PSICOLOGIA: SER PSICÓLOGO EM TEMPOS DESAFIADORES, O QUE É MITO E O QUE É VERDADE

‘Ser Psicólogo em tempos desafiadores: o que é mito e o que é verdade’ é o tema do PODCAST da nossa consultora em psicologia e desenvolvimento pessoal Sarita Cesana na coluna PSICOLOGIA desta quarta-feira. Ela fala das dificuldades de ser psicólogo em tempos tão difíceis, mas fala da importância desse profissional e dá dicas preciosas também. Ouça o Podcast e tire suas conclusões!

Fonte:

Continuar lendo PSICOLOGIA: SER PSICÓLOGO EM TEMPOS DESAFIADORES, O QUE É MITO E O QUE É VERDADE

AUTOCONHECIMENTO: HIPNOSE X REGRESSÃO, ENTENDA O QUE SÃO E COMO UTILIZÁ-LOS!

Nesta terça-feira trago um assunto muito importante, mas pouco debatido pela sociedade, a nossa coluna AUTOCONHECIMENTO. A maioria das pessoas sobre sabem muito pouco sobre hipnose e regressão e além do pouco conhecimento, quando se deparam com a possibilidade de se submeter a estas terapias ocorre outra grande dúvida que como escolher uma ou outra. No artigo a seguir você vai poder tirar todas essas dúvidas. Portanto convido você a ler com atenção o artigo a seguir, refletir e chegar a um juízo de valor sobre o assunto!

Hipnose ou regressão: qual é melhor para você?

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

Até mesmo entre os adeptos, há muita confusão sobre a definição de cada uma destas práticas. Para garantir que você busque a melhor abordagem para o seu caso, confira nossas dicas.

18 AGO 2016 · Leitura: 2 min.

Quando uma pessoa assume que tem um problema e que precisa de ajuda psicológica para enfrentá-lo, é hora de começar a busca por um profissional e, não menos importante, por uma abordagem que faça sentido.

Ter empatia pelo o trabalho realizado dentro do consultório é o primeiro passo para o sucesso de uma terapia. Dentre as abordagens mais buscadas, podemos citar a hipnose e a regressão. Se você é um dos simpatizantes, precisa estar atento: é muito comum que haja uma mistura de conceitos.

Para saber exatamente onde hipnose e regressão se cruzam, se há grandes diferenças entre elas, fique atento a este artigo.

Hipnose x regressão

Começamos por esclarecer que são duas abordagens totalmente distintas. Na verdade, a hipnose é um procedimento científico, reconhecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e usado de forma transversal em diferentes áreas da saúde.

Se você achava que era coisa de psicólogo, se enganou. Hoje em dia é possível encontrar até dentistas com formação na área. Eles usam o recurso da hipnose para bloquear fobias, por exemplo, e viabilizar um tratamento mais confortável para o paciente.

Na psicoterapia, a hipnose é usada para fazer uma ponte entre o problema atual e suas origens, muitas vezes bloqueadas pelo inconsciente. Funcionaria como um recurso complementar, ao ajudar a liberar lembranças e entender o comportamento da pessoa.

Qualquer profissional que trabalhe com a hipnose precisa ter um registro específico. Converse com o psicólogo, esclareça se ele está habilitado ou não, para evitar problemas.

shutterstock-271332755.jpg

Já a regressão é uma forma de conduzir a terapia. Normalmente, pode ser encontrada como regressão de memória ou terapia de vidas passadas. Em ambos os casos, utiliza o relaxamento profundo e, inclusive, a hipnose, como ferramenta para conseguir que as memórias do indivíduo venham à tona.

As respostas para medos inconscientes, distúrbios alimentares, traumas, problemas de sono, ansiedade, carências, dificuldades no relacionamento, dentre vários outros sintomas, estaria na própria pessoa e a regressão ao passado (da memória ou de outras vidas) seria a forma de aumentar o autoconhecimento e promover o bem-estar.

A regressão é uma abordagem que continua despertando polêmica, não sendo aceita como válida por boa parte dos profissionais da área. Quem trabalha com a regressão, entretanto, defende a eficácia da prática, que conta com muitos adeptos no Brasil.

Agora que você sabe o que é hipnosee o que é regressão, pode avançar na procura de um profissional para acompanhar o seu caso.

Fotos: por MundoPsicologos.com

Fonte:

psicólogos

Escrito por

MundoPsicologos.com

Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: HIPNOSE X REGRESSÃO, ENTENDA O QUE SÃO E COMO UTILIZÁ-LOS!

AUTOCONHECIMENTO: SEJA ABUNDANTE ATRAVÉS DA MEDITAÇÃO

AUTOCONHECIMENTO: SEJA ABUNDANTE ATRAVÉS DA MEDITAÇÃO
Young woman meditating at sunset . Sitting in lotus position outdoors . Dusk.

Nesta segunda-feira vamos tratar mais uma vez do tema “Meditação” na nossa coluna AUTOCONHECIMENTO, pois a meditação é o caminho mais fácil e seguro para a nossa interiorização, o contato com o nosso Eu Superior e Divino. Desta vez, o ensinamento é “medite para ser abundante”. Portanto leia o artigo completo a seguir e descubra como viver em abundância através da meditação!

Medite para ser abundante

Mulher de cabelos cacheados sentada na beira da praia, meditando com os olhos fechados.

Este artigo é o terceiro de uma série que trata da atenção plena em 7 áreas energéticas – inspirado nos chakras – e sobre como meditar e agir sobre elas pode ser prático, útil e benéfico, independentemente de dogmas ou crenças.

Você pode acompanhar minhas aulas de meditação online no Instagram Meditação Transforma.

Quando observamos alguém meditando – aquela pessoa sentada em uma imobilidade serena e perfeita –, por vezes podemos pensar: “Eu não consigo chegar nesse nível. Meditar não é para mim. Minha mente é caótica e inquieta”.

Mas como saber o que se passa na cabeça de qualquer um, esteja ou não meditando? Estar em silêncio, sentado em alguma postura que inspire o estado meditativo, não significa estar em paz, mas possivelmente significa estar em busca da paz interior.

Se não temos nenhum método para essa busca da paz interior, quando tivermos de lidar com emoções negativas, acabamos focando no que é tão apreciado pelos sentidos. Se não aprendemos a buscar a felicidade dentro de nós, nossa tendência é procurá-la fora.

Mulher jovem de cabelos ondulados olhando pelas grades de uma construção.
Foto de Andrea Piacquadio no Pexels

É um perigoso caminho, que fortalece a avidez pelos prazeres e a repulsa pelo sofrimento, nublando o fato de que essas duas polaridades são a mesma coisa. Somos tomados pela volúpia.

Tornamo-nos desejosos do que é fácil obter, tal como alimentos calóricos e supérfluos do e-commerce. Tornamo-nos desejosos do que é custoso obter, tal como as férias dos sonhos, veículos e roupas de grife. Tornamo-nos reféns de vícios que podem comprometer nossa saúde e nossas finanças e que passam a consumir outras áreas da nossa vida, tais como relacionamentos, vocação, entendimento e espiritualidade.

A meditação oferece-nos um caminho seguro para fazer uma jornada interior de autoconhecimento.

Meditar é observar os pensamentos, sentimentos e emoções. E, quanto maior esse compromisso, maior a possibilidade de ter de lidar com emoções negativas, mas neste caso não estamos reforçando padrões nocivos, estamos observando esses padrões em nós.

E aqui está uma grande resistência em praticar meditação, afinal, qual a utilidade desse processo, uma vez que podemos sofrer ao identificar culpa, rancor, medo, vergonha ou indignação?

Ocorre que negar o difícil e o desconfortável limita sua visão do mundo e reduz sua capacidade de enfrentar a vida de frente. Meditando, não estamos tentando passar a eternidade em um estado de felicidade plácida. Estamos engajados em uma prática de ver com clareza, mudando assim o relacionamento com a dificuldade, incluindo e abraçando tudo o que a vida oferece.

Mulher de cabelos cacheados sentada no chão da sala, ao lado de seu cachorro, meditando.
Foto de cottonbro no Pexels

É dessa forma que podemos permitir a abundância em nossas vidas. Sabemos que virão dias bons e dias ruins e sabemos que podemos agir sobre ambos. Como? Observando os fenômenos da vida sem apego.

Dessa forma não somos mais inclinados a aceitar as famosas crenças limitantes, que dizem “o dinheiro é sujo”, “dinheiro não dá em árvore”, “não sei lidar com dinheiro” e “quem ganha dinheiro fácil é corrupto”. Podemos focar o momento presente e fazer o necessário – seja trabalho, estudo, parcerias, acordos ou compromissos – sem o peso árduo da culpa e sem a carga excessiva da ansiedade.

Negar o sofrimento limita sua capacidade de se conectar com a felicidade e a abundância.

Pratique o mantra: “Sou disciplinado, merecedor e confiante. O necessário sempre virá.”

Ricardo Ricchini

Escrito por Ricardo Ricchini

Fonte: Eu sem Fronteiras

Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: SEJA ABUNDANTE ATRAVÉS DA MEDITAÇÃO

AUTOCONHECIMENTO: ENERGIA, VIBRAÇÃO E FREQUÊNCIAS, SAIBA COMO LIDAR COM ELAS

texto

Postado por 

Lidando com as frequências

Lidando com as frequências

 

 

 

 

 

 

 

Toda a natureza abrangente aos universos é estabelecida por meio de vibrações variadas, manifestadas em diferentes frequências. Vários autores já explicaram este fato e eu posso dar como exemplo a Lei da vibração, de Hermes Trismegisto que diz: “No Universo todo movimento é vibratório. O Todo se manifesta por este princípio. Todas as coisas se movimentam e vibram com seu próprio regime de vibração. Nada está em repouso. Das galáxias às partículas subatômicas, tudo é movimento”.

Toda vibração pode ser medida pela frequência e amplitude. Frequência é um acontecimento dentro de um determinado tempo. No caso da vibração, a unidade de frequência é o Hertz que é um ciclo por segundo e da amplitude o dB (decibel).

O ser humano é uma estação que irradia variadas frequências que por sua vez podem atuar nos objetos e coisas dos universos. Para um determinado efeito é necessário uma frequência específica. A tristeza, a alegria e a neutralidade geram frequências diferentes. Por esta razão, a pessoa torna-se o que ela está pensando.

O pensamento pode ser induzido através de elementos externos que podem levar o indivíduo a praticar certas frequências. Esses elementos podem ser objetos, ideias, crenças, imagens, etc. Veja o exemplo da seguinte estória: “Um senhor idoso estava muito doente prestes a morrer. Seu filho consternado entrega a seu pai um pedacinho de madeira dizendo que era um fragmento da cruz de Cristo – e que ele seria curado se usasse esse pedacinho de madeira todos os dias. Passando algum tempo este doente conseguiu sua cura.

A explicação para este “milagre” estava na fé deste senhor que acreditava ser realmente um fragmento da cruz de Cristo. Na verdade era apenas uma madeira qualquer. Mas o que é a fé? A fé é a energia aplicada a uma frequência, onde esta energia forma o módulo da amplitude colocada sobre a frequência. Em outras palavras, a fé é a força imprimida sobre a frequência. Neste caso a frequência é de cura. Mas o pensamento, desejo e vontade atuaram sobre a frequência de cura, realizando o que a sociedade chama de milagre. Mas na verdade o que aconteceu foi um fenômeno físico próprio das leis universais.

Muitas pessoas religiosas acreditam que podem curar-se através de um santo. Neste caso, o santo é o elemento externo que gera na pessoa a frequência de cura. O próprio Cristo após realizar um desses fenômenos disse: “sua fé te curou!” Então na verdade o fator chave para esse efeito denominado milagre, é sempre a força mental que aplicada à frequência gera o efeito desejado. Aquele senhor doente acreditou estar usando um objeto sagrado. Isto acontece também no meio médico, quando é receitado para o paciente um placebo, que cria uma força mental no doente que resulta na cura, pois ele acredita estar tomando um medicamento adequado para o seu caso.

 A nossa vida física é apoiada nos objetos que nos circundam, tais como a cama, a mesa as cadeiras, etc. Da mesma forma nossa mente se apoia nas crenças que acumulamos durante nossa vida. Esse vínculo é tão forte que acaba gerando no nosso íntimo um apego às nossas crenças, de tal forma que oferecemos resistência em abandoná-las.

Quando uma vida segue um processo evolutivo, o caminho é galgado de crença em crença, tal como uma escada, onde cada degrau ultrapassa ao anterior. Assim desta forma, uma pessoa para evoluir precisa analisar os valores que estabelecem uma crença, buscando sempre aquela que melhor justifique tal evolução. Desta forma, o processo evolutivo é caracterizado por mudanças de crenças.

Existe na maioria das pessoas uma resistência em mudar de crenças. Essas pessoas preferem ficar estáticas por uma questão de comodidade. O conjunto de crenças forma um paradigma. A resistência em mudar de crenças é o fato de uma pessoa não aceitar que estava enganada. Ela resiste tanto que prefere continuar no mesmo paradigma, criando assim uma vida estacionária. Para essas pessoas é sempre muito duro admitir que esteja enganada e assim optam para continuar no mesmo paradigma.

A mudança de paradigma exige da pessoa um raciocínio conjugado com o acúmulo de conhecimentos. Esses conhecimentos podem ser adquiridos nesta vida, mas também acumulados em outros estágios de existência em mundos mais evoluídos, que é o caso dos dimensionais do Projeto Portal.

A nossa vida de desenrola num cenário carregado de objetos, coisas e acontecimentos que exercem influência nas nossas vidas. A disposição desses objetos, a decoração, a organização e o arranjo deles podem alterar nossas frequências.  O acúmulo e a desorganização criam sentimentos e emoções que podem perturbar nossas vidas alterando nossas frequências. Assim a crenças nestes objetos e no próprio dinheiro acumulado podem produzir efeitos nas nossas frequências tanto de forma positiva como negativa, cabendo para isto uma análise.

Dentro deste mecanismo, podemos dizer que todos os objetos, coisas e acontecimentos criam “assinaturas” que envolvem nossas vidas determinando uma trajetória que pode ser de natureza positiva ou negativa. Em outras palavras, a mudança de paradigma possibilita também mudanças nas frequências mentais que darão novo direcionamento ao nosso processo evolutivo. A convivência com nossos “parceiros” do mundo cósmico é um fator transformador, alterando nosso paradigma, elevando nossas frequências para um destino promissor.

Mauro Dias

maurodias19@yahoo.com.br

Setembro de 2016

Fonte: Pegasus Portal

Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: ENERGIA, VIBRAÇÃO E FREQUÊNCIAS, SAIBA COMO LIDAR COM ELAS

DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: ESTRATÉGIAS MENTAIS – O QUE FAZER DE DENTRO PARA FORA

Na nossa coluna DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL deste domingo trago um passo a passo para você mudar a sua energia através de estratégias mentais em apenas sete passos. Por isso convido você a ler o breve texto a seguir e descobrir como alterar a sua realidade!

COMO MUDAR SUA ENERGIA

/2 Comentários/em  /por 

Estratégias Mentais (o que você deve fazer de dentro para fora).

1 . Pense sempre, de forma positiva. Toda vez que um pensamento negativo vier à sua cabeça, troque-o por outro! Para isso, é preciso muita disciplina mental. Você não adquire isso do dia para a noite; assim como um “atleta”, treine muito.
2 . Não tenha medo de nada e ninguém.
O medo é uma das maiores causas de nossas perturbações interiores.
Tenha fé em você mesmo. Sentir medo é acreditar que os outros são poderosos. Não dê poder ao próximo
3 . Não se queixe. Quando você reclama, tal qual um ímã, você atrai para si toda a carga negativa de suas próprias palavras. A maioria das coisas que acabam dando errado, começa a se materializar quando nos lamentamos.
4 . Risque a palavra “culpa” do seu dicionário. Não se permita esta sensação, pois quando nos punimos, abrimos nossa retaguarda para vibrações negativas, que vibram com nossa melancolia. Ignore-os.
5 . Não deixe que interferências externas tumultuem o seu cotidiano. Livre-se de fofocas, comentários maldosos e gente deprimida. Isto é contagioso. Seja prestativo com quem presta. Sintonize com gente positiva e alto astral.
6 . Não se aborreça com facilidade e nem dê importância às pequenas coisas. Quando nos irritamos, envenenamos nosso corpo e nossa mente.
Procure conviver com serenidade e quando tiver vontade de explodir, conte até dez
7 . Viva o presente. O ansioso vive no futuro. O rancoroso, vive no passado. Aproveite o aqui e agora. Nada se repete, tudo passa. Faça o seu dia valer a pena. Não perca tempo com melindres e preocupações, pois só trazem doenças.
Continuar lendo DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: ESTRATÉGIAS MENTAIS – O QUE FAZER DE DENTRO PARA FORA

DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: A CRESCENTE CONSCIÊNCIA E O DESENVOLVIMENTO INTUITIVO NO PROCESSO ESPIRITUAL

Achei o texto mensagem a seguir muio didático e de fácil compreensão para qualquer um, pois o mensageiro faz uma inteligente metáfora para explicar como se dá o desenvolvimento espiritual no ser humano. A conexão da nossa consciência desperta ou em vigília com o nosso eu interior ou Superior. Portanto, convido você a ler o texto completo a seguir, refletir e fazer o seu juízo de valor!

Conheça a inteligência espiritual - Portal

Como se dá o desenvolvimento espiritual

Mensagem de 17 de Maio de 2020

Quanto mais você presta atenção às suas percepções intuitivas e naturais, mais elas se desenvolvem. O insight intuitivo também se desenvolve quando você o estimula, passando um tempo em meditação regular.

O ato de direcionar sua atenção para o interior lhe dá uma vantagem distinta ao funcionar no mundo cotidiano e externo.

Recentemente, na década de 80, o desenvolvimento intuitivo ainda era chamado de desenvolvimento “psíquico”, sendo considerado como “algo estranho e incomum”. Hoje, o insight intuitivo está se tornando muito popular, muito normal, muito prático.

A crescente consciência de hoje do desenvolvimento intuitivo me lembra os primeiros dias do telefone. No início da década de 30, as pessoas costumavam levantar a parte do fone de ouvido, acionar uma alavanca  e depois falar com a operadora local, que provavelmente conheciam pelo nome.

Era algo como: “Mary? Traga-me o Bob, sim? Bob, nesse caso, teria sido o único Bob na cidade que, até então, tinha o seu próprio telefone. Fazer chamadas fora de sua área local exigia muita paciência, sem mencionar uma segunda hipoteca em sua casa para pagar a conta.

As ligações interurbanas eram tão especiais naqueles dias que, nos filmes de Hollywood, você via uma estrela glamourosa com um enorme fone no ouvido, inclinando-se para a parte do microfone que se projetava da caixa na parede, gritando animadamente: “Olá; chamando de longa distância! Olá; chamando de longa distância! ”

Então, graças talvez às estrelas entusiasmadas, todos na cidade queriam um telefone. De fato, o setor de telefonia se expandiu tão rápido que um economista importante declarou que não era possível continuar com este rápido ritmo de expansão porque havia um limite natural para este crescimento. Com grande confiança, ele declarou que o aumento do uso do telefone não poderia continuar simplesmente porque não havia operadoras de telefonia suficientes.

O crescimento do telefone continuou, no entanto, e assim se tornou possível que as pessoas discassem seus próprios números e ignorassem Mary, a operadora de telefonia local. Basicamente, todos se tornaram sua própria operadora de telefonia.

Hoje, enfrentamos um fenômeno de crescimento muito diferente. As pessoas estão se conectando interiormente. Estamos nos tornando nossos próprios “operadores telefônicos” psíquicos / intuitivos.

Uma das melhores coisas que você pode desenvolver hoje é a sua conexão com a fonte de sua própria sabedoria interior. Dentro de cada um de nós existe uma fonte de sabedoria universal e pessoal. Nossos seres internos – nossas almas ou eus superiores – têm toda a sabedoria que acumulamos desde que existimos.

O melhor serviço que podemos prestar a nós mesmos e ao mundo nestes dias críticos da Mudança é nos reconectarmos claramente com a fonte de nossa própria sabedoria interior.

Owen Waters
Fonte: https://www.spiritualdynamics.net/ — Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br: Tradução — Marco Iorio Júnior — Editor exclusivos do Trabalhadores da Luz

Fonte: Trabalhadores da Luz

Continuar lendo DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: A CRESCENTE CONSCIÊNCIA E O DESENVOLVIMENTO INTUITIVO NO PROCESSO ESPIRITUAL

FÍSICA QUÂNTICA: CÉREBRO-MENTE “VEÍCULO” DO SALTO QUÂNTICO À QUINTA DIMENSÃO – 4ª E ÚLTIMA PARTE

Neste sábado temos a 4ª e última parte do artigo “Inserção mental à quinta dimensão” na coluna FÍSICA QUÂNTICA cujo objetivo é esclarecer para os leigos o que são e como funcionam as diversas dimensões conscienciais com ênfase, nesta última parte, em como alcançar a 5ª dimensão vivendo na 3ª dimensão. Portanto convido você a ler o texto completo a seguir e os outros dois que faltam dessa série para ter um entendimento eficaz sobre o assunto.

Alguns seres humanos mesmos ainda em corpos físicos, já começam se perceber mentalmente inseridos à frequência da quinta dimensão, já começam a viver o céu na Terra

O ser humano na medida em que vai adquirindo conhecimento, aprendendo e compreendendo, sente-se cada vez mais conexão com o universo, mais compreende que nele está seu real caminho e, começa então, sintonizar-se mais diretamente à “Frequência Criadora de Deus” e “se inserir” mentalmente melhor em sua capacidade cocriadora.

O cérebro humano já está “preparado”, para que o ser humano através dele dê seu salto quântico e alcance com treino e preparo viagens aos mundos paralelos. Viagens com seu corpo mental através do tempo onde o passado, o presente e o futuro podem de uma só vez serem avaliados pelo filtro da sabedoria.

E nesta sua nova experiência ele está sendo acompanhado por seres mais evoluídos de outras realidades, que pretendem prepara-lo para que possa obter melhor compreensão do que é chamado de vida e de tudo mais que com ela se relaciona.

Estes seres das 49 raças estão cumprindo uma missão de sua própria escolha, que nada tem a ver com sua supervisão ou direcionamento do destino da Terra. Este compromisso compete ao próprio ser humano, que já em outro nível de consciência deve despertar também a consciência de demais seres humanos, para que todos juntos construam um novo tempo com a noção de unidade, iluminada pelos sentimentos de igualdade e de amor.

Aquele que está neste nível de compromisso deve trabalhar mentalmente para conciliar o poder físico em seu coração através de seu vórtice (chakra) cardíaco com o de seu campo emocional, sutilizando seus sentimentos, deixando-os mais leves, para que possa sua alma se mostrar mais iluminada. Nesta conciliação está a “chave” que sendo aberta, tudo começa para ele se abrir com a límpida e luminosa energia de sua essência, que cada vez mais presente, é dela de fato a origem de seu poder cocriador.

Neste nível vibratório com pensamentos mais elevados já em sintonia mental à frequência da quinta dimensão é imprescindível o sentimento do perdão, primeiramente o auto perdão, para que se dê depois seu perdão de outros e vice-versa.

Assim, nesta frequência mental já se exercitando a sabedoria, que contrapõe a ignorância do “eu” e, já possuindo a real noção e importância do sentido de grupo e não mais a de individualidade, se tem clara percepção que todos se igualam por possuírem um mesmo corpo de luz e, com ele em sintonia todos podem e devem por igual exercitar sua maestria como seres multidimensionais, como seres de luz.

Muitos vieram a este planeta de vários pontos do universo, para aqui como sementes estelares plantassem um novo tempo. Vieram com o compromisso de plantarem um novo mundo na Terra em sintonia vibratória à frequência da quinta dimensão, que não é um lugar, mas um novo estado (mental) do ser em outro nível de consciência, onde a vibração de pura alegria alicerçada no sentimento da harmonia, já com os hemisférios cerebrais nos seres humanos trabalhando de modo coerente na geração deste novo campo de energia, tornar-se comum na realidade física da Terra.


Em sua atual experiência na construção de um novo tempo, o ser humano está sendo acompanhado por seres de outras realidades mais evoluídos originados de vários pontos do universo – Imagem da Internet

Aquele que almeja alcançar a frequência mental inerente à quinta dimensão, precisa desde de agora se livrar das frequências de baixa vibração. Ele deve deixa-las irem, para se perceber sutil e mentalmente mais livre. A quinta dimensão por não ser mais da individualidade, nela se mostra os pensamentos e as ações conduzidas pela energia do sentimento amoroso, que não mais estabelecendo condições, com ele soma-se, une-se.

E nesta frequência de realidade se exercita também experiências mentais além do tempo linear, onde muitas linhas do tempo estão disponíveis para serem acessadas instaneamente pela força do pensamento.

No plano de existência da quinta dimensão está ainda presente a forma humana, mas esboçada de maneira mais leve, mostrada de forma mais sutil, quando não mais existe dor e nem medo, mas o sentimento de amor com o Eu Superior mais presente assumindo orientações de dimensões com vibração ainda mais acelerada, de mais luz.

Na frequência da quinta dimensão só se conduz com a consciência da alma. Tudo nela é mais leve, harmonioso, sem competição e também sem limites. Ela possui compatibilidade vibratória à frequência do mental sutil ou da quinta camada do campo biomagnético e nem tanto à do mental concreto ou da terceira camada deste campo.

Estando em sintonia à esta frequência mental, experiencia-se o sentido de completa liberdade. E, ela já acessada em definitivo por esforço próprio, totalmente já transmutado, o retorno às dimensões inferiores não é mais possível, a não ser que a alma faça esta escolha conscientemente, como fizeram os dimensionais que agora despertos estão no desempenho de seu compromisso cósmico, buscando despertar os demais.

E, esta foi a escolha de muitas sementes estelares que decidiram ajudar a humanidade e a Terra ascenderem. Auxiliarem os seres humanos saírem do seu arraigado sentimento de individualidade e do limitado entendimento de tempo linear, quando outras experiências lhes serão proporcionadas e quando então também se sentirão gratidão, expressando-a com a alma, conscientes que mesmo no “mundo humano” alcançaram através de seu corpo físico, o equilíbrio entre seus corpos mental e emocional.

Para os que já estão dinamicamente exercitando na realidade física seu compromisso cósmico, tornam-se mais fáceis para eles suas interações com seres de realidades paralelas, interações algumas vezes físicas e diretas, mas a maioria delas de forma mental e indireta.


As interações com seres de outras realidades algumas vezes se dão de forma direta, mas a maioria das vezes de forma mental e indireta – Imagem da Internet

A quinta dimensão é a do sentimento de profunda confiança. Aquele que com ela já está em sintonia mental, não leva nada mais para o lado pessoal, não se sente ofendido, por não mais existir em sua bagagem emocional o sentimento de rivalidade, de disputa. A luz de sua consciência vibrando e iluminando mais intensamente, absorve e neutraliza automaticamente qualquer outra que não esteja nesta vibração.

Nesta frequência mental de realidade se experiencia de acordo com Leis Energéticas Universais, se conduz sem sobressaltos com pensamentos que são realmente instrumentos de cocriação. Não existe o sentido de posse, portanto não existem obstáculos gerados pela necessidade de competir, de comparar. Tudo se torna uma só partilha, nela todos são iguais motivando o sentimento gratidão, que se faz sempre presente.

A sintonia mental com a quinta dimensão é estar no céu ainda na Terra, quando se sente mais pleno de realização, quando se percebe em estado de graça através de novas e harmônicas situações, traduzidas como uma melhor e tranquila perspectiva de vida.

Existem sinais que permitem alguém reconhecer, quando chega em sintonia à esta frequência mental de dimensão superior, entre eles o que permite perceber mais harmônico e mais bonito o mundo ao derredor. Sentir-se gratuitamente feliz por existir, absorvendo sem mais bloqueios vibrações oriundas das dimensões mais sutis, que agora intuitivas e mais constantes iluminam sua mente. Neste seu novo perceber e sentir, frequências negativas nem ousarão de seu campo se aproximar.

Também novas habilidades mentais para ele surgirão, como as de visualizações de realidades dentro de leis para a quinta dimensão, mesmo se estando ainda na realidade física. Visualizações proporcionadas por seu Eu do Futuro.


Novas habilidades mentais surgirão para aquele já em sintonia à quinta dimensão, como as visualizações dentro de leis para esta realidade de existência – Imagem da Internet

Quando a consciência coletiva já estiver suficiente expandida na Terra, ela ancorará a vibração, para que os seres humanos com ela deem seu salto quântico e, alcancem a frequência mental da quinta dimensão, quando gerarão de seus campos de energia vibrações em frequências mais sutis, dando-lhes aparência de mais jovialidade e condição de mais longevidade. Aparência que em processo mental de desdobramento ostentam aqueles conhecidos, que já partiram e que são assim percebidos/”vistos” no extra físico.

A era de ouro já começou, direcionada pelo seu sentido vibracional e mais verdadeiro na frequência da energia dourada ou, espiritual assim mencionada por alguns, que com ela se tornarão mais fáceis experiências coletivas de convivência. O sentido de família não será mais apenas aquele por laços consanguíneos e de convivência compartilhada dentro de um mesmo recinto, mas será o de uma única família humana espalhada por todos os recantos da Terra.

E na medida que for sendo construída a visualização mental desta nova Terra, para que ela vá gradualmente se mostrando no mundo real, paralelamente vão também acontecendo mais constantes interações com outras dimensões de vibração mais acelerada e sutilmente de mais luz.

Interações alcançadas através de pensamentos que refletem ações com sentimentos de compreensão e de harmonia já em outro padrão evolutivo, quando também se conseguirá ir adiante no tempo e no espaço em viagens extrafísicas e voltar com fragmentos de lembranças destas realidades.

Ainda, nesta frequência mental ao se olhar as pessoas ao derredor no mundo físico, elas não serão mais vistas diferentes, apesar de suas diferenças físicas. Elas serão percebidas pelos seus campos de energia, pela luz que deles irradia, portanto não mais vistas pelas suas aparências físicas e nem pela maneira de se mostrarem com seus hábitos cotidianos, mas com a percepção que no fundo de suas almas estão com o propósito de se transformarem, de se tornarem melhores.

Aquele que almeja se inserir à frequência da quinta dimensão, deve antes passar pelo crivo de sua sabedoria interior e já tendo com ela limpado e curado registros dolorosos do passado. Assim, já iluminado por esta sua reciclagem mental motivando pensamentos e atitudes renovadoras, nada e ninguém terá mais poder sobre si. E já com percepção mais clara do sentido de unidade, que com ela já começando assim agir e, andando com suas próprias pernas, vai se mostrando em sua maestria.


Aquele que almeja se inserir à frequência da quinta dimensão, ele já possui uma percepção mais clara do sentido de unidade – Imagem da Internet

A humanidade já está se aproximando do final de sua primeira passagem pela “Janela”, quando então o Sistema Terra iniciará sua descida na vibração da onda moduladora, gerando uma ocasião de grande movimentação e transformação planetária que já bate à porta e que para ela todos devem se preparar, tanto emocional quanto mental e fisicamente.

O ser humano deve sair de sua comumente letargia mental e aprender a se inserir à esta frequência de mudança, que por ela tanto a Terra quanto a humanidade estão passando e, “inspirados” por ela os dimensionais principalmente devem despertar suas habilidades (paranormais) mentais, como também já mais conscientes devem perceber com sua sensibilidade de alma a presença de Deus na realidade física como Energia em movimento. E nesta Energia se espelhando, se movimentarem/agirem em suas experiências de vida humana como deuses criadores.

Ela como Deus em movimento que os proporciona condições de ultrapassarem seus obstáculos, ao os estimular também se movimentarem e agirem para resolve-los com soluções criativas.

E este proceder é para eles na realidade física um constante desafio, por se “sentirem” desta maneira a presença de Deus, sentimento que o possuem ao vencerem seus obstáculos e que com ele gratificados vão ao mesmo tempo se transformando em cocriadores e caminhando para a sua transmutação

Deus como Energia Suprema deve ser uma constância em suas vidas humanas. E eles sabem que para a ter, sentindo-a mais presente em seu dia a dia, devem também acelerar seu campo de energia através de seus vórtices (chakras), que são circuitos energético-vibratórios fisicamente invisíveis fazendo parte dele.

E, só quando estes seus campos de energia (auras) já estiverem suficientemente acelerados que eles alcançarão (especialmente) a “visão”/percepção mental, para que se mostrem para eles pontos luminosos na vegetação, que são de fato Energia oriunda da Fonte Original vibrando com suas polaridades opostas.

Energia que atuando ao nível da essência/espirito daqueles que a “veem”, proporciona-lhes já em frequência mental mais acelerada e já em outro nível de consciência, sua estabilização à frequência da prosperidade em seu sentido mais amplo, para com ela ajam na realidade física como deus em movimento.

Mostrem-se como cocriadores e assim já despertos ajam com o sentimento da razão e com ele se conduzam paralelamente com o sentimento da nobreza, com o intuito de experienciarem um novo propósito, um novo ideal inerente a este novo tempo voltado à realização com o entendimento por igual de todos, com cada um dando o melhor de si.

Haja luz, esta expressão se inserida no âmago da alma humana, mostra aquele com emoções/sentimentos de harmonia, de amor. Mostra aquele como fonte viva de sabedoria, que com ela se ilumina, iluminando os outros.

Nesta frequência mental ele está em sintonia com realidades mais sutis, de mais vibração e está também em sintonia mais direta à frequência do Eu sou, que através dela energias/seres superiores mais sutis podem mais facilmente, interagirem com seu campo de energia.

Interações que automaticamente afastam-se aquelas frequências de menor vibração, para que ele possa com mais facilidade e com mais responsabilidade de seu compromisso cósmico, cooperar para que surja um novo mundo, configure a existência do céu na Terra, estabeleça a frequência da quinta dimensão iluminada pelos sentimentos de união, de amor.

Fontes de consulta:
Como Criar Uma Nova Versão de Você Mesmo – Dr. Joe Dispenza
Geometria sagrada: uma antiga linguagem universal Institutoseva.blogspot.co…
Reflexões ao dimensional já desperto, o já “diferente” – www.pegasus.portal.nom.br
Quinta dimensão por Ashtar Sheran no grande evento de transição planetária #AshtarSheran #quintadimensão #corpofísico #oevento
www.cristaisaquarius.com.br › blog › pleiadianos  – Os pleiadianos e o verdadeiro significado da vida
Saiba o que é a Geometria Sagrada,a Flor da Vida e o Merkaba
Dakila Pesquisas

Continuar lendo FÍSICA QUÂNTICA: CÉREBRO-MENTE “VEÍCULO” DO SALTO QUÂNTICO À QUINTA DIMENSÃO – 4ª E ÚLTIMA PARTE

AUTOCONHECIMENTO: O NÚMERO DE DESPERTOS É CADA VEZ MAIOR APESAR DE VIBRAREM EM NÍVEIS CONSCIENCIAIS

O texto a seguir analisa o despertar da consciência em um número cada vez maior de indivíduos no nosso planeta, mas que apesar disso os níveis conscienciais e vibracionais são muito diferentes e que por causa disso não é fácil alinhar relacionamentos no mesmo nível de cura. A análise também questiona se vale a pena ou não tentar alinhar esse nível de cura se o outro ainda não quer ou não está pronto? Portanto convido você a ler com atenção esse texto super esclarecedor e dirimir suas dúvidas!

Você é um ser desperto ? - Fabio Novo - Medium

O número de despertos é cada vez maior

Mensagem de 20 de Maio de 2020

Você tem notado a quantidade de pessoas que despertam, reivindicam o seu poder, possuem sua soberania energética? É uma coisa maravilhosa de se ver e está acontecendo graças ao trabalho árduo que muitos fizeram nas últimas décadas, bem como ao compromisso que cada um de vocês tem de resplandecer a sua luz como fonte de inspiração para os outros. São tempos difíceis e exigem resiliência, determinação, intenção e fortes limites de energia.

É por isso que o tópico do boletim desta semana é importante porque envolve algo pelo qual muitos estão passando agora, fazendo escolhas difíceis sobre relacionamentos que são drenos de tempo e energia, geralmente são tóxicos e representam fortes ciclos cármicos que agora devem terminar. Existem escolhas difíceis a serem feitas, mas elas giram em torno de uma única pergunta – a pessoa pode precisar de sua ajuda, cura e energia, mas elas querem e estão prontas para isso? Esse é o tópico do boletim desta semana.

Acreditamos que o dom da cura é a melhor coisa que podemos dar àqueles que precisam e é, desde que seja algo que eles desejem e estejam prontos. Mas muitas vezes vemos e temos consciência da necessidade de cura nos outros, e isso é especialmente verdade para aqueles que são fortemente empáticos e assumem automaticamente que desejam ser curados.

Então, nós os banhamos em nossa luz de cura, apenas para descobrir que somos rejeitados em todos os níveis. Por quê?

Porque antes de estendermos a cura àqueles que acreditamos que precisam de cura, devemos perguntar se é o que eles querem, porque por mais blasfêmia que isso possa parecer, todos não querem a cura ou serem curados, e eles brigarão com você com tudo o que eles têm se você tentar curá-los para o que eles não estão preparados.

Por mais que estendamos a cura àqueles que sabemos que estão  sofrendo e cujas vidas são limitadas pela presença de seu medo e dor, com a melhor das intenções, é o equivalente à arrogância espiritual e manipulação energética para dar às pessoas a cura que elas não pediram, não querem e não estão prontas.

Sim, mesmo se você souber que eles estão no chão, se você tentar levantá-los antes que eles estejam prontos para se levantar, eles darão um tapa na sua mão e pedirão para deixá-los em paz. Por quê?

Porque não é da cura que eles têm medo, mas do que acontece com eles uma vez que sejam curados. Eles se sentem mais poderosos em seu estado de não cura, que é sua zona de conforto, do que em serem curados, que não é apenas sua zona de desconforto, é também totalmente desconhecido e bastante assustador.

Algumas pessoas são fortalecidas por sua dor, mesmo que isso não faça sentido para você, e são ancoradas através da dor e do caos com que escolhem conviver. Se você tentar mudar isso, eles estarão perdidos, sem ancoragem, confusos e em território desconhecido e assustador.

Antes que alguém possa aceitar a cura, ele precisa encontrar uma nova fonte de poder para substituir a fonte cheia de dor que ele está usando atualmente. Mesmo que isso não lhe traga a paz e a alegria, ainda é com o que eles se sentem confortáveis ​​e não querem desistir até que estejam prontos.

Isto não precisa fazer sentido ou ser lógico, pois faz parte da aceitação e do não julgamento que devemos estar dispostos a estender aos outros ao concluir nossa própria jornada de cura. Uma das razões pelas quais queremos que certas pessoas sejam curadas envolve nosso próprio karma e acreditamos que curá-las nos dá um encerramento e podemos seguir em frente, sem karmas.

Mas essa é a nossa agenda e é construída sobre várias suposições falsas:

Que todos precisam ter cura e fechamento de uma maneira específica para o Karma acabar,

Que somos responsáveis ​​pela cura dos outros, Que só porque sabemos que alguém está sofrendo, assumimos que eles querem ser curados,

Que devemos ser seu curador e é por isso que estamos no caminho dele, e que todos os parceiros cármicos devem ser curados da mesma maneira para que o encerramento Kármico aconteça.

Como escrevi em Ascendendo aos Milagres – O Caminho da Mestria Espiritual , “Karma é como uma dança e quando um dos parceiros para de dançar, a dança cármica termina.” E, às vezes, a dança termina quando percebemos que nosso parceiro está dançando com uma melodia diferente, não é um dançarino muito bom e tem pisado em nosso pé durante toda a dança, encontrou outro parceiro com quem ele preferia dançar, ou está muito cansado de continuar a dança.

Agora temos a oportunidade de acabar com o karma, que tem sido o objetivo deste ciclo da alma e estamos no ponto crítico agora. A dança cármica termina quando escolhemos nos afastar, não quando finalmente alcançamos nossa missão de cura total desejada. Então a outra pessoa encontrará um novo parceiro cármico ou decidirá parar de dançar também. Não somos responsáveis ​​por essa escolha, nem temos controle sobre ela.

Estamos prontos para liberar a nossa necessidade de cura e deixar todos curarem no seu próprio tempo, no seu próprio ritmo e quando estiverem preparados? Podemos ser os Faróis de Luz e brilhar o potencial de cura no caminho da humanidade para que eles possam vê-lo quando estiverem prontos, ou continuaremos a ser os Trabalhadores da Luz, esforçando-nos para curar um mundo, através do nosso próprio medo da presença contínua do karma, estendendo a cura às pessoas que sabemos que podem precisar, mas que não querem ou não estão prontas para isso.

É hora de deixar o karma ser uma coisa do passado a que pertence e nos prepararmos para os novos paradigmas a que todos tenham acesso, quando estiverem prontos para a cura, sendo um exemplo de alegria e cura e toda a vida, para que eles possam fazer essa escolha por si próprios, quando estiverem prontos para serem capacitados por uma nova maneira de ser sem dor

Jennifer Hoffman
Fonte: — Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br: Tradução — Marco Iorio Júnior — Editor exclusivo do Trabalhadores da Luz

Fonte: Trabalhadores da Luz

Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: O NÚMERO DE DESPERTOS É CADA VEZ MAIOR APESAR DE VIBRAREM EM NÍVEIS CONSCIENCIAIS

DESENVOLVIMENTO PESSOAL: LIBERTE-SE DA DEPENDÊNCIA EMOCIONAL

“A Dependência Emocional” é o destaque da nossa coluna DESENVOLVIMENTO PESSOAL desta sexta-feira, já que estamos vivendo um momento tão delicado em meio a uma pandemia mundial que afeta a todos e principalmente as pessoas que dependem de outras emocionalmente. Por isso lhe convido a ler o artigo completo a seguir que ensina em 7 passos a superar a dependência emocional.

7 passos para superar a dependência emocional

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

A dependência emocional oculta uma necessidade de controle e segurança, manifestada por alguém que não confia em si mesmo. Entenda por que é nociva e quais são os recursos para superá-la.

22 AGO 2018 · Última alteração: 21 OUT 2019 · Leitura: 3 min.
7 passos para superar a dependência emocional

Quando o seu bem-estar, sua felicidade ou seu equilíbrio emocional depende de outras pessoas ou do que elas façam, é muito possível que você manifeste claros sinais de dependência emocional. Trata-se de uma condição problemática, que te impede de enfrentar as situações do dia a dia como deveria, seja por falta de autoconfiança ou por medo de ficar sozinha/o.

E você? Já se perguntou qual o seu nível de dependência emocional? Faça o teste para averiguar a resposta:

Você tem dependência emocional?

Responda com sinceridade para identificar o nível de dependência emocional que mantém no casal.

De acordo com os especialistas, a dependência emocional é alimentada pela baixa autoestima e pela insegurança. Como resposta direta, a pessoa busca externamente no outro, seja no relacionamento de casal, na família ou amigos,  a segurança que não tem em si mesma. Fica “viciada” no que essas relações são capazes de proporcionar e chegam a considerar que é impossível viver sem elas. Imagina o sofrimento emocional que isso representa?

Por isso, para conseguir romper com os elos da dependência emocional e superá-la é fundamental começar a entender de onde vem esse apego, que não tem limite. Isso significa reconhecer medos e limitações, mas também aproveitar o processo de reflexão para entender quais são as suas próprias potencialidades, porque todos as temos.

É possível que se descubram feridas emocionais e situações de instabilidade, mas isso permitirá, aos poucos, ir trilhando um caminho mais autossuficiente. O processo é lento e, na maioria dos casos, merece ser acompanhamento por um psicólogo especializado em desenvolvimento pessoal. Entretanto, você pode começar a mudança ser com pequenos ajustes nos seus comportamentos e posturas:

shutterstock-692559550.jpg

  1. Comece reconhecendo que está dependente: nunca seremos capazes de superar algo que tratamos de negar. O primeiro passo sempre é saber que você se sente dependente emocional e por que existe esse apego desmesurado. Trate de entender o que cada uma dessas relações oferece a você, de positivo e negativo.
  2. Não tenha medo da incerteza: a dependência emocional vem de uma necessidade de controle, porque isso seria sinônimo de segurança. Porém, quando ela se instala, a relação se converte em tóxica. Ter consciência de que o futuro não se controla, de que a única esfera real de influência que temos é sobre nós mesmos (não me sobre os outros), ajuda a encarar o que está por vir com mente mais aberta e com menos medo, já que o incerto não tem porque ser, necessariamente, negativo.
  3. Centre-se mais em você: não se trata de ser uma pessoa egoísta, mas de ter consciência de que o que realmente importa é a sua opinião, o que você pensa sobre você, não a opinião dos demais. E é importante que você trabalhe todos os pontos que ajudam a reforçar a sua identidade pessoal.
  4. Seja capaz de dizer não: faz parte do equilíbrio emocional saber dizer não. Você precisa entender que respeitar o outro não significa abrir mão daquilo que é fundamental para recuperar e manter a sua autonomia emocional. Seja assertiva/o e respeite sua individualidade.
  5. Não viva do passado: o passado ensina e, nesse sentido, é sempre uma referência. Mas isso não quer dizer que você deva estar presa/o a essas experiências, especialmente as negativas. Isso é colocar uma carga no presente totalmente desnecessária. O grande aprendizado consiste em justamente ser capaz de trasladar as lições do passado e aplicá-las ao presente, para fazer melhor, ser melhor e se sentir melhor.
  6. Questione as suas regras: está claro que todas as experiências vividas ajudam a conformar as “regras” e crenças quando se trata de relacionamento, por exemplo. O problema é que essas regras nem sempre são objetivas ou refletem a realidade. Daí a importância de revisá-las constantemente, em função de quem você é no “agora” e de quais são as suas necessidades.
  7. Assuma a responsabilidade das suas emoções: os sentimentos pertencem à pessoa, e é contraproducente querer colocar a culpa dessas manifestações em causas externas; seria assumir uma postura vitimista. Você precisa entender que tem o controle e, exatamente por isso, é responsável por como manifesta suas emoções.

Para superar a dependência emocional é fundamental que você aprenda a estar bem sozinha/o. Saiba que isso é possível! Não deixe de pedir ajuda profissional se precisar de suporte para alcançá-lo.

Fotos: MundoPsicologo.com

Fonte: 

psicólogos

Escrito por

MundoPsicologos.com

Continuar lendo DESENVOLVIMENTO PESSOAL: LIBERTE-SE DA DEPENDÊNCIA EMOCIONAL

FÍSICA QUÂNTICA: CÉREBRO-MENTE “VEÍCULO” DO SALTO QUÂNTICO À QUINTA DIMENSÃO – 3ª PARTE

Nesta quarta-feira temos a 3ª parte do artigo “Inserção mental à quinta dimensão” na coluna FÍSICA QUÂNTICA cujo objetivo é esclarecer para os leigos o que são e como funcionam as diversas dimensões conscienciais com ênfase em como alcançar a 5ª dimensão vivendo na 3ª dimensão. Portanto convido você a ler o texto completo a seguir e os outros dois que faltam dessa série para ter um entendimento eficaz sobre o assunto.

Reflexões para o dimensional já desperto, o já “diferente”, que busca dar seu salto quântico

O dimensional desperto  e consciente já interagindo com as realidades paralelas para delas receber informações, se ele agora possuindo frequência mental ainda mais acelerada e também ainda mais consciência mostrando-se em outro padrão evolutivo, ele já percebe que as informações que busca estão nele inseridas como sua memória cósmica e assim, já se percebendo também literalmente como uma “Placa Viva”, ele já sabe que não precisa utilizar mais de quaisquer artifícios externos, para que possa trazer de seu futuro informações e conhecimentos, que são necessários ao seu compromisso de propagação na construção de um novo tempo, ele precisa apenas colocar em seu pensamento intensa vontade, direcionando-o com mais consciência e com mais emoção.

O ser humano está na realidade física para se informar e ter conhecimento através do processo mental de aprendizado, que nele um é referencial do outro, principalmente o dimensional que já despertou e que já interage consciente com as realidades paralelas deve assim proceder. E, se ele então já tendo sido informado e aprendido, que ele expresse este seu conhecimento e o propague com o filtro do seu entendimento e não um outro se fazendo como seu “porta-voz”. Ele deve “caminhar com seus próprios pés”.

Cada um deve mentalmente ir aprendendo a construir seu próprio universo, idealizando-o através de seus pensamentos, porque um outro não pode realmente construí-lo para ele.

A linguagem que com ela durante milhares de anos se expressou o conhecimento humano, buscando o porquê de todos e de tudo, fundamentou-se em sentimentos quase sempre místicos com preconceitos geradores de conceitos obscuros de fundo religioso, mas uma outra linguagem já começa agora surgir para expressa-lo diferentemente, a linguagem da Ciência Lilarial com conteúdo energético-modular que torna verdadeiramente os seres humanos mais conscientes e realmente “mais próximos” de seu Criador.

Paranormal é aquele capaz de coordenar seus pensamentos e depois direciona-los mentalmente como frequências energéticas, para que ajam de acordo com seu desejo. Neste sentido ele deve estar sempre ciente, que os quatro pilares para o desenvolvimento de suas habilidades mentais são: equilíbrio emocional, mente flexível (sem julgamento), cuidar da alimentação (estar fisicamente saudável) e praticar atividade física (sair da inercia do corpo).

Evoluir deve ser o desejo de todos, deve ser o caminho que devem procurar por ele andar, mas só acontece quando cada um começa a percebe-lo como um instante de “insight” e, começa então depois também, a trilha-lo chamado por esta sua voz interior.

O ser humano que já começa se despertar para suas habilidades (mentais) paranormais e que com elas já começa também a se exercitar, buscando paralelamente cada vez mais conhecimento, ele vai expandindo sua consciência, ele vai pela mente e pelo coração acendendo dentro de si a chama da sabedoria e, diferentemente assim se iluminando, se facilita em seu caminhar evolutivo.

Aquele que está em expansão de sua consciência, está em acelerado processo mental de acender de dentro de si a luz da sabedoria – Imagem da Internet

Aquele que já possui consciência expandida e que com ela já comanda mentalmente seus principais centros de força (vórtices), consegue através deles direcionar a energia de seu campo biomagnético (aura), para mais facilmente alcançar seu objetivo.

O ser humano que realmente consegue manipular mais inteiramente sua fonte de energia, ele já “se libertou”, não se sente mais preso ao atual sistema de crenças, que sempre o condicionou a repetitivos vícios mentais, que sempre o limitou e que sempre o aprisionou em seu ilusório mundo emocional, impedindo-o em suas experiências cotidianas alcançar seu real objetivo.

O ser humano não deve esquecer, por ser sua própria fonte de energia, quando ele alcança a frequência mental para consciente manipula-la e direciona-la voltado ao seu objetivo, ele já controla o mundo ao seu derredor.

O dimensional já de fato desperto é quase sempre possuidor de alguma habilidade (mental) paranormal também já desperta, que o auxilia em sua interação consciente com as realidades paralelas.

Mas, ele deve se conduzir na realidade física com “os pés no chão” ou, sem ficar alheio ao mundo ao seu derredor, que nele no momento experiencia e aprende.

Aquele que se interioriza, procurando realmente se conhecer, ele experiencia uma atitude solitária, mas nunca de solidão, quando em silencioso dialogo consigo mesmo começa “a medir” seus pensamentos e suas atitudes, que por ventura os teve de soberba, avareza, luxuria, inveja, gula, ira e preguiça, procurando já com outra sensibilidade de alma, transforma-los em ações conduzidas por sentimentos de humildade, caridade, pureza de proposito, bondade, temperança, paciência e diligencia.

 E aquele ainda, que na realidade física não mais se condiciona, que não deixa mais se limitar mentalmente às suas cotidianas experiências, não se utilizando apenas de cinco sentidos como “instrumentos” de seu conhecimento, assimila (mentalmente) muito mais o que está lhe sendo passado ao seu derredor como informações e, não mais apenas cerca de 20% que comumente alcança aquele outro não possuidor de domínio mental sobre si mesmo.

O “diferente” ou o dimensional já desperto que já sabe se olhar de frente trilhando o Caminho do Meio de suas Três Linhas da Vida ABC, está nesta realidade para fazer a diferença e com ela estimular às pessoas para novos modelos comportamentais, criando-lhes novos paradigmas mentais, que os propagando vão as ajudando delinearem um novo caminho.

Os seres humanos estão em um mundo de experiências com sentido de dualidade, gerando energias como frequências emocionais, que as conduzindo como sensações ora boas e ora ruins, devem procurar através de suas Três Linhas da Vida ABC, transforma-las em frequência no estado de graça ou em frequência mental de neutralidade, que são todas suas formas de emoção já transformadas nesta só sensação, nesta só frequência.


O ser humano em sua realidade física experiencia um mundo de dualidade, ao se conduzir mentalmente por sentimentos de concorrência, disputa e conflito, que ele deve neutralizá-los, inserindo-os em uma só frequência, a do estado de graça – Imagem da Internet

Nas Três Linhas da Vida a Linha A ou a Linha Negativa, ela é assim chamada, porque nesta frequência é que o ser humano se acha mais comumente em inserção mental, quando procurando cada vez mais ter sucesso em sua vida e não o conseguindo como queria, ele  como mentalmente se justificasse, fica dizendo para si mesmo, que da próxima vez não irá mais fazer isto, que não irá mais fazer aquilo ou, que não irá mais tomar esta atitude, etc., e assim vai se aprisionando nesta frequência mental, neste “não” através de seus pensamentos que o fazem reviver mentalmente o que passou, deixando-o com a sensação de culpa e o inserindo em um mar de negatividade.

A Linha C ou a Linha Positiva das Três Linhas da Vida, ela é assim denominada, porque nela o ser humano imagina estar por ser a frequência do sucesso, mas por ser ainda apenas mentalmente por ele imaginada, por ser apenas uma possibilidade, portanto não sendo ainda uma realidade, aquele que fica nesta frequência em constante sintonia, mas com inercia mental sem agir, sem realizar só imaginando o sucesso como seu futuro, ele nesta sua “irrealidade emocional” está mesmo é  “no mundo da Lua”, sem possibilidade real de se tornar um vencedor.

A Linha B ou Linha Neutra das Três Linhas da Vida é assim chamada, porque é a frequência da realização ou do cocriador só alcançada pelo ser humano, que não se deixa mais em suas experiências de vida, ser conduzido por frequências emocionais ora positivas ora negativas. Ele no aqui agora de sua realidade física está sempre “vencendo o mundo”, conduzindo-se mentalmente na frequência do equilíbrio emocional e com ela no reto caminho da harmonia como “deus” em movimento.

Aquele que está em busca de sua ressurreição/transmutação, deve não só se conservar fisicamente saudável, como também trilhar seu dia a dia na frequência da harmonia, através da Linha B de suas Três Linhas da Vida ABC.


Ao se buscar a ressurreição/transmutação, não deve se valer apenas da energia do corpo físico, mas se valer também da energia em frequências mais sutis, condutoras da luz da sabedoria que ilumina com o sentimento de harmonia o caminhar do dia a dia – Imagem da Internet

A kundalini é a energia da vida, através dela que o ser humano vivente pode consciente se informar, conhecer e experienciar na realidade física e, ir vivendo sua vida física na medida em que sua alma vai aprendendo a se conduzir livre além das amarras ilusórias dos sentidos. Com a “arte do bem viver”, ela vai se curando seus males na frequência da neutralidade ou, na Linha B de suas Três Linhas da Vida ABC.

É basicamente necessário ao ser humano e principalmente ao paranormal se inteirar de sua energia da kundalini, para saber com ela se conduzir. Por ser modulada como a energia da vida, ela o permite biologicamente existir, mentalmente experienciar e se exercitar com suas habilidades mentais, algumas delas inclusive para alcançar outras realidades.

O sentido da palavra namoro em irdin significa cuidar do outro (a), significa se ajustar à frequência do outro (a), aprimorar-se em relação a ele (a ela), para que sendo criado entre os dois um entrelaçamento, que se mostrando como um brilho em seus corpos físicos e mutualmente os encantando, vai lhes proporcionando também uma relação verdadeiramente amorosa.

Uma amorosa relação quando verdadeira e crescente entre um casal, inicia-se entre os dois o “Tantra da Vida”, quando cada um antes se respeita, para respeitar o outro e, este sentimento ao se estender também a todos já em outro nível de sensibilidade ou de transcendência, os dois já estão experienciando na Frequência do Eu do Futuro e em sintonia à Frequência do Eu Sou.

 O “eu” ou o “ego” é que comumente conduz o ser humano em seu dia a dia e, quando ele o conduz em sua vida de relação social sem excessos, é valioso instrumento de autoconhecimento.


Aquele que está em processo mental de interiorização, o “eu” torna-se valioso instrumento de autoconhecimento – Imagem da Internet

Aquele que se deixa conduzir pelo “eu”, agindo sem refletir, movendo-se com exacerbado imediatismo, ele não percebe, que quase sempre suas experiências na realidade fisica gerando consequencias com resultados aparentemente opostos, são na verdade reflexos de uma mesma coisa, que se mostra como duas faces e que se for por ele percebida e anulada, livra-se de excessivos desgastes emocionais e pode com mais equilibrio dar seu salto quantico.

O ser humano que não se volta para si mesmo e não se resolve, estando mais voltado para os outros, deles constantemente reclamando sem justificativa e quase sempre os acusando, ele não percebe que por trás desta sua postura às vezes até agressiva, ele está de fato escondendo sua incapacidade de se resolver, está procurando não se ver inserido na frequência do fracasso.

Os cinco sentidos são “instrumentos auxiliares” do ser humano na realidade física e quase sempre a serviço do “eu”, do “ego”, o induz à “consequência das consequências”, ao absorver energias tanto positivas quanto negativas, que por ele mesmo antes geradas e que alcançando outros, recebe agora de volta o que energeticamente de bom ou de ruim enviou, dentro da lei de causa/efeito e de ação/reação.

Aquele que vai experienciando o sentimento de dúvida, ele vai se bloqueando emocionalmente e tornando-se mais facilmente prisioneiro do   “eu”, do “ego”, que vai lhe gerando como   consequência a inconsequências de frequências mentais negativas.

A alma humana vai sendo “construída” por sentimentos (emoções) positivos ou negativos, que com eles vai se caracterizando ou, “sendo medida em seu tamanho (vibração) ”.

Aquele que pela mente e pelo coração busca verdadeiramente o sucesso, ele está ciente que esta sua busca depende só dele, depende apenas da intensidade de sua vontade, já sabendo que com ela deve amalgamar seus pensamentos e suas emoções, direcionando-os como um só sentimento para o objetivo almejado.

O ser humano vivente não é só inteligente, sobretudo consciente possui capacidade não só de criar sua própria realidade no mundo físico de terceira dimensão em que experiencia, mas ainda a levar depois para o mundo paralelo.


O ser humano inteligente e sobretudo consciente é capaz de criar sua própria realidade – Imagem da Internet

Aquele que não age, que não movimenta e não direciona seus próprios pensamentos, se pondo na dependência mental de outros, ele está gerando para si todas as consequências desta dependência, entre elas o sentimento da incerteza.

O ser humano que pensa e age com objetividade, para alcançar a frequência de “vencedor” e com ela a de realização, ele está desenvolvendo sua capacidade de raciocínio com “a lógica de obter”, mas diferentemente já movimentando seu pensamento como cocriador, ao se expressar através do que em essência sempre foi, será e no aqui agora é, “deus” em movimento.

O dimensional desperto em seu compromisso de propagação que firmou como responsabilidade antes de tudo consigo e com o universo, está tendo auxílio das realidades paralelas e, neste seu esforço ajudando a construir para a humanidade uma outra mentalidade para uma nova consciência, ele vai com este seu esforço ajudando a construir um novo tempo e, paralelamente vai delineando em seu campo (aura) a vibração na frequência de “vencedor”.

Possuir apenas pensamentos positivos, mas sem lhes dar vida, conservando-se em inercia mental sem agir, sem saber com eles construir para si e para os outros em suas experiências cotidianas, que devem se mostrar dinamicamente plenas com o sentido (vibracional) de somar/unir, é não saber olhar para si mesmo, é não saber ir em frente, é não saber se iluminar pela sabedoria.

Apenas se ter teóricos conhecimentos, mas sem lhes dar vida, sem os transformar em ações no dia a dia para principalmente autoconhecer e, assim poder também depois conhecer os demais e com eles em harmonia se somar, aqueles que assim procedem, mostrando-se como campos estéreis incapazes de semearem a semente da sabedoria, experienciam não só constantes desencontros consigo mesmos, como também com os outros.


Primeiro autoconhecer e depois conhecer os demais, para com eles em harmonia se relacionar e poder se somar – Imagem da Internet

O movimento não só o fisicamente originado do MDPL (Magnetismo, Densidade, Pressão e Luz), mas também o que estimula a alma às frequências mais positivas ou às realizações mais plenas, geram juntos prosperidade em seu sentido também mais amplo, mais verdadeiro e tornam aquele que assim age “deus” de si mesmo, fonte de seus próprios milagres.

Os sentimentos quaisquer que sejam eles, estão sempre criando no organismo humano reações químico-fisiológicas, que influenciam psiquicamente o ser humano, principalmente através de sentimentos originados de pensamentos negativos que nele funcionando como potentes “toxinas”, aumentam seu nível de tensão emocional. As “toxinas emocionais” afetam tanto o organismo humano, quanto as toxinas que nos alimentos são por ele absorvidas.

O sentimento de harmonia (“antessala” do sentimento de Paz, vibração já não tanto mais da realidade físico-humana) não é o de se sentir, ao se colocar a cabeça no travesseiro para se ter “o sono dos justos”, porque ele não se insere propriamente neste instante de inercia física, ele de maneira dinâmica foi antes conquistado por aquele possuidor de pensamentos e de ações, que com eles agiu e se mostrou como exemplo de realização para os demais.

A miséria não é só aquela que é medida externamente ou por nada possuir no mundo exterior, mas antes de tudo é aquela que presente no mundo interior de cada um, o aprisiona por não o permitir transpor barreiras por ele mesmo levantadas e assim, o incapacitando mentalmente delas se libertar, vai o tornando prisioneiro de sua própria e verdadeira miséria.

O ser humano que está aprendendo a se conduzir com equilíbrio emocional em sua vida de relação social e ao mesmo tempo buscando conhecimento com informações que assimila de seu derredor, ele está no fundo buscando “se construir” por inteiro na frequência (mental) da harmonia, sentimento que deve ser alcançado com constantes acréscimos, principalmente com aqueles de autoconhecer, que o conduz na trilha da sabedoria.

O dimensional que já interage consciente com as realidades paralelas, que já possui obviamente a certeza de suas próprias experiências e, se as informa para outros que ainda não as experienciaram, elas só serão de fato aceitas por estes como verdadeiras, quando eles também vivenciarem experiências semelhantes.

O ser humano não deve só se ver ou, apenas se entender fisicamente presente neste mundo de experiências restritas aos seus cinco sentidos, não deve ainda só se ver pela sua natureza físico-biológica possuindo inteligência e raciocínio, mas também se perceber possuidor de sensibilidade (emoção) “traduzida” em suas habilidades (mentais) paranormais, que com elas pode alcançar objetivos mais distantes e não só físicos,  objetivos em outras e paralelas realidades além do mundo físico que no momento experiencia.

Aquele que em seu dia a dia se conduz com o sentimento de solidariedade que soma, que une, consegue andar pela trilha da vida sem tanto mais percalços e assim, consegue com mais facilidade mental e emocional se transformar e, nesta sua transformação consegue também agora com mais facilidade se transmutar.


Aqueles que se dão as mãos conduzindo-se pelo sentimento de solidariedade, conseguem andar pela trilha da vida sem tanto mais percalços – Imagem da Internet

Aquele que consciente já consegue se projetar fora do corpo físico e “viajar” no extra físico, ele utilizando de seu corpo mental pode sentir esta sua “viagem” de várias maneiras e, ao inicia-la, percebê-la como várias reações em seu corpo físico.

O ser humano não é possuidor apenas de um corpo físico exterior e visível, é também possuidor de um campo de energia (aura) comumente não visível que na forma de vórtices movimenta seu mundo interior e que age como “ponte”, ao ligar o mundo exterior que nele fisicamente experiencia aos mundos paralelos não visíveis.

O campo de energia humano é constituído por sete diferentes camadas associadas às suas frequências, que em ordem ascendente são o astral, emocional, físico (mental concreto), extrafisico, mental (sutil), de polaridade e de proteção e que “funcionando como “degraus vibracionais”, se alguém por eles “subir” e no final os “ultrapassar”, já alcançou a ressurreição/transmutação.

O ser humano está constantemente pensando, mas quase sempre sem consciência desta sua capacidade que é geradora de formas pensamento, perde oportunidade com elas se beneficiar, dependendo da energia mental que nelas depositar.

Egrégora é a consequência do que pessoas constantemente pensando e acreditando, acabam por gerar uma mesma ideia, dando-lhe consistência, que se transformando em uma intensa onda energética, pode interferir no campo de outras pessoas e, influenciando-as, se tornam facilmente manipuláveis como se fossem marionetes

Aquele que pensa em silencio, já está gerando ondas mentais e, quando seu pensamento é exteriorizado e conscientemente direcionado através do que fala (do “verbo”), suas ondas mentais tornam-se ainda mais intensas, possibilitando-lhe alcançar  mais rapidamente o objetivo almejado.

O ser humano é uma usina de força, que através de seus corpos físico, mental e emocional gera seu próprio campo energia, que se mostra mais atuante, se a energia que por ele está sendo gerada estiver na frequência correta e ao mesmo tempo a mais simples, que é a do pensamento ou, de 0,3 hertz.


O ser humano é uma usina geradora de intensa energia através de suas emoções, que nas frequências mentais da vontade e do desejo são conduzidas pela força de seu pensamento – Imagem da Internet

Possuir saúde em seu sentido mais amplo, não é apenas nutrir-se com alimentos sem toxinas e não só possuir um organismo fisicamente saudavel, é também possuir  pensamentos que gerem frequencias energéticas positivas, para que os vórtices energeticos (chakras) não gerem padrões vibratórios negativos.

A depressão é uma doença que traz malefícios à saúde física e mental ao ser humano e, se ela for gerada por perda material ou por qualquer outro objetivo momentaneamente não alcançado, é um sentimento até normal desde que seja logo superado, caso contrário se prolongue e se mostre mais intensamente perturbador, transforma-se em angustia, com sensações nocivamente mais profundas ao seu corpo e à sua alma.

Quando o eixo hormonal do corpo humano e as glândulas a ele associadas estão em equilibrio energetico, aquele que assim se mostra, sua saude em nivel energetico também se mostra em equilíbrio físico, mental e emocional.

O ser humano é possuidor de seus cinco sentidos, que através deles obtendo sensações, vai experienciando e aprendendo na realidade física, entretanto o termo “sensitivo” às vezes empregado também em sentido mais amplo, está associado às suas outras “n” sensações e, estas às suas outras “n” habilidades (mentais) paranormais.

 Em Dakila existem grupos de pessoas estudiosas e pesquisadoras em inúmeras áreas do tradicional conhecimento humano, mas eles só conseguiram preencher algumas lacunas deste conhecimento antes não preenchidas, com informações fornecidas pela Ciência Lilarial.

Através das ondas moduladoras Deus para a compreensão humana é na realidade física movimento. Sua presença é ausência de inercia ao vibrar em constante modulação para tudo criar, portanto estagnação mental sem nada realizar na realidade física pela ausência desta sintonia modular vibratória, é não experienciar a presença de Deus.

 Aquele que já percebe mais claramente a Energia Suprema em seu ato modulador e criador, é por que já possui também nítido entendimento como parte de todos e a consciência que se acha inserido em tudo.

É o momento do dimensional desperto sintonizar pela mente e pelo coração à Frequência do Eu Superior, que ainda interiorizada como seu tesouro oculto deve ser por ele exteriorizada.


O ser humano já começa melhor perceber sua conexão com o universo, para poder por ele viajar (com treino e preparo) através de seu corpo mental – Imagem da Internet

Fonte: Pegasus Portal

Continuar lendo FÍSICA QUÂNTICA: CÉREBRO-MENTE “VEÍCULO” DO SALTO QUÂNTICO À QUINTA DIMENSÃO – 3ª PARTE

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar