PARA BARRAR IMIGRAÇÃO ILEGAL, FRANÇA E REINO UNIDO ASSINAM ACORDO

Reino Unido e França assinam acordo para barrar imigração ilegal

Acordo vai aumentar as patrulhas e tecnologia no Canal da Mancha, rota usada por imigrantes para tentar chegar ao Reino Unido em pequenos barcos

INTERNACIONAL

por Reuters – Internacional

 

Canal da Mancha separa o Reino Unido da França

Divulgação/Nasa

Reino Unido e França assinaram um novo acordo neste sábado (28) para tentar impedir a imigração ilegal através do Canal da Mancha, ao aumentar as patrulhas e a tecnologia na esperança de fechar uma rota perigosa usada por imigrantes para tentar chegar ao Reino Unido em pequenos barcos.

A ministra do Interior britânico, Priti Patel, disse que, segundo o acordo, o número de policiais que patrulham as praias francesas dobrará e novos equipamentos, incluindo drones e radares, serão empregados.

Este ano, centenas de pessoas, incluindo algumas crianças, foram flagradas atravessando para o sul da Inglaterra de acampamentos improvisados ​​no norte da França – navegando em uma das rotas marítimas mais movimentadas do mundo em botes de borracha sobrecarregados. Alguns imigrantes morreram afogados.

Patel disse em comunicado que o acordo representa um passo à frente na missão dos dois países de tornar inviáveis ​​as travessias no canal. “Graças a mais patrulhas policiais nas praias francesas e maior compartilhamento de inteligência entre nossas agências de segurança, já estamos vendo menos imigrantes deixando as praias francesas”, declarou.

O Reino Unido e a França planejam continuar um diálogo estreito para reduzir as pressões imigratórias na fronteira compartilhada durante o próximo ano, acrescentou ela.

Fonte: R7
Continuar lendo PARA BARRAR IMIGRAÇÃO ILEGAL, FRANÇA E REINO UNIDO ASSINAM ACORDO

ARGENTINA, O SEGUNDO PAÍS MAIS AFETADO DA AMÉRICA LATINA DECRETA O FIM DA QUARENTENA

 

Após 8 meses, Argentina decreta fim da quarentena

País é o segundo mais afetado pela covid-19 na América Latina, atrás apenas do Brasil. Apenas duas cidades continuarão confinadas até dezembro

INTERNACIONAL

Do R7

Argentina decreta fim da quarentena Argentina decreta fim da quarentena
Uma das quarentenas mais longas do mundo, a Argentina anunciou que, depois de oito meses, o confinamento será encerrado. Apesar do fim do isolamento, o presidente Alberto Fernández pediu que a população continue se cuidando e respeitando as medidas de proteção contra o novo coronavírus. O país havia decretado quarentena no dia 20 de março.Apenas as cidades de Bariloche e Puerto Deseado, na Patagônia, seguirão confinadas até o dia 20 de dezembro. A capital, Buenos Aires, começou o processo de saída do confinamento no começo de novembro.A Argentina, que tem mais de 1 milhão de casos de covid-19 e é o segundo país da América Latina mais afetado pela pandemia, atrás apenas do Brasil, é o quarto em número de casos por milhão de habitantes. Apesar da alta taxa de transmissão, autoridades afirmaram que os casos caíram 30% na última semana.

A decisão pelo fim do confinamento também está ligada a queda na popularidade de Fernández, que foi eleito em 2019.

Nesta semana também, o país desrepeitou as medidas de proteção durante o velório de Diego Maradona, craque e ídolo do futebol argentino morto na quarta-feira (25). Mais de um milhão de pessoas compareceram à cerimônia, que não teve distanciamento social ou uso de máscaras.

 

Continuar lendo ARGENTINA, O SEGUNDO PAÍS MAIS AFETADO DA AMÉRICA LATINA DECRETA O FIM DA QUARENTENA

NÃO ENTREGUE AOS OUTROS O SEU DESTINO, DIZ BARROSO EM PRONUNCIAMENTO

Por G1 — Brasília
 
Ministro Barroso pede que eleitores votem: 'Não entregue aos outros o seu destino'
Ministro Barroso pede que eleitores votem: ‘Não entregue aos outros o seu destino’

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, pediu neste sábado (28) aos eleitores das cidades onde haverá segundo turno que não deixem de comparecer às urnas no domingo (29). O apelo foi feito durante pronunciamento em cadeia nacional de rádio e televisão.

De acordo com a Corte Eleitoral, haverá segundo turno das eleições para prefeitura em 57 cidades brasileiras. Dessas, 18 são capitais. Pela legislação, precisam ter segundo turno as cidades com mais de 200 mil eleitores em que nenhum dos candidatos tenha obtido maioria absoluta dos votos no primeiro turno.

“Uma vez mais, venho pedir a todos os eleitores: não deixe de votar. Ajude a escrever este segundo e último capítulo das eleições de 2020. Além disso, vote consciente. Você estará decidindo o seu futuro, o futuro dos seus filhos e do seu país. Não entregue aos outros o seu destino”, afirmou Barroso.

O ministro ressaltou que 38 milhões de eleitores estão aptos para votar neste domingo e que mesmo quem não tiver comparecido no primeiro turno poderá votar agora.

Uso de máscara

Em seu pronunciamento, o presidente do TSE também pediu aos eleitores que votem com segurança, usando máscara e mantendo distanciamento social, medidas de prevenção contra a Covid-19.

“Votem com segurança. Usem máscara e mantenham distanciamento social para protegerem a si mesmos e aos outros. Em breve, esta pandemia passará, e teremos muitas razões para celebrar a vida e a democracia brasileira”, disse o magistrado.

Sobre a realização do primeiro turno das eleições, em 15 de novembro, o magistrado afirmou que, “no geral, o plano de segurança sanitária criado pelo Tribunal Superior Eleitoral foi observado”.

“Conseguimos harmonizar, com sucesso, democracia e saúde da população. O povo brasileiro está de parabéns. Uma inequívoca demonstração de maturidade, disciplina e sentimento cívico”, declarou.

Barroso lembrou que 113 milhões de eleitores compareceram às urnas no primeiro turno, o que, na avaliação dele, representa um nível de abstenção “relativamente baixo para eleições realizadas em plena pandemia”.

Segundo o TSE, o índice de abstenção no primeiro turno das eleições municipais deste ano foi de 23,14%. Nas duas eleições municipais anteriores, a abstenção no primeiro turno foi de 17,58% em 2016 e de 16,41% em 2012. Na eleição mais recente, a presidencial de 2018, a abstenção no primeiro turno ficou em 20,33%.

O ministro ressaltou ainda que, “na própria noite da data das eleições, os resultados foram divulgados, expressando com fidelidade a vontade do povo brasileiro”.

Na ocasião, um problema técnico provocou lentidão na totalização dos votos e, consequentemente, na divulgação dos resultados, em relação a anos anteriores.

Íntegra

Leia a íntegra do pronunciamento do presidente do TSE:

Boa noite! No domingo, 15 de novembro, 113 milhões de eleitores compareceram às urnas. Um nível de abstenção relativamente baixo para eleições realizadas em plena pandemia. Na própria noite da data das eleições, os resultados foram divulgados, expressando com fidelidade a vontade do povo brasileiro.

Além disso, no geral, o plano de segurança sanitária criado pelo Tribunal Superior Eleitoral foi observado. Conseguimos harmonizar, com sucesso, democracia e saúde da população. O povo brasileiro está de parabéns. Uma inequívoca demonstração de maturidade, disciplina e sentimento cívico.

Aliás, poder agradecer é uma bênção. E, por isso mesmo, obrigado de coração aos mais de 2 milhões de mesários e de servidores da Justiça Eleitoral que ajudaram a fazer a vida acontecer.

Na maior parte dos municípios, o processo eleitoral está concluído. Cumprimento todos aqueles que foram eleitos para as Prefeituras e para as Câmaras Municipais. O Brasil conta com a integridade, o idealismo e o compromisso com o interesse público de todos vocês.

No entanto, em 57 cidades, teremos amanhã o segundo turno das eleições. São locais com mais de 200 mil eleitores, nos quais nenhum dos candidatos obteve maioria absoluta dos votos. Quando isso ocorre, os dois mais votados devem disputar uma segunda rodada. Portanto, neste domingo, se decidirá quem vai governar algumas das maiores cidades do país, inclusive 18 capitais. 38 milhões de eleitores voltarão às urnas. Mesmo quem não compareceu no primeiro turno pode votar agora.

Uma vez mais, venho pedir a todos os eleitores: não deixe de votar. Ajude a escrever este segundo e último capítulo das eleições de 2020. Além disso, vote consciente. Você estará decidindo o seu futuro, o futuro dos seus filhos e do seu país. Não entregue aos outros o seu destino.

Por fim, votem com segurança. Usem máscara e mantenham distanciamento social para protegerem a si mesmos e aos outros. Em breve, esta pandemia passará, e teremos muitas razões para celebrar a vida e a democracia brasileira. Muito obrigado. Boa noite!

Fonte: G1

Continuar lendo NÃO ENTREGUE AOS OUTROS O SEU DESTINO, DIZ BARROSO EM PRONUNCIAMENTO

VOTAÇÃO DO SEGUNDO TURNO PARA DEFINIR OS PRÓXIMOS PREFEITOS, COMEÇAM ÀS 7 HORAS ATÉ ÀS 17 HORAS

Por Gustavo Garcia, G1 — Brasília

 

Trinta e oito milhões de brasileiros vão às urnas neste domingo

Cerca de 38 milhões de eleitores estão aptos a participar neste domingo (29) do segundo turno das eleições municipais em 57 cidades, entre as quais 18 capitais. Os eleitos, dentre 114 candidatos, tomarão posse em 1º de janeiro de 2021.

Trinta e oito milhões de brasileiros vão às urnas neste domingo

As eleições deste ano foram adiadas de outubro para novembro em razão da pandemia da Covid-19. Em Macapá (AP), as eleições serão realizadas somente em dezembro, por causa do apagão de 22 dias que atingiu o Amapá.

O segundo turno acontece nos municípios com mais de 200 mil eleitores em que nenhum dos candidatos conseguiu alcançar maioria absoluta (metade mais um) dos votos válidos no primeiro turno.

Disputam o segundo turno os dois candidatos mais votados no primeiro. Portanto, estão na disputa 114 candidatos a prefeito e igual número de candidatos a vice-prefeito — um candidato a prefeito em Piracicaba (SP) teve a candidatura indeferida pelo Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP). Ele poderá concorrer, mas a situação terá de ser analisada posteriormente pelo TSE.

Candidatos de 33 cidades participaram de debates do segundo turno das eleições municipais

Mesmo com uma série de medidas adotadas pela Justiça Eleitoral, como a ampliação do horário de votação e a obrigatoriedade do uso de máscaras, o índice de abstenção no primeiro turno (23,14%) foi maior que o dos pleitos anteriores.

Analistas já previam uma taxa de ausência mais elevada em razão da pandemia de coronavírus. Apesar do aumento, o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, considerou o comparecimento na primeira etapa “extraordinário”. Projeções pessimistas apontavam para um índice de 30%, o que não se verificou.

Análise

Cientistas políticos ouvidos pelo G1 avaliam que, nas eleições municipais deste ano, houve um enfraquecimento de candidaturas apoiadas no discurso da negação da política e autointituladas de antissistema.

Para sustentar esse argumento, os especialistas recorrem ao aumento na taxa de reeleição e à predileção do eleitorado por legendas maiores e tradicionais em detrimento das siglas mais recentes e de menor tamanho.

Em 2016, 46,8% dos prefeitos que tentaram a reeleição conseguiram um novo mandato. Em 2020, o índice saltou para 61%.

MDB e PSDB elegeram menos prefeitos em 2020 que em 2016. PP e DEM, outros partidos tradicionais, foram os que, no intervalo de quatro anos, mais cresceram em número de prefeituras conquistadas.

“Há um retorno à própria política. A gente não vê aqueles candidatos que são negadores da política como candidatos fortes. Isso tem a ver com o fracasso de bolsonaristas que têm o discurso antipolítica e um desempenho muito fraco do partido Novo, que também tem esse discurso e que se houve mal nesta eleição”, afirmou o cientista político Cláudio Couto, professor da Fundação Getúlio Vargas São Paulo (FGV-SP).

Segundo ele, o eleitor está votando em políticos convencionais. “Não interessa se de esquerda ou direita, se mais novos ou mais antigos, mas que fazem o discurso da política convencional”, disse.

O especialista vê um certo “cansaço” do eleitor com políticos que se elegeram em 2018 e agora enfrentam dificuldades na gestão e rejeição da sociedade. Ele cita os casos de Wilson Witzel (PSC-RJ) e Carlos Moisés (PSL-SC), governadores afastados dos mandatos. Essas experiências fazem o eleitor, na visão de Couto, “jogar no seguro”.

Diretor da Vector Análise, o cientista político Leonardo Barreto diz que a onda da “nova política” diminuiu de 2016 para 2020.

MDB e PSDB, que são partidos da política, perderam muito espaço, mas acho que isso é mais um problema de renovação interna do que um voto antipartido ou antissistema. Se fosse um voto antissistema, aí o Novo tinha ganhado mais, o PSOL também”, afirmou Barreto.

“Aquele movimento antipolítico que atingiu o ápice em 2018, com aquela coisa de caras que surgiam do nada e atropelavam, isso não aconteceu em nenhum lugar, pelo menos, com expressão. Aquela figura da nova política deu uma arrefecida. Isso está claro nos sinais de reeleição e na redenção de caras julgados como enterrados”, disse.

Barreto também destaca o declínio no número de prefeituras conquistadas por partidos de esquerda, como PT, PSB e PDT; e o avanço de siglas de centro-direita, casos do DEM, PP, PSD, Republicanos e PL.

No entanto, para Creomar de Souza, fundador da consultoria política Dharma, é “precoce” dizer que o discurso da nova política foi derrotado nas eleições de 2020.

“As eleições municipais têm um elemento muito forte — o de zeladoria. Os prefeitos são muito avaliados pela capacidade de entrega de respostas aos dilemas cotidianos, como melhoria de transporte público, atendimento hospitalar, entrega de maior contingente na guarda municipal, nos municípios em que há. E essas ações têm impacto direto na vida das pessoas”, disse Souza.

“Há casos de políticos da ‘nova política’ que tiveram dificuldades, mas há casos também de prefeitos, eleitos quatro anos atrás com o discurso de nova política, que foram reeleitos no primeiro turno. É o caso do Alexandre Kalil (PSD-MG) em Belo Horizonte”, emendou o consultor político.

Totalização dos votos

Na última quinta-feira, o TSE informou, em nota, que realizou testes adicionais no computador e nos sistemas que realizam a totalização dos votos e a divulgação de resultados. Segundo a Corte, o sistema está “devidamente preparado para a realização exitosa do segundo turno”.

No documento, a Corte Eleitoral reiterou compromisso com a transparência e com a segurança do processo eleitoral no Brasil.

No primeiro turno, no último dia 15, houve atraso de cerca de três horas na divulgação dos resultados em relação às eleições passadas.

centralização da apuração dos votos no TSE, uma mudança implementada nestas eleições, pode ter sido a causadora da lentidão.

Uma falha em um dos núcleos do supercomputador que processa a soma dos votos também pode ter contribuído para o atraso – que, segundo a Corte, não teve relação com ataques cibernéticos.

Apesar das falhas e de narrativas criadas por críticos do sistema eletrônico de votação, especialistas afirmam que a urna eletrônica é segura e confiável

Horário de votação

Com o objetivo de evitar aglomerações, o TSE decidiu ampliar em uma hora o período de votação neste domingo.

Os eleitores podem votar das 7h às 17h. O período entre 7h e 10h é preferencial para eleitores com mais de 60 ano.

Medidas sanitárias

Além da ampliação de horário, deve ser disponibilizado nos locais de votação álcool em gel, para que o eleitor higienize as mãos antes e depois de votar.

O uso de máscara será obrigatório; quem chegar para votar sem a proteção deve ser barrado na entrada.

TSE recomenda aos eleitores que levem a própria caneta para assinar o caderno de votações. Os eleitores também serão orientados a manter o distanciamento das demais pessoas e a ficar o mínimo de tempo necessário para votar.

Para evitar a contaminação, não haverá identificação biométrica, que exige compartilhamento de objetos.

Quem apresentar febre neste domingo ou tiver sido diagnosticado com o coronavírus nos 14 dias anteriores não deve participar das eleições.

Nesse caso, a recomendação ao eleitor é que justifique a ausência, informando que deixou de votar por questões de saúde.

O eleitor que não votou no primeiro turno pode participar da votação no segundo.

Documentos

O eleitor deve levar um documento oficial com foto, como carteira de identidade, carteira de trabalho ou passaporte.

Ainda que não seja obrigatório, o TSE recomenda o porte do título de eleitor para facilitar a localização da zona eleitoral e da seção de votação (consulte aqui o número do título e o local de votação).

O eleitor que souber o local de votação pode votar sem o título, desde que leve um documento oficial com foto.

Com o objetivo de não haver contato físico e aproximação, a documentação deve ser exibida ao mesário à distância.

Para facilitar a identificação, o mesário pode solicitar ao eleitor que abaixe rapidamente a máscara. Em seguida, a proteção deve ser recolocada no local correto, cobrindo nariz e boca.

E-título e justificativa

De acordo com a Justiça Eleitoral, o eleitor que estiver fora do domicílio eleitoral no dia da eleição pode justificar a ausência por georreferenciamento, por meio do aplicativo e-Título.

O app identificará que o eleitor está fora do município neste domingo e vai liberar a justificativa sem a necessidade de apresentação de documentos comprobatórios.

Essa funcionalidade estará disponível somente no dia da eleição, das 7h às 17h. No primeiro turno, eleitores de todo o país relataram dificuldades para realizar a operação.

Na ocasião, o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, disse que o problema foi causado por downloads “de última hora”. Segundo o TSE, cerca de 16 milhões de eleitores estão cadastrados no e-Título.

Prazo para justificativa

O eleitor que não votar e não justificar no dia, poderá fazê-lo no prazo de 60 dias após o dia da eleição, comprovando o motivo da ausência por meio da apresentação de atestado médico ou bilhete de viagem.

Essa justificativa pode ser feita presencialmente em um cartório eleitoral; pelo aplicativo e-Título ou pela internet no Sistema Justifica, que funciona após a eleição. É necessária a apresentação de documento que comprove o motivo da ausência.

Multa

eleitor que não votar e não justificar a ausência nas eleições dentro do prazo estipulado pelo TSE terá de pagar multa para regularizar a situação. O valor é de R$ 3,51 em cada turno de ausência sem justificativa.

Enquanto estiver em débito com a Justiça Eleitoral, ele não pode, por exemplo, tirar ou renovar passaporte, receber salário ou proventos de função em emprego público, prestar concurso público e renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo – entre outras consequências.

Camisetas e broches

É permitido o uso individual de bandeiras, broches, adesivos e camisetas do partido ou candidato preferido no dia da eleição.

Pela lei, é permitida a demonstração individual e silenciosa de preferência por parte do eleitor com o uso desses itens.

Não é permitida a manifestação com alto-falantes e amplificadores de som.

Prisões de eleitores

Pela legislação eleitoral, para evitar perseguição política, nenhum eleitor pode ser preso nas 48 horas posteriores ao término da eleição, exceto em flagrante ou se existir contra ele uma condenação por crime inafiançável, como racismo ou tortura, ou ainda por desrespeito a salvo-conduto.

Boca de urna

Quem fizer boca de urna, como o recrutamento de eleitores ou propaganda, pode ser preso. A pena varia de seis meses a um ano de detenção, podendo ser trocada por prestação de serviços à comunidade, além de multa no valor de até R$ 16 mil.

No dia da votação, também são proibidos o uso de alto-falantes e amplificadores de som, a realização de comício ou carreata e a divulgação de qualquer espécie de propaganda de partidos políticos ou de seus candidatos.

A propaganda de boca de urna consiste na atuação, nas seções de votação, de cabos eleitorais e até de candidatos, com o objetivo de promover ou pedir votos para concorrentes ou partidos. A prática é proibida pela legislação eleitoral.

No primeiro turno, a prática de boca de urna e a de compra de votos lideraram as ocorrências, segundo o Ministério da Justiça.

Cola eleitoral e celular

A lei permite que o eleitor leve um papel com o número do candidato de sua preferência, para facilitar e agilizar a votação.

O TSE alerta que é proibida a utilização de telefone celular, tablets, rádios comunicadores, câmeras e quaisquer outros aparelhos eletrônicos dentro da cabine de votação.

Urna eletrônica

Segundo o TSE, para o segundo turno da eleição, foram disponibilizadas 94.124 urnas eletrônicas. Os equipamentos não são conectados à internet.

Na urna, o eleitor escolherá uma chapa formada por um candidato a prefeito e um candidato a vice. O número do candidato é composto por dois dígitos.

Forças federais

Na última quinta-feira (26), o TSE aprovou o envio de tropas federais para as cidades de Manaus (AM), Fortaleza (CE) e Caucaia (CE) para o segundo turno das eleições.

Luís Roberto Barroso afirmou que ficou justificada a atuação de tropas militares nos locais devido à notícia de, por exemplo, aumento do número de crimes violentos nas localidades.

Segundo o presidente do TSE, nas cidades que receberão o apoio, há uma reduzida quantidade de policiais militares e civis, e existe a atuação de facções criminosas nas proximidades dos locais de votação.

Fonte: G1
Continuar lendo VOTAÇÃO DO SEGUNDO TURNO PARA DEFINIR OS PRÓXIMOS PREFEITOS, COMEÇAM ÀS 7 HORAS ATÉ ÀS 17 HORAS

DADOS ATUALIZADOS DO CORONAVIRUS NO RN

RN tem aumento de 725 novos casos de covid-19 e ocupação dos leitos chega a 50%

Fernanda Valéria

Atualizado em:

Leitos Covid-19 no RN | Foto: Elisa Elsie

Duas mortes por covid-19 foram registradas, neste sábado (28), e outras quatro que estavam em investigação tiveram a doença como causa confirmada, portanto, seis a mais do que a notificação do dia anterior que contabilizadas elevam o número de óbitos a 2.684.

A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sesap) ainda investiga 384 óbitos sob a suspeita da covid-19. Outras 709 passaram pelo processo de análise e foram descartados.

O último boletim atualizado da Sesap revela um aumento de 725 novos infectados em relação ao dia anterior, constatando um acumulado de 93.372 casos. Ainda estão com a suspeitas 39.675 pessoas que aguardam o resultado de exames.

Com o aumento dos casos no estado, a ocupação dos leitos também se eleva. Neste sábado, 50% das UTIs covid estão ocupadas com 99 pacientes internados. Essa taxa reduz a 37% nos leitos clínicos que assistem 99 enfermos, é o que revela o sistema de regulação do estado, o Regula RN.

O índice de transmissibilidade atingiu 0,50 no geral, porém o número de municípios com esse indicador entre 1,0 e 2,0 subiu para 80. Enquanto 57 estão em zona de perigo, esse indicador acima de 2,0. Os dados relativos a essa análise da R(t) são feitos pelo Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde(Lais).

Fonte: Portal da Tropical

Continuar lendo DADOS ATUALIZADOS DO CORONAVIRUS NO RN

PARA CONTRATAÇÃO DE MÉDICOS PARA AS UBSs, PARNAMIRIM LANÇA PROCESSO SELETIVO

Parnamirim lança Processo Seletivo para contratação de médicos para UBSs

Redação / Portal da Tropical

Atualizado em:

A Prefeitura de Parnamirim lançou neste sábado (28) o processo seletivo simplificado para contratação de 40 profissionais na função de Médico Clínico da Estratégia de Saúde da Família, e formação de cadastro de reserva. O processo se dá para o fortalecimento da atenção primária, em virtude da necessidade de profissionais para as Unidades Básicas de Saúde, visto que, mesmo convocando todos os médicos clínicos aprovados no Concurso Público de 2019, as vagas (ESF) ainda não foram todas preenchidas.

O processo de seleção será online, exceto a apresentação dos documentos originais e assinatura do contrato, em caso de aprovação e eventual convocação. A seleção busca profissionais com certificado de formação no curso de medicina e registro no conselho profissional. A carga horária é de 40h e a remuneração será de R$13.800,00, já incluído o adicional de insalubridade.

As inscrições serão feitas exclusivamente via internet, do dia 28 de novembro até as 23h59 de 30 de novembro de 2020. O candidato poderá se inscrever pelo link, ambiente virtual que dará acesso à página de envio da documentação comprobatória, que deve estar nítida e legível, e também do currículo profissional atualizado.

Documentação exigida

Documento de Identificação com foto, dentro da validade, quando exigido pela legislação;

Cadastro de Pessoa Física (CPF);

Programa de Integração Social (PIS) / Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP);

Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) – página dos dados cadastrais e foto;

Título de Eleitor;

Certidão de Quitação Eleitoral;

Comprovante de residência com Código de Endereçamento Postal no Brasil (CEP) emitido nos últimos 03 (três) meses anteriores a data da convocação;

Comprovante de Alistamento Militar, se do sexo masculino até 45 anos completos até a data da inscrição;

Comprovante de Situação Cadastral do CPF, obtida junto à Receita Federal;

Certidão negativa de antecedentes criminais, Federal e Estadual;

Comprovantes de todas as experiências profissionais em serviços de saúde;

Currículo Profissional Atualizado.

Fonte: Portal da Tropical_ Notícias

Continuar lendo PARA CONTRATAÇÃO DE MÉDICOS PARA AS UBSs, PARNAMIRIM LANÇA PROCESSO SELETIVO

ORÇAMENTO DA PREFEITURA DE NATAL PARA 2021, FOI APROVADO PELA COMISSÃO DA CÂMARA

Comissão da Câmara aprova orçamento da prefeitura de Natal para 2021

Redação / Portal da Tropical

 Atualizado em:

Reunião da Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final da Câmara | Foto:Marcelo Barroso

Os projetos da Lei Orçamentária Anual (LOA 2021) e da terceira revisão do Plano Plurianual 2018-2021, ambos de autoria do Poder Executivo foram aprovados pela  Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final da Câmara Municipal de Natal em reunião extraordinária nesta sexta-feira (27). O orçamento da prefeitura de Natal para o próximo ano prevê R$ 3.158.585.600 em despesas e investimentos.

O texto, que poderá receber emendas, continua sua tramitação na Casa, com a votação em plenário prevista para acontecer já na próxima semana. A Lei Orçamentária Anual é elaborada pelo Poder Executivo e estabelece as despesas e as receitas que serão aplicadas durante o ano em todo o serviço público do município.

“A reunião foi importante para dar celeridade ao processo, que agora segue para a Comissão de Finanças e depois para primeira discussão em plenário para, assim, poder receber emendas dos parlamentares. Após a conclusão da segunda discussão, com previsão de acontecer até 20 de dezembro, resta aguardar que o Executivo coloque em prática todos os pontos estabelecidos na LOA, especialmente as emendas impositivas”, concluiu o vereador Luiz Almir (PSDB), vice-presidente da Comissão de Justiça.

Fonte: Portal da Tropical-Notícias

Continuar lendo ORÇAMENTO DA PREFEITURA DE NATAL PARA 2021, FOI APROVADO PELA COMISSÃO DA CÂMARA

BOAS NOTÍCIAS: NUNCA DESISTA DOS SEUS SONHOS, POIS ATÉ MILAGRES ACONTECEM

Uma história que mais parece um milagre de um garoto que fugiu de casa aos 7 anos, ficou desaparecido por 27 anos e agora consegue encontrar seus irmãos de sangue. Isso só aconteceu porque ele nunca desistiu de procurar e espalhar fotos. Então, gente milagres acontecem. Por isso nunca desista!

Menino desaparecido nos anos 90 encontra família 27 anos depois: panfleto

ATUALIZAÇÃO: infelizmente, na noite desta quinta, 26, Antônio Carlos descobriu que apesar de todas as evidências, ainda não era a família dele, mas ele não perdeu as esperanças e vai continuar procurando.

Uma história de filme! Um menino brasileiro vítima violência doméstica, que fugiu de casa quando tinha 6 anos de idade e se perdeu, conseguiu localizar a família agora, 27 anos depois de muita procura, angústia, algumas lembranças e muita saudade.

Antônio Carlos lembra que naquele dia fatídico correu até um ônibus, adormeceu durante a viagem e quando viu estava em Fortaleza. O menino do Cariri se viu sozinho em plena cidade grande e foi dado como desaparecido.

O garotinho viveu nas ruas e em abrigos da capital, até que foi adotado por Bernardo Rosemeyer, um ex-frei alemão radicado no Ceará e que acolhe crianças e adolescentes em extrema vulnerabilidade social na Associação Pequeno Nazareno, em Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza.

E só agora, com 32 anos de idade, casado e pai de uma menina, o motorista Antônio Carlos da Silva, morador de Maranguape, vai finalmente conseguir reencontrar a família. Um amigo dele distribuiu panfletos na cidade e um deles foi parar nas mãos do irmão caçula de Antônio Carlos, que ele nem chegou a conhecer.

A história

Quando tinha cinco anos de idade, o menino correu e entrou num ônibus de um terminal de beira de estrada onde costumava brincar e pedir dinheiro.

Ele dormiu durante a viagem e, ao acordar, percebeu que já estava longe, em Fortaleza.

O garoto perdido, cresceu de rua em rua, depois de abrigo em abrigo, até chegar à Associação Pequeno Nazareno, onde foi adotado pelo ex-frei alemão Bernardo Rosemeyer.

Lembranças vagas

Quando foi adotado, o menino tinha certeza apenas do nome dele, Antonio Carlos, o da mãe, Geane e a cidade onde nasceu: Juazeiro.

E lembrava de uma imagem: segurando a mão da avó subindo o horto para conhecer a estátua de Padre Cícero, em “Juazeiro, Juazeiro”, ela dizia.

Outra lembrança era de uma irmã, ainda de colo, outra que já andava, um irmão chamado Diego, um tio, Nino, que fazia carrinhos de barro e lhe dava de presente… e de um padrasto que batia na mãe dele.

Antonio Carlos também sabia que Geane trabalhava fazendo a limpeza de um motel, ou hotel e quando não tinha com quem deixar, levava o filho para o trabalho.

“Em sonho, já voltei muitas vezes pra casa”, diz. E nessas voltas, ele via um lugar com duas colunas de ferro sustentando um teto, talvez de alumínio. No meio do lugar, uma cabine de compra e venda de passagens. Atrás dela, um banheiro.

Ele não tirava o lugar da cabeça, e acha que morava ali perto. Ou melhor, de casa para lá eram alguns poucos passos após atravessar um matagal, à margem de um rio ou lagoa, onde via pessoas pescando.

Questionamentos

Durante todas essas décadas, Antônio Carlos sempre se perguntava: “Será que minha mãe me procura?” e chegou a ter raiva por não saber se era procurado.

Aos dez ele entrou novamente em um ônibus e foi parar em Juazeiro do Norte. Saiu perambulando por lá, tentando reconhecer o caminho de casa e dos sonhos. Mas não conseguiu.

Desabafo

Agora, mesmo depois de adulto, pai adotivo percebia a angustia de Antônio Carlos para descobrir as raízes, que ele era.

“Ele era muito calado. Mas chegou um momento em que conversamos sobre isso e ele mesmo decidiu que queria procurar a família biológica, resolver isso na cabeça dele”, disse Bernardo Rosemeyer ao Diário do Nordeste.

Depois de uma conversa aberta, Bernardo e Carlos tiveram a ideia de fazer panfletos com a história e a foto mais próxima dele, da época do desaparecimento.

Eles começaram o texto dizendo com “Há 27 anos não vejo a minha mãe” e terminaram com “a esperança me impulsiona de continuar nessa busca, independente do resultado”.

A descoberta

Um amigo dele, também chamado Antônio Carlos, entrou na campanha e viajou para o Cariri, com destino a Juazeiro, com dois mil panfletos nas mãos.

Alguns ele deixou no hotel municipal de Araripe. Um enfermeiro passou por lá, pegou o panfleto, levou pra casa, leu com atenção e se assustou.

Na tarde de terça-feira, 24 de novembro, ele ligou para o número que estava no papel e, entre um diálogo e outro, as semelhanças só aumentavam.

“Cara, tu é meu irmão. Eu não tô acreditando!”.

O incrédulo era Clécio, que nasceu depois do desaparecimento de Carlos.

Nunca se esqueceu

Nas conversas, Clécio contou coisas boas e ruins.

A mãe de ambos, Geane, faleceu em 2017, vítima de câncer.

Clécio disse que ela nunca se esqueceu do filho desaparecido, nem deixou de procurar.

E se angustiava sempre que via os outros saindo de casa. Não queria passar por aquilo de novo.

“Ela sempre falou desse filho, sempre dizia que alguém tinha carregado. Poucos dias antes de morrer, ela falou que viveu com um cara que batia muito nela e acabava batendo no Carlos também. Numa briga, ele fugiu de casa. E daí ela acha que depois alguém o carregou”, disse Clécio.

Ele contou que ninguém mora mais em Antonina do Norte, cidade do Cariri onde Carlos viveu e de onde fugiu.

Os outros irmãos, Diego (Mora em Goiânia), Fernanda e Natália (moram em Petrolina-PE) estão vivos e vibraram de alegria com a novidade.

O reencontro

A avó Francisca mora em Lagoa Grande (PE). Dona Mocinha, como é conhecida, ainda não sabe da novidade – os netos vão viajar no próximo fim de semana para contar pessoalmente que Carlos foi encontrado.

Até lá, ele tem conversado com Clécio por chamadas de vídeo.

Em meio à alegria, ficou triste ao saber que a mãe se foi. Mas comemorou os irmãos que logo mais reencontrará. A família aumentou.

“Num ano de tantas tragédias, um milagre”, concluiu Antonio Carlos.

Panfleto que fez Antonio achar a família - Foto: reprodução
Panfleto que fez Antonio achar a família – Foto: reprodução
Os irmãos Natália, Fernanda, Diego e Clécio - Fotos: reprodução
Os irmãos Natália, Fernanda, Diego e Clécio – Fotos: reprodução
A rodoviária que ele lembrava - Foto: reprodução
A rodoviária que ele lembrava – Foto: reprodução

Com informações do Diário do Nordeste

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: NUNCA DESISTA DOS SEUS SONHOS, POIS ATÉ MILAGRES ACONTECEM

CLIPES NACIONAIS- GAL COSTA E TIM MAIA- DIA DE DOMINGO

Na coluna CLIPES NACIONAIS deste domingo,  bem sugestivo E AO MESMO TEMPO HOMENAGEAR O INESQUECÍVEL TIM MAIA AO LADO DA DONA DE UMA VOZ REGISTRO VOCAL SOPRANO  MARAVILHOSA. Maria da Graça Costa Penna Burgos, conhecida como Gal Costa, é uma cantoracompositora e multi-instrumentista brasileira. Foi eleita como a sétima maior voz da música brasileira pela revista Rolling Stone Brasil, em 2012.A cantora é discreta quanto a sua vida pessoal. Durante sua vida manteve relacionamentos estáveis, mas nunca foi oficialmente casada. A cantora apresenta um registro vocal de soprano. Vivendo no Rio de Janeiro desde os anos 60, voltou a viver em Salvador nos fim dos anos 80, e em 2014 mudou-se com seu filho para São Paulo, vivendo em uma mansão nos Jardins. Revelou para a mídia gostar de viver na Capital Paulista, tendo se adaptado rapidamente a grande metrópole, e que tornou-se um ser humano melhor após a chegada de seu filho. A artista está solteira, e eventualmente é vista na mídia acompanhada de homens e mulheres anônimos

Fonte:

Continuar lendo CLIPES NACIONAIS- GAL COSTA E TIM MAIA- DIA DE DOMINGO

POESIA: JESSIER QUIRINO, SOU DOS BARES O MENOR

Neste Domingo o destaque, aqui na coluna POESIA é o maravilhoso e inigualável Jessier Quirino recitando, de sua autoria, “Sou dos bares o menor” é uma brincadeira poética com sinônimos de “bar” e a respectiva narrativa de acontecidos e bebidos dentro do estabelecimento. Então vamos curtir e apreciar o talento único desse artista.

Fonte:

Continuar lendo POESIA: JESSIER QUIRINO, SOU DOS BARES O MENOR

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar