Blog do Saber, Cultura e Conhecimento!

BOAS NOTÍCIAS: CONCORRA A UMA VIAGEM A DOIS PARA REGIÃO LITORÂNEA DA ITÁLIACOM TUDO PAGO

Na nossa coluna BOAS NOTÍCIAS deste domingo você vai saber que a marca de salame, conhecida como Galileo, está comemorando 75 anos e está dando a chance para que os consumidores possam ganhar uma experiência culinária única. Você pode ser o(a) ganhador(a) desta viagem para a região litorânea da Itália num concurso de aniversário. Leia o artigo completo a seguir e conheça a regra! Participe!

Marca de salame dá viagem a dois para litoral da Itália. Veja como participar!

Se você mora nos Estados Unidos, pode ganhar uma viagem para a região litorânea da Itália num concurso de aniversário de uma marca de salame.

Você pode ganhar uma viagem para a região litorânea da Itália num concurso de aniversário de uma marca de salame.

A marca conhecida como Galileo está comemorando 75 anos e está dando a chance para que os consumidores possam ganhar uma experiência culinária única.

E você não precisa falar italiano. Para participar é só compartilhar as tags indicadas para a competição no instagram com uma foto sua. (veja regras abaixo)

Maravilhas da culinária

O prêmio é uma viagem de uma semana para dois e terá a chance de ganhar uma viagem de uma semana para dois à Itália para explorar a história e as riquezas culinárias da região litorânea de Le Marche, conhecida por seus produtos agrícolas, vegetais, carnes, caça de uvas, azeitonas e trufas.

“Por quase um século, temos curado o autêntico salame italiano com a ideia de família e tradição”, disse Jeremy Kross, gerente de marca da Galileo, uma empresa que foi fundada em 1945 por Frank Sorba em San Francisco.

“O programa ‘Bem-vindo à Família’ celebra nossa herança italiana e, claro, as delícias do salame.”

História

Os vencedores aprenderão sobre a história da marca Galileo e explorarão destinos incríveis como Ancona, uma cidade e porto marítimo que fica ao longo da costa adriática da Itália;

Monte Conero, conhecido como um “pequeno pedaço do céu” no Mar Adriático com algumas das águas mais claras; e, finalmente, San Marino, considerada a mais antiga república sobrevivente do mundo.

Em Sant’Angelo in Vado, os vencedores visitarão La Tavola Marche, uma experiência culinária única, onde os hóspedes podem mergulhar na cultura e comida italiana.

A empresa diz que o preparo de carnes italianas na Bay Area, onde o clima temperado é como o do norte da Itália, torna o local ideal na América para curar salame.

Como participar

Não é necessário comprar, mas você precisa de uma conta pública no Instagram e não precisa posar com o salame.

Basta compartilhar uma foto sua no Instagram usando as hashtags #GalileoFamily e #Sweepstakes e marcar @GalileoSalame.

A viagem a dois terá a duração de sete dias, seis noites e está avaliada em 7 mil e 500 dólares, ou cerca de 35 mil reais.

concurso termina no dia 21 de outubro com sorteio pra escolher o vencedor.

Vai perder?

Com informações do GNN

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: CONCORRA A UMA VIAGEM A DOIS PARA REGIÃO LITORÂNEA DA ITÁLIACOM TUDO PAGO

RÉPLICA DA ESTÁTUA DE DAVI DE MICHELANGELO É REPRODUZIDA NA ITÁLIA PARA EXPOSIÇÃO EM DUBAI

Itália produz replica de estátua de Davi para exposição em Dubai

Com 5,17 m de altura, a cópia idêntica da obra de 1504 do artista Michelangelo encanta turistas e se tornou sinônimo de tecnologia

TECNOLOGIA E CIÊNCIA

Lucas Ferreira, do R7

Peça impressa em 3D é idêntica à obra Davi, de Michelangelo, feita em 1504

REPRODUÇÃO INSTAGRAM/ITALY EXPO 2020

A Itália levou para seu pavilhão na Expo Dubai 2020 uma cópia idêntica à estátua de Davi, esculpida por Michelangelo, em 1504. Feita de resina acrílica, a escultura tem 5,14 m de altura e tem deixado visitantes e turistas encantados com tamanha imponência.

A peça da época da renascença, que celebra a vitória bíblica do personagem Davi sobre o gigante Golias, levou quatro meses para ter a réplica em resina acrílica pronta, em vez dos três anos que Michelangelo trabalhou na estátua no século 16.

Os italianos, ao lado de um grupo sueco, usaram uma impressora 3D para imprimir a estátua. Pelo enorme tamanho, a peça foi dividida em 14 partes para ser montada em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, onde ocorre uma grande exposição mundial até março de 2022.

Acadêmicos de geometria e do departamento da Universidade de Florença trabalharam quatro meses ao lado da empresa sueca para a produção da réplica. É em Florença que também fica exposta a estátua original de Michelangelo.

A obra de arte foi escaneada usando equipamentos que captam rachaduras e erosões microscópicas, levando todos os detalhes da peça original para Dubai.

Os visitantes que forem ao pavilhão da Itália na Expo Dubai 2020 poderão encontrar a estátua de Davi na área de exibição chamada Teatro das Memórias. O público terá a oportunidade de chegar bem perto de uma das maiores obras da Idade Moderna, que ganhou toque tecnológico contemporâneo.

Fonte: R7

Continuar lendo RÉPLICA DA ESTÁTUA DE DAVI DE MICHELANGELO É REPRODUZIDA NA ITÁLIA PARA EXPOSIÇÃO EM DUBAI

BOAS NOTÍCIAS: ARVORES GIGANTES AGORA PODERÃO VIVER PARA SEMPRE NA ITÁLIA

Arvores que podem viver por séculos estão sendo protegidas legalmente na Itália pela lei das árvores monumentais da Itália, que foi aprovada no século 20 e protegeu 22.000 árvores de vários tipos – faia, carvalho, pinheiro, oliveira, cipreste – de danos. Essas arvores gigantes retorcidas estão protegidas para sempre. Leia o artigo completo a seguir e conheça os detalhes!

A Itália está protegendo suas árvores gigantes para sempre – árvores monumentais que podem viver por séculos

Árvores grandes e velhas. Existem coisas vivas que falam conosco da mesma maneira que as grandes árvores velhas?

A Itália garantiu por lei que todos os italianos e visitantes do país têm o direito de dar de cara com as árvores mais antigas, retorcidas e cheias de histórias do país e, assim, ter aquele maravilhoso sentimento de descoberta e reverência que sentimos ao ver uma árvore antiga.

A lei das árvores monumentais da Itália foi aprovada no século 20 e protegeu 22.000 árvores de vários tipos – faia, carvalho, pinheiro, oliveira, cipreste – de danos.

A lei de 1939 descreveu as árvores monumentais como “coisas imóveis que têm características notáveis ​​de beleza natural”, o que, como Elisabetta Zavoli escreveu para a National Geographic , deu uma ênfase visual no que já era uma categorização vaga para a lei.

Um dos aspectos mais importantes das árvores monumentais não é sua beleza, mas seu efeito como micro-ecossistemas. Suas cavidades, cicatrizes, galhos mortos e vivos hospedam uma ampla variedade de espécies, como insetos, cogumelos, pássaros e pequenos roedores.

Sinais de danos ou decomposição, embora dificilmente sejam agradáveis ​​à vista, fornecem nutrientes vitais e abrigo para os animais da floresta, de modo que em 2013 uma definição melhor e mais representativa de uma árvore monumental foi aprovada na lei italiana.

É uma coisa boa também, já que muitas das árvores monumentais que Zavoli destaca não se tornaram monumentais por sua beleza, mas por sua idade. A oliveira da vila de Villastrada, na Umbria, pode ter 2.500 anos, mas não é exatamente uma bela vista. Seu tronco principal há muito se deteriorou, e outros troncos mais jovens cresceram ao longo de sua vida.

Oliveira milenar, licença Dennis Koutou / CC 

Outro exemplo é a faia Pontone em Abruzzo, que na verdade são sete faias fundidas, envoltas na mesma camada de casca.

Desde 2013, mais de 3.000 novas entradas se juntaram ao registro nacional de árvores monumentais.

Alguns são estimados por sua beleza, outros por sua idade; ainda mais são valorizados pela lenda e mito que cerca suas vidas.

O cipreste de São Francisco, de 800 anos, teria sido plantado quando, voltando de uma caminhada, São Francisco de Assis tentou queimar a bengala que acabava de usar.

Quando não pegou fogo, ele decidiu plantá-lo, supostamente dizendo “Se você não quer queimar, cresça!” Os cones que caem todos os anos daquela árvore, situada num convento, são recolhidos na esperança de que os peregrinos que conseguem fazer crescer alguma coisa das suas sementes tenham uma árvore abençoada.

Fonte: Good News Network

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: ARVORES GIGANTES AGORA PODERÃO VIVER PARA SEMPRE NA ITÁLIA

RESTRIÇÕES ADOTADAS PELO GOVERNO DA ITÁLIA PARA PESSOAS NÃO IMUNIZADAS CAUSA PROTESTOS

Milhares de italianos protestam contra certificado anticovid

Sob chuva, manifestantes contestaram restrições adotadas pelo governo para as pessoas não imunizadas contra a covid-19

INTERNACIONAL

 AFP

Protesto nas ruas de Roma, na Itália

EFE / EPA / RICCARDO ANTIMIANI – 24.07.2021

Milhares de pessoas protestaram na Itália neste sábado (24) contra as restrições adotadas pelo governo para as pessoas não imunizadas contra a covid-19, enquanto Roma tenta impedir novos surtos de infecções.

“Liberdade!” e “Abaixo a ditadura!”, gritavam os manifestantes carregando bandeiras italianas, de Nápoles a Turim, passando por Milão, onde os participantes encharcados pela chuva clamavam contra o passe sanitário. A maioria não usava máscara.

O Certificado Verde, que é uma extensão do passe de saúde europeu, será exigido na Itália a partir de 6 de agosto para permitir o acesso a cinemas, museus, piscinas cobertas e estádios, ou para comer em restaurantes.

Pessoas com o esquema vacinal completo, com teste negativo recente ou que tenham se recuperado da doença poderão ter o certificado.

Uma proposta para estender o uso desse passe para viagens de trem, ônibus e avião será considerada novamente em setembro.

“Melhor morrer livres do que viver como escravos!”, dizia uma das faixas em frente à catedral gótica de Milão. Em outra no centro de Roma, lia-se “Vacinas libertam”, junto com uma imagem de Auschwitz.

A decisão de quinta-feira de tornar o certificado obrigatório para algumas atividades impulsionou os agendamentos para vacinação, com um aumento de 200% em regiões menores da Itália, segundo o chefe de emergências de covid-19, Francesco Figliuolo.

A Itália, um dos países mais atingidos pela pandemia na Europa, relatou cerca de 5 mil novas infecções e cinco mortes neste sábado.

Fonte: R7
Continuar lendo RESTRIÇÕES ADOTADAS PELO GOVERNO DA ITÁLIA PARA PESSOAS NÃO IMUNIZADAS CAUSA PROTESTOS

GOVERNO DA ITÁLIA APROVA DECRETO QUE IMPEDE NAVIOS DE GRANDES DIMENSÕES NAVEGAREM PELO CENTRO HISTÓRICO DE VENEZA

Itália vai banir cruzeiros no centro de Veneza a partir de agosto

Governo vai impedir embarcações de grande porte de passarem por dentro da cidade, exigência da Unesco para o tombamento

INTERNACIONAL

 Da ANSA Brasil

Manifestante já vinham realizando protestos contra a presença de grandes navios em Veneza Manifestante já vinham realizando protestos contra a presença de grandes navios em VenezaANDREA MEROLA / EFE – EPA – 5.6.2021

O governo da Itália aprovou nesta terça-feira (13) mais um decreto para impedir a navegação de navios de grandes dimensões pelo centro histórico de Veneza, com a promessa de que desta vez será para valer.

O bloqueio às grandes embarcações era uma das exigências da Unesco para não colocar uma das joias turísticas da Itália em uma lista de patrimônios em risco e já foi adiado em diversas ocasiões.

Agora, no entanto, o governo garante que, a partir de 1º de agosto, navios com mais de 25 mil toneladas, como os de cruzeiro, não passarão mais pela rota tradicional da Bacia de San Marco e do Canal de Giudecca, em pleno centro histórico da cidade.

“Não é exagero definir esse dia como histórico”, declarou o ministro da Cultura, Dario Franceschini, após uma reunião do Executivo italiano em Roma.

Atualmente, navios de cruzeiro atracam em um terminal de passageiros ao lado da principal estação ferroviária da cidade, e são famosas as fotos que mostram o contraste entre o gigantismo desses transatlânticos e a fragilidade das construções.

O novo decreto, no entanto, estabelece que os grandes navios sejam redirecionados para o porto comercial de Marghera, na parte continental de Veneza, de forma provisória.

Enquanto isso, o governo já lançou um concurso internacional de ideias para uma solução definitiva para o problema, com previsão de divulgação do vencedor em 30 de junho de 2023.

Planos apresentados pelo governo em 2017 e em março de 2021 já previam a transferência dos grandes navios para Marghera, porém sem estipular prazo. Além disso, o porto precisou ser adaptado para receber cruzeiros.

Segundo Franceschini, quem sofrer prejuízos com a mudança de rota receberá indenizações do governo, que destinou 157 milhões de euros para financiar o decreto. A medida também declara a Bacia de San Marco e o Canal de Giudecca como “monumento nacional”.

“O decreto aprovado hoje constitui uma importante passagem para a tutela do sistema lagunar veneziano”, diz um comunicado do Conselho dos Ministros, presidido pelo premiê Mario Draghi.

Fonte: R7
Continuar lendo GOVERNO DA ITÁLIA APROVA DECRETO QUE IMPEDE NAVIOS DE GRANDES DIMENSÕES NAVEGAREM PELO CENTRO HISTÓRICO DE VENEZA

MUSICAL: ANDREA BOCELLI INTERPRETA “BELLISSIME STELLE”, NO ESPECIAL ANDREA BOCELLI

A apresentação de hoje no ESPECIAL ANDREA BOCELLI é uma das faixas do Vivere Live in Tuscany, um pacote CD/DVD de um concerto pop do cantor clássico italiano Andrea Bocelli. Direto do Teatro Del Silenzio, 2007. Então não perca mais uma espetacular apresentação deste incrível tenor!

Fonte:

Continuar lendo MUSICAL: ANDREA BOCELLI INTERPRETA “BELLISSIME STELLE”, NO ESPECIAL ANDREA BOCELLI

MUSICAL: ANDREA BOCELLI INTERPRETA “CHAMPAGNE” IN PORTO FINO, NO ESPECIAL ANDREA BOCELLI

O cantor tenor italiano Andrea Bocelli lançou em 2013 pelo selo Universal Music, o belíssimo DVD (com 19 faixas) e também a versão CD (com 10 faixas), com um show intimista, gravado ao vivo em Portofino, uma vila histórica localizada à beira-mar na Riviera Italiana, sinônimo de elegância, beleza e muito romantismo.
Na verdade, o lançamento oficial aconteceu curiosamente, apenas nas telas do cinema localizadas nas principais capitais do país e somente alguns meses depois ganhou o mercado na sua forma tradicional.

A gravação foi feita numa noite de verão europeu, em 11 de agosto de 2012, no minúsculo vilarejo, que tem apenas 600 moradores fixos, incrustado em frente a uma pequena baía em forma de meia-lua, que regularmente recebe veleiros e iates e é loteada por muitas casas coloridas, todas muito grudadas umas nas outras.
Portanto, o local escolhido para a gravação do show é absolutamente perfeito. O show tem na parte musical outro grande diferencial, pois o cantor selecionou algumas das mais belas canções de amor feitas em todo o mundo e se juntou novamente ao premiado pianista e produtor americano David Foster, que conduz a apresentação, além da participação de uma orquestra composta por mais de 40 músicos.

Alguns convidados especiais merecem destaque: Chris Botti, Caroline Campbell, Veronica Berti, Helene Fischer e a sua antiga parceira, a cantora brasileira Sandy, que fez com Bocelli um dueto para homenagear Antonio Carlos Jobim.

Fonte:

Continuar lendo MUSICAL: ANDREA BOCELLI INTERPRETA “CHAMPAGNE” IN PORTO FINO, NO ESPECIAL ANDREA BOCELLI

SEGUNDO MINISTRO DA SAÚDE DA ITÁLIA, USO DE MÁSCARAS AO AR LIVRE NÃO SERÁ MAIS OBRIGATÓRIO

Itália suspende uso de máscara ao ar livre a partir de 28 de junho

Ministro da Saúde fez o anúncio após parecer favorável do comitê técnico-científico que assessora o governo sobre a pandemia

INTERNACIONAL

 por AFP

Ministro da Saúde da Itália anunciou que o uso de máscara não será mais obrigatório ao ar livre

YARA NARCI/REUTERS – 14.06.2021

A Itália, um dos países europeus mais afetados pela pandemia de covid-19, porá fim à obrigatoriedade do uso de máscaras ao ar livre a partir de 28 de junho, anunciou nesta segunda-feira (21) o ministro da Saúde.

“A partir de 28 de junho, poremos fim à obrigação do uso da máscara ao ar livre”, anunciou Roberto Speranza em sua conta no Facebook, destacando que a decisão seria aplicada em regiões classificadas como “zona branca”, onde a circulação do vírus é baixa. Atualmente, a medida vigorará em toda a Itália exceto no Vale de Aosta (norte).

O anúncio é feito após um parecer favorável do Comitê Técnico-Científico que assessora o governo sobre a pandemia.

Esta equipe considerou que a máscara já não devia ser obrigatória nas zonas brancas, mas que a população devia ter sempre uma à mão em caso de situações de grande concentração de pessoas.

As previsões dos especialistas sugerem que em 28 de junho todas as regiões da Itália serão zona branca. Nesta segunda-feira, a Itália registrou 21 mortes e 495 casos de covid-19 nas últimas 24 horas. Algumas regiões não registraram mortes.

Desde o início da pandemia, a Itália, com 60 milhões de habitantes, registrou 127.291 mortes e 4,25 milhões de infecções. No momento, 30% da população com mais de 12 anos está vacinada, ou seja, cerca de 16 milhões de pessoas.

Fonte: R7
Continuar lendo SEGUNDO MINISTRO DA SAÚDE DA ITÁLIA, USO DE MÁSCARAS AO AR LIVRE NÃO SERÁ MAIS OBRIGATÓRIO

ARENA DOS GLADEADORES DO COLISEU NA ITÁLIA SERÁ RECONSTRUIDO EM MADEIRA

Itália vai reconstruir com madeira a arena dos gladiadores do Coliseu

Local de combate terá tecnologia para resfriar ambiente e, quando pronto, público verá legendário anfiteatro sob ótica dos lutadores

INTERNACIONAL

 Do R7

Imagem digital do Coliseu Romano e da futura arena de madeira, vista lateral, ao nível do solo

DIVULGAÇÃO/MILAN ENGENHARIA E MINISTÉRIO DA CULTURA DA ITÁLIA

Poucos lugares no mundo são tão mergulhados em história, lenda e sangue como o Coliseu ou o Anfiteatro Flavio em Roma, na Itália, onde – entre outros espetáculos públicos e jogos – os gladiadores lutaram até a vida ou morte uns com os outros ou com as feras diante dos olhares do imperador, dos senadores do Império Romano e de dezenas de milhares de espectadores enlouquecidos.

Construído em concreto romano, madeira, tijolo, calcário, mármore e estuque, este anfiteatro é reconhecido como uma das Sete Novas Maravilhas do Mundo Moderno. Foi inaugurado no século I e utilizado até ao século VI, sendo palco de atividades de caça de animais, execuções, encenações de lutas e peças de teatro de inspiração mitológica.

Em breve, nesta mesma década, a milenar arena oval deste emblemático edifício, declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco, terá um novo piso de madeira.

Os visitantes poderão estar no mesmo lugar onde os “esportes de sangue” aconteceram e onde os gladiadores colocaram suas vidas em jogo, cujos infortúnios foram representados em inúmeros filmes e séries.

Trata-se de “mais um passo na reconstrução da arena, um ambicioso projecto que vai contribuir para a conservação e protecção das estruturas arqueológicas, recuperando a imagem original do Coliseu e restaurando também o seu caráter de complexa máquina cênica”, afirmou o ministro de Cultura da Itália, Dario Franceschini.

O político fez essas declarações após a licitação para o projeto e construção do novo piso da arena do anfiteatro, administrado pelas entidades oficiais Parque Arqueológico do Coliseo e Invitalia.

Os construtores serão um grupo liderado pelo escritório Milan Engenharia e que envolverá o estúdio de arquitetura Labics, o arquiteto Fabio Fumagalli e o professor Heinz-Jürgen Beste, também consultor de aspectos arqueológicos como as empresas Consilium e Croma.

Esta iniciativa teve início em novembro de 2014, quando o ministro relançou a ideia da arqueóloga Daniele Manacorda de devolver a sua arena ao Coliseu. O projeto foi concluído com a definição do projeto, segundo o Ministério da Cultura da Itália.

A nova arena do Anfiteatro Flavio será leve, reversível e sustentável, conforme exige o Documento de Orientação de Projeto (DIP) elaborado pelos arquitetos, arqueólogos, restauradores e estruturalistas do Parque Arqueológico do Coliseu.

Inicia-se agora a fase operacional do projeto que, com técnicas construtivas inovadoras, utilização de materiais adequados e metodologias de análise apuradas, permitirá recuperar a imagem original do monumento e o seu funcionamento como uma complexa máquina cênica, reforçando a sua protecção e conservação, em particular de suas estruturas subterrâneas, de acordo com o ministério italiano.

O piso será feito de fibra de carbono e Accoya, uma madeira para ambientes externos produzida a partir de coníferas e modificada com um tratamento químico denominado acetilação, que aumenta a durabilidade, estabilidade dimensional e resistência a sal, insetos, fungos e radiação ultravioleta, mantendo a aparência e mecânica características da madeira natural.

Essa madeira é proveniente exclusivamente de florestas certificadas, mantidas por meio de arborização sustentável, onde é planejada a extração de madeira, levando em consideração o reflorestamento.

Algumas partes do futuro pavimento serão construídas com painéis móveis ou ripas, algumas com forma curva e outras retilíneas que, graças aos seus movimentos de rotação e translação, vão garantir a flexibilidade da superfície de madeira e permitirão abrir as estruturas subterrâneas ou embasamento para que, em determinados momentos, sejam visíveis e arejados, ficando expostos à luz natural e aos olhares dos turistas.

Este plano vai proteger as estruturas dos agentes atmosféricos, reduzindo a carga hídrica com um sistema de recolhimento e recuperação das chuvas, o qual vai alimentar os banheiros públicos do monumento, segundo o governo italiano.

A arena restaurada contará com 24 unidades de ventilação mecânica, distribuídas ao longo de seu perímetro, que vão controlar a temperatura e a umidade das salas subterrâneas. Também vão garantir que a troca completa de todo o volume de ar do recinto subterrâneo ocorra em apenas 30 minutos, quando o novo piso estará completamente fechado.

“A intervenção de arquitetura e engenharia vai permitir uma interpretação abrangente do Coliseu Romano por parte do público, que assim poderá compreender plenamente o uso e a função original deste ícone monumental e arqueológico do mundo antigo, também por meio de manifestações culturais das mais altas nível que serão realizadas lá”, informou o escritório de engenharia responsável pela obra.

“O projeto de restauração da arena, cujo interior mede 86 metros por 54 metros, com área de 3.357 metros quadrados, dará lugar à restauração integral do maior anfiteatro do mundo antigo, que se estima ter usado na antiguidade. Tinha capacidade para até 87 mil espectadores”, explicam os engenheiros.

“A nova plataforma será colocada na altura que tinha na época e retomará o traçado da planta original do edifício. As estruturas da plataforma ficarão apoiadas nas paredes existentes, sem âncoras mecânicas ou qualquer impacto invasivo, e serão totalmente reversíveis”, segundo o escritório.

“O novo piso da arena também vai melhorar a conservação e proteção das estruturas arqueológicas localizadas no hipogeu (estrutura subterrânea do anfiteatro) e vai recriar a aparência original do monumento”, afirma.

“Também acrescentará ao Coliseu uma nova funcionalidade compatível com o incalculável valor arqueológico, arquitetônico e social deste edifício”, concluem os responsáveis pela obra.

Fonte: R7
Continuar lendo ARENA DOS GLADEADORES DO COLISEU NA ITÁLIA SERÁ RECONSTRUIDO EM MADEIRA

COQUETÉIS MOLOTOV FORAM LANÇADOS EM CENTRO DE VACINAÇÃO CONTRA COVID-19 NA ITÁLIA

Centro de vacinação na Itália é atacado com coquetéis molotov

País abriga há anos crescentes movimentos antivacinas e luta para acelerar sua campanha de imunização contra a covid-19

Artefatos atingiram tenda que funciona como refeitório, mas ninguém ficou ferido

FILIPPO VENEZIA/EPA/EFE

Dois coquetéis molotov foram lançados na manhã deste sábado (3) em um centro de vacinação contra a covid-19 em Brescia, no norte da Itália.

As garrafas incendiárias atingiram uma tenda que abriga o refeitório do local, porém não provocaram danos graves nem deixaram feridos. A polícia investiga o caso para descobrir os autores do ataque.

Em sua página no Facebook, Attilio Fontana, governador da Lombardia, onde fica Brescia, definiu o episódio como “absurdo” e “criminoso”. “Felizmente, não houve feridos e, não encontrando nada de inflamável, o incêndio não se propagou”, disse.

O centro de vacinação foi construído com doações feitas pela sociedade civil na primeira onda da pandemia.

Há duas semanas, em Roma, criminosos já haviam incendiado o portão de entrada do ISS (Instituto Superior da Saúde), órgão do governo que monitora o andamento da crise sanitária na Itália.

O país abriga há anos crescentes movimentos antivacinas e luta para acelerar sua campanha de imunização contra a covid-19.

Com pouco menos de 60 milhões de habitantes, a Itália já vacinou cerca de 7,4 milhões de pessoas, sendo que 3,4 milhões receberam as duas doses.

O país é um dos mais atingidos pela pandemia em todo o mundo, com aproximadamente 3,6 milhões de casos e pouco mais de 110 mil mortes.

Fonte: R7
Continuar lendo COQUETÉIS MOLOTOV FORAM LANÇADOS EM CENTRO DE VACINAÇÃO CONTRA COVID-19 NA ITÁLIA

IMAGEM DE ENFERMEIRA DEITADA EM MACA CUIDANDO DE BEBÊ DE 7 MESE CIRCULOU O MUNDO

Foto de enfermeira cuidando de bebê emociona a Itália

Como a mãe tinha covid e não podia entrar na enfermaria, coube à profissional tomar conta da criança de 7 meses

INTERNACIONAL

 Do R7

A enfermeira Katia emocionou toda a Itália ao cuidar do bebê

DIVULGAÇÃO VIA REUTERS

A imagem de uma enfermeira, inteiramente coberta com roupa protetora contra o novo coronavírus, deitada em uma maca de hospital cuidando de um bebê de 7 meses, em um hospital em Ancona, emocionou a Itália na última semana e circulou por todo o mundo.

A foto foi registrada em 22 de março e se tornou um símbolo da luta contra a covid-19. A criança, que não teve o nome divulgado, foi internado na hospital Salesi para ser submetido a uma cirurgia delicada por conta de uma infecção, mas também tinha sido contaminada pelo coronavírus.

“Tanto eu como meu filho testamos positivo para a covid-19, eu não podia vê-lo nem ficar com ele, então me mandaram essa imagem de humanidade e profissionalismo”, disse a mãe do bebê à agência ANSA. Por conta do diagnóstico, ela não podia entrar no quarto onde ele estava se recuperando após a operação.

“Um gesto de amor, foi apenas um gesto de amor. Ele queria tanto brincar”, disse a enfermeira, Katia, à emissora NewsMediaset. O bebê se recuperou bem da cirurgia, teve alta e já está em casa.

Fonte: R7
Continuar lendo IMAGEM DE ENFERMEIRA DEITADA EM MACA CUIDANDO DE BEBÊ DE 7 MESE CIRCULOU O MUNDO

ITÁLIA CONVERTE TREM EM UTI PARA ALIVIAR HOSPITAIS NO TRATAMENTO DA COVID-19

Continuar lendo ITÁLIA CONVERTE TREM EM UTI PARA ALIVIAR HOSPITAIS NO TRATAMENTO DA COVID-19

BOAS NOTÍCIAS: MARISA CAVANNA, PROFESSORA APOSENTADA, SURPREENDE E DEIXA HERANÇA DE 25 MILHÕES DE EUROS PARA HOSPITAIS E ONGS

A professora aposentada, Marisa Cavanna, que residia em Genova, na Itália, surpreendeu a todos ao morrer ao se revelar que possuía um patrimônio total de 40 milhões de Euros, cuja maior parte deixou como doação para hospitais e ONGs. Se não está acreditando leia o artigo completo a seguir e saiba de todos os detalhes!

Idosa deixa herança de R$165 milhões para hospitais e ONGs

A professora aposentada Marisa Cavanna, surpreendeu vizinhos e toda a cidade de Gênova, na Itália. Ela deixou 25 milhões de euros (cerca de R$ 165 milhões) de herança a várias organizações e instituições de caridade, incluindo dois dos principais hospitais de sua cidade.

Marisa era considerada uma pessoa muito reservada. Ela faleceu no final do ano passado, aos 96 anos e, segundo vizinhos, “ela era de fazer e não falar”.

A idosa tinha planejado que 16 organizações receberiam a soma de 25 milhões de euros diretamente de seu espólio, cuja origem é desconhecida, embora se acredite que venha de sua família. O patrimônio total da aposentada era de 40 milhões de euros.

Doações

Marisa descreveu detalhadamente o destino de cada doação.

Do total, 5 milhões de euros irão para o hospital Galliera, juntamente com os lucros da venda de um edifício onde a própria professora vivia, que deve valer aproximadamente três milhões de euros.

“É uma grande propriedade que vale vários milhões de euros. Ela nos disse para vendê-lo e usar o dinheiro em pesquisa e inovação”, contou o diretor geral do hospital Galliera, Adriano Lagostena.

O hospital pediátrico Gaslini, também em Gênova, receberá cinco milhões, assim como a Associação Italiana de Pesquisa do Câncer.

Além dos hospitais, Marisa também destinou uma grande quantia a ONGs.

Entre as beneficiadas estão a Anistia Internacional, Save the Children, as Pequenas Irmãs dos Pobres e as Missionárias da Obra de Santa Teresa de Calcutá.

Com informações de Corriere de La Sera

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: MARISA CAVANNA, PROFESSORA APOSENTADA, SURPREENDE E DEIXA HERANÇA DE 25 MILHÕES DE EUROS PARA HOSPITAIS E ONGS

PRIMEIRO MINISTRO DA ITÁLIA RENUNCIOU AO CARGO EM MEIO À PANDEMIA

Entenda a crise política na Itália que levou à renúncia do premiê

Giuseppe Conte perdeu maioria no Senado e tenta formar coalisão para 3º governo. Enquanto isso, outros partidos almejam cargo

INTERNACIONAL

Giovanna Orlando, do R7

Giuseppe Conte renunciou ao cargo de primeiro-ministro em meio à pandemia de covid-19 na Itália
YARA NARDI/REUTERS – 19.1.2020

No meio de uma pandemia e um entrave para conseguir vacinas, a Itália entrou também em uma crise política. Na última terça-feira (26), o primeiro-ministro Giuseppe Conte anunciou que renunciava ao cargo e agora atua como premiê interino do país, enquanto busca uma nova base de apoio no Parlamento para voltar a governar.

“O premiê só é premiê pelo apoio que ele tem no Parlamento e no Senado”, resume o professor de Relações Internacionais da Universidade de São Paulo (USP), Kai Enno Lehmann.

Conte perdeu na semana passada o apoio do Senado italiano depois que o ex-premiê, Matteo Renzi, deixou a coalizão, que garantia maioria absoluta ao primeiro-ministro, por não concordar com a forma como o governo italiano está gerenciando a pandemia e a recessão econômica.

A covid-19 afetou governos, economias e a popularidade de líderes antes queridos pelo mundo, mas Conte havia conseguido se manter estável durante a primeira onda no país. Segundo o professor, a aprovação do premiê chegava a 70%, com discursos sobre a importância do isolamento e distanciamento social e fechamento de comércio não essencial, mas “é difícil sustentar esse discurso por meses”, analisa.

Com uma pandemia que volta ainda pior em novas ondas, a população passou a exigir mais do governo. Atualmente, o país enfrenta imbróglios para conseguir vacinas e pretende processar a farmacêutica AstraZeneca por não entregar as doses prometidas.

Sem maioria, sem governo

Sem a maioria no Senado, Conte perdeu a governabilidade e as chances de aprovar projetos de lei.

Na Itália, não é incomum ouvir que primeiros-ministros renunciaram e tentaram reorganizar a base de apoio. E essa, inclusive, é a segunda vez que Conte faz isso. Em 2019, o premiê perdeu o apoio dos partidos de direita, com quem tinha uma coalizão, e renunciou. Ele voltou ao poder depois de conseguir formar uma maioria com partidos de centro e esquerda. Agora, ele precisa encontrar um caminho para voltar ao poder.

Autoridades na Itália alertam para possível ‘situação descontrolada

“O país tem um histórico de instabilidade entre primeiros-ministros, e apenas Silvio Berlusconi conseguiu terminar o mandato sem renunciar alguma vez desde a Segunda Guerra Mundial”, elucida o professor. Em todos os outros mandatos houve algum tipo de instabilidade que forçou os mandatários a renunciarem.

Até 1994, a Itália tinha um partido comunista muito popular, mas nenhuma sigla queria entrar em coalizão com eles. Com isso, para encontrar uma maioria eram formadas alianças com partidos menores ou o partido cristão democrata em troca de favores, cargos e privilégios, o que criou um sistema instável no país.

Mesmo com reformas políticas, institucionais e no sistema eleitoral, esse sistema continua vigente e a instabilidade nunca foi vencida. “Você pode mudar o sistema, mas quem já está dentro continua sendo quem já era”, diz o professor.

Como fica a Itália?

Conte continua trabalhando como premiê interino, mas não tem poder para tomar decisões que precisem ser votadas. Ele continua buscando apoio para conseguir uma maioria no Senado, o que não deve ser uma tarefa tão difícil, aponta o especialista.

“Ele tem os argumentos, é só usar”, diz. E, de fato, Conte pode tentar argumentar de vários lados para conseguir formar uma base.

De um lado, a pandemia não permite que o poder fique vacante tanto tempo, já que decisões precisam ser tomadas o tempo inteiro para garantir a estabilidade do poder, e a necessidade de negociar com empresas fabricantes de vacinas torna urgente a resolução da crise.

De outro lado, está a possibilidade de o presidente Sergio Mattarella convocar novas eleições caso uma solução interna não seja apresentada, e ninguém, nem os políticos e nem a população, querem uma eleição no momento.

Caso Conte falhe na tarefa de formar um novo governo com maioria no parlamento, “o presidente decide se dá outra chance ou se encarrega essa tarefa a outro político, ou se convoca novas eleições”, explica o especialista.

Até agora, Conte enfrenta dificuldades em organizar o terceiro governo, e Matteo Renzi, do Itália Viva, já está de olho no cargo, além de partidos como o antissemita Movimento 5 Estrelas e o centro-esquerdista Partido Democrático (PD), segundo a Ansa.

Fonte: R7
Continuar lendo PRIMEIRO MINISTRO DA ITÁLIA RENUNCIOU AO CARGO EM MEIO À PANDEMIA

BOAS NOTÍCIAS: SERENIDADE E REGENERAÇÃO É O QUE O PROJETO DOS PAVILHÕES FLORIDOS PARA VACINAÇÃO CONTRA COVID NA ITÁLIA DESEJA PASSAR

Um projeto desenvolvido pelo renomado arquiteto italiano Stefano Boeri para a vacinação contra a Covid em toda a Itália, a partir de janeiro de 2021, quer passar a impressão de serenidade e regeneração, através de centenas de pavilhões de madeira, adornados com um gráfico de flores que simbolizam a regeneração. Veja no artigo a seguir os detalhes desse ambicioso projeto.

Itália instala pavilhões floridos para vacinar contra Covid

Centenas de pavilhões de madeira, adornados com um gráfico de flores que simbolizam a regeneração, serão instalados para a vacinação contra a Covid em toda a Itália, a partir de janeiro de 2021.

Os projetos das estações foram revelados nesta segunda-feira, 14,  pelo arquiteto Stefano Boeri. Ele desenvolveu o logotipo e o projeto visual junto com uma equipe de consultores.

A arquitetura foi projetada para “transmitir um símbolo de serenidade e regeneração. Ser vacinado será um ato de responsabilidade cívica, amor ao próximo e redescoberta da vida. Se esse vírus nos prendeu em hospitais e residências, a vacina nos trará de volta ao contato com a vida e com a natureza que nos cerca”. disse Boeri em comunicado.

Boeri é um dos arquitetos mais renomados da Itália, famoso por seu edifício Il Bosco Verticale – ou Floresta Vertical – em toda a fachada repleta de árvores vivas e vegetação.

Trabalho voluntário

Ele trabalhou no projeto de vacinação gratuitamente, disse seu estúdio.

Um total de 1.500 pavilhões circulares temporários serão montados em praças e centros urbanos da Itália.

As estruturas terão interior feito em madeira e tecido.

Vacinação

Mais de 65.000 mortes por coronavírus foram registradas na Itália, de acordo com dados coletados pela Universidade Johns Hopkins – ultrapassando o Reino Unido para o maior número de mortes na Europa.

A vacinação na Itália será definida de acordo com o calendário da União Europeia em meados de janeiro.

Por meio do bloco, a Itália já garantiu a compra de 202,573 milhões de doses de seis vacinas contra o Sars-CoV-2: AstraZeneca (produtora da vacina de Oxford), Biontech/Pfizer, Curevac, Johnson & Johnson (dona da Janssen), Moderna e Sanofi-GSK.

Esse número é suficiente para imunizar mais que o dobro da população italiana (60,4 milhões de pessoas), levando em conta que foram encomendadas 53,84 milhões de unidades de uma vacina de dose única (Janssen) e 148,733 milhões de unidades de vacinas de dose dupla.

Foto: Stefano Boeri
Foto: Stefano Boeri

Com informações da CNN

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: SERENIDADE E REGENERAÇÃO É O QUE O PROJETO DOS PAVILHÕES FLORIDOS PARA VACINAÇÃO CONTRA COVID NA ITÁLIA DESEJA PASSAR

MUSICAL: HOMENAGEM À BOSSA NOVA COM TOQUINHO E VINÍCIUS DE MORAES 1971

Nesta edição da série HOMENAGEM À BOSSA NOVA você vai assistir a um pout pourri dos incríveis Vinícius de Moraes e Toquinho em turnê pela Itália em 1971. Um show inesquecível que você não pode deixar de rever e curtir!

Continuar lendo MUSICAL: HOMENAGEM À BOSSA NOVA COM TOQUINHO E VINÍCIUS DE MORAES 1971

BOAS NOTÍCIAS: DEPOIS DE 8 MESES EM COMA GAROTA ACORDA APÓS OUVIR MENSAGEM DO ÍDOLO

Uma homenagem avida na nossa coluna BOAS NOTÍCIAS desta segunda-feira com o fim do coma de 9 meses da jovem jogadora Ilenia Matilli, de 18 anos, que acordou depois de ouvir uma mensagem em vídeo do seu ídolo, Francesco Totti, ex-jogador do Roma. Então leia o artigo e assista ao vídeo comovente!

Jogadora acorda do coma após ouvir mensagem do ídolo

A jovem jogadora Ilenia Matilli, de 18 anos, acordou do coma depois de ouvir uma mensagem do ídolo Francesco Totti, ex-jogador do Roma, da Itália. (vídeo abaixo)

De acordo com o jornal Correiere dello Sport, Ilenia ficou 9 meses inconsciente depois de um grave acidente de carro na capital italiana, no qual morreu a amiga Martina Oro, de 20 anos de idade. Foi em dezembro de 2019.

A família contou que ela acordou na última quinta, 24, quando Totti mandou uma mensagem para a jovem, que era jogadora do Lazio, mas apaixonada pelo Roma.

“Não desista”

A mensagem em vídeo de Totti desejava forças a Ilenia e pedia para que ela seguisse lutando:

“Não desista, Ilenia, você vai conseguir, estamos todos com você”.

Quando Ilenia ouviu a voz do ídolo, os batimentos cardíacos se aceleraram e, gradualmente, a jogadora foi acordando.

A família contou que era costume tocar o hino da Roma no quarto de hospital em que Ilenia estava internada.

O vídeo

A mensagem de Totti chegou após a ajuda da Associação das Forças Policiais de Argos, do o Dr. Maritato e do técnico Carlo Cancellieri, que pediram ao ex-jogador para gravar um vídeo.

Felizes, os pais da jovem agora aguardam a visita de Totti, para agradecer pessoalmente ao ídolo por ter feito a filha deles acordar do coma.

“Caro Francesco, o que estamos esperando? Estamos ansiosos para vê-lo, Ilenia está esperando por você. Sua voz fantástica, combinada com a paixão, o amor que Ilenia sempre teve pelo Roma, favoreceram seu despertar, a volta do seu sorriso tão contagiante, dos seus grandes olhos cheios de luz e alegria”, disseram os pais da jovem.

Agora o mundo aguarda esse encontro, que certamente será emocionante!

Assista ao vídeo que Totti mandou pra Ilenia:

Com informações do Correiere dello Sport

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: DEPOIS DE 8 MESES EM COMA GAROTA ACORDA APÓS OUVIR MENSAGEM DO ÍDOLO

BOAS NOTÍCIAS: UM RESILIENTE IDOSO DE 96 ANOS SE FORMA EM HISTÓRIA E FILOSOFIA E FAZ PLANOS PARA O FUTURO

Um grande exemplo de persistência, resiliência e superação que vem de Palermo na Itália é o destaque desta edição da coluna BOAS NOTÍCIAS. Um idoso de 96 anos conseguiu se formar em História e Filosofia na Universidade de Palermo, na Itália e já faz novos planos para o futuro. Veja o artigo completo a seguir e saiba dos detalhes dessa linda história!

Idoso se forma aos 96 anos e faz planos para o futuro

Um idoso de 96 anos acaba de se formar em História e Filosofia na Universidade de Palermo, na Itália e já faz novos planos para o futuro.

Giuseppe Paterno, que enfrentou muitos testes na vida – como a pobreza infantil, guerra e, mais recentemente, pandemia de coronavírus – passou pelo exame que o torna a pessoa mais velha formada na Itália.

O ex-ferroviário, ele recebeu na semana passada o diploma e a tradicional coroa de louros concedida formandos italianos. Giuseppe foi aplaudido pela família, professores e colegas com mais de 70 anos de idade.

“Eu sou uma pessoa normal, como muitas outras, [mas] em termos de idade, superei todos os outros”, disse Giuseppe Paterno à Reuters.

Apaixonado por livros, ele conta que decidiu se matricular na faculdade em 2017 e justificou:

“O conhecimento é como uma mala que eu carrego comigo, é um tesouro”, disse.

História

Giuseppe Paterno cresceu em uma família pobre na Sicília nos anos anteriores à Grande Depressão. Ele só conseguiu fazer educação básica quando era criança.

Depois, entrou para a Marinha e serviu durante a Segunda Guerra Mundial, antes de trabalhar nas ferrovias quando se casou e criou dois filhos.

Mas Paterno queria aprender e se formar no ensino médio, com o desejo de ir além. Fez isso aos 31 anos.

Como estudante, ele escreveu seus ensaios na máquina de escrever manual que ganhou da mãe quando se aposentou das ferrovias em 1984.

Em vez de pesquisas no Google, ele revela que prefere livros impressos.

Paterno confessou que teve um pouco de desconforto com as videochamadas que substituíram o ensino em sala de aula durante o lockdown do coronavírus, mas disse que não se deixou levar pela própria doença.

“Tudo isso nos fortaleceu, todo o meu grupo de pares, todos aqueles que ainda estão vivos”, disse ele. “Não nos assustou muito.”

Futuro

Agora formado, ele não pensa em parar de estudar. Aos 96 anos Giuseppe contou que tem novos planos.

“Meu projeto para o futuro é me dedicar à escrita; Quero revisitar todos os textos que não tive chance de explorar mais. Esse é o meu objetivo”, afirmou.

A professora de Sociologia, Francesca Rizzuto, que passou o exame oral de Giuseppe, elogiou o ex-aluno e disse:

“Você é um exemplo para estudantes mais jovens”, concluiu.

Giuseppe Paterno na formatura - Foto: REUTERS / Guglielmo Mangiapane
Giuseppe Paterno na formatura – Foto: REUTERS / Guglielmo Mangiapane
Giuseppe Paterno na formatura - Foto: REUTERS / Guglielmo Mangiapane
Giuseppe Paterno na formatura – Foto: REUTERS / Guglielmo Mangiapane

 

Com informações da Reuters 

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: UM RESILIENTE IDOSO DE 96 ANOS SE FORMA EM HISTÓRIA E FILOSOFIA E FAZ PLANOS PARA O FUTURO

JUSTIÇA DA ITÁLIA REVOGA ORDEM DO GOVERNADOR DE TRENTO, PARA ABATER URSA QUE ATACOU DUAS PESSOAS

 

Justiça da Itália anula ordem de governador para matar ursa

Autoridades de Trento tinha ordenado abate do animal que havia atacado, sem ferir com gravidade, duas pessoas que faziam uma trilha

INTERNACIONAL

Da Ansa Brasil

Trento tem cerca de 90 ursos vivendo na naturezaTrento tem cerca de 90 ursos vivendo na natureza

A Justiça Administrativa da Itália revogou uma ordem do governador da província autônoma de Trento, Maurizio Fugatti, para abater uma ursa que atacou duas pessoas em uma trilha de montanha no fim de junho.

O Tribunal Administrativo Regional de Trento acolheu parcialmente um recurso apresentado por ONGs animalistas, como a WWF e a Liga contra a Vivissecção (LAV). Segundo a sentença, antes de abater a ursa JJ4, as autoridades competentes devem tentar outras medidas, como a captura e reclusão do animal.

“Ao menos por enquanto, a JJ4 está salva, mas em breve haverá outras audiências. Faremos todo o possível para que isso dure para sempre”, disse a LAV na última sexta-feira (10).

Dupla atacada pela ursa defendeu o animal

O episódio que motivou a ordem de abatimento ocorreu em 22 de junho, quando a ursa atacou um homem de 59 anos, Fabio Misseroni, e seu filho de 28, Christian Misseroni, enquanto eles faziam uma trilha no Monte Peller.

Ambos sobreviveram, e o próprio Christian disse recentemente que não desejava o abatimento do animal. O governador Fugatti afirmou, também na última sexta, que vai acatar a decisão, mas cobrou de Roma uma indicação sobre para onde transportar animais “perigosos”.

“Os números [de ursos] que temos são superiores ao que podemos administrar. Não queremos esperar o próximo trentino agredido”, declarou.

Trento abriga hoje entre 82 e 93 exemplares de ursos, sem contar os que ainda não foram rastreados.

Fonte: R7  

 

Continuar lendo JUSTIÇA DA ITÁLIA REVOGA ORDEM DO GOVERNADOR DE TRENTO, PARA ABATER URSA QUE ATACOU DUAS PESSOAS

PROCESSO DE DESCONFINAMENTO GRADUAL NA ITÁLIA, FRANÇA E ESPANHA DEVE DURAR 2 MESES

Itália, França e Espanha anunciam desconfinamentos graduais para atingir ‘novo normal’ que devem durar 2 meses

Nada será como antes por muito tempo nos três países europeus mais atingidos pela pandemia de coronavírus até esta terça (28): Itália, Espanha e França.

Depois de mais um mês de quarentena rigorosa, os 172 milhões de habitantes das três nações já conhecem os planos dos governos para o relaxamento das restrições.

De certo, apenas a data para o lançamento da retomada (4 de maio, na Espanha e na Itália, e 11 de maio na França) e a perspectiva de que máscaras viraram peça obrigatória do vestuário, cada pessoa se moverá a uma distância maior das outras e as reuniões de amigos nos bares vão ficar na memória por enquanto.

“Teremos que aprender a nova normalidade. Se gostávamos de comer uma paella no restaurante ao lado de casa, agora teremos que buscá-la e comer em casa”, disse o primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sánchez, ao anunciar nesta terça seu “roteiro flexível e adaptável para a desescalada”.

Com um slogan que poderia estar na traseira de um caminhão —”Se você ama a Itália, mantenha distância”—, o premiê italiano, Giuseppe Conte, pediu a todos que não cheguem a menos de um metro de ninguém, “nem mesmo dos familiares”.

No anúncio francês, o primeiro-ministro Édouard Philippe avisou que o metrô não ficará mais lotado, o que soa como boa notícia, mas prenuncia um novo obstáculo. Haverá mais veículos, mas menos gente dentro deles, reduzindo na prática a oferta de transporte público.

Para desafogar ônibus e trens, a recomendação ainda é o trabalho remoto sempre que possível. Se uma empresa precisar de seus funcionários no escritório, terá que reorganizar os turnos para reduzir contatos e evitar horários de pico.

França e Espanha, em seus anúncios desta terça, deixaram claro que cada passo só será dado se os números mostrarem que o sistema de saúde respira sem problemas e a transmissão do coronavírus está controlada.

A Espanha evitou até mesmo anunciar datas para cada uma das quatro fases de descongelamento, mas, assim como em seus parceiros de continente, a progressão “palmo a palmo” vai demorar pelos menos dois meses.

As estratégias de saída da quarentena passam por monitorar de perto a situação dos hospitais e os números de contágio, com programas de testes em massa.

Como tem dito a OMS (Organização Mundial da Saúde) em todos os seus pronunciamentos, “a saída da crise é muito mais lenta que a entrada, e não é hora de baixar a guarda”.

A dificuldade atinge até mesmo a Alemanha, o país com o mais bem preparado sistema de saúde da Europa e capacidade para fazer 100 mil testes por dia.

Após permitir a reabertura de lojas menores no dia 20, o país viu o chamado “número de reprodução” (para quantas pessoas um infectado transmite o coronavírus) crescer para 1 nesta segunda, depois de chegar a 0,7 em meados de abril.

Manter esse número abaixo de 1 tem sido considerado um dos principais critérios para reduzir o confinamento, e o governo pediu aos alemães que fiquem ao máximo em casa.

Não é possível garantir que a infecção esteja crescendo por causa da retomada do comércio. Os dados oficiais, por exemplo, mostram os casos confirmados diários caindo abaixo de mil pela primeira vez em mais de 40 dias.

Mas a Alemanha quer evitar a perda do território conquistado contra o coronavírus, e esse estado de alerta fará parte do novo normal em todos os países que relaxarem suas restrições.

Como a irregularidade é grande entre as províncias, viagens serão limitadas durante toda a transição na Itália, na Espanha e na França, e as regiões podem avançar (ou retroceder) em velocidades diferentes.

Com cautelas e premissas parecidas, os países adotaram prioridades diferentes na retomada das atividades. Enquanto a França considera crucial retomar as aulas, a Espanha só reabrirá as escolas em setembro.

O premiê espanhol anunciou a largada para 4 de maio em todo o país, mas cada região só avançará para a fase seguinte após pelo menos 14 dias, se atingir os indicadores necessários.

Na fase 0, restaurantes poderão vender refeições para viagem e será permitido treinamento esportivo individual.

Na fase 1, lojas menores poderão abrir, exceto as de shoppings ou grandes centros comerciais. Áreas externas de restaurantes e bares podem receber clientes em até 30% da ocupação, e hotéis reabrirão.

Cultos religiosos poderão ser realizados com no máximo 10% de ocupação, e esportes de alto rendimento serão liberados.

Ilhas como as Canárias e as Baleares, que ficaram mais protegidas da pandemia, poderão entrar direto na fase 1, em 4 de maio.

Blog do BG

Continuar lendo PROCESSO DE DESCONFINAMENTO GRADUAL NA ITÁLIA, FRANÇA E ESPANHA DEVE DURAR 2 MESES

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar

Fechar Menu
×

Carrinho