AUTOCONHECIMENTO: VOLTAR-SE PARA DENTRO DE SI E ALINHAR-SE AO NOVO SISTEMA DE CRENÇAS EM DESENVOLVIMENTO

Vamos começar a semana refletindo sobre o que acontece quando você vai para “dentro” de si, aqui na coluna AUTOCONHECIMENTO. Uma mensagem canalizada pelos Acturianos para nos ajudar a expandir a consciência através do alinhamento com o novo sistema de crenças em desenvolvimento e perceber que a falta de alinhamento fará com que muitas maneiras “testadas e comprovadas” de resolver problemas falhem simplesmente porque a substância (energia) que os sustentou no passado não existirá mais. Por isso convido você a ler o texto completo a seguir e entender como isso acontece!

O que acontece quando você vai para “dentro” de si

Bem-vindo, queridos leitores;

É claro para todos ver que o mundo está repleto de mudanças, caos e confusão, mas, apesar disso, as velhas formas familiares de lidar com essas questões são difíceis de morrer. Soluções comumente aceitas do passado permanecem arraigadas no sistema de crenças coletivas e continuam a influenciar aqueles em posição de poder, mesmo quando falham na presença de uma consciência crescente na Terra.

Frequências novas e mais altas simplesmente não podem ser feitas para caber em moldes criados para acomodar as energias mais densas de dualidade e separação. À medida que as frequências energéticas da Terra se elevam, as ideias e crenças ainda em alinhamento com o antigo não estarão em alinhamento com o novo sistema de crenças em desenvolvimento. Essa falta de alinhamento fará com que muitas maneiras “testadas e comprovadas” de resolver problemas falhem simplesmente porque a substância (energia) que os sustentou no passado não existirá mais.

Nunca se esqueça de que a consciência, a substância da forma e o desdobramento da percepção espiritual de cada vez mais indivíduos, servirão para trazer automaticamente formas novas e mais elevadas de tudo em todas as áreas da vida na Terra.

Reconheça e resista à tentação de recriar algo em sua vida que pareça completo ou acabado, mesmo que tenha sido um período feliz de sua vida. Siga sua orientação interior com coragem quando ela disser que é hora de “seguir em frente”, pois muitas vezes a pressão para recriar ou manter algo que está concluído vem de outras pessoas – amigos, família ou até mesmo algum grupo religioso.

Existem alguns que prosperam com as glórias do passado, as revivendo para si e para os outros, enquanto procuram mantê-las vivas por meio de grupos, clubes e revistas que enfocam o tempo ou eventos específicos que estão sendo glorificados. Esta declaração não pretende denegrir a bravura ou experiências frutíferas do passado que sempre estarão com vocês, mas é para ajuda-los a compreender que viver no passado é um retrocesso, queridos, independentemente de quão aparentemente melhores os ventos possam parecer em comparação com hoje.

A evolução é a jornada contínua que cada alma faz através das experiências boas e não tão boas de muitas experiências, a fim de finalmente chegar a um ponto em que estejam prontas para despertar para a realização da Unidade. A evolução espiritual nunca pode ser controlada, interrompida ou governada pelo pensamento humano, não importa quão melhores ou piores tenham sido as experiências de alguns tempos anteriores.

Sejam paciente com o processo, queridos, pois o novo não pode aparecer da noite para o dia. Aquilo que está bem estabelecido no sistema de crença humano só pode se dissolver gradualmente, encontrando resistência e medo por aqueles que se sentem confortáveis com o status quo. Há muitos que continuam a confiar em opiniões e crenças na terceira dimensão ou religiões sobre a vida, independentemente de quão dolorosa sua situação pessoal possa ter se tornado. Isso é particularmente verdadeiro no que diz respeito aos relacionamentos.

Você alcançou um nível de prontidão espiritual que lhe permite ficar para trás como um observador, em vez de alguém que luta constantemente para curar, mudar ou consertar a si mesmo e aos outros com ferramentas ultrapassadas. Isso não significa que você nunca mais será guiado a usar métodos comuns para aliviar o sofrimento de alguém, mas significa que, ao fazê-lo, você permanece ciente de que na realidade do UM nada precisa de cura, mudança ou conserto.

Muitos de vocês alcançaram ou em breve atingirão um nível espiritual que está pronto para aceitar e integrar o fato de que todas as qualidades incorporadas em Deus/Fonte/EU SOU estão e sempre estiveram totalmente presentes dentro de vocês. Buscar qualidades Divinas (completude, inteireza, harmonia, abundância, inteligência etc.) fora do Eu, em vez de dentro de onde existem em sua plenitude, é o resultado da crença em dois poderes que trouxeram a dualidade e a separação que constituem a energia da terceira dimensão.

Isso não significa que os estudantes espirituais sérios nunca devam seguir os passos humanos que podem ajuda-los em alguns pontos, mas significa que os passos são dados com consciência espiritual e intuição confiante de quando eles não são mais necessários.

As criações formadas a partir de crenças da terceira dimensão, rituais e conceitos, sempre conterão elementos de dualidade e separação que resultam na criação às vezes sendo bem-sucedida e às vezes não. É por isso que tantas vezes o trabalho árduo e sincero e os sonhos falham, tendo sido criados a partir de energias baseadas na dualidade e na separação, que é tudo o que está disponível para o inconsciente.

Quando você vai para dentro e se permite descansar na realidade de VOCÊ, você abre a porta para tudo o que o verdadeiro VOCÊ é. Nunca se esqueça de que sua unidade com a Fonte constitui automaticamente sua unidade com tudo o que a Fonte é. Meditação é uma escuta silenciosa da “voz mansa e delicada” que você pode ou não “ouvir”, porque este não é o objetivo da meditação. Pode haver um “conhecimento” sobre algo em vez de palavras. É a intenção de um indivíduo alinhar, ouvir e descansar em uma consciência de unidade que é importante.

Você nunca precisa dizer a TI (transformação Interior) o que precisa ou deseja, porque a TI É VOCÊ. Usar a meditação como um processo para relacionar uma lista de desejo e necessidades indica uma crença na separação. Tudo o que você tem buscado já está totalmente presente, porque, É VOCÊ, não o conceito humano de você, mas o verdadeiro VOCÊ – Consciência Divina Individualizada.

A meditação é um repouso silencioso na consciência de sua integridade e nenhuma palavra ou pensamento é necessário. Pensamento de todos os tipos virão flutuando, mas não resista ou faça deles um poder. Simplesmente permita que esses pensamentos fluam e voltem novamente sem se concentrar neles enquanto você descansa na Unidade.

Pondere e pratique cada verdade da qual você se torna ciente até que ela deixe de ser conhecimento intelectual e passe a ser o seu estado de consciência. Muitos dos problemas comuns e as questões da vida diária começarão a desaparecer automaticamente de sua experiência sem que você mesmo perceba enquanto vive cada dia, silenciosamente, descansando e se alinhando com a realidade de sua Divina Individualidade.

A consciência é a substância da forma, porque a consciência é tudo o que existe, é onipresente. O estado de consciência de cada pessoa (a consciência Divina Individualizada, UM), se manifesta como sua vida e experiências. Se a consciência de uma pessoa está repleta de crenças de dualidade e separação, é isso que ela criará. Vocês são criadores porque são seres de Deus tendo uma experiência humana.

Na presença da verdade realizada (não conhecimento intelectual, não palavras em um livro, não algum mantra repetido) o irreal simplesmente não existe/não pode existir e criará formas que refletem a substância da pura Consciência Divina.

Aqueles de vocês que se alinham com essas mensagens ou quaisquer ensinamentos místicos de unidade estão prontos, além de prontos, para permitir que a meditação seja o que deve ser, alinhamento consciente com o já totalmente presente EU SOU que vocês são. Muitos de vocês já conhecem a verdade e meditam há muito tempo, mas continuam a pensar em si mesmos como separados da TI e passam períodos de meditação em busca dela (TI). Chega um ponto em que cada um de vocês devem aceitar que já SÃO TI para SER TI.

Frequentemente, vá para dentro de si para não falar, tentar criar, forçar algo a acontecer ou buscar algum resultado percebido, mas simplesmente se alinhar com a TI. Não tente entender o que é TI, pois a mente humana é incapaz de compreendê-la. Muitos tentam e muitos pensam que tiveram sucesso, mas o infinito nunca pode ser compreendido pelo finito, então não tente. Quando você estiver pronto TI se revelará a você.

A meditação nunca pode trazer algo que ainda não esteja totalmente presente em VOCÊ. Chegou a hora de todo estudante espiritual sério aceitar que já é e que a meditação é simplesmente um tempo reservado para descansar nessa percepção até que em algum ponto a meditação se torne um estado permanente de consciência e seja simplesmente vivida.

Afasta-se da enxurrada constante de notícias e opiniões humanas de hoje. Isso não significa que você não pode ser informado, mas sim que você escolhe não mais assistir, ouvir ou se envolver 24 horas por dia, 7 dias por semana nas ilusões do mundo da terceira dimensão. Fazer isso constitui um passo gigantesco para aqueles acostumados a se manter informados e opinar sobre tudo o que acontece no mundo da terceira dimensão.

Quando você se alinha fisicamente, emocionalmente, mentalmente e espiritualmente com o bem e o mal do mundo, você dá poder e realidade às aparências que são manifestações de falsas crenças sem nenhuma lei real para apoiá-las ou mantê-las no lugar. Quando você transforma algo em um poder, você lhe dá substância porque a energia é o que mantém e sustenta a forma. Cada “guerra” lançada contra alguma doença, situação ou crença simplesmente serve para criar mais, não menos.

Comece a traduzir todas as aparências na realidade que está por trás delas. (Guerra – unicidade mal interpretada por meio de crenças de separação) observe e não negue a cena externa, mas a traduza através da compreensão de que Deus nunca tem, nunca vai e nunca pode se expressar como guerra, doença, dor, carência, etc.

Confie, relaxe e se permita perceber que você nunca precisa informar à Inteligência Infinita de seu próprio EU o que você precisa, porque seu alinhamento consciente com TI se expressará automaticamente externamente de maneira que representam totalidade e completude para você.

Ouça e descanse frequentemente na compreensão de que TI está sempre totalmente consciente de si mesmo como VOCÊ.
Nós somos o Grupo Arcturiano.

Marilynn Raffaele – Fonte: https://eraoflight.com/
Renata Pecora Fortunato e Marco Iorio Júnior — Tradutora e Editor exclusivos do Trabalhadores da Luz

Fonte: Trabalhadores da Luz

Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: VOLTAR-SE PARA DENTRO DE SI E ALINHAR-SE AO NOVO SISTEMA DE CRENÇAS EM DESENVOLVIMENTO

REFLEXÃO: A VONTADE DIRIGIDA É BIPOLAR

O texto escolhido para a sua apreciação, aqui na coluna REFLEXÃO desta sexta-feira, aborda “a vontade dirigida” e fala de depressão e suicídio. A análise se desenvolve sob o prisma da dualidade e me lembra a Lei da Polaridade – “Tudo é duplo, tudo tem dois polos, tudo tem o seu oposto. O igual e o desigual são a mesma coisa. Os extremos se tocam. Todas as verdades são meias-verdades. Todos os paradoxos podem ser reconciliados”

Em tudo, há a dualidade, há dois lados de uma mesma coisa, que simplesmente estão em polos diferentes, o negativo e o positivo, quente e frio, claro e escuro, amor e ódio, igual ou desigual. Tudo é um extremo de uma mesma coisa. E quando algo está errado na sua vida, é necessário compreender o que é. Para entender ainda melhor sugiro que leia o texto completo a seguir.

Vontade de morrer: como se livrar desse sentimento? - Blog Vittude

A vontade dirigida

O psiquiatra recebeu em seu consultório um paciente com depressão aguda.

Segundo a família, ele estava naquele estado há mais de 5 anos e já havia tentado suicídio várias vezes.

Agora estava ali, diante do médico, em busca de um remédio que o curasse de forma instantânea.

O médico, acostumado a todo tipo de paciente, olhou-o no rosto e falou com firmeza: “Tenho duas notícias para lhe dar. Uma delas é que ainda não existe um remédio para a sua doença.”

O paciente contorceu-se na cadeira, e perguntou um tanto irritado: “e a outra notícia?”

“Bem, a outra notícia é que a sua cura depende da sua vontade”.

“Como assim, Doutor? Eu não tenho vontade para nada. Não tenho vontade de trabalhar, nem de comer, nem de falar com pessoas. A vida não tem mais sentido para mim.”

O psiquiatra, que o observava com atenção, lhe falou com voz muito firme: “você está cheio de vontade.”

Aí o paciente não se conteve, deu um murro sobre a mesa e retrucou nervoso: “o senhor está brincando comigo? Eu já lhe disse que não tenho vontade, Doutor.”

Sem se alterar, o médico voltou a afirmar: “o senhor tem muita vontade, sim. Tem vontade de não trabalhar, de não comer, de dormir, de não falar com ninguém, e vontade de se isolar do mundo.”

“Mas a vida não tem sentido para mim”. Tornou a dizer o paciente.

O médico, conhecedor das causas que levam a pessoa a esse estado de ânimo, disse-lhe: “você está é com raiva do mundo e por isso deseja matar-se, para punir aqueles que o infelicitaram e que não consegue perdoar.”

Nesse momento o homem quase teve um surto. Levantou-se e gritou, enlouquecido: “Eu nunca vou perdoá-los! Meu patrão me despediu, acabou com a minha vida, meus irmãos me roubaram a herança e…”

E desfilou uma lista de nomes de pessoas que odiava com toda força de seu ser.

Então o psiquiatra voltou a dizer: “somente quando você perdoar conseguirá se livrar desse ácido que o corrói e o está matando, dia após dia.”

E aquele homem enorme, falou entre dentes: “eu nunca vou perdoá-los”.

O médico aproveitou a oportunidade para reafirmar ao seu paciente que ele estava cheio de vontade, mas dirigida para a própria infelicidade.

Vale a pena meditar sobre a direção que estamos dando a nossa vontade.

Até quando dizemos que não temos vontade, estamos usando nossa vontade para não sentir vontade.

Se dizemos que não sentimos vontade de viver, podemos afirmar que, na verdade, estamos com vontade de não viver.

Estamos com vontade de fugir do mundo, com vontade de dormir, de ficar num quarto fechado, com vontade de morrer…

Mas a vontade está ativa. Somente está sendo dirigida para onde nossa razão desejar.

Se você ainda não havia pensado por esse ângulo, pense agora.

Lembre-se de que a vontade é uma força neutra que existe em nós, capaz de definir nossas ações. Basta que saibamos dirigir essa força de acordo com nossa escolha.

Se escolhemos ter vontade de morrer, podemos direcionar essa força para a vontade de viver. A força não se altera, mas alteramos a direção.

Se escolhemos ter vontade firme de não perdoar, de manter o desejo de vingança, podemos dirigir essa força para a indulgência, para o perdão.

O que geralmente acontece, é que sentimos prazer mantendo esse estado de coisas. Sentimos prazer em chamar a atenção dos outros, fazendo-nos de vítimas.

Essa autopiedade é extremamente perigosa, pois pode nos levar a situações de maior infelicidade ainda.

Por todas essas razões, vale a pena direcionar a nossa vontade com lucidez.

Com o desejo sincero de construir a nossa felicidade efetiva, sem o prazer mórbido de infelicitar aqueles que nos infelicitam.

Pense nisso, mas pense agora.

Equipe de Redação do Momento Espírita, com base em palestra do Dr. José Roberto Martinez, no Teatro da FEP, em 03/04/2005

Continuar lendo REFLEXÃO: A VONTADE DIRIGIDA É BIPOLAR

AUTOCONHECIMENTO: UMA NARRATIVA REALISTA DA JORNADA EVOLUTIVA HUMANA

O texto que apresentamos hoje, aqui na coluna AUTOCONHECIMENTO, de autoria do Psicoterapeuta Reencarnacionista e Orientador espiritual Vital Frosi é uma narrativa, bastante realista, de como se processa a nossa jornada evolutiva através da 3ª dimensão e dimensões subsequentes. Vital é Mestre em Reiki e Médium Intuitivo Semiconsciente, que significa ter sensibilidade para se comunicar e/ou canalizar mensagens de seres que já se encontram nas 4ª e 5ª dimensões. Dai a facilidade de enxergar as coisas que estão nos 90% que, nós da 3ª dimensão, não conseguimos enxergar. Então, é sempre interessante e importante ler e aprender com esse grande mentor!

Dois mundos – Duas realidades

Imagem ilustrativa de dois planetas terras próximos
ColiN00B / Pixabey / Canva / DAPA Images

Amados! A longa Estrada da Vida enfim divide-se em duas vias. Essa encruzilhada também foi anunciada pelo Grande Mestre Jesus Cristo, quando Ele se referia ao Final de um Tempo. Metaforicamente, também entendemos como o ponto da separação do joio e do trigo.

O Planeta Terra como Escola de Almas finaliza agora o ensino básico da dualidade. Finaliza o tempo em que a consciência humana foi caminhando para o ponto mais distante da Luz, seguindo sempre o Plano Divino da Criação. O Ponto Zero é exatamente onde a encruzilhada se localiza.

Neste Ponto encontra-se o instrumento que vai avaliar o estado de consciência de cada alma encarnada. Pela vibração positiva ou negativa, cada Alma seguirá por uma via, ou seja, para um Mundo distinto.

Há um Mundo de Regeneração à espera daqueles que atingiram o nível de consciência necessário, cujas lições foram aprendidas e compreendidas, por isso, nesse PONTO ZERO, farão a curva do retorno, deixando de seguir a estrada que continua levando àqueles cuja consciência ainda carece de mais preparo.

Os que não estão aprovados seguirão a estrada reta que os levará para Mundos inferiores onde a dualidade persiste, pois são também Mundos de Expiações e Provas.

Foto de uma bola de cristal representando o mundo espelhando o por do sol
Nyrelle_Hawkins_Photography / Getty Images Pro / Canva

A partir dese ponto, não há mais nada que se possa fazer pelos que seguem, pois você não pode enveredar pela mesma estrada, já que precisa retornar. Somente aqueles que ainda não chegaram na encruzilhada terão algumas chances de serem ajudados e, dessa forma, de mudar o seu destino, que logo se definirá implacavelmente.

Ao chegar no Ponto Zero, nada mais se pode fazer pelo outro, uma vez que tudo está sacramentado dentro de cada consciência. Houve muito tempo antes para mudar. Todas as oportunidades foram dadas durante muitos milênios e centenas de encarnações. Houve o amparo divino incessante! Nenhuma Alma pode dizer o contrário.

O tempo que resta depende do ponto em que cada Alma se encontra nesta Estrada. Apenas uma parte da humanidade ainda não chegou na encruzilhada. Apenas esse grupo ainda tem algumas oportunidades de mudar a sua consciência.

Cada consciência cria a sua própria realidade. Uma vez chegando ao Ponto Zero, todos encontrarão as duas estradas que determinam dois Mundos ou duas realidades. Nenhuma Lei humana tem poder para mudar esse quadro. O magnetismo individual se encarrega de direcionar cada um de forma inquestionável. Não há nenhuma possibilidade de erro nessa triagem.

Mulher meditando segurando uma representação do globo enquanto observa o por do sol
Getalt / Pixabey / Canva

Você, que já chegou no Ponto Zero, percebe claramente os dois MUNDOS DISTINTOS, ou AS DUAS REALIDADES INCONFUNDÍVEIS. O caos que você vê é o Mundo ao qual você não pertence. É o Mundo daqueles que seguem a estrada reta. É o Mundo daqueles que não fazem a curva do retorno.

Então por que você se estressa tanto com o mundo deles? Você ainda acredita que eles possam mudar e voltar contigo, não é? Provavelmente sim, mas agora não dá mais. Antes se podia ajudá-los, pois havia tempo. Não há mais tempo para eles agora. As decisões já foram tomadas.

O grupo que vem atrás de você vive ainda a antiga realidade tua e lá, sim, pode-se ajudar algumas consciências, mas, na medida em que se aproximam da encruzilhada, seguem cada qual o caminho condizente com a sua vibração energética.

Agora você está entendendo por que as pessoas não querem aceitar a tua ajuda. Agora você percebe que elas de fato não podem mais ser ajudadas. O tempo findou! AS DUAS REALIDADES ESTÃO BEM VISÍVEIS AOS OLHOS DE TODOS. A separação das consciências de acordo com o seu grau de aprendizado, também conhecida como a separação do joio e do trigo, está se processando bem na nossa frente.

Pessoa tocando com o indicador o reflexo do dedo no espelho
Jenna Hamra / Pexels / Canva

Mantenha a sua Luz, pois, mesmo que os outros já tenham feito as suas escolhas, eles precisam do consolo e da coragem para enfrentar o longo caminho que terão pela frente. Esse amparo, você deve oferecer aqui no Ponto Zero, pois, a partir de agora, você volta e ele segue. A distância vai aumentar gradativamente e cada um adentrará o seu Mundo. Você estará caminhando para a Nova Terra enquanto o outro ainda percorrerá um longo caminho dentro de um Mundo de Expiações e Provas.

O CAOS QUE VEMOS AO REDOR NADA MAIS É QUE UMA VISÃO DANTESCA DO MUNDO QUE ESPERA OS DESERDADOS DA TERRA. Não amaldiçoe esse caos! Envie Luz, amor e compaixão, pois vais atenuar a dor e o sofrimento daqueles que estarão dentro dele, afinal são nossos irmãos que ainda precisam aprender muitas lições que para nós já são conhecidas e entendidas.

Não há erro nos propósitos do Alto! Há, sim, um PLANO DIVINO amoroso, muito embora a maioria não compreenda. Mas, ao menos neste momento, precisamos apenas compreender que DOIS MUNDOS E DUAS REALIDADES JÁ ESTÃO SACRAMENTADOS E BEM VISÍVEIS PARA CADA UM DE NÓS.

É bom que se diga que sempre há os indecisos de última hora. No apagar das luzes também existe uma possibilidade. Mesmo a poucos metros da bifurcação, aquele que está ao teu lado pode estar precisando de um estímulo, a fim de tomar a decisão definitiva. Não negue auxílio caso ele te peça. Essa é a caridade que se pode oferecer agora e também nos próximos dias. De resto, nada mais pode ser feito a não ser confiar e manter a Luz acesa, a fim de mostrar o caminho dos que nos rodeiam. Mesmo que seja o caminho reto do exílio, pois os que o seguem também precisam sentir a claridade para a firmeza dos seus passos.

A LUZ VENCEU! VOCÊ VENCEU! Pois você é a própria LUZ. Por isso é que agora você pode voltar para casa. O caminho do retorno será de Bênçãos e Glórias. É o prêmio pelos esforços empenhados durante as centenas de encarnações nesta estrada que atravessou a noite escura da Alma. Um Novo Tempo chegou, finalmente!

Eu sou Vital Frosi e minha missão é o esclarecimento!

Namastê!

Fonte: Eu Sem Fronteiras

Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: UMA NARRATIVA REALISTA DA JORNADA EVOLUTIVA HUMANA

AUTOCONHECIMENTO: A TRANSIÇÃO PLANETÁRIA PRENUNCIA O FIM DA DUALIDADE

Na edição desta quinta-feira, aqui na coluna AUTOCONHECIMENTO tenho a satisfação de trazer a público um texto altamente esclarecedor sobre o significado da dualidade na nossa terceira dimensão e a diferença entre verdade e mentira, ou melhor, no texto o autor afirma que mentira não existe o que existe são meias verdades e que não existe verdade absoluta no plano da dualidade. Então, lhe convido a ler o texto completo a seguir para entender o que estamos vivendo nessa transição planetária e entender o porquê de não existir a mentira!

Vital Frosi - O FIM DA DUALIDADE - Ascensão Planetária

O FIM DA DUALIDADE.

Amados!
O Planeta Terra chega ao fim de um longo Ciclo Cósmico. Várias são as denominações deste Ciclo: Mundo de Expiações e Provas; Mundo de Terceira Dimensão; Mundo de consciência submetida ao véu do esquecimento; Mundo de Dualidade, etc.
O que importa não é a denominação, mas a condição em que este Mundo estava e, a direção que ele vai agora. Tudo segue rigorosamente as Leis do Criador. Como já dissemos antes, nada e ninguém pode mudar isso. A Transição Planetária já está acontecendo e vai seguir até o final, sempre respeitando as Leis do Universo.
O que nos espera logo ali adiante, é um Mundo de Regeneração, já com vibrações nas faixas de 5D e acima. Essa é a parte melhor da Transição Planetária. Saber que tudo vai mudar para melhor é um alento aos Espíritos já cansados desta Roda das sucessivas encarnações.  Estamos na reta final desta longa caminhada.
Sim, haverá aprovados e reprovados, como em qualquer Escola. Os que atingiram o grau mais elevado de sua consciência, agora farão a sua ascensão. Subirão os degraus que os levará ao patamar superior nesta escada evolutiva dos Espíritos imortais.
Aos reprovados, não faltará amparo pois todos receberão oportunidades em outras escolas compatíveis com o seu atual nível de consciência. Mesmo que isso demande muitos milênios, sempre haverá um caminho que os levará na direção da volta para casa: a casa do Pai.
O Mundo de dualidade permitiu que os Espíritos encarnados aqui na Terra, experienciassem todas as possibilidades. Aquilo que conhecemos como BEM e MAL, não é propriamente o que a maioria entende. São práticas e exercícios  que surgem alternadamente a fim de que se possa compreender melhor as Leis de Ação e Reação, ou de Causa e Efeito. É como misturar todas as peças de um quebra cabeça e depois montá-lo novamente. Estará apto aquele que conseguiu montá-lo.
O Bem e o Mal não existem da forma que nos ensinaram. Tanto um como o outro, são situações criadas pelos Espíritos a fim de entender o que contribui para a evolução e o que retarda essa evolução. Agindo de uma forma que cause dor à algo ou alguém, é preciso retornar, criar uma situação idêntica e experienciar uma ação contrária. Isso fará a consciência entender o resultado e as consequências de tais ações, tanto uma quanto a outra. Desta forma, cria-se uma consciência mais larga, pois o entendimento se alargou também.
A dualidade também é representada pela verdade e pela mentira. Acreditamos que existe de fato essa dualidade, mas ela é apenas uma ilusão de interpretação. O que existe de fato é sempre UMA PARTE DA VERDADE. A verdade absoluta não existe dentro da dualidade; somente em Mundos mais elevados, como os de Regeneração, condição que a Terra terá logo mais.
Tantas discussões ainda acontecem, porque estamos num final de Ciclo e, os humanos acreditam que cada um tem a verdade inteira. Isso não procede, pois ainda não chegamos lá. Estamos muito perto, mas não estamos totalmente dentro da Quinta Dimensão. Quando isso acontecer, todos poderão ler os pensamentos uns dos outros. É o ponto em que ninguém terá algo a esconder.
Tudo aquilo que alguém expressa, é sempre parte da verdade. Isso é óbvio, pois a mentira não existe. Ela é sim, uma parte da verdade, porém, invertida. É a parte da verdade que contradiz a outra parte. Ela se presta em contribuir com a expansão da consciência humana. Ela exige que a consciência fique sempre alerta. Ela cobra vigilância plena e permanente. Ela serve enfim para firmar a parte da verdade que cada situação exige. Tanto isso é lógico, que toda verdade invertida, ou seja a mentira, um dia se revela como falsa. Nesta hora ela deixa de existir pois cumpriu a sua função exemplarmente.
Somente os invigilantes se deixam levar pela inversão da verdade. Com certeza, retarda sobremaneira o caminhar daquele que foi persuadido por ela. É como errar o caminho numa viagem. Ao descobrir o erro, é necessário um bom tempo, desde retornar e retomar o caminho correto. Então a mentira como falsa verdade, leva ao erro da caminhada, mas serve como ensinamento para que a consciência aprenda a ser vigilante.
O que vemos hoje é uma discussão interminável de opiniões. Ora, se vivemos até aqui em um Mundo de Dualidade, porque as discussões? Cada um quer fazer valer a sua meia verdade. Não concorda com o ponto de vista do outro. Há toda uma animosidade na defesa de opiniões. Chega a ser impositivo! E se analisarmos bem, tudo não passa de uma atitude pueril. Coisas de crianças que descobrem uma maneira de como funciona o novo brinquedo.
Vou dar um exemplo aqui: três pessoas vão descrever uma casa. A mesma casa que os três veem ao mesmo tempo e da mesma posição. Um afirma que ela tem 4 janelas. O segundo diz que ela tem um telhado de zinco. E o terceiro garante que ela está pintada de azul. Assim começa uma discussão que se acentua a cada afirmação. Cada um se acha dono da verdade. Obviamente, o outro também acredita estar com a verdade, pois a descrição confere com a realidade. Enquanto não tiverem a consciência de que cada um avaliou pela sua ótica, e que esta ótica não é a mesma para todos, a discussão não acaba.
Vemos aqui neste exemplo, a realidade atual. Todos têm a sua versão, seja qual assunto for. Mas cada um tem sempre parte da  verdade. É totalmente desnecessário discutir opiniões e pontos de vista. Não há mentira se entendermos que ela é sempre a verdade invertida. Assim como quando nos vemos num espelho, levantando o braço direito, no espelho mostra que é o braço esquerdo.
No exemplo da casa, vemos também que todas as considerações estão certas, porém,  sempre como parte da verdade. Tanto aquele que disse que havia 4 janelas, como o que afirmou ser a casa coberta de zinco, e também o que disse que a casa é azul. É sempre uma maneira pessoal em descrever, explicar, dizer, escrever, relatar qualquer coisa ou fato. É sempre um ponto de vista, e esse ponto não é o mesmo para todos, pois cada ponto de vista é sempre parte da verdade.
Discussões desnecessárias causam desgaste e baixam as energias de quem se envolve. Opiniões sempre dizem mais sobre aquele que opina do que sobre o outro em referência. Comentários desrespeitosos desnudam aquele que o faz muito mais do aquele ao qual é dirigido. Opiniões muitas vezes mostram mais a ignorância do que a sabedoria de certas pessoas. Mas o esclarecimento, sempre é positivo, pois ele sempre contribui de uma forma ou de outra, tanto para aquele que tem uma versão ou outra da parte da verdade.
A Dualidade está em seus momentos finais. Aqueles que não conseguem entender isso, não sairão dela. E não saindo dela, terão que permanecer nela. Terão então, a continuidade pela necessidade de aprendizado, a precisam permanecer por mais tempo num Mundo de Terceira Dimensão. Não estando prontos, não serão aprovados. E não sendo aprovados, partirão para um Mundo ainda de Dualidade.
Eu sou Vital Frosi e minha missão é o esclarecimento!
Namastê!
Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: A TRANSIÇÃO PLANETÁRIA PRENUNCIA O FIM DA DUALIDADE

FÍSICA QUÂNTICA: CONVIDO VOCÊ A CONHECER A MAIOR SUMIDADE MUNDIAL EM FÍSICA QUÂNTICA, AMIT GOSWAMI

Na coluna FÍSICA QUÂNTICA deste domingo tenho a honra de trazer para vocês as impressões de Monica Marchese Damini sobre o extraordinário phd em física nuclear Amit Goswami, a maior referência mundial em Física Quântica e o Ativista Quântico número 1. Num bate papo descontraído ela extraiu informações valiosíssimas, inclusive o conceito de Ativista Quântico, que você não pode deixar de conhecer!

Conheci Amit Goswami!

Feriado de Páscoa de 2019, e lá estava eu, cara a cara com Amit Goswami, renomado phd em física nuclear, referência em mecânica quântica que participou do filme “Quem Somos Nós”, que eu assisti algumas vezes, autor de vários livros que eu tanto estudei nas mais diversas abordagens e técnicas de vários outros autores e terapeutas, em uma imersão incrível sobre espiritualidade e física quântica.

Amit é um homem simples, doce, com amor no olhar, que fala de perto, com doçura, alegria, entusiasmo e, ao mesmo tempo, tranquilidade.

Amit Goswami sorrindo em frente ao jardim de uma universidade, vestindo camisa e chapéu vinhos, além de um terno preto.

Que incrível foi estar ali, pertinho de uma figura tão importante desse mundo quântico, onde a ciência explica Deus e a criação da realidade falando de amor e meditação.

Puxa! Aquele homem encantador era o autor do primeiro livro de mecânica quântica que eu li, “O Universo Autoconsciente”, um livro que foi de leitura um tanto difícil para mim na época, tinha sido escrito por aquele homem amoroso, que estava lá, falando de amor e energias. Amei conhecê-lo.

Muitos temas foram abordados: Deus, morte, sentido da vida, inteligência, dualidade entre materialismo e espiritualidade e suas semelhanças na incapacidade de dar sentido satisfatório à vida.

Condicionamentos e crenças que não preenchem o vazio existencial de uma alma ignorada. Vazio que não se preenche nem parcelando em 12 vezes no cartão de crédito tudo aquilo que compramos sem parar.

Segundo Amit, somos nós quem escolhemos a nossa visão de mundo; aquilo que ressoa, ou não, conosco como forma de entender o mundo. Seres humanos funcionam pela razão, não pela lógica.

Precisamos aprender a responder a cada estímulo da forma apropriada com a expansão da consciência e não de forma automática seguindo todos os condicionamentos que a sociedade onde fomos criados nos impõe.

Quando estivermos infelizes, precisamos nos perguntar o que está acontecendo e não apenas nos enganar comprando, gastando e bebendo para preencher um vazio que não será preenchido com nada disso.

Enquanto estava falando em compras e outras adicções, incluindo o uso do celular, ele fez um comentário que tirou risos nervosos da plateia, de que mulheres adoram comprar sapatos quando estão aborrecidas porque a pressão nos pés deixa os órgãos sexuais excitados e a mulher se sente mais sexy, mais atraente e, assim, se sente bem a seu respeito!

A psicanálise tem uma versão um pouco diferente, mas uma identificação imediata aconteceu por lá.

Mulher escolhe entre um salto rosa claro e um vermelho na prateleira de uma loja de sapatos.

A conversa enveredou para o tema da manipulação, e, como na maioria das vezes, estamos inseridos num mundo determinista, onde acabamos não tendo escolhas, somos levados. Nesse ponto ele levantou o celular como veículo moderno para alienação, pelo excesso de informação e consideração que damos a opinião de pessoas famosas, populares e como somos guiados e manipulados por essas opiniões que, na verdade, podem não são ser importantes para nossa alma. Acabamos encontrando significado para nossa vida baseados nas opiniões dos outros. Triste, pois ficamos frustrados por não ser o que, na verdade, nunca seríamos mesmo.

Ele começou então a explicar que o Ativista Quântico é aquele que pratica o Ativismo Quântico e a questão principal dele é: qual o sentido da minha vida?

Putz, que pergunta mais comum a quem está no processo do Despertar… E qual é a resposta?

Ele discorreu sobre vivermos sob dois Sistemas de Crenças: Materialista x Espiritualista, e, em ambos, está tudo sempre determinado, obviamente que não por nós, que não temos nenhuma opção de escolha…

Na visão materialista, o mundo já é determinado pela ciência, Einstein, Darwin, e a elite comanda e faz cumprir. O que sentimos não tem importância nenhuma e, dessa forma, vivendo sob esse paradigma só nos resta, por nosso livre arbítrio, escolher nosso manipulador preferido, seja o Bem ou seja o Mal.

Homem caminha para a ponta de uma pedra, como se estivesse prestes a pular no abismo.

Na visão espiritualista/religiosa, está tudo igualmente determinado, porém aqui é Deus quem determina tudo, e todos esperam receber agrados Dele e aguardam o pós-morte para serem finalmente felizes.

Já pela visão Quântica de mundo, o grande mal é suprimir a liberdade de escolha de outra pessoa.

Aqui a regra é ouvir o nosso coração e agir conforme nossa própria intuição e insights.

No mundo do ativista quântico, o significado de nossa própria vida não vem dos condicionamentos; nele, nós mesmos o buscamos e ele é individual.

Isso significa fazer escolhas próprias e encontrar a nossa forma correta de viver. Isso é a felicidade.

Nesse mundo lindo, Felicidade vem da etapa seguinte ao Prazer, que é desejo do ego, sempre baseado nos condicionamentos sociais do que precisamos ser e ter.

Mulher sentada na praia observando o horizonte, com um copo de café na mão.

O ativista quântico tem escolhas e, apesar de viver no ego, que está pleno de condicionamentos e determinismos e nos faz reagir conforme o que nos foi ensinado, temos a liberdade de dizer não. Não sucumbimos aos desejos do ego.

Sabemos dizer não a ele.

Isso foi sensacional para mim! O caminho do meio é uma busca pessoal; e ouvir dele que vivemos, sim, no ego, que ele é útil e necessário para a existência, porém não somos obrigados a obedecê-lo, vai de encontro à filosofia do Yoga, que eu amo. Não precisamos matar o ego, mas sim conviver harmoniosamente com ele, sem lutas, brigas ou confusões, cientes de que ele é funcionário do Eu Superior; e, aliás, pode ser um funcionário maravilhoso porque é muito bem aparelhado. O ego precisa se expandir, porque é com ele que criamos, ele não é nosso inimigo.

O ego tem o poder de dizer não a cada emoção negativa, ao excesso de prazer, ao excesso de informação. Temos opção de são sermos servos do ego. Oba!

O condicionamento do ser humano no paradigma materialista substituiu o SER pelo TER, e favorece a cultura do centramento em MIM, que virou objeto para TER ao invés de SER, enquanto na visão quântica focamos no SER.

Homem medita de olhos fechados em meio a um gramado.

Precisamos expandir a consciência e, para isso, precisamos dizer não a certas tendências de dominação.

A única forma saudável de influenciar alguém deve ser pelo exemplo e jamais pela força ou poder, como tem sido feito há muito tempo.

Ele sugeriu algumas afirmações diárias para uma nova proposta de vida para quem sentir o chamado de sair do paradigma materialista e tornar-se um ativista quântico:

Da mesma forma, disse Gandhi: “Seja você a mudança que quer no mundo.“

Ghandi sorrindo, vestindo seus trajes característicos e um óculos redondo.

Essa é a proposta do Ativismo Quântico.

A resposta para a pergunta lá de cima de “qual o sentido da minha vida”, tem como resposta: aprender a sermos nós mesmos, livres dos condicionamentos, livres da escravidão de ceder aos desejos do ego e, assim, manifestar o Estado de Fluxo, onde a intenção tem poder e o inconsciente não condicionado cria a realidade, por isso a necessidade da expansão da consciência.

Seguindo o Fluxo da Vida, as coisas acontecem por si.

A cocriação acontece entre o ego e a Consciência Una.

O texto seria muito longo para contar tudo que foi vivido por lá.

Eu sei que existem cursos online que são ferramentas incríveis porque facilitam o acesso à informação, mas estar lá, naquela egrégora de afins, com ele, ali, no corpo físico, presencialmente, trabalhando energias, foi simplesmente sensacional! Uma experiência maravilhosa que, com certeza, pretendo repetir.

Eu já tinha minhas convicções, mas sai de lá ainda mais determinada a abrir mão dessa realidade que cobra culpa, dor e julgamento, e escolher a coragem de sair dos condicionamentos, fazendo valer minha consciência, que cria tudo de melhor para mim e para o Todo.

Pesquisei para trazer a dica de eventos presenciais de apenas um dia com ele que a Quantum Academy está promovendo.

Não, não é publicidade e não estou ganhando nada com isso, é apenas uma dica para quem sentir vontade de conhecer pessoalmente esse homem simples, de chapéu, que come na mesa com a gente, limpa a louça e passeia pelos jardins, mas é referência mundial nos estudos em conciliar ciência e consciência.

Nossa proposta aqui no site é partilhar conhecimentos e coisas boas.

Tour Amit GoswamiNamastê.

Monica Marchese Damini

 

Fonte: Eu Sem Fronteiras

Continuar lendo FÍSICA QUÂNTICA: CONVIDO VOCÊ A CONHECER A MAIOR SUMIDADE MUNDIAL EM FÍSICA QUÂNTICA, AMIT GOSWAMI

AUTOCONHECIMENTO: O DESPERTAR DA CONSCIÊNCIA NOS FAZ ENXERGAR AS REALIDADES SIMULTÂNEAS

Venho falando aqui sobre a transição planetária, que muita gente não sabe o que é, mas quem acompanha o Blog do Saber sabe sim. Essa transição iniciou há tempos, mas só estamos sentindo agora porque as ondas de frequências aumentaram e não é mais possível permanecer no mesmo lugar, ou seja, no mesmo nível consciencial. Há muitas realidades simultâneas acontecendo ao mesmo tempo nas diversas dimensões. O texto desta sexta-feira na coluna AUTOCONHECIMENTO trata dessas realidades simultâneas cujas frequências vibracionais estão sendo reajustadas para nos desvincularmos das crenças que nos deram segurança porque não funcionam mais aqui. Então, para entender melhor, lhe convido a ler o texto completo a seguir!

Enquanto saímos das energias da tridimensionalidade, condição essa que vem dissipando a ilusão, buscamos nos adaptar às frequências vibracionais potentes que a Terra recebe e emana em sua nova posição cósmica. Na tridimensionalidade mantínhamos muitas realidades na dualidade, tudo era verdade e tudo era certo na dicotomia nós x eles.

Mas, o que é realidade na energia da dualidade?

São muitos mundos que convivem entre si sem interferir no outro. Você se lembra de alguma viagem a um país com uma cultura diversa da sua? Você aprecia, ou não, admira as paisagens, conhece a cultura por meio da arquitetura, dos museus, interage com alguns locais, gosta ou não gosta, mas volta para sua realidade.

Um mesmo país abrigou muitas realidades, a dos pescadores, das prostitutas, dos sem teto, dos gays, dos negros, dos brancos, dos ricos, da fauna, da flora, dos pobres, dos refugiados, enfim, são realidades que se mantiveram sem se chocarem, ao ponto de levarmos nossas vidas, todos nós, focados no nosso próprio bem estar e das pessoas próximas, sem nos importar com as outras.

Conhecemos muitas realidades, muitos mundos, mas voltamos para aquela que temos trocas energéticas similares. Estávamos tão comprometidos em viver as nossas vidas que dificilmente sairíamos da zona de conforto. A transição planetária iniciou há tempos, mas só estamos sentindo agora porque as ondas de frequências aumentaram e não é mais possível permanecer no mesmo lugar, ou melhor, na realidade fracionada em muitos mundos coabitando o mesmo espaço físico planetário, que funcionava muito bem.

Bem vindos às energias da unidade e se você não está bem, eu não posso estar também, não porque sofremos ou nos sensibilizamos com as dores alheias, é porque não existem mais realidades simultâneas, somos todos habitantes da Nova Terra. Por isso, é fundamental reajustarmos nossas frequências vibracionais e nos desvincularmos das crenças que nos deram segurança porque não funcionam mais aqui, é como se jogar numa piscina olímpica sem saber nadar, só causa sofrimento e tragédia.

O exercício da pandemia nos mostrou, sutilmente, o que é unicidade e inter-relação em nível global: se você não se cuida me afeta e se eu não me cuido afeto outros. Muitos de nós compreendemos que estamos imersos num processo universal, mas muitos ainda estão viciados nas velhas energias, estacionados na lógica linear que produziu resultados a partir do esforço e empenho, pessoal e coletivo.

É chegada a hora de rompermos com as expectativas utópicas de que um flash solar vai colocar tudo no lugar e quem trabalha a espiritualidade, as boas ações e sentimentos será presenteado com o bilhete de permanência. A nossa permanência na Terra, nesse momento, se dá por escolha consciente, porque somos inteiros, corpo, mente e alma.

Somos os arquitetos do projeto da nova realidade, basta brilhar a luz que somos e iluminar o caminho de quem escolhe sair dos escombros desses desabamentos simultâneos. A Terra já cuidou das paisagens e da abundância para desenvolvimento da vida, além de nos manter em segurança durante todo seu processo ascensional, cuidemos nós da construção de um mundo inclusivo e compassivo, vibrando amor.

Por Fátima D’Agostino

Fonte: Portal Arco Íris

Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: O DESPERTAR DA CONSCIÊNCIA NOS FAZ ENXERGAR AS REALIDADES SIMULTÂNEAS

AUTOCONHECIMENTO: UM SALTO QUÂNTICO DA DIMENSÃO DAS ILUSÕES (3ª) PARA A 5D

Trago mais um texto super esclarecedor, aqui na coluna AUTOCONHECIMENTO, sobre a quinta dimensão, para aqueles que ainda não entenderam o que seriam essas diversas dimensões (3ª, 4ª, 5ª, etc.) em que nós humanos vivemos, as quais muitas pessoas associam erroneamente a planos físicos. Na verdade essas dimensões são planos, mas não planos físicos e sim planos conscienciais evolutivos e vibracionais. Portanto lhe convido a ler o artigo completo a seguir para ter melhor noção sobre o assunto e desta forma dar um salto quântico no processo de expansão da consciência.

Libertando-se das ilusões e entrando na 5D – Trabalhadores da Luz

Libertando-se das ilusões e entrando na 5D

Mensagem de 6 de Junho de 2020

O mundo está experimentando uma consciência de quinta dimensão. As pessoas estão acordando da 3ª para a 5ª dimensão e estão experimentando a consciência da unidade.

O “eu” na 5ª dimensão não é um ego, mas é “unidade”, refere-se a tudo – amor, harmonia, tranquilidade, bem-aventurança e alegria nessa dimensão.

Tudo se torna mais rápido e mais forte nesta dimensão. Os pensamentos, frequência e vibração são rápidos. Ocorre quando alguém está alinhado espiritualmente com o universo. É uma compreensão profunda da natureza da existência.

A quinta dimensão não é outro lugar; está aqui e agora. Também podemos experimentar nossas realidades de 3ª e 4ª dimensões, enquanto também experimentamos a 5ª dimensão.

Alguns estão experimentando isso agora, enquanto outros estão demorando para acordar. Você pode dizer quando está experimentando quando essas características se dissolvem; Ego, orgulho, raiva e ódio.

A Quinta Dimensão não tem lugar para eles

Estando neste estado, você percebe que tudo que você conheceu em sua existência faz parte de uma consciência – unidade. Seu chakra do coração é ativado e, pela primeira vez, você experimenta uma felicidade total.

Você está mais sintonizado com sua intuição; como seu terceiro olho se abre. Com sua nova visão, você percebe que agregar valor aos outros é muito mais importante do que qualquer coisa que você possa obter.

Você entende que todos fazemos parte da mesma criação, seja o que for que co-criarmos juntos, se materializará.

3D para 5D – Consciência da Quinta Dimensão
Primeiro, você precisa saber que não é inferior estar na terceira dimensão. Todo mundo tem uma jornada espiritual diferente, e todas as dimensões estão aqui para nos ensinar uma lição.

É tudo sobre a percepção do pensamento que decide o que acontece na realidade. Na 5D, seu processo de pensamento e conhecimento sobem outro nível.

Terceiro Chakra – Plexo Solar
O mundo na 3D está mais conectado ao terceiro chakra (plexo solar), que tem tudo a ver com poder e identidade pessoais.

É focado na dualidade. O que é certo e o que é errado, bom ou ruim, normal ou anormal. As pessoas têm uma abordagem lógica para fazer as coisas. Eles se concentram no resultado e estão trabalhando para melhorar seu futuro.

O eu egoico desempenha um papel vital na 3D. Muitos querem realizar seus desejos e farão qualquer coisa por isso. Alguns jogam a carta da vítima. Sem dor, eles não saberiam o que é felicidade. Sem o mal, não haverá bem.

Da mesma forma, experimentamos muitas emoções no mundo materialista, que é uma escada para a 5D. O amor na 3D é amor egoísta e condicionado.

Enquanto na 5D, toda ação vem do amor, como uma folha morta pode não sobreviver à alta vibração do fogo. A mesma regra se aplica na 5D; o medo não tem chance nas vibrações mais altas.

Se alguém sentir medo enquanto estiver na 5ª dimensão, o nível de vibração cairia para o próximo nível (4D); é apenas na quinta dimensão que podemos manter a aceitação e o amor incondicionais.

Removendo a ilusão da separação e Aceitando o Amor na 5D
É preciso paciência e muito trabalho interno para chegar a esse ponto. Antes de avançar para as dimensões mais altas, você precisa entender as dimensões mais baixas.

Aqui estão dez dicas que podem ajudá-lo a aumentar sua vibração:

  1. Filtre sua mente subconsciente. Sua mente subconsciente carrega muitos pensamentos e emoções do passado, o que afeta seu padrão de pensamento atual.
  2. Cure a si mesmo e você pode curar os outros. Depois de aceitar toda a dor, medo e dores do passado, deixe-os ir. Você pode então iniciar uma nova jornada em direção ao crescimento espiritual.
  3. Perdoe os outros por suas ações. Eles fizeram isso a partir do seu nível de consciência. Você não passou pela jornada deles.
  4. Não leve nada para o lado pessoal.
  5. Faça o que seu coração diz. Seja apaixonado e trabalhe nos seus sonhos.
  6. Pense em situações em que todos saem ganhando.
  7. Concentre-se nas coisas que agregam valor a você e a sua vida.
  8. Medite e tente estar no momento presente.
  9. Seja da natureza. Sinta a paz e a serenidade; isso vai te aterrar.
  10. Seja positivo. Faça amizade com pessoas que aumentam sua positividade.

Sinais de que você está na consciência da quinta dimensão

  1. Você está mais presente do que nunca. Viver o momento é o seu novo mantra. O passado e o futuro não importam para você. Você entende o poder do agora.
  2. O tempo desempenha um papel valioso em sua vida. Sua percepção do tempo muda, parece que o tempo diminuiu.
  3. Seu sistema de crenças muda. Você se desapega dos pensamentos e padrões conservadores da sociedade.
  4. Você começa a ser grato pelo que tem.
  5. Criticar e humilhar os outros não é sua xícara de chá.
  6. Você se distancia das pessoas que drenam energia e atrai pessoas que têm a mesma vibração que você.
  7. Seus desejos estão se manifestando mais rapidamente do que nunca devido às altas vibrações.
  8. Às vezes, pensamentos do passado entram em sua mente, mas você os aceita e os deixa ir.
  9. Você entende que a razão de todos fazerem isso é um reflexo e uma percepção de si mesmo.
  10. Você segue sua paixão e deixa de ser o povo mais agradável.
  11. Você sempre confia em sua intuição.
  12. Seu corpo passou por uma ativação do corpo de luz e você é mais flexível em movimento e confia no fluxo.

Conclusão
A quinta dimensão é um maravilhoso estado de consciência. Quando você alcançar esse estado de ser, será o período de ouro da sua vida.

Quais são seus pensamentos sobre a consciência da 5ª dimensão?

Kash e Susan
Fonte: https://www.spiritualunite.com/ — Robson Marcio de Souza e Marco Iorio Júnior — Tradutor e Editor exclusivos do Trabalhadores da Luz

Fonte: Trabalhadores da Luz

Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: UM SALTO QUÂNTICO DA DIMENSÃO DAS ILUSÕES (3ª) PARA A 5D

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar