Blog do Saber, Cultura e Conhecimento!

FESTA DO BODE EM MOSSORÓ TERÁ SEGURANÇA REFORÇADA

Festa do Bode terá segurança reforçada com central de videomonitoramento

10 ago 2022

Festa do Bode terá segurança reforçada com central de videomonitoramento

 

Além do forte efetivo destinado para garantir a segurança da 22ª edição da Festa do Bode, o evento contará com uma central de videomonitoramento. A Secretaria Municipal de Segurança Pública, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Trânsito (SESDEM) vai utilizar tecnologia de ponta para reforçar a segurança da festa.

Equipamentos de videomonitoramento foram instalados para auxiliar os profissionais da segurança pública. Entre os modelos mais avançados estão as câmeras de identificação facial. O dispositivo é capaz de identificar, por meio do banco de dados, pessoas procuradas pela polícia.

Outra novidade será o isolamento do espaço de shows. Visando a tranquilidade do evento, uma área destinada para apresentações dos artistas foi reservada. A Prefeitura de Mossoró organizou o local de shows que dispõe de banheiros químicos e espaços destinados aos vendedores credenciados.

“É uma festa que o homem do campo aproveita para ganhar uma renda extra, um momento de confraternização. Vamos mobilizar nosso efetivo para garantir a segurança da Festa do Bode. Teremos uma central de monitoramento montada exclusivamente para a festa. Também vamos contar com a integração das forças de segurança do Estado”, adiantou Cledinilson Morais, secretário de Segurança.

Realizada entre os dias 11 e 14 de agosto, no Parque Armando Buá, a Festa do Bode terá segurança garantida pela Guarda Civil Municipal, Agentes de Trânsito, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar.

Fonte: Política em Foco
Continuar lendo FESTA DO BODE EM MOSSORÓ TERÁ SEGURANÇA REFORÇADA

ECONOMIA: O PALÁDIO UTILIZADO NOS CONVERSORES CATALÍTICOS DOS AUTOMÓVEIS É O NOVO OURO

NOVO OURO? GRAÇAS À CHINA, PREÇOS DO PALÁDIO BATEM RECORDE HISTÓRICO

Neste ano, os preços do paládio bateram recorde, ao subirem mais de 9% na Bolsa de Nova York, o que representa o melhor desempenho neste ano entre os principais metais. Os investidores apostam que, devido à oferta limitada, este é apenas o começo da alta de preços, de acordo com a edição Bloomberg.
Fatores de crescimento
Novo Ouro? Graças à China, preços do paládio batem recorde histórico
CC0 / Pixabay
De acordo com a empresa de análise COM Group, quase 70% da demanda de paládio vem da indústria automobilística. O metal, que é utilizado em conversores catalíticos, beneficiou da transição dos motores de diesel aos de gasolina, o que impulsionou a demanda em um mercado que atualmente tem uma oferta limitada.
Os analistas assinalaram que a luta das autoridades chinesas contra a poluição do ar foi outro fator que contribuiu para o crescimento da demanda de paládio, já que as normas mais estritas de emissão de poluentes têm levado os fabricantes de automóveis a utilizarem mais conversores catalíticos.
Oferta limitada
“O mercado tem um perspectiva muito positiva […] lidamos com défices de oferta durante oito anos, e se espera que isso continue. A oferta certamente tem sido um problema para a mineração, bem como a redução dos estoques existentes”, apontou Maxwell Gold, diretor da estratégia de investimentos da Aberdeen Standard Investments.
Novo Ouro? Graças à China, preços do paládio batem recorde histórico
Os analistas de mercado, inclusive o Citigroup, predizem um maior crescimento do preço deste metal, que nesta sexta-feira (23) alcançou US$ 1.170 (R$ 4.469) por onça (uma onça equivale a cerca de 31 gramas).
A produção de paládio está muito concentrada, sendo o mercado de pouca negociação, tal como ocorre com a platina. A Rússia e a África do Sul produzem em conjunto cerca de três quartos da oferta mundial. A produção de seu principal país produtor, a Rússia, foi de 81 toneladas métricas em 2017. A empresa russa Norilsk Nickel é o maior produtor de paládio do mundo, representando quase 40% da produção do metal a nível mundial.
Continuar lendo ECONOMIA: O PALÁDIO UTILIZADO NOS CONVERSORES CATALÍTICOS DOS AUTOMÓVEIS É O NOVO OURO

PETROBRAS ANUNCIA NOVA REDUÇÃO NO PREÇO DA GASOLINA VENDIDA ÀS DISTRIBUIDORAS

Petrobras anuncia redução de R$ 0,15 no preço da gasolina

Foto: Gustavo Moreno

A Petrobras anunciou, nesta quinta-feira (28/7), que irá reduzir em 3,88% o preço da gasolina vendida às distribuidoras. O valor médio do litro do combustível passará de R$ 3,86 para R$ 3,71 – uma diminuição de R$ 0,15. Após uma série de altas, esta é a segunda redução sobre o valor médio da gasolina anunciada pela Petrobras em menos de duas semanas. O preço do combustível já havia diminuído R$ 0,20 no último dia 20.

“Considerando a mistura obrigatória de 73% de gasolina A e 27% de etanol anidro para a composição da gasolina comercializada nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor passará de R$ 2,81, em média, para R$ 2,70 a cada litro vendido na bomba”, informou a companhia.

A Petrobras é responsável por uma parcela do valor do combustível (nesse caso, R$ 2,70), mas há outros fatores: ICMS, impostos federais (que estão zerados), o custo do etanol e da revenda e distribuição.

A redução, segundo a Petrobras, “acompanha a evolução dos preços de referência, que se estabilizaram em patamar inferior para a gasolina, e é coerente com a prática de preços da estatal, que busca o equilíbrio dos seus preços com o mercado global, mas sem o repasse para os preços internos da volatilidade conjuntural das cotações internacionais e da taxa de câmbio”.

Fonte: Blog do BG

Continuar lendo PETROBRAS ANUNCIA NOVA REDUÇÃO NO PREÇO DA GASOLINA VENDIDA ÀS DISTRIBUIDORAS

SEGUNDO MINISTRO DA ECONOMIA, RECOLHIMENTO DE IMPOSTOS E CONTRIBUIÇÕES SINALIZA QUE A ECONOMIA BRASILEIRA “ESTÁ CRESCENDO EM UM RITMO SUSTENTÁVEL

Arrecadação recorde sinaliza crescimento sustentável da economia, diz Guedes

Ministro da Economia afirmou que o resultado do recolhimento de tributos de junho confirma a política de redução e simplificação de impostos do governo

Fabrício Julião

do CNN Brasil

Business

Anna Russi

da CNN

em São Paulo e em Brasília

O ministro Paulo Guedes afirmou, nesta quinta-feira (21), que o recolhimento de R$ 181,040 bilhões de impostos e contribuições em junho sinaliza que a economia brasileira “está crescendo a um ritmo sustentável”.

“Isso [arrecadação] é importante porque confirma as nossas previsões de que a economia brasileira ia surpreender mais uma vez os analistas, é um sintoma inequívoco de que o crescimento econômico está surpreendendo. Surpreendeu os analistas, surpreendeu a receita”, declarou.

A arrecadação registrou o sexto recorde mensal consecutivo em 2022, sendo o dado de junho o maior para o mês desde o início da série histórica, iniciada em 1995. Em razão da alta do recolhimento de tributos, Guedes defendeu as reduções de impostos adotadas recentemente, como no caso do ICMS sobre combustíveis.

“É por esse aumento de arrecadação, bem acima do que era previsto pelos analistas, que se confirma a nossa política de redução e simplificação de impostos”, destacou.

Fonte: CNN

Continuar lendo SEGUNDO MINISTRO DA ECONOMIA, RECOLHIMENTO DE IMPOSTOS E CONTRIBUIÇÕES SINALIZA QUE A ECONOMIA BRASILEIRA “ESTÁ CRESCENDO EM UM RITMO SUSTENTÁVEL

ECONOMIA: TARIFA DE ENERGIA ELÉTRICA DE POTIGUARES SOFRERÁ REDUÇÃO

Potiguares terão redução na tarifa de energia elétrica

Redação/Portal da Tropical

Atualizado em:

Foto: Internet

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou, nesta terça-feira (12), a revisão das tarifas nas contas de luz de 10 distribuidoras de energia.

As revisões tarifárias ocorrem duas semanas após o governo sancionar uma lei que determina a devolução integral de créditos tributários (PIS/Cofins) cobrados indevidamente nos últimos anos. A mesma legislação obriga que a agência reavalie reajustes que já haviam sido aprovados no início deste ano.

Consern

Como previsto, a Aneel aprovou a redução da tarifa do consumidor da Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern) em 1,51%. O relator do processo, Ricardo Lavorato Tili, votou por uma redução média a ser percebida de -1,54%, sendo de -1,51% para os consumidores conectados à alta tensão e de -1,54% em média para os consumidores de de baixa tensão.

O voto foi acompanhado pelos outros diretores da agência e passa a vigorar a partir do dia 13 de julho de 2022. A Cosern pertence ao grupo Neoenergia e atua em 167 municípios, atendendo a 1,4 milhões de unidades consumidoras, cerca de 3,5 milhões de habitantes.

Continuar lendo ECONOMIA: TARIFA DE ENERGIA ELÉTRICA DE POTIGUARES SOFRERÁ REDUÇÃO

MINISTRO DA ECONOMIA DA ARGENTINA ANUNCIOU DEMISSÃO DO CARGO

Ministro da Economia da Argentina renuncia ao cargo

Martín Guzmán estava na liderança da pasta desde 2019; presidente do país, Alberto Fernández, não comentou decisão

Martín Guzmán em pronunciamento no mês de junhoMartín Guzmán em pronunciamento no mês de junhoJUAN MABROMATA/AFP – 7.6.2022

O ministro argentino da Economia, Martín Guzmán, anunciou neste sábado (2) sua demissão do cargo, em carta ao presidente Alberto Fernández.

“Eu me dirijo ao senhor por motivo de apresentar minha demissão do cargo de ministro da Economia”, que ocupava desde 10 de dezembro de 2019, diz a carta, divulgada na conta de Guzmán no Twitter.

Enfrentando a resistência de boa parte do Partido Justicialista (peronista), de situação, Guzmán assinalou que, para seu substituto, será primordial que trabalhe em um acordo político dentro da coalizão governante.

Em uma economia assolada por uma inflação de mais de 60% em 12 meses e pela desvalorização da moeda argentina, o peso, Guzmán disse que, a partir de agora, “será fundamental continuar fortalecendo a consistência macroeconômica, incluindo as políticas fiscal, monetária, de financiamento, cambial e energética”.

Terceira maior economia da América Latina, atrás do Brasil e do México, a Argentina acertou com o FMI (Fundo Monetário Internacional) um empréstimo de facilidades estendidas, conhecido como SAF, para liquidar os 44 bilhões de dólares desembolsados no âmbito de um crédito acordado há quatro anos de 57 bilhões de dólares, o maior da história do fundo.

Guzmán liderou as negociações com o FMI para alcançar esse acordo, que enfrentou a resistência de parte do governismo, liderado pela vice-presidente, Cristina Fernández, e conseguiu evitar que o país entrasse em default.

“Com a profunda convicção e confiança em minha visão sobre o caminho que a Argentina deve seguir, continuarei trabalhando e agindo por uma pátria mais justa, livre e soberana”, acrescentou o ministro em sua carta de demissão.

O presidente Alberto Fernández ainda não se pronunciou sobre a saída de um dos principais colaboradores do seu gabinete.

Continuar lendo MINISTRO DA ECONOMIA DA ARGENTINA ANUNCIOU DEMISSÃO DO CARGO

PROGRAMA DA PREFEITURA DE NATAL REAPROVEITA PODAS DE ÁRVORES E DEVOLVE A NATUREZA DE FORMA SUSTENTÁVEL

Programa da Prefeitura de reaproveitamento de podas gera sustentabilidade e economia em Natal

20 jun 2022

Programa da Prefeitura de reaproveitamento de podas gera sustentabilidade e economia em Natal

Você já ouviu falar no lixo verde? O conceito vem da sustentabilidade e descreve o trabalho de reaproveitamento dos resíduos de poda de árvores, dando um destino sustentável a galhos, troncos e folhas. Em Natal, desde 2018 a gestão desse tipo de resíduos é feita de forma circular pela Prefeitura do Natal, dentro do projeto de arborização urbana executado pela Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur). “A gente tira da árvore e devolve para a natureza”, sintetiza a arquiteta e urbanista Renata Larissa, diretora do Departamento de Paisagismo da Semsur. “Reaproveitamos os resíduos na produção de mudas e no enriquecimento do solo”, completa.

A trituração dos restos de podas e o reaproveitamento dos resíduos garantiu a Natal o reconhecimento da Sociedade Brasileira de Arborização Urbana (SBAU), organização não-governamental de promoção da arborização urbana. O município foi escolhido para sediar o 9º Encontro Nordestino de Arborização Urbana, em 2023. “O convite a Natal confirma e coroa o trabalho da nossa gestão na luta por uma cidade mais verde e sustentável. Este ano lançamos a meta de plantar 20 mil árvores, mas sabemos que isso só é possível quando provemos a equipe de uma estrutura para que esse plantio aconteça de forma permanente, pois pensamos nas futuras gerações”, afirma o prefeito Álvaro Dias.

O serviço de poda, necessário para prevenir acidentes nas vias urbanas da cidade, é realizado regularmente pela gestão municipal. O serviço envolve quatro tipos de podas: de limpeza (retirada dos galhos mortos), de condução (para conduzir a árvore até a fase adulta), de contenção (para livrar a árvore dos elementos da infraestrutura urbana) e para o levantamento de copa.

O trabalho envolve técnicos e servidores municipais, além de caminhões trituradores, que dia a dia circulam na cidade fazendo o trabalho de controle urbano das árvores. Mensalmente são podadas de 700 a 1.000 árvores no perímetro urbano da cidade de Natal. No passado, todo o resíduo era transportado para o aterro sanitário, onde parte dele era incinerado, gerando CO2 (dióxido de carbono, gás responsável pelo aumento do efeito estufa) na atmosfera.

Sustentabilidade

O novo modelo de beneficiamento inaugurou uma gestão mais sustentável e mais comprometida com o futuro do planeta. “No momento em que a gente tritura, diminui a emissão de CO2 e faz o aproveitamento do material que antes era descartado e faz o beneficiamento, produzindo o composto”, explica Renata Larissa.

O material triturado vai para uma grande composteira, e uma vez por semana ele é revirado por retroescavadeiras e irrigado por um caminhão-pipa. Atualmente, o pátio de compostagem conta com aproximadamente 10 mil toneladas de podas. O tempo do material em depósito, bem como a temperatura, são controlados para evitar a fermentação do composto no solo. Após esse processo, o material orgânico é peneirado e enviado para o Horto Municipal, onde é utilizado como composto nas mudas produzidas no local.

Arborização

Natal tem cerca de 80 mil árvores urbanas, plantadas em calçadas, canteiros centrais e praças. “Esse material também é aproveitado nos canteiros da cidade. Nas novas praças e alamedas, que a Prefeitura vem inaugurando e que conta com um projeto paisagístico. Toda essa área arborizada tem esse material orgânico. Muitas áreas a gente também vem conseguindo  recuperar graças a esse composto”, aponta a arquiteta. Ainda segundo Renata Larissa, nesses três anos de funcionamento do novo modelo de gestão já foram utilizadas 600 toneladas de composto nos canteiros da cidade.

Fonte: Política em Foco
Continuar lendo PROGRAMA DA PREFEITURA DE NATAL REAPROVEITA PODAS DE ÁRVORES E DEVOLVE A NATUREZA DE FORMA SUSTENTÁVEL

MINISTÉRIO DA ECONOMIA AUTORIZA CONCURSO PARA O INSS E RECEITA FEDERAL

Por Marta Cavallini, g1

 

Concursos públicos — Foto: Reprodução/INSSConcursos públicos — Foto: Reprodução/INSS

Ministério da Economia autorizou dois dos concursos mais esperados pelos candidatos: 699 vagas para a Receita Federal e 1.000 vagas no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Ambos os órgãos não fazem concursos há bastante tempo. No caso do INSS, são sete anos de espera pela nova abertura de vagas, em meio ao atraso na análise e liberação de pedidos de benefícios. Na Receita Federal, são oito anos, mesmo com o déficit de servidores na fiscalização aduaneira.

As vagas autorizadas são as seguintes:

O prazo para a publicação dos editais de abertura é de 6 meses a partir da data de publicação das portarias, ou seja, até 13 de dezembro.

O último concurso para auditor-fiscal foi em 2014, para 278 vagas. A organizadora foi a Escola de Administração Fazendária (Esaf). Veja o edital e as provas anteriores do concurso.

Já para analista-tributário foram oferecidas 750 vagas em 2012, com a mesma banca organizadora. Veja o edital e as provas anteriores do concurso.

Os dois cargos exigem diploma de curso superior concluído em qualquer área. Os salários iniciais são de R$ 21.029 para auditor-fiscal e de R$ 11.684 para analista-tributário.

Nos concursos anteriores de 2012 para analista tributário e em 2014 para auditor fiscal, foram aplicadas provas objetivas e discursivas.

A prova objetiva foi dividida entre conhecimentos gerais e específicos. No caso dos conhecimentos gerais, as disciplinas foram praticamente as mesmas. Já na de conhecimentos específicos houve algumas diferenças. Veja abaixo:

Para auditor fiscal, a prova discursiva teve questões referentes a Direito Tributário e Comércio Internacional e Legislação Aduaneira.

Para analista tributário, a prova discursiva teve questões sobre Direito Constitucional e Administrativo, Administração Geral, Direito Tributário, Legislação Tributária e Aduaneira e Informática.

As provas foram elaboradas e aplicadas pela Escola de Administração Fazendária (Esaf), que acabou incorporada pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap) em 2019.

Receita Federal confirmou que a Enap não será a banca organizadora do concurso. O órgão informou que está em processo de seleção da banca que irá realizar o concurso. A data de divulgação do edital e de realização das provas, bem como da nomeação dos aprovados, não foi definida.

A concorrência dos concursos da Receita chegou a passar de 200 candidatos por vaga na ocasião. Para analista, o concurso de 2012 com 750 vagas teve 93.692 candidatos (125 por vaga). No caso do auditor, a concorrência foi o dobro: foram 68.540 candidatos para 278 vagas (246 por vaga).

De acordo com a Receita Federalas provas para ambos os cargos serão aplicadas no mesmo dia, para que os mesmos candidatos não concorram aos dois cargos, o que poderia prejudicar o preenchimento das vagas.

Foi autorizada a redução para dois meses do prazo entre a publicação do edital e a realização da primeira prova do concurso, ou seja, os candidatos terão menos tempo para se preparar para os testes.

O concurso teve prova objetiva de conhecimentos básicos e específicos com as disciplinas de Ética no Serviço Público, Regime Jurídico Único, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Administrativo, Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico, Noções de Informática e Seguridade Social.

Foram 1.043.807 inscritos para as 800 vagas – 1.304 candidatos por vaga.

O cargo exige nível médio de escolaridade. O salário inicial é de R$ 6.500.

INSS informou que a escolha da banca organizadora deve ser feita daqui a 60 dias, ou seja, até agosto.

Os aprovados serão convocados, de acordo com a classificação, para trabalhar nas Agências da Previdência Social espalhadas pelo país.

Continuar lendo MINISTÉRIO DA ECONOMIA AUTORIZA CONCURSO PARA O INSS E RECEITA FEDERAL

ECONOMIA: CONHEÇA A FILOSOFIA SUÍÇA DE VIVER. É IMPRESSIONANTE!

Na sessão ECONOMIA desta segunda- feira temos mais um impressionante exemplo de pujança baseado no livre comércio, descentralização e mais capitalismo que se traduz em alto nível de prosperidade e zero preocupação com política. A Suíça é esse paraíso!

Veja o artigo completo de Hunter Hastings e descubra porque a Suíça está entre os 10 melhores IDH’s do mundo e é referencia mundia no que tange a paz!

Ninguém se preocupa com política e a pujança econômica está por todos os cantos: eis a Suíça

Livre comércio mais descentralização mais capitalismo = alto nível de prosperidade

 

No mundo atual, as pessoas estão cada vez mais preocupadas com o resultado de eleições para chefe de governo. A cada eleição que ocorre em um país economicamente importante, as respirações ficam suspensas (tanto entre a população deste país quanto no resto do mundo).

Foi assim nos EUA em 2016, e na França, na Alemanha e na Holanda em 2017. E está assim agora no Brasil, em 2018.

É como se o padrão de vida de todos dependesse diretamente do resultado da eleição — o que, aliás, é um fato.

Mas eis a realidade, que vale para todos: as pessoas só estão cada vez mais preocupadas com o resultado das eleições porque os estados estão cada vez maiores, mais intrusivos e mais poderosos. As pessoas sabem que o indivíduo que eventualmente estiver no controle destes aparatos estatais terá poderes insanos sobre suas vidas e sobre toda a economia (da qual depende nosso bem-estar). Ele terá o poder de regular cada aspecto econômico e social da vida dos indivíduos.

E as pessoas, mesmo as intervencionistas, sabem que tais poderes são extremamente perigosos caso fiquem sob o controle de “indivíduos perigosos” — isto é, indivíduos que não pensam o mesmo que elas.

Por outro lado, fosse o estado mínimo e sem poder, as pessoas seriam completamente indiferente a quem eventualmente estivesse no comando dele

Sendo assim, será que há alguma esperança, no mundo ocidental, de que as pessoas não mais tenham de se preocupar com a política, com os políticos e com a contínua expansão do tamanho e do poder do estado? Há alguma esperança de assumirmos algum controle e influência sobre nossos impostos, nosso sistema de saúde, nossa energia, nosso comércio com os estrangeiros e, acima de tudo, nossa relação com o governo e suas regulações?

Sim, desde que estejamos dispostos a copiar um modelo estrangeiro que deu certo. Esse modelo é a Suíça.

Naquele país sem saída para o mar, com um terreno incrivelmente acidentado e sem recursos naturais (exceto água), as pessoas foram capazes de criar um alto nível de prosperidade tendo por base a inovação e o capitalismo.

100% economia, 0% política

Os burocratas da União Européia os odeiam. Os suíços não só estão fora da União Européia, como também representam o oposto daquela agenda insanamente centralizadora. A Suíça só aderiu à ONU em 2002, e mesmo assim pela margem mínima de votos. Escolha qualquer área da sociedade e você verá que os suíços fazem tudo à sua distinta maneira — sempre com a liberdade como pré-requisito.

Os corpos de bombeiros são um exemplo: geridos por voluntários locais na maioria dos lugares fora das grandes cidades. Armas e as forças armadas são outro exemplo. As armas estão por todos os lados — e o crime não está em lugar algum.  Com efeito, eles têm ao menos duas das mais pacíficas cidades do mundo – de acordo com várias autoridades online. Zurique inclusive tem um feriado de meio dia em outubro, para celebrar o torneio do “garoto atirador”, no qual há uma feira em estilo americano em que jovens garotos — e garotas também — competem em uma disputa de tiro ao alvo com fuzis de ataque.

A milícia defensiva dos suíços foi temida até mesmo por Hitler, e até hoje tem se mantido onde tem de ficar — em casa —, sem sair patrulhando estrepitosamente o mundo, assassinando pessoas inocentes que porventura se pusessem em seu caminho. Curiosamente, os suíços conseguiram se manter protegidos sem ter de recorrer a guerras preventivas e sem ter de dizimar famílias ao redor do mundo.

E há os bancos suíços, aquele bastião que guarda algo como um terço da riqueza privada transnacional. A posição suíça quanto ao sigilo bancário é mais bem descrita como sendo de neutralidade, nessa constante guerra dos estados contra seus cidadãos. Toda essa riqueza confiada aos bancos suíços certamente não se deve ao governo, e mesmo os banqueiros são meramente beneficiários de um ambiente inteiramente resultante de um distinto traço de liberdade que viceja dentro do povo suíço. Isso vem desde muito antes da lendária rebelião promovida por Guilherme Tell no século XIV. Se os detalhes dessa lenda são mitos ou não, sua popularidade reflete o tradicional espírito de luta do povo suíço quando se trata das imposições feitas pelo estado.

Antes de sua constituição de 1848, a Suíça era uma confederação de estados, cada qual soberano e independente. A unidade deles se dava por meio de um tratado de defesa mútua contra agressões externas.

Em novembro de 1847 eclodiu a Guerra de Sonderbund (“aliança separada”, em alemão), que foi uma batalha originada por sete cantões católicos conservadores que se opunham à centralização do poder e que, por isso, se rebelaram contra a Confederação que estava em vigor desde 1814. Esta foi provavelmente uma das menos espetaculares guerras da história do mundo: com duração de 26 dias, o exército federal perdeu 78 homens e teve outros 260 feridos. Mas saiu vencedor. A Conspiração Sonderbund se dissolveu e a Suíça se tornou, em 1848, o estado que é até hoje.

Apenas pense nisso: a guerra suíça (caracterizada por sua inacreditavelmente baixa violência quando comparada às outras guerras) foi motivada puramente pela rejeição à centralização do poder e pelo ceticismo quanto aos poderes usufruídos por uma entidade grande. E lembre-se de que estamos falando de um país territorialmente pequeno (apenas 41 mil quilômetros quadrados). O resultado foi, e é, um estado relativamente neutro que permite uma maior quantidade de liberdade e prosperidade que praticamente todas as outras nações européias.

Como país, a Suíça se tornou, já à época, o mais economicamente desenvolvido da Europa. Era religiosa e etnicamente diverso, altamente inovador e extremamente produtivo. Os huguenotes expulsos da França pelas guerras religiosas criaram a indústria suíça de relógios. Os alemães protestantes fugindo da opressão católica fundaram as principais indústrias do país. Sempre houve um foco no conhecimento e na educação como forma de compensar a escassez de recursos naturais. E a população sempre foi integrada ao comércio global, sendo comerciantes vigorosos.

“A economia estava por todos os lados; já a política nunca era perceptível”: essa era a frase utilizada para descrever esta produtiva, vigorosa, inovadora e descentralizada nação já em meados do século XIX. Trata-se de uma descrição que evoca uma fotografia maravilhosa de uma liberdade econômica que não é onerada pelo fardo da política.

A Suíça conseguir manter algumas destas características mesmo com todas as depredações estatais que se tornaram tendência ao redor do mundo no século XX. O país permaneceu sob um padrão-ouro até 1999, e resistiu à internacionalização até se juntar à ONU em 2002. Com efeito, a internacionalização foi o que erodiu a singularidade da Suíça como nação. O influxo de engravatados com MBA em conjunto com a máfia da McKinsey está arrastando a Suíça para o mais baixo denominador comum do estatismo e do intervencionismo. A União Europeia almeja fazer a Suíça assinar um acordo bilateral que inevitavelmente fará com que Bruxelas imponha gradualmente seu socialismo multicultural ao país, exatamente como fez no Reino Unido.

Não obstante, a Suíça ainda possui pelo menos seis vantagens estruturais que irá manter o país à frente de seus medíocres pares por algum tempo.

1) Descentralização

A Suíça permanece sendo uma confederação de 26 cantões. É mais centralizada hoje do que era até antes de 1848, mas as funções do governo central são limitadas. Há uma constituição nacional, um exército nacional e uma força de segurança, uma moeda única (o franco suíço, embora o euro também circule livremente) e um banco central, e uma política externa nacional. Mas a população conseguiu manter os poderes do governo central relativamente muito bem acorrentados.

O executivo do país é representado por um órgão chamado Conselho Federal, que é composto por 7 membros, sendo cada membro responsável por um dos sete ministérios da Suíça (que lá são chamados de Departamentos). Esses sete membros são nomeados pelas duas câmaras da Assembleia Federal.

A presidência e a vice-presidência do Conselho Federal sofrem um rodízio anual. Já o mandato dos 7 membros é de quatro anos. O atual Conselho é formado por 2 social-democratas, 2 conservadores de centro-direita, 2 conservadores nacionalistas, e um democrata-cristão.

Ou seja, o poder executivo não se concentra em apenas uma pessoa. A maioria das decisões do Conselho é feita por consenso. E é assim porque seu papel é muito mais decorativo do que funcional, dado que a maior parte do poder é prerrogativa dos cantões. Decisões relacionadas a educação, saúde, assistencialismo e até mesmo criação de impostos são feitas exclusivamente em nível regional. O governo federal não pode editar medidas provisórias e não tem poder de veto.

O presidente da Suíça — que você não sabe quem é — não tem praticamente nenhum espaço nas discussões políticas e econômicas que ocorrem no país. Portanto, se você não sabe quem é o presidente da Suíça, não se preocupe; vários suíços também não sabem e ele muda a cada ano.

2) Subsidiariedade

A subsidiariedade é o princípio de resolver todos os problemas e questões em nível mais local possível. Na Suíça, a maioria dos impostos é impingida em nível municipal e cantonal. A fatia federal se limita a 20% de todos os impostos pagos. Isso faz com que a besta do governo central viva continuamente esfaimada. Os cidadãos suíços são mais engajados em torno de seus governos locais, que é quem toma as decisões de como irá gastar o dinheiro de impostos.

Consequentemente, os cantões suíços são os responsáveis pelo equilíbrio da política: os cantões conservadores são todos aqueles que estão fora das grandes cidades, como Zurique, Genebra e Berna (a capital). A população das comunidades menores rejeita a ideia de ter um governo distante e centralizado em uma capital nacional.

Como resultado — discutido abaixo —, os suíços continuamente rejeitam propostas progressistas, como a de abolir a energia nuclear e a de usufruir uma renda garantida de 2,5 mil francos suíços mensais para cada cidadão. Mais de 75% dos suíços foram contra a medida.

Ademais, os suíços podem “votar com seus pés”, mudando-se para outra cidade ou cantão caso sintam que os impostos locais estão altos.

3) Democracia direta

Na Suíça, o povo é soberano. Uma maneira como essa soberania é mantida é por meio de referendos regulares, nas quais o povo vota questões de política nacional, leis e mudanças na constituição. Tipicamente, há um grande comparecimento às urnas nestes referendos, e as pessoas levam muito a sério o controle democrático sobre o governo.

Normalmente, eis as etapas de um referendo:

a. Um projeto de lei é preparado pelos especialistas na administração federal.

b. Esse projeto de lei é apresentado para um grande número de pessoas por meio de uma pesquisa de opinião: governos cantonais, partidos políticos, ONGs, associações da sociedade civil podem comentar sobre o projeto de lei e propor mudanças.

c. O resultado é apresentado a comissões parlamentares dedicadas ao assunto nas duas câmaras do parlamento federal, é discutido em detalhes a portas fechadas e finalmente é debatido em sessões públicos em ambas as câmaras do parlamento.

d. O eleitorado possui o poder final de veto sobre o projeto de lei. Se qualquer pessoa conseguir encontrar, em três meses, 50.000 cidadãos dispostos a assinar uma petição pedindo um referendo sobre esse projeto de lei, um referendo será marcado. Para que um referendo seja aprovado, o projeto de lei precisa ser apoiado apenas pela maioria do eleitorado nacional, e não pela maioria dos cantões. É comum a Suíça fazer mais de dez referendos em um determinado ano.

Entre 1893 e 2014, apenas 22 de 192 iniciativas populares foram aprovadas pelos eleitores. A reticência com que essas iniciativas são recebidas pelos suíços indica prudência da parte dos eleitores e aversão a leis criadas centralizadamente.

E foi esse sistema de pesos e contrapesos, representado tanto pelos cantões agressivamente localistas quanto pela ferramenta da democracia direta, que tornou a Suíça particularmente resistente ao crescimento do poder do governo.

4) Livre comércio

Praticamente não há debate sobre a importância do livre comércio na Suíça. Ele é uma realidade imperativa. Trata-se de um país fortemente dependente da importação de produtos básicos: energia, comida, matéria-prima, commodities. Consequentemente, o país desenvolveu uma estratégica indústria exportadora:  produtos e serviços de alto valor agregado, sempre aptos a satisfazer as mais exigentes demandas globais.

Relógios sempre foram o mais famoso exemplo. Atualmente, produtos biotecnológicos e maquinários ultramodernos compõem a pauta exportadora. O livre comércio sempre foi a condição vinculante para a prosperidade da Suíça. As tarifas de importação do país estão em zero por cento.

5) Neutralidade

Na política externa e na diplomacia, a Suíça é famosa por sua neutralidade e política externa de não-agressão. Este, aliás, é um pré-requisito para a prática do livre comércio global: criar inimigos seria totalmente contra-producente.

A Suíça possui um exército e o serviço militar é compulsório, mas é voltado exclusivamente para a defesa contra invasores externos. Guerras sempre foram a principal barreira ao progresso econômico, e a reconstrução política após uma guerra quase sempre é um desastre pior do que a própria destruição física da guerra. A Suíça conseguiu evitar tudo isso.

6) Inovação empreendedorial

A Suíça sempre ocupa as primeiras posições na lista de países com a maior facilidade para se empreender, embora sua posição tenha se deteriorado no século XXI. É fácil abrir uma empresa no país, a tributação é relativamente baixa, as leis são transparentes e o arcabouço jurídico é totalmente previsível. Várias empresas internacionais escolheram a Suíça como sede de suas matrizes.

A inovação está enraizada na cultura, no sistema educacional do país e em toda uma rede de centros de pesquisa, o que se traduz em investimentos nas pessoas e no conhecimento. Sem exageros, a inovação está na mente e na alma de praticamente todo suíço, bem como nas instituições do país.

Não é perfeito, mas é o que há

De modo algum a Suíça é perfeita; afinal, trata-se de um estado-nação, e todo conceito de estado-nação é deletério para cada vida individual das pessoas que vivem neles e que os formam. Com efeito, o próprio conceito de estado-nação clama por “inovações disruptivas”.

Talvez, quem sabe?, serão os próprios suíços, com sua tradição de descentralização, subsidiariedade, iniciativa individual, e livre comércio de idéias, que irão implantar essas inovações — isso, é claro, se eles não forem sobrepujados por instituições globalistas como União Europeia, ONU, FMI, Banco Mundial etc.

É a economia contra a política. O nosso desejo, é claro, sempre foi o de “economia por todos os lados, e a política em lugar nenhum”. Mas isso tem se comprovado impossível de ser mantido.

O fato de que houve uma época em que a economia prevaleceu na Suíça — e suas consequências benéficas perduram até hoje — serve como uma tênue esperança de que tal arranjo possa, um dia, voltar a vigorar.

Fonte: Mises Bra

Continuar lendo ECONOMIA: CONHEÇA A FILOSOFIA SUÍÇA DE VIVER. É IMPRESSIONANTE!

CERCA DE 200 LOJAS IRÃO VENDER PRODUTOS LIVRES DE IMPOSTOS NESTA QUINTA-FEIRA (2)

Por g1 RN

 

Natal terá 'Dia Livre de Impostos' em mais de 200 lojas na quinta-feira (2) — Foto: Jonathan Lins/G1Natal terá ‘Dia Livre de Impostos’ em mais de 200 lojas na quinta-feira (2) — Foto: Jonathan Lins/G1

Cerca de 200 empresas irão vender produtos por valores livres de impostos nesta quinta-feira (2) em Natal. O ‘Dia Livre de Impostos’ é promovido pelas Câmaras de Dirigentes Lojistas Jovem (CDL Jovem) de todo Brasil. Os descontos podem chegar a até 70% e correspondem aos impostos que incidem sobre as mercadorias.

De acordo com a CDL, a ação é um protesto pelas altas cargas tributarias e o baixo retorno dos impostos arrecadados como saúde, educação, transporte e segurança para população.

No dia da ação, os lojistas participantes abrem mão de margens de lucro para evidenciar o peso dos impostos para os compradores. O objetivo da ação é chamar atenção da sociedade e conscientizar lojistas e consumidores sobre o impacto da carga tributária nos preços dos produtos

“Buscamos trazer a população como um todo para somar forças e se engajar na busca por um sistema tributário mais justo. Um comércio pujante, representa uma cidade pujante. O imposto não pode ser uma barreira para o desenvolvimento, mas sim, um aliado”, explica o presidente da CDL Jovem de Natal, Saulo Medeiros.

Ele lembra que o Impostômetro, ferramenta que calcula quanto de impostos os brasileiros pagam, alcançou, em 2022, o valor arrecadado de R$ 1 trilhão no dia 3 de maio. Em 2021, a marca havia sido atingida em 19 de maio, 16 dias antes.

Continuar lendo CERCA DE 200 LOJAS IRÃO VENDER PRODUTOS LIVRES DE IMPOSTOS NESTA QUINTA-FEIRA (2)

ENTENDA COMO PREÇO DO DIESEL AFETA ECONOMIA

Por Renata Lo Prete

 

Misturar diesel na gasolina: rede social dá voz a legião de imbecis

Usado para transportar mais de 60% das cargas no país, ele acumula alta de 47% nos últimos 12 meses, com efeitos “que se espalham por toda a economia”, afirma o especialista em infraestrutura Fernando Camargo. Para Jair Bolsonaro, que só pensa em escapar do custo eleitoral da explosão dos preços dos combustíveis, o diesel é um problema à parte, pois impacta diretamente uma categoria profissional que o ajudou a chegar ao Palácio do Planalto: a dos caminhoneiros. Somada à escassez do produto no mercado internacional, em consequência da guerra na Ucrânia, a disposição do governo para atropelar a Petrobras colocou no horizonte o risco de desabastecimento – que Camargo avalia, sem alarmismo, na conversa com Renata Lo Prete. Participa ainda Alvaro Gribel, colunista do jornal O Globo, para relembrar “os 10 dias que pararam o Brasil” na greve dos caminhoneiros, em 2018. Ele também atualiza as informações sobre o “bolsa caminhoneiro” que está no forno da equipe econômica, a um custo previsto de R$ 1,5 bilhão este ano.

Continuar lendo ENTENDA COMO PREÇO DO DIESEL AFETA ECONOMIA

ECONOMIA: VEJA PORQUE QUANTO MENOR A TRIBUTAÇÃO SOBRE OS RICOS É MELHOR PARA OS POBRES

Na sessão ECONOMIA deste domingo publico um texto que mudou completamente a minha visão a respeito do sistema de tributação sobre o trabalho. Nunca imaginei que a alta tributação sobre a renda dos ricos prejudicaria os mais pobres. Não achava que uma coisa estaria diretamente ligada a outra. Veja no artigo a seguir, em detalhes, como isso se processa. 

Se você defende os trabalhadores, então você tem de defender os ricos

Tributar mais os mais ricos terá efeitos deletérios sobre os trabalhadores

 

Se você é um trabalhador, você é um importador. Nada pode ser mais básico e direto do que isso. Suas “importações” podem vir do outro lado da rua ou do outro lado do planeta. O fato é que o seu trabalho é uma expressão do seu desejo de obter bens e serviços — ou seja, de importar.

Você trabalha em troca de dinheiro para poder consumir.

Igualmente, se você é um consumidor, você tem necessariamente de ser um trabalhador. Ou isso, ou você é um privilegiado que foi presenteado com os frutos de outro trabalhador.

O trabalho é o que possibilita nossa demanda por bens e serviços. Sem antes ofertarmos um bem ou serviço, não temos como comprar coisas. Produzimos para demandar. O trabalho é apenas uma demanda disfarçada.

Logo, a única maneira de entendermos “demanda” no mercado é entendendo a oferta que precede essa demanda. A oferta é a expressão da demanda e sem ela não há meios de se comprar nada. Nas regiões mais pobres [pense no interior do Maranhão], os trabalhadores não estão ofertando muito (ao menos, não para consumidores interessados) e, como consequência, poucos estão ofertando para eles. Nas regiões mais ricas (pense em Nova York), seus trabalhadores estão ofertando em grande abundância, e isso explica por que eles são inundados com todas as farturas produzidas ao redor do mundo.

Onde há muita produção há muita “importação” para atender as demandas dos produtivos. Sim, a Lei de Say é bem básica.

Nós ofertamos com o intuito de conseguir bens e serviços. E as pessoas nos ofertam porque ofertamos para elas.

Tudo isso nos leva à pergunta: já que precisamos ofertar antes para consumir depois, e considerando que nem todo indivíduo é um empreendedor, o que permitirá às pessoas não-empreendedoras produzir?

Empregos e salários

Em outras palavras, o que gera os empregos e os salários das pessoas não-empreendedoras?

A resposta é simples e direta, embora o fenômeno seja complexo: investimentos.

Todos os empregos são consequência de investimentos. Não há empregos sem investimentos.

Para que vagas de trabalho sejam criadas, é necessário que um indivíduo empreendedor — munido de capital próprio ou de capital emprestado por um capitalista — vislumbre uma oportunidade de lucro em uma determinada área (uma demanda ainda não atendida) e então direcione capital e recursos para começar a produzir naquela área.

Investimentos, portanto, são, acima de tudo, atraídos pela perspectiva de lucros.

Empresas e empreendimentos, obviamente, não existem para criar empregos. Empregos são apenas a consequência de empreendimentos. O desejo por retornos da parte do investidor e do empreendedor é o que irá indiretamente levar à contratação de mão-de-obra. É exatamente essa possibilidade de retorno (lucro) o que irá estimular aqueles que possuem meios para postergar seu consumo (capitalistas) a investir esses meios em atividades produtivas. A mão-de-obra de trabalhadores é contratada para ajudar neste retorno.

Não haveria tal contratação se não houvesse investimentos e se não houvesse perspectiva de retornos (lucros). Acima de tudo, não haveria nada disso sem o capital disponibilizado para esses investimentos.

Consequentemente, não haveria empresas, empregos, salários e progresso. Por definição.

O que nos leva aos ricos.

O papel dos ricos

Se você defende os trabalhadores, então você tem de defender ainda mais os investidores que tornam possíveis a criação de empregos e salários. E estes investidores, por definição, são aqueles que têm capital (dinheiro) poupado e disponível para ser investido.

Tais investidores, quase sempre, são aquelas pessoas rotuladas de “ricos”.

Sim, os ricos são essenciais para os salários dos trabalhadores.

Em termos bem diretos e coloquiais, investimento é aquilo que é feito com o dinheiro que sobrou após as necessidades básicas da vida já terem sido compradas. Por isso, os ricos são particularmente cruciais no que diz respeitos a salários mais altos.

Os ricos, precisamente por serem ricos, são aqueles que possuem a maior reserva de capital disponível após já terem saciado seus desejos e necessidades. A menos que enfiem todo o seu dinheiro físico debaixo do colchão — algo que ninguém mais faz no atual sistema financeiro e monetário —, os ricos irão necessariamente investi-lo: ou eles irão empreender diretamente ou irão financiar empreendimentos.

Em ambos os casos, os efeitos são os mesmos em termos de empregos e salários.

Ao investirem, os ricos possibilitam maior capacidade produtiva. Com seu capital, eles adquirem (ou permitem que o empreendedor financie) máquinas, ferramentas, edificações e meios de transporte (tudo isso bens de capital) que irão tornar o trabalho dos empregados mais eficiente e produtivo.

Há uma regra econômica é básica e direta: quanto maior a quantidade de bens de capital utilizados por um trabalhador, maior será sua produtividade.

Um operário americano chega a ganhar até cem vezes mais que um indiano não porque ele é mais trabalhador ou mesmo mais capacitado, mas sim porque o americano utiliza cem vezes mais capital físico (máquinas, ferramentas, instalações industriais, meios de transporte etc.) que seu colega indiano.

Esse capital físico é o que aumenta a produtividade, os salários e, consequentemente, o padrão de vida de uma sociedade. Isso merece ser enfatizado: a acumulação de capital, ao tornar o trabalho humano mais eficiente e produtivo, é o que permite aumentos salariais para todos.

E o que possibilita esse investimento em capital físico é o capital financeiro que foi poupado e acumulado. E nisso os mais ricos têm maior vantagem comparativa que os mais pobres. Por definição.

Eis um exemplo prático: fábricas que produzem chips de computador em volume suficiente para fazer seus preços caírem para centavos por gigabyte requerem um custo bilionário. Eu não teria como construí-las. E eu valho muito menos sem um computador, o qual tornou as coisas incomensuravelmente mais eficientes. Por isso, minha eterna gratidão àqueles que utilizaram sua poupança para financiar e construir as fábricas e fabricar os chips e os computadores que tornam meu trabalho muito mais eficiente e produtivo do que seria sem estes chips e monitores.

E os exemplos são infinitos, e valem para todas as classes sociais. Por exemplo, quanto vale um garçom sem um restaurante? Quanto vale um operário sem as instalações e as máquinas da fábrica em que trabalha? O que seria do funcionário de uma loja sem a loja, sem um computador, e sem um scanner de preços? Quanto vale um caminhoneiro sem um caminhão ou um tratorista sem um trator? Quanto vale um jogador de futebol, âncoras de jornal e artistas sem a TV?

A loja em que o vendedor trabalha, bem como o caixa e os scanners que ele usa; os escritórios e os estúdios de televisão onde o eletricista, os atores e os jornalistas trabalham; os restaurantes e as indústrias de caminhão e tratores que criam os bens que cada trabalhador usa diariamente em seu trabalho; as fábricas de televisores e de cabos que colocam jogadores, atores e âncoras de notícias na televisão — tudo só existe em decorrência do investimento de pessoas ricas. Ou, no mínimo, certamente mais ricas do que você.

De minha parte, eu gostaria de facilitar as coisas para os ricos — pois isso me tornaria ainda mais valioso para os consumidores dos meus serviços, aumentando meus rendimentos.

O que nos leva a outro ponto crucial: os ricos deveriam poder ficar com uma fatia muito maior de seus ganhos. Com efeito, eles deveriam ficar com 100% dos seus ganhos.

O problema em tributar os ricos

Para ser bem direto, não é possível ter salários altos e crescentes sem antes reduzir o fardo imposto sobre aqueles que são mais capazes de poupar e investir: os ricos.

Os efeitos da tributação sobre um rico empreendedor são diretos. Com uma fatia maior de seus ganhos confiscada pelo governo, ele terá menos capacidade para investir e ampliar sua capacidade produtiva. O processo de formação de capital será diretamente afetado.

Menos capacidade de investimento significa menor produção, menos contratação de mão-de-obra e, consequentemente, menor oferta de bens e serviços no futuro. Significa também menos compras de ferramentas, equipamentos e, principalmente, do treinamento contínuo necessário para aumentar a produtividade — diminuindo assim a oferta de bens e serviços que de outra forma seriam disponibilizados a terceiros.

Quando o governo tributa a renda e os lucros, ele apenas faz com que o dinheiro que seria utilizado para ampliar e aprimorar os processos produtivos seja agora direcionado para o mero consumismo do governo, ficando sob os caprichos de seus burocratas, obstruindo a formação de capital.

Ao contrário do que muitos imaginam, o dinheiro dos ricos não fica parado dentro de uma gaveta. Em nosso atual sistema monetário e financeiro, todo o dinheiro está inevitavelmente ou em algum depósito bancário (de onde será emprestado) ou em algum fundo de investimento (de onde será investido). Se o governo tributar esse dinheiro, fará apenas que o dinheiro que antes era direcionado para determinados setores (garantindo emprego e renda) ou investido diretamente em coisas produtivas seja direcionado para burocratas e para toda a máquina estatal. Isso é uma simples e direta destruição de capital.

Por tudo isso, impostos sobre os mais ricos são um grande obstáculo aos investimentos produtivos, à formação de capital e ao simples bem-estar de terceiros. É deste dinheiro que vem a poupança necessária para os investimentos produtivos.

A caça aos ricos é uma caça ao seu padrão de vida

Vale ressaltar algo óbvio: toda e qualquer pessoa em posse de muito dinheiro investe. Tais pessoas, por definição, vivem muito abaixo das suas condições (afinal, elas não gastaram todo o seu dinheiro), o que significa que elas investem “as sobras”.

Sendo assim, será que são realmente apenas elas que se beneficiam de seu capital? É claro que não. São as pessoas comuns que se beneficiam com os bilhões que acabam sendo investidos em fábricas de microchip, em fábricas que produzem carros, em meios de transporte, em instalações hoteleiras, em parques temáticos, em hospitais, em siderúrgicas, em companhias aéreas, em pecuaristas e no agronegócio, em fabricantes de alimentos, em empacotadoras de alimentos, em cervejarias, em todas as fábricas e indústrias, em todo o setor atacadista, varejista e provedor de serviços.

Quando empreendedores e investidores podem manter seus ganhos e reinvesti-los, todos nós ficamos mais ricos — incluindo aqueles de nós que ganhamos a vida usando caminhões e computadores.

Por isso, qualquer redução de impostos que de fato diminua a quantidade de dinheiro que os ricos devem entregar a políticos tem de ser defendida. O fato de que os ricos não têm como gastar todo o dinheiro que ficar com eles é o que irá estimular o progresso. Os ricos são os que mais possuem a capacidade de investir vultosamente, e os trabalhadores irão se beneficiar disso.

No final, empregos, salários e bem-estar estão relacionados a um aumento da produtividade. Mas não há aumento da produtividade sem investimentos. E os ricos são aqueles que mais possuem meios para investir.

Conclusão

Baixas alíquotas de impostos sobre aqueles de rendimento elevado são desejáveis não porque eles precisam do dinheiro, mas sim porque nós precisamos — sob a forma de capital.

Fonte: Mises.org.br

Continuar lendo ECONOMIA: VEJA PORQUE QUANTO MENOR A TRIBUTAÇÃO SOBRE OS RICOS É MELHOR PARA OS POBRES

PODCASTS : REAÇÃO DO ELEITOR SOBRE A CONDUÇÃO DA ECONOMIA PELO GOVERNO

Eleitor está rejeitando como a economia está sendo conduzida no governo Bolsonaro

Andreia Sadi comenta o resultado da pesquisa de intenção de votos do Datafolha desta quinta-feira, que mostrou Lula com 21 pontos de diferença para Bolsonaro no primeiro turno

SEXTA, 27/05/2022, 08:40

Andreia Sadi grávida: jornalista espera gêmeos

Fonte: CBN

Continuar lendo PODCASTS : REAÇÃO DO ELEITOR SOBRE A CONDUÇÃO DA ECONOMIA PELO GOVERNO

GOVERNO DO RN LANÇA NESTA SEGUNDA-FEIRA (23) A 1ª FEIRA NORDESTINA DA AGRICULTURA FAMILIAR E ECONOMIA SOLIDÁRIA

Governo do RN lança Feira Nordestina da Agricultura Familiar e Economia Solidária

22 maio 2022

Fatorrrh

Para fortalecer a integração regional de políticas públicas em torno da produção de alimentos saudáveis, o Governo do Rio Grande do Norte lança, nesta segunda-feira (23), a I Feira Nordestina da Agricultura Familiar e Economia Solidária (Fenafes). A apresentação do evento – que está programado para junho – será às 10h, no Mercado da Agricultura Familiar (Cecafes), em Natal.

A Fenafes é anunciada como a “Grande Festa da Colheita” e será realizada em parceria com a União das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária do RN – Unicafes. A iniciativa é da Câmara Temática da Agricultura Familiar do Consórcio Nordeste, acompanhada pela governadora Fátima Bezerra, liderança também à frente da Câmara Temática da Assistência Social.

Fonte: Política em Foco

Continuar lendo GOVERNO DO RN LANÇA NESTA SEGUNDA-FEIRA (23) A 1ª FEIRA NORDESTINA DA AGRICULTURA FAMILIAR E ECONOMIA SOLIDÁRIA

ECONOMIA: CONHEÇA A FILOSOFIA SUÍÇA DE VIVER. É IMPRESSIONANTE!

Na sessão ECONOMIA desta segunda- feira temos mais um impressionante exemplo de pujança baseado no livre comércio, descentralização e mais capitalismo que se traduz em alto nível de prosperidade e zero preocupação com política. A Suíça é esse paraíso!

Veja o artigo completo de Hunter Hastings e descubra porque a Suíça está entre os 10 melhores IDH’s do mundo e é referencia mundia no que tange a paz!

Ninguém se preocupa com política e a pujança econômica está por todos os cantos: eis a Suíça

Livre comércio mais descentralização mais capitalismo = alto nível de prosperidade

 

No mundo atual, as pessoas estão cada vez mais preocupadas com o resultado de eleições para chefe de governo. A cada eleição que ocorre em um país economicamente importante, as respirações ficam suspensas (tanto entre a população deste país quanto no resto do mundo).

Foi assim nos EUA em 2016, e na França, na Alemanha e na Holanda em 2017. E está assim agora no Brasil, em 2018.

É como se o padrão de vida de todos dependesse diretamente do resultado da eleição — o que, aliás, é um fato.

Mas eis a realidade, que vale para todos: as pessoas só estão cada vez mais preocupadas com o resultado das eleições porque os estados estão cada vez maiores, mais intrusivos e mais poderosos. As pessoas sabem que o indivíduo que eventualmente estiver no controle destes aparatos estatais terá poderes insanos sobre suas vidas e sobre toda a economia (da qual depende nosso bem-estar). Ele terá o poder de regular cada aspecto econômico e social da vida dos indivíduos.

E as pessoas, mesmo as intervencionistas, sabem que tais poderes são extremamente perigosos caso fiquem sob o controle de “indivíduos perigosos” — isto é, indivíduos que não pensam o mesmo que elas.

Por outro lado, fosse o estado mínimo e sem poder, as pessoas seriam completamente indiferente a quem eventualmente estivesse no comando dele

Sendo assim, será que há alguma esperança, no mundo ocidental, de que as pessoas não mais tenham de se preocupar com a política, com os políticos e com a contínua expansão do tamanho e do poder do estado? Há alguma esperança de assumirmos algum controle e influência sobre nossos impostos, nosso sistema de saúde, nossa energia, nosso comércio com os estrangeiros e, acima de tudo, nossa relação com o governo e suas regulações?

Sim, desde que estejamos dispostos a copiar um modelo estrangeiro que deu certo. Esse modelo é a Suíça.

Naquele país sem saída para o mar, com um terreno incrivelmente acidentado e sem recursos naturais (exceto água), as pessoas foram capazes de criar um alto nível de prosperidade tendo por base a inovação e o capitalismo.

100% economia, 0% política

Os burocratas da União Européia os odeiam. Os suíços não só estão fora da União Européia, como também representam o oposto daquela agenda insanamente centralizadora. A Suíça só aderiu à ONU em 2002, e mesmo assim pela margem mínima de votos. Escolha qualquer área da sociedade e você verá que os suíços fazem tudo à sua distinta maneira — sempre com a liberdade como pré-requisito.

Os corpos de bombeiros são um exemplo: geridos por voluntários locais na maioria dos lugares fora das grandes cidades. Armas e as forças armadas são outro exemplo. As armas estão por todos os lados — e o crime não está em lugar algum.  Com efeito, eles têm ao menos duas das mais pacíficas cidades do mundo – de acordo com várias autoridades online. Zurique inclusive tem um feriado de meio dia em outubro, para celebrar o torneio do “garoto atirador”, no qual há uma feira em estilo americano em que jovens garotos — e garotas também — competem em uma disputa de tiro ao alvo com fuzis de ataque.

A milícia defensiva dos suíços foi temida até mesmo por Hitler, e até hoje tem se mantido onde tem de ficar — em casa —, sem sair patrulhando estrepitosamente o mundo, assassinando pessoas inocentes que porventura se pusessem em seu caminho. Curiosamente, os suíços conseguiram se manter protegidos sem ter de recorrer a guerras preventivas e sem ter de dizimar famílias ao redor do mundo.

E há os bancos suíços, aquele bastião que guarda algo como um terço da riqueza privada transnacional. A posição suíça quanto ao sigilo bancário é mais bem descrita como sendo de neutralidade, nessa constante guerra dos estados contra seus cidadãos. Toda essa riqueza confiada aos bancos suíços certamente não se deve ao governo, e mesmo os banqueiros são meramente beneficiários de um ambiente inteiramente resultante de um distinto traço de liberdade que viceja dentro do povo suíço. Isso vem desde muito antes da lendária rebelião promovida por Guilherme Tell no século XIV. Se os detalhes dessa lenda são mitos ou não, sua popularidade reflete o tradicional espírito de luta do povo suíço quando se trata das imposições feitas pelo estado.

Antes de sua constituição de 1848, a Suíça era uma confederação de estados, cada qual soberano e independente. A unidade deles se dava por meio de um tratado de defesa mútua contra agressões externas.

Em novembro de 1847 eclodiu a Guerra de Sonderbund (“aliança separada”, em alemão), que foi uma batalha originada por sete cantões católicos conservadores que se opunham à centralização do poder e que, por isso, se rebelaram contra a Confederação que estava em vigor desde 1814. Esta foi provavelmente uma das menos espetaculares guerras da história do mundo: com duração de 26 dias, o exército federal perdeu 78 homens e teve outros 260 feridos. Mas saiu vencedor. A Conspiração Sonderbund se dissolveu e a Suíça se tornou, em 1848, o estado que é até hoje.

Apenas pense nisso: a guerra suíça (caracterizada por sua inacreditavelmente baixa violência quando comparada às outras guerras) foi motivada puramente pela rejeição à centralização do poder e pelo ceticismo quanto aos poderes usufruídos por uma entidade grande. E lembre-se de que estamos falando de um país territorialmente pequeno (apenas 41 mil quilômetros quadrados). O resultado foi, e é, um estado relativamente neutro que permite uma maior quantidade de liberdade e prosperidade que praticamente todas as outras nações européias.

Como país, a Suíça se tornou, já à época, o mais economicamente desenvolvido da Europa. Era religiosa e etnicamente diverso, altamente inovador e extremamente produtivo. Os huguenotes expulsos da França pelas guerras religiosas criaram a indústria suíça de relógios. Os alemães protestantes fugindo da opressão católica fundaram as principais indústrias do país. Sempre houve um foco no conhecimento e na educação como forma de compensar a escassez de recursos naturais. E a população sempre foi integrada ao comércio global, sendo comerciantes vigorosos.

“A economia estava por todos os lados; já a política nunca era perceptível”: essa era a frase utilizada para descrever esta produtiva, vigorosa, inovadora e descentralizada nação já em meados do século XIX. Trata-se de uma descrição que evoca uma fotografia maravilhosa de uma liberdade econômica que não é onerada pelo fardo da política.

A Suíça conseguir manter algumas destas características mesmo com todas as depredações estatais que se tornaram tendência ao redor do mundo no século XX. O país permaneceu sob um padrão-ouro até 1999, e resistiu à internacionalização até se juntar à ONU em 2002. Com efeito, a internacionalização foi o que erodiu a singularidade da Suíça como nação. O influxo de engravatados com MBA em conjunto com a máfia da McKinsey está arrastando a Suíça para o mais baixo denominador comum do estatismo e do intervencionismo. A União Europeia almeja fazer a Suíça assinar um acordo bilateral que inevitavelmente fará com que Bruxelas imponha gradualmente seu socialismo multicultural ao país, exatamente como fez no Reino Unido.

Não obstante, a Suíça ainda possui pelo menos seis vantagens estruturais que irá manter o país à frente de seus medíocres pares por algum tempo.

1) Descentralização

A Suíça permanece sendo uma confederação de 26 cantões. É mais centralizada hoje do que era até antes de 1848, mas as funções do governo central são limitadas. Há uma constituição nacional, um exército nacional e uma força de segurança, uma moeda única (o franco suíço, embora o euro também circule livremente) e um banco central, e uma política externa nacional. Mas a população conseguiu manter os poderes do governo central relativamente muito bem acorrentados.

O executivo do país é representado por um órgão chamado Conselho Federal, que é composto por 7 membros, sendo cada membro responsável por um dos sete ministérios da Suíça (que lá são chamados de Departamentos). Esses sete membros são nomeados pelas duas câmaras da Assembleia Federal.

A presidência e a vice-presidência do Conselho Federal sofrem um rodízio anual. Já o mandato dos 7 membros é de quatro anos. O atual Conselho é formado por 2 social-democratas, 2 conservadores de centro-direita, 2 conservadores nacionalistas, e um democrata-cristão.

Ou seja, o poder executivo não se concentra em apenas uma pessoa. A maioria das decisões do Conselho é feita por consenso. E é assim porque seu papel é muito mais decorativo do que funcional, dado que a maior parte do poder é prerrogativa dos cantões. Decisões relacionadas a educação, saúde, assistencialismo e até mesmo criação de impostos são feitas exclusivamente em nível regional. O governo federal não pode editar medidas provisórias e não tem poder de veto.

O presidente da Suíça — que você não sabe quem é — não tem praticamente nenhum espaço nas discussões políticas e econômicas que ocorrem no país. Portanto, se você não sabe quem é o presidente da Suíça, não se preocupe; vários suíços também não sabem e ele muda a cada ano.

2) Subsidiariedade

A subsidiariedade é o princípio de resolver todos os problemas e questões em nível mais local possível. Na Suíça, a maioria dos impostos é impingida em nível municipal e cantonal. A fatia federal se limita a 20% de todos os impostos pagos. Isso faz com que a besta do governo central viva continuamente esfaimada. Os cidadãos suíços são mais engajados em torno de seus governos locais, que é quem toma as decisões de como irá gastar o dinheiro de impostos.

Consequentemente, os cantões suíços são os responsáveis pelo equilíbrio da política: os cantões conservadores são todos aqueles que estão fora das grandes cidades, como Zurique, Genebra e Berna (a capital). A população das comunidades menores rejeita a ideia de ter um governo distante e centralizado em uma capital nacional.

Como resultado — discutido abaixo —, os suíços continuamente rejeitam propostas progressistas, como a de abolir a energia nuclear e a de usufruir uma renda garantida de 2,5 mil francos suíços mensais para cada cidadão. Mais de 75% dos suíços foram contra a medida.

Ademais, os suíços podem “votar com seus pés”, mudando-se para outra cidade ou cantão caso sintam que os impostos locais estão altos.

3) Democracia direta

Na Suíça, o povo é soberano. Uma maneira como essa soberania é mantida é por meio de referendos regulares, nas quais o povo vota questões de política nacional, leis e mudanças na constituição. Tipicamente, há um grande comparecimento às urnas nestes referendos, e as pessoas levam muito a sério o controle democrático sobre o governo.

Normalmente, eis as etapas de um referendo:

a. Um projeto de lei é preparado pelos especialistas na administração federal.

b. Esse projeto de lei é apresentado para um grande número de pessoas por meio de uma pesquisa de opinião: governos cantonais, partidos políticos, ONGs, associações da sociedade civil podem comentar sobre o projeto de lei e propor mudanças.

c. O resultado é apresentado a comissões parlamentares dedicadas ao assunto nas duas câmaras do parlamento federal, é discutido em detalhes a portas fechadas e finalmente é debatido em sessões públicos em ambas as câmaras do parlamento.

d. O eleitorado possui o poder final de veto sobre o projeto de lei. Se qualquer pessoa conseguir encontrar, em três meses, 50.000 cidadãos dispostos a assinar uma petição pedindo um referendo sobre esse projeto de lei, um referendo será marcado. Para que um referendo seja aprovado, o projeto de lei precisa ser apoiado apenas pela maioria do eleitorado nacional, e não pela maioria dos cantões. É comum a Suíça fazer mais de dez referendos em um determinado ano.

Entre 1893 e 2014, apenas 22 de 192 iniciativas populares foram aprovadas pelos eleitores. A reticência com que essas iniciativas são recebidas pelos suíços indica prudência da parte dos eleitores e aversão a leis criadas centralizadamente.

E foi esse sistema de pesos e contrapesos, representado tanto pelos cantões agressivamente localistas quanto pela ferramenta da democracia direta, que tornou a Suíça particularmente resistente ao crescimento do poder do governo.

4) Livre comércio

Praticamente não há debate sobre a importância do livre comércio na Suíça. Ele é uma realidade imperativa. Trata-se de um país fortemente dependente da importação de produtos básicos: energia, comida, matéria-prima, commodities. Consequentemente, o país desenvolveu uma estratégica indústria exportadora:  produtos e serviços de alto valor agregado, sempre aptos a satisfazer as mais exigentes demandas globais.

Relógios sempre foram o mais famoso exemplo. Atualmente, produtos biotecnológicos e maquinários ultramodernos compõem a pauta exportadora. O livre comércio sempre foi a condição vinculante para a prosperidade da Suíça. As tarifas de importação do país estão em zero por cento.

5) Neutralidade

Na política externa e na diplomacia, a Suíça é famosa por sua neutralidade e política externa de não-agressão. Este, aliás, é um pré-requisito para a prática do livre comércio global: criar inimigos seria totalmente contra-producente.

A Suíça possui um exército e o serviço militar é compulsório, mas é voltado exclusivamente para a defesa contra invasores externos. Guerras sempre foram a principal barreira ao progresso econômico, e a reconstrução política após uma guerra quase sempre é um desastre pior do que a própria destruição física da guerra. A Suíça conseguiu evitar tudo isso.

6) Inovação empreendedorial

A Suíça sempre ocupa as primeiras posições na lista de países com a maior facilidade para se empreender, embora sua posição tenha se deteriorado no século XXI. É fácil abrir uma empresa no país, a tributação é relativamente baixa, as leis são transparentes e o arcabouço jurídico é totalmente previsível. Várias empresas internacionais escolheram a Suíça como sede de suas matrizes.

A inovação está enraizada na cultura, no sistema educacional do país e em toda uma rede de centros de pesquisa, o que se traduz em investimentos nas pessoas e no conhecimento. Sem exageros, a inovação está na mente e na alma de praticamente todo suíço, bem como nas instituições do país.

Não é perfeito, mas é o que há

De modo algum a Suíça é perfeita; afinal, trata-se de um estado-nação, e todo conceito de estado-nação é deletério para cada vida individual das pessoas que vivem neles e que os formam. Com efeito, o próprio conceito de estado-nação clama por “inovações disruptivas”.

Talvez, quem sabe?, serão os próprios suíços, com sua tradição de descentralização, subsidiariedade, iniciativa individual, e livre comércio de idéias, que irão implantar essas inovações — isso, é claro, se eles não forem sobrepujados por instituições globalistas como União Europeia, ONU, FMI, Banco Mundial etc.

É a economia contra a política. O nosso desejo, é claro, sempre foi o de “economia por todos os lados, e a política em lugar nenhum”. Mas isso tem se comprovado impossível de ser mantido.

O fato de que houve uma época em que a economia prevaleceu na Suíça — e suas consequências benéficas perduram até hoje — serve como uma tênue esperança de que tal arranjo possa, um dia, voltar a vigorar.

Fonte: Mises Bra

Continuar lendo ECONOMIA: CONHEÇA A FILOSOFIA SUÍÇA DE VIVER. É IMPRESSIONANTE!

ECOLOGIA E MEIO AMBIENTE: NÃO É PECADO EXPLORAR AS NOSSAS FLORESTAS

POR QUE PROIBIR O BRASIL DE EXPLORAR SUAS FLORESTAS? – E O EXEMPLO SUECO

EM VEZ DE FAZER SENSACIONALISMO BARATO, TENTEMOS UMA ABORDAGEM MAIS RACIONAL

Com todos os olhos do mundo voltados para o Brasil nas últimas semanas, a histeria alcançou ápices inéditos.

Erroneamente caracterizada como “o coração do planeta” ou “o pulmão do mundo“, a vasta região amazônica foi exaustivamente noticiada pela mídia como estando sob um impiedoso ataque de incêndios criminosos feitos por homens que querem acabar com a floresta para abrir espaço para a agricultura e a pecuária.

Os oponentes do desmatamento afirmam que as queimadas são um ataque direto ao planeta e um ataque a uma floresta pura e imaculada, que é um patrimônio natural do mundo — além de também serem, é claro, um ataque genocida à população indígena do Brasil.

Para agravar, as queimadas também estariam submetendo todos os indivíduos do planeta a um duplo risco: de um lado, um enorme capturador e armazenador natural de carbono estaria sendo destruído; de outro, vastas quantidades de CO2 estariam sendo jogadas na atmosfera pelas queimadas, exacerbando as mudanças climáticas.

Ignorando os absurdos mais óbvios (Cristiano Ronaldo compartilhou fotos de uma queimada ocorrida no sul do Brasil em 2013; Madonna e Leonardo DiCaprio insuflaram seus milhões de seguidores a “tomarem uma atitude” utilizando fotos de incêndios ocorridos décadas atrás), políticos ao redor do mundo (com Emmanuel Macron utilizando uma foto de 1989condenaram o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, afirmando que sua política de “abrir a Amazônia” estimulou os incendiários.

Várias das afirmações melodramáticas também são incorretas ou falsas: tudo indica que os focos de incêndio ocorreram em campos já desmatados, e não estavam fora de controle; a Amazônia não é responsável por 20% do oxigênio do planeta (e nem mesmo por 6%); ao contrário, ela consome todo o oxigênio que produz; e a fumaça dos fogos da Amazônia não virou chuva negra em São Paulo, a 3.000 quilômetros de distância. De acordo com a BBC, os meteorologistas afirmam que os resíduos vieram de queimadas totalmente distintas, que estavam ocorrendo muito mais próximas da cidade.

Muitos dos explosivos números que estão sendo jogados para o público (de 35 a 80% mais ocorrências de queimadas em relação ao ano passado, um aumento de 15397388 ou 278 por cento no desmatamento total) estão tecnicamente corretos, mas altamente enganosos — o inevitável resultado de se ter jornalistas sensacionalistas sendo imprudentes com estatísticas oficiais e escolhendo arbitrariamente períodos de tempo que são mais convenientes para sua narrativa.

A enorme amplitude dos números citados acima já basta para mostrar que há algo de estatisticamente esquisito em como eles foram conseguidos. Logo, se você for às fontes oficiais e fizer uma análise mais sóbria irá descobrir que o número de incêndios, embora um tanto maior que o do ano passado, está em linha com os de 2016 e 2017 e também com a média de longo prazo. Mais ainda: os atuais são bem menores que os ocorridos em meados da década de 2000. (No gráfico abaixo, o ano de 2019 vai até agosto).

figura1.png

Já as taxas de desmatamento apresentaram um ligeiro aumento nos últimos anos em determinados estados (Pará, Mato Grosso e Amazonas), mas o desmatamento na parte brasileira da floresta amazônica ficou essencialmente estável na última década – e caiu acentuadamente em um período de 30 anos.

fig.png

Em 2018, a área total da floresta amazônica que os brasileiros desmataram foi de 7.500 quilômetros quadrados (o que equivale 0,2% do total brasileiro da floresta amazônica). Isso dificilmente pode ser rotulado de “ecocídio“.

Um editorial do Wall Street Journal apresentou o sensato argumento de que os países ricos são mais eficazes que os mais pobres em proteger seu ambiente, ressaltando aquela obviedade que ambientalistas de esquerda se recusam a aceitar: “a riqueza aumenta as preocupação com as ‘mudanças climáticas, de modo que a solução é fazer com que todos sejam mais ricos“.

Logo, em vez de xingar chefes de governo, fazer sensacionalismo com notícias enganosas, ou prognosticar iminentes desastres ambientais, consideremos uma questão mais intrigante: quem sabe o Brasil não deveria queimar mais, em vez de menos, suas florestas?

O Brasil é um país comparativamente pobre (em termos per capita), e a região norte, onde está a floresta amazônica, é ainda mais pobre, com uma renda equivalente às de Albânia, Namíbia e Iraque — em contraste com os padrões de classe média emergente observados nos estados mais ao sul do país. No geral, a economia do Brasil depende de recursos naturais, sendo que mais da metade de suas exportaçõesé de matéria-prima.

Transformar uma floresta relativamente improdutiva em terras agrícolas e pecuárias relativamente mais produtivas iria melhorar substantivamente o padrão de vida de algumas das pessoas mais pobres do Brasil — com efeito, este é o principal motivo de elas estarem fazendo o que estão fazendo. Aliás, por que não podemos deixar as pessoas se aproveitarem de um grande ativo que está logo à sua porta, ativo esse que pode aditivar seu crescimento e sua transição para um padrão de vida melhor?

Proibir os pobres de melhorarem de vida utilizando ativos naturais em seu quintal é puro elitismo.

As lições da Suécia

Atualmente, poucas pessoas pensam na Suécia como um país em desenvolvimento exportador de matérias-primas. Suas infindáveis florestas de coníferas, em conjunto com as vizinhas norueguesas e finlandesas, se estendem até a imensidão do Ártico. Mesmo hoje, a Suécia é um país muito mais florestado que o Brasil, e pode oferecer algumas dicas sobre como exitosamente preservar e desenvolver suas florestas.

Na década de 1870, metade das exportações do país era madeira — uma fatia muito mais significativa que a do Brasil, que hoje possui uma mais diversificada indústria de matérias-primas —, e essas exportações de madeira representavam uma fatia do PIB bem maior do que a silvicultura e a agriculturarepresentam para o PIB do Brasil de hoje.

E o principal: desde o explosivo crescimento das indústrias de madeireira e serraria no final do século XIX, o volume de florestas suecas aumentou em pelo menos 80%. Hoje, somente 0,3% das florestas suecas permanecem intocadas e originais. E, ainda assim, ninguém em sã consciência diria que as atividades de exploração e corte de madeira — totalmente voltadas para o lucro e que exploraram 99,7% das florestas do país — foram um desastre ambiental para a península escandinava.

Eis o segredo: a imensa maioria das florestas da Suécia se tornou propriedade privada. Elas têm donos e são administradas por entes privados. Consequentemente, são sustentavelmente cultivadas. (Óbvio: se o dono destruir a floresta de maneira inconsequente, ele não terá como ter novos lucros futuros. Logo, sua preservação é crucial).

Somente 3% das florestas são propriedade do governo (outros 14% são geridos por uma empresa que tem o estado como seu principal acionista, sendo que ela é gerida como qualquer outro empreendimento em busca de lucro), e a maior parte delas está nas mãos do governo por terem sido classificadas como patrimônio nacional, estando localizadas em regiões montanhosas remotas e inacessíveis.

Com efeito, as florestas da Suécia cresceram tanto em tamanho quanto em volume à medida que o país enriqueceu e sua economia foi se expandindo para outras indústrias. Desde 1975, quando seu PIB per capita se assemelhava ao do Brasil de hoje, as taxas de reflorestamento líquido vêm se mantendo em torno de 3 a 4% ao ano. Surpresa nenhuma: quando você é dono de sua própria terra, você possui todos os incentivos para cuidar muito bem dela. Sua preocupação é com a produtividade de longo prazo. Assim, você irá ceifar apenas um número limitado de árvores, pois não apenas terá de replantar todas as que ceifou, como também terá de deixar um número suficiente para a colheita do próximo ano.

Em contraste, aproximadamente 40% da floresta amazônica é protegida, estando entregue ou a tribos indígenas (terras demarcadas) ou sob o controle direto do estado. Aproximadamente 35% da região são fazendas particulares: uma parte é legalmente registrada e outra parte foi apossada por migrantes e ainda está no aguardo da regularização fundiária (um processo extremamente complexo e demorado). O restante, aproximadamente 25% da floresta amazônica, é totalmente devoluta e sem proprietário.

Qualquer um familiarizado com a obra de Hernando de Soto e seu livro O Mistério do Capital entende perfeitamente por que isso é um problema.

Pesquisadores especializados em Amazônia já entenderam esse básico há muito tempo. O professor Brian Robinson, da McGill University, e colegas da Universidade de Winconsin concluíram em uma meta-análise sobre florestas e desmatamento, feita há alguns anos, que “terras públicas parecem ser particularmente vulneráveis a ataques ambientais na América do Sul”. Dois pesquisadores brasileiros do departamento de economia da Universidade de Campinas concluíram o mesmo: “O desmatamento ocorre principalmente porque os direitos de propriedade não são claramente estabelecidos, e ocorre em terras direta ou indiretamente gerenciadas pelo estado”.

Conclusão

Fatos e realidade nunca foram o forte do movimento verde, o qual consistentemente opera com base em emoções, táticas que apelam ao medo, e hipóteses catastrofistas. Sim, há queimadas devastando partes da Amazônia. Sim, em algumas regiões desta imensa floresta tropical, as taxas de desmatamento aumentaram levemente após alguns anos de taxas impressionantemente baixas. No entanto, a histérica reação ambientalista que estamos testemunhando é, como sempre, incrivelmente exagerada.

Ao contrário do que dizem os ambientalistas, está longe de ser “algo óbvio” que explorar a floresta amazônica é uma má idéia. Por que seria? Com efeito, no atual estágio de desenvolvimento do país, seria bastante insensato proibir brasileiros de converter áreas da floresta em terra agrícola ou em terras de exploração de madeira. Noventa por cento do desmatamento mundial aconteceu antes de 1950, e, ao que tudo indica, a meta de desmatamento líquido zero, estipulada pelo World Wildlife Fund, será alcançada ano que vem.

Florestas podem ser replantadas, e, com efeito, elas sempre são — tão logo o país enriquece e sua agricultura se torna moderna e produtiva, necessitando de cada vez menos áreas para plantio. Se a famosa curva de Simon Kuznets possui alguma aplicação prática, então o desmatamento é um sério candidato para ela.

A história florestal sueca oferece algumas soluções que podem ser copiadas pelo Brasil. Iniciativa privada, com direitos de propriedade garantidos, gera indústria próspera com sustentabilidade de longo prazo. Sim, a resolução da questão amazônica é relativamente simples: defender a propriedade privada como meio de resolução dos problemas.

As florestas da Suécia mandam floreadas lembranças.

Fonte: Mises Brasil

Continuar lendo ECOLOGIA E MEIO AMBIENTE: NÃO É PECADO EXPLORAR AS NOSSAS FLORESTAS

A PARTIR DESTE SÁBADO (16) CONTA DE LUZ DEIXA DE TER COBRANÇA EXTRA COM A ENTRADA EM VIGOR DA BANDEIRA TARIFÁRIA VERDE

Conta de luz deixa de ter cobrança extra a partir deste sábado (16)

Até então, a bandeira em vigor era a da escassez hídrica, criada em setembro 2021; agora, passa a vigorar a bandeira verde

Do CNN

Brasil Business*

em São Paulo

Governo planeja bancar parte da conta de luz de famílias de baixa rendaGoverno planeja bancar parte da conta de luz de famílias de baixa renda Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A partir deste sábado (16), a conta de luz deixa de ter cobrança extra com a entrada em vigor da bandeira tarifária verde.

Até então, a bandeira em vigor era a da escassez hídrica, criada em setembro 2021 para compensar o aumento do custo de geração de energia por conta da crise hídrica que o país enfrentava à época, que obrigou o acionamento de termelétricas. Isso representava uma cobrança de R$ 14,20 a mais para cada 100 quilowatt-hora consumidos.

O Ministério de Minas e Energia estima que a conta de luz deva ter redução de cerca de 20% a partir do próximo mês para o consumidor residencial. A pasta também disse que com a manutenção das condições de chuva, a perspectiva é de que a bandeira verde continue até o final do ano.

Entenda as bandeiras tarifárias

bandeira verde aparece na conta de luz quando há condições favoráveis para a geração de energia. Com isso, não há nenhum acréscimo para o consumidor na tarifa.

Já a bandeira amarela sinaliza que algumas condições que encarecem a geração de energia começaram a aparecer. Com isso, a tarifa passa a ter um acréscimo de R$ 1,874 para cada 100 quilowatt-hora (kWh) que for consumido no mês.

bandeira vermelha sinaliza uma piora nas condições de geração de energia. O patamar 1 da bandeira representa um acréscimo de R$ 3,971 para cada 100 quilowatt-hora (kWh) consumido. Já o patamar 2 representa um acréscimo de R$ 9,492 para cada 100 quilowatt-hora.

bandeira escassez hídrica, criada no ano passado, representa uma cobrança de R$ 14,20 a mais para cada 100 quilowatt-hora consumidos.

Aneel propõe reajuste nas bandeiras tarifárias

Na última terça-feira (12), a diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) propôs aumentos em algumas bandeiras tarifárias. A proposta, porém, passará por consulta pública.

Em alguns casos, os reajustes são superiores a 50%. Pela proposta apresentada pela agência, o valor da bandeira tarifária amarela passaria por um aumento de 56%, de R$ 1,874 a cada 100 quilowatts (kWh) para R$ 2,927. Já a bandeira vermelha 1 passaria de R$ 3,971 para R$ 6,237, alta de 57%.

O patamar mais caro da bandeira, a vermelha 2, teria uma redução de 1,70%, de R$ 9,492 a cada 100 kWh para R$ 9,330.

A proposta ainda pode sofrer alterações durante a consulta pública. As contribuições sobre o tema poderão ser enviadas entre 14 de abril e 4 de maio.

Continuar lendo A PARTIR DESTE SÁBADO (16) CONTA DE LUZ DEIXA DE TER COBRANÇA EXTRA COM A ENTRADA EM VIGOR DA BANDEIRA TARIFÁRIA VERDE

SEGUNDO ANUNCIOU MINISTÉRIO DA ECONOMIA, TARIFAS DE IMPORTAÇÃO SOBRE ETANOL E SEIS TIPOS DE ALIMENTOS SERÃO ZERADAS ATÉ O FIM DO ANO

Governo zera imposto de importação de etanol e de seis alimentos até o fim do ano

Medida anunciada ainda inclui a redução em 10% da alíquota para equipamentos de informática e telecomunicação de forma permanente

Pedro Zanatta

do CN

Brasil Business

Eduardo Hahon

da CNN

Bernardo Caram

da Reuters

Governo zera imposto de importação de etanol e de seis alimentos até o fim do ano | JORNAL DA CNN - YouTube

Ministério da Economia anunciou, nesta segunda-feira (21), que as tarifas de importação sobre etanol e de seis tipos de alimentos serão zeradas até o fim do ano, e a tarifa que incide sobre bens de capital, de informática e telecomunicação será reduzida em 10%, de forma permanente.

O secretário de Comércio Exterior, Lucas Ferraz, disse que estimativas mostram que a redução a zero da tarifa do etanol poderá reduzir em 20 centavos o preço do litro da gasolina na bomba.

As medidas, que foram adotadas em meio a um cenário de alta de preços de alimentos e combustíveis, tem custo estimado em R$ 1 bilhão por ano aos cofres do governo federal. Essa perda de arrecadação não precisa ser compensada por se tratar de um imposto regulatório.

Sobre os alimentos, Ferraz disse que a medida não se trata de “nenhuma bala de prata” para combater a inflação, mas que zerar o imposto de importação de alguns itens da cesta básica “seria um fator que contribuiria para o arrefecimento da dinâmica inflacionária”.

Já a secretária-executiva da Câmara de Comércio Exterior (Camex), Ana Paula Repezza, comentou que o foco das medidas está voltado para o “aumento da competitividade, da produtividade da economia brasileira e da indústria nacional”.

Além disso, Repezza avaliou o objetivo das ações como “essencial quando parte da nossa indústria tenta se recuperar de um cenário de pandemia, precisando investir e adquirir máquinas e equipamentos inovadores, de mais tecnologia”.

Redução do IPI

No dia 25 de fevereiro, o governo federal publicou um decreto que altera a tabela do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados). O decreto permite uma redução da alíquota até 25% para a grande maioria dos produtos, de acordo com o Ministério da Economia.

O tributo incide sobre a atividade industrial e é uma tentativa do governo federal de estimular a economia. O corte não é válido para produtos que contenham tabaco.

A expectativa é de que a redução do IPI em 25% deve beneficiar mais de 300 mil empresas, sobretudo a indústria de transformação.

Continuar lendo SEGUNDO ANUNCIOU MINISTÉRIO DA ECONOMIA, TARIFAS DE IMPORTAÇÃO SOBRE ETANOL E SEIS TIPOS DE ALIMENTOS SERÃO ZERADAS ATÉ O FIM DO ANO

ECOLOGIA E MEIO AMBIENTE: A CIDADE DE HAMBURGO, NA ALEMANHA, ESTÁ CRIANDO O HÁBITO DE REUTILIZAR MERCADORIAS QUE ANTES ERAM DESCARTADAS EM ATERROS SANITÁRIOS

Uma nova mentalidade começa a prosperar na cidade de Hamburgo, na Alemanha. Móveis, utensílios, equipamentos e eletrodomésticos residenciais e de escritórios que há décadas eram descartados, ainda em condições de uso passaram a ser reformados e/ou consertados e até retirados de lixões com essa finalidade para serem reutilizados. O artigo a seguir conta como isso está sendo feito!

Cidade alemã desvia mercadorias de aterros sanitários, conserta-as e depois vende para reutilização em ‘loja de departamentos para reutilização’

Não é todo dia que um departamento municipal de resíduos passa mais tempo pensando em salvar coisas do que em descartá-las. Em Hamburgo, na Alemanha, no entanto, há dinheiro a ser ganho no mercado de segunda mão, e quem melhor para capitalizar isso do que as pessoas que transportam o lixo da cidade?

Stilbruch é a “IKEA de bens usados” e todos os dias, coletas de particulares – ou de coletores de lixo em suas rotas – trazem bens que serão limpos, consertados e revendidos para apoiar uma economia mais circular no segunda maior cidade do país.

Cerca de 400.000 objetos são processados ​​em dois armazéns cavernosos gigantes todos os anos; tudo, desde ursinhos de pelúcia usados ​​até laptops e balcões de cozinha reformados.

Lançado em 2001 como uma iniciativa do departamento de saneamento, o Stilbruch passou de um funcionário em tempo integral para 70, e de uma orientação em grande parte sem fins lucrativos para trazer de € 300.000 a € 500.000 (US$ 330.000 a US$ 550.000) por ano em lucro .

“Essas coisas são úteis. Eles realmente não são lixo”, disse Roman Hottgenroth, gerente de operações da Stilbruch, à The Progress Network . “Usado é o novo sexy… Estamos tentando acabar com a cultura descartável e o desperdício. Há muito valor no que tratamos como lixo.”

A Stilbruch contrata técnicos e artesãos que garantem que todos os móveis usados ​​recebam um embelezamento completo e todos os eletrônicos possam ser vendidos com garantia de 1 ano.

O armazém faz parte de um movimento mais amplo da UE para tentar reduzir todos os fluxos de resíduos, mas especialmente móveis e eletrônicos. O principal desses esforços é restaurar o “ direito de consertar ” aos consumidores, 70% dos quais se acredita que preferem consertar itens a substituí-los.

Stilbruch foi anunciado pelas legislaturas e thinktanks da UE e da Alemanha como um modelo pioneiro que pode ser replicado pela maioria dos municípios.

Mesmo pequenas cidades que não têm as populações necessárias para encher um armazém como Stilbruch podem administrar mercados de pulgas semanais.

Quanto ao futuro? Hottgenroth está planejando abrir mais um armazém e até mesmo fornecer mini-bibliotecas para ônibus públicos.

Fonte: Good News Network

Continuar lendo ECOLOGIA E MEIO AMBIENTE: A CIDADE DE HAMBURGO, NA ALEMANHA, ESTÁ CRIANDO O HÁBITO DE REUTILIZAR MERCADORIAS QUE ANTES ERAM DESCARTADAS EM ATERROS SANITÁRIOS

SEGUNDO PESQUISA DA ANP, NATAL TEM O SEGUNDO MAIOR PREÇO DA GASOLINA ENTRE AS CAPITAIS BRASILEIRAS

Natal tem segundo maior preço da gasolina comum entre capitais do Brasil

Redação/Portal da Tropical

 Atualizado em:

Foto: Heilysmar Lima

A mais recente pesquisa feita pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) que abasteceu Natal tem o segundo preço maior entre as capitais do Brasil. Os dados foram levantados entre os dias 6 e 12 de fevereiro.

Em média, o preço na capital potiguar ficou em R$ 6,95, ficando atrás apenas do Rio de Janeiro, onde a média foi de R$ 7,14. O pódio do preço alto é fechado por Rio Branco, capital do Acre, com média de R$ 6,93. Na outra ponta, estão Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, com R$ 6,34; Cuiabá, capital do Mato Grosso, com R$ 6,35; e São Paulo, com R$ 6,36.

Na média por estados, o Rio Grande do Norte tem a quarta gasolina comum mais cara do país, com um litro do custo de combustível, em média, R$ 6,94. O Rio de Janeiro lidera o ranking, com R$ 7,20; seguindo do Acre, R$ 7,03; e Bahia, com R$ 6,96.

Pesquisa do Procon

Uma pesquisa do último 9 de fevereiro, pelo Procon Natal, realizada em um aumento de 4% no preço da gasolina potiguar em relação ao mês de janeiro. Além da gasolina, um aumento de 0,22% foi registrado no diesel S-10. Por outro lado, oscombustíveis que encontraram negativa -4,88%, seguido pelo etanol com -2,59%, o diesel comum com -0,46% e gasolina aditivada com o menor percentual encontrado com – 0,09%.

O Núcleo de Pesquisa, setor responsável dos dados, realizou uma análise pela pesquisa em 83 postos de gasolina na cidade de Natal, contemplando as quatro regiões da cidade. Analisando os preços de fevereiro a pesquisa, redução de um mês para o outro mês, redução de um mês para o outro mês, uma tendência observada nas de janeiro, uma antes da Petrobras aumento do anúncio pela Petrobras, aumento esse no preço das refinarias e outras pesquisas e pesquisas no diesel, ocasião em que foi observado o consumidor que os preços da bomba para os menores que o anunciado.

As planilhas contendo o preço, média, e todos os dados de pesquisa, bem como o estabelecimento eletrônico para todos os compostos, entre outras informações, servir através do endereço eletrônico http://www.natal.rn.gov.br/ procon/pesquisa. É fonte permitida a publicação dos dados da pesquisa que seja citada a: Núcleo de Pesquisa Procon Natal. No entanto, é vedada a utilização deste, integral ou permitido, para materiais publicitários.

Análise dos dados

Para o Núcleo de pesquisa, os consumidores encontrados nos postos de gasolina seguem essa tendência de redução à aplicada por alguns consumos que prorroga o consumo do governador do preço médio ponderado ao final – (PMPF), que prevê um R$ 27 de outubro a dezembro de 2021 e foi prorrogado até março de 2022, esse dispositivo para base de cálculo para lucro de tributação do ICMS.

No mês de fevereiro do total de postos pesquisados ​​por combustível na bomba em 69,9% foi encontrado no preço da gasolina, em média o valor encontrado foi de R$ 6.952, o etanol com o preço médio de R$ 5.534, sendo que em 61,4% pesquisa estava com preços reduzidos, outro combustível que teve redução selecionada pela foi o diesel S-10 em que 47% dos postos reduziram o preço na bomba, em média o preço desse combustível foi encontrado a R$ 6.045, o atenção veicular chamou a atenção com 100% de pesquisas que estavam com seus preços de preços apresentados. Essa resolução no gás veicular dá-se pela resolução nº 01 de 31 de janeiro de 2022, do Governo do Estado do Rio Grande do Norte, que homologa as tarifas do gás canalizado, distribuído pela Companhia de Gás Potiguar – POTIGÁS.

A pesquisa pesquisa localizada no preço de Natal R$ 4,99, em quatro postos de Potengi posto Pajuçara e Dunas, região norte vendido na avenida Moema Telhano Norteco e na avenida Voporanga, na Lagoa Azul na rua Bela Vista e no posto Vale Dourado no Santarém, localizado na avenida das Fronteiras. Já a gasolina mais barata foi encontrada no posto 30 de setembro no bairro de Candelária, ao preço de R$ 6.811.

O Etanol apresentou o resultado de 22,83% no comparativo entre o maior e o menor preço no mês corrente. Entre os meses de janeiro e fevereiro, a descoberta foi negativa de (-259%) e isso equivale a uma diferença de R$ 1.139 por litro. A região com a maior média encontrada pela pesquisa foi a região sul com R$ 5.642, o maior preço encontrado foi de R$ 6.129 nas regiões leste, no bairro de Tirol e na região sul no bairro de Ponta Negra, já o menor preço encontrado foi na região Norte de R$ 4.990, e a região com menor preço médio encontrado pela pesquisa é a oeste com R$ 5.387.

Em redução percentual ao preço do etanol anterior a 86 na redução percentual do preço do etanol em 92,71%, na região sul da região dos postos foi de 50% e 50,52%, respectivamente.

O GNV, no mês anterior o preço médio encontrado pela pesquisa de R$ 4.818 em média, e no mês de fevereiro o preço médio encontrado foi de R$ 4.583, esse livro em reais equivale a R$ (-0.235) centavos de reais por metro cúbico, a história é de (-4,8%). A maior e menor preço é de 1,30% e a diferença em reais de R$ 0,059 centavos por metro cúbico.

O menor preço constatado pela pesquisa foi de R$ 4.540 na zona oeste, no bairro das Quintas, no posto Santa Cruz, localizado na avenida Mário Negócio é o maior preço encontrado foi de R$ 4.599 na região leste do bairro de Tirol no posto São Luiz IV. No entanto, a região com a menor média encontrada pela pesquisa foi a oeste com R$ 4.573 e a região com a maior média foi a norte com R$ 4.590. O valor mais comum encontrado nos postos foi de R$ 4.590.

A pesquisa comum mais barata encontra-se na região que apresentou o menor preço dentre as quatro regiões com pesquisa de R$ 6, a pesquisa média o menor preço pode ser encontrada na região de R$ 6,81, na zona sul no bairro de delária. Já o maior preço da gasolina foi constatado também na região sul, no com o preço de R$ 7.059 nos bairros de Ponta Negra, no conjunto Alagamar e no bairro de Tirol, na zona leste da cidade.

A diferença entre o maior R$ 7.059 e o menor preço R$ 6.811 é de R$ 0,248 centavos de reais por litro de gasolina e equivale a uma trinca de isso,64%, a quantia mensal foi positiva de 0,4% com o preço médio atual de R$ 6.952 e R$ 6.929 na pesquisa anterior e isso equivale a R$ 0,023 centavos de real por litro de gasolina de diferença entre a atual e anterior.

Sendo assim, o consumidor tem a oportunidade de pesquisar preços na hora de abastecer seu veículo observando diferenças mínimas entre os preços praticados pelos postos de produtos químicos. Os dados da pesquisa realizada pela pesquisa do Procon Natal, uma planilha com variações entre o maior, como também os menores e os menores preços encontrados, por região eletrônica está disponibilizada no endereço www.natal.rn.gov.br /procon/pesquisa .

“Sempre prevalecendo o direito do consumidor de ser pesquisar o mais barato para pesquisar o produto e em caso de uso abusivo sugere-se ou o órgão competente em defesa do consumidor, o consumidor deve exercer o poder de aquisição e os produtos econômicos com preços mais baixos”, recomendou o Procon.

Fonte: Portal da Tropical _ Notícias

Continuar lendo SEGUNDO PESQUISA DA ANP, NATAL TEM O SEGUNDO MAIOR PREÇO DA GASOLINA ENTRE AS CAPITAIS BRASILEIRAS

MINISTROS DE FINANÇAS DO G7 ESTÃO DISPOSTOS A IMPOR SANÇÕES IMEDIATAS PARA ECONOMIA RUSSA EM CASO DE AGRESSÃO MILITAR CONTRA UCRÂNIA

Ministros das Finanças do G7 estão dispostos a impor sanções à Rússia em caso de invasão na Ucrânia

Grupo presidido atualmente pela Alemanha dará resposta “rápida e eficaz” a qualquer agressão militar russa contra os ucranianos

Ucranianos participam da Marcha da Unidade em meio às crescentes tensões com a Rússia

VALENTYN OGIRENKO/REUTERS – 12.02.2022

Os ministros das Finanças do G7 afirmaram nesta segunda-feira (14) que estão dispostos a impor “em um prazo muito curto” sanções econômicas e financeiras “com consequências importantes e imediatas para a economia russa”, em caso de agressão militar contra a Ucrânia.

“Nossa prioridade imediata é apoiar os esforços destinados a fazer a situação avançar”, afirmam os ministros do Reino Unido, Estados Unidos, França, Canadá, Alemanha, Itália e Japão em um comunicado.

“Mas qualquer agressão militar da Rússia contra a Ucrânia merecerá uma resposta rápida e eficaz”, garante o G7, presidido atualmente pela Alemanha.

Continuar lendo MINISTROS DE FINANÇAS DO G7 ESTÃO DISPOSTOS A IMPOR SANÇÕES IMEDIATAS PARA ECONOMIA RUSSA EM CASO DE AGRESSÃO MILITAR CONTRA UCRÂNIA

PEQUIM ADOTA ESTRATÉGIA PARA PROTEGER ECONOMIA CHINESA CONTRA RISCOS DE TENSÃO COM OS EUA

Em tensão com o mundo, China amplia produção e ‘cria’ estoque

A estratégia adotada por Pequim é para tentar proteger a economia chinesa

A estratégia adotada por Pequim é para tentar proteger a economia chinesa contra o risco de um longo período de tensão com os Estados Unidos

A estratégia adotada por Pequim é para tentar proteger a economia chinesa contra o risco de um longo período de tensão com os Estados Unidos | Foto: Reprodução/Mídias Sociais

A China está ampliando a produção interna e aumentando os estoques de itens considerados essenciais, para tornar o país menos dependente do resto do mundo.

A estratégia adotada por Pequim é para tentar proteger a economia chinesa contra o risco de um longo período de tensão com os Estados Unidos (EUA) e outros países.

A Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma e o Ministério da Agricultura, definiram a “segurança” como prioridade para 2022.

As autoridades se comprometeram a garantir o fornecimento em geral, de grãos até energia e matérias-primas, assim, como a produção e distribuição de componentes industriais e commodities.

China reforçou a compra de grãos

Além de reforçar as compras de grãos nos últimos meses, a China também detalhou planos para reservar terras aráveis para o cultivo de soja, cultura que abandonara quase completamente em 2001.

Para 2022, as autoridades econômicas da China definiram alimentos básicos como soja e oleaginosas como prioridades.

Prioridade é dos fornecedores internos

A agenda econômica orientada para a segurança faz parte da estratégia do Partido Comunista Chinês de dar prioridade aos fornecedores e consumidores internos como motores da economia da China.

Assim, diminuiria a dependência de investimento estrangeiro e às exportações.

Tensões com grande parte do mundo

Essa virada para dentro parece ter se acelerado à medida que as relações da China com grande parte do mundo desenvolvido se tornam mais tensas.

Uma série de questões que vão da pandemia de covid-19 aos direitos humanos e a reivindicação de soberania de Pequim sobre Taiwan colocaram os EUA e muitos de seus aliados, como Austrália, Canadá e Japão, contra a China, que retaliou com a restrição às importações de alguns de seus produtos.
O veto ao carvão australiano, em especial, agravou a crise de energia em muitas partes da China no ano passado.

Cada vez mais assertiva e nacionalista, a China busca se tornar mais autossuficiente não só em tecnologia, mas também em bens essenciais, como alguns alimentos de primeira necessidade cujo fornecimento para o país depende de importações já faz tempo.

Com informações do jornal Valor Econômico

Fonte: R7

Continuar lendo PEQUIM ADOTA ESTRATÉGIA PARA PROTEGER ECONOMIA CHINESA CONTRA RISCOS DE TENSÃO COM OS EUA

PESQUISA DO DIEESE APONTA QUE PREÇO DA CESTA BÁSICA EM NATAL AUMENTOU 15% EM 2021

Por g1 RN

 

Tomate teve aumento nos preços — Foto: Augusto César Gomes/g1Tomate teve aumento nos preços — Foto: Augusto César Gomes/g1

O preço da cesta básica em Natal aumentou 15,4% em Natal no ano de 2021. É o que aponta a pesquisa mensal do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), que foi divulgada nesta sexta-feira (7).

Com isso, a capital potiguar registrou o segundo maior aumento entre as 17 capitais analisadas. Apenas Curitiba, com 16,3%, teve aumento maior nos produtos componentes.

A pesquisa realizada considera o período entre dezembro de 2020 e dezembro de 2021.

De acordo com a pesquisa, a cesta básica na capital potiguar custou, em dezembro do ano passado, R$ 529,54. No fim de 2020, ela custava R$ 447,88.

Apesar do crescimento no valor, a cesta básica de Natal é apenas a 13ª mais cara entre as capitais pesquisadas. Em São Paulo, cidade mais cara, o valor é de R$ 690,51.

Produtos

O aumento mais expressivo na cesta básica em Natal, segundo o Dieese, foi no preço do tomate, que subiu 102,2%. O produto subiu em todas as cidades pesquisadas, segundo o departamento.

“Houve diminuição da área plantada e busca por culturas mais lucrativas, por causa do menor consumo das famílias em 2021”, citou a pesquisa.

farinha de mandioca foi outro produto que subiu em 2021, ficando 13,1% mais caro na capital potiguar. “A menor área plantada da mandioca e os impactos do clima reduziram a oferta”, destacou o relatório.

Por outro lado, Natal foi a única cidade pesquisada em que o preço do pão francês ficou mais barato em 2021, com queda de 2,8%.

O óleo de soja foi outro produto que subiu em Natal, com aumento de 2,6%.

Fonte: G1 RN
Continuar lendo PESQUISA DO DIEESE APONTA QUE PREÇO DA CESTA BÁSICA EM NATAL AUMENTOU 15% EM 2021

GOVERNO: GOVERNO DO RN ANUNCIA CALENDÁRIO DE PAGAMENTOS EM 2022

Por g1 RN

 

Governadoria do RN em Natal — Foto: Augusto César Gomes/Inter TV CabugiGovernadoria do RN em Natal — Foto: Augusto César Gomes/Inter TV Cabugi

O governo do Rio Grande do Norte anunciou o calendário de pagamento dos salários dos servidores em 2022 nesta segunda-feira (3), durante transmissão da governadora Fátima Bezerra (PT) pelas redes sociais.

Na ocasião, também foi anunciado o pagamento do 13º salário de 2018, que está atrasado desde o fim da gestão anterior. A quitação deverá ocorrer em três parcelas em janeiro, março e maio.

Segundo o governo, será mantido o sistema de pagamento dos salários dentro do mês trabalhado, com antecipação integral – para o dia 15 de cada mês – dos salários dos agentes das forças de segurança e dos que ganham até R$ 4 mil.

Também no dia 15, os servidores que ganham acima de R$ 4 mil receberão 30% do vencimento.

Os servidores dos órgãos que têm arrecadação própria e os servidores da Educação serão pagos no último dia do mês. Na mesma data, o governo também deverá quitar os 70% restantes dos salários dos demais servidores que ganham acima de R$ 4 mil.

Segundo o governo, 2022 começa com o pagamento residual do 13º de 2021, nesta terça-feira (4) para os servidores cujos salários estão acima de R$ 4 mil mensais.

“Estamos anunciando também o pagamento do décimo terceiro de 2022, que será feito em duas parcelas, sendo a primeira em setembro e a segunda em dezembro. O pagamento do salário dentro do mês não é nenhum favor, é uma obrigação do gestor. Mas uma obrigação que não vinha sendo cumprida antes”, afirmou a governadora.

Calendário de pagamento dos salários dos servidores do RN 2022

MêsAntecipaçãoComplemento
Janeiro1531
Fevereiro1526
Março1531
Abril1530
Maio1431
Junho1530
Julho1530
Agosto1531
Setembro1530
Outubro1531
Novembro1530
Dezembro1531

Pagamento da folha de 2018

Das quatro folhas que estavam atrasadas no início da gestão, três foram pagas. A quarta e última, no valor de R$ 316 milhões, referente ao 13º salário de 2018, será quitada até maio em três parcelas, de acordo com o anúncio do governo. A primeira em 31 de janeiro e demais em março e maio.

Concursos

A secretária de Administração, Virgínia Ferreira, que participou da transmissão, informou que está prevista a realização de concursos públicos para a Polícia Militar e Bombeiros Militares, Fundação de Atendimento Socioeducativo (Fundase/RN), Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Secretaria de Educação e Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte (Idema).

Sobre a Educação, a governadora disse que o concurso será para os quadros dos 12 IERNs – Institutos Estadual de Educação Profissional, Ciência e Tecnologia e Inovação -, que entrarão em funcionamento em 2023. Os editais de licitação das três primeiras unidades já foram lançados.

O secretário do Planejamento e das Finanças, Aldemir Freire, citou a consultoria MB Associados (que projetou o crescimento o PIB potiguar em 4,37% em 2021) para dizer que o crescimento econômico do Rio Grande do Norte em 2021 ficará acima da média nacional.

Continuar lendo GOVERNO: GOVERNO DO RN ANUNCIA CALENDÁRIO DE PAGAMENTOS EM 2022

RELEMBRE AÇÕES DO GOVERNO FEDERAL SOBRE PANDEMIA, POLÍTICA, ECONOMIA E A RELAÇÃO COM O JUDICIÁRIO

Em 2021, governo avançou com vacina em meio a embates com STF e alta da inflação

Pandemia pautou ações do governo federal durante todo o ano, com presidente obtendo vitórias importantes no Congresso e protagonizando tensão com Judiciário

Katia BrembattiBrayan

para a CNN

Relembre as ações do governo federal sobre pandemia, política, economia e a relação com o JudiciárioRelembre as ações do governo federal sobre pandemia, política, economia e a relação com o JudiciárioClauber Cleber Cetano/PR/Arte CNN

As ações do governo federal em 2021 giraram em torno da pandemia pelo segundo ano consecutivo, desde a corrida pela vacina contra a Covid-19, nova troca de ministro da Saúde, investigações da CPI da Pandemia até a aprovação do Auxílio Brasil para os prejudicados pela crise sanitária.

O ano começou com um dos momentos mais tensos da pandemia, quando Manaus passou pelo esgotamento do estoque de oxigênio medicinal, fato que se mostrou determinante para o fim da gestão de Eduardo Pazuello no Ministério da Saúde e a instalação da CPI da Pandemia.

Acusado de negligência ao lidar com a crise no Amazonas, Pazuello viu a pressão crescer e o presidente Jair Bolsonaro (PL) precisou trocar pela terceira vez o ministro da Saúde. Depois de Luiz Henrique Mandetta, Nelson Teich e Pazuello, quem assumiu a pasta, que à época contava com o maior orçamento da Esplanada dos Ministérios, foi o então presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia, Marcelo Queiroga.

O ministro, de perfil técnico, começou sua atuação defendendo o distanciamento social, a utilização de máscaras e a vacinação. Aos poucos, porém, passou a se alinhar mais às ideias do presidente. Um exemplo mais recente foi quando Queiroga afirmou que “é melhor perder a vida do que a liberdade”, em referência ao passaporte da vacina.

A atuação do Executivo no combate à pandemia na pandemia também foi alvo de denúncias de irregularidades. Uma delas foi o contrato com a farmacêutica Pfizer, que buscou contato com o governo federal por mais de 30 vezes durante o ano de 2020 – no entanto, as revelações só vieram à tona em 2021. O memorando para a compra de vacinas da Pfizer foi fechado apenas em dezembro de 2020, 9 meses após o primeiro contato.

Outra tentativa de compra de vacina também foi investigada pela CPI da Pandemia. Segundo o deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) e o servidor do Ministério da Saúde e irmão do parlamentar, Luis Ricardo Fernandes Miranda, houve irregularidades nas tratativas para a compra da vacina indiana Covaxin. Entre as irregularidades apontadas, estavam ​​desvio de conduta, invoice [nota fiscal] irregular, pedido de pagamento antecipado que o contrato não previa, entre outras. O Palácio do Planalto negou qualquer problema , e o imunizante não chegou a ser adquirido pelo governo.

Todo o rol de ações do Executivo foi alvo de uma Comissão Parlamentar de Inquérito no Senado. Com maioria de senadores independentes, a CPI avançou nas investigações e incomodou o Planalto.

Bolsonaro reagiu. Fez diversas lives e discursos aos apoiadores com críticas aos senadores da comissão – os principais alvos foram o presidente do colegiado, Omar Aziz (PSD-AM), e o relator, Renan Calheiros (MDB-AL). Também realizou um ato político no Rio de Janeiro e discursou sem máscara com personalidades políticas, entre elas Pazuello.

Como militar da ativa, o ex-ministro da Saúde não poderia participar de evento político e, por isso, uma investigação foi aberta pelo Exército. Mas não houve punições, e Pazuello voltou ao Palácio do Planalto, na secretaria de Assuntos Estratégicos.

Apesar de idas e vindas nas diretrizes do governo sobre a vacinação, o país termina o ano com 80% do público-alvo com imunização completa e deve começar a vacinar crianças de 5 a 11 anos em janeiro de 2022.

Ao mesmo tempo, as consequências da CPI da Pandemia ainda podem impactar o presidente no próximo ano. O relatório final, apresentado em outubro, propôs o indiciamento de 78 pessoas, entre elas, Bolsonaro, que foi citado pelo relator por ter supostamente praticado nove crimes. O documento foi entregue ao procurador-geral da União, Augusto Aras, que será responsável por dar andamento ao caso.

Relação com o Congresso

No Legislativo, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), à época no DEM, foi eleito para a presidência do Senado, e Arthur Lira (PP-AL) para o comando da Câmara – a candidatura de ambos era apoiada por Bolsonaro.

As vitórias garantiram um ambiente um pouco mais tranquilo para o presidente, que também se aproximou do Centrão, mirando uma melhor interlocução com o Congresso.

Bolsonaro promoveu onze mudanças no primeiro escalão, entre remanejamentos e criação de ministérios, priorizando deputados e senadores desse grupo partidário.

Foi o caso do deputado João Roma (Republicanos-BA), que assumiu a pasta da Cidadania em fevereiro, e Onyx Lorenzoni (DEM-RS), que foi remanejado duas vezes no ano e agora ocupa a chefia do ministério recriado do Trabalho e Previdência.

Walter Braga Netto e Anderson Torres foram, em março, para a Defesa e Justiça e Segurança Pública, respectivamente. Além de novos ministros para o Meio Ambiente, Casa Civil, entre outros.

A aliança de Bolsonaro com o centrão foi sacramentada pela filiação do presidente ao PL (Partido Liberal) , de Valdemar da Costa Neto, no final de novembro.

Para o cientista político e professor de Direito da Universidade Positivo Francis Ricken, o governo deu “uma guinada na governabilidade” a partir da eleição de Lira, da escolha do deputado federal Ricardo Barros (PP-PR) como líder na Câmara e de Ciro Nogueira para ministro da Casa Civil.

Bolsonaro x Judiciário

Com o Judiciário, o tom foi de embates. O presidente Jair Bolsonaro disse por diversas vezes que, se não houvesse voto impresso, não haveria eleição em 2022. Os discursos mais duros foram direcionados aos ministros Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso, do STF. Moraes conduz inquéritos que afetam ao presidente (como o das fake news), e Barroso é o atual presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e defensor da urna eletrônica.

Bolsonaro chegou a enviar ao Senado um pedido de impeachment contra o ministro Moraes, afirmando que “não se pode tolerar medidas e decisões excepcionais de um ministro do Supremo Tribunal Federal que, a pretexto de proteger o direito, vem ruindo com os pilares do Estado Democrático de Direito”. O pedido foi rejeitado por Pacheco.

O presidente também cogitou pedir o impeachment contra Barroso, mas acabou desistindo.

A crise institucional atingiu o ápice quando Bolsonaro acompanhou um desfile simbólico da Marinha em frente ao Congresso, no mesmo dia em que se discutia a PEC do voto impresso e, na sequência, incentivou manifestações de seus apoiadores para o Dia da Independência.

No feriado de 7 de Setembro, Bolsonaro fez dois grandes discursos, em Brasília e São Paulo, questionando o STF dizendo que não cumpriria decisões de Alexandre de Moraes.

As falas tiveram respostas imediatas por parte da Suprema Corte e de outros órgãos federais. Na sequência, o presidente ouviu conselhos do seu antecessor, Michel Temer (MDB), e divulgou uma carta amenizando o tom das declarações.

De acordo com os especialistas ouvidos pela CNN, a forma de Bolsonaro lidar com os ministros foi uma estratégia para acenar aos seus apoiadores mais radicais.

“Tem uma porcentagem que parece não variar nas pesquisas. Esses seguidores concordam com cada ato do presidente”, diz Erica Anita Baptista, cientista política e pesquisadora do grupo Opinião Pública da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Para a pesquisadora, a descrença nas instituições democráticas por parte da população ajuda a explicar a postura do presidente.

“As instituições democráticas, como políticos, Congresso, ministros do STF, perderam muito apoio. Bolsonaro pegou isso muito bem. O que ele faz é basicamente se descolar das instituições e se colar ao povo”, afirma.

Ass relações do presidente com o STF podem ganhar uma trégua após a posse, em dezembro, de André Mendonça, ex-advogado-geral da União, como ministro da Corte. Após quatro meses de espera, Mendonça é o segundo indicado de Bolsonaro entre os 11 integrantes do Supremo.

Economia, Precatórios e Auxílio Brasil

A melhora na relação com o Congresso também ajudou Bolsonaro a aprovar o Auxílio Brasil. Com o fim do auxílio emergencial para as camadas da população mais afetadas pelo desemprego gerado pela pandemia, Bolsonaro criou o programa, uma versão modificada do Bolsa Família e que distribui até R$ 400 para famílias mais carentes.

A PEC causou controvérsia porque a forma de financiar o aumento das despesas foi driblar o teto de gastos e retirar dinheiro das ações judiciais com trânsito em julgado e que o governo federal deveria pagar aos processantes em 2022 – a alteração ficou conhecida como PEC dos Precatórios.

Na área econômica, o governo também conseguiu passar no Congresso a capitalização da Eletrobras e organizou temporadas de leilões, como o Infra Week e o Super Infra, que envolveram concessões de aeroportos, portos e ferrovias. Foram 39 ativos leiloados em 2021 pelo Ministério de Infraestrutura, totalizando R$ 6,23 bilhões os valores de outorga.

Além disso, o ano foi marcado pelo aguardado leilão do 5G – a quinta geração de internet para telefonia móvel.

No entanto, a elevação de preços em áreas como a alimentação, os combustíveis e a energia deram dor de cabeça à equipe de Paulo Guedes.

Mas, em 2021, a expectativa não virou realidade: a inflação chegou a bater dois dígitos, o desemprego continuou em alta, o preço dos combustíveis disparou e vários dos funcionários de confiança da pasta pediram demissão.

Para Luciana Caetano, um dos problemas é alinhar os discursos da equipe econômica com as práticas do presidente.

“A inflação no Brasil é de causa estrutural. Ao contrário da inflação de demanda, a estrutural não pode ser corrigida com elevação de taxas de juros, sobretudo, porque o país enfrenta um revezamento entre recessão com estagnação econômica desde 2015. Nesse estágio, uma elevação dos juros tende a piorar as condições para uma desejada recuperação econômica e do emprego”, diz.

A economista ressalta que os problemas para os trabalhadores vão além da falta de oportunidade. “No 1º trimestre de 2021, a taxa de desemprego chegou ao nível mais elevado (14,7%) do século 21 e, ao longo do ano, o avanço da inflação para alguns grupos de produtos ultrapassou 30%. Mas os salários seguem defasados, assim como os benefícios previdenciários. Servidor público está sem reajuste salarial há 3 anos e a economia já acumula, aproximadamente, 20% de inflação oficial (INPC) no mesmo período”, afirma.

Fonte: CNN

Continuar lendo RELEMBRE AÇÕES DO GOVERNO FEDERAL SOBRE PANDEMIA, POLÍTICA, ECONOMIA E A RELAÇÃO COM O JUDICIÁRIO

INSATISFEITOS COM CORTES DE RECURSOS PREVISTO PARA MINISTÉRIO DA ECONOMIA DELEGADOS DA RECEITA ENTREGAM OS CARGOS

Delegados da Receita entregam cargos, após decisão de reajuste para policiais

Os servidores da Receita Federal cobram do governo que conceda o pagamento de uma gratificação associada à produtividade, o que acabou não sendo incluído no orçamento

Basília Rodrigues

Atualizado 22/12/2021 às 12:11

 

Delegados e chefes de divisão da Receita Federal entregaram seus cargos após cortes nos recursos previstos para o Ministério da Economia em 2022. O dinheiro que iria para a Economia poderá ser usado para viabilizar o reajuste de policiais.

De acordo com o Sindicato Nacional dos Auditores (Sindifisco), foram 283 pedidos de dispensa até agora. A entidade afirmou à CNN nesta quarta-feira que, em algumas regiões fiscais, houve baixa de todos os delegados. São os casos de Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Pernambuco, Alagoas, Rio Grande do Norte e Paraíba.

Os servidores da Receia Federal cobram do governo que conceda o pagamento de uma gratificação associada à produtividade, o que acabou não sendo incluído no orçamento aprovado nesta terça-feira. Para pressionar uma resposta do governo, a categoria vai realizar assembleia nesta quinta com indicativo de greve geral.
“Para dar reajuste a policiais, pegaram o orçamento do órgão que arrecada”, criticou Cabral.

O movimento pode impactar, de acordo com a categoria, em atrasos em processos da Receita Federal, sistemas de arrecadação de impostos e também em procedimentos aduaneiros na circulação de cargas e mercadorias.

Durante as negociações de aprovação do orçamento, o Congresso promoveu cortes e recomposições, sendo que R$ 1,7 bilhões foram reservados para reajustes que devem beneficiar as polícias ligadas ao governo federal.

Procurada pela CNN, a Receita Federal disse que não irá comentar a mobilização dos funcionários.

Fonte: CNN
Continuar lendo INSATISFEITOS COM CORTES DE RECURSOS PREVISTO PARA MINISTÉRIO DA ECONOMIA DELEGADOS DA RECEITA ENTREGAM OS CARGOS

ALEXANDRE BALDY FOI VETADO POR BOLSONARO PARA OCUPAR POSTO DE ARTICULAÇÃO POLÍTICA NO MINISTÉRIO DA ECONOMIA

 

Secretário de Doria, Alexandre Baldy é preso pela Lava Jato

O presidente Jair Bolsonaro vetou o nome do ex-deputado federal Alexandre Baldy (PP-GO) para ocupar um posto de articulação política no Ministério da Economia. A pasta anunciará nesta semana uma restruturação em três secretarias e a criação da secretaria especial de Estudos Econômicos.

Ana Flor: equipe de Guedes terá nova dança das cadeiras

Conforme o blog apurou, o nome de Baldy era costurado pela área politica do governo e tinha o aval não só do ministro chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira, mas de lideranças do PP na Câmara do Deputados.

Pesou na decisão de Bolsonaro o fato de Baldy ter sido secretário do governo de João Doria, em São Paulo, adversário político do presidente e pré-candidato ao Planalto pelo PSDB.

Outro fato que desagradou Bolsonaro é que Baldy pode ser candidato ao Senado por Goiás, estado em que o governo estuda outros nomes para apoiar.

O Centrão tenta ampliar seu espaço político no governo e até agora teve pouca entrada na área comandada por Paulo Guedes — recentemente o Ministério da Economia perdeu a área do Trabalho e Previdência, que foi transformada em ministério para abrigar Onix Lorenzoni, que é considerado cota pessoal de Bolsonaro.

Baldy, que já foi ministro das Cidades no governo de Michel Temer, é considerado dentro do Congresso um bom articulador.

Conforme o blog antecipou na sexta-feira, o Ministério da Economia terá uma nova secretaria especial de Estudos Econômicos, a ser ocupada por Adolfo Sachsida, atual Secretário de Política Econômica, e trocas em outras duas áreas — a Receita Federal, para onde ira o auditor Julio Cesar Vieira Gomes, e de Produtividade, que será ocupada por Daniela Marques, braço-direito de Paulo Guedes.

Fonte: G1
Continuar lendo ALEXANDRE BALDY FOI VETADO POR BOLSONARO PARA OCUPAR POSTO DE ARTICULAÇÃO POLÍTICA NO MINISTÉRIO DA ECONOMIA

OPINIÃO: MAIS JUSTIÇA E MENOS CRUELDADE QUANDO O ASSUNTO É CRÉDITO NOS BANCOS

Caro(a) leitor(a),

Sempre achei muito cruel essa forma de se garantir um empréstimo com a penhora total de um bem que, em grande parte deles, possui um valor venal muitas vezes maior do que o valor emprestado. Como por exemplo, quando o empreendedor precisa de R$ 50 mil e entra como garantia com um bem que custa R$ 500 mil e, posteriormente numa outra demanda fica sem condições de pegar mais dinheiro emprestado no banco. 

O que me impressiona é ter levado tanto tempo para aparecer alguém com essa ideia de fracionar a garantia em função do valor emprestado. Não creio que tenha sido falta de imaginação ou originalidade, mas sim falta de boa vontade. Quanto empresários, ao longo de todo esse tempo não perdeu seus bens desnecessariamente por pura crueldade e/ou má fé dos bancos? Tenho certeza que milhares.

Se esse projeto de Paulo Guedes vingar e tem tudo pra vingar teremos um jogo mais justo e bem jogado, com muito menos histórias de quebradeiras e insucessos empresariais.

Guedes anuncia nova modalidade de crédito que pode liberar até 10 trilhões para a população (veja o vídeo)

Reprodução InternetReprodução Internet

Em conversa com a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP), o ministro da Economia, Paulo Guedes, apresentou uma nova modalidade de crédito para análise e aprovação do Congresso Nacional, que vai permitir a tomada de dinheiro sem a necessidade de entregar bens móveis e imóveis como garantia total.

Se entrar em vigor, o novo sistema pode ampliar as linhas de crédito para micro, pequenos e médios empresários, e também para cidadãos comuns que necessitem de um fôlego financeiro.

Segundo Guedes, a expectativa é ampliar em 10 vezes o valor disponível nos bancos, que poderá chegar a 10 trilhões de reais.

Confira no vídeo:

Fonte: Jornal da Cidade Online

Continuar lendo OPINIÃO: MAIS JUSTIÇA E MENOS CRUELDADE QUANDO O ASSUNTO É CRÉDITO NOS BANCOS

BOAS NOTÍCIAS: DEPOIS DE UM LONGO E TENEBROSO INVERNO MAIS UMA BOA LEVA DE CONCURSOS PÚBLICOS

Uma nova leva de Concursos Públicos é o destaque da nossa coluna BOAS NOTÍCIAS desta quarta-feira. São 140 concursos públicos com salários que vão até R$ 32 mil. Corra logo e veja no artigo a seguir na lista dos concursos, quais as instituições, cargos, salários, datas leia os editais. Aproveite e faça sua inscrição.

140 concursos públicos abrem 11,8 mil vagas. Salários até R$ 32 mil

A semana começa com 140 concursos públicos abertos em todo o país. São pelo menos 11,8 mil vagas para todos os níveis de escolaridade.

Os salários chegam a R$ 32.004,65 no Tribunal Regional Federal da 3ª Região (SP e MS).

O Tribunal de Contas da União, TCU, também está oferecendo 20 vagas.

Há ainda concursos em Defensorias Públicas, Ministérios Públicos, Procuradorias-Gerais e tribunais em vários estados.

Esta semana, pelo menos 8 órgãos abriram o prazo de inscrições para 209 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade.

Os salários chegam a R$ 4.866,41 na Prefeitura de Nova Ubiratã (MT).

O G1 publicou e a gente reproduz para você:

Concursos abertos:

Prefeitura de Fênix (PR)
Inscrições: até 08/12/2021
30 vagas
Salários de até R$ 1.587,38
Cargos de nível médio e superior
Veja o edital

Prefeitura de Guarapari (ES)
Inscrições: até 23/11/2021
13 vagas
Salários de até R$ 1.200,00
Cargos de nível fundamental e médio
Veja o edital

Prefeitura de Nova Ubiratã (MT)
Inscrições: até 30/11/2021
66 vagas
Salários de até R$ 4.866,41
Cargos de nível fundamental, médio, técnico e superior
Veja o edital

Prefeitura de Paraisópolis (MG)
Inscrições: até 16/12/2021
5 vagas
Salários de até R$ 1.550,00
Cargos de nível médio
Veja o edital

Prefeitura de Peritiba (SC)
Inscrições: até 02/12/2021
11 vagas
Salários de até R$ 2.179,68
Cargos de nível médio e superior
Veja o edital

Prefeitura de Sanclerlândia (GO)
Inscrições: até 12/12/2021
52 vagas
Salários de até R$ 2.496,78
Cargos de nível médio e superior
Veja o edital

Prefeitura de Santa Maria de Itabira (MG)
Inscrições: até 05/12/2021
27 vagas
Salários de até R$ 1.550,00
Cargos de nível fundamental e médio
Veja o edital

Prefeitura de Vargem Grande do Sul (SP)
Inscrições: até 02/12/2021
5 vagas
Salários de até R$ 2.650,02
Cargos de nível superior
Veja o edital

Com informações do G1

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: DEPOIS DE UM LONGO E TENEBROSO INVERNO MAIS UMA BOA LEVA DE CONCURSOS PÚBLICOS

ECOLOGIA E MEIO AMBIENTE: O COCÔ HUMANO É O NOVO OURO NEGRO EM WASHINGTON DC

Uma sofisticada estação de tratamento de esgoto é o destaque da nossa edição desta quarta-feira, aqui na coluna ECOLOGIA E MEIO AMBIENTE. Essa poderosa estação está localizada em Washington DC e está transformando os resíduos da capital em capital vivo que fertiliza os jardins das fazendas da região do Meio-Atlântico e economiza grandes quantidades de recursos. Então convido você a ler o artigo completo a seguir e conhecer essa fantástica inovação!

Estação de esgoto de Washington, DC transforma cocô humano em ouro fertilizante

Em Washington DC, uma sofisticada estação de tratamento de esgoto está transformando os resíduos da capital em uma forma de capital: capital vivo que fertiliza os jardins das fazendas da região do Meio-Atlântico e economiza grandes quantidades de recursos.

Descrita pelos trabalhadores de lá como uma “usina de recuperação de recursos”, a DC Water opera uma usina de biogás e produção de fertilizante de alta qualidade durante seu trabalho sujo para garantir que os resíduos da cidade encontrem um ponto final seguro.

A capital do país é excepcional na produção de resíduos dos vasos sanitários de 2,2 milhões de pessoas que vivem, trabalham e se deslocam pela cidade e seus subúrbios.

Reportagem de Lina Zeldovich revela que, em vez de transportar tudo para um aterro, a DC Water extrai uma grande quantidade de valor do lixo de capital, olhando para ele como um recurso para enviar através da maior estação de tratamento de águas residuais avançado do mundo , que usa um “ processo de hidrólise térmica ”no qual é esterilizado, decomposto e enviado para processamento no“ Bloom ”, um fertilizante de liberação lenta rico em nitrogênio. 

O outro “Ouro Preto”

Em suas instalações no sudoeste de Washington, enormes tanques de aeração filtram o cocô de todos, desde turistas até o presidente. Depois de tudo ser colocado em enormes panelas de pressão onde, sob a gravidade de seis atmosferas terrestres e 300 ° F, a vasta lama negra se torna inofensiva.

Em seguida, este “ouro negro”, como Zeldovich o descreveu, é bombeado em enormes tanques ricos em bactérias onde os micróbios quebram grandes moléculas como gorduras, proteínas e carboidratos em componentes menores, reduzindo a tonelagem geral de esgoto para 450 toneladas por dia de 1.100 no início do processo.

Essa micro-mastigação em massa também produz metano, que quando alimentado em uma turbina local, gera incríveis 10 megawatts de energia verde que pode abastecer 8.000 residências próximas. As 450 toneladas de resíduos restantes das fezes do DC são enviadas para outra sala, onde correias transportadoras retiram o excesso de fluido antes de alimentá-lo por meio de grandes rolos que o comprimem em pequenos pedaços reunidos.

A DC Water o envia para outra empresa chamada Homestead Gardens para secar, envelhecer e embalar antes de ser vendido como Bloom.

“Eu cultivo tudo com ele, abóbora, tomate, berinjela”, diz Bill Brower, um dos engenheiros da fábrica, a Zeldovich. “Tudo cresce muito bem e gosto muito”, acrescenta.

“E eu não sou o único que pensa assim. Ouvimos de muitas pessoas que eles têm a melhor resposta que já viram nas plantas. Particularmente com verduras com folhas, porque o aumento de nitrogênio funciona bem com plantas com folhas. E as plantas parecem ter menos doenças e menos pragas – provavelmente porque o Bloom ajuda a construir solos saudáveis. ”

Enquanto fazendas em todo o país estão enfrentando o esgotamento de nutrientes nos solos devido ao cultivo excessivo, voltando-se para fertilizantes sintéticos para compensar a diferença, a introdução de mais plantas de hidrólise térmica poderia realmente revolucionar a maneira como os humanos olham para suas fezes – como uma forma de restaurar o país solos em vez de poluí-los. Como diria Mike Rowe, basta uma pessoa que esteja disposta a sujar as mãos.

Fonte: Good News Network

Continuar lendo ECOLOGIA E MEIO AMBIENTE: O COCÔ HUMANO É O NOVO OURO NEGRO EM WASHINGTON DC

SEGUNDO PAULO GUEDES, MINISTROS QUE PRESSIONÁ-LO TEM PRETENÇÕES ELEITORAIS

Paulo Guedes identifica adversários dentro do governo Bolsonaro

Para ministro da Economia, pressão pode vir daqueles com pretensões eleitorais

Da CNN

Em São Paulo

 

O “dia do fico” do ministro da Economia, Paulo Guedes, não significa o fim do embate. Guedes teria mapeando quem são seus adversários, que estão identificados e na mira do ministro. A informação é da analista de política da CNN Renata Agostini.

Segundo ele, os ministros que podem pressioná-lo são aqueles com pretensões eleitorais: Fábio Faria, ministro das Comunicações, Onyx Lorenzoni, do Trabalho e Previdência, e Rogério Marinho, do Desenvolvimento Regional.

Guedes retornou dos Estados Unidos na semana passada e viu um cenário que ele classificou para pessoas próximas como uma tentativa de deixá-lo “encurralado”. sso porque havia uma pressão interna do governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para que o Auxílio Brasil, novo programa social do governo, pagasse R$ 600 aos seus beneficiários.

O ministro não vê uma pressão apenas do Congresso, mas já dentro do governo.

A história envolve também Ciro Nogueira, ministros da ala política. E ministros que seriam muito sensíveis ao que diz o Congresso, e o Congresso teria interesse em aumentar sim o benefício novo programa social.

Inclusive, os planos de João Roma, ministro da Cidadania seria de prorrogar o Auxílio. Para Guedes, ele funciona como um fator contenção de planos mais “generosos”.

Fonte: CNN

Continuar lendo SEGUNDO PAULO GUEDES, MINISTROS QUE PRESSIONÁ-LO TEM PRETENÇÕES ELEITORAIS

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 29 DE SETEMBRO DE 2021 POR G1

Por g1

 

Bom dia!☕

Luciano Hang, dono da Havan, deve ser ouvido hoje pela CPI da Covid. A lava do vulcão Cumbre Vieja, nas Ilhas Canárias, chegou ao mar do Atlântico e a água do oceano pode liberar gases tóxicos, carregados de ácido clorídrico. Vocalista Jenny Berggren, do Ace of Base, fala ao g1. E Brasil e Argentina decidem vaga na final da Copa do Mundo de Futsal.

Luciano Hang na mira da CPI

Luciano Hang na mira da CPI, do Supremo e do TSE

Luciano Hang na mira da CPI, do Supremo e do TSE

Luciano Hang, dono da Havan, deve ser ouvido hoje pela CPI da Covid, após insistência do senador Renan Calheiros. O empresário bolsonarista é suspeito de integrar o suposto gabinete paralelo do presidente e de financiar o combate equivocado da pandemia no Brasil.

Documentos obtidos pelos senadores revelaram que o empresário bolsonarista teria financiado o blogueiro Allan dos Santos, alvo de dois inquéritos no STF que apuram disseminação de fake news e financiamento de atos antidemocráticos. O contato entre Luciando Hang e Allan dos Santos teria sido intermediado por Eduardo Bolsonaro.

A mãe de Luciano Hang está entre os pacientes da Prevent Senior que morreram de Covid, mas não teve a causa da morte informada no atestado de óbito. A advogada Bruna Morato, que representa os médicos que denunciaram a operadora, disse ontem à CPI que Regina Hang usou ‘kit Covid’ sem autorização no prontuário.

Ontem na CPI… Bruna Morato afirmou que a Prevent e integrantes do suposto “gabinete paralelo” do governo federal fizeram um “pacto” para tentar validar a hidroxicloroquina. Relatou também que a empresa obrigava médicos a distribuírem o chamado “kit Covid” (inclusive, a quem tinha comorbidade) – do contrário, seriam demitidos. Bruna contou também que, em eventos da Prevent, médicos tinham de cantar o hino da empresa. A Prevent, que nega as acusações, diz que nunca escondeu óbitos e que médicos tinham autonomia. Veja mais detalhes aqui.

E a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) informou que autuou a Prevent Senior após constatar “indícios de infração” por “deixar de comunicar aos beneficiários as informações estabelecidas em lei”. A empresa tem 10 dias para se manifestar sobre o assunto.

Números da pandemia

O Brasil registrou ontem 818 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, e ultrapassou 595 mil óbitos Com isso, a média móvel de mortes ficou acima de 500 pelo 15º dia. Seis estados e o Distrito Federal estão com alta na tendência da média móvel de óbitos: AC, TO, DF, SE, CE, PR, ES.

Vulcão Cumbre Vieja🌋

Lava do vulcão Cumbre Vieja toca o mar nas Canárias
Lava do vulcão Cumbre Vieja toca o mar nas Canárias

A lava do vulcão Cumbre Vieja, nas Ilhas Canárias, chegou ao mar do Atlântico. O vulcão entrou em erupção no domingo (19) e desde então deixou um rastro de destruição no arquipélago espanhol. Embora ainda não tenha deixado mortos ou feridos, a chegada da lava ao mar não é sinal de alívio para os especialistas. Isso porque o rápido resfriamento ao entrar em contato com a água do oceano pode liberar gases tóxicos, carregados de ácido clorídrico. Entenda aqui como funciona o processo.

O Assunto

De um lado, perda de emprego e renda. Do outro, alta do aluguel – mais de 30% em 12 meses. Resultado: crescimento exponencial do contingente de famílias removidas de suas casas ou vivendo sob essa ameaça. Pessoas que precisam escolher entre “pagar o aluguel ou colocar comida na mesa”, conta o repórter da TV Globo Giba Bergamin, que acompanha de perto movimentos por moradia há quase duas décadas. Participa também deste episódio Bianca Tavolari, pesquisadora do Cebrap e professora do Insper. OUÇA o podcast.

Importunação sexual

Polícia prende suspeito por importunação sexualPolícia prende suspeito por importunação sexual

Um crime que acontece “todos os dias, com todas as mulheres”, foi assim que a ciclista Andressa Rosa Lustosa definiu o episódio de importunação sexual que sofreu no último domingo (26), no Paraná. A lei completou três anos neste mês e ajudou a prender os suspeitos de passar a mão em Andreza, que acabou caindo da bicicleta após um homem dentro de um carro passar a mão nela. O acidente foi registrado pelas câmeras de segurança do local; veja vídeo.

Incesto e crime

homem que teve a morte encomendada pela própria mulher e sobreviveu aos tiros em Canindé, no Ceará, está hospitalizado há três meses, e a filha dele, baleada na tentativa de homicídio, perdeu a visão de um dos olhos. A mulher, Maria Aparecida, mandou matá-lo após descobrir que ele teve relações sexuais com a filha – enteada dela – e com o genro, ao mesmo tempo. Entenda os detalhes da história aqui.

Futebol

Rodrigo comemora o 1° gol do Brasil com Pito, Dieguinho e Leozinho — Foto: Alex Caparros/FIFA

O Brasil enfrenta a Argentina por vaga na final da Copa do Mundo de Futsal às 14h, com transmissão da TV Globo e do SporTV e tempo real no ge. O vencedor pegará na decisão Portugal ou Cazaquistão, que jogam amanhã.

Liga dos Campeões

  • 13h45: Atalanta x Young Boys
  • 13h45: Zenit x Malmö
  • 16 horas: Bayern de Munique x Dínamo de Kiev
  • 16 horas: Benfica x Barcelona
  • 16 horas: Manchester United x Villarreal
  • 16 horas: RB Salzburg x Lille
  • 16 horas: Wolfsburg x Sevilla
  • 16 horas: Juventus x Chelsea

Você viu?

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 29 DE SETEMBRO DE 2021 POR G1

OPINIÃO: SITUAÇÃO NO BRASIL NÃO ESTÁ FÁCIL PRA NINGUÉM GRAÇAS A IMBECILIDADE DO “FIQUE EM CASA A ECONOMIA A GENTE VER DEPOIS”

Ruim em casa, pior fora dela: A leviandade do “fica em casa e a economia a gente vê depois” (veja o vídeo)

Foto Reprodução/InternetFoto Reprodução/Internet

Na adolescência, muitos já ouviram seus pais falarem essa frase, geralmente dita naqueles momentos de reclamação em face a algo que desagradava, parece que estamos vivendo algo parecido dentro de nossa grande casa chamada Brasil, pois a situação não está fácil para ninguém, não é?

Grande parte disso é devido a “doença que veio da Ásia”, também não podemos esquecer da imbecilidade do “fica em casa e a economia a gente vê depois” propalada pois muitos idiotas úteis, pela extrema imprensa e pelos canalhas opositores políticos do presidente Jair Bolsonaro.

Outro detalhe, que eclodiu de longo prazo passado, foram as sistemáticas obras do PT, executadas em ditaduras comunistas/socialistas com dinheiro dos contribuintes brasileiros, em um grande esquema com construtoras para financiarem seu projeto de poder no Brasil e na América Latina.

Mas mesmo com todos essas revezes, o Brasil se destacou economicamente no mundo quando comparado com outras nações mais desenvolvidas, e quando a comparação é com os vizinhos sul-americanos, que em maioria são comunistas/socialistas, o destaque é abismal, pois os mesmos têm vivido as resultantes infernais de miséria, fome e morte que a esquerda sempre promove.

A extrema imprensa que é aparelhada por essa ideologia criminosa, segue os ditames nefastos de mentiras e manipulações e quando as notícias são boas, a cortina do silêncio cai instantaneamente; mas procurando os fatos fora da grande mídia, podemos comprovar o quanto o Governo Brasileiro é profícuo nas mãos de Jair Bolsonaro.

Ao visitar o site do Fundo Monetário Internacional (FMI) pude constatar em seu Relatório Anual que o desempenho econômico do Brasil foi muito além do esperado, destacando que “em parte devido à resposta enérgica das autoridades”, projetam um crescimento de 5,3% para o Brasil e queda da dívida pública de 99% para 92% do Produto Interno Bruto (PIB).

Também elogiaram o governo brasileiro por sua resposta política frente à “doença que veio da Ásia”, pois segundo o Fundo, essas políticas reduziram significativamente a gravidade da recessão de 2020 e amorteceram seu impacto sobre os pobres e vulneráveis como o programas emergenciais e ao mesmo tempo o Brasil preparou terreno para uma forte recuperação em 2021.

As reformas institucionais que Bolsonaro promoveu também foram parabenizadas pelo Fundo, pois visam criar bases para uma economia mais competitiva colocando o Brasil no radar dos grandes investidores internacionais.

A previsão do Fundo para o crescimento econômico da maior economia da América Latina é de expansão de 5,3% do PIB (Produto Interno Bruto) já em 2021.

“A incerteza em torno das perspectivas é excepcionalmente alta, mas os riscos para o crescimento são vistos como amplamente equilibrados”, disse o Relatório Anual na conclusão de suas consultas do Artigo IV.

Mas te pergunto: Você assistiu algo naquela rede de TV que o nome rima com BOBO? Deve ser porque eles acham que os Brasileiros são bobos né?

E não é só na REDE BOBO, mas toda a extrema imprensa atua de forma repugnante, a teta das verbas públicas secaram e o comprometimento com seus antigos PaTrões os fazem maquinar dia e noite contra o Governo Bolsonaro e a população é quem paga essa conta.

Imaginem se hoje o Brasil estivesse nas mãos da maldita esquerda, assim como está a Venezuela, que se tornou um inferno de Fome e Morte, ou ainda como a faminta Argentina, onde partes de seus cidadãos tiveram que desenterrar frangos podres para dar de comer aos seus filhos???

Para não ficarmos somente aqui no eixo sul-americano, sabiam que na comunista Coréia do Norte, o presidente Kim Jong-un confisca os animais de estimação das famílias à força e os bichinhos são abatidos e vendidos para restaurantes e zoológicos estatais, pois a criação de cães, segundo os comunistas é uma tendência “contaminada pela ideologia burguesa capitalista”, portanto você que é ativista dos direitos do animais e que é esquerdista, fica a dica para você recuperar sua mentalidade destruída por essa ideologia maldita.

Esses fatos irrefutáveis nos provam duas coisas:

1) O quanto devemos ser gratos a Deus pelo fato do governo do Brasil estar nas mãos de um presidente que teme a Deus, se preocupa com o povo na amplitude da saúde e da economia e é de direita.

2) O quanto devemos abominar a extrema imprensa que está a serviço da esquerda, do globalismo e que agem criminosamente contra o presidente e o povo do Brasil.

Por isso eu estimulo você que está lendo esse artigo a colaborar com criadores de conteúdo, influenciadores e com aquela pequena parte da imprensa que tenta, sob muitas perseguições, trazer a verdade para os Brasileiros, a exemplo do Jornal da Cidade Online que teve seu canal desmonetizado pelo TSE sem qualquer justificativa, investigação, inquérito ou base constitucional, mas continua com muito empenho o seu trabalho.

Você que está lendo isso tem o grande poder de ampliar a narrativa dessas vozes que lutam em propagar a verdade, o simples curtir, compartilhar e se inscrever nesses canais de comunicação já ajudam de alguma forma, indicar para amigos, tudo isso forma simples e gratuita que todos podem fazer para quebrarmos a hegemonia mentirosa da esquerda.

Confira:

Foto de Bosco Foz

Bosco Foz

Jornalista, Gestor Público, Proprietário do canal Bosco Foz.

Fonte: Jornal da Cidade Online

Continuar lendo OPINIÃO: SITUAÇÃO NO BRASIL NÃO ESTÁ FÁCIL PRA NINGUÉM GRAÇAS A IMBECILIDADE DO “FIQUE EM CASA A ECONOMIA A GENTE VER DEPOIS”

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 27 DE SETEMBRO DE 2021 POR G1

Segunda-feira, 27 de setembro

Por G1

 

Bom dia! ☕ ☀️

Presidente Bolsonaro e primeira-dama Michelle testam negativo para Covid. Comitiva que foi para Nova York já tem quatro infectados. Alemanha vota para escolher novo chanceler, mas processo ainda pode demorar dias. Aeroporto de ilha espanhola é reaberto após erupção de vulcão. Morre Carlos Neder. Cantor Nego do Borel é investigado por estupro de vulnerável e é expulso de reality show.

Bolsonaro e Michelle testam negativo para Covid

O Palácio do Planalto informou que Jair Bolsonaro testou negativo para Covid-19 no domingo. Ele está em isolamento desde que voltou da viagem a Nova York, na quarta (22), onde esteve para participar de assembleia da Organização das Nações Unidas (ONU).

A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, também informou neste domingo que o resultado de seu exame também deu negativo. Ela também acompanhou o presidente na viagem aos EUA.

Bolsonaro tem resultado negativo em novo teste de Covid-19, diz Palácio do Planalto

Bolsonaro tem resultado negativo em novo teste de Covid-19, diz Palácio do Planalto

Comitiva que foi NY tem 4 infectados

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, informou que testou positivo para a Covid-19 no domingo, tornando-se o quarto integrante da comitiva que acompanhou Bolsonaro a Nova York a contrair o novo coronavírus. O ministros da Saúde, Marcelo Queiroga, e o deputado federal e filho do presidente da República, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), também testaram positivo. De acordo com apuração da TV Globo, antes de Queiroga, um diplomata da comitiva também havia sido diagnosticado com Covid. O governo não confirma a informação nem revela o nome do servidor.

Pedro Guimarães, presidente da Caixa — Foto: Dida Sampaio/Estadão ConteúdoPedro Guimarães, presidente da Caixa — Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

A escolha do substituto de Merkel

Até a última atualização, os social-democratas e os conservadores de Angela Merkel estão praticamente empatados nas eleições na Alemanha para a escolha do novo primeiro-ministro, de acordo com pesquisas de boca de urna veiculadas por redes públicas de televisão.

O partido social-democrata de Olaf Scholz, SPD, teria obtido 26% dos votos, enquanto os democrata-cristãos da chanceler, liderados por Armin Laschet, teria obtido 24%, segundo a rede ZDF. Por outro lado, o canal ARD apontava que ambos os partidos teriam obtido 25% dos votos. No entanto, há que ter em conta que estes resultados não incluem o voto por correspondência, que teria sido muito elevado.

Projeções apontam derrota de partido de Merkel na eleição da Alemanha
Projeções apontam derrota de partido de Merkel na eleição da Alemanha

Vulcão nas Canárias: aeroporto reabre

Novas erupções deixam em alerta Ilha de Palma, nas Canárias
Novas erupções deixam em alerta Ilha de Palma, nas Canárias

O aeroporto da ilha espanhola de La Palma, no arquipélago das Canárias, foi reaberto no domingo depois de ter sido fechado um dia antes, por causa do acúmulo de cinzas nas pistas, causado pela erupção do vulcão Cumbre Vieja. Porém, o vulcão continua a lançar lava e nuvens de cinzas sobre a região.

Morre Carlos Neder

O médico e fundador do Partido dos Trabalhadores (PT), Carlos Neder, de 67 anos, morreu no sábado por complicações de Covid-19 em São Paulo. Ele estava internado desde o dia 8 de agosto.

Neder foi deputado estadual e atuou por quatro mandatos como vereador na capital paulista.

Ex-deputado Carlos Neder, do PT, morre de Covid-19 em SP — Foto: ReproduçãoEx-deputado Carlos Neder, do PT, morre de Covid-19 em SP — Foto: Reprodução

Nego do Borel investigado

Polícia Civil abriu inquérito para investigar o cantor Nego do Borel por suspeita de ter cometido estupro de vulnerável contra a modelo Dayane Mello na madrugada deste sábado (25), durante o reality show ‘A Fazenda 13’, da TV Record, em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo. Segundo os participantes, a mulher estava embriagada quando se deitou com ele.

A investigação vai analisar vídeos do reality e interrogar Nego do Borel. A assessoria de imprensa de Nego informou que vai “provar mais uma vez toda a sua inocência”. A assessoria de Dayane só confirmou a informação de que a polícia investiga o caso.

O artista foi expulso da competição na tarde de sábado após a direção da Record analisar as imagens, ouvir a modelo e entender que ele descumpriu as regras do jogo.

Cantor Nego do Borel é investigado pela Polícia Civil por suspeita de estupro contra da modelo Dayane Mello durante reality show em Itapecerica da Serra, Grande São Paulo — Foto: Reprodução/Divulgação

Cantor Nego do Borel é investigado pela Polícia Civil por suspeita de estupro contra da modelo Dayane Mello durante reality show em Itapecerica da Serra, Grande São Paulo — Foto: Reprodução/Divulgação

O Assunto 🎧

“Fomos os primeiros a parar e os últimos a retornar”, resume, em depoimento ao Assunto, a atriz Karin Hills, que faz o papel-título no musical sobre a trajetória da cantora disco Donna Summer. No primeiro episódio de “O Assunto” da semana, Renata Lo Prete conversa com a produtora-geral e coreógrafa Barbara Guerra, que narra uma saga de ano e meio vivida por boa parte da classe artística: morte de colegas por Covid, contas a pagar sem receita para cobrir, luta para garantir algum suporte financeiro à equipe. Ouça:

Pandemia 😷

O Brasil chegou neste domingo a 594.484 mortes por Covid-19 e 21.349.397 casos desde o início da pandemia. A média móvel de mortes nos últimos 7 dias ficou em 528, uma variação de 13% em comparação à média de 14 dias atrás, o que aponta estabilidade. AC, AM, CE, RN e RR não atualizaram os números de mortes em 24 horas.

Já a média móvel nos últimos 7 dias foi de 16.091 novos diagnósticos por dia, uma variação de 5% em relação aos casos registrados em duas semanas, o que também indica estabilidade nos diagnósticos.

Brasileiros indocumentados

Imigrantes brasileiros foram achados na carroceria de um caminhão tentando entrar sem documentos nos EUA, na fronteira do México com Sierra Blanca, no Texas. A operação foi feita por agentes de fronteira dos EUA no dia 16 de setembro.

Foram encontrados, ao todo, 49 imigrantes irregulares do Brasil, Equador, El Salvador, Honduras, Guatemala, México e Peru. O Departamento de Alfândega e Proteção de Fronteira dos EUA não especificou quantos deles eram brasileiros.

Imigrantes indocumentados, inclusive brasileiros, foram achados na carroceria de um caminhão no Texas — Foto: Departamento de Alfândega e Proteção de Fronteira dos EUAImigrantes indocumentados, inclusive brasileiros, foram achados na carroceria de um caminhão no Texas — Foto: Departamento de Alfândega e Proteção de Fronteira dos EUA

Corinthians é tri no Brasileiro feminino

CORINTHIANS X PALMEIRAS — Foto: WANDERSON OLIVEIRA/DIA ESPORTIVO/ESTADÃO CONTEÚDOCORINTHIANS X PALMEIRAS — Foto: WANDERSON OLIVEIRA/DIA ESPORTIVO/ESTADÃO CONTEÚDO

Pelo segundo ano consecutivo e pela terceira vez na história, o Corinthians é campeão brasileiro feminino. O título da edição de 2021 foi confirmado na noite deste domingo com uma vitória por 3 a 1 sobre o Palmeiras, na Neo Química Arena. Agustina (contra), Adriana e Vic Albuquerque marcaram pelo alvinegro ainda antes do intervalo, e Camilinha descontou no segundo tempo.

Gols da rodada 🐎 🦓

Juventude vence o Santos em partida em casa, em Caxias do Sul (RS). Com gols nos minutos finais, América-MG e Flamengo empatam no Independência. Fortaleza volta a vencer na Série A, assume terceira posição e afunda Sport no Z-4. Fluminense bate Bragantino por 2 a 1 no Rio e se mantém invicto. Em Porto Alegre, o Internacional venceu o Bahia. Em Curitiba, o Grêmio perdeu para o anfitrião Atlético-PR em placar de 4 a 2.

Na série B, Botafogo vence o Sampaio Correia em seu primeiro jogo com torcida e vai à vice-liderança, 5 pontos atrás do Coritiba. Já o CSA venceu o Cruzeiro de virada por 2 a 1. Veja os gols da rodada do campeonato Brasileiro no resumo do “Fantástico”:

Juventude bate o Santos, Flamengo empata e Athletico Paranaense supera o Grêmio
Juventude bate o Santos, Flamengo empata e Athletico Paranaense supera o Grêmio

 

Você viu?

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 27 DE SETEMBRO DE 2021 POR G1

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 24 DE SETEMBRO DE 2021 POR G1

Por g1

 

Bom dia! ☕

Força-tarefa já investiga a Prevent Senior. Com economia em ritmo lento, o rendimento médio dos brasileiros caiu. Os torcedores vão voltar aos estádios de futebol em SP em outubro, mas haverá regras para isso. Uma máquina promete extrair água do ar! Será? A PF indiciou 22 suspeitos por pirâmide financeira. As páginas especiais “O voto dos deputados” e “O voto dos senadores” estão agora mais intuitivas e com um novo design no g1.

Força-tarefa investiga a Prevent Senior

Prevent Senior contrariou ética ao mudar registro de pacientes, diz Associação Médica
Prevent Senior contrariou ética ao mudar registro de pacientes, diz Associação Médica

O Ministério Público de São Paulo criou uma força-tarefa para apurar as denúncias contra a Prevent Senior. A operadora de saúde é investigada pela CPI da Covid por uma série de irregularidades – incluindo suspeitas de ocultar as mortes de pacientes por Covid-19, obrigar profissionais a prescrever medicamentos ineficazes, alterar prontuários de pacientes e usá-los como ‘cobaias humanas’ para testar a eficácia da hidroxicloroquina, associada à azitromicina.

Números maquiados

Evidências que se acumulam contra uma das maiores operadoras de saúdes do país são detalhadas neste episódio de O Assunto, com Guilherme Balza, repórter da GloboNews, e Daniel Dourado, médico, advogado e pesquisador do Centro de Pesquisa em Direito Sanitário da USP. OUÇA o podcast:

De olho na próxima semana…

A CPI da Covid marcou para a próxima quarta-feira (29) o depoimento do empresário Luciano Hang, dono da Havan, um dos mais ferrenhos aliados e defensores do presidente Jair Bolsonaro. A mãe do empresário, Regina Hang, era paciente da Prevent Senior e morreu de Covid – o que não foi informado no atestado de óbito divulgado pelo Hospital Sancta Maggiore, que pertence à operadora.

Senadores da comissão querem aprofundar investigações sobre o envolvimento do dono da Havan em esquemas de disseminação de informações falsas, sobretudo com relação a tratamentos ineficazes contra a Covid.

Também foi aprovada a convocação de Bruna Morato, advogada dos médicos que denunciaram irregularidades na Prevent Senior. Morato ajudou na confecção de um dossiê entregue à comissão.

Salários reduzidos

Mesmo com o avanço da vacinação e com o retorno de trabalhadores informais , a recuperação da economia segue em ritmo lento. O rendimento médio dos brasileiros atingiu o valor mais baixo desde 2017. Os números integram levantamento elaborado pela consultoria IDados, com base nos indicadores da Pnad do segundo trimestre nos últimos 40 anos.

A renda média mais baixa significa menos dinheiro circulando na economia e um menor consumo das famílias, componente fundamental para a retomada. Saiba mais na reportagem.

E mais: veja cargos e áreas com maior dificuldade de preenchimento no mercado

Torcedores vão voltar aos estádios em SP

São Paulo voltará a ter público nos estádios para partidas de futebol em 4 de outubro. A partir dessa data, a ocupação permitida será de 30%. Depois, o retorno será gradual: 50% em 15 de outubro e 100% em 1º de novembro.

Mas há normas sanitárias serem cumpridas:

  • A entrada estará liberada para quem tiver o esquema vacinal completo, ou seja, ter tomado a segunda dose ou a dose única de imunizantes.
  • Clubes deverão exigir comprovante de vacinação: duas doses da vacina Coronavac, Astrazeneca e Pfizer ou dose única da Janssen.
  • Para quem tiver recebido apenas a primeira dose, será necessário apresentar teste com antígeno até 24 horas antes da partida e PCR em até 48 horas.
  • O uso de máscara será obrigatório em todos os setores do estádio.

‘Pacote antiambiental’

É como entidades defensoras do meio ambiente têm chamado o pedido de afrouxamento de regras ambientais feito pelo Ministério da Economia à pasta do Meio Ambiente. As demandas de afrouxamento do projeto – que incluem reduzir exigências para a fabricação de agrotóxicos e flexibilizar regras contra o desmatamento da Mata Atlântica – levam em conta pedidos do setor privado para “eliminar dificuldades estruturais, burocráticas, trabalhistas e econômicas.”

Extraindo água do ar!!!

Nova tecnologia quer solucionar escassez de água potável
Nova tecnologia quer solucionar escassez de água potável

Um aparelho condensador é apresentado por seus desenvolvedores como capaz de resolver a questão de escassez de água potável. O equipamento, que não depende de energia e funciona 24 horas por dia, é capaz de extrair água do ar, mesmo sob o sol escaldante. Veja reportagem completa no VÍDEO acima.

Papo de Política

Episódio conta o que está por trás dos dois gestos que marcaram a passagem da comitiva presidencial por Nova York, fala sobre a saga da indicação de André Mendonça para o Supremo Tribunal Federal e analisa o depoimento do diretor da Prevent Senior na CPI da Covid. OUÇA:

Tragédia da ChapecoenseCelia Monasterio — Foto: TV Morena/Arquivo Celia Monasterio — Foto: TV Morena/Arquivo

A Polícia Federal (PF) prendeu Celia Castedo Monasterio, a controladora responsável pela análise e aprovação do plano de voo da aeronave envolvida no desastre da Chapecoense, em 2016. A decisão foi dada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, que determinou a extradição da investigada.

Pirâmide financeiraGlaidson Santos e Mirelis Zerpa investigados pela PF por sonegação fiscal e fraude ao sistema financeiro — Foto: ReproduçãoGlaidson Santos e Mirelis Zerpa investigados pela PF por sonegação fiscal e fraude ao sistema financeiro — Foto: Reprodução

Polícia Federal indiciou 22 suspeitos de integrarem organização criminosa e praticarem crimes contra o sistema financeiro na compra de criptomoedas. Além do indiciamento, a Justiça determinou o bloqueio de até R$ 38 bilhões de quatro contas da G.A.S. Consultoria e de outros investigados.

Entre os alvos da chamada operação Kryptos, listados no relatório final, estão Glaidson Acácio dos Santos e sua mulher, a venezuelana Myrellis Zerpa. As defesas do casal negam as acusações.

Eleições na Alemanha

Olaf Scholz é o atual ministro da Economia, vice-chanceler da Alemanha e pode assumir o cargo de Angela Merkel após seus 16 anos no poder. Favorito nas pesquisas, o ministro faz parte da coligação que sustenta o governo e significaria uma forma de continuidade na política de Merkel, apesar de ela ter declarado seu apoio a Armin Laschet, líder da União Democrata Cristã. Saiba aqui quem é Olaf Scholz.

Novidade no g1

As páginas especiais “O voto dos deputados” e “O voto dos senadores” estão agora mais intuitivas e com um novo design. Com a ferramenta do g1, é possível ver como se posicionaram os políticos nas principais votações da Câmara dos Deputados e do Senado. Dá para conferir o histórico de votos e até filtrar para descobrir, por exemplo, quando um político esteve ausente. Veja aqui.

Você viu?

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 24 DE SETEMBRO DE 2021 POR G1

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 23 DE SETEMBRO DE 2021 POR G1

Por g1

 

Bom dia ☕

Os casos Prevent Senior e Covaxin na CPI da Covid. A quarentena de Marcelo Queiroga e o isolamento de quem esteve perto dele nos Estados Unidos. A reforma eleitoral andou, mas a reforma administrativa segue travada. Receita libera mais um lote de restituição do Imposto de Renda. A erupção do vulcão Cumbre Vieja vista do espaço. E o Brasil busca vaga nas quartas de final da Copa do Mundo de Futsal.

Caso Prevent Senior

O diretor-executivo da Prevent Senior, Pedro Batista Junior entrou ontem para a lista de investigados pela CPI. Ele confirmou à comissão que orientou médicos a modificarem o código de diagnóstico dos pacientes que deram entrada com Covid-19.

Um dos profissionais que denunciou as supostas irregularidades da empresa à Globonews chegou a receber um telefonema do diretor-executivo após falar com a reportagem. Na ligação de mais de 20 minutos, o diretor pede que o médico ‘ameace repórter’ para tentar impedir a veiculação de reportagens. O médico registrou um boletim de ocorrência por ameaça. Ouça abaixo.

Diretor da Prevent Senior pede que médico 'ameace repórter'
Diretor da Prevent Senior pede que médico ‘ameace repórter’

A CPI recebeu indícios de que a operadora subnotificou e ocultou mortes por Covid ocorridas em suas unidades – entre elas, a do médico Anthony Wong e da mãe do empresário Luciano Hang, dono da Havan. Outras sete mortes também foram ocultas durante um estudo para testar a eficácia do kit covid. Segundo um dossiê entregue à comissão, a pesquisa seria desdobramento de um acordo entre a Prevent Senior e o presidente Jair Bolsonaro, que enalteceu o estudo como exemplo de sucesso do uso de medicamentos ineficazes contra a Covid.

A modificação do CID, de acordo com uma ex-funcionária da Prevent Senior, faz com que o diagnóstico de Covid desapareça de um eventual registro de óbito.

E hoje…

senadores ouvem nesta quinta-feira (23) o empresário Danilo Trento, suspeito de ter participado das negociações para a compra de testes e da vacina indiana Covaxin, cuja contratação foi intermediada pela Precisa Medicamentos.

Quarentena de Queiroga

Queiroga com Covid: o que acontece com quem teve contato com o ministro em NY?

Queiroga com Covid: o que acontece com quem teve contato com o ministro em NY?

Pelas regras de Nova York, o ministro da Saúde Marcelo Queiroga deverá ficar pelo menos 10 dias em isolamento após testar positivo para Covid durante sua passagem pela Assembleia-Geral da ONU. O caso repercutiu na imprensa internacional e o ministério já anunciou que ele vai ficará isolado durante 14 dias. Cada um deles custará pelo menos R$ 6 mil, preço da diária do hotel em que o ministro se hospedou com a comitiva do presidente Jair Bolsonaro.

Outra preocupação em relação a Queiroga é identificar quem são as pessoas com que o ministro teve contato nos últimos dias para que também façam testes e eventualmente se isolem. Durante a participação no evento, o ministro esteve em contato com chefes de estado, investidores e a primeira-dama Michelle Bolsonaro. Veja aqui os passos de Queiroga antes do anúncio de que o ministro estava com Covid.

Enquanto isso, no Brasil…

A média móvel de mortes por Covid voltou a subir após três meses. Ontem, o país registrou 839 mortes por Covid nas últimas 24 horas e ultrapassou 592 mil desde o início da pandemia. Nove estados apareces com tendência de alta nas mortes: AC, TO, PA, PR, ES, SP, MG, GO, RJ. Quase 40% da população está com o esquema vacinal completo.

Vacinação

O Ministério da Saúde recuou e voltou a liberar a vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos, mesmo os sem comorbidades, contra a Covid-19. A imunização na faixa etária foi retomada um semana após o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, criticar campanha antecipada dos estados e falar que existem “eventos adversos a serem investigados”.

E o Ministério da Saúde também afirmou que notificou o Instituto Butantan alegando que o laboratório anunciou a venda de doses CoronaVac a estados antes de concluir o contrato de 100 milhões de doses que tem com o Governo Federal.

Na semana passada, o instituto disse que havia concluído as entregas ao Programa Nacional de Imunizações. No entanto, o laboratório considerou doses da CoronaVac embargadas pela Anvisa; 12 milhões de vacinas. Entenda.

Reforma eleitoral

Ontem o Senado aprovou a PEC da reforma eleitoral por 70 votos a 3 no primeiro turno e 66 a 3 no segundo. A proposta mantém a mudança na data da posse de governadores e presidente a partir de 2026 e o “peso dois” aos votos dados a mulheres e negros para a Câmara dos Deputados. O trecho que previa o retorno das coligações foi excluído pelos senadores após sugestão da relatora Simone Tebet (MDB-MS).

E ainda…Também foi aprovado pelo Senado um projeto que muda regra de divisão das chamadas ‘sobras eleitorais’ entre partidos. O projeto altera o Código para estabelecer que só poderão concorrer aos lugares remanescentes aqueles partidos que obtiverem ao menos 80% do quociente eleitoral. Agora a proposta vai à sanção do presidente Jair Bolsonaro.

Pesquisa Ipec

Pesquisa Ipec mostra o ex-presidente Lula (PT) mais de 20 pontos percentuais à frente do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na corrida para a Presidência da República em 2022. Lula tem mais intenções de voto do que todos os outros possíveis candidatos somados. Clique aqui e entenda os números. E a reprovação ao governo Bolsonaro subiu para 53%, aponta o levantamento. Veja mais aqui.

Reforma administrativa

Sem acordo, a comissão especial da Câmara dos Deputados que discute a proposta de emenda à Constituição (PEC) da reforma administrativa adiou para hoje a votação do parecer do relator Arthur Maia (DEM-BA), favorável à matéria. O relator apresentou uma nova versão do texto ontem, buscando maioria para aprovar a matéria na comissão, mas mudanças feitas de última hora na proposta levaram deputados a obstruir a votação.

Alta dos juros

Pela quinta vez consecutiva, o Banco Central elevou a taxa básica de juros de 5,25% para 6,25% ao ano. É o maior patamar desde julho de 2019. Analistas do mercado financeiro projetaram que a taxa Selic continuará avançando nos próximos meses e deve fechar o ano de 2021 a 8,25%. Veja como ficam os investimentos.

Mordida do leão do IR

selo home ir imposto de renda 2021 IR2021 — Foto: Editoria de Arte/G1

A Receita Federal abre nesta quinta, a partir das 10h, as consultas ao 5º lote de restituição do Imposto de Renda. Também serão contempladas restituições residuais de anos anteriores.

Precatórios: pedalada ou calote?

São R$ 89 bilhões em dívidas judiciais da União a pagar em 2022, montante que o Executivo quer reduzir drasticamente para encaixar no Orçamento do ano eleitoral um Bolsa Família turbinado e que Jair Bolsonaro possa chamar de seu. O Assunto analisa o tema com a repórter do jornal “O Globo”, Julia Lindner, e o diretor-executivo da Instituição Fiscal Independente, Felipe Salto. OUÇA o podcast:

Sequestro de helicóptero

A Polícia do Rio de Janeiro identificou os suspeitos de sequestrar o helicóptero da Polícia Civil para resgatar presos em Bangu. São eles Marco Antônio da Silva, o Pará, gerente das bocas de fumo da região, e Khawan Eduardo Costa Silva. A dupla foi reconhecida pelo piloto – o policial que entrou em luta corporal com os criminosos – e aparece em vídeos de um circuitos interno de câmera enquanto aguardam o abastecimento do helicóptero. Veja abaixo.

Vídeo mostra suspeitos de tentativa de sequestro a helicóptero no Rio
Vídeo mostra suspeitos de tentativa de sequestro a helicóptero no Rio

Vulcão na ilha de Palma

A erupção do vulcão do parque de Cumbre Vieja, na ilha de La Palma, na Espanha, já destruiu 320 construções e atingiu 154 hectares de terra. A lava avança em direção ao mar – um encontro que pode trazer ainda mais problemas – e, de acordo com as autoridades da região, haverá mais destruição nas próximas horas. Veja os rastros de destruição da lava.

Drone flagra momento em que lava de vulcão atinge piscina em La Palma, na Espanha
Drone flagra momento em que lava de vulcão atinge piscina em La Palma, na Espanha

E um astronauta francês, que está em missão pela agência europeia na Estação Espacial Internacional (ISS), fotografou do espaço a erupção do vulcãoVeja a foto abaixo.

Astronauta francês fotografou a erupção do vulcão nas Ilhas Canárias direto da Estação Espacial Internacional em 22 de setembro de 2021 — Foto: Reprodução/Twitter/Thomas PesquetAstronauta francês fotografou a erupção do vulcão nas Ilhas Canárias direto da Estação Espacial Internacional em 22 de setembro de 2021 — Foto: Reprodução/Twitter/Thomas Pesquet

Inverno

São Paulo tem inverno marcado por retorno das geadas, mortes de moradores de rua, queimadas, fuligem e recordes de calor no ano. Veja como foi a “estranha” estação na cidade.

Copa do Mundo de Futsal

Rodrigo, capitão da seleção brasileira de futsal — Foto: Thais Magalhães/CBFRodrigo, capitão da seleção brasileira de futsal — Foto: Thais Magalhães/CBF

Brasil enfrenta o Japão, a partir das 14 horas, em busca de vaga nas quartas de final. O vencedor irá enfrentar MarrocosGlobo e SporTV transmitem o jogo.

Você viu?

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 23 DE SETEMBRO DE 2021 POR G1

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 22 DE SETEMBRO DE 2021 POR G1

Por g1

 

Bom dia! ☕

O ministro da Saúde Marcelo Queiroga foi diagnosticado com Covid-19 e permanecerá em quarentena, por 14 dias, em Nova York. Ele acompanhava Jair Bolsonaro na Assembleia Geral da ONU e participou de diversos eventos. A CPI da Covid deve ouvir hoje o diretor executivo da Prevent Senior, Pedro Benedito Batista Júnior. O Comitê de Política Monetária (Copom) se reúne e deve elevar a taxa básica de juros, a Selic, pela quinta vez seguida. O aquecimento global na visão de especialistas. E o chip da beleza não faz milagre e pode não ser uma boa ideia.

Prevent Senior na CPI

comissão deve ouvir hoje o diretor executivo da Prevent Senior, Pedro Benedito Batista Júnior. O depoimento ganhou maior importância para as linhas de investigação da CPI depois que um dossiê revelado pela Globonews mostrou que a operadora de saúde – que é focada em pacientes idosos – ocultou pelo menos 7 mortes durante um estudo para comprovar a eficácia do kit Covid, que divulgou apenas dois óbitos. Veja a reportagem completa aqui.

A CPI investiga tratamentos feitos sem autorização ou informação a pacientes e mortes suspeitas não informadas aos familiares pela Prevent Senior. Segundo uma denúncia elaborada por médicos e ex-médicos – e reveladas pela Globonews e o g1 em abril – a empresa não só pressionou os profissionais a receitarem medicamentos não indicados para a Covid como também os obrigou a trabalharem infectados.

As denúncias apontaram ainda que a disseminação da cloroquina e outras medicações foi resultado de um acordo entre o governo Bolsonaro e a Prevent. A pesquisa que subnotificou as mortes de pacientes foi enaltecida pelo presidente como exemplo de sucesso no uso da hidroxicloroquina. Saiba mais sobre o caso.

E mais: áudios e planilhas revelam que Prevent Sênior usou remédio para tratamento de câncer a pacientes com Covid-19. Entenda no vídeo abaixo:

MP investiga Prevent Senior por uso de remédio para câncer em pacientes com Covid sem autorização
MP investiga Prevent Senior por uso de remédio para câncer em pacientes com Covid sem autorização

ministro Wagner Rosário, da Controladoria-Geral da União, chamou senadora Simone Tebet de ‘descontrolada’. Gerou tumulto e se torna investigado pela CPI. Ele foi chamado de ‘moleque’ e ‘machista’ por senadores.

Queiroga com Covid

O ministro da Saúde Marcelo Queiroga foi diagnosticado com Covid-19 e permanecerá em quarentena, por 14 dias, em Nova York. Ele acompanhava Bolsonaro na Assembleia Geral da ONU e participou de diversos eventos. Esta é mais uma das controvérsias do Brasil no evento. Ainda ontem, o ministro da Saúde respondeu com um gesto obsceno aos brasileiros que protestavam contra a atuação do governo na pandemia. É o segundo caso de Covid do Brasil na ONU Veja abaixo.

Queiroga responde com gesto obscenos a protestos de brasileiros em NY
Queiroga responde com gesto obscenos a protestos de brasileiros em NY

E no discurso de ontem na abertura da Assembleia Geral da ONU, Bolsonaro defendeu o “tratamento precoce” contra Covid, ou seja, o uso de remédios sem eficácia. O presidente também presidente se posicionou contra o chamado passaporte sanitário para vacinados e afirmou que não há corrupção no governo.

Pandemia

Ainda ontem, o ministro do Supremo Ricardo Lewandowski determinou que cabe aos estados e municípios a decisão sobre vacinar adolescentes sem comorbidades.

Média móvel: após 22 dias seguidos em queda, a média móvel de mortes pela pandemia completou uma semana em estabilidade. A variação foi de +14% em comparação à média de 14 dias atrás. Sete estados apareces com tendência de alta nas mortes: PR, ES, SP, GO, AP, PA e TO.

Juros

O Comitê de Política Monetária (Copom) se reúne e deve elevar a taxa básica de juros, a Selic, pela quinta vez seguida, de 5,25% para 6,25% ao ano — o maior patamar desde julho de 2019, ou seja, em pouco mais de dois anos. Essa é a previsão dos analistas do mercado financeiro, em pesquisa efetuada pelo BC na última semana com mais de cem instituições financeiras. A decisão será anunciada após as 18h.

🎧 O Assunto

Crise da Evergrande e impacto no Brasil. A ameaça de calote da segunda maior incorporadora chinesa, cujo passivo chega a US$ 300 bilhões, levou pânico aos mercados na largada da semana. OUÇA o podcast e entenda.

Aquecimento global

Recordes de temperatura no Brasil, furacão em Nova York, Itália com mais de 48ºC e incêndios na Grécia. 2021 já é um ano marcado por eventos extremos do clima. Podemos dizer que a causa é o aquecimento global? Veja o que os especialistas ouvidos pelo g1 têm a dizer.

Por falar em clima, a primavera começa hojeA primeira semana da estação será marcada por chegada de frente fria no Sul e Sudeste. Para a maior parte do país, a primavera vai trazer temperaturas mais altas e o retorno das chuvas.

💰💰💰

Mega-Sena pode pagar R$ 3 milhões nesta quarta (21). O sorteio ocorre às 20h e, até as 19h, as apostas podem ser feitas pela internet. Saiba como fazer.

Willie Garson

Willie Garson em cena de 'Sex and the city 2' — Foto: DivulgaçãoWillie Garson em cena de ‘Sex and the city 2’ — Foto: Divulgação

O ator Willie Garson, conhecido por sua atuação nas séries “Sex and the city” e “White collar”, morreu aos 57 anos. A informação foi confirmada por um membro da família à revista “Variety”. A causa da morte não foi revelada.

Chip da beleza

Aumento de massa muscular, libido e disposição física. Esses são alguns dos efeitos colaterais que fizeram a fama do ‘chip da beleza’, implantes hormonais utilizados no tratamento de sintomas da menstruação, menopausa, doenças dependentes do estrogênio (hormônio feminino) ou contracepção. Mas a promessa de ‘beleza sem esforço’ é o que atrai pacientes aos consultórios obstétricos, e especialistas ouvidos pelo g1 explicam por que não recomendam o uso do implante para fins estéticos.

Rock in Rio Card

Esgotou em tempo recorde. Os 200 mil ingressos colocados à venda pela organização do Rock in Rio 2022 acabaram em 1h28min. O cartão equivale a um ingresso antecipado para o evento e dá ao comprador a chance de escolher em qual data pretende usá-lo.

O festival está marcado para os dias 2, 3, 4, 8, 9, 10 e 11 de setembro de 2022. Veja quais foram as atrações divulgadas até o momento.

CeeLo Green — Foto: Marcos Serra Lima/G1CeeLo Green — Foto: Marcos Serra Lima/G1

Brasileirão

  • 20h30: São Paulo x América-MG

Você viu?

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 22 DE SETEMBRO DE 2021 POR G1

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 21 DE SETEMBRO DE 2021 POR G1

Por g1

 

Bom dia ☕

O presidente Jair Bolsonaro abre a Assembleia Geral da ONU em Nova York, onde ele vem enfrentando protestos. CPI da Covid pode ouvir outra vez o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. Vem aí mais uns dias de frio. Começam as vendas para o Rock in Rio 2022. INSS: quase 5 milhões têm de fazer prova de vida.

Bolsonaro na ONU

Em seu discurso deste ano, Bolsonaro falará à ONU sobre vacinas e meio ambiente — Foto: MARCOS CORRÊA/PREm seu discurso deste ano, Bolsonaro falará à ONU sobre vacinas e meio ambiente — Foto: MARCOS CORRÊA/PR

Bolsonaro discursa hoje na Assembleia Geral da ONU em Nova York, onde desembarcou no domingo (19), sem comprovar vacinação. Por tradição, o presidente do Brasil será o primeiro a discursar no evento, que este ano discute a resposta dos países à pandemia e a necessidade de preservação do meio ambiente. Saiba o que esperar do discurso de Bolsonaro.

O presidente brasileiro é o único dos líderes do G20 que declarou não ter tomado a vacina. Para driblar a exigência de vacinas em restaurantes de Nova York, Bolsonaro e sua comitiva comeram na rua – e até em um puxadinho improvisado pela churrascaria brasileira Fogo de Chão. Mas o líder não conseguiu se desviar das críticas diretas feitas pelo prefeito de Nova York Bill de Blasio.

“Precisamos enviar uma mensagem a todos os líderes mundiais, principalmente Bolsonaro, do Brasil, que se você pretende vir aqui, você precisa estar vacinado”, afirmou o democrata. “Se você não quer se vacinar, nem precisa vir”.

Ontem, durante o encontro com Boris Johnson, Bolsonaro foi questionado pelo premiê britânico se já tinha se vacinado e respondeu que ‘ainda não’ (veja vídeo abaixo). Johnson, então, indicou a vacina da AstraZeneca.

Boris Johnson elogia vacina contra Covid-19, e Bolsonaro diz que não tomou
Boris Johnson elogia vacina contra Covid-19, e Bolsonaro diz que não tomou

A comitiva de Bolsonaro enfrentou dois protestos ontem: em uma, ele acenou aos manifestantes e em outra o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, fez gesto obsceno.

CPI da pandemia

Raio-X da CPI: as novas linhas de investigação que adiaram a entrega do relatório final
Raio-X da CPI: as novas linhas de investigação que adiaram a entrega do relatório final

CPI deve convocar Marcelo Queiroga pela terceira vez antes da conclusão dos trabalhos. A possibilidade do ministro da Saúde ser chamado para depor mais uma vez ganhou força após a orientação do Ministério de suspender a vacinação em adolescentes sem comorbidades. A convocação foi defendida no encontro virtual do último domingo (19) pelo vice-presidente da comissão, Randolfe Rodrigues, e ganhou apoio dos demais participantes. Veja, no vídeo acima, quais devem ser os próximos passos da comissão.

Hoje deve depor ministro da CGU, Wagner de Campos RosárioEle pode entrar no relatório final da comissão por “prevaricação” diante de supostas irregularidades ocorridas no Ministério da Saúde durante a pandemia.

Para o senador Omar Aziz, Wagner Rosário não tomou providências sobre a atuação do ex-diretor de logística Roberto Dias, exonerado após Luiz Paulo Dominghetti denunciar a cobrança de propina na negociação das vacinas. O ministro negou as acusações.

Caso Prevent Senior

Família de idoso que participou de pesquisa pela Prevent Senior cobra respostas
Família de idoso que participou de pesquisa pela Prevent Senior cobra respostas

O sapateiro Rogério Ventura é um dos nove pacientes que morreram no experimento da Prevent Senior. Segundo documentos obtidos pela GloboNews, a operadora ocultou sete mortes de pacientes durante um estudo para testar a eficácia do kit Covid – dentre elas, a de Rogério, que por ser paciente cardíaco não era indicado ao estudo.

O caso Prevent Senior está sendo investigado por várias autoridades, como Ministério Público Federal, a CPI da Covid e o Conselho Federal de Medicina. Entenda as acusações contra a empresa.

O Assunto

Submarinos para a Austrália e o conflito do futuro. O anúncio de que os Estados Unidos fornecerão submarinos à Austrália, atropelando um acordo de mais de US$ 50 bilhões que a França havia firmado para o mesmo fim, provocou uma crise diplomática entre Washington e Paris. Analisam o tema a jornalista Adriana Moysés, da Rádio França Internacional, e o cientista político Mathias Alencastro. Entenda como o problema pode esvaziar a Otan.

Vai esfriar… ❄💨

Com o inverno no fim, uma frente fria e mar agitado no Sul e no Sudeste marcam a terça-feira pelo país. A estação, caracterizada pelo tempo frio e seco, termina oficialmente na quarta (22), mas a frente fria nas regiões será ocasionada por ciclone extratropical – fenômeno meteorológico de baixa pressão atmosférica que dá origem às frentes frias – que está próximo do continente desde a semana passada. Veja a previsão do tempo.

Rock in Rio 🎸🎸🎼

Começam hoje as vendas para o Rock in Rio 2022. A partir das 19h desta terça (21), o site do evento começa a vender o Rock in Rio Card, um cartão que equivale a um ingresso antecipado e dá ao comprador a chance de escolher em qual data pretende usá-lo.

O festival está marcado para os dias 2, 3, 4, 8, 9, 10 e 11 de setembro de 2022 e já tem a confirmação de artistas como Dua Lipa, Justin Bieber, Demi Lovato, Post Malone e Iron Maiden. Veja a lista das atrações.

Por uma educação antirracista

As irmãs e professoras Carolina e Fernanda Chagas Schneider lançaram uma publicação digital para implementar o ensino da história e cultura afro-brasileira – previsto na Lei nº 10.639 desde 2003. A publicação digital “Escola para Todos: promovendo uma educação antirracista” traz 10 temas para planos de aula que podem ajudar os professores a cumprir com a obrigatoriedade estabelecida em lei, enquanto trabalham questões antirracistas com os alunos.

INSS

Quase 5 milhões têm de fazer prova de vida até 2022. Comprovação para continuar recebendo benefícios voltou a ser obrigatória em junho. Segurado que quiser se antecipar ao calendário pode fazer procedimento antes. Veja como funciona.

Corrida espacial

As empresas de Elon Musk, Jeff Bezos e Richard Branson usaram meios diferentes para levar turistas ao espaço. Você sabe tudo sobre a corrida espacial dos bilionários? Faça o teste e descubra seus conhecimentos sobre cada missão.

Você viu? 👀

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 21 DE SETEMBRO DE 2021 POR G1

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 17 DE SETEMBRO DE 2021 POR G1

 

Bom dia ☕

Um choque: as cobaias humanas de uma empresa de planos de saúde da pandemia. Apolêmica envolvendo a vacinação de adolescentes pelo país. O IOF pode gerar o dinheiro que o governo precisa para custear o Auxílio Brasil. Espaçonave com civis a bordo segue seu voo orbital e histórico. As memórias de um líder indígena. E a ousadia do BDSM (Sabe o que é? O G1 explica) em tempos de quarentena.

Prevent Senior

Prevent Senior teria ocultado mortes em estudo sobre cloroquina, mostra dossiê obtido pela GloboNews
Prevent Senior teria ocultado mortes em estudo sobre cloroquina, mostra dossiê obtido pela GloboNews

O plano de saúde Prevent Senior ocultou mortes de pacientes que participaram de um estudo realizado para testar a eficácia da hidroxicloroquina, associada à azitromicina, para tratar a Covid-19, aponta um dossiê ao qual a GloboNews teve acesso (assista à reportagem no vídeo acima).

Apoiada pelo presidente Jair Bolsonaro, a pesquisa é usada pelos defensores da cloroquina para justificar a prescrição do medicamento, que é ineficaz no combate à doença.

A CPI da Covid recebeu um documento com uma série de denúncias de irregularidades, elaborado por médicos e ex-médicos da Prevent.

A comissão ouviria hoje depoimento do diretor-executivo da Prevent Senior, Pedro Batista Júnior, mas ele não compareceu. O depoimento deve ficar para quarta-feira que vem.

CPI e as cobaias humanas da pandemia: podcast O Assunto analisou o tema. OUÇA abaixo:

Vacinação em adolescentes

Drauzio sobre decisão de Queiroga: 'É assim que você faz as pessoas desacreditarem das vacinas'
Drauzio sobre decisão de Queiroga: ‘É assim que você faz as pessoas desacreditarem das vacinas’

Pelo menos 13 estados mantiveram a vacinação em adolescentes mesmo após o Ministério da Saúde voltar atrás na orientação. Ainda ontem, o médico Drauzio Varella comentou que a medida foi tomada para “esconder erro do governo” sobre a falta de vacinas. Veja como fica a situação pelo país o que dizem estudos e a OMS.

Varella disse, ainda, que é “assim que você faz as pessoas desacreditarem das vacinas”. Assista acima.

A Anvisa manteve a recomendação do uso de vacinas da Pfizer em adolescentes.

Papo de Política

Episódio analisa o modo sobrevivência de Jair Bolsonaro e destrincha o novo Código Eleitoral e os resultados da última pesquisa do Datafolha. OUÇA:

Aumento do IOF

Jair Bolsonaro assinou ontem o decreto para elevar a alíquota do IOF até o fim de 2021. O dinheiro deve ser usado para custear o Auxílio Brasil, proposto pelo governo para substituir o Bolsa Família – e deve gerar arrecadação adicional de R$ 2,1 bilhões para pagar o benefício.

Pelas regras em vigor atualmente, a cobrança máxima do tributo é de 3% ao ano para pessoa jurídica e de 6% para pessoa física. Entre abril e dezembro de 2020 o governo zerou a alíquota do IOF até o fim do ano, motivado pelo impacto da pandemia na economia brasileira. Entenda aqui o que é o imposto e quem paga.

E ainda...A aprovação do governo Bolsonaro atingiu ontem o pior índice do mandato. Segundo pesquisa do Datafolha, 53% consideram o governo ruim ou péssimo. Na última pesquisa, eram 51%.

SpaceX

Voo orbital da SpaceX: domo oferece visão 360° do espaço
Voo orbital da SpaceX: domo oferece visão 360° do espaço

O foguete Falcon 9, da SpaceX, chega hoje ao segundo dia do 1º voo orbital só para tripulantes civis. A missão dará voltas ao redor da Terra por 3 dias, e leva quatro pessoas a bordo. Acompanhe todos os detalhes em tempo real aqui.

E para quem quer ter um gostinho da vida no espaço, a empresa de Elon Musk divulgou imagens do domo de vidro da cápsula usada na missão Inspiration4. Diferente das tradicionais janelinhas das naves, o local oferece aos tripulantes uma visão 360º do espaço. Veja acima.

Memória e luta indígena

Nesta semana, a Justiça condenou União, Funai e Governo de Minas Gerais pelas atrocidades cometidas contra o povo Krenak durante a ditadura militar. Os indígenas foram expulsos de suas terras e obrigados a viver confinados na Fazenda Guarani, que na época funcionou como um campo de concentração. As cicatrizes dos abusos e exílio permanecem até os dias atuais. Em entrevista ao G1, o líder indígena Douglas Krenak relembra que teve o avô torturado e morto e o pai arrastado por cavalo quando criança.

Rotina em aldeia

Artista indígena viraliza nas redes sociais — Foto: Arquivo pessoalArtista indígena viraliza nas redes sociais — Foto: Arquivo pessoal

A jovem indígena Maíra Tatuyo, de 22 anos, viralizou no TikTok ao mostrar a cultura e a rotina diária de sua comunidade, localizada na margem do Rio Negro, em Manaus. Ela já ultrapassou a marca de 6 milhões de seguidores nas redes sociais.

Fies 2021

Termina hoje o prazo para convocação dos candidatos da lista de espera do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para o segundo semestre de 2021. Os inscritos devem acompanhar a convocação pelo site do programa usando seu seu login de inscrição. Se selecionados, os estudantes têm três dias úteis para completar as informações na própria página do financiamento.

Fique atento! Quem perder o prazo para complementação de informações perde automaticamente a chance ao Fies 2021.

Vulcão nas Ilhas Canárias

O alerta amarelo de risco de erupção do vulcão Cumbre Vieja, nas Ilhas Canárias, reacendeu a discussão sobre a possibilidade de formação de tsunamis que poderiam atingir a costa brasileira. Apenas uma erupção explosiva, com desmoronamento de parte do vulcão, poderia ser capaz de afetar o Nordeste brasileiro. Mas nada de pânico: especialistas em geociências e sismologia ouvidos pelo G1 afirmam que a chance do desastre acontecer é remota. Entenda aqui.

BDSM é pop 😈🔥

Da esquerda: Kim Kardashian chega ao Met Gala, Madonna no VMA, Kim Petras no VMA e Evan Mock (de 'Gossip girl') no Met Gala — Foto: Divulgação e ReutersDa esquerda: Kim Kardashian chega ao Met Gala, Madonna no VMA, Kim Petras no VMA e Evan Mock (de ‘Gossip girl’) no Met Gala — Foto: Divulgação e Reuters

Madonna e Kim Kardashian vestiram couro dos pés à cabeça no VMA e no Met Gala, e não estavam deslocadas. A volta dos tapetes vermelhos teve outros visuais inspirados no BDSM – conjunto de práticas sexuais que envolve dominação, submissão e sadomasoquismo. Segundo os estilistas, as referências prometem ficar cada vez mais explícitas e ousadas após os tempos de ‘repressão’ na quarentena.

Você viu?

Fonte: G1

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 17 DE SETEMBRO DE 2021 POR G1

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 16 DE SETEMBRO DE 2021 POR G1

Por G1

 

Bom dia. TSE e o Supremo vão investigar se alguém financiou os atos antidemocráticos de 7 de setembro. A CPI da Covid vai convocar Ana Cristina Siqueira Valle, ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro – hoje irá ouvir diretor de plano de saúde que teria indicado o uso de remédios ineficazes contra o coronavírus. A SpaceX iniciou seu voo orbital com cinco civis. G1 15 anos: voz das mulheres. e como nascem as dancinhas do Tik Tok?

Investigações do 7 de setembro

O TSE e o Supremo vão investigar se alguém financiou os atos antidemocráticos de 7 de setembro. O objetivo é saber se houve pagamento de caminhões e ônibus para transportar manifestantes.

As manifestações foram incluídas no inquérito já aberto no STF que investiga a organização de atos violentos contra instituições da República. Foram alvos desse inquérito, entre outros, o cantor Sérgio Reis e o deputado Otoni de Paula (PSC-RJ).

Ainda ontem, a GloboNews revelou que o corregedor-geral do TSE, o ministro Luís Felipe Salomão, decidiu investigar se houve financiamento dos atos antidemocráticos, e caso tenha havido, quem financiou. Salomão quer saber também se os atos configuraram propaganda eleitoral antecipada.

CPI da Covid

Ana Cristina Siqueira Valle, ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro — Foto: ReproduçãoAna Cristina Siqueira Valle, ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro — Foto: Reprodução

A CPI da Covid aprovou a convocação de Ana Cristina Siqueira Valle, ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro. O requerimento foi aprovado durante o depoimento do lobista Marconny Albernaz de Faria, amigo de Cristina e de Jair Renan Bolsonaro, filho do presidente. A comissão diz ter indícios de que Ana Cristina atuou, a pedido do lobista, para fazer indicações para cargos no governo federal.

A ex-mulher de Bolsonaro é alvo de investigação no caso do esquema de “rachadinha” na Assembleia Legislativa do Rio. A Justiça quebrou os sigilos bancário e fiscal de sete empresas relacionadas a Ana Cristina, além de contas pessoais dela.

Ontem, o empresário Marconny Ribeiro de Faria, apontado como um suposto lobista com atuação no Ministério da Saúde, admitiu ‘negócio’ com advogada do presidente Bolsonaro. Mas ele não deu nome de um senador que ajudaria a ‘destravar’ contrato suspeito.

Números da pandemia

A tendência de queda na média móvel de mortes por Covid no Brasil foi interrompida após 22 dias seguidos e volta a ficar perto de 600. O aumento é considerado reflexo do feriado prolongado no início do mês. Mais de 76,7 milhões de pessoas completaram o esquema vacinal com a segunda dose ou a dose única e estão totalmente imunizadas contra a Covid no Brasil. O número corresponde a 36% da população.

Falando em vacinaçãoo Ministério da Saúde anunciou ontem que vai manter a recomendação de intervalo de 12 semanas para aplicação da segunda dose da AstraZeneca. A previsão era a adoção de 8 semanas. Mais cedo, o ministro Marcelo Queiroga ainda disse que o Brasil tem ‘excesso de vacinas‘, ainda que pelo menos 6 estados tenham relatado a falta de estoque para aplicar a segunda dose da Astrazeneca.

O Assunto analisa hoje o mix de vacinas: por que e como fazer. OUÇA o podcast.

Quarentena eleitoral

Após articulação envolvendo líderes do Centrão e o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), os deputados decidiram reinserir no Código Eleitoral uma quarentena de quatro anos para juízes, membros do Ministério Público, militares e policiais que queiram se candidatar já a partir de 2026. Foram 273 votos a favor e 211 contra. Alguns partidos da oposição, como PT e PCdoB, também orientaram a favor da medida. O governo orientou contra.

Queda de avião

piloto e copiloto mortos no acidente aéreo em Piracicaba (SP) serão velados e enterrados hoje. A aeronave caiu na terça-feira (14) em uma área de mata no bairro Santa Rosa e matou 7 pessoas. Entre as vítimas, está o empresário sócio da Raízen Celso Silveira Mello Filho, de 73 anos, sua mulher e três filhos.

Segundo apuração da EPTV, afiliada da TV Globo, as equipes conseguiram localizar a caixa preta do avião.

Jovem morta em Goiânia

Ariane Bárbara Laureano de Oliveira, de 18 anos, em Goiânia, Goiás — Foto: Arquivo Pessoal/Eliana Laureano

A morte de Ariane Bárbara Laureando de Oliveira, de 18 anos, chocou os moradores de Goiânia. A jovem ficou sete dias desaparecida até ter o corpo encontrado em uma mata de um bairro nobre da capital. Segundo a Polícia Civil, três amigos dela são suspeitos do crime e a motivação seria porque um dos investigados queria saber se era psicopata. Veja o que se sabe sobre o caso.

SpaceX

Foguete da SpaceX, de Elon Musk, decola para 1º voo orbital com civis no espaço
Foguete da SpaceX, de Elon Musk, decola para 1º voo orbital com civis no espaço

SpaceX, do bilionário Elon Musk, iniciou seu voo orbital, com o objetivo de fazer o turismo espacial ultrapassar uma nova fronteira. Vai ser o voo com humanos que chegará mais longe, depois do programa Apollo. Serão 3 dias dando voltas ao redor da Terra, por isso se trata de um voo orbital.

O foguete Falcon, com 4 civis a bordo, decolou por volta das 21h (horário de Brasília) do Kennedy Space Center, em Cabo Canaveral, na Flórida, de onde costumam partir as missões da Nasa.

Decolagem da missão da SpaceX com civis — Foto: Joe Skipper/Reuters

G1 15 anos: voz das mulheres

G1 15 anos: voz das mulheres — Foto: Editoria de Arte / G1

Documentos relatam as angústias e as dores das mulheres do Brasil Colônia, como abuso sexual, violência doméstica, abandono, desigualdade de gênero – heranças vividas até os dias de hoje. Os arquivos, com as histórias de pessoas como Maria, Gertrudes, Felipa, Anna Maria, Francisca, Feliciana e Anna Caetana, formam um catálogo importante para os estudos da micro história do país, aquela não contada pelos vencedores.

531 bolsas de sangue

Essa foi a quantidade usada em um parto para salvar vida de mãe com doença rara no Pará. O total é maior do que a média de transfusões feitas durante o mês inteiro na Santa Casa de Misericórdia do Pará, em Belém. As doações voluntárias foram determinantes para sobrevivência da auxiliar administrativa Thaís Cristina Sousa e seu filho Saulo. O G1 conta essa história de luta e sobrevivência.

Previsão do tempo

Chuvas fortes devem atingir estados do Norte e o RJ nesta quinta (16). A chuva deverá ganhar força no Amazonas, no Acre e em Rondônia. Já no estado do Rio de Janeiro, o tempo amanhece nublado e com risco de chuva moderada a forte, com raios e rajadas de vento inclusive na capital. Veja a previsão do tempo aqui.

Como nascem as dancinhas do Tik Tok?

“Tipo gin”, “Não, não vou”, “Bipolar”, “Não nasceu pra namorar” são algumas das músicas que ganharam dancinhas simples, mas virais no TikTok. As coreografias projetaram seus artistas para o topo das paradas dos serviços de streaming. O G1 mostra o que está por trás dessas criações de sucesso

Você viu?

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 16 DE SETEMBRO DE 2021 POR G1

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 15 DE SETEMBRO DE 2021 POR G1

Por G1

 

Bom dia. ONG dos Direitos Humano diz que Jair Bolsonaro ameaça à democracia e relatório de um grupo de juristas indica que o presidente cometeu crime de responsabilidade durante a pandemia. O suposto lobista Marconny Albernaz de Faria depõe hoje à CPI da Covid. Rio: jogo entre Flamengo e Grêmio, no Maracanã, pela Copa do Brasil, virou evento-teste e o ‘passaporte de vacinação’ entra em vigor. O turismo espacial da SpaceX e sua primeira missão civil no espaço. E 15 filmes em 15 anos do G1.

Ameaça à democracia

Foto de arquivo de 9 de dezembro de 2020 do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em evento no Palácio do Planalto, em Brasília. — Foto: GABRIELA BILó/ESTADÃO CONTEÚDOFoto de arquivo de 9 de dezembro de 2020 do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em evento no Palácio do Planalto, em Brasília. — Foto: GABRIELA BILó/ESTADÃO CONTEÚDO

Documento divulgado pela Human Rights Watch diz que Jair Bolsonaro “está ameaçando os pilares da democracia brasileira”. Segundo a ONG dos Direitos Humanos, o presidente faz isso através de seus ataques ao Supremo Tribunal Federal, de suas constantes ameaças às eleições de 2022 e da violação à liberdade de expressão de seus críticos.

Crime de Responsabilidade

Grupo de juristas coordenado pelo ex-ministro da Justiça, Miguel Reale Júnior, entregou à CPI da Covid um estudo sobre os possíveis crimes cometidos por Jair Bolsonaro durante a pandemia. Parecer indica que o presidente cometeu crime de responsabilidadeTexto deve embasar parecer do relator da comissão no Senado, Renan Calheiros, a ser entregue na próxima semana.

CPI da Covid

CPI pede condução coercitiva de lobista que descumpriu decisão do STF e não foi depor
CPI pede condução coercitiva de lobista que descumpriu decisão do STF e não foi depor

O suposto lobista Marconny Albernaz de Faria depõe hoje à CPI da Covid. Ele é apontado como intermediário da Precisa Medicamentos, empresa que fechou contrato com o Ministério da Saúde de mais de R$ 1 bilhão para venda de vacinas – e que entrou na mira da CPI por suspeitas de irregularidades, resultando na abertura de um inquérito sobre Jair Bolsonaro por suposta prevaricação.

Documentos da CPI também mostram que o filho de Bolsonaro Jair Renan abriu uma empresa de eventos com ajuda de Marconny, com quem trocou pelo menos 100 mensagens. Conversas no celular do lobista foram copiadas a pedido do Ministério Público Federal no Pará e enviadas para a CPI.

depoimento de Marconny estava marcado para 2 de setembro, mas foi adiado após a apresentação de um atestado de 20 dias, que chegou a ser questionado pela CPI. Na ocasião, o senador Omar Aziz chegou a ligar para o diretor do Sírio Libanês para pedir informações.

Desta vez, a Justiça autorizou a condução coercitiva de Marconny caso ele não compareça.

Derrota dupla para Bolsonaro

senado e o Supremo barraram a MP de Bolsonaro que dificultava o combate às fake news. As regras previstas no texto deixaram de valer após Pacheco devolver a medida editada pelo presidente no último dia 6, e Rosa Weber suspender seus efeitos, que limitavam a remoção de conteúdos das redes sociais.

Usinas mais caras

O Brasil registrou em julho recorde na geração de energia por usinas termelétricas e a menor produção de energia por hidrelétricas para o mês desde 2002, mostram dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). A energia gerada em termelétricas é mais cara e provoca aumento no custo da conta de luz.

Bolsa Família: fila e incertezas

Enquanto o governo busca espaço no Orçamento para chegar ao ano da eleição com uma versão turbinada do programa, cerca de 1,2 milhão de famílias aptas a receber o benefício seguem desassistidas. Neste episódio de O Assunto, Renata Lo Prete conversa com a repórter Fernanda Trisotto e a socióloga Marta Arretche, professora titular da USP e pesquisadora do Centro de Estudos da Metrópole. Ela mostra como o Bolsa Família, embora visto como ativo eleitoral pelos políticos, é vulnerável a cortes e roda hoje em patamares muito inferiores aos do passado. Ouça abaixo.

Falando em crise…O preço médio da gasolina subiu pela 6ª semana seguida. Alguns postos tem cobrado até R$ 7,18 pelo combustível. Os valores do litro do diesel e do etanol também aumentaram na semana. Em 2021, o combustível se transformou num dos vilões da inflação, responsável por afetar duramente o orçamento das famílias brasileiras – já prejudicadas pela alta dos alimentos e da energia elétrica.

Evento-teste no Rio

Maracanã — Foto: Marcos de Paula/Prefeitura do RioMaracanã — Foto: Marcos de Paula/Prefeitura do Rio

O jogo desta quarta-feira (15) entre Flamengo e Grêmio no Maracanã, pela Copa do Brasil, é considerado um evento-teste pela Prefeitura do Rio. São esperadas 24 mil pessoas no estádio, que anunciou esquema especial para receber o público, assim como o Metrô. Vacinação e teste negativo para Covid estão entre as obrigatoriedades. Veja o que o torcedor vai precisar para entrar no estádio.

Números da pandemia: a média móvel de mortes por Covid voltou a ficar acima de 500 após seis dias. O número é reflexo do feriado prolongado do início do mês.

Pelé

Ontem o rei do futebol recebeu alta da UTI, após após retirada de tumor no colón direito no dia 4. Ele segue em recuperação em um quarto do Hospital Albert Einstein, na Zona Sul de São Paulo.

SpaceX

Lançamento de um foguete Falcon 9 da SpaceX em 30 de maio de 2020 no Kennedy Space Center — Foto: Divulgação/SpaceXLançamento de um foguete Falcon 9 da SpaceX em 30 de maio de 2020 no Kennedy Space Center — Foto: Divulgação/SpaceX

O turismo espacial irá ultrapassar uma nova fronteira nesta quarta, quando um foguete da SpaceX, empresa do bilionário Elon Musk, levará a primeira tripulação só de civis para um voo orbital. A decolagem está prevista para as 21h, e o G1 vai transmitir aqui. Veja os detalhes.

Queda de avião em SP

Queda de avião em Piracicaba (SP) mata sete pessoas
Queda de avião em Piracicaba (SP) mata sete pessoas

queda de um avião modelo King Air B200 deixou sete mortos em Piracicaba, no interior de São Paulo, na manhã de terça (14). Entre as vítimas, estava o empresário acionista da usina Raízen Cosan, Celso Silveira Mello Filho, a esposa e os três filhos, além do piloto e copiloto da aeronave. O que se sabe e o que falta saber.

Rock in Rio

Dua Lipa canta no Grammy 2021 — Foto: Kevin Winter / The Recording Academy / AFPDua Lipa canta no Grammy 2021 — Foto: Kevin Winter / The Recording Academy / AFP

A organização do Rock In Rio 2022 anunciou ontem a cantora Dua Lipa como atração principal do dia 11 de setembro, último dia do evento e que também contará com Ivete Sangalo. Veja as atrações que foram confirmadas até agora no Rock in Rio.

15 filmes em 15 anos

A história do cinema foi sacudida muitas vezes nos últimos 15 anos. E muitos filmes, de ação, comédia, animação, futurísticos e de todas as partes do mundo, marcaram também o coração dos fãs. O G1 mostra os 15 filmes que representam esse período.

Copa do Brasil

  • 19h30: Atlético-MG x Fluminense
  • 21h30: Flamengo x Grêmio
  • 21h30: Fortaleza x São Paulo

Liga dos Campeões

  • 13:45: Besiktas x Borussia Dortmund e Sheriff x Shakhtar Donetsk
  • 16:00: Manchester City x RB Leipzig; Club Brugge x Paris Saint-Germain; Atlético de Madrid x Porto; Liverpool x Milan; Sporting x Ajax; e Internazionale x Real Madrid

Você viu?

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 15 DE SETEMBRO DE 2021 POR G1

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 14 DE SETEMBRO DE 2021 POR G1

Por G1

 

Bom dia. Comissão retoma depoimentos na CPI da Covid e pode, se precisar, chamar a PF para buscar depoente. O Pantanal queimou – sem controle – no ano passado. A exposição Amazônia, de Sebastião Salgado, chega em live. O Assunto analisa se a fase “moderada” de Bolsonaro vai durar. O G1 vai completar 15 anos e traz o especial 15 hits em 15 anos. E tire dúvidas sobre Open Banking.

CPI da Covid

Por decisão da Justiça Federal, dois suspeitos de irregularidades na negociação da vacina Covaxin vão ter que comparecer à CPI da Covid para prestar depoimento nesta semana. O advogado Marcos Tolentino deve depor nesta terça (14).

Amigo pessoal do líder do governo na Câmara, Ricardo Barros, Tolentino é suspeito de ser o verdadeiro dono do Fib Bank. A empresa emitiu uma carta-fiança de R$ 80,7 milhões como garantia para compra da Covaxin, negócio cancelado por causa de denúncias de irregularidades. Senadores encontraram indícios de que a garantia oferecida pelo Fib Bank pode ter sido uma fraude.

O pedido para não ser obrigado a comparecer à comissão foi negado pela ministra Carmen Lúcia. Agora, se Tolentino não comparecer, a Polícia Federal pode ser acionada.

E na quarta (15) a comissão deve receber Marcony Faria, apontado como lobista da Precisa Medicamentos. Ele teria, inclusive, atuado para fraudar licitações no Ministério da Saúde.

Queimadas no Pantanal

Extermínio no Pantanal: 17 milhões de animais morreram nas queimadas em 2020, diz estudo

Extermínio no Pantanal: 17 milhões de animais morreram nas queimadas em 2020, diz estudo

Pelo menos 17 milhões de animais vertebrados morreram em consequência direta das queimadas no Pantanal no ano passado. É o que mostra um estudo realizado por 30 pesquisadores de órgãos públicos, de universidades e de organizações não-governamentais.

Relembrando: no ano passado, o Pantanal foi consumido pela maior tragédia de sua história, com a destruição de cerca de 4 milhões de hectares, o que representou 26% da área de todo o bioma. Cerca de 4,6 bilhões de animais foram afetados e ao menos 10 milhões morreram.

Sebastião Salgado e a Amazônia

Exposição Amazônia apresenta fotos poucas conhecidas de Sebastião Salgado. — Foto: DivulgaçãoExposição Amazônia apresenta fotos poucas conhecidas de Sebastião Salgado. — Foto: Divulgação

Fotos de matas, rios e montanhas da região amazônica, como o Monte Roraima, poderão ser vistas nesta terça-feira na exposição Amazônia, do fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado. Mostra será transmitida ao público brasileiro pela primeira vez através do Youtube, às 14h. Serão 200 grandes painéis.

Números da pandemia

Com quase 35% dos brasileiros com a vacinação completa, média móvel de casos de Covid no país é a menor desde maio de 2020. Enquanto isso, a média móvel de mortes completou três semanas em queda. Veja a situação dos estados.

Passaporte de vacinação: o Rio começa a exigir nesta quarta-feira que cariocas e turistas apresentem o comprovante de vacinação contra a Covid para entrar em locais de uso coletivo. Segundo o prefeito Eduardo Paes (PSD), o “passaporte de vacinação” é uma “preparação para a abertura” do município. Entenda como a medida deve funcionar

Enem

Começa hoje o prazo de inscrição no Enem 2021 para quem teve isenção no exame em 2020, mas não compareceu nos dias das provas. Os inscritos realizarão o exame em 9 e 16 de janeiro de 2022, juntamente com a edição do Enem para adultos privados de liberdade e jovens sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade (Enem PPL).

Para os demais participantes do exame que já tiveram a inscrição confirmada, a aplicação das provas será mantida nos dias 21 e 28 de novembro de 2021.

A reabertura foi determinada pelo Supremo e pode garantir inscrição com isenção de taxa para quase 3 milhões de estudantes que ficaram isentos no ano passado, mas não compareceram às provas por medo da Covid-19.

O Assunto

O golpismo escancarado do presidente da República no 7 de Setembro provocou palavras duras de autoridades importantes, mas, apenas dois dias depois, a temperatura baixou. Mas o “Jair Bolsonaro moderado” vai durar? Ouça a análise.

MET Gala

Anitta e o designer Alexandre Birman chegam ao Met Gala 2021 — Foto: Theo Wargo/Getty Images North America/Getty Images via AFPAnitta e o designer Alexandre Birman chegam ao Met Gala 2021 — Foto: Theo Wargo/Getty Images North America/Getty Images via AFP

O baile de gala anual do Metropolitan Museum of Art (Met), em Nova York, reuniu ontem diversos artistas após os EUA vacinarem a maior parte de sua população. O tema deste ano é: Na América, um léxico na moda.

A cantora Anitta compareceu ao evento pela primeira vez, e os destaques nos looks ficaram por conta de Billie Ellish, o rapper Lil Nas X, a atriz Anya Taylor Joy e a deputada Alexandra Ocasio-Cortez. Veja as fotos aqui.

15 hits em 15 anos

Veja 15 hits que marcaram os 15 anos do G1Veja 15 hits que marcaram os 15 anos do G1

O G1, portal de notícias da Globo, completa 15 anos no ar neste sábado (18). Para celebrar o aniversário, a editoria de Pop & Arte publica nesta semana vídeos e listas com as séries, músicas, filmes e novelas mais importantes desde 2006.

Nesse baile de 15 anos, é impossível o DJ se apegar a só um tipo de som. No vídeo acima, veja os hits que mais marcaram cada ano desde 2006, de soul sofredor a sertanejo festivo.

Open Banking

 

Sistema integrado de compartilhamento de dados financeiros promete tornar produtos e serviços bancários mais competitivos. O G1 preparou um apanhado de respostas para as principais dúvidas sobre o tema. Mande sua pergunta.

Copa do Brasil

 

Santos recebe o Athletic-PR a partir das 21h30. No jogo de ida, o time paranaense venceu por por 1 a 0. A equipe que se classificar vai pegar Flamengo ou Grêmio na semifinal.

  • 13h45: Young Boys x Manchester United
  • 16 horas: Barcelona x Bayern de Munique
  • 16 horas: Dínamo de Kiev x Benfica
  • 16 horas: Chelsea x Zenit
  • 16 horas: Malmö x Juventus

Você viu?

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 14 DE SETEMBRO DE 2021 POR G1

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 13 DE SETEMBRO DE 2021 POR G1

Por G1

 

Bom dia! Agente da Anvisa que invadiu campo durante Brasil x Argentina, em São Paulo, fala sobre pressão e missão. Atenção para o golpe da maquininha! As manifestações contra o governo de Jair Bolsonaro. O crime da viúva em Cuiabá. Estagflação: perigo real e imediato. Jornalista brasileira em Cabul conta sobre o dia a dia do novo governo Talibã. Apple: o que vem por aí. ‘Vereda Tropical’ no Globoplay. E os concursos em andamento.

Pressão no campo

Em meio aos craques das de Brasil e Argentina, as câmeras que televisionavam a partida das Eliminatórias sul-americanas da Copa do Mundo de 2022 focaram em outra pessoa: o agente da Anvisa Yunes Baptista. Em entrevista ao Fantástico, ele fala sobre a pressão que sofreu e sua missãoASSISTA no vídeo abaixo.

'Estava cumprindo uma missão', diz agente da Anvisa que paralisou Brasil x Argentina
Estava cumprindo uma missão’, diz agente da Anvisa que paralisou Brasil x Argentina

Fique alerta!

golpe da maquininha explode na pandemia: Procon diz que casos aumentaram 160% neste ano e que prejuízos somam quase R$ 700 mil. Saiba como evitar e fique alerta.

Fantástico mostra como se proteger de golpe que explodiu com a pandemia
Fantástico mostra como se proteger de golpe que explodiu com a pandemia

Manifestações pelo país

Manifestação contra Bolsonaro em SP lembra atuação do governo na pandemia
Manifestação contra Bolsonaro em SP lembra atuação do governo na pandemia

14 capitais e o DF registraram manifestações contra o presidente Jair Bolsonaro. Manifestantes pediam impeachment e protestavam contra alta dos preços de alimentos, energia e gás, além de criticarem o combate à pandemia de Covid-19.

Crime em Cuiabá

Viúva que mobilizou cidade por justiça mandou matar marido, diz polícia. Ana Cláudia organizou passeatas, foi à televisão e consolou parentes. Agora, deve ir a júri. Entenda no vídeo abaixo.

Viúva que mobilizou cidade pedindo por justiça mandou matar o marido, diz polícia

Viúva que mobilizou cidade pedindo por justiça mandou matar o marido, diz polícia

O Assunto

Estagflação: perigo real e imediato. A escalada dos preços foi sentida primeiro e não parou mais. A taxa acumulada em 12 meses vai se aproximando dos dois dígitos. Recentemente, somaram-se a isso sinais de que a retomada da atividade patina: o PIB ficou negativo no segundo trimestre. Enquanto isso, o governo “joga gasolina” na inflação. OUÇA e entenda o tema.

Pandemia

O Brasil chegou neste domingo ao quinto com média móvel de mortes abaixo de 500Cinco estados não registraram mortes. País contabiliza 586.882 óbitos e 20.996.784 casos de coronavírus. 34,31% da população está com vacinação completa e primeira dose foi aplicada em 138 milhões.

Coragem no Afeganistão

Jornalista brasileira em Cabul conta sobre o dia a dia do novo governo Talibã no Afeganistão. Anelise Borges acompanha desde o início do mês a tomada do poder pelos extremistas. Assista à entrevista completa no vídeo abaixo.

Jornalista brasileira em Cabul conta sobre dia a dia do novo governo Talibã no Afeganistão

Jornalista brasileira em Cabul conta sobre dia a dia do novo governo Talibã no Afeganistão

Apple: o que vem por aí

A Apple marcou para terça-feira (14) um evento de lançamento de produtos. A maior expectativa é por novos iPhones, mas a empresa deve mostrar outras novidades, como uma nova geração do seu relógio inteligente e de seus fones de ouvido sem fio.

‘Vereda Tropical’ no Globoplay

Lucélia Santos em 'Vereda Tropical' — Foto: Acervo GloboLucélia Santos em ‘Vereda Tropical’ — Foto: Acervo Globo

‘Vereda Tropical’ estreia no Globoplay. Relembre a 1ª novela de Carlos Lombardi na TV Globo, exibida em 1984, com Lucélia Santos, Walmor Chagas, Mario Gomes e Marieta Severo em trama cômica sobre família.

Concursos

140 concursos públicos reúnem 16,3 mil vagas e estão abertos no país. Cargos são em todos os níveis de escolaridade. Veja a lista.

Brasileirão

O Flamengo bateu o Palmeiras, o Fluminense venceu o São Paulo, o Corinthians empatou, o Atlético-MG venceu mais uma. Clique aqui para ver a classificação e os próximos jogos, e veja abaixo os gols da rodada.

Gols do Fantástico: Atlético-MG vence Fortaleza e abre vantagem na liderança do Brasileirão
Gols do Fantástico: Atlético-MG vence Fortaleza e abre vantagem na liderança do Brasileirão

Você viu?

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 13 DE SETEMBRO DE 2021 POR G1

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 10 DE SETEMBRO DE 2021 POR G1

Por G1

 

Bom dia. O recuo de Jair Bolsonaro após os discursos antidemocráticos de 7 de setembro. Caminhoneiro foragido, Zé Trovão está no México. Tiago Leifert vai deixar a TV Globo. Uma troca de noivos na última hora. Entenda como uma tartaruga pode ser considerada invasora. E o Brasil segue 100% nas Eliminatórias da Copa do Mundo.

O recuo de Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro em imagem de 2 de setembro de 2021 — Foto: Adriano Machado/ReutersO presidente Jair Bolsonaro em imagem de 2 de setembro de 2021 — Foto: Adriano Machado/Reuters

Dois dias após os discursos antidemocráticos de 7 de setembro, Jair Bolsonaro voltou atrás e disse que “agiu no calor do momento” . O presidente foi aconselhado pelo antecessor Michel Temer a divulgar um ‘manifesto de pacificação’ intitulado ‘Declaração à Nação”. Veja a íntegra aqui.

A divulgação do documento repercutiu entre parlamentares e autoridades: “O leão virou um rato“, declarou o governador João Doria.

E durante o encontro com Bolsonaro, Michel Temer sugeriu uma ligação para Alexandre de Moraes, que foi alvo dos ataques do presidente. Bolsonaro topou a ligação no ato.

Caminhoneiro foragido

Caminhoneiro Marcos Antônio Pereira Gomes, o Zé Trovão — Foto: Reprodução/Redes sociaisCaminhoneiro Marcos Antônio Pereira Gomes, o Zé Trovão — Foto: Reprodução/Redes sociais

A Polícia Federal monitora o caminhoneiro foragido após ter sido alvo de um mandado de prisão em 20 de agosto expedido pelo Supremo. A PF identificou que ele está em um hotel no México. Nas redes sociais, ele divulgou vídeo no qual relata que representantes da embaixada brasileira procuraram o hotel em que ele estava.

O Assunto analisa, com o comentarista da GloboNews Valdo Cruz e o economista Claudio Frischtak, a ameaça do bolsonarismo de caminhão. OUÇA o podcast.

A despedida de Leifert

Tiago Leifert se despede da Globo no ‘The Voice Brasil’
Tiago Leifert se despede da Globo no ‘The Voice Brasil

Tiago Leifert deixará a TV Globo após 15 anos. O apresentador ficará no comando do “The Voice Brasil” até 23 de dezembro, e depois deixa a emissora. Os novos apresentadores das próximas edições do “BBB” e do “‘Voice” ainda serão definidos.

Números da pandemia

A média móvel de mortes por Covid se mantém em queda e é de 457 por dia – a mais baixa desde 13 de novembro. Em seu pior momento, a curva da média móvel chegou à marca de 77.295 novos casos diários, no dia 23 de junho deste ano. Mais de 70 milhões estão com a vacinação completa.

11 de Setembro

Sobrevivente do 11 de Setembro relembra atentados nos EUA

Sobrevivente do 11 de Setembro relembra atentados nos EUA

Na manhã de 11 de setembro de 2001, o brasileiro Larry Pinto de Faria Jr., na época com 43 anos, atendia a um cliente por telefone quando, às 8h46, ouviu um estrondo, sentiu sua mesa tremer e viu, pela janela ao lado, destroços caindo do céu: estava na torre norte do World Trade Center, em Nova Iork, a primeira atingida por um avião nos ataques que mataram 2.996 pessoas. Aos 63 anos e morando em São Paulo, o economista contou ao G1 suas memórias daquele dia, há 20 anos. Veja vídeo acima.

Marco temporal

O Supremo suspendeu ontem o julgamento sobre a demarcação de terras indígenas. O tema voltará a ser discutido na semana que vem com o voto do ministro Nunes Marques. O relator Edson Fachin se posicionou contra a aplicação da tese.

Para entender: o STF julga, desde o dia 26 de agosto, se a demarcação de terras indígenas deve seguir o critério que define que índios só podem reivindicar territórios que já eram ocupados por eles antes da data de promulgação da Constituição de 1988.

Desde 24 de agosto, milhares de indígenas, de 172 etnias diferentes, acompanham o julgamento acampados em Brasília e são contra o reconhecimento do marco temporal. Entenda o motivo aqui.

Clima

sexta-feira deve ser chuvosa em São Paulo e Rio. Isso porque a formação de um ciclone extratropical sobre o Sul vem impactando o clima pelo país. De acordo com um especialista ouvido G1, o fenômeno não é novidade e não oferece risco à população.

Troca de noivo

Arquiteto do Rio troca de noivo na véspera do casamento e surpreende os convidados
Arquiteto do Rio troca de noivo na véspera do casamento e surpreende os convidados

Imagine organizar um casamento de mais de R$ 250 mil e, de última hora, trocar de noivoFoi o que fez o arquiteto Eder Meneghine, que se desentendeu com o ex-parceiro faltando menos de 24 horas para a cerimônia. Mesmo surpreendidos, os convidados apoiaram a troca, e disseram que a festa ‘foi 10 vezes melhor’. O vídeo acima mostra o momento em que o noivo anuncia a troca de noivo no altar.

Tartarugas invasoras

As tartarugas invasoras que se tornam canibais
As tartarugas invasoras que se tornam canibais

Tartarugas invasoras viram canibais, expulsam animais nativos e são proibidas na Europa e na Austrália. Animal é nativo da América do Norte. Exemplares podem medir até 30 centímetros de comprimento, chegando a viver 30 anos e custam 5 dólares na Índia. Veja mais no vídeo acima.

Futebol

Brasil venceu o Peru, segue 100% e lidera as Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022, no Catar. Messi fez 3 gols, superou Pelé e garantiu vitória da Argentina sobre a Bolívia. Veja os resultados, a classificação e os próximo jogosVídeo abaixo mostra os gols da rodada.

Seleção vence o Peru e segue 100% nas Eliminatórias para a Copa
Seleção vence o Peru e segue 100% nas Eliminatórias para a Copa

Você viu?

Fonte: G1

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 10 DE SETEMBRO DE 2021 POR G1

TECNOLOGIA: A ACATE FEZ MAPEAMENTO DE PROFISSIONAIS DE TI E COMPETÊNCIAS MAIS DEMANDADAS PELO MERCADO DE TRABALHO

A nossa coluna TECNOLOGIA desta quinta-feira trás informações importantíssimas para quem trabalha na área de TI, já que é a área que mais cresce e se desenvolve no mundo e daqui por diante comandará todo tipo de atividade. O artigo a seguir esclarece, mostra e mapeia todas as áreas de TI que você pode se desenvolver e crescer como profissional. Por isso convido você a ler e ficar atualizado(a)!

Veja quais são as áreas de TI que têm mais chances de emprego

1 min de leitura
Imagem de: Veja quais são as áreas de TI que têm mais chances de emprego Imagem: Reprodução/Tim Gouw, Pexels

A Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE) revelou um estudo que mapeou os profissionais de TI e as competências mais demandados pelo mercado de trabalho. De acordo com o projeto, só no estado de Santa Catarina, as companhias da base tecnológica abrirão 16,6 mil vagas até 2023, e mais da metade são para desenvolvedores de software, os também conhecidos como DEVs.

As funções mais procuradas são: desenvolvedores Full Stack (22,63%), Back-end (18,43%) e Front-end (12,48%); analista de serviço e suporte de TI acabou aparecendo em 4° lugar (7,42%). Confira a classificação completa no gráfico abaixo.

O estudo foi feito com 228 empreendedores do setor, em parceria com professores da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).O estudo foi feito com 228 empreendedores do setor, em parceria com professores da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).Fonte:  Reprodução/ACATE 

Na parte financeira, a instituição aponta que os salários ficam acima dos R$ 3 mil, sendo até 3 vezes maiores do que a média da indústria. “São postos que podem representar um ganho significativo para as famílias e auxiliar na retomada econômica no período pós-pandemia”, adicionou o presidente da ACATE, Iomani Engelmann.

Competências exigidas

A pesquisa também revelou as competências mais exigidas e diferenciadas que chamam a atenção na hora da seleção. Destacam-se os candidatos com conhecimentos em metodologias ágeis (27,84%), experiência profissional na área (25,28%), habilidade em execução de projetos (24,04%) e domínio de linguagens de programação (21,60%).

A pesquisa também identificou habilidades interpessoais valorizadas, conhecidas como soft skills. Resolver problemas (90,8%), trabalho em equipe (78%) e proatividade (68%) são alguns dos pontos que podem se tornar diferenciais na contratação.

Fonte:  Reprodução/ACATE 

E o inglês?

Cerca de 20% das empresas procuram o domínio de inglês, e companhias podem perder profissionais por conta dessa exigência. Silvia Petreca, recrutadora da startup LogComex, informa que é necessário estar atento à necessidade real da habilidade no cargo, pois as linguagens de programação são dominadas pelo idioma.

“Pedimos que o candidato entenda inglês no nível técnico, que é a capacidade de compreender as demandas e reportar para seu superior”, explicou a recrutadora. “Ter profissionais que falam inglês é do nosso interesse, então queremos prepará-los para continuar conosco nessa jornada”, ela explicou.

A profissional também ressalta que diversas empresas exigem o idioma, mas nem sempre estão dispostas a oferecer meios para o funcionário melhorar o domínio da língua estrangeira. A LogComex, por outro lado, oferece aulas opcionais aos funcionários em parceria com escolas de idiomas, sendo que o aluno precisa apenas comprar o material didático.

Fonte: Tecmundo

Continuar lendo TECNOLOGIA: A ACATE FEZ MAPEAMENTO DE PROFISSIONAIS DE TI E COMPETÊNCIAS MAIS DEMANDADAS PELO MERCADO DE TRABALHO

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 09 DE SETEMBRO DE 2021 POR G1

Por G1

 

Bom dia. As reações após as falas antidemocráticas de Jair Bolsonaro durante as manifestações em 7 de setembro. Caminhoneiros bolsonaristas seguem protestando e bloqueiam estradas pelo país, levando o presidente a pedir trégua à categoria. Entenda a escassez de contêineres que afeta produtores do mundo todo e como nossos reservatórios estão no limite. O adeus a Dudu Braga, filho do Rei Roberto Carlos. Hoje tem “G1 Enem” no Youtube: veja como participar.

Reações à crise política

As falas antidemocráticas de Jair Bolsonaro custaram R$ 195,3 bilhões em valor de mercado às empresas nesta quarta (8). A escalada na crise política gerou prejuízos na economia, o que pode acentuar a incerteza econômica.

Os efeitos das manifestações de 7 de setembro têm se desdobrado entre os poderes. No Supremo, o ministro Luiz Fux, disse que o desprezo a decisões judiciais por parte de chefe de qualquer poder configura crime de responsabilidade. Ontem, o STF ainda marcou para o próximo dia 17 a retomada do julgamento de ações que questionam a política armamentista do governo.

No Senado, Rodrigo Pacheco disse que a solução para a “crise real” não está no autoritarismo. Ele deve devolver MP para alterar o texto-base do Marco Civil da Internet e restringir a possibilidade de retirada de conteúdo relacionado à informações falsas. A medida foi assinada pelo presidente às vésperas das manifestações de 7 de setembro. Já o presidente da Câmara Arthur Lira condenou o radicalismo, pregou a pacificação entre poderes e o fim de “bravatas”. Enquanto isso, o PSDB anunciou oposição formal ao governo Bolsonaro.

Caminhoneiros bloqueiam estradas

Caminhoneiros apoiadores do presidente Jair Bolsonaro fazem paralisação em estradas que dão acesso ao estado do Mato Grosso nesta quarta-feira (08). — Foto: CHICO FERREIRA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOCaminhoneiros apoiadores do presidente Jair Bolsonaro fazem paralisação em estradas que dão acesso ao estado do Mato Grosso nesta quarta-feira (08). — Foto: CHICO FERREIRA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Após atos de 7 de Setembro, caminhoneiros bolsonaristas bloquearam estradas em vários estados. Na maioria dos locais, apenas carros pequenos, veículos de emergência e cargas de alimentos perecíveis estão tendo o trânsito liberado pelos manifestantes. Segundo Ministério da Infraestrutura, atos de caminhoneiros ocorrem em rodovias de 15 estados.

O presidente Jair Bolsonaro gravou um áudio pedindo aos caminhoneiros que liberem as estradas do país. Na gravação, Bolsonaro diz que a ação “atrapalha a economia” e “prejudica todo mundo, em especial, os mais pobres”. Ouça abaixo:

Em áudio, Bolsonaro pede que caminhoneiros liberem estradas
Em áudio, Bolsonaro pede que caminhoneiros liberem estradas

Crise no mar

Entenda a escassez de contêineres que afeta produtores do mundo todo. Trabalhadores rurais dos setores de algodão e carne reclamam de frete caro e perda de oportunidades devido à demora dos envios, motivada pela demanda crescente de grandes exportadores, como Ásia, EUA e Europa.

Veja o tempo de espera nos portos mais movimentados do mundo — Foto: Kayan Albertin / G1 Arte

Veja o tempo de espera nos portos mais movimentados do mundo — Foto: Kayan Albertin / G1 Arte

Crise hídrica

Os reservatórios do país estão se aproximando do nível mínimo necessário para geração de energia elétrica. De acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico, o nível médio de água nos principais reservatórios está hoje abaixo de 20%. Por medida de segurança, recomenda-se o desligamento das usinas quando a concentração de água chegar a 10%.

O adeus a Dudu Braga

Morreu ontem, aos 52 anos, o produtor musical Dudu Braga, filho do cantor Roberto Carlos. Ele estava em tratamento contra um câncer no peritônio. Além de Dudu, Roberto Carlos tem mais três filhos. A mais velha, Ana Paula Rossi Braga, teve uma morte súbita aos 47 anos, em 2011.

Relembre momento de Roberto Carlos com o filho Dudu Braga

Relembre momento de Roberto Carlos com o filho Dudu Braga

O Assunto

Um repórter pelo mundo pós-11 de Setembro. Os atentados do século 21 produziram efeitos duradouros bem longe dos Estados Unidos. Para discuti-los, Renata Lo Prete recebe neste episódio o jornalista da TV Globo Marcos Uchôa, que ao longo dessas duas décadas visitou 22 países do mundo islâmico. Ele conta que nunca, em sua trajetória profissional, sentiu tanto medo quanto no Afeganistão. Prestes a lançar uma série no GloboPlay com esse material, ele conclui que, duas décadas depois, a questão do terrorismo está longe de ser resolvida. Ouça o podcast.

Números da pandemia

Pela primeira vez desde novembro, a média diária de mortes por Covid ficou abaixo de 500. Mas o feriado prolongado da Independência certamente influenciou para baixo os dados divulgados nos últimos dias, como visto em situações similares desde o início da pandemia. O Brasil registrou, nas últimas 24 horas, 250 mortes por Covid-19.

G1 Enem

No Enem 2020, dos mais de 2,7 milhões de candidatos que fizeram a prova, apenas 28 alcançaram a nota máxima na redação. Se você quiser entrar nesse seleto grupo na próxima edição, acompanhe a live “G1 Enem” no Youtube, nesta quinta (9), às 14 horas. Dica: já acesse agora a página e se inscreva – assim, você receberá um lembrete no celular quando começar a live: https://www.youtube.com/c/g1.

Apresentada por Luiza Tenente, a transmissão ao vivo trará dicas de como produzir um texto que seja bem avaliado pela banca de corretores.

Conhecendo as sucuris

Você sabia que três das quatro espécies de sucuris existentes em todo o mundo podem ser encontradas no Brasil? Segundo especialistas, a sucuri de bene é a única que até hoje não teve registros em biomas brasileiros, porém, pode ser vista somente na Bolívia.

Conheça as 4 espécies de sucuris existentes no mundo sendo 3 encontradas no Brasil
Conheça as 4 espécies de sucuris existentes no mundo sendo 3 encontradas no Brasil

Do gospel ao pop

Se você não tinha ouvido falar em Priscilla Alcantara, é melhor ir se acostumando. Após 12 anos e cinco álbuns dedicados ao gospel, a ex-estrelinha mirim é, definitivamente, uma cantora pop. Em entrevista ao G1, Priscilla esmiuçou os novos passos da carreira, comentou a parceria com o produtor Lucas “Fresno” Silveira e riu dos rumores de que é a Unicórnio do programa “The Masked Singer”.

Priscilla Alcântara fala sobre sua 'transição' da música gospel para o pop
Priscilla Alcântara fala sobre sua ‘transição’ da música gospel para o pop

Previsão do tempo

A chegada de uma frente fria e de um ciclone extratropical em meio ao ar abafado criam instabilidade e devem deixar a quinta chuvosa, com possibilidade de raios e de vento forte, em parte de São Paulo, Paraná e Mato Grosso do Sul. Veja previsão para as capitais.

Veja os destaques da previsão do tempoVeja os destaques da previsão do tempo

Futebol

O Brasil recebe o Peru em Pernambuco a partir das 21h30, em jogo das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. Também jogam hoje: Uruguai x Equador, Paraguai x Venezuela, Colômbia x Chile e Argentina x Bolívia

Você viu?

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 09 DE SETEMBRO DE 2021 POR G1

BOLSOSNARO GRAVA ÁUDIO PEDINDO AOS CAMINHONEIROS MANIFESTANTES QUE LIBEREM AS RODOVIAS PARA NÃO ATRAPALHAR A ECONOMIA DO PAÍS

Bolsonaro diz que bloqueios atrapalham economia e pede que caminhoneiros liberem rodovias

Presidente gravou um áudio para ser enviado aos caminhoneiros manifestantes

Renata Agostinida CNNAna Carolina Nunes

do CNN Brasil Business

em Brasília e em São Paulo

Bolsonaro diz que bloqueios atrapalham economia e pede que caminhoneiros liberem rodovias | CNN BrasilBolsonaro diz que bloqueios atrapalham economia e pede que caminhoneiros liberem vias | AGORA CNN

Diante da escala dos bloqueios feitos por caminhoneiros em rodovias pelo país – até o momento, em 16 estados – o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) gravou um áudio direcionado aos manifestantes afirmando que os bloqueios atrapalham a economia, pois provocam desabastecimentos, inflação e prejudicam a todos, “em especial os mais pobres.”

O presidente afirma que os caminhoneiros são aliados, e pede, então, para que liberem as estradas e deixem “seguir com a normalidade”. “A gente em Brasília aqui agora, não é fácil negociar e conversar com outras autoridades, mas a gente vai fazer a nossa parte e vamos buscar uma solução para isso, tá ok?”, diz Bolsonaro no áudio.

O presidente finaliza a mensagem enviando um abraço para todos os caminhoneiros.

A autenticidade da mensagem foi confirmada por duas fontes do governo à CNN e pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, que gravou um vídeo diante da repercussão do áudio.

Segundo o ministro, o áudio “mostra a preocupação do presidente com a paralisação”. “Essa paralisação ia agravar efeitos da economia, inflação, impactar os mais pobres e mais vulneráveis. Nós já temos hoje um efeito nos preços dos produtos em função da pandemia”, reforçando a mensagem de Bolsonaro.

Tarcísio de Freitas segue dizendo que é uma preocupação de todos a melhoria da situação do país e com a resolução de problemas graves. “Mas a gente não pode tentar resolver um problema criando outro, principalmente os mais vulneráveis. Daí a preocupação do presidente da república.”

Na noite desta quarta-feira, a Polícia Rodoviária Federal contabilizava bloqueios parciais de estradas em 16 estados.

Mais cedo, ao falar com apoiadores, o presidente já havia feito um “apelo” aos caminheiros, pedindo que não houvesse paralisação nas rodovias do país.

“Não parem, caminhoneiros. Se tiver uma paralisação no Brasil, todos vão sofrer. Desde o abastecimento, inflação, vai ter problemas sociais graves. Se eu puder apelar aos caminhoneiros aqui é que não parem o Brasil. Eu sei do poder que eles têm e reconheço o trabalho que eles fazem, mas acredito que a paralisação não interessa para nenhum de nós”, disse Bolsonaro.

O presidente agradeceu ainda aos caminheiros e disse saber o que eles têm suportado diante do preço do combustível e dos pedágios, mas pediu “moderação”.

“Não é a gente matando a vaca que vai liberar o carrapato, então moderação para todo mundo. Sabemos onde está o erro. O outro lado também sabe onde está o erro, mas não quer dar o braço a torcer. Eu não tenho os poderes que vocês pensam que eu tenho”, disse Bolsonaro.

Os bloqueios nas estradas chegaram a ser discutidos por Bolsonaro durante a reunião ministerial na manhã desta quarta-feira. A avaliação no Palácio do Planalto é que o fato de não haver uma pauta setorial e se tratar de um movimento ser descentralizado dificulta a atuação do governo. Por isso, os recados enviados pelo presidente para tentar desarticular a ação dos caminhoneiros.

Continuar lendo BOLSOSNARO GRAVA ÁUDIO PEDINDO AOS CAMINHONEIROS MANIFESTANTES QUE LIBEREM AS RODOVIAS PARA NÃO ATRAPALHAR A ECONOMIA DO PAÍS

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 08 DE SETEMBRO DE 2021 POR G1

Por G1

 

Um 7 de setembro tenso, com ruas pelo país divididas por atos antidemocráticos de bolsonaristas e manifestações oposicionistas ao governo. Pelo visto, Jair Bolsonaro exagerou na dose e vem sendo bombardeado com fortes críticas que podem crescer nesta quarta-feira. Até Queiroz apareceu! O Assunto analisa o golpismo permanente do presidente. O novo Código Eleitoral na Câmara e no STF. O marco temporal das demarcações de terra indígenas. E a Mega-Sena de R$ 40 milhões.

Bolsonaro volta a atacar o STF e o sistema eleitoral em atos com pautas antidemocráticas

Bolsonaro volta a atacar o STF e o sistema eleitoral em atos com pautas antidemocráticas

O Brasil viveu um 7 de setembro tenso, mas sem confrontos. De um lado, bolsonaristas inflamados e convocados pelo presidente para irem às ruas com uma pauta antidemocrática; de outro, mas distantes, oposicionistas em protestos conta o governo. Veja o resumo do dia no vídeo acima.

Jair Bolsonaro (sem partido) manteve o tom golpista em discurso na Avenida Paulista. Antes, pela manhã, já havia sido ofensivo em Brasília. Ele atacou o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), o sistema eleitoral brasileiro, outros integrantes do STF, governadores e prefeitos que tomaram medidas de combate ao coronavírus.

“Qualquer decisão do senhor Alexandre de Moraes, esse presidente não mais cumprirá. A paciência do nosso povo já se esgotou, ele tem tempo ainda de pedir o seu boné e ir cuidar da sua vida. Sai, Alexandre de Moraes. Deixa de ser canalha”, disse o presidente.

Pela Constituição brasileira, porém, ninguém pode descumprir decisão judicial.

O tom agressivo de Bolsonaro nas manifestações levou governadores e parlamentares a repudiarem os ataques e juristas a enxergarem no discurso do presidente crime de responsabilidade. O STF informou que seu presidente, o ministro Luiz Fux, se manifestará nesta quarta (8), na abertura da sessão da Corte, sobre os atos do 7 de setembro. O PSDB convocou reunião extraordinária da Executiva do partido para discutir o impeachment de Bolsonaro.

Os bolsonaristas foram às ruas com pautas antidemocráticas nas 27 capitais. Em São Paulo, manifestantes protestaram contra o governo no Anhangabaú.

No final da noite, as capitais registram panelaçoVeja no vídeo abaixo:

Neste 7 de setembro, várias cidades brasileiras fizeram panelaço contra o governo Bolsonaro
Neste 7 de setembro, várias cidades brasileiras fizeram panelaço contra o governo Bolsonaro

Queiroz apareceu

Investigado, até Fabrício Queiroz, pivô das “rachadinhas” e ex-assessor do senador Flavio Bolsonaro, filho do presidente, apareceu: ele foi a ato no Rio e tirou foto com totem de Roberto Jefferson, que está preso.

Queiroz e um totem de Roberto Jefferson em Copacabana — Foto: Reprodução/Redes sociaisQueiroz e um totem de Roberto Jefferson em Copacabana — Foto: Reprodução/Redes sociais.

O Assunto

Podcast analisa o golpismo permanente de Bolsonaro, com Maria Cristina Fernandes, colunista do jornal Valor Econômico e comentarista da Rádio CBN. OUÇA:

Código Eleitoral

Presidente da Câmara, Arthur Lira pretende votar novo Código Eleitoral, enquanto o Supremo julga no plenário virtual a ação de um grupo de parlamentares contra a tramitação do projeto. O ministro Dias Toffoli votou pela rejeição do pedido para suspender a tramitação da matéria.

Terras indígenas

STF prossegue hoje o julgamento que vai decidir se demarcações de terras indígenas devem seguir o chamado marco temporal. Por esse critério, indígenas só podem reivindicar demarcação de terras nas quais já estivessem estabelecidos antes da Constituição de 1988. A Advocacia-Geral da União (AGU) defendeu o marco temporal e disse que decisão sobre terras indígenas cabe ao Congresso. A PGR se manifestou contra a tese e defendeu analisar caso a caso. Representantes de indígenas afirmam que marco temporal é inconstitucional.

Mega-assalto

Polícia prende suspeito de financiar ataque a bancos em Araçatuba (SP)
Polícia prende suspeito de financiar ataque a bancos em Araçatuba (SP)

A Polícia Civil informou que prendeu um homem que pode ser o financiador do mega-assalto em Araçatuba, no interior de São Paulo. Agentes do Departamento de Investigações Criminais prenderam um homem apontado como diretor financeiro da estrutura que permitiu o ataque que aconteceu no último dia 30 e deixou três mortos e outros cinco feridos.

O suspeito, segundo a polícia, Paulo César Gabrir, de 33 anos. Ele foi preso em Sorocaba, também no interior de São Paulo, e disse que a logística custou R$ 600 mil. Também foram presos outras duas pessoas: a mulher de Paulo César, Michele Maria da Silva, de 40 anos, e Emerson Henrique Dias, 25 anos.

Mega-Sena

 Aposta única da Mega-Sena custa R$ 4,50 e apostas podem ser feitas até às 19h — Foto: Marcelo Brandt/G1Aposta única da Mega-Sena custa R$ 4,50 e apostas podem ser feitas até às 19h — Foto: Marcelo Brandt/G1

O concurso 2.407 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 40 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h na cidade de São Paulo.

Terremoto

Carros danificados em frente a um hotel após um terremoto em Acapulco — Foto: Francisco Robles / AFP PhotoCarros danificados em frente a um hotel após um terremoto em Acapulco — Foto: Francisco Robles / AFP Photo

Um poderoso terremoto de magnitude 7,1, segundo o Instituto Sismológico Nacional, sacudiu a Cidade do México e regiões vizinhas na noite desta terça-feira (7), sem vítimas ou danos registrados até agora, informaram as autoridades. O tremor, porém, derrubou árvores e lançou grandes pedras nas estradas.

Copa do Mundo

Clique aqui e veja a tabela das eliminatórias na Europa. Estarão em campo, entre outras seleção, Espanha, Itália, Alemanha, Inglaterra e Bélgica.

Você viu?

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 08 DE SETEMBRO DE 2021 POR G1

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 02 DE SETEMBRO DE 2021 POR G1

Por G1

 

Bom dia. Texto-base da reforma do IR foi aprovado na Câmara e análise deve ser concluída nesta quinta-feira. Deputados também devem votar o novo código eleitoral. O STF dá continuidade ao julgamento que discute a demarcação de terras indígenas. CPI da Covid pretende ouvir advogado que obteve um atestado médico para não depor. O ator Sergio Mamberti está internado. A estreia musical de Juliette e uma ‘pizzada’ no espaço.

Mudanças no Imposto de Renda

Por 398 votos a 77, a Câmara dos Deputados aprovou o texto-base da reforma do Imposto de Renda (IR) de pessoas físicas, empresas e investimentos. Entre outros pontos, proposta não prevê limite de renda para uso de declaração simplificada. A sessão foi encerrada antes da análise dos chamados destaques, que podem ser votados nesta quinta-feira (2). Aprovada na Câmara, a matéria seguirá para o Senado. Clique aqui e leia mais sobre a proposta.

Código eleitoral

A Câmara dos Deputados deve votar hoje o novo código eleitoral. A proposta retoma a propaganda obrigatória dos partidos na televisão e inclui uma quarentena de cinco anos para militares, policiais, juízes e promotores disputarem eleições.

Outros pontos polêmicos são a proibição da divulgação de pesquisas eleitorais na véspera e no dia da eleição, como é hoje, e a obrigação dos institutos de informar o percentual de acerto das pesquisas realizadas nas últimas cinco eleições. Para analistas, a medida pode estimular a circulação de números falsos, confundindo os eleitores.

Lei de Segurança Nacional

O presidente Jair Bolsonaro vetou partes de um projeto de lei que revoga a Lei de Segurança Nacional, criada em 1983, período em que o Brasil ainda vivia sob ditadura militar. Cabe ao Congresso em sessão conjunta da Câmara dos Deputados e do Senado Federal analisar, em 30 dias, os vetos. Se não for apreciado neste período, o veto passa a trancar a pauta das sessões.

‘Minirreforma’ trabalhista

Em derrota para o governo, o senado rejeitou ontem a MP que criava programas com regras flexíveis para contratação de jovens. O objetivo da medida era estender o programa de redução de jornadas e salários.

Marco temporal

Marcha de indígenas contra 'marco temporal' em Brasília tem princípio de confronto
Marcha de indígenas contra ‘marco temporal’ em Brasília tem princípio de confronto

O STF dá continuidade ao julgamento que discute se a demarcação de terras indígenas deve seguir o critério chamado de “marco temporal”. O julgamento deve ser retomado com as falas de 17 entidades e da Procuradoria-Geral da República – e, em seguida, o voto do relator Edson Fachin. Para representantes de organizações e comunidades indígenas, a medida é “inconstitucional”. Milhares de líderes indígenas estão acampados há 10 dias em Brasília para protestar contra o marco temporal. Ainda ontem, PMs e manifestantes entraram em confronto durante o ato. Veja acima.

O Assunto: a vez do gabinete de 02

Com a autorização da Justiça para quebra dos sigilos fiscal e bancário de Carlos Bolsonaro, o Ministério Público do Rio de Janeiro terá instrumentos para apurar se, além dos indícios de manutenção de fantasmas, o mandato do vereador envolveu outra prática associada a seu irmão mais velho, o senador Flavio, quando deputado estadual: o recolhimento de parte do salário dos funcionários, mais conhecido como rachadinha. Neste episódio, Renata Lo Prete conversa com Juliana Castro, da plataforma Jota, que dois anos atrás participou, como repórter de O Globo, da investigação jornalística que deu origem à ação do MP. Participa também do episódio Octávio Guedes, colunista do G1 e comentarista da GloboNews.

Coronavírus no Brasil

Agosto foi o mês com o menor número de mortes registradas por Covid-19 em 2021: 24.088 óbitos. Mas a queda nas mortes não indica que a pandemia está sob controle. É o que alertam especialistas ouvidos pelo G1. Preocupados com a variante delta, a vacinação incompleta e a reabertura das atividades, cientistas preveem que o cenário de alta de casos visto no Rio de Janeiro deve ser visto nos demais estados em cerca de 2 meses.

CPI da Covid

A CPI da Covid ouve nesta quinta o depoimento do advogado Marconny Albernaz Ribeiro, suposto lobista da Precisa Medicamentos — empresa que intermediou a compra, pelo governo, de doses da Covaxin. Ele chegou a apresentar um atestado médico para não comparecer. Mas o médico responsável pelo documento manifestou à comissão a intenção de cancelar o atestado. O presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM), já disse que recorrerá à Justiça para garantir o depoimento do advogado, caso ele não compareça.

e o 04…

Documentos da CPI da Covid mostram que Jair Renan Bolsonaro, um dos filhos do presidente Jair Bolsonaro, abriu uma empresa de eventos com ajuda do lobista que deve ser ouvido hoje. Conversas foram copiadas a pedido do Ministério Público Federal no Pará e enviadas para a comissão. Jair Renan trocou centena de mensagens com o lobista.

Tempestade em NY

Uma pessoa caminha sob chuva no bairro do Bronx, em Nova York — Foto: David Dee Delgado / Getty Images / AFP PhotoUma pessoa caminha sob chuva no bairro do Bronx, em Nova York — Foto: David Dee Delgado / Getty Images / AFP Photo

O prefeito Bill de Blasio declarou estado de emergência em Nova York, por causa da passagem da tempestade tropical Ida, que levou chuvas recordes para toda a cidade. Ele também pediu aos moradores para ficarem em casa. A governadora de Nova York, Kathy Hochul, também declarou estado de emergência. Um pouco antes, o governador de Nova Jersey, Phil Murphy, fez o mesmo.

Sergio Mamberti internado

Sérgio Mamberti em foto de março de 2017 — Foto: Celso Tavares/G1Sérgio Mamberti em foto de março de 2017 — Foto: Celso Tavares/G1

O ator Sergio Mamberti, o doutor Vitor, no “Castelo Rá-Tim-Bum”, está internado em São Paulo para tratar uma infecção nos pulmões. Segundo Carlos Mamberti, filho do artista, Sérgio está intubado, mas seu quadro é estável.

Estreia musical de Juliette

Capa do EP 'Juliette' — Foto: Arte de Giovanni BiancoCapa do EP ‘Juliette’ — Foto: Arte de Giovanni Bianco

Juliette Freire começou a “construir seu universo” na música. A expressão foi usada pela vencedora do “BBB21” para falar da nova carreira. Desde sua vitória no reality, a paraibana já participou de lives de artistas como Gilberto Gil, Elba Ramanho e Wesley Safadão. E o EP com seis canções sai pela gravadora fundada por Anitta, que também assina uma das músicas. Veja canções confirmadas, compositores e influências musicais.

Pizza no espaço

VÍDEO: Astronautas em estação espacial aproveitam noite de 'pizza flutuante'
VÍDEO: Astronautas em estação espacial aproveitam noite de ‘pizza flutuante’
Os sete astronautas atualmente em órbita na Estação Espacial Internacional (ISS) aproveitaram a mais recente entrega de suprimentos para celebrar uma noite de pizza. Registro foi compartilhado no Instagram pelo astronauta francês Thomas Pesquet. Estão na ISS atualmente três americanos, dois russos, um francês e um japonês. Veja no vídeo acima.

De onde vem o que eu como

Tecnologia enviada a Marte para tratar o solo já pode ser usado pelo agricultor. Modernização traz aumento da qualidade e da produtividade dos plantios, economia no gasto com insumos, menos desmatamento e maior sequestro do carbono da atmosfera são algumas das vantagens destas técnicas. Entenda.

Você viu?

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 02 DE SETEMBRO DE 2021 POR G1

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 1º DE SETEMBRO DE 2021 POR G1

Por G1

 

Bom dia. A crise hídrica mexe no seu bolso, com reajuste na conta de luz, e também nos seus hábitos, pois pode faltar água em 2022. STF retomará julgamento das demarcações de terras indígenas. CPI ou possível “sócio oculto” da empresa que garantia contrato de compra da Covaxin. Justiça determina quebras de sigilo fiscal de Carlos Bolsonaro, filho do presidente, em investigação das rachadinhas. Roberto Jefferson e Daniel Silveira vão continuar presos. Brasileiro que já morreu é ligado a três assassinatos nos EUA.