Blog do Saber, Cultura e Conhecimento!

ANS APROVA NORMATIVA QUE AMPLIA REGRAS DE COBERTURAS DE PLANOS DE SAÚDE PARA USUÁRIOS COM AUTISMO E OUTROS TRANSTORNOS

ANS amplia cobertura de planos para tratamento de autismo e de outros transtornos

A partir de 1º de julho, passa a ser obrigatória a cobertura para qualquer método ou técnica indicado pelo médico para o tratamento desses pacientes

Lucas Rocha

da CNN

em São Paulo

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) aprovou, na quinta-feira (23), uma normativa que amplia as regras de cobertura assistencial para usuários de planos de saúde com transtornos globais do desenvolvimento, entre os quais está incluído o transtorno do espectro autista (TEA).

A partir de 1º de julho de 2022, passa a ser obrigatória a cobertura para qualquer método ou técnica indicado pelo médico assistente para o tratamento do paciente que tenha um dos transtornos enquadrados na CID F84, conforme a Classificação Internacional de Doenças.

De acordo com a ANS, a normativa também ajustou o anexo II do rol para que as sessões ilimitadas com fonoaudiólogos, psicólogos, terapeutas ocupacionais e fisioterapeutas englobem todos os transtornos globais de desenvolvimento.

“Decidimos estabelecer a obrigatoriedade da cobertura dos diferentes métodos ou terapias não apenas para pacientes com TEA, mas para usuários de planos de saúde diagnosticados com qualquer transtorno enquadrado como transtorno global do desenvolvimento”, disse o diretor-presidente da ANS, Paulo Rebello, em comunicado.

O transtorno global do desenvolvimento é caracterizado por um conjunto de condições que geram dificuldades de comunicação e de comportamento, prejudicando a interação dos pacientes com outras pessoas e o enfrentamento de situações cotidianas.

De acordo com a Classificação Internacional de Doenças (CID-10) são considerados transtornos globais do desenvolvimento:

  • Autismo infantil
  • Autismo atípico
  • Síndrome de Rett
  • Outro transtorno desintegrativo da infância
  • Transtorno com hipercinesia associada a retardo mental e a movimentos estereotipados
  • Síndrome de Asperger
  • Outros transtornos globais do desenvolvimento
  • Transtornos globais não especificados do desenvolvimento

As abordagens dos transtornos globais do desenvolvimento são variadas e contam com ações individuais realizadas por profissionais treinados em uma área específica ou compostas por atendimentos multidisciplinares.

Os procedimentos incluem o Modelo Applied Behavior Analysis (ABA), o Modelo Denver de Intervenção Precoce (DENVER ou ESDM), a Integração Sensorial, a Comunicação Alternativa e Suplementar ou Picture Exchange Communication System (PECS), dentre outros.

A escolha do método mais adequado deve ser feita pela equipe de profissionais de saúde assistente com a família do paciente.

De acordo com a ANS, as operadoras de planos de saúde não poderão negar atendimento a pessoas com condições tais como paralisia cerebral e Síndrome de Down que apresentem transtorno global do desenvolvimento.

Em nota, a Associação Brasileira de Planos de Saúde (Abramge) informou que vai avaliar o teor da decisão da ANS e que “entende a importância da iniciativa para esclarecer que os tratamentos de transtornos globais do desenvolvimento não serão impactados”.

“O órgão regulador abre um canal de diálogo importante junto às representações de profissionais de saúde, operadoras e sociedade, principalmente pais e pacientes, buscando garantir que a cobertura dessas terapias seja resolutiva e equilibrada, fundamentada em critérios técnicos de Avaliação de Tecnologia em Saúde (ATS)”, completa a nota.

Continuar lendo ANS APROVA NORMATIVA QUE AMPLIA REGRAS DE COBERTURAS DE PLANOS DE SAÚDE PARA USUÁRIOS COM AUTISMO E OUTROS TRANSTORNOS

COMEMORANDO O MÊS MUNDIAL DA CONSCIENTIZAÇÃO DO AUTISMO CLÍNICA MONTA ESTANDE COM ATENDIMENTO EM SHOPPING DE NATAL

Plantão de dúvidas e oficinas gratuitas sobre autismo infantil são ofertados em shopping de Natal

Redação/Portal da Tropical

 Atualizado em:

Mauricélia Lopes, fisioterapeuta e diretora da Cliap | Foto: Divulgação

Em comemoração ao mês mundial da conscientização do autismo, o chamado Abril Azul, a Clínica de Atendimento Personalizado em Terapias Avançadas (Cliap) estará a partir desta terça-feira (26) até sábado (30) com estande no Partage Norte Shopping. A programação da Clínica inclui plantão de dúvidas, palestras, oficinas e workshops com a finalidade de informar e esclarecer à população sobre o contexto de vida da criança com Transtorno do Espectro Autista (TEA).

Apesar de nos últimos anos a temática do autismo ter tido mais evidência, ainda há muita desinformação e, por isso, a angústia dos pais ao ter conhecimento do diagnóstico do filho, relata Mauricélia Lopes, fisioterapeuta e diretora da Cliap. “A proposta da nossa ação é dar aos pais, familiares e população em geral, acesso ao conhecimento sobre como identificar o transtorno precocemente, os sinais de alerta do autismo, e ainda mostrar as possibilidades de intervenção que podem garantir uma melhor qualidade de vida para a criança”, explica.

O estande ficará no piso L1 do Norte Shopping, com atividades das 15h às 20h. A participação é gratuita, sem necessidade de inscrição prévia. Diariamente, no turno da tarde, haverá o plantão de dúvidas; na quarta-feira (27), à noite, o Circuito das Sensações (onde as pessoas podem vivenciar o que uma criança com autismo sente, nos diversos sentidos do corpo). Já nos últimos três dias haverá uma oficina de culinária para crianças com seletividade alimentar, palestras sobre a intervenção ABA e orientação aos pais sobre os cuidados iniciais com a criança e importância do brincar.

Confira a programação completa:

Mês da conscientização do autismo: da intervenção precoce à adolescência
Ação da CLIAP no período de 26 a 30/04
Local: Partage Norte Shopping Natal

TERÇA 26/04
17h às 20h: Plantão de dúvidas sobre o autismo

QUARTA 27/04
15h às 20h: Plantão de dúvidas sobre o autismo
18h: Circuito das Sensações

QUINTA 28/04
15h às 20h: Plantão de dúvidas sobre o autismo
17h e 19h: Preparação de uma receita pela nutricionista direcionada a crianças com seletividade alimentar.
18:00 – Conversa / palestra com profissionais da clínica CLIAP sobre o atendimento a crianças com TEA (psicólogos, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, nutricionista)

SEXTA 29/04
16h às 20h: Plantão de dúvidas sobre o autismo
18h: Oficinas e workshop para apresentação da intervenção ABA
20h: Palestra com Edna Castro, coord. Sênior do setor ABA e mãe de uma criança com autismo. Tema: Meu filho é autista, é agora?!

SÁBADO 30/04
16h às 20h: Plantão de dúvidas sobre o autismo
18h: Oficinas e workshop para apresentação da intervenção ABA
20h: Palestra com Liziane Araújo, coordenadora de suporte do setor ABA. Tema: Criança com Autismo. Por que é importante brincar?!

Zona NorteAutismoshopping

Fonte: Portal da Tropical _ Notícias

Continuar lendo COMEMORANDO O MÊS MUNDIAL DA CONSCIENTIZAÇÃO DO AUTISMO CLÍNICA MONTA ESTANDE COM ATENDIMENTO EM SHOPPING DE NATAL

CLÍNICA EM NATAL CELEBRA O MÊS DO AUTISMO COM PROGRAMAÇÃO ESPECIAL PARA SEUS PACIENTES

Abril Azul: Clínica em Natal promove atividades em celebração ao mês do autismo

Redação/Portal da Tropical

Atualizado em:

Foto: Divulgação

Em ativação ao mês de conscientização mundial do autismo, o chamado Abril Azul em Personalizado Avançadas, tem uma programação especial para seus pacientes da sociedade de um modo geral e pacientes. Com atividades diferenciadas, o objetivo é proporcionar uma compreensão, por experiência pessoal, do que significa o Transtorno do Espectro Autista (TEA), bem como capacitar sobre os cuidados com as crianças com autismo no ambiente escolar.

Nesta quinta-feira (7), a Clínica estará aberta para a vivência no Circuito das Sensações. “O objetivo é com que uma pessoa, que não tem autismo, experimente um pouco do que uma criança com autismo sente, nos diversos sentidos do corpo, seja ouvido, tato, visão”, Daniel Salustiano, administrador do setor de Análise do Comportamento Aplicado (ABA) da CLIAP. O Circuito estará disponível para entrada no dia no horário, das 9h às 11h, e à tarde, das 14h às 16h.

Já no sábado (9), haverá o encontro do projeto “Escola Parceiras”, com o tema “Autismo na escola: ações de cuidado e afeto que transforma vidas”. Através de uma palestra, oficina e roda de conversa, o propósito do encontro é auxiliar os profissionais da educação sobre como lidar com os alunos com TEA. Para neste encontro é necessária participação prévia, disponível através do link: https://forms.gle/SmFjUjggy9ZnNyjw8

Serviço
Evento: Mês de Conscientização do Autismo – Clip Infantil

Dia 09/04 – Encontro do projeto “Escola Parceira”
Horário: das 8h às 12h
Tema: Autismo na escola: ações de cuidado e afeto que transforma vidas
Inscrição via link :

Dia 07/04 – Circuito das sensações
Horário: 09h às 11h e 14h às 16h
Tema: Venha vivenciar um pouco das sensações da pessoa com autismo
Entrada livre

Continuar lendo CLÍNICA EM NATAL CELEBRA O MÊS DO AUTISMO COM PROGRAMAÇÃO ESPECIAL PARA SEUS PACIENTES

BOAS NOTÍCIAS: AOS 18 ANOS DE IDADE JOVEM AUTISTA É APROVADO EM MEDICINA

O jovem Arthur Ataíde Ferreira Garcia, de apenas 18 anos, diagnosticado com autismo e morador de Praia Grande, no Litoral Sul de São Paulo, passou no vestibular de medicina. O sonho dele é ser psiquiatra para ajudar outros autistas. Leia o artigo completo a seguir e conheça essa bela história de superação.

Jovem autista de 18 anos é aprovado em medicina

 – 

Por Jéssica Souza
Imagem de capa para Jovem autista de 18 anos é aprovado em medicinaArthur quer ser psiquiatra para ajudar outros autistas, por isso estudou para Medicina – Foto: Arquivo Pessoal

Foi fazendo simulados dentro do próprio quarto que o jovem Arthur Ataide Ferreira Garcia, de apenas 18 anos, passou no vestibular de medicina. Diagnosticado com autismo e morador de Praia Grande, no Litoral Sul de São Paulo, o sonho dele é ser psiquiatra para ajudar outros autistas.

Arthur contou que foi diagnosticado aos 9 anos de idade e que, desde o Ensino Fundamental, estudava sete horas por dia, “para compensar as dificuldades do autismo”.

“Eu quero ser um psiquiatra para ser alguém que vai entender as pessoas autistas e para explicar para pais e familiares a importância de se esforçar para entendê-los também. É difícil fazer parte de um grupo que, por ser diferente da maior parte das pessoas, não é compreendido”, alertou o jovem estudante.

Arthur faz lembrar a série The Good Doctor e a história de Shaun Murphy, um jovem médico com autismo vindo da calma vida do interior, que começa a trabalhar em um famoso hospital.

Inclusão no vestibular

Arthur cresceu ouvindo que seria capaz de realizar o sonho de ser médico. Além disso, ele sabia que vestibulares muitas vezes não são um sistema que pensa na inclusão. A pessoa com autismo fica exposta às sobrecargas sensoriais como a intensidade da luz da sala e o barulho de fora do prédio.

Para se preparar, ele passou a simular a experiência do vestibular no seu quarto. E foi assim que veio o surpreendente resultado: aprovado em medicina numa universidade do Guarujá, no Litoral Sul de São Paulo.

“Quando vi o resultado, até achei que estava errado. Mas depois de um tempo, vi que fazia sentido. Era o resultado de todo esforço que tive até aqui. Fiquei eufórico, contei para os meus pais. Um dos momentos que mais me senti realizado. Tenho potencial para ser psiquiatra e mudar essa área por dentro”, disse o jovem.

Irmão mais novo também tem autismo

E a aprovação no curso de medicina já inspira o irmão três anos mais novo.

“Se eu consegui, ele também conseguirá. Ele está super confiante agora, se preparando para o vestibular também”, revelou Arthur.

As aulas já tiveram início nesta semana no campus Guarujá da Universidade de Ribeirão Preto (Unaerp) e agora Arthur tenta conseguir uma bolsa para arcar com algumas despesas, já que o campus não fica no município onde mora e a universidade é particular.

Com informações de Isto É

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: AOS 18 ANOS DE IDADE JOVEM AUTISTA É APROVADO EM MEDICINA

BOAS NOTÍCIAS: GAROTA AUTISTA CONQUISTA VAGA EM 1º LUGAR NO CURSO DE MEDICINA DA UFJ

As BOAS NOTÍCIAS que mais me atraem são aquelas que me emocionam, que contam uma história de vida de dar inveja a qualquer um pela força, pela garra, pela luta e principalmente pela transformação das pessoas. Por isso o destaque da nossa coluna nesta segunda-feira é a história da autista que fez 920 pontos na redação do ENEM e passou em 1º lugar no curso de medicina da UFJ. Ela tem pais humildes.  Dona Iraci Morais, agente comunitária de saúde e seu João Roberto de Morais, que trabalha como cerqueiro. Convido você a ler o artigo completo a seguir e se emocionar como eu com essa bela história de superação!

Autista faz 920 pontos no Enem e passa em 1º em Medicina na UFJ

Que orgulho! Lembra da Carol Nobre, que fez crochê para poder estudar Medicina? Ela conseguiu 920 pontos na redação no Enem e passou em 1º lugar em Medicina na UFJ, Universidade Federal de Jataí, em Goiás. (foto abaixo)

Feliz da vida com a conquista, ela dedicou a vitória aos pais, que sempre a apoiaram e aprenderam a lidar com o autismo da filha: dona Iraci Morais, agente comunitária de saúde e seu João Roberto de Morais, que trabalha como cerqueiro.

“A conquista é por eles”, disse Carol Nobre em entrevista ao Só Notícia Boa.

Autismo

Carol tem 30 anos, e mora em Buritama, no interior de São Paulo.

Ela é formada em Odontologia, mas abandonou a profissão porque tem hipersensibilidade sensorial e não suportava o barulho no consultório.

Foi aí que decidiu fazer Medicina e passou na faculdade, mas não tinha dinheiro para pagar as mensalidades e não conseguiu cursar.

Crochê

A jovem começou então a fazer crochê, como mostramos no ano passado aqui no Só Notícia Boa.

Com o dinheiro das peças vendidas, ela pagou um cursinho online e estudou em casa durante a quarentena para tentar faculdade pública.

Foi assim que Carol passou no Enem e conseguiu entrar na universidade federal. Agora vai poder estudar sem ter que pagar mensalidades.

“Eu sou grata a todo mundo. Não conseguiria sozinha. É difícil falar. Tô feliz e sem acreditar. Parece um sonho”, comemorou.

Agora ela está preparando a documentação e disse que vai fazer a matrícula na UFJ nesta segunda-feira, 19.

Parabéns Carol! Você é um orgulho para os seus pais e pra gente, que vem acompanhando sua história e vibrando com suas vitórias! Mais uma, né?

1º lugar em Medicina na UFJ - Foto: arquivo pessoal
Rúbia Carolina Nobre Morais, 1º lugar em Medicina na UFJ – Foto: arquivo pessoal
Iraci Morais, mãe de Carol - Foto: arquivo pessoal
Iraci Morais, mãe de Carol – Foto: arquivo pessoal
João Roberto de Morais, pai de Carol - Foto: arquivo pessoal
João Roberto de Morais, pai de Carol – Foto: arquivo pessoal

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do Só Notícia Boa

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: GAROTA AUTISTA CONQUISTA VAGA EM 1º LUGAR NO CURSO DE MEDICINA DA UFJ

SAÚDE: NATAL INICIOU NESTA TERÇA-FEIRA A VACINAÇÃO CONTRA COVID-19 PARA PORTADORES DE AUTISMO E SÍMDROME DE DOWN

Vacinação de pessoas com autismo e síndrome de down contra Covid-19 foi iniciada nesta terça em Natal

 SAÚDE

Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

A capital potiguar começou nesta terça-feira (30) a vacinação de autistas e pessoas de síndrome de down a partir dos 18 anos de idade, segundo confirmou a Secretaria Municipal de Saúde. O detalhe importante é que a imunização acontece exclusivamente na sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) na Rua Barão de Serra Branca, em Candelária, na Zona Sul da capital, das 8h às 16h.

Para ser atendido, é preciso levar comprovante de endereço e documento – como um laudo médico – que ateste que a pessoa tem autismo ou síndrome de down. Um outro detalha do local é que a vacinação é exclusiva para residentes em Natal.

Fonte: Blog do BG

Continuar lendo SAÚDE: NATAL INICIOU NESTA TERÇA-FEIRA A VACINAÇÃO CONTRA COVID-19 PARA PORTADORES DE AUTISMO E SÍMDROME DE DOWN

TECNOLOGIA: FAZENDO AMIZADES AUTÊNTICAS É O NOVO APLICATIVO PARA PESSOAS ESPECIAIS

Um novo aplicativo Batizado de Fazendo Amizades Autênticas é o destaque desta edição da coluna TECNOLOGIA. Juliana Fetherman, uma americana de Connecticut, desenvolveu um aplicativo para conectar pessoas maiores de 13 anos com necessidades especiais para que possam fazer amigos com base na idade, diagnóstico, interesse e localização geográfica, de acordo com a KING 5 news, por causa do seu irmão autista. Você pode conhecer todos os detalhes desse aplicativo irado lendo o artigo completo a seguir!

Inspirado no irmão com autismo, o novo aplicativo ajuda adultos com necessidades especiais a fazer amigos

O irmão de Juliana Fetherman, de 22 anos, tem autismo e TDAH e tem se sentido muito solitário devido à falta de amigos.

Michael não tem habilidades sociais para conhecer e se envolver com novas pessoas e isso a incomoda por um longo tempo – então ela fez um aplicativo para isso.

Batizado de Fazendo Amizades Autênticas, o aplicativo pode conectar pessoas maiores de 13 anos com necessidades especiais para que possam fazer amigos com base na idade, diagnóstico, interesse e localização geográfica, de acordo com a KING 5 news .

O aplicativo, disponível para dispositivos Android e iOS, agora atende comunidades em todos os 50 estados, bem como em 45 países.

Juliana, que recentemente obteve um MBA em uma universidade de Connecticut, diz que está se comprometendo a dedicar “toda a sua vida” para “melhorar a vida de pessoas com autismo e outras necessidades especiais”.

ASSISTA o vídeo abaixo – e aprenda mais em seu site, Fazendo Amizades Autênticas .

Fonte: Good News Network

Continuar lendo TECNOLOGIA: FAZENDO AMIZADES AUTÊNTICAS É O NOVO APLICATIVO PARA PESSOAS ESPECIAIS

BOAS NOTÍCIAS: MENINO AUTISTA DE 4 ANOS TOCA HALLELUJAH EM TECLADO NA ESCOLA E EMOCIONA

Na nossa coluna BOAS NOTÍCIAS deste domingo temos a história de um menino autista de 4 anos que toca teclado e emocionou a todos que participavam da festa natalina do colégio quando tocou Hallelujah acompanhado do seu professor de música. Leia a reportagem completa a seguir e assista ao vídeo que viralizou nas redes sociais!

Menino autista de 4 anos toca Hallelujah na escola e viraliza: vídeo

Calebe Neves - Foto: Reprodução/ArquivoPessoal

Calebe Neves – Foto: Reprodução/ArquivoPessoal

Calebe Neves arrancou aplausos e lágrimas na festa de fim de ano da escola ao tocar o clássico.

O menino é de Teresina, no Piauí e o vídeo da apresentação dele está viralizando nas redes sociais.

Ao lado do professor de música Bruno Farias, Calebe toca a música e um coral de alunos canta a letra.

No final todos são aplaudidos e emocionam a plateia, que assistiu à apresentação no dia 26 de novembro.

Autismo

O músico prodígio foi diagnosticado com um grau moderado de Transtorno de Espectro Autista (TEA).

A mãe de Calebe, Elisangela Oliveira, conta que o filho aprendeu tocar o instrumento durante as aulas de musicoterapia, que fazem parte do tratamento do autismo.

“Já na primeira vez ele começou a ter facilidade de pegar as músicas. Fiquei muito emocionada na apresentação. E, assim como ele, tem muitas crianças autistas com talentos diversos”, disse a mãe Elisangela.

Outros sons

Além de Hallelujah, Calebe também já toca clássicos do Rei do Baião.

“Ele toca Xote das Meninas e Asa Branca de Luiz Gonzaga”, conta a mãe.

Assista:

Com informações do CidadeVerde

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: MENINO AUTISTA DE 4 ANOS TOCA HALLELUJAH EM TECLADO NA ESCOLA E EMOCIONA

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar

Fechar Menu
×

Carrinho