaução ao coronavírus no Aeroporto de Guarulhos.Passageiros com máscara em precaução ao coronavírus no Aeroporto de Guarulhos.AMANDA PEROBELLI / REUTERS (REUTERS)

A identificação do paciente zero com o novo coronavírus no Brasil ―termo usado para descrever a primeira pessoa infectada por uma determinada doença viral― impulsionou a criação de uma rede de ações coordenadas para evitar uma rápida propagação do vírus no país. Embora o único caso brasileiro confirmado seja importado, autoridades de saúde e pesquisadores começam a tentar traçar o padrão de comportamento do coronavírus num país tropical, algo ainda inédito. E esperam que a possível disseminação dele no Brasil seja mais lenta do que nos países do hemisfério norte por conta do verão, quando há temperaturas mais elevadas, um ambiente adverso ao coronavírus, e quando as pessoas tendem a ficar menos aglutinadas em locais fechados que no inverno. Se até então o Governo brasileiro monitorava principalmente pessoas vindas da China (epicentro da epidemia), passa agora a considerar também o fluxo, muito maior, de turistas da Europa, onde a doença tem ganhado força nos últimos dias. Também se prepara para disponibilizar máscaras e outros insumos em unidades de saúde de todos os Estados, se antecipando ao provável aumento da demanda. Até esta quarta-feira, 26 de fevereiro, havia pelo menos 20 casos suspeitos da doença em investigação no país e o Ministério da Saúde promete fazer declarações diárias informando o status do problema.

São Paulo, a megalópole brasileira com elevado fluxo de brasileiros e estrangeiros, foi, não por acaso, a porta de entrada para o Coronavírus no Brasil. O paciente zero com a doença Covid-19 é um empresário de 61 anos que mora na capital paulista, mas esteve na Itália a trabalho durante 12 dias. Retornou ao Brasil na última sexta-feira em um voo com uma parada em Paris, na França. Sem apresentar qualquer sintoma, se reuniu com cerca de 30 familiares em um almoço de família no domingo. Somente na segunda-feira procurou um hospital particular após manifestar febre e tosse, sintomas comuns inclusive em casos de infecção por outros vírus respiratórios que já circulam no Brasil. Como relatou ao médico sua estadia na Itália, país que havia entrado para a lista de disseminação da doença, foi testado para o coronavírus. O resultado positivo foi confirmado em um contrateste.

O empresário agora está em isolamento domiciliar porque apresenta sintomas brandos da doença, e o protocolo internacional é de manter internado apenas quem apresentar um quadro clínico mais grave. De casa, ele usa máscara, tem seu lixo descartado separadamente e evita estar no mesmo cômodo que a esposa. Ambos são monitorados por equipes de saúde pública, mas até o momento ela não manifestou sintomas da doença. Equipes da Anvisa, do Ministério da Saúde e da Prefeitura de São Paulo estão em contato também com os 30 parentes que estiveram com o paciente infectado, além de oito passageiros que estavam num raio de até duas poltronas em todas as direções do empresário na aeronave. A orientação é que, caso algum deles apresente febre e algum sintoma respiratório (como coriza, tosse ou falta de ar), procure uma unidade de saúde. Essas pessoas “contactantes” não estão em quarentena, mas são orientadas a evitar aglomerações e a tomar os mesmos cuidados preventivos que o restante da população: lavar regularmente as mãos, manter-se hidratado e com uma alimentação saudável.

O alerta gerado pela confirmação do primeiro caso de coronavírus impulsionou o Governo do Estado de São Paulo a criar um comitê de contingenciamento, com especialistas preparados para dialogar tanto com autoridades de saúde federais, estaduais e municipais quanto com autoridades de outras áreas, caso haja necessidade, a depender da evolução de casos no país. Ainda não há informações sobre como exatamente o grupo atuará na prática, mas o infectologista David Uip, coordenador do comitê, afirma que São Paulo está preparada para lidar com a Covid-19, doença que surge a partir de uma modificação genética do coronavírus. “Não tem nenhuma novidade o que estamos tratando aqui hoje. Passamos pelo H1N1 e outras infecções virais há muitos anos”, afirma. Uip garante ainda que a rede paulista de leitos hospitalares, sendo 7.000 de UTI, é suficiente para atender um possível aumento de demanda pelo coronavírus, pois eles serão destinados apenas aos casos graves da doença.

No âmbito nacional, o ministro Luiz Henrique Mandetta anunciou já ter feito uma licitação para a contratação emergencial de 1.000 leitos de CTI em caso de necessidade, informa o repórter Afonso Benites. O ministro também disse que, dentro de uma semana, todos os Estados brasileiros receberão máscaras e outros insumos já comprados pelo Governo para se prepararem a uma maior demanda de pacientes por conta do coronavírus. Ele diz que o momento não é de pânico, mas de se preparar para notificar os possíveis casos num contexto em que o verão e o clima tropical podem contribuir para uma disseminação mais lenta. Mesmo que novos casos possam ser confirmados nos próximos dias, Mandetta argumenta que o padrão do vírus observado na China dá pistas sobre a transmissibilidade e a baixa letalidade do coronavírus. “A gravidade da doença está de moderada a leve”, endossa o secretário de vigilância em Saúde, Wanderson Kleber de Oliveira.

“Não há razão para pânico, mas precisamos ficar alerta porque tudo pode mudar”, acrescenta o secretário-executivo da Saúde de São Paulo, Alberto Kanamura. Ele explica que a maior chance de uma pessoa transmitir o coronavírus é quando está com sintomas e que pesquisas mostram que, no inverno dos países do hemisfério norte, um infectado tem transmitido a doença para uma média de três pessoas. E compara com o sarampo, quando essa média de transmissão chega a 20 pessoas.

O virologista Gúbio Soares ―que integra o Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Federal da Bahia e desenvolveu um teste rápido que pode identificar o coronavírus em cerca de três horas― acha difícil que o vírus se espalhe pelo Brasil na mesma velocidade de países como a Itália. “O clima mais quente do país não ajuda a propagação em pleno verão. As salivas e gotículas das pessoas também secam rapidamente. Não acredito que haja uma disseminação descontrolada no país”, afirma.

Gúbio Soares diz que o sistema público de saúde vem se preparando para dar respostas rápidas a uma possível propagação da doença desde janeiro, mas sugere que o Governo se antecipe em pedir autorização de mais recursos financeiros ao Congresso, caso precise oferecer recursos rapidamente para comprar equipamentos e insumos numa situação de emergência. A experiência de outros países mostra, por exemplo, que há um grupo mais suscetível a contrair o coronavírus, como pessoas acima de 60 anos, com a imunidade comprometida ou com comorbidades (a exemplo de pessoas transplantadas, portadoras de HIV sem tratamento e pacientes com câncer).

É nesse contexto que o Governo decidiu antecipar a vacinação contra outros vírus respiratórios que já circulam pelo país, como por exemplo Influenza e H1N1. A partir de março, as vacinas serão disponibilizadas com novos componentes às modificações comuns desses vírus, informa o Ministério da Saúde. O virologista Gúbio Soares afirma que esta será uma ação importante para evitar coinfecções, com a contração de mais de um vírus que poderia agravar quadros clínicos. O infectologista David Uip também vê a medida como positiva neste momento que o país está prestes a ver o retorno de vírus sazonais. “Com isso, você diminui a prevalência de pelo menos três vírus, dois Influenza A e um B”, explica.

O ministro Luiz Henrique Mandetta ainda aproveitou o caso de coronavírus no Brasil para cobrar que a Organização Mundial da Saúde (OMS) considere a doença uma pandemia, quando não está mais concentrada em territórios específicos. A medida seria um reconhecimento de que a doença infecta, simultaneamente, pessoas ao redor do mundo e permitiria ampliar a lista de alerta de países para a doença.

Fonte: El País

Continuar lendo

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA QUINTA-FEIRA

Por G1

27/02/2020 02h00  Atualizado há uma hora


Coronavírus no Brasil, e agora? O podcast O Assunto ajuda a tirar dúvidas sobre a doença que teve o 1º caso confirmado no país e conversa com a correspondente Ilze Scamparini sobre a situação na Itália, onde o surto explodiu. Nos EUA, um paciente que não saiu do país pode ser a 1ª contaminação interna. Dados do Tesouro mostram que o setor de saúde deixou de receber R$ 9 bi em 2019 devido à regra do teto de gastos. E Bolsonaro decide se amplia a presença do Exército no Ceará, que vive uma crise na segurança.

INTERNACIONAIS

Coronavírus nos EUA

Imagem de microscópico mostra o novo coronavírus, responsável pela doença chamada Covid-19 — Foto: NIAID-RML / AP

Imagem de microscópico mostra o novo coronavírus, responsável pela doença chamada Covid-19 — Foto: NIAID-RML / AP

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC, na sigla em inglês) confirmou mais um caso de novo coronavírus no norte da Califórnia. A diferença para os registros anteriores é que esse pode ser o primeiro relato de transmissão da doença dentro do território norte-americano, pois o paciente não viajou para nenhum outro país. Isso indicaria uma possível transmissão da virose nos EUA. Todos os outros casos contraíram o vírus em outros países ou por meio de contato muito próximo com quem viajou.

Harry e Meghan começam a sofrer limitações impostas pela família real

As letras miúdas de seu acordo de saída do Reino Unido tem implicações financeiras e comerciais e impedem parte de seus planos de independência

O furacão sem fim no Palácio de BuckinghamLa reina Isabel II, con Meghan Markle y el príncipe Enrique, en julio pasado. Harry e Meghan Markle renunciam aos títulos e financiamento públicoEl príncipe Enrique a su llegada a Vancouver.Príncipe Harry se une a Meghan Markle no Canadá para iniciar nova vida

− Sabe a coisa mais curiosa da Europa? As pequenas diferenças.

John Travolta explicava a Samuel L. Jackson, em Pulp Fiction, como uma palavra pode transformar um simples hambúrguer em uma iguaria.

− Sabe como chamam um Quarteirão com Queijo em Paris? Chamam de Royale com Queijo.

O Palácio de Buckingham deu recentemente ao príncipe Harry e sua esposa, Meghan Markle, o enésimo golpe ao proibi-los de usar a palavra royal (“real”) em sua marca registrada de apresentação ao mundo: Sussex Royal. E toda a raiva contida no comunicado em que o casal acatou a decisão sugere que, por mais que isso seja apresentado como um contratempo, foi um golpe baixo. “Embora nem a monarquia nem o Governo tenham jurisdição alguma sobre o uso do termo royal no âmbito internacional, o duque e a duquesa de Sussex não têm intenção de usar a marca Sussex Royal nem a reiteração do termo royal em nenhum território (tanto dentro do Reino Unido como no resto do mundo) quando ocorrer a transição [em 31 de março]”, responderam os duques de Sussex. Um texto de mais de mil palavras no qual começaram a ser delineados os termos dessa transição e que parece ser uma tentativa de controlar as rédeas de um processo que não tem sido tão tranquilo como eles desejavam.

A rainha Elizabeth com os duques de Sussex em junho de 2018.

A rainha Elizabeth com os duques de Sussex em junho de 2018.JOHN STILLWELL (AFP)

A Lei de Marcas Registradas do Reino Unido, de 1994, protege em seu artigo 4 “palavras, letras ou símbolos que podem levar as pessoas a pensar que seu usuário recebeu, recentemente ou no passado, patrocínio ou autorização real”. Como qualquer disposição legal, a interpretação pode ser rígida ou flexível e a casuística, ampla. O escritório do lorde Chamberlain (o funcionário à frente dos assuntos da Casa de Windsor) redigiu seus próprios guias de interpretação e exemplos. A lista foi feita antes que Harry e Meghan causassem tanto rebuliço na família real, mas parece planejada para pôr sal na ferida. Exemplos de uso fraudulento da palavra royal seriam “louças, alimentos sofisticados, comida orgânica, confeitaria, bebidas alcoólicas, roupas, eventos esportivos, exposições, feiras florais e eventos turísticos, médicos e filantrópicos”, diz o texto. E acrescenta: “A lista não é exaustiva”.

Já as atividades para as quais o termo não representa nenhum problema seriam “serviços financeiros ou de seguros, envidraçamento duplo de janelas, reparos elétricos ou produtos como skates, computadores, games ou camisetas”.

Jamais um texto legal conteve tanta carga de crueldade não intencional.

O príncipe Harry e Meghan começam a entender o que significa lidar “profissionalmente” com o Palácio de Buckingham, assinala a mídia britânica. “Os Sussex entenderam imediatamente a importância de proteger uma marca. Por isso tiveram tanta pressa de registrar Sussex Royal para qualquer uso comercial futuro (incluindo pijamas, pelo que nos disseram)”, escreveu Robert Hardman, especialista em assuntos da realeza, no The Daily Mail. “Eles dificilmente podem fazer objeção ao fato de que a rainha e seus funcionários, que representam uma instituição que protege a marca há séculos, tenham colocado na mesa leis já consolidadas de proteção de sua propriedade intelectual.”

Harry e Meghan manterão, como eles mesmos se encarregam de enfatizar no comunicado, o título de Sua Alteza Real (HRH, na sigla em inglês). Mas admitem que não o usarão no dia a dia “porque deixarão de ser membros ativos da família real” a partir de 31 de março. O príncipe só continuará sendo major, tenente-comandante e chefe de esquadrão durante os 12 meses de duração do período de experiência, depois do qual o Palácio de Buckingham e os Sussex deverão revisar os termos e adaptá-los aos acontecimentos. E o casal manterá o dispositivo de segurança de que dispõe até agora devido “ao perfil público por ter nascido no seio da família real, à carreira militar [do príncipe], ao próprio perfil independente da duquesa e ao nível de risco e ameaça que ambos compartilham e que foi amplamente documentado nos últimos anos”.

Ninguém dúvida que a capacidade do casal de garantir sua independência econômica esteja mais do que garantida, e os especialistas que calcularam a renda que podem obter em um futuro imediato falam em dezenas de milhões de euros. Ainda não foram calculados, no entanto, os lucros cessantes acarretados pela deterioração progressiva da reputação, algo a que a imprensa sensacionalista britânica tem se dedicado com empenho desde o primeiro minuto. “Esse comunicado foi a manifestação da raiva rancorosa de Meghan. Meghan sempre consegue o que Meghan quer”, disse o escritor Tom Bower no programa Good Morning Britain, cujo apresentador, o jornalista Piers Morgan, transformou-se no flagelo diário da atriz americana. Ao lado dele estava sentada a jornalista Afua Adom, representando uma imprensa liberal que continua marcando posição em defesa de um casal que decidiu se libertar da rigidez da família real e de uma mulher que substituiu Camilla Parker-Bowles, duquesa da Cornualha, como alvo de todos os ataques.

No momento, estão ganhando os primeiros, que se regozijam com seu desprezo. Hambúrgueres, skates ou camisetas, sim. Para o resto, deverão se conformar em ser apenas Harry e Meghan.

 Fonte: El País

 

Menina cujo pai a fazia rir das bombas escapa da guerra na Síria

A família, protagonista de um vídeo em que o adulto brincava com sua filha para evitar traumas, chega à Turquia com mediação das autoridades turcas

MAIS INFORMAÇÕES

A história por trás do pai que brinca para que a filha ria das bombas

Forças leais a Bashar al Assad levantam suas armas em sinal de vitória em Mleiha, nas proximidades do aeroporto de Damasco.

Em Damasco, Putin exibe sua influência em plena escalada de tensão no Oriente Médio

Varios niños subidos en un camión, en plena huida de la zona norte de Alepo, el 15 de febrero. ONU alerta para o maior êxodo de civis sírios desde o início da guerra

Às vezes, os atalhos da guerra são caprichosos. Há apenas 11 dias, Abdalla Mohamed, sírio de 32 anos, gravou um vídeo de um minuto no qual brincava com sua filha de três anos, Salwa, para tentar evitar que ela ficasse traumatizada com as bombas. Abdalla tinha fugido com sua mulher e sua filha da guerra em sua cidade, Saraqib, na conturbada província síria de Idlib. Mas as bombas continuavam caindo ao longe em seu novo lugar de residência, Sarmada, a dez quilômetros da fronteira turca. No vídeo, pai e filha brincavam que aqueles estrondos eram fogos de artifício. A gravação chegou a Mehmet Algan, de 34 anos, amigo turco da família. Algan postou o vídeo no Twitter e o impacto na mídia foi imediato. Tanto que, já nesta terça-feira, a família conseguiu cruzar a fronteira e deixar a Síria para trás, como desejava.

Em uma das mensagens trocadas com o EL PAÍS na semana passada, Abdalla, um provedor de serviços de Internet atualmente desempregado, pediu precisamente ajuda para deixar sua terra e pôr sua filha a salvo. Em Istambul, Mehmet Algan contou que seus amigos estavam “exaustos”, que a menina estava crescendo e eles queriam sair da Síria. Conseguiram isso com a mediação do Governo do presidente turco, Recep Tayyip Erdogan.

“As autoridades turcas entraram em contato comigo e nos levaram para a Turquia”, relatou Abdalla à agência de notícias oficial turca Anadolu, que acompanhou a família através da passagem fronteiriça de Cilvegozu e informou em primeira mão sobre a viagem.

O vídeo de Abdalla e Salwa, que já tem 2,7 milhões de visualizações, foi comparado pela imprensa internacional com a trama do filme italiano A Vida é Bela. Sem querer cair em spoilers, o final aqui é mais feliz. Um paradoxo desta guerra: cerca de um milhão de deslocados sírios se amontoam do lado sírio desta fronteira, ameaçados pelo avanço da infantaria do regime de Bashar al-Assad e pelos bombardeios de caças russos sobre a província de Idlib. Mas as passagens fronteiriças estão fechadas. Do outro lado, e após nove anos de conflito, mais de 3,5 milhões de refugiados sírios vivem na Turquia. Erdogan planeja devolver e realocar em território sírio pelo menos um milhão deles, como informou após lançar, em outubro, sua ofensiva contra as milícias curdas do norte do país árabe.

Mehmet Algan@alganmehmett

İdlipli bir arkadaş ailesiyle birlikte sınır kasabası Sarmada’ya sığınmış. 4 yaşındaki kızına uçak ve bomba seslerinin bir oyun olduğunu öğretmiş. Her ses geldiğinde ailecek gülüyorlar oyun bozulmasın diye. Suriye insanlığın ağır çekim mağlubiyeti oldu. Çok büyük kalp ağrısı.

Mehmet Algan@alganmehmett

Abdullah ve güzel kızı Selva. Yukarıda durumlarını paylaştığım baba kız. Ve yine tekrar eden o kahredici oyun. Anlamak için Arapça bilmenize gerek yok.

Vídeo incorporado

1.572 pessoas estão falando sobre isso

“Estou feliz”, relatou Abdalla ao EL PAÍS em uma breve troca de mensagens. “Estamos longe da guerra, não há explosões, não há aviões, não há morte. É um lugar novo, não tenho trabalho, mas estou feliz.” As fotografias divulgadas pela Anadolu mostram a pequena Salwa rindo, como fazia quando brincava com seu pai, desta vez com um avião de brinquedo na mão, correndo pela localidade de Reyhanli, a cerca de dez quilômetros da fronteira. Pais e filha se reuniram ali com parentes que já estavam morando em território turco, e agora vivem com alguns amigos.

As autoridades lhes forneceram um cartão que os identifica como refugiados sírios e permite que estejam legalmente na Turquia. “Aqui não concedem residência a ninguém”, assinalou Abdalla.

− Voltarão para Síria no futuro?

− Se a guerra parar. Caso contrário, não penso em voltar.

Fonte: El País

 

NACIONAIS

O Assunto

Confirmado o primeiro caso de Covid-19 no país, Renata Lo Prete conversa com Alberto Beltrame, presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde, para entender o que esperar a partir de agora. Beltrame fala sobre nossos sistemas de vigilância e monitoramento de casos, explica por que o paciente que mora em São Paulo está em casa e dá dicas de prevenção. A principal delas: lavar as mãos, repetidas vezes. Participa também Ilze Scamparini, correspondente da Globo na Itália, país da Europa onde a situação é mais crítica, com 12 mortes, e onde o brasileiro foi contaminado. Ouça:

Áreas saúde deixam de receber R$ 9 bi

As áreas de saúde no Brasil deixaram de receber R$ 9 bilhões em 2019 devido à regra do teto de gastos, mostra o Tesouro Nacional. Para este ano, o orçamento indica que outros R$ 9 bilhões podem deixar de ser alocados em razão da regra do novo regime fiscal. Entenda.

Embora contabilize perdas, a saúde no país terá que gastar mais, pois o envelhecimento da população exigirá mais R$ 50 bilhões até 2027, prevê o governo.

Neste ano, o orçamento da saúde é de R$ 135 bilhões, segundo a proposta orçamentária aprovada pelo Congresso no final do ano passado.

Contas do governo

O Tesouro Nacional divulga hoje o resultado de janeiro das contas da União. O governo fechou 2019 com déficit primário de R$ 95,065 bilhões. Saem também hoje os dados de janeiro da dívida pública. Em 2019, a dívida pública federal, que inclui os endividamentos do governo dentro do Brasil e no exterior, teve aumento de 9,5% em 2019, para R$ 4,248 trilhões, maior patamar da série histórica, que teve início em 2004.

Exército no Ceará

No Ceará, comissão inicia negociação com PMs amotinados

No Ceará, comissão inicia negociação com PMs amotinados

Ceará pediu a prorrogação do decreto da GLO (Garantia da Lei e da Ordem), que vence amanhã, para garantir a presença do Exército no estado durante o motim de policiais militares. O presidente Jair Bolsonaro decide se mantém os soldados na região após se reunir nesta manhã com o ministro da Defesa, Fernando Azevedo.

Mega-Sena

 Aposta única da Mega-Sena custa R$ 4,50 e apostas podem ser feitas até às 19h — Foto: Marcelo Brandt / G1

Aposta única da Mega-Sena custa R$ 4,50 e apostas podem ser feitas até às 19h — Foto: Marcelo Brandt / G1

O concurdo 2.237 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 200 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio é hoje no Terminal Rodoviário Tietê, em São Paulo. O prêmio é o terceiro maior da história em concursos regulares (excluída a Mega da Virada, cujos sorteios são no dia 31 de dezembro).

Fies

Resultado do Fies foi divulgado na noite desta quarta-feira (26) — Foto: Reprodução / Fies

Resultado do Fies foi divulgado na noite desta quarta-feira (26) — Foto: Reprodução / Fies

Os resultados para o 1º semestre de 2020 do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e do Programa de Financiamento Estudantil (P-Fies) foram divulgados ontem à noite. Para o primeiro semestre, foram ofertados 70 mil contratos a juro zero. Já no segundo semestre, serão oferecidos 30 mil novos contratos. Para o P-Fies não há limite pré-estabelecido de vagas.

Curtas e Rápidas:

  • Moto ‘grande’ mais vendida do Brasil fica mais moderna, mas preço também sobe
  • Blog do Altieres Rohr: Como criminosos podem fazer compras fraudulentas no cartão de crédito?

Futebol

  • 21h30: Fortaleza x Independiente

Fonte: G1

 

Por Blog do BG

FOI POUCO: Trabalhador que entregou atestado e postou foto na praia é multado em R$ 500

Um operador de máquinas de Espírito Santo do Pinhal (193 km de São Paulo), na região de Campinas, foi condenado a pagar multa de R$ 500 ao empregador por “litigância de má-fé” após o desenrolar de um processo judicial que comprovou que ele havia postado fotos na praia em dias em que estava afastado por atestado médico.

Segundo o acórdão, o caso teve início quando o funcionário foi à Justiça fazer uma reclamação trabalhista contra a empresa, pedindo adicional de insalubridade e alegando que havia desenvolvido doença ocupacional em decorrência do trabalho na empresa, uma fábrica de vidros temperados.

O empregado foi admitido em junho de 2014 e dispensado em novembro de 2015, sem justa causa. Um mês antes da demissão, apresentou atestado médico de dois dias, com a justificativa de “ruptura espontânea de tendões não especificada”.

Além do adicional de insalubridade, o funcionário pediu à Justiça a manutenção do plano de saúde, reintegração ou indenização do período de estabilidade, indenizações por danos morais e materiais e honorários advocatícios.

No processo, a empresa usou como provas postagens em redes sociais do funcionário que, nos dois dias de afastamento, publicou fotos em uma praia.

“O reclamante alega que, em virtude da doença ocupacional, ‘se tornou praticamente inválido’ e terá que se aposentar por invalidez, de modo que as atitudes não se coadunam com os fatos por ele narrados ou até mesmo com os atestados apresentados à empregadora”, diz na decisão a desembargadora Larissa Carotta Martins da Silva.

O juiz de 1º grau negou todos os pedidos do trabalhador e o condenou por litigância de má-fé, com condenação de multa de R$ 500 à empregadora.

O TRT-15 (Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região) negou o recurso apresentado posteriormente pelo funcionário e manteve a decisão do juiz da primeira instância, mantendo a multa.

“O atestado tinha relação com um dos pedidos da ação, que pretendia comprovar uma suposta doença ocupacional. Como a utilização do atestado visava um benefício no processo, a prova se revelou inidônea, então é perfeitamente cabível a indenização por litigância de má-fé”, explica o advogado Marcos Lemos, do Benício Advogados Associados.

AGORA SP

 

Jornalista diz que ‘crise desproporcional’ tenta emplacar ‘impeachment da vingança’ contra Bolsonaro

O destaque desproporcional para o compartilhamento, pelo presidente Jair Bolsonaro, de um vídeo que o bajula e que nem sequer menciona o Congresso, atende à conveniência da elite política de Brasília, incluindo jornalistas, de não apurar as razões de importante ministro ao revelar que o governo tem sido chantageado por parlamentares. De quebra, ainda tenta emplacar algo como o “impeachment da vingança”.

Em conversa vazada, o general Augusto Heleno disse que não dava para aceitar “esses caras chantagearem a gente o tempo todo”.

Ninguém se interessou pela gravíssima revelação sobre as “insaciáveis reivindicações de parlamentares por fatias do orçamento impositivo”.

Em vez de apurar a denúncia, aplaudiram o ataque de Rodrigo Maia a Heleno. Mídia e políticos acham valentia atacar militares aposentados.

De Roberto “é dando que se recebe” Cardoso Alves aos dias atuais, o Congresso tem histórico de emparedar governos para obter vantagens.

CLÁUDIO HUMBERTO

 

Marinha confirma vazamentos em navio da Vale que está afundando no Maranhão

Resultado de imagem para Navio com minério de ferro da Vale pode naufragar no litoral do Maranhão

Marinha confirmou que o navio MV Stella Banner, que carrega 300 mil toneladas de minério da Vale, teve dois vazamentos em sua estrutura. Não foi informado, porém, o que teria vazado no mar, nem a quantidade. Especialistas em meio ambiente afirmam que o vazamento pode causar um desastre à fauna marinha.

O navio MV Stella Banner adernou a cerca de 100 quilômetros do porto de Itaqui, no Maranhão, de onde saiu, com destino ao porto de Qingdao, na China, onde era esperado para chegar no dia 4 de abril.

Segundo a Marinha, “no momento o navio se encontra encalhado”, devido a uma manobra feita por seu capitão. Por meio de nota, a Marinha declarou que as causas do acidente ainda não foram identificadas e que problema ocorreu às 21h30 da segunda-feira, 24.

“Quatro rebocadores se deslocaram em direção ao navio para coletar mais informações e prestar apoio, caso necessário”, informou a Marinha. “A tripulação permanece em segurança na área à bordo dos rebocadores enviados.”

“A Marinha instaurou um inquérito administrativo para apurar causas, circunstâncias e responsabilidades do incidente”, informou o Comando do 4º Distrito Naval da Capitania dos Portos do Maranhão.

Uma reunião já foi realizada com a presença de representantes da Vale, da autoridade portuária, do agente marítimo e mais dois membros da empresa Ardent Global. Um rebocador para conter danos ambientais foi enviado pela Vale.

Segundo informações divulgadas pela mineradora, a embarcação é de propriedade e operada pela empresa sul-coreana Polaris. Como operadora portuária, a Vale está atuando com suporte técnico-operacional, com o envio de rebocadores, e colaborando com as autoridades marítimas.”

EXAME

Comments

Para ex-PGR e ex-vice do STJ, Bolsonaro cometeu crime de responsabilidade

Para ex-procurador geral da República, Claudio Fonteles, e para o ex-vice presidente do Superior Tribunal de Justiça, Gilson Dipp, não resta dúvida: o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) cometeu crime de responsabilidade ao incentivar um protesto contra o Congresso e o STF.

Na noite da terça (25), a jornalista Vera Magalhães revelou em seu site BR Político que o presidente usou seu WhatsApp pessoal para chamar manifestantes a participar do protesto, previsto para 15 de março, em apoio ao governo e contra o Congresso Nacional e o STF (Supremo Tribunal Federal).

“Desta vez é a gota d´água”, afirmou Dipp, que também exerceu as funções de Corregedor Nacional de Justiça e de ministro do Tribunal Superior Eleitoral e hoje atua como consultor e parecerista. “Por muito menos Collor e Dilma sofreram impeachment”, disse.

“Para mim, o fato noticiado é o famoso fumus boni juris [a fumaça do bom direito]. É o suficiente para sustentar a acusação de crime de responsabilidade contra o presidente”, afirmou Fonteles.

UOL

 

Flamengo de Jesus ganha terceira taça em 10 dias, faz história com 1º título internacional no Maracanã e está longe do teto

Algumas cenas familiares no Maracanã, além do estádio cheio, é claro: a torcida do Flamengo celebrando, jogadores recebendo uma taça e dando uma volta olímpica, a terceira em dez dias, a quinta em três meses. Desta vez, a Recopa Sul-Americana. E o mais notável desta rotina de conquistas é ver a forma como este time reage a novos desafios.

Há uma semana, lidou bem com este respeitável Independiente del Valle na altitude. Nesta quarta-feira, jogou em casa mas com um homem a menos por 65 minutos. E ganhou por 3 a 0. O trabalho de Jorge Jesus tem oito meses, o elenco foi reforçado para 2020. Ou seja, não há motivos para acreditar que o Flamengo bateu no teto.

Comments

Bolsonaro pede a ministros que não comentem sobre vídeo contra Congresso

Foto: Adriano Machado / Reuters

O presidente Jair Bolsonaro pediu a seus ministros que evitem fazer comentários sobre o compartilhamento do vídeo convocando a população para atos contra o Congresso e o Supremo Tribunal Federal (STF). A orientação geral é para que foquem nas pautas de governo e não estendam as discussões contrárias ao Legislativo.

Mais cedo, em suas redes sociais, Bolsonaro minimizou o compartilhamento das mensagens dizendo ter apenas trocado mensagens com amigos pelo celular e as considerou de “cunho pessoal”. Ele não fez referência direta ao episódio.

Na publicação, Bolsonaro também afirma que usa suas redes sociais para manter “uma intensa agenda de notícias não divulgadas por parte da imprensa tradicional”. O presidente ainda acrescentou que “qualquer ilação fora desse contexto são tentativas rasteiras de tumultuar a República”.

O ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, saiu em defesa do presidente alegando que o vídeo não fala do Congresso, apenas manifesta apoio ao governo.

No filme de um minuto e meio compartilhado pelo presidente pelo Whatsapp não há menção direta ao Congresso ou ao Supremo Tribunal Federal (STF). São exibidas imagens de protestos em Brasília na época do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Com o Hino Nacional ao fundo, um narrador pergunta logo no início: “Por que esperar pelo futuro se não tomarmos de volta o nosso Brasil?”. Procurada, a Secretaria de Comunicação da Presidência informou que não vai se manifestar.

O Globo

Comments

Gilmar anula busca e apreensão da Lava Jato na casa do dono da Caoa

Foto: Reprodução

Gilmar Mendes anulou a busca e apreensão feita há seis meses pela Lava Jato na casa de Carlos Alberto de Oliveira Andrade, o dono do Grupo Caoa, informa Fabio Leite na Crusoé.

O empresário é suspeito de ter recebido repasses ilícitos no esquema da Odebrecht.

Na decisão, o ministro do STF alega que a medida determinada em agosto do ano passado pela juíza Gabriela Hardt se baseou em indícios “frágeis” e “vagos” apresentados pela força-tarefa do Paraná.

Oliveira Andrade foi um dos alvos da Operação Pentiti –a 64ª fase da Lava Jato, deflagrada com base no acordo de colaboração de Antonio Palocci, que recebeu 4,5 milhões de reais da Caoa em 2010.

O Antagonista

Comments

Ministros se reúnem para coordenar as ações de combate ao novo coronavírus

O novo chefe da Casa Civil, Braga Netto, reuniu hoje os ministros Luiz Henrique Mandetta (Saúde), Fernando Azevedo e Silva (Defesa), Ernesto Araújo (Itamaraty), Sérgio Moro (Justiça), Onyx Lorenzoni (Cidadania), Augusto Heleno (GSI), Tereza Cristina (Agricultura) e Jorge Oliveira (Secretaria Geral) para coordenar as ações de combate ao novo coronavírus.

Mandetta informou que todos os estados enviaram ao governo planos de contingência e que o governo federal notificou portos, aeroportos e pontos de fronteira sobre os procedimentos — unidades de saúde e hospitais de referência já foram orientados para lidar com possíveis infectados.

Foi autorizada licitação para reforçar o estoque de máscaras a serem enviadas aos estados.

O Antagonista

TST reverte decisão e funcionária será indenizada por ser chamada de “pica-pau”

Foto: Reprodução

Trabalhadora chamada de “pica-pau” por seu chefe será indenizada por dano moral. A 2ª turma do TST restabeleceu sentença por entender que a conduta do gerente tornou a obreira motivo de chacota no ambiente de trabalho.

A funcionária alegou que quando pintou os cabelos de vermelho, o gerente da empresa a chamou de “pica-pau” na frente de todos os colegas de trabalho. Além disso, teria falado, ironicamente, que “fizeram uma bela obra de arte” em seus cabelos.

Veja a matéria completa aqui.

Justiça Potiguar

 

LOCAIS

América vence nos pênaltis e avança para a terceira fase da Copa do Brasil

O América de Natal se classificou nesta quarta-feira de Cinzas (26) para a terceira fase da Copa do Brasil. Após um jogo equilibrado no tempo normal, a equipe potiguar venceu nos pênaltis o River-PI, por 4 a 3, e agora vai enfrentar o Juventude (RS) pela competição nacional.

A partida aconteceu no estádio Albertão, em Teresina (PI). No tempo normal, o jogo foi equilibrado e terminou empatado em 1 a 1.

AGORA RN

 

Álvaro Dias com vergonha de Henrique Alves

Resultado de imagem para alvaro dias e henrique alves

O prefeito de Natal, o caicoense Álvaro Dias, acha que o eleitor natalense é bobo ou tem memória curta.

Só pode ser isso.

Álvaro, que está no cargo de prefeito desde abril de 2018 – quando Carlos Eduardo Alves deixou o cargo para ser candidato a governador – quer continuar no posto pelos próximos quatro anos.

Pois bem. Depois que pesquisas qualitativas mostraram que estar na companhia do ex-deputado Henrique Alves, outrora o todo-poderoso chefão do MDB, é um grande complicador para sua candidatura à reeleição, Álvaro deu uma pelezada.

Simplesmente quer abandonar o MDB e mudar de partido. Vai largar a sigla onde militou praticamente a vida inteira e onde teve padrinho, mentor e protetor ninguém menos que o próprio Henrique Alves.

Foi o ex-ministro de Dilma e de Temer, amigo de Gedel e companhia que bancou a indicação de Álvaro Dias para vice-prefeito e companheiro de chapa de Carlos Eduardo em 2016. Todo mundo se lembra disso.

E agora Álvaro resolve pular do barco para não ser visto na companhia de Henrique Alves. Tirar foto juntos então…nem pensar!!!

O Solidariedade ele não conseguiu tirar de Kelps Lima, será que vai conseguir tirar o PRB de Benes Leocadio?
E qual será o entendimento do partido sobre o abandono do prefeito? Um próprio integrante diz que se confirmando “vão ter que conversar”.

Fonte: Blog do BG

Por G1 RN

26/02/2020 16h11  Atualizado há 13 horas


Uma das pacientes investigadas pela Sesap fez exames no Hospital Giselda Trigueiro — Foto: Quézia Oliveira/Inter TV Cabugi

Uma das pacientes investigadas pela Sesap fez exames no Hospital Giselda Trigueiro — Foto: Quézia Oliveira/Inter TV Cabugi

A Secretaria de Saúde Pública do Rio Grande do Norte confirmou nesta quarta-feira (26) que está investigando três possíveis casos de coronavírus no estado. De acordo com a Sesap, exames foram realizados nas pacientes para confirmar as suspeitas. Agora elas estão em quarentena domiciliar.

A Sesap informou que a investigação é para confirmar se os casos atendem, ou não os critérios para serem considerados suspeitos. As pacientes são uma menina de 10 anos, que estava em um cruzeiro que ia pra Xangai e foi desviado pra Hong Kong, e duas mulheres, uma de 28 e outra de 45 anos, que viajaram para o norte da Itália. Não há grau de parentesco entre as três.

De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria, após os resultados desses procedimentos médicos a pasta convocará uma entrevista coletiva para divulgar mais informações.

Confira as principais informações:

  • Brasil confirmou o primeiro caso de coronavírus no país
  • Trata-se de um homem que mora em SP, tem 61 anos, e veio da Itália
  • Ele está em quarentena domiciliar
  • 30 pessoas da família estão sob observação
  • Além destes casos, há pacientes em investigação em todo o país
  • Outros 59 casos foram descartados
  • 16 passageiros que estiveram no mesmo voo devem ser postos em observação – alguns podem ter pego conexão e ido para outros destinos

Caso confirmado em São Paulo

De acordo com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, o paciente com Doença pelo Coronavírus 2019 (Covid-19) chegou ao país vindo da Itália. Ele estava assintomático e, depois de alguns dias, procurou um serviço de saúde com sintomas respiratórios. Antes, ele havia participado de uma reunião familiar, o que levou o Ministério da Saúde a colocar 30 pessoas que tiveram contato com ele em observação.

O secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Kleber de Oliveira, afirmou que ele é hipertenso e que por ter mais de 60 anos está entre os pacientes que apresentam maior risco, mas no caso dele específico, os sintomas são leves e a doença não evoluiu para um quadro mais grave.

O hospital Albert Einstein registrou a suspeita, fez um teste, que deu positivo. O caso foi para o Instituto Adolfo Lutz para contraprova, que foi concluído em três horas, comprovando a infecção por coronavírus. A média de conclusão do exame é de três dias, segundo Mandetta.

Imagem de microscópico mostra o novo coronavírus, responsável pela doença chamada Covid-19 — Foto: NIAID-RML/AP

Imagem de microscópico mostra o novo coronavírus, responsável pela doença chamada Covid-19 — Foto: NIAID-RML/AP

Passageiros não ficarão em quarentena

De acordo com o ministro Luiz Henrique Mandetta, os passageiros que estavam no avião com o paciente detectado com Covid-19 não serão postos em quarentena.

Entretanto, 16 passageiros devem ficar em observação: a partir da poltrona onde o paciente viajava, serão monitorados os passageiros dos lados e das duas fileiras à frente e atrás.

“Não existe quarentena porque não existe eficácia nesse tipo de situação”, afirmou.

A recomendação é que os passageiros entrem em contato com a companhia aérea e informem o quadro respiratório e o local em que viajaram para que se verifique a proximidade que estavam a este paciente.

Repatriados de Wuhan X caso confirmado em SP

O ministro da Saúde esclareceu as diferenças entre os casos dos repatriados de Wuhan, que ficaram em quarentena em uma base militar em Goiás após chegarem da China, e o caso confirmado de Covid-19 em São Paulo, que está em quarentena familiar.

Sobre os repatriados, Mandetta disse que eles vieram de uma região epidêmica e iriam para diversas partes do país, o que poderia espalhar o vírus caso estivessem infectados.

“É de bom senso que você traga [ao Brasil] e aguarde 14 dias [para checar os sintomas]”, afirmou Mandetta. Ele relembrou que foram feitos testes antes do embarque e durante a quarentena – todos deram negativo para a doença.

Já o paciente de SP esteve em trânsito quando estava assintomático e já estava em casa quando apresentou os sintomas.

“Você levar este paciente para dentro de um ambiente hospitalar só aumenta as chances de outros pacientes, em estado debilitado, serem acometidos”, afirmou.

“O isolamento domiciliar é o mais recomendado [para casos leves]. Temos que levar pessoas com quadro respiratório grave para o ambiente hospitalar, mas não pessoas que estão com resfriado, em bom estado geral, se alimentando, com febre baixa e que usam qualquer um desses antitérmicos [para aliviar os sintomas]”, afirmou Mandetta.

Infográfico - Entenda a Mers — Foto: Infográfico/G1

Infográfico – Entenda a Mers — Foto: Infográfico/G1

Centro de monitoramento

As autoridades sanitárias orientam que os pacientes com os sintomas da doença procurem o serviço de saúde mais próximo, caso apresentem febre, dificuldade para respirar, tosse ou coriza, associados a aspectos epidemiológicos como histórico de viagem em área com circulação do vírus ou contato próximo a algum caso suspeito ou confirmado laboratorialmente para coronavírus.

Para acompanhar esses casos suspeitos, o governo de São Paulo anunciou a criação de um centro de operações de emergência, que funcionará 24 horas por dia, controlando os registros do coronavírus em todo o estado.

O plano de ação, lançado em parceria com a Prefeitura de São Paulo, integrará profissionais de todos os municípios e inclui a compra de equipamentos de proteção para funcionários de saúde.

Dicas de Prevenção

  • Cobrir a boca e nariz ao tossir ou espirrar;
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal;
  • Limpar regularmente o ambiente e mantê-lo ventilado;
  • Lavar as mãos por pelo menos 20 segundos com água e sabão ou usar antisséptico de mãos à base de álcool;
  • Deslocamentos não devem ser realizados enquanto a pessoa estiver doente;
  • Quem for viajar aos locais com circulação do vírus deve evitar contato com pessoas doentes, animais (vivos ou mortos), e a circulação em mercados de animais e seus produtos.

Casos de novo coronavírus pelo mundo, incluindo o Kuwait, nesta segunda-feira (24) — Foto: Arte/G1

Casos de novo coronavírus pelo mundo, incluindo o Kuwait, nesta segunda-feira (24) — Foto: Arte/G1

Fonte: G1RN

Continuar lendo

BOAS NOTÍCIAS: O ESTRABISMO TEM CORREÇÃO E EXISTE UM HOSPITAL REFERÊNCIA NESSA CIRURGIA

Cirurgia para correção de estrabismo gratuita é o destaque da nossa coluna BOAS NOTÍCIAS desta quinta-feira. O hospital do Olho Julio Cândido de Brito, em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro é referência neste tipo de cirurgia. Leia a reportagem completa a seguir e saiba como se habilitar para um procedimento dessa natureza!

Hospital do Rio vira referência em cirurgia de estrabismo: gratuita

Inaugurado em 2017, o Hospital do Olho é a primeira unidade municipal especializada em oftalmologia gratuita da Baixada Fluminense.

“Fazemos até quatro procedimentos como esse por semana. Cerca de 90 crianças já foram atendidas e passaram pela correção de estrabismo aqui no Hospital do Olho”, afirmou a pediatra Fernanda Guimarães.

Fernanda é pediatra do Hospital do Olho e atual presidente da SOPERJ – Sociedade de Pediatria do Rio de Janeiro, setor Baixada Fluminense.

Como

Ela lembra que quanto mais cedo o problema for diagnosticado, melhor.

“É importante que os pais façam o quando antes a avaliação oftalmológica. Nesses casos, o diagnóstico precoce conta muito para o sucesso da correção”.

O pequeno Isaac Moreira da Silva, de 6 anos, passou pelo procedimento no Hospital do Olho Julio Cândido de Brito.

“A cirurgia do Isaac foi um sucesso”, comemorou a pediatra.

Alerta

Ela lembra que é um erro acreditar que o estrabismo desaparece com o crescimento.

E alerta que a falta de tratamento adequado pode levar à perda total da visão do olho desviado.

Serviço

O Hospital do Olho Julio Cândido de Brito funciona de segunda a domingo, a partir das 7h da manhã.

Ele fica na Praça do Laureano, nº1.135, bairro Dr. Laureano, em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro.

Hospital do Olho de Duque de Caxias - Foto: divulgação

Hospital do Olho de Duque de Caxias – Foto: divulgação

Com informações de ODia

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo

AUTOCONHECIMENTO: A OPORTUNIDADE DE CURAR AGORA – PARTE 1

Caro(a) leitor(a),

Tenho recebido textos de canalizadores com mensagens muito importantes como essa, a seguir, de cura canalizado por Letícia de Lemúria, com informações privilegiadas de seres que estão na 5ª dimensão e pode nos dar a oportunidade de dar esse salto quântico. Sei que para muitos é de difícil compreensão, pois depende do nível consciencial de cada um o entendimento dessa mensagem. Porém sei que temos muitos irmãos acompanhando as mensagens desse blog que já são capazes de compreender a profundidade dessas preciosas informações. Por isso publico. Boa leitura a todos!

Resultado de imagem para a oportunidade de curar agora

A oportunidade de curar agora (parte 1)

Canalizado por Letitia de Lemuria
25 de fevereiro de 2020
Saudações a nossos entes queridos,
Eu sou Kai dos Seres da Pirâmide e hoje falo com você através do nosso Emissário da Luz, Letícia da Lemúria. É bom cumprimentá-los aqui, neste espaço de Luz e Criação, Meus Amados. Muitos de vocês vieram usar nossa Cama de Cura durante o seu horário de sono, porque expressamos nossa alegria em vê-lo chegando e pedimos que compartilhem as notícias com aqueles que andam com você diariamente em sua Jóia Terrena Gaia. Por favor, continue usando este presente o mais rápido possível na busca de seu crescimento, equilíbrio e cura, conforme desejado.
Observamos que o resultado de muitas dessas visitas à nossa Sala de Cura e Cama de Cura nos mostrou que muitos de vocês estão prestes a alcançar a verdadeira divindade do que significa ter Corpos de Luz Ascensionados. de Consciência Estendida, que seus corações há muito desejam.
Muitos de vocês sofreram de doenças físicas, que simplesmente nos surpreenderam com a forma como não apenas suportaram, mas também superaram suas dificuldades físicas, mentais e emocionais, enquanto se entregam livremente a outras pessoas em sua vida diária. Nós o vemos e sabemos que, se você deseja continuar a vir e nos ver para a cura, nossas portas estão sempre abertas, pois essa é realmente uma das muitas partes de nossa missão a serviço de todos, neste momento.
Embora seja a nossa vibração que se concentra principalmente em compartilhar a luz com você e combiná-la com ela para ajudar os outros a acordar da escuridão que cobre seu mundo por tanto tempo, sabemos o quanto ela foi realmente difícil oferecer essa modalidade de cura e poder fazê-lo em breve no campo físico de sua vida diária, pois é tão importante trabalhar na cicatrização de feridas e obter novos downloads e despertares. útil para avançar ainda mais no Novo Mundo do que você que está lendo isso, trabalhou tanto para alcançá-lo.
Lembro também que, se você tem uma confiança mais profunda em seus Anjos pessoais, pode pedir a eles que lhe façam downloads ou atualizações (entendimento e preferência pessoal em suas palavras usadas nos idiomas da Terra) ) para ajudá-lo a dominar a cura que sua mente, corpo e espírito buscam tão profundamente.
Você tem que começar a entender que você é o Self Healers no final. Somos simplesmente ferramentas que estão lá para ajudá-lo.
Você tem toda a Tecnologia Divina dentro de você para superar quaisquer desafios mentais, físicos e espirituais que você possa ter manifestado para superar.
O segredo que está oculto a você por tanto tempo é que VOCÊ É O CURADOR DE SI, Meus Amados. Estamos aqui apenas para dar a você o impulso, a tecnologia extra e a luz, conforme necessário.
No entanto, não podemos ajudá-lo se você não solicitar.
Não, queremos que você pare todos os medicamentos químicos que está tomando atualmente, se forem úteis para você no momento. É a sua escolha consciente e expandida. Lembre-se de que não há realmente nada a temer na vida. Quando todas as coisas são abordadas com uma vibração amorosa exigente, você será capaz de saber o que é certo para você e como proceder, se optar por renunciar às drogas convencionais (químicas modernas) atuais.
Pense em nós, na Casa de Kai, como parte de sua equipe de guias / anjos. Como muitos de vocês pensaram em Adama, Sumo Sacerdote de Telos, Celestia de Telos, As Energias Divinas Sophia de sua Mãe Terra e muitos outros seres de luz. Faça parte de sua família ou equipe espiritual.
Trabalhamos em parceria com todos esses nomes há milhares de anos e continuaremos a fazê-lo. Pois a Ascensão da Terra (para incluir seus povos, vida vegetal, vida animal e outras vidas elementares) tem sido nossa missão principal, aqui na Casa de Kai.
Como você sabe, cada um de vocês tem uma equipe espiritual que você formou muito antes deste nascimento físico, e essa equipe provavelmente esteve com você por muitas encarnações físicas. Ninguém é separado desse time, nem mais especial que o outro. Isso faz parte do contrato de incorporação física em 3D. Entre e aprenda a ouvi-los, porque cada equipe é essencial para trabalhar em harmonia com o Anjo Humano da Terra, como nunca antes na história deste planeta.
Entendemos que existem lugares na superfície do seu planeta que são mais abertos às formas reais de compartilhar a luz e a abundância do amor natural. Assim como as energias livres, a medicina não apenas funciona, mas melhora e regenera o corpo físico de todos os seres que podem aceitá-la.
Sabemos e vemos que alguns lugares estão fechados e os governos querem manter o controle da economia por meio de produtos farmacêuticos vendidos como medicamentos, alimentos em lojas e muitas outras maneiras de controlar a vida. pessoas que ainda estão dormindo na verdade de quem realmente são na luz de sua alma interior.
É por isso que existem tantos de nós nos Campos de Luz acima e dentro do planeta sob seus pés, apoiando você e esperando os últimos véus de escuridão e falsidade caírem e você acorde de seus padrões de vida inconscientes nos quais você pode ter caído.
Estamos entusiasmados por começar a ver o salto que muitas pessoas iluminadas dão para entender como todas as sociedades foram divididas e como foram manipuladas por outras. É um evento delicioso. Muito diferente dos relatos da mídia, muitos de vocês entendem claramente que acabaram de terminar o tema “Dividir e conquistar”. Porque não serve mais as novas vibrações nas quais seu planeta entrou.
É ótimo ver quantos de vocês estão buscando a verdade de suas famílias estelares. O teatro de massa dos Seres Estelares que estão aqui para apoiá-lo realmente surpreenderia mesmo aqueles que sabem que estamos aqui.
Viemos aqui para ajudá-lo e trazer a cura, a comida, a tecnologia e, mais particularmente, a Luz Amorosa, pela qual todos ansiavam. Você não está sozinho, meus amados. Eu, Kai dos Seres da Pirâmide e a Casa de Kai, estive lá para ajudá-lo e continuaremos lá para você.
Como muitos de vocês escolheram aceitar nosso convite para a sala de cura e a cama que trouxemos dos Arcturianos, pudemos continuar trabalhando com vocês e ajudá-los a aprender a trabalhar na proteção de sua célula quando atravessarem sua vida diária no reino físico e aprendendo a perceber que você pode conversar com seu DNA e pedir que ele cresça e acorde para você.
É seu direito divino, minha amada! De fato, é seu dever amar a si mesmo o suficiente para fazer essas coisas em sua consciência, em sua maior expansão de consciência, cura e despertar. Todo dia eu pressiono você a se ver em um círculo de luz do arco-íris em uma espiral do que você considera ser seu DNA e vê-lo expandir. Veja os vínculos antigos reconectar, curar e sentir a luz que começa a fluir através de cada átomo, cada célula e todo o seu ser.
O efeito cascata que você me ouve repetir e sobre o qual fala com frequência é real. Vemos um número crescente de vocês perdendo camadas das antigas formas programadas de pensar e percebendo que algo está errado com as antigas formas e a programação em que você nasceu. É seu direito divino ser inteiro, amar e ser capaz de ter a liberdade de dedicar algum tempo e comungar com a Mãe Natureza diariamente e aprender novas formas de expansão no Universo, que está em cada uma delas. você, como é com todos os seres de muitas formas diferentes de consciência.
Você não terá que trabalhar tanto para prover suas famílias no futuro e poderá se olhar nos olhos e não ver o julgamento que se reflete em você, porque o outro com quem você compartilha l O espaço terá visto a verdade de como uma Vida Amorosa deve ser para todos vocês. Eles também se tornarão um com o conceito e a verdade de que cada um de nós está intimamente ligado ao Universo e que todos somos faíscas do Divino.
Porque todos são um e um é tudo. Seja Amor, seja Luz, seja Harmonia Interior e tudo mais se encaixará. Vamos parar agora e a segunda parte virá mais tarde. Eu sou o Kai dos seres da pirâmide. Hoje falo com alegria no coração, através do nosso Emissário da Luz, Letícia da Lemúria.

Traduzido e compartilhado por Celestial Messages: https://messagescelestes.ca

Continuar lendo

REFLEXÃO: NUNCA É TARDE PARA SE REDIMIR E MUDAR O LEGADO DE UMA FAMÍLIA

A nossa REFLEXÃO desta quinta-feira é sobre duas histórias que nos ensina que nunca é tarde para se arrepender dos seus erros, que pode até não salvar a sua alma, mas com certeza é capaz de forjar o caráter de outros que se espelham em você. Leia as duas histórias a seguir, reflita e tire suas conclusões!

Resultado de imagem para Easy Eddie

Uma das melhores histórias que eu já li.
Todos nós sabemos que Al Capone somente  foi preso por haver omitido rendimentos ao fisco americano.
Mas toda história tem detalhes e desdobramentos curiosos que às vezes desconhecemos.
As duas relatadas a seguir mostram que o exemplo, o bom exemplo, é sempre um grande legado:

HISTÓRIA NÚMERO UM

Há muitos anos, Al Capone controlava inteiramente a cidade de Chicago. Não ficou famoso por nenhum ato heroico.
Era notório, sim, por encher a cidade com tudo relativo a contrabando,bebidas, prostituição e assassinatos.
Capone tinha um advogado apelidado ‘Easy Eddie’, um excelente profissional!
Sua habilidade, manobrando no cipoal de leis, manteve Al Capone fora da cadeia por muito tempo.
Para mostrar seu apreço, Capone lhe pagava muito bem.
Não só o dinheiro era grande, como Eddie também tinha vantagens especiais. Por exemplo, ele e a família moravam em uma mansão protegida, com todas as conveniências possíveis.
A propriedade era tão grande que ocupava um quarteirão inteiro em Chicago. Eddie vivia a vida da alta roda da cidade, mostrando pouca preocupação com as atrocidades que ocorriam à sua volta.
No entanto, Easy Eddie tinha um ponto fraco.
Tinha um filho que amava acima de tudo. Eddie cuidava para que seu filho tivesse sempre do melhor: roupas, carros e uma excelente educação. Nada era poupado. Preço não era problema. E, apesar do seu envolvimento com o crime organizado, Eddie tentou lhe mostrar sempre o que era certo e o que era errado. Eddie queria que seu filho se tornasse um homem melhor que ele.
Mesmo assim, com toda a sua riqueza e influência, havia duas coisas que ele não podia dar ao filho: não podia transmitir-lhe um nome bom e um bom exemplo.
Um dia, Easy Eddie tomou uma decisão difícil no sentido de corrigir as injustiças de que havia participado na sua carreira como advogado.
Decidiu que iria às autoridades e contaria a verdade sobre Al ‘Scarface’ Capone, limpando o seu nome sujo e oferecendo ao filho alguma coisa como integridade moral recuperada.
Para tanto, teria de testemunhar contra a quadrilha de Capone, e sabia que o preço a pagar seria muito alto. Ainda assim, ele testemunhou.
Um ano depois, Easy Eddie foi assassinado a tiros numa rua de Chicago.
Deu ao filho o maior presente que poderia oferecer, ao maior custo que poderia pagar.
A polícia recolheu em seus bolsos um rosário, um crucifixo, uma medalha religiosa e um poema, recortado de uma revista.
O poema: ‘O relógio da vida recebe corda apenas uma vez e nenhum homem tem o poder de decidir quando os ponteiros irão parar, se mais cedo ou mais tarde. Agora é o único tempo que você possui. Viva, ame e trabalhe com vontade. Não ponha nenhuma esperança no tempo, pois o relógio pode parar a qualquer momento.’

HISTÓRIA NÚMERO DOIS

A Segunda Guerra Mundial produziu muitos heróis.
Um deles foi o Comandante Butch O’Hare, um piloto de caça, operando no porta-aviões Lexington, no Pacífico Sul.
Um dia, o seu esquadrão foi enviado a uma missão. Quando já estavam voando, ele notou pelo medidor de combustível que havia esquecido de encher os tanques do seu avião. Ele não teria combustível suficiente para completar a missão e retornar ao navio. O líder do vôo o instruiu a voltar ao porta-aviões. Relutantemente, ele saiu da formação e iniciou a volta à frota.
Quando estava voltando ao navio-mãe viu algo que fez seu sangue gelar: um esquadrão de aviões japoneses voava na direção da frota americana.
Com os caças afastados da frota, ela estaria indefesa ao ataque iminente. Ele não podia alcançar seu esquadrão nem avisar à frota da aproximação do perigo.
Havia apenas uma coisa a fazer. Teria que desviá-los da frota de alguma maneira…
Afastando todos os pensamentos sobre a sua segurança pessoal, ele mergulhou sobre a formação de aviões japoneses.
Suas metralhadoras calibre 50, montadas nas asas, disparavam enquanto ele atacava um surpreso avião inimigo e em seguida outro. Butch costurou dentro e fora da formação, agora rompida e incendiou tantos aviões quanto possível, até que sua munição finalmente acabou. Ainda assim, ele continuou a agressão.
Mergulhava na direção dos aviões, tentando destruir e danificar tantos aviões inimigos quanto possível. Finalmente, o exasperado esquadrão japonês partiu em outra direção.
Profundamente aliviado, Butch O’Hare e o seu avião danificado se dirigiram ao porta-aviões. Logo à sua chegada informou a seus superiores sobre o acontecido. O filme da máquina fotográfica montada no avião contou a história com detalhes. Mostrou a extensão da ousadia de Butch em atacar o esquadrão japonês para proteger a frota. Na realidade, ele tinha destruído cinco aeronaves inimigas.
Isto ocorreu no dia 20 de fevereiro de 1942, e por aquela ação Butch se tornou o primeiro Ás da Marinha na 2ªGuerra Mundial, e o primeiro Aviador Naval a receber a Medalha Congressional de Honra.
No ano seguinte Butch morreu em combate aéreo com 29 anos de idade. Sua cidade natal não permitiria que a memória deste herói da 2ª Guerra desaparecesse, e hoje, o Aeroporto O’Hare, o principal de Chicago, tem esse nome em tributo à coragem deste grande homem.
Assim, se algum dia você passar no O’Hare International, lembre-se dele e vá ao Museu comemorativo sobre Butch, visitando sua estátua e conhecendo suas condecorações. Fica situado entre os Terminais 1 e 2.
O que têm estas duas histórias de comum entre elas? Porque ambos eram de Chicago? Não!
Butch O’Hare era o filho de Easy Eddie.

autora: Patricia Stinghen

Continuar lendo

SAÚDE: CONHEÇA AS PROPRIEDADES CURATIVAS DA BANANA QUE VOCÊ NUNCA IMAGINOU

Na nossa coluna SAÚDE desta quinta-feira trago um artigo sobre as propriedades curativas da banana que a maioria das pessoas não sabe que ela tem e que pode mudar a sua vida caso você introduza esta fruta tão versátil na sua dieta alimentar. Leia o artigo completo a seguir e nunca mais você vai olhar para uma banana da mesma maneira novamente!

Nunca coloque Banana na geladeira. Depois de ler isto, você nunca vai olhar para uma banana da mesma maneira novamente.

A banana contém três açúcares naturais – sacarose, frutose e glicose, combinados com fibra. A banana dá uma instantânea e substancial elevação da energia.
Pesquisas provam que apenas duas bananas fornecem energia suficiente para um treino de 90 minutos extenuantes. Não é à toa que a banana é a fruta número um dos maiores atletas do mundo.
Mas energia não é a única forma de uma banana poder nos ajudar a manter a forma. Pode também nos ajudar a curar ou prevenir um grande número de doenças. Tornando-se uma obrigação adicionar a banana à nossa dieta diária.
*Depressão:* De acordo com recente pesquisa realizada pela MIND, entre pessoas que sofrem de depressão, as pessoas se sentiam melhores após ter comido uma banana. Isto porque a banana contém triptofano, um tipo de proteína que o corpo converte em seratonina, reconhecida por relaxar, melhorar o seu humor e, geralmente, fazem você se sentir mais feliz.
*TPM:* Esqueça as pílulas – coma uma banana. A vitamina B6 regula os níveis de glicose no sangue, que podem afetar seu humor.
*Anemia:* contendo muito ferro, bananas estimulam a produção de hemoglobina no sangue e ajudam nos casos de anemia.
*Pressão Arterial:* Este fruto tropical é muito rico em potássio, mas reduzido em sódio, tornando-a perfeita para combater a pressão alta. Tanto é assim, que a Food and Drug Administration nos Estados Unidos, permitiu que a indústria da banana oficialmente informasse ao publico, que ao comer essa fruta, ela poderá reduzir o risco de pressão alta e infarto.
*Cérebro:* 200 estudantes da escola Twickenham na Inglaterra tiveram ajuda nos exames este ano, comendo bananas no café da manhã, lanche e almoço em uma tentativa de elevar sua capacidade mental. A pesquisa mostrou que o elevado teor de potássio na banana, pode ajudar a aprendizagem, tornando os alunos mais alertas.
*Constipação:* com elevado teor de fibra, incluir bananas na dieta pode ajudar a normalizar as funções intestinais, ajudando a superar o problema sem recorrer a laxantes.
*Ressaca:* uma das formas mais rápidas de curar uma ressaca é fazer uma vitamina de banana, adoçado com mel. A banana acalma o estômago e, com a ajuda do mel aumenta os níveis de açúcar no sangue, enquanto o leite suaviza e reidrata o sistema.
*Azia:* têm efeito antiácido natural no organismo, por isso ocorre, se você sofre de azia, experimente comer uma banana para aliviar.
*Enjôo matinal:* comer uma banana entre as refeições ajuda a manter os níveis de açúcar no sangue elevado e evita as náuseas.
*Picadas de mosquito:* antes do creme para picada de inseto, experimente esfregar a zona afetada com a parte interna da casca da banana. Muitas pessoas acham excelentes para reduzir o inchaço e a irritação.
*Nervos:* Bananas são ricas em vitaminas do complexo B que ajuda a acalmar o sistema nervoso.
*Excesso de pressão no trabalho:* Estudos do Instituto de Psicologia na Áustria mostram que a pressão no trabalho leva à excessiva ingestão de alimentos como chocolate e biscoitos. Estudando 5000 pacientes em hospitais, pesquisadores concluíram que os mais obesos eram os que mais sofriam de pressão alta e ataques de ansiedade. O relatório desse estudo, concluiu que: para evitar que comamos biscoitos e doces quando estamos ansiosos, então é necessário que se coma alimentos ricos em carboidratos a cada duas horas para manter níveis estáveis de açúcar no sangue, e é aí que entra a nossa querida banana.
*Úlcera:* A banana é usada na dieta diária contra desordens intestinais pela sua textura macia e suavidade. É a única fruta crua que pode ser comida sem desgaste em casos de úlcera crônica. Também neutraliza a acidez e reduz a irritação, protegendo as paredes do estômago.
*Controle de temperatura:* Muitas culturas vêem a banana como fruta ‘refrescante’, que pode reduzir tanto a temperatura física como emocional de mulheres grávidas. Na Tailândia, por exemplo, as grávidas comem bananas para os bebês nascerem com temperatura baixa.
*Seasonal Affective Disorder (SAD):* a banana auxilia os que sofrem SAD, porque contêm a vitamina B6 e Triptofano, que nos acalma e nos faz ficar bem humorados.
*Fumar e Uso do Tabaco:* As bananas podem ajudar as pessoas que tentam deixar de fumar. Vitaminas – A, B6 e B12, assim como o potássio e magnésio, ajudam o corpo a recuperar dos efeitos da retirada da nicotina.
*Stress:* O potássio é um mineral vital, que ajuda a normalizar os batimentos cardíacos, levando oxigênio ao cérebro e regula o equilíbrio de água no corpo. Quando estamos estressados, nossa taxa metabólica se eleva, reduzindo os níveis de potássio que podem ser reequilibrado com a ajuda da banana, que é rica em potássio.
*Infarto:* de acordo com pesquisa publicado no New England Journal of Medicine, comer bananas como parte de uma dieta regular, pode reduzir o risco de morte por enfarto em até 40%.
*Verrugas:* os interessados em alternativas naturais juram que se quiser eliminar verrugas, pegar um pedaço de casca de banana e colocá-lo sobre a verruga, com o lado amarelo para fora. Segure cuidadosamente a casca no local com esparadrapo!
Assim, a banana é um remédio natural para muitos males. Quando você compará-lo com uma maçã, tem quatro vezes mais proteínas, duas vezes mais carboidratos, três vezes mais fósforo, cinco vezes mais vitamina A e ferro e o dobro das outras vitaminas e minerais. Também é rica em potássio e é um dos alimentos mais valiosos para nossa saúde. Então talvez seja hora de mudar essa frase em inglês, tão conhecida: 1 apple a day, keep the doctor away, e que nós traduzindo deveríamos usar: “Uma banana por dia mantém o doutor sem freguesia!”
*PASSE PARA OS AMIGOS*

PS: Bananas devem ser a razão pela qual os macacos são tão felizes o tempo todo! Vou acrescentar uma dica aqui; quer um brilho rápido nos sapatos? Pegue a parte de DENTRO da casca da banana e esfregue diretamente sobre o sapato… Passe após, um pano seco. Fruto incrível! 🍌🍌🍌🍌🍌🍌🍌🍌🍌🍌

Fonte: Topbuzz

Continuar lendo

ECONOMIA: OS JOVENS ATUAIS VIVEM NA ABUNDÂNCIA E ACHAM QUE FOI SEMPRE ASSIM

Não é fácil colocar na cabeça dos jovens de hoje que a abundância na qual eles vivem é recente e não foi nada fácil essa conquista. Também não sabem que foi o capitalismo que permitiu tudo isso e que sem ele é impossível mantê-la. Essa crença se deve a absoluta ignorância desses jovens sobre economia e política. Leia o brilhante artigo a seguir e entenda como chegamos a essa situação!

É fácil entender por que os jovens dos países mais ricos tendem a defender mais socialismo

Essa é a consequência de se viver na abundância

 

Há um fenômeno ocorrendo em comum nos países mais ricos e prósperos do mundo: os jovens afirmam ter sentimentos positivos em relação ao socialismo.

Em uma pesquisa de 2017, 51% dos millennials se identificavam como socialistas, com adicionais 7% dizendo que o comunismo era seu sistema favorito. Apenas 42% preferiam o capitalismo.

Em alguns casos, a defesa do socialismo ocorre abertamente, como nos EUA, onde os jovens que apoiam o Partido Democrata — principalmente Bernie Sanders e Alexandria Ocasio-Cortez — abertamente se auto-rotulam como socialistas. Em outros, a defesa é menos explícita, como nos recentes protestos do Chile.

Em comum, vemos jovens de países prósperos, que vivem em meio a uma abundância nunca antes alcançada na história do mundo, exigindo mais poder estatal, mais intervenções e estatizações, e menos liberdade de mercado — o mesmo mercado que lhes forneceu toda esta abundância.

O que explica essa contradição?

É tentador dizer que todo o problema se resume a uma completa ignorância tanto sobre economia básica quanto sobre história. De um lado, tais pessoas não entendem como funciona uma economia de mercado (embora vivam em uma); de outro, aparentam desconhecer por completo o histórico do socialismo.

De concreto, há uma total falta de apreço por quão rapidamente suas condições materiais melhoraram.

A armadilha nutricional

Em um passado não tão distante, as pessoas não “trabalhavam duro”, no sentido de longas e cansativas horas de trabalho. De certa forma, elas trabalhavam menos do que nós atualmente. E era assim não pelos motivos que os socialistas de hoje imaginam.

Não havia aquele cenário cor-de-rosa de “camponeses felizes trabalhando poucas horas por dia nos campos, e então passando o resto do dia no ócio e no lazer”. Todos eles eram raquíticos, muito mal alimentados e simplesmente não tinham energia para trabalhar duro. Longe de levarem uma vida idílica, ver seus filhos sofrerem de desnutrição e estar fraco demais para ajudá-los deve ter sido uma experiência tenebrosa.

Em seu livro A Grande Saída, o vencedor do Nobel Angus Deaton explica a “armadilha nutricional” que a população da Grã-Bretanha vivenciou:

A população da Grã-Bretanha, no século XVIII e início do século XIX, consumia menos calorias que o necessário para as crianças crescerem ao seu máximo potencial e para os adultos manterem seus organismos em níveis saudáveis de funcionamento, o que lhes impedia de efetuarem trabalho manual produtivo e remunerativo.

As pessoas eram muito magras e muito pequenas, talvez tão pequenas quanto nos períodos de tempo anteriores.

Deaton explica como a escassez de nutrição afetou o organismo da população. Os trabalhadores dos séculos anteriores não eram robustos; um físico atrofiado era o que oferecia a melhor esperança de sobrevivência:

Ao longo da história, as pessoas se adaptaram a uma escassez de calorias da seguinte maneira: elas não cresciam e não ficavam altas. A atrofia corporal não apenas é uma consequência de não ter muito o que comer, especialmente na infância, como também corpos menores requerem menos calorias para seu sustento básico, e eles possibilitam trabalhar com menos comida do que seria necessário para uma pessoa mais fisicamente avantajada.

Um trabalhador de 1,85m e com 90kg teria as mesmas chances de sobreviver no século XVIII quanto um homem na lua sem uma roupa espacial.

Na média, simplesmente não havia comida o bastante para alimentar uma população de indivíduos com as dimensões físicas de hoje.

O britânico médio do século XVIII ingeria menos calorias do que o indivíduo médio que vive hoje na África subsaariana. Como eles não tinham o que comer, estes pobres britânicos trabalhavam pouco. Deaton prossegue:

Os pequenos trabalhadores do século XVIII estavam efetivamente aprisionados em uma armadilha nutricional: eles não tinham como ser bem remunerados porque eram fisicamente fracos, e não tinham como comer porque, sem trabalhar e produzir, não tinham o dinheiro para comprar comida.

Johan Norberg, em seu livro Progresso, relata as descobertas do historiador econômico e vencedor do Nobel Robert Fogel:

Duzentos anos atrás, aproximadamente 20% dos habitantes da Inglaterra e da França simplesmente não conseguiam trabalhar. Na melhor das situações, eles tinham energia suficiente para apenas algumas horas de caminhada lenta por dia, o que condenava a maioria deles a uma vida de mendicância.

E então, tudo começou a mudar. Deaton explica:

Com o início da revolução agrícola, a armadilha começou a se desintegrar. A renda per capita começou a crescer e, talvez pela primeira vez na história, passou a existir a possibilidade de uma melhora contínua na nutrição.

Uma melhor nutrição permitiu às pessoas crescerem mais fortes e mais altas, o que, por sua vez, possibilitou aumentos na produtividade, criando uma sinergia positiva entre aumentos na renda e melhorias na saúde, com um se apoiando no outro.

A partir do momento em que o capitalismo realmente se consolidou, as condições de vida não apenas melhoraram sensivelmente, como todo o progresso ocorreu de maneira acelerada.

E isso, paradoxalmente, começou a gerar as sementes de sua própria destruição.

A ignorância da história

Ao fim de minha carreira de professor, estudantes universitários totalmente ignorantes sobre história já eram um fenômeno extremamente comum. Eles desconheciam totalmente a pobreza abjeta na qual viveu a vasta maioria da humanidade durante milênios. Eles simplesmente não acreditavam que o passado pudesse ter sido tão brutal, como foi vivamente descrito por Matt Ridley em seu livro O Otimista Racional.

Pior ainda, quando expostos a evidências concretas, alguns estudantes se recusam a questionar suas posições.

Sobre isso, quem melhor explicou o fenômeno foi a sempre interessante crítica cultural Camille Paglia. Em uma entrevista ao The Wall Street Journal, ela afirmou que a atual juventude dos países mais ricos enxerga suas atuais liberdades de escolha (inéditas na história da humanidade) e a atual riqueza de bens de consumo à disposição (algo também inédito na história da humanidade) como um fato consumado, como algo que sempre foi assim e que jamais irá mudar. Consequentemente, eles estão desesperadoramente necessitados de um contexto mais rico e profundo para a própria era que eles estão denunciando.

Diz ela:

Tudo é muito fácil hoje em dia. Todos os supermercados, lojas e shoppings estão sempre plenamente abastecidos. Você pode simplesmente ir a qualquer lugar e comprar frutas e vegetais oriundos de qualquer lugar do mundo.

Jovens e universitários, que nunca estudaram nem economia e nem história, acreditam que a vida sempre foi fácil assim. Como eles nunca foram expostos à realidade da história, eles não têm ideia de que essa atual realidade de fartura é uma conquista muito recente, a qual foi possibilitada por um sistema econômico muito específico.

Foi o capitalismo quem produziu esta abundância ao redor de nós. Porém, os jovens parecem acreditar que o ideal é ter o governo gerenciando e ofertando tudo, e que as empresas privadas que estão fornecendo essas coisas em busca de lucro, fornecendo produtos e serviços para eles, irão de alguma forma existir para sempre, não importam as políticas adotadas.

Em outras palavras, indivíduos ignorantes sobre história e economia acreditam que a abundância atual sempre existiu e sempre foi assim.

Daí é compreensível que eles se sintam atraídos pela ideia de um socialismo idílico: eles genuinamente acreditam que, sob o socialismo, toda esta abundância será mantida, mas agora simplesmente será gratuita para todos. Haverá MacBooks, smartphones, roupas de grife, comida farta e serviços de saúde amplamente disponíveis a todos, e gratuitamente. Como resistir?

Acreditando que poderão seguir usufruindo toda esta fartura, eles sonham que irão conseguir ainda mais coisas caso haja um governo redistribuindo para eles a riqueza confiscada de terceiros.

Paglia argumenta que a atual geração se esqueceu até mesmo do passado mais recente.

Nossos pais foram da geração da Segunda Guerra Mundial. Eles tinham uma noção da realidade da vida. Já a juventude de hoje foi criada em um período muito mais afluente. Mesmo as pessoas pobres de hoje têm telefones celulares, televisores, meios de transporte e amplo acesso a alimentos diversificados.

Similarmente, Schumpeter também se preocupava com a hipótese de que as pessoas vivendo sob a opulência passariam a ver sua situação como um fato consumado, e assim preparariam o terreno para sua própria destruição.

Em seu livro Capitalismo, socialismo e democracia, ele prognosticou que as sociedades capitalistas seriam destruídas pelo seu próprio sucesso. Para Schumpeter, o capitalismo “inevitavelmente” se transforma em socialismo.

Seu argumento, de maneira resumida, é o seguinte: uma economia de mercado, com indivíduos fortemente empreendedores, gera um grande crescimento econômico e aumenta acentuadamente o padrão de vida das pessoas. Ironicamente, no entanto, a sociedade se torna tão próspera e tão inovadora, que passa a ignorar a fonte de toda a sua riqueza, dando-a como natural, corriqueira e automática. Pior ainda: torna-se abertamente hostil a ela.

O empreendedorismo e o mercado enriquecem tanto a sociedade, que as pessoas se esquecem do quão necessária e do quão frágil a economia de mercado realmente é. Elas até mesmo começam a acreditar que os mercados — e a ordem social e cultural que mantém os mercados funcionando — são inferiores à burocracia estatal e ao planejamento centralizado.

Com o tempo, a sociedade acaba abraçando idéias socialistas.

Nas palavras de Schumpeter:

Os padrões crescentes de vida e, sobretudo, o lazer que o capitalismo moderno põe à disposição das pessoas que têm emprego e renda. . . bem, não há necessidade de terminar esta sentença e nem de elaborar aquele que é um dos argumentos mais verdadeiros, antigos e enfadonhos. O progresso secular, o qual é visto como algo natural e automático, em conjunto com a insegurança individual, que alimenta a inveja, é naturalmente a melhor receita para alimentar a inquietação social.

Entretanto, todo esse processo de transformação requer mais do que apenas a acumulação de riqueza: alguém tem de ativamente insuflar hostilidade às instituições da economia de mercado. Esse papel é desempenhado pelas classes intelectuais, que frequentemente abrigam um profundo ressentimento em relação às instituições empreendedoriais.

Os intelectuais incitam descontentamento entre um crescente número de pessoas cuja riqueza, em última instância, depende da produtividade do empreendedorismo, mas que, na prática, vivem majoritariamente fora da concorrência do mercado. Pessoas mais jovens são particularmente mais vulneráveis a esse preconceito anti-mercado, o qual é normalmente instilado por meio de escolas e faculdades.

Segundo Schumpeter, portanto, o capitalismo poderia se destruir a si próprio ao criar:

a) uma classe de intelectuais que vituperam o progresso material e o individualismo e exaltam um eventual arranjo que seria baseado no “bem comum” (o qual seria, obviamente, definido e organizado pelos intelectuais), e

b) pessoas que aceitam como fato consumado aquelas prateleiras de lojas e supermercados repletos da produtos de ampla variedade (como bem disse Paglia).

Falando mais coloquialmente, nós nos tornamos gordos e preguiçosos, e passamos a ficar obcecados com a distribuição de riqueza, e não com os pilares sobre os quais sua criação é possibilitada.

E é a partir daí que as tragédias começam a ocorrer. No caso do socialismo, elas tomam a forma de homicídios em massa.

Conclusão

No final, não importa se o tipo de socialismo defendido é idílico e bem-intencionado. Aquelas pessoas, normalmente adolescentes ricos, artistas e intelectuais acadêmicos, que professam idéias socialistas aparentemente não se lembram de como realmente era o mundo quando o socialismo era realmente aplicado. É fácil defender idéias socialistas quando se vive em um mundo opulento em que a comida é farta e barata. É fácil defender o regime venezuelano morando-se em um país rico.

O fato é que, onde quer que tenha sido tentado, desde a União Soviética em 1917 até a Venezuela atual, o socialismo foi um desastre, não importa quais eram as intenções originais. Socialistas sempre prometeram uma utopia marcada por igualdade e abundância. Em vez disso, sempre entregaram tirania e inanição. Seus propagandistas sempre devem ser sempre e incansavelmente cobrados por isso.

Como disse Thomas Sowell, “O histórico de desastres do socialismo é tão óbvio, que somente intelectuais poderiam ignorá-lo”.

Fonte: Mises Brasil

Continuar lendo

PONTO DE VISTA: DÓRIA SÓ PENSA NO SEU GANANCIOSO PLANO DE SER PRESIDENTE DA REPÚBLICA

Caro(a) leitor(a),

Não foi o presidente Jair Bolsonaro que convocou essa manifestação do dia 15 de março. São os cidadãos brasileiros que estão altamente insatisfeitos com os representantes que ai estão, nesse “congresso nacional” de sanguessugas e que só sabem tomar ações em proveito próprio em detrimento do bem estar e da vontade do povo. Bolsonaro não tem nada a ver com isso. Parece que a ficha desses bandidos que estão no congresso ainda não caiu. Ainda não perceberam que as redes sociais viralizam tudo muito rapidamente e que hoje em dia já existe no mundo, pelo menos,  2 câmeras por pessoa. Ninguém consegue fazer mais nada que não seja rapidamente descoberto. Portanto, não adianta mais o congresso se reunir e votar a toque de caixa leis que os beneficie, que lhes dê autonomia para meter a mão no dinheiro público, na surdina, ao apagar das luzes do ano velho como fizeram com essa dos 30 bolhões das emendas parlamentares. O que mais me deixa passado é a cara de pau, até mesmo do governador de São Paulo que, prefere aproveitar a oportunidade para bater no presidente do que explicitar e criticar a causa de tudo isso. Disso ele não falou nada. Mas como criticar Bolsonaro e Moro, que são os seus virtuais adversário nas eleições para presidente da república em 2022, é de seu total interesse, ele não os poupou. Portanto, vamos acabar com a hipocrisia e dizer com todas as letras que, você Dória, só está preocupado com a sua candidatura nas próximas eleições para presidente e o povo que se exploda. Até porque defender o congresso nesse momento lhe cai bem nesse plano ganancioso e ambicioso de ser presidente da república.

João Doria diz que a manifestação que ocorrerá no dia 15 de março “afronta a democracia”

Bolsonaro e Moro não escaparam das críticas recentes do governador de São Paulo.

Redação

Publicado em 25.02.2020

Por  

 

João Doria diz que a manifestação que ocorrerá no dia 15 de março “afronta a democracia” 15

Valter Campanato | Agência Brasil

A informação é do Antagonista.

A data está sendo marcada para o dia 15 de março.

O principal alvo do ato é o Congresso Nacional.

A convocação ganhou força após o General Heleno dizer que o Congresso tenta chantagear o governo nas negociações sobre o Orçamento.

Doria demonstrou total insatisfação.

“É mais um equívoco do governo Bolsonaro apoiar uma iniciativa como essa”, disse ele.

E completou:

“Essa iniciativa afronta a democracia. Sou totalmente contra.”

Fonte: Conexão Política

Continuar lendo

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar

Fechar Menu
×

Carrinho