POESIA: ENTENDIMENTO DO BRASIL, POR JESSIER QUIRINO

A nossa coluna POEMA desta sexta-feira está pra lá de boa com o incrível Jessier Quirino recitando duas poesias. Uma do nosso não menos incrível Patativa do Assaré ´fazendo um paralelo com outro exuberante poema de sua autoria que se chama “Entendimento do Brasil”. Portanto não saia dai e assista ao vídeo completo a seguir!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: ENTENDIMENTO DO BRASIL, POR JESSIER QUIRINO

POESIA: NÃO SOU NADA…POR ANTÔNIO ABUJAMRA

Hoje o ator Antônio Abujamra interpreta com muita maestria um poema de um dos maiores poetas portugueses, Fernando Pessoa, “não sou nada…”, aqui na coluna POESIA do Blog do Saber. Então convido você a assistir ao vídeo a seguir e apreciar essa obra de arte!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: NÃO SOU NADA…POR ANTÔNIO ABUJAMRA

POESIA: MANÉ CABELIM E A INTERNET, POR JESSIER QUIRINO

Toda terça-feira temos a coluna POESIA, aqui no Blog do Saber com os melhores poetas, contadores de causos e cordeleiros do Brasil. Hoje você vai se divertir a valer com mais um dos seus sensacionais causos: “Mané Cabelim e a internet” é mais um causo que compõe a saga desse Mané: um matuto, que, cada vez mais, se afunda na casa-do-sem-jeito, de tanto servir de capacho pra rapariga. Assista e ria até umas horas!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: MANÉ CABELIM E A INTERNET, POR JESSIER QUIRINO

POESIA: VOU-ME EMBORA PRO PASSADO DE JESSIER QUIRINO NO SR. BRASIL

Neste sábado temos uma dupla incrível na nossa coluna POESIA, Rolandro Boldrin e Jessier Quirino, que declama o poema e sua autoria “Vou-me embora pro passado”, no programa da TV Cultura, Sr. Brasil. Você não pode perder essa oportunidade única de ver essas duas feras em ação!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: VOU-ME EMBORA PRO PASSADO DE JESSIER QUIRINO NO SR. BRASIL

POESIA: CAUSO DO BOTADOR DE ÊNFASE, POR JESSIER QUIRINO

Terça-feira é dia de POESIA, aqui no Blog do Saber e hoje vamos curtir um dos causos fabulosos do talentoso artista Jessier Quirino com o título “Causo do botador de ênfase”. Não saia dai, pois você vai se divertir e rir até umas horas!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: CAUSO DO BOTADOR DE ÊNFASE, POR JESSIER QUIRINO

POESIA: SONHAR, POR BRÁULIO BESSA

Sexta-feira é dia de POESIA, aqui no Blog do Saber  e hoje tem o extraordinário Bráulio Bessa declamando SONHAR, um poema de sua autoria, que emocionou milhões de brasileiros em rede nacional, no programa ENCONTRO COM FÁTIMA BERNARDES. Então aperte no play e se emocione também! Vale a pena ver de novo!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: SONHAR, POR BRÁULIO BESSA

SANCIONADA LEI QUE INCENTIVA LITERATURA DE CORDEL NAS ESCOLAS DO RN

Lei de Ezequiel que incentiva Literatura de Cordel nas escolas do RN é sancionada

20 jul 2021

Lei de Ezequiel que incentiva Literatura de Cordel nas escolas do RN é sancionada

De autoria do deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, Ezequiel Ferreira (PSDB), O Estado passa a contar com uma Lei de incentivo e fomento à Literatura de Cordel nas escolas públicas e privadas. A sanção da governadora Fátima Bezerra (PT) ao projeto do parlamentar aprovado no Legislativo foi publicada esta semana no Diário Oficial do Estado, e prevê diretrizes para que ocorra a expansão do cordel nos colégios.

Para o parlamentar, a medida vai contribuir para aproximar os estudantes da poesia e de uma das mais especiais formas literárias do país. “Estudar o cordel e o repente na escola significa ter contato com o mundo da poesia a partir do cotidiano, com uma carga de  significados que dificilmente outra forma literária tem no Brasil, especialmente para nós, potiguares”, justificou Ezequiel Ferreira.

A lei sancionada pela governadora prevê que as escolas deverão ter instituídas diretrizes para o incentivo e o fomento à Literatura de Cordel, contribuindo para o conhecimento da comunidade escolar acerca da cultura popular brasileira, estimular a cultura de popular, extinguir a discriminação relacionada à cultura regional nordestina, fomentar o reconhecimento identitário norte-rio-grandense, valorizar os cordelistas e ampliar o acesso a uma multiplicidade de gêneros literários como parte integrante do processo educacional.

“Com profundas origens na cultura popular, o cordel vem sendo cada vez mais estudado e venerado como gênero literário rico e de grande relevância para a constituição da identidade cultural brasileira. O cordel também é responsável por romper preconceitos, valorizar a cultura, nossa terra e incentivar os estudantes potiguares a buscarem compreender mais sobre suas origens”, disse Ezequiel Ferreira.

De acordo com a nova legislação, o Governo do RN, bem como os municípios potiguares, dentro dos seus respectivos espaços de competência legislativa, poderão criar diretrizes específicas para o fomento da Literatura de Cordel nos equipamentos públicos de educação.

Fonte: Política em Foco
Continuar lendo SANCIONADA LEI QUE INCENTIVA LITERATURA DE CORDEL NAS ESCOLAS DO RN

POESIA: NUNCA É TARDE DEMAIS! POR BRÁULIO BESSA

Nesta sexta-feira, aqui na coluna POESIA, você vai perceber que no poema “Nunca é tarde demais, declamado no quadro Poesia com Rapadura, Bráulio Bessa utiliza uma linguagem simples e cotidiana para transmitir uma mensagem de esperança e superação para todos aqueles que estão desanimados ou desistindo. Que o tempo acabou, a oportunidade já passou, que não tem mais idade, que agora é tarde… Embora a vida seja, sim, cheia de dificuldades, e o tempo passe rápido demais, ela também guarda coisas boas para nós. Então, não perca tempo, dê o play e comece logo a assistir essa obra de arte!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: NUNCA É TARDE DEMAIS! POR BRÁULIO BESSA

POESIA: UM CAMINHO DA ALMA #4, POR BRÁULIO BESSA

Depois de conquistar o coração dos brasileiros com sua Poesia que transforma e passar mais de um ano entre os autores mais vendidos do país, Bráulio Bessa volta a nos brindar com poemas que, como de hábito, nos fazem pensar e nos fazem sentir. Sempre fiel às suas raízes, mas trazendo novidades, em Um carinho na alma o poeta cearense amplia a gama da sua poesia, indo além do cordel tradicional mas sem jamais abandoná-lo. Seus versos falam sobre os temas que pontuam sua obra, como o amor, a esperança e a amizade, mas também a seca, a injustiça e a falsidade, produzindo as rimas inspiradas que nunca deixam de levar um sorriso aos lábios. Além de poeta, Bráulio é também um grande contador de histórias. Por isso, além dos poemas, o livro traz relatos de sua infância em Alto Santo, da vivência com a família e os amigos, e de suas andanças de norte a sul do Brasil, abraçando e falando com o povo que tanto lhe prestigia.

Fonte:

Continuar lendo POESIA: UM CAMINHO DA ALMA #4, POR BRÁULIO BESSA

POESIA: O QUE VOCÊ VAI GANHARCOM ISSO? POR ALLAN DIAS CASTRO

POESIA: O QUE VOCÊ VAI GANHARCOM ISSO? POR ALLAN DIAS CASTRO
Allan Dias Castro, como nasce um poema

Nesta sexta-feira, aqui na coluna POESIA, o talentoso Allan Dias Castro está revisitando o texto “A Mudança” para lembrarmos da pergunta que muda tudo: O que você ganha com isso? Assista ao vídeo, curta, aprecie, reflita e tire suas conclusões!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: O QUE VOCÊ VAI GANHARCOM ISSO? POR ALLAN DIAS CASTRO

POESIA: EXPRESSÕES POPULARES, POR JESSIER QUIRINO

Na nossa coluna POESIA desta terça-feira temos o prazer de apresentar o inigualável Jessier Quirino proseando sobre Expressões Populares. A linguagem regional é composta por inúmeras expressões populares. São dizeres e corruptelas que representam a identidade de determinadas regiões. Confira algumas curiosidades e particularidades da fraseologia brejeira, caririzeira e sertaneja. Então se acomode na sua poltrona e aprecie esse papo interessantíssimo!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: EXPRESSÕES POPULARES, POR JESSIER QUIRINO

POESIA: AMOR E RESPEITO, POR BRÁULIO BESSA

Terça-feira é dia de poesia aqui na coluna POESIA do Blog do Saber e POESIA de qualidade é com o inigualável Bráulio Bessa o Show Man. Hoje ele declama um poema maravilhoso e inspirador, de sua autoria: “Amor e Respeito”. Vamos assistir, ouvir, apreciar e admirar!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: AMOR E RESPEITO, POR BRÁULIO BESSA

POESIA: LINDO CORDEL EM HOMENAGEM A JULIETTE, POR BRÁULIO BESSA

Nada como começar um fim de semana com mais uma pérola do incomparável artista Bráulio Bessa declamando um lindo cordel em homenagem a Juliette. Então você não pode perder essa maravilha de POESIA. Uma das mais recentes desse poeta incrível!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: LINDO CORDEL EM HOMENAGEM A JULIETTE, POR BRÁULIO BESSA

POESIA: MAIS UM CARINHO NA ALMA, POR BRÁULIO BESSA

Nesta terça-feira estamos de volta com os extraordinários poemas do incrível Bráulio Bessa , que em tempos de pandemia esteve meio sumido. Hoje você vai apreciar a mais recente declamação do artista: “Mais um carinho na Alma”. Então assista, curta, se alegre, reflita e se regozije com mais uma pérola desse artista espetacular!

Continuar lendo POESIA: MAIS UM CARINHO NA ALMA, POR BRÁULIO BESSA

POESIA: MEU NOME NÃO TEM SUSTANÇA, POR JUSSIER QUIRINO

Nesta sexta-feira temos mais do inigualável Jessier Quirino, aqui na coluna POESIA, declamando a poesia “Meu nome não tem sustança”, que é um poema das antigas, de quando o poeta escrevia e guardava. Teve, portanto, mais tempo de maturação. Então não deixe de assistir mais um show desse artista extraordinário!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: MEU NOME NÃO TEM SUSTANÇA, POR JUSSIER QUIRINO

POESIA: MATANÇA, POR JESSIER QUIRINO

Sexta-feira é dia de POESIA, aqui no Blog do Saber. Hoje com o irreverente e talentoso Jessier Quirino. Em tempos de desencontros planetários em que o homem e a natureza perdem fôlego, apresento a canção de Luis Jatobá: “Matança”. Um canto de alerta pela preservação da Mata Atlântica, que foi imortalizada magistralmente por Eugênio Avelino – Xangai, isto nos idos de 1980. Assista, curta e se divirta com esse grande artista!

Fonte:

 

Continuar lendo POESIA: MATANÇA, POR JESSIER QUIRINO

POESIA: NO TEMPO DAS SERENATAS, POR JESSIER QUIRINO

Na nossa coluna POESIA desta terça-feira temos um causo muito curioso contado pelo inigualável Jessier Quirino, sobre a sua família “No tempo das Serenatas”, onde aborda as serenatas que ele seus irmãos faziam para suas namoradas. Então não deixe de assistir esse vídeo super interessante sobre a intimidade do grande poeta!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: NO TEMPO DAS SERENATAS, POR JESSIER QUIRINO

POESIA: E SE? POR BRÁULIO BESSA

A vida não é tão fácil, viver não é só sorrir… A lagarta que rasteja, rasteja para evoluir. Se transforma em borboleta, depois voa por aí… E muita gente deixa de voar por criar bloqueios, pelo “se”: e se? e se? Então, o poema do Braulio Bessa de hoje fala disso! Ouça, é maravilhoso e faz muito sentido para todos nós!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: E SE? POR BRÁULIO BESSA

POESIA: AS APARÊNCIAS ENGANAM, POR BRÁULIO BESSA

Terça-feira é dia de POESIA no Blog do Saber e na medida do possível vamos trazendo as novidades do magnânimo Bráulio Bessa, que tem reduzido muito a sua produção artística. Hoje trouxemos para você “As aparências enganam” de sua autoria e abaixo o reprodução do texto dessa belíssima poesia. Leia, ouça, curta e viaje!

Cada pessoa dá aquilo que tem pra dar… Vez por outra nos deixamos levar por alguém que parece uma “joia rara” quando na verdade é só uma “bijuteria”! “Quem tem o mel dá o mel, quem tem o fel dá o fel e quem nada tem, nada dá.” Refletindo sobre isso, Bráulio Bessa fez este poema, pois de fato as aparências enganam e a gente precisa olhar para dentro das pessoas para ver o que elas realmente tem para oferecer. Ouça e perceba a riqueza que estas palavras trazem para nossa vida e a verdade que nunca pode ser esquecida! “Bráulio Bessa”.

Fonte:

Relacionamento Perfeito

Continuar lendo POESIA: AS APARÊNCIAS ENGANAM, POR BRÁULIO BESSA

POESIA: NÃO ESPERE! POR BRÁULIO BESSA

Em tempos de pandemia tem sido difícil encontrar as criativas e inéditas poesias do inigualável Bráulio Bessa,mas nesta terça-feira, aqui na coluna POESIA você vai ouvir um PODCAST desse extraordinário poeta recitando “Não Espere”, de sua autoria. Então aperte no pitoco e se deleite com esses maravilhosos versos!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: NÃO ESPERE! POR BRÁULIO BESSA

POESIA: “QUANTO VALE UMA CRIANÇA”, POR ROLANDO BOLDRIN

Nesta terça-feira, aqui na coluna POESIA, Rolando Boldrin declama o poema “Quanto vale uma criança” de Toquinho e Gianfrancesco Guarnieri. Um show de interpretação que você não pode perder. Então, vamos lá, assista, se emocione, curta e se divirta!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: “QUANTO VALE UMA CRIANÇA”, POR ROLANDO BOLDRIN

POESIA: HOMENAGEM A ZÉ LIMEIRA – O POETA DO ABSURDO, POR JESSIER QUIRINO

Para relaxar e se divertir a valer neste domingo, trago mais uma maravilhosa apresentação desse cabra da peste chamado Jessier Quirino que hoje homenageia, aqui na coluna POESIA, Zé Limeira, o poeta do absurdo, que foi imortalizado e recriado pelo escritor paraibano Orlando Tejo. Depois disto surgiu até o estilo limeiriano, sem pé nem cabeça. Limeira é nosso ídolo e doido de estimação. Então, se acomode na poltrona, assista, aprecie e se divirta!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: HOMENAGEM A ZÉ LIMEIRA – O POETA DO ABSURDO, POR JESSIER QUIRINO

POESIA: UM PARTICULAR COM PADRE CIÇO ROMÃO, POR JESSIER QUIRINO

Nesta terça-feira você vai assistir, aqui na coluna POESIA mais uma boa prosa do inigualável Jessier Quirino que lê o texto “Um Particular com Padre Ciço Romão”. Uma conversa caseira de afilhado para padrinho, como todo sertanejo antigo se considera. Deixa o santo à par das acontecenças e até agradece sua sorte. Então, o que está esperando? Bora assistir e se divertir!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: UM PARTICULAR COM PADRE CIÇO ROMÃO, POR JESSIER QUIRINO

POESIA: EM TEMPOS DE DOR, POR BRÁULIO BESSA

Nesta terça-feira você vai ouvir  palavras que são como um elixir da vida na voz de Bráulio Bessa, Em tempos de dor. E ele diz assim: “Eu queria falar, no meu poema de hoje, sobre como a gente encara a dor. A gente está vivendo um momento muito dolorido, e as pessoas se aproximam pela alegria e também pela dor. A diferença é que o sorriso é laço; e a dor é nó. Isso significa que sempre haverá alguém por perto quando doer” – Bráulio Bessa

Fonte:

Continuar lendo POESIA: EM TEMPOS DE DOR, POR BRÁULIO BESSA

POESIA: AS APARÊNCIAS ENGANAM, POR BRÁULIO BESSA

Sábado é dia de relaxar, de distração e de entretenimento. Então é dia de POESIA e POESIA de verdade é com Bráulio Bessa, que em tempos de pandemia está cada vez mais escasso. Mas a gente busca e acaba encontrando novidade no cipoal de obras primas de sua autoria. Portanto, aproveite, se deleite, se regozije e curta, “As aparências enganam”, mais uma das travessuras desse poeta incrível!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: AS APARÊNCIAS ENGANAM, POR BRÁULIO BESSA

POESIA: VIRGULINO LAMPIÃO DEPUTADO FEDERÁ, POR JESSIER QUIRINO

O destaque da edição de quinta-feira, aqui na coluna POESIA é o inigualável cordelista, contador de causos e poeta Jessier Quirino, que declama com maestria “Vigulino Lampião Deputado Federá”, que é um poema discurso, com uma suposta fala do rei do cangaço na tribuna do Congresso. Foi escrito no início dos anos 90 e publicado no livro Paisagem de Interior, em 1996, pela Editora Bagaço.

Então, você não pode perder esse espetáculo desse incrível artista!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: VIRGULINO LAMPIÃO DEPUTADO FEDERÁ, POR JESSIER QUIRINO

POESIA: SEJA FÃ DE VOCÊ MESMO, POR BRÁULIO BESSA

Nesta terça-feira, aqui na coluna POESIA vamos reviver um dos momento emocionantes do inenarrável Bráulio Bessa no programa Encontro com Fátima, onde ele declamou, de sua autoria, “Seja fã de você mesmo”. Vamos curtir e se emocionar mais uma vez!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: SEJA FÃ DE VOCÊ MESMO, POR BRÁULIO BESSA

POESIA: BRÁULIO BESSA_ AS COISAS SIMPLES DA VIDA

Te convido a curtir mais uma das  maravilhosas poesias do inigualável Bráulio Bessa. Que  ficou famoso após postar vídeos na internet para resgatar a tradicional literatura de cordel. Foi desta forma que seus vídeos com declamações já ultrapassaram 250 milhões de visualizações, tendo como marcas registradas o sotaque e o inseparável chapéu. Ele também é o criador do projeto ‘Nação Nordestina’, que divulga a cultura do Nordeste na internet e que tem mais de um milhão de fãs/seguidores, o que o consagrou como ativista. Por tudo isso, Bráulio ganhou a alcunha de “embaixador do Nordeste. Seus videos na internet fizeram tanto sucesso que ele ganhou um quadro semanal no programa Encontro com Fátima Bernardes, da TV Globo, no qual ele apresenta a Cultura Nordestina sob um olhar poético.Bráulio foi o primeiro cearense a palestrar na sede do Facebook. Suas palestras já foram assistidas por mais de 100 mil pessoas.

  Fonte:

Continuar lendo POESIA: BRÁULIO BESSA_ AS COISAS SIMPLES DA VIDA

POESIA: JESSIER QUIRINO, SOU DOS BARES O MENOR

Neste Domingo o destaque, aqui na coluna POESIA é o maravilhoso e inigualável Jessier Quirino recitando, de sua autoria, “Sou dos bares o menor” é uma brincadeira poética com sinônimos de “bar” e a respectiva narrativa de acontecidos e bebidos dentro do estabelecimento. Então vamos curtir e apreciar o talento único desse artista.

Fonte:

Continuar lendo POESIA: JESSIER QUIRINO, SOU DOS BARES O MENOR

POESIA: SE AME E SEJA AMOR. SE PERMITA ERRAR, POR BRÁULIO BESSA

Na coluna POESIA desta terça-feira vamos rememorar uma das mais lindas apresentações do incrível Bráulio Bessa no programa Encontro com Fátima Bernardes da Rede Globo, quando ele declamou “Se ame e seja amor. Se permita errar”, 24 de novembro de 2017. Então se acomode na sua poltrona, se concentra para se emocionar!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: SE AME E SEJA AMOR. SE PERMITA ERRAR, POR BRÁULIO BESSA

POESIA: JESSIER QUIRINO- EM, DE DOMINGO AGORA A OITO

Nada melhor do que um domingo para apreciar essa bela e divertida POESIA do incrível Jessier Quirino. “De domingo agora a oito” é um poema alfinetada. Publicado em 2006 no livro Bandeira Nordestina pela Editora Bagaço, busca, explicitamente, o humor, para expor as mazelas políticas nacionais e os pisões nos nossos pisados. Se gostar, aperte no pitoco! Curta, compartilhe e se inscreva no nosso canal.

Fonte:

Continuar lendo POESIA: JESSIER QUIRINO- EM, DE DOMINGO AGORA A OITO

POESIA: HEN HEM… QUE COISA MAIS LINDA, POR JESSIER QUIRINO

Hoje tem POESIA de primeira com o incomparável e incrível Jessier Quirino recitando “Hen hem, que coisa mais linda”. É desses poemas que surgem da necessidade de se usar uma palavra do nosso linguajar e que pedem até alguma inflexão na fala, para obter o sentido. O texto carinhoso provoca esse entendimento: Hen hem! Então assista ao vídeo e divirta-se com o talentoso poeta!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: HEN HEM… QUE COISA MAIS LINDA, POR JESSIER QUIRINO

POESIA: UM MATUTO EM NEW YORK – BRÁULIO BESSA

Quinta-feira é dia de POESIA no Blog do Saber e hoje vamos de Bráulio Bessa nas américas. O consagrado poeta declama mais uma de suas muitas obras de arte diretamente da Time Square, em Nova York e mais uma vez da um show, mesmo tremendo que nem vara verde. Assista a mais essa imperdível apresentação desse incrível talento!

Continuar lendo POESIA: UM MATUTO EM NEW YORK – BRÁULIO BESSA

POESIA: A LIÇÃO QUE A MORTE DEU, POR BRÁULIO BESSA

Nesta quarta-feira a coluna POESIA deste blog tem o prazer de publicar mais uma obra prima do inigualável Bráulio Bessa, que você vai amar de ver. A lição que a morte deu, declamado num cenário mais do que original, a paisagem seca e desolada do sertão nordestino. O lugar de onde veio esse ícone da arte brasileira. Então assista ao vídeo a seguir e pasme com tanto talento e desenvoltura!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: A LIÇÃO QUE A MORTE DEU, POR BRÁULIO BESSA

POESIA: HOMI NÃO CHORA, POR ROLANDO BOLDRIN

Neste sábado vamos assistir, aqui na coluna POESIA, a mais um show do inigualável Rolando Boldrin, declamando um poema de sua autoria inspirado em seu Pai, cujo título é “Homi não chora”. Então não deixe de ver, curtir e refletir sobre essa obra prima da nossa cultura.

Fonte:

Continuar lendo POESIA: HOMI NÃO CHORA, POR ROLANDO BOLDRIN

POESIA: NÃO JULGUE SEM CONHECER, POR BRÁULIO BESSA

A nossa coluna POESIA desta terça-feira nos trás mais um magnífico poema do incrível Bráulio Bessa, que nesta pandemia teve que se recolher para a sua intimidade e nos deixou um tanto que órfãos da sensibilidade. Hoje ele vem declamar “Não julgue sem conhecer” e por quê não dizer, “Não julgue para não ser julgado?”.

Fonte:

Continuar lendo POESIA: NÃO JULGUE SEM CONHECER, POR BRÁULIO BESSA

POESIA: CORDEL CONTRA TODO TIPO DE PRECONCEITO POR BRÁULIO BESSA

Pesquisando a gente encontra e eu encontrei algumas pérolas do grande cordelista Bráulio Bessa nesse período de pandemia, onde ele não tem se apresentado no programa Encontro com Fátima Bernardes. Nesta edição da coluna POESIA você vai conhecer “Cordel contra todo tipo de preconceito” de sua autoria. Então vamos ouvir, curtir e refletir sobre seus versos!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: CORDEL CONTRA TODO TIPO DE PRECONCEITO POR BRÁULIO BESSA

POESIA: A PAIXÃO SEGUNDO SEU MATEUS, POR JESSIER QUIRINO

Na nossa coluna POESIA deste domingo você vai curtir e se divertir muito com mais um causo excepcionalmente bem contado pelo incomparável Jessier Quirino. Desta vez ele declama “A Pixão segundo Seu Mateus”. Um espetáculo simplesmente imperdível!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: A PAIXÃO SEGUNDO SEU MATEUS, POR JESSIER QUIRINO

POESIA: RECOMEÇO, POR BRÁULIO BESSA

Nesta quinta-feira, atendendo a pedidos estamos republicando um poema maravilhoso do inigualável Bráulio Bessa: “Recomeço”, que publiquei aqui na coluna POESIA em 18/12/2018. Só pra matar a saudade desse cabra da peste talentosíssimo, mas que por causa da pandemia parou de produzir as suas obras primas espetaculares. Então, minha gente, vamos curtir esse craque do cordel em ação!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: RECOMEÇO, POR BRÁULIO BESSA

POESIA: JESSIER QUIRINO E ENDEREÇO DE MATUTO

Hoje você vai se divertir até umas horas com o inigualável Jessier Quirino,aqui na coluna POESIA declamando mais um grande poema de sua autoria: Endereço de matuto. Preste atenção pra não se perder o fio da meada, pois endereço de matuto não nome de rua, não tem número, nem CEP. Tem é muito referencial como: um açude, um pé de pau, uma subida, um cercado, uma porteira!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: JESSIER QUIRINO E ENDEREÇO DE MATUTO

POESIA: DIALETO NORDESTINO – UMA RESPOSTA AO PRECONCEITO, POR BRÁULIO BESSA

O nosso incomparável Bráulio Bessa anda meio esquecido e sumido. Não tem feito suas aparições semanais no programa Encontro com Fátiam Bernardes, como era de costume, por causa da pandemia do coronavírus, mas nós vamos fazer uma homenagem aqui ao nosso maior representante do cordel nordestino. Hoje vamos repostar uma das suas maiores realizações: Dialeto Nordestino – uma resposta ao preconceito. Então vamos matar a saudade e curtir este grande artista!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: DIALETO NORDESTINO – UMA RESPOSTA AO PRECONCEITO, POR BRÁULIO BESSA

POESIA: BRÁULIO BESSA DECLAMA POESIA DE ALUNO SOBRE ISOLAMENTO

Sábado é dia de distração, de lazer e de POESIA, que você vai ver e ouvir o nosso extraordinário Bráulio Bessa declamando uma poesia de uma aluno da UNIFOR sobre isolamento e saudade. Então, fique com mais um show desse grande poeta! 

Pra quem quer conhecer a letra, só seguir:

“Estou com saudade

Daquela rotina

Daqueles dias

Daquilo que eu comia

Daquele café puro

Lá da esquina

Daquela tia.

Estou com saudade

Da tapioca cheirosa

Dos amigos

Daquela prosa

Saudade daquele ônibus

Lotado todo dia

Estou com saudade

Do sofrimento, da peleja

De viver apressado

Das pessoas que assim contam

Que às oito eu lá esteja

Estou com saudade

Daquelas aulas presenciais

Do Campus da Unifor

Saudade imensa dos animais

Ai que saudade da flor de lótus

Daquelas flores sacramentais

Das fontes vertendo amores

Mas que saudade

Das cenas e seus atores

Da travessia da passarela

Dos bons-dias acolhedores

Saudade das discussões

Da aprendizagem presencial

Tenho necessidade de interações

Físicas, corporais.

Por hoje, fazer

O que, nosso mundo é virtual.

Como é grande a saudade!”

Fonte:

Continuar lendo POESIA: BRÁULIO BESSA DECLAMA POESIA DE ALUNO SOBRE ISOLAMENTO

POESIA: IMAGINE O BRASIL SER DIVIDIDO E O NORDESTE FICAR INDEPENDENTE, POR BRÁULIO BESSA

Na nossa coluna POESIA deste domingo temos mais um showzaço do incomparável Bráulio Bessa pra você ver, ouvir e se divertir. Essa vale apena assistir, pois ele faz uma defesa da independência do Nordeste tão discriminado e a poesia é “Imagine o Brasil ser dividido e o Nordeste ficar independente”! Show de bola!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: IMAGINE O BRASIL SER DIVIDIDO E O NORDESTE FICAR INDEPENDENTE, POR BRÁULIO BESSA

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar