BOAS NOTÍCIAS: ALUNO DE ARQUITETURA DA USP DESENVOLVE UNIDADE DE VACINAÇÃO VOLANTE A PARTIR DE ÔNIBUS USADO

Um jovem do 5º ano de Arquitetura da FAU da USP idealizou e montou o primeiro ônibus usado, adaptado para combate à Covid-19. O ônibus é equipado por um sistema de câmaras de refrigeração médica de 2 a 8 graus (ºC) certificado para conservação de vacinas como CoronaVac e AstraZeneca/Oxford e tem capacidade para armazenar até 6 mil doses simultaneamente. Leia o artigo completo a seguir e conheça os detalhes deste brilhante projeto.

Aluno transforma ônibus usado em clínica móvel para vacinar contra covid

O primeiro ônibus usado, adaptado para combate à Covid-19, está nas ruas de São Paulo fazendo um trabalho importante. Ele virou uma clínica móvel para ajudar mais de 4 mil pacientes por mês, que não podem ou não querem ir aos postos de saúde, por medo de contaminação, ou aglomeração.

A primeira unidade da plataforma O-SI foi idealizada por Andre Zanolla (foto abaixo), estudante da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da USP – daqueles jovens que pensam fora da casinha e dão orgulho pra gente!

O projeto foi feito em parceria com a Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e a clínica móvel está completando dois meses de trabalho.

Os profissionais que atuam no ônibus fazem vacinação, testagem de pacientes e atendimentos de baixa complexidade, como diagnóstico, medicação intravenosa e exame de sangue.

O O-SI é equipado por um sistema de câmaras de refrigeração médica de 2 a 8 graus (ºC) certificado para conservação de vacinas como CoronaVac e AstraZeneca/Oxford. Ele tem capacidade para armazenar até 6 mil doses simultaneamente.

O veículo tem estrutura para a testagem de pacientes para o coronavírus, como RT-PCR, testes rápidos de antígeno e testagem sorológica IgG e IgM.

Para melhorar a acessibilidade dos espaços, o projeto conta com a adaptação dos espaços, como com corrimãos, piso podo-tátil (marcações no chão para deficientes visuais) e linguagem visual objetiva e com contraste de cores. Isso permite que sejam atendidos pacientes como Pessoas com Deficiências (PCDs), idosos e pessoas com baixa visão.

Segurança

Para reduzir as chances de contágio, as unidades possuem um sistema de insuflamento de ar com filtragem que reduz de maneira eficiente odores, fumaça e carga microbiológica no ambiente. Isso faz com que sejam capazes de inativar 98% da carga viral de Sars-Cov-2 (coronavírus) presente no ar em pouco mais de três horas. Há também um sistema de recirculação de ar com filtragem que elimina até 99% dos vírus e 99,99% das bactérias.

Uma vez ao dia, entre turnos de atendimento, as unidades são sanitizadas com tecnologia que produz nanopartículas que aderem a superfícies. De acordo com os criadores do projeto, essa técnica previne o risco de contaminação cruzada entre pacientes e profissionais da saúde, tornando o ambiente biosseguro.

As paredes da clínica móvel possuem também um material que garante baixa porosidade, diminuindo o acúmulo de partículas sólidas e que facilita os processos de higienização da unidade. Além disso, as divisórias hospitalares possuem fibras com efeito antimicrobiano, que impede o crescimento de populações de bactérias e fungos na superfície.

Parceria

O O-SI foi Financiado por empresas e instituições de diversos segmentos, como escritório de arquitetura, indústrias químicas e farmacêuticas e do setor de saúde,

O ônibus tem atuado apenas com o setor privado, levando atendimentos de saúde a funcionários de empresas contratantes da região metropolitana de São Paulo.

O-SI teve consultoria médica prestada por docentes da Escola Paulista de Medicina da Unifesp. O responsável pela criação e revisão dos protocolos de segurança é o médico Sun Rei Lin, professor e coordenador do Pronto-Socorro de Cirurgia do Hospital São Paulo.

Como

A clínica móvel é feita a partir de adaptações na estrutura de ônibus que saíram de circulação do transporte público.

Na maioria das cidades, podem circular apenas veículos de até 10 anos. Conforme observado por Zanolla, boa parte da frota aposentada torna-se sucata devido à baixa demanda, sendo que muitos são destinados a desmanches.

“A ideia da plataforma é reaproveitar essa infraestrutura preexistente e torná-la um equipamento de saúde complementar de longa duração”, explica.

O custo de cada unidade equipada é em torno de R$ 200 mil, excluindo-se impostos e equipamentos hospitalares.

Prêmio

A plataforma O-SI recebeu o primeiro prêmio no A’Design Awards, categoria War on Virus , que buscava identificar as melhores iniciativas de combate à covid-19 em escala mundial.

Além disso, recebeu em 2020 menção honrosa no 58o. Prêmio Anual do IAB-RJ (Instituto de Arquitetos do Brasil) na categoria Reúso e Transformação de Estruturas.

Novas unidades

Outros dez veículos já estão em processo de adaptação para se tornarem uma clínica móvel.

Segundo Andre Zanolla, que está no quinto ano da FAU, a idéia é que o O-SI ofereça os serviços da plataforma também ao Sistema Único de Saúde (SUS).

Alguns municípios e Estados das regiões Norte e Sudeste, ainda mantidos em sigilo, mostraram interesse no projeto e estão em fase de negociações para que seja disponibilizado no sistema público.

Depois da Covid-19

Apesar de existir uma preocupação em especial com a covid-19, Andre vê o O-SI como um “projeto-legado”, ou seja, uma estrutura permanente de longo prazo.

Para os idealizadores, o projeto pode se tornar uma ferramenta para atendimento médico descentralizado capaz de reduzir as filas de espera para consultas e exames, principalmente para a população mais vulnerável.

“Além das vacinas para combate à covid-19, podemos armazenar, distribuir e aplicar outros diversos tipos de vacinas do calendário de imunização nacional”, concluiu.

Ônibus transformado em clínica móvel - Foto: Projeto O-SI / divulgação
Ônibus transformado em clínica móvel – Foto: Projeto O-SI / divulgação
Foto: Projeto O-SI / divulgação
Foto: Projeto O-SI / divulgação
Foto: Projeto O-SI / divulgação
Foto: Projeto O-SI / divulgação
Foto: Projeto O-SI / divulgação
Foto: Projeto O-SI / divulgação
Andre Zanolla, aluno idealizador do O-SI - Foto: Divulgação / A´Design Award
Andre Zanolla, aluno idealizador do O-SI – Foto: Divulgação / A´Design Award

Com informações do JornalDaUsp

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: ALUNO DE ARQUITETURA DA USP DESENVOLVE UNIDADE DE VACINAÇÃO VOLANTE A PARTIR DE ÔNIBUS USADO

UTILIDADE PÚBLICA: FAIXA COMPARTILHADA PARA ÔNIBUS E BIKES SERÁ IMPLANTADA NA AVENIDA ROBERTO FREIRE EM NATAL

Avenida Engenheiro Roberto Freire ganhará faixa compartilhada para bikes e ônibus

 TRÂNSITO

Foto: Divulgação

Uma parceria entre a Prefeitura do Natal e o Governo do Estado do Rio Grande do Norte está viabilizando a criação de uma faixa compartilhada para bikes e ônibus na Av. Roberto Freire – região Sul da capital.

A faixa compartilhada segue o mesmo modelo das propostas criadas nas avenidas Prudente de Morais e Hermes da Fonseca pela Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana e será implantada nos dois lados da via que liga a cidade à enseada de Ponta Negra.

O projeto conta com a parceria do Detran/RN, da Secretaria de Infraestrutura, do Departamento de Estradas e Rodagem, da Secretaria Municipal de Mobilidade e da Associação de Ciclistas do Rio Grande do Norte (ACIRN).

Antes da entrega oficial, os órgãos parceiros envolvidos realizarão vivências entre operadores de ônibus e ciclistas para simular como será a relação entre os dois tipos de veículos dentro da faixa compartilhada. Essas vivências serão realizadas nas garagens das operadoras que administram as linhas de ônibus que transitam na via.

Fonte:Blog  do BG 

Continuar lendo UTILIDADE PÚBLICA: FAIXA COMPARTILHADA PARA ÔNIBUS E BIKES SERÁ IMPLANTADA NA AVENIDA ROBERTO FREIRE EM NATAL

DECISÃO JUDICIAL QUE OBRIGADA A CIRCULAÇÃO DE 100% DA FROTA DE ÔNIBUS EM NATAL É SUSPENSA PELO PRESIDENTE DO TJRN

TJRN suspende decisão judicial que obrigava o retorno de 100% da frota de ônibus em Natal

Portal da Tropical - Notícias - Justiça determina retorno de 100% da frota de ônibus de Natal

Em decisão assinada pelo presidente do TJRN, o Desembargador João Rebouças, a decisão judicial que obrigava o retorno de 100% da frota de ônibus em Natal foi suspensa. A liminar que determinava que a Secretaria de Mobilidade Urbana (STTU) colocasse 100% da frota de ônibus e opcionais do transporte coletivo para circular nas ruas estava em vigor deste o dia 10 deste mês.

De acordo com a decisão do Desembargador a liminar proferida que obrigava o retorno de 100% da operação da frota “compromete a condução coordenada e sistematizada das ações necessárias à mitigação dos danos provocados pela COVID-19.”

Além disso, “o risco de a decisão impugnada causar dano inverso – decorrente do aumento de circulação de pessoas por conta do restabelecimento integral da frota municipal – tudo a contribuir com o aumento de incidência de COVID-19, sobretudo no momento que ainda necessita da adoção de rigorosas providências de controle epidemiológico e sanitário”, escreveu o Desembargador na decisão.

Fonte: Blog do BG
Continuar lendo DECISÃO JUDICIAL QUE OBRIGADA A CIRCULAÇÃO DE 100% DA FROTA DE ÔNIBUS EM NATAL É SUSPENSA PELO PRESIDENTE DO TJRN

A PARTIR DESTA TERÇA FEIRA (10) FROTA DE ÔNIBUS DEVE CIRCULAR 100%, POR DETERMINAÇÃO DA JUSTIÇA

Por G1 RN

 

Frota de ônibus deve voltar a ser 100% em Natal — Foto: Kleber Teixeira/Inter TV CabugiFrota de ônibus deve voltar a ser 100% em Natal — Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

Uma decisão liminar da justiça determinou que a Secretaria de Mobilidade Urbana (STTU) deve colocar 100% da frota de ônibus e opcionais do transporte coletivo para circular nas ruas da cidade a partir desta terça-feira (10).

A medida entra em vigor após não ter acontecido acordo nas audiências de conciliação em razão de uma ação civil pública da Defensoria Pública do Estado do RN (DPE/RN).

Durante o processo judicial, aconteceram duas audiências de conciliação no Juízo de Direito da 6ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Natal com a DPE e o Ministério Público do RN – as duas encerradas sem êxito.

Houve ainda audiência extrajudicial entre a Defensoria Pública, STTU, Procuradoria do Município e Ministério Público Estadual, que também terminou sem acordo entre as partes.

Na última audiência, foi determinado que caso as partes não chegassem a um consenso até esta segunda-feira (9), a decisão liminar teria seus efeitos restabelecidos em sua integralidade. Ou seja, a partir desta terça-feira (10), a frota terá que ser restabelecida em 100%.

Também devem ser reestabelecidas 20 linhas de ônibus que foram suspensas sem prévia deliberação do Conselho Municipal de Transporte e Trânsito Urbano no início da pandemia. São elas: 01A, 01B, 12-14, 13, 18, 20, 23-69, 30A, 31A, 34, 41B, 44, 48, 57, 65, 66, 81, 587, 588 e 592.

A justiça determinou ainda que STTU e Setor de Vigilância Sanitária devem garantir e fiscalizar as medidas sanitárias de combate à disseminação da Covid-19, inclusive, com aplicação das sanções administrativas às empresas permissionárias do setor em situação irregular.

Acordo

No mês de setembro, um acordo entre DPE e STTU em uma audiência de conciliação fez com que a pasta da prefeitura subisse de 53% para 70% a frota que circula na cidade. A STTU havia reduzido os ônibus em circulação em função da queda na média de passageiros diariamente por conta da pandemia.

Fonte: G1 RN

Continuar lendo A PARTIR DESTA TERÇA FEIRA (10) FROTA DE ÔNIBUS DEVE CIRCULAR 100%, POR DETERMINAÇÃO DA JUSTIÇA

NA PRÓXIMA TERÇA FEIRA EM NATAL HAVERÁ GREVE DOS ÔNIBUS, ANUNCIAM RODOVIÁRIOS

Rodoviários anunciam greve dos ônibus na próxima terça em Natal

Redação / Portal da Tropical

 – Atualizado em: 

O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Rio Grande do Norte emitiu nota explicando que entrarão em greve na próxima terça-feira (20). Os trabalhadores alegam que os empresários, decidiram “não negociar a Data Base da categoria, vencida em 1º de maio, resolveram demitir todos os cobradores, deixaram de pagar direitos e reduziram salários”, diz o comunicado divulgado neste sábado (17).

Os rodoviários denunciam que a pandemia causou sérios problemas à categoria,houve demissões, redução de salários e aglomerações nos coletivos. “Os que não foram demitidos, com salários reduzidos foram obrigados a trabalhar em ônibus lotados, com sérias aglomerações, problema este observado todos os dias em nossa cidade, ainda hoje”.

Eles advertem que vão parar até que se negociem a Data Base e pedem o imediato cumprimento da decisão do Tribunal Regional do Trabalho, que  reconheceu a Data Base em 1° de maio.

Reivindicam também a reversão das demissões em massa de motoristas e de cobradores, o pagamento das verbas rescisórias com todos os direitos aos demitidos; que acabem com os cortes no pagamento do Vale Alimentação e a volta imediata do pagamento integral do Plano de Saúde, o Pagamento dos Salários dentro do mês, segundo a categoria, hoje o pagamento é fracionado em três vezes.

Nota na íntegra

O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Rio Grande do Norte emitiu nota explicando que entrarão em greve na próxima terça-feira (20).

Os trabalhadores alegam que os empresários, decidiram “não negociar a Data Base da categoria, vencida em 1º de maio, resolveram demitir todos os cobradores, deixaram de pagar direitos e reduziram salários”, diz a nota divulgada neste sábado (17).

Os rodoviários denunciam que a pandemia causou sérios problemas à categoria. “Os que não foram demitidos, com salários reduzidos foram obrigados a trabalhar em ônibus lotados, com sérias aglomerações, problema este observado todos os dias em nossa cidade, ainda hoje”.

Eles advertem que vão parar até que se negociem a Data Base e pedem o imediato cumprimento da decisão do Tribunal Regional do Trabalho, que  reconheceu a Data Base em 1° de maio.

Reivindicam a reversão das demissões em massa de motoristas e de cobradores, o pagamento das verbas rescisórias com todos os direitos aos demitidos; que acabem com os cortes no pagamento do Vale Alimentação e a volta imediata do pagamento integral do Plano de Saúde, o Pagamento dos Salários dentro do mês, segundo a categoria, hoje o pagamento é fracionado em três vezes.

Apesar de todos estes ataques aos rodoviários, a categoria vem tentando evitar a greve de forma paciente e com o respeito que tem aos natalenses, no entanto, desde o mês de junho que a Justiça do trabalho vem dando prazos aos empresários para negociar e até está data não demonstram interesse em negociar com a categoria, sendo assim, a categoria rodoviária que todos os dias transportam você trabalhador de sua casa ao seu trabalho, escola ou lazer, vem sendo obrigada a parar, obrigados pelos empresários e pelo Prefeito de nossa cidade.

Iremos parar até que se negociem a nossa Data base; que revertam as demissões em massa de motoristas e de cobradores, até que paguem as verbas rescisórias com todos os direitos aos demitidos; que acabem com os cortes no pagamento do Vale Alimentação; até a volta imediata do pagamento integral do Plano de Saúde; Até garantir o Pagamento dos Salários dentro do mês, hoje pagam em três vezes; Pelo imediato cumprimento das ações de reintegrações dos cobradores e demais trabalhadores demitidos até 1° de abril; Pelo imediato cumprimento da decisão do Tribunal Regional do Trabalho, por se desembargador que  reconheceu a Data Base em 1° de maio.

Por todos estes motivos e em defesa dos nossos direitos e dos nossos salários pedimos o apoio de todo o povo de Natal para a nossa luta e em especial aos trabalhadores que da mesma forma que os rodoviários vem sofrendo com retirada de direitos e ameaça de demissões, sabemos das dificuldades de todos, mas sabemos também que aos trabalhadores o nosso único caminho é a luta. Talhadores demitidos até 1° de abril; Pelo imediato cumprimento da decisão do Tribunal Regional do Trabalho, por se desembargador que reconheceu a Data Base em 1° de maio.

Por todos estes motivos e em defesa dos nossos direitos e dos nossos salários pedimos o apoio de todo o povo de Natal para a nossa luta e em especial aos trabalhadores que da mesma forma que os rodoviários vem sofrendo com retirada de direitos e ameaça de demissões, sabemos das dificuldades de todos, mas sabemos também que aos trabalhadores o nosso único caminho é a luta.

Fonte: Portal da Tropical Notícias

Continuar lendo NA PRÓXIMA TERÇA FEIRA EM NATAL HAVERÁ GREVE DOS ÔNIBUS, ANUNCIAM RODOVIÁRIOS

CIRCULAÇÃO DA FROTA DE ÔNIBUS OPCIONAIS TERÁ QUE SER RESTABELECIDA EM NATAL, POR DETERMINAÇÃO DA JUSTIÇA

Justiça determina que Município do Natal restabeleça a circulação de toda a frota de ônibus e opcionais

31 ago 2020

Justiça determina que Município do Natal restabeleça a circulação de toda a frota de ônibus e opcionais

A Sexta Vara da Fazenda Pública da Comarca de Natal, acolhendo pedido formulado em Ação Civil Pública pela Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Norte, determinou que o Município do Natal restabeleça, em até cinco dias, a circulação de toda a frota de ônibus e opcionais, para que passe a operar com 100% dos veículos, como forma de evitar maiores aglomerações que favoreçam a disseminação do contágio pela Covid-19.

A unidade judiciária determinou, também, que o Município do Natal restabeleça, em sua integralidade, as 20 linhas de ônibus (01A, 01B, 12-14, 13, 18, 20, 23-69, 30A, 31A, 34, 41B, 44, 48, 57, 65, 66, 81, 587, 588 e 592) que foram suspensas após o início da pandemia da Covid-19 sem prévia deliberação do Conselho Municipal de Transporte e Trânsito Urbano.

Além disso, mencionou que o Município do Natal deverá fiscalizar, por meio dos órgãos competentes, a frota de veículos do transporte coletivo urbano, quanto à observância das normas sanitárias de combate à disseminação da pandemia, notadamente quanto às prescrições contidas na Nota Técnica nº 03/2020, do Setor de Vigilância Sanitária da Secretaria de Saúde do Município do Natal, inclusive, com aplicação das medidas administrativas cabíveis às empresas permissionárias do setor em situação irregular.

A decisão do juiz Francisco Seráphico da Nóbrega destacou que todas as fases previstas no Cronograma para abertura gradual da Economia Natalense foram concluídas, de forma que a retomada dos serviços não essenciais e das atividades de comércio encontra-se, neste momento, em fase avançada, mas o serviço público de transporte coletivo de passageiros está autorizado a funcionar com, no mínimo 50% da frota regular, nos termos do art. 1º, caput, do Decreto Municipal nº 12.011, publicado em 29 de julho de 2020.

Na decisão, registrou que o “avanço na retomada dos serviços não essenciais e do comércio, implica no retorno da demanda pelo transporte coletivo aos níveis habituais, com o agravante de que a superlotação nos veículos coloca em risco a saúde e integridade física não apenas dos usuários de transporte público, mas também dos trabalhadores do setor, uma vez que os estudos elaborados por autoridades sanitárias indicam que os ambientes de maior risco de contágio para a COVID-19 são aqueles com maiores aglomerações de pessoas e dificuldades de manutenção do distanciamento social.”

Ressaltou que, mesmo diante do princípio da separação dos poderes, a intervenção excepcional do Poder Judiciário está justificada, uma vez que a manutenção da frota de ônibus em um percentual reduzido, em descompasso à retomada das atividades econômicas, cujo plano já foi implantado em sua integralidade pelo Município do Natal, revela-se como uma inércia do Executivo na garantia de direitos constitucionalmente assegurados aos usuários de transporte público (além dos trabalhadores do setor).

Fonte: Política em Foco
Continuar lendo CIRCULAÇÃO DA FROTA DE ÔNIBUS OPCIONAIS TERÁ QUE SER RESTABELECIDA EM NATAL, POR DETERMINAÇÃO DA JUSTIÇA

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar