Blog do Saber, Cultura e Conhecimento!

BOAS NOTÍCIAS: MEDICINA BRASILEIRA MERECE SALVA DE PALMAS POR SALVAR VIDA DE BEBÊ COM CARDIOPATIA GRAVE

A ciência e medicina tupiniquim merece uma salva de palmas pelo trabalho de alta precisão e delicadeza exigidos numa cirurgia de alto risco realizada, no mês de fevereiro, por médicos do Complexo Hospitalar de Niterói, no Rio de Janeiro, que salvou a vida vida de um recém-nascido diagnosticado com cardiopatia grave. Convido você a ler o artigo completo a seguir e conhecer os detalhes dessa história com final feliz.

Foi com uma réplica de coração, impressa em 3D, que médicos do Complexo Hospitalar de Niterói, no Rio de Janeiro, salvaram a vida de um recém-nascido diagnosticado com cardiopatia grave.

O pequeno Ryann nasceu com um estreitamento de uma das principais artérias do sistema circulatório, o que dificultava o bombeamento de sangue para o corpo, forçando o coração.

Como a cirurgia era bastante delicada e arriscada, os médicos optaram por imprimir uma réplica do coração do bebê e usá-lo para estudar a melhor forma de operá-lo. A cirurgia foi em fevereiro e o bebê teve alta em março, mas o sucesso do procedimento só foi divulgado agora.

Esse tipo de procedimento, inédito na rede privada de saúde do RJ, agora abre caminho para outras cirurgias delicadas.

Insuficiência cardíaca

Ryan foi diagnosticado com coarctação da aorta grave. Com o problema, ele sofreria com insuficiência cardíaca, dificuldade para respirar e má circulação e oxigenação do corpo, condições que poderiam levar o recém-nascido à morte.

Os médicos identificaram a solução para o caso de Ryann, que era fazer um enxerto na aorta, numa cirurgia de altíssima precisão.

Com exames de imagem do coração, a equipe tinha todos os detalhes em 3D do órgão na tela, mas precisaria ter algo a mais em mãos para as chances de sucesso serem maiores.

“Nesse caso específico, a peça contribui muito para que possamos ter a visão anatômica em tamanho real do coração pediátrico para o planejamento correto da cirurgia proposta”, explicou a cardiopediatra e gerente médica do Serviço de Cardiologia Pediátrica do CHN, Aurea Grippa.

A cirurgia do dia 22 de fevereiro foi considerada bem-sucedida. O bebê passou 14 dias internado na UTI neonatal e teve alta no dia 4 de março.

Segundo os médicos, Ryann poderá levar uma vida normal, sem nenhuma sequela.

Um salve para a nossa medicina!

Coração preciso, impresso em 3D - Foto: arquivo pessoal
Coração preciso, impresso em 3D – Foto: arquivo pessoal

Por Monique de Carvalho, da redação do Só Notícia Boa. – Com informações de São Gonçalo RJ.

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: MEDICINA BRASILEIRA MERECE SALVA DE PALMAS POR SALVAR VIDA DE BEBÊ COM CARDIOPATIA GRAVE

MOMENTO ESPETACULAR: O MARS FAZ PRIMEIRO VOO CONTROLADO E MOTORIZADO EM OUTRO PLANETA

A nossa homenagem desta quinta-feira, aqui na coluna MOMENTO ESPETACULAR vai para o primeiro voo controlado e motorizado em outro planeta. O Mars, helicóptero da NASA fez história para a aviação ao permanecer no ar no extremamente fino ar vermelho do Planeta Vermelho por 39 segundos e na última sexta-feira o Ingenuity subiu para cinco metros, depois foi levado a novos limites. Saiba quais são esses limites lendo o artigo completo a seguir. 

Veja o helicóptero da NASA Mars fazer história da aviação: o primeiro voo controlado e motorizado em outro planeta

Quando o rover Perseverance da NASA pousou em Marte há dois meses, ele o fez com um helicóptero preso à sua barriga. Agora, o Ingenuity Mars Helicopter fez história como o primeiro a realizar um voo motorizado e controlado em outro planeta.

Em 19 de abril , o helicóptero subiu três metros acima do fundo de uma cratera, permaneceu no ar no extremamente fino ar vermelho do Planeta Vermelho por 39 segundos, então desceu para um pouso preciso em seu ponto de decolagem.

O helicóptero de 4 libras está sendo usado como uma demonstração para ajudar a determinar se futuras explorações em Marte poderiam incluir uma perspectiva aérea. Isso significa muito mais testes de voo para este helicóptero.

Na sexta-feira, o Ingenuity subiu para cinco metros, depois foi levado a novos limites: voar para o sul por 84 metros, passar por cima de rochas e pequenas crateras – e tirar fotos por todo o caminho .

ASSISTA o vídeo da NASA do primeiro voo histórico do Ingenuity abaixo.)

Fonte: Good News Network

Continuar lendo MOMENTO ESPETACULAR: O MARS FAZ PRIMEIRO VOO CONTROLADO E MOTORIZADO EM OUTRO PLANETA

TECNOLOGIA: ELETRODOS EM BATERIAS DE LÍTIO CONTENDO COBALTO PODE SER REUTILIZADOS APÓS UM PROCESSO ESPECIAL

Um aumento estimado de 25% em todo o mundo na fabricação de baterias recarregáveis ​​a cada ano, como consequência da proliferação de carros elétricos, smartphones e dispositivos portáteis provocou uma pesquisa para a reutilização de eletrodos em baterias de lítio contendo cobalto após um processo especial. Ao ler o artigo completo a seguir você vai saber como isso é possível!

As peças da bateria podem ser recicladas sem esmagar ou derreter, economizando matérias-primas valiosas

Pesquisadores na Finlândia descobriram que eletrodos em baterias de lítio contendo cobalto podem ser reutilizados após um processo especial.

Em comparação com a reciclagem tradicional, que normalmente extrai metais de baterias esmagadas derretendo-os ou dissolvendo-os, o novo processo – que satura os eletrodos com lítio – economiza matérias-primas valiosas e provavelmente também energia.

Aalto University

O problema das baterias recarregáveis

A proliferação de carros elétricos, smartphones e dispositivos portáteis está levando a um aumento estimado de 25% em todo o mundo na fabricação de baterias recarregáveis ​​a cada ano.

Muitas matérias-primas usadas nas baterias, como o cobalto, podem em breve se esgotar. A Comissão Europeia está preparando um novo decreto sobre as baterias, que exigiria a reciclagem de 95% do cobalto das baterias. No entanto, os métodos de reciclagem de baterias existentes estão longe de ser perfeitos.

Quase como novo

As baterias recarregáveis ​​de íons de lítio têm dois eletrodos entre os quais se movem partículas eletricamente carregadas. O óxido de lítio-cobalto é usado em um eletrodo e, na maioria das baterias, o outro é feito de carbono e cobre.

Nos métodos tradicionais de reciclagem de baterias, algumas das matérias-primas das baterias são perdidas e o óxido de lítio-cobalto se transforma em outros compostos de cobalto, que requerem um longo processo de refinamento químico para transformá-los novamente em material de eletrodo.

O novo método dos cientistas da Universidade de Aalto contorna esse processo meticuloso: ao reabastecer o lítio gasto no eletrodo por meio de um processo de eletrólise – comumente usado na indústria – o composto de cobalto pode ser reutilizado diretamente.

Os resultados, publicados em ChemSusChem j ournal , mostram que o desempenho dos eléctrodos recém saturado com lítio é quase tão boa como a dos feitos de material novo.

A professora da Aalto University, Tanja Kallio, acredita que com o desenvolvimento do método também funcionaria em escala industrial.

“Ao reutilizar as estruturas das baterias, podemos evitar muito do trabalho que é comum na reciclagem e, ao mesmo tempo, potencialmente economizar energia. Acreditamos que o método pode ajudar as empresas que estão desenvolvendo a reciclagem industrial ‘, diz Kallio.

Os pesquisadores pretendem ver se o mesmo método também pode ser usado com baterias de carros elétricos à base de níquel.

Fonte: Aalto University

Continuar lendo TECNOLOGIA: ELETRODOS EM BATERIAS DE LÍTIO CONTENDO COBALTO PODE SER REUTILIZADOS APÓS UM PROCESSO ESPECIAL

ECOLOGIA E MEIO AMBIENTE: CIENTISTAS DESCOBREM UMA FORMA DE RETER OS MICROPLÁSTICOS E RECICLÁ-LOS

O destaque desta sexta-feira, aqui na coluna ECOLOGIA E MEIO AMBIENTE, é a mais nova descoberta feita por cientistas da Universidade Politécnica de Hong Kong. Os microbiologistas descobriram uma maneira de usar bactérias para reter microplásticos, removendo-os do meio ambiente e tornando-os mais fáceis de reciclar. Os microplásticos são são pequenos fragmentos de plástico, com menos de cinco milímetros de comprimento. O que muita gente não sabe é que essas partículas – a princípio inofensivas – são os principais poluentes dos oceanos. Como exemplo temos as roupas de poliéster, que são compostas por fibras têxteis sintéticas de plástico. Durante a lavagem das roupas, por meio do choque mecânico, as partículas de microplástico se desprendem e acabam sendo enviadas para o esgoto, indo parar em corpos hídricos e no ambiente. Então convido você a ler o artigo completo a seguir e conhecer os detalhes dessa incrível descoberta!

Cientistas fazem a descoberta dos microplásticos, desenvolvendo um método para prendê-los e removê-los

Microbiologistas descobriram uma maneira de usar bactérias para reter microplásticos, removendo-os do meio ambiente e tornando-os mais fáceis de reciclar.

A nova técnica, desenvolvida por cientistas da Universidade Politécnica de Hong Kong, usa biofilmes bacterianos – uma substância pegajosa criada por microorganismos – para capturar partículas microplásticas. O biofilme é então processado e disperso, liberando as partículas microplásticas para processamento e reciclagem.

Os microplásticos são extremamente problemáticos e representam um grande risco para as cadeias alimentares e a saúde humana, de acordo com o pesquisador Yang Liu: “Eles não são facilmente biodegradáveis, onde são retidos nos ecossistemas por períodos prolongados. Isso resulta na absorção de microplásticos pelos organismos, levando à transferência e retenção de microplásticos na cadeia alimentar.

“Devido à sua grande área de superfície e capacidade de adsorção, os microplásticos podem adsorver poluentes tóxicos, como pesticidas, metais pesados ​​e resíduos de drogas em altas concentrações.

“Isso leva à toxicidade biológica e química para organismos nos ecossistemas e humanos após o consumo não intencional prolongado de tais microplásticos. Além disso, os microplásticos também são difíceis de remover em estações de tratamento de águas residuais, resultando em sua liberação indesejada para o meio ambiente. ”

Como funciona a técnica dos pesquisadores

Em mais detalhes, os pesquisadores usaram a bactéria Pseudomonas aeruginosa para capturar microplásticos em um biorreator. Esta espécie de bactéria é encontrada em todos os ambientes e já foi demonstrado que coloniza microplásticos no meio ambiente. Biofilmes de P. aeruginosa fazem com que os microplásticos se agreguem, eventualmente fazendo com que eles afundem. Em biorreatores, isso torna os microplásticos mais fáceis de coletar.

Depois que os microplásticos foram capturados pelos biofilmes e afundaram no fundo do reator, os pesquisadores usaram um gene de dispersão do biofilme, que fez com que o biofilme liberasse os microplásticos.

Liu explicou que isso “permite a liberação conveniente de microplásticos da matriz de biofilme, que de outra forma é difícil e cara de degradar, de modo que os microplásticos podem ser posteriormente recuperados para reciclagem”.

Levando o método para estações de tratamento de água

Microplásticos são partículas de plástico com menos de 5 mm de diâmetro. Eles podem entrar no meio ambiente por meio de várias fontes, incluindo a quebra de peças maiores de plástico, lavagem de roupas sintéticas, quebra de pneus de automóveis e resíduos de plástico diretamente da indústria. Os métodos atuais de descarte de microplásticos, como incineração ou armazenamento em aterro, são limitados e têm suas próprias desvantagens.

As próximas etapas da pesquisa, que foi publicada no Chemical Engineering Journal no início deste ano, estão movendo a prova de conceito do laboratório para um ambiente ambiental

Liu e seus colegas esperam que a técnica seja eventualmente usada em estações de tratamento de águas residuais para ajudar a impedir que os microplásticos escapem para os oceanos. Eles também precisam encontrar compostos naturais para estimular a dispersão do biofilme dos isolados bacterianos formadores de pró-biofilme, dizendo que “isso fornece uma base para futuras aplicações em estações de tratamento de águas residuais, onde os microplásticos podem ser removidos de uma maneira segura e ecologicamente correta.”

Pesquisas como essa, que poderiam reduzir a ‘plastificação’ de nossos ambientes naturais, são realmente boas notícias.

Fonte: Universidade Politécnica de Hong Kong

Fonte: Good News Network

Continuar lendo ECOLOGIA E MEIO AMBIENTE: CIENTISTAS DESCOBREM UMA FORMA DE RETER OS MICROPLÁSTICOS E RECICLÁ-LOS

TECNOLOGIA: CIENTISTAS DESVENDAM MISTÉRIO POPULARMENTE CONHECIDO COMO “EFEITO CASTANHA-DO-BRASIL

Finalmente foi elucidado o mistério da física envolvendo a castanha-do-pará, que intrigava os cientistas há muito tempo. O fenômeno popularmente conhecido como “efeito castanha-do-Brasil”, aborda qual é a rota traçada por castanhas-do-pará para estarem sempre no topo do mix de castanhas? Foi desvendado através de uma TECNOLOGIA 3D. Lendo o artigo completo a seguir você conhecerá como foi desvendado esse mistério!

 ATUALIZADO EM 
Aparentemente trivial, descoberta pode ter implicações para as indústrias alimentícia e farmacêutica – e até para a mineração (Foto: pictavio/Pixabay)Aparentemente trivial, descoberta pode ter implicações para as indústrias alimentícia e farmacêutica – e até para a mineração (Foto: pictavio/Pixabay)

Pela primeira vez na história, pesquisadores da Universidade de Manchester, na Inglaterra, desvendaram o mistério por trás de um fenômeno popularmente conhecido como “efeito castanha-do-Brasil”. A partir de tecnologia 3D, a equipe respondeu a uma pergunta que intrigava a comunidade científica – e a indústria – há anos: qual é a rota traçada por castanhas-do-pará para estarem sempre no topo do mix de castanhas?

À primeira vista, o trajeto não guarda enigmas e pode ser explicado pela Física, mais especificamente pelo conceito da segregação por tamanho. Por causa de seu formato irregular, em um mix de grãos, a noz brasileira costuma ficar “por cima” de outras castanhas (a de caju, por exemplo). Facilmente observado a olho nu, numa tigela ou pacote de nozes, o fenômeno ainda não havia sido rastreado em três dimensões – foi o que fizeram os cientistas de Manchester.

Na empreitada, o grupo conseguiu acompanhar o interior de uma mistura de castanhas-do-pará com amendoins. Enquanto a embalagem era repetidamente agitada, técnicas de tomografia computadorizada de raios-X de lapso de tempo capturaram como os grãos interagiram. “Isso nos permitiu ver pela primeira vez o processo pelo qual as castanhas-do-Brasil passam o amendoim para chegar ao topo”, relata Philip Withers, professor de Ciência de Materiais e coautor do estudo, em comunicado.

Experimento capturou a evolução temporal de uma mistura de castanhas-do-pará com amendoins. Acima, as castanhas foram coloridas de acordo com o seu volume (topo), assim como os amendoins (meio). (Foto: Scientific Reports/Reprodução)Experimento capturou a evolução temporal de uma mistura de castanhas-do-pará com amendoins. Acima, as castanhas foram coloridas de acordo com o seu volume (topo), assim como os amendoins (meio). (Foto: Scientific Reports/Reprodução)

Os pesquisadores resumiram o experimento em uma imagem que revela a evolução temporal da mistura de nozes em 3D. Nela, é possível notar que o amendoim se infiltra para baixo, enquanto três castanhas-do-pará maiores alcançam o topo do recipiente – ao mesmo tempo, as castanhas brasileiras restantes aparecem presas na parte inferior.

Publicado na revista Scientific Reports nesta segunda-feira (19), o estudo explica que a primeira noz brasileira atinge os primeiros 10% da altura do reservatório após 70 ciclos de cisalhamento – como, na Física, são chamadas as tensões geradas por forças que agem em direções semelhantes –, o que acontece com as outras duas castanhas do Brasil após 150 ciclos.

O experimento também mostrou que, quando inicialmente colocadas no recipiente, as castanhas-do-pará tendem a ficar planas – isto é, no eixo horizontal – e não começam a subir até que primeiro tenham girado o suficiente em direção ao eixo vertical. Quando finalmente alcançam a superfície, elas retornam à orientação plana, como mostram gráficos feitos a partir de imagens realizadas no Centro de Pesquisa Nacional para Tomografia Computadorizada de Raios-X baseada em Laboratório (NSCT), no Instituto Henry Royce.

Segundo os pesquisadores, a orientação da castanha-do-pará é a chave para seu movimento ascendente. Acima, imagem ilustra movimento das castanhas do Brasil e amendoins ao longo do tempo. (Foto: Scientific Reports/Reprodução)Segundo os pesquisadores, a orientação da castanha-do-pará é a chave para seu movimento ascendente. Acima, imagem ilustra movimento das castanhas do Brasil e amendoins ao longo do tempo. (Foto: Scientific Reports/Reprodução)

E por que algumas das castanhas-do-pará ficaram “presas” e não chegaram ao topo como as outras? Segundo os pesquisadores, isso aconteceu em função do baixo número de amendoins na parte inferior do recipiente. São esses grãos que, ao atravessar as castanhas maiores e se infiltrar para baixo, “forçam” a subida das nozes brasileiras. Com apenas quatro deles na parte inferior, não houve fluxo de massa suficiente para impulsionar a subida dessas castanhas do Brasil – mesmo que elas tenham girado para a vertical.

E por que isso importa?

Aparentemente trivial, a descoberta pode ajudar pesquisadores a compreender melhor os efeitos que características como tamanho e a orientação de partículas têm em processos de separação (ou segregação) de materiais. Isso, de acordo com o estudo, é um fator-chave para a projeção de equipamentos industriais que promovam uma distribuição mais uniforme de ingredientes em misturas alimentícias e comprimidos medicinais – e até nas atividades de mineração.

Mas não só isso. “Essa capacidade de rastrear o movimento em 3D abrirá o caminho para novos estudos experimentais de misturas de segregação e para simulações ainda mais realistas e modelos preditivos poderosos”, sugere o estudo.

Fonte: Revista Galileu

Continuar lendo TECNOLOGIA: CIENTISTAS DESVENDAM MISTÉRIO POPULARMENTE CONHECIDO COMO “EFEITO CASTANHA-DO-BRASIL

TECNOLOGIA: O PRIMEIRO TRANSPLANTE PULMONAR COM DOADORES VIVOS DO MUNDO FOI REALIZADO NO JAPÃO

Temos o orgulho e o prazer de noticiar, aqui na coluna TECNOLOGIA do Blog do Saber o primeiro transplante de pulmão, em paciente Covid-19, com doadores vivos do mundo, realizado por médicos japoneses do Hospital Universitário de Kyoto, que foi realizado na última quarta-feira. Uma notícia como essa você não pode deixar de ler para saber como foi realizado!

Médicos japoneses realizam o primeiro transplante pulmonar de doador vivo do mundo em paciente COVID-19

Um paciente COVID-19 no Japão recebeu o primeiro transplante de pulmão do mundo de doadores vivos.

Recebendo um transplante de tecido pulmonar de seu filho e marido, a paciente foi submetida a uma operação de 11 horas no Hospital Universitário de Kyoto para receber seu transplante na última quarta-feira.

Antes (L) e depois (R) da operação. As áreas escuras mostram onde o tecido pulmonar foi transplantado. Hospital Universitário de Kyoto

A mulher operada contraiu o COVID-19 no final do ano passado. De acordo com o Hospital Universitário de Kyoto, ela passou meses em uma máquina de suporte de vida atuando como um pulmão artificial, porque o dela não funcionou mais. Espera-se que ela se recupere da operação da semana passada em alguns meses.

Como acontece em todo o mundo, as listas de espera para transplantes de pulmão de doadores de órgãos falecidos são muito longas no Japão.

O Dr. Hiroshi Date – que liderou a operação – disse em um comunicado que o sucesso deste transplante de doadores vivos pode fornecer otimismo entre outros que sofrem graves danos pulmonares causados ​​pelo vírus. “Acho que há muita esperança para este tratamento no sentido de que ele cria uma nova opção”, disse o cirurgião torácico ao Kyodo News.

ASSISTA a história da Nippon TV News 24 Japan sobre a operação abaixo.)

Imagem em destaque: Hospital Universitário de Kyoto

Fonte: Good News Network

Continuar lendo TECNOLOGIA: O PRIMEIRO TRANSPLANTE PULMONAR COM DOADORES VIVOS DO MUNDO FOI REALIZADO NO JAPÃO

BOAS NOTÍCIAS: DEPOIS DE 40 ANOS VACINA CONTRA AIDS PARECE TER SIDO ENCONTRADA

Depois de 40 anos, eis que finalmente surge a vacina contra a AIDS. Com resultados promissores na fase 1, os testes clínicos realizados em humanos mostraram que 97% dos participantes que receberam a injeção desenvolveram as células imunológicas capazes de combater infecção pelo HIV. Convido você a ler o artigo completo a seguir e conhecer os detalhes dessa incrível descoberta!

Vacina contra HIV tem resultado promissor em estudo feito em humanos

Testes clínicos realizados em humanos com uma nova vacina contra o HIV tiveram resultados promissores na fase 1.

Segundo a IAVI – International AIDS Vaccine Initiative – e a Scripps Research, 97% dos participantes que receberam a injeção desenvolveram as células imunológicas capazes de combater infecção pelo HIV.

No estudo, os pesquisadores testaram uma nova abordagem de vacina que funciona estimulando a produção de células imunes raras, necessárias para criar os anticorpos certos para combater o vírus, que está em constante mutação.

Voluntários

48 pessoas participaram da primeira fase dos testes clínicos que avaliam segurança e anticorpos.

Os voluntários foram divididos em dois grupos: um grupo de baixa dose ou um grupo de alta dose.

 

Eles receberam duas doses da vacina ou do placebo, com dois meses de intervalo entre elas.

Os resultados mostraram que entre aqueles receberam o imunizante, 97% desenvolveram as células imunológicas corretas para prevenir uma infecção pelo HIV, os chamados anticorpos amplamente neutralizantes (BNAbs, na sigla em inglês).

Como funciona

Essas proteínas especializadas se prendem às pontas da superfície do HIV e podem neutralizar diversas cepas do vírus.

Mas, para produzir esse tipo específico de anticorpos não é tão fácil assim.

Será necessário primeiro ativar os linfócitos B responsáveis pela secreção desses anticorpos.

“Nós e outros [pesquisadores] postulamos há muitos anos que, para induzir os bnAbs, você deve iniciar o processo ativando as células B certas – células que têm propriedades especiais que lhes dão potencial para se desenvolverem em células secretoras de bnAb”, explicou William Schief, professor e imunologista da Scripps Research e diretor executivo de design de vacinas do Centro de Anticorpo Neutralizante da IAVI.

Próximas etapas

Para as próximas etapas, os institutos de pesquisa fecharam uma parceria com a empresa de biotecnologia Moderna para desenvolver uma vacina baseada em mRNA capaz de produzir essa resposta imune contra o HIV.

Há décadas a ciência tenta, sem sucesso, desenvolver uma vacina eficaz contra o HIV.

Os pesquisadores acreditam que a estratégia utilizada nesse estudo clínico pode ser aplicada no desenvolvimento de vacinas contra outras doenças, como gripe, dengue, Zika, hepatite C e malária.

Por Andréa Fassina, da redação do Só Notícia Boa – Com informações da Veja

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: DEPOIS DE 40 ANOS VACINA CONTRA AIDS PARECE TER SIDO ENCONTRADA

TECNOLOGIA: UMA SEQUÊNCIA DE 8 TELESCÓPIOS PARA CRIAR MAPA REQUINTADO DO CAMPO MAGNÉTICO GIRATÓRIO DO BURACO NEGRO

Uma nova TECNOLOGIA desenvolvida por uma equipe mundial de astrônomos usando o Event Horizon Telescope (EHT) é o destaque desta quinta-feira, aqui na coluna. Os cientistas ligaram oito telescópios ao redor do mundo para criar um telescópio virtual do tamanho da Terra, o EHT. A impressionante resolução obtida com o EHT é equivalente à necessária para medir o comprimento de um cartão de crédito na superfície da lua. Então convido você a ler o artigo completo a seguir e conhecer essa incrível descoberta!

Telescópio global cria mapa requintado do campo magnético giratório do buraco negro

Uma nova visão da região mais próxima do buraco negro supermassivo no centro da galáxia mostrou detalhes importantes dos campos magnéticos próximos a ele – e dicas sobre como jatos poderosos de material podem se originar naquela região.

Uma equipe mundial de astrônomos usando o Event Horizon Telescope (EHT) mediu uma assinatura de campos magnéticos – chamados de polarização – ao redor do buraco negro. Polarização é a orientação dos campos elétricos em ondas de luz e rádio, e pode indicar a presença e alinhamento de campos magnéticos.

As novas imagens permitiram aos cientistas mapear as linhas do campo magnético perto da borda do buraco negro de Messier 87 (M87) e são a chave para explicar como o buraco negro, a 50 milhões de anos-luz da Terra, pode lançar jatos energéticos de seu núcleo.

O buraco negro no centro de M87 é mais de 6 bilhões de vezes mais massivo que o sol. O material puxado para dentro forma um disco giratório – chamado de disco de acreção – orbitando próximo ao buraco negro.

A maior parte do material do disco cai no buraco negro, mas algumas partículas circundantes escapam e são ejetadas no espaço em jatos que se movem quase à velocidade da luz.

“As imagens polarizadas recém-publicadas são fundamentais para entender como o campo magnético permite que o buraco negro ‘coma’ matéria e lance jatos poderosos”, disse Andrew Chael, pesquisador do Hubble da NASA no Princeton Center for Theoretical Science e da Princeton Gravity Initiative em os EUA

Os cientistas compararam as novas imagens que mostravam a estrutura do campo magnético do lado de fora do buraco negro com simulações de computador baseadas em diferentes modelos teóricos. Eles descobriram que apenas os modelos com gás fortemente magnetizado podem explicar o que estão vendo no horizonte de eventos.

“As observações sugerem que os campos magnéticos na borda do buraco negro são fortes o suficiente para empurrar o gás quente e ajudá-lo a resistir à atração da gravidade. Apenas o gás que desliza pelo campo pode espiralar para dentro do horizonte de eventos ”, explicou Jason Dexter, professor assistente da Universidade de Colorado em Boulder e coordenador do Grupo de Trabalho de Teoria EHT.

Vista do buraco negro supermassivo M87 e colaboração do jato / EHT, ALMA 

Para fazer as novas observações, os cientistas ligaram oito telescópios ao redor do mundo para criar um telescópio virtual do tamanho da Terra, o EHT. A impressionante resolução obtida com o EHT é equivalente à necessária para medir o comprimento de um cartão de crédito na superfície da lua.

Esta resolução permitiu que a equipe observasse diretamente a sombra do buraco negro e o anel de luz ao seu redor, com a nova imagem mostrando claramente que o anel está magnetizado. Os resultados são publicados em dois artigos no  Astrophysical Journal Letters.

À medida que a colaboração do EHT continua a trabalhar mais no que está acontecendo ao nosso redor no espaço, com certeza informaremos a você suas últimas descobertas.

Continuar lendo TECNOLOGIA: UMA SEQUÊNCIA DE 8 TELESCÓPIOS PARA CRIAR MAPA REQUINTADO DO CAMPO MAGNÉTICO GIRATÓRIO DO BURACO NEGRO

BOAS NOTÍCIAS: ISLÂNDIA É EXEMPLO E PRIMEIRO PAÍS EUROPEU A CONTROLAR A PANDEMIA

BOAS NOTÍCIAS: ISLÂNDIA É EXEMPLO E PRIMEIRO PAÍS EUROPEU A CONTROLAR A PANDEMIA
Reykjavik city (Smoky Bay in Icelandic) it is largest city in Iceland.

Tá certo que o país é muito pequeno, com uma população aproximada de apenas 356.991 habitantes, mas é admirável a forma como a Islândia conseguiu controlar o coronavírus. Com União, obediência, disciplina atitude, esse pequenino país conseguiu dominar a propagação do coronavírus com apenas 29 mortes e merece ser copiado por todos os países do mundo. Leia o artigo completo a seguir e saiba como a Islândia conseguiu superar a pandemia!

Islândia é o primeiro país europeu a controlar o coronavírus

Momentos que nos deixam mais esperançosos com o fim da pandemia. O governo da Islândia comemorou o controle dos casos de coronavírus no país e autorizou a reabertura de parte do comércio.

A Islândia sempre foi um exemplo. Durante a pandemia, registrou apenas 29 mortes. Hoje há somente 1 paciente internado com Covid-19 e sem agravamento no quadro de saúde.

Como eles conseguiram? Com planejamento, apoio da população e uma ação rápida contra a doença. Uma equipe foi organizada para atuar em casos de coronavírus antes mesmo do primeiro contágio ser identificado no país.

Toda a população foi testada e os casos positivos eram isolados em um hotel da cidade. Após a reabertura do aeroporto, os visitantes que desembarcavam no país também eram colocados em quarentena e testados.

Aposta na ciência

Thorolfur Gudnason, epidemiologista-chefe da Islândia, conta que a abertura dada aos cientistas também foi essencial para o controle. “Vinha me preparando para esta pandemia havia 15 anos”, diz Thorolfur.

A cada passo, a Islândia foi guiada pela ciência, encabeçada por Thorolfur e sua equipe. Os políticos sequer participavam dos boletins diários relacionados à pandemia.

Em Reykjavik, capital do país, está a sede de uma das principais empresas de genética do mundo, a deCODE Genetics. A empresa cedeu os laboratórios de última geração para fazer o acompanhamento dos casos de covid-19.

Kari Stefansson, presidente da organização, diz que a participação da empresa é essencial neste momento e, por isso, fez questão de ceder os laboratórios.

Desde então, a equipe sequenciou todos os casos positivos de covid, para entender como o vírus estava espalhando e mutando. Como o vírus sofre mutação a cada quatro transmissões, em 25% dos casos eles conseguem identificar qual paciente infectou quem.

Agora o país quer manter o controle da doença até o final da pandemia em outros países.

Como a Islândia recebe turistas frequentemente, ainda não dá para abrir todos os bares e restaurantes porque atrapalharia o controle de festas e contaminações.

Que exemplo!

O hotel do isolamento na Islândia: local chegou a ser fechado, mas, quando o vírus voltou, ele reabriu - e segue aberto até hoje. - Foto: reprodução
O hotel do isolamento na Islândia: local chegou a ser fechado, mas, quando o vírus voltou, ele reabriu – e segue aberto até hoje. – Foto: reprodução
Cientistas da deCODE genetics são vistos trabalhando no laboratório em Reykjavik. - Foto: AFP/Arquivos
Cientistas da deCODE genetics são vistos trabalhando no laboratório em Reykjavik. – Foto: AFP/Arquivos

Por Monique de Carvalho, da redação do Só Notícia Boa – Com informações de Época Negócios.

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: ISLÂNDIA É EXEMPLO E PRIMEIRO PAÍS EUROPEU A CONTROLAR A PANDEMIA

ECOLOGIA E MEIO AMBIENTE: O NOVO DIVISOR DE ÁGUAS NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO CIVIL SE CHAMA CÂNHAMO

Uma silenciosa revolução começa a acontecer na indústria da construção e é o destaque da nossa coluna ECOLOGIA E MEIO AMBIENTE nesta sexta-feira. A vedete dessa revolução se chama cânhamo. Uma planta que mais parece o Bombril, com suas mil e uma utilidades. O concreto de cânhamo é um material misturado a um aglutinante que o endurece e o transforma em um sólido na forma de blocos e painéis. Com certeza esse produto ecológico, que reduz sequestra quantidades relevantes de CO2. Portanto, sugiro que você leia o artigo completo a seguir e conhece essa incrível planta!

O cânhamo já está sendo usado em paredes e isolamentos como um divisor de águas na indústria da construção

 

Este artigo foi escrito por Nate Berg para a Ensia e foi reimpresso com permissão . 

Tornou-se quase um clichê discutir os benefícios do cânhamo, a suposta planta maravilhosa com usos quase infinitos – de fibras trançadas a sementes comestíveis e bioplásticos.

“Claro, o cânhamo é aquela cultura mágica que faz tudo”, diz Nicholas Carter, um pesquisador ambiental que, junto com Tushar Mehta, um médico de Toronto, administra o site Plant Based Data .

Seu trabalho envolve a leitura de artigos científicos e estudos e resumindo os trabalhos mais importantes de apoio às plantas como fonte de alimento e outros usos importantes. Dado o exagero, Carter se perguntou quanto poder o cânhamo realmente tinha. “Eu queria ver a pesquisa lá fora, para ver o que é realmente real, o que é realmente apoiado por evidências”, diz ele.

Magia? Não exatamente. Mas Carter desistiu de sua tentativa de desmascarar um crente do cânhamo. E um dos mais promissores de seus muitos usos, ele descobriu, é sua aplicação como material de construção conhecido como concreto de cânhamo.

Como seu concreto homônimo, o concreto de cânhamo é um material misturado a um aglutinante que o endurece e o transforma em um sólido na forma de blocos e painéis. Feito de caroço lenhoso seco de caules de cânhamo e um aglutinante à base de cal, o concreto de cânhamo pode ser moldado como concreto.

Mas, ao contrário do concreto e de seu cimento, que é responsável por cerca de 8% das emissões de dióxido de carbono geradas pelo homem anualmente, o concreto de cânhamo sequestra CO2. De acordo com um estudo recente , o concreto de cânhamo pode sequestrar 307 kg de CO2 por metro cúbico (19 libras por pé cúbico), aproximadamente o equivalente às emissões anuais de carbono de três geladeiras .

“Enquanto o cultivamos e construímos, ele está sugando CO2 o tempo todo e encapsulando o CO2 na estrutura”, diz Eric McKee, fundador da US Hemp Building Association .

SR Karade, cientista principal sênior do Central Building Research Institute em Roorkee, Índia, fora de Nova Delhi, tem estudado o cânhamo e escreveu em um artigo recente para o Journal of Cleaner Production sobre como o cânhamo atua como material de construção em termos de isolamento, durabilidade, resistência estrutural e controle acústico, entre outros critérios. No geral, Karade descobriu, o concreto de cânhamo atende aos padrões atuais da maioria das aplicações de construção e, em muitos casos, supera os materiais usados ​​atualmente, especialmente para isolamento.

Hempcrete, fotos de Jnzl / licença CC

O concreto de cânhamo não é uma substituição direta do concreto, adverte Karade. No laboratório, ele conseguiu fazer concreto de cânhamo com uma resistência à compressão de 3 megapascais (MPa). “Blocos de concreto típicos, usados ​​para fazer paredes, têm valores de resistência à compressão que variam entre 5 MPa e 20 MPa”, escreveu ele em um e-mail. “Devido à sua fraca resistência mecânica, não pode ser suficientemente confiável para suportar quaisquer cargas estruturais. No entanto, considerando suas propriedades funcionais impressionantes, em termos de resistência térmica e comportamento [de absorção de umidade], o concreto de cânhamo pode estar no primeiro lugar na lista de materiais de parede no futuro. ”

Em outras palavras, ele não pode fornecer a estrutura de suporte de carga de um edifício, mas pode isolar e cobrir suas paredes.

Isso é parte do que torna o cânhamo um material de construção potencialmente transformador, diz Steve Allin, diretor da Associação Internacional de Construção de Cânhamo . Não apenas o concreto de cânhamo pode sequestrar carbono, mas seu uso pode ajudar a reduzir a produção de mais CO2. “O que é realmente importante sobre este material é que podemos criar novas estruturas ou podemos atualizar ou reformar as estruturas existentes para que não precisem de ar condicionado”, diz Allin.

Como Karade observa, o concreto de cânhamo tem uma alta capacidade térmica em comparação com o concreto, o que o torna bom tanto para a estrutura de uma parede quanto para seu isolamento.

O cimento de cânhamo também pode reduzir outro grande problema: os resíduos de construção . O concreto representa mais da metade dos entulhos gerados pela construção e demolição de edifícios. A Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos estima que mais de 23 milhões de toneladas (mais de 20 milhões de toneladas métricas) de entulho de concreto foram criados durante a construção em 2015. E embora o concreto de cânhamo não possa ser usado para seções estruturais de um edifício, ele pode ser usado para substituir elementos não estruturais de paredes que tradicionalmente poderiam usar concreto. O cânhamo também pode ser usado no lugar de materiais de construção comuns, como drywall e gesso, que representam cerca de 8% dos entulhos de construção .

Allin diz que os construtores estão começando a ver valor no concreto da cânhamo. Prédios foram construídos ou reformados com concreto de cânhamo na França , Reino Unido , Bélgica , Irlanda , Holanda , Itália e Austrália . Ele diz que as instalações de armazenamento de artefatos do British Science Museum Group usavam cânhamo, assim como torres de moradias públicas e até reformas em edifícios de pedra com centenas de anos.

O desafio, diz ele, é a disponibilidade. Existem apenas cerca de uma dúzia de fábricas de processamento de cânhamo que são capazes de processar o cânhamo em uma forma utilizável na criação de concreto de cânhamo, e a maioria está na Europa, de acordo com Allin. “Esse é realmente o impasse”, diz ele. “O que realmente precisamos é de investimento em processamento primário. E esse investimento precisa ser de longo prazo, ao invés de pessoas esperando retornos rápidos e pensando nisso como algum outro dinheiro rápido padrão. ”

Karade observa que o outro grande desafio é a legalidade do cultivo de cânhamo, que pode ser difícil de distinguir das plantas de maconha. “A retirada comercial do concreto de cânhamo ainda é limitada pelas restrições regulatórias do cultivo de cânhamo”, diz Karade.

Mas as leis estão começando a mudar. Nos Estados Unidos, a Farm Bill 2018 permite o amplo cultivo de “cânhamo industrial”, mas com fortes restrições às licenças de cultivo e ao conteúdo psicoativo da cultura, tetrahidrocanabinol ou THC.

Allin espera que isso leve a mais agricultores que produzem culturas de cânhamo e empresários vendo a oportunidade de construir as fábricas de processamento necessárias para transformar esse cânhamo em produtos de construção. Ele diz que os construtores estão dispostos a usar o cânhamo em seus projetos, mas os produtos têm que estar disponíveis, o que depende do processamento, que depende dos agricultores. “Uma vez que essas coisas estejam no lugar, tudo se tornará lucrativo”, diz Allin. “De certa forma, estamos falando sobre iniciar uma indústria do zero.”

Fonte: Good News Network

Continuar lendo ECOLOGIA E MEIO AMBIENTE: O NOVO DIVISOR DE ÁGUAS NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO CIVIL SE CHAMA CÂNHAMO

ECOLOGIA E MEIO AMBIENTE: DRAM É O NOVO MÉTODO DE RECICLAGEM DE LIXO RESIDENCIAL

Grandes empresas que fabricam produtos plásticos já reciclam seus próprios resíduos. Agora, com DRAM, as famílias também podem. DRAM é um novo método de reciclagem do plástico que pode fornecer um caminho para uma economia circular. Se muitas pessoas começarem a reciclar seu próprio plástico, isso ajudará a prevenir o impacto negativo que o plástico tem no meio ambiente. Felizmente, já estamos a caminho. Então convido você a ler o artigo completo a seguir e conhecer em detalhes o funcionamento desse novo método de reciclagem!

Como transformar lixo plástico em sua lixeira em lucro

Este artigo, de Joshua M. Pearce, da Michigan Technological University, foi republicado de The Conversation sob uma licença Creative Commons.

As pessoas reciclarão se puderem ganhar dinheiro com isso. Em lugares onde se oferece dinheiro para latas e garrafas, a reciclagem de metal e vidro tem sido um grande sucesso. Infelizmente, os incentivos têm sido mais fracos para a reciclagem de plástico. Em 2015, apenas 9% dos resíduos plásticos são reciclados . O restante polui aterros sanitários ou o meio ambiente.

Mas agora, várias tecnologias amadureceram e permitem que as pessoas reciclem resíduos de plástico diretamente por impressão 3D em produtos valiosos, a uma fração de seu custo normal. As pessoas estão usando seu próprio plástico reciclado para fazer decorações e presentes, produtos para casa e jardim, acessórios e sapatos, brinquedos e jogos, artigos esportivos e gadgets de milhões de designs gratuitos. Essa abordagem é chamada de reciclagem distribuída e manufatura aditiva, ou DRAM, para abreviar.

Como professor de engenharia de materiais na vanguarda dessa tecnologia , posso explicar – e oferecer algumas idéias sobre o que você pode fazer para tirar proveito dessa tendência.

Como funciona a DRAM

método DRAM começa com resíduos de plástico – tudo, desde embalagens usadas até produtos quebrados.

Do lixo ao tesouro – o fluxograma DRAM. Joshua M. Pearce, licença CC

O primeiro passo é separar e lavar o plástico com água e sabão ou mesmo lavá-lo na máquina de lavar louça. Em seguida, o plástico precisa ser moído em partículas. Para pequenas quantidades, uma destruidora de papel / CD com corte transversal funciona bem. Para quantidades maiores, os planos de código aberto para um granulador de resíduos plásticos industriais estão disponíveis online.

Em seguida, você tem algumas opções. Você pode converter as partículas em filamentos de impressora 3D usando um Recyclebot , um dispositivo que transforma plástico moído em filamentos semelhantes a espaguete usados ​​pela maioria das impressoras 3D de baixo custo.

O filamento feito com um reciclador imprimível em 3D é incrivelmente barato, custando menos de um níquel por libra em comparação com o filamento comercial, que custa cerca de US $ 10 por libra ou mais. Com a pandemia interrompendo as cadeias de abastecimento globais , fazer produtos em casa a partir do lixo é ainda mais atraente.

A segunda abordagem é mais recente: você pode pular a etapa de fabricação do filamento e usar a fabricação de partículas fundidas para imprimir diretamente em 3D resíduos de plástico granulado nos produtos. Essa abordagem é mais adequada para produtos grandes em impressoras maiores, como a impressora GigabotX de código aberto comercial , mas também pode ser usada em impressoras de mesa .

Resíduos de plástico granulado também podem ser impressos diretamente com uma impressora de seringa, embora isso seja menos popular porque o volume de impressão é limitado pela necessidade de recarregar a seringa.

Meu grupo de pesquisa , junto com dezenas de laboratórios e empresas em todo o mundo, desenvolveu uma ampla gama de produtos de código aberto que permitem DRAM, incluindo trituradores, reciclar robôs e impressoras 3D de filamento fundido e partículas fundidas.

Esses dispositivos mostraram funcionar não apenas com os dois plásticos de impressão 3D mais populares, ABS e PLA, mas também com uma longa lista de plásticos que você provavelmente usa todos os dias, incluindo garrafas de água PET . Agora é possível converter qualquer resíduo de plástico com um símbolo de reciclagem em produtos valiosos.

Além disso, uma iniciativa de “impressão ecológica” na Austrália demonstrou que a DRAM pode funcionar em comunidades isoladas sem reciclagem e sem energia usando sistemas movidos a energia solar. Isso torna a DRAM aplicável em qualquer lugar que os humanos vivam, os resíduos de plástico são abundantes e o Sol brilha – que está em quase todos os lugares.

Rumo a uma economia circular

A pesquisa mostrou que essa abordagem de reciclagem e fabricação não é apenas melhor para o meio ambiente , mas também é altamente lucrativa para usuários individuais que fabricam seus próprios produtos, bem como para pequenas e médias empresas . Fazer seus próprios produtos a partir de designs de código aberto simplesmente economiza seu dinheiro .

De resíduos a filamentos a um tripé de câmera. Joshua M. Pearce, licença CC

DRAM permite que produtos personalizados sejam feitos por menos do que o imposto sobre vendas em produtos de consumo convencionais . Já existem milhões de designs gratuitos para impressão em 3D – tudo, desde materiais didáticos para crianças a produtos domésticos e materiais adaptativos para quem sofre de artrite . Os prosumers já estão imprimindo em 3D esses produtos, economizando milhões de dólares.

Um estudo descobriu que os usuários do MyMiniFactory economizaram mais de US $ 4 milhões em um mês apenas em 2017, apenas fazendo os próprios brinquedos, em vez de comprá-los. Os consumidores podem investir em uma impressora 3D de mesa por cerca de US $ 250 e obter um retorno sobre o investimento de mais de 100% fabricando seus próprios produtos. O retorno do investimento é maior se eles usarem plástico reciclado. Por exemplo, usar um Recyclebot em resíduos de plástico de computador torna possível imprimir 300 para-sol de lente de câmera pelo mesmo preço de uma única na Amazon .

Os indivíduos também podem lucrar com a impressão 3D para outros. Milhares estão oferecendo seus serviços em mercados como Makexyz , 3D Hubs , Ponoko ou Print a Thing .

A impressora Gigabot X 3D fabrica itens maiores. Samantha Snabes / re: 3D, licença CC

Pequenas empresas ou laboratórios de fabricação podem comprar impressoras industriais como a GigabotX e obter altos retornos imprimindo grandes equipamentos de artigos esportivos, como sapatos de neve, decks de skate e remos de caiaque com resíduos locais.

Aumentando a escala

Grandes empresas que fabricam produtos plásticos já reciclam seus próprios resíduos. Agora, com DRAM, as famílias também podem. Se muitas pessoas começarem a reciclar seu próprio plástico, isso ajudará a prevenir o impacto negativo que o plástico tem no meio ambiente. Desta forma, a DRAM pode fornecer um caminho para uma economia circular, mas não será capaz de resolver o problema do plástico até que seja escalado para mais usuários. Felizmente, já estamos a caminho.

O filamento de impressora 3D agora está listado no Amazon Basics junto com outros “itens de uso diário”, o que indica que as impressoras 3D baseadas em plástico estão se tornando populares. A maioria das famílias ainda não tem uma impressora 3D em casa, muito menos um reyclebot ou GigabotX.

Para que a DRAM se torne um caminho viável para a economia circular, ferramentas maiores poderiam ser alojadas em empresas de nível de bairro, como pequenas empresas locais, makerpaces, laboratórios de fabricação ou mesmo escolas. A França já estuda a criação de pequenas empresas que coletariam resíduos plásticos nas escolas para fabricar filamentos 3D.

Lembro-me de guardar tampas de caixas para ajudar a financiar minha escola primária. Os futuros alunos podem trazer sobras de plástico de casa (depois de fazer seus próprios produtos) para ajudar a financiar suas escolas usando DRAM.

A conversaEscrito por Joshua M. Pearce , Professor Wite de Ciência e Engenharia de Materiais e Engenharia Elétrica e de Computação, Universidade Tecnológica de Michigan. Leia o artigo original aqui .

Fonte: Good News Network

Continuar lendo ECOLOGIA E MEIO AMBIENTE: DRAM É O NOVO MÉTODO DE RECICLAGEM DE LIXO RESIDENCIAL

DICA DE LIVRO: VOCÊ É O PLACEBO DO DR. JOE DISPENZA

Nesta quarta-feira a nossa DICA DE LIVRO é “Você é o placebo” do Dr. Joe Dispenza. Neste curioso e intrigante livro o autor mostra que é possível curar apenas pelo pensamento, sem drogas ou cirurgia. Algo que acredito e divulgo no meu livro “Coração, Intuição e Gratidão, um atalho para a vida plena. A verdade é que isso acontece mais do que você imagina. Em Você é o placebo, Dr. Joe Dispenza compartilha diversos casos documentados de pessoas que reverteram doença cardíaca, depressão, artrite incapacitante e até mesmo os tremores da doença de Parkinson por acreditar em um placebo. Também relata casos de pessoas que ficaram doentes e até mesmo morreram vítimas de feitiço e praga vodu ou após o diagnóstico errado de uma doença fatal.

Dr. Joe lança uma pergunta: “É possível ensinar os princípios do placebo e, sem depender de qualquer substância externa, produzir as mesmas alterações internas na saúde de uma pessoa e, em última instância, em sua vida?”. A seguir, compartilha evidências científicas (incluindo varreduras cerebrais em imagem colorida) de curas espantosas ocorridas em seus workshops, nos quais os participantes aprendem a utilizar seu modelo de transformação pessoal, baseado na aplicação prática do chamado efeito placebo. O livro termina com uma meditação para a mudança das crenças e percepções que nos detêm – o primeiro passo para a cura.

Você é o placebo combina as mais recentes pesquisas em neurociência, biologia, psicologia, hipnose, condicionamento comportamental e física quântica para desmistificar o funcionamento do efeito placebo e mostrar como o aparentemente impossível pode se tornar possível.

Fonte: Amazon

Continuar lendo DICA DE LIVRO: VOCÊ É O PLACEBO DO DR. JOE DISPENZA

MOMENTO ESPETACULAR: CIENTISTA FLAGRA LESMA-DO-MAR PRATICANDO AUTOTOMIA

Confesso que fiquei muito em dúvida sobre onde publicar essa postagem, pois não sabia se considerava um MOMENTO ESPETACULAR ou CIÊNCIAS. Terminei por optar publicar aqui na coluna MOMENTO ESPETACULAR devido o seu caráter incrível e inusitado. Lesmas-do-mar que arrancam a sua própria cabeça, continuam vivas e posteriormente regeneram novos corpos. Essa  mais nova e bizarra descoberta da ciência. Então, convido você a ler o artigo completo a seguir e assistir ao vídeo do fenômeno!

Conheça as lesmas-do-mar que arrancam suas cabeças e, em seguida, criam novos corpos

Desde os dias do original Planeta Terra da BBC , os documentários sobre a natureza revelaram de maneira brilhante a bizarrice da vida. Mas, o comportamento de uma lesma do mar observada em um laboratório japonês pode ser o único a roubar o prêmio e deixá-lo sem palavras.

Tão notável quanto pássaros dançantes do paraíso, tão estranho quanto a vida marinha bioluminescente, tão surpreendente quanto jovens gansos mergulhando de um penhasco – nada vai te deixar de queixo caído como este vídeo de uma lesma do mar se decapitando antes de voar como se nada tivesse acontecido.

A pesquisadora Sayaka Mitoh descobriu que entre a extensa coleção de lesmas-do-mar sacoglossas de sua universidade – a maior do mundo – uma das e lysia  marginata teve misteriosamente a cabeça separada do corpo.

Estranhamente, sua cabeça estava se movendo sozinha, aparentemente sem problemas. Mais estranho ainda, em poucas horas ele começou a comer – apesar do fato de seus rins, coração, órgãos sexuais e aparelho digestivo estarem ausentes.

Então, o mais estranho de tudo, em poucas semanas, ele regenerou um corpo inteiramente novo. 

As descobertas dessa extraordinária capacidade regenerativa foram descritas pela Sra. Mitoh em um artigo intitulado Autotomia extrema e regeneração de corpo inteiro em lesmas do mar fotossintéticas.

Autotomia é o termo científico para autoamputação, uma característica comum encontrada mais comumente em lagartos como salamandras e lagartixas, e também em crustáceos como caranguejos e lagostas. A dissolução proposital dos laços entre a cauda de um lagarto ou a perna de um caranguejo permite que eles escapem de predadores que conseguem agarrá-los pelo apêndice.

No entanto, a autotomia da cabeça, o afastamento de todo o corpo, nunca foi observada no reino animal.

Autotomia em lesmas do mar: pelos números

Sayaka Mitoh e Yoichi Yusa, Biologia Atual 

Cinco dos 15 indivíduos de E.  marginata criados em laboratório e um indivíduo capturado na natureza autotomizaram sua cabeça em algum momento de sua vida. Um até fez isso duas vezes.

Em todos os casos, todos os órgãos principais foram deixados para trás. Na maioria dos casos, a cabeça moveu-se imediatamente, começou a se alimentar de algas em poucas horas e a ferida no pescoço sarou completamente em um dia.

Os indivíduos jovens regeneraram todo o seu corpo em uma média de 20 dias, enquanto os indivíduos mais velhos nunca se regeneraram e acabaram morrendo. Seus corpos descartados reagiram a estímulos táteis imediatamente, e continuaram a fazê-lo por meses em alguns casos. Eventualmente, entretanto, eles se decomporiam, embora o coração continuasse a bater até momentos antes do estágio mais alto de decomposição.

A Sra. Mitoh gravou um vídeo de todo o processo aqui , apresentando música descolada para torná-la menos perturbadora.

Mas por que?

Sayaka Mitoh

Duas teorias categorizaram o estudo desse fenômeno notável. O primeiro foi o cofator constante dos parasitas internos presentes no corpo no momento da autotomia.

O propósito da morte do corpo é presumido ser uma forma de evitar que os parasitas destruam completamente o organismo, pois em todos os casos em que membros de outra espécie E. atroviridis, autotomizaram seus corpos, foram infectados com parasitas internos.

Não é uma hipótese perfeita, pois E.  marginata nunca teve parasitas nos casos em que se autotomizou. É improvável, afirma Mitoh em seu artigo, estar relacionado à predação, uma vez que “os sacoglossanos adultos geralmente têm poucos predadores devido à sua coloração críptica e à presença de produtos químicos tóxicos incorporados em seus alimentos”.

“Nossos experimentos também mostraram que a autotomia de  E.  marginata levou várias horas, o que não é eficaz para evitar a predação, e que ataques de predadores imitados não induziam a autotomia”, escreve Mithoh .

Quanto a como eles sobrevivem e se regeneram tão rapidamente, a resposta requer expandir sua ideia do que é um animal. A glândula digestiva nas lesmas é na verdade um único órgão espalhado pela maior parte da superfície de seus corpos, inclusive sobre suas cabeças, que é revestido por células que na verdade cometem roubo de cloroplastos de algas – células que reagem à luz.

O roubo das células vegetais leva à criação de um novo tipo de célula conhecido como cleptoplasto, que permite que, uma vez decapitadas, continuem vivendo gerando energia como as plantas através da fotossíntese, mesmo quando não têm coração, e não há forma física para digerirem os alimentos.

A descoberta deve ser um dos conjuntos de equipamentos evolutivos mais impressionantes já observados e, para Mitoh, seu trabalho observando lesmas se decapitarem estranhamente representa as fronteiras da ciência biológica.

ASSISTA o vídeo da lesma do mar autotomizada abaixo.)

Fonte: Good News Network

 

Continuar lendo MOMENTO ESPETACULAR: CIENTISTA FLAGRA LESMA-DO-MAR PRATICANDO AUTOTOMIA

BOAS NOTÍCIAS: CÂNCER DE PÂNCREAS JÁ TEM TRATAMENTO EFICAZ

Nesta sexta-feira, aqui na coluna BOAS NOTÍCIAS temos um avanço da ciência e da medicina importantíssimo. médicos cirurgiões brasileiros do hospital Vila Nova Star, em São Paulo realizaram procedimento pioneiro no tratamento do câncer de pâncreas, conhecido por eletroporação irreversível com a Nanoknife, tecnologia que usa agulhas para dar choques de alta voltagem no tumor . Convido você a ler o artigo completo a seguir e conhecer esse novíssimo tratamento que pode salvar milhares de vida por ano!

Hospital realiza tratamento inovador para câncer de pâncreas

Tecnologia inédita no Brasil usa agulhas para dar choques de alta voltagem no tumor, matando as células cancerígenas

atualizado 01/03/2021 17:06

Uma mulher de 55 anos foi a primeira paciente brasileira a se submeter a um novo tratamento contra o câncer de pâncreas. O procedimento de eletroporação irreversível com a Nanoknife foi realizado neste domingo (28/2), no hospital Vila Nova Star, em São Paulo. De acordo com especialistas, o tratamento é mais seguro, menos invasivo e com maior chance de sucesso oncológico que alternativas anteriores.O procedimento foi realizado pelo intervencionista oncológico Luiz Tenório Siqueira e pelo cirurgião Antônio Luiz Macedo. De acordo com os médicos, a tecnologia usa agulhas para dar choques de alta voltagem no tumor, matando as células cancerígenas. “Com esse novo equipamento, pacientes com câncer de pâncreas ganham uma nova alternativa nesse tratamento tão difícil”, detalha o especialista.O equipamento utiliza uma técnica de ablação moderna, algo como uma cauterização. São usados eletrodos paralelos, posicionados lateralmente ao tumor que, quando aplicada uma tensão definida, transferem ondas de alta voltagem de um lado para o outro, criando nanoporos permanentes na membrana celular. O processo interrompe a homeostase, criando um efeito que leva à morte a célula cancerígena.

“A ablação já era utilizada para combater outros cânceres, como pulmão, rins e fígado. Entretanto, as tecnologias predecessoras não permitiam o uso em tumor de pâncreas, pois geravam calor ou frio, o que machucava os órgãos e vasos ao redor do pâncreas. A Nanoknife não altera a temperatura, o que permite a realização em tumores de pâncreas”, esclarece Luiz Tenório.

O especialista explica que a incorporação da nova tecnologia oferece melhores perspectivas, principalmente aos pacientes que já apresentam o tumor em estado localmente avançado. Segundo ele, o câncer de pâncreas é um dos mais agressivos e apresenta uma alta taxa de mortalidade em cinco anos. Estima-se que apenas cerca 20% dos casos são diagnosticados no estágio inicial e, desta forma, passíveis de cirurgia.

A falta de sintomas na fase inicial do câncer de pâncreas resulta, na maioria dos casos, em diagnóstico tardio, o que reduz ainda mais a chance de cura. “Até então, a ressecção de tumores que invadiam importantes artérias do abdome era difícil ou mesmo impossível de ser realizada”, observa o radiologista. “E, geralmente, a expectativa de vida desse paciente é baixa. Agora, podemos melhorar esse cenário”.

Diminuição de riscos

Tenório detalha ainda que os tratamentos cirúrgicos anteriores, além de oferecerem maior risco à vida do paciente — pois havia chance de afetar estruturas vitais, como vasos que nutrem o fígado e intestino — poderiam não retirar o tumor completamente.

Claudia Meirelles, que há seis meses vinha realizando rádio e quimioterapia neoadjuvantes, era um exemplo de caso em que seria complicado ressecar completamente o tumor sem esse avanço tecnológico, de acordo com os médicos.

“Agora temos um procedimento cirúrgico mais seguro, menos invasivo e com maior chance de sucesso oncológico. Dependendo do caso, não é preciso abrir a barriga, pode-se fazer guiado por imagem de forma minimamente invasiva e o paciente recebe alta no dia seguinte”, justifica Luiz Tenório Siqueira.

De acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca), o câncer de pâncreas é responsável por cerca de 2% de todos os tipos de câncer diagnosticados e por 4% do total de mortes causadas pela doença. Por ano, mais de 11 mil pessoas morrem no país devido à doença. Raro antes dos 30 anos, torna-se mais comum a partir dos 60 e tem maior incidência entre os homens.

Fonte: Metrópoles

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: CÂNCER DE PÂNCREAS JÁ TEM TRATAMENTO EFICAZ

BOAS NOTÍCIAS: SUCESSO O LANÇAMENTO DO AMAZÔNIA 1 FEITO APARTIR DA ÍNDIA

Ontem noticiamos aqui na coluna BOAS NOTÍCIAS o lançamento do Amazônia 1, o primeiro satélite totalmente brasileiro. A expectativa era grande, mas ainda bem que deu tudo certo e o lançamento foi um sucesso. Em apenas 17 minutos o satélite alcançou a altitude de 750 km, onde passou a orbitar em torno da terra. Ele vai gerar imagens do planeta a cada 5 dias e poderá fornecer dados de um ponto específico em 2 dias. Leia o artigo completo a seguir e saiba tudo que ele vai monitorar!

Deu certo! Amazônia 1 já está em órbita para monitorar desmatamento

O Amazônia 1, o primeiro satélite de observação da Terra totalmente projetado, integrado, testado e operado pelo Brasil, já está em órbita.

Ele foi lançado esta madrugada (vídeo abaixo) e, em apenas 17 minutos alcançou o destino, a 752 quilômetros de altitude da superfície da Terra. O lançamento foi feito a partir do Centro Espacial Satish Dhawan, na cidade de Sriharikota, na província de Andhra Pradesh, na Índia.

O Amazônia 1 vai monitorar o desmatamento na Amazônia, a agricultura nacional, a região costeira do Brasil, os reservatórios de água e de florestas (naturais e cultivadas) e poderá ser usado para identificar possíveis desastres ambientais.

Ele vai gerar imagens do planeta a cada 5 dias e poderá fornecer dados de um ponto específico em 2 dias. Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o satélite vai ajudar na fiscalização de áreas que estejam sendo desmatadas e na captura de imagens onde haja maior ocorrência de nuvens.

Tecnologia

O lançamento marcou dois avanços tecnológicos do país: o domínio completo do ciclo de desenvolvimento de um satélite – conhecimento dominado por apenas vinte países no mundo – e a validação de voo da Plataforma Multimissão (PMM), que funciona como um sistema adaptável modular que pode ser configurado de diversas maneiras para cumprir diferentes objetivos, disse Mônica Rocha, diretora substituta do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

“Este momento representa o ápice desse esforço [de desenvolvimento do projeto], feito por tantas pessoas. Esse satélite tem uma missão muito importante para o Brasil. Essa parceria [entre Brasil e Índia] vai crescer muito. Portanto, muito obrigado pelo lindo lançamento, lindo foguete e por todo o esforço. As bandeiras [da índia e do Brasil] representam exatamente o que estamos fazendo aqui hoje: uma relação cada vez mais forte”, disse o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marcos Pontes.

“Minhas sinceras congratulações ao time brasileiro por essa conquista. O satélite está em órbita, os painéis solares se abriram e está tudo funcionando muito bem”, afirmou o presidente da ISRO, K. Sivan ao final da operação.

O Amazonia 1 levou 12 anos para ser desenvolvido por cientistas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB) – órgãos ligados ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações e teve investimentos calculados em R$ 270 milhões.

O equipamento foi enviado para a Índia, em dezembro do ano passado porque não pôde ser lançado do Centro de Lançamento de Alcântara, no Maranhão, mundialmente conhecido por sua localização privilegiada. É que o Brasil não tem um foguete capaz de colocar o satélite em órbita.

Veja as imagens do lançamento:

Amazonia 1 antes de embarcar para a Índia - Foto: INPE
Amazonia 1 antes de embarcar para a Índia – Foto: INPE
Foguete da Índia que vai lançar satélite brasileiro - Fotos: ISRO
Foguete da Índia que lançou satélite brasileiro – Fotos: ISRO

Com informações da Agência Brasil

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: SUCESSO O LANÇAMENTO DO AMAZÔNIA 1 FEITO APARTIR DA ÍNDIA

BOAS NOTÍCIAS: LANÇADO A PARTIR DA ÍNDIA O AMAZÔNIA 1 É O 1º SATÉLITE TOTALMENTE BRASILEIRO

Domingo é dia de descansar, relaxar e de ter BOAS NOTÍCIAS. Por isso o destaque de hoje aqui na coluna é o lançamento do primeiro satélite totalmente brasileiro para monitorar desmatamento na Amazônia dentre outras coisas muito importantes como: a agricultura no país, observações de possíveis desastres ambientais, monitorar os nossos diversos biomas, nossos mares e todos os alvos de interesses que temos. Então, convido você a ler o artigo completo a seguir e conhecer todos os detalhes dessa incrível projeto brasileiro!

Brasil lança 1º satélite para monitorar desmatamento na Amazônia

O Brasil lança na madrugada deste domingo, 28, o Amazônia 1, o primeiro satélite de observação da Terra totalmente projetado, integrado, testado e operado pelo Brasil.

O lançamento está previsto para ocorrer à 1h54 (horário de Brasília) e poderá ser acompanhado ao vivo pelo canal oficial no Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações.

Ele será colocado em órbita pela missão PSLV-C51 e vai partir da Índia, da agência espacial Indian Space Research Organisation (ISRO).

Amazônia e região costeira

O satélite integra a Missão Amazonia 1, que pretende fornecer dados de sensoriamento remoto para observar e monitorar o desmatamento, especialmente na região amazônica, além de monitorar a agricultura no país.

Ele vai gerar imagens do planeta a cada 5 dias. Sob demanda, poderá fornecer dados de um ponto específico em 2 dias – o que, segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), ajudará na fiscalização de áreas que estejam sendo desmatadas, bem como na captura de imagens onde haja maior ocorrência de nuvens.

De acordo com o instituto, o novo satélite possibilitará também o monitoramento da região costeira, de reservatórios de água e de florestas (naturais e cultivadas). Há, ainda, a possibilidade de uso para observações de possíveis desastres ambientais.

“Os sistemas espaciais – os satélites que observam a Terra a partir de um ponto de vista privilegiado – nos permitem conhecer melhor os nossos oceanos, os nossos biomas, a nossa atmosfera, compreender melhor esse conjunto de fatores que fazem com que este planeta, até onde se saiba, seja o que contém as melhores condições de vida na forma como nós a conhecemos”, disse. “[Também é importante] se projetar para outros corpos celestes, tentando entender melhor como eles evoluíram e o que acontece com eles.

“O satélite Amazonia 1, que é de sensoriamento remoto óptico, vai dar autonomia ao Brasil para melhor monitorar seus diversos biomas, seus mares e todos os alvos de interesses que temos, porque é um satélite que estará sob domínio completo do Brasil”, explica o presidente da Agência Espacial Brasileira, Carlos Moura, que acompanha comitiva na Índia.

Por que na Índia?

O equipamento foi enviado para Sriharikota, no sudeste da Índia, em dezembro do ano passado porque não pode ser lançado do Centro de Lançamento de Alcântara, no Maranhão, mundialmente conhecido por sua localização privilegiada.

O motivo é simples: o Brasil não tem um foguete capaz de colocar o satélite em órbita.

Feito em parceria com a AEB, O Amazônia 1 teve investimentos calculados em R$ 270 milhões.

Com ele, o Brasil passará a fazer parte do seleto grupo de 20 países que são capazes de desenvolver o próprio satélite.

Mais satélites

O satélite levou 12 anos para ser desenvolvido pelos nossos cientistas.

“O Amazonia 1 coroa esse esforço do Brasil que vem lá de 1979, 1980, com a Missão Espacial Brasileira, de o país ser capaz de desenvolver o satélite próprio de sensoriamento remoto óptico”, disse Carlos Moura.

A Missão Amazonia pretende lançar, em data a ser definida, mais dois satélites de sensoriamento remoto: o Amazonia 1B e o Amazonia 2. “Os satélites da série Amazonia serão formados por dois módulos independentes: um módulo de serviço – que é a Plataforma Multimissão (PMM) – e um módulo de carga útil, que abriga câmeras e equipamentos de gravação e transmissão de dados de imagens”, detalha o Inpe.

Além de ajudar no monitoramento do meio ambiente, a missão ajudará na validação da Plataforma Multimissão como base modular para diversos tipos de satélites. Essa plataforma representa, segundo o Inpe, “um conceito moderno de arquitetura de satélites, que tem o propósito de reunir em uma única plataforma todos os equipamentos que desempenham funções necessárias à sobrevivência de um satélite, independentemente do tipo de órbita.”

Entre as funções executadas pela plataforma estão as de geração de energia, controle térmico, gerenciamento de dados e telecomunicação de serviço – o que possibilitará a adaptação a diferentes cargas úteis, além de reduzir custos e prazos no desenvolvimento de novas missões.

Amazonia 1 antes de embarcar para a Índia - Foto: INPE
Amazonia 1 antes de embarcar para a Índia – Foto: INPE
Foguete da Índia que vai lançar satélite brasileiro - Fotos: ISRO
Foguete da Índia que vai lançar satélite brasileiro – Fotos: ISRO 

Com informações da Agência Brasil

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: LANÇADO A PARTIR DA ÍNDIA O AMAZÔNIA 1 É O 1º SATÉLITE TOTALMENTE BRASILEIRO

ECOLOGIA E MEIO AMBIENTE: A NATUREZA AGRADECA À LEI DA ÁGUA LIMPA NO RIO MISSISSIPPI

Os resultados e efeitos da implantação da Lei da Água Limpa (CWA) na grande hidrovia do rio Mississippi desde 1972 são nitidamente visíveis na incrível redução da poluição, segundo um novo estudo da LSU. Eugene Turner , professor de oceanografia e ciências costeiras e autor do estudo diz que houve uma grande queda na densidade de bactérias coliformes fecais do despejo de esgoto bruto nos últimos 50 anos: “Eles são 1% do que eram antes dos anos 80”. Leia o artigo completo a seguir e fique por dentro dos detalhes desse estudo.

A poluição do rio Mississippi despencou desde a década de 1980, afirma um novo estudo

Pelos números, os efeitos da Lei da Água Limpa no rio Mississippi foram nada menos que surpreendentes. Agora, uma nova pesquisa analisando mais de um século de relatórios de química de rios traz à vista o valor total do ato como nunca antes.

Já em 1909, as pessoas estavam testando o Mississippi, o maior rio dos Estados Unidos, quanto ao conteúdo de bactérias, sulfatos, chumbo e oxigênio. A grande hidrovia ficou cada vez mais suja até 1980, quando os efeitos provocados pela Lei da Água Limpa (CWA) de 1972 começaram a aparecer.

Eugene Turner, autor do estudo da Louisiana State University , examinou relatórios de qualidade da água em quatro locais próximos ao término do rio Mississippi, onde ele deságua no Golfo: St. Francisville, o perturbadoramente denominado “Plaquemine”, New Orleans e Belle Chasse.

Após a implementação do CWA, a infraestrutura de tratamento de esgoto tornou-se obrigatória e mais avançada, resultando em uma grande queda na densidade de bactérias coliformes fecais do despejo de esgoto bruto nos últimos 50 anos. “Eles são 1% do que eram antes dos anos 80”, comenta Eugene a Nola .

As concentrações de oxigênio – necessárias para a sobrevivência da vida aquática, aumentaram em três dos quatro locais no mesmo período, embora o local mais distante do mar tenha mudado pouco nos últimos 50 anos.

A poluição por chumbo quase poderia ser descrita como inexistente, tal foi o efeito das restrições de escoamento industrial da CWA. Eles são 1.000 vezes mais baixos do que em 1979. Em alguns lugares, eles são 2.000 vezes mais baixos.

Em 2011, as agências ambientais realmente pararam de pesquisar chumbo no Mississippi porque as quantidades minúsculas na água permaneceram as mesmas por um período de cerca de 10 anos.

Em 1950, havia cerca de 50 miligramas de dióxido de enxofre por litro de água. Graças às emissões reduzidas de sulfato resultantes da Lei do Ar Limpo, o rio agora atinge em média míseros 18 microgramas por litro. Essa redução no sulfato também levou à restauração de um nível de pH muito mais normal na água de cerca de 8,4.

“Todas essas mudanças ocorreram ao longo de décadas; eles não foram realizados rapidamente após algumas reconfigurações magistrais de tecnologia ou regras, mas por meio de atenção constante em muitos locais, uma chaminé ou estação de esgoto por vez ”, escreve Eugene em seu estudo.

“A Lei da Água Limpa foi tremendamente eficaz na redução da quantidade de poluição industrial e urbana, como mostra este estudo”, disse Olivia Dorothy, especialista em gestão do rio Mississippi na American Rivers, disse a  Nola. “Precisamos proteger o ato e todas as suas autoridades, [e] também precisamos começar a pensar em expandi-lo para cobrir as ameaças emergentes à segurança pública relacionadas à água.”

Fonte: Good News Network

Continuar lendo ECOLOGIA E MEIO AMBIENTE: A NATUREZA AGRADECA À LEI DA ÁGUA LIMPA NO RIO MISSISSIPPI

SAÚDE: SAIBA TUDO SOBRE CRUDIVORISMO COM O DR. SAMUEL DALLE LASTE

Quinta-feira é dia da coluna SAÚDE e o destaque de hoje é mais uma mini palestra do extraordinário Dr. Samuel Dalle Laste, ensinado o que é CRUDIVORISMO, a alimentação saudável baseada em RAW FOOD. Então, te convido a conhecer essa modalidade de alimentação que está crescendo bastante entre as pessoas que gostam de alimentação saudável. 

Fonte:

Continuar lendo SAÚDE: SAIBA TUDO SOBRE CRUDIVORISMO COM O DR. SAMUEL DALLE LASTE

AUTOCONHECIMENTO: O SEU CORPO JÁ TEM TODOS OS REMÉDIOS EXISTENTES

O Dr. Peter Liu é acupunturista, médico da medicina Chinesa e tem um recado muito importante para lhe dar, aqui na coluna AUTOCONHECIMENTO deste sábado. Ele vem desmistificar e desbloquear a AUTOCURA no seu cérebro, mostrando que o nosso organismo já possui todos os remédios existentes e a programação para realizá-la. Então, não deixe de assistir a essa importante palestra que pode mudar completamente a sua vida!

Fonte:

Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: O SEU CORPO JÁ TEM TODOS OS REMÉDIOS EXISTENTES

BOAS NOTÍCIAS: UMA CIENTISTA BRASILEIRA LIDERA UMA PESQUISA QUE ENCONTROU UMA PROTEÍNA CHAVE PARA O TRATAMENTO DA COVID-19

Beatriz Fontoura, cientista brasileira, professora de biologia celular da Universidade de Southwestern, no Texas, EUA,  está à frente do estudo que identificou a forma como uma proteína de coronavírus chamada Nsp1 bloqueia a atividade de genes que promovem a replicação viral. Você vai entender bem melhor como funciona essa relação vírus/proteína lendo o artigo completo a seguir!

Cientista brasileira encontra proteína chave para tratamento da Covid

Uma cientista brasileira, professora de biologia celular da Universidade de Southwestern, no Texas, EUA, lidera uma pesquisa que encontrou uma proteína chave para o tratamento da Covid-19.

Beatriz Fontoura está à frente do estudo que identificou a forma como uma proteína de coronavírus chamada Nsp1 bloqueia a atividade de genes que promovem a replicação viral.

O grupo de pesquisadores, do qual faz parte a cientista brasileira, analisou como impedir a ação dessa proteína que faz com que o vírus se multiplique o que dá esperança para novos tratamentos.

O estudo foi publicado agora em fevereiro na Science Advances .

“Quando um vírus infecta uma célula, a forma como a célula hospedeira reage é alterando as vias celulares de certa maneira que neutraliza a infecção viral”, disse Beatriz Fontoura a EurekaAlert. “Os vírus podem atingir muitas dessas vias para favorecer sua própria replicação”, explica. Uma área chave de interesse nas terapias virais é direcionar as células infectadas para impedir a replicação do vírus.

Vírus da Gripe
Os pesquisadores da UT Southwestern acrescentaram outra peça a esse quebra-cabeça.

“Estudamos a proteína NS1 do vírus influenza que bloqueia a ação na célula. Decidimos, então, testar a proteína do coronavírus”, disse Ke Zhang, Ph.D., pesquisador de pós-doutorado.

O Nsp1 do coronavírus foi descrito como uma proteína multifuncional capaz de alterar a replicação viral e suprimir a produção de outras proteínas, algumas das quais estão envolvidas na resposta imune.

O grupo de Beatriz Fontoura procurou saber como o Nsp1 faz isso e se usa um mecanismo semelhante ao da proteína NS1 do vírus influenza.

Os cientistas descobriram que a proteína do coronavírus suprime a capacidade que a célula tem de responder à infecção viral, permitindo que o SARS-CoV-2 se replique.

Os pesquisadores se perguntaram o que aconteceria se Nsp1 pudesse ser impedida de realizar uma dessas funções?

Em um experimento, eles infectaram células com SARS-CoV-2 e adicionaram um excesso de NXF1, que é sintetizado dentro do núcleo das células, para ver se isso bloquearia a replicação do vírus.

Surpreendentemente, foi exatamente o que aconteceu.

Reforço celular

Quando as células tiveram acesso a mais NXF1 do que o vírus SARS-CoV-2 poderia suprimir, elas foram capazes de impedir a multiplicação do vírus.

“Se você encontrar uma maneira de bloquear a interação entre Nsp1 e NXF1 ou aumentar a quantidade de NXF1 na célula, obterá mRNAs do núcleo e poderá obter um efeito protetor, como sugerido por nossos experimentos”, diz Fontoura.

Os tratamentos COVID-19 se concentram no gerenciamento dos sintomas enquanto o corpo luta contra a infecção com suas defesas naturais.

Mais estudos

Uma área chave de interesse nas terapias virais é direcionar as células infectadas para impedir a replicação do vírus.

Focar em Nsp1 ou sua interação com NXF1 representa uma maneira possível de fazer isso.

“Ainda precisamos saber mais, como a estrutura do Nsp1 ligada ao NXF1, o que esclareceria como isso bloqueia a exportação de mRNA e como podemos revertê-la”, diz Zhang.

“A pesquisa é promissora, mas para desenvolver terapias no futuro, primeiro precisamos entender melhor o mecanismo”, garantiu Zhang.

Mesmo com a chegada das vacinas, o vírus continua se espalhando e há necessidade de desenvolver essas terapias alternativas.
Os cientistas esperam conseguir isso estudando como o SARS-CoV-2 infecta as células e se propaga, neutralizando o sistema imunológico natural do corpo.

Com informações da EurekAlert

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: UMA CIENTISTA BRASILEIRA LIDERA UMA PESQUISA QUE ENCONTROU UMA PROTEÍNA CHAVE PARA O TRATAMENTO DA COVID-19

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 19 DE FEVEREIRO DE 2021 POR G1

Por G1

 

Câmara vai votar nesta sexta se mantém ou derruba prisão do deputado Daniel Silveira. Após reunião com o presidente do STF, Luiz Fux, Arthur Lira diz que caso do parlamentar foi ‘fora da curva’. E o deputado circulou sem ser incomodado por pátio de prisão e fez novo ataque ao Supremo. Vacinação contra a Covid: Ministério da Saúde diz que vai rever distribuição de doses em fevereiro após Butantan informar atraso. Instituto culpa o governo. Prefeituras adotam medidas para evitar ‘vacina de vento’. Brasil ultrapassa 10 milhões de casos registrados da doença. O tema da conversa de ‘O Assunto’ é a situação dos brasileiros que tentam sair de Portugal. Bolsonaro critica Petrobras e afirma que vai zerar impostos federais do gás e diesel. E Dave Grohl diz que futuro do rock está na geração da filha de 14 anos. Ouça no podcast ‘G1 Ouviu’.

Prisão de Daniel Silveira

Daniel Silveira circula por batalhão prisional da PM e conversa com apoiadores — Foto: Reprodução/GloboNewsDaniel Silveira circula por batalhão prisional da PM e conversa com apoiadores — Foto: Reprodução/GloboNews

A Câmara dos Deputados marcou para esta sexta (19), às 17h, a sessão na qual decidirá se mantém ou derruba a prisão do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ). A decisão foi tomada durante reunião de líderes partidários, e comunicada pela assessoria do presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL). Mais cedo, nesta quinta (18), Silveira participou de audiência de custódia, e o juiz Airton Vieira, auxiliar do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu manter a prisão.

Após reunião no STF com o presidente da Corte, Luiz Fux, e com Rodrigo Pacheco (DEM-MG), o presidente do Senado, Arthur Lira afirmou que “não há qualquer tipo de crise” entre os poderes Legislativo e Judiciário e que o caso Daniel Silveira foi “absolutamente fora da curva”. No entanto, segundo Lira, a prisão de Silveira não foi debatida no encontro.

Preso na Unidade Prisional da Polícia Militar do Rio de Janeiro, em Niterói (RJ), o deputado apareceu, na noite desta quinta, caminhando no pátio da cadeia sem ser incomodado. E ainda recebeu o apoio de alguns manifestantes. Silveira voltou a atacar a Corte: “Vou mostrar para o Brasil quem é o STF”. Mais cedo, a Polícia Federal apreendeu dois aparelhos celulares na sala da superintendência da corporação onde estava preso o parlamentar, antes de ser levado à unidade prisional.

Lembre o caso: prisão de Daniel Silveira foi decretada na terça (16) por Alexandre de Moraes e referendada por unanimidade pelo plenário do tribunal na quarta (17). A Procuradoria Geral da República (PGR) também denunciou Silveira. Aliado do presidente Jair Bolsonaro, ele foi preso após ter divulgado um vídeo no qual fez apologia ao Ato Institucional 5 (AI-5), instrumento de repressão mais duro da ditadura militar, e defendeu a destituição de ministros do STF. As reivindicações são inconstitucionais.

Vacinação no Brasil

Dose de vacina contra o coronavírus, em Limeira — Foto: Eduardo Zanzirolamo/ Prefeitura de LimeiraDose de vacina contra o coronavírus, em Limeira — Foto: Eduardo Zanzirolamo/ Prefeitura de Limeira

Ministério da Saúde informou que “precisará rever a distribuição das doses de vacinas contra a Covid-19 relativas ao mês de fevereiro, divulgada aos secretários de saúde dos estados e Distrito Federal”. Será o primeiro revés no anúncio feito pelo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, de que 230 milhões de doses serão entregues até 31 de julho. Dentro deste total, a previsão era entregar 11,3 milhões de doses em fevereiro. Destes, 9,3 milhões seriam da CoronaVac; e outras 2 milhões da vacina Oxford/AstraZeneca, importadas da Índia.

De acordo com o ministério, a mudança será necessária porque recebeu ofício do Instituto Butantan com a informação de que “receberá somente 30% dos imunizantes previstos em contrato para fevereiro, totalizando apenas 2,7 milhões de doses”. Em nota, o Instituto Butantan disse que montou uma força-tarefa para acelerar a entrega das doses, mas que o governo federal tem culpa pelo atraso.

Mais vacinas para o RJ

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) do Rio de Janeiro afirmou que começa nesta sexta-feira a distribuição de uma nova remessa de 173.500 segundas doses da vacina CoronaVac contra a Covid-19 para os 92 municípios do estado.

Rio de Janeiro, Niterói, São Gonçalo e Maricá serão os primeiros a retirar os lotes do imunizante. Para os outros 88 municípios, a entrega será realizada, a partir das 7h da próxima segunda-feira (22) por quatro aeronaves. A ação contará com helicópteros do Corpo de Bombeiros e do Governo do Estado e apoio da Polícia Civil.

‘Vacina de vento’

Prefeituras adotam protocolos para reforçar a confiança na imunização
Prefeituras adotam protocolos para reforçar a confiança na imunização

Algumas prefeituras decidiram mudar os protocolos de vacinação para assegurar que as pessoas recebam as doses da forma correta. Em meio à vacinação ainda em ritmo lento, outra preocupação anda rondando o país. Nos últimos dias, câmeras de celular registraram profissionais de saúde que, em vez de cumprirem a tarefa de imunizar a população, teriam cometido falhas ou fingido a aplicação das doses. Os casos estão sendo investigados por conselhos de enfermagem, Ministério Público e pela polícia.

Caso de Niterói (RJ)
Em depoimento, a técnica de enfermagem, Rozemary Gomes Pita, de 42 anos, indiciada por peculato e crime contra a saúde pública por não ter aplicado a vacina CoronaVac em um idoso em Niterói, na Região Metropolitana, disse à Polícia Civil que estava “extremamente cansada e estressada”. Após a conclusão do inquérito, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou que a profissional de saúde “foi desligada do quadro de funcionários do órgão”.

Panorama Covid

Brasil ultrapassa marca de 10 milhões de casos registrados de Covid
Brasil ultrapassa marca de 10 milhões de casos registrados de Covid

O Brasil ultrapassou a marca de 10 milhões de casos de Covid-19 desde o início da pandemia. O país registrou 1.432 mortes pela doença em 24 horas, chegando ao total de 243.610 óbitos. É a quinta maior marca de mortes em um dia. Onze estados estão com alta nos óbitos; veja os dados detalhados.

O assunto

Neste episódio, a situação dos brasileiros que tentam sair de Portugal e voltar para o Brasil, mas estão impedido pelas medidas de combate à pandemia, em meio a disseminação de novas variantes e da alta de casos no país europeu

Economia

O presidente da República, Jair Bolsonaro, nesta segunda-feira, 08 de fevereiro, durante cerimônia — Foto: MATEUS BONOMI/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDOO presidente da República, Jair Bolsonaro, nesta segunda-feira, 08 de fevereiro, durante cerimônia — Foto: MATEUS BONOMI/AGIF – AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/AGIF – AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO

Durante transmissão em redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro anunciou que, a partir de 1º de março, cairá a zero a cobrança de impostos federais sobre o gás de cozinha. Segundo o presidente, essas alíquotas ficarão zeradas para sempre. No mesmo vídeo, Bolsonaro afirmou que vai zerar por dois meses, a partir de 1º de março, os impostos federais que incidem sobre o óleo diesel.

O presidente também fez críticas à Petrobras e, mesmo citando que a empresa tem autonomia, afirmou que “algo vai acontecer” na estatal nos próximos dias (Veja detalhes).

Volta do benefício

Relator no Senado quer unificar PEC Emergencial e PEC do Pacto Federativo
Relator no Senado quer unificar PEC Emergencial e PEC do Pacto Federativo

Relator das propostas de Emenda à Constituição conhecidas como PEC Emergencial e PEC do Pacto Federativo, o senador Márcio Bittar (MDB-AC) afirmou que as propostas devem ser unificadas para facilitar a tramitação e viabilizar o pagamento de uma nova rodada do auxílio emergencial. Antes, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), disse que pretende colocar a PEC Emergencial em pauta na próxima semana. Após reunião de líderes, a votação em primeiro turno ficou marcada para a próxima quinta (25).

Entenda o caso: as duas PECs foram enviadas pelo governo federal ao Congresso há mais de um ano, em novembro de 2019. A PEC Emergencial contém medidas para equilibrar as contas públicas federais, enquanto a PEC do Pacto Federativo tem como principal objetivo a melhoria da situação financeira dos estados.

Enem 2020

Caderno de provas do Enem — Foto: RONALDO SILVA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOCaderno de provas do Enem — Foto: RONALDO SILVA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

endereço dos locais de prova da reaplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 serão divulgados nesta sexta-feira, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). A informação estará na Página do Participante, e poderá ser acessada com login e senha de cada candidato que pediu a reaplicação. A reaplicação está prevista em edital e ocorre em todas as edições. Para o Enem 2020, ela será em 23 e 24 de fevereiro.

Acordo nuclear

Secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken, em entrevista coletiva em 27 de janeiro de 2021 em Washington — Foto: Carlos Barria/Pool/ArquivoSecretário de Estado norte-americano, Antony Blinken, em entrevista coletiva em 27 de janeiro de 2021 em Washington — Foto: Carlos Barria/Pool/Arquivo

Os Estados Unidos estão preparados para conversar com o Irã sobre o cumprimento do acordo que tem o objetivo de impedir o desenvolvimento de armas nucleares no país do Oriente Médio, afirmou o secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken, a aliados europeus.

Os governos do Reino Unido, França e Alemanha comemoraram, em uma declaração conjunta, a iniciativa do presidente Joe Biden em mostrar suas intenções de voltar com as conversas e negociações diplomáticas entre os EUA e o Irã.

“O secretário Blinken reiterou que (…) se o Irã voltar a cumprir estritamente os compromissos sob o JCPOA, os EUA farão o mesmo”, disse a nota conjunta.

Missão histórica

Veja o pouso do Robô Perseverance em Marte

Veja o pouso do Robô Perseverance em Marte

O robô explorador Perseverance, da Nasa, pousou na superfície de Marte no final da tarde desta quinta-feira, sete meses depois de a missão ter partido da Terra. A chegada, transmitida ao vivo pelas redes sociais da agência espacial, ocorreu na cratera de Jezero, local de pouso mais perigoso já tentado. O objetivo da missão, chamada de Mars 2020, é buscar vestígios de vida em um local do planeta que já foi um lago há bilhões de anos. Saiba mais.

Infecção intestinal

Anitta faz gravações em pontos turísticos de Salvador — Foto: Paula Froés / GOV BAAnitta faz gravações em pontos turísticos de Salvador — Foto: Paula Froés / GOV BA

Anitta segue sem previsão de alta após ser internada, em uma clínica da Zona Sul do Rio, devido a uma infecção intestinal. Nesta quinta, a cantora fez postagens para tranquilizar seus fãs.

“Olá, galerix. Peguei um pouco no cel hoje. Ainda não tive alta, é minha quarta noite dormindo no hospital mas já me sinto melhor do que quando entrei. Obrigada pelas energias positivas. Um beijo.”

Em outro post, ela se corrigiu sobre o número de noites no hospital: “Falei errado… quarto dia amanhã… desculpa é que tô agoniada já… bom… rezar pra ser o último”, escreveu.

BBB 👀

Acadêmicos do BBB: por que ricos e famosos não vencem o reality?
Acadêmicos do BBB: por que ricos e famosos não vencem o reality?

BBB21 é a segunda edição com os participantes divididos entre os grupos camarote e pipoca. Mas o programa já teve outras edições com influenciadores e até com ex-BBBs. Será que ricos e famosos têm menos chances de ganhar o reality? Olhando o histórico, fica claro que existem chances, mas elas são poucas. Só uma vez um participante considerado famoso ganhou o BBB. Veja na reportagem.

Música 🎶

Os Foo Fighters estão vivos e operantes, com um disco novo na missão de prover “alívio e alegria” na quarentena com rock dançante, descreve Dave Grohl ao podcast G1 Ouviu (clique acima para escutar).

Dave também garante o futuro de longo prazo do estilo musical que encarna. Ele vê o rock são e salvo nas mãos da geração de Violet, sua filha de 14 anos. A garota faz vocais de apoio na faixa “Making a fire”, do álbum “Medicine at midnight”.

Violet, filha de Dave Grohl, canta 'Heart-shaped box', do Nirvana, com o pai na bateria e St. Vincent na guitarra em janeiro de 2020 — Foto: Reprodução / YouTubeViolet, filha de Dave Grohl, canta ‘Heart-shaped box’, do Nirvana, com o pai na bateria e St. Vincent na guitarra em janeiro de 2020 — Foto: Reprodução / YouTube

Ela já havia subido ao palco em shows do Foo Fighters. Mas Dave viu sua vida “completar um ciclo” quando tocou uma música do Nirvana com ela em um show, ao lado seus ex-colegas da antiga banda. “Foi como voltar ao tempo e olhar para o futuro”, ele descreve. Leia mais.

Previsão do tempo

Confira a previsão do tempo para esta sexta-feira (19)
Confira a previsão do tempo para esta sexta-feira (19)

Futebol

Campeonato Brasileiro
21h30: São Paulo x Palmeiras

Reta final do Brasileirão

Internacional e Flamengo brigam pelo título
Internacional e Flamengo brigam pelo título

 

Fonte: G1

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 19 DE FEVEREIRO DE 2021 POR G1

SAÚDE: QUAL A DOSE DE VITAMINA D DIÁRIA IDEAL? POR DR. MARCO MENELAU

Sábado é dia de relaxar do trabalho e passar a olhar mais para o seu corpo e sua saúde, já que se tem mais tempo para isso. Por isso, o Blog do Saber reserva um espaço para a coluna SAÚDE trazendo sempre palestras com informações valiosas de médicos como do Dr. Marco Menelau, naturalista que evita o uso de remédios químicos. Por isso convido você a assistir ao vídeo completo a seguir e saber tudo sobre a vitamina D.

Fonte:

Continuar lendo SAÚDE: QUAL A DOSE DE VITAMINA D DIÁRIA IDEAL? POR DR. MARCO MENELAU

AUTOCONHEIMENTO: SAIBA TUDO SOBRE “A CURA PELA FÉ” NUMA ENTREVISTA COM O DR. JEFF LEVIN

A postagem desta quinta-feira, aqui na coluna AUTOCONHECIMENTO é uma oportunidade única de você conhecer qual a relação entre as práticas religiosas ou espirituais e a saúde. Numa entrevista com uma das maiores autoridades em estudos definidos como epidemiologia da religião, cujo objetivo principal é saber como atores espirituais previnem a incidência de enfermidades em determinadas regiões e a mortalidade, e promovem a saúde e o bem-estar – estabelecendo o relacionamento existente entre ciência, medicina e espiritualidade. Ele esclarece para você todas essas dúvidas existentes na sua cabeça.

Nenhuma descrição de foto disponível.

A CURA PELA FÉ

Hoje em dia, Jeff Levin é considerado um dos principais nomes nos estudos científicos a respeito da relação entre as práticas religiosas ou espirituais e a saúde.

Por Gilberto Schoereder

Várias pesquisas vêm sendo realizadas nos últimos anos envolvendo o que alguns chamam de “o poder da oração”. Uma das grandes autoridades mundiais nesse campo é o dr. Jeff Levin, um epidemiologista social formado em religião, sociologia, saúde pública, medicina preventiva e gerontologia na Universidade Duke, na Universidade da Carolina do Norte, na Divisão Médica da Universidade do Texas e na Universidade de Michigan.

Ele é pesquisador do National Institute for Healthcare Research e seus estudos podem ser definidos como epidemiologia da religião – o estudo científico de como fatores espirituais previnem a incidência de enfermidades em determinadas regiões e a mortalidade, e promovem a saúde e o bem-estar – estabelecendo o relacionamento existente entre ciência, medicina e espiritualidade.

Seu trabalho estabelece pontes entre diferentes campos de atividade, como epidemiologia, gerontologia, sociologia, psicologia e medicina alternativa e complementar.

As perguntas básicas que seus estudos apresentam são: Como a fé religiosa atua como um recurso na prevenção de doenças e na promoção do bem-estar?; Um relacionamento de amor com Deus é uma característica das pessoas saudáveis?; A religiosidade é um fator de proteção contra doenças ao longo do processo de envelhecimento?; Existem efeitos terapêuticos ou preventivos de energias sutis ou estados alterados de consciência?

O resultado de suas pesquisas foi publicado no livro Deus, Fé e Saúde (Editora Cultrix). Entrevistamos o dr. Levin por e-mail para que ele nos falasse mais sobre seu trabalho e as mais recentes descobertas nessa área, assim como sua relação com teorias e posturas mais conservadoras da medicina, que ainda resistem em aceitar as evidências científicas coletadas nos últimos vinte anos.

A relação entre a oração ou as preces e a saúde se tornou um dos assuntos mais comentados da atualidade. Essa relação positiva entre ambas está definitivamente comprovada ou ainda estamos no campo das evidências? Em que ponto se encontram as pesquisas científicas?

O campo da pesquisa em espiritualidade e saúde compreende, na verdade, três áreas de estudo diferentes. Uma delas, aquela em que minha pesquisa se focou nos últimos vinte anos, envolve investigações epidemiológicas de como a fé ou o envolvimento religioso influencia a saúde física e mental. Já foram feitos mais de mil estudos com esse enfoque e, hoje, a ideia de que aspectos da vida religiosa podem ser benéficos para a saúde ou o bem-estar de algumas pessoas é aceita de forma geral e não controversa.

As duas outras áreas de pesquisa em espiritualidade e saúde envolvem: 1) estudos experimentais de laboratório, como em psicofisiologia, explorando os correspondentes espirituais de estados alterados de consciência; 2) testes clínicos investigando os efeitos da oração à distância. Em contraste com a pesquisa epidemiológica, esses estudos encontram muito mais resistência. Pessoalmente, acredito que existem boas evidências para ambas, mas os temas e conceitos levantados por esses estudos desafiam a estreiteza da visão de mundo de muitos cientistas das correntes estabelecidas.

Tem se falado na influência de fatores espirituais ou religiosos no processo de cura. Foi realizada alguma tentativa no sentido de determinar se se trata, de fato, de fatores espirituais, ou pode se tratar da ação da mente, como ocorre em tantos dos chamados “fenômenos parapsicológicos”? Em outras palavras, a crença de uma ou mais pessoas daria início a um processo ou uma ação mental. O que o senhor pensa a esse respeito?

Eu não estou certo de que usando os métodos naturalistas da ciência empírica poderemos algum dia desemaranhar esses dois conceitos. Aqui, nos Estados Unidos, médicos religiosamente muito conservadores opuseram muita resistência a essa pesquisa. Eles vêem os resultados de estudos de oração e cura, e quer atribuir qualquer cura subseqüente à intervenção “sobrenatural” de Deus. Outros reconhecem a possibilidade de que o ato de rezar envolva criar uma intenção mental positiva que pode ter, por si mesma, um efeito curativo. Mas isso é interpretado pelo primeiro grupo como blasfemo e até mesmo, acredite ou não, satânico – porque parece implicar efeitos que são inerentemente parapsicológicos, e a parapsicologia é considerada maligna.

Considero essa reação perturbadora por duas razões. Em primeiro lugar, fez muitos médicos cristãos conservadores rejeitar efetivamente os resultados de estudos de oração e cura, porque os estudos implicavam que as orações de qualquer um podem ser efetivas, independentemente de religião, talvez devido a algum tipo de mecanismo paranormal. Isso ameaça as reivindicações de exclusividade que alguns fazem para sua própria religião e para os resultados de orações dessa religião.

Em segundo lugar, se os resultados forem devidos “apenas” à parapsicologia – em vez de a Deus, por assim dizer -, por que isso seria um problema? Em última instância, todos esses efeitos vêm de Deus. Eu acredito que o Criador dotou os seres humanos com todo tipo de aptidão, algo que os grandes místicos conhecem há milhares de anos e que cientistas ocidentais só agora procuram entender. Mais de cem anos de pesquisa parapsicológica confirmaram isso, para satisfação minha e de muitos outros.

Durante suas pesquisas, o senhor teve conhecimento da ação dos chamados “médiuns de cura”? De alguma forma, esses casos podem estar relacionados?

Já ouvimos falar que a cura não provém exatamente dos médiuns, mas da crença das pessoas que os consultam.

Pessoalmente, nunca pesquisei sobre médiuns, mas tenho uma posição a respeito. Acredito que, quando se trata de orações, cura pelas mãos ou por energia, ou qualquer outra forma sutil de terapia bioenergética ou relativa à consciência, todos os elementos da interação curativa podem ser importantes; em outras palavras, as habilidades, características e intenções de quem cura, o método da cura e as crenças do paciente. Tudo isso pode entrar em jogo até certo ponto, mas pode variar de acordo com a situação.

Quanto a uma condição sine qua non para o sucesso da cura, já ouvi muitos curandeiros dizendo que descobriram, por experiência própria, que é indispensável haver uma intenção amorosa por parte do curandeiro ou rezador; independentemente de outros elementos (método, técnica, expectativas de paciente, etc.). É fundamental haver uma intenção sincera e abnegada de amor fraterno, que deseje o melhor benefício para a pessoa, de acordo com a vontade de Deus.

Já ouvimos falar de experiências de “prece a distância”, com resultados positivos. Inclusive, as pessoas que realizavam as preces não sabiam a quem elas se dirigiam. O que o senhor pode nos dizer sobre esse assunto?

Como muitos leitores já devem saber, houve vários estudos recentes que investigaram os efeitos da oração a distância. Alguns desses estudos foram, de fato, bem controlados, com método duplo-cego e amostragem criteriosa; foram testes clínicos de certa forma similares aos testes farmacológicos que avaliam os efeitos de novas drogas. Para horror de muitos médicos acadêmicos convencionais, alguns desses estudos mostraram resultados, com índices de recuperação que foram melhores entre os pacientes que foram alvo de orações sem o saberem do que entre os pacientes dos grupos de controle.

Acredite ou não, já houve quase duzentas investigações desse tipo. E não só em pessoas, mas outros organismos, como animais e plantas. A pesquisa foi compilada de forma muito abrangente em um livro soberbo chamado Spiritual Healing (Cura Espiritual), escrito por meu amigo Dr. Dan Benor, um médico norte-americano. Ele descobriu que cerca de um quarto dos estudos foi realizado com uma metodologia de pesquisa impecável, e que, desse um quarto, aproximadamente três quartos constataram resultados positivos. Em outras palavras, isso é evidência e que orações a distância tiveram um efeito mensurável e benéfico.

Em seu livro Deus, Fé e Saúde, o senhor estabelece uma relação entre o modo como o compromisso religioso influencia o comportamento, e o modo como o comportamento influencia a saúde. No entanto, o comportamento de uma pessoa não está necessariamente ligado ou necessariamente dependente de um compromisso religioso. Foi feita alguma pesquisa no sentido de determinar o comportamento de pessoas não-religiosas, para ver se aquelas que têm comportamento saudável têm uma saúde melhor, como as religiosas ou espiritualizadas? O senhor diz em seu livro que as pesquisas mostram que o comportamento não-saudável não relacionado à postura religiosa ou espiritual?

É claro que as pessoas podem ser perfeitamente saudáveis sendo ou não sendo religiosas ou espiritualizadas. O que tentei fazer no meu livro foi examinar os “mecanismos” subjacentes às relações entre espiritualidade e saúde observadas em pesquisas. Essas associações existem, eu concluí, exatamente porque a religiosidade pode motivar comportamentos saudáveis, pode gerar relações sociais de apoio e solidariedade, pode produzir sentimentos ou emoções poderosos, etc. E já se sabe que cada um desses fatores – hábitos saudáveis, relacionamentos, sentimentos – é importante para a saúde.

Existem diferenças visíveis entre “estar associado a uma religião” e ter o que se poderia chamar de uma “atitude espiritual independente”? Faz diferença se a pessoa reza numa igreja ou em qualquer outro tipo de templo, ou se ela reza em casa, e segundo suas próprias regras? O que conta, afinal, é o comportamento, é o modo de pensar, é uma sintonia especial, ou outro fator?

Eu não acredito que faça qualquer diferença. Um dos primeiros fatos básicos que descobri quando comecei minha pesquisa, vinte anos atrás, é que um efeito saudável da religiosidade ou da espiritualidade parecia ser uma constante universal na natureza. Isto é, quando se toma como referência ou pessoas sem um caminho espiritual ou a população como um todo, efeitos epidemiologicamente protetores ou preventivos foram observados em católicos, protestantes, judeus, budistas, hindus, muçulmanos, zoroastristas, etc. Além disso, uma quantidade considerável de estudos mostrou um benefício às pessoas que, mesmo não sendo formalmente religiosas, estão envolvidas com meditação ou outras buscas espirituais.

O Institute of Noetic Sciences, uma esplêndida organização na Califórnia, publicou um relatório excelente chamado The Physcal and Psychological Effects of Meditation (Os Efeitos Físicos e Psicológicos da Meditação) documentando esses estudos.

O senhor entende que essa aproximação da ciência com a religião é uma tendência para o futuro? O filósofo Ken Wilber já vem se manifestando há anos a respeito da necessidade de se desenvolver aproximando as visões científica e espiritual. O que o senhor pensa a esse respeito?

Nos últimos trinta anos, os acadêmicos dos Estados Unidos têm demonstrado um considerável interesse em explorar a interface entre religião e ciência. Porém, muito desse discurso aconteceu dentro do contexto rígido das filosofias e visões de mundo adotadas pelos acadêmicos e pelas religiões predominantes. Um “novo paradigma” que unifique as abordagens científica e espiritual seria certamente um desdobramento bem-vindo. Mas precisamos nos perguntar: Qual paradigma? Qual abordagem científica? Perspectiva espiritual de quem?

Ken Wilber fala para muitas pessoas que têm interesse intelectual na consciência e em caminhos espirituais alternativos, mas eu não diria que o mundo acadêmico ortodoxo esteja pronto para isso. Para boa parte da comunidade acadêmica, o diálogo entre ciência e religião é um diálogo entre uma visão muito materialista e mecanicista de ciência e uma versão cartesiana de espiritualidade, baseada num paradigma muito antigo.

Já existe alguma tentativa de se desenvolver uma teoria a respeito dessa ação da prece na melhora da saúde das pessoas, ou ainda é muito cedo para isso? O senhor entende que uma tória desse gênero deverá estar ligada a teorias desenvolvidas pela parapsicologia, envolvendo a atuação da mente sobre a matéria?

Uma das críticas que os céticos organizados fazem incessantemente à literatura científica sobre oração e cura é que esses estudos não podem ser verdadeiros porque não existe uma teoria que explique as descobertas. Assim, de acordo com essa crítica, os resultados são impossíveis.

A crítica é errônea por dois motivos distintos. Primeiro, a pesquisa clínica estabelece uma distinção entre eficácia e mecanismo de ação. A eficácia de uma terapia pode ser demonstrada muito tempo antes de se compreender o mecanismo subjacente de ação. É o caso da aspirina, que sabíamos que funcionava antes de entendermos por quê. Ignorar ou condenar os resultados de pesquisas metodologicamente sólidas porque eles não se enquadram nas atuais teorias seria a morte da ciência. Qualquer grande novo avanço, por definição, será gerado pela necessidade de se formular uma nova perspectiva teórica que responda a dados inesperados. É assim que as coisas têm funcionado ao longo da história da ciência.

Mas a segunda razão que invalida as objeções dos céticos é muito mais básica: existem, de fato, teorias e perspectivas para nos ajudar a entender como e por quê a oração pode curar. Sobre esse tópico já foi escrito mais do que eu poderia abordar aqui, mas basta dizer que há muitos anos têm surgido livros acadêmicos e artigos científicos com esse enfoque.

Propuseram-se muitos mecanismos de ação possíveis, aproveitando trabalhos estimulantes nas áreas da física, do estudo da consciência, da psicofisiologia e da parapsicologia. Todo tipo de força, energia ou campos foi cogitado, inclusive conceitos como os de mente estendida, campos mórficos, mente não-local, psi, energias sutis, etc. O pesquisador alemão, Dr. David Aldridge, escreveu muito sobre esse tópico, assim como meu amigo Dr. Larry Dossey, o médico norte-americano, em muitos de seus livros, como Palavras que Curam (Healing Words, Editora Cultrix).

Acredito que a parapsicologia guarda uma riqueza de demonstrações empíricas e de proposições teóricas no que tange à oração a distância e seus efeitos de cura. Mas, infelizmente, muitos cientistas e médicos acadêmicos ortodoxos desdenham e não acreditam nesse trabalho, ao mesmo tempo em que o conhecem tão pouco. Essa postura vem principalmente da ignorância e de uma necessidade corporativista de proteger o próprio território. É pena, mas isso também parece ser uma constante na história da ciência e da medicina.

Para Saber Mais:

Deus, Fé e Saúde – Jeff Levin –
Editora Cultrix
Fone : (11) 6166-9000
Site de Jeff Levin: / www.religionandhealth.com/index.htm

(Extraído da revista Sexto Sentido 52, páginas 26-31)

Fonte: IPPB
Continuar lendo AUTOCONHEIMENTO: SAIBA TUDO SOBRE “A CURA PELA FÉ” NUMA ENTREVISTA COM O DR. JEFF LEVIN

EDUCAÇÃO: CURSO MAIS POPULAR DA UNIVERSIDADE DE YALE CHEGA AO ENSINO MÉDIO GRATUITAMENTE

O curso mais popular de felicidade da Universidade de Yale chega ao ensino médio oferecido gratuitamente a mais de 550 alunos de baixa renda nos Estados Unidos e ainda receberão créditos universitários gratuitos após a conclusão. Uma atitude magnífica que vai levar  a alunos de baixa renda uma oportunidade única de serem pessoas melhores. Então lhe convido a ler o artigo completo a seguir e conhecer os detalhes da matéria!

Yale está oferecendo seu popular curso de felicidade para alguns alunos do ensino médio de graça – incluindo crédito universitário

Em 2018, a professora Laurie Santos de Yale lançou um novo curso, “Psicologia e a Vida Boa”, para atender às crescentes necessidades de saúde mental dos alunos no campus. Foi um sucesso imediato, atraindo mais de 1.200 alunos matriculados na graduação naquele primeiro semestre antes de ser transformado no curso online mais popular da história de Yale.

Agora o curso está sendo oferecido gratuitamente a mais de 550 alunos de ensino médio de baixa renda nos Estados Unidos. Os alunos receberão créditos universitários gratuitos após a conclusão.

Nosso objetivo é equipar os alunos com estratégias cientificamente validadas para viver uma vida mais satisfatória, ao mesmo tempo em que criamos oportunidades para alunos de baixa renda e negros e ricos demonstrarem estar prontos para a faculdade”, explicou Santos, professor de psicologia e chefe do Silliman College em Yale.

De acordo com um comunicado de Yale , o novo programa – que foi desenvolvido em parceria com a University of Connecticut e o National Education Equity Lab com o apoio da Arthur M. Blank Foundation – será oferecido em mais de 40 escolas Title I de 17 cidades , incluindo Atlanta, Nova York, Los Angeles e New Haven. Além de ter acesso às palestras de Santos, os alunos serão apoiados por um professor local em sua escola de ensino médio e um bolsista de ensino de Yale.

 É uma honra estar envolvido neste amplo esforço para ampliar as oportunidades educacionais para a diversificada população de estudantes matriculados neste curso”, disse Zach Silver, um estudante de pós-graduação em psicologia em Yale que é um dos professores bolsistas do novo curso. “Estou emocionado em compartilhar minha paixão por este material com alunos de todo o país.”

A aula, que será ligeiramente modificada em relação ao original, apresentará aos alunos estratégias validadas cientificamente para viver uma vida mais satisfatória e examinará o que a ciência psicológica mostra sobre como ser mais feliz, como se sentir menos estressado e como florescer mais. Os alunos também terão a chance de colocar essas descobertas científicas em prática.

O curso original “Psicologia e a Vida Boa” atraiu um número tão grande de alunos que foi transferido para o Woolsey Hall, a maior sala de concertos do campus. Desde então, a classe gerou um curso on-line de enorme sucesso, ” The Science of Well-Being “, disponível gratuitamente no Coursera com mais de três milhões de inscrições até o momento, e o podcast de sucesso “The Happiness Lab”, um dos 5 melhores podcast da Apple com mais de 30 milhões de downloads.

 Este é um momento muito desafiador, e isso significa que os alunos precisam aprender novas estratégias para proteger sua saúde mental”, disse Santos. “Nosso objetivo é dar aos alunos as ferramentas de que precisam para florescer e se sentir melhor. Além disso, podemos oferecer aos alunos uma experiência educacional rigorosa em Yale e uma oportunidade de ver se eles têm o que é preciso para ter sucesso na faculdade e além. ”

Educadores, alunos ou pais que desejam levar “Psicologia e o Bem Viver” para suas escolas podem manifestar interesse no  site de Santos .

Fonte: Good News Network

Continuar lendo EDUCAÇÃO: CURSO MAIS POPULAR DA UNIVERSIDADE DE YALE CHEGA AO ENSINO MÉDIO GRATUITAMENTE

REFLEXÃO: O HOMEM BUSCA FORÇA E SEGURANÇA ATRAVÉS DA CIÊNCIA ESPIRITUAL

Através da Ciência Espiritual o homem busca Força e Segurança para alcançar a plenitude dos seus atos. Essa plenitude se traduz em sabedoria e saúde. A saúde em sua forma mais completa: física, mental, espiritual e emocional. Por isso, convido você a ler o texto completo a seguir, refletir e fazer o seu juízo de valor sobre esses valores que fazem parte da consciência humana desde os terapeutas ou Essênios na antiguidade!

Sabedoria e Saúde

 em 

 

Hoje trago uma parte do texto “Sabedoria e Saúde” de Rudolf Steiner, pai da antroposofia. Vale a pena refletir sobre o assunto.

“A ciência espiritual que atuar na vida prática quer dar ao Homem força e segurança.

Não é assunto para pessoas curiosas e, sim, para aqueles que querem ser atuantes e que estão dispostas a colaborar energicamente na vida.

Houve ciência espiritual em todas as épocas. Nos círculos em que era praticada, era voz corrente que o homem era capaz de desenvolver, para além da mera força de raciocínio, forças espirituais superiores às da vida comum. O nexo entre o conceito de sagrado, intacto ou salvo e salutar (“heilg, heil e heilsam”, em alemão) sempre era sentido ali. O Espírito Santo é o espírito absolutamente são que mergulha na alma humana, a fim de espalhar salvação no mundo.

Mas é justamente a partir desse ponto de vista que a ciência espiritual, frequentemente, é mal interpretada. Ela conduz o homem de metas egoístas de conhecimento, saber e aspiração, para pontos de vista universais, para a união do indivíduo com o Universo. Mas as forças superiores que a ciência espiritual dá com isso, atraem tantas pessoas e as incitam a uma ambição egoísta. Mesmo que a ciência espiritual, em verdade, afaste o homem ao máximo do lado pessoal, amiúde é usada como serva do egoísmo. De um dia para o outro, as pessoas querem que ela preencha os seus desejos egoístas.

Havia ciência espiritual no âmbito de uma irmandade na África, os Terapeutas. A mesma irmandade tinha o nome de essênios na parte da terra onde nasceu o cristianismo. Já o nome de terapeutas indica sua ligação ao espírito e à saúde. Os terapeutas ou essênios curavam por meios espirituais em conexão com a ciência material. Quem aceita a ciência espiritual recebe reais remédios: a ciência espiritual é um elixir da vida. Não tem de ser comprovada por discussões e razões lógicas mas introduzida na vida, ela deve tornar são e salvos aqueles homens que a acolhem. O mero fato de saber que existe reencarnação e carma e falar disso em belas frases equivale a uma não ciência espiritual. Devemos viver nela a toda hora e todos os dias, totalmente compenetrar dela a alma e aguardar calmamente o que acontecer; aí perceber-se-á o seu efeito. Quem levar dentro de si os pensamentos da ciência espiritual como alimento e semente, nas horas de pena e alegria, em horas de devoção e elevação, em horas em que a vida está na iminência de se despedaçar; quem sentir como eles trazem estímulo ao trabalho energia e esperança aprendeu-a corretamente. Vale aqui a palavra de Goethe: “cogite o que, mais ainda o como”.

A ciência espiritual tem de tornar-se um assunto bem individual de cada homem. O homem ativo na ciência espiritual levanta os olhos aos astros, compreendendo-o conforme as leis da vida que permeiam todo o universo. Quando, de manhã, o sol se levanta em toda sua magnificência e, à noite, a lua no seu silencioso esplendor, quando as nuvens passam no firmamento, o homem levanta os olhos e os processos no firmamento lhe são a manifestação da vida universal anímico-espiritual, tal qual vemos nos movimentos de um semblante ou de uma mão a expressão da vida anímico-espiritual no homem…

A ciência espiritual atenta para cada detalhe, exigindo que nos interessemos com amor por cada planta, cada pedra. Não queremos procurar por magia o mundo espiritual. Porém, não devemos procurá-lo afastados dos sentidos, mas lá onde nos encontramos no trabalho eficaz do dia.

O saber que o homem ganha penosamente por via de experimento pode se tornar sabedoria. Sabendo refundir o vivo em algo pleno de cor, som e luz, em imaginação, a pessoa se tornará sábia.

O homem deve ter a força de transformar numa imagem viva o que apenas sabe.
A sabedoria enche o homem de força vital e a força juvenil é algo que o torna forte e vivaz.

Tal sabedoria abre a alma e é o germe do amor.

Saber, conhecer, ser sábio é o fundamento de todo poder de ajuda ao homem.”

Luz e Paz!!!

Fonte: Sabedoria Universal

Continuar lendo REFLEXÃO: O HOMEM BUSCA FORÇA E SEGURANÇA ATRAVÉS DA CIÊNCIA ESPIRITUAL

BOAS NOTÍCIAS: CIENTISTAS DE ISRAEL TESTAM REMÉDIO PARA CÂNCER EM 30 PACIENTES COM COVID-19 E 29 SE RECUPERAM EM 5 DIAS

Uma grande esperança de um remédio para a cura da Covid-19 vem lá de Israel e é o destaque , aqui na coluna BOAS NOTÍCIAS. 29 de 30 pacientes com Covid-19, em situação de moderado a grave, foram tratados com o remédio EXO-CD24, que a princípio foi desenvolvido para tratamento de câncer de ovário, tiveram recuperação em até 5 dias. Apenas um levou mais de 5 dias para se recuperar. Então, é importante você ler o artigo completo a seguir e conhecer esse poderoso remédio!

Remédio experimental de Israel contra Covid recupera pacientes em 5 dias

Esperança! Pesquisadores de Israel anunciaram nesta sexta, 5, que desenvolveram um remédio experimental contra o câncer que está conseguindo recuperar pacientes internados com Covid-19.

Os cientistas afirmaram que 29 dos 30 pacientes – com casos moderados a graves de coronavírus – tratados com EXO-CD24 tiveram recuperação completa em apenas cinco dias, informou a agência Reuters.

É importante dizer que as pesquisas ainda estão no começo e foram feitas com poucas pessoas, mas são animadoras.

O professor Nadir Arber, do Centro Integrado de Prevenção do Câncer de Ichilov, passou anos desenvolvendo a droga para câncer de ovário antes de testá-la em pacientes com Covid-19.

O EXO-CD24 é tomado uma vez a cada cinco dias e é relativamente barato, de acordo com o professor Arber, que não revelou o preço.

A pesquisa

Os cientistas administraram uma dose do medicamento em 30 pacientes com infecções graves ou moderadas por covid-19.

Não ficou claro a idade dos pacientes, mas os dados mostram que os mais jovens têm muito menos probabilidade de se recuperarem mais rapidamente – 29 mostraram melhora significativa de três a cinco dias.

Os sintomas do 30.º paciente também melhoraram, mas depois do período de cinco dias, de acordo com relatos publicados pela imprensa israelense.

Dados mostram que, em média, um paciente com coronavírus passa até três semanas internado.

Aumentar a pesquisa

O tamanho da amostra de testes é muito baixo para tirar qualquer conclusão sobre a eficácia do medicamento. Os dados também não foram publicados em um jornal especializado. Mas os cientistas estão animados.

Os pesquisadores israelenses querem fazer um estudo mais amplo da droga, com centenas de pacientes e comparar os resultados com um placebo.

Com informações da Reuters e Estadão

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: CIENTISTAS DE ISRAEL TESTAM REMÉDIO PARA CÂNCER EM 30 PACIENTES COM COVID-19 E 29 SE RECUPERAM EM 5 DIAS

SAÚDE: DIAGNÓSTICO DE CÂNCER DE PRÓSTATA COM TESTE ATRAVÉS DE UMA TIRA DE URINA JÁ É UMA REALIDADE

Um diagnóstico feito através de uma tira de urina contendo um biossensor ultrassensível baseado em sinal elétrico de câncer de próstata, com precisão de quase 100% é o destaque, aqui na coluna SAÚDE desta quinta-feira. Ele introduziu a análise de IA para quantificar os valores de quatro próstatas separadas fatores de câncer. Esta é uma notícia extraordinária para os homens em geral que não se sentem bem em fazer o exame tradicional do toque. Então, convido você a ler o artigo completo a seguir e conhecer os detalhes!

Novo teste de câncer de próstata faz o diagnóstico de urina em 20 minutos com precisão de quase 100%, dizem os pesquisadores

 

Cientistas médicos coreanos empregaram o aprendizado de IA para criar um novo exame de câncer de próstata com quase 100% de precisão.

A descoberta, que é uma simples tira de urina, provavelmente revolucionará os testes, pois os métodos existentes não apenas são imprecisos, mas podem resultar em diagnóstico excessivo e exigir biópsias invasivas.

O método atual é um teste de PSA, que significa “antígeno específico da próstata”, e que testa os níveis dessa proteína específica no sangue. Este teste pode ter uma taxa de diagnóstico incorreto de até 80%.

Isso ocorre porque o PSA é produzido a partir de células cancerosas e não cancerosas da próstata, e mesmo se o teste detectar PSA canceroso, há o risco de diagnosticar tumores que nunca produziriam sintomas durante a vida, de acordo com a Clínica Mayo.

Além disso, outras condições, como inflamação da próstata, infecção ou aumento da próstata, também podem enganar um teste de PSA padrão, levando à prescrição de uma biópsia invasiva que pode causar sangramento e dor.

Projetado no Instituto de Ciência e Tecnologia da Coreia, o avanço, liderado pelo cientista-chefe Dr. Kwan Hyi Lee, criou uma tira de teste de urina contendo um biossensor ultrassensível baseado em sinal elétrico e introduziu a análise de IA para quantificar os valores de quatro próstatas separadas fatores de câncer.

A IA então usa um algoritmo para determinar se eles resultam ou não em câncer. Esse processo levou a uma taxa de precisão superior a 99% em 76 testes diferentes.

“Para pacientes que precisam de cirurgia e / ou tratamentos, o câncer será diagnosticado com alta precisão usando urina para minimizar biópsias e tratamentos desnecessários, o que pode reduzir drasticamente os custos médicos e a fadiga da equipe médica”, disse o professor Gab Jeong, que ajudou o Dr. Lee no projeto, em um comunicado de acordo com  Phys. 

O câncer de próstata é a variedade mais comum em homens, e milhões de pessoas todos os anos em todo o mundo perdem a vida por causa dele. Como outros procedimentos médicos, às vezes um paciente pode se sentir envergonhado por um método específico de diagnóstico e pode optar por não obter um como resultado – o que certamente poderia ser o caso com biópsias invasivas.

A invenção de uma tira de urina simples tem o benefício adicional de poder ser feita em particular e, combinada com os resultados super precisos, o teste parece um modificador de campo.

Fonte: Good News Network

Continuar lendo SAÚDE: DIAGNÓSTICO DE CÂNCER DE PRÓSTATA COM TESTE ATRAVÉS DE UMA TIRA DE URINA JÁ É UMA REALIDADE

SAÚDE: SAIBA ATRAVÉS DA CRONONUTRIÇÃO QUAIS OS MELHORES HORÁRIOS PARA SE REALIZAR AS REFEIÇÕES

Na publicação da coluna SAÚDE do dia 26 de janeiro de 2021 o assunto foi sobre a alimentação em função do nosso relógio biológico e do ciclo circadiano (https://blogdosaber.com.br/?s=SA%C3%9ADE%3A+ALINHAR+OS+NOSSOS+%C3%93RG%C3%83OS), que afirmava ser prejudicial a saúde comer antes de dormir. O artigo que trago hoje é sobre Crononutrição, a ciência que estuda os melhores horários para se realizar as refeições e inferir certos alimentos, dentro da mesma linha de pensamento. Então, não perca essa oportunidade única!

Crononutrição: hora que você come pode mudar forma como o corpo funciona | Activia

Crononutrição: alimentação de acordo com o relógio biológico

A crononutrição estuda os melhores horários para se realizar as refeições e ingerir certos alimentos

Escrito por Especialistas

Redação Minha Vida

Em 21/1/2021

Por Saulo Gonçalves, nutricionista (CRN4-20100239)

Você também faz parte do grupo que detesta trabalhar em horário comercial, pois sente que produz mais no início da noite ou que não funciona no início da tarde? Você não está só: cada um de nós possui um ritmo próprio.

O estudo sobre o ritmo certo e o funcionamento do corpo em cada período do dia se chama cronobiologia, sendo a disposição, a fome e o sono funções que seguem padrões estudados por ela. Quando fazemos o recorte desse estudo para a alimentação, aparece a crononutrição.

Em palavras simples, esses estudos visam pensar nos efeitos da alimentação em associação com o relógio biológico. Para quem busca uma alimentação mais saudável, por exemplo, a crononutrição analisa os momentos ideais para realizar refeições e consumir certos alimentos – afinal, o metabolismo dos alimentos sofre efeitos do relógio biológico.

Quem segue os ritmos circadianos – período do ciclo biológico dos seres vivos influenciado pela variação de luz e temperatura – experimenta melhor digestão e absorção dos nutrientes, além de equilíbrio do fornecimento de energia para o corpo.

O relógio do sistema digestivo é sensível à comida e estudos vêm mostrando que não é apenas a contagem de calorias que emagrece, mas a restrição do intervalo de tempo de alimentação – ou seja, comer numa janela de alimentação de 8 a 12 horas (das 10h às 18h, por exemplo), adequando a alimentação ao ciclo circadiano.

De manhã o cortisol (conhecido como hormônio do estresse) está mais alto, estamos mais alertas e ativos para desenvolver as atividades diárias. É hora de uma boa refeição com carboidratos e prática de atividade física, que também pode ser feita à tarde.

À noite, por volta das 18h, o corpo começa a relaxar e há a produção de melatonina. Neste momento não é hora de grandes refeições, bebidas estimulantes ou atividades extenuantes, que vão atrapalhar o sono. Nesse momento, é ideal realizar uma última refeição e preparar o corpo para dormir.

Lembrando sempre que a teoria deve ser adaptada ao caso concreto! Na nutrição não existe regra geral. Tem gente que trabalha à noite e tem gente que não tem fome de manhã. Mudanças de estilo de vida e alimentação são importantes, mas a individualidade também deve ser respeitada.

Por isso é importante buscar ajuda de especialistas da área para um acompanhamento individualizado.

Fonte: 

Especialistas

Minha Vida

Continuar lendo SAÚDE: SAIBA ATRAVÉS DA CRONONUTRIÇÃO QUAIS OS MELHORES HORÁRIOS PARA SE REALIZAR AS REFEIÇÕES

BOAS NOTÍCIAS: UM NOVÍSSIMO TESTE POPULAR DE COVID-19 DÁ RESULTADO EM 10 MINUTOS E CUSTA 5 VEZES MENOS

Vem ai a popularização do teste de Covid-19, que vai dar o resultado em 10 minutos a um custo 5 vezes menor. O produto é 100% nacional e foi desenvolvido por pesquisadores do Instituto de Química de São Carlos da Universidade de São Paulo (IQSC) e da startup paulistana Biolinker, com apoio da FAPESP. Esse o destaque da nossa coluna BOAS NOTÍCIAS desta quarta-feira. Leia o artigo completo e saiba dos detalhes!

Teste popular da USP - Foto: Karla Castro / USP

Teste popular da USP – Foto: Karla Castro / USP

Pesquisadores desenvolvem ‘Teste Popular de COVID-19’ para ampliar acesso ao diagnóstico

21 de janeiro de 2021

O dispositivo funciona de forma semelhante à dos testes rápidos já disponíveis nas farmácias. Ao analisar uma gota de sangue do usuário, identifica a presença de anticorpos do tipo imunoglobulina G (IgG), produzidos ainda na fase aguda da doença (em média dez dias após o início dos sintomas). Quando isso acontece, duas bolinhas avermelhadas aparecem no leitor.

“Quanto mais anticorpos há no sangue, mais forte é o tom de vermelho das bolinhas. Por esse motivo, acreditamos que o teste também poderá ser usado para monitorar a resposta da população às vacinas. Sabemos que nem todo mundo desenvolve imunidade protetora após se vacinar e também que o nível de anticorpos diminui com o tempo”, diz à Agência FAPESP o professor do IQSC-USP Frank Crespilho, coordenador do estudo, desenvolvido pelas alunas Karla R. Castro  e Isabela A. Mattioli. Segundo ele, a tecnologia poderá ser facilmente adaptada para as novas variantes virais, se necessário.

O pesquisador estima que o denominado “Teste Popular de COVID-19” poderá ser vendido por cerca de R$ 30 assim que o registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) for obtido. O preço médio dos similares de mercado está em torno de R$ 140. Para baratear a produção, os pesquisadores otimizaram a quantidade de insumos utilizados e desenvolveram uma tecnologia baseada em nanopartículas que facilita a identificação dos anticorpos.

“Nós conjugamos uma nanopartícula de ouro [que dá a cor avermelhada às bolinhas] a um pedaço da proteína spike do SARS-CoV-2, que é reconhecido pelos anticorpos humanos. Esse bioconjugado é aproximadamente 1 milhão de vezes menor do que um fio de cabelo”, explica Crespilho.

Também conhecida como proteína de espícula, a spike forma a estrutura de coroa que dá nome à família dos coronavírus. É ela a responsável por se ligar ao receptor presente na superfície da célula humana – a proteína ACE-2 – de modo a viabilizar a infecção.

Para desenvolver a molécula usada no teste, os pesquisadores da Biolinker produziram em laboratório apenas a ponta da proteína viral, região conhecida como RBD (sigla em inglês para domínio de ligação ao receptor). De acordo com Mona Oliveira, chefe científica e fundadora da startup, foi usada uma tecnologia conhecida como DNA recombinante, que consiste em usar bactérias geneticamente modificadas para expressar a proteína viral in vitro). Essa parte do trabalho foi apoiada pelo Programa Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE) da FAPESP e também contou com recursos da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep.)

“Todos os insumos usados no dispositivo são produzidos no Brasil, o que contribui para reduzir o custo. Trabalhamos em turno dobrado para finalizar o trabalho em apenas quatro meses”, comenta Crespilho, que coordena o Laboratório de Bioeletroquímica e Interfaces da USP.

O objetivo, segundo o pesquisador, foi ampliar a testagem no país, tornando-a mais acessível às populações de baixa renda. “A ideia é possibilitar a análise em massa da população a um custo bem mais competitivo e viável para a nossa realidade econômica”, afirma.

Os testes de eficácia, que revelarão a porcentagem de acerto do método desenvolvido no IQSC-USP, ainda estão sendo concluídos. Atualmente, a equipe também trabalha para escalar a produção, para que possam ser feitos os ensaios de validação da metodologia por outros grupos de pesquisa.

A ideia é produzir cerca de 500 unidades, que serão testadas em amostras de pacientes atendidos na Universidade Estadual Paulista (Unesp) em Botucatu, na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

“Também estamos em negociação com grupos do Nordeste. Finalizada essa etapa de validação, que ao todo deve levar cerca de um mês, podemos pedir o registro na Anvisa”, conta Crespilho, que recebeu apoio da FAPESP por meio de diversos projetos (19/15333-119/12053-818/11071-0 e 18/22214-6) e também do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Fonte: Agencia FAPESP

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: UM NOVÍSSIMO TESTE POPULAR DE COVID-19 DÁ RESULTADO EM 10 MINUTOS E CUSTA 5 VEZES MENOS

BOAS NOTÍCIAS: PRIMEIRO TRANSPLANTADO DUPLO DE BRAÇO E OMBRO DO MUNDO SE RECUPERA BEM DA CIRURGIA

O islandês Felix Gretarsson, de 48 anos, passa bem após a operação de transplante duplo de braço e ombro, que foi realizado com sucesso. Os médicos informaram que a cirurgia foi realizada no início de janeiro e, por enquanto, ainda é incerto dizer o quanto da mobilidade do paciente será recuperada. Convido você a ler o artigo completo a seguir e conhecer os detalhes dessa cirurgia inédita e tão delicada! 

Islandês é 1º paciente do mundo a receber transplante duplo de braço e ombro

Anna Gabriela Costa, colaboração para a CNN Brasil
23 de janeiro de 2021 às 11:37
Felix Gretarsson Felix Gretarsson Foto: Divulgação

O primeiro transplante duplo de braço e ombro foi realizado com sucesso e o paciente, o islandês Felix Gretarsson, de 48 anos, passa bem após a operação, que envolveu quatro equipes cirúrgicas. A notícia foi divulgada pelos médicos em uma entrevista coletiva realizada nesta sexta-feira (22), em Lyon, na França, onde ocorreu o procedimento.

Na entrevista, os médicos informaram que a cirurgia foi realizada no início de janeiro e, por enquanto, ainda é incerto dizer o quanto da mobilidade do paciente será recuperada. “Dar um pouco para alguém que estava perdendo tanto já é muito”, afirmou o cirurgião-chefe da operação, Aram Gazarian.

Por anos, cerca de 50 médicos se envolveram em todo o processo do implante, até que os doadores adequados fossem encontrados. De acordo com as informações divulgadas na coletiva, quatro equipes cirúrgicas foram envolvidas para minimizar o tempo de transição entre o doador e o receptor.

Entrevista de Felix Gretarsson Entrevista de Felix Gretarsson Foto: Reprodução/Facebook

Segundo os médicos, a perspectiva de o braço direito se tornar funcional era melhor do que para o esquerdo, que também exigiu uma reconstrução completa do ombro. Os profissionais acrescentaram ainda que nenhuma complicação séria foi detectada, nove dias após a operação.

“Com este nível de amputação, não podemos prometer nada”, afirmou o cirurgião que lançou o protocolo médico para a operação em 2010, Lionel Badet. “Gretarsson tem anos de reeducação pela frente, mas vamos apoiá-lo por toda a vida”, disse.

Acidente em 1998

O islandês Felix Gretarssoné um ex-eletricista que perdeu os dois braços em um acidente elétrico, em 1998.

“Eu perdi tudo após o rescaldo, minha noiva foi embora com nossas duas filhas, perdi minha capacidade de cuidar de mim mesmo e perdi minha identidade”, relata Felix em seu site pessoal.

Gretarsson trabalhava em um fio de alta tensão quando uma onda de 11 mil volts queimou suas mãos e o jogou no chão. Ele sofreu múltiplas fraturas e ferimentos internos, ficou em coma por três meses, e, neste período, sofreu a amputação de ambos os braços.

“Mergulhei nas drogas e na depressão. Nos quatro anos seguintes, minha vida só piorou. Mas, felizmente, chegou o dia do despertar. Percebi que era muito mais forte do que pensava e que o mundo está cheio de pessoas boas que podem nos ajudar a superar nossas dificuldades”, relata o homem em sua página.

Atualmente, Felix compartilha sua rotina com milhares de seguidores, além de realizar palestras motivacionais contando sua história e dividindo sua parceria com a esposa, a professora de ioga Sylwia Gretarsson.

Fonte: CNN

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: PRIMEIRO TRANSPLANTADO DUPLO DE BRAÇO E OMBRO DO MUNDO SE RECUPERA BEM DA CIRURGIA

SAÚDE: ALINHAR OS NOSSOS ÓRGÃOS COM O CICLO DIA-NOITE DE NOSSOS AMBIENTES É FUNDAMENTAL A SAÚDE PLENA

Atualmente, cada vez mais vemos médicos, nutricionistas e estudiosos da saúde integral combinar informações sobre exercícios, exposição ao clima, padrões de sono e alimentação, conteúdo alimentar e muito mais para formar um modelo abrangente, para evitar as doenças crônicas e construir uma base de medicina funcional preventiva. A luz solar governa nossas funções metabólicas. Dai a importância dos horários das refeições baseados no relógio biológico. No artigo a seguir você vai ter a precisa noção de por que comer tarde da noite com regularidade faz mal a sua saúde!

Você não deve comer tarde da noite: veja por que e como você pode evitar

Todos os tipos de prejuízos sutis podem acontecer àqueles que comem tarde da noite, ou mesmo apenas depois do pôr do sol.

Isso pode incluir aumento do açúcar no sangue, diminuição da sensibilidade à insulina, inflamação e sono superficial – uma situação que, se ocorrer em um sentido crônico, pode construir a base para todos os tipos de doenças, incluindo Alzheimer.

A ciência por trás desse comportamento humano universal aparentemente impossível de prevenir não é tanto uma pesquisa revolucionária, mas conclusões lógicas sobre a biologia humana e a evolução.

Qualquer que seja a classe de pesquisadores que traduzem as ciências médicas e nutricionais em artigos para nós, leigos, eles estão começando a combinar informações sobre exercícios, exposição ao clima, padrões de sono e alimentação, conteúdo alimentar e muito mais para formar um modelo abrangente de como construir uma base de medicina funcional que por si só servirá para prevenir muitas das doenças crônicas que assolam nossa sociedade.

Evitar comer tarde da noite certamente faz parte dessa panóplia de hábitos, que é mais frequentemente pesquisada por cientistas do sono.

As janelas do sol

Damian Markutt

Para entender por que o horário das refeições é importante, é útil explicar a relação entre nós e o sol.

Destilada até a frase mais básica, a luz solar governa nossas funções metabólicas. Veja como.

Ritmos circadianos é um termo que descreve como nossos órgãos se alinham com o ciclo dia-noite de nossos ambientes. Muitas pessoas imaginam que têm um relógio, que conhecemos detalhadamente quando estamos com o jet lag. No entanto, células e órgãos diferentes têm seus próprios relógios, o que sugere que relógios diferentes funcionam de maneira diferente em momentos diferentes.

Os olhos servem como atenuador do relógio mestre para os movimentos do dia e da noite. Por meio de proteínas sensíveis à luz conhecidas como melanopsina, eles comunicam a intensidade do espectro azul (luz solar) ao relógio principal – uma parte do cérebro conhecida como núcleo supraquiasmático, à qual todos os outros relógios se alinham.

Ao contrário de nossas casas, banhadas como são por luz artificial, o weald em que caminharam nossos primeiros ancestrais era escuro à noite, e como nossa melanopsina começa a sentir o fim do dia, suas correspondências com o cérebro são o catalisador para todos os tipos de funções biológicas.

A arma fumegante

Em 2009, pessoas examinando todo o genoma humano registrado para as variantes genéticas mais frequentemente correlacionadas com diabetes tipo 2 descobriram que o receptor 1-b da melatonina, no pâncreas, estava mais presente do que qualquer outra proteína em nossa espécie.

Um gene receptor de melatonina simplesmente recebe melatonina, também conhecida como “Hormônio do Sono”, e os cientistas a princípio não conseguiram entender por que o gene e a doença estavam relacionados.

O que eles descobriram foi que, à medida que a melanopsina em nossos olhos alerta nosso cérebro de que a escuridão está se aproximando, a glândula pineal começou a produzir mais melatonina. O aumento da melatonina é enviado a vários órgãos para prepará-los para o sono, ativando e desativando milhares de genes diferentes em nosso corpo.

Quando chegou melatonina no pâncreas, o gene do receptor inibida, isto é, impedido, bloqueado, parou  a secreção de insulina em nossa corrente sanguínea.

A insulina alerta nosso corpo para sugar o excesso de carboidratos da corrente sanguínea para os tecidos musculares. O excesso de glicose circulante na corrente sanguínea por curtos períodos de tempo é benigno, mas cronicamente, como pode acontecer se alguém janta horas após o pôr do sol e uma hora antes de dormir, pode causar complicações graves de saúde a longo prazo , entre as quais é diabetes.

Indo com ou contra a corrente

Suhyeon Choi

Mudanças no estilo de vida para prevenir essa lamentável marca da dieta / estilo de vida americano são muitas e freqüentemente fáceis.

Para começar, tente fazer uma promessa simples a si mesmo de não comer quando o sol se puser. É facilmente identificável e é algo com o qual não podemos negociar; quando o sol se foi, ele se foi.

Alinhe você e os horários das refeições de sua família com a progressão do sol no céu e com a mudança das estações. Um jantar mais tarde no verão é possível, enquanto no inverno não. Isso também pode ajudar a melhorar a qualidade do sono, uma vez que a maioria da literatura sugere que a qualidade do sono melhorará quanto mais você esperar após o jantar.

Se você tem que comer depois de escurecer, faça uma refeição de baixa carga glicêmica composta de muito menos carboidratos e mais fibras provenientes de produtos como vegetais. Uma série de meta-análises de diferentes estudos dietéticos em diabéticos tipo 2 descobriram que vários tipos de fibra alimentar melhoraram a resposta à insulina em todo o corpo e reduziram a glicose sanguínea pós-prandial.

Outro pequeno estudo analisando apenas indivíduos saudáveis ​​descobriu que jantares ricos em fibras melhoram a tolerância à glicose, reduzem os níveis de inflamação que aumentam quando os açúcares estão circulando livremente no sangue, e até aumentam a saciedade do café da manhã na manhã seguinte.

Uma xícara de chá branco, além de conter fitonutrientes valiosos como catequinas, demonstrou funcionar como um inibidor de apetite e, se tomada com ervas e temperos mais saborosos, pode ser uma ótima bebida após o jantar para ajudar a evitar a fome até a hora de dormir .

Uma vez que se compreende que comer depois de escurecer, biologicamente, simplesmente não faz o corpo funcionar direito, torna-se muito mais fácil interromper o hábito. Imaginar globos bege de açúcar deslizando e deslizando pela corrente sanguínea como um toboágua enquanto estava deitado na cama tentando dormir não é uma boa imagem.

Imagem em destaque: Andrea Piacquadio

Fonte: Good News Network

Continuar lendo SAÚDE: ALINHAR OS NOSSOS ÓRGÃOS COM O CICLO DIA-NOITE DE NOSSOS AMBIENTES É FUNDAMENTAL A SAÚDE PLENA

BOAS NOTÍCIAS: A MELHOR NOTÍCIA DO ANO. O FIM DA CEGUEIRA!

Talvez a melhor notícias da última década é o destaque, aqui na coluna BOAS NOTÍCIAS desta segunda-feira. Nada melhor do que começar a semana com uma excelente notícia como essa. Pela primeira vez na história um homem cego voltou a enxergar. O paciente foi submetido a um implante de córneas artificial, denominado KPro. Portanto, você não pode deixar de ler esse artigo maravilhoso a seguir!

Cego volta a enxergar após 1º transplante de córnea artificial do mundo

Deu certo. Pela primeira vez na história um homem cego voltou a enxergar. O paciente foi operado por médicos do Rabin Medical Center, em Israel e recebeu o primeiro transplante de córnea artificial bem-sucedido do mundo. 24 horas depois ele já estava enxergando.

O homem é um idoso de 78 anos, chamado Jamal Furani, que ficou cego durante 10 anos.

Ele perdeu a visão por ter córnea deformada e após o implante foi capaz de ler textos e reconhecer parentes. A primeira coisa que ele afirma ter visto foi a luz.

“Testemunhar um outro ser humano recuperar a visão no dia seguinte foi eletrizante e emocionalmente comovente”, disse o doutor Gilad Litvin, inventor do dispositivo, em entrevista ao Israel Hayom.

Como

O implante artificial, denominado KPro, pode substituir uma córnea deformada ou opaca.

Ele tem um nano-tecido sintético não degradável que é colocado sob uma membrana que cobre a superfície da pálpebra e a parte branca do globo ocular.

Ao ser implantado, ele se integra com o tecido vivo e estimula a “proliferação celular” dentro do olho.

O procedimento foi feito pela startup israelense CorNeat e foi aprovado para testes clínicos em julho do ano passado.

O doutor Gilad Litvin contou que operação era “relativamente simples” e durou menos de uma hora.

Futuro

Atualmente, transplantes de córnea são procedimentos comuns, mas necessitam de doadores e a demanda é alta.

Os resultados deste transplante de córnea artificial são significantes para o futuro de pessoas cegas no mundo.

“O procedimento cirúrgico foi simples e o resultado superou todas as nossas expectativas”, disse o professor Irit Bahar, chefe de oftalmologia do Rabin Medical Center.

Ele complementa que a tecnologia era “a chave para virar a maré contra a cegueira global” e que era emocionante “estar na vanguarda desde projeto que sem dúvida impactará milhões de vidas”.

Outros 10 pacientes foram aprovados para fazer o procedimento de transplante de córnea artificial no Rabin Medical Center.

Com informações do Israel Hayom e  Exame

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: A MELHOR NOTÍCIA DO ANO. O FIM DA CEGUEIRA!

FÍSICA QUÂNTICA: ONDE A FILOSOFIA E A MECÂNICA QUÂNTICA SE ENCONTRAM

O renomado cientista Fritijof Capra é o destaque da nossa coluna FÍSICA QUÂNTICA deste domingo. O texto a seguir extraído do seu livro “O ponto de Mutação”, reflete sobre o ritmo da vida, numa análise que confronta a ótica da filosofia com a da ciência e encontra vários pontos de convergência entre as duas crenças. Então, lhe convido a ler esse trecho do livro e tentar entender essa afinidade entre a filosofia e física quântica!

Serendipidade: o que o universo pode preparar de bom pra você?

O Ritmo da Vida – Fritijof Capra

Em raros momentos de nossas vidas, podemos sentir que estamos sincronizados com o universo inteiro. Esses momentos podem ocorrer sob muitas circunstâncias — acertar um golpe perfeito no tênis ou encontrar a descida perfeita numa pista de esqui, em meio a uma experiência sexual plenamente satisfatória, na contemplação de uma obra de arte ou na meditação profunda.

Um aspecto intrigante da metáfora holográfica é uma possível relação com duas ideias da física moderna. Uma delas é a ideia de Geoffrey Shew de que as partículas subatômicas são dinamicamente compostas umas das outras, de tal modo que cada uma delas envolve todas as demais; a outra ideia é a noção de David Bohm de ordem implicada, de acordo com a qual toda a realidade está envolvida em cada uma de suas partes.

O que todas essas ideias têm em comum é a noção de que a holonomia — o ser total contido, de algum modo, em cada uma de suas partes — pode ser uma propriedade universal da natureza. Essa ideia também foi expressa em muitas tradições místicas e parece desempenhar um importante papel nas visões místicas da realidade.

A metáfora do holograma inspirou recentemente numerosos pesquisadores e foi aplicada a vários fenômenos físicos e psicológicos.

Lamentavelmente, isso nem sempre é feito com a necessária cautela, e as diferenças entre uma metáfora, um modelo e o mundo real são esquecidas, por vezes, na onda de entusiasmo geral. O universo não é, definitivamente, um holograma, pois exibe uma multidão de vibrações de diferentes frequências; assim, o holograma pode frequentemente ser útil como analogia para descrever fenômenos associados a esses modelos vibratórios.

Tal como no processo de percepção, o ritmo desempenha um importante papel nas várias maneiras como os organismos vivos interagem e se comunicam entre si. A comunicação humana, por exemplo, tem lugar, em grau significativo, através da sincronização e da interligação de ritmos individuais.

Recentes análises de filmes mostraram que toda conversação envolve uma dança sutil, e em sua maior parte invisível, em que a sequência detalhada de tipos de fala é precisamente sincronizada tanto com movimentos ínfimos do corpo do locutor como com os movimentos correspondentes do ouvinte.

Ambos os parceiros estão enlaçados numa sequência intricada e precisamente sincronizada de movimentos rítmicos que dura enquanto eles permanecerem atentos e envolvidos em sua conversa.

Um entrelaçamento semelhante de ritmos parece ser responsável pela forte vinculação entre os bebês e suas mães e, muito provavelmente, entre as pessoas apaixonadas. Por outro lado a oposição, a antipatia e a desarmonia surgem quando os ritmos de dois indivíduos não estão em sincronia.

Esses momentos de ritmo perfeito, quando tudo parece estar exatamente certo e as coisas são feitas com grande facilidade, são elevadas experiências espirituais em que todo tipo de separação ou fragmentação é transcendido.

Neste exame da natureza dos organismos vivos, vimos que a concepção sistêmica de vida é espiritual em sua essência mais profunda e, portanto, compatível com muitas ideias sustentadas nas tradições místicas. Os paralelos entre ciência e misticismo não se restringem à física moderna, mas podem ser estendidos agora com igual justificação à nova biologia sistêmica.

Dois temas básicos se destacam repetidamente ao estudarmos a matéria viva e não-viva, sendo também amiúde enfatizados nos ensinamentos dos místicos: a interligação e a interdependência universais de todos os fenômenos e a natureza intrinsecamente dinâmica da realidade. Nas tradições místicas encontramos também um certo número de ideias, menos relevantes ou pouco significativas para a física moderna, mas cruciais para a visão sistêmica dos organismos vivos….”

Trecho extraído do Livro : O ponto de Mutação de Fritijof Capra. pags. 281 e 282

Fonte: Leve Consciência

Continuar lendo FÍSICA QUÂNTICA: ONDE A FILOSOFIA E A MECÂNICA QUÂNTICA SE ENCONTRAM

ECOLOGIA E MEIO AMBIENTE: ESFORÇO DE BIÓLOGOS É RECOMPENSADO COM DESOVA DE SALMÃO NO RIO COLÚMBIA EM 80 ANOS

A desova do salmão chinook e da truta prateada no sistema do alto rio Columbia, pela primeira vez, depois de 80 anos é o destaque, aqui na coluna ECOLOGIA E MEIO AMBIENTE, neste sábado. Pesquisadores descobriram 36 “redds” (onde uma fêmea de salmão deposita seus ovos) ao longo de um trecho de desova de 13 quilômetros de um afluente do Columbia chamado Rio Sanpoil. Leia o artigo completo a seguir e conheça a luta dos biólogos para conseguir essa façanha!

Desova de salmão pela primeira vez em 80 anos no Rio Columbia Superior

Biólogos tribais confirmaram que o salmão chinook e a truta prateada estão desovando no sistema do alto rio Columbia, no estado de Washington, pela primeira vez em 80 anos.

A descoberta de 36 “redds” (onde uma fêmea de salmão deposita seus ovos) ao longo de um trecho de desova de 13 quilômetros de um afluente do Columbia chamado Rio Sanpoil confirmou as suspeitas da tribo Colville.

É o culminar de décadas de sonhos e anos de trabalho, que se pode ouvir nas palavras de Crystal Conant, membro da tribo Colville das bandas Arrow Lakes e SanPoil, quando falou com Eli Francovich no  Spokesman . 

“No começo fiquei chocada, depois fui tomada de completa alegria … Não sei se tenho as palavras certas para explicar a felicidade e a cura”, disse ela.

As Tribos Confederadas do Sistema Colville  vêm planejando e pesquisando como seria possível restaurar as populações de salmão aos sistemas fluviais acima de duas barragens construídas nas décadas de 1930 e 50 que impediam os peixes de atingir os níveis mais elevados do sistema fluvial para desovar , como fizeram por gerações.

Muito tempo vindo (casa)

Grand Coulee Dam, US Bureau of Reclamation 

Ao impedir que o salmão retornasse ao curso superior do rio Sanpoil, muitas das tribos ali foram impedidas de realizar práticas fundamentais de sua cultura , incluindo o “canto do salmão” que chamou os peixes de volta do oceano e a pesca submarina ao redor de Kettle Falls, sobre a qual o rio tombava e se agitava enquanto competia contra pedras de quartzo.

As represas Grand Coulee e Chief Joseph não incluem escadas para peixes, então, em agosto, as Tribos Colville liberaram 100 salmões a 35 milhas rio acima das duas represas em uma tentativa de ver se eles sobreviveriam e desovariam.

Eles equiparam rastreadores eletrônicos aos peixes para que pudessem observar seus movimentos. Durante o verão e o outono, ao contrário de algumas previsões de que os peixes simplesmente iriam embora, o salmão nascido na incubadora se espalhou e começou a desovar.

Mas é claro que o principal desafio para um esforço de restauração soberbamente plausível é se o salmão pequeno pode cruzar o reservatório do Rio Columbia criado pela barragem, passar pela infraestrutura hidrelétrica, mover-se para o mar, comer, crescer e retornar novamente.

Como um dos padrões de migração mais árduos e impressionantes da natureza, é difícil sobreviver nos melhores momentos, mas não se sabe se os obstáculos construídos pelo homem tornam isso impossível.

Sua sobrevivência também depende de quantos lúcios do norte agressivos e invasivos podem ser removidos do rio e do reservatório, pois eles se alimentariam da espécie de salmão. Somente depois que essas preocupações com a sobrevivência forem aliviadas, as tribos começarão a investigar os custos potenciais das passagens através das represas.

De acordo com outro relatório da rádio pública, pode levar de 10 a 15 anos antes que os estudos gerais de viabilidade das tribos sejam concluídos, já que eles precisariam observar o salmão indo e vindo enquanto passam anos no mar.

Mas a espera valerá a pena se os peixes puderem retornar, pois são a pedra angular da cultura das Tribos Colville.

“Nossos ancestrais fizeram uma prece para que nosso salmão um dia retornasse ao Upper Columbia”, disse o presidente do Conselho de Negócios de Colville, Rodney Cawston, em um comunicado. “Com todas as orações que foram feitas historicamente e hoje, combinadas com todos os esforços de nossa equipe de pesca, nossos líderes e muitos outros que estão unidos neste esforço, podemos trazer nossos peixes para casa.”

Fonte: Good News Network

Continuar lendo ECOLOGIA E MEIO AMBIENTE: ESFORÇO DE BIÓLOGOS É RECOMPENSADO COM DESOVA DE SALMÃO NO RIO COLÚMBIA EM 80 ANOS

SAÚDE: ESTUDOS COMPROVAM QUE ANDAR APÓS AS REFEIÇÕES CORROBORA COM A LONGEVIDADE E A REDUÇÃO DOS SINTOMAS DE DOENÇAS

Há anos a ciência vem estudando e pesquisando sobre os efeitos da caminhada sobre a saúde integral, com uma substancial redução no risco de morte, ao mesmo tempo que aumenta substancialmente a longevidade com qualidade de vida. Estudos recente comprovam essas afirmações e enfatizam que caminhar sempre depois das refeições corrobora com a melhoria de todos os tipos de distúrbios metabólicos crônicos. Saiba muito mais lendo o artigo completo a seguir!

Basta ir andar: estudos mostram que andar normal pode acrescentar anos à sua vida e reduzir os sintomas de doenças

Caminhar pode literalmente acrescentar anos à sua vida, e incorporar caminhadas após as refeições pode melhorar todos os tipos de distúrbios metabólicos crônicos.

Quase novidade, o conjunto de pesquisas sobre caminhada foi complementado por outro estudo realizado em 2003-06, mas cujos resultados foram publicados recentemente, mostrando que pessoas que deram 8.000 passos por dia tiveram 51% menos risco de morte do que aquelas que deu 4.000 passos por dia.

Além disso, como inúmeros cientistas confirmaram no passado, o estudo encontrou um efeito cumulativo e dependente da dose na pessoa, já que aqueles que caminharam 12.000 passos ou mais tiveram um risco de morte 65% reduzido.

O estudo consistiu em cerca de 5.000 participantes que usaram pedômetros por três anos, e cujas circunstâncias de morte foram monitoradas pelos cientistas.

Faça a caminhada da vida

O movimento físico, não o exercício no sentido tradicional da aula de EF, é o catalisador por meio do qual nasce um corpo forte e saudável.

A ciência praticamente implora que o leitor comece a se movimentar mais, pois encontrou o mínimo dos mínimos para o benefício participativo. Por exemplo, os passos não foram dados todos ao mesmo tempo, sugerindo que, em muitas ocasiões, o usuário do pedômetro nem estava caminhando para se exercitar, mas sim fazendo algo como recados ou tarefas domésticas.

Não só não havia correlação de passos consecutivos e menor taxa de mortalidade, mas também não havia uma correlação entre intensidade do passo e menor taxa de mortalidade, o que significa que a pessoa nem mesmo tem que caminhar com força.

A ciência é bastante clara: ande e viva mais; exercite-se e viva ainda mais.

O CDC estima que 60%, ou 165 milhões de americanos, vivem com uma doença crônica, enquanto 40% podem viver com duas. O custo de toda essa doença, de acordo com o especialista em medicina funcional Chris Kresser, será igual ao PIB nacional em 2040.

Conforme mostrado em vários estudos, muitas dessas doenças crônicas podem ser melhoradas simplesmente caminhando – especialmente após o jantar ou uma refeição.

O jeito europeu

Tão icônica quanto a sesta é na cultura europeia, uma viagem para a rua após o jantar em um país como a França ou a Itália é o principal momento para ver as pessoas, enquanto amigos desmentidos e casais de todos os tipos “caminham” sob a rua luzes.

Caminhar após uma refeição, especialmente o jantar, pode melhorar todos os tipos de marcadores de doença cardiometabólica.

Um estudo com diabéticos chineses do tipo 2 descobriu que caminhar em uma esteira a 60% da frequência cardíaca máxima por apenas 20 minutos após o jantar diminuiu a média e o pico do pico de glicose no sangue pós-refeição, e melhorou como a glicose era regulada por 12 horas após refeição.

Os participantes do estudo com doença gastro-refluxo que seguiram o jantar com uma caminhada em vez de sentar , mostraram em um estudo do Paquistão ter um risco significativamente menor (12%) de desenvolver sintomas de refluxo gastrointestinal.

Outro estudo descobriu que, em 64 pacientes, “o efeito da caminhada rápida após o jantar é significativo no tratamento da gordura hepática comunitária [doença] e pode melhorar a função hepática”.

Estudos menores com muito poucos participantes analisaram outros efeitos e encontraram significância na caminhada após o jantar.

Mesmo que a atividade física recomendada nos EUA seja de 150 minutos de intensidade moderada por semana, encontrar isso apenas com caminhadas diárias pode ser muito gratificante também.

Fonte: Good News Network

Continuar lendo SAÚDE: ESTUDOS COMPROVAM QUE ANDAR APÓS AS REFEIÇÕES CORROBORA COM A LONGEVIDADE E A REDUÇÃO DOS SINTOMAS DE DOENÇAS

CIÊNCIAS: CONHEÇA AS 6 ESPÉCIE DE COGUMELOS QUE PODEM LHE PROPORCIONAR UMA VIDA LONGA E SAUDÁVEL

Os cogumelos, suas propriedades e seus benefícios à SAÚDE humana é o destaque desta coluna, neste sábado. Pesquisadores anunciarem novas intervenções terapêuticas baseadas em diferentes espécies, que oferecem nutrientes muitas vezes difíceis de encontrar nos alimentos mais consumidos. É um alimento pesquisado, estudado e consumido por culturas milenares. Você precisa saber mais sobre eles. Então, lhe convido a ler o artigo completo a seguir.

6 cogumelos maravilhosos e sua miríade de enormes benefícios para a saúde

Os cogumelos têm sido usados ​​como alimento e remédio há milhares de anos e está se tornando mais comum os pesquisadores anunciarem novas intervenções terapêuticas baseadas em diferentes espécies.

Embora seja comum as pessoas dizerem que 80% dos cogumelos são venenosos, aqueles que não oferecem nutrientes que muitas vezes são difíceis de encontrar nos alimentos mais consumidos.

Para a saúde do cérebro, há poucas coisas melhores, e muitos cogumelos são agora transformados em pó e vendidos como suplementos “nootrópicos”, com alegações de que melhoram a memória e o desempenho mental.

Descobriu-se que outros inibem o crescimento e a proliferação do câncer, e outros são estudados para infecções respiratórias.

Pondo de lado o uso tradicional de cogumelos em nossa sociedade – ou seja, para coberturas de pizza e viagens alucinógenas, novos nomes para novos propósitos estão encontrando seu caminho em lojas de alimentos saudáveis ​​e revistas, e aqui estão apenas alguns.

1. Para longevidade: reishi

MyCallOhGee, licença CC 

“Por mais de 2.000 anos, os cogumelos reishi foram reconhecidos por profissionais médicos chineses como um remédio valioso”, diz um estudo do American-Eurasian Journal of Botany . Seu nome chinês significa “potência espiritual”, embora também seja conhecido como “cogumelo da imortalidade” e “remédio dos reis”.

Estudos mostraram que os cogumelos reishi fortalecem e melhoram a “competência” do sistema imunológico por meio de seu conteúdo de triterpenos. Eles podem proteger o fígado, inibir significativamente todos os quatro tipos de reações alérgicas e ativar células imunológicas, especialmente aquelas que matam células tumorais e bactérias invasivas.

Embora não demonstre anti-senescência, alongue telômeros ou aumente os níveis de NAD + – características do entendimento moderno de longevidade – qualquer uma das coisas que ele pode melhorar poderia facilmente terminar uma vida, então, em certo sentido, o “cogumelo da imortalidade ”ganha seu apelido.

2. Para saúde respiratória: agarikon

Paul Stamets com agarikon, Dusty Yao Stamets, licença CC 

“Este cogumelo raro e antigo tem uma história de uso de vários mil anos na Europa”, disse o micologista de renome mundial Paul Stamets a Rochelle Baker no National Observer do Canadá .

Stamets está se referindo a um cogumelo pouco conhecido chamado agarikon, que ele trabalhou para proteger na América do Norte. Ele observa que o antigo médico grego Dioscórides realmente descreveu o agarikon em suas obras, chamando-o de elixir da longa vida – principalmente quando usado para tratar a tuberculose.

Agora Stamets acredita que o agarikon e as florestas antigas nas quais ele se desenvolve devem ser protegidos e cultivados para uso como remédio de saúde pública para coronavírus, bem como outras doenças respiratórias, devido ao seu papel como um potente auxiliar do sistema imunológico.

3. Para o fígado: chaga

Björn S, licença CC 

Tão divertido de dizer quanto bom para você, o chaga foi, na verdade, extensivamente estudado para ser usado como intervenção terapêutica. Na falta de credenciamento apenas como nootrópico, regulador do humor ou para outros efeitos relacionados ao cérebro, há um papel muito importante que o chaga pode desempenhar – como um inibidor de danos ao DNA.

Um estudo sul-coreano descobriu que 40% menos danos ao DNA foram observados em linfócitos humanos quando tratados com compostos produzidos pelo consumo de chaga. Os linfócitos são um tipo de glóbulo branco e uma das principais células imunológicas.

Outro estudo descobriu que o chaga inibiu o crescimento de células tumorais em células de hepatoma humano (câncer de fígado), entre as referências para os quais estavam outros estudos antitumorais, antibacterianos e hepatoprotetores.

4. Para … tudo realmente: juba de leão

Melissa McMasters, licença CC 

Em um estudo do Journal of Agriculture and Food Chemistry que está perto de receber 100 citações, os autores observam que estão sequestrando uma grande e dispersa literatura para apresentar os compostos nutricionais e os efeitos do cogumelo crina do leão.

Os benefícios relatados, de acordo com os pesquisadores, incluem “propriedades antibióticas, anticarcinogênicas, antidiabéticas, antifadiga, anti-hipertensivas, anti-hiperlipodêmicas, antissenescentes, cardioprotetoras, hepatoprotetoras, nefroprotetoras e neuroprotetoras e melhora da ansiedade, função cognitiva e depressão”.

Para os autores, eles observam que são particularmente as propriedades antiinflamatórias, antioxidantes e imunoestimulantes, mostradas em células humanas e animais, que conferem a esse cogumelo um papel protetor em nossa biologia.

5. Para energia e cérebro: shilajit

Licença CC 

Embora muitas pessoas considerem esta substância semelhante ao alcatrão enegrecida encontrada no Himalaia como um fungo, na verdade é um tipo de solo chamado húmus. É composto significativamente por compostos orgânicos, como triterpenos, lipídios fenólicos e pequenos taninoides: três coisas geralmente presentes em grandes quantidades nos cogumelos.

Ainda assim, os antigos índios do norte e habitantes das montanhas lá o usaram por milhares de anos, e seu nome, Divya Rasayan, significa “supervitalizador celestial”.

Estudos foram feitos em shilajit que concluíram os efeitos nootrópicos, e outros que analisaram as propriedades do conteúdo de ácido fúlvico do shilajit , um composto que transporta nutrientes como energia, vitaminas e minerais para as células em quantidades muito maiores do que outros transportadores, como células sanguíneas.

6. Para todo o resto: cordyceps

Jose Ramon Pato, licença CC 

Há pouco debate sobre os benefícios do cordyceps, que um estudo observou que é usado para “manter a vivacidade e aumentar a imunidade”. Esse mesmo estudo observou que a única coisa mal compreendida sobre o cordyceps é se seus nutrientes conferem efeitos protetores, como um suplemento nutricional, ou se são fortes o suficiente para serem administrados na medicina.

Outro estudo observou que seus usos podem ser descritos como “adaptogênicos, antioxidantes, antienvelhecimento, neuroprotetores, nootrópicos, imunomoduladores, anticâncer, hepatoprotetores” e até mesmo, observa o estudo, um afrodisíaco.

Ainda outro estudo o descreveu como “um dos cogumelos medicinais e nutracêuticos mais valiosos da China”. Os pesquisadores citaram outros estudos que mostraram poderosas capacidades antioxidantes e, talvez o mais valioso, uma moderação da liberação de TNF-alfa e IL-1b-beta.

Essas moléculas são conhecidas como citocinas inflamatórias, que, sendo necessárias para a cicatrização de feridas, são um dos principais motores de modelos de envelhecimento não saudável.

Longe de ser marcadores viscosos de morte e decomposição, montados por insetos, cada fungo tem um enorme potencial como algo que faz fronteira com suplementos nutricionais e remédios definitivos, e a incorporação deles em sua dieta pode ser uma ótima ideia.

Fonte: Good News Network

Continuar lendo CIÊNCIAS: CONHEÇA AS 6 ESPÉCIE DE COGUMELOS QUE PODEM LHE PROPORCIONAR UMA VIDA LONGA E SAUDÁVEL

BOAS NOTÍCIAS: UMA JOVEM ESPANHOLA DE APENAS 23 ANOS CRIOU A CAIXA AZUL PARA DETECTAR CÂNCER DE MAMA EM CASA

Uma jovem engenheira espanhola de 23 anos, que desenvolveu a “The Blue Box”, uma caixa azul que consegue detectar o câncer de mama de forma prática e preventiva é o nosso destaque, aqui na coluna BOAS NOTÍCIAS desta sexta-feira. Ela ganhou o prêmio Internacional James Dyson Award e utilizou o valor para viabilização a produção e a patente do produto. Leia o artigo completo a seguir e conheça os detalhes dessa história.

Jovem é premiada por aparelho que detecta câncer de mama em casa

Uma jovem de 23 anos, recebeu o Prêmio Internacional James Dyson Award por sua invenção que detecta câncer de mama em casa.

O prêmio para jovens engenheiros foi concedido a Judit Giró Benet, uma espanhola que desenvolveu a “The Blue Box”, uma caixa azul que consegue detectar a doença de forma prática e preventiva.

Para isso, a caixa inovadora de Judit usa apenas uma amostra de urina e e um algoritmo de IA – Inteligência Artificial.

Já que um em cada três casos de câncer de mama é detectado tardiamente, Judit espera que sua invenção salve vidas ao tornar o diagnóstico rapidamente acessível a todos.

Câncer na família

O diagnóstico de câncer da própria mãe inspirou Judit na criação da Blue Box.

Ela também ficou intrigada com a capacidade dos cães em farejarem câncer em humanos.

“Se o cachorro late, eles sabem que o humano tem câncer. E os cães nunca erram. Eles estão sempre certos, o que mostra como a natureza é incrível. Então, pensei, se o cachorro é capaz de fazer isso, por que meu microprocessador não seria capaz?”

Trajetória 

Judit sempre se interessou por matemática e ciências. O pai dela é engenheiro eletricista e a inspirou a pensar como um engenheiro por toda a vida.

No começo ela queria ser médica, mas acabou escolhendo a direção da engenharia biomédica.

“Um dia, quando eu tinha 15 anos, fui com um dos meus professores para uma exposição de aptidões profissionais e ouvi alguém palestrar sobre engenharia biomédica.

Ouvir isso fez com que eu me apaixonasse, mas eu sabia que teria que estudar muito”, disse ela.

Comercialização

Depois de criar o aparelho, Judit está a um passo de seu sonho: Ver a “The Blue Box” ser vendida em todos os lugares por 60 dólares, cerca de 300 reais.

E o prêmio vai ajudá-la nesta missão.

“Além disso, o prêmio em dinheiro nos permitirá patentear o produto. E se formos patenteados, somos capazes de lançar aos investidores. Portanto, em vez de levar dois anos, levará meio ano. É uma grande diferença”, comemorou Judit.

Atualmente, a jovem cientista trabalha no aperfeiçoamento da caixa na Universidade de Irvine, na Califórnia.

Ela está fazendo ensaios clínicos e futuramente espera a aprovação do FDA, a Agência de Medicamentos dos EUA.

Com informações do Inspire More

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: UMA JOVEM ESPANHOLA DE APENAS 23 ANOS CRIOU A CAIXA AZUL PARA DETECTAR CÂNCER DE MAMA EM CASA

SAÚDE: SAIBA TODOS OS BENEFÍCIOS DO JEJUM INTERMITENTE

Na coluna SAÚDE deste domingo temos um artigo muitíssimo interessante sobre jejum intermitente, que trata de um estudo recente do Salk Institute e da Escola de Medicina Universidade da Califórnia, em San Diego, nos Estados Unidos, revelou outros benefícios do jejum intermitente, além de perder peso e gordura. Então, leia o artigo completo a seguir e saiba quais são esses benefícios!

Benefício do jejum intermitente vai além de emagrecer, diz estudo

Comer com intervalos maiores de tempo pode prevenir e tratar doenças da síndrome metabólica

Escrito por Redação

Redação Minha Vida

Em 12/12/2019

Novo estudo do Salk Institute e da Escola de Medicina Universidade da Califórnia, em San Diego, nos Estados Unidos, revelou outros benefícios do jejum intermitente, além de perder peso e gordura: reduzir os sintomas e ajudar nas doenças decorrentes de quem sofre com a síndrome metabólica, como a pressão arterial e colesterol altos.

De acordo com os resultados publicados na revista científica Cell Metabolism, a dieta realizada dentro de um intervalo de cerca de 10 horas (com 14 horas de jejum), quando aliada ao tratamento médico adequado, auxilia no tratamento e prevenção das condições que levam ao desenvolvimento de doença cardíaca e diabetes tipo 2.

“Descobrimos que a combinação de alimentos com restrição de tempo e medicamentos pode dar aos pacientes com síndrome metabólica a capacidade de gerenciar melhor sua doença”, diz Satchidananda Panda, co-autor e professor correspondente no Laboratório de Biologia Regulatória de Salk, ao site Science Daily.

Efeitos do jejum intermitente

Isso acontece porque esse tipo de restrição alimentar ajuda a regular o ritmo circadiano (relógio biológico), que é constituído pelos ciclos de processos biológicos de 24 horas que afetam quase todas as células do corpo. E cada vez mais, os cientistas estão descobrindo que padrões alimentares irregulares podem atrapalhar esse sistema e gerar problemas de saúde.

Mas ao “comer e beber tudo (exceto água) dentro de uma janela consistente de 10 horas seu corpo consegue descansar e se restaurar por 14 horas à noite. Ele também pode prever quando você comerá, e assim, pode se preparar para otimizar o metabolismo”, diz Emily Manoogian, co-autora do artigo.

O método pode ser uma alternativa para quem já possui alguma dessas condições, já que intervenções no estilo de vida, como adotar uma alimentação saudável e aumentar a frequência de atividade física, são difíceis de manter e, mesmo quando combinadas com medicamentos, muitas vezes são insuficientes para gerenciar completamente a doença.

“Ao contrário da contagem de calorias, a ingestão de alimentos com restrição de tempo é uma intervenção dietética simples de incorporar, e descobrimos que os participantes conseguiram manter a programação alimentar”, aponta Emily. Além disso, manter horários regulares para se alimentar também ajuda a evitar os riscos.

Outros benefícios

O estudo piloto incluiu 19 participantes diagnosticados com síndrome metabólica que relataram comer durante um intervalo de tempo superior a 14 horas por dia. Além disso, 84% deles estavam tomando pelo menos um medicamento, como estatinas ou uma anti-hipertensivos.

Eles usaram o aplicativo myCircadianClock, do laboratório Panda, para registrar quando e o que comeram durante um período inicial de duas semanas, seguido pela intervenção alimentar de três meses e 10 horas com restrição de tempo.

Para reduzir a ingestão de alimentos para a janela de 10 horas, a maioria dos participantes atrasou sua primeira refeição e avançou sua última refeição todos os dias, para que as refeições não fossem ignoradas.

Ninguém relatou efeitos adversos durante a intervenção. E, no geral, os participantes experimentaram melhora no sono, além de uma redução de 3-4% no peso corporal, índice de massa corporal (IMC), gordura abdominal e circunferência da cintura.

“A adaptação deste período de 10 horas de alimentação restrita é um método fácil e econômico para reduzir os sintomas da síndrome metabólica e melhorar a saúde”, acrescenta Pam Taub, co-autora.

Mas vale ressaltar que o método precisa ser acompanhado por um especialista e nem sempre é indicado para todas as pessoas.

Como funciona o jejum intermitente

conselhos para o jejum intermitente dar certo

Jejum intermitente pode prolongar a vida, diz estudo

Fonte:

Redação

Minha Vida

 

Continuar lendo SAÚDE: SAIBA TODOS OS BENEFÍCIOS DO JEJUM INTERMITENTE

SAÚDE: DICAS PODEROSAS PARA PREVENIR INFARTOS E AVCS

Nesta edição da coluna SAÚDE temos uma live do Dr. Marco Menelau com dicas poderosas e preciosas para evitar infartos e AVCS. São 5 dicas importantes que podem lhe tornar uma pessoa mais saudável e isenta de um provável acidente vascular. Então, não deixe de assistir ao vídeo completo a seguir para aprender como prevenir sem precisar tomar remédios!

Fonte:

Continuar lendo SAÚDE: DICAS PODEROSAS PARA PREVENIR INFARTOS E AVCS

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 14 DE DEZEMBRO DE 2020 POR G1

Por G1

 

Enquanto o Brasil segue sem previsão de início da vacinação contra a Covid-19, os Estados Unidos começam nesta segunda-feira (14) a imunização após o sinal verde dos órgãos de saúde para a vacina da Pfizer e da BioNTech. A pandemia segue avançando pelo Brasil e está agora presente em todos os municípios do país. Mesmo assim, jovens desrespeitam as regras de distanciamento e se aglomeram em baladas clandestinas, como denuncia O Assunto. Uma reportagem exclusiva do Fantástico mostra que uma operação internacional libertou mais de 100 vítimas de tráfico humano. Outra investigação apreendeu um “narcosubmarino” com R$ 600 milhões em drogas. Olho no céu: um eclipse solar total poderá ser observado nesta segunda. Veja também os gols do Brasileirão. E, na retrospectiva do ano, a avalanche que atingiu a economia brasileira em 2020.

Vacinação no Brasil ainda sem data

O governo federal enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) o plano nacional de vacinação contra a Covid-19. O documento prevê a disponibilização de 108,3 milhões de doses para mais de 51 milhões de pessoas de grupos prioritários, divididos em quatro fases. O plano, porém, não apresenta uma data para o início da vacinação. Veja os principais pontos.

Neste domingo (13), o ministro do STF Ricardo Lewandowski determinou que o ministério da Saúde informe, no prazo de 48 horas, as datas de início e término do plano nacional. Em um vídeo publicado na internet, o secretário-executivo do Ministério da Saúde, Elcio Franco, afirmou que seria “irresponsável” especificar a data de início da imunização sem o registro e aprovação de vacinas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Veja abaixo a declaração:

Elcio Franco sobre vacinação contra Covid: 'É irresponsável especificar data de início'
Elcio Franco sobre vacinação contra Covid: ‘É irresponsável especificar data de início

Críticas ao plano de vacinação

G1 e a GloboNews ouviram especialistas para analisar o plano de imunização. Os pesquisadores apontaram problemas na definição do grupo prioritário e cobraram a definição do cronograma. Eles também criticaram a politização da vacina.

Início da vacinação nos EUA

Profissionais de saúde participam de simulação da aplicação da vacina da Pfizer contra a Covid-19, na Indiana University Health, em Indianápolis, no dia 11 de dezembro — Foto: Bryan Woolston/ReutersProfissionais de saúde participam de simulação da aplicação da vacina da Pfizer contra a Covid-19, na Indiana University Health, em Indianápolis, no dia 11 de dezembro — Foto: Bryan Woolston/Reuters

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês), órgão de saúde dos Estados Unidos, aprovou a imunização contra a Covid-19 com a vacina desenvolvida pelas farmacêuticas Pfizer e BioNTech. Assim, a vacinação deve começar nesta segunda no país. Caminhões com doses do imunizante deixaram a fábrica da Pfizer no estado de Michigan sob aplausos dos funcionários.

Avanço da pandemia

O Brasil registrou 276 mortes por Covid-19 em 24 horas e chegou ao total de 181.419 óbitos desde o começo da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos sete dias foi de 637. A variação foi de +23% em comparação à média de 14 dias atrás, indicando tendência de alta nos óbitos pela doença.

O número de casos também avança. Já são 6.901.990 brasileiros infectados com o coronavírus, dos quais 21.395 confirmados no último dia. A média móvel de novos registros nos últimos 7 dias foi de 42.721. Já é o 11º dia em que esse valor está acima de 40 milVeja os dados detalhados.

E a Covid-19 chegou a Cedro do Abaeté (MG), o único município brasileiro que ainda não tinha casos confirmados da doença.

🎧 O Assunto

Alheias ao avanço do contágio, muitas pessoas – sobretudo jovens – desafiam as limitações impostas a bares e outros estabelecimentos e se aglomeram em festas clandestinas. “Mano, tá rolando normal” e “eu não consigo ficar em casa” foram algumas das frases que O Assunto ouviu em São Paulo. Já a repórter Isabela Leite, da GloboNews, conta a Renata Lo Prete como as festas driblam a fiscalização. Participa também do episódio o estatístico e doutor em psicologia Altay de Souza, pesquisador da Unifesp e apresentador do podcast de divulgação científica Naruhodo. Ouça abaixo:

Operação internacional contra tráfico humano

Uma operação da Interpol com a participação de polícias de 32 países libertou mais de 100 vítimas de tráfico humano em vários países entre o fim de novembro e o início de dezembro. A coordenação global foi feita em Brasília, por autoridades brasileiras. No Brasil, 17 suspeitos foram presos durante a Operação Turquesa, 10 deles em Minas GeraisVeja os detalhes da investigação na reportagem exclusiva do Fantástico:

Exclusivo: operação da Interpol prende 17 no Brasil por tráfico humano e imigração ilegal
Exclusivo: operação da Interpol prende 17 no Brasil por tráfico humano e imigração ilegal

‘Narcosubmarino’ com R$ 600 milhões em drogas

Uma operação que mobilizou cinco países resultou na apreensão inédita de um “narcosubmarino” na Espanha com 152 fardos e cerca de 3 mil quilos de cocaína. O valor estimado da droga é de 100 milhões de euros, o equivalente a mais de R$ 600 milhõesVeja abaixo a reportagem do Fantástico:

Narcosubmarino é apreendido com R$ 600 milhões em drogas; veja bastidores de operação
Narcosubmarino é apreendido com R$ 600 milhões em drogas; veja bastidores de operação

Ataque hacker ao Tesouro dos EUA

O governo de Donald Trump reconheceu que um grupo de hackers – supostamente apoiado pelo governo russo, de acordo com especialistas federais e privados – invadiu redes do Departamento do Tesouro e a Administração Nacional de Telecomunicações e Informações do Departamento de Comércio. Os Estados Unidos investigam se outros setores governamentais foram alvos do ataque.

Aprovação de Bolsonar

Sem máscara, o presidente Jair Bolsonaro participou de cerimônia com oficiais da Marinha no Rio de Janeiro no dia 12 de dezembro — Foto: Isac Nóbrega/PRSem máscara, o presidente Jair Bolsonaro participou de cerimônia com oficiais da Marinha no Rio de Janeiro no dia 12 de dezembro — Foto: Isac Nóbrega/PR

Pesquisa Datafolha divulgada pelo jornal “Folha de S.Paulo” mostra que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) manteve sua melhor avaliação desde o início do mandato. Os percentuais da pesquisa são:

  • Ótimo/bom: 37%
  • Regular: 29%
  • Ruim/péssimo: 32%
  • Não sabe/não respondeu: 3%

A pesquisa Datafolha foi realizada dos dias 8 a 10 de dezembro, com 2.016 brasileiros, por telefone. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. Em razão de arredondamentos, a soma dos percentuais resulta em mais de 100%.

Violência policial em Belford Roxo

Jordan Luiz Natividade, de 18 anos, e Edson Arguinez Junior, de 20, foram mortos durante abordagem policial em Belford Roxo, na Baixada Fluminense — Foto: ReproduçãoJordan Luiz Natividade, de 18 anos, e Edson Arguinez Junior, de 20, foram mortos durante abordagem policial em Belford Roxo, na Baixada Fluminense — Foto: Reprodução

Os jovens Edson Arguinez Junior, de 20 anos, e Jordan Luiz Natividade, de 18, foram mortos em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, em uma abordagem de dois policiais militares na madrugada de sábado (12). Um vídeo obtido pelo Fantástico mostra um agente atirando em direção aos dois rapazes, que estavam em uma moto e caíram. Em seguida, o PM chuta um deles. As vítimas foram algemadas e levadas pelos policiais.

Os jovens foram encontrados mortos em uma área distante do local da abordagem. O cabo Júlio Cesar Ferreira dos Santos e o soldado Jorge Luiz Custódio da Costa foram presos.

👀🌑 Eclipse solar total

Em 2019, um eclipse solar total pode ser observado na Argentina — Foto: Getty ImagesEm 2019, um eclipse solar total pode ser observado na Argentina — Foto: Getty Images

Nesta segunda, haverá um daqueles eventos que só os mais sortudos poderão observar ao vivo. É um eclipse solar que pode ser visto parcialmente em vários países da América do Sul, como o Brasil, e outras regiões do mundo. Mas que poderá ser visto em sua totalidade em pontos do Chile e da Argentina. Por 24 minutos, a lua nova vai passar sobre a face do Sol e cobri-lo completamente por pouco mais de dois minutos. O eclipse parcial começará às 11h33 no horário de Brasília e terminará às 15h53. Saiba onde e como ver.

⚽ Brasileirão

Líder do Campeonato Brasileiro, o São Paulo viu diminuir a vantagem na tabela ao perder por 1 a 0 o clássico contra o Corinthians. O Flamengo se manteve na terceira posição ao golear o Santos por 4 a 1. E, no clássico carioca, o Vasco empatou com o Fluminense com um gol nos acréscimos do 2º tempo. Veja a classificação do Brasileirão e os gols do Fantástico:

Gols do Fantástico: líder do Brasileirão, São Paulo perde para o Corinthians em clássico
Gols do Fantástico: líder do Brasileirão, São Paulo perde para o Corinthians em clássico

Retrospectiva 2020

Todos os anos, economistas dentro e fora do governo fazem estimativas para o desempenho da economia brasileira. Algumas vezes acertam. Muitas outras erram. O ano de 2020, no entanto, fez troça de quase todas as previsões. Relembre o cenário.

🌧️ Previsão do tempo

A previsão é de chuva em quase todo o país nesta segunda. Há risco de temporal no Paraná, no centro-sul de Mato Grosso do Sul, no sul de Minas Gerais e em São Paulo. Veja o vídeo abaixo:

Semana começa com chuva em quase todo o Brasil

Semana começa com chuva em quase todo o Brasil

Curtas e rápidas

Fonte: G1
Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 14 DE DEZEMBRO DE 2020 POR G1

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 09 DE DEZEMBRO DE 2020 POR G1

Por G1

 

Sem citar governadores, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, diz que cabe a ministério planejar a vacinação contra a Covid-19. Plano de logística para distribuição dos imunizantes deve ser apresentado hoje. A taxa de transmissão do novo coronavírus volta a subir no Brasil‘O Assunto’ fala sobre a infância interrompida pela violência urbana — as histórias de crianças assassinadas com balas perdidas. O Senado aprova criação do programa habitacional Casa Verde e Amarela. E o Copom faz a última reunião do ano nesta quarta; mercado prevê manutenção dos juros em 2%.

Vacina anti-Covid

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, participa do lançamento do programa Saúde com Agente, curso para capacitar agentes comunitários de saúde, no Palácio do Planalto, em Brasília, nesta terça-feira, 8 de dezembro de 2020. — Foto: GABRIELA BILó/ESTADÃO CONTEÚDOO ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, participa do lançamento do programa Saúde com Agente, curso para capacitar agentes comunitários de saúde, no Palácio do Planalto, em Brasília, nesta terça-feira, 8 de dezembro de 2020. — Foto: GABRIELA BILó/ESTADÃO CONTEÚDO

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou — em declaração à imprensa no Palácio do Planalto — que o governo federal comprará qualquer vacina contra a Covid-19 com registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Segundo Pazuello, o ministério “acompanha a evolução de imunizantes em passos acelerados e com total responsabilidade”. Sem se referir a governadores, ele disse que compete ao ministério o planejamento da vacinação em todo o país. “Não podemos dividir o Brasil num momento difícil que todos nós passamos”, afirmou.

Nesta terça, o ministro se reuniu com governadores. Após o encontro, os gestores estaduais informaram que o Ministério da Saúde deve apresentar nesta quarta (9) um plano de logística para distribuição das vacinas.

Governadores também declararam que imunizantes contra a Covid-19 que conseguirem registros em agências internacionais deverão ser liberadas para uso emergencial no Brasil. Segundo os governos estaduais, a Anvisa terá 72 horas para se manifestar sobre essa liberação. Se o prazo acabar e não houver manifestação da Anvisa, a autorização excepcional fica concedida. Entenda.

Imunização no mundo

A FDA, a agência reguladora dos Estados Unidos equivalente à Anvisa brasileira, confirmou a segurança e eficácia de 95% da vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelos laboratórios Pfizer e BioNTech. Segundo relatório, o imunizante não apresenta riscos de segurança para impedir sua autorização. A agência deve decidir se autoriza a vacina dentro de dias ou semanas.

Brasileira é vacinada contra Covid no Reino Unido — Foto: Reprodução/GloboNewsBrasileira é vacinada contra Covid no Reino Unido — Foto: Reprodução/GloboNews

Doze meses depois do primeiro surto conhecido de Covid-19 na China, o Reino Unido começou a imunizar as primeiras pessoas da fila daquele que será o maior programa de vacinação da história do país. A pesquisadora brasileira Maria Lúcia Possa (foto) foi uma das que recebeu uma das duas doses do imunizante, que é desenvolvido pela Pfizer e pela BioNTech, em Londres. A primeira fase do plano de vacinação inclui pacientes idosos, profissionais da saúde e pessoas dos grupos de risco. A brasileira trabalha no sistema de saúde e fez um transplante de rim.

Já a primeira britânica a ser vacinada foi Margaret Keenan, de 90 anos: ‘Posso, finalmente, esperar passar um tempo com minha família, depois de estar sozinha na maior parte do ano’. Veja o momento.

Escalada da pandemia

Taxa de transmissão de Covid-19 volta a subir
Taxa de transmissão de Covid-19 volta a subir

país registrou 796 mortes pela Covid-19 em 24 horas, chegando ao total de 178.184 óbitos desde o começo da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes foi de 617, a mais alta registrada desde 7 de outubro — nesse dia, a média foi de 631. Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 6.675.915 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 47.850 desses confirmados no último dia. Veja a situação do seu estado.

E a taxa de transmissão (Rt) do coronavírus voltou a subir no Brasil, segundo monitoramento do Imperial College de Londres. Agora, é de 1,14 — quer dizer que cada 100 pessoas infectadas no país transmitem o vírus para outras 114. Em meio a esse aumento, o país registra cenas dramáticas. No Rio de Janeiro, pacientes aguardam atendimento em cadeiras e poltronas em várias unidades de saúde por falta de leito.

O Assunto

infância interrompida pela violência urbana — as histórias de crianças assassinadas com balas perdidas. Neste episódio, Renata Lo Prete conversa com a jornalista Flávia Oliveira, comentarista da GloboNews e da CBN, e com o sociólogo Daniel Hirata, professor da UFF e pesquisador do Grupo de Estudos de Novos Ilegalismos da universidade. Eles explicam a relação entre as operações policiais e as mortes e a lógica do racismo por trás deste cenário.

Economia

Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central fará nesta quarta (9) a última reunião do ano, e a expectativa dos analistas do mercado financeiro é que a taxa básica de juros, a Selic, seja mantida em 2% ao ano. A taxa Selic está no menor patamar da série histórica e, se confirmada a manutenção, será a terceira vez seguida. A decisão será anunciada pelo BC por volta das 18h30.

Programa habitacional

25 de agosto - O presidente da República, Jair Bolsonaro, discursa durante o lançamento do programa 'Casa Verde e Amarela', no Palácio do Planalto, em Brasília — Foto: Evaristo Sa/AFP25 de agosto – O presidente da República, Jair Bolsonaro, discursa durante o lançamento do programa ‘Casa Verde e Amarela’, no Palácio do Planalto, em Brasília — Foto: Evaristo Sa/AFP

Senado aprovou a medida provisória que cria o programa habitacional Casa Verde e Amarela, concebido pelo governo Bolsonaro para substituir o Minha Casa, Minha Vida. A medida provisória foi editada em agosto, quando entrou em vigor. Contudo, precisava ser aprovada pelo Congresso até fevereiro de 2021 para não perder a validade. Como houve modificações durante a tramitação, o texto segue agora para a sanção do presidente Jair Bolsonaro, que pode vetar ou confirmar as mudanças feitas pelos parlamentares.

Entenda: o programa passa a dividir o público-alvo em três grupos e, além de financiamento de imóveis, prevê outras ações, como reforma para melhorias da moradia e regularização fundiária. Leia mais.

Mudança climática

Ministro Ricardo Salles, em Brasília, no dia 22 de outubro. — Foto: REUTERS/Adriano MachadoMinistro Ricardo Salles, em Brasília, no dia 22 de outubro. — Foto: REUTERS/Adriano Machado

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, anunciou que o Brasil estabelecerá como meta, no âmbito do Acordo de Paris, atingir a neutralidade nas emissões de gases causadores do efeito estufa até 2060A meta é a mesma já apresentada pela China, por exemplo. A União Europeia se comprometeu, em 2019, com uma data mais próxima: zerar o saldo de emissões de gás carbônico “já” em 2050.

Os detalhes só devem ser divulgados pelo governo nesta quarta (9). O Acordo de Paris completa cinco anos neste mês e, por isso, todos os países signatários devem apresentar novas versões dos compromissos já assumidos.

Adeus a Eduardo Galvão

Eduardo Galvão em lançamento de "Malhação", em 2012 — Foto: João Miguel Júnior/GloboEduardo Galvão em lançamento de “Malhação”, em 2012 — Foto: João Miguel Júnior/Globo

corpo de Eduardo Galvão será cremado às 15h, no Crematório e Cemitério da Penitência, no Caju, Zona Norte do Rio. Não haverá velório e o acesso ao crematório será restrito aos familiares. O ator morreu na noite de segunda-feira (7), aos 58 anos. Ele estava internado no Hospital Unimed Rio, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste, com Covid-19. (RIO)

Transição na Casa Branca

Suprema Corte dos EUA rejeita recurso eleitoral de Trump na Pensilvânia — Foto: Tom Brenner/Reuters Suprema Corte dos EUA rejeita recurso eleitoral de Trump na Pensilvânia — Foto: Tom Brenner/Reuters

A Suprema Corte dos Estados Unidos infligiu um novo revés ao presidente Donald Trump ao rejeitar um recurso de seus aliados para bloquear a certificação dos resultados eleitorais na Pensilvânia, estado-chave para a vitória do democrata Joe Biden. O mais alto tribunal dos Estados Unidos, no qual três dos nove magistrados foram nomeados por Trump, não explicou os motivos de sua decisão, a primeira desde que o presidente republicano lançou uma batalha judicial para questionar a derrota nas eleições de 3 de novembro.

Acusação de racismo

Camaronês Pierre Webó discute com quarto árbitro Sebastian Coltescu e ouve do romeno: "Vai embora, preto" — Foto: ReutersCamaronês Pierre Webó discute com quarto árbitro Sebastian Coltescu e ouve do romeno: “Vai embora, preto” — Foto: Reuters

Jogadores do PSG e do Istanbul Basaksehir protagonizaram um momento histórico no Parque dos Príncipes, nesta terça-feira, em partida da Liga dos Campeões. As duas equipes deixaram o gramado no primeiro tempo após uma ofensa racista do quarto árbitro romeno Sebastian Colţescu contra o camaronês Pierre Webó, ex-atacante e membro da comissão técnica da equipe turca. Após duas horas de suspensão, a Uefa anunciou que o jogo será disputado na quarta-feira, às 14h55 (de Brasília), com uma nova equipe de arbitragem.

Futebol

Campeonato Brasileiro
21h30: 
São Paulo x Botafogo

Mega-Sena

 Aposta única da Mega-Sena custa R$ 4,50 e apostas podem ser feitas até às 19h — Foto: Marcelo Brandt/G1Aposta única da Mega-Sena custa R$ 4,50 e apostas podem ser feitas até às 19h — Foto: Marcelo Brandt/G1

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.325 da Mega-Sena. O prêmio acumulou e deve ir a R$ 34 milhões.

As dezenas sorteadas: 33 – 34 – 37 – 46 – 52 – 60.

A quina teve 27 apostas ganhadoras; cada uma receberá R$ 68.402,27. Outras 2.233 apostas acertaram a quadra; cada uma levará R$ 1.181,53.

Curtas e rápidas:

Fonte: G1
Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 09 DE DEZEMBRO DE 2020 POR G1

TECNOLOGIA: UMA TECNOLOGIA RUDIMENTAR PARA PRODUZIR MÁSCARAS HIGH TECH

Criatividade é  a palavra chave da edição desta terça-feira da coluna TECNOLOGIA. Muitas soluções de assuntos aparentemente complexos podem ser simples e inacreditavelmente baratas. É o caso da descoberta do aluno de pós-graduação em física que criou a máscara facial mais eficaz, a N95, com pouco mais do que um aceno de mão. Ele utilizou uma máquina de algodão doce,  para criar máscaras faciais de maneira mais barata e rápida do que qualquer outro processo industrial utilizado atualmente. Mahesh Bandi, da Universidade de Pós-Graduação do Instituto de Ciência e Tecnologia de Okinawa é o herói dessa façanha.

Físico usa uma máquina de algodão doce para fazer filtros respiratórios para máscaras N95 mais baratos

 

 

Um aluno de pós-graduação em física está criando a máscara facial mais eficaz, a N95, com pouco mais do que um aceno de mão.

Usando uma máquina de algodão doce, Mahesh Bandi, da Universidade de Pós-Graduação do Instituto de Ciência e Tecnologia de Okinawa, pode criar máscaras faciais de maneira mais barata e rápida do que qualquer outro processo industrial utilizado atualmente.

Isso porque os filtros de espuma de plástico eletrocharged exclusivos, mas caros, que caracterizam um N95 podem ser feitos retirando pedaços de plástico comum de objetos como garrafas de água e sacolas de compras, aquecendo-os a uma temperatura alta e girando-os em uma máquina de algodão doce até que eles formar uma malha.

A malha torna-se eletricamente carregada – o aspecto principal que permite filtrar 95% das partículas – enquanto gira em torno do tambor de metal da máquina e pode ficar mais eletro-pegajosa depois que Bandi corta a malha em quadrados e os coloca no ventilação de um ionizador de ar.

Funcionamento de Bandi, OIST 

A análise microscópica e as comparações com máscaras N95 certificadas mostram que os filtros da Bandi são tão eficazes quanto impedir que partículas estranhas, incluindo vírus SARS-CoV-2, sejam inaladas.

Nos primeiros dias da pandemia, especialistas médicos deixaram claro que máscaras de pano, feitas em casa ou não, ou máscaras cirúrgicas padrão, não eram um método de proteção muito eficaz, mas que os N95s, as máscaras usadas por pessoas que realmente precisam manter a boca e nariz seguro, como trabalhadores de amianto, eram uma ferramenta seriamente eficaz.

O design da máscara exigiu uma impressora 3D para ser criado e, embora não esteja claro se o produto pode ser produzido em massa, o artigo correspondente de Bandi nos Proceedings of the National Academy of Sciences é uma prova de conceito fascinante.

Fonte: Good News Network

Continuar lendo TECNOLOGIA: UMA TECNOLOGIA RUDIMENTAR PARA PRODUZIR MÁSCARAS HIGH TECH

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 07 DE DEZEMBRO DE 2020 POR G1

Por G1

 

STF vetou a reeleição de Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre para presidir a Câmara e o Senado. O governo de São Paulo deve anunciar o plano de vacinação da CoronaVacO Assunto fala sobre a epidemia eterna na terra yanomami. Eleições: Josiel e Dr. Furlan vão decidir em 2º turno quem será o próximo prefeito de Macapá (AP). O ministro Luís Roberto Barroso lança em evento virtual o livro “Sem Data Venia – Um olhar sobre o Brasil e o mundo”. Marília Mendonça lidera paradas de clipes, lives e streaming. E “Kubanacan” chega ao Globoplay.

Maia e Alcolumbre fora da disputa

STF barra possibilidade de reeleição de Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre
STF barra possibilidade de reeleição de Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre

O julgamento começou na última sexta-feira (4) e se estende até o fim da próxima semana. Os 11 votos já foram registrados mas, até que o resultado seja proclamado, os ministros ainda podem mudar de posicionamento.

Sobre uma eventual reeleição de Rodrigo Maia:

  • 7 votos contra: Nunes Marques, Marco Aurélio, Cármen Lúcia, Rosa Weber, Luís Roberto Barroso, Edson Fachin e Luiz Fux
  • 4 votos a favor: Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Alexandre de Moraes e Ricardo Lewandowski

Sobre uma eventual reeleição de Davi Alcolumbre:

  • 6 votos contra: Marco Aurélio, Cármen Lúcia, Rosa Weber, Luís Roberto Barroso, Edson Fachin e Luiz Fux
  • 5 votos a favor: Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Nunes Marques, Alexandre de Moraes e Ricardo Lewandowski

Vacinação em SP

governo de São Paulo anuncia nesta segunda-feira (7) o plano de vacinação da CoronaVac. Produzida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, a previsão do governo paulista é a de que a aplicação na população começa em janeiro de 2021.

A vacina ainda está na terceira fase de teste, em que a eficácia precisa ser comprovada antes de ser liberada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Coronavírus

Brasil tem a maior média móvel de mortes por Covid em quase 2 meses. Números indicam 588 óbitos por dia na última semana. Total de vítimas fatais se aproxima de 177 mil.

O Assunto

Epidemia eterna na terra yanomami. Em três meses, o números de casos de Covid-19 deu um salto de 250% na maior reserva indígena do Brasil, que se estende pelos Estados do Amazonas e de Roraima, onde vivem cerca de 27 mil índios das etnia Yanomami e Ye’kwana. Mas não é só o coronavírus que atormenta a região. Entenda na entrevista de Renata Lo Prete com Dario Kopenawa, vice-presidente da Associação Hutukara, que representa os yanomamis.

Eleições em Macapá

Josiel e Dr. Furlan, que disputam o 2º turno em Macapá — Foto: Gabriel Penha/Photopress/Estadão Conteúdo; Erich Macias Rodrigues/Futura Press/Estadão ConteúdoJosiel e Dr. Furlan, que disputam o 2º turno em Macapá — Foto: Gabriel Penha/Photopress/Estadão Conteúdo; Erich Macias Rodrigues/Futura Press/Estadão Conteúdo

Josiel, do DEM, e Dr. Furlan, do Cidadania, vão decidir em 2º turno, no próximo dia 20 de dezembro, quem será o próximo prefeito de Macapá (AP). O 1º turno aconteceu neste domingo (6), após a Justiça adiar o pleito em função de crise de energia que atingiu o Amapá em novembro.

Com 100% das urnas apuradas às 19h30, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Josiel recebeu 59.511 votos (29,47% dos votos), ante 32.369 votos para Dr. Furlan – o que representa 16,03% dos votos.

Mega-assalto

Ladrões que atacaram um banco em Criciúma roubaram cerca de R$ 80 milhões, informou a polícia. Até agora, só R$ 1 milhão foi recuperado e 12 suspeitos estão presos.

‘Sem Data Venia’, de Luís Roberto Barroso

Ministro Barroso, do STF, lança livro "Sem Data Venia: Um Olhar sobre o Brasil e o Mundo"
Ministro Barroso, do STF, lança livro “Sem Data Venia: Um Olhar sobre o Brasil e o Mundo

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso lança em evento virtual o livro “Sem Data Venia – Um olhar sobre o Brasil e o mundo”. Será a primeira obra de Barroso voltada ao público geral, e não ao mundo jurídico. Em entrevista à GloboNews (veja vídeo acima), ele comentou trechos da obra, entre eles, a declaração de que um de seus sonhos sempre foi “fazer um país melhor”.

“Quando eu estava na faculdade, na segunda metade da década de 1970, minhas preocupações eram como acabar com a tortura, como acabar com a censura, como criar instituições democráticas em um país e um continente com tradição de golpes, contragolpes e quebras da legalidade. Hoje, as minhas, as nossas preocupações são como melhorar a qualidade da educação, o sistema eleitoral, como convencer governantes e a sociedade que a preservação ambiental é essencial para o futuro da vida na terra. Portanto, eu considero que a qualidade do debate público e das nossas preocupações mudou muito.”

Saúde

Câncer de útero: entenda a doença de Fátima Bernardes; apresentadora passou por cirurgia
Câncer de útero: entenda a doença de Fátima Bernardes; apresentadora passou por cirurgia

Câncer de útero: entenda a doença de Fátima Bernardes. Apresentadora de 58 anos passou por cirurgia neste domingo e está bem, dizem médicos.

Rainha Marília Mendonça

Semana Pop explica por que 2020 foi o ano de Marília Mendonça na música
Semana Pop explica por que 2020 foi o ano de Marília Mendonça na música

Em 2020, só deu ela. Marília Mendonça lidera paradas de clipes, lives e streaming e vira rainha em ano de “sofrência”. Artista mais ouvida do ano, ela foi impulsionada por adaptação do sertanejo a momento difícil do mercado. Mas não esconde que também teve saúde mental abalada em 2020. VÍDEO explica motivos por trás do sucesso.

‘Kubanacan’ no Globoplay

Marcos Pasquim e Adriana Esteves em 'Kubanacan', 2003 — Foto: João Miguel Júnior/Globo Marcos Pasquim e Adriana Esteves em ‘Kubanacan’, 2003 — Foto: João Miguel Júnior/Globo

Veja curiosidades e fotos e relembre confusões políticas e amorosas de “Kubanacan”, que chega ao Globoplay. Novela de Carlos Lombardi tem Stenio Garcia, Betty Lago, Humberto Martins, Marcos Pasquim, Danielle Winits, Vladimir Brichta, Adriana Esteves e Carolina Ferraz.

Curtas e Rápidas:

  • País tem 90 concursos públicos abertos para preencher quase 11,6 mil vagas
  • INSS: veja as principais mudanças para dar entrada na aposentadoria

Futebol

  • 20 horas: Atlético-GO x Goiás

Clique aqui e veja como está a classificação do Brasileirão. O São Paulo lidera. E veja, no vídeo abaixo, os gols do fim de semana.

Gols do Fantástico: São Paulo bate o Sport e abre vantagem na liderança
Gols do Fantástico: São Paulo bate o Sport e abre vantagem na liderança
Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 07 DE DEZEMBRO DE 2020 POR G1

CIÊNCIAS: O AVANÇO DA ASTRÔNOMIA CONSEGUE MAPEAR 3 MILHÕES DE GALÁXIAS EM 3000 HORAS

“A ASKAP está aplicando o que há de mais moderno em ciência e tecnologia a questões antigas sobre os mistérios do Universo e equipando astrônomos ao redor do mundo com novos avanços para resolver seus desafios”, disse o presidente-executivo da CSIRO, Dr. Larry Marshall. 3 milhões de novas galáxias é muito território a ser explorado, então, presumivelmente, o ASKAP está apenas começando. Leia o artigo completo a seguir e conheça os últimos desenvolvimentos da astronomia.

Austrália explode a mente coletiva da ciência ao mapear 3 milhões de galáxias em 300 horas

Reproduzido com permissão do  World At Large , um site de notícias sobre natureza, política, ciência, saúde e viagens.

O telescópio CSIRO líder mundial na Austrália mapeou todo o céu do sul com detalhes impressionantes e tempo recorde, identificando 3 milhões de galáxias nunca antes vistas em apenas 300 horas.

Anunciada em 1º de dezembro pela agência científica nacional australiana CSIRO, a conquista rapidamente ganhou as manchetes em todo o mundo por produzir um novo atlas do universo.

Levantamentos telescópicos de todo o céu anteriores do cosmos levaram anos e exigiram dezenas de milhares de imagens para serem montados.

O telescópio, conhecido como Australian Square Kilometer Array Pathfinder (ASKAP), é uma coleção de 36 antenas parabólicas no Western Outback espalhadas por 4.000 metros quadrados que trabalham em conjunto para costurar imagens de alta resolução para criar fotos panorâmicas do universo .

A alta resolução é diferente para o ASKAP e para o seu iPhone, e as eventuais 903 imagens necessárias para criar o novo atlas são compostas por 70 bilhões de pixels, totalizando 26 terabytes de dados de acordo com o CSIRO. Essa carga monumental, que começou como 13,5 “exabytes”, foi processada por um supercomputador chamado “Galáxia” no Pawsey Supercomputing Center.

CSIRO

“A ASKAP está aplicando o que há de mais moderno em ciência e tecnologia a questões antigas sobre os mistérios do Universo e equipando astrônomos ao redor do mundo com novos avanços para resolver seus desafios”, disse o presidente-executivo da CSIRO, Dr. Larry Marshall.

3 milhões de novas galáxias é muito território a ser explorado, então, presumivelmente, o ASKAP está apenas começando.

“Este censo do Universo será usado por astrônomos de todo o mundo para explorar o desconhecido e estudar tudo, desde a formação de estrelas até como as galáxias e seus buracos negros supermassivos evoluem e interagem”, disse o autor principal e astrônomo da CSIRO, Dr. David McConnell , em um comunicado .

Ele continuou a sugerir que potencialmente dezenas de milhões de galáxias aguardam descoberta com este novo par de telescópio / supercomputador no futuro.

ASSISTA a um vídeo de lapso de tempo da matriz em ação …

Fonte: Good News Network

Continuar lendo CIÊNCIAS: O AVANÇO DA ASTRÔNOMIA CONSEGUE MAPEAR 3 MILHÕES DE GALÁXIAS EM 3000 HORAS

BOAS NOTÍCIAS: CIENTISTAS BRASILEIROS BEM NA FITA DOS MAIS INFLUENTES DO MUNDO

Os brasileiros saíram bem na foto do ranking dos cientistas mais influentes do mundo. Nada mais, nada menos do que 853 deles figuram no ranking da revista científica Plos Bilogy, que apresentou a lista dos cientistas mais influentes do mundo na atualidade, , em diversas áreas de conhecimento. É realmente um orgulho para nós brasileiros. Então lhe convido a ler o artigo completo a seguir e conheça onde estão esses cientistas.

800 brasileiros estão entre os cientistas mais influentes do mundo

Cientistas brasileiros são destaque em dois rankings mundiais importantes divulgados nesta semana e na anterior: o Plos Biology e o Web of Science.

O da revista científica Plos Bilogy, que apresentou a lista dos cientistas mais influentes do mundo na atualidade, trouxe 853 professores brasileiros ranking, em diversas áreas de conhecimento.

Os destaques são pelo impacto do pesquisador ao longa da sua carreira e a atuação no ano de 2019.

A pesquisa foi conduzida por uma equipe da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, e utilizou como referência informações da Scopus ‒ base de dados bibliográficos que inclui resumos e citações de artigos de periódicos científicos.

Os cientistas são classificados em 22 campos científicos e 176 subcampos.

Os dados tabelados incluem todos os cientistas que estão entre os 100 mil melhores em todos os campos, de acordo com o índice de citação composto.

Além disso, na versão atual, foram incluídos os 2% melhores cientistas de sua disciplina de subcampo principal, entre os quais publicaram pelo menos cinco artigos. Para isso, foi analisada a quantidade de vezes que um trabalho é citado ou que ele interferiu em estudos de outras pessoas, listados em bases de dados como Web of Sciene e Scopus.

Os brasileiros

Entre os professores brasileiros que aparecem no ranking,

  • 158 são da USP – Universidade de São Paulo
  • 76 da Unicamp – Universidade Estadual de Campinas/SP
  • 39  da UFMG – Universidade Federal de Minas Gerais
  • 31 da Fiocruz – Fundação Oswaldo Cruz
  • 20 da UFPE – Universidade Federal de Pernambuco
  • 14 da UFSM – Universidade Federal de Santa Maria
  • 14 da UFC – Universidade Federeal do Ceará
  • 8 da UEM – Universidade Estadual de Maringá no PR
  • 4 da UNG, Universidade de Guarulhos em SP
  • 3 da UFS – Universidade Federal de Sergipe
  • 3 da UFCG – Universidade Federal de Campina Grande, na PB.

Web of Science

Um outro ranking, divulgado na última quarta, 18, pelo site Web of Science – da empresa Clarivate Analytics – traz os “Pesquisadores Altamente Citados 2020”.

Dezenove brasileiros aparecem na lista que reconhece os cientistas que demonstraram ampla e significativa influência em seu campo de atuação por meio da publicação de artigos frequentemente citados por seus pares durante a última década.

Ao todo, 6.389 pesquisadores de mais de 60 países foram incluídos na lista de 2020, sendo 3.896 cuja produção científica teve impacto em áreas específicas e 2.493 com impacto cruzado (cross-field) em diversos campos do conhecimento.

A seleção foi feita com base no número de artigos altamente citados que os autores produziram ao longo de 11 anos – de janeiro de 2009 a dezembro de 2019 – por especialistas em bibliometria do Institute for Scientific Information, ligado à Clarivate.

Entre os 19 brasileiros incluídos no ranking, 11 estão sediados no Estado de São Paulo e nove têm apoio da Fapesp: Paulo Artaxo (Geociências), do Instituto de Física da Universidade de São Paulo (IF-USP); Álvaro Avezum (cross-field), do Instituto de Cardiologia Dante Pazzanese; Andre Brunoni (cross-field), da Faculdade de Medicina (FM) da USP; Geoffrey Cannon (Ciências Sociais), da Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP; Henriette Azeredo (Ciências Agrícolas), da Embrapa Agroindústria Tropical em São Carlos; Mauro Galetti (Meio Ambiente e Ecologia), da Universidade Estadual Paulista (Unesp) em Rio Claro; Renata Bertazzi Levy (Ciências Sociais) , da FM-USP; Maria Laura C. Louzada (Ciências Sociais), do Instituto de Saúde e Sociedade da Universidade Federal de São Paulo (ISS-Unifesp); Carlos Augusto Monteiro (Ciências Sociais), da FSP-USP; Helder Nakaya (Imunologia), da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP; e Anderson S. Sant’Ana (Ciências Agrícolas), da Faculdade de Engenharia de Alimentos da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

Também figuram na lista Fernando C. Barros (cross-field), da Universidade Federal de Pelotas (UFPel); Mercedes Bustamante (cross-field), da Universidade de Brasília (UnB); Adriano Gomes da Cruz (Ciências Agrícolas), do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ); Mônica Queiroz de Freitas (Ciências Agrícolas), do Departamento de Tecnologia dos Alimentos da Universidade Federal Fluminense (UFF); Pedro Hallal (Ciências Sociais), da UFPel; Luis Augusto P. Rohde (Psiquiatria e Psicologia), da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS); Felipe Schuch (Psiquiatria e Psicologia), da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM); e Cesar Gomes Victora (Ciências Sociais), da UFPel.

Com informações do JornaldaUSP Galileu

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: CIENTISTAS BRASILEIROS BEM NA FITA DOS MAIS INFLUENTES DO MUNDO

DICA DE LIVRO: EU SOU EU POSSO DE PAULO DE PAULA

Nesta quarta-feira a nossa DICA DE LIVRO é um lançamento inédito e maravilhoso sobre autoconhecimento do mais novo autor Potiguar. O empresário de sucesso, fundador da UNP – Universidade Potiguar, Paulo de Paula. O livro já virou Best Seller em apenas 3 semanas e foi parar na lista dos 10 mais de Veja.

Quem nunca se sentiu desconectado de si e do Universo? Ou que a dor emocional e psíquica é um fardo pesado demais para carregar? Que, por mais que tente, faltam conexão e equilíbrio na sua vida?

Por meio de um relato emocionante e recheado de conhecimento, Paulo de Paula e Iveraldo Guimarães caminham com o leitor em uma viagem pela vida, mostrando os obstáculos e desafios, as conquistas e glórias. Utilizando a trajetória pessoal de Paulo de Paula como fio condutor de ensinamentos sobre física quântica, neurociência e filosofia, este livro é um guia inspirador que o ensinará a materializar seus sonhos apesar das adversidades, a se reencontrar dentro de si e do Universo que o cerca e a aplicar o conhecimento aprendido em todos os campos de sua vida.

Fonte: Acervo particular

Continuar lendo DICA DE LIVRO: EU SOU EU POSSO DE PAULO DE PAULA

TECNOLOGIA: O HYPERLOOP JÁ É REALIDADE E FAZ O PRIMEIRO TESTE COMPASSAGEIROS A BORDO

O destaque desta sexta-feira na nossa coluna TECNOLOGIA é um trem levitando de pequenas cápsulas de passageiros que acabou de fazer história no transporte ao completar sua primeira corrida com pessoas a bordo. O hiperloop flutua sobre uma trilha magnética usando eletromagnetismo em um tubo de vácuo para obter uma viagem rápida, silenciosa e livre de emissões. É quatro vezes a velocidade de um trem normal e duas vezes mais rápido que um avião a jato. Então conheça essa maravilha de transporte nos seus detalhes lendo a coluna completa a seguir!

Virgin Hyperloop conclui o primeiro teste com passageiros a bordo

Virgin Hyperloop

Depois de mais de 400 testes, o Virgin Hyperloop de Richard Branson, um trem levitando de pequenas cápsulas de passageiros, acabou de fazer história no transporte ao completar sua primeira corrida com pessoas a bordo.

O chefe de tecnologia Josh Giegel e Sara Luchian, a diretora de experiência do passageiro, atingiram velocidades de 107 mph (172 km / h) no centro de testes DevLoop em Las Vegas, Nevada. Embora seja apenas um sexto da suposta velocidade máxima do Virgin Hyperloop, ele ainda representa um grande marco de segurança.

Isso aconteceu logo depois que a Reuters relatou que West Virginia sediará um centro de certificação e uma pista de testes, onde a próxima fase de testes seguirá um cronograma de obtenção da certificação de segurança até 2025 e operações em escala comercial até 2030.

“Tive o verdadeiro prazer de ver a história feita diante dos meus olhos”, disse Sultan Ahmed bin Sulayem, presidente da Virgin Hyperloop e presidente-executivo da DP World, empresa que investiu cerca de US $ 400 milhões no desenvolvimento do Virgin Hyperloop.

Os hiperloops estão surgindo em todo o mundo à medida que os inovadores parecem concluir que pequenos pods que flutuam sobre uma trilha magnética usando eletromagnetismo em um tubo de vácuo para obter uma viagem rápida, silenciosa e livre de emissões é o futuro do transporte.

Esse sistema poderia transportar passageiros a 670 mph de Washington DC para Nova York, chegando em apenas meia hora; ou para os leitores da Costa Oeste, de Los Angeles a São Francisco em cerca de 43 minutos – quatro vezes a velocidade de um trem normal e duas vezes mais rápido que um avião a jato.

Virgin Hyperloop é um sistema de transporte construído para reduzir as emissões de gases de efeito estufa em todos os sentidos, não só por causa do sistema de propulsão, mas a construção dos túneis seria menor e menos dependente de maquinários pesados.

Virgin Hyperloop 

“Isso nos permite repensar as áreas urbanas e a conectividade entre elas”, disse o presidente-executivo da Hyperloop, Jay Walder, à Reuters . “Você poderá movimentar até 50.000 pessoas por hora, por direção. Com emissões de fonte zero. ”

A construção também seria muito mais flexível, pois há muito menos área de superfície e os pods têm um ângulo de viragem mais acentuado do que os trens ferroviários e podem subir inclinações mais íngremes.

Fonte: Good News Network

Continuar lendo TECNOLOGIA: O HYPERLOOP JÁ É REALIDADE E FAZ O PRIMEIRO TESTE COMPASSAGEIROS A BORDO

APESAR DO FIM DE INCÊNDIOS A CONTAMINAÇÃO DOS RIOS PELAS CINZAS CONTINUARÁ CAUSANDO MORTANDADE DE ESPÉCIES AQUÁTICAS

Mesmo após fim de incêndio, Pantanal terá mortandade de espécies aquáticas

Paulo Franco*

08 de novembro de 2020 às 20:10

Pantanal

A destruição do meio ambiente no Pantanal, provocada pelos incêndios de 2020, deve continuar por mais tempo, mesmo depois que as chamas forem controladas. O principal problema é a contaminação dos rios pelas cinzas que serão carregadas no período da cheia.

“A cinza é potencialmente tóxica para os animais que vivem ali e ela pode provocar uma queda no nível de oxigênio dos rios, com isso, esperamos uma mortandade em massa de peixes no Pantanal”, explica Ibraim Fantin, doutor em recursos hídricos pela Universidade Federal do Mato Grosso.

Além de produzir uma grande quantidade de cinzas, o fogo queimou algumas espécies de árvores que ajudam a filtrar a água.

“Essas árvores possuem uma raiz aérea, uma espécie de cipó, que retira as impurezas e ajuda a oxigenar o rio. Com as queimadas, isso não vai acontecer esse ano e o resultado será a fermentação da água e a morte de muitas espécies aquáticas”, explica Alessandro Majuro, que nasceu e cresceu no Pantanal e hoje trabalha como guia turístico.

O Pantanal tem cerca de 260 espécies de peixes, que se aproveitam de uma extensa área alagável no período das cheias. O pantaneiro Josué de Souza trabalha como piloteiro no distrito de Porto Jofre, em Poconé, e torce para que o meio ambiente se recupere logo.

“Eu espero que meus e meus netos ainda consigam apreciar esta natureza linda. Acho que não vai ser agora, mas daqui alguns anos o ambiente vai se renovar e tudo vai voltar ao que era antes”, diz ele.

Interferência humana

O fogo não é o único efeito da interferência humana no ecossistema do Pantanal. As populações de peixes e animais aquáticos sentem diretamente a mudança na qualidade das águas dos rios, desde a nascente, nas regiões mais altas, até a planície.

“Para que se possa manter o Pantanal, precisamos olhar para as cabeceiras dos rios porque é lá que temos agricultura extensiva, indústrias e as cidades”, explica Ibraim Fantin, da UFMT.

As cidades de Cuiabá e Várzea Grande têm cerca de um milhão de habitantes e, segundo Fantin, a qualidade do rio Cuiabá sofre nesse caminho, inclusive com a ocorrência de fármacos.

“Antibióticos, antiinflamatórios, hormônios e muita cafeína. Esses poluentes não são nem definidos pelas normas legais, ou seja, nós nem sabemos o que é seguro de consumir”, diz o especialista.

Ele aponta um outro aspecto da intervenção humana: “As usinas hidrelétricas mudam a vazão dos rios e provocam retenção de sedimentos, o que provoca efeitos tanto na parte alta como na planície pantaneira”.

A monocultura ao longo dos rios também pode prejudicar a qualidade do ambiente aquático do Pantanal. Para a bióloga Lúcia Mateus, as populações de peixes são diretamente afetadas.

“Um dos problemas que temos na região do planalto com o agronegócio são os agrotóxicos que estão sendo carreados para dentro da água”, diz ela.

Prevenção

Para os especialistas, a preservação da natureza é sempre o melhor negócio.

“Quando a gente pensa em bacia hidrográfica, ações corretivas são muito difíceis e caras. Por isso, vale muito mais a pena investir em prevenção desses problemas do que depois fazer ações corretivas que nem sempre são eficientes”, explica Ibraim Fantin.

A professora e ecóloga Cátia Nunes da Cunha diz que questões pontuais podem até ser solucionadas, mas nem sempre isso é possível quando o estrago já saiu do controle.

“O grande problema é quando entra no funcionamento do ecossistema porque aí nós não sabemos onde está a chave de liga-desliga”, explica.

Entre as medidas que devem ser adotadas pelas autoridades, a bióloga Lúcia Mateus aponta que a principal é fiscalizar o cumprimento da legislação.

“Respeitar a distância mínima nas margens dos rios para que não se tenha plantações chegando até a beira do curso d’água, além de não aterrar nascentes, são alguns dos exemplos “, diz.

Fonte: CNN

Continuar lendo APESAR DO FIM DE INCÊNDIOS A CONTAMINAÇÃO DOS RIOS PELAS CINZAS CONTINUARÁ CAUSANDO MORTANDADE DE ESPÉCIES AQUÁTICAS

BOAS NOTÍCIAS: UM TIPO DE ERVA DANINHA CONSEGUIU INTERROMPER O CRESCIMENTO DAS CÉLULAS DE CÂNCER DE MAMA

Cientistas estudam a planta há mais de uma década e agora o resultado da pesquisa foi publicado na revista científica New Phytologist. Uma pesquisa inovadora que vem do Reino Unido, cujos cientistas estudam uma planta há mais de uma década, concluiu que  e a tal erva daninha conseguiu interromper o crescimento das células do câncer de mama. planta é pequena e nativa da Europa e Ásia. É uma planta herbácea da família das Brassicaceae, a mesma da mostarda. Então te convido a ler o artigo completo a seguir e conhecer os detalhes dessa incrível descoberta!

Erva daninha impede que câncer de mama se espalhe: estudo

Um tipo de erva daninha conseguiu interromper o crescimento das células do câncer de mama.

Cientistas estudam a planta há mais de uma década e agora o resultado da pesquisa foi publicado na revista científica New Phytologist.

A pesquisa inovadora vem do Reino Unido e a planta é a Arabidopsis thaliana, que tem flor, é pequena e nativa da Europa e Ásia.

É uma planta herbácea da família das Brassicaceae, a mesma da mostarda.

Bloqueio do câncer

As folhas foram tratadas com o hormônio vegetal jasmonato, uma substância descoberta no jasmim que aumenta as respostas das plantas ao estresse.

Em seguida, eles incubaram as folhas tratadas com células de câncer de mama.

Os pesquisadores descobriram que não apenas as células cancerosas pararam de crescer, mas as células normais permaneceram inalteradas.

Isso é significativo porque o uso da planta no tratamento do câncer de mama pode potencialmente levar a um tempo de recuperação mais rápido e menos efeitos secundários para pacientes submetidas a tratamento químico.

Novos tratamentos

A professora Alessandra Devoto, do Departamento de Ciências Biológicas da Royal Holloway University, vem conduzindo essa pesquisa desde 2006.

O trabalho também tem colaboração da Dra. Amanda Harvey, da Brunel University London, e do Prof Nicholas Smirnoff da Universidade de Exeter.

Eles também descobriram mecanismos moleculares associados às mudanças nas células do câncer de mama.

Isso vai permitir o desenvolvimento de novos tratamentos.

“Estou realmente entusiasmada por ter descoberto o incrível impacto que esta planta despretensiosa tem nas células do câncer de mama. A descoberta prova que mesmo as plantas que não tem características medicinais podem funcionar para o tratamento do câncer”, disse a professora Alessandra Devoto.

A doutora Harvey e o Professor Smirnoff acrescentaram:

“Isso também servirá para outras doenças e para o progresso desta pesquisa, obtendo mais financiamento para beneficiar a sociedade de forma mais ampla”, concluíram.

Com informações do GNN

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: UM TIPO DE ERVA DANINHA CONSEGUIU INTERROMPER O CRESCIMENTO DAS CÉLULAS DE CÂNCER DE MAMA

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar

Fechar Menu
×

Carrinho