O COLÉGIO DE PROFESSORES DO CHILE PEDIU A SUSPENSÃO DAS AULAS EM TODO PAÍS DEVIDO O AUMENTO DE CASOS DA COVID-19

Professores pedem suspensão de aulas por contágios no Chile

Sindicato da categoria chamou a atenção para aumento de infecções por covid-19 no país e teme pelos profissionais

INTERNACIONAL

 Da EFE

As aulas foram retomadas no início desta semana em todo o Chile

ALBERTO VALDES / EFE – 1.3.2021

O Colégio de Professores do Chile pediu nesta sexta-feira (5) a suspensão das aulas em todo o país devido a um aumento significativo do número de casos de covid-19, uma semana após o início do ano letivo e em um momento em que 46 escolas relataram contágios.

Por meio de seu presidente, Carlos Diaz, o sindicato dos professores chilenos fez um “apelo urgente” ao governo para suspender o plano de retorno às aulas enquanto as condições de saúde não permitirem, considerando que o país detectou nas últimas 24 horas mais de 5.300 novos contágios, o número mais alto em um só dia desde o período mais difícil da pandemia.

“Dadas as condições que temos hoje, não é possível continuar com as aulas in loco em todo o país”, disse.

Autoridades educacionais e comunidades escolares, acrescentou Diaz, estariam “colocando suas vidas em risco porque têm que se deslocar e permanecer em cada um dos estabelecimentos educacionais”.

Como em 2020, o sindicato propôs continuar com aulas online enquanto a pandemia não é controlada.

Embora o retorno às salas de aula em todo o país tenha sido iniciado “voluntariamente, de forma gradual, flexível e segura”, nas palavras do presidente chileno, Sebastián Piñera, as quarentenas preventivas em dezenas de escolas não demoraram a ocorrer, menos de três dias após o início do ano letivo.

Resposta do governo

No entanto, o Ministério da Saúde descartou que os contágios registrados nos estabelecimentos de ensino tivessem ocorrido dentro deles.

“É impossível culpar as escolas”, disse o ministro da pasta, Enrique Paris.

“Como é possível que tenham dito isso quando as escolas mal foram abertas, e no primeiro dia de aula apareceu um caso positivo? Todos nós sabemos que o período de incubação é de 14 dias, isso está enganando a opinião pública”, acrescentou Paris em entrevista coletiva.

Depois de receber críticas pelas modificações introduzidas no plano “Passo a Passo” do governo, que até agora permite a abertura de escolas, academias e cassinos na fase 2, o ministro alegou que os locais com mais liberdades funcionam “com muitas exigências”.

Paris reconheceu que a possibilidade de contágio existe e que “está sendo feito um monitoramento muito rigoroso”.

“As escolas são muito mais seguras do que as próprias residências para crianças que têm pouco apoio social, que não têm boa alimentação e que não têm conexão com a internet”, declarou.

O Chile já registrou 845.450 casos de covid-19 e quase 21 mil mortes relacionadas à doença desde o início da pandemia.

Fonte: R7

Continuar lendo O COLÉGIO DE PROFESSORES DO CHILE PEDIU A SUSPENSÃO DAS AULAS EM TODO PAÍS DEVIDO O AUMENTO DE CASOS DA COVID-19

SEGUNDO DIRETOR DO FBI, OS CASOS DE TERRORISMO INVESTIGADOS NOS EUA CHEGARAM A 2 MIL NOS ÚLTIMOS MESES

FBI investiga cerca de 2 mil casos de terrorismo interno nos EUA

Segundo o diretor da agência, Christopher Wray, o número de casos sob investigação praticamente duplicou desde 2017

INTERNACIONAL

 Da EFE

Diretor do FBI afirmou que o número de casos monitorados pela agência explodiu

LEAH MILLIS / POOL VIA EFE – EPA – 2.3.2021

Os casos de terrorismo interno que o FBI investiga nos Estados Unidos chegaram a 2 mil nos últimos meses, informou nesta terça-feira (2) o diretor da agência, Christopher Wray.

“Aumentamos o número de investigações sobre terrorismo doméstico de cerca de 1 mil quando cheguei aqui, para cerca de 1,4 mil no final do ano passado e para cerca de 2 mil hoje”, declarou Wray, que ocupa o cargo desde 2017.

A afirmação foi feita em uma apresentação ao Comitê Judiciário do Senado, que está investigando o ataque ao Capitólio por apoiadores do ex-presidente Donald Trump, em 6 de janeiro. O diretor, que foi indicado justamente pelo republicano, deu detalhes sobre as investigações do FBI sobre os eventos no Congresso.

Invasão ao Capitólio

Em 6 de janeiro, centenas de eleitores de Trump invadiram o Capitólio quando uma sessão conjunta das duas câmaras estava sendo realizada para ratificar a vitória do democrata Joe Biden nas eleições presidenciais, em um ataque que terminou com cinco mortos.

O chefe do FBI também descartou a presença de infiltrados de organizações de esquerda ou anarquistas na violência de janeiro, como o entorno de Trump acusou.

“Até hoje não vimos nenhuma evidência de violência anarquista, extremistas ou pessoas ligadas ao Antifa em relação ao dia 6 (janeiro)”, destacou.

Após o assalto ao Capitólio, Trump enfrentou seu segundo julgamento político no Senado, do qual foi absolvido em 13 de fevereiro, e onde sua defesa argumentou, sem fornecer provas, de que o Antifa estava por trás do ataque.

Por outro lado, Wray falou de extremismo racial e observou que o número de investigações e prisões também cresceu significativamente durante o seu mandato.

“O número de prisões, por exemplo, de extremistas violentos motivados racialmente, que são o que pode ser classificado como supremacistas brancos, foi quase o triplo no ano passado em comparação com o meu primeiro ano como diretor”, disse.

Fonte: R7
Continuar lendo SEGUNDO DIRETOR DO FBI, OS CASOS DE TERRORISMO INVESTIGADOS NOS EUA CHEGARAM A 2 MIL NOS ÚLTIMOS MESES

EM TAIWAN, VIAJANTES VINDOS OU COM PASSAGENS PARA O BRASIL FARÃO QUARENTENA

Taiwan confirma três casos da variante covid-19 do Brasil

Ministro da saúde determina que brasileiros ou pessoas que estiveram por aqui fiquem de quarentena em lugar isolado

INTERNACIONAL

 por Reuters

A partir de quarta viajantes vindos ou com passagem no Brasil farão quarentena
WALLACE WOON/EFE/EPA

O governo de Taiwan confirmou neste domingo (21) que foram diagnosticados três casos da variante brasileira da covid-19. Com isso, todas que chegaram do Brasil vão ter de passar por quarentena a partir dessa semana.

O ministro da Saúde, Chen Shih-chung, afirmou que três pessoas firam diagnosticadas com novo coronavírus no mês passado e só no último sábado foi confirmada que era pela P.1, como é chamada a mutação do Amazonas. Os infectados estão sendo tratados em hospitais.

Chen acrescentou que a partir da meia-noite da próxima quarta-feira, qualquer pessoa que chegue do Brasil em Taiwan ou que tenha estado no Brasil nos últimos 14 dias deve ficar em quarentena em um local fechado por duas semanas. Assim como as chegadas da Grã-Bretanha e da África do Sul, já que também devem ser evitadas a propagação de variantes encontradas lá.

As pessoas que chegam a Taiwan dos outros países devem ficar em quarentena em casa por 14 dias. Elas são acompanhadas de perto pelas autoridades para garantir que não saiam de casa.

A pandemia matou 245.977 pessoas no Brasil, o pior número de mortes fora dos Estados Unidos.

O Brasil tem mais de 10 milhões de casos confirmados de coronavírus, já que uma nova variante descoberta na Amazônia ameaça devastar ainda mais um país onde as inoculações foram suspensas em muitas cidades por falta de vacinas.

Taiwan manteve a pandemia sob controle graças à prevenção precoce e eficaz, incluindo o fechamento de suas fronteiras. Existem apenas 40 casos ativos em tratamento em hospitais.

Fonte: R7
Continuar lendo EM TAIWAN, VIAJANTES VINDOS OU COM PASSAGENS PARA O BRASIL FARÃO QUARENTENA

SAÚDE MENTAL: PESQUISA DA USP APONTA QUE BRASIL LIDERA O RANKING DOS CASOS DE DEPRESSÃO NA QUARENTENA

Brasil lidera casos de depressão na quarentena, aponta pesquisa da USP

Publicado em 09.02.2021

Rovena Rosa | Agência Brasil

O Brasil, segundo uma reportagem da CNN Brasil, lidera os casos de depressão e ansiedade durante a pandemia do novo coronavírus.

De acordo com a matéria, uma pesquisa realizada pela Universidade de São Paulo (USP) em onze países mostra o Brasil na liderança.

As restrições durante a pandemia e o isolamento social podem ser um dos principais fatores que estão prejudicando a saúde mental.

Conforme os dados, Brasil é o país que mais tem casos de ansiedade (63%) e depressão (59%).

A Irlanda aparece em segundo lugar com 61% das pessoas com ansiedade e 57% com depressão. Em seguida, os Estados Unidos, com 60% e 55%, respectivamente.

“Nós concluímos que a pandemia de Covid-19 tem se mostrado um evento traumático para muitas pessoas, levando aumento exponencial de sentimento de medo e estresse”, disse Ricardo Uvinha, professor de lazer e turismo da USP, à CNN.

“A pesquisa reforça que os brasileiros têm sofrido drasticamente o período de quarentena e lockdown, em especial pela privação de atividades de lazer fora do ambiente doméstico”, completou.

Confira a matéria na íntegra aqui.

Professor, cristão, colunista, e redator. Amo ciências políticas, sou conservador e nordestino com orgulho.

Fonte: Conexão Política

Continuar lendo SAÚDE MENTAL: PESQUISA DA USP APONTA QUE BRASIL LIDERA O RANKING DOS CASOS DE DEPRESSÃO NA QUARENTENA

CASOS DE PESSOAS NO RN QUE SE VACINARAM SEM ESTAR NOS GRUPOS PRIORITÁRIOS SERÃO APURADOS PELO MINISTÉRIO PÚBLICO

Por G1 RN

 

MPRN vai apurar casos de "fura fila" na vacinação contra a Covid-19 — Foto: Kleber Teixeira/Inter TV CabugiMPRN vai apurar casos de “fura fila” na vacinação contra a Covid-19 — Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

O Ministério Público do Rio Grande do Norte anunciou nesta quarta-feira (20) que vai apurar todos os casos de pessoas que receberam a vacinação contra a Covid-19 mesmo sem se enquadrarem nos grupos prioritários. Cada situação será analisada individualmente para se investigar se houve o cometimento de crime ou ato de improbidade.

No primeiro dia de vacinação em Natal, houve a denúncia por parte do Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Natal (Sinsenat) de que servidores da prefeitura de Natal “furaram a fila” e tomaram a vacina. A Secretaria Municipal de Saúde confirmou o “equívoco” e destacou que “apesar do respaldo legal e institucional, fica a partir de agora terminantemente suspensa a vacinação desse grupo de servidores, em função da quantidade reduzida de doses recebidas nesta etapa inicial”.

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sesap), esta primeira fase da vacinação no RN contempla profissionais de saúde que estejam na linha de frente de combate ao coronavírus e ainda idosos residentes em instituições de longa permanência. Em nota, o MPRN lembra que “alguns planos municipais autorizam a vacinação de outros grupos de pessoas, o que será observado de forma individualizada”.

Para denunciar

O MPRN disponibiliza o Disque Denúncia 127 para o recebimento de denúncias de crimes em geral. A identidade da fonte será preservada. As denúncias também podem ser encaminhadas por Whatsapp para o número (84) 98863-4585 ou e-mail para disque.denuncia@mprn.mp.br.

Fonte: G1 RN
Continuar lendo CASOS DE PESSOAS NO RN QUE SE VACINARAM SEM ESTAR NOS GRUPOS PRIORITÁRIOS SERÃO APURADOS PELO MINISTÉRIO PÚBLICO

GOVERNADOR DO AMAZONAS CULPA FESTAS CLANDESTINAS PELA EXPLOSÃO DE CASOS DE COVID-19 NO ESTADO

Jovens levaram doença para casa, diz governador do Amazonas

Da CNN, em São Paulo

 Atualizado 14 de janeiro de 2021 às 21:27

Governador do AM rebate críticas de Arthur Virgílio

Diante do colapso do sistema de saúde no Amazonas, o governador do estado, Wilson Lima (PSC), culpou as festas clandestinas ocorridas no final de 2020 como as principais culpadas pela explosão de casos de Covid-19 no estado neste início de ano.

“Algo que contribuiu muito para o aumento significativo dos casos no Amazonas foram as festas clandestinas. As pessoas nas festas passavam copos de bebida de boca em boca. Aquilo foi fatal, não tinha outro caminho senão as pessoas serem infectadas,” disse o governador.

Ainda na trilha dos eventos clandestinos, Lima disse que o que se viu no Amazonas foi um processo de jovens levarem o vírus para casa, algo que pode ser notado de acordo os grupos etários mais infectados e com mais mortes pelo novo coronavírus no estado.

“No Amazonas os mais infectados estão entre 20 e 49 anos. Os que mais morrem estão acima dos 73 anos. Isso nos leva a crer que os jovens estavam sendo infectados e levando a doença para casa.”

Por conta do alto número de casos graves em pessoas mais velhas, a capital do estado, Manaus, vive atualmente uma crise de falta de tubos de oxigênio. Segundo o governador, a demanda por este material quadruplicou nas últimas duas semanas.

“No pico da pandemia levamos 30 dias para dobrar o consumo de oxigênio no estado. Agora em menos de 15 dias o consumo de oxigênio quadruplicou. Fomos surpreendidos por esse aumento excepcional.”

Fonte: CNN

Continuar lendo GOVERNADOR DO AMAZONAS CULPA FESTAS CLANDESTINAS PELA EXPLOSÃO DE CASOS DE COVID-19 NO ESTADO

DADOS ATUALIZADOS DO CORONAVIRUS NO RN

Por G1 RN

 

teste Covid-19 — Foto: Aen/Divulgaçãoteste Covid-19 — Foto: Aen/Divulgação

O Rio Grande do Norte teve nesta sexta-feira (27) o dia com o segundo maior registro de casos de Covid-19 desde o início da pandemia, segundo o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap).

Ao todo, foram 3.880 casos confirmados no estado, subindo de 88.767 na quinta-feira (26) para 92.647.

Esse número só é superado pelo registro de 29 de junho, quando houve um aumento de 5.420 casos confirmados de um dia para o outro.

Evolução dos casos confirmados e mortes por coronavírus no RN
Dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde através de comunicados e boletins epidemiológicos

Segundo a subcoordenadora de vigilância epidemiológica da Sesap, Alessandra Lucchesi, “a maioria” dos casos confirmados nesta sexta-feira foi de testes de sorologia, que indicam se o paciente já teve a Covid-19. Ou seja, de acordo com ela, esse número não representa que a infecção está ativa nos pacientes.

“A maioria desses casos confirmados que nós fizemos a liberação de ontem (quinta-feira) pra hoje (sexta-feira) compreendem casos que foram testados através da sorologia. Então, são casos de pacientes confirmados, mas não necessariamente com a infecção ativa neste momento”, disse.

“Esses dados desses pacientes que foram testados e confirmados neste momento não representam casos de pacientes infectados agora”.

Segundo Luchessi, o aumento se deu em decorrência de ampliação de testes. “A disponibilização de mais testes e o aumento da nossa população elegível para esses testes têm favorecido com o incremento dos dados, algo realmente desejado, visto que nós prezamos pela detecção dos casos de Covid-19 o mais precocemente possível”.

De acordo com a subcoordenadora, “a liberação desses resultados não impacta nesse momento na transmissão atual”.

No atual boletim, o estado também registrou 12 mortes por Covid-19, mas, segundo a Sesap, nenhuma nas últimas 24 horas.

Alessandra Lucchesi, subcoordenadora de vigilância epidemiológica do RN — Foto: Governo do RN/Reprodução

Alessandra Lucchesi disse que não há atraso, nem acúmulo nos processamentos das amostras de Covid-19 e reforçou que o aumento se deu pelo crescimento das testagens, que teve um aumento no número de amostras recebidas pelo Laboratório Central de Saúde Pública do RN (Lacen).

“Anteriormente nós tínhamos uma média de recebimento de 300 amostras no Lacen e ontem registramos mais de 1 mil amostras recebidas no nosso laboratório”, disse.

A Sesap informou na quinta-feira (26) ao G1 que a média de amostras de testes de Covid-19 recebidas pelo Lacen aumentou de 300 para 700 nas últimas semanas”.

A subcoordenadora de vigilância epidemiológica da Sesap admitiu, no entanto, que há um aumento na incidência de Covid-19 no estado.

“Segundo as análises epidemiológicas, nós temos um aumento da incidência, mas não um aumento tão expressivo quando comparada com os 3 mil casos liberados no dia de hoje”.

De acordo com o Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS) da UFRN, 127 municípios do RN estão nas consideradas zonas de “risco” ou “perigo”, todos com taxas de transmissão acima de 1,03. Isso significa que um grupo de 100 pessoas transmite a doença para 103.

“O RN vivencia um momento da sua incidência, ou seja, ocorrência de novos casos, o que pode impactar também no resultado da taxa de transmissibilidade. Esse indicador considera tanto casos confirmados quanto óbitos”, disse Luschesi.

“A influência da confirmação de novos casos, da ampliação de testagem, aumentando esse número pode sim impactar na taxa de transmissibilidade do estado”.

Fonte: G1 RN
Continuar lendo DADOS ATUALIZADOS DO CORONAVIRUS NO RN

DEVIDO AO AUMENTO DE CASOS DA COVID-19 NA CALIFÓRNIA, GOVERNO ANUNCIA TOQUE DE RECOLHER POR UM MÊS

 

Governador da Califórnia impõe novo toque de recolher por um mês

A decisão foi anunciada nesta quinta-feira (19), e passará a valer às 22h deste sábado (21). Outros estados também adotaram medidas contra a covid

INTERNACIONAL

Do R7, com AFP

Gavin Newsom pediu o apoio da população da Califórnia na luta contra a covid

O governador da Califórnia, Gavin Newsom decretou um confinamento para 94% do estado após o crescimento do número de casos do novo coronavírus. A decisão foi anunciada nesta quinta-feira (19), e passará a valer às 22h deste sábado (21). O confinamento e a restrição terá duração de um mês.

Em seu perfil oficial no Twitter, o governador pediu afirmou que “devido ao aumento de casos da covid-19, a CA [estado] está emitindo um pedido para que as pessoas fiquem em casa”.

O comunicado diz ainda que os “trabalhos e reuniões não essenciais devem parar das 22h às 5h nos condados da camada roxa”. A extensão do pedido do governador atingirá 94% do estado, marcado em alerta.

“O vírus está se espalhando a uma taxa que não vimos desde o início desta pandemia, e os próximos dias e semanas serão críticos para deter o aumento. Estamos dando o alarme”, disse Newson em um comunicado. “Juntos, podemos achatar a curva novamente”, reforçou.

A Califórnia registrou um número quase recorde de casos diários da covid-19 na quinta-feira (19), 11.478. O recorde histórico de 12.807 ocorreu em 27 de julho. O número de pacientes internados no estado subiu para 5.319, um salto de 4,5% em apenas um dia.

Mais estados adotaram medidas sanitárias contra o avanço da covid-19 nos Estados Unidos. Veja abaixo:

Washington

No estado de Washington, onde os casos dobraram nas últimas duas semanas, o governador democrata Jay Inslee proibiu desde o domingo todas as reuniões com pessoas fora do grupo familiar, um dos maiores fatores de contaminação. A menos que a pessoa entre em quarentena por 14 dias antes do encontro ou em quarentena por sete dias, com um resultado negativo para a covid-19.

Inslee também proibiu se alimentar dentro de bares e restaurantes, além de restringir para 25% a capacidade máxima em centros religiosos, supermercados e outras lojas.

Reuniões privadas ao ar livre ou jantares ao ar livre em um restaurante foram limitadas a um máximo de cinco pessoas.

As medidas vigorarão até o dia 14 de dezembro.

Novo México

Vale a partir desta segunda-feira a ordem de confinamento para a população, exceto para as saídas essenciais, e 100% dos comércios não essenciais fecharam. As refeições em bares e restaurantes estão proibidas. É permitida apenas a entrega de comida.

“O Novo México está em um momento de quebra. Enfrentamos uma situação de vida ou morte”, disse a governadora democrata Michelle Luján Grisham.

Michigan

O estado de Michigan anunciou no domingo o fechamento de escolas de Ensino Médio e universidades, que agora devem oferecer 100% de seus cursos no formato virtual, assim como cinemas e cassinos ou atividades recreativas internas, como boliche.

Jantares em bares e restaurantes estão proibidos e a recomendação é que se trabalhe de casa sempre que possível. As medidas vigorarão por ao menos três semanas, até 9 de dezembro.

“Estamos no pior momento desta pandemia até agora. A situação nunca foi tão difícil”, disse a governadora democrata Gretchen Whitmer.

Oregon

A partir de quarta-feira até o dia 2 de dezembro, os restaurantes e bares só poderão vender comida no formato “take away” ou “delivery”.

A governadora democrata Kate Brown também encerrou todas as atividades recreativas, incluindo museus, academias, zoológicos e jardins, e as reuniões foram limitadas a um máximo de seis pessoas.

Nova Jersey

As reuniões internas serão limitadas a 10 pessoas (como já é o caso em Nova York) e as externas a 150 pessoas, anunciou o governador democrata Phil Murphy, nesta segunda-feira.

Eventos internos, como serviços religiosos, casamentos e funerais, poderão continuar com 25% da capacidade, ou até 150 pessoas, acrescentou.

Dakota do Norte

O governador republicano Doug Burgum determinou na sexta o uso de máscaras em público, embora antes se opusesse à medida. Também limitou a capacidade em bares e restaurantes a 50% a partir desta segunda-feira.

Texas

As máscaras agora são obrigatórias no Texas, o segundo estado mais populoso do país depois da Califórnia. Mas a maioria das lojas ainda estão abertas, embora o Texas tenha registrado na semana passada mais de 10.000 novos casos diários em média.

A situação é princialmente preocupante em El Paso, na fronteira com o México, onde foram instalados necrotérios temporários.

Illinois

O estado de Illinois não impôs o confinamento, mas Chicago, a terceira maior cidade dos Estados Unidos, o fez desde esta segunda-feira pelo período de três semanas, com a exceção das idas à escola, ao supermercado ou ao trabalho, caso não possa ser realizado à distância.

Nova York

Na maior cidade americana – que no início foi o epicentro nacional da pandemia, com o registro mais de 34 mil mortes pela covid-19 – o governador democrata Andrew Cuomo ordenou, na última sexta-feira, o fechamento de bares e restaurantes que vendam bebidas alcoólicas, diante do aumento da taxa de novos casos do vírus no estado, que é de 2,8%.

O prefeito Bill de Blasio cogita fechar escolas públicas, que atendem 1,1 milhão de alunos, se o índice de novos casos atingir os 3% e assim permanecer por sete dias consecutivos.

 

Continuar lendo DEVIDO AO AUMENTO DE CASOS DA COVID-19 NA CALIFÓRNIA, GOVERNO ANUNCIA TOQUE DE RECOLHER POR UM MÊS

CEDRO DO ABAETÉ É A ÚNICA CIDADE BRASILEIRA SEM REGISTRO DE CASOS CONFIRMADOS DO CORONAVIRUS ATÉ O MOMENTO

Brasil só tem uma cidade sem caso confirmado de Covid-1

Pedro Teodoro e Giovanna Bronze, da CNN, em São Paulo

 Atualizado 13 de novembro de 2020 às 21:21

Apenas uma cidade brasileira não registrou nenhum caso de Covid-19 até o momento. Cedro do Abaeté, município localizado no alto do Rio São Francisco, em Minas Gerais, ainda resiste à pandemia do novo coronavírus.

A informação parte do boletim epidemiológico do estado divulgado nesta sexta-feira (13).

A cidade, chamada pelos moradores de Cantinho do Céu, tem 1.157 habitantes.

Cedro do Abaeté

Foto: Reprodução/Prefeitura (13.nov.2020)

Até então, de acordo com levantamento da CNN, a cidade mineira de Pedro Teixeira também estava livre da doença, mas confirmou sua primeira infecção na última quinta-feira (12). São, ao todo, 853 municípios no estado, e 852 contabilizando alguma contaminação pelo vírus.

De acordo com o último boletim divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde nesta sexta-feira (13), Minas Gerais já tem 379 mil casos confirmados e 9.405 mortes em decorrência da doença.

Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil registrou hoje mais 29.070 casos e 456 mortes pela doença. Ao todo, o governo federal já confirmou 5.810.652 diagnósticos e 164.737 vítimas fatais da doença causada pelo novo coronavírus.

Fonte: CNN

Continuar lendo CEDRO DO ABAETÉ É A ÚNICA CIDADE BRASILEIRA SEM REGISTRO DE CASOS CONFIRMADOS DO CORONAVIRUS ATÉ O MOMENTO

O JUIZ ACEITOU DENÚNCIA CONTRA JOSÉ SERRA POR LAVAGEM DE DINHEIRO, CIXA2 E CORRUPÇÃO PASSIVA NO DIA EM QUE O CASO PRESCREVERIA

Por Julia Affonso, GloboNews e G1 SP — São Paulo

 

José Serra — Foto: Reprodução/GloboNewsJosé Serra

O juiz Marco Antonio Martin Vargas, da 1ª Zona Eleitoral de São Paulo, aceitou denúncia contra o senador José Serra (PSDB) e os empresários José Seripieri Filho, da Qualicorp, Mino Mattos Mazzamati e Arthur Azevedo Filho nesta quarta-feira (4) e os quatro se tornaram réus. Eles são acusados de caixa dois, corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A decisão ocorre no dia em que o caso prescreveria.

Na decisão, o juiz apontou “indícios suficientemente seguros, idôneos e aptos a indicar, neste momento processual, a plausibilidade da tese acusatória erigida no sentido de que o acusado José Chirico Serra tenha, em tese, recebido doações eleitorais não contabilizadas no valor total de R$ 5 milhões, durante a campanha eleitoral de 2014, de modo a demonstrar, por ora, a viabilidade da acusação e a presença de justa causa para dar início a persecução penal”.

O magistrado ainda decretou sigilo dos autos “a fim de evitar interferências indevidas no processo eleitoral municipal de 2020, tendo em vista sua proximidade”. O sigilo termina “ao final do segundo turno do pleito eleitoral (28 de novembro de 2020)”.

Na decisão dessa quarta (4), o juiz eleitoral também determinou o arquivamento do inquérito em relação a Rosa Maria Garcia, Roberto Coutinho Nogueira e Fernando Coutinho Nogueira e extinguiu a punibilidade em relação a Luiz Roberto Coutinho Nogueira (falecimento). O magistrado concedeu 10 dias para os acusados responderem à acusação e arrolarem testemunhas.

Procurado, o empresário José Seripieri Filho, da Qualicorp, disse por meio de nota que “o Ministério Público Eleitoral apresentou uma denúncia repleta de ilegalidades”, onde “permanece ainda o ambiente de excessos, apesar das correções já feitas pelo Supremo Tribunal Federal”.

“Ao apurarem uma doação eleitoral, os denunciantes conseguiram transmutar essa ação em crime típico de funcionário público, mas atribuído a uma pessoa de atividade privada, o que é vedado pela lei. E, ao que parece, levou a contradições inerentes à própria delação colhida anteriormente, que pode ter sido ou esquecida ou confundida. Difícil saber pela peça do MPE. Diante de tão frágil alegação e do pouco nexo probatório, a denúncia deve ter vida breve nos tribunais. Sim”, disse a nota de Seripieri Filho.

G1 também procurou a defesa do senador José Serra, que afirmou que não tomou conhecimento da íntegra da denúncia feita pelo Ministério Público Eleitoral e, por isso, não há como nos manifestar além do que já foi dito mais cedo, na ocasião da divulgação da informação de que o ministro Gilmar Mendes, do STF, havia liberado o processo para a Justiça Eleitoral de SP.

Na nota divulgada mais cedo, os advogados de Serra, Flávia Rahal e Sepúlveda Pertence, disseram que “o inquérito que remanesce e que volta à Justiça Eleitoral de Primeira Instância é vazio e não pode ter outro destino que não o arquivo”.

“José Serra continua acreditando no discernimento da Justiça e aguarda com serenidade o reconhecimento das demais ilegalidades e das inverdades das acusações que lhe foram feitas”, afirmaram os advogados (veja abaixo).

Devolução

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, devolveu para a Justiça Eleitoral de São Paulo o inquérito que investiga suposta prática de caixa dois (recursos de campanha não contabilizados) pelo senador José Serra (PSDB-SP).

O envio foi feito na última quinta-feira (29), data próxima da prescrição do caso, ou seja, quando se encerra o prazo máximo para punição pela irregularidade.

Em setembro, Mendes determinou que a investigação por suposto caixa 2 contra fosse remetida ao STF — em julho, Serra foi alvo de uma operação da Justiça Federal de São Paulo, com participação do Ministério Público Eleitoral, que investiga o suposto caixa dois de R$ 5 milhões na campanha ao Senado em 2014.

Naquela decisão, o ministro considerou que o caso deveria ter andamento no Supremo em razão da prerrogativa de foro do senador no STF. Isso porque, para Mendes, os fatos ultrapassam a campanha de Serra ao Senado em 2014 e alcançam o mandato no Senado.

A Procuradoria-Geral da República defendeu que a investigação deveria ter continuidade na Justiça Eleitoral de São Paulo.

O parecer, assinado pela subprocuradora-geral da República, Lindôra Araújo, pediu ao Supremo para arquivar a apuração que faz referência a fatos posteriores a 2014 – ano em que Serra foi eleito senador e, com isso, passou a ter foro privilegiado.

Ministro Gilmar Mendes reconhece foro privilegiado do senador José Serra

Defesa

Segundo os advogados Flávia Rahal e Sepúlveda Pertence, “o Supremo e o próprio Ministério Público Federal reconheceram a nulidade da absurda busca e apreensão ordenada pela Justiça Eleitoral nos endereços de José Serra, com a determinação de desentranhamento de tudo aquilo que foi originado a partir das medidas invasivas e ilegais determinadas contra o senador”.

A nota da defesa aponta ainda que “a própria PGR afirmou, em sua manifestação, que “tampouco há indícios acerca da prática de crimes durante e relacionados ao mandato de Senador da República”.

Para os advogados, “com isso, houve o arquivamento de toda a parte do inquérito posterior a 2014, comprovando o objetivo que sempre se teve com essa investigação: desmoralizar a imagem e reputação do senador”.

Rahal e Pertence afirmam que José Serra “continua acreditando no discernimento da Justiça e aguarda com serenidade o reconhecimento das demais ilegalidades e das inverdades das acusações que lhe foram feitas”.

Fonte: G1

Continuar lendo O JUIZ ACEITOU DENÚNCIA CONTRA JOSÉ SERRA POR LAVAGEM DE DINHEIRO, CIXA2 E CORRUPÇÃO PASSIVA NO DIA EM QUE O CASO PRESCREVERIA

AS AGLOMERAÇÕES ASSOCIADAS ÀS CAMPANHAS ELEITORAIS TÊM PRODUZIDO O AUMENTO DE CASOS DA COVID-19 NO RN, DIZ SECRETÁRIO DE SAÚDE

RN e mais seis estados já relacionam mais casos de Covid-19 por causa da campanha eleitoral

 SAÚDE

Secretários de Saúde de ao menos cinco estados veem relação entre o aumento recente de casos de coronavírus e o início das campanhas eleitorais pelo país. No Amapá, houve quadruplicação no número de hospitalizados na rede privada ao passo que nas UBSs houve incremento de 300%, diz o secretário Juan Mendes, que determinou a proibição de eventos de campanha que causem aglomeração. Os hospitais particulares registraram ainda mais casos no último mês do que os públicos.

Na Bahia, o boletim epidemiológico de quarta (28) apontou o maior acréscimo de casos novos (1.990) desde 14 de outubro. “Os eventos reúnem centenas de pessoas aglomeradas, sem que haja a devida atenção às regras sanitárias recomendadas”, diz Fábio Vilas-Boas, da Bahia, para quem o Tribunal Regional Eleitoral deveria proibir aglomerações presenciais, exceto carreatas. Ele diz que o país não vive segunda onda ainda, mas uma “maré alta”.

No Espírito Santo, os hospitais próprios de empresas de planos de saúde já têm os leitos cheios, diz Nesio Fernandes, do Espírito Santo. Além das campanhas políticas, o secretário aponta mudanças nas testagens e a sucessão de feriados como motivo para o aumento de casos na rede particular do estado. Ele encaminhou um ofício ao TRE solicitando a suspensão de atividades coletivas de campanha.

Cipriano Maia, do Rio Grande do Norte, diz que o estado está em alerta. “Aqui desde o final de agosto temos mantido um patamar no número de casos com pequenas oscilações, porém, as aglomerações associadas às campanhas eleitorais em algumas regiões têm produzido aumento dos casos e das taxas de internação”.

Na Paraíba, o secretário Geraldo Medeiros diz que as convenções partidárias e a retomada das aulas presenciais contra as recomendações do governo do estado estão levando a aumento recente no número de casos, especialmente em João Pessoa e Campina Grande.

Em Pernambuco, o TRE proibiu atos com aglomeração após aumento no número de casos do coronavírus. Ao referendar a decisão nesta sexta (30), o ministro Tarcisio Vieira, do TSE, disse que vídeos divulgados pela imprensa e nas redes sociais mostraram “negligência com os parâmetros de segurança consensuais da comunidade científica”.

“A aglomeração das campanhas é um motivador do espalhamento do vírus”, diz Carlos Lula, presidente do conselho nacional de secretários e titular da pasta do Maranhão, onde, contudo, ele ainda não identifica aumento específico de número de casos.

Em São Paulo e Ceará, os secretários também apontam aumento no número de casos na rede particular, mas não vinculam às aglomerações de campanhas.

“Observamos que todas as pessoas que tínhamos pedido para ficar em casa e que de fato ficaram são as que estão saindo agora para a rua e se sentindo muito confortáveis. Não estão respeitando todos os ritos e regras sanitários”, diz Jean Gorinchteyn, secretário de Saúde em São Paulo.

“De quem você vê maior circulação hoje? Das classes A e B. Quem pôde, ficou em casa, e agora está saindo, indo em academia, restaurantes, mas também estão apertando mão, abraçando, não usam máscara”, completa. Gorinchteyn fala em incremento de 10% a 12% de internações na rede privada nos últimos 10 dias.

No Ceará, o secretário Carlos Martins (Dr. Cabeto) vê aumento no número de casos e internações nos bairros mais ricos, com detecção de surtos a partir de casamentos, velórios e aniversários, especialmente.

Em alguns hospitais privados, diz, o crescimento de internados chegou a 30% nas últimas semanas, mas é algo localizado e que não aparece nos bairros de IDH mais baixo, que têm UPAs com números estáveis.

Fonte: Blog do BG

Continuar lendo AS AGLOMERAÇÕES ASSOCIADAS ÀS CAMPANHAS ELEITORAIS TÊM PRODUZIDO O AUMENTO DE CASOS DA COVID-19 NO RN, DIZ SECRETÁRIO DE SAÚDE

PROTOCOLO DE ABERTURA DA FRONTEIRA COM O BRASIL É APROVADO PELO PARAGUAI

 

Paraguai aprova protocolo para abertura de fronteira com o Brasil

Autoridades disseram que os casos da covid-19 começaram a diminuir de ambos os lados da fronteira após altas de semanas atrás

INTERNACIONAL

Da EFE

O objetivo é também reativar a atividade comercial na duas fronteiras

Nathalia Aguilar/ EFE/ 04.09.2020

O governo paraguaio aprovou nesta segunda-feira (21) o protocolo sanitário para uma futura reabertura controlada da fronteira terrestre com o Brasil, com o objetivo de reativar o comércio entre os dois países após seis meses de total isolamento para tentar evitar a propagação do coronavírus.

A medida foi anunciada no começo de uma semana em que os comerciantes de Ciudad del Este, capital do departamento de Alto Paraná, planejam demonstrar a exigência de abertura total da fronteira com o país vizinho, na qual giram as atividades comerciais da área.

O Ministro da Saúde paraguaio, Julio Mazzoleni, anunciou à imprensa que o presidente do país, Mario Abdo Benítez, aprovou o protocolo sanitário que regerá a abertura do turismo de compras e também a reativação econômica da região do Alto Paraná.

A esse respeito, e na mesma aparição, o ministro das Relações Exteriores, Antonio Rivas, explicou que a reabertura parcial está sujeita a um contato telefônico entre Benítez e o presidente Jair Bolsonaro, que ocorreria em breve.

“A reabertura do comércio se baseia em grande parte em uma situação epidemiológica semelhante neste momento entre as cidades fronteiriças, particularmente entre Ciudad del Este e Foz do Iguaçu”, salientou Mazzoleni.

O ministro disse que os casos da covid-19 começaram a diminuir de ambos os lados da fronteira após a virulência registrada até algumas semanas atrás.

Ciudad del Este, a 330 quilômetros de Assunção, era até agosto passado a chamada “zona vermelha” da propagação do vírus no país vizinho, ligada ao retorno maciço dos paraguaios devido à queda do emprego em território brasileiro.

Centros logísticos de compras

O anúncio da reabertura parcial das alfândegas segue o documento bilateral assinado pelos dois países na semana passada para criar centros de logística comercial, também para reativar a atividade comercial em suas fronteiras.

A esse respeito, o diretor de Migração, Ángeles Arriola, disse que uma missão governamental viajará terça-feira a Ciudad del Este, separada de Foz do Iguaçu pela Ponte da Amizade, para socializar as medidas e regras de saúde para o funcionamento desses centros.

A logística funcionará também em Pedro Juan Caballero, capital do departamento de Amambay, e na vizinha Ponta Porã, assim como em Salto del Guairá, e na cidade limítrofe de Mundo Novo, ambas no sul do estado de Mato Grosso do Sul.

 

Continuar lendo PROTOCOLO DE ABERTURA DA FRONTEIRA COM O BRASIL É APROVADO PELO PARAGUAI

EVOLUÇÃO DOS CASOS CONFIRMADOS E MORTES POR CORONAVIRUS NO RN

Por G1 RN — Natal

 

Evolução dos casos confirmados e mortes por coronavírus no RN
Dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde através de comunicados e boletins epidemiológicos

O Rio Grande do Norte tem 49.051 casos confirmados e 1.735 mortes por Covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico divulgado nesta quarta-feira (29) pela Secretaria Estadual de Saúde Pública. O estado tem ainda 186 óbitos sob investigação.

São 677 novos casos e 21 mortes a mais em relação aos dados do dia anterior – eram 48.374 casos confirmados e 1.714 mortes até terça-feira (28). 49.051 casos confirmados

O RN tem ainda 61.200 casos suspeitos e outros 77.647 descartados. O número de pacientes recuperados não foi atualizado e segue em 22.901.

A Sesap registra que 434 pessoas estão internados por causa da Covid-19 no estado, sendo 292 na rede pública e 142 na rede privada. A taxa de ocupação dos leitos críticos (semi-intensivo e UTIs) é de 64,5%% na rede pública e de 44,44% na rede privada.

O Rio Grande do Norte soma 135.005 testes de coronavírus desde o início da pandemia, sendo 59.448 RT-PCR (conhecidos também como Swab) e 75.555 sorológicos.

Números do coronavírus no RN

  • 49.051 casos confirmados
  • 1.735 mortes
  • 22.901 confirmados recuperados
  • 61.200 casos suspeitos
  • 77.647 casos descartados
Fonte: G1 RN
Continuar lendo EVOLUÇÃO DOS CASOS CONFIRMADOS E MORTES POR CORONAVIRUS NO RN

DEVIDO A MELHORIA DE CASOS DO CORONAVIRUS NO PAÍS GOVERNO CHILENO APRESENTA PLANO DE DESCONFINAMENTO

DEVIDO A MELHORIA DE CASOS DO CORONAVIRUS NO PAÍS GOVERNO CHILENO APRESENTA PLANO DE DESCONFINAMENTO
SAntiago Chile 16 01 2020 Para conter manifestações o presidente do Chile Sebastian Pinera apresentou um projeto em rede nacional ontem a noite projeto para melhorar as aposentadorias, com foco em mulheres, classe média e pessoas com forte dependência: "Os idosos merecem e terão um novo e melhor tratamento".foto Pr.Chile via Fotos Publicas

Chile apresenta plano de desconfinamento em cinco fases

O país tem relatado uma leve melhoria nos casos da doença nas últimas semanas e apresentou um plano diferente para cada localização

INTERNACIONAL

Da EFE

Chile apresenta plano de desconfinamentoChile apresenta plano de desconfinamento

O governo chileno  tem relatado nas últimas semanas uma leve melhoria nos casos do novo coronavírus no país e apresentou um plano de desconfinamento em cinco fases a ser aplicado de forma diferente em cada localização, de acordo com a situação de cada uma delas.

As cinco fases deste plano de descontaminação, chamado “Passo a Passo”, são: quarentena, transição, preparação, abertura inicial e abertura avançada. O plano permite retrocessos nas etapas caso a situação piore em alum lugar.

Em virtude das novas medidas anunciadas na semana passada, a partir deste sábado os maiores de 75 anos de idade, que desde maio estão em quarentena como grupo de risco, poderão sair para passear em horários limitados.

Este grupo poderá sair uma vez por dia durante uma hora entre 10h e 12h ou entre 15h e 17h, dependendo das preferências. Os passeios serão permitidos às segundas, quintas e sábados nos lugares em quarentena ou em transição; e todos os dias, nos mesmos horários, em locais em preparação ou em abertura inicial.

Dados

O Ministério da Saúde do Chile informou neste sábado (25) que 106 mortes por covid-19 foram contabilizadas nas últimas 24 horas, elevando para 9.020 o total desde o início da pandemia.

Desde o boletim divulgado na sexta-feira (24), o país computou 2.287 novos casos, totalizando 343.592, dos quais 316.169 dos doentes já se recuperaram. Entre os novos casos, 1.752 apresentaram sintomas, 399 ficaram assintomáticos e 136 não tiveram dados informados.

As autoridades informaram ainda que 1.612 pacientes estão internados em unidades de terapia intensiva, 1.312 deles conectados a respiradores mecânicos e 245 em estado crítico.

Fonte: R7

Continuar lendo DEVIDO A MELHORIA DE CASOS DO CORONAVIRUS NO PAÍS GOVERNO CHILENO APRESENTA PLANO DE DESCONFINAMENTO

NÚMEROS ATUALIZADOS DA COVID-19 NO RN

Por G1 RN

 

Evolução dos casos confirmados e mortes por coronavírus no RN
Dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde através de comunicados e boletins epidemiológicos

O Rio Grande do Norte tem 43.957 casos confirmados de Covid-19 e 1.585 mortes pela doença desde o início da pandemia. Os dados foram atualizados na edição desta segunda-feira (20) do boletim da Secretaria Estadual de Saúde Pública do RN (Sesap).

A atualização aumentou em 191 o número de casos confirmados, além de outros 8 óbitos registrados nas últimas 24 horas. No domingo, eram 43.766 casos confirmados e 1.577 mortes por Covid-19.

Segundo o boletim, outras 204 mortes ainda estão em investigação no estado para saber se ocorreram ou não por coronavírus. O RN ainda tem 55.703 casos suspeitos da doença e 68.806 descartados.

O relatório aponta ainda que 518 pacientes estão internados pela Covid-19 no estado, sendo 337 na rede pública e 181 na rede privada. Em relação às UTIs, a taxa de ocupação na rede pública é de 88,33% e na rede privada de 61%.

O Rio Grande do Norte já realizou 119.141 testes do novo coronavírus: 53.052 RT-PCR e 66.089 testes rápidos.

Números do coronavírus no RN

  • 43.957 casos confirmados
  • 1.585 mortes
  • 55.703 suspeitos
  • 68.806 descartados
Fonte: G1 RN
Continuar lendo NÚMEROS ATUALIZADOS DA COVID-19 NO RN

CASOS CONFIRMADOS E MORTES POR COVID-19 NO RN NÃO PARAM DE CRESCER

Por G1 RN — Natal

 

Evolução dos casos confirmados e mortes por coronavírus no RN
Dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde através de comunicados e boletins epidemiológicos

O Rio Grande do Norte chegou a 39.800 casos confirmados de Covid-19 nesta segunda-feira (13). Até agora, foram registradas 1.404 mortes pela doença. Outros 186 óbitos estão sob investigação. Os dados são da Secretaria Estadual de Saúde Pública.

No quadro comparativo aos números divulgados no domingo (12), são 379 novos casos e 10 óbitos a mais – eram 39.421 casos confirmados e 1.394 mortes por Covid-19.

Natal é a cidade com o maior número de casos – 15.150 – e de óbitos – 596. Parnamirim tem 4.107 casos confirmados e registrou 100 mortes. Mossoró, com menos casos (3.916), tem mais óbitos (151).

O boletim epidemiológico da Sesap foi divulgado por volta das 20h40 desta segunda-feira e apontou que o RN ainda tem 52.472 casos suspeitos e 62.034 descartados. O número de recuperados continua com 3.258 pacientes.

O estado registrou até o momento 106.055 testes para Covid-19, sendo 47.207 RT-PCR e 58.764 testes rápidos. Em relação aos leitos, são 615 pessoas internadas por coronavírus, sendo 399 na rede pública e 216 na rede privada. A ocupação dos leitos críticos (semi intensivo e UTI) na rede pública é de 82,1% e de 76% na rede privada.

Situação do coronavírus no RN

  • 1.404 mortes
  • 39.800 casos confirmados
  • 52.472 casos suspeitos
  • 62.034 descartados

Fonte: G1 RN

Continuar lendo CASOS CONFIRMADOS E MORTES POR COVID-19 NO RN NÃO PARAM DE CRESCER

SESAP DIVULGA BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO COM DADOS ATUALIZADOS DA EVOLUÇÃO DO COVID-19 NO RN

Por G1 RN — Natal

 

Evolução dos casos confirmados e mortes por coronavírus no RN
Dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde através de comunicados e boletins epidemiológicos

O Rio Grande do Norte registra 1.380 mortes por Covid-19 e 38.616 casos confirmados de Covid-19. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde Pública do RN (Sesap), outros 187 óbitos estão sob investigação.

Comparado ao boletim do dia anterior, são 351 novos casos e 24 mortes a mais. Até sexta-feira (10), eram 38.265 casos confirmados e 1.356 mortes pelo novo coronavírus.

O RN ainda tem 51.951 casos suspeitos e 60.420 foram descartados. O número de recuperados está mantido em 3.258 pacientes.

Quanto aos leitos, o estado tem atualmente 652 pessoas internadas por coronavírus, sendo 408 na rede pública e 244 na rede privada. A ocupação dos leitos críticos (semi intensivo e UTI) na rede pública é de 84,7% e na rede privada, de 78%.

Segundo a Sesap, foram realizados 103.300 testes para Covid-19 em todo o Rio Grande do Norte, sendo 45.573 RT-PCR e 57.727 testes rápidos.

Situação do coronavírus no RN

  • 1.380 mortes
  • 38.616 casos confirmados
  • 51.951 casos suspeitos
  • 60.420 descartados
Fonte: G1 RN
Continuar lendo SESAP DIVULGA BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO COM DADOS ATUALIZADOS DA EVOLUÇÃO DO COVID-19 NO RN

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO CORONAVÍRUS: CASOS DE CORONAVIRUS NO RN CONTINUAM EVOLUINDO

Por G1 RN — Natal

 

Evolução dos casos confirmados e mortes por coronavírus no RN
Dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde através de comunicados e boletins epidemiológico

A Secretaria Estadual de Saúde Pública divulgou nesta terça-feira (7) que o Rio Grande do Norte soma 35.820 casos confirmados de Covid-19 e 1.291 óbitos pela doença. Foram registradas 43 mortes a mais em relação ao boletim epidemiológico do dia anterior.

Natal é a cidade com o maior número de casos – 13.664 – de mortes – 544. Mossoró tem atualmente 3.548 casos confirmados e 141 óbitos. Parnamirim registrou 3.675 casos e 94 mortes.

Situação do coronavírus no RN

  • 1.291 mortes
  • 35.820 casos confirmados

Fonte G1 RN

Continuar lendo ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO CORONAVÍRUS: CASOS DE CORONAVIRUS NO RN CONTINUAM EVOLUINDO

ESCÂNDALOS DE ESPIONAGEM ILEGAL NO ÚLTIMO MÊS REPERCUTEM NA ARGENTINA E NO URUGUAI

 

Casos de grampos ilegais sacodem política na Argentina e no Uruguai

Escândalos de espionagem ilegal envolvendo o governo de Maurício Macri e Luis Lacalle Pou vieram à tona no último mês

INTERNACIONAL

Do R7
Vice-presidente do Uruguai Beatriz Argimón teve áudio vazado nesta semanaVice-presidente do Uruguai Beatriz Argimón teve áudio vazado nesta semana
Dois casos de grampos ilegais, revelados no último mês, mexeram com autoridades políticas na Argentina e do Uruguai. Um áudio vazado da vice-presidente do Uruguai, Beatriz Argimón supostamente revela escutas ilegais e extorsões ao governo.

Na Argentina, o ex-presidente Maurício Macri e Gustavo Arribas da AFI (Agência Federal de Inteligência) foram denunciados pelo Ministério Público em um caso que ficou conhecido como “Super Mario Bros”. Durante seu governo, a agência de inteligência teria espionado jornalistas, empresários, políticos, e atores sociais.

Até mesmo uma pasta com as informações dos jornalistas que cubriram o G-20, sediado no país, foi encontrado. Os jornalistas eram classificados por “proximidade ideológica” com o governo.

Nesta semana, foi publicado um áudio de quase dez minutos que envolve a vice-presidente do Uruguai, Beatriz Argimón e o empresário de relações públicas Fernando Cristino. Nele, a vice-presidente faz uma espécie de cobrança sobre o comportamento do empresário dizendo que todas conversas pelo telefone são gravadas.

“Tudo se sabe e tudo é gravado”, diz Beatriz ao empresário. “Te peço que não faça eco de nada, não diga que tem notícias de Luis [Lacalle Pou], do ‘dealer’ do Luis”, continua a vice-presidente. Ela dá a entender no diálogo, que já sabia que ele estaria conversando ao telefone sobre o governo.

“Tem que ter muito cuidado, o que você falou outro dia, quando me ligou, tudo se sabe, todo é gravado”, diz Beatriz. E ela complementa: “No final do dia, quando as ligações foram ouvidas e ouviram as suas, eles vieram falar comigo, e eu disse: ‘esse homem é o Fernando, eu cuido’ para que não fizessem nada com você, porque todas as ligações vão direto. E agora, te digo porque eu assumi a responsabilidade de dizer, que eu freei”.

Fernando Cristino alega que foi ameaçado de morte e já apresentou denúncia, incluindo a vice-presidente Beatriz Argimón nela. No áudio, Beatriz diz que tudo é gravado porque “todos os dias chegam todo tipo de extorsão contra o governo”.

A Procuradoria-Geral do Uruguai irá investigar o caso envolvendo o áudio vazado que envolve a vice-presidente do Uruguai e o empresário. Jorge Díaz, o procurador-geral, disse também que tudo que pode haver de ilegal será investigado, não apenas a questão da ameaça de morte.

O caso será da responsabilidade da procuradora Silvia Porteiro.

A oposição Frente Ampla também se manifestou e ingressou com um pedido de investigação. “A publicação do áudio da vice-presidente Argimón gera uma preocupação relevante no sentido institucional, além de aspectos privados, na medida em que se refere a escutas telefônicas e extorsão diária de líderes governamentais”, diz a publicação.

O ex-presidente Mauricio Macri foi denunciado após o maior caso de espionagem desde a redemocratização vir à tona. Quase 500 jornalistas, produtores, políticos e empresários foram seguidos de perto pelo serviço de inteligência durante o governo de Macri. A agência EFE chegou a denunciar que seus jornalistas estão na lista.

O caso ficou conhecido como “super Mario Bros” que era o nome do grupo de whats app onde as informações colhidas eram compartilhadas com o diretor de operações da AFI, Alan Ruiz. O grupo, segundo as denúncias, tinham até mesmo um apartamento alugado como central das operações.

A queixa foi aceita após um disco rígido ter sido encontrado como parte das tarefas de coleta de informações da agência de inteligência. No HD, foram encontrados traços digitais que mostram a conexão de dispositivos externos que armazenavam informações de inteligência sobre pessoas ligadas à atividade política.

O relatório do procurador federal Jorge di Lello dizia que as informações foram usadas para produzir inteligência ilegal, pois “não há registros no AFI de que essas tarefas tenham sido ordenadas por um juiz ou autoridade competente.

 

Continuar lendo ESCÂNDALOS DE ESPIONAGEM ILEGAL NO ÚLTIMO MÊS REPERCUTEM NA ARGENTINA E NO URUGUAI

ÚLTIMAS NOTÍCIAS SOBRE O CORNAVÍRUS NO BRASIL E NO MUNDO

Ministério da Saúde confirmou mais 166 mortes por coronavírus nas últimas 24 horas e, com isso, subiu para 2.741 o total de óbitos por covid-19 no Brasil, até esta terça-feira. Número de infectados chega a 43.079, e o índice de letalidade da doença no país é de 6,4%, segundo o mais novo balanço da pasta. Em meio ao avanço do nos EUA, o presidente Donald Trump anunciou que quer proibir a imigração no país para, segundo ele, “proteger empregos” dos norte-americanos durante a crise econômica provocada pela pandemia de covid-19. Até esta terça-feira, os Estados Unidos registrava mais de 42.000 mortes causadas pelo vírus Sars-Cov-2, que também infectou mais de 787.000 pessoas no país nesta segunda-feira. Na Espanha, após mais de um mês de quarentena, o Governo anunciou que vai autorizar que crianças façam caminhadas curtas, desde que acompanhadas por um adulto. Parques ainda não serão liberados.

Os destaques sobre a crise do coronavírus:

  • Brasil tem 2.741 mortos por covid-19 e 43.079 casos confirmados.
  • STF autoriza investigação de protestos que pediam fechamento do Congresso e do STF em plena crise da covid-19.
  • Pandemia levará mais de 28 milhões de pessoas para a situação de pobreza na América Latina.
  • Brasil ainda está em fase inicial da epidemia, diz Ministério da Saúde.
  • Trump ameaça proibir imigração nos EUA para “proteger” empregos de norte-americanos.
  • Espanha vai autorizar que crianças façam “caminhadas curtas” acompanhadas, após mais de um mês de quarentena.
  • ONU alerta para aumento da fome no mundo, especialmente na África onde mais de 70 milhões de pessoas não têm o que comer.

Siga ao vivo as últimas notícias sobre a pandemia da covid-19:

Fonte: El País

Continuar lendo ÚLTIMAS NOTÍCIAS SOBRE O CORNAVÍRUS NO BRASIL E NO MUNDO

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar