Blog do Saber, Cultura e Conhecimento!

PERGAMINHO DE ISAÍAS É O MAIS BEM PRESERVADO ENTRE OS MANUSCRITOS DO MAR MARTO

Inteligência artificial revela segredo dos Manuscritos do Mar Morto

Comparando caracteres, computador apontou que o Grande Pergaminho de Isaías foi escrito por duas pessoas diferentes

TECNOLOGIA E CIÊNCIA

 Do R7

O Grande Pergaminho de Isaías é o mais bem-preservado entre os Manuscritos do Mar Morto

WIKIMEDIA COMMONS

Descobertos em uma caverna israelense em 1947 e escritos há mais de 2 mil anos, os Manuscritos do Mar Morto ainda são estudados por cientistas em busca de respostas sobre como foram escritos. Usando a tecnologia da inteligência artificial (A.I.), pesquisadores da Universidade de Groningen, na Holanda, descobriram que o Grande Pergaminho de Isaías foi escrito por duas pessoas diferentes.

A conclusão foi feita após a análise do texto de 125 a.C., o mais bem preservado dos manuscritos, que mostrou diferentes padrões de escrita imperceptíveis a olho nu, mas que foram encontrados graças a uma análise feita por computador.

A caligrafia usada no Grande Pergaminho de Isaías parece idêntica até para leitores humanos altamente treinados em paleografia. Mas uma análise feita com A.I. publicada na revista científica PLOS One mostra que dois copistas diferentes colaboraram no documento.

“Com o uso da tecnologia e de estatísticas, pudemos encontrar diferenças muito sutis na caligrafia, que são muito difíceis de ver”, explicou o cientista líder da pesquisa, Mladen Popovic ao Art Newspaper. “Isso nos mostra que eles trabalharam em equipe para fazer o manuscrito. Isso não é mais uma conjectura, baseado nas evidências agora podemos dizer que é um fato”.

A pesquisa corrobora teorias de que os textos bíblicos antigos não foram copiados por um único escriba, mas teriam sido feitos em equipe, possivelmente com a ajuda de aprendizes, copiando detalhadamente o mesmo estilo.

O Grande Pergaminho de Isaías

Estudiosos já tinham detectado um intervalo que ocorre na metade do manuscrito do Livro de Isaías. No meio do texto, há um espaço de três linhas e uma segunda folha foi costurada na primeira. A partir desse ponto, segundo detectou o estudo, um segundo escriba assumiu o texto.

Para realizar a pesquisa, a equipe ensinou a inteligência artificial a analisar a imagem do texto e separar digitalmente a tinta do papiro. “Isso é importante porque a maneira como os traços foram feitos remete diretamente ao movimento dos músculos de cada pessoa e isso é individual”, afirmou um dos co-autores, Lambert Schomaker.

Os pesquisadores focaram em dois caracteres hebraicos, aleph e bet, e mapearam todas as vezes em que eles apareciam ao longo do pergaminho e todas as suas variações. Com isso, descobriram que as duas metades do manuscrito foram escritas em um estilo parecido, mas de dois modos distintos.

De acordo com o Museu de Israel, em Jerusalém, o Pergaminho de Isaías é um dos sete Manuscritos do Mar Morto encontrados nas cavernas de Cumran. É o maior e mais preservado deles e contém toda a versão hebraica do Livro de Isaías.

A descoberta abre caminho para novas maneiras de estudar os pergaminhos, segundo Popovic. “Esse é só o primeiro passo. Vamos poder estudar e separar os copistas que fizeram os Manuscritos e agora poderemos entender melhor como eles foram produzidos. Jamais saberemos os nomes deles, mas poderemos entender o papel de cada um”, comemorou.

Fonte: R7
Continuar lendo PERGAMINHO DE ISAÍAS É O MAIS BEM PRESERVADO ENTRE OS MANUSCRITOS DO MAR MARTO

TECNOLOGIA: ARABIA SAUDITA INVESTE EM CIDADE REVOLUCIONÁRIO DE ZERO CARBONO

Uma cidade de carbono zero é o destaque, aqui na coluna TECNOLOGIA desta sexta-feira. Apesar do regime autoritário e ditatorial da Arábia Saudita está entregando ao mundo um exemplo válido de vida futura. Uma cidade revolucionária de zero carbono e tráfego zero para mais de um milhão de pessoas , abrangendo 105 milhas e apresentando tecnologia futurista. É algo extraordinário que você não pode deixar de tomar conhecimento, pois é a cidade que já vimos em filmes de ficção e agora vai virar realidade. Portanto, leia o artigo completo a seguir e assista ao vídeo mostrando como vai ser essa cidade futurista! 

A Arábia Saudita está construindo uma cidade de carbono zero, sem carros ou poluição: ‘Uma nova era de civilização’

Embora nem sempre seja um modelo de justiça social, liberdade ou democracia, a Arábia Saudita está entregando ao mundo um exemplo válido de vida futura: conforme é anunciado, planos para construir uma cidade revolucionária de zero carbono e tráfego zero para mais de um milhão de pessoas , abrangendo 105 milhas e apresentando tecnologia futurista.

O príncipe saudita, Mohammed bin Salman, disse em um anúncio que a cidade, chamada de The Line por sua forma longa e estreita e rota ao longo da costa, preservará 95% do ambiente natural dentro e ao redor do qual é construída, e será um cenário econômico motor para o Reino.

“Precisamos transformar o conceito de uma cidade convencional em futurista”, disse o príncipe Mohammed em um evento de lançamento da cidade, segundo o  Arab News

“Em 2050, um bilhão de pessoas terão que se mudar devido ao aumento das emissões de CO2 e do nível do mar. 90 por cento das pessoas respiram ar poluído. ”

A construção está prevista para começar no primeiro trimestre deste ano. Eventualmente, está planejado que uma rede de 105 milhas de transporte automatizado operado por IA transportará uma população futura através de quatro distritos distintos (litoral, deserto costeiro, montanhas e vale superior) no canto noroeste do Reino, na costa do Mar Vermelho.

O custo desta maravilha tecnológica onde não haverá carros, ruas e poluição, e onde o sol e o vento irão gerar quase toda a eletricidade, está entre $ 100 bilhões e $ 200 bilhões, muitos dos quais virão de fundos domésticos, e o resto de investimento estrangeiro, tanto de empresas que desejam uma participação na cidade do futuro, quanto de empresas que buscam mostrar inovação tecnológica.

Na verdade, US $ 1,5 bilhão deve ser despejado apenas da tecnologia da informação em nuvem. Os dados são a fonte central em torno da qual o NEOM e a The Line serão planejados, como o economista saudita Mazen Al-Sudairi descreveu ao Arab News , a  maioria das grandes cidades do mundo são organizadas em torno do fluxo de água e do posicionamento das safras, enquanto a The Line será planejado em torno do acesso aos dados.

Todos os membros da realeza saudita apoiaram o projeto, com o ministro da Educação, Hamad bin Mohammed Al-Asheikh, descrevendo-o como “caracterizado pelos princípios da humanidade global, diversidade econômica e inteligência artificial, e o aumento das oportunidades de pesquisa e inovação para o indústria do futuro. ”

A caminhada definirá a vida na Linha, com planejadores supostamente trabalhando para garantir que educação, transporte e instalações médicas, locais de compras e lazer, bem como áreas verdes estejam entre 5 e 15 minutos a pé de qualquer ponto nas comunidades da Linha.

“É uma nova era de civilização, um novo modelo de cidade limpa, adequada e com zero de carbono”, disse Al-Sudairi.

ASSISTA o vídeo sobre The Line abaixo).

 

Continuar lendo TECNOLOGIA: ARABIA SAUDITA INVESTE EM CIDADE REVOLUCIONÁRIO DE ZERO CARBONO

TECNOLOGIA: UNINDO O ÚTIL AO AGRADÁVEL MÁSCARA INTELIGENTE AMPLIA A VOZ E TRADUZ A FALA DO ORADOR

A startup japonesa Donut Robotics desenvolveu uma máscara inteligente que pode amplificar vozes, transcrever ditados e traduzir discursos em oito idiomas diferentes. Sua tecnologia de tradução é baseada em IA para o robô “Cinnamon” para ajudar os viajantes internacionais no aeroporto. Veja o artigo completo a seguir e conheça os detalhes dessa maravilha de invenção!

Esta nova máscara inteligente barata pode ampliar a voz do orador e traduzir a fala em 8 idiomas

 

Foto por Donut Robotics 

Uma empresa japonesa de robótica desenvolveu uma máscara inteligente que pode amplificar vozes, transcrever ditados e traduzir discursos em oito idiomas diferentes – e eles estarão disponíveis ao público em setembro.

O C-Mask foi projetado pela startup japonesa Donut Robotics para melhorar a comunicação entre funcionários de companhias aéreas e funcionários de supermercados durante a pandemia de COVID-19.

A máscara, que é conectada por Bluetooth ao telefone do usuário, é capaz de traduzir japonês para chinês, coreano, vietnamita, indonésio, inglês, espanhol e francês.

A empresa originalmente desenvolveu sua tecnologia de tradução baseada em IA para o robô “Cinnamon” para ajudar os viajantes internacionais no aeroporto. Como a maioria dos aeroportos do país foi forçada a fechar após os surtos de coronavírus, a empresa aplicou seu software a máscaras para que os trabalhadores da indústria e os prestadores de serviços de saúde pudessem falar mais claramente por trás das barreiras protetoras de vidro e revestimentos faciais.

Para financiar a produção de sua invenção, a Donut Robotics lançou uma campanha de crowdsourcing no site japonês de captação de recursos Fundinno em junho. Segundo a CNN , a empresa conseguiu arrecadar 28 milhões de ienes (US $ 265.000) em apenas 37 minutos.

Depois de concluir outra rodada bem-sucedida de financiamento coletivo em julho, a Donut Robotics diz que suas primeiras 5.000 a 10.000 máscaras serão distribuídas pelo Japão em dezembro. É esperado que cada uma das máscaras custe entre US $ 40 e US $ 50.

Dito isto, a empresa também espera expandir sua distribuição no exterior para o Reino Unido e os EUA até abril de 2021.

ASSISTA à entrevista à Reuters abaixo)

Continuar lendo TECNOLOGIA: UNINDO O ÚTIL AO AGRADÁVEL MÁSCARA INTELIGENTE AMPLIA A VOZ E TRADUZ A FALA DO ORADOR

BOAS NOTÍCIAS: CIENTISTAS DE MASSACHUSETTS DESENVOLVEM PODEROSO ANTIBIÓTICO QUE MATA SUPERBACTÉRIAS

BOAS NOTÍCIAS: CIENTISTAS DE MASSACHUSETTS DESENVOLVEM PODEROSO ANTIBIÓTICO QUE MATA SUPERBACTÉRIAS
4K resolution Futuristic Brain in big data connection systems.artificial intelligence Concept

Nesta segunda-feira no nosso BOAS NOTÍCIAS temos uma incrível descoberta da ciência que vai ajudar a salvar a vida de milhões de pessoas no tratamento da diabetes e outras inúmeras infecções. O poderoso antibiótico mata superbactérias, aquelas resistentes a medicamentos e foi desenvolvido graças à Inteligência Artificial. Leia a reportagem completa a seguir e entenda como foi feita essa importante descoberta!

Criado nos EUA antibiótico poderoso contra superbactérias

Cientistas do MIT – Instituto de Tecnnologia de Massachusetts, nos EUA, criaram um antibiótico poderoso que mata superbactérias – bactérias resistentes a medicamentos – graças à inteligência artificial – IA.

A descoberta importante foi publicada no periódico científico Cell. Os pesquisadores treinaram um algoritmo para identificar os tipos de moléculas que matam bactérias.

“Nossa abordagem revelou uma molécula incrível, que é sem dúvida um dos antibióticos mais poderosos já descobertos”, disse James Collins, um dos autores do estudo, em comunicado.

A molécula foi batizada de halicina, em homenagem a Hal, a IA do filme 2001: Uma Odisseia no Espaço, de Stanley Kubrick.

Originalmente desenvolvida para tratar diabetes, ela se mostrou capaz de tratar inúmeras infecções.

Como

Eles forneceram ao programa informações sobre as características atômicas e moleculares de quase 2500 medicamentos e compostos naturais, além de dados sobre quanto cada substância bloqueia o crescimento da bactéria Escherichia coli.

O algoritmo aprendeu quais características moleculares produziam bons antibióticos e os cientistas o colocaram para trabalhar em uma biblioteca com mais de 6 mil compostos que estão sendo investigados como potenciais medicamentos.

A tecnologia se concentrou em encontrar compostos eficazes, mas diferentes dos antibióticos já existentes – o que garantiria o efeito contra bactérias resistentes.

Antibiótico poderoso

Demorou apenas algumas horas para o algoritmo avaliar os compostos e apresentar alguns antibióticos promissores, como a halicina.

“Queríamos desenvolver uma plataforma que nos permitisse aproveitar o poder da inteligência artificial para inaugurar uma nova era de descoberta de antibióticos”, disse.

Testes

Testes em culturas bacterianas mostraram que a halicina pode matar a Mycobacterium tuberculosis, que causa tuberculose, e as cepas de Enterobacteriaceae resistentes aos carbapenêmicos, um grupo de antibióticos considerados o último recurso para tratar infecções provocadas por esse microrganismo.

Além disso, testes em ratos provaram a eficácia da substância contra outras duas espécies de organismos multirresistentes, a Clostridium difficile e a Acinetobacter baumannii.

“Esse trabalho inovador significa uma mudança de paradigma na descoberta de antibióticos e, de fato, na descoberta de medicamentos em geral”, afirmou Roy Kishony, professor do Technion – Instituto de Tecnologia de Israel.

“Essa abordagem permitirá o uso de “machine learning” em todos os estágios do desenvolvimento de antibióticos.”

Com informações do GNN

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: CIENTISTAS DE MASSACHUSETTS DESENVOLVEM PODEROSO ANTIBIÓTICO QUE MATA SUPERBACTÉRIAS

BOAS NOTÍCIAS: CHIP CEREBRAL PARA COMBATER A ESQUIZOFRENIA, O AUTISMO E A PERDA DE MEMÓRIA

Na coluna BOAS NOTÍCIAS desta quarta-feira temos um chip cerebral desenvolvido pela Neuralink, que pode combater a esquizofrenia, o autismo e a perda de memória. É a inteligência artificial ajudando  a melhorar a qualidade de vida das pessoas. Principalmente àquelas que vivem no espectro ou sofrem de problemas como demência. Leia a reportagem completa a seguir e saiba dos detalhes!

Elon Musk lança chip pra combater esquizofrenia e autismo

Foto: divulgação

Foto: divulgação

O bilionário e CEO da Tesla e SpaceX, Elon Musk, anunciou um chip cerebral desenvolvido por uma de suas empresas, a Neuralink, que pode combater a esquizofrenia, o autismo e a perda de memória.

O chip deve auxiliar no tratamento de transtornos neurológicos e no combate à perda de memória, que acontece naturalmente com o envelhecimento. Anteriormente, o empreendedor já havia mencionado a possibilidade de auxílio no tratamento de Parkinson e Alzheimer.

A intenção é que o chip com inteligência artificial, que está sendo testado em macacos, seja implantado no cérebro de seres humanos, conectando-os a computadores.

Superinteligência

A expectativa é que ele crie um laço neural entre pessoas e tecnologia, aumentando nossas capacidades e nos equiparando às máquinas.

“A Neuralink tem o objetivo de resolver o risco existencial associado a superinteligência artificial digital. Nós não seremos mais inteligentes do que um super computador, então, se não pode vencê-los, junte-se a eles”, disse Musk no podcast Artificial Intelligence, de Lex Fridman.

A Neuralink publicou um  documento técnico em julho sobre o design do chip que pode ajudar muitas pessoas que vivem no espectro ou sofrem de problemas como demência.

Com informações do Startse

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: CHIP CEREBRAL PARA COMBATER A ESQUIZOFRENIA, O AUTISMO E A PERDA DE MEMÓRIA

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar

Fechar Menu
×

Carrinho