MUSICAL: IZAÍAS E SEUS CHORÕES INTERPRETAM “REMELEXO” DE JACOB DO BANDOLIM, EM O MELHOR DO CHRINHO

Nesta sexta-feira O MELHOR DO CHORINHO tem o prazer de apresentar Izaías e seus chorões, interpretando Remelexo, de Jacob do Bandolim. Izaías Bueno de Almeida começou a tocar bandolim com 10 anos de idade. Quando foi apresentado por Jacob do Bandolim, tornou-se o mais respeitado bandolinista de São Paulo. Israel passou depois para o violão, tocando bossa-nova, e para a guitarra, integrando conjuntos de iê-iê-iê. O começo dos anos 70 marcou também o nascimento de Izaías e Seus Chorões, com a atual formação, junta há mais de dez anos.

Formação: Izaías Bueno de Almeida – bandolim

Israel Bueno de Almeida – violão 7 cordas

Edmilson Capelupi – violão 6 e 7 cordas

Arnaldinho do Cavaco – cavaquinho

José Reli – pandeiro

Fonte:

Continuar lendo MUSICAL: IZAÍAS E SEUS CHORÕES INTERPRETAM “REMELEXO” DE JACOB DO BANDOLIM, EM O MELHOR DO CHRINHO

MUSICAL: RODA DE CHORO INTERPRETANDO “CHORINHO PARA VOCÊ” DE SEVERINO ARAÚJO EM O MELHOR DO CHORINHO

A apresentação desta quinta-feira aqui na coluna MUSICAL, dentro da série O MELHOR DO CHORINHO é o projeto Roda de Choro interpretando “Chorinho pra você” de Severino Araújo, no Instrumental Sesc Brasil que ocorreu em 13/09/2010. A Roda de Choro nasceu na Virada Cultural de 2007, no Auditório Ibirapuera, sob organização de Danilo Brito. Desde sua criação, já aconteceu em diversos teatros e recebeu convidados como Carlos Malta, Laércio de Freitas, Toninho Ferragutti, Ricardo Herz, Danilo Brito, Alessandro Penezzi, Nelson Ayres, Oswaldinho do Acordeon e Gabriel Grossi, entre outros. No repertório, choros clássicos, passando por Pixinguinha, Jacob do Bandolim e algumas composições próprias.

Formação:

Alexandre Ribeiro – clarinete

Léo Rodrigues – pandeiro

Milton Mori – cavaquinho

Luizinho 7 Cordas – violão 7 cordas

Nelson Ayres – piano

Toninho Ferragutii – acordeon

Fonte:

Continuar lendo MUSICAL: RODA DE CHORO INTERPRETANDO “CHORINHO PARA VOCÊ” DE SEVERINO ARAÚJO EM O MELHOR DO CHORINHO

MUSICAL: ÉPOCA DE OURO NO PROGRAMA INSTRUMENTAL SESC BRASIL, EM O MELHOR DO CHORINHO

Hoje, em O MELHOR DO CHORINHO, você vai assistir um show de primeira com o grupo ÉPOCA DE OURO, numa apresentação no Programa Instrumental Sesc Brasil. Fundado em 1964 por Jacob do Bandolim, o Conjunto Época de Ouro chega aos 55 anos com um disco de músicas inéditas. Reconhecido e aclamado pela execução perfeita do choro genuíno, o grupo mostra a mesma excelência de sempre. Então aproveite para afinar seus ouvidos com o que há de melhor do Choro!

Fonte:

Continuar lendo MUSICAL: ÉPOCA DE OURO NO PROGRAMA INSTRUMENTAL SESC BRASIL, EM O MELHOR DO CHORINHO

MUSICAL: LIVE CHORINHO, ESSÊNCIA BRASILEIRA COM AYRTON MONTARROYOS EM O MELHOR DO CHORINHO

O destaque da nossa coluna MUSICAL desta segunda-feira dentro da série O MELHOR DO CHORINHO é talentoso músico e cantor pernambucano Ayrton Montarroyos, na live Chorinho, Essência Brasileira. Vamos ver, ouvir, apreciar, cantar e curtir!

Fonte:

Continuar lendo MUSICAL: LIVE CHORINHO, ESSÊNCIA BRASILEIRA COM AYRTON MONTARROYOS EM O MELHOR DO CHORINHO

MUSICAL: BOEMIA A QUE ME TEM DE REGRESSO EM O MELHOR DO CHORINHO

Neste sábado, aqui na sério O MELHOR DO CHORINHO vamos rever e apreciar um show maravilhoso com Choro das 3 e Paulo Godoy fazendo uma interpretação primorosa da famosa música, imortalizada na voz de Nelson Gonçalves: A volta do Boêmio!

Fonte:

Wagner Braga

Continuar lendo MUSICAL: BOEMIA A QUE ME TEM DE REGRESSO EM O MELHOR DO CHORINHO

MUSICAL: SARAU BRASILEIRO NO CLUBE DO SAMBA E DO CHORO 001, EM O MELHOR DO CHORO

Começando o fim de semana com O MELHOR DO CHORO, aqui na coluna MUSICAL, apresentando Clube do samba e do choro 001, com Acir Antão e Wanderley Gomes, no Sarau Brasileiro, pela Rádio Itatiaia. Então aproveite para curtir, apreciar e se regozijar com esse show maravilhoso!

Fonte:

Continuar lendo MUSICAL: SARAU BRASILEIRO NO CLUBE DO SAMBA E DO CHORO 001, EM O MELHOR DO CHORO

MUSICAL: O MELHOR DO CHORINHO APRESENTA ÉPOCA DE OURO NA 1ª EDIÇÃO DE TODAS AS BOSSAS

A edição desta terça-feira da nossa coluna MUSICAL, continuando a série O MELHOR DO CHORINHO tem a honra de apresentar a primeira edição de Todas as Bossas, que recebe um dos mais tradicionais grupos de choro do Brasil, o Conjunto Época de Ouro. Nesse especial, os artistas interpretam clássicos da música instrumental de ícones como Pixinguinha, Garoto, Ernesto Nazareth e Jacob do Bandolim, fundador do grupo. No espetáculo – gravado no estúdio da emissora, no Rio de Janeiro –, o sexteto conta com a participação do percussionista Celsinho Silva. A apresentação tem foco na criatividade e na improvisação de grandes temas do choro e da MPB. Então não perca essa joia de oportunidade!

Fonte:

Continuar lendo MUSICAL: O MELHOR DO CHORINHO APRESENTA ÉPOCA DE OURO NA 1ª EDIÇÃO DE TODAS AS BOSSAS

MUSICAL: ORQUESTRA DE CHORO CAMPECHE, EM O MELHOR DO CHORINHO

Apresentação da Orquestra de Choro do Campeche, na Rua Trajano, em frente ao palácio do governo de Florianópolis, aqui no O MELHOR DO CHORINHO, na nossa coluna MUSICAL. Então aproveite para apreciar, curtir, conhecer e se divertir!

Fonte:

Continuar lendo MUSICAL: ORQUESTRA DE CHORO CAMPECHE, EM O MELHOR DO CHORINHO

MUSICAL: ISAÍAS E SEUS CHORÕES INTERPRETAM “PEDACINHO DO CÉU” EM O MELHOR DO CHORINHO

Hoje temos O MELHOR DO CHORINHO com Izaías e seus Chorões, interpretando Pedacinho do Céu, composição de Waldir Azevedo, no Instrumental Sesc Brasil. Izaías Bueno de Almeida começou a tocar bandolim com 10 anos de idade. Quando foi apresentado por Jacob do Bandolim, tornou-se o mais respeitado bandolinista de São Paulo. Israel passou depois para o violão, tocando bossa-nova, e para a guitarra, integrando conjuntos de iê-iê-iê. O começo dos anos 70 marcou também o nascimento de Izaías e Seus Chorões, com a atual formação, junta há mais de dez anos. Então vamos assistir, curtir, se emocionar e apreciar!

Fonte:

Continuar lendo MUSICAL: ISAÍAS E SEUS CHORÕES INTERPRETAM “PEDACINHO DO CÉU” EM O MELHOR DO CHORINHO

MUSICAL: DUDU MAIA E REGIONAL INTERPRETAM “NOITES CARIOCAS” DE JACOB DO BANDOLIM

O MELHOR DO CHORINHO apresenta nesta quinta-feira, aqui na coluna MUSICAL Dudu Maia e Regional, ao vivo no Clube do Choro de Brasília, interpretando “Noites Cariocas”, do inesquecível e imortal Jacob do Bandolim. Um verdadeiro show de perícia e arte que você não pode perder!

Dudu Maia – bandolim

Pedro Vasconcellos – cavaquinho

Dudu Sete Cordas – violão 7 cordas

Breno Alves – pandeiro

Direção de fotografia – Chico Gorman

Técnico de gravação e P.A. – Alan Pinho Luz – Sérgio Sartório

Mixagem e masterização – Dudu Maia

Edição de vídeo – Dudu Maia

Audio e video produzidos por Dudu Maia na Casa do Som. Brasilia.

Fonte:

Continuar lendo MUSICAL: DUDU MAIA E REGIONAL INTERPRETAM “NOITES CARIOCAS” DE JACOB DO BANDOLIM

MUSICAL: CHORO DAS 3 INTERPRETA NOSTALGIA, EM O MELHOR DO CHORINHO

A A coluna MUSICAL tem o prazer de apresentar, a partir desta segunda-feira a nova série O MELHOR DO CHORINHO. A estreia é com o Choro das 3 interpretando “Nostalgia” de Jacob do Bandolim. Roda de choro da na Sede do Choro das 3 em Porto Feliz SP, BR. Da esquerda para a direita os músicos são Elisa Meyer (bandolim), Arnoldinho (violão de 7 cordas), Gallani (cavaquinho), Eduardo Ferreira (pandeiro), Stanley Carvalho (clarinete), Danilo Brito (bandolim), Lia Meyer (de 7 cordas) guitarra). 

Fonte:

Continuar lendo MUSICAL: CHORO DAS 3 INTERPRETA NOSTALGIA, EM O MELHOR DO CHORINHO

BOAS NOTÍCIAS: IDOSO FILIPINO DE 65ANOS VOLTA A ENXERGAR APÓS 19 ANOS DE CEGUEIRA

Nada como começar uma nova semana com uma notícia maravilhosa como essa, aqui na coluna BOAS NOTÍCIAS. Homem filipino de 65 anos volta a enxergar após viver 19 anos na completa escuridão. Numa cirurgia que durou apenas 7 minutos o Dr. Noel Lacsama transformou a vida do idoso que caiu em prantos no seu ombro. Leia o artigo completo e assista ao vídeo emocionante. 

Homem volta a enxergar após 19 anos e chora no ombro do médico [vídeo]

O médico Noel Lacsama precisou de apenas 7 minutos para transformar a vida de um homem que voltou a enxergar após ficar 19 anos cego.

Ele operou o idoso, de 65 anos, que desenvolveu catarata pouco antes de completar 40 anos de idade e deixou de enxergar o mundo desde então.

A primeira pessoa que ele viu depois da cirurgia foi o médico. O homem abriu os braços, agradeceu a Deus, abraçou o médico e começou a chorar. (vídeo abaixo)

Ele disse ao Dr. Noel Lacsama: você tem “mãos feitas por Deus”.

Sem dinheiro

O idoso passou quase duas décadas na escuridão por falta de dinheiro para fazer a cirurgia.

Até que uma instituição de caridade soube, entrou em contato e ajudou a mudar a vida do homem.

O médico

O Dr. Noel Lacsama é conhecido nas Filipinas pelas cirurgias de catarata que realiza.

Ele trabalha em grandes hospitais, mas abriu uma clínica na cidade onde nasceu para devolver à comunidade e agradecer pelo que conquistou de bom nessa vida.

Hoje, 60% dos pacientes que ele atende lá vêm de grupos ou instituições de caridade.

Assista ao vídeo do idoso agradecendo por voltar a enxergar:

Com informações do USAToday e Newsflare

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: IDOSO FILIPINO DE 65ANOS VOLTA A ENXERGAR APÓS 19 ANOS DE CEGUEIRA

OPINIÃO: UM CHORO DIFÍCIL DE SER ENTENDIDO POR QUEM NUNCA CHOROU

O choro não é livre… É o choro de fome, fraco, doído… (veja o vídeo)

Fotomontagem reprodução

O choro é imposto, obrigado, sofrido.

É choro de fome, fraco, doído.

O choro é de raiva, magoado, sentido.

Um choro difícil de ser entendido por quem nunca chorou.

Eu sou um cara “duro”. É difícil algo me abalar. Mas confesso que assisti esse vídeo com nó na garganta e me perguntando:

“Quais vidas querem salvar?”

Será que a vida que restará, após todos os desmandos destes projetos de tiranetes, vale a pena ser vivida?

O Brasil é um país cruel. Disso eu sempre tive certeza. É um país que castiga o trabalhador, o empreendedor; que só dá boa vida para corrupto e vagabundo. Mas o que está sendo feito, neste momento, é HEDIONDO!

Estamos falando de uma doença que, EM UM ANO, atingiu 5% da população, com uma letalidade de 2,4% dos diagnosticados. Se considerarmos os assintomáticos, que nem foram testados, o número é ainda menor. O “Lockdown” cria MILHÕES de desempregados e famintos em pouquíssimos dias.

Estamos há UM ANO nas mãos de canalhas, que tiveram BILHÕES para adequar o sistema de saúde e não o fizeram. Compraram respiradores superfaturados em loja de vinhos, renovaram a frota da prefeitura, montaram hospitais de campanha para desmontar logo em seguida. Tudo a serviço da narrativa e da corrupção.

São pessoas como esse senhor, que não vivem no fantástico mundo do Projaquistão, nem recebem os salários nababescos dos marajás do funcionalismo, que sofrem as consequências. É a base da pirâmide que suporta toda a carga.

Não resta um pingo de humanidade, somente covardia, em quem assiste a isso e não se revolta, não desperta, ainda aplaude as medidas totalitárias destes bostas de governadores.

O governante responsável por uma cena assim, pelo choro de um homem que a vida inteira trabalhou honestamente e agora depende de caridade para se alimentar, deveria ser extirpado irrevogavelmente da vida pública. Não pode ter espaço na política para quem faz com que isso aconteça.

“Quando os justos governam, alegra-se o povo; mas quando o ímpio domina, o povo geme.” (PROVÉRBIOS 29:2)

Fonte: Jornal da Cidade Online

Continuar lendo OPINIÃO: UM CHORO DIFÍCIL DE SER ENTENDIDO POR QUEM NUNCA CHOROU

OPINIÃO: O CHORO É LIVRE DE MAJU PRECISA SER COMBATIDO COM VEEMÊNCIA

Caro(a) leitor(a),

É simplesmente incrível como as pisadas de bola da imprensa marrom não têm nem de longe a repercussão de um mero comentário que venha de uma personalidade de direita, como é o caso de Bolsonaro. “O choro é livre” da bela, porém cabeça oca da Maju, foi a maior piada de mau gosto dos últimos tempos, principalmente num momento delicadíssimo como o que estamos passando, onde as mortes por covid/dia quase triplicaram. É realmente totalmente e completamente desproporcional e até covarde o que essa imprensa faz. Precisamos reagir e fazer a nossa parte esclarecendo os fatos e desmascarando essas fake news e descontextualizações espalhadas por essa imprensa marrom. Vamos em frente espalhar a verdade! 

O choro é livre, Maju? A fome, o desemprego e a depressão também são!

Filipe Altamir

Publicado em

Filipe Altamir

Divulgação | Conexão Política

Em apoteose da insensibilidade e completamente desprovida de empatia, a apresentadora Maju Coutinho manda um “o choro é livre” diante das medidas radicais de isolamento após um enorme lapso temporal. O Brasil está sentindo os fortes efeitos da pandemia? Sim, mas existe uma grande janela de oportunidade para investir em mais leitos e aprimorar a estrutura hospitalar como medida preventiva. O choro parece ser livre, mas o cidadão de bem continua preso no desemprego; preso diante da fome e completamente desprovido de liberdade para colocar comida na despensa. Não resta mais liberdade individual para o cidadão brasileiro a não ser chorar e lamentar os impropérios provenientes da classe artística, do jornalismo militante e dos falsos profetas da falsa ciência.

Não posso evitar fazer aquele velho jogo imaginativo e hipotético em cima disso: e se fosse Bolsonaro proferindo um “o choro é livre” diante de um recorde de mortos por coronavírus anunciado diante dele? Isso provavelmente moveria toda a estrutura narrativa e militante cibernética, com elevação ostensiva de hashtags nas redes sociais, pronunciamentos e notas de repúdio, além de manchetes lacradoras e mais uma campanha por impeachment.

Não vai demorar muito também para a esquerda militante iniciar sua operação de passar pano invocando as cartas do baralho do vitimismo. Vão ignorar a insensibilidade da Maju e com certeza vão operar com a retórica de que ela está sofrendo ataques racistas e misóginos, pois é assim que a esquerda responde quando um dos seus cometem os erros. As maiores barbaridades dos seus bajuladores são atenuadas com uma retórica vitimista que adorna todo o sentimentalismo tóxico característico no modus operandi da militância e do virtuosismo retórico da esquerda.

A Maju vomitou um “o choro é livre” como se a medida de isolamento radical fosse a única resposta diante de um caos generalizado cujas proporções só alcançaram esse patamar graças à leniência difuso de governadores e prefeitos. Avisamos aqui que as eleições e o estranho silêncio catacumbal sobre o aumento de contaminações durante as carreatas, aglomerações durante as votações e comícios promoveriam. Essa janela silenciosa foi crucial para uma nova onda de contaminação que se alastrou pelo país inteiro, transmutando-se na sua forma mais agressiva e contagiosa. Enquanto isso os nossos ilustres governadores e prefeitos receberam aportes econômicos estrondosos do governo federal e em nada investiram.

lockdown defendido com tanto afinco pela Maju como uma medida ‘necessária e inevitável’ segue completamente desprovido de comprovação de eficácia, ao contrário do que ela tenta passar. A Argentina passou pelo mais longo e radical lockdown da história e continuou enfrentando picos e recordes de contaminação e óbitos por covid-19. Reino Unido, Itália, Bélgica e outros países também aplicaram o bloqueio total de atividades e são recordistas em contaminação e óbitos por milhão de habitantes.

Suécia, Taiwan, Japão, Coreia do Sul e até mesmo países africanos resolveram adotar um caminho mais sensato: encarar o vírus como um gigantesco problema de saúde pública sem sacrificar a economia. Os resultados são incomparavelmente melhores que os países mais desenvolvidos líderes em lockdown.

O vocabulário militante é bastante claro. Quando falam em ‘ciência’, eles querem dizer que vale apenas os cientistas preferidos, num esquema de cherry peacky, daqueles estudos e pesquisadores que estão mais alinhados à visão de mundo do intelectual ungido e da classe iluminada do “fique em casa”. No mundo pseudocientífico dessa turma, não existe confrontação de teses, falseabilidade e plena dissonância com inúmeros estudos sendo publicados. Só aqueles favoritos são escolhidos para embasar a visão de mundo encantada do isolamento radical.

Fonte: Conexão Política

Continuar lendo OPINIÃO: O CHORO É LIVRE DE MAJU PRECISA SER COMBATIDO COM VEEMÊNCIA

BOAS NOTÍCIAS: PM’S DE JUNDIAI DOAM BIKE NOVA PARA ENTREGADOR QUE ALUGAVA BICICLETA PARA TRABALHAR

Achei muito importante publicar essa ação maravilhosa dos Policiais Militares da 1ª Companhia do 11º Batalhão de Jundiaí, interior de São Paulo, aqui na coluna BOAS NOTÍCIA desta terça-feira, já que os policiais militares são tão discriminados, marginalizados e mal tratados por parte da população. Durante patrulhamento esses policiais descobriram que um rapaz a alugava a bike de um conhecido para entregar bolos de pote no esquema “delivery”. Ficaram bastante sensibilizados e resolveram presentear o rapaz com uma bike novinha. Parabéns aos PM’s pela atitude e assim nós podemos conhecer a outra face dessa classe de trabalhador tão injustiçada!

Entregador que alugava bike para trabalhar ganha uma nova de PMs

Policiais Militares da 1ª Companhia do 11º Batalhão de Jundiaí, interior de São Paulo, deram para um trabalhador uma bike novinha e fizeram o rapaz chorar de emoção.

O comandante da Corporação, Carla Basson, contou que durante patrulhamento pela cidade, eles descobriram um homem que alugava uma bicicleta de um conhecido para trabalhar entregando bolos de pote no esquema “delivery”.

Durante a abordagem, ele contou que era uma maneira de levar sustento à família, porque ele e a esposa estão desempregados.

O presente

Sensibilizados, os policiais buscaram apoio junto à comunidade e neste Natal puderem levar uma bicicleta nova de presente para o trabalhador, que agora não precisará mais alugar uma bike para sustentar a família.

A comandante da equipe deu os parabéns aos policiais envolvidos e a todos que contribuíram. “Essa é a diferença que a polícia faz na vida das pessoas e é pouco divulgada. A melhor forma de crescer é ajudando aos outros”, concluiu.

Com informações de Mundo das Bikes via Instagram

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: PM’S DE JUNDIAI DOAM BIKE NOVA PARA ENTREGADOR QUE ALUGAVA BICICLETA PARA TRABALHAR

PONTO DE VISTA: O MUNDO DÁ MUITAS VOLTAS E A VERDADE SEMPRE VEM A TONA

Caro(a) leitor(a),

Infelizmente num país ainda com um analfabetismo que beira os 10% da população brasileira e uma massa de 38 milhões de analfabetos funcionais, fica difícil e muito lento conseguirmos livrar o país de bandidos picaretas como o Cristiano Zanin. Principalmente quando a o legislativo e o judiciário de tudo faz para manter essa massa na ignorância. Mesmo assim, mais cedo ou mais tarde, a verdade sempre vem à tona e não tem exemplo melhor do que a condição de réu desse picareta. E, com certeza, será condenado.Mais uma prova de que a Lava Jato nunca esteve tão viva. Então vamos ficar alertas, acompanhar esse processo e exigir a condenação desse bandido!

O cinismo, a “cara de pau” e o choro de lamentação de Cristiano Zanin

A nota de Cristiano Zanin sobre as investidas que sofreu da Justiça é repleta de hipocrisia e recheada de mentiras.

O advogado inicia o seu ‘choro’ atacando o juiz Marcelo Bretas. Aliás, atacar magistrados parece ser a sua especialidade.

Na sequência, Zanin diz que a sua atuação na advocacia desmascarou as arbitrariedades praticadas pela Lava Jato e as relações espúrias de seus membros com autoridades públicas e privadas.

Nada mais ridículo.

Zanin é quem foi totalmente desmascarado.

Agora é réu.

E certamente será condenado criminalmente. Da mesma forma que o seu principal cliente.

Quanto a Lava Jato, ainda neste final de semana, o próprio ministro Edson Fachin, relator dos processos no Supremo Tribunal Federal, afirmou em relatório enviado ao ministro Luiz Fux, que é pautada na ‘legalidade constitucional’ e combate a impunidade.

Assim, com Fux a frente do STF, a Lava Jato será valorizada e processos como esse de Zanin deverão avançar com mais agilidade.

Por outro lado, o próprio Fux já garantiu que a prisão em 2ª instância deverá ser novamente colocada em discussão.

Com isso, quem sabe, Lula e Zanin não tenham um encontro futuramente em Curitiba.

E esse encontro certamente não será entre o advogado e o réu’.

Que a Justiça seja feita, para que esse advogado que, segundo o Ministério Público, ganha milhões sem oferecer nenhuma contrapartida, seja punido na forma da lei.

Gonçalo Mendes Neto. Jornalista.

Leia abaixo a infame nota do advogado:

NOTA DE CRISTIANO ZANIN MARTINS

1. Atentado à advocacia e retaliação. A iniciativa do Sr. Marcelo Bretas de autorizar a invasão da minha casa e do meu escritório de advocacia a pedido da Lava Jato somente pode ser entendida como mais uma clara tentativa de intimidação do Estado brasileiro pelo meu trabalho como advogado, que há tempos vem expondo as fissuras no Sistema de Justiça e do Estado Democrático de Direito.

É público e notório que minha atuação na advocacia desmascarou as arbitrariedades praticadas pela Lava Jato, as relações espúrias de seus membros com entidades públicas e privadas e sobretudo com autoridades estrangeiras. Desmascarou o lawfare e suas táticas, como está exposto em processos relevantes que estão na iminência de serem julgados por Tribunais Superiores do país e pelo Comitê de Direitos Humano da ONU.

O juiz Marcelo Bretas é notoriamente vinculado ao presidente Jair Bolsonaro e sua decisão no caso concreto está vinculada ao trabalho desenvolvido em favor de um delator assistido por advogados ligados ao Senador Flavio Bolsonaro. A situação fala por si só.

2. Comprovação dos serviços. De acordo com laudo elaborado em 2018 por auditores independentes, todos os serviços prestados à Fecomércio/RJ pelo meu escritório entre 2011 e 2018 estão devidamente documentados em sistema auditável e envolveram 77 (setenta e sete) profissionais e consumiram 12.474 (doze mil, quatrocentas e setenta e quatro) horas de trabalho. Cerca de 1.400 (mil e quatrocentas) petições estão arquivadas em nosso sistema. Além disso, em 2018, a pedido da Fecomércio-RJ, entregamos cópia de todo o material produzido pelo nosso escritório na defesa da entidade, comprovando a efetiva realização dos serviços que foram contratados. Os pagamentos, ademais, foram processados internamente pela Fecomércio/RJ por meio de seus órgãos de administração e fiscalização e foram todos aprovados em Assembleias da entidade — com o voto dos associados.

3. Natureza dos serviços prestados. Nosso escritório, com 50 anos e atuação reconhecida no mercado, foi contratado a partir de 2012 para prestar serviços jurídicos à Federação do Comércio do Rio de Janeiro (Fecomércio-RJ), que é uma entidade privada que representa os milhares de empresários e comerciantes daquele Estado. A atuação do escritório em favor da Fecomércio/RJ e também de entidades por ela geridas por força de lei — o Sesc-RJ e do Senac- RJ —, pode ser constatada em diversas ações judiciais que tramitaram perante o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, do Superior Tribunal de Justiça, do Supremo Tribunal Federal, e também em procedimentos que tramitam no Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro e perante outros órgãos internos e externos à entidade. Em todos os órgãos judiciários houve atuação pessoal e diligente do nosso escritório.

A atuação do nosso escritório deu-se um litígio de grandes proporções, classificado como uma “guerra jurídica” por alguns veículos de imprensa à época, entre a Fecomércio/RJ e a Confederação Nacional do Comércio (CNC), duas entidades privadas e congêneres de representação de empresários e comerciantes. Cada uma delas contratou diversos escritórios de advocacia para atuar nas mais diversas frentes em que o litígio se desenvolveu.

4. Abuso de autoridade. Além do caráter despropositado e ilegal de autorizar a invasão de um escritório de advocacia e da casa de um advogado com mais de 20 anos de profissão e que cumpre todos os seus deveres profissionais, essa decisão possui claros traços de abuso de autoridade, pois: (a) o seu prolator, o Sr. Marcelo Bretas, é juiz federal e sequer tem competência para tratar de pagamentos realizados por uma entidade privada, como é a Fecomercio/RJ, e mesmo de entidades do Sistema S por ela administrados por força de lei; a matéria é de competência da Justiça Estadual, conforme jurisprudência pacífica dos Tribunais, inclusive do Superior Tribunal de Justiça; (b) foi efetivada com o mesmo espetáculo impróprio a qualquer decisão judicial dessa natureza, como venho denunciando ao longo da minha atuação profissional, sobretudo no âmbito da Operação Lava Jato; (c) foi proferida e cumprida após graves denúncias que fiz no exercício da minha atuação profissional sobre a atuação de membros da Operação Lava Jato e na iminência do Supremo Tribunal Federal realizar alguns dos mais relevantes julgamentos, com impacto na vida jurídica e política do país. Ademais, foge de qualquer lógica jurídica a realização de uma busca e apreensão após o recebimento de uma denúncia — o que mostra a ausência de qualquer materialidade da acusação veiculada naquela peça.

Esse abuso de autoridade, aliás, não é inédito. A Lava Jato, em 2016, tentou transformar honorários sucumbenciais que nosso escritório recebeu da Odebrecht, por haver vencido uma ação contra a empresa, em valores suspeitos — e teve que admitir o erro posteriormente. No mesmo ano, a Lava Jato autorizou a interceptação do principal ramal do nosso escritório para ouvir conversas entre os advogados do nosso escritório e as conversas que eu mantinha com o ex-presidente Lula na condição de seu advogado, em grave atentado às prerrogativas profissionais e ao direito de defesa. Não bastasse, em 2018 a Lava Jato divulgou valores que o nosso escritório havia recebido a título de honorários em decorrência da prestação de serviços advocatícios.

Todas as circunstâncias aqui expostas serão levadas aos foros nacionais e internacionais adequados para os envolvidos sejam punidos e para que seja reparada a violação à minha reputação e à reputação do meu escritório, mais uma vez atacadas por pessoas que cooptaram o poder do Estado para fins ilegítimos, em clara prática do lawfare — fenômeno nefasto e que corroeu a democracia no Brasil e está corroendo em outros países.

São Paulo, 9 de setembro de 2020

Cristiano Zanin Martins

Fonte: Jornal da Cidade Online

Continuar lendo PONTO DE VISTA: O MUNDO DÁ MUITAS VOLTAS E A VERDADE SEMPRE VEM A TONA

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar