DADOS ATUALIZADOS DO CORONAVIRUS NO RN

Por G1 RN

 

Evolução dos casos confirmados e mortes por coronavírus no RN
Dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde através de comunicados e boletins epidemiológicos
  

Rio Grande do Norte registro 279.390 casos confirmados de Covid desde o início da pandemia. A doença vitimou 6.421 pessoas no estado. Outros 1.350 óbitos estão sob investigação, de acordo com o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) divulgado nesta sexta-feira (11).

Na comparação com o boletim do dia anterior, são 16 mortes a mais, sendo 9 ocorridas nas últimas 24 horas – em Olho D’água do Borges (1), Rodolfo Fernandes (1), Natal (1), Apodi (1), Santo Antônio (1), Assú (1), Fernando Pedroza (1), Parnamirim (1) e Pau dos Ferros (1).

O RN tem ainda 91.578 casos suspeitos e 535.219 casos descartados de Covid. Os casos inconclusivos, tratados como “Síndrome Gripal não especificada”, seguem em 131.930.

A Sesap aponta também que 909 pessoas estão internadas por causa da Covid no RN – 643 na rede pública e 266 na rede privada (apenas 8 dos 10 hospitais privados atualizaram os dados, de acordo com a Sesap). Com 377 pacientes, a taxa de ocupação dos leitos críticos (semi-intensivo e UTIs) é de 79,5% na rede pública; com 151 internados, a rede privada tem 98,6% de ocupação.

Números do coronavírus no RN

  • 279.390 casos confirmados
  • 6.421 mortes
  • 91.578 casos suspeitos
  • 535.219 casos descartados
Fonte: G1 RN
Continuar lendo DADOS ATUALIZADOS DO CORONAVIRUS NO RN

SAÚDE: URBANA FARÁ NESTE SÁBADO O DIA D, DA VACINAÇÃO CONTRA COVID-19 PARA OS GARIS

Em Dia D neste sábado garis em Natal vacinam contra o coronavírus

A Companhia de Serviços Urbanos de Natal – Urbana, fará neste sábado (12), o Dia D da vacinação contra a Covid-19.

Todos os garis da Urbana terão seu dia de trabalho paralisado para que procurem os locais de vacinação. No caso dos funcionários da limpeza pública, Palácio dos Esportes e Ginásio Nélio Dias. A coleta domiciliar não será prejudicada.

“Em 5 de maio solicitamos ao secretário George Antunes vacina para os nossos garis da Urbana e das terceirizadas. Agora chegou a hora de imunizar os que fazem o importante serviço de limpeza da cidade”, disse o presidente da Urbana, Joseíldes Medeiros.

Os garis das terceirizadas serão imunizados no decorrer dos próximos dias, ação planejada com as empresas terceirizadas, para que não haja aglomeração nos locais de vacinação.

Continuar lendo SAÚDE: URBANA FARÁ NESTE SÁBADO O DIA D, DA VACINAÇÃO CONTRA COVID-19 PARA OS GARIS

BOAS NOTÍCIAS: CHEGA AO BRASIL A VACINA DA JANSSEN, EFICAZ CONTRA VARIANTES

A expectativa à chegada da vacina da Janssen no Brasil é muito grande, já que é comprovadamente eficaz contra variantes e requer apenas uma dose. A pesquisa publicada na Nature determinou que a vacina da Johnson & Johnson ativou as respostas imunológicas contra a cepa COVID-19 original, bem como as variantes Alfa, Beta, Gama e Epsilon. Então convido você a ler o artigo completo a seguir e conhecer os detalhes dessa ótima notícia!

Vacina da Janssen que chega ao Brasil é eficaz contra variantes: dose única

Foto: Divulgação

 

A vacina da Janssen, do grupo Johnson & Johnson, que está sendo aguardada no Brasil, produz várias respostas imunológicas que permitem que ela seja eficaz contra diferentes variantes do vírus, de acordo com um estudo divulgado nesta quarta-feira, 9.

A pesquisa, publicada na Nature como uma amostra acelerada de um artigo, determinou que a vacina da Johnson & Johnson ativou as respostas imunológicas contra a cepa COVID-19 original, bem como as variantes Alfa, Beta, Gama e Epsilon.

O estudo concluiu que a vacina Johnson & Johnson “ofereceu forte proteção contra casos sintomáticos” de COVID-19 na África do Sul e no Brasil, onde as variantes causaram a maioria dos casos sequenciados.

Pesquisa

Os pesquisadores estudaram as respostas imunológicas celulares e de anticorpos de 20 voluntários com idades entre 18 e 55 anos.

O estudo descobriu que menos anticorpos neutralizantes apareceram na luta contra as variantes Beta e Gama, encontradas pela Nature

primeira vez na África do Sul e no Brasil, respectivamente, quando comparadas à cepa COVID-19 original.

O estudo determinou que uma única dose da vacina da Johnson & Johnson protegeu contra COVID-19 grave em 86 por cento dos participantes nos Estados Unidos, 88 por cento daqueles no Brasil e 82 por cento na África do Sul.

Desde que a Food and Drug Administration emitiu uma autorização de uso de emergência para a vacina Johnson & Johnson em fevereiro, mais de 11,2 milhões de doses da vacina foram administradas nos EUA.

Chegada no Brasil

O Brasil aguarda a chegada de 3 milhões de doses ainda agora em junho. O imunizante foi aprovado pela Anvisa no Brasil em 31 de março.

Além disso, o Ministério da Saúde assinou um acordo com a Janssen para a aquisição de 38 milhões de doses da vacina da empresa, com previsão inicial de entrega de 16,9 milhões de doses entre julho e setembro e 21,1 milhões de outubro a dezembro.

O imunizante da Janssen, que é atualmente utilizado nos países da União Europeia, nos Estados Unidos e na África do Sul, recebeu, no Brasil, certificado de boas práticas da Anvisa.

De acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), dos Estados Unidos, o risco de reações alérgicas à vacina da Janssen é considerado extremamente baixo, especialmente quando se refere a choques anafiláticos.

O imunizante não tem compostos que podem causar reações alérgicas fortes, como antibióticos, adjuvantes ou conservantes, aditivos utilizados para potencializar a resposta imune, segundo o CDC. Eles também podem estar nos demais imunobiológicos.

Com informações do TheHill/Nature e Diário do Nordeste

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: CHEGA AO BRASIL A VACINA DA JANSSEN, EFICAZ CONTRA VARIANTES

DADOS ATUALIZADOS DO CORONAVIRUS NO RN

Por G1 RN

 

Evolução dos casos confirmados e mortes por coronavírus no RN
Dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde através de comunicados e boletins epidemiológicos

Rio Grande do Norte tem 278.163 casos confirmados de Covid desde o início da pandemia. A doença provocou a morte de 6.405 pessoas no estado. Os dados estão no boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) desta quinta-feira (10). Outros 1.353 óbitos estão sob investigação.

De acordo com a Sesap, 13 mortes ocorreram nas últimas 24 horas – em Serra do Mel (1), Natal (4), Carnaubais (1), São Vicente (1), Assú (1), Mossoró (3), Santa Cruz (1) e José da Penha (1).

O RN tem ainda 89.401 casos suspeitos e 532.808 casos descartados de Covid. Os casos inconclusivos, tratados como “Síndrome Gripal não especificada”, seguem em 131.930.

O boletim destaca também que 912 pessoas estão internadas por causa da Covid no RN – 645 na rede pública e 267 na rede privada (apenas 8 dos 10 hospitais privados atualizaram os dados, de acordo com a Sesap). Com 384 pacientes, a taxa de ocupação dos leitos críticos (semi-intensivo e UTIs) é de 80,2% na rede pública; com 154 internados, a rede privada tem 100% de ocupação.

Números do coronavírus no RN

  • 278.163 casos confirmados
  • 6.405 mortes
  • 89.401 casos suspeitos
  • 532.808 casos descartados

Fonte: G1 RN

Continuar lendo DADOS ATUALIZADOS DO CORONAVIRUS NO RN

DADOS ATUALIZADOS DO CORONAVIRUS NO RN

Por G1 RN

 

Evolução dos casos confirmados e mortes por coronavírus no RN
Dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde através de comunicados e boletins epidemiológicos

Rio Grande do Norte registrou 275.998 casos confirmados de Covid desde o início da pandemia. A doença provocou a morte de 6.327 pessoas no estado. Os dados estão no boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) desta terça-feira (8). Outros 1.351 óbitos estão sob investigação.

De acordo com a Sesap, 7 óbitos aconteceram nas últimas 24 horas – Taipu (1), Carnaubais (1), Santo Antônio (1), Ipanguaçu (1), São Miguel (1), Currais Novos (1) e Macau (1).

O RN tem ainda 89.520 casos suspeitos e 529.952 casos descartados de Covid. Os casos inconclusivos, tratados como “Síndrome Gripal não especificada”, seguem em 131.930.

O boletim destaca também que 917 pessoas estão internadas por causa da Covid no RN – 631 na rede pública e 286 na rede privada (apenas 8 dos 10 hospitais privados atualizaram os dados, de acordo com a Sesap). Com 368 pacientes, a taxa de ocupação dos leitos críticos (semi-intensivo e UTIs) é de 79,4% na rede pública; com 169 internados, a rede privada tem 100% de ocupação.

Números do coronavírus no RN

  • 275.998 casos confirmados
  • 6.327 mortes
  • 89.520 casos suspeitos
  • 529.952 casos descartados

Fonte: G1 RN

Continuar lendo DADOS ATUALIZADOS DO CORONAVIRUS NO RN

DEPUTADO ESTADUAL NELTER QUEIROZ ENCAMINHA AO GOVERNO DO RN SOLICITAÇÃO DE INCLUSÃO DE MORISTA DE APLICATIVO, MOTOTAXISTAS E TAXISTAS NO PÚBLICO PRIORITÁRIO DE VACINAÇÃO CONTRA COVID-19

Nelter Queiroz solicita inclusão de taxistas, mototaxistas e motoristas de aplicativos no público-alvo prioritário de vacinação contra a Covid-19

09 jun 2021

Nelter Queiroz solicita inclusão de taxistas, mototaxistas e motoristas de aplicativos no público-alvo prioritário de vacinação contra a Covid-19 – Blog Suébster Neri – Desde 2007

Preocupado com a segurança dos taxistas, mototaxistas e motoristas de aplicativos do Rio Grande do Norte, o deputado estadual Nelter Queiroz (MDB) encaminhou solicitação ao Governo do Estado, através da Secretaria de Saúde Pública (Sesap), cobrando a inclusão destes profissionais no público-alvo prioritário de vacinação contra a Covid-19.

“Pleito de grande importância uma vez que estas categorias prestam, diariamente, importante serviço social, econômico e logístico no transporte de pessoas, mercadorias e encomendas em todos os municípios de nosso Rio Grande do Norte”, frisou o parlamentar, lembrando que estes profissionais estão expostos e em contato direto com terceiros, aumentando o risco de infecção pelo novo coronavírus.

Para Nelter Queiroz a inclusão desta categoria no público-alvo prioritário de vacinação contra a Covid-19 além de preservar vidas, evitará também a propagação do novo coronavírus durante o desenvolvimento das atividades destes profissionais.

Fonte: Política em Foco
Continuar lendo DEPUTADO ESTADUAL NELTER QUEIROZ ENCAMINHA AO GOVERNO DO RN SOLICITAÇÃO DE INCLUSÃO DE MORISTA DE APLICATIVO, MOTOTAXISTAS E TAXISTAS NO PÚBLICO PRIORITÁRIO DE VACINAÇÃO CONTRA COVID-19

CRIAÇÃO DO PROGRAMA DE SAÚDE “PÉ DIABÉTICO ” É APROVADO PELA CCJ

CCJ aprova criação do programa de saúde do “Pé Diabético”

09 jun 2021

Comissão da ALRN aprova criação do programa de saúde do “Pé Diabético”

No Brasil ocorrem anualmente, aproximadamente, 55 mil amputações decorrentes do diabetes, sendo que os encargos econômicos associados às complicações do pé diabético e às amputações são muito altos. Além dos custos diretos como as despesas com internação, tratamento e cirurgia, existem os custos indiretos como auxílio-doença e aposentadoria por invalidez.

Com base nesses dados, o deputado Galeno Torquato (PSD) teve a iniciativa de elaborar o Projeto de Lei 93/2021 que dispõe sobre o Programa de Saúde do Pé Diabético, no Rio Grande do Norte, aprovado na reunião desta terça-feira (8) da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ), que foi presidida pelo deputado Kleber Rodrigues (PL).

“O pé diabético é uma das complicações mais graves da diabetes. Denomina-se “pé diabético” os diversos tipos de lesões que o paciente diabético pode apresentar em seus pés, em consequência da associação de doença vascular periférica, neuropatia, deformações ortopédicas, infecções e traumatismos. Diabetes e problemas do pé são quase sinônimos. É fato conhecido que os diabéticos são propensos à doença do pé, e o temor de gangrena está sempre presente nas mentes dos diabéticos que se esforçam para manter sua saúde e proteger suas vidas”, justifica o deputado Galeno, na matéria que foi relatada pelo deputado Albert Dickson, discutida, votada e aprovada para seguir a sua tramitação até à votação final no Plenário da Assembleia Legislativa.

Doze outros projetos de Lei foram deliberados e aprovados na reunião; dois foram baixados em diligências pelos relatores e um recebeu pedido da vista, ficando para ser votado na próxima reunião do grupo de trabalho.

Participaram da reunião os deputados Galeno Torquato, Albert Dickson (Pros), Kleber Rodrigues, Isolda Dantas (PT), Subtenente Eliabe (SDD) e Hermano Morais (PSB).

Fonte: Política em Foco
Continuar lendo CRIAÇÃO DO PROGRAMA DE SAÚDE “PÉ DIABÉTICO ” É APROVADO PELA CCJ

MÉDICOS DA COOPERATIVA MÉDICA VOLTARAM A ATENDER EM ESCALA COMPLETA NOS CENTROS DE ENFRENTAMENTO À COVID-19 DE NATAL

Médicos voltam a atender nos Centros Covid de Natal em escala completa

Os médicos da Cooperativa Médica (Coopmed) voltaram a atender nos Centros de Enfrentamento à Covid de Natal em escala completa nesta segunda-feira (7). A manutenção de três profissionais em cada Centro foi acertada em acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS).

O problema da falta de escala completa de médicos aconteceu principalmente entre os meses de abril e maio criando longas filas de espera e chegando até a ter registros de limites de atendimento por dia.

Continuar lendo MÉDICOS DA COOPERATIVA MÉDICA VOLTARAM A ATENDER EM ESCALA COMPLETA NOS CENTROS DE ENFRENTAMENTO À COVID-19 DE NATAL

ATUALIZAÇÃO DA TAXA DE OCUPAÇÃO DE LEITOS DA COVID-19 NO RN

Por G1 RN

 

Leitos críticos UTI Covid-19 Hospital De Campanha de São Gonçalo do Amarante, Grande Natal RN Rio Grande do Norte — Foto: Sandro MenezesLeitos críticos UTI Covid-19 Hospital De Campanha de São Gonçalo do Amarante, Grande Natal RN Rio Grande do Norte — Foto: Sandro Menezes

O Rio Grande do Norte está com 93,4% dos leitos críticos para Covid-19 ocupados nesta segunda-feira (7). É o que aponta o Regula RN, plataforma utilizada pelo governo do RN para monitoramento dos leitos em todo o estado. A consulta foi realizada às 14h. No início da semana passada, essa taxa era de 99%.

O estado está desde o início de março com ocupação média acima dos 90%. A situação mais grave atualmente é na Região Oeste, que tem 99,1% dos leitos de UTI sendo utilizados. A Região Seridó tem 92,5% e a Região Metropolitana

Taxa de ocupação está acima de 93% no RN — Foto: Divulgação Taxa de ocupação está acima de 93% no RN — Foto: Divulgação

Ao todo, 13 hospitais em todo o estado estão com 100% de ocupação e não possuem mais vagas para leitos de UTI Covid no momento. Outros 11 hospitais estão com ocupação acima de 80%.

Na rede de assistência, atualmente o estado tem 414 leitos críticos disponíveis, com 368 ocupados e 26 disponíveis – outros 20 estão bloqueados. Ao todo 63 pessoas estão na fila à espera de um leito de UTI.

Taxa de ocupação nos hospitais públicos do RN com leitos Covid — Foto: DivulgaçãoTaxa de ocupação nos hospitais públicos do RN com leitos Covid — Foto: Divulgação

A plataforma aponta ainda que até está segunda o estado já registrou 874 pessoas que morreram com a Covid na fila por um leito crítico durante toda pandemia. Há cerca de 15 dias, esse número passava de 800. O estado também teve recentemente o maior número de solicitações por um leito de UTI em um dia.

O Regula RN indica ainda que atualmente 72% das pessoas internadas em leitos de UTI no estado têm abaixo de 60 anos de idade – outros 28% são idosos. A mudança no perfil entre os internados é apontada pelos especialistas principalmente pela vacinação já mais avançada no público de pessoas idosas.

Atualmente o estado tem 758 mil pessoas vacinadas contra Covid com pelo menos uma das doses. O estado também possui 275.370 casos confirmados de infecção pelo coronavírus e 6.295 mortes pela doença, sendo 12 delas nas últimas 24 horas.

Fonte: G1 RN
Continuar lendo ATUALIZAÇÃO DA TAXA DE OCUPAÇÃO DE LEITOS DA COVID-19 NO RN

BOAS NOTÍCIAS: ESTUDO DO BUTANTAN EM SERRANA CONCLUI QUE PANDEMIA SERÁ CONTROLADA COM 75% DE VACINADOS

Estudo brasileiro, realizado pelo Instituto Butantan, na cidade de Serrana, interior de São Paulo, com 95,7% da população alvo vacinada é o destaque da nossa coluna BOAS NOTÍCIAS nesta segunda-feira. O estudo concluiu que a pandemia será controlada no país quando atingir 75% de vacinados. Leia o artigo completo a seguir e conheça todos os detalhes do estudo.

Estudo brasileiro: pandemia será controlada no país com 75% vacinados

Os primeiros resultados do estudo brasileiro da pandemia, realizado em larga escala por pesquisadores do Instituto Butantan no município paulista de Serrana, foram concluídos.

Os dados eram aguardados por pesquisadores de saúde do mundo todo e mostram os efeitos da vacinação sobre a covid-19.

Os pesquisadores chegaram a um índice 75% como ideal para o controle da pandemia no país. Por enquanto, somente 10% dos brasileiros já completaram o protocolo total de vacinação, com as duas doses.

Segundo os pesquisadores, os resultados obtidos até agora permitem afirmar que a vacinação em massa criou uma espécie de cinturão imunológico que protegeu tanto os indivíduos com mais de 18 anos vacinados, como as crianças, adolescentes e demais adultos, que não puderam ser imunizados. O benefício foi observado em todas as faixas etárias.

“Isso reflete a somatória do efeito direto e indireto da vacina, que é a redução na transmissão do vírus por haver uma alta proporção de vacinados na comunidade. Quem recebeu a vacina também está ajudando a proteger o outro,” ressaltou o Dr. Ricardo Palacios, do Butantan e um dos líderes do estudo.

Como

A vacinação de 95,7% da população-alvo do estudo possibilitou reduzir em 95% as mortes, em 86% as hospitalizações e em 80% os casos sintomáticos da doença.

O foco da vacinação atingiu 27.160 moradores, de uma população total de 45.644 pessoas.

Foi então que a equipe chegou a algo em torno de 75% como ideal para o controle da pandemia no país.

Projeto S

Intitulada Projeto S, a iniciativa é inédita no mundo – com apoio da Fapesp – fez uma avaliação da efetividade da vacina CoronaVac no controle da pandemia causada pelo novo coronavírus.

O acompanhamento dos moradores e da evolução dos dados epidemiológicos na cidade continuará por mais um ano.

Os resultados indicam que não há necessidade de aguardar que as crianças e os adolescentes sejam imunizados para a retomada das atividades escolares presenciais.

Efeitos da vacina

Cerca de 4,4% dos voluntários vacinados relataram reações adversas após a primeira dose da vacina. Dessas, apenas 0,02% foi considerada de grau 3, ou seja, capaz de interferir nas atividades cotidianas (em geral dores de cabeça ou musculares).

Após a segunda dose, somente 0,2% teve alguma reação adversa, nenhuma considerada grave, o que dá à CoronaVac o perfil de “extremamente segura”.

“Nós conseguimos medir a efetividade de um imunizante de forma controlada, em uma situação de mundo real. Serrana virou um laboratório de epidemiologia e isso deve servir de exemplo para o mundo. O Brasil pode sair na frente, sua ciência é competente e aqui está a prova”, concluiu Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan.

Com informações da Agência Fapesp/Diário da Saúde

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: ESTUDO DO BUTANTAN EM SERRANA CONCLUI QUE PANDEMIA SERÁ CONTROLADA COM 75% DE VACINADOS

HOSPITAL ZONA SUL DE NATAL ESTÁ OBTENDO EXCELENTES RESULTADOS NO TRATAMENTO DA COVID-19

Hospital de Campanha Zona Sul ultrapassa a marca de 100 altas médicas

07 jun 2021

Prefeitura abre mais um Hospital exclusivo para pacientes com Covid-19

Com uma abordagem clínica diferenciada em relação aos pacientes que recebe para o tratamento da Covid-19, o Hospital de Campanha Natal Sul está obtendo excelentes resultados desde a sua inauguração. A unidade já contabiliza mais de 100 altas médicas e nenhum óbito ao longo de pouco mais de quatro meses e meio de funcionamento. De acordo com a direção médica do local, a abordagem terapêutica precoce, acompanhando as pessoas internadas de forma contínua para evitar o agravamento dos quadros e uma posterior intubação, ajuda a explicar o sucesso do tratamento oferecido no hospital.

O exemplo disso é a aposentada Júlia Moura, 89. Ela passou seis dias sob os cuidados da equipe do hospital e chegou com um quadro considerado grave, mas após todos os esforços recebeu alta nesta semana. “Ela chegou com insuficiência respiratória, saturando a 86% e fizemos um tratamento com o capacete Helmet, que permite uma ventilação mecânica não invasiva. É uma idosa com Alzheimer, diabetes e hipertensão, que esteve conosco do dia 22 ao dia 27 e hoje sai vitoriosa. Ficamos muito felizes”, afirma o diretor médico do Hospital de Campanha Natal Sul, Ediney Agra.

O prefeito de Natal, Álvaro Dias, também celebra os resultados obtidos pela equipe do Hospital de Campanha Natal Sul. “Quando pensamos, estruturamos e inauguramos o Hospital, tínhamos a certeza de que essa estratégia iria alcançar ótimos resultados. É o que estamos vendo. Não registramos nenhum óbito nessa unidade e o índice de curados é acima da média. Tudo isso é fruto de um trabalho árduo de todos que fazem parte da rede de atendimento voltada ao enfrentamento da Covid-19. Vamos seguir nessa batalha para oferecer o melhor tratamento possível para os natalenses”, ressalta Álvaro.

O Hospital de Campanha Natal Sul opera com 41 leitos, sendo inicialmente 33 leitos de enfermaria clínica, quatro semi-intensivos, dois de estabilização e dois de admissão, tendo a possibilidade ter a sua capacidade ampliada para abrigar até 50 leitos. Outra terapia utilizada pela equipe da unidade que tem alcançado êxito é a do Capacete Helmet. A Secretaria Municipal de Saúde dotou o prédio com a estrutura necessária para oferecer esse tipo de abordagem e os resultados estão sendo positivos.

Na parte de recursos humanos, a equipe multidisciplinar da unidade conta com médicos plantonistas e intensivistas, 24 enfermeiros, 56 técnicos em enfermagem, fisioterapeuta, assistente social, psicóloga, farmacêutico, técnico em radiologia, servidores da parte administrativa e maqueiros.

Fonte: Política em Foco
Continuar lendo HOSPITAL ZONA SUL DE NATAL ESTÁ OBTENDO EXCELENTES RESULTADOS NO TRATAMENTO DA COVID-19

SEGUNDO SECRETARIA DE SAÚDE,O RN TEVE AUMENTO DE 32% EM CASOS CONFIRMADOS DE AIDES NOS ÚLTIMOS 10 ANOS

Por G1 RN

 

Teste rápido para detecção do vírus HIV — Foto: Secom/DivulgaçãoTeste rápido para detecção do vírus HIV — Foto: Secom/Divulgação

O Rio Grande do Norte teve um aumento de 32,5% nos casos confirmados de Aids nos últimos 10 anos, segundo aponta o boletim estadual da doença divulgado pelo Programa Estadual de IST, AIDS e Hepatites Virais da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap). Os dados são referentes ao período de janeiro de 2010 a dezembro de 2020.

Segundo o boletim, nesta década foram registrados no estado 6.230 casos de Aids. Desse total, 6.120 casos (98,2%) em adultos e 110 (1,8%) em crianças.

A região de saúde com o maior número de casos é a 7ª, onde fica Natal e a Região Metropolitana, que acumula 56,5% desses casos. Apenas a capital Natal concentra 39,3% (2.447) do total de casos registrados no estado.

No comparativo com 2019, o boletim aponta uma redução de 7,8% nos casos detectados de Aids. Essa redução foi de 50% em menores de 5 anos de idade e de 7,8% no coeficiente de mortalidade por Aids.

Por outro lado, também foi registrado um aumento de 1% no número de casos de infecção pelo HIV em 2019 e também um crescimento de 16% na detecção de gestante HIV, além de 2,5% no número de casos de crianças expostas ao HIV.

Diferença detecção de HIV x Instalação da Aids

É importante diferenciar HIV e Aids. HIV é o vírus causador da infecção, já a Aids é a instalação da doença, quando o diagnóstico é tardio ou o paciente não toma os medicamentos adequados. Uma pessoa pode conviver anos com o HIV sem desenvolver a Aids.

Já no ano de 2020, o boletim da Sesap indica que foram notificados novos 586 casos de Aids no Rio Grande do Norte – o que significa uma taxa de detecção de 16,6 casos para 100 mil habitantes.

Também foram detectados, em 2020, 3 casos em menores de 5 anos de idade (taxa de detecção de 1,3 casos/100 mil habitantes), 124 casos de gestantes com HIV (taxa de detecção de 2,9/mil nascidos vivos), 126 casos de crianças expostas e 1.113 casos de infecção pelo HIV.

Ao todo, houve 124 óbitos por Aids no estado (coeficiente de mortalidade de 3,5/100 mil habitantes).

Diagnóstico precoce

A Aids ainda não tem cura, mas tem tratamento. “Por isso, é tão importante fazer o teste rápido, para o diagnóstico precoce, que permite o início do tratamento adequado e oportuno, contribuindo para uma melhor qualidade de vida do paciente”, explica a responsável técnica pelo Programa Estadual de IST, AIDS e Hepatites Virais da Sesap, Cinthia Teixeira.

Para permitir esse diagnóstico, há, nas mais de 800 unidades básicas de saúde do estado, testes rápidos de HIV sendo realizados, com o resultado sendo entregue em até 30 minutos.

Pacientes com resultados positivos são encaminhados aos Serviços de Atendimento Especializados (SAE’s) para tratamento e acompanhamento clínico por uma equipe de saúde multidisciplinar e especializada – existem16 SAE’s distribuídos pelo estado. O Sistema Único de Saúde (SUS) oferta, gratuitamente, o tratamento (medicamentos antirretrovirais), que é essencial para a melhoria da qualidade de vida das pessoas acometidas pelo vírus.

Uma das maiores dificuldades relativas à Aids reside no estigma em torno da doença. “É preciso combater o preconceito relacionado ao HIV/Aids que impõe barreiras de acesso aos serviços de saúde, à cidadania e às ações de cuidado integral à saúde”, reforçou Cinthia Teixeira.

Prevenção

Além das relações sexuais, a Aids também pode ser transmitida por meio da mãe para o bebê, durante a gestação, no parto ou na amamentação (transmissão vertical), do uso de drogas injetáveis, dos acidentes ocupacionais e das transfusões sanguíneas.

A Secretaria de Saúde reforça que a melhor forma de prevenção é o uso de preservativo durante as relações sexuais, além da utilização de seringas e agulhas descartáveis, como forma de prevenção.

Para auxiliar na prevenção, o Programa Estadual de IST, AIDS e Hepatites Virais distribui preservativos masculinos e femininos e gel lubrificante às regionais de saúde, hospitais, Lacen, Hemonorte, na sede da Sesap e em outras instituições.

Também é fundamental o acompanhamento adequado de gestantes que convivem com HIV e a tomada diária dos medicamentos prescritos. Além disso, um cuidado importante é a indicação de profilaxia pós exposição ao vírus para os acidentes ocupacionais, bem como para as demais vias de transmissão.

Para evitar a transmissão vertical, da mãe para o bebê, durante a amamentação, o Programa oferta leite para as crianças que nasceram de mães que convivem com HIV não serem amamentadas por elas, uma vez que nesses casos é contraindicada a amamentação.

Fonte: G1 RN
Continuar lendo SEGUNDO SECRETARIA DE SAÚDE,O RN TEVE AUMENTO DE 32% EM CASOS CONFIRMADOS DE AIDES NOS ÚLTIMOS 10 ANOS

DADOS ATUALIZADOS DO CORONAVIRUS NO RN

Por G1 RN

 

Evolução dos casos confirmados e mortes por coronavírus no RN
Dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde através de comunicados e boletins epidemiológicos

Rio Grande do Norte registrou 272.885 casos confirmados de Covid desde o início da pandemia. A doença provocou a morte de 6.245 pessoas no estado. Os dados estão no boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) desta sexta-feira (4). Outros 1.312 óbitos estão sob investigação.

De acordo com a Sesap, 16 mortes ocorreram nas últimas 24 horas – em Parnamirim (1), Macaíba (1), Caicó (1), Goianinha (1), Mossoró (3), Passa e Fica (1), Alexandria (1), Tangará (1), Japi (2), São Paulo do Potengi (1), Espírito Santo (1), Francisco Dantas (1) e Martins (1).

O RN tem ainda 89.896 casos suspeitos e 525.713 casos descartados de Covid. Os casos inconclusivos, tratados como “Síndrome Gripal não especificada”, somam 131.930.

O boletim destaca também que 941 pessoas estão internadas por causa da Covid no RN – 671 na rede pública e 270 na rede privada (apenas 8 dos 10 hospitais privados atualizaram os dados, de acordo com a Sesap). Com 379 pacientes, a taxa de ocupação dos leitos críticos (semi-intensivo e UTIs) é de 83,2% na rede pública; com 164 internados, a rede privada tem 100% de ocupação.

Números do coronavírus no RN

  • 272.885 casos confirmados
  • 6.245 mortes
  • 89.896 casos suspeitos
  • 525.713 casos descartados

Fonte: G1 RN

Continuar lendo DADOS ATUALIZADOS DO CORONAVIRUS NO RN

PRÓXIMA SEGUNA-FEIRA (07) COMEÇA EM NATAL A VACINAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO

Natal inicia vacinação dos profissionais da educação na próxima segunda-feira (7)

Foto: Joana Lima/Secom

Começa na próxima segunda-feira (07) a vacinação contra a Covid-19 para os profissionais da educação no município de Natal. A primeira remessa destinada aos profissionais das redes pública e privada contém 5.190 doses.

O quantitativo de doses destinadas aos profissionais da educação vai atender neste primeiro momento aos trabalhadores que atuam na Educação Infantil (Creche e Pré-escola), seguindo o Plano Nacional de Imunização do Ministério da Saúde.

A secretária adjunta de Saúde, Rayanne Araújo explica que o boletim epidemiológico semanal da Secretaria Municipal de Saúde, aponta as regiões administrativas da cidade com os maiores registros de casos confirmados da Covid-19. “Vamos começar pelas zonas Sul e Leste, que estão atualmente apresentando os maiores índices de casos confirmados. A vacinação vai ser volante, uma vez que, técnicos da SMS irão em nas unidades de ensino para imunizar os profissionais. É importante que a unidade de ensino forneça uma lista com nome e função/cargo de todos os trabalhadores que irão receber a primeira dose da vacina”, afirmou. Todos os profissionais devem antecipar o cadastro no portal RN Mais Vacina.

“Com relação à vacinação das escolas privadas, a SMS e a SME aguardam o envio do e-mail com a documentação para definição da rota ”, complementa  Rayanne.

Cronograma

O cronograma estabelecido para a próxima segunda-feira (07), vai vacinar os profissionais dos seguintes Centros Municipais de Educação Infantil:

  • Professora Carmem Maria Reis
  • Haydée Monteiro Bezerra de Melo
  • Professora Antônia Fernanda Jales
  • Professora Maria dos Martírios Lisboa de Menezes
  • Claudete Costa Maciel
  • Kátia Fagundes Garcia
  • Professora Libânia Medeiros
  • Professora Maria Eunice Davim
  • Moema Tinoco da Cunha Lima
  • Vilma Teixeira Dourado Dutra
  • Professora Carla Aparecida Albernaz Bandeira
  • Professora Maria Ilka Soares da Silva
  • Professora Maria Celoni Campos
  • Núcleo de Educação da Infância da UFRN (NEI-UFRN).

Na terça-feira (08) a vacinação acontece nos Centros Municipais de Educação Infantil:

  • Amor de Mãe
  • Professora Cláudia de Farias
  • Galdina Barbosa Silveira Guimarães
  • Nossa Senhora de Lourdes
  • Padre João Perestrello
  • Professora Darilene Brandão Martins
  • São Francisco de Assis
  • Maria Eulália Gomes da Silva
  • José Alves Sobrinho

*A relação das unidades da rede de ensino está sendo organizada em conjunto com o SINEPE e AEEP. Importante que os profissionais entrem em contato com os diretores das suas respectivas unidades de ensino para serem informados do horário da vacinação volante.

Continuar lendo PRÓXIMA SEGUNA-FEIRA (07) COMEÇA EM NATAL A VACINAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO

DADOS ATUALIZADOS DO CORONAVIRUS NO RN

Por G1 RN

 

Evolução dos casos confirmados e mortes por coronavírus no RN
Dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde através de comunicados e boletins epidemiológicos

Rio Grande do Norte tem 270.887 casos confirmados de Covid desde o início da pandemia. A doença provocou a morte de 6.189 pessoas no estado. Os dados estão no boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) desta quarta-feira (2). Outros 1.302 óbitos estão sob investigação.

No comparativo com o boletim de terça-feira (1º), são 40 mortes a mais – sendo 16 ocorridas nas últimas 24 horas, registradas em São Miguel (1), Tangará (1), Rodolfo Fernandes (1), Mossoró (3), Upanema (2), Parnamirim (1), Areia Branca (1), São Rafael (1), Afonso Bezerra (1), Jardim do Seridó (1), Monte Alegre (2) e Apodi (1).

O RN tem ainda 90.147 casos suspeitos e 522.995 casos descartados de Covid. Os casos inconclusivos, tratados como “Síndrome Gripal não especificada”, somam 131.931.

O boletim destaca ainda que 962 pessoas estão internadas por causa da Covid no RN – 677 na rede pública e 285 na rede privada (apenas 8 dos 10 hospitais privados atualizaram os dados, de acordo com a Sesap). Com 386 pacientes, a taxa de ocupação dos leitos críticos (semi-intensivo e UTIs) é de 85,2% na rede pública; com 164 internados, a rede privada tem 100% de ocupação.

Números do coronavírus no RN

  • 270.887 casos confirmados
  • 6.189 mortes
  • 90.147 casos suspeitos
  • 522.995 casos descartados

Fonte: G1 RN

Continuar lendo DADOS ATUALIZADOS DO CORONAVIRUS NO RN

MORRE NO RN PACIENTE COM SUSPEITA DA VARIANTE INDIANA DA COVID-19

Por G1 RN

 

Paciente com suspeita da variante indiana da Covid morre no RN | Rio Grande do Norte | G1Um paciente com suspeita da variante indiana da Covid-19 morreu no Rio Grande do Norte. A morte ocorreu na segunda-feira (31), mas foi informada nesta quarta (2) pela Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap).

A Sesap não esclareceu se esse é um dos dois casos suspeitos da variante indiana que já eram investigados no estado, ou se trata-se de um terceiro caso suspeito.

Em nota, a secretaria afirmou que o paciente que morreu é um homem, de 29 anos, que esteve no Maranhão. “Com RT-PCR confirmado para Covid-19, o paciente foi hospitalizado, e encontrava-se internado em isolamento em terapia intensiva, instável e com suporte ventilatório, recebendo toda assistência que o caso requer, porém foi a óbito na segunda-feira (31)”, diz a nota.

Casos suspeitos no RN

A Sesap divulgou na terça-feira (1º) que o estado tinha dois casos suspeitos da variante indiana. Em nota emitida na terça, informou que “os pacientes se encontram em isolamento, cumprindo os protocolos, assim como as pessoas que tiveram contato com os enfermos. As amostras serão enviadas para a Fiocruz e IEC – Instituto Evandro Chagas com a finalidade de investigar possível contaminação pela nova variante no Estado“.

Porém, nesta quarta-feira (2), a Sesap afirmou que “apenas um paciente suspeito de estar infectado pela Cepa B.1.617, conhecida popularmente como Cepa indiana teve a mostra enviada para análise”.

“A amostra do paciente entrou nos critérios do Ministério da Saúde para a realização do sequenciamento genético que está sendo providenciado pelo Laboratório Central de Saúde Pública do RN (LACEN-RN) e foi enviada para o Instituto Evandro Chagas no Pará. O resultado deverá sair em breve”, diz a nota.

Casos confirmados no Brasil

Brasil tem até o momento oito casos confirmados da variante indiana: seis deles no Maranhão (cinco estão em quarentena dentro do navio e um deles está internado em São Luís), um no Rio de Janeiro (de um passageiro vindo da Índia e que desembarcou em São Paulo) e um em Juiz de Fora (também viajou ao país asiático e chegou ao Brasil via Guarulhos-SP).

Ceará teve um caso suspeito descartado na variante indiana, assim como o Distrito Federal, onde o paciente segue sendo investigado mesmo após ter testado negativo para Covid-19.

Variante indiana

De acordo com relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS), a B.1.617 é mais contagiosa em uma comparação inicial com a variante britânica, mas ainda é investigado se ela está relacionada a quadros mais graves de Covid-19 e se ela aumenta o risco de reinfecção.

Apesar de ter sido notada no ano passado, foi somente em 10 de maio que a OMS classificou a variante B.1.617 como “preocupação global”.

Acredita-se que variante se dissemine mais rápido. No entanto, cientistas ainda não sabem dizer se é mais letal e se tem maior transmissibilidade.

Fonte: G1 RN

Continuar lendo MORRE NO RN PACIENTE COM SUSPEITA DA VARIANTE INDIANA DA COVID-19

DADOS ATUALIZADOS DO CORONAVIRUS NO RN

Por G1 RN

 

Evolução dos casos confirmados e mortes por coronavírus no RN
Dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde através de comunicados e boletins epidemiológicos

Rio Grande do Norte registrou 269.685 casos confirmados de Covid-19 desde o início da pandemia. A doença provocou a morte de 6.149 pessoas no estado. O boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) desta terça-feira (1º) aponta ainda que outros 1.299 óbitos estão sob investigação.

Em comparação com o boletim de segunda-feira (31), são 33 mortes a mais, sendo 11 ocorridas nas últimas 24 horas – em Natal (2), São José de Mipibu (1), Martins (1), Caicó (1), São Gonçalo do Amarante (1), Mossoró (1), Vila Flor (1), Tenente Ananias (2) e Apodi (1).

O RN tem ainda 90.391 casos suspeitos e 521.205 casos descartados de Covid-19. Os casos inconclusivos, tratados como “Síndrome Gripal não especificada”, seguem em 131.945.

A Sesap informa ainda que 986 pessoas estão internadas por causa da Covid-19 no RN – 696 na rede pública e 290 na rede privada (apenas 8 dos 10 hospitais privados atualizaram os dados, de acordo com a Sesap). Com 394 pacientes, a taxa de ocupação dos leitos críticos (semi-intensivo e UTIs) é de 86% na rede pública; com 165 internados, a rede privada tem 100% de ocupação

Números do coronavírus no RN

  • 269.685 casos confirmados
  • 6.149 mortes
  • 90.391 casos suspeitos
  • 521.205 casos descartados

Fonte: G1 RN

Continuar lendo DADOS ATUALIZADOS DO CORONAVIRUS NO RN

EM NATAL, DEFICIENTES PERMANENTES SEM COMORBIDADES COMEÇAM A SER VACINADOS HOJE QUARTA-FEIRA (02)

Natal começa hoje vacina de deficientes permanentes sem comorbidades a partir de 30 anos

02 jun 2021

Natal retoma vacinação contra Covid-19 de pessoas com comorbidades a partir de 18 anos nesta sexta (28) | Rio Grande do Norte | G1

A vacinação dos deficientes permanentes sem comorbidade e sem BPC, na faixa etária a partir de 30 anos, tem início nesta quarta-feira (02) em Natal. A SMS Natal está disponibilizando para esse público seis drives (Palácio dos Esportes, OAB, Nélio Dias, SESI e Via Direta), 35 salas de vacinação nas Unidades Básicas de Saúde.

Além desses locais, também vai disponibilizar nesta quarta, entre 8h às 12h, equipes de vacinação para o Suvag RN – Centro de Saúde Auditiva, localizado na Av. Lima e Silva, 966 – Nossa Senhora de Nazaré e para a ASNAT – Associação de Surdos de Natal, localizado no Largo Junqueira Aires, 536 – Cidade Alta.

Para receber o imunizante é necessário apresentar a seguinte documentação: laudo médico ou documentos oficiais de identidade com indicação de deficiência ou qualquer outro documento que indique tal condição, cartão de vacinação e comprovante de residência de Natal.

Caso a pessoa portadora de Deficiência Permanente e com dificuldade de locomoção não possa se deslocar a um ponto de vacinação, algum familiar, representante ou apoiador deve comparecer à unidade básica de saúde mais próxima à sua residência, levando documentação além de algum documento que justifique a aplicação da vacina em domicílio, fornecendo os contatos para agendamento. A vacinação desse público vai continuar posteriormente de forma escalonada em faixa etária (18-29 anos), de acordo com o quantitativo de vacinas disponibilizadas.

Fonte: Política em Foco
Continuar lendo EM NATAL, DEFICIENTES PERMANENTES SEM COMORBIDADES COMEÇAM A SER VACINADOS HOJE QUARTA-FEIRA (02)

PAÍSES DA UNIÃO EUROPEIA PODEM COMEÇAR UTILIZAR CERTIFICADO DIGITAL DE VACINAÇÃO

Certificado digital de vacinação passa a valer na União Europeia

Documento será válido para cidadãos do bloco que receberam doses de imunizantes da Pfizer, Moderna, Oxford ou Johnson

INTERNACIONAL

 Da EFE

Os países da União Europeia (UE) podem começar a utilizar o certificado de vacinação voluntariamente a partir desta terça-feira (1º), depois que entrou em funcionamento a plataforma digital que permite a interoperabilidade do documento entre os Estados-Membros.Bulgária, República Tcheca, Dinamarca, Alemanha, Grécia, Croácia e Polônia se conectaram a esta plataforma hoje mesmo, de acordo com a Comissão Europeia.

Oficialmente, no entanto, o documento não entrará em vigor em toda a UE até 1º de julho, com o intuito de facilitar a mobilidade para as férias de verão de todos aqueles que possam comprovar que estão vacinados contra a covid-19, que apresentem um teste PCR negativo ou que tenham anticorpos após terem contraído e superado a doença.

Os governos se comprometeram a não impor quarentenas a todos aqueles que possam provar, de uma forma ou de outra, que estão saudáveis, embora possam impor restrições em caso de agravamento da situação epidemiológica, como, por exemplo, se considerarem necessário combater as variantes do vírus.

O certificado, que terá duração de um ano, será válido em toda a UE para vacinas aprovadas pela Agência Europeia de Medicamentos (EMA), que por enquanto validou os imunizantes da Pfizer, Moderna, Oxford e Johnson & Johnson.

No entanto, cada país terá a liberdade de decidir se aceita outras vacinas não autorizadas pela EMA.

Fonte: R7
Continuar lendo PAÍSES DA UNIÃO EUROPEIA PODEM COMEÇAR UTILIZAR CERTIFICADO DIGITAL DE VACINAÇÃO

DADOS ATUALIZADOS DO CORONAVIRUS NO RN

Por G1 RN
 
Evolução dos casos confirmados e mortes por coronavírus no RN
Dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde através de comunicados e boletins epidemiológicos

Rio Grande do Norte tem 268.426 casos confirmados de Covid-19 desde o início da pandemia. A doença vitimou 6.116 pessoas no estado. Outros 1.296 óbitos estão sob investigação. Os dados estão no boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) desta segunda-feira (31).

Em comparação com o último boletim, de sexta-feira (28), são são 39 mortes a mais, sendo 9 nas últimas 24 horas – em Natal (03), Parnamirim (01), Macaiba (01), Lucrécia (01), Mossoró (02) e Carnaubais (01). Os casos confirmados subiram 2.799.

O RN tem ainda 90.677 casos suspeitos e 519.335 casos descartados de Covid-19. Os casos inconclusivos, tratados como “Síndrome Gripal não especificada”, seguem em 131.945.

Segundo o boletim, 1.005 pessoas estão internadas por causa da Covid-19 no RN – 703 na rede pública e 302 na rede privada (apenas 8 dos 10 hospitais privados atualizaram os dados, de acordo com a Sesap). Com 391 pacientes, a taxa de ocupação dos leitos críticos (semi-intensivo e UTIs) é de 87,2% na rede pública; com 174 internados, a rede privada tem 100% de ocupação.

Números do coronavírus no RN

  • 268.426 casos confirmados
  • 6.116 mortes
  • 90.677 casos suspeitos
  • 519.335 casos descartados

Fonte: G1 RN

Continuar lendo DADOS ATUALIZADOS DO CORONAVIRUS NO RN

A PARTIR DO DIA 1º DE JUNHO OS CENTROS DE ENFRENTAMENTO À COVID EM NATAL PASSARÃO A FUNCIONAR EM NOVO HORÁRIO

Centros de Enfrentamento à Covid-19 em Natal funcionarão em novo horário

Redação / Portal da Tropical

Atualizado em:

Foto: Divulgação / SMS

A partir do dia 1º de junho, os Centros de Enfrentamento à Covid-19 de Natal passarão a funcionar em novo horário, das 8h às 14h, de segunda a sexta. A decisão foi tomada pela Secretaria de Saúde de Natal (SMS Natal), ao verificar que 80% dos atendimentos se concentram no turno da manhã.

“Estamos há mais de um ano enfrentando à pandemia, e desde o início colocamos à disposição da população como UBS com Sala de Priorização de Atendimento (SPA) e 10 UBS com funcionamento em horário estendido, funcionando até 19h, todas com médicos capacitados para o atendimento de casos de Covid-19. Porém, no horário da tarde, há pouca procura, com o novo horário dos Centros esperemos que a população contempla a usufruir dos serviços ofertados no UBS ”, esclarece George Antunes, Secretário de Saúde de Natal.

A SMS Natal reforça que, no turno vespertino, após às 14h, quem precisar deve procurar uma das 10 UBS com horário exclusivo para Covid, listadas a seguir.

Distrito Sanitário Norte I (segunda a sexta-feira)
UBS Pajuçara: Rua Maracaí, S / N – 7h às 16h
UBS Nova Natal: Rua do Pastoril, S / N, Conjunto Lagoa Azul – 7h às 19h.

Distrito Sanitário Norte II (segunda a sexta-feira)
UBS Panatis: Rua Milton Servita Brito, nº 994, Potengi – 7h às 19h.
UBS Vale Dourado: Rua irmã Vitória, 706, N. Srª. da Apresentação – 7h às 19h.

Distrito Sanitário Leste (segunda a sexta-feira)
UBS São João: Av. Romualdo Galvão, nº 891, Tirol – 13 às 20h.
UBS Brasília Teimosa: R. Miramar, nº 32, Praia do Meio – 16h às 19h.

Distrito Sanitário Oeste
UBS Felipe Camarão II: R. Santa Cristina, S / N – 8h às 19h (segunda, quarta e sexta-feira)
UBS Bom Pastor: R. Augusto Calheiros, nº 1 – 8h às 20h (segunda a sexta-feira )

Distrito Sanitário Sul (segunda a sexta-feira)
UBS Nova Descoberta: Av. Xavier da Silveira – 8h às 20h.
UBS Rosângela Lima: Rua Santa Beatriz, 11, Planalto – 7h às 19h.

Fonte: Portal da Tropical _ Notícias

Continuar lendo A PARTIR DO DIA 1º DE JUNHO OS CENTROS DE ENFRENTAMENTO À COVID EM NATAL PASSARÃO A FUNCIONAR EM NOVO HORÁRIO

POSSÍVEL CASO DE MUCORMICOSE (FUNGO NEGRO) É ACOMPANHADO PELA SECRETARIA DE SAÚDE DE JOINVILLE

Secretaria de Saúde de Joinville acompanha possível caso de ‘fungo negro’ na cidade

O Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde emitiu uma comunicação de risco sobre um provável caso de mucormicose (fungo negro) em um paciente de Joinville, no Norte de Santa Catarina

A situação já estava sendo acompanhada pela equipe de Vigilância em Saúde do município desde que foi cogitada a hipótese do diagnóstico.

O caso é de um homem, de 52 anos, morador da zona Norte da cidade, com histórico de comorbidades (diabetes mellitus e artrite reumatoide). No dia 20 de fevereiro, ele apresentou sintomas gripais e realizou o teste de antígeno no dia 23, confirmando o diagnóstico para Covid-19.

Em 19 de março, em função de uma fraqueza generalizada relacionada com a Covid-19, foi internado em um hospital da rede particular. Teve alta no dia 4 de abril, com melhora geral do quadro de saúde.

Por ter apresentado cetoacidose diabética, uma complicação metabólica caracterizada por fatores relacionados com a diabetes, o paciente teve uma celulite facial, que prejudicou parcialmente a clareza da visão.

Nova internação

Por este motivo, ele iniciou imediatamente acompanhamento com médico especialista. O homem então foi internado novamente no dia 21 de maio, para realização de procedimento cirúrgico, que foi efetivado no dia 26 deste mês.

Atualmente, o paciente segue internado em unidade hospitalar particular, com monitoramento constante da Secretaria Municipal da Saúde, por meio da equipe da Vigilância em Saúde. As informações seguem sendo compartilhadas com o Ministério da Saúde e com a Secretaria de Estado da Saúde.

Mucormicose

O termo fungo negro é popularmente utilizado para se referir à mucormicose, uma infecção causada por um fungo da classe Zygomycetes e ordem Mucorales.

É considerada uma infecção fúngica grave e rara, originária de microrganismos que vivem em diversos ambientes, particularmente no solo com matéria orgânica em decomposição, como folhas, adubo ou madeira.

A mucormicose é contraída por pessoas que entram em contato com os esporos fúngicos. Indivíduos diabéticos, com doenças onco-hematológicas ou que utilizam medicamentos imunossupressores são mais suscetíveis à contaminação.

Em casos graves, a mucormicose pode evoluir para coma e óbito. A infecção, que geralmente se manifesta na pele, pode espalhar-se para outras partes do corpo.

Geralmente, o tratamento é realizado com intervenção cirúrgica para remover os tecidos infectados ou mortos. Em alguns pacientes, a evolução da doença pode resultar na retirada de parte da mandíbula ou do olho.

Também há tratamento medicamentoso, que pode envolver um período de 4 a 6 semanas de terapia antifúngica intravenosa, dependendo do quadro clínico do paciente.

Em nível mundial, diversos estudos estão sendo realizados para verificar possíveis relações entre a mucormicose e pacientes com Covid-19, especialmente os que apresentam comorbidades e quadros imunodreprimidos.

Fonte: R7
Continuar lendo POSSÍVEL CASO DE MUCORMICOSE (FUNGO NEGRO) É ACOMPANHADO PELA SECRETARIA DE SAÚDE DE JOINVILLE

CEPA INDIANA PODE MUDAR PLANO DE DESCONFINAMENTO NO REINO UNIDO

Avanço de cepa indiana ameaça desconfinamento no Reino Unido

País europeu se preparava para eliminar, a partir de 21 de junho, restrições sociais e pretendia retomar viagens internacionais

INTERNACIONAL

 R7, com EFE

O avanço da variante indiana do novo coronavírus ameaça o plano de desconfinamento do governo do Reino Unido. O país se preparava para eliminar todas as restrições sociais e facilitar as viagens internacionais a partir de 21 de junho.O vice-presidente do Comitê Conjunto de Vacinação e Imunização, Anthony Harnden, reconheceu neste sábado (29) que o país deve proceder com “cautela” daqui em diante.

Em declarações à emissora pública da BBC, Harnden disse que o governo britânico e seus consultores científicos terão que “examinar os dados com muito cuidado antes de concluir o desconfinamento” e tendem a ser cautelosos, entre outras coisas porque o programa não foi finalizado.

O governo conservador esperava concluir a abertura da quarententa, imposta em janeiro, em 21 de junho, embora nos últimos dias tenha indicado que o plano poderia ser adiado devido ao aumento das infecções devido ao avanço da cepa indiana, mais contagiosa que as demais.

Nova variante

De acordo com os dados divulgados nesta semana, até 75% dos novos casos de covid-19 detectados no Reino Unido correspondem a esta variante, identificada pela primeira vez na Índia (a B.1.617. 2 ), mais transmissível do que a chamada “cepa britânica”, até agora predominante no país.

Nas últimas 24 horas, foram registradas 4.182 novas infecções no Reino Unido, 24% a mais que há uma semana, e 10 mortes, 38,1% a mais, enquanto 24,5 milhões de pessoas já receberam duas doses da vacina. Desde o início da pandemia, em março de 2020, 4,47 milhões de positivos e um total de 127.768 mortes foram registrados.

O ministro da Saúde, Matt Hancock, admitiu que, embora fosse previsível um aumento de casos com o relaxamento das restrições, ainda é cedo para confirmar se no dia 21 de junho todas as limitações poderão ser eliminadas.

A crescente prevalência da variante indiana neste país tem levado vizinhos como Alemanha e França a restringir o acesso de cidadãos britânicos aos seus territórios, onde devem cumprir vários dias de quarentena, entre outras condições sanitárias.

Fonte: R7
Continuar lendo CEPA INDIANA PODE MUDAR PLANO DE DESCONFINAMENTO NO REINO UNIDO

DADOS ATUALIZADOS DO CORONAVIRUS NO RN

Por G1 RN

 

Evolução dos casos confirmados e mortes por coronavírus no RN
Dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde através de comunicados e boletins epidemiológicos

Rio Grande do Norte tem 265.627 casos confirmados de Covid-19 desde o início da pandemia. A doença vitimou 6.077 pessoas no estado. Outros 1.271 óbitos estão sob investigação. Os dados estão no boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) desta sexta-feira (28).

Em relação ao dia anterior, são 28 mortes a mais – sendo 16 óbitos ocorridos nas últimas 24 horas, em Natal (3), Mossoró (3), Severiano Melo (1), São José de Mipibu (1), Caicó (1), Portalegre (1), Pau dos Ferros (1), Guamaré (02), São Miguel (1), Tibau (1) e Jardim de Piranhas (1).

O RN tem ainda 91.984 casos suspeitos e 515.019 casos descartados de Covid-19. Os casos inconclusivos, tratados como “Síndrome Gripal não especificada”, seguem em 131.945.

Segundo o boletim, 1.011 pessoas estão internadas por causa da Covid-19 no RN – 700 na rede pública e 311 na rede privada (apenas 8 dos 10 hospitais privados atualizaram os dados, de acordo com a Sesap). Com 391 pacientes, a taxa de ocupação dos leitos críticos (semi-intensivo e UTIs) é de 87% na rede pública; com 174 internados, a rede privada tem 100% de ocupação.

Números do coronavírus no RN

  • 265.627 casos confirmados
  • 6.077 mortes
  • 91.984 casos suspeitos
  • 515.019 casos descartados
Fonte: G1 RN
Continuar lendo DADOS ATUALIZADOS DO CORONAVIRUS NO RN

LENTIDÃO NO PROCESSO DE IMUNIZAÇÃO ESTIMULA PRÁTICA CRIMINOSA DE VENDA ILEGAL DE VACINAS NA VEZUELA E MÉDICOS PEDEM INVESTIGAÇÃO SOBRE O CASO

Médicos da Venezuela alertam sobre venda ilegal de vacinas

Entidade que representa a categoria pediu que a Procuradoria Geral do país abra uma investigação sobre essa prática criminosa

pandemia venezuela

RAYNER PEÑA/EFE – ARQUIVO

A Academia Nacional de Medicina da Venezuela pediu nesta sexta-feira (28) que a Procuradoria Geral do país abra uma investigação sobre vendas ilegais de vacinas contra a covid-19 e comentou que a “lentidão” no processo de imunização estimula essa prática criminosa.

Em uma carta, a academia pediu ao procurador geral, Tarek Saab, “para determinar a veracidade das informações sobre o suposto mercado ilegal com a venda de vacinas contra a covid que estão sob a custódia do Estado venezuelano com o Ministério da Saúde como órgão competente”

O pedido foi feito, segundo o texto, com o objetivo de “identificar aqueles que poderiam promover esta práeção dos venezuelanos e que sejam tomadas as medidas necessárias para erradicar esta prática criminosa odiosa”.

Os médicos também destacaram os perigos que este mercado ilegal provoca e que podem ser traduzidos em dosagens que “não tenham cumprido a devida manutenção da cadeia de frio essencial para sua viabilidade como produto biológico ou que seu conteúdo não corresponda à formulação adequada” da vacina.

A academia também vê esta prática como uma consequência da lenta implementação do plano nacional de vacinação que, segundo ela, “não foi devidamente oficializado”.

A entidade cobrou o Ministério da Saúde a divulgar imediatamente o plano de vacinação a fim de identificar aspectos técnicos “inerentes” aos grupos prioritários a serem vacinados, os períodos de tempo para imunização, as quantidades disponíveis e outras questões.

De acordo com organizações nacionais e internacionais, a Venezuela está entre os países da América Latina menos imunizados contra a covid-19, uma situação que o governo do presidente Nicolás Maduro evita mencionar.

A quantidade de vacinas que chegaram ao país não é conhecida com precisão, pois os dados anunciados pelas autoridades são contraditórios, variando em até 500 mil unidades, dependendo de quem os divulga.

Fonte: R7
Continuar lendo LENTIDÃO NO PROCESSO DE IMUNIZAÇÃO ESTIMULA PRÁTICA CRIMINOSA DE VENDA ILEGAL DE VACINAS NA VEZUELA E MÉDICOS PEDEM INVESTIGAÇÃO SOBRE O CASO

EMBARGO DOS EUA À CUBA IMPOSSIBILITOU A FABRICAÇÃO DE DOSES SUFICIENTE PARA SUA POPULAÇÃO

Cuba diz que sanções dos EUA impedem fabricação de vacinas

País tem dois imunizantes que aguardam autorização para uso emergencial e outros três em fase de desenvolvimento

Frasco da vacina Soberana 2 desenvolvida pelo governo de Cuba

ERNESTO MASTRASCUSA/EFE – ARQUIVO

Cuba, que desenvolveu seus próprios imunizantes contra a covid-19, denunciou nesta sexta-feira (28) que o fortalecimento do embargo dos Estados Unidos à ilha impossibilitou a fabricação de doses suficientes para sua população, retardando sua campanha de vacinação.

“É preciso dizer que não vacinamos mais cubanos porque não tivemos recursos para fabricar mais vacinas, que fique claro para o mundo”, afirmou Yuri Valdés, vice-diretor do Finlay Institute of Vaccines, durante uma sessão da Assembleia Nacional (Parlamento, unicameral), na qual legisladores convocaram parlamentares de todo o mundo a se juntarem ao pedido pelo fim das sanções e do embargo, imposto há 60 anos pelos Estados Unidos.

A insuficiência das doses “não é por falta de evidência técnica, é porque não tivemos os recursos, porque esses recursos foram bloqueados”, explicou o cientista perante parlamentares de seu país e outras personalidades internacionais que participaram virtualmente.

Se o governo de Joe Biden “não pode ter tempo para rever toda a política com Cuba, (revise) a que tem a ver com todos os cubanos que são internados [em hospitais por covid-19], com os cubanos que estamos vacinando”, afirmou Valdés.

“Você tem que convocar o governo dos Estados Unidos, digamos, está bem, não verifique tudo, mas verifique se, faça algo, você pode ser (significar) a diferença entre mortos e não mortos”, ressaltou.

Cuba tem cinco vacinas candidatas desenvolvidas pelo próprio país. Duas delas, Soberana 2 e Abdala, aguardam autorização para uso emergencial ou condicional pelas autoridades sanitárias do país, data prevista para junho.

Dado o crescente número de casos registrados nos últimos meses, o governo lançou uma campanha de vacinação em populações de risco com esses imunizantes no dia 12 de maio, e planeja vacinar 70% da população até agosto.

Durante o governo de Donald Trump, Washington impôs cerca de 250 sanções contra Cuba, que o governo Biden manteve intactas.

“Os Estados Unidos reforçaram a agressão contra Cuba diante da covid-19”, denunciou o presidente da comissão de Relações Internacionais, Alberto Núñez.

Organizações solidárias com Cuba nos Estados Unidos, Chile, Espanha, Itália e outros países se organizaram para obter 20 milhões de seringas para poder vacinar a população de 11,2 milhões.

Além disso, uma entidade governamental suíça e a ONG MediCuba Europe concederam em abril um financiamento urgente de US$ 600.000 para a compra de seringas.

Fonte: R7
Continuar lendo EMBARGO DOS EUA À CUBA IMPOSSIBILITOU A FABRICAÇÃO DE DOSES SUFICIENTE PARA SUA POPULAÇÃO

DADOS ATUALIZADOS DO CORONAVIRUS NO RN

Por G1 RN

 

Evolução dos casos confirmados e mortes por coronavírus no RN
Dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde através de comunicados e boletins epidemiológicos

Rio Grande do Norte chegou nesta quinta-feira (27) a 264.415 casos confirmados de Covid-19. A doença provocou a morte de 6.049 pessoas no estado. Outros 1.267 óbitos estão sob investigação, segundo o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap).

De acordo com a Sesap, 1.024 pessoas estão internadas por causa da Covid-19 no RN – 701 na rede pública e 323 na rede privada (apenas 8 dos 10 hospitais privados atualizaram os dados, de acordo com a Sesap). Com 379 pacientes, a taxa de ocupação dos leitos críticos (semi-intensivo e UTIs) é de 88% na rede pública; com 180 internados, a rede privada tem 100% de ocupação.

O RN tem ainda 93.230 casos suspeitos e 513.116 casos descartados de Covid-19. Os casos inconclusivos, tratados como “Síndrome Gripal não especificada”, somam 131.945.

Números do coronavírus no RN

  • 264.415 casos confirmados
  • 6.049 mortes
  • 93.230 casos suspeitos
  • 513.116 casos descartados

Fonte: G1 RN

Continuar lendo DADOS ATUALIZADOS DO CORONAVIRUS NO RN

SEGUNDO GOVERNADORA DO RN, OS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO SERÃO IMUNIZADOS A PARTIR DA PRÓXIMA REMESSA DE DOSES QUE CHEGAR AO ESTADO

Por G1 RN

 

Vacinação contra Covid-19 — Foto: Giuliano Gomes/PR PRESSVacinação contra Covid-19 — Foto: Giuliano Gomes/PR PRESS

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), anunciou nesta quinta-feira (27) que os profissionais da educação foram incluídos no plano de vacinação contra a Covid-19 e que vão começar a ser imunizados a partir da próxima remessa de doses que será entregue aos estados.

“Acaba de ser aprovado na CIT, a Comissão Tripartite, a inclusão dos trabalhadores da educação no grupo prioritário no plano de imunização pra ter início já na próxima semana”, disse a governadora no Twitter, sem ainda confirmar uma data no estado.

Segundo a gestora, uma nota técnica será encaminhada pelo Ministério da Saúde com as diretrizes para a imunização dos profissionais.

Poderão ser vacinados desde profissionais do ensino básico ao superior, assim como profissionais da rede pública e da rede privada.

“O início da vacinação já está previsto para a próxima remessa das vacinas a serem entregues aos estados. A cada remessa, a partir de agora, será destinada uma quantidade pra gente vacinar os trabalhadores de educação”, disse Fátima.

Fonte: G1 RN
Continuar lendo SEGUNDO GOVERNADORA DO RN, OS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO SERÃO IMUNIZADOS A PARTIR DA PRÓXIMA REMESSA DE DOSES QUE CHEGAR AO ESTADO

PARA CONTER O AVANÇO DA PANDEMIA NO RN, MINISTÉRIOS PÚBLICOS PROPÕEM PACTO COM MEDIDAS RESTRITIVAS

Por G1 RN

 

Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN); sede da procuradoria-geral do RN — Foto: MPRN/DivulgaçãoMinistério Público do Rio Grande do Norte (MPRN); sede da procuradoria-geral do RN — Foto: MPRN/Divulgação

Os Ministérios Públicos Estadual, Federal e do Trabalho estão propondo um pacto de medidas restritivas para conter o avanço da pandemia no Rio Grande do Norte. Os órgãos veem necessidade na adoção de medidas que restrinjam a circulação de pessoas, como forma de reduzir a transmissão do vírus neste momento, em todas as regiões do estado.

Nesta quarta-feira (26), os órgãos promoveram uma articulação entre representantes dos poderes Executivo e Legislativo com municípios e associações do RN. A ideia é discutir com os representantes do Executivo estadual e municipal, inclusive do interior, medidas sanitárias unificadas e mais rigorosas.

“Infelizmente, o momento epidemiológico do estado é muito grave. São mais de 6 mil óbitos, mais da metade só de janeiro a maio. Estamos vivenciando uma cepa mais agressiva, causando pressão nos hospitais públicos e privados, com taxas de ocupação próximas da totalidade em todas as regiões”, alertou o procurador da República, Victor Mariz.

O procurador também reforçou a escassez de kit intubação, oxigênio medicinal e profissionais de saúde, o que limita a possibilidade de ampliar leitos. Recentemente, o secretário de Saúde do Estado, Cipriano Maia, confirmou que não há mais possibilidade de ampliação de leitos de UTI no estado.

“A cruel realidade ilustrada pelos dados epidemiológicos nos aponta que só existe um caminho a ser seguido: adotar todas as medidas necessárias para salvar vidas. É fundamental que façamos uma união de esforços para combater a transmissão do vírus”.

A promotora de Justiça Iara Pinheiro afirmou que a reunião “é um alerta às autoridades”. “Estamos voltando a um movimento de restrições por regiões, o que não é suficiente para a situação epidemiológica atual”, afirmou.

Segundo ela, o estado precisa estar pronto para suportar uma “pressão prolongada no sistema de saúde, com possibilidade esgotada de ampliação da rede assistencial”.

Iara Pinheiro citou ainda que “o decreto municipal de Natal está em descompasso com a situação atual, permitindo aglomerações, e precisa ser ajustado.”

Vigilância

A procuradora do Trabalho Ileana Neiva também apontou a necessidade de informar a população sobre a real situação no estado e reforçar a fiscalização. “Com novas cepas circulantes, as pessoas precisam saber que têm que manter as medidas preventivas, mesmo para quem já teve a covid-19 ou já foi vacinado. É preciso também reforçar a vigilância em saúde, para mapear e conter surtos em empresas e escolas”, defendeu.

De acordo com os MPs, os dados epidemiológicos apontam que, apesar de não haver falta de oxigênio no momento, a situação é de alerta. Um dos fatores identificados é a falta de cilindros para armazenamento do oxigênio fornecido a municípios do interior, que limita ainda mais a produção da fornecedora White Martins.

Além disso, de acordo com a secretária adjunta de saúde do RN, Maura Sobreira, “a cada 10 minutos nós temos um pedido de leito para covid-19. São mais de 800 leitos disponíveis, e a capacidade para ampliação é muito restrita. Existem 19 leitos bloqueados por falta de equipamentos, como ventiladores pulmonares e bombas de infusão. A situação é muito crítica”.

Situação atual

O Rio Grande do Norte tem atualmente 97,7% de ocupação dos leitos públicos de UTI para Covid-19. Na Grande Natal, essa taxa é de 97,6%. Nesta quarta, o Regula RN apontou até 96 pessoas no aguardo por um leito de UTI no estado para apenas nove disponíveis.

O Rio Grande do Norte já soma em cinco meses de 2021 mais mortes por Covid-19 do que em todo o ano de 2020Março e abril foram os meses mais letais da pandemia no estado e maio já é o quinto com mais óbitos.

Continuar lendo PARA CONTER O AVANÇO DA PANDEMIA NO RN, MINISTÉRIOS PÚBLICOS PROPÕEM PACTO COM MEDIDAS RESTRITIVAS

BIDEN PEDIU QUE SERVIÇO DE INTELIGÊNCIA REDOBRE ESFORÇOS PARA DESCOBRIR A ORIGEM DA PNDEMIA

Biden ordena mais esforços para descobrir origem da pandemia

Serviço de inteligência tem 90 dias para descobrir se vírus surgiu no contato de humano com animal infectado ou em laboratório

INTERNACIONAL

 Da EFE

Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden

KEVIN LAMARQUE/REUTERS – 20.05.2021

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse nesta quarta-feira (26) que pediu para que os serviços de inteligência “redobrem os esforços” para investigar a origem da pandemia de covid-19, após ter ganhado força recentemente a teoria de que o novo coronavírus surgiu em um laboratório em Wuhan, na China.

“Pedi aos serviços de inteligência para que redobrem seus esforços para coletar e analisar informações que possam nos aproximar de uma conclusão definitiva, e que me informem em 90 dias”, revelou Biden em comunicado emitido pela Casa Branca.

O mandatário explicou que os EUA avaliam agora “dois cenários prováveis”: se o coronavírus surgiu do contato humano com um animal infectado ou de um acidente de laboratório.

Biden destacou que duas das corporações dos serviços de inteligência americanos estão mais inclinados para o primeiro cenário, enquanto outro pende para o segundo.

“Cada um com uma confiança baixa ou moderada, mas a maioria não acredita que haja informação suficiente para avaliar que um seja mais provável que o outro”, declarou.

O presidente americano também disse que os EUA e aliados pressionarão a China para que participe de uma investigação internacional “completa, transparente e baseada em provas” e para proporcionar acesso a todos os dados e provas relevantes.

O principal epidemiologista do governo, Anthony Fauci, afirmou na terça-feira que “não está convicto” de que o vírus tenha se desenvolvido de forma natural e defendeu a realização de mais investigações sobre suas origens.

Na terça-feira (25), os EUA pediram à Organização Mundial da Saúde (OMS) estudos “independentes e transparentes” sobre a origem do coronavírus Sars-CoV-2, causador da covid-19.

Fonte: R7
Continuar lendo BIDEN PEDIU QUE SERVIÇO DE INTELIGÊNCIA REDOBRE ESFORÇOS PARA DESCOBRIR A ORIGEM DA PNDEMIA

80% DOS LEITOS DE UTI PARA COVID-19 EM HOSPITAIS PARTICULARES DE NATAL ESTÃO OCUPADOSTÃO

Por G1 RN

 

Hospital Rio Grande, em Natal — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV CabugiHospital Rio Grande, em Natal — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Os hospitais privados de Natal fecharam a noite de segunda-feira (24) com cerca de 80% dos leitos de UTI para Covid-19 ocupados.

Esses dados seguem o crescimento na ocupação dos leitos públicos em todo o Rio Grande do Norte, que atingiu 98%, de acordo com o Regula RN, plataforma que monitora a Covid-19 no estado, nesta terça (25). Na Grande Natal, esse número é de 97,6%.

Ao todo, são 144 leitos críticos (de UTI e semi-intensivo) nos hospitais particulares da capital potiguar. Desses, 114 estão ocupados. Entre os vagos, estão 8 UTIs pediátricas (exclusivas para crianças) e 3 UTIs Neonatal (para prematuros e bebês).

Dessa forma, os dados apontam que, para adultos, há apenas 19 leitos de críticos disponíveis, sendo 16 de UTI e 3 de semi-intensivo. Foram considerados nesse levantamento os hospitais São Lucas, do Coração, Hapvida, Dr. Luiz Antônio, Memorial São Francisco, Rio Grande, da Unimed, Policlínica e Promater.

Em relação aos leitos clínicos dos hospitais privados, também já há pressão. O levantamento aponta 129 leitos clínicos, mas desses, apenas 33 estão disponíveis atualmente – os demais 96 estão ocupados com pacientes.

Nos leitos públicos, de acordo com o Regula RN, atualmente há, em todo o estado, 414 leitos críticos para a Covid-19, com 389 ocupadosseis disponíveis e 22 bloqueados (por falta de insumos ou profissionais).

Além disso, a fila para um leito de UTI voltou a crescer. Atualmente, 90 pessoas aguardam por um leito crítico no estado, com apenas esses seis disponíveis. Desse total, 47 estão na Região Metropolitana.

No limite

De acordo com o secretário de Estado da Saúde Pública (Sesap), Cipriano Maia, o estado já está no limite e não há mais possibilidade de abertura de novos leitos caso a situação se agrave.

“Nós estamos já no limite hoje. Porque se nós temos quase cem pacientes em filas de espera, não precisa esperar junho, a gente já está em uma situação de saturação, de quase colapso. Isso exige medidas desde já, como a gente vem alertando e recomendando já há algumas semanas”, afirmou em entrevista à Inter TV Cabugi.

Não temos possibilidade de abertura de novos leitos porque isso envolve equipamentos, insumos médicos, pessoal. Nós estamos no limite. A alternativa que nós temos é evitar a procura de leitos fazendo restrição de circulação, usando medidas de proteção, intensificando as ações de vigilância e controle de isolamento dos sintomáticos para que a doença diminua o seu contágio”.

O Rio Grande do Norte está com ocupação dos leitos críticos acima de 90% desde o fim de fevereiro. Nos últimos tempos, o estado tem batido recordes da doença. Abril e março foram os meses mais letais da pandemia, e maio já se tornou o mês com mais casos confirmados da doença no estado.

Leitos da rede privada

São Lucas – 51 Leitos

  • 18 UTI – 8 disponíveis
  • 33 clínicos – 7 disponíveis

Hospital do Coração – 38 leitos

  • 20 de UTI – 2 disponíveis
  • 18 semi-intensivo – 2 disponíveis

Hapvida – 49 leitos

  • 14 UTIs – 4 disponíveis
  • 2 UTIs pediátricas – 0 disponíveis
  • 31 leitos clínicos – 6 disponíveis
  • 2 leitos clínicos extras – 0 disponíveis

Hospital Dr. Luiz Antônio

  • 3 leitos clínicos – 0 disponíveis

Hospital Memorial São Francisco

  • 3 leitos clínicos – 0 disponíveis

Hospital Rio Grande – 30 leitos

  • 9 UTIs – 0 disponíveis
  • 16 semi-intensivo – 1 disponível
  • 5 extras – 0 disponíveis

Hospital da Unimed – 35 leitos

  • 10 UTIs adulto – 2 disponíveis
  • 1 UTI Neonatal – 0 disponíveis
  • 4 UTI pediátricos – 4 disponíveis
  • 20 leitos clínicos – 11 disponíveis

Policlínica – 31 leitos

  • 10 UTIs – 0 disponíveis
  • 21 leitos clínicos – 0 disponíveis

Promater – 44 leitos

  • 10 UTIs – 0 disponíveis
  • 16 leitos clínicos – 9 disponíveis
  • 4 UTI pediátricas – 4 disponíveis
  • 3 UTIs Neonatal – 3 disponíveis
Fonte: G1 RN
Continuar lendo 80% DOS LEITOS DE UTI PARA COVID-19 EM HOSPITAIS PARTICULARES DE NATAL ESTÃO OCUPADOSTÃO

CÂMARA DE NATAL APROVA PROJETO DE LEI QUE PUNE QUEM SIMULAR APLICAÇÃO DE IMUNIZANTE

Câmara de Natal aprova Lei que pune quem simular aplicação de vacina

26 maio 2021

Deputado Kleber reforça luta pela sanção de Lei que beneficia pais e  cuidadores de portadores de TEA | Política em Foco

Na tarde desta terça-feira (25), a Câmara Municipal de Natal aprovou em segunda discussão, durante Sessão Ordinária, um projeto de lei, de autoria do vereador Luciano Nascimento (PTB), que estabelece penalidades administrativas ao agente ou servidor público que simular a aplicação de vacina na capital. De acordo com a matéria, as penalidades previstas nesta lei serão impostas por meio de processo administrativo, bem como, na hipótese de simulação na aplicação de vacina, o agente público deverá ser imediatamente afastado de suas funções. A lei também prevê o pagamento de multas que variam de R$ 10 mil até R$ 20 mil.

“Deixamos claro e parabenizamos os servidores da cidade de Natal por não termos tido nenhum caso registrado oficialmente. Os servidores estão trabalhando arduamente, precisam ser homenageados, agora ficamos preocupados porque vimos no país todo, acontecimentos relativos a não aplicação da vacina. Esse projeto vem para proteger e prevenir na hora da vacinação”, explicou o vereador Luciano. “Sou a favor do projeto do colega, mas que não sejamos mal interpretados e que façamos jus a todo esforço dos profissionais da saúde, servidores públicos, que arriscam suas vidas para defender a todos nós”, acrescentou o vereador Robério Paulino (PSOL).

Homenagens 
Foi aprovado em primeira discussão, o projeto de Lei Nº 299/2021, de autoria do presidente da Casa, vereador Paulinho Freire (PDT), que homenageia o ex-vereador, Dr. Enildo Alves. Com isso, passa a ser denominado de Dr. Enildo Alves, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) Natal. “Trata-se da homenagem a um médico, um ex-vereador, que por sua competência, por tudo que ele fez, merecia uma homenagem. Eu não vejo nada melhor que o SAMU, que foi implantado por ele quando foi secretário, era um sonho que ele tinha e que conseguiu implantar na cidade. Homenagem justa, para uma pessoa que tanto fez por Natal”, disse o vereador Paulinho Freire.

Já em discussão única, os parlamentares aprovaram o Projeto de Resolução N°. 13/2021, que denomina de edifício anexo Presidente Renato Dantas, o prédio anexo da Câmara Municipal de Natal. “Justa homenagem, ex-vereador, ex-presidente da Câmara Renato Dantas, deixou seu legado, prova disso foi a TV Câmara Natal, a primeira emissora legislativa do Norte/Nordeste. Então nada mais justo, homenagem que não pode ser colocada em vida e a Câmara através da mesa diretora colocou essa propositura que foi aprovada”, pontuou o vereador Preto Aquino (PSD), 3º secretário da CMN.

Fonte: Política em Foco
Continuar lendo CÂMARA DE NATAL APROVA PROJETO DE LEI QUE PUNE QUEM SIMULAR APLICAÇÃO DE IMUNIZANTE

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 25 DE MAIO DE 2021 POR G1

Por G1

 

Bom dia. Hoje a CPI da Covid ouve Mayra Pinheiro, a “capitã cloroquina”. O Exército abre investigação disciplinar sobre a conduta de Pazuello. A morte de George Floyd completa um ano. Conheça as pesquisas que estudam os efeitos benéficos das drogas psicodélicas. E uma reportagem do G1 investiga: o reinado da música sertaneja no Brasil chegou ao fim?

CPI de volta

Começa às 9h, com transmissão no G1, o depoimento de Mayra Pinheiro, a “capitã cloroquina”. A secretária de Gestão do Trabalho e da Educação do Ministério da Saúde esteve em Manaus no início de janeiro, pouco antes do colapso que matou dezenas de pacientes sem oxigênio. Os senadores querem saber de Mayra o que ela foi fazer lá e quais ações tomou ou deixou de tomar num dos momentos mais trágicos da pandemia no Brasil.

A secretária Mayra Pinheiro, do Ministério da Saúde, durante entrevista no Planalto em junho de 2020 — Foto: Anderson Riedel/Presidência da RepúblicaA secretária Mayra Pinheiro, do Ministério da Saúde, durante entrevista no Planalto em junho de 2020 — Foto: Anderson Riedel/Presidência da República

Quem é ela?
No governo Bolsonaro, Mayra é uma espécie de embaixadora do chamado “tratamento precoce”, que consiste no uso de remédios comprovadamente ineficazes contra a Covid-19, em especial a cloroquina. Seu depoimento é considerado peça-chave para elucidar como o governo propagou e distribuiu esses medicamentos à população, incluindo aldeias indígenas.

Quando esteve na CPI, na semana passada, o ex-ministro Eduardo Pazuello atribuiu a ela a criação do TrateCOV, aplicativo do ministério que recomendava o “tratamento precoce” de forma indiscriminada, mesmo a pacientes sem diagnóstico confirmado de coronavírus. Investigada pela atuação em Manaus, Mayra foi autorizada pelo STF a não responder às perguntas referentes àquele período.

Pazuello se complica

E o ex-ministro Pazuello, que assim como Mayra é investigado pelo colapso do Amazonas, vai se complicando ainda mais. Ele agora será alvo de uma apuração interna do Exército porque participou, no domingo (23), de um ato pró-Bolsonaro no Rio de Janeiro. Como é general da ativa, ele está proibido de se envolver com atividades políticas.

O vice-presidente, Hamilton Mourão, que é general da reserva, disse que Pazuello sabe que errou e deve ser punido. Outro general que foi do governo, Santos Cruz, afirmou que mergulhar o Exército na política é um desrespeito à instituição. Segundo o colunista Valdo Cruz, a avaliação nas Forças Armadas é que o comando Exército ficará desmoralizado se não punir Pazuello.

Enquanto isso…
O Brasil chegou a 450 mil mortes pela Covid-19 e já vê no horizonte uma provável terceira onda de contágios. No estado de SP, a ocupação de UTIs voltou a ficar acima de 80% após um mês. As internações também aumentaram no Maranhão, onde foi identificada a variante indiana. E 20% da população tomou a primeira dose da vacina até agora.

Alertas da Pfizer

Documentos enviados à CPI mostram que a Pfizer tentou convencer o governo brasileiro a aceitar as primeiras ofertas de vacina, ainda em 2020, e avisou que repassaria as doses a outros países se não recebesse uma resposta (o que de fato ocorreu). Em dezembro, a empresa mandou uma carta a Pazuello em que propunha soluções para os problemas apontados pelo governo, como a necessidade de armazenar as vacinas a baixíssimas temperaturas. Leia a íntegra. Elcio Franco, coronel do Exército e nº 2 de Pazuello no ministério, disse à Pfizer na época que um vírus de computador atrapalhava a análise das propostas da farmacêutica.

Revolução psicodélica

G1 publica hoje uma reportagem que conta como pesquisadores estão usando drogas psicodélicas para tratar depressão e outras doenças psiquiátricas, como o estresse pós-traumático. Resultados desses estudos estão saindo nas publicações científicas mais respeitadas do mundo. O jornal “The New York Times” escolheu o termo “revolução” para se referir ao uso do MDMA, princípio ativo do ecstasy, e da psilocibina, dos cogumelos mágicos. Especialistas ouvidos por nossa reportagem concordam e dizem que a ciência está em uma nova etapa neste assunto. Aqui no Brasil, pesquisadores testam também os efeitos terapêuticos da ayahuasca, presente em rituais religiosos. Conheça os detalhes dos estudos e veja um histórico no vídeo abaixo.

Psicodélicos estão no auge das pesquisas para tratamento de depressão
Psicodélicos estão no auge das pesquisas para tratamento de depressão

O mundo pós-George Floyd

Há exatamente um ano, o assassinato de um homem negro por um policial branco em Minneapolis, nos EUA, provocava a maior onda de protestos antirracistas desde os movimentos pelos direitos civis, nos anos 1960. George Floyd morreu asfixiado após ter o pescoço pressionado durante nove minutos pelo joelho de Derek Chauvin. Sua última frase, “I can’t breathe” (não consigo respirar), virou símbolo mundial do combate ao racismo e à violência polic

Manifestante segura cartaz com retrato de George Floyd durante protesto em Nova York — Foto: Angela Weiss / AFPManifestante segura cartaz com retrato de George Floyd durante protesto em Nova York — Foto: Angela Weiss / AFP

Para marcar a data, os americanos programaram três dias de manifestações. Os atos ocorrem durante o primeiro ano do governo de Joe Biden, cuja eleição foi impulsionada, em parte, pela agenda focada no combate ao racismo estrutural nos Estados Unidos. Chauvin está preso e foi condenado pelo assassinato em abril.

No Reino Unido, porém, a ativista antirracista Sasha Johnson, uma das lideranças britânicas do movimento Black Lives Matter (Vidas Negras Importam), levou um tiro na cabeça e foi internada. A polícia investiga as circunstâncias em que ela foi baleada.

Sertanejo no divã

Entenda por que o sertanejo saiu do pódio
Entenda por que o sertanejo saiu do pódio

O sertanejo está perdendo espaço? Após anos de domínio, o gênero deixou de ter os artistas mais ouvidos do país. Quem reina hoje nos serviços de streaming são artistas de funk e da pisadinha. Será passageiro ou uma mudança que veio para ficar? Empresários, artistas e críticos respondem e analisam o cenário. Entre consensos e divergências, há cinco pontos principais. Um deles é ausência de shows na pandemia. Leia a reportagem.

Onde está o celular?

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, não entregou o celular à Polícia Federal, contrariando uma ordem do ministro Alexandre de Moraes, do STF. Durante a operação na quarta passada (19), policiais pediram o telefone, mas Salles disse que estava sem. No mesmo dia, ele foi à Superintendência da PF e também não entregou o aparelho. Segundo o jornal “O Globo”, Salles desligou o celular e trocou de número e de aparelho. A reportagem da TV Globo tentou ligar ontem e não conseguiu falar. Procurados, assessores do ministro disseram que não sabiam informar. A atitude pode caracterizar ocultação de provas.

Para lembrar
Salles foi alvo de buscas porque é suspeito de integrar um esquema que facilitou a exportação de madeira ilegal. Os investigadores também detectaram movimentações milionárias e atípicas nas contas do escritório de advocacia de que ele é sócio. Entenda as suspeitas.

O Assunto

Projetos de lei para privatizar a Eletrobras, principal estatal de energia elétrica do país, emperraram tanto no governo Temer quanto no atual. Agora a ideia avança por meio de uma Medida Provisória (MP), que os deputados reconfiguraram antes de aprovar. Falta ainda o aval do Senado, e o episódio de hoje do podcast analisa o que essa proposta representa para a economia e para os consumidores. Ouça abaixo:

Para ficar de olho

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 25 DE MAIO DE 2021 POR G1

EM NATAL, IDOSA FECHA CICLO DE IMUNIZAÇÃO CONTRA COVID-19 COM VACINA TROCADA

Idosa recebe dose trocada de vacina contra covid-19 em Natal

Redação / Portal da Tropical

Atualizado em:

Foto: Wilson Moreno / Prefeitura Municipal de Mossoró

Uma idosa foi ao dirigir pela UnP da Roberto Freire para tomar a segunda dose da vacina contra a covid-19 em Natal, nesse domingo (23). Ela havia tomado a primeira dose da vacina de Oxford e acabou fechando o ciclo da imunização com uma dose da Coronavac.

Após perceber o erro, quando já estava retornando para casa, o neto da mulher voltou ao local da aplicação e a equipe de vacinação admitiu que houve o erro. Até o momento, a idosa não registrou problemas pela vacinação equivocada.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde Natal orientou que “se uma pessoa adequada a dose diferente já informe na unidade onde foi aplicada a dose para que possa ser feita a notificação”. Além disso, a pasta acrescentou “se a pessoa apresentar qualquer tipo de intercorrência durante 30 dias após a segunda dose da vacina também é solicitada adquirir uma unidade onde foi ministrada a vacina para notificar”.

De acordo com Janeusa Trindade, médica em imunologia, a orientação do Minitério da Saúde é não fazer uma terceira dose e registrar como erro de imunização. Ainda não se sabe se a imunização está comprometida, pois não foi feito o estudo de intercambialidade com Oxford e Coronavac.

Com Pfizer e Oxford foi feito e não há comprometimento, pois uma reforça a outra, mas com Coronavac e Oxford ainda não se tem informações ainda.

Continuar lendo EM NATAL, IDOSA FECHA CICLO DE IMUNIZAÇÃO CONTRA COVID-19 COM VACINA TROCADA

EM DISCURSO NA OMS, QUEIROGA AFIRMA QUE GOVERNO BRASILEIRO ESTÁ ADOTANDO “FIRME RECOMENDAÇÃO” SOBRE MEDIDAS DE PREVENÇÃO CONTRA COVID-19

Queiroga diz na OMS que Brasil reforçou medidas de prevenção

Ministro defendeu distanciamento social em discurso durante a abertura da Assembleia Mundial da Saúde

Natália André, da CNN, em Brasília

 Atualizado 24 de maio de 2021 às 13:56

Queiroga diz na OMS que Brasil reforçou medidas de prevenção

Em discurso na Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta segunda-feira (24), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que o governo brasileiro está adotando “firme recomendação” sobre medidas de prevenção contra a Covid-19.

A fala aconteceu durante a abertura da Assembleia Mundial da Saúde, que reuniu nesta manhã ministros de todo o mundo em uma cerimônia virtual. Queiroga começou agradecendo aos profissionais de saúde e se solidarizando com as vítimas de Covid-19 no Brasil e suas famílias. O ministro, no entanto, não citou os números de casos e óbitos do país.

Queiroga também falou sobre a campanha de vacinação. Segundo ele, mais de 90 milhões de doses já foram distribuídas, imunizando mais de 55 milhões de brasileiros. Porém, o dado diverge com o divulgado pelo próprio Ministério da Saúde: no Vacinômetro, base de dados da pasta sobre a vacinação no país, consta que mais de 55 milhões de doses foram aplicadas, número que não corresponde ao total de brasileiros imunizados já que as vacinas utilizadas no país são em duas doses.

Em relação às medidas sanitárias, Queiroga disse que o Brasil vem reforçando firmemente as recomendações de proteção contra a Covid-19. “Investimos recursos financeiros e humanos na promoção da saúde e na retomada da economia. A isso, somamos nossa firme recomendação de medidas não farmacológicas para toda a população”, afirmou o ministro. “Hoje, nossa maior esperança para permitir o retorno gradual e seguro à normalidade é a ampla vacinação.”

Continuar lendo EM DISCURSO NA OMS, QUEIROGA AFIRMA QUE GOVERNO BRASILEIRO ESTÁ ADOTANDO “FIRME RECOMENDAÇÃO” SOBRE MEDIDAS DE PREVENÇÃO CONTRA COVID-19

DOCUMENTOS QUE COMPROVAM COMORBIDADES PARA VACINAÇÃO DEVERÃO SER FISCALIZADOS, SEGUNDO RECOMENDAÇÃO DA DEFENSORIA E MPs

Por G1 RN

 

Vacina da AstraZeneca contra Covid-19 — Foto: Osvaldo FuriattoVacina da AstraZeneca contra Covid-19 — Foto: Osvaldo Furiatto

A Defensoria Pública do Rio Grande do Norte (DPE/RN)e os Ministérios Públicos Estadual, Federal e do Trabalho emitiram uma recomendação para que Natal tome providências para evitar a imunização de pessoas que não apresentem documentos comprobatórios de comorbidades orientados no Plano Nacional de Imunização contra a Covid-19.

De acordo com os órgãos, recomendação leva em consideração informações recebidas tanto por Defensoria como pelos MPs, de que as imunizações estão ocorrendo nos postos de vacinação apenas com a apresentação de receituários e prescrições de medicamentos da rede privada de saúde, sem indicação do CID da doença ou do descritivo desta ou da condição de saúde do usuário.

Os órgãos indicam que não é possível, apenas pelo nome do medicamento, aferir o tipo de comorbidade que essa pessoa possui e se ela se enquadra ou não nas comorbidades previstas no PNI, sobretudo porque muitos medicamentos possuem uso off label para outros tipos de doenças.

A recomendação dos MPs e da Defensoria aponta que as equipes de vacinação devem realizar o rígido controle dos documentos apresentados pelas pessoas a serem vacinadas nos grupos prioritários.

De acordo com o texto, no caso de pessoas com comorbidades, as equipes de vacinação somente devem aceitar, para fins de comprovação e imunização, prescrições médicas com indicação expressa do descritivo da doença ou CID ou condição de saúde da pessoa que receberá o imunizante.

O documento aponta que as ressalvas são os casos de pessoas inscritas nas UBS, PROSUS, HIPERDIA ou UNICAT nos programas públicos de atenção à saúde ou de dispensação de medicamentos do sistema único de saúde, situação em que deverá ser verificada a presença do carimbo ou timbre da unidade ou serviço público de saúde.

Os órgãos recomendam ainda que a Secretaria Municipal de Saúde de Natal deve também, em todas as mídias publicitárias e informações prestadas nas redes sociais do Município, especificar os tipos de comorbidades, indicando, de forma precisa e clara, por exemplo, quais os tipos de hipertensão arterial que se enquadram como prioridade para a vacinação contra a Covid-19, uma vez que que não é qualquer tipo de hipertensão que autoriza a inclusão do usuário dentro do grupo prioritário da vacinação.

“Tais fatos demonstram a necessidade de ampla publicização da lista de comorbidades previstas no PNI para que o público-alvo tome conhecimento e busque a imunização se possuir uma das previstas no Plano Nacional de Imunização contra a Covid-19”, registra a recomendação.

A recomendação orienta, por fim, que a Secretaria Municipal de Saúde realize auditoria e comunique ao Ministério Público todos os casos de fraude ou tentativa de fraude contra a ordem prioritária estabelecida para a vacinação.

Fonte: G1 RN
Continuar lendo DOCUMENTOS QUE COMPROVAM COMORBIDADES PARA VACINAÇÃO DEVERÃO SER FISCALIZADOS, SEGUNDO RECOMENDAÇÃO DA DEFENSORIA E MPs

QUEM TOMOU A VACINA CORONAVAC ATÉ 8 DE ABRIL, SERÁ APLICADA SEGUNDA DOSE NESTE DOMINGO ( 23)

Por G1 RN

 

Dose CoronaVac no Rio Grande do Norte — Foto: Vilsemar AlvesDose CoronaVac no Rio Grande do Norte — Foto: Vilsemar Alves

Natal vai vacinar, neste domingo (23), as pessoas que receberam a primeira dose da CoronaVac até o dia 8 de abril.

Já na segunda-feira (24), quem tomou a primeira dose no dia 9 de abril também poderá receber o reforço. Com isso a capital deverá encerrar a fila de pessoas com a segunda dose em atraso.

Nos dois dias, a capital também seguirá com a imunização de pessoas com comorbidades a partir dos 18 anos de idade.

As informações foram divulgadas pela prefeitura da capital neste sábado (22).

Veja os locais, horários e grupos:

Domingo (23)

  • Entre 8h e meio-dia, a vacinação será exclusiva para quem está com a CoronaVac atrasada e tomou a primeira dose até 8 de abril
  • Das 12h até às 16h poderão também ser vacinadas:
    – as pessoas com comorbidades a partir dos 18 anos,
    – grávidas e puérperas com comorbidades de qualquer idade,
    – pessoas com deficiência permanente (PCD) também a partir de 18 anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BCP)
    – pessoa com deficiência permanente a partir de 18 anos com alguma das comorbidades listadas no Programa Nacional de Operacionalização (PNO).

Locais de atendimento:

Pontos de drive-thru do Via Direta, UNP da Roberto Freire, OAB, Ginásio Nélio Dias. Todos também contam com vacinação de pedestres.

Para receber a D2 é necessário apresentar o cartão de vacinação, comprovante de residência de Natal e documento com foto.

“Cada drive de vacinação vai receber no domingo, 500 doses do imunizante Coronavac. O público do dia 8 de abril representa um quantitativo de 1.800 pessoas, já a SMS considerando a perda técnica dos frascos desse imunizante vai destinar ao todo um quantitativo de 2 mil doses”, disse George Antunes, Secretário de Saúde de Natal.

Segunda (24)

Na segunda-feira (24), a SMS Natal afirma que vai completar o esquema vacinal do imunizante Coronavac e irá vacinar todas as pessoas que receberam a primeira dose a partir do dia 9 de abril.

  • O turno da manhã será destinado exclusivamente para o público que está com a D2 da Coronavac em atraso.

Locais de vacinação:

Além dos cinco pontos de drive-thru, também haverá atendimento em cinco unidades básicas de saúde:
– Pajuçara,
– Panatis,
– Candelária,
– Nazaré
– São João

Todas estarão aplicando a D2 da Coronavac.

As outras 30 UBS que realizam vacinação contra Covid 19, estarão funcionando vacinando o público da fase 2 do Plano Nacional de Operacionalização (PNO).

Fonte: G1 RN

Continuar lendo QUEM TOMOU A VACINA CORONAVAC ATÉ 8 DE ABRIL, SERÁ APLICADA SEGUNDA DOSE NESTE DOMINGO ( 23)

INÍCIO DE VACINAÇÃO EM PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO FOI SUSPENSO PELA SESAP

Sesap suspende início de vacinação em profissionais da Educação

Redação / Portal da Tropical

 – Atualizado em: 

Foto: Wilson Moreno / Prefeitura Municipal de Mossoró

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap-RN) divulgou nesta sexta-feira (21) que suspendeu a vacinação nos profissionais da Educação. O início da imunização estava previsto para a próxima segunda-feira (24). Em nota, a Sesap destacou que “a decisão da Justiça Estadual emitida em 1º de abril deste ano impede que a Sesap inclua ou modifique a ordem de grupos prioritários de vacinação contra a Covid-19 sem prévia autorização do Ministério da Saúde”.

Na semana passada, uma secretaria de Saúde havia anunciado a intenção de começar a vacinar os professores. A proposta indicava que são utilizadas 12.355 doses da reserva técnica do Estado, considerando as fases D1 e D2, da vacina de Oxford. Inicialmente, a prioridade seria para os trabalhadores da rede pública municipal e estadual, compreendendo professores que atuam em sala de aula, seguindo o escalonamento por idade de forma decrescente.

Uma justificativa para a ordem de prioridade era a falta de vacinas. “Como não temos vacinas para todo mundo nesse primeiro momento, a ideia é começar pelos professores da rede pública porque os alunos não têm ferramentas tecnológicas suficientes que o ensino a distância”, explicou Kelly Lima, coordenadora de vigilância em Saúde da Sesap.

O ponto foi questionado pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) e pela Defensoria Pública do Estado (DPE-RN). “Segundo dados prestados pela Sesap e pelo Governo do RN, os trabalhadores da educação somam um público de aproximadamente 130.000 mil pessoas. No entanto, a SESAP iniciaria a vacinação com o quantitativo de apenas 12.355 (doze mil, trezentos e cinquenta e cinco) doses . Além de não existirem doses suficientes de reserva técnica para a imunização de todo o grupo de trabalhadores de educação, segundo informações do RN Mais Vacina, o plano de imunização proposta trazendo distinção entre as categorias profissionais que exercem atividades laborais nas unidades de ensino, priorizando professores em detrimento de ASG, merendeiras, porteiros, além de preterir os trabalhadores da educação do ensino privado,

No texto, os órgãos reforçaram a decisão judicial que “definida que o Estado e Município deve se abster“ de incluir ou modificar a ordem dos grupos prioritários definidos pelo Plano Nacional de imunização sem prévia autorização do Ministério da Saúde “.

O Ministério Público e Defensoria Pública destacaram que os trabalhadores da educação básica e da superior estão na 18ª e 19ª posições, respectivamente, na ordem dos grupos prioritários. “Atualmente, o Rio Grande do Norte se encontra imunizando o 14º grupo prioritário (pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente que trazem o BPC e gestantes e puérperas). Sendo assim, a antecipação da vacinação dos professores implicaria na preterição de outros grupos vulneráveis ​​”, afirmaram em nota.

Veja as notas da Sesap e do MPRN / DPE-RN na íntegra:

NOTA / SESAP-RN

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) esclarece que o início da vacinação dos profissionais da Educação, anteriormente prevista para 24 de maio, está suspensa. A decisão da Justiça Estadual emitida em 1º de abril deste ano impede que um Sesap inclua ou modifique uma ordem de grupos prioritários de vacinação contra a Covid-19 sem prévia autorização do Ministério da Saúde. A Sesap vem trabalhando para encontrar meios de equacionar essa situação e iniciar a vacinação entre os profissionais de educação do RN, com vistas ao retorno pleno das aulas presenciais.

NOTA / MPRN / DPE-RN

No tocante à intenção da Secretaria Estadual de Saúde de antecipar a vacinação contra a COVID-19 apenas dos professores da rede pública (estadual e municipal) do ensino no Rio Grande do Norte, o Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte (MPRN) e a Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Norte (DPE / RN) esclarecem que, desde o dia 1º de abril de 2021, há decisão judicial nos autos da Ação Civil Nº 0801414-44.2021.8.20.5300 que visa ao cumprimento, sem alteração, da ordem proposta pelo Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a COVID-19.

Tal decisão, dentre outras determinações, definidas que o Estado e Município devem se abster “de incluir ou modificar a ordem dos grupos prioritários definidos pelo Plano Nacional de imunização sem autorização do Ministério da Saúde”, em consonância com o entendimento exposto pelo Supremo Tribunal Federal (STF), na Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 754, no sentido de que eventual alteração na ordem dos grupos técnicos só pode ser realizada pelo Ministério da Saúde e com apresentação de critérios-científicos, epidemiológicos e índices de vulnerabilidade social .

De acordo com o Plano Nacional de Operacionalização da Imunização contra a Covid-19, os trabalhadores da educação básica ocupam a 18ª posição e os do ensino superior a 19ª posição na ordem dos grupos prioritários. Atualmente, o Rio Grande do Norte se encontra imunizando o 14º grupo prioritário (pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente que fornecem o BPC e gestantes e puérperas). Sendo assim, uma antecipação da vacinação dos professores implicaria na preterição de outros grupos extremamente vulneráveis: pessoas com deficiência permanente sem BPC, pessoas em situação de rua e funcionários do sistema de privação de liberdade e população privada de liberdade.

Ademais, segundo dados prestados pela Sesap e pelo Governo do RN, os trabalhadores da educação somam um público de aproximadamente 130.000 mil pessoas. No entanto, um SESAP iniciaria a vacinação com o quantitativo de apenas 12.355 (doze mil, trezentos e cinquenta e cinco) doses. Além de não existirem doses suficientes de reserva técnica para imunização de todo o grupo de trabalhadores de educação, segundo informações do RN Mais Vacina, o plano de imunização proposta traz distinção entre as categorias profissionais que exercem atividades laborais nas unidades de ensino, priorizando professores em detrimento de ASG, merendeiras, porteiros, além de preterir os trabalhadores da educação do ensino privado, que já retornaram às atividades presenciais.

O Plano de Imunização dos profissionais previu a utilização de parte da reserva técnica de vacinas da Oxford / Astrazeneca. No entanto, como as doses tem destinação específica para perdas técnicas / operacionais e, segundo o Ministério da Saúde, quando não mais necessário o seu armazenamento, devem, impreterivelmente, ser destinado ao grupo que se encontra sendo imunizado determinado momento em conformidade com as diretrizes do PNO, não se justificando o uso para antecipação de outros grupos ou categoriais profissionais.

O MPRN e DPE / RN esclarecem, ainda, que a antecipação da vacinação unicamente dos Professores da rede pública de ensino não asseguraria, por si só, o retorno às atividades presenciais nas escolas públicas, além de significar um risco ao ordenamento de todo o processo de vacinação em razão da possibilidade de falta de doses para completar o esquema vacinal dessas pessoas e de novas mudanças futuras, frustrando a expectativa da expectativa que aguardam a sua vez de serem imunizados.  

O MPRN e DPE / RN registram ainda que o Ministério da Saúde, na última pauta de distribuição de vacinas (Décimo Oitavo Informe Técnico, de 16/05/21) expressamente consignou que, “embora tenha sanado como irregularidades decorrentes do uso equivocado da vacina Coronavac por alguns Estados e Municípios, não mais se responsabilizará por quaisquer alterações / descumprimentos das orientações, sob pena de comprometimento de todo o planejamento nacional de combate à pandemia ”.

Fonte: Portal da Tropical _ Notícias

Continuar lendo INÍCIO DE VACINAÇÃO EM PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO FOI SUSPENSO PELA SESAP

PESSOAS A PARTIR DE 18 ANOS COM COMORBIDADES TERÃO VACINAÇÃO RETOMADA NESTE SÁBADO (22)

Por G1 RN

 

Aplicação vacina Covid-19 em Natal Rio Grande do Norte RN vacinação — Foto: Rennê CarvalhoAplicação vacina Covid-19 em Natal Rio Grande do Norte RN vacinação — Foto: Rennê Carvalho

Após a suspensão nesta sexta-feira (21), Natal vai retomar a vacinação das pessoas com comorbidades a partir de 18 anos neste sábado (22).

Também podem se vacinar grávidas e puérperas com comorbidades de qualquer idade, pessoas com deficiência permanente (PCD) a partir de 18 anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BCP) ou pessoa com deficiência permanente a partir de 18 anos com alguma das comorbidades listadas no Programa Nacional de Operacionalização (PNO).

Estarão abertos neste fim de semana para a vacinação desses grupos os cinco pontos de drive-thru:

  • OAB
  • UnP da Avenida Roberto Freire
  • Ginásio Nélio Dias
  • Via Direta
  • Sesi

Todos contam com salas de pedestres e funcionarão das 8h às 16h. Apenas o Sesi não abre aos domingos.

Nesses locais de vacinação, também haverá vacinação da segunda dose da vacina de Oxford para as pessoas que já completaram 12 semanas da primeira dose desse imunizante.

Para receber a segunda dose da Oxford, basta levar cartão de vacinação, comprovante de residência de Natal e documento com foto.

Já a vacinação da segunda dose de CoronaVac foi suspensa nesta sexta-feira (21) em Natal novamente por falta de doses. O município não deu previsão de retomada da vacinação de grupo.

Secretaria Municipal de Saúde de Natal solicitou mais 5 mil doses da vacina CoronaVac ao estado para concluir a imunização com segunda dose em pessoas que tomaram a primeira em abril.

Documentação necessária para vacinação

Grávidas e puérperas
Laudo médico indicando a comorbidade e o tipo de vacina, cartão de vacinação, comprovante de residência de Natal e documento com foto.

Pessoas com deficiência permanente com BPC
Documento que comprove que recebe o benefício
Cartão de vacinação
Comprovante de residência de Natal
Documento com foto.

Pessoa com deficiência permanente com comorbidade (independente de BPC)
Cartão de Vacinação
Comprovante de residência de Natal
Documento com foto
Um dos documentos listados como comprobatório das comorbidades (veja lista abaixo)

Pessoas com comorbidades devem levar
Cartão de vacinação
Comprovante de residência de Natal
Documento com foto
Cópia de um dos documentos que comprovem a comorbidade (veja lista abaixo)

Documentos que comprovam a comorbidade

  • Laudos com descritivo ou CID da doença ou condição de saúde
  • Declarações com descritivo ou CID da doença ou condição de saúde
  • Prescrições médicas (somente as que tiverem carimbo ou cupom grampeado da farmácia da UBS ou PROSUS ou UNICAT ou Hiperdia)
  • Relatórios médicos com descritivo ou CID da doença ou condição de saúde
  • Cadastro no HIPERDIA, PROSUS ou UNICAT
  • Levar cópia impressa de todos os documentos, que ficarão retidos no ato da vacinação.

Fonte: G1 RN

Continuar lendo PESSOAS A PARTIR DE 18 ANOS COM COMORBIDADES TERÃO VACINAÇÃO RETOMADA NESTE SÁBADO (22)

PREFEITURA DO RECIFE É INVESTIGADA POR COMPRA DE MATERIAL HOSPITALAR QUE ATENDERIA DEMANDA DE ATÉ 723 ANOS

Tribunal investiga suspeita de superfaturamento em kit intubação no Recife

A soma dos produtos estocados e sem uso na Secretaria Municipal de Saúde da capital de Pernambuco é de R$ 17 milhões

Marcos Guedes, da CNN, em São Paulo

Atualizado 21 de maio de 2021 às 19:23

Tribunal investiga suspeita de superfaturamento em kit intubação no Recife

A Prefeitura do Recife é investigada por suspeita de ter comprado em 2020 material hospitalar com dispensa de licitação, indícios de sobrepreço e que poderiam atender demanda de até 723 anos, segundo projeção com base no consumo médio do ano passado. O processo de compra durante o primeiro ano de pandemia está sendo investigado pelo Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE). A soma dos produtos estocados e sem uso nos almoxarifados da Secretaria Municipal de Saúde é de R$ 17 milhões.

A atual administração, comandada pelo prefeito João Campos (PSB), informou que as contratações e compras feitas em caráter de emergência por conta da pandemia foram realizadas dentro da legalidade e que toda a documentação exigida por lei foi entregue pelos fornecedores. Segundo a prefeitura, os preços na época da compra estavam de acordo com os praticados no mercado e que os materiais estão sendo usados.

O ex-secretário de Saúde de Recife, Jailson Correia, disse que seguiu trâmites legais na compra dos equipamentos e que presta todos os esclarecimentos solicitados pelo Tribunal de Contas do Estado.

CNN teve acesso aos relatórios do TCE-PE, que detalham as aquisições feitas entre março e abril de 2020. Os documentos mostram que a pasta municipal pagou valores acima da média em diversos itens médicos, entre eles: seringas, luvas cirúrgicas e insumos que fazem parte do “kit intubação”. Segundo uma apuração prévia da corte de contas, os valores estariam superfaturados em mais de R$ 10 milhões.

Uma denúncia motivou a investigação do Ministério Público de Contas. “A denúncia mencionava alguns itens cujo estoque comprado para a pandemia poderia abastecer por anos e anos a rede de saúde de Recife. Os auditores estiveram no estoque da Secretaria de Saúde de Recife constataram, sim, que alguns itens foram adquiridos em grandes quantidades”, explica o procurador Cristiano Pimentel.

No documento, também é apontado que a secretaria não teria seguido abordagem mais adequada para a dispensa de licitação, que seria adquirir itens para necessidades de curto prazo e, que a compra, da forma como ocorreu, resultou em estoque excessivo.

Para Walter Cintra, médico sanitarista e professor de Gestão e Saúde da Fundação Getúlio Vargas (FGV), o caso apresentado pela reportagem apresenta indícios de exagero nas compras emergenciais mesmo em um momento de pandemia.

“Toda a gestão de materiais, ela funciona para você trabalhar pra não faltar material, mas também para você manter um estoque o menor possível, esse estoque entre um processo de compra e outro, mas o estoque de segurança ele deve ser o menor possível porque estoque parado é dinheiro parado”, disse.

Empresas que teriam sido criadas somente para atender a demanda da Prefeitura também são alvo da investigação. A Saúde Brasil Comércio de Materiais Médicos, que foi fornecedora da Prefeitura nas compras emergenciais, tinha dois funcionários registrados à época do processo e capital social incompatível com o serviço oferecido.

Além disso, o relatório também apontou que, desde o ano de 2017, todos os contratos firmados entre Secretaria de Saúde do Recife e a empresa Saúde Brasil teriam como base a dispensa de licitação. A CNN procurou a empresa em dois endereços, mas ninguém foi localizado para comentar. Por e-mail, a empresa informou que não foi criada para atender a prefeitura, que a maior parte dos funcionários é terceirizada e negou o superfaturamento.

Kit intubação

Os tubos endotraqueais, usado em pacientes que precisam de ventilação artificial, foram comprados nos processos de dispensa de licitação 74/2020 e 95/2020 com valores 175% superiores ao preço de mercado.

Com base em respostas de pedidos feitos pela Lei de Acesso à Informação, a reportagem verificou os estoques de insumos médicos que a Secretaria de Saúde do Recife tinha até o início do mês de março de 2021 e também uma média de consumo desse item no ano de 2020. As projeções apontam que seriam necessários mais cinquenta e nove anos para os tubos comprados de forma emergencial acabarem.

A cânula de traqueostomia é usada quando o paciente já está há algum tempo intubado, como explica Fernando Tallo, diretor da Associação Médica Brasileira: “depois de algum tempo com o paciente intubado é necessário a retirada do tubo e a colocação de um outro meio do paciente ao ventilador”.

O uso desse item é mais restrito do que o uso do tubo endotraqueal, de forma que a compra com sobrepreço, feita sob o processo de dispensa de licitação n° 123/2020, gerou um estoque excessivo de dezessete mil unidades. Essa quantidade que estava guardada, pelo menos até março deste ano, poderia ser utilizada sem a necessidade de reposição por mais cinco anos, levando em consideração o consumo médio em 2020.

O conjunto de drenagem torácica, ainda mais restrito nos procedimentos que envolvem o aparelho respiratório, também foi adquirido no processo de dispensa de licitação n°  123/2020. Os indícios de superfaturamento para esse item alcançam 96% e os estoques são desproporcionais, levando em consideração a média de uso no ano de 2020. As 39 mil unidades em estoque poderiam atender as demandas da prefeitura recifense por 723 anos.

O Tribunal de Contas de Pernambuco não prevê prazo para o julgamento do caso.

Fonte: CNN

Continuar lendo PREFEITURA DO RECIFE É INVESTIGADA POR COMPRA DE MATERIAL HOSPITALAR QUE ATENDERIA DEMANDA DE ATÉ 723 ANOS

ORGANIZAÇÃO PAN -AMERICANA DE SAÚDE LAMENTA POR APENAS 3% DA POPULAÇÃO DA AMÉRICA LATINA E CARIBE ESTÁ VACINADA

Apenas 3% da América Latina está vacinada contra covid-19

No dia em que o total de vítimas da pandemia no continente passou de 1 milhão, a Opas lamentou atrasos na imunização

Pessoas aguardam para ser vacinadas em centro de imunização no Panamá

LUIS ACOSTA / AFP – 21.5.2021

Só 3% da população da América Latina e Caribe está vacinada contra a covid-19, lamentou a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) nesta sexta-feira (21), dia em que a região ultrapassou um milhão de mortes pelo coronavírus.

“Esta pandemia está longe de terminar e está atingindo fortemente a América Latina, afetando nossa saúde, economias e sociedades inteiras. No entanto, apenas 3% de nossas populações foram vacinadas”, disse a diretora da Opas, Carissa Etienne.

“A região é um epicentro do sofrimento pela covid-19. Deve ser também um epicentro da vacinação”, frisou em um comunicado.

Mortalidade alarmante

Segundo dados do escritório da Organização Mundial da Saúde (OMS) para as Américas, 1.001.781 pessoas morreram devido ao vírus SARS-CoV-2 na América Latina e no Caribe.

Cinco países concentram quase 89% dessas mortes: Brasil (44,3%), México (22,1%), Colômbia (8,3%), Argentina (7,3%) e Peru (6,7%). Cerca de 3% de todas as mortes ocorreram na América Central e 1% no Caribe.

No entanto, das mais de 153,5 milhões de pessoas vacinadas em todo o continente americano, apenas 21,6% estão na América Latina e no Caribe.

Etienne destacou a disposição de alguns países de doar dezenas de milhões de doses de vacinas sobressalentes para a região, incluindo os Estados Unidos e a Espanha, e pediu que outros sigam o exemplo.

“Urgimos aos países que têm doses extras que considerem a possibilidade de doar uma parte significativa delas para as Américas, onde essas doses que salvam vidas são desesperadamente necessárias e serão utilizadas prontamente”, afirmou ela.

Fonte: R7
Continuar lendo ORGANIZAÇÃO PAN -AMERICANA DE SAÚDE LAMENTA POR APENAS 3% DA POPULAÇÃO DA AMÉRICA LATINA E CARIBE ESTÁ VACINADA

SEGUNDO EMBAIXADOR, O BRASIL DEVE SER COMTEMPLADO COM DOAÇÃO DE DOSES DE VACINAS PELA UE

Brasil deve ser contemplado com doação de vacinas da Europa, diz embaixador

Embaixador da União Europeia no Brasil, Ignacio Ybáñez falou à CNN sobre o anúncio feito pelo bloco europeu de distribuição de 100 milhões de imunizantes

Produzido por Thiago Felix, da CNN, em São Paulo

21 de maio de 2021 às 16:28

Brasil deve ser contemplado com doação de vacinas da Europa, diz embaixador

 

Em uma declaração feita nesta sexta-feira (21) pela presidente da Comissão Europeia, Ursula van der Leyen, a União Europeia (UE) informou que doará ao menos 100 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 até o final de 2021. Embaixador da UE no Brasil, Ignacio Ybáñez afirmou, em entrevista à CNN, que o Brasil deve ser contemplado com as doações, pois a “ideia é cobrir todas as partes do mundo.”

Segundo ele, a ação faz parte do entendimento da União Europeia de que não será possível superar a pandemia do novo coronavírus de forma isolada

“Só vamos sair dessa se sairmos juntos, não vamos sair parte do mundo e o resto não; isso não é possível. Desse ponto de vista, a UE tem se focado para colaborar com todos os países”, disse Ybáñez.

Ursula van der Leyen também prometeu 1 bilhão de euros (o equivalente a R$ 6,49 bilhões) para a construção de fábricas de vacina na África.

Durante a conferência de saúde do G20, a Pfizer e a BioNTech se comprometeram a entregar 1 bilhão de doses da vacina desenvolvida em conjunto por elas até dezembro deste ano, e outro bilhão em 2022.

A Johnson & Johnson também informou, durante a conferência, que irá fornecer até 200 milhões de doses do imunizante dela até o fim do ano ao consórcio Covax, administrado pela Gavi e pela OMS.

A missão do Covax é comprar vacinas contra Covid-19 em grandes quantidades e enviá-las para as nações mais pobres, que não podem competir com os países ricos na obtenção de contratos com as principais empresas farmacêuticas.

Restrições a brasileiros

Países que compõem o bloco europeu decidiram aliviar as restrições e, com isso, discutir formas de reabrir as fronteiras para turistas em meio à pandemia de Covid-19. Nesta semana, embaixadores de 27 países aprovaram uma proposta que afrouxa alguns critérios na hora de determinar quais países já são considerados seguros.

A ideia é permitir a entrada de turistas totalmente vacinados vindos desses lugares. Ybáñez disse que a medida ainda não abrange brasileiros, sobretudo por causa do temor da variante identificada em Manaus.

“Tendo em conta a melhora da situação em alguns países começamos a pensar na reabertura, mas que será sempre baseada na situação epidemiológica de cada um dos países e a evolução da vacinação”, explicou. “Por agora, há um grupo muito reduzido, são oito países que podem entrar na UE e pouco a pouco vamos ir melhorando.”

Fonte: CNN

Continuar lendo SEGUNDO EMBAIXADOR, O BRASIL DEVE SER COMTEMPLADO COM DOAÇÃO DE DOSES DE VACINAS PELA UE

DADOS ATUALIZADOS DO CORONAVIRUS NO RN

Por G1 RN

 

Evolução dos casos confirmados e mortes por coronavírus no RN
Dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde através de comunicados e boletins epidemiológicos
Rio Grande do Norte atingiu nesta quinta-feira (20) 254.479 casos confirmados de Covid-19. A doença provocou a morte de 5.923 pessoas no estado. Outros 1.217 óbitos estão sob investigação, segundo o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap).

Em relação ao boletim de quarta-feira (19), são 33 mortes a mais, sendo 13 ocorridas nas últimas 24 horas, notificadas em Natal (4), Currais Novos (1), Apodi (2), Alexandria (1), São João do Sabugi (1), Severiano Melo (1), Mossoró (2) e Ipanguaçu (1).

De acordo com a Sesap, 938 pessoas estão internadas por causa da Covid-19 no RN – 665 na rede pública e 273 na rede privada (apenas 8 dos 10 hospitais privados atualizaram os dados, de acordo com a Sesap). Com 375 pacientes, a taxa de ocupação dos leitos críticos (semi-intensivo e UTIs) é de 82,7% na rede pública; com 142 internados, a rede privada tem 93% de ocupação.

O RN tem ainda 82.191 casos suspeitos e 497.678 casos descartados de Covid-19. O número de confirmados recuperados foi retirado do boletim. Os casos inconclusivos, tratados como “Síndrome Gripal não especificada”, seguem em 131.948.

Até o momento, 547.298 testes de Covid-19 foram realizados no estado, sendo 318.427 RT-PCR (conhecidos também como Swab) e 228.871 sorológicos.

Números do coronavírus no RN

  • 254.479 casos confirmados
  • 5.923 mortes
  • 82.191 casos suspeitos
  • 497.678 casos descartados

Fonte: G1 RN

Continuar lendo DADOS ATUALIZADOS DO CORONAVIRUS NO RN

DADOS ATUALIZADOS DO CORONAVIRUS NO RN

Por G1 RN

 

Evolução dos casos confirmados e mortes por coronavírus no RN
Dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde através de comunicados e boletins epidemiológicos

Rio Grande do Norte tem 253.101 casos confirmados de Covid-19 desde o início da pandemia. A doença provocou a morte de 5.890 pessoas no estado. Os dados estão no boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) desta quarta-feira (19).

Outros 1.214 óbitos estão sob investigação.

Atualmente, 930 pessoas estão internadas por causa da Covid-19 no RN – 659 na rede pública e 271 na rede privada (apenas 8 dos 10 hospitais privados atualizaram os dados, de acordo com a Sesap). Com 374 pacientes, a taxa de ocupação dos leitos críticos (semi-intensivo e UTIs) é de 82% na rede pública; com 146 internados, a rede privada tem 95% de ocupação.

O RN tem ainda 81.862 casos suspeitos e 495.568 casos descartados de Covid-19. O número de confirmados recuperados foi retirado do boletim. Os casos inconclusivos, tratados como “Síndrome Gripal não especificada”, seguem em 131.949.

A Sesap informa que 547.298 testes de Covid-19 foram realizados no estado até o momento, sendo 318.427 RT-PCR (conhecidos também como Swab) e 228.871 sorológicos.

Números do coronavírus no RN

  • 253.101 casos confirmados
  • 5.890 mortes
  • 81.862 casos suspeitos
  • 495.568 casos descartados

Fonte: G1 RN

Continuar lendo DADOS ATUALIZADOS DO CORONAVIRUS NO RN

PLANO PARA ENTREGA REGULAR DE MEDICAMENTOS À DOENTES CRÔNICOS É APROVADO PELA COMISSÃO DE SAÚDE DA AL

Comissão de Saúde aprova plano para entrega regular de remédios a doentes crônicos

20 maio 2021

Nominuto.com - Portal de notícias e artigos

Os deputados que integram a Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa aprovaram projeto de lei que dispõe sobre a criação de um Plano de Emergência para entrega regular de remédios aos doentes crônicos no RN. A iniciativa é do deputado Kleber Rodrigues (PL), com relatoria da deputada Cristiane Dantas (SDD) e foi aprovado à unanimidade na sessão plenária desta quarta-feira (19).

O segundo projeto aprovado pela Comissão de Saúde dispõe sobre a criação do cartão digital de vacinação. A iniciativa é do deputado Ubaldo Fernandes (PL) e a relatoria também foi de Cristiane Dantas.

Os integrantes da Comissão de Saúde aprovaram ainda o projeto de lei apresentado pela deputada Isolda Dantas (PT) que institui a Política Estadual de Atenção, Diagnóstico e Tratamento às pessoas com doenças raras no RN. Contou com relatoria do presidente da comissão, deputado Getúlio Rêgo (DEM).

“Nós da Comissão de Saúde estamos com a disposição em focar toda a problemática de saúde do nosso Estado e convidar os membros para colocar em prática, principalmente os médicos, para promovermos visita aos hospitais a fim de contribuir para melhoria dos serviços, elaborando diagnóstico da situação de cada um, e levando sugestões à Secretaria de Saúde e ao Governo”, afirmou Getúlio Rêgo.

O presidente da comissão afirmou que a atuação será no sentido de tentar ampliar o espaço de atendimento à população: “Principalmente das pessoas mais humildes. Estamos vivendo uma pandemia e foram suspensos os atendimentos eletivos que estão impossibilitados de ocorrer na rede pública, agravando o sobrestamento desse atendimento. Está havendo acúmulo de procedimentos que não deveriam acontecer”, lamentou o deputado.

Getúlio Rêgo chamou a atenção para a necessidade de retomada de procedimentos em pacientes com problemas como hérnias, tumores ovarianos, cálculos renais e outros. “Temos que atuar de forma intensa para tentar despertar no governo e na gestão da saúde a iniciativa de políticas alternativas que ofereçam chance para essas pessoas saírem do sufoco em que se encontram”, afirmou.

Fonte: Política em Foco
Continuar lendo PLANO PARA ENTREGA REGULAR DE MEDICAMENTOS À DOENTES CRÔNICOS É APROVADO PELA COMISSÃO DE SAÚDE DA AL

DADOS ATUALIZADOS DO CORONAVIRUS NO RN

Por G1 RN

 

Evolução dos casos confirmados e mortes por coronavírus no RN
Dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde através de comunicados e boletins epidemiológicos

Rio Grande do Norte registrou 251.928 casos confirmados de Covid-19 desde o início da pandemia. A doença provocou a morte de 5.867 pessoas no estado. Os dados estão no boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) desta terça-feira (18).

Outros 1.213 óbitos estão sob investigação.

Em comparação ao boletim de segunda-feira (17)são 851 novos casos e 32 mortes a mais – sendo 12 ocorridas nas últimas 24 horas e notificadas em Natal (3), Currais Novos (1), São Pedro (1), Macaíba (1), Pendências (1), Jardim de Piranhas (1), Itaú (01), Ceará-Mirim (01), Santa Cruz (01) e São Rafael (01).

De acordo com a Sesap, 927 pessoas estão internadas por causa da Covid-19 no RN – 654 na rede pública e 273 na rede privada (apenas 8 dos 10 hospitais privados atualizaram os dados, de acordo com a Sesap). Com 377 pacientes, a taxa de ocupação dos leitos críticos (semi-intensivo e UTIs) é de 82,2% na rede pública; com 143 internados, a rede privada tem 93,4% de ocupação.

O RN tem ainda 82.009 casos suspeitos e 494.149 casos descartados de Covid-19. O número de confirmados recuperados foi retirado do boletim. Os casos inconclusivos, tratados como “Síndrome Gripal não especificada”, seguem em 131.949.

O boletim informa que 544.799 testes de Covid-19 foram realizados no estado até o momento, sendo 316.341 RT-PCR (conhecidos também como Swab) e 228.458 sorológicos.

Números do coronavírus no RN

  • 251.928 casos confirmados
  • 5.867 mortes
  • 82.009 casos suspeitos
  • 494.149 casos descartados

Fonte: G1 RN

Continuar lendo DADOS ATUALIZADOS DO CORONAVIRUS NO RN

DECISÃO DE LIBERAR VISITAS DE PESSOAS VACINADAS CONTRA COVID-19 AOS PACIENTES INTERNADOS COM A DOENÇA NO RJ DIVIDE OPINIÕES DE ESPECIALISTAS

Especialistas divergem sobre visita de vacinados a internados com Covid-19

A resolução da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro de permitir o encontro durante a internação foi publicada nesta segunda-feira (17)

Lucas Janone, da CNN, no Rio de Janeiro

 Atualizado 18 de maio de 2021 às 21:49

Pessoas aguardam vagas para leitos de UTI em São Paulo Decreto libera visita de pessoas vacinadas a pacientes internados com Covid-19 no Rio de JaneiroFoto: Reprodução / CNN

A decisão de liberar a visita de pessoas vacinadas com as duas doses de imunizantes contra a Covid-19 aos pacientes internados com a doença no Rio de Janeiro dividiu opiniões de especialistas ouvidos pela CNN.

A resolução da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro de permitir o encontro durante a internação foi publicada nesta segunda-feira (17) no Diário Oficial do Município. Além da imunização, o decreto reitera também o uso obrigatório de máscara para entrada nas unidades de saúde.

Vice-presidente da Sociedade Brasileira de Infectologia, Alberto Chebabo se colocou a favor da liberação de visitas aos pacientes com o novo coronavírus. No entanto, ele disse que medidas de proteção devem ser rigorosamente seguidas.

“Eu acho importante essa liberação da visita desde que o visitante tenha possibilidade de estar com toda a paramentação necessária, seja máscara, capote e luva. Ele estando imunizado, esse risco cai bastante”.

Chebabo ressaltou também que a visitação é muito interessante para a recuperação dos internados. De acordo com ele, “o paciente fica muito sozinho, e o encontro com entes queridos ajuda psicologicamente na luta contra a doença”.

Apesar do cenário pandêmico não favorecer, o infectologista da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Celso Ramos relatou à CNN a importância em liberar os encontros entre pacientes e visitas.

“O paciente sempre tem, a princípio, o direito de receber visitas, se não houver limitações sanitárias. Eu fiquei internado com Covid e sei como é. Para o paciente é muito solitário, é muito ruim, você fica sozinho no quarto vendo TV e esperando que algo aconteça”, disse o infectologista.

Em contrapartida, a presidente da Sociedade de Infectologia do Estado do Rio de Janeiro, Tânia Vergara, alertou que mesmo as pessoas que estão vacinadas com as duas doses podem ser infectadas. Por isso, segundo ela, a permissão para a visita a pacientes com Covid-19 precisa ser discutida com muita cautela.

“A proposta da vacina é que, se a pessoa se infectar, ela tenha a doença leve e não sintomas graves ou vá a óbito. Algumas dessas pessoas já vacinadas podem adquirir a doença e, mesmo não registrando um quadro grave, elas podem transmitir para outros.”

Para a professora de epidemiologia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) e presidente da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), Gulnar Azevedo, a visitação ainda é arriscada.

“Acho prematura a decisão de liberar. Precisaríamos ter mais segurança para propor”, disse a professora.

Começa visitação em hospitais da capital fluminense

À CNN, o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, afirmou nesta terça-feira (18) que a visitação nas unidades do Rio de Janeiro “está acontecendo gradativamente”, e ressaltou que a decisão foi tomada em conjunto com o comitê científico.

“A maioria dos membros acha que é o momento de a gente começar a ter mais atenção em relação a esse isolamento forçado do paciente. Tem que se avaliar os riscos e benefícios disso e se acreditar na vacina, mesmo assim, utilizando os equipamentos de proteção individual.”

Soranz afirmou também que a decisão de liberar a visita é humanitária, pois é “muito duro para a pessoa que está internada não receber parente, nenhum tipo de visita”.

Continuar lendo DECISÃO DE LIBERAR VISITAS DE PESSOAS VACINADAS CONTRA COVID-19 AOS PACIENTES INTERNADOS COM A DOENÇA NO RJ DIVIDE OPINIÕES DE ESPECIALISTAS

DADOS ATUALIZADOS DO CORONAVIRUS NO RN

Por G1 RN

 

Evolução dos casos confirmados e mortes por coronavírus no RN
Dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde através de comunicados e boletins epidemiológicos

Rio Grande do Norte ultrapassou os 250 mil casos confirmados de Covid-19 desde o início da pandemia. – são 251.077, de acordo com o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) desta segunda-feira (17). A doença provocou a morte de 5.835 pessoas no estado.

Outros 1.189 óbitos estão sob investigação.

Atualmente, 900 pessoas estão internadas por causa da Covid-19 no RN – 646 na rede pública e 254 na rede privada (apenas 8 dos 10 hospitais privados atualizaram os dados, de acordo com a Sesap). Com 370 pacientes, a taxa de ocupação dos leitos críticos (semi-intensivo e UTIs) é de 82,6% na rede pública; com 140 internados, a rede privada tem 91,5% de ocupação.

O RN tem ainda 82.435 casos suspeitos e 492.994 casos descartados de Covid-19. O número de confirmados recuperados foi retirado do boletim. Os casos inconclusivos, tratados como “Síndrome Gripal não especificada”, seguem em 131.952.

A Sesap informa que 543.175 testes de Covid-19 foram realizados no estado até o momento, sendo 315.083 RT-PCR (conhecidos também como Swab) e 228.092 sorológicos.

Números do coronavírus no RN

  • 251.077 casos confirmados
  • 5.835 mortes
  • 82.435 casos suspeitos
  • 492.994 casos descartados

Fonte: G1 RN

Continuar lendo DADOS ATUALIZADOS DO CORONAVIRUS NO RN

ANÁLISE POLÍTICA: VÍRUS INOSCENTE, POR ALEXANDRE GARCIA

Segunda-feira é dia de Alexandre Garcia, aqui na coluna ANÁLISE POLÍTICA onde ele lê e comenta o seu artigo publicado em 38 jornais com o título de “Vírus Inocente”, é uma ironia acerca da CPI da Covid que mais parece um teatro de inquisição nada santa. O extraordinário jornalista faz ponderações e críticas sobre o tema com extrema maestria. Coisa de quem o dom dá eloquência e você não pode perder!  

Fonte:

Continuar lendo ANÁLISE POLÍTICA: VÍRUS INOSCENTE, POR ALEXANDRE GARCIA

NESTA SEGUNDA-FEIRA (17), PREFEITURA DE SÃO GONÇALO DO AMARANTE VAI RETOMAR IMUNIZAÇÃO DA 2ª DOSE DA CORONAVAC PARA QUEM COMPLETOU PRAZO DE 28 DIAS, ENTRE 4 E 7 DE MAIO

São Gonçalo retoma 2ª dose da Coronavac para quem completou o prazo de 28 dias no período de 4 a 7 de maio

Covid-19 - Prefeitura de São Gonçalo do Amarante

Na segunda-feira (17), a Prefeitura de São Gonçalo do Amarante/RN vai retomar a imunização da 2ª dose com a Coronavac para quem completou o prazo de 28 dias (desde aplicação da primeira dose) no período de 4 a 7 de maio, nas 29 unidades de saúde do município. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) recebeu 550 doses do imunizante na sexta-feira (14).

Também estão sendo vacinados, com a Oxford/AstraZeneca, idosos com 60 anos ou mais, pessoas com comorbidades entre 50 a 59 anos, pessoas com Síndrome de Down (18 a 59 anos) e pessoas com doença renal crônica, em diálise (18 a 59 anos), conforme ‘Fase I’ do Plano Nacional de Imunização. “Vamos receber doses da Pfizer e já estamos discutindo a possibilidade de avançar com a faixa etária para esse grupo”, observa Jalmir Simões, secretário da SMS.

Ainda de acordo com o gestor, São Gonçalo do Amarante precisa receber 600 doses da Coronavac para cobrir o público vacinado com a primeira dose do imunizante.

Fonte: Blog do BG

Continuar lendo NESTA SEGUNDA-FEIRA (17), PREFEITURA DE SÃO GONÇALO DO AMARANTE VAI RETOMAR IMUNIZAÇÃO DA 2ª DOSE DA CORONAVAC PARA QUEM COMPLETOU PRAZO DE 28 DIAS, ENTRE 4 E 7 DE MAIO

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar