EDITORIAL: QUANDO NÃO SE TEM CONDIÇÕES DE ENXERGAR COISAS ÓBVIAS COMO CARÁTER, ÍNDOLE E COMPORTAMENTO É MELHOR NÃO JULGAR

Caro(a) leitor(a),

Acredito no crescimento pessoal e espiritual das pessoas e por isso mesmo dei o meu voto de confiança a Bolsonaro nas eleições de 2018, sem julgar o seu passado, pois acredito que as pessoas evoluem. Infelizmente, após 16 meses de governo ficou claramente óbvio que, no caso dele, essa evolução não aconteceu. Nem mesmo nas oportunidades que teve de corrigir seus erros nesse período como presidente. Moro foi um que lhe deu inúmeras oportunidades de se redimir, mas o seu poderoso ego não lhe permitiu. Crucificar Moro lhe responsabilizando por uma situação insustentável que só quem podia fazer algo era o próprio presidente é querer tapar o sol com a peneira. E, na situação atual do Brasil não há mais espaço para jogar a sujeira pra debaixo do tapete. No EDITORIAL desta terça-feira falo sobre o julgamento precipitado que certas pessoas estão fazendo de Moro sem analisar e comparar a índole, o comportamento, o caráter e a vida pregressa de cada um. Sugiro que aguardem o desenrolar do inquérito aberto pelo STF. 

Fonte:

Continuar lendo EDITORIAL: QUANDO NÃO SE TEM CONDIÇÕES DE ENXERGAR COISAS ÓBVIAS COMO CARÁTER, ÍNDOLE E COMPORTAMENTO É MELHOR NÃO JULGAR

PONTO DE VISTA: NÃO DÁ PRA COMPARAR COMPORTAMENTOS PORQUE BOLSONARO SE TRAI A CADA MINUTO

Caro(a) leitor(a),

No EDITORIAL desta terça-feira eu falo de Caráter, índole e Ética. Falo de Honrar a Palavra empenhada em público e que, Bolsonaro, por não ter honrado a sua palavra perdeu o pilar mais forte de sustentação do seu governo. Agora está de muletas se apoiando em apenas um pilar que se chama Paulo Guedes. No desespero qual foi o seu primeiro ato nesta segunda-feira? Levou o Paulo Guedes a público e lhe deu carta branca para tocar a economia. Mas por trás autorizou o Rogério Marinho a pedir apoio ao Congresso para implementar o projeto o Brasil no rumo de novo. Ora, quem acompanha a política nacional sabe que na semana passada Paulo Guedes e Rogério Marinho chegaram a se desentender seriamente por causa desse projeto que prevê mais gastos públicos. Então como é que o presidente vem a público dar todo o apoio e reafirmar que quem manda na economia é Paulo Guedes, mas ao mesmo tempo da sinal verde para o seu outro ministro fazer exatamente o contrário? E não sou eu que estou dizendo isso. Publiquei o vídeo de O Antagonista a seguir para você assistir, refletir e tirar suas conclusões!

Em outra notícia de hoje ele se antecipa ao STF e autoriza a continuidade da proteção policial de Sergio Moro por mais 6 meses. Essa eu deixo pra você refletir e tentar entender a intenção de Bolsonaro.

Então eu pegunto: Dá pra confiar nesse cara? Tem como comparar o seu caráter com o de Moro? 

Continuar lendo PONTO DE VISTA: NÃO DÁ PRA COMPARAR COMPORTAMENTOS PORQUE BOLSONARO SE TRAI A CADA MINUTO

PONTO DE VISTA: RESUMINDO, A DEMISSÃO DE MORO SE DEU PELA FALTA DE CARÁTER E OMBRIDADE DE BOLSONARO

Caro(a) leitor(a),

Nos argumentos iniciais de “O Grande Debate” da CNN Brasil da última quinta-feira, Caio Coppolla fazia sua análise sobre a ainda provável demissão do Ministro Sergio Moro, que só aconteceu na manhã da sexta-feira. Com incomparável eloquência o comentarista lembrou do compromisso firmado publicamente por Bolsonaro da total autonomia concedida a Sergio Moro na sua pasta. Depois de ler as palavras do presidente ele enfatiza a questão moral e ética a qual um governante está comprometido e que ao longo desses 16 meses de governo mudou o discurso e contrariou em vários episódios tais promessas feitas ao ex-juiz. Convido você a ver esse vídeo esclarecedor, já que o presidente, parte da imprensa e dos políticos estão tentando sujar a imagem da nossa maior reserva moral e ética, confundindo institucionalidade com amizade conduzindo seus argumentos para a seara emocional. Principalmente a deputada Carla Zambelli, que passou todo o dia do sábado dando entrevista e entregando outros trechos de sua conversa com Moro pelo whatsapp na tentativa de sensibilizar opinião pública, passando a ideia de traição do ex-ministro. O problema é muito simples, o presidente tirou o ex-juiz do seu ofício, fez ele arriscar toda a sua estabilidade econômico-financeira de 22 anos de magistratura por puro patriotismo e não cumpriu com a palavra firmada. Para um homem do caráter de Sergio Moro isso sim é quebrar totalmente a confiança. Portanto, não adianta agora o presidente e a deputada vir falar em amizade, em companheirismo e consideração se o primeiro a desconsiderar e não dar a devida importância as suas promessas foi o próprio presidente. Para mim, também chegou ao fim toda e qualquer confiança no presidente Bolsonaro! 

Fonte: 

Continuar lendo PONTO DE VISTA: RESUMINDO, A DEMISSÃO DE MORO SE DEU PELA FALTA DE CARÁTER E OMBRIDADE DE BOLSONARO

DESENVOLVIMENTO PESSOAL: NÃO É POSSÍVEL O PARAÍSO, MAS É POSSÍVEL EVITAR O INFERNO

DESENVOLVIMENTO PESSOAL: NÃO É POSSÍVEL O PARAÍSO, MAS É POSSÍVEL EVITAR O INFERNO
SP - 21/07/2016 - ISTOE - GURUS, LEANDRO KARNAL. HISTORIADOR, FILOSOFO E PROFESSOR DA UNICAMP - FOTO: FELIPE GABRIEL

Nesta quarta-feira o destaque na coluna DESENVOLVIMENTO PESSOAL é a ÉTICA, na palestra do filósofo Leandro Karnal para funcionários  públicos no 4º Congresso sobre gestão de pessoas no setor Público Paulista, onde ele enfatiza que não é possível o paraíso, mas é possível evitar o inferno. Assista a mini-palestra e tire suas conclusões!

Fonte:

Continuar lendo DESENVOLVIMENTO PESSOAL: NÃO É POSSÍVEL O PARAÍSO, MAS É POSSÍVEL EVITAR O INFERNO

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar