DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: SENDO NOSSO ESTADO NATURAL O ESPÍRITO PRECISAMOS DESPERTAR PARA A PLENA CONSCIÊNCIA ESPIRITUAL

O renomado espiritualista e místico Edgar Cayce é o destaque da nossa coluna DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL desta quarta-feira e vem nos lembrar que o nosso estado natural é Espírito e sendo assim o despertar para a plena consciência espiritual é um dos propósitos que todos temos em comum, apesar de, com frequência, negligenciarmos a parte mais verdadeira de nós mesmos, ou seja,  que é nossa conexão com o espírito. Estabelecendo conscientemente um ideal espiritual – como amor, perdão, compaixão, serviço aos outros – podemos realizar uma transformação pessoal com o desenvolvimento da alma como resultado. Para refletir melhor sobre esse assunto convido você a ler o texto completo a seguir.

EDGAR CAYCE SOBRE ESPIRITUALIDADE

 

De acordo com as leituras de Edgar Cayce, todos nós somos seres espirituais tendo uma experiência física aqui na terra. Cayce disse que todos nós fomos criados no começo.

Todas as almas foram criadas no princípio, todo espírito de um espírito, Espírito de Deus, esse espírito manifesto em carne, esse espírito manifesto em toda a criação, sejam de forças terrestres ou universais, todos os espíritos sendo um só espírito.

– Edgar Cayce lendo 900-70

Talvez por causa das demandas da vida terrena, freqüentemente negligenciamos a parte mais verdadeira de nós mesmos, que é nossa conexão com o espírito. Embora possuamos corpos físicos e atitudes mentais, em última análise, nossa conexão mais profunda é com nossa fonte espiritual.

Cayce frequentemente nos lembrava que “o Espírito é a Vida, a Mente é o Construtor e o Físico é o Resultado”. Em outras palavras, o espírito é a fonte de nossas vidas. Nossa mente então focaliza essa energia espiritual em vias de expressão criativas ou destrutivas (positivas ou negativas). O impacto de nossas escolhas acabará por encontrar expressão no reino físico, afetando nossa saúde, nossas vidas e nossos relacionamentos uns com os outros.

Do ponto de vista de Cayce, com muita frequência, perdemos o contato com a intenção (o porquê) por trás de nossas ações cotidianas. Por isso, ele recomendou que estabelecêssemos um ideal espiritual pelo qual viver. Estabelecendo conscientemente um ideal espiritual – como amor, perdão, compaixão, serviço aos outros – podemos realizar uma transformação pessoal com o desenvolvimento da alma como resultado.

Então, o mais importante, a experiência mais importante desta ou de qualquer entidade individual é saber primeiro o que é o ideal – espiritualmente.

– Edgar Cayce lendo 357-13

Em parte, os ideais ajudam a estabelecer “por que” fazemos as coisas que fazemos. Todo mundo está, em essência, trabalhando com um ideal em suas vidas. No entanto, nem todos estão conscientes disso. Às vezes, quando a vida está muito confusa, a falta de um ideal consciente desempenha um papel importante. Uma vez que os ideais moldam nossas próprias vidas, nossas experiências, até mesmo quem somos em processo de nos tornar, estabelecer um ideal consciente é singularmente importante para o desenvolvimento e crescimento de nossa alma. E os ideais que orientam nossas vidas mudarão com o tempo, à medida que aprendemos, aplicamos e crescemos a partir de cada ideal que estabelecemos. Escolher nosso ideal e depois trabalhar com ele para moldar nossa vida é um processo que pode ajudar a despertar o propósito de nossa alma e promover o crescimento da mesma.

Visto que nosso estado natural é Espírito, o despertar para a plena consciência espiritual é um dos propósitos que todos temos em comum. Na verdade, em uma leitura (3357-2), Cayce afirmou que “o desenvolvimento da alma deve ter precedência sobre todas as coisas”. Cayce afirmou que o desenvolvimento da alma não é alcançado por meio de alguma grande ação ou ato, mas é uma realização gradual que é alcançada “linha sobre linha, preceito sobre preceito”.

O que parece ser mais importante é nossa aplicação dos frutos do Espírito em nossas interações com os outros. Em outras palavras, agir com amor, bondade, gentileza e paciência. De acordo com Cayce, a sintonização e a aplicação estão no cerne do crescimento espiritual. A sintonia é o processo de despertar para nossa natureza espiritual e nosso verdadeiro relacionamento com Deus. As ferramentas mais freqüentemente recomendadas para alcançar esta sintonização são a prática regular de oração e meditação. Cayce acreditava que a oração era falar com Deus, enquanto a meditação era ouvir a Deus. A oração e a meditação são inestimáveis ​​para restabelecer uma percepção consciente de nossa fonte espiritual, ao mesmo tempo em que convidamos a vontade de Deus a trabalhar por meio de nós para que possamos ser um “canal de bênçãos” para outros.

Então, apenas sendo gentil, apenas sendo paciente, apenas mostrando amor pelo próximo; essa é a maneira pela qual um indivíduo trabalha para se tornar ciente da consciência ou do Espírito de Cristo.

– Edgar Cayce Reading 272-9

Estávamos com Deus no início e, por escolha e experiência, nos vimos cortados de uma consciência completa do Espírito. Em um aspecto, a queda da humanidade foi realmente nossa descida na consciência dos reinos do infinito para aqueles do tempo e do espaço. No entanto, isso não foi necessariamente uma coisa “ruim” ou uma escolha errada. Assim como uma criança aprende com a experiência, fazendo escolhas e até mesmo cometendo erros ao longo do caminho, nossas próprias experiências ajudarão nossa alma a amadurecer, e esse processo nos permitirá chegar a nossa herança plena e a uma consciência de nosso verdadeiro espiritual natureza.

Uma discussão sobre Edgar Cayce e espiritualidade não pode ser completa sem a menção de “A Search for God” e dos grupos de estudo . Em 1931, um grupo de pessoas – que eram próximas de Cayce e do trabalho que estava fazendo – pediu uma leitura sobre como poderiam se tornar mais parecidas com ele – com dons psíquicos e capacidade de ajudar os outros. A resposta de Cayce foi uma série de leituras que delineavam passos individuais em direção ao crescimento espiritual. Esse grupo continuou a receber e a trabalhar com esta série de leituras por mais de uma década e acabou publicando seu trabalho na forma de dois livros intitulados A Search for God, Livros I e II. Hoje, esses livros são estudados em todo o mundo por pessoas em ambientes de grupo conhecidos como Grupos de Estudo. Grupos de estudo podem se registrar em nossa organização para receber materiais de apoio e recursos para seu trabalho espiritual em grupo. Saiba mais em EdgarCayce.org/studygroups .

Fonte: EdgarCayce.org

Continuar lendo DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: SENDO NOSSO ESTADO NATURAL O ESPÍRITO PRECISAMOS DESPERTAR PARA A PLENA CONSCIÊNCIA ESPIRITUAL

AUTOCONHECIMENTO: O DESPERTAR DA CONSCIÊNCIA COMEÇA QUANDO APRENDEMOS A NOS CONECTAR COM NOSSA ALMA

O despertar da consciência é a abordagem principal desta edição da coluna AUTOCONHECIMENTO desta segunda-feira. O despertar da nossa consciência está intimamente ligado ao nível consciencial ao qual estamos vivenciando. Esse despertar inicial quando começamos a nos conectar com a nossa alma, com o nosso Eu intrínseco. Enquanto isso não acontecer não conseguimos despertar. O texto a seguir nos convida a iniciar essa conexão e nos dá uma orientação de como conseguir isso.

É por isso que tem pessoas que não despertam

Mensagem de 27 de Outubro de 2021

Caros amigos,

Há algumas situações que não somos capazes de mudar imediatamente, mesmo se quiséssemos. A única coisa que podemos fazer é mudar nossa abordagem. Às vezes, só isso muda muita coisa e então podemos simplesmente lidar com a situação mais facilmente, mesmo se ela ainda estiver lá.

É por isso que muitas pessoas não despertam. Elas não têm essa conexão com suas almas. Elas têm suas âncoras inteiramente no plano físico, em coisas como o atual sistema. Elas obviamente não podem questionar o sistema no qual nossa sociedade vive, porque assim que o fizerem, elas colocam em dúvida tudo o que elas acreditaram ser a única realidade à qual podiam se agarrar.

Se encontrarmos nossa âncora dentro de nós, seremos mais capazes de lidar com os tempos vindouros também. E podemos focar no fato de que queremos e criaremos um mundo ideal: um mundo no qual todos os seres prosperam, onde são livres e seres humanos felizes agem de acordo com seus corações.

O mundo ideal, belo, começa dentro de nós mesmos e somos então capazes de manifestá-lo. Mas se sentirmos medo, a melhor coisa que podemos fazer é nos retirar para um momento em silêncio e pausar para nos lembrar e conectar conscientemente com quem realmente somos porque lá, simplesmente, não existe medo.

Nós somos Luz.

Você pode ver isso num nível sutil.

Onde quer que estejam e onde quer que vão, as pessoas que estão mais conscientes deixam rastros de Luz. Então, não importa onde trabalhamos ou vivemos, nós deixamos traços de Luz atrás de nós. Quanto mais nos conectamos com nossa consciência, com quem somos lá no fundo, mais forte essa Luz brilha.

Esta é nossa tarefa: espalhar Luz, de qualquer forma e onde quer que seja certo para nós, individualmente. Cada um de nós tem uma posição diferente no todo maior, uma posição que nossa alma escolheu. É por isso que é tão importante para nós continuarmos nos conectando com nossa Luz interior.

Christina — Fonte: https://christinavondreien.ch/
Roseli Giusti Zahm e Marco Iorio Júnior — Tradutora e Editor exclusivos do Trabalhadores da Luz

Fonte: Trabalhadores da Luz

Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: O DESPERTAR DA CONSCIÊNCIA COMEÇA QUANDO APRENDEMOS A NOS CONECTAR COM NOSSA ALMA

REFLEXÃO: PESSOAS DESPERTAS VEEM A VIDA COM OS OLHOS DA ALMA

Estamos vivendo uma transição planetária e com ela um despertar de Consciência. Processo pelo qual a maioria da humanidade experimenta neste momento. A pessoa desperta enxerga o que a maioria das pessoas não vê. Ela consegue enxergar os 90% das coisas do universo que essa mesma maioria não enxerga. Por isso a pessoa desperta possui uma força que poucas coisas se comparam. Ao ler o texto completo a seguir você vai entender como essas pessoas vivem e se comportam!

A força de uma pessoa desperta

 em 

 

“Poucas coisas se comparam a força de uma pessoa desperta. Pessoas despertas são indomáveis, intuitivas e possuem a serenidade e a confiança daqueles que aprenderam a ver a vida com os olhos da alma. São pessoas que passaram por situações difíceis, viram sonhos que não se concretizaram, tiveram que se despedir de quem amavam e viram a vida colocar a prova toda confiança em si mesmas e na sua crença no bem.

Ainda assim curaram cada ferida com a sabedoria de quem acolheu a dor como uma sábia conselheira, e optou por guardar os seus ensinamentos ao invés de um acumulado de mágoas e desilusões. Por isso carregam um certo brilho no olhar, uma presença cheia de luz e de carisma e uma aura de aconchego que não passa despercebida.

São pessoas que não seguem o grande coletivo, não tem medo de parecerem ridículas por acreditarem no invisível e cuidam da sua energia, da sua mente, da sua alma e do seu coração como um templo a ser cuidado. Uma pessoa desperta aprendeu a honrar a si mesma, ama quem é, tem orgulho da sua trajetória, já não dá mais poder para as críticas ou julgamentos, assim como tampouco perde seu tempo julgando os demais.

Sabe que todos estamos entre a inconsciência e o despertar e que esse processo é algo sagrado e individual. Todos têm o seu tempo e seus próprios ‘despertadores’. É esse motivo que a pessoa desperta agradece por tudo e todos que passaram por sua jornada: os que a amaram e os que a despertaram. Porque é inevitável. Ninguém pode viver para sempre na dependência, na insegurança ou adormecido de si mesmo.

Às vezes a vida vai mesmo nos chacoalhar, pra que despertemos, para a nossa força, para o nosso poder, para a infinitude que habita em nós. É isso que traz a segurança da pessoa desperta. Não a segurança que menospreza a cautela, mas sim a segurança de quem está bem em ser quem é e que fez de si mesma um lugar de paz para se viver. Uma pessoa desperta, ajuda a despertar o mundo!”(Alexandro Gruber)

Luz e Paz!

Fonte: Sabedoria Universal

Continuar lendo REFLEXÃO: PESSOAS DESPERTAS VEEM A VIDA COM OS OLHOS DA ALMA

DICA DE LIVRO: UM NOVO MUNDO, O DESPERTAR DE UMA NOVA CONSCIÊNCIA DE ECKHART TOLLE

Nesta quarta-feira a nossa dica, aqui na coluna DICA DE LIVRO é a obra do eminente escritor Eckhart Tolle:Um Novo Mundo, o despertar da Consciência. Mais do que em qualquer outra época de sua história, a humanidade tem hoje a chance de criar um mundo novo – mais evoluído espiritualmente, mais pleno de amor e sanidade. Para o autor, estamos vivendo um momento único e maravilhoso: o do despertar de uma nova consciência.

Ele nos mostra que o salto para essa nova realidade depende de uma mudança interna radical em cada um de nós. Precisamos nos livrar do controle do ego, pois essa é a fonte de todo o sofrimento humano. Sob seu domínio, somos incapazes de ver a dor que infligimos a nós mesmos e aos outros.

Quando despertamos, o pensamento perde a ascendência sobre nós e se torna o servo da consciência, que é a ligação com a inteligência universal, a fonte da vida da qual todos nós procedemos.

Enquanto desvenda a natureza dessa mudança de consciência, Tolle nos ensina a vencer as artimanhas que o ego utiliza para nos isolar uns dos outros. De forma inspiradora, ele nos ajuda a descobrir o nosso verdadeiro eu, a essência humana que nos permitirá construir o novo mundo e viver em harmonia com tudo o que existe.

“O principal propósito deste livro não é acrescentar novas informações e crenças à sua mente nem tentar convencê-lo de alguma coisa, e sim produzir uma modificação da sua consciência, ou seja, o despertar. Se você não sabe o que significa des¬pertar, continue lendo.” – Eckhart Tolle

Fonte: Acervo pessoal

Continuar lendo DICA DE LIVRO: UM NOVO MUNDO, O DESPERTAR DE UMA NOVA CONSCIÊNCIA DE ECKHART TOLLE

DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: O MUNDO DAS ILUSÕES É AQUI NA 3ª DIMENSÃO. SAIBA COMO SE LIVRAR!

O sofrimento assim como a dor são sensações inerentes a 3ª dimensão e nos mantém presos às crenças limitantes na medida que nos acomodamos achando que faz parte da nossa jornada e que a eles estamos presos para todo o sempre. É apenas mais uma ilusão a que estamos submetidos. Por isso convido você a ler o texto completo a seguir e entender como e porque isso acontece em nossas vidas.

A ilusão do sofrimento

Homem sentado no chão, encostado em uma parede, com os joelhos flexionados e os braços apoiados neles. Ele esconde seu rosto apoiando a testa nos braços.123rf/primagefactory

Todo sofrimento, que assalta a alma humana, foi criado a partir de uma ilusão!
O sentimento de perda, que tem um gosto extremamente amargo, só existe em função da ilusão da posse.

O sentimento de humilhação, que abastece nossos corações de ódio e revolta, só existe em função da ilusão do apego à própria imagem, ou seja, da vaidade e do orgulho.

Menina sentada em um pier, com os joelhos flexionados, os braços apoiados neles e sua cabeça encostada nos braços.
Pexels/Pixabay

O sentimento de abandono, que lança suas lâminas afiadas em nossa alma, só acontece em função de uma ilusão de dependência, surge a partir da ideia equivocada de que o outro é responsável por nossa felicidade.

Os sentimentos de fraqueza e impotência consagram-se a partir de ilusões criadas por conceitos limitantes de si mesmo.

O sentimento de indignação, que nos colocam em trincheiras armados contra ideologias contrárias, só teve êxito em existir em nossas vidas por nos entregarmos à ilusões violentas que reúnem inúmeros vícios mentais como a intransigência, a intolerância, o preconceito e principalmente: a ilusão da superioridade.

São as ilusões que nos conduzem ao abismo. São elas que nos prendem nas trevas exteriores, onde imperam o choro e o ranger dos dentes. O inferno de Dante ou os vales de sofrimento retratados na literatura espírita são instâncias criadas para o esgotamento das impressões criadas pela ilusão humana.

Isso acontece porque o homem, no estágio em que se encontra, não tem muito interesse pela realidade; ele prefere o torpor, a adição, o vício, as sensações grosseiras, assim por diante. Quando o assunto é olhar para si, ele foge. Prefere anestesiar-se de ilusões, idealizar um mundo que se ajuste à sua visão primitiva de felicidade e refugiar-se nele. Só o tempo trará o amadurecimento necessário para que o fruto possa desprender-se da árvore.

Realização, como o próprio nome diz, é encontrar o “real”. O despertar da Consciência, da mesma forma, pressupõe estarmos dormindo. Enquanto vivermos sob o efeito dessa lótus alucinógena, como ficaram entorpecidos os soldados de Ulisses no poema de Homero, não veremos o tempo passar, o progresso acontecer e estaremos apenas adiando o nosso processo de iluminação.

Mulher em um campo gramado, com os braços abertos para o pôr-do-sol.
Pexels/Victor Freitas

Iluminar-se é acender luzes em si mesmo, nada mais do que isso! A cada luz que se acende, uma nova visão da realidade acontece.

Só esse conhecimento irá libertar-nos do mundo de Maya, só quando colocarmos os pés no chão e aceitarmos a Vida como ela é, as coisas como elas são, as pessoas como querem ser e a experiência proposta pela vida para o nosso desenvolvimento da maneira que se apresentar em nossa realidade, nós conseguiremos subir esse degrau e sair desse vale de lágrimas ilusório provocado pela nossa ignorância.

Fonte: Eu Sem Fronteiras

Continuar lendo DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: O MUNDO DAS ILUSÕES É AQUI NA 3ª DIMENSÃO. SAIBA COMO SE LIVRAR!

AUTOCONHECIMENTO: DESPERTAR É PRECISO PARA ENXERGAR O QUE SIGNIFICA O SEU NOVO PAPEL

A mensagem canalizada, que reproduzimos, aqui na coluna AUTOCONHECIMENTO deste sábado, cujo título, “seu novo papel”, aborda o tema da evolução consciencial. Fala acerca da transição do plano 3D para o plano 5D. Percebe que a maioria da humanidade ainda se encontra nesse plano material, apesar de o nosso planeta já vibrar na 5D. E é sobre esse novo papel que os seres despertos precisam assumir que o texto aborda, Então convido você a ler o artigo completo a seguir, refletir e fazer o seu juízo de valor! 

Seu novo papel

Mensagem canalizada em 18 de Junho de 2021 – O Coletivo

Queridos,

Embora a sua necessidade de estar certo seja um tópico que nós, dos Universos, tenhamos abordado antes, as energias recentes encorajaram alguns precursores a cavar mais fundo em suas convicções 3D. Todas as questões – tanto velhas quanto novas – estão agora disponíveis para revisão e discussão. Mesmo assim, alguns de vocês continuaram com suas crenças 3D em sua nova vida. Não há errado ou certo – apenas o que você precisa num dado momento. Outros com opiniões diferentes podem estar numa fase diferente, ou ajudando você a reconhecer as necessidades do novo você.

Às vezes, você não consegue perceber suas necessidades sem a repreensão de alguém que tenha uma visão oposta ou até semelhante. Você já sentiu a necessidade de experienciar algo, até que o fez e então percebeu que aquilo não é quem você é ou o que deseja ser? Assim é agora. Muitos de vocês estão ansiando por algo que pensam que querem, por causa das ações daqueles que têm visões opostas. Tais sonhos são uma reação, ao invés de uma ação do novo você. “Todos precisamos fazer isto para combater aquela ação terrível.”

Embora você possa sentir como se quisesse ser parte daquele combate, por favor pare por um momento para se certificar que ele é verdadeiro. No atual caos, provavelmente há muitos assuntos que o aborrecem. Não porque estes assuntos sejam uma parte do novo você, mas porque você deseja um mundo amoroso. O que agora está sendo mostrado, frequentemente parece o oposto daquele desejo.

Você é um ser único, com necessidades únicas. Você não é mais um salvador do mundo. Esta fase terminou quando você ajudou a Terra a passar da 3D para a 5D e além.

Você agora é um salvador pessoal – de si mesmo.

Então, revise suas necessidades atuais para determinar se o que você anseia vem do seu ser interior, ou é meramente uma continuação dos ‘deveria’ da 3D. Embora você deseje ajudar a criar paz na Terra, tal sonho só é eficaz se você iniciar a paz dentro de si. Você não é mais um cuidador de ninguém a não ser de si mesmo.

Durante as eras que você tem estado na Terra, a pessoa mais provável que você ignorou, não confiou ou nem mesmo gostou, foi você.

O papel do novo você é muito maior do que você imagina. Pois, se você e milhões de outros ouvirem suas vozes interiores, haverá mais paz na Terra do que vocês jamais imaginaram. O medo só é possível se você não confia ou gosta de si mesmo. Então, a primeira tarefa para o novo você é escutar seu coração. Não o seu medo. Não o que os outros querem, ou o que você pensa que precisa, mas seu coração. Seu coração, sua voz interna, não irão desviá-lo do caminho.

Até que você escute o seu eu interior, continuará a viver em medo, até raiva, sobre o quão terrível a Terra é para aquela pessoa, para o país, ou para aquele grupo.

A sua voz interna é a sua nova voz da razão.

A sua lógica e intelecto são apenas tão corretos quanto seu aprendizado nos livros ou experiências pessoais de medo. Lógica e intelecto são limitados ao que você e outros experienciam enquanto na Terra e como aquelas experiências foram compartilhadas. Sua voz interna é o seu conhecimento universal, mais todas as experiências relacionadas. Ela é maior, mais profunda e não baseada no medo, porque aqueles elementos universais são amor.

Claro, esta última declaração parece um pouco sem fundamento. Mas, saiba que sua voz interna é muito mais sábia e mais personalizada do que jamais foi verdade de sua lógica terrena. A totalidade de sua lógica terrena é baseada no medo. “Se eu fizer isso, aquilo não vai acontecer.” A sua voz interna é amor. “Se eu fizer isso, vou adicionar ou completar meu papel pessoal em auxiliar a mudança do medo para o amor.”

É hora de ouvir sua voz interna, não porque você tem que, mas porque ao fazê-lo, você passará do medo para o amor.

A versão 3D é que tal mudança aconteça somente em massa. E desde que nunca houve um consenso global dos seres da Terra, a esperança de uma Terra amorosa e pacífica nunca acontece. Então, este novo papel terreno que você agora está inaugurando, é sobre mudar a si mesmo e, ao fazer isso, você fará mais para o consenso de grupo do que qualquer movimento, partido político ou discussão jamais criados na 3D.

A 3D era sobre falar e esperar que os outros experienciassem as mesmas sensações que você. E subjacente a cada ação, estava o pensamento sutil se outros daquele grupo estavam dizendo a verdade, ou se eram tão comprometidos quanto você.  Agora que milhões estão começando a ouvir sua voz interna, verdade ou comprometimento não serão uma preocupação. Pois quando participantes de grupos despertos não estiverem mais interessados, eles seguirão em frente. Assim como você pode pular de um interesse a outro, baseado em sua voz interna de certeza, ao invés de necessidades financeiras ou popularidade.

Então, comunidades de pessoas com mentes semelhantes irão se formar, até que a paz na Terra seja verdade. Não porque um grupo decidiu que tal deve ser verdade, mas porque a competição, o poder direcionado ao externo e a ganância não serão mais interessantes para aqueles participando. E aqueles que desejam experienciar as sensações 3D mencionadas antes, encontrarão outros como eles.

Você percebe o quão desconfortável um humano 3D se sentiria numa comunidade sem medo ou lutas pelo poder?

Vocês agora são seres em um novo mundo aprendendo a seguir sua voz interna de amor, ao invés de sua voz de medo da 3D direcionada para o exterior.
Assim seja,
Amém.

Brenda Hoffmann — Fonte: https://lifetapestrycreations.wordpress.com/
Roseli Giusti Zahm e Marco Iorio Júnior — Tradutora e Editor exclusivos do Trabalhadores da Luz

Fonte: Trabalhadores da Luz

Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: DESPERTAR É PRECISO PARA ENXERGAR O QUE SIGNIFICA O SEU NOVO PAPEL

AUTOCONHECIMENTO: DESAPEGO, PERDÃO, CONFIANÇA E AMOR, VALORES IMPRESCINDÍVEIS PARA A NOSSA EVOLUÇÃO ESPIRITUAL

Sem dúvida alguma o caminho para o AUTOCONHECIMENTO passa necessariamente pelo desapego e pelo perdão. Perdoar é um ato de confiança e de amor. Ai chegamos no que realmente viemos fazer aqui. Viemos aprender a amar. Quando conseguimos reunir as virtudes: desapego, perdão, confiança e amor, estamos prontos para mudar de nível consciencial e dar um salto quântico da nossa caminhada evolutiva. Esse é o tema que o texto a seguir aborda com muita maestria. Então leia! 

O poder do perdão para uma vida mais feliz

Uma pessoa segurando a mão de outra
Pixabay / Pexels

“Quem nunca errou, que atire a primeira pedra”. Essa passagem bíblica, que se tornou bastante popular, certamente já foi utilizada por você em algum momento da sua vida. É o que dizemos quando uma pessoa que errou está sendo julgada como se fosse a única a se equivocar.

Isso porque é difícil aceitar que todos nós erramos e falhamos, em alguma medida. Independentemente de quais sejam as nossas intenções, podemos magoar alguém, fazer uma previsão incorreta, expressar os nossos sentimentos sem pensar duas vezes. Atitudes assim podem acontecer com qualquer pessoa.

No entanto, nem sempre somos capazes de reconhecer a nossa humanidade. É por isso que existe o perdão. Com esse ato, demonstramos que todas as pessoas erram e que elas não devem ser punidas eternamente por causa disso. Perdoar alguém não é sinônimo de esquecer o mal que alguém nos fez, é libertar essa pessoa (e nós mesmos) do peso da culpa.

Ou seja, perdoar é um ato de confiança e de amor. Confiança porque mostramos à outra pessoa que acreditamos que ela não tornará a fazer o que fez; e de amor, porque lhe damos a oportunidade de viver em paz. Inclusive o perdão pode ser concedido de uma pessoa para ela mesma, permitindo que ela siga em frente depois de se equivocar.

Por que o perdão é importante?

Algumas pessoas se orgulham de nunca perdoar as outras. Elas imaginam que assim irão construir apenas laços muito verdadeiros e duradouros com quem está acima de qualquer possibilidade de erro. Uma atitude inadequada, uma palavra mal interpretada, e isso já é suficiente para romper relações. Restarão apenas os melhores.

No entanto, será que esse é o melhor jeito de viver? Para responder a essa questão, pense na sua infância. Provavelmente, naquela época, você fez muita coisa errada, desde rabiscar uma parede até dizer que odiava alguém da sua família. É evidente que você só fez tudo isso porque ainda estava aprendendo como a vida funciona, mas os seus familiares te perdoaram, não é?

Quando nos tornamos adultos, imaginamos que já aprendemos tudo sobre a vida e que errar não é mais possível. Porém nós estamos sempre nos transformando, e precisamos da oportunidade de consertar as nossas atitudes que provocaram algum mal-estar. Imagine como teria sido a sua vida se a sua família não tivesse te perdoado pelos erros que você cometeu quando era criança!

Então, em primeiro lugar, o perdão é importante porque nos mostra que todos estão em constante evolução e que cometer falhas faz parte desse processo. É justamente a partir dele que nos tornaremos versões melhores de quem somos, tanto ao nos perdoarmos quanto ao perdoarmos os outros.

Mulher com os braços para cima e sorrindo se sentindo livre

Daniel Reche / Pexels

Pensando em outra situação, lembre-se de algo muito doloroso que outra pessoa já te fez e de um erro que você cometeu e que parecia não ter conserto. Quais são os seus sentimentos sobre isso? Há alguma emoção positiva sobre esse fato, ou apenas rancor, raiva e tristeza? É mais provável que as suas sensações sejam mais parecidas com a segunda hipótese.

Entretanto toda essa negatividade é produtiva para você? Ela te ensina algo sobre a vida, te ajuda a ser uma pessoa melhor? Não! O perdão é importante, nesse caso, porque ele nos ajuda a enxergar uma situação a partir de outra perspectiva. Nós não iremos esquecer o que aconteceu, mas olharemos para isso de um jeito diferente, sem sentimentos negativos.

Logo o perdão é uma ferramenta fundamental para a nossa evolução. É a partir dele que compreendemos que todos erram, que oferecemos novas chances e que nos tornamos capazes de avaliar situações que nos trouxeram alguma dificuldade. É uma verdadeira libertação, para quem perdoa e para quem é perdoado.

Razões para perdoar

Se você ainda não se convenceu de que o perdão é transformador e pode melhorar a sua vida, separamos algumas razões para fazer isso. É importante que você saiba que não tem a obrigação de perdoar a todos, porém é necessário considerar essa hipótese em todos os casos.

1) Estimular a sinceridade

Quando uma pessoa comete um erro e sente que não seria perdoada por causa dele, é provável que ela omita o que fez ou minta sobre isso. Tal comportamento pode tornar uma relação fragilizada, ainda que a aparência dê a entender que está tudo bem. Qualquer relacionamento precisa de transparência!

2) Construir diálogos importantes

Em vez de represarmos dentro de nós as questões que nos incomodam sobre outras pessoas ou sobre nós mesmos, temos a oportunidade de construir diálogos importantes. Por meio de conversas objetivas e verdadeiras, é possível entender os motivos por trás de determinada ação, o que favorece a concessão do perdão e o desenvolvimento de interações futuras.

3) Facilitar o convívio com outras pessoas

As pessoas não são perfeitas, e saber disso é essencial para a boa convivência. Todos nós vamos errar em algum momento e precisaremos do perdão de outra pessoa para manter o nosso bem-estar e o bem-estar dela. Havendo uma mudança de atitude depois desse tipo de desculpa, o convívio com outras pessoas se tornará bem mais leve.

Pessoas reunidas comendo pizza

Ron Lach / Pexels

4) Focar o presente e o futuro

O passado pode nos auxiliar a compreender o presente e o futuro, mas não deve guiar os nossos sentimentos e pensamentos o tempo todo. Com o perdão, reconhecemos que um determinado erro (de outras pessoas ou de nós mesmos) pode ficar no passado, sem trazer outras consequências mais graves ao longo do tempo. Do contrário, essa falha vai se transformar em rancor e insegurança, durando meses, e até anos, sem necessidade.

5) Exercitar a empatia

empatia é o que nos permite compreender as atitudes que outra pessoa tomou em determinado momento. Talvez nós acreditemos que faríamos algo diferente do que ela fez, porém iremos reconhecer que naquele momento ela fez o que achou certo. Ainda que os resultados não tenham sido os melhores, é possível perdoá-la por isso.

Como praticar o perdão

Depois de entender as mudanças positivas que o perdão pode trazer para a sua vida, amplie suas habilidades descobrindo como praticar o perdão. Seja alguém melhor!

1) Reconheça o problema

Em primeiro lugar, o processo de conceder o perdão – seja para alguém, seja para você mesmo – deve partir do reconhecimento do problema. Qual foi a atitude que causou um problema? Qual é a magnitude desse desconforto? É possível resolvê-lo? Faça uma análise criteriosa seguindo essas perguntas.

2) Enxergue além do erro

Para perdoar alguém, é preciso reconhecer que as pessoas não podem ser resumidas a uma atitude. Elas são formadas a partir de erros e de acertos, e estão em constante transformação. Então não reduza um ser humano a um equívoco que ele cometeu, porque a complexidade dele não pode ser resumida a isso.

Homem e mulher de mãos dadas

Free-Photos / Pixabay

3) Trabalhe a sua confiança

Confiar em uma pessoa que errou conosco pode ser um desafio. Confiar no nosso potencial depois de nos prejudicar ou de prejudicar alguém, também. No entanto, precisamos trabalhar a nossa capacidade de confiar nos outros e em nós mesmos apesar das falhas que podem acontecer. Afinal, precisamos acreditar em nós para ampliar nossos potenciais.

4) Certifique-se de ouvir o outro

O exercício de ouvir a outra pessoa é fundamental para o processo de perdoar alguém. Somente com esse gesto será possível compreender o que levou esse indivíduo a agir de um jeito, e não de outro. Dessa maneira, reconheceremos que a forma de agir em uma situação tem uma explicação, com a qual podemos nos relacionar empaticamente.

5) Supere essa questão

Deixar o passado no passado é o que pode nos trazer uma sensação de liberdade indescritível. Nós não podemos nos apegar aos erros que já cometemos, ou que cometeram conosco, principalmente quando eles são indiferentes para o presente e para o futuro. Então supere de uma vez essa questão que está te perturbando, por meio do perdão!

Avaliando o conteúdo que foi apresentado, é possível compreender que o perdão é uma maneira de viver a vida com mais leveza, com amor e com empatia. Não precisamos perdoar todo mundo, mas precisamos nos abrir para isso. Inclusive devemos nos perdoar por aquilo que não tem qualquer influência na totalidade de quem somos. Abrace a possibilidade de falhar, perdoe, transforme e siga em frente!

Fonte: Eu Sem Fronteiras

Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: DESAPEGO, PERDÃO, CONFIANÇA E AMOR, VALORES IMPRESCINDÍVEIS PARA A NOSSA EVOLUÇÃO ESPIRITUAL

ARTIGOS: NÃO PRECISAMOS PASSAR PELA DOR E SOFRIMENTO PARA TORNARMO-NOS UM SUCESSO SEM ESFORÇO

O SUCESSO APARENTEMENTE SEM ESFORÇO DE ALGUÉM DESPERTA A INVEJA NA SOCIEDADE

Quando, de repente, tornamo-nos um sucesso, aparentemente, sem esforço, as pessoas fatalmente sentem inveja. É uma corrupção peculiar na nossa sociedade. Falo aparentemente para me explicar que não temos que passar por todos os tipos de angústia, sofrimento e dor para chegar lá, mas isso vai realmente irritá-las. Suas mentes acreditam que tal angústia é o custo que deve ser pago pelo sucesso, pois estão presos as suas crenças limitantes.

Vamos olhar para essa crença. Se não fosse a programação negativa que nos fez acreditar no contrário, por que deveríamos passar por qualquer custo de dor e sofrimento para conseguir alguma coisa em nossas vidas? Não é uma visão bastante sádica do mundo e do universo?

Devido a essas limitações e negatividades, o inconsciente vai nos permitir ter apenas o que achamos que merecemos. Quanto mais nos apegamos e/ou dependemos da nossa negatividade e na autoimagem inferior, menos achamos que merecemos, e inconscientemente nos negamos a abundância que flui tão facilmente para os outros. Essa é a razão para o ditado: “O positivo atrai o positivo e o negativo atrai o negativo”, ou seja, a lei da atração. Se temos uma visão pequena de nós mesmos, certamente o que merecemos é a pobreza, e o nosso inconsciente providenciará essa realidade. Ao passo que, se abrimos mão de nossa inferioridade e negatividade, passando a avaliar e reprogramar o nosso  inconsciente interior, bem como, deixamos ir a resistência a nossa generosidade, abertura, confiança, carinho e fé, o inconsciente começa a arranjar automaticamente as circunstâncias e os contextos de modo que a abundância comece a fluir em nossa vida.

Pense, reflita e faça o seu juízo de valor sobre isso.

Wagner Braga

Continuar lendo ARTIGOS: NÃO PRECISAMOS PASSAR PELA DOR E SOFRIMENTO PARA TORNARMO-NOS UM SUCESSO SEM ESFORÇO

DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: ENERGIA KUNDALINI, SAIBA COMO DESPERTÁ-LA

Nesta quinta-feira, aqui na coluna DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL você vai conhecer a energia Kundalini, que todas as pessoas guardam na base da coluna, região conhecida como cóccix, mas que permanece adormecida em nossos corpos, até que uma alma de nível superior a desperte. Então é necessário desenvolver a própria alma, conectando-se com a própria essência e se abrindo para a espiritualidade. Convido você a ler o artigo completo a seguir e entender como isso pode ocorrer!

Kundalini — O que é e como despertar sua energia

Silhueta de uma pessoa meditando em posição de lotus com a representação dos seus 7 chakras
Nikki Zalewski / 123RF

Conforme acumulamos mais conhecimentos sobre a nossa espiritualidade, compreendemos que todos os corpos apresentam centros de energia. De acordo com o hinduísmo, por exemplo, esses centros de energia são chamados de chakras, mas há outras maneiras de interpretá-los.

O fato é que todos os corpos carregam energia e, quanto mais equilibrada ela estiver, melhor uma pessoa se sentirá. Do contrário, ela pode vibrar energias negativas em excesso, o que acarreta problemas na saúde física e na saúde emocional. Sendo assim, é muito importante atentar-se para essa parte de quem somos.

Além disso, também devemos considerar que existem outros planos espirituais que não conseguimos enxergar. Se direcionarmos as nossas energias da maneira correta, poderemos acessá-los e, com isso, experienciar um despertar da própria consciência.

Um dos meios de alcançar esse plano espiritual mais profundo e revelador é a partir da Kundalini. A seguir, você vai entender como esse conceito se relaciona com a energia presente nos nossos corpos e com a capacidade de acessar um conhecimento superior. Confira!

O que é Kundalini?

Kundalini é uma energia que todas as pessoas guardam na base da coluna, região conhecida como cóccix. No entanto, essa energia permanece adormecida em nossos corpos, até que uma alma de nível superior a desperte. Por esse motivo, a palavra “Kundalini” significa, em sânscrito, “enrolada como uma cobra”.

Uma vez que a Kundalini for ativada, ela terá o poder de atravessar os seis chakras que estão acima do centro de energia onde ela reside (o sacro). Isso significa que ela percorrerá os chakras Svadhisthana, Manipura, Anahata, Vishuddha, Ajna e Sahasrara.

Nessa trajetória, a energia Kundalini equilibra os centros energéticos de um corpo, além de se conectar com o poder primordial divino, chamado de Param Chaitanya. Dessa forma, será possível descobrir a existência de Deus no próprio inconsciente, obtendo disciplina e maturidade além da iluminação espiritual.

Como despertar a Kundalini?

Depois de conhecer os benefícios de despertar a Kundalini, como o equilíbrio dos chakras e a iluminação espiritual, é compreensível que uma pessoa queira realizar essa técnica sozinha. Mas será que isso é possível?

Como foi dito anteriormente, somente uma alma evoluída é capaz de despertar a Kundalini. Então o primeiro ponto necessário para que isso ocorra é desenvolver a própria alma, conectando-se com a própria essência e se abrindo para a espiritualidade.

Um pessoa sentada no chão de uma praça meditando em frente ao Sol.

Prasanth Inturi / Pexels

Para que isso ocorra da melhor forma possível, e para que a energia Kundalini seja ativada, basta realizar a prática chamada de Kundalini Yoga. Também conhecida como Yoga de Consciência, ela é considerada uma ciência milenar para a expansão da consciência, o que estimula a subida da energia Kundalini para os chakras que estão acima dela.

Ou seja, se você quer ativar essa energia poderosa e diferente que já está dentro de você, procure um profissional que ofereça a Kundalini Yoga e desperte a sua capacidade de se conectar com o universo, favorecendo a evolução da sua alma!

Os benefícios da Energia da Kundalini

Caso você ainda esteja em dúvida se deve mesmo se dedicar a despertar a sua energia Kundalini, conheça alguns dos benefícios que ela oferece para a sua mente e para o seu corpo!

1) Restauração da harmonia do corpo

Ao ativar a energia Kundalini, é possível promover a harmonia entre os sistemas nervoso e glandular. Dessa forma, os chakras serão alinhados com mais facilidade, trazendo uma sensação de bem-estar.

2) Fortalecimento da musculatura

O fortalecimento da musculatura é outro benefício proporcionado pela liberação da Kundalini. Isso porque, além dos exercícios sugeridos pela prática, é recomendada uma transformação dos hábitos alimentares, favorecendo a saúde física.

3) Aumento da vitalidade física e psíquica

O aumento da vitalidade física e psíquica é uma consequência do fluxo de energia Kundalini pelo corpo. Com ela, uma pessoa tem mais consciência sobre o próprio corpo e sobre a própria mente, tendo a capacidade de se conectar com a própria essência.

4) Relaxamento do corpo e da mente

O relaxamento do corpo e da mente é possível por meio da energia Kundalini porque ela nos leva a um estado de meditação profundo. Assim conseguimos nos desligar das preocupações e dos problemas, dando espaço somente para a iluminação.

5) Sensação de êxtase

A sensação de êxtase proveniente do despertar da energia Kundalini é um dos melhores benefícios desse processo. O indivíduo que o realiza entra em um estado de expansão da própria consciência e consegue perceber a sutileza de cada parte do universo.

A partir de tudo o que foi apresentado sobre a Kundalini, compreendemos que essa forma de energia que existe em todos nós, quando ativada, pode nos transformar. Aproveite o seu dia para buscar um local que realize a Kundalini Yoga e se sinta melhor com os benefícios incríveis dessa prática!

Fonte: Eu Sem Fronteiras

Continuar lendo DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: ENERGIA KUNDALINI, SAIBA COMO DESPERTÁ-LA

ARTIGOS: O DESPERTAR DA CONSCIÊNCIA ACONTECE ATRAVÉS DO AUTOCONHECIMENTO

Despertar da Consciência: 9 dicas para te ajudar! • Guia da Alma

O AUTOCONHECIMENTO É O CAMINHO PARA DESPERTAR DA CONSCIÊNCIA

Dizem que 70% de tudo que aprendemos ao longo da vida assimilamos até os 7 ou 8 anos de idade. Esse pensamento já está superado há algum tempo, visto que, atualmente, todo o conhecimento acumulado da humanidade, já dobra a cada 15 dia. Ao longo da minha breve vida aprendi muitas coisas, mas tenho plena certeza que o conteúdo mais importante e valioso só vim começar a aprender depois dos 30 anos de idade e esse conteúdo é bem diferente do que a maioria das pessoas costumam assimilar. Tal conteúdo tão valioso só começa a ser assimilado após o despertar da consciência. Antes disso você pode estudar muito, fazer pós-graduação, mestrado, doutorado, pós-doutorado, ler um livro por dia e o seu aprendizado vai ser apenas cognitivo. Provavelmente não somará nada ou quase nada na evolução da sua alma. Esse conteúdo valioso se chama AUTOCONHECIMENTO. Para se ter uma ideia do que estou falando a nossa mente é subdividida em três compartimentos: o consciente, o subconsciente e o inconsciente. Ao contrario do que a maioria das pessoas possa imaginar, o nosso consciente ocupa apenas 5% da nossa mente. Ao passo que 95% são ocupados pelos subconsciente e inconsciente. Portanto, todo o conhecimento que acumulamos conscientemente ao longo da vida é uma ínfima parte da nossa poderosa mente.

Por isso todo o conhecimento adquirido lá fora precisa passar pelo filtro do subconsciente e ser analisado pelo inconsciente. Se não for assim de nada vale acumular tanto conhecimento. Ocorre que a maioria das pessoas não submete o conteúdo captado ao inconsciente por puro medo. Medo de penetrar na imensidão do subconsciente e inconsciente. O medo de encarar os seus traumas, suas dores e sofrimentos passados. Dai a importância de se autoconhecer.

Tudo na vida tem um motivo e uma explicação. Infelizmente somos muito limitados enquanto seres semiconscientes, que só conseguimos perceber as coisas cerceadas  pelos 5 sentidos. 90% das coisas do universo estão numa dimensão acima da que vivemos, a 3ª dimensão. Para que tenhamos condições de enxergar essas coisas é necessário desenvolvermos a percepção sensorial da Intuição. Intuir é preciso para que possamos ter a sensibilidade necessária de enxergar tais objetos, onde podemos evitar situações indesejáveis e nos mantermos vibrando em alta frequência.

Acredite no seu potencial, não tenha medo de se autoconhecer e dê um salto quântico na sua vida.

Namastê!

Wagner Braga

Continuar lendo ARTIGOS: O DESPERTAR DA CONSCIÊNCIA ACONTECE ATRAVÉS DO AUTOCONHECIMENTO

ARTIGOS: A COVID-19 E O DESPERTAR DA CONSCIÊNCIA

DESPERTAR da consciência coletiva: a missão do coronavírus. Veja vídeo

Estamos vivenciando uma oportunidade incrível de alinhar e corrigir o desequilíbrio entre o intelectual e o espiritual. E esse alinhamento só acontece se trabalharmos junto a saúde mental e física, desenvolvendo a inteligência emocional. Estamos passando por uma transição planetária que se iniciou em 2012 e nunca se falou tanto em autoconhecimento, Ego, Eu Superior, Eu Cósmico, Consciência Cósmica, Consciência Divina, Espiritualidade, física quântica, mecânica quântica, mundo quântico, frequência, vibração, frequência vibracional, gratidão e Amor como agora. Se você for pesquisar essas palavras vão aparecer em milhares de sites, publicações, vídeos no youtube e artigos em jornais e periódicos sobre esses assuntos. Digo isso para enfatizar que estamos passando pelo Despertar da Consciência, que aqui no Brasil, tudo que passamos desde o evento da Lava Jato e o Impeachment de uma presidente da República até a prisão de um Ex-presidente da república e para não ficar só na política vamos lembrar que outros poderosos no campo religioso/espiritual e na medicina também foram parar atrás das grades, na grande limpeza das energias negativas que se processa nessa transição, mostrando que a mentira que já tinha pernas curtas, está anã e em breve rastejará por não ter mais nem pé. Todos esses eventos foram aos poucos expandindo a consciência da humanidade e a pandemia da Covid-19 veio para coroar essa transição planetária, pois igualou todo mundo independente de raça, cor, gênero, classe social, ricos e pobres. Todos sem distinção foram submetidos ao poder desse vírus e como diz o velho ditado: “se não aprendemos pelo amor, aprendemos pela dor”. Então, essa pandemia deu a oportunidade aos que ainda estavam dormindo em berço esplêndido, despertarem a consciência e se libertarem desse plano 3D, passando para a 4ª e 5ª dimensões. Aos que, ainda assim, não despertarem, estarão fadados a experimentarem mais uma existência na dor e no sofrimento.

Wagner Braga

Continuar lendo ARTIGOS: A COVID-19 E O DESPERTAR DA CONSCIÊNCIA

AUTOCONHECIMENTO: UM VIVA AO DESPERTAR DA CONSCIÊNCIA E A DEFESA PELA CORAGEM E A CERTEZA QUE A VERDADE VIRÁ À TONA CADA VEZ MAIS RÁPIDO EM 2021

Nesta terça-feira temos uma mensagem maravilhosa de ânimo e otimismo, aqui na coluna AUTOCONHECIMENTO. Baseado no crescimento entre humanos do despertar da consciência a certeza de que o ciclo vicioso do abuso e assédio está no fim em 2021, pois haverá muito mais luz e menos trevas, decretando o início deum novo ciclo, mas dessa vez um ciclo virtuoso. Então convido você a ler o texto completo a seguir, refletir e fazer o seu juízo de valor!

Mensagem de final de ciclo anti-abuso e anti-assédio para 2021 e além

Menina negra sentada com as mãos no rosto e joelhos levantados.
fizkes / 123rf

Em 2020, a humanidade teve o desafio de se reinventar. A nossa velha questão desde o tempo em que os nossos ancestrais procuraram as cavernas para se protegerem novamente mostra a cara para nos lembrar que não somos tão potentes e nem tão invencíveis como por vezes imaginamos ser. Temos um desamparo existencial primordial desde o início dos tempos das nossas jornadas como humanos neste plano, estando à mercê de forças incomensuráveis e incompreensíveis do universo. Somos animais assustados nas nossas mais profundas bases, com receio de que alguma catástrofe real e possível possa de uma hora para outra nos destruir por completo. Terremotos, cataclismos, tsunamis, pragas, vírus e bactérias a todo momento nos rondam de modo obscuro. Este ano nos mostra que a vida pode ser muito breve e que para existirmos bem precisamos definitivamente ter qualidade no nosso agora.

O ano de 2020 também nos ensinou sobre a necessidade de voltarmos para dentro de nós mesmos e este certamente foi um dos grandes chamados da atualidade. Apesar de ter sido um alerta mais do que necessário como atitude de sobrevivência para todas as áreas da vida, muitos aguentaram e outros literalmente não suportaram, colapsando de diversas maneiras.

Com isso, nesses novos tipos de clausuras impostas, a necessidade de libertação para o que significa literalmente viver bem surge como uma urgência imediata.

Com o advento da Covid-19, a tendência forte é que situações mal resolvidas venham à tona, não havendo mais espaço físico e nem interior para suportá-las, e nem motivos para postergá-las. No ano de 2020, a vida pede passagem, não apenas para vencermos a Covid-19, mas também para nos honrarmos em tudo o que se fizer necessário.

Com o confinamento, adoecimentos mentais se tornaram mais evidentes, bem como situações de perigo emocional e de vida tiveram menos espaço para se perpetuarem. Inúmeras pessoas vítimas de assédio, violências sexuais e emocionais estão conseguindo atravessar as barreiras do receio da exposição e mesmo humilhadas e assustadas estão conseguindo denunciar o que jamais deveria ter acontecido nos bastidores da vida, quer seja no trabalho, em casa, em circuitos familiares, sociais e em outros tipos de sistemas.

Menina branca deitada com braços embaixo da cabeça.
M. / Unsplash

Os véus caem e os abusos de poder de toda ordem são denunciados enquanto a humanidade indignada e em comum acordo faz uma aliança de afeto e de proteção às vítimas. Já é hora. Quanto mais despertos, melhor!

Precisamos estar juntos denunciando, acolhendo e cuidando das vítimas e mesmo dos assediadores, quando isso for possível. Precisamos mais do que nunca sanar sociedades adoecidas que há anos alimentam tais tipos de violência, banalizando o mal.

Cada um de nós pode dar o seu melhor nesse tema em que somos todos corresponsáveis. Assim como com a Covid-19, precisamos aliar forças estando lúcidos para erradicar esse tipo de mal de todo o planeta, sendo isso plenamente possível, quando estamos despertos, dando amor e limites saudáveis.

Psicólogos, psiquiatras, grupos de ajuda e de apoio, jornais, mídias, artigos, autoridades judiciais e governamentais têm obrigação de cada vez mais terem conhecimento de que abuso emocional, sexual e assédio são reais e extremamente perigosos, ajudando a combater esse mal que há anos vem assolando a sociedade, inclusive provocando feminicídios e violências de toda sorte.

Parabéns às pessoas que nos dias de hoje têm a coragem para denunciar toda sorte de violência.

Desejo que 2021 seja o ano da liberdade, da força e do apoio.

Que em 2021 toda a sociedade continue caminhando para que a justiça aconteça e que possamos entrar numa era de mais amorosidade, empatia e ajuda mútua.

Que estejamos alertas sem abrir mão dos nossos direitos com plena consciência do que é abuso, erradicando qualquer tipo de cilada emocional.

Quanto mais despertos, melhor!

Fonte: Eu Sem Fronteiras

Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: UM VIVA AO DESPERTAR DA CONSCIÊNCIA E A DEFESA PELA CORAGEM E A CERTEZA QUE A VERDADE VIRÁ À TONA CADA VEZ MAIS RÁPIDO EM 2021

AUTOCONHECIMENTO:

Nesta sexta-feira, aqui na coluna AUTOCONHECIMENTO trago um texto maravilhoso para as pessoas buscadoras que estão passando pelo despertar da consciência e querem entender o que os espera em 2021. Saber que este é o ano do crescimento da compreensão, de muita luz, uma viagem de descobertas, uma poderosa personificação da maestria e cura para você e o mundo. Então, convido você a ler o texto completo a seguir, refletir e fazer o seu juízo de valor!

O crescimento da compreensão para 2021

Mensagem canalizada em 2 de Janeiro de 2021 – Lord Melchizedek

Saudações, Eu sou Lord Melchizedek, eu venho com a energia coletiva e amorosa dos Mestres Ascensionados nos planos internos. Queremos compartilhar com vocês intuições e ideias para apoiar seu crescimento e entendimento em 2021.

A jornada de 2020 foi confusa e desestabilizadora para muitas pessoas na Terra, bem como trouxe clareza, uma nova visão e um aprofundamento do autoconhecimento. Embora não esteja claro para muitas pessoas do porquê certas situações se manifestaram durante 2020, um crescente saber e vontade de reconhecer a verdade do Criador está despertando.

O início de 2020 viu o ancoramento da Chama de Luz, uma poderosa onda de energia do Criador para amplificar a Luz ao longo do Universo do Criador e da Terra. A Chama de Luz prometeu criar mais Luz do que jamais foi experienciando antes na Terra. Portanto, um despertar e liberação do medo manifestado, a partir da Terra liberando o medo estagnado e a negatividade que estavam armazenados por múltiplos anos e até civilizações.

A única forma de realmente liberar o medo estagnado e a negatividade foi por meio da personificação da humanidade, cura e liberação da energia. Este processo continua e muitas pessoas estão dedicando seu tempo e serviço para apoiar e auxiliar na erradicação do medo da Mãe Terra.

Mestres Ascensionados, Seres Estelares e Arcanjos ancoraram Pilares de Luz na Terra ao longo de 2020, cada um representando um propósito e atuando como um ashram de sabedoria e conhecimento para todos na Terra acessarem. Cada Pilar de Luz é conectado, criando uma poderosa mudança de vibração para todos. Para se conectar com um Pilar de Luz, simplesmente escolha um Mestre Ascensionado, Ser Estelar ou Arcanjo com o qual você sinta conexão, peça ou mantenha a intenção de se alinhar com o Pilar de Luz deles ancorado na Terra.

Os Pilares de Luz dos Mestres abriram o caminho para ancorar o Projeto de Ascensão da Nova Terra durante 2020, presenteado pelo Conselho Cósmico dos 12 para ajudar a humanidade em reconhecer e experienciar novas oportunidades e possibilidades libertadoras. O Projeto cria um novo começo, permitindo aos seus sonhos e desejos se manifestarem para sua experiência em sua realidade.

Tudo é possível agora com a presença do Projeto. Embora ele tenha ancorado na Terra e em toda a humanidade, ele é somente ativado realmente quando uma pessoa cocria com o Projeto, focando em manifestar oportunidades e possibilidades, que pareciam inatingíveis anteriormente. O Projeto o encoraja a expandir sua mente, sonhar grande, aceitar seu poder e perceber que você pode manifestar poderosamente a vida que deseja viver.

Para se conectar e ativar o Projeto de Ascensão da Nova Terra, chame o Conselho Cósmico dos 12 para estar com você. Peça que eles o tornem consciente do Projeto de Ascensão da Nova Terra que já está ancorado em seu ser. Então permita-se experienciar a energia radiante, inspiradora, a orientação e ativações que o Projeto compartilha.


A Jornada de 2021…

A Jornada de 2021 vai oferecer muitas janelas de despertar e profundas conexões com o Criador. Você será encorajado pelo Criador e as mudanças ascensionais que estão acontecendo a olhar mais profundamente para dentro de si, com o propósito de trazer a presença sagrada interna para atuar em sua vida.

Você será convidado a examinar as áreas e criações de sua vida onde o fluxo divino do Criador não está presente. Trazendo a Luz do Criador para sua vida, ações e criações nunca foram tão importantes como agora. O Criador está convidando você a manifestar mudanças em sua realidade e a estar a serviço para os outros, a partir da sabedoria, intuições e verdade internas.

A mais importante pergunta que você pode se fazer ao longo de 2021 é, ‘Como eu posso cocriar com o Criador na minha realidade física e o que estou sendo guiado a criar?’

Criar a partir da verdade do seu ser, ao invés de sua mente, emoções, perspectivas ou crenças, irá se tornar uma viagem de descobertas, uma poderosa personificação da maestria e cura para você e o mundo. As mudanças já começaram a se manifestar em sua realidade e no mundo, esta vibração de mudança exige continuar.

Vai haver uma necessidade de descobrir métodos de ancoramento que sejam pessoais para você para manter seu equilíbrio e centro, conforme o seu mundo interno muda e o mundo ao seu redor começa a se alterar.

Examine e descubra as ações, pensamentos, pessoas e situações em sua vida que o ajudam a sentir-se ancorado na Mãe Terra e na verdade de seu ser. Conforme você estabelece um senso de estar ancorado e equilibrado, você irá criar clareza e paz dentro de si, que abrirão caminho para sua verdade interna se manifestar.

Outro convite feito pelo Criador para você examinar e contemplar durante 2021 é o entendimento de sua verdade interna. Você está sendo encorajado a alcançar um entendimento mais profundo do que é a sua verdade interna, como se comunicar com ela e a força que a impulsiona.

Ao final de 2021, você terá uma maior consciência e experiência da verdade do Criador residindo dentro de seu ser e também como ela se mostra como ação em sua realidade. Esta mudança poderosa na humanidade de olhar para dentro, irá criar muitas mudanças na consciência da humanidade, permitindo a velhos ciclos e modos de ser serem derrubados, criando novos entendimentos e comportamentos.

A Luz está constantemente encorajando mudança e o aparecimento da verdade, isto pode criar turbulência e sentimentos de instabilidade. É imensamente importante pedir e manter a intenção de estar alinhado com o Flxo Divino do Criador, bem como a orientação de sua alma.

Presentes para Auxiliar a Ascensão em 2021

Os planos internos e Mestres estão oferecendo uma variedade de apoio em forma de energia e consciência ancorando-se na Terra para estar a serviço da humanidade.

• Fluxo Dourado do Despertar

Presenteado pelo Conselho dos 144, um grupo de almas que mantêm a vibração do infinito e possui uma conexão poderosa com a Terra, o Fluxo Dourado do Despertar vai ser o primeiro a se manifestar.

Mantendo a vibração da Consciência Crística do amor como uma manifestação infinita, o Fluxo apoia a presença crescente do amor dentro de seu ser e a manifestação do amor dentro de todas as criações no nível físico. Você pode se alinhar com o Fluxo Dourado do Despertar para liberar e florescer seu amor próprio, alinhar tudo o que você é e faz com o amor, descobrir a vibração mais pura do amor e alinhar todo o seu ser, bem como entender o poder do amor, especialmente em suas manifestações.

O Fluxo Dourado do Despertar vai ser como um abraço caloroso, solidário e amoroso, permitindo uma limpeza suave em seu ser para trazer despertar, clareza e intuições.

• A Lei da Unidade

Mahatma, o Logo Cósmico, vai oferecer um modelo sagrado multidimensional que contém a energia e consciência da Lei da Unidade. Este modelo vai conter a Lei da Unidade da mais pura vibração do Criador, com o propósito de ativar a mesma coisa dentro de você.

A Lei da Unidade permite a você se lembrar de sua união com todos os seres do Criador, encorajando-o a usar a vibração da unidade para servir suas criações e serviço na Terra. O modelo contém um grande poder de iluminação, ao mesmo tempo em que cria um propósito de curar ideias falsas ou obsoletas de unidade e separação.

Uma crença na separação cria bloqueios e um distanciamento do Criador, a união permite a você expandir sua mente e seu ser para abraçar a presença do Criador internamente. Tire um tempo para contemplar a presença e o poder da união dentro de seu ser, ao fazer isso, quando estiver pronto, Mahatma vai chegar para compartilhar e ativar a Lei da União dentro de seu ser.

• A Verdade da Terra

Muitas civilizações atrás, a verdade da Terra foi acessada e aproveitada permitindo às almas co-criar em harmonia com a Mãe Terra. Isto manifestou o equilíbrio natural da Terra e da humanidade.

Esta informação e estes códigos estão agora começando a ser liberados mais uma vez na consciência da humanidade, depois de terem sido enterrados dentro da Terra. Isto oferece uma oportunidade de entender o propósito da Terra, porquê as almas encarnam aqui e como seguir em frente harmoniosamente em ascensão.

A Mãe Terra poderá lhe chamar para receber aspectos da Verdade da Terra, se ela fizer, Eu, Lord Melchizedek encorajo você a seguir seu chamado pois grandes percepções poderosas e despertadoras o aguardam.

• Despertando e Mudando Falsas Perspectivas

O dilema e a crença no certo e errado, bem e mal, falso e verdadeiro, vai exigir sua contemplação e atenção conforme essas crenças tornam-se fragmentadas e desaparecem para construir novas crenças nascidas da união, verdade e paz.

A humanidade vai ser encorajada a descobrir o perdão, agir sem julgamento, a habilidade de ser e permanecer com a mente aberta e a habilidade de amar o outro enquanto retém seu poder interno.

Um despertar e mudança em perspectivas vai manifestar uma suavização e abertura nos corações de muitos e uma união para co-criar novas crenças e uma nova realidade para as gerações posteriores. Tire um tempo para observar seus julgamentos, perspectivas, crenças e as estórias que você cria sobre si mesmo, sua vida e os outros.

• A Continuação de um Novo Começo

O Projeto de Ascensão da Nova Terra vai continuar a se desdobrar e influenciar as vidas de muitos ao longo de 2021. Durante 2020 você foi encorajado a pensar além das fronteiras e limitações que criou para si mesmo, para expandir sua mente e completar o que o faz feliz, alegre e completo.

O mesmo é essencial em 2021, é um momento  de expansão da mente para co-criar o que você realmente deseja experienciar na Terra. É um novo começo. Quando você se permite se conectar com a verdade, poder e sabedora internas, você vai se encontra sendo levado talvez numa nova direção.

A criação e experiência de realização é a chave. Para incorporar completamente e experienciar este momento de construção da experiência da realização para todos, é necessário primeiro saber e acreditar que você é merecedor de realização em todas as áreas de sua vida. Tire um tempo para contemplar o que a realização pareceria, como se sentiria e como ela poderia influenciar sua experiência.

Assim, você começa a acessar a energia da realização, alinhando-se a ela e entendendo o que é possível para você.

• O Poder da Verdade

Em 2021 o poder da verdade vai aparecer; isto vai ser ajudado por uma tremenda onda do poder do Criador fluindo para a Terra e todos os seres. Muitas pessoas poderão sentir uma batalha de controle de poder e o poder puro do Criador borbulhando de dentro delas.

Esta será uma limpeza muito poderosa para liberar o medo de poder que muitas pessoas têm dentro de si. Embora o resultado será uma habilidade maior de acessar o poder puro do Criador internamente, usá-lo em sua realidade, isto pode criar um atrito na Terra em cenários e situações, conforme as pessoas mudam por meio do processo de limpeza para se reconectarem com o puro poder do Criador dentro delas. Perceba as diferentes expressões de poder que você cria e que estão presentes no mundo.

Contemple e dirija seu foco para o puro poder do Criador dentro de seu ser e esteja atento à batalha de poder emergindo de dentro das outras pessoas. O Criador vai enviar uma pura onda de poder com tempo divino, você saberá quando ela estiver ancorando pois ela vai descobrir sua atenção como um ímã escaneia seu poder e o poder de outros que estão buscando a verdade.

Minha maior mensagem para você em 2021 é sua para criar o que quer que você deseje criar. O universo inteiro do Criador está presente para apoiá-lo.

Com amor eterno,
Lord Melchizedek

Natalie Glasson — Fonte: https://omna.org/

Fonte: Trabalhadores da Luz

Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO:

AUTOCONHECIMENTO: VOCÊ JÁ SE PERGUNTOU O QUE SIGNIFICA NÚMEROS IGUAIS?

AUTOCONHECIMENTO nunca é demais. Pelo contrário é através dele que vamos chegar a nossa plenitude. O destaque deste domingo nesta coluna é o significado de números iguais e/ou repetidos, tais como 11:11, 04:04, 14:14. Isso tem um significado real e muito importante na nossa vida. Saiba o porquê disso lendo o artigo completo e assistindo o vídeo a seguir!

O que significa 11:11?

Olá, Centelha! Você já reparou como os números iguais fazem parte do nosso dia a dia? Quem nunca bateu os olhos no relógio e aquele exato minuto correspondia a uma sequência de números iguais? E o que dizer quando vemos uma sequência de números repetidos em placas de carros, endereços de imóveis, em algum dado exibido em uma planilha…

Existem várias possibilidades de nos depararmos com números iguais ao longo do nosso dia. Mas você já se perguntou o que isso quer dizer?

Quando vemos uma sequência de números iguais, independentemente de qual número seja, significa que estamos no caminho certo do nosso despertar da consciência e expansão da nossa jornada temporariamente humana. O Universo está nos mandando uma mensagem através daqueles números. Cada pessoa deve pedir auxílio da sua Centelha Divina para saber interpretar a resposta do Universo. Por isso, é importante mantermos a nossa conexão com a Centelha Divina, pois é ela quem sabe indicar o caminho, a solução ou o que fazer em cada situação da nossa vida. Confie na sua Centelha Divina e não no “outro” para lhe dar a resposta correta. Lembre-se que a solução para tudo está dentro de você!

O poder dos números

Quando você estuda alquimia, você percebe que o número 1 é o número do Todo, que nós fazemos parte do Todo e tudo o que existe faz parte da Consciência Matriz, a consciência da Fonte Criadora que se transformou em Tudo. O número 1 é muito poderoso, porque ele representa a unicidade do Ser, sendo que tudo o que existe é uma coisa só.

De acordo com a Numerologia, cada número ou valor numérico tem a sua própria vibração, afinal, tudo no Universo está vibrando, até mesmo os números! Cada número possui a sua essência individual e indica algum acontecimento ou traço de personalidade. Dessa forma, os números não são meros algarismos, eles são as representações numéricas de determinadas energias, podendo vibrar no polo positivo ou no negativo.

Desde os primórdios da humanidade, utilizamos os números para realizar previsões e buscar o significado para as nossas perguntas. Na Antiguidade, um dos maiores numerólogos foi o filósofo grego Pitágoras (571 a. C. – 570 a. C.). Para ele, tudo no Universo poderia ser entendido por meio de números. Por exemplo: os números determinam a harmonia de uma música, são ferramentas essenciais para os cálculos de engenharia… além disso, para um bolo dar certo, é necessário saber a quantidade de cada ingrediente que deve ser utilizado na receita. E o que falar dos computadores e das combinações binárias que fazem a máquina interpretar os nossos comandos?

Pitágoras foi o criador da Numerologia Pitagórica, mas além dela, também existem outros tipos de Numerologia como a Chinesa, a Kármica e a Cabalística. Cada uma interpreta os números de determinada forma e apresenta os seus próprios significados.

O que significa o 11:11?

Neste artigo, vou dar atenção especial à sequência numérica 11:11.

Teal Swan*, uma autora norte-americana que estuda o autoconhecimento, diz que o 11:11 é conhecido como o “portador de luz”. O 11 é o primeiro dos números mestres, sendo o número mais intuitivo de todos, estando na mesma vibração que os reinos angélicos. E quando ele aparece de forma repetida, todo esse poder é intensificado. Querida Centelha, você pode interpretar 11:11 como o número supremo da confirmação.  Ele é comparável a um “SIM” do Universo.

O que isso quer dizer?

Quando vemos a sequência do 11, significa que, nesse exato momento, você está no caminho do despertar da consciência, no caminho que você decidiu antes desta vida e aquilo que você pensa, diz ou faz é confirmado pelo Universo como um todo. O 11:11 é a ligação entre polaridades. Alguns exemplos dessas polaridades são: o físico e o não físico. A escuridão e a luz. O conhecimento e a ignorância. O mundo das ilusões (onde nosso avatar habita) e o mundo superior (onde está o Eu Sou).

Ainda de acordo com Teal Swan, 11:11 é também o número supremo da canalização. A canalização é uma espécie de passagem entre a realidade física e não física. É como se fizéssemos um “download” de um arquivo disponível na “Nuvem do Todo”. Para entender mais sobre esse assunto, recomendo o vídeo do canal Temporariamente Humana chamado: Canalização.

Centelha, quando você vir a sequência do número 11, significa que você está na posição perfeita para canalizar, receber uma intuição ou orientação da sua Centelha Divina. É um sinal de elevação de consciência.

Quando isso acontecer, tenha em mente que:

  • A sua Centelha Divina, os anjos ou seres de luz estão dizendo “sim” para você.
  • Visualizar o 11:11 significa que o auxílio divino está pronto para te oferecer algo ou ajudá-lo naquele momento.
  • Ver o 11:11 é um incrível sinal do Universo. É um indício de que o seu desejo está para se realizar.
  • Sempre que ver essa sequência, aproveite para agradecer por todas as bênçãos que já existem na sua vida.
  • Além disso, quando se deparar com o 11:11, aproveite para fazer um pedido naquele momento.

Mas, fica aqui uma observação importante: ver o 11:11 (ou qualquer sequência de números repetidos) deve ocorrer de forma natural, não é para ficar olhando o relógio esperando essa hora aparecer 😉

Se deparar com números iguais (seja o 11:11, 04:04, 14:14 etc) significa que você está em sincronia com o Todo. Essa sincronicidade acontece quando você está no caminho que deveria estar. Então, minha querida Centelha, siga a sua jornada sem deixar se dominar pelo medo, afinal, você faz parte do Todo e tudo é possível desde que a gente acredite.

Fonte: temporariamentehumana.com

Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: VOCÊ JÁ SE PERGUNTOU O QUE SIGNIFICA NÚMEROS IGUAIS?

AUTOCONHECIMENTO: O DESPERTAR DA NOSSA DIVINDIDADE PASSA PELO ALINHAMENTO DOS PENSAMENTOS E EMOÇÕES À MATRIZ DIVINA

O despertar da consciência humana é o nosso destaque desta quarta-feira, aqui na coluna AUTOCONHECIMENTO. Você vai ver no artigo a seguir um estudo completo sobre o alinhamento dos pensamentos e emoções à matriz divina que manifestam nossa Perfeição com leveza, harmonia e glória a caminho para o Despertar da nossa Divindade. Portanto, convido você a ler esse texto maravilho e muito bem escrito por Celso Costa.

A Sétima Chave | O Despertar

Mulher abrindo a janela com luz refletindo
123RF | lzflzf

Chegamos à nossa sétima e última Chave da Série Caixa Preta. Como podemos perceber, para acessar nosso Centro Criador, precisamos entender que a caixa preta não se limita ao cérebro mas no alinhamento cérebro X coração. Pensamentos e Emoções alinhados à Matiz Divina manifestam nossa Perfeição com leveza, harmonia e glória. Equilibrar esses dois centros é a chave mestra que abre todas as portas. Sobretudo, é o caminho para o Despertar da nossa Divindade.

No primeiro texto que escrevi no Eu Sem Fronteiras, falei do poder das frequências sonoras, com o título A Caixa Preta e os Florais Sonoros. Definitivamente esse é o fundamento dos fundamentos. Tudo o que há é uma composição sonora formatada pelos nossos pensamentos e emoções. É por isso que algumas formas são harmônicas e outras não. Tendo em vista que somos nós que interferimos no universo interno e externo, nada mais justo que aprendermos a usar as frequências sonoras dos nossos sentimentos alinhadas ao poder da palavra para reconstruirmos nosso mundo. Para trazermos à realidade o que tanto almejamos, a Plenitude do Amor.

Homem com rosto no chão sujo de terra e flores em volta

Fernando Cabral / Pexels

Todos podem alcançar esse estado de liberdade, alegria e leveza tão buscado que gosto de chamar de Mente do Cristo Interior. O despertar da consciência tão familiar para os monges budistas, lamas, yogues, dervixes e tantos outros buscadores é atingido, mas é passageiro. São momentos de unidade e felicidade plena (Ananda) desse estado também chamado de Samadhi, Satori, Budato ou Consciência Crística, que uma vez vivenciado jamais pode ser esquecido. Ele transforma plenamente sua vida. E uma das mais poderosas ferramentas de conexão com a divindade interior são os mantras.

A palavra mantra é de origem sânscrita e significa controle da mente, aquietamento ou instrumento para silenciar o pensamento (man = pode ser traduzido como mente, pois significa pensar, ser pensante, substância e corpo mental | tra deriva da palavra trana, libertação ou instrumento, alavanca). Segundo Sivananda, deriva da palavra trayate, que significa liberar-se. Mas não só silenciar como também acessar os mistérios do Universo.

Seu plural é “mantram”, mas no Ocidente tornou-se comum utilizar “mantras”. Segundo historiadores e antropólogos, os mantram originam-se em povos de cultura arcaica e sociedades primitivas ou tribais cujos curadores e sacerdotes recebiam o nome genérico de xamã.

A palavra xamã é adotada pela antropologia como saman, que significa “inspirado pelos seres invisíveis”. São os xamãs genericamente chamados de magos, curandeiros ou feiticeiros que usam técnicas diversas com sons de poder e cânticos para seus povos e para si mesmos com o intuito de obter mais felicidade, saúde, transcendência, iluminação e interação com seus deuses e seres divinos da natureza. Durante séculos o xamanismo espalhou-se pelo mundo e com ele as práticas mântricas. Sua utilização é hoje mais conhecida na Índia, mas ainda há muito mais a ser falado em nossa trilha rumo à metafísica do som.

Mulher em meio a natureza com braços abertos meditando

Lucas Pezeta / Pexels

OM, a palavra sagrada dos hindus, é uma das mais antigas que se conhecem. Há mais de 5 mil anos, provavelmente na Suméria antiga, Om era conhecido e utilizado como uma palavra secreta pelos místicos e sacerdotes sumérios. Quando as tribos indo-arianas foram da Suméria para o norte da Índia, elas levaram consigo o OM, a palavra secreta e preciosa. Nas escrituras indianas mais antigas conhecidas, OM sempre tem um lugar de proeminência. Quase todos os mantras e hinos são iniciados e terminados com OM. Também é utilizado sozinho, como mantra, sendo considerado o mais poderoso, segundo Swami Vishnu Devananda. A sílaba OM é considerada o som primordial do Universo (uni = Deus/Deusa | verso = manifestação). Assim, pode-se afirmar que Om é o princípio, meio e fim. É a totalidade. Segundo o Mandukya Upanishad, Om é aquele que existe, que existiu e sempre existirá. É chamado na Índia por mátriká mantra, o som matriz, matriarcal, que tudo originou.

A origem dos mantram na Índia nos leva também a esse passado milenar, quando os yogues que viviam em profunda meditação ou autoinvestigação, chamados sadhus, praticavam sons com os mais variados objetivos, sendo o principal deles o reconhecimento do ser, o aquietamento mental, a concentração e o Samadhi – Iluminação. Após várias gerações da prática mântrica, os sadhus empiricamente determinaram a língua sânscrita como ideal para a vocalização dos sons, que eram repetidos à exaustão e, se funcionassem, eram incorporados à tradição.

As mais antigas referências escritas sobre os mantram encontram-se nos vedas, textos sagrados do Oriente, surgidos entre 6000 e 2000 a.C. A palavra veda deriva da raiz vid, que significa compreensão ou sabedoria. Esses textos foram escritos em sânscrito arcaico e se dividem em quatro partes: Rig, Sama, Atarva e Yajur.

Os mantram trabalham diretamente com os aspectos mentais, direcionando e concentrando todo o poder mental numa meta ou objetivo. Muitos deles têm o poder de proporcionar satisfações como realização no amor, prosperidade, boa saúde e popularidade. Há também os que atuam contra o estresse, os que acalmam, aumentam ou reduzem batimentos cardíacos e até mesmo os que ajudam a afastar agressores. Dentro do hinduísmo existem também aqueles que se dedicam ao mantra yoga, uma das mais antigas ramificações do yoga. Eles se baseiam na vocalização dos sons ensinados pelos seus mestres, que conheciam as frequências sonoras e seus poderes de atuação sobre o corpo, a mente e o despertar da energia suprema da vida (Prana para os indianos, libido para Freud e chi para os chineses). Ao longo dos séculos, os mantram foram ganhando força pelo inconsciente coletivo ou egrégora (força da repetição).

Essa prática nos leva a acalmar a atividade mental e a estabilizar os pensamentos, acionando assim outras percepções e nos colocando em contato com a nossa essência. A constante prática mântrica conduz a um estado introspectivo, silencioso, que possibilita um diálogo interior com o que existe de mais essencial em nosso ser, o mano-bindu, ou seja, com o nosso centro real, em que opera o purusha (consciência). À medida que nos aprofundamos nas práticas mântricas, atingimos um elevado grau de autoconhecimento e desenvolvemos a intuição, tornamo-nos mais sensíveis, receptivos e menos racionais.

Os efeitos dos mantram são percebidos em nosso corpo por causa da chamada ressonância ou “simpatia” do som, que libera vibrações poderosas no organismo. A ciência que pratica os mantram e sua metafísica é chamada, na Índia, de sphotavada pam. Nessa ciência o mantra é um único fonema ou série de fonemas combinados de acordo com esquemas transmitidos pelos mestres a seus discípulos.

Aquele que conhece o segredo dos sons conhece o mistério de todo o Universo, pois o som divino é a causa de toda criação. -sufi Hazrat I. Khan

Genericamente todas as palavras são mantram, porque aquilo que falamos ou pensamos é dotado de força. Assim, quando ofendemos alguém, criamos uma força energética negativa contra essa pessoa e contra o ambiente onde estamos inseridos, por ressonância de campos. Fazer um insulto faz mal a quem fala, a quem ouve e àquele de quem se fala, mas os mestres do passado esclarecem que quem emite é o maior prejudicado por ser o propagador.

Mulher sentada em posição de lótus com sol refletindo ao fundo

Cottonbro / Pexels

Os objetivos dos mantram são os mais variados possíveis. Podemos até generalizar dizendo que para todas as finalidades existe um mantra. O mantra é uma “forma física” poderosa, constituída de sílabas com vibrações psicofísicas dotadas de propriedades energéticas. Os objetivos principais são:

• Poder de remover ignorância (avidya);

• Poder de revelar verdades (oharma);

• Poder de purificação interna (kriya);

• Poder de realizar a libertação (moksa).

A vocalização de sons mântricos não é um procedimento restrito às tradições hindus, como se costuma pensar. Os muçulmanos entoam orações bastante ritmadas, acompanhadas por um tasbeeh (espécie de terço). Os católicos romanos também possuem mantram em latim e suas preces costumam ser contadas num rosário. Os monges beneditinos são um exemplo claro da força dos mantram, pois em seus cantos gregorianos se utilizam do poder das palavras em notas, oitavas e frequências específicas, conhecidas como as seis frequências mágicas. Existem mantram egípcios, xamânicos, celtas, cabalistas e rúnicos, todos dotados de enorme poder invocativo, gerador e transformador de energia mental. Em sua maioria são em línguas mortas, como latim, aramaico, hebraico arcaico, sânscrito, que por serem inalteradas preservam a força da tradição.

A palavra mantra tem, além disso, outras acepções: linguagem sagrada, sentença, texto, hino védico, oração, reza, feitiço, conjuração, verso ou fórmula mística de encantamento etc.

Um mantra é um símbolo, a realidade simbolizada e o signo que simboliza.

Existe uma correspondência oculta entre as letras, as sílabas e os órgãos sutis do corpo humano, e também entre esses órgãos e as forças latentes ou manifestas no cosmo.

Mircéa Éliade

Homem sentado em posição de lótus com arco de flores ao fundo

Ruslan Alekso / Pexels

Todas as escolas de mistérios, como as rosacrucianas, gnósticas e egípcias, tanto nas Américas como na Europa, utilizam as práticas mântricas nos graus mais adiantados de seus ensinamentos e iniciações. Elas estudam o chamado “verbo divino”, que, segundo o conhecimento oculto, foi utilizado na criação do Universo. Esse verbo é conhecido de diversas formas, entre alguns povos, como:

• para os egípcios: palavra de Ptah;

• para os arameus: palavra de Marduk;

• para os gregos: Logos;

• para os nórdicos: o sopro de Odin;

• para os ocidentais: Luz ou Fiat Lux;

• para os hebreus: Menra.

Para nosso propósito, vamos focar no Egito, cuja prática do Poder do Verbo é conhecida como Dabraká. Esses sons sagrados fazem parte das antigas tradições, a escola de Ptah Otep e a sabedoria da Ferish, baseadas nas origens da kabbalah judaica e no Cabalion, texto de Hermes Trimegisto, o três vezes grande. Essa sabedoria, que por muito tempo foi considerada secreta, é hoje conhecida como Kabash e divulgada no Ocidente por escolas místicas. Na lista abaixo, são conhecidas como práticas de força e poder.

Antes de usar um Dabraká, é preciso ter em mente que o mesmo não poderá ser usado levianamente, sob o risco de acabar atraindo energias densas. Também aconselha-se a lavar as mãos antes dos exercícios. Deve ser praticado uma vez por dia, de preferência ao deitar-se e por um período máximo de dez minutos. Pode ser repetido mentalmente no chacra frontal ou mesmo mantralizado. Aconselho a sempre seguir os exercícios do texto anterior da Chave 6.

Mulher entre a natureza com mãos para o alto e sol iluminando-a

RF._.studio / Pexels

Abitoj – aaaabiiiiiiitooooojjjjj… Para entrar em contato com a natureza individual. Pratique sentado em silêncio.

Azu Birí – aaaazuuuubiiiiiirííííí… Para nos tornarmos mais tolerantes e plenos. Pratique em pé com uma vela acesa atrás de seu corpo para que possa observar a própria sombra.

Ummmmm Shet – muuuuu sheeeeee ttttttt… Para administrar o estresse. Durante a prática os braços devem ficar unidos no peito em forma de X.

Mishalá – miiiii shaaaaaa lááááááá… Para eliminar traumas passados. A prática deve ser à noite, com o olhar dirigido a uma vela.

Abturá – aaaaabbbbtuuuuuráááááá… Para obter bons auspícios (bênçãos) na gravidez. A gestante o pratica com as mãos sobrepostas na barriga.

Shumajet Ati – shuuuuumaaaajeeeeettttt aaaaatiiiii… Para facilitar a interpretação de sonhos. Pratica-se sentado enquanto se observa a chama de uma vela, para recordar as imagens do sonho.

Baraká – baaaaa raaaaaa kááááá… Mantra máximo dessa tradição auspiciosa que nos traz sentimentos de paz emocional. Para entoar esse mantra, coloque-se de frente para o sol e com as mãos cruzadas sobre o peito.

Ja Ha Nut Ané – Este dabraká deve ser utilizado para conseguir o autocontrole, principalmente quando se está ficando irritado com facilidade. A pronúncia correta é “JA RÁ NUTI ANÊ”. A postura indicada na prática desse Dabraká é de joelhos. Pode-se acender uma vela ou apenas imaginar uma luz na sua frente e próxima a você.

Tzair Abú – Este dabraká deve ser utilizado para limpar o corpo de energias densas, dar clareza à mente e equilibrar as emoções. A pronúncia correta é “TIZAIR ABÚ”. Depois que tomar banho e antes de sair do chuveiro, enquanto se concentra no Tzair Abú, permanecer alguns minutos deixando cair água sobre a cabeça. Depois incline um pouco o corpo e deixe a água cair sobre as costas, na região próxima aos rins.

Zi Emej – Este dabraká é indicado para quem está com dor na coluna ou de cabeça. A pronúncia correta é “ZI EMEJE”. Este Dabraká deve ser utilizado para transmitirmos energia e auxiliarmos na cura do próximo. Caso o problema seja na coluna, coloque a mão direita na dor e a esquerda levantada. Mentalizar na mão direita o ZI e na mão esquerda o EMEJ.

Sha Bar Atzi – Este dabraká é indicado para dar paz nos sonhos, melhorando a qualidade dos mesmos e combatendo a insônia. A pronúncia correta é “SHAR BAR ATIZI”. Quando seus filhos dormirem, entre no quarto e aponte seus dedos indicador e maior da mão direita em sua testa. Concentre-se no Sha Bar Atzi e pense: “Siga sonhando, filho. Que seus sonhos sejam harmoniosos e te levem a um futuro de felicidade”. Também pode ser aplicado a qualquer pessoa por quem se tenha algum sentimento.

Mulher meditando em pé com pé apoiado em joelho de olhos fechados

RF._.studio / Pexels

Esses são apenas alguns exemplos práticos que você pode começar a utilizar agora mesmo. A laringe tem uma íntima relação com as nossas energias criadoras, por isso ela é como um útero. Quando passamos a ter Consciência de como é poderosa essa energia, cuidamos mais do nosso verbo. Não nos cabem mais as palavras inarmônicas, arrítmicas, palavras de maldição, fofocas e as maledicências. Com a mesma língua, bendizemos e amaldiçoamos nossos semelhantes, que são a imagem e semelhança da Perfeição da Fonte. Ninguém tem o direito de julgar ou condenar ninguém! Nenhuma fonte produz água salgada e doce ao mesmo tempo. Não se pode estar percorrendo o Caminho e falar palavras doces e amargas de uma vez.

No ventre, o som, a vibração da voz da nossa mãe, o seu ritmo cardíaco, as suas ondas emocionais, a orquestra dos seus órgãos em funcionamento, das células que nascem e morrem começaram por ser o nosso primeiro contato com a riqueza vibracional do mundo exterior.

A vibração sonora é a matéria-prima com que criamos a nossa biblioteca de memórias, interiorizamos escalas de emoções, e geramos os primeiros padrões da nossa inteligência emocional, armazenando e edificando um conhecimento baseado nas entoações e expressões usadas pelos nossos pais e cuidadores, construindo assim a estrutura do nosso léxico emocional.

Tudo à nossa volta gera ondas, reação, vibração. Tudo vibra de fato. O corpo humano é uma caixa de som, um aparelho de ressonância capaz de produzir uma escala de 52 sons essenciais que constituem a base das frequências verbais. A palavra falada, apesar de emitida ao nível da garganta, reverbera em nosso corpo inteiro. A repetição de um mantra terapêutico, ou palavra de poder, vai limpando a memória cristalizada e sombria, reprogramando-a com uma mensagem mais positiva, saudável, feliz.

Mulher em posição de lótus meditando

Oluremi Adebayo / Pexels

Mentes que vibram de forma mais focalizada produzem harmonia e equilíbrio à sua volta.

Mas, antes de começar a usar os Dabrakás, você deve primeiro entender como a ressonância das suas palavras ressoa interiormente. Com essa auto-observação entenderemos exatamente que informações emitimos com nossas palavras.

Vamos fazer o seguinte exercício:

Fale em voz alta 7 vezes cada decreto e sinta a reação em seu corpo:

EU SOU FELIZ!

EU SOU ABUNDANTE!

EU SOU ABENÇOADA(O)!

EU ME AMO!

EU SOU PRÓSPERA(O)!

Não julgue. Apenas se observe e anote as sensações. Não importa o que quer, mas como se sente. Quando você fala, está emitindo um sinal claro, uma frequência de vibração, que ressoa em todo o corpo quando verbalizado com ênfase e propósito. Quando a palavra não vibra confortavelmente, significa que temos crenças a serem transmutadas. Anote tudo.

FUNIL

Agora pegue suas anotações e vamos à segunda parte:

Sensações desagradáveis: para polarizar, precisamos criar frases que transmutem cada uma das sensações desagradáveis. Exemplo: se você disse eu sou próspero e sentiu aperto no coração ou qualquer desconforto, pode mudar o comando para Eu Sou a Transmutação Imediata de todo limite criado pela minha consciência externa.

Faça os novos decretos de polarização, se observe e anote;

Se ainda tiver sensações desagradáveis, vá fazendo o funil com novos comandos de polarização até restar um decreto com uma sensação confortável e segura;

Sensações equilibradas: significa que o decreto ressoa e gera resultado de alteração vibracional.

Absorva as informações que entram em seu campo nesse eterno agora e transforme-as em oportunidades de mudar a si mesmo(a) e a todas as pessoas que entrarem em seu campo. Até porque isso é inevitável. Quanto mais alto estiver o seu padrão vibratório, mais pessoas se aproximarão de você para saber mais sobre a plenitude da vida.

Como disse no texto anterior, não poupe esforços na prática dos exercícios propostos. Eles são baseados em exercícios milenares da arte da magia hermética presentes em meus livros “Alquimista Quântico” e “Terapeuta de Verbopuntura”. E, sim, funcionam. Centenas de milhares de pessoas já foram beneficiadas pelas informações e técnicas das Sete Chaves da Caixa Preta. Chegou a sua vez.

Sem o domínio do Poder do Verbo, teremos muita dificuldade em viver a plenitude com que nascemos para trazer à realidade.

Se quiser saber mais sobre o domínio das Frequências Sonoras, é só visitar meu site. Tem muito mais informações disponíveis, depoimentos, vídeos e afins.

Muita Luz e Amor nesse novo começo.

Transcenda-se com leveza!

Até logo menos.

Celso Costa
Escrito por Celso Costa

Fonte: Eu Sem Fronteiras

Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: O DESPERTAR DA NOSSA DIVINDIDADE PASSA PELO ALINHAMENTO DOS PENSAMENTOS E EMOÇÕES À MATRIZ DIVINA

AUTOCONHECIMENTO: UM CONVITE PARA O DESPERTAR DA CONSCIÊNCIA

A análise do texto a seguir tem como objetivo te fazer um convite para o simples despertar da consciência através de questionamentos simples como: quem somos nós? Essa introspecção, um mergulho dentro de si mesmo(a), que vai ajudar nesse despertar se volta. Por isso nada tema, o caminho é único e sem volta. Siga em frente, leia esse texto, reflita e faça o seu juízo de valor!

Quem somos nós?

Mulher sentada em uma rocha olhando para o horizonte
Arthur Brognoli/Pexel

Quando não nos visitamos, pouco a pouco a nossa percepção vai sendo minada até acharmos normal uma vida medíocre e sem qualidade. Quando não nos apropriamos de nós mesmos funcionamos num limiar de baixíssima consciência.

A formatação do viver dentro de determinados conceitos planta em nós a ilusão de tudo que não somos, e em muitos a ideia de que a tudo podem controlar. A verdade é que não estamos aptos a controlar nada enquanto formos frutos inconscientes de outros tipos de controle que nos controlam à revelia.

A proposta para despertar é o agir de modo simultâneo e consciente, ora como participante ativo inserido dentro de um suposto contexto, ora como observador, porém sem jamais se perder em supostos cenários.

Mulher deitada em uma mesa com os olhos fechados ao lado de um vaso

Valeria Ushakova/Pexels

Até podemos participar de ideias e ideais que não nos pertencem, mas apenas por alguns momentos e sempre com um pé em nosso próprio filme existencial.

Durante os processos terapêuticos e muitas vezes quando a pessoa vem em busca da terapia, ela pode passar pela melhor crise da sua vida, a crise da disrupção, do despertamento e do descolamento dos cenários ilusórios nos quais foi formatada. Uma passagem delicada pela sensação de estar beirando um colapso, em que a percepção momentânea é a de se sentir em total ruptura com o rumo da própria vida. Muitas pessoas que passaram por bornout, crises depressivas e síndromes de pânico conhecem bem esses significados.

A verdade é que nascemos e permanecemos em espaços aparentemente herméticos e estruturados dentro das mais diversas leis e sistemas. Ora estamos dentro de algum contexto familiar, ora mergulhados dentro das leis de um trabalho ou em alguma outra situação sociocultural que sempre nos exige regras e mais regras sobre como supostamente deveríamos agir.

Mulher sentada em uma montanha olhando para as montanhas
Luis Fernandes/Pexels

Regras em geral não são más, ao contrário, facilitam a nossa vida em vários sentidos, porém não nos devemos esquecer de que todo excesso pode se tornar insalubre.

O maior risco que podemos correr, se estivermos por demais dentro desse padrão de funcionamento, é um distanciamento ou mesmo a falta de conhecimento de quem se é, e por fim o aprisionamento do essencial numa trama que ao atar também pode tirar oxigênio e cega

Processos vivenciados em EMDR auxiliam a entrar em contato com o eu interior, sempre abrindo espaço para que aconteçam importantes oportunidades de transformação. Trazendo possibilidade de um conhecimento único a respeito de nós mesmos, dos motivos pelos quais nos distanciamos de tudo o que somos, do nosso autorresgate e das infinitas possibilidades que todos nós temos de ir além do que nos ensinaram.

Que tal despertar?

Quanto mais despertos, melhor!

Silvia Malamud
Escrito por Silvia Malamud

 

Fonte: Eu Sem Fronteiras

Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: UM CONVITE PARA O DESPERTAR DA CONSCIÊNCIA

AUTOCONHECIMENTO: O DESPERTAR DA CONSCIÊNCIA E A MUDANÇA DE FREQUÊNCIA

Um texto curto, simples de grande sabedoria e luz para você que está no processo do despertar da consciência enxergar a mudança que está ocorrendo. Essa, aparente, mudança permite que a verdade seja revelada porque você está apenas vendo o que sempre esteve lá. Então lhe convido a ler o texto completo a seguir e enxergar essa verdade!

A Mudança que Ocorre no Despertar

Mensagem de 6 de Julho e 2020

A mudança que ocorre em um despertar é a abertura interior do coração, que permite que a verdade interior surja. Quando isso ocorre, você olha apenas uma vez para a superfície agora.

As pessoas pensam que mudam quando aprendem algo novo, mas a essência do que realmente está acontecendo é que há uma descoberta do que sempre esteve lá. Não é realmente uma mudança que ocorre, é uma mudança do pensamento ilusório da superfície, com a mudança sendo uma compreensão da verdadeira natureza da vida; começando com olhar para dentro de sua própria mente.

Você não pode conhecer a verdade se não conhece a si mesmo e não pode conhecer a si mesmo se não conhece sua própria mente. A razão pela qual é tão difícil para o coração se abrir para que você possa viver de maneira diferente é porque a mente não se acalma sem uma luta. Sua mente lhe dirá para olhar na superfície para sobreviver na vida, desde que seja agradável…

A auto-investigação não é agradável, especialmente quando foi iniciada, e é por isso que muitos hesitam em fazê-lo. É muito mais fácil e prazeroso não investigar e fazer o que é familiar, mas só há benefícios quando uma auto-avaliação honesta é feita. É necessário dar um passo no desconhecido, para que você possa conhecer a verdade de quem você não é.

A mente adota naturalmente o que é familiar porque é o que está na superfície, mas uma auto-avaliação honesta permite que a verdade seja revelada e suba à superfície, assim a verdade se torna o que é familiar.

Quando a verdade é o que está na superfície, o que acontece é que o véu da ignorância é removido e onde você estava cego, agora pode ver.

Não é uma mudança, é uma mudança que permite que a verdade seja revelada porque você está apenas vendo o que sempre esteve lá…

Mike Cupo
Fonte: http://in5d.com/ — Rafael Issa Gama e Marco Iorio Júnior — Tradutor e Editor exclusivos do Trabalhadores da Luz

Fonte: Trabalhadores da Luz

Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: O DESPERTAR DA CONSCIÊNCIA E A MUDANÇA DE FREQUÊNCIA

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar