Blog do Saber, Cultura e Conhecimento!

POLÍTICA:SEGUNDO DEPUTADO, GOVERNADORES PREJUDICAM A POPULAÇÃO AUMENTANDO PREÇO DOS COMBUSTÍVEIS COM INTUITO DE SABOTAR O GOVERNO FEDERAL

Exclusivo: Deputado denuncia sabotagem dos governadores para aumentar preço dos combustíveis (veja o vídeo)

Foto: TV JCOFoto: TV JCO

Em entrevista à equipe da TV JCO, em Brasília, o deputado federal Carlos Jordy (PSL-RJ) falou algumas verdades sobre o cenário político nacional e não poupou ninguém! Ele denunciou o golpe de alguns governadores para aumentar o preço dos combustíveis e sabotar o governo Bolsonaro:

“O presidente Bolsonaro não tem culpa alguma nisso. No início do ano, ele zerou os tributos federais sobre os combustíveis. Quando ele zerou, os governadores aumentaram ainda mais o ICMS para ter mais arrecadação”, explicou.

Ele também criticou a implantação do passaporte sanitário, segundo ele, um verdadeiro atentado aos direitos individuais.

“Muitos prefeitos totalitários, como Eduardo Paes, começam a tomar atitudes para forçar os cidadãos a se vacinar. Eu soube que o prefeito de Nitéroi, Axel Grael, que envergonha o nome da família Grael, que é uma família renomada de esportistas, está querendo implantar o passaporte sanitário em Niterói, minha cidade”, desabafou.

A culpa é do Bolsonaro?

Em análise certeira, o deputado Carlos Jordy mostrou como o velho sistema sente-se livre para agir:

“Os ministros do Supremo, sabendo que nada cai na conta deles, dobram a aposta. Eles fazem essa disputa pública de poder e, no final das contas, se a economia for mal, vai cair na conta do presidente Bolsonaro”, ressaltou.

Se eles infligem sofrimento ao povo para atingir o presidente, não merecem nossa confiança…

De forma corajosa, o deputado Carlos Jordy falou ainda sobre os crimes de Lula, a terceira via que tenta pavimentar caminho para os velhos caciques de esquerda, censura no Brasil e muito mais!

Confira:

Continuar lendo POLÍTICA:SEGUNDO DEPUTADO, GOVERNADORES PREJUDICAM A POPULAÇÃO AUMENTANDO PREÇO DOS COMBUSTÍVEIS COM INTUITO DE SABOTAR O GOVERNO FEDERAL

SECRETÁRIOS RELATAM TRANSFERÊNCIA DE RECURSOS DE PROGRAMAS SOCIAIS PARA OUTRAS SECRETARIAS PELO GOVERNO DO RN

Governo do Estado nega corte R$ 32 milhões do orçamento de programas sociais

O Governo do Estado nega a informação dita pelo secretário de Assistência Social da cidade de Canguaretama e vice-presidente do Colegiado Estadual de Gestores Municipais de Assistência Social do Rio Grande do Norte (COEGEMAS/RN), Francisco Touché, que relatou vários problemas na Sethas devido à falta de recursos.

De acordo com ele, foram transferidos R$ 32 milhões da Sethas para a Secretaria de Educação do RN (SEEC). Ainda de acordo com Touché, os recursos transferidos para outras secretarias, estariam prejudicando os serviços ofertados pela pasta, como o Programa do Leite e o Restaurante Popular. Em nota, o governo estadual nega.

Confira abaixo a nota do Governo do RN:

Não é verdade que o Governo do Estado cortou R$ 32 milhões do orçamento dos programas sociais desenvolvidos pela Sethas. A informação falsa foi publicada em um blog local, com manchete sensacionalista responsabilizando a governadora Fátima Bezerra pela retirada de recursos “de programas que ‘matam’ a fome do povo”.

O blog manteve a informação falsa apesar da divulgação de nota da Sethas informando que a perda de receita do orçamento da pasta, em recursos do Fundo de Combate à Pobreza (Fecop), ocorreu devido à imposição da Lei Federal do Novo Fundeb (nº 14.113/2020).

Pela legislação aprovada no ano passado, o percentual extra de 2% de ICMS, incidente sobre um conjunto específico de produtos, que antes ia integralmente para o financiamento do Fecop, passou a compor também a base de arrecadação do Fundeb. Essa mudança resultou em um corte de mais de R$ 24 milhões, em recursos do Fecop, no orçamento da Sethas, que custeia os Programas de Segurança Alimentar do Governo do Estado.

Continuar lendo SECRETÁRIOS RELATAM TRANSFERÊNCIA DE RECURSOS DE PROGRAMAS SOCIAIS PARA OUTRAS SECRETARIAS PELO GOVERNO DO RN

BOLSONARO FAZ ANALOGIA DA SUA EQUIPE COM O FUTEBOL,”MEU TIME ESTÁ INDO MUITO BEM”

Time que está bem não troca técnico, diz Bolsonaro sobre seu governo: “Meu time está indo muito bem”

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse neste sábado (18) que a economia brasileira “não pode e não vai parar”. Deu a declaração no Fórum da Rota da Fruticultura da RIDE/DF (Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno), em Brasília.

O chefe do Executivo acrescentou que a equipe de ministros vai “muito bem” e fez uma analogia com o futebol para descartar uma troca de “técnico”.

“Nossa economia não pode e não vai parar. [Quero] dizer a vocês, a gente faz analogia com futebol, quando um time não está indo bem, a gente pensa logo em trocar o técnico. O meu time está indo muito bem”, declarou o chefe do Executivo.

A Rota da Fruticultura organiza toda a cadeia produtiva da fruta no DF e em 33 municípios de Goiás e Minas Gerais. O grupo cuida da logística com produtores rurais, grupos comerciais, associações, setor público, governos estaduais, distribuidores, setores de logística, armazenamento e embalagens.

Continuar lendo BOLSONARO FAZ ANALOGIA DA SUA EQUIPE COM O FUTEBOL,”MEU TIME ESTÁ INDO MUITO BEM”

GOVERNO AUSTRALIANO TEME QUE PROJETO AUMENTE INFLUÊNCIA CHINESA NO PAÍS

Austrália: crise dos submarinos revela tensão crescente com China

Governo australiano, que apoia Taiwan, teme que projeto da ‘Nova Rota da Seda’ aumente influência chinesa no país

INTERNACIONAL

 Eugenio Goussinsky, do R7

Fuzileiros americanos e australianos carregam embarcação em Bowen, AustráliaFuzileiros americanos e australianos carregam embarcação em Bowen, Austrália
AMERICA’A NAVY/26-07-21

A decisão anunciada pelo governo australiano na última terça-feira (14), de abandonar seu seu acordo, selado em 2016, com o Grupo Naval da França para construir uma frota de submarinos convencionais trouxe visibilidade, para o Ocidente, a uma tensão entre China e Austrália, que tem crescido nos últimos anos.

O governo australiano anunciou um novo pacto, com Estados Unidos e Reino Unido, para transferência de tecnologia para a construção de oito submarinos com propulsão nuclear, considerados mais potentes e modernos.

Segundo especialistas, os submarinos, mais precisos e silenciosos, têm condições de patrulhar áreas do Mar da China Meridional com menor risco de detecção.

A decisão enfureceu o governo francês, mas, em termos estratégicos. O presidente Emmanuel Macron, buscando não enfraquecer o poderio francês, convocou os embaixadores dos Estados Unidos e da Austrália, para esclarecimento, mesmo sendo os dois países aliados da França.

O governo francês, no entanto, não tem muito mais o que fazer, além desta tentativa de se impor diplomaticamente, justamente porque, neste imbróglio, tem seus interesses totalmente vinculados aos dos Estados Unidos e Otan, diante do que é visto como uma ameaça chinesa.

Uma ameaça que tem incomodado o governo australiano, justamente porque o país, na Oceania e aliado dos Estados Unidos, se situa em uma região na qual a China está ampliando sua influência, dentro do projeto “Nova rota da seda”, anunciado em 2013 pelo presidente chinês, Xi Jinping e incorporado à Constituição chinesa em 2017.

Porto de Darwin

O objetivo do projeto é fortalecer o vínculo com a Ásia, Europa, África e outras áreas, por meio de obras de infraestrutura, como a construção de portos, ferrovias, aeroportos e centros industriais.

O temor da Austrália é de uma crescente influência do poder econômico e, por conseguinte, do governo chinês dentro de seu território. Isso, aliás, já tem ocorrido.

Desde 2015, o porto de Darwin, localizado no Território do Norte e estratégico, por causa de sua proximidade com a Ásia. O porto está sob controle da estatal chinesa Landbridge, em forma de arrendamento por 99 anos.

Além disso, a Austrália se mantém aliada de Taiwan, apesar de não manterem relações formais, no objetivo da ilha de se firmar como país independente da China.

Para a Austrália, ter os submarinos com propulsão nuclear, produzidos pelos Estados Unidos e Reino Unido, daria mais segurança defensiva, em relação aos interesses chineses, dentro das disputas territoriais no mar da China Meridional.

Além de Taiwan, elas englobam disputas, entre países como Brunei, República Popular da China, Taiwan (República da China, fora da ONU desde 1971), Filipinas, Japão, Vietnã e Malásia.

Os territórios disputados são, entre outros, as Ilhas Spratly e Ilhas Paracel e regiões próximas do mar, como Golfo de Tonkin.

Tais disputas ameaçariam a Austrália, que ainda tem a China como maior parceiro econômico, do ponto de vista territorial e comercial.

A China admite ter interesses nestas regiões e afirma que, mais cedo ou mais tarde, irá recuperar o poder sobre Taiwan, considerada pelo governo chinês como parte indivisível da China.

“A China deve ser e será reunificada. Estamos prontos para fazer o nosso melhor para lutar pela perspectiva de uma reunificação pacífica, mas nunca deixaremos nenhum espaço para qualquer forma de atividades separatistas de ‘independência de Taiwan’ “, disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Wang Wenbin, em abril último.

Pandemia e direitos humanos

As tensões entre China e Austrália aumentaram desde 2018. O governo australiano, do primeiro-ministro Scott Morrison, passou a questionar Pequim sobre as acusações de desrespeito aos direitos humanos contra opositores.

No ano passado, a pandemia também serviu para distanciar ambos os países. As relações entre

Canberra e Pequim congerlaram relações quando o governo de Morrison pediu investigação sobre as origens da covid-19, irritando o governo chinês e afetando os laços comerciais entre os países.

Desde então, a China tem dificultado as exportações para a Austrália, de produtos como carvão, trigo e vinho.

Pesquisa recente feita pelo Australia Institute, 42% dos entrevistados na Austrália acreditam que, em algum momento, a China irá atacar a Austrália, conforme informou artigo do The Guardian.

O jornal revelou que Allan Behm, chefe do programa de assuntos internacionais e de segurança do Australia Institute, garantiu que “não há dúvida de que as ações recentes da China e a retórica anti-China na Austrália geraram medo e insegurança na comunidade australiana”.

O acordo com os Estados Unidos e com o Reino Unido, neste sentido, também se encaixa aos objetivos do governo australiano de recuperar a popularidade, em meio a uma crise econômica potencializada pela pandemia.

No ano passado, o governo australiano elevou a proposta de déficit público no orçamento do ano fiscal seguinte, para 213,7 bilhões de dólares australianos (151,8 bilhões de dólares na ocasião), com o objetivo de expandir gastos, entre outros em programas sociais, para estimular a recuperação econômica do país.

Diante da crise, a compra de modernos submarinos também é uma forma de propaganda do governo australiano. Um discurso belicista é uma grande arma para a imagem de um governo, ao longo do tempo. Neste sentido, a insatisfação da França, acabou sendo, para a Austrália, o menor dos prejuízos.

Fonte: R7

Continuar lendo GOVERNO AUSTRALIANO TEME QUE PROJETO AUMENTE INFLUÊNCIA CHINESA NO PAÍS

CARNATAL TEM SINALIZAÇÃO POSITIVA PARA 2021 POR PARTE GOVERNO DO RN

Carnatal 2021: governo dá sinalização positiva para que evento aconteça

Redação / Portal da Tropical

 Atualizado em:

Foto: Arquivo

Representantes da Destaque Promoções, empresa que organiza o Carnatal, se reuniram com gestores da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), nesta quinta-feira (16), para tratar de assuntos relacionados à realização do evento neste ano. Segundo a empresa, durante o encontro, o Estado concedeu sinalização favorável para que uma micareta aconteça em 2021. Na próxima semana, os protocolos de liberação do evento devem ser detalhados.

Caso seja autorizado, o Carnaval 2021 vai acontecer entre os dias 9 e 12 de dezembro. Para viabilizar a realização, a Destaque encaminhou um protocolo sanitário elaborado com base em eventos realizados ao redor do mundo no contexto da pandemia da covid-19. “O que era possível e viável ser aplicada às normas do Carnatal foi incluído no protocolo”, disse a Destaque Promoções, por meio da assessoria de comunicação.

Entre as medidas, segundo a empresa, estão a necessidade de que todos os participantes vacinados com duas doses, além da higienização de embalagens das bebidas disponíveis no evento, ampliação de pontos fixos para vendas e distribuição das bebidas, entre outras ações.

Até o momento, a Sesap ainda não se pronunciou oficialmente sobre esse assunto. A expectativa é que, na próxima semana, os detalhes e condições impostas sobre a micareta sejam divulgados.

Nesta quinta-feira (16), o Rio Grande do Norte registra o percentual de 45% da população totalmente vacinada, o que equivale a cerca de 1,2 milhões de potiguares adultos, acima de 18 anos, que recebeu como duas doses ou dose única do imunizante.

Continuar lendo CARNATAL TEM SINALIZAÇÃO POSITIVA PARA 2021 POR PARTE GOVERNO DO RN

CONVOCAÇÃO DE EX-MULHER DE BOLSONARO É SUSPENSA PELA CPI DA PANDEMIA

CPI da Pandemia suspende convocação de ex-mulher de Bolsonaro

Um dos motivos da convocação são mensagens obtidas pela CPI de que ela teria operado para nomeações políticas no governo

Caio Junqueira

 

O presidente da CPI da PandemiaOmar Aziz, suspendeu nesta quarta-feira a convocação de Ana Cristina Valle, ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), para depor na comissão.

Ela foi convocada a depor após aprovação de um requerimento do senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), colocado em votação enquanto Randolfe Rodrigues presidia a sessão durante depoimento do suposto lobista, Marconny Albernaz Ribeiro de Faria, amigo de Jair Renan Bolsonaro, o filho mais novo do presidente Jair Bolsonaro e de Ana Cristina Valle. Omar disse a interlocutores não concordar com a convocação, feita em um momento em que ele não comandava a sessão da CPI.

Um dos motivos da convocação são mensagens obtidas pela CPI de que ela teria operado com o suposto lobista para nomeações políticas no governo.

A cúpula da CPI ainda tentará convencê-lo até a semana que vem a aceitar a convocação. Cabe a ele agendar a data do depoimento e, portanto, sem seu aval, não é possível que ela deponha.

Fonte: CNN

Continuar lendo CONVOCAÇÃO DE EX-MULHER DE BOLSONARO É SUSPENSA PELA CPI DA PANDEMIA

PROTESTO: GOVERNO DO RN ATRASA PAGAMENTO DE TERCEIRIZADA E FUNCIONÁRIOS PROTESTAM

 Terceirizados protestam em frente ao Walfredo Gurgel contra atrasos do governo Fátima: “quero meu salário”

Em protesto contra atrasos de pagamentos do Governo Fátima, trabalhadores terceirizados protestam na manhã desta quinta-feira(16) em frente ao Hospital Walfredo Gurgel, em Natal.

Entre frases na manifestação, destaca-se “Quero meu salário”.

Vídeo cedido abaixo mostra grupo em frente ao hospital na capital potiguar:

Continuar lendo PROTESTO: GOVERNO DO RN ATRASA PAGAMENTO DE TERCEIRIZADA E FUNCIONÁRIOS PROTESTAM

CPI DA COVID-RN INVESTIGA CONTRATAÇÃO DE AMBULÂNCIAS PELO GOVERNO DO ESTADO

Contratação de ambulâncias é investigada por CPI da Covid na Assembleia do RN

16 set 2021

CEARÁ-MIRIM LIVRE: ALRN: CPI DA COVID NO RN INVESTIGA CONTRATAÇÃO DE AMBULÂNCIAS

A tarde desta quarta-feira (15) foi de mais uma reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. Uma servidora do Governo do Estado e um empresário foram ouvidos sobre o contrato de locação de ambulâncias firmado pelo Executivo para o momento da pandemia da Covid no estado. O presidente da CPI, deputado Kelps Lima (Solidariedade), o relator, deputado Francisco do PT, e os deputados membros Gustavo Carvalho (PSDB) e George Soares (PL) participaram da sessão e queriam mais informações sobre como ocorreu a contratação e como foi a prestação do serviço.

Presidente da CPI, o deputado Kelps Lima abriu a sessão informando que a testemunha Gilsandra de Lira Fernandes, que seria ouvida nesta quarta, não foi encontrada para ser intimada. Segundo o deputado, ela é investigada em operação da Polícia Federal relacionada à pandemia e, inclusive, teria sido afastada de sua função na Secretaria de Saúde. O presidente da CPI requereu e a comissão aprovou o encaminhamento de requerimento à PF para buscar informações sobre o paradeiro da testemunha, para que seja ouvida pela CPI.

Nas oitivas, a primeira pessoa a depor, na condição de testemunha, foi a enfermeira Walkiria Gomes da Nóbrega, servidora de carreira do Estado e que foi fiscal do contrato relacionado à contratação do serviço das ambulâncias. Nos questionamentos do relator da comissão, deputado Francisco do PT, a servidora explicou que o serviço contratado foi para o deslocamento de pacientes graves através de ambulâncias tipo D. Esses veículos, de acordo com ela, são UTIs móveis e o contrato previa a também a disponibilização da equipe médica completa de atendimento, assim como o custeio do serviço e manutenção das ambulâncias e a desinfecção após os transportes. De acordo com ela, os veículos foram vistoriados e o serviço foi executado.

Porém, o deputado Gustavo Carvalho questionou sobre os valores do contrato. Previsto inicialmente para ser de aproximadamente R$ 8 milhões em até seis meses, o parlamentar ouviu da testemunha que foram pagos serviços referentes a dois meses de trabalho, no valor de R$ 412 mil, finalizado em meados de agosto, pouco após alerta da Controladoria Geral do Estado sobre a empresa contratada. O deputado questionou se houve alguma nota fiscal emitida pela empresa em valor divergente e a servidora confirmou que sim – o que também foi alvo de questionamentos dos parlamentares no depoimento seguinte. Contudo, ela explicou que o contrato foi finalizado devido ao momento da pandemia.

Por outro lado, o empresário Alexandre Barbosa Alves, da SERV Saúde, disse que o contrato com o Governo do Estado tinha previsão de seis meses e que, para honrar o compromisso, fez a locação das ambulâncias, contratação de cooperativa médica e de outras empresas que terceirizaram a mão de obra, além da compra antecipada de medicamentos e insumos. Segundo ele, após questionamento do presidente Kelps Lima, a empresa cobrou o Governo do Estado por valores referentes às diárias de operação das três ambulâncias que prestaram serviço e pelas remoções realizadas, totalizando uma conta referente a um mês em valor superior a R$ 400 mil. O Executivo, contudo, entendeu que o pagamento deveria ocorrer somente pelas remoções realizadas, o que resultou em valor pouco superior a R$ 200 mil.

“É de se estranhar que a empresa tenha aceitado receber esse valor reduzido e que até agora, um ano após o caso, ainda não tenha acionado a Justiça contra o Estado para reverter o prejuízo de aproximadamente R$ 500 mil, como vossa senhoria disse que teve”, analisou Kelps Lima, que solicitou o encaminhamento de mais documento referentes ao contrato para que sejam analisados pelos membros da CPI.

Fonte: G1 RN
Continuar lendo CPI DA COVID-RN INVESTIGA CONTRATAÇÃO DE AMBULÂNCIAS PELO GOVERNO DO ESTADO

PRIMEIRO MINISTRO DO HAITI ENTROU EM ACORDO COM OPOSIÇÃO PARA FORMAR UM GOVERNO DE UNIDADE NO PAÍS

Premiê e oposição chegam a acordo para formar governo no Haiti

Ariel Henry se comprometeu a formar uma assembleia que redigirá a nova constituição nacional antes das próximas eleições

INTERNACIONAL

Da EFE

primeiro-ministro do Haiti, Ariel Henry, entrou em acordo com os principais partidos de oposição para formar um governo de unidade no país, além de ter se comprometido a formar uma assembleia que redigirá a nova constituição nacional antes das próximas eleições.

O novo Executivo será empossado em um prazo de oito dias e ficará no poder até que aconteça o pleito “no máximo, até o fim de 2022”, conforme indica o texto do pacto alcançado neste sábado (11).

Henry ficará com a chefia do Executivo, que será “essencialmente não partidário” e será composto por personalidades escolhidas com base em “sua notoriedade”.

No período de transição, a atuação do governo será supervisionada por uma Autoridade de Controle e Segurança, integrada por dez senadores e por outros 23 pessoas designadas por universidades públicas, câmaras de comércio e outras instituições.

O acordo também prevê a criação de uma Assembleia Nacional Constituinte que seja formada por 33 membros, nomeados por diferentes organismos da sociedade civil, incluindo representantes de grupos feministas, de deficientes, entre outros.

A assembleia será formada já levando em conta o anteprojeto de Constituição apresentado nesta semana, que havia sido redigido por uma comissão de especialistas designada pelo presidente Jovenel Moise, que foi assassinado em 7 de julho deste ano.

Segundo o acordo oficializado hoje, os constituintes terão um prazo de três meses para preparar o projeto de carta magna, que será submetido a ratificação da população do Haiti.

Uma vez que seja promulgada a nova Constituição, serão realizadas novas eleições, no máximo, no fim de 2022, para que eleitos possam assumir os cargos no início do ano seguinte, segundo indica o texto do acordo.

O Haiti está sem presidente desde a morte de Moise, e também em um Parlamento desde o início de 2020, devido ao adiamento das eleições legislativas que deveriam ter acontecido no ano anterior.

Continuar lendo PRIMEIRO MINISTRO DO HAITI ENTROU EM ACORDO COM OPOSIÇÃO PARA FORMAR UM GOVERNO DE UNIDADE NO PAÍS

GOVERNO DO RN ATRASA REPASSE PARA LIGA CONTRA O CÂNCER EM MOSSORÓ E SERVIÇOS FORAM SUSPENSOS

Liga de Combate ao Câncer anuncia suspensão dos serviços de quimioterapia e diagnóstico por imagem por atrasos do Governo

10 set 2021

Liga Contra o Câncer completa 67 anos no limite do seu orçamento – Novo Clique

A Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer (LMECC) anunciou que está suspendendo os serviços de quimioterapia e diagnóstico por imagem por atrasos do Governo do Estado que totalizam R$ 15 milhões referentes ao período de 2017 a 2021.

COMUNICADO

A Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer (LMECC) comunica a sociedade Potiguar que, em razão da falta de repasse financeiro da Produção Plus por parte do Governo do Estado do Rio Grande do Norte, referente aos anos de 2017 a 2021, a Instituição irá paralisar seus serviços de quimioterapia e Diagnóstico por Imagem a partir do próximo dia 13 de Setembro por tempo indeterminado.

Somados todos os débitos dos valores do Plus do Governo do Estado do Rio Grande do Norte para com a Liga Mossoroense, dos anos de 2017 a 2021, a dívida com a Instituição ultrapassa os R$ 15 milhões de reais.

A Liga Mossoroense já buscou por inúmeras vezes, nesta e em outras Gestões, participar de reuniões, bem como propôs acordo, por meio do parcelamento da dívida com o Governo do Estado, a fim de não ser obrigada a paralisar seus serviços e prejudicar os pacientes oncológicos de Mossoró e região.

Por último, em reunião realizada no último dia 19 de agosto com a Secretaria Estadual de Saúde Pública (SESAP) foi firmado um compromisso de parcelamento do montante, com início do pagamento previsto para o dia 30 de agosto e posteriores parcelas nos dias 30 de cada mês subsequente. No entanto, a primeira parcela não foi repassada na data firmada em acordo. Com isso, diante da falta de insumos, a Instituição não vê outra alternativa a não ser a paralisação de parte dos seus serviços.

A Liga Mossoroense é referência no tratamento oncológico em Mossoró e região, atendendo cerca de 64 municípios, compreendendo as II, IV e VI regiões das Unidades Regionais de Saúde Pública (URSAP), com um fluxo de aproximadamente 500 pacientes/dia em suas Duas Unidades Hospitalares.

Atenciosamente,

Paulo Henrique Lima do Monte

Presidente da Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer (LMECC)

Mossoró-RN, 09 de setembro de 2021.

Fonte: Política em Foco
Continuar lendo GOVERNO DO RN ATRASA REPASSE PARA LIGA CONTRA O CÂNCER EM MOSSORÓ E SERVIÇOS FORAM SUSPENSOS

VEJA O CRONOGRAMA DO PAGAMENTO DO RESTANTE DO 13º SALÁRIO DE 20218 PELO GOVERNO DO RN

VEJA O CRONOGRAMA DO PAGAMENTO DO RESTANTE DO 13º SALÁRIO DE 20218 PELO GOVERNO DO RN
Real,dinheiro, moeda

RN vai pagar restante do 13 ° de 2018 no próximo dia 15; veja cronograma

Redação / Portal da Tropical

Atualizado em:

Foto: Gilson Abreu / AEN

O calendário de pagamento de pagamentos atrasados ​​dos servidores estaduais foi apresentado pelo Governo do Estado, nesta quinta-feira (9), em reunião remota com o Fórum dos Servidores. De acordo com o cronograma estabelecido pelo executivo, a restante da folha do 13º salário de 2018 será quitada na próxima quarta-feira (15). Já o 13º deste ano só será concluído em janeiro de 2022. Além disso, segundo o executivo, a expectativa é conseguir quitar todas as folhas de atrasados ​​em maio de 2022.

Esse pagamento corresponde ao restante do 13º salário de 2018 dos servidores que recebem acima de R $ 4,5 mil. Os demais trabalhadores que tem salário abaixo desse valor já teve a divida quitada. Os pagamentos dos atrasados ​​de 2018 foram iniciados em janeiro deste ano. Em maio, o Estado obteve outra transferência, com pagamento integral destinado a servidores que recebem até R $ 4,5 mil, e quem ganha acima desse valor acrescentado uma parcela de R $ 2 mil.

A logística de pagamento de outras folhas também foi demonstrada. Em relação à folha de dezembro de 2018, os pagamentos serão divididos em três blocos, conforme cronograma abaixo:

– 31 de janeiro de 2022: servidores que levam até R $ 3.500,00
– 31 de março de 2022: servidores que levam de R $ 3.500,01 até R $ 6.000,00.
– Maio de 2022: servidores que acompanham acima de R $ 6.000,01.

13 ° salário 2021
A governadora também anunciou que a conclusão do pagamento do 13 ° deste ano só acontecerá em 2022, conforme o seguinte calendário.

– 1ª parcela: 30 de novembro
– 2ª parcela: 23 de dezembro
– 3ª parcela: 04 de janeiro de 2022.

A porcentagem e o valor não foram divulgados e, segundo o governo, serão informados em breve.

Metodologia de pagamento

A governadora Fátima Bezerra anunciou a manutenção da forma de pagamento atual, apesar do Fórum dos Servidores solicitar a mudança dessa metodologia.

– Dia 15 fornecer os servidores de segurança, e todos que ganham até R $ 4.000,00. Demais servidores 30%.

– Dia 30 servidores servidores 70% restante de seus salários.

Continuar lendo VEJA O CRONOGRAMA DO PAGAMENTO DO RESTANTE DO 13º SALÁRIO DE 20218 PELO GOVERNO DO RN

EMBAIXADA DA CHINA SERÁ MANTIDA NO AFEGANISTÃO, SEGUNDO ANUNCIOU TALIBÃS

Talibãs anunciam que China manterá embaixada no Afeganistão

Segundo porta-voz, o governo chinês também irá ampliar a ajuda humanitária para o país, inclusive no combate à pandemia

Homens do Talibã patrulham as ruas de Cabul, capital do Afeganistão

AAMIR QURESHI / AFP – 2.9.2021

Um porta-voz do Talibã afirmou nesta quinta-feira (2) que a China prometeu manter aberta sua embaixada no Afeganistão e aumentar a ajuda ao país, devastado por décadas de conflito.

Abdul Salam Hanafi, membro do gabinete político do grupo islâmico em Doha, no Catar, “manteve conversas com Wu Jianghao, vice-ministro das Relações Exteriores da República Popular da China”, anunciou o porta-voz do grupo, Suhail Shaheen no Twitter.“O vice-ministro chinês garantiu que manterá sua embaixada em Cabul e que nossas relações melhorarão. (…) A China continuará e aumentará sua ajuda humanitária, em particular para o tratamento da covid-19”, acrescentou.Fonte: R7

Continuar lendo EMBAIXADA DA CHINA SERÁ MANTIDA NO AFEGANISTÃO, SEGUNDO ANUNCIOU TALIBÃS

LIDERANÇAS PARLAMENTARES COBRAM RESPOSTA DO GOVERNO DO RN EM RELAÇÃO A REDUÇÃO DE INVESTIMENTOS EM RESTAURANTES POPULARES DO ESTADO

Lideranças parlamentares destacam os cortes nos investimentos dos restaurantes populares

01 set 2021

Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte

Durante a Sessão Plenária desta terça-feira (31), os líderes parlamentares utilizaram o horário para levantar temas de ordem Econômica, da Saúde e também da Segurança. Além disso, cobraram respostas por parte do governo estadual em relação à redução dos investimentos nos restaurantes populares do Estado.

Iniciando os discursos, o deputado Tomba Farias (PSDB) falou sobre a falta de segurança na zona rural e também acerca das condições dos hospitais públicos do Estado.

“Eu recebi uma carta de um agricultor, o senhor José Gomes, de 77 anos, com algumas deficiências físicas e mora com o irmão, também idoso e cardiopata. Ele descreve a situação de falta de segurança em sua propriedade rural, localizada em Tangará, que já foi assaltada 8 vezes, na maior parte de dia. E quando eles foram prestar queixa na delegacia não receberam assistência. E no final ele pede ajuda à governadora para viver em paz na sua propriedade”, relatou.

Na sequência, o parlamentar falou também da situação da Saúde do Estado. “No Hospital Walfredo Gurgel, faltam fios de sutura e tubos de anestesia geral. O povo está clamando para ter os seus membros amputados e, mesmo assim, às vezes volta para casa sem ser atendido. Além disso, faz 3 anos que não há licitação para que a pessoa tenha cadeira de roda ou prótese de membros amputados”, detalhou.

Tomba ainda destacou outros problemas em diversos setores da sociedade. “As estradas estão ao ‘Deus-dará’. A segurança não anda bem. As escolas, só agora passaram a ser reformadas, mesmo com o fechamento longo na pandemia. E agora foi anunciado o corte nos restaurantes populares”, repudiou falando também sobre “Proerd, farmácia básica, divisão de ICMS com IPVA, restaurantes populares instalados nos interiores, segurança ruim, estradas mal cuidadas. O que temos para comemorar? Pagamento de salário não se comemora, porque é obrigação. Então, fica aqui o meu repúdio”, concluiu.

Em seguida, o deputado Souza (PSB) deu destaque a legislações em prol da agricultura e à Semana do Pescado 2021, celebrada no período de 1º a 15 de setembro.

“Primeiro, eu gostaria de agradecer à governadora pela regulamentação por decreto da Lei 10.479/2019, de nossa autoria, que estabelece todas as etapas de produção da melopolinicultura, ou seja, extração do mel das abelhas sem ferrão. Isso permite que o RN seja pioneiro na regulamentação das pequenas atividades do setor agropecuário. Vale ressaltar que a legislação é fruto da articulação de várias entidades, como Sebrae, Associação de Melopolinicultores do RN, Jovens Agropecuaristas (Joca), UFERSA, Idiarn, Emater e Secretaria de Agricultura e Pesca”, disse.

De acordo com Souza, essa lei permite que se possa aumentar a expectativa de novos produtores, porque de fato podem comercializar seus produtos.

“A lei estabelece, dentre outras coisas, os requisitos para classificação e permite o manejo, a produção e a comercialização e extração de forma sustentável”, acrescentou.

Outro ponto comentado pelo parlamentar foi a produção de pescado no RN. “Como presidente da Frente Parlamentar da Pesca, digo que temos muito o que comemorar na Semana do Pescado. Por exemplo, a produção atuneira, especialmente em Areia Branca, que é responsável por mais de 50% da produção de atum do Estado, gerando mais de 2 mil empregos diretos e indiretos”, ressaltou.

Dando continuidade ao horário das lideranças, Nelter Queiroz (MDB) chamou a atenção dos deputados da base do governo para a situação de cortes na alimentação dos restaurantes populares.

“Esse governo foi eleito se dizendo de base popular. Então eu quero expor aqui a mais nova decisão do governo, que não está olhando para os mais simples. Ela cortou a alimentação de quase 3.500 pessoas dos restaurantes populares, por dia”, recriminou.

Segundo Nelter, em Santa cruz, as refeições cairão de 800 para 500 diárias; em Jucurutu, de 300 para 180; em João Câmara, de 500 para 290. Em Natal, no bairro do Planalto, de 500 para 310; em Mossoró, de 800 para 390; dentre outras cidades. “Serão quase 3.500 pessoas que vão deixar de ter esse almoço diário, que custa apenas R$ 1 real”, lamentou.

Fonte: Política em Foco
Continuar lendo LIDERANÇAS PARLAMENTARES COBRAM RESPOSTA DO GOVERNO DO RN EM RELAÇÃO A REDUÇÃO DE INVESTIMENTOS EM RESTAURANTES POPULARES DO ESTADO

OPINIÃO: ATIRADORES DIGITAIS USAM SUAS PRÓPRIAS LÍNGUAS COMO METRALHADORAS DISPARANDO INSULTOS E XINGAMENTOS CONTRA O GOVERNO E O POVO

A língua da oposição ao governo é mais letal do que fuzil: Uma resposta a Eliane Cantanhêde

Foto reproduçãoFoto reprodução

Língua ou fuzil? A língua da oposição ao governo é mais letal do que o fuzil!

O jornalismo militante declara guerra contra o presidente Bolsonaro e seus apoiadores. Os atiradores digitais usam as suas próprias línguas como metralhadoras, e disparam insultos e xingamentos direcionados ao governo federal e ao povo.

Na última quinta-feira (26), o jornalista William Waack, em um artigo de opinião publicado no Estadão, questionou o “quadro mental” do presidente Bolsonaro, e chamou seus apoiadores de “fanáticos imbecilizados”.

Neste domingo (29), foi a vez da jornalista Eliane Cantanhêde, em seu artigo no jornal “O Estado de S. Paulo”, sob o título:

“Vitória ou morte! O grito de Bolsonaro é para jogar o País numa guerra inútil e insana.”

E o seguinte subtítulo:

“Ninguém ameaça matar o presidente, ele é que tem obsessão em fuzis e sua tropa é que ataca os outros. Logo, o presidente precisa, urgentemente, de um médico”.

E continua com a seguinte afirmação:

“O presidente Jair Bolsonaro quer botar o povo na rua no Sete de Setembro com a fake News de que é ‘impedido de governar’ pelo Supremo e o Congresso, materializando seu sonho infantil e doentio de estar em guerra” …

Interessante observar que ambos os jornalistas só têm visibilidade porque Bolsonaro existe. Depois de anos de um jornalismo financiado pelos governos esquerdistas, reproduzindo matérias pagas por seus patrões, não é de admirar que, com o desmame financeiro, só resta ódio e birra por quem lhes tirou as tetas.

Com a proximidade do 7 de Setembro, com o País mais inflamado pelos últimos acontecimentos, como a prisão ilegal e imoral dos apoiadores do presidente; com a censura das redes sociais e dos canais de direita/conservador; a derrota do voto auditável; com um “inquérito do fim do mundo” correndo solto; com a CPI com o declarado propósito de “afastar o presidente”, etc.

O STF e toda a oposição vem ininterruptamente plantando a ideia de que o presidente é um irresponsável, louco, genocida, que precisa ser afastado para o bem da nação. E pior: diz que os seus apoiadores são desvairados, cruéis, perigosos e arruaceiros. Quando na verdade, eles é que são tudo isso.

O “modus operandi” da esquerda destrutiva é caracterizado pela comunicação hipnótica e manipulação das massas. Sua arma mais potente é a língua. Discurso impecável ancorado nas minorias, facilmente manipuláveis, recortam para si só as virtudes, e atribuem sempre, ao adversário, de maneira inflexível, todas as atrocidades que cometem.

Acusado de ter “sonho infantil e doentio de estar em guerra”; há nessa premissa uma meia verdade.

O sonho é lúcido, fundado no desejo de construir, nunca de destruir. O sonho desse “bruto” coincidiu com o sonho de seus mais de 58 milhões de eleitores, pessoas comuns, empresários, profissionais liberais, com o claro objetivo de tirar do poder o PT, esse partido corrupto, com tudo o que ele representa: corrupção, falcatrua, destruição, balburdia etc. Portanto, esse sonho pode até ser infantil, mas, não doentio.

Doentio é o sonho da extrema esquerda, que INCAPAZ de aceitar o resultado das urnas, quer “tomar o poder”.

Sofrem da doença do vício pelo poder ilimitado e eterno. Os acometidos por essa doença, não se reconhecem doentes, por isso, não há cura.

A jornalista ilustra isso ao dizer que o presidente comete o recém inventado crime de fake News, ao declarar-se IMPEDIDO DE GOVERNAR. Com todas as tramas e provocações explicitadas, é acusado de fake News.

E ironicamente, ainda pergunta:

“Bolsonaro está sendo impedido de fazer o quê?”

Basta ler uma matéria na “Revista Oeste” (agosto, 26); para saber que em dois anos, o Supremo Tribunal Federal (STF) tomou 123 decisões que afetaram diretamente o presidente Jair Bolsonaro. É pouco?

Subestimado por ser simplório e rude, acostumado a viver na selva, Bolsonaro não se deixa amansar, sob o risco de arrancar-lhe o coro.

O que já ocorreu, no atentado contra a sua vida, com a facada “cravada de maneira mais ou menos correta”, mas, não total”, descrita assim pelo ator Paulo Betti.

Bolsonaro continua a receber inúmeras ameaças à sua vida, de forma declarada, inclusive pelos jornalistas seus colegas, em dezenas de artigos, publicados desejando a sua morte.

… “ninguém ameaça matar o presidente?” Que fake News mais deslavada, senhora!?

Estão com medo do povo nas ruas?

O presidente só não foi arrancado do poder porque as ruas desmentem as pesquisas forjadas. O dia Sete de Setembro, será visto pelo mundo todo.

Milhares, milhões de Patriotas vestidos de verde e amarelo, com faixas de protesto contra os usurpadores do poder e da nossa liberdade.

A jornalista fala com todas as letras que o STF é responsável pelo Plano Nacional de Imunização contra a covid; e acusa o presidente de “empurrar as culpas do governo para o STF”.

Mais uma fake News de dona Cantanhêde. Pois, o Brasil inteiro sabe que o STF decidiu que estados e municípios têm autonomia para adotar medidas sobre a covid 19. Um ato absurdo, de profundo desrespeito ao presidente. E mais: essa foi uma atitude deliberada, para aplicar o lockdown, máscaras, vacinas e toda a campanha de terror, em nome da ciência, a favor da vida… e bla, bla, bla.

Confiram a petulância dessa mulher, que tem horror a fuzis imaginário, mas, não tem medo de usar a sua língua como uma metralhadora veloz, apontada para o chefe maior da Nação; e para os seus apoiadores, que são xingados e rotulados de: “patinhos”, “bobos”, “gado”, “feras perigosas”; “fanáticos imbecilizados” etc.

“Milhões caem feito patinhos e viram feras contra os críticos e a realidade”. Ah, é mesmo?

Onde estão os “críticos da realidade” que não escreveram uma nota sequer, contra os desvios de dinheiro por parte de prefeitos e governadores? Os hospitais de campanha fantasmas? Os respiradores superfaturados? As mortes, a La Mandetta, por falta de ar?

A jornalista parece sofrer de miopia. Chegou ao cúmulo de dizer que a recente fala do presidente sobre FUZIL É UM PRETEXTO PARA FALAR DE GUERRA AO COMUNISMO. E diz que NÃO HÁ COMUNISMO, só mistificação contra quem defende as coisas boas da vida. Vejam:

“O pretexto para falar de fuzis, prisão e morte é a guerra ao comunismo. Que comunismo? É só a mistificação contra quem defende Amazônia, educação pública, nossa música, nosso cinema, nosso teatro, os povos originários, a boa diplomacia, a saúde e a vida. Como o País é livre, cada um escolhe seu rumo: a favor da vida, da ciência, dos direitos, dos valores e das riquezas nacionais ou contra as instituições, as eleições, a democracia e a Amazônia. A maioria defende feijão. A minoria histérica, fuzil.”

Apesar do pensamento ridículo, transcrevi o último parágrafo para que todos saibam o grau de insanidade dessa pessoa e de todos que com ela concordem. Para ela COMUNISMO é só delírio da direita, não existe; e, o desejo do presidente de acabar com o comunismo, é só mistificação, ou seja, só uma farsa, uma mentira que a direita inventou para destruir a reputação do povo mais perfeito que já existiu, e que agora, na era Bolsonaro, sofre o ataque constante e a ameaça real de guerra iminente, do ‘golpe’ no dia 07 de setembro.

Reparem que ela se posiciona como detentora de todas as qualidades, da educação, das artes, da saúde e claro, da ciência. E do outro lado, está quem é contra as instituições, as eleições, a democracia e a Amazônia. Traduzindo: o louco do presidente e seus perigosíssimos e fanáticos apoiadores.

Senhora Eliane, no auge dos seus 70 anos de idade, além de apresentar desempenho medíocre como jornalista e comentarista; nada aprendeu sobre ser humano e a psicologia das massas.

Pois eu lhe digo: quem está produzindo uma “guerra inútil e insana”, são todos aqueles que se denominam oposição.

Bolsonaro é o homem mais importante do planeta, na atualidade.

Responsável pelo despertar político coletivo da maioria da população do Brasil.

Albert Einstein, nos diz que:

“A mente que se abre a uma nova ideia jamais voltará ao seu tamanho original”.

O ser humano precisa do feijão e do sonho para viver.

O sonho da direita é acabar com o comunismo/socialismo, para que todas as pessoas tenham a liberdade de produzir o seu próprio feijão.

Não há comparação do valor do feijão com o valor do fuzil.

A declaração do presidente foi apenas metafórica.

“O povo armado jamais será escravizado”

Não se trata de fuzil, e sim de liberdade.

Foto de Bernadete Freire Campos

Bernadete Freire Campos

Psicóloga com Experiência de mais de 30 anos na prática de Psicologia Clinica, com especialidades em psicopedagogia, Avaliação Psicológica, Programação Neurolinguística; Hipnose Clínica; Hipnose Hospitalar ; Hipnose Estratégica; Hipnose Educativa ; Hipnose Ericksoniana; Regressão, etc. Destaque para hipnose para vestibulares e concursos.

Fonte: Jornal da Cidade Online

Continuar lendo OPINIÃO: ATIRADORES DIGITAIS USAM SUAS PRÓPRIAS LÍNGUAS COMO METRALHADORAS DISPARANDO INSULTOS E XINGAMENTOS CONTRA O GOVERNO E O POVO

AUTORIDADES DO SISTENA DE SEGURANÇA DO RN SE REUNIRAM COM A GOVERNADORA PARA REFORÇAR AÇÕES NO SISTEMA DO ESTADO

Governo reúne poderes para reforçar ações na segurança pública

30 ago 2021

A governadora Fátima Bezerra e o vice-governador Antenor Roberto se reuniram com autoridades do sistema de Segurança do Estado, representantes do Tribunal de Justiça e dos ministérios públicos Federal e Estadual para tratar das ações na segurança pública e no sistema penitenciário e para dar continuidade às medidas de combate à criminalidade.

Os órgãos que compõem o sistema de segurança – secretarias estaduais da Segurança Pública (Sesed) e da Administração Penitenciária (Seap), as polícias Civil e Militar e Itep – vão intensificar as ações conjuntas a fim de ampliar a segurança à população.

O procurador federal e presidente do Conselho Penitenciário do Estado, Ronaldo Sérgio Chaves, disse que é preciso continuar cumprindo a Lei das Execuções Penais, inclusive respeitando os direitos dos apenados. “Ouvi os conselheiros e todos elogiam a atuação do Governo do Estado e o trabalho do secretário Pedro Florêncio. Trabalho que trouxe equilíbrio ao sistema penitenciário. Sabemos que esta é uma área árida, com muitos problemas, mas mudar a orientação atual seria uma perda enorme na visão humanística que a governadora e o doutor Pedro Florêncio trouxeram. Tudo o que foi feito na atual gestão da Seap foi muito importante para o sistema que hoje é controlado pelo Estado. Por ações anteriores, em desacordo à Lei das Execuções Penais e aos direitos humanos, o RN responde processo internacional”, afirmou.

Secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), cel Francisco Araújo elogiou o discernimento da governadora, professora Fátima Bezerra, em criar a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap). “O sistema penitenciário do RN hoje é elogiado no país. Atua de forma integrada às demais forças do sistema. Se a segurança pública está melhorando é porque o sistema prisional está funcionando bem. Isso reflete junto ao conjunto da sociedade e até na economia. A governadora prioriza a segurança e a gente soma esforços em benefício da sociedade”, afirmou Araújo.

O Procurador Geral do Estado, Luiz Antônio Marinho, destacou a importância da reunião com representantes dos Poderes e dos Ministérios Públicos Estadual e Federal. “Todos reconhecem que a segurança como um todo melhorou, incluindo o tratamento digno dado aos presos. Mas é preciso tomar medidas, de império, que cabem ao Estado, para não perder o controle do sistema prisional e conter ameaças de desequilíbrio. A situação não pode se agravar como aconteceu no passado. Acionada, a PGE está pronta para fundamentar medidas duras para conter as ameaças”, encerrou.

Fonte: Política em Foco
Continuar lendo AUTORIDADES DO SISTENA DE SEGURANÇA DO RN SE REUNIRAM COM A GOVERNADORA PARA REFORÇAR AÇÕES NO SISTEMA DO ESTADO

GOVERNO DO DF DECIDIU LIBERAR MAIS DE R$ 10 MILHÕES EM PROMOÇÕES PARA CONTER INSATISFAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR

Para ‘conter’ polícia no 7 de Setembro, governo do DF prevê promoções

Cerca de R$ 10 milhões serão usados na promoção de PMs e em reforços na segurança para ato bolsonarista

Vinícius Valfré

do Estadão Conteúdo

Policiais militares do Distrito FederalPoliciais militares do Distrito Federal Vinicius de Melo/Agência Brasília 

Diante da ameaça de um quebra-quebra nas ruas de Brasília no dia 7 de Setembro, data da manifestação bolsonarista, o governo do Distrito Federal decidiu liberar mais de R$ 10 milhões para conter a insatisfação da Polícia Militar, um dos alicerces do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

O valor será usado, neste ano, na abreviação do tempo de promoções de mais de 2,4 mil policiais, que são os mais bem pagos do país. Um outro montante de menor valor, ainda sem previsão, será gasto no esquema de segurança.

Ao longo da semana, o clima no Congresso e nos tribunais superiores foi de tensão e temor por causa de possíveis atos de vandalismo na capital federal.

O Centro Integrado de Operações de Brasília (Ciob), que monitora eventos públicos, trabalha na definição de estratégias de segurança de autoridades e dos locais públicos da região central no dia da manifestação.

As providências tratadas envolvem reforço de agentes no entorno do Supremo Tribunal Federal (STF) – principal alvo de ataques de Bolsonaro e de seus apoiadores – e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e o fechamento da Praça dos Três Poderes, onde fica a sede da Corte.

O trânsito deverá ser interditado na Esplanada dos Ministérios, que dá acesso à praça. Em grandes manifestações anteriores, pelo menos mil policiais foram mobilizados, incluindo equipes de atiradores especiais que costumam se posicionar nas coberturas dos prédios.

A disposição da PM do Distrito Federal para agir com firmeza contra eventuais bolsonaristas radicais é vista com desconfiança no Supremo, na Câmara e no Senado, já que o governador Ibaneis Rocha (MDB) é alinhado a Bolsonaro.

Bolsonaro pretende discursar pela manhã, em Brasília, e seguir com uma comitiva para fazer o mesmo em São Paulo, à tarde. Autoridades temem um ataque semelhante ao que ocorreu no Capitólio, nos EUA, e dizem que o principal anteparo só poderá ser feito pela PM comandada por Ibaneis.

Ibaneis assinou o decreto das promoções na semana passada. Agora, em vez de 53 promoções de policiais, em 2021, serão 2.495, de praças a oficiais, sem contar os bombeiros.

A medida representa um incremento salarial de pelo menos R$ 200 a policiais já com a maior faixa de renda entre todas as unidades da Federação. Metade da tropa ganha pelo menos R$ 10,8 mil, segundo dados do Anuário Brasileiro da Segurança Pública.

Para a assinatura do decreto das promoções, Ibaneis reuniu secretários, deputados distritais e federais e até a ministra da Secretaria de Governo, Flávia Arruda.

“Estive com os governadores e todos mostrando muita preocupação com os eventos do 7 de Setembro, que se anunciam muito difíceis. Eles estão preocupados com a insurreição das tropas. Eu disse de forma muito tranquila: aqui no DF não temos esse problema.”

‘Demandas da corporação’

Presidente do Clube dos Bombeiros Militares do Distrito Federal, o subtenente Jair Dias minimizou a assinatura do decreto às vésperas dos atos de 7 de Setembro. “Acredito que ele (Ibaneis) alinhou o corpo técnico e as demandas da corporação”, afirmou Dias. “A medida é vista pelos militares de uma forma muito positiva.”

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública do DF afirmou que realizar manifestação é direito “fundamental” expresso na Constituição. “Toda medida adotada pela Secretaria de Segurança Pública obedece à legislação, que visa assegurar o direito de manifestação e de reunião, a ordem pública e a segurança e integridade dos manifestantes e do patrimônio público.”

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Continuar lendo GOVERNO DO DF DECIDIU LIBERAR MAIS DE R$ 10 MILHÕES EM PROMOÇÕES PARA CONTER INSATISFAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR

GOVERNO DO RN ASSINOU ATOS DE PROMOÇÃO DE 466 AGENTES DE SEGURANÇA PÚBLICA

Governo do Estado promove 466 agentes da segurança pública

Redação / Portal da Tropical

 Atualizado em:

Foto: Raiane Miranda / Assecom-RN

icA governadora Fátima Bezerra assinou atos de promoção de 466 agentes de segurança pública, sendo 399 praças e 44 oficiais da Polícia Militar do Rio Grande do Norte e 23 promoções entre oficiais e praças do Corpo de Bombeiros. O decreto com as promoções foi publicado, neste sábado (28), no Diário Oficial do Estado. Desde o início da gestão da governadora já foram adquiridos 8.090 promoções, em reconhecimento e valorização da Segurança Pública do Estado.

“Isso é incentivo, tanto do ponto de vista salarial, como do profissional. Eu fico feliz porque nós temos feito todo o esforço para dar à Segurança Pública a prioridade que ela merece. E não é com discurso, é com atos concretos como esses. Valorização e respeito pelo papel tão importante dos agentes de segurança ”, afirmou a governadora Fátima.

As promoções dos 399 praças foram de sargento a subtenente, entre homens e mulheres, e a promoção dos 44 oficiais teve a inclusão de 7 mulheres, tanto do quadro combatente quanto do quadro médico.

Quanto aos bombeiros, já foram ultrapassadas como 500 promoções somente no governo atual, sendo assim “quase todo o efetivo do Corpo de Bombeiros Militares promovido na gestão da governadora”, pontuou o coronel Monteiro Júnior, comandante do Corpo de Bombeiros Militar do RN.

“No dia de hoje, foi promovida um coronel, o último posto da polícia militar, e as demais oficiais também são oficiais superiores, que é o posto mais alto da corporação. Então a governadora valorizou a lei que acrescentou para a Assembleia, unificando e universalizando a entrada das mulheres nos quadros da Polícia Militar ”, expressa o coronel Araújo, Secretário de Estado da Segurança Pública, fazendo referência à Lei Complementar Nº 683, de 28 de julho de 2021, que buscam a igualdade de acesso às vagas, entre homens e mulheres, nos próximos concursos da PM RN.

“Seu programa de governo está sendo, mais uma vez, cumprido, pois na Política Estadual de Segurança Pública que construímos no ano passado e na discussão do Plano, essas promoções são, na prática, valorização profissional. Motivar todo o efetivo para prestar, cada vez mais, o serviço de qualidade na área de segurança pública ”, disse o vice-governador Antenor Roberto ao se dirigir à governadora.

O comandante da Polícia Militar-RN, coronel Alarico Azevedo, enfatizou que essas promoções são um marco na gestão da governadora que só nos quadros da polícia militar totalizam mais de 7.600. E ainda lembrou da Lei de Reestruturação da Polícia Militar, aprovada no mês passado. “A Lei reajustou todos os nossos quadros já existentes, distribuindo melhor nosso efetivo dentro do território no estado do Rio Grande do Norte. Ou seja, melhora a gestão e o trabalho da segurança pública, vez que melhora o desdobramento da segurança pública, interiorizando a segurança e atingindo as pessoas mais distantes da capital ”, finalizou para complementar que a valorização profissional junto com a gestão planejada possibilita a maior ascensão de agentes de segurança na história do Rio Grande do Norte.

Continuar lendo GOVERNO DO RN ASSINOU ATOS DE PROMOÇÃO DE 466 AGENTES DE SEGURANÇA PÚBLICA

MILITARES DO RN NÃO CONCORDAM COM SOLUÇÕES DADAS PELO GOVERNO E MARCAM ATO PÚBLICO PARA A PRÓXIMA TERÇA-FEIRA (31) EM FRENTE A GOVERNADORIA

Militares do RN marcam ato público para a próxima terça-feira

Redação / Portal da Tropical

 Atualizado em:

Foto: Divulgação

Policiais e Bombeiros do Rio Grande do Norte se reuniram, na Assembleia Geral Unificada, para esclarecimentos à tropa sobre os pontos tratados em reunião com o Governo do Estado. Por não concordarem com as soluções propostas dadas pelo Governo, os militares marcaram um ato público para a próxima terça-feira (31) em frente à Governadoria, às 14h, e planejam acampar no caso local não sejam Recebidos. O objetivo é expor a insatisfação em relação às respostas dadas pelo Executivo e reivindicar a reabertura da mesa de negociação.

“Este foi o nosso segundo encontro com os militares em Assembleia. Como a categoria não aceitou as propostas do Governo, ficou decidido uma nova mobilização. A tropa está muito insatisfeita com o tratamento dado pelo Governo, que demonstração uma posição discriminatória com os policiais e bombeiros militares apesar de sermos os servidores que têm dado melhores resultados ao governo ”, expõe a subtenente Márcia Carvalho, presidente da Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares Estaduais (ASSPMBMRN).

A presidente alega que o Executivo não apresenta nenhuma solução imediata para as nominais. Além disso, deu propostas inferiores em relação à realidade das demais categorias da Segurança Pública. Márcia cita como exemplo o plano de custear três vales-alimentação em um valor total de R $ 45 por diária ao policial militar. Contudo, os policiais civis e penais fornecem um valor de R $ 60 para o mesmo período de alimentação.

“Sobre o fardamento, que há dois anos os militares estaduais não fornecem, nos foi comunicado que está em processo licitatório, mas sem perspectiva de data. Novas viaturas e reformas nas instalações também só temos promessas, mas nada concreto. Os encaminhamentos do Sistema de Proteção Salarial e Código de Ética também não tiveram avanços como foi acordado na reunião anterior ”, afirma a subtenente.

Segundo Márcia, somado a estes pontos, o Governo afirma não conseguir realizar a equiparação salarial dos militares estaduais, porém houve aumentos para outras categorias elevando a discrepância salarial entre as coordenadas de segurança. Atualmente, a Polícia Militar do Rio Grande do Norte tem o menor salário de entrada nas polícias militares do Brasil.

Fonte: Portal da Tropical _ Notícias

Continuar lendo MILITARES DO RN NÃO CONCORDAM COM SOLUÇÕES DADAS PELO GOVERNO E MARCAM ATO PÚBLICO PARA A PRÓXIMA TERÇA-FEIRA (31) EM FRENTE A GOVERNADORIA

SEGUNDO PRESIDENTE DO CONSELHO DE COMANDANTES-GERAIS, MANIFESTAÇÃO DE 7 DE SETEMBRO CAUSA PREOCUPAÇÃO DE ADESÃO DE POLICIAIS A FAVOR DO GOVERNO

Conselho nacional de comandantes das PMs fala em ‘preocupação’ com 7 de setembro

Coronel Euller de Assis afirmou que ‘autoridade deve pregar a união’ e que PMs são ‘pacificadores sociais’|

CNN 360

Leandro Resende

Conselho nacional de comandantes das PMs fala em 'preocupação' com 7 de setembro | CNN Brasil

Presidente do Conselho Nacional de Comandantes-Gerais das Polícias Militares, que representa todos os 27 comandantes das PMs do Brasil, o coronel Euller de Assis afirmou à CNN que “existe preocupação” com a adesão de PMs aos protestos a favor do governo Jair Bolsonaro, convocados para o dia 7 de setembro.

Comandante há mais de 10 anos da Polícia Militar da Paraíba, ele afirmou que o tema mobiliza a atenção dos chefes das PMs nos estados e no Distrito Federal.

“Os comandantes estão comprometidos com a Constituição, as polícias têm hierarquia e a Carta Magna determina que somos subordinados aos governadores. Transgressões poderão ocorrer dentro de cada estado”, disse o policial.

Quem tem autoridade deve pregar união nesse momento

Coronel Euller de Assis, presidente do Conselho Nacional de Comandantes-Gerais das Polícias Militares

‘Dia de paz’

Nas conversas entre os comandantes das polícias em aplicativos de mensagens e reuniões virtuais, a diretriz para todos é atuar no 7 de setembro para “separar as torcidas”. Isso, segundo o coronel Euller, é encontrar uma forma de garantir que apoiadores e críticos do presidente Bolsonaro, caso se manifestem no feriado, o façam de forma “pacífica e ordeira”.

“Os PMs da ativa sabem de suas limitações de manifestação. O foco de todos os comandantes é atuar para garantir que seja um dia de paz”, reforçou.

Na segunda-feira (23), governadores manifestaram preocupação com o risco de policiais militares que apoiam o presidente Jair Bolsonaro aderirem a protestos no feriado da Independência e se insubordinarem contra a autoridade dos chefes dos Executivos estaduais.

Em ata do encontro do Fórum de Governadores, os gestores dos estados registraram a necessidade de “reafirmar o compromisso dos governadores no sentido de zelar para que a missão das policiais estaduais ocorra nos limites constitucionais e da lei, como se tem verificado na história do país desde a promulgação da Constituição de 1988”.

Respeito à hierarquia

Na avaliação do coronel Euller, os PMs da ativa têm “individualidades e preferências políticas”, mas devem respeito às hierarquias internas.

“Somos quase 500 mil policiais da ativa. Mas o comando tem noção de que temos uma democracia jovem e que precisa ser preservada”, afirmou ele, afastando a possibilidade de as corporações embarcarem em qualquer tipo de ruptura institucional — tema que ganhou força nas últimas semanas face a crise entre o Executivo e Judiciário e diante da escalada da retórica do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

“Há quem fale em ruptura, intervenção, golpe. Mas isso é um trauma muito grande para o Brasil. Pedimos às autoridades que foquem na melhoria do povo. As PMs são pacificadores sociais”, avaliou.

Com quase 40 anos de serviço policial militar, Euller enxerga, a partir de 2012, uma progressiva politização das PMs em todo o Brasil. Segundo ele, a adesão de parte significativa da categoria à candidatura de Bolsonaro, em 2018, se deve ao que chama de um “esquecimento de décadas” por parte do Estado brasileiro.

“O abandono histórico da categoria montou muitos palanques, para o Legislativo e Executivo”, ponderou.

Continuar lendo SEGUNDO PRESIDENTE DO CONSELHO DE COMANDANTES-GERAIS, MANIFESTAÇÃO DE 7 DE SETEMBRO CAUSA PREOCUPAÇÃO DE ADESÃO DE POLICIAIS A FAVOR DO GOVERNO

SECRETARIA DE TRIBUTAÇÃO DO RN CRIA CALENDÁRIO EXTRA PARA QUITAÇÃO DE IPVA DE 2020

Por G1 RN

 

Secretaria de Tributação cria calendário extra para quitação do IPVA de 2020 no RN — Foto: Bruno Vital/G1Secretaria de Tributação cria calendário extra para quitação do IPVA de 2020 no RN — Foto: Bruno Vital/G1

A Secretaria de Tributação do Rio Grande do Norte criou um novo calendário para que donos de automóveis e motocicletas paguem o Imposto sobre Veículos Automotores (IPVA) de 2020 sem a cobrança de juros e multas.

De acordo com a pasta, o pagamento segue as regras de um calendário anual normal. O valor poderá ser pago em cota única com desconto ou divido em até cinco parcelas, independente do número final da placa do veículo.

Pela novas regras, quem deixou de quitar o imposto integralmente ou alguma parcela, poderá se beneficiar desse novo prazo. O novo calendário não é válido para carros novos comprados em 2020.

“Tomamos essa decisão levando em conta a situação financeira dos nossas contribuintes e de toda a população no ano passado. Esse reaprazamento foi autorizado pela Assembleia Legislativa, dentro das alterações realizadas no Super Refis, e vai permitir que esses condutores fiquem em situação regular até o fim do ano, inclusive com o parcelamento do valor devido”, explica o secretário de Tributação, Carlos Eduardo Xavier.

O primeiro vencimento está programado para 27 de agosto.

Confira o calendário

Calendário extra de pagamento IPVA 2020

Cota 2020Vencimento
1ª cota27 de agosto
2ª cota27 de setembro
3º cota27 de outubro
4ª cota26 de novembro
5ª cota27 de dezembro

Os contribuintes que optarem pagar a dívida em cota única terá direito a um desconto de 5%. Mas essa regra só é valida para quem não efetuou o pagamento de nenhuma parcela no ano passado.

Para visualizar o boleto de pagamento com os valores do IPVA, o contribuinte deverá acessar o site do Detran/RN, clicar na opção ‘consulta de veículos’ e, em seguida, inserir a placa do veículo e o Renavam, sem pontos ou hifens. O último passo é escolher a geração de guia.

De acordo com o Governo do Estado, a mudança não afeta as normas para renovação do licenciamento do veículo. Segue valendo o que está estabelecido na legislação de trânsito. O pagamento do imposto devido também não dá direito a pedidos de restituição de parcelas pagas anteriormente.

Continuar lendo SECRETARIA DE TRIBUTAÇÃO DO RN CRIA CALENDÁRIO EXTRA PARA QUITAÇÃO DE IPVA DE 2020

UNIÃO EUROPÉIA NÃO RECONHECERÁ GOVERNO TALIBÃ NO AFEGANISTÃO E NÃO ESTARÁ EM NENHUMA NEGOCIAÇÃO POLÍTICA COM O GRUPO, AFIRMA A PRESIDENTE DA COMISSÃO

União Europeia não reconhecerá governo do Talibã no Afeganistão

Presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, também disse que bloco não mantém conversas políticas com grupo

INTERNACIONAL

 Do R7, com Reuters

Ursula von der Leyen visitou abrigo na Espanha ao lado do primeiro-ministro Pedro SánchezUrsula von der Leyen visitou abrigo na Espanha ao lado do primeiro-ministro Pedro Sánchez
JUAN CARLOS HIDALGO/EFE

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, afirmou neste sábado (21) que a União Europeia não reconhece o Talibã como governo do Afeganistão e que o bloco também não está em nenhuma negociação política com grupo, que assumiu o poder do país há uma semana.

A chefe-executiva da União Europeia visitou hoje um centro para recepção de refugiados em Madri, na Espanha, ao lado do primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, e do presidente do Conselho Europeu, Charles Michel.

Ela falou que o bloco está atento ao respeito aos direitos humanos no Afeganistão, especialmente das mulheres e minorias.

“Podemos muito bem ouvir as palavras do Talibã, mas vamos medi-los acima de tudo por seus atos e ações.”

Ursula acrescentou que irá propor um aumento de 57 milhões de euros (R$ 358 milhões) em ajuda humanitária que a Comissão havia alocado este ano para o país asiático.

Todavia, ela ressaltou que qualquer ajuda está condicionada ao respeito aos direitos humanos.

“Não se pode destinar nenhum euro de ajuda humanitária a um regime que negue a suas mulheres seus direitos e liberdades.”

Fonte: R7
Continuar lendo UNIÃO EUROPÉIA NÃO RECONHECERÁ GOVERNO TALIBÃ NO AFEGANISTÃO E NÃO ESTARÁ EM NENHUMA NEGOCIAÇÃO POLÍTICA COM O GRUPO, AFIRMA A PRESIDENTE DA COMISSÃO

VICE-PRESIDENTE DO GOVERNO AGORA DERRUBADO DO AFEGANISTÃO PEDIU AOS COMPATRIOTAS QUE “SE JUNTEM À RESISTÊNCIA”

Vice-presidente do Afeganistão pede para cidadãos ‘se juntarem à resistência’

Amrullah Saleh diz estar dentro do país; o presidente Ashraf Ghani fugiu de Cabul neste domingo (15) durante a tomada da capital pelo Talibã

Angela Dewan, Clarissa Ward, Tim Lister e Saleem Mehsud, CNN

 Atualizado 17 de agosto de 2021 às 11:52

Vice-presidente do Afeganistão pede para cidadãos 'se juntarem à resistência '

 O vice-presidente do governo agora derrubado do Afeganistão pediu a seus compatriotas que “se juntem à resistência” e mostrem que o país não é como o Vietnã.

“Nós, afegãos, devemos provar que o Afeganistão não é o Vietnã e que o Talibã não é – nem remotamente – como os vietcongues”, escreveu Amrullah Saleh no Twitter.

“Ao contrário dos EUA / OTAN, não perdemos o ânimo e vemos enormes oportunidades à frente.” Ele concluiu com um pedido: “Junte-se à resistência!”. O ex-vice-presidente afirmou que está dentro do Afeganistão. 

Saleh também disse que era “inútil discutir com o presidente dos Estados Unidos sobre o Afeganistão agora”. “Deixe-o digerir [a situação]”, acrescentou.

Sem resistência, Talibã toma Cabul

Os combatentes do Talibã entraram no Palácio Presidencial do Afeganistão horas depois que o presidente Ashraf Ghani fugir do país neste domingo (15), o que se tornou um marco na tomada do controle do grupo sobre a capital Cabul.

O Talibã estava em negociações com o governo do Afeganistão sobre quem governaria o país, após o avanço incrivelmente rápido do grupo islâmico em todo o país. 

Eles tomaram o poder sobre dezenas de cidades importantes, muitas vezes com pouca ou nenhuma resistência.  Mas estas negociações em andamento, provavelmente, foram interrompidas pela saída repentina do presidente Ghani.

Fonte: CNN

Continuar lendo VICE-PRESIDENTE DO GOVERNO AGORA DERRUBADO DO AFEGANISTÃO PEDIU AOS COMPATRIOTAS QUE “SE JUNTEM À RESISTÊNCIA”

GOVERNO DE ISRAEL ACOMPANHA COM ATENÇÃO A RETOMADA DE PODER DO TALIBÃ NO AFEGANISTÃO

Israel observa com atenção retorno do Talibã ao poder

Especialista em inteligência considera um grande retrocesso a volta do grupo e destaca o perigo de fortalecimento da Al-Qaeda

INTERNACIONAL

Eugenio Goussinsky, do R7

Israel tem acompanhado a situação no Afeganistão

ATEF SAFADI/EFE/15-06-21

O governo de Israel acompanha com atenção a retomada de poder do Talibã no Afeganistão. Ainda não há um comunicado oficial do governo israelense a respeito do tema, mas, mesmo não tendo ligação direta com a guerra local, o governo israelense, se mantém “braço a braço”, segundo um funcionário local, com os Estados Unidos na luta contra o terror.

Para uma das maiores especialistas em questões estratégicas de Israel, Sarit Zahavi, a volta do grupo radical remete a um momento triste da humanidade, no qual o grupo terrorista Al-Qaeda contou com o apoio do regime para realizar atentados pelo mundo, entre eles os de 11 de Setembro de 2001. Praticamente 20 anos depois, o mesmo grupo volta ao comando do país.

“É muito preocupante e incômoda a volta do Talibã, dá a sensação de que nada mudou em 20 anos. O grupo voltou com sua ideologia radical, na qual não se pode argumentar. Tem um pouco de diferença em relação à Al-Qaeda, mas, por outro lado, muitas semelhanças. Ambos interpretam de uma maneira extremista a lei islâmica. Não há como pará-los ou convencê-los do contrário”, destaca Sarit, major do Exército israelense, que serviu por 15 anos na área de inteligência.

Sarit, que é CEO e fundadora da entidade Alma Research and Education Center, ressalta ainda que o mundo, de novo, se depara com a possibilidade de ressurgir um regime que alimente células terroristas contra alvos do Ocidente.

“Sabemos que historicamente eles treinam terroristas, para realizar ataques pelo mundo, como em 11 de setembro. É algo muito preocupante, é uma mensagem de fraqueza para conter a instabilidade no Oriente Médio. Os Estados Unidos investiram muitos esforços para conter o Talibã e agora eles voltam. Um retrocesso”, ressalta.

Segundo ela, as Forças Armadas de Israel, que vêm se deparando com o recrudescimento dos ataques do Hezbollah na fronteira norte, terão de redobrar os esforços para cuidar das fronteiras israelesnes. Isto porque, a própria instabilidade no Líbano, em meio a uma grave crise econômica, serve como pretexto para que o grupo radical direcione a culpa dos problemas libaneses para Israel.

“Nos últimos dois anos, após um período de estabilidade de cerca de 15 anos na fronteira, o Hezbollah e seu patrocinador, o Irã, demonstrar estar buscando instigar uma nova escalada na região. Contra esse tipo de ameaça, que se fortalece com regimes extremistas, o exército tem buscado monitorar as fronteiras e intensificar o uso da tecnologia para detectar qualquer ameaça contra Israel. Temos também de estar atentos, porque um colapso no Líbano intensifica a ameaça do Hezbollah e dos extremistas contra Israel”, destacou.

Neste cenário, o colapso econômico do Líbano poderia transformar o país em uma espécie de Afeganistão, no sentido dele se tornar mais vulnerável e passar a ser, na totalidade, comandado por grupos radicais.

Ela acredita, no entanto, que a situação ainda não chegue a tanto no Líbano por também haver, dentro do país, forças contrárias ao Hezbollah.

Arthur Lenk, um importante diplomata veterano que atuou como embaixador de Israel no Azerbaijão, África do Sul, Esuatini (antiga Suazilândia) e Lesoto, afirmou que o avanço do Talibã foi um sinal, para Israel, de que o país só pode contar consigo mesmo na sua própria proteção.

Ele se referiu ao fato de os Estados Unidos, nos últimos anos, terem retirado suas tropas do Afeganistão, após os bombardeios e a invasão em 2001, feitos em retaliação ao 11 de setembro, que, naquele momento, culminaram com o fim do regime do Talibã.

“Os EUA são nosso aliado mais próximo. Eles estiveram lá por Israel repetidamente ao longo dos anos. Mas os horríveis eventos no Afeganistão devem ser uma lição dura e assustadora sobre mudanças de interesses e cálculos frios e difíceis”, escreveu Lenk, no Twitter.

Israel e Gaza retomam vida normal com início do cessar-fogo na região

Fonte: R7
Continuar lendo GOVERNO DE ISRAEL ACOMPANHA COM ATENÇÃO A RETOMADA DE PODER DO TALIBÃ NO AFEGANISTÃO

SEAP IRÁ PEDIR EXCLARECIMENTO À JUSTIÇA SOBRE TRANSFERÊNCIA DE FLORDELIS

RJ: Governo questionará Justiça sobre necessidade de transferir Flordelis

Ex-deputada está no mesmo presídio onde estão outras duas rés no caso “Anderson do Carmo”, entre elas, a neta

Cleber Rodrigues e Camille Couto, da CNN, no Rio de Janeiro

Atualizado 15 de agosto de 2021 às 18:06

TJ-RJ afasta, por unanimidade, Flordelis do cargo de deputada federal | Política | G1

Após a transferência da ex-deputada federal Flordelis, para um presídio em Bangú, no Rio, a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) informou que irá pedir esclarecimentos à 3ª Vara Criminal, em Niterói, sobre a necessidade de transferir a ex-parlamentar e outras duas rés. Elas serão enviadas para o Presídio Nilza da Silva Santos, em Campos dos Goytacazes, a aproximadamente 280 km da capital.

De acordo com a Seap, além de Flordelis, outras duas rés do mesmo processo penal estão na unidade para onde a pastora foi levada, entre elas, Rayane dos Santos, neta de Flordelis. A terceira detenta é Andreia Santos Maia, suspeita de fraudar documentos para beneficiar a ex-parlamentar.

O pedido de esclarecimentos que será enviado nesta segunda-feira (16) à Justiça, é para evitar o descumprimento da decisão da juíza Nearis dos Santos. A magistrada determinou que Flordelis não tenha contato com os demais réus ou testemunhas do processo.

A Secretaria Penitenciária, no entanto, esclarece que “inicialmente, as três internas que estão no Instituto Penal Santo Expedito ficarão em espaços diferentes da unidade, sem contato, a fim de cumprir a ordem judicial que proíbe contato entre a ex-deputada e as demais rés do processo”.

Neste sábado (14), após a constatação de que não houve excesso no momento da detenção, a Justiça manteve a prisão preventiva de Flordelis. Depois ter o mandato cassado na semana passada, a pastora perdeu o foro privilegiado e teve o pedido de prisão feito pelo Ministério Público do Rio. A Justiça aceitou a recomendação do Ministério Público e, na sexta-feira (13), Flordelis foi presa em Niterói, na região metropolitana do Rio.

A defesa da ex-parlamentar entrou com um pedido de habeas corpus no Superior Tribunal de Justiça (STJ) e aguarda o resultado.

Flordelis e outras dez pessoas são acusadas de participação na morte do pastor Anderson do Carmo, em junho de 2019. A ex-deputada é apontada pelo MP como a mandante do crime e irá a júri popular por homicídio triplamente qualificado.

Continuar lendo SEAP IRÁ PEDIR EXCLARECIMENTO À JUSTIÇA SOBRE TRANSFERÊNCIA DE FLORDELIS

PEC DOS PRECATÓRIOS É ENCAMINHADA AO CONGRESSO PELO GOVERNO

 

Governo encaminha PEC dos Precatórios ao Congresso

Com o parcelamento dos precatórios a serem pagos, governo quer abrir espaço no teto de gastos para viabilizar versão mais robusta do Bolsa Família

Isabel Versiani e Lisandra Paraguassu, da Reuters

09 de agosto de 2021 às 19:59

Vista do prédio do Congresso Nacional em Brasília 25/05/2017 Vista do prédio do Congresso Nacional em Brasília 25/05/2017Foto: REUTERS/Paulo Whitaker

O presidente Jair Bolsonaro encaminhou ao Congresso a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que altera as regras dos precatórios, prevendo o parcelamento dos pagamentos feitos pela União, informou o Palácio do Planalto nesta segunda-feira.

Segundo nota à imprensa da Secretaria-Geral da Presidência, a PEC permitirá a criação de um fundo alimentado por receitas de vendas de imóveis, dividendos de estatais, concessões e partilha de petróleo que poderão ser usadas no pagamento de precatórios ou da dívida pública federal.

A nota não fez referência a receitas com privatizações, que segundo informações anteriores do governo também estavam sendo consideradas como fonte de recursos para o fundo.

O Planalto confirmou que o pagamento de precatórios de valor superior a R$ 66 milhões poderá ser parcelado em dez parcelas – uma entrada de 15% à vista e nove outros pagamentos.

“Outros precatórios poderão ser parcelados se a soma total dos precatórios for superior a 2,6% da receita corrente líquida da União. Nesse caso, o critério será pelo parcelamento dos precatórios de maior valor”, diz a nota.

Todos os precatórios passarão a ser corrigidos pela taxa Selic, com uma mudança na regra atual, em que, dependendo da natureza do precatório, a correção se dá pelo IPCA + 6%.

Bolsonaro esteve mais cedo no Congresso para entregar medida provisória com mudanças no programa Bolsa Família. Durante o encontro na Câmara dos Deputados, o presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL), prometeu urgência para análise da MP e também da PEC dos precatórios.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, que acompanhou Bolsonaro, afirmou que, com a PEC, o governo estaria atacando frontalmente o problema dos precatórios e disciplinando a execução do Orçamento.

Com o parcelamento dos precatórios, o governo espera abrir espaço nas despesas limitadas ao teto de gastos para viabilizar um reajuste do Bolsa Família, que está sendo reformulado e rebatizado de Auxílio Brasil. Bolsonaro disse que o valor médio do pagamento será aumentado em pelo menos 50%.

Os precatórios são requisições de pagamentos expedidas pela Justiça depois de o governo ter sido derrotado de forma definitiva em processos judiciais.

O pagamento dos precatórios previsto para 2022 é de R$ 90 bilhões — “o que representa um aumento de 143% no comparativo com os valores pagos em 2018”, destacou a nota do Planalto.

 

Fonte: CNN
Continuar lendo PEC DOS PRECATÓRIOS É ENCAMINHADA AO CONGRESSO PELO GOVERNO

GOVERNO DOS EUA VAI ANALISAR POSSIBILIDADE DE QUEBRA DE SIGILO DE DOCUMENTOS DE 11 DETEMBRO

EUA abrem caminho para tirar sigilo de documentos do 11 de setembro

Governo norte-americano recebeu pedidos de familiares de vítimas que querem saber se houve envolvimento saudita nos ataques

INTERNACIONAL

 por Agência EFE

Governo norte-americano vai analisar a possibilidade de divulgar arquivos do 11 de Setembro

LIAM ENEA / FLICKR

O governo dos Estados Unidos afirmou nesta segunda-feira que analisará os arquivos sobre os atentados de 11 de setembro de 2001 para determinar se é possível tirar o sigilo de mais algum documento, em meio à pressão de famílias das vítimas para que as autoridades revelem um suposto envolvimento da Arábia Saudita nos ataques.

O anúncio foi feito três dias após centenas de sobreviventes e parentes das vítimas pedirem ao presidente dos EUA, Joe Biden, para que não assista aos atos de comemoração do vigésimo aniversário dos atentados no mês que vem, a menos que novos documentos sobre o ocorrido sejam revelados.

“Meu governo está comprometido em garantir o maior nível de transparência possível sob a lei”, declarou Biden em comunicado.

Revisão dos documentos

Biden disse que o Departamento de Justiça se comprometeu nesta segunda-feira a “realizar uma nova revisão dos documentos” que o governo tem mantido até agora confidenciais, “e a fazê-lo o mais rapidamente possível”.

O mandatário não esclareceu se tal revisão será concluída antes do 20º aniversário dos ataques de 11 de setembro de 2001, nem mencionou a Arábia Saudita na declaração.

A comissão do Congresso dos EUA que investigou os ataques concluiu que não havia provas de que o governo saudita ou altos funcionários sauditas forneceram recursos aos terroristas envolvidos nos ataques, 15 deles de origem saudita.

No entanto, vários congressistas e associações de vítimas têm pedido há anos uma maior transparência sobre os documentos dos EUA sobre os ataques, que todos os presidentes até agora se recusaram a revelar.

Durante a campanha eleitoral, Biden prometeu divulgar o máximo de informação possível, mas as famílias das vítimas afirmam que ele tem ignorado os pedidos sobre o assunto, e têm a certeza de que o governo tem documentos que implicariam os funcionários sauditas em atos de terrorismo.

Na declaração, Biden reconheceu que as famílias dos que morreram naquele dia “estão buscando justiça há 20 anos” e que dá “as boas-vindas” as reivindicações dos ativistas.

Mas também reiterou que respeitará as diretrizes estabelecidas durante o governo de Barack Obama (2009-2017) que permitem restringir a publicação de documentos se o governo considerar que estes divulgam “segredos de Estado”.

Isso diminui as expectativas de uma revelação dramática, especialmente antes do 20º aniversário dos ataques, daqui a pouco mais de um mês.

Brett Eagleson, que perdeu o pai, Bruce, no ataque às Torres Gêmeas em Nova York, disse na semana passada que as famílias das vítimas estão “frustradas, cansadas e entristecidas” pelo sigilo do governo dos EUA.

Em entrevista com à “NBC News”, Eagleson minimizou o possível efeito de uma revisão como a que Biden anunciou nesta segunda-feira, dizendo que os seus antecessores também anunciaram tais investigações e as utilizaram como “táticas de atraso”, mas acabaram “protegendo o governo saudita”.

Cerca de 3.000 pessoas foram mortas nos ataques planejados pela organização terrorista Al Qaeda no World Trade Center, em Nova Yorque, no Pentágono e perto de Shanksville, na Penilvânia.

Fonte: R7

Continuar lendo GOVERNO DOS EUA VAI ANALISAR POSSIBILIDADE DE QUEBRA DE SIGILO DE DOCUMENTOS DE 11 DETEMBRO

GOVERNO DO RN ENVIOU A ALERN PEDIDO DE AUTORIZAÇÃO PARA CONTRAIR EMPRÉSTIMO DE 36 MILHÕES DE DÓLARES JUNTO AO BID

Governo do RN quer empréstimo de 36 milhões de dólares junto ao BID

09 ago 2021

Governo Fátima quer empréstimo de 36 milhões de dólares junto ao BID

O Governo Fátima Bezerra (PT) enviou para a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte um pedido de autorização para contrair um empréstimo de 36 milhões de dólares junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O dinheiro será destinado a programas de modernização do fisco. O projeto tramita na Assembleia desde 26 de fevereiro.

A notícia é destaque na Tribuna do Norte.

Fonte: Política em Foco
Continuar lendo GOVERNO DO RN ENVIOU A ALERN PEDIDO DE AUTORIZAÇÃO PARA CONTRAIR EMPRÉSTIMO DE 36 MILHÕES DE DÓLARES JUNTO AO BID

PRIMEIRA CAPITAL DE PROVÍNCIA DO AFEGANISTÃO É TOMADA PELO TALIBÃS

Talibãs tomam sua primeira capital de província do Afeganistão

Governo afegão luta para evitar que o grupo terrorista domine cidades após retirada de tropas estrangeiras do país

INTERNACIONAL

por AFP

Tomada de capital acontece após saída de tropas estrangeiras do país

AREF KARIMI / AFPTV / AFP

Os talibãs tomaram, nesta sexta-feira (6), sua primeira capital de província desde que lançaram uma ofensiva coincidindo com a saída das tropas estrangeiras do Afeganistão, um grande revés para o governo, que tenta evitar que várias cidades caiam nas mãos dos insurgentes.

“A cidade de Zaranj, capital da provincia de Nimroz, foi tomada pelos talibãs”, declarou à AFP Roh Gul Khairzad, vice-governadora da província. Segundo explicou, a cidade (sudoeste do Afeganistão, perto da fronteira com o Irã) caiu “sem resistência”.

Nas redes sociais, foram publicados vídeos que mostram os insurgentes pelas ruas da cidade, entre aplausos dos moradores. A veracidade desses vídeos não foi comprovada.

Enquanto isso, em uma reunião do Conselho de Segurança das Nações Unidas, a enviada da ONU para o Afeganistão, Deborah Lyons, pediu aos talibãs para acabarem com esses “ataques contra as cidades” e ao Conselho que lance uma advertência “inequívoca”.

Chefe de comunicação do governo assassinado

Horas antes, os talibãs reivindicaram o assassinato do chefe do Serviço de Comunicação do governo afegão, Dawa Khan Menapal, depois de alertarem que realizariam operações contra altos cargos em resposta à intensificação dos bombardeios.

O homicídio de uma das principais vozes do governo acontece depois de mais um dia de intensos combates no Afeganistão, onde a guerra atinge Cabul pela primeira vez em meses.

“Infelizmente, os brutais e selvagens terroristas cometeram um novo ato covarde e mataram um patriota afegão que resistia à propaganda inimiga (…), Dawa Khan Menapal, durante a oração de sexta-feira” na capital, declarou o porta-voz do Ministério, Mirwais Stanikzai, em mensagem enviada à imprensa pelo aplicativo WhatsApp.

O jornalista Dawa Khan Menapal era popular na pequena comunidade de imprensa de Cabul, conhecido por ridicularizar os talibãs nas redes sociais. Antes do atual cargo, havia sido porta-voz adjunto do presidente afegão, Ashraf Ghani. Os talibãs assumiram o assassinato.

“Há alguns minutos, o chefe do centro de imprensa e informação do governo de Cabul foi assassinado em um ataque especial realizado pelos mujahedines”, confirmou seu porta-voz, Zabihullah Mujahid, pelo mesmo aplicativo de mensagens.

Na quarta-feira (4), os insurgentes haviam prometido lançar novas operações de represália contra membros do alto escalão do governo.

Esta ameaça foi feita logo após de assumirem a autoria do ataque cometido na terça, também em Cabul, contra a residência do ministro da Defesa, general Bismillah Mohammadi. A ofensiva deixou pelo menos oito mortos, mas o ministro saiu ileso.

Nos últimos dias, as forças afegãs e do Exército americano lançaram vários ataques aéreos no território, na tentativa de conter o avanço dos talibãs em vários centros urbanos importantes.

Os talibãs já assumiram o controle de amplas áreas rurais e de importantes postos fronteiriços nos últimos meses, em uma ofensiva lançada após o início da retirada das forças militares estrangeiras até então estacionadas no país. A saída dessas tropas deve ser concluída até 31 de agosto.

Depois de encontrarem pouca resistência nas zonas rurais, há vários dias os talibãs dirigem suas ofensivas contra grandes centros urbanos, sitiando várias capitais de província.

“Não temos mais nada”

O governo continua mobilizando suas forças aéreas contra as posições talibãs. Nesta sexta, o ministro da Defesa garantiu que mais de 400 insurgentes foram “eliminados” nas últimas 24 horas.

Ambos os lados costumam exagerar nas baixas sofridas em batalha, divulgando balanços quase impossíveis de serem verificados de forma independente.

Embora afirme estar causando danos importantes aos talibãs, o Exército continuará a evacuar a população das capitais provinciais, nas quais seus adversários já entraram. Centenas de milhares de civis foram forçados a fugir nas últimas semanas.

Nas redes sociais, inúmeros vídeos mostram os estragos dos combates na cidade de Lashkar Gah (sul). Entre as imagens, vê uma importante área comercial em chamas.

Em um comunicado, o grupo humanitário Ação contra a Fome disse que seus escritórios foram atingidos por um “ataque aéreo” nesta cidade, esta semana, apesar de seu telhado estar sinalizado como sendo de uma ONG.

Na cidade de Herat, no oeste do país, um fluxo contínuo de moradores deixa suas casas, antecipando-se a um eventual ataque do governo às posições controladas pelos talibãs.

“Fomos todos embora”, contou Ahmad Zia, que morava na parte oeste da terceira maior cidade do Afeganistão. “Não temos mais nada e não sabemos para onde ir”, desabafou na entrevista à AFP.

Fonte: R7
Continuar lendo PRIMEIRA CAPITAL DE PROVÍNCIA DO AFEGANISTÃO É TOMADA PELO TALIBÃS

BRUNO BIANCO É NOMEADO ADVOGADO-GERAL DA UNIÃO PELO PRESIDENTE BOLSONARO

Bolsonaro nomeia Bruno Bianco ao cargo de Advogado-Geral da União

Bianco ocupará um cargo no primeiro escalão do governo, substituindo André Luiz Mendonça

Nathallia Fonseca, Mathias Brotero e Leandro Magalhães,

da CNN, em São Paulo e Brasília

06 de agosto de 2021 às 03:53

A nomeação do Bruno Bianco Leal para o cargo de Advogado-Geral da União foi publicada no Diario Oficial da União na madrugada desta sexta-feira (6). Mais cedo, Bolsonaro havia antecipado a informação à CNN e, posteriormente, em suas redes sociais.

Pelo Twitter, Bruno Bianco agradeceu ao presidente. “Agradeço ao pr. @jairbolsonaro pela confiança. Juntos aprovamos a Nova Previdência, fizemos o bem, preservamos empregos e renda. E agora uma nova missão, muito me honra assumir a @AdvocaciaGeral!”, disse.

A mudança ocorre menos de uma semana após a recriação do Ministério da Previdência e Trabalho e a oficialização de Bianco para o cargo de número dois da pasta – Bianco ocupará um cargo no primeiro escalão do governo, substituindo André Luiz Mendonça, indicado para assumir a vaga de Marco Aurélio Mello no Supremo Tribunal.

Bruno Bianco é servidor de carreira da Advocacia-Geral da União. O secretário deve ser substituído pelo secretário do trabalho do Ministério da Economia, Bruno Dalcolmo.

Continuar lendo BRUNO BIANCO É NOMEADO ADVOGADO-GERAL DA UNIÃO PELO PRESIDENTE BOLSONARO

PROJETO QUE PERMITE PRIVATIZAÇÃO DOS CORREIOS É APROVADO PELA CÂMARA

Câmara aprova projeto que permite privatização dos Correios

O governo acredita que se os senadores aprovarem a matéria nos próximos meses, será possível realizar o leilão dos Correios já no primeiro semestre de 2022

Larissa Rodrigues, da CNN, em Brasília

Atualizado 05 de agosto de 2021 às 18:38

Câmara aprova projeto que permite a privatização dos Correios; texto segue para o Senado - Jornal O Globo

A Câmara dos Deputados aprovou, na noite desta quinta-feira (5), por 286 votos a 173, o projeto de lei de autoria do Palácio do Planalto que permite a privatização dos Correios. A matéria prevê que a iniciativa privada assuma atividades hoje exclusivas da estatal.  O texto segue agora análise do Senado Federal.

O governo federal acredita que se os senadores aprovarem a matéria nos próximos meses, será possível realizar o leilão dos Correios já no primeiro semestre de 2022, com a venda de 100% da estatal. A partir disso, a empresa será conhecida como Correios do Brasil.

No entanto, o monopólio postal (cartas e impressos) é assegurado pela Constituição Federal e, por isso, o novo operador da estatal terá de oferecer tais serviços mesmo às cidades pequenas. Para isso, quem arrematar os Correios durante o leilão, terá de operar os serviços postais via contrato de concessão, por no mínimo cinco anos.

Já as tarifas a serem aplicadas pela nova empresa, poderão ser diferenciadas geograficamente, segundo o relatório, deverá ser levado em consideração “o custo do serviço, a renda dos usuários e os indicadores sociais, com o fim de garantir o acesso de qualquer pessoa física ou jurídica, independentemente de sua localização e condição socioeconômica, ao serviço postal universal”.

arte correios

Demais mudanças

A votação do PL dos Correios começou ainda na manhã desta quinta. A oposição, contrária a matéria, obstruiu a sessão. Três requerimentos para adiamento da análise do projeto foram apresentados, todos rejeitados, com apoio da base governista. A ministra da Secretaria de Governo, Flávia Arruda, esteve na Câmara negociando com os deputados a aprovação do texto.

Buscando agradar os contrários à matéria, o relatório do deputado Gil Cutrim (Republicanos-MA) prevê um período de estabilidade de 18 meses aos funcionários dos Correios após a desestatização, ficando proibida a dispensa sem justa causa. Será oferecido aos empregados um plano de demissão voluntária (PDV), com período de adesão de 180 dias contatos a partir da data de privatização.

Fonte: CNN

Continuar lendo PROJETO QUE PERMITE PRIVATIZAÇÃO DOS CORREIOS É APROVADO PELA CÂMARA

CPI QUE INVESTIGA CONTRATOS DO GOVERNO DO RN REFERENTE AO ENFRENTAMENTO À PANDEMIA DA COVID-19 FOI INSTALADA NA ALERN

CPI da Covid é instalada, cobra informações sobre contratos e convoca depoimentos

05 ago 2021

CPI da Covid é instalada, cobra informações sobre contratos e convoca depoimentos - Blog do Marcos Dantas - Blog do Marcos Dantas

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga 12 contratos firmados pelo Governo do Estado referentes ao enfrentamento à pandemia da covid-19 foi instalada na tarde desta quarta-feira (4), na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. Os membros confirmaram a indicação do deputado Kelps Lima (Solidariedade) ao posto de presidente, enquanto o deputado Francisco do PT será o relator. Os deputados Getúlio Rêgo (DEM), George Soares (PL) e Gustavo Carvalho (PSDB) serão os membros titulares, enquanto que os deputados Galeno Torquato (PSD), Nelter Queiroz (MDB), Tomba Farias (PSDB), Ubaldo Fernandes (PL) e Isolda Dantas (PT) serão os membros suplentes. Na primeira reunião, o plano de trabalho e requerimentos foram aprovados.

Por proposição do presidente da CPI e aprovação dos membros, ficou definido que as reuniões da comissão ocorrerão às quartas e quintas-feiras, a partir das 13h, desde que a sessão ordinária em plenário tenha sido finalizada. O relatório final a ser elaborado pela comissão, também por decisão consensual dos parlamentares membros, deve ser apresentado pelo relator até a antepenúltima semana de realização dos trabalhos, previstos para ocorrerem até o dia 4 de dezembro. Também por decisão da comissão, todos as informações que chegarem à CPI ou que forem solicitadas em nome do grupo deverão passar pelo presidente da comissão, com cópia encaminhada ao relator, assim como todas as solicitações de informações feitas pela CPI deverão constar com prazo para a resposta em dias úteis.

“São medidas que colaboram com a organização dos trabalhos e otimização do tempo de trabalho da CPI. Vamos tentar fazer as oitivas e análise dos documentos o mais brevemente possível, para colaborar com o trabalho do relator. Tenho certeza de que é intenção de todos os membros e suplentes que tenhamos um trabalho eficiente e que dê as respostas que o povo do Rio Grande do Norte precisa”, disse o presidente da CPI, deputado Kelps Lima.

Entre os requerimentos apreciados, os parlamentares aprovaram a solicitação à Secretaria Estadual de Saúde de cópias de todos os 12 contratos investigados pela comissão, para que sejam respondidos em até 48 horas. Além disso, também solicitaram ao Ministério Público Estadual, Federal, a Procuradoria Geral da República, Polícia Federal, Tribunal de Contas do Estado, Tribunal de Contas da União, Controladoria Geral da União informações, sigilosas ou não, de todas as investigações que porventura tratem sobre os contratos que serão analisados pela comissão, incluindo a compra de respiradores pelo Consórcio Nordeste à empresa Hempcare.

Ainda durante a reunião, os parlamentares também aprovaram a convocação de 22 pessoas para prestarem informações à CPI, como testemunhas ou investigados. Os requerimentos foram apresentados pelos deputados Gustavo Carvalho, Galeno Torquato, Nelter Queiroz (MDB) e do próprio presidente, Kelps Lima. Entre os pedidos está a convocação do ex-presidente do Consórcio Nordeste, Rui Costa, que comandava a autarquia à época do contrato para compra dos respiradores pulmonares que resultaram em prejuízo próximo a R$ 49 milhões aos estados da região, incluindo o Rio Grande do Norte, que perdeu quase R$ 5 milhões. O relator, contudo, demonstrou dúvidas sobre a legalidade da convocação.

“Gostaria que tivéssemos um parecer da nossa Procuradoria Legislativa para saber se a convocação de um governador de estado é possível, mesmo com os argumentos apresentados pelo presidente da comissão”, ponderou Francisco do PT, em referência à justificativa do deputado Kelps Lima de que a convocação de Rui Costa seria referente à atuação enquanto presidente do Consórcio Nordeste, que é uma autarquia que geriu recursos do erário potiguar.

Após a reunião, ficou agendada uma nova reunião para a quarta-feira (11). Não há a confirmação se ocorrerão oitivas no dia, o que vai depender da disponibilidade dos convocados e convidados pela comissão.

Fonte: Política em Foco
Continuar lendo CPI QUE INVESTIGA CONTRATOS DO GOVERNO DO RN REFERENTE AO ENFRENTAMENTO À PANDEMIA DA COVID-19 FOI INSTALADA NA ALERN

ESCULTURA DE ÍTALO FERREIRA EM BAÍA FORMOSA SERÁ INCLUÍDA NO PROJETO DE HOMENAGENS A PERSONAILDADES POTIGUARES, ANUNCIOU GOVERNO DO ESTADO

Baía Formosa ganhará escultura em homenagem a Ítalo Ferreira, governo governo

Redação / Portal da Tropical

– Atualizado em:

Foto: Jonne Roriz / COB

O Governo do Rio Grande do Norte anunciou que vai incluir, no projeto de homenagem a personalidades potiguares, a construção de uma escultura de Ítalo Ferreira na cidade de Baía Formosa, onde o campeão olímpico nasceu. Nesta terça-feira (3), a governadora Fátima Bezerra erigida o pai do Ítalo, Luiz Ferreira. Na ocasião, além da homenagem, a gestora também anunciou o apoio à  instalação do Instituto Ítalo Ferreira, iniciativa do surfista potiguar que conquistou a medalha de ouro em Tóquio.

O projeto que tem um desgaste de contar a trajetória do esportista e atender crianças e jovens carentes com potencial para a prática do esporte. “Essa iniciativa merece todo o nosso respeito e apoio. Como o próprio Ítalo disse, ele quer dar aos jovens de Baía Formosa a oportunidade que não tive quando criança devido às dificuldades que a família tinha. O nosso governo é de origem popular, está recuperando a capacidade financeira e investindo para o desenvolvimento econômico e social “, afirmou Fátima Bezerra.

O Instituto já tem local definido e projeto arquitetônico pronto. Segundo Luiz Ferreira, as obras físicas devem estar concluídas em fevereiro de 2022. Além de expor as premiações conquistadas por Ítalo, 70 jovens serão selecionados na rede escolar para participar da escolinha de surf. Além de aulas no mar, serão oferecidas aulas de inglês e francês e alimentação. Também vai funcionar como local de visitação e contemplação, já que as instalações contarão com um mirante com 15 metros de altitude.

“O protagonismo de Ítalo mudou a realidade de Baía Formosa. Muitas pessoas passam a procurar o local, isso amplia o turismo e, por consequência, a atividade econômica”, ressaltou a governadora, professora Fátima Bezerra. Ela informou a Luiz Ferreira que o Governo já estuda melhorias na segurança pública – busca parceria com a prefeitura para doação de terreno para reestruturar a delegacia – e maior efetivo policial. Outra medida será a proposta no programa Nota Potiguar, que selecione a opção ao contribuir de escolher o Instituto para ser beneficiado com parte do ICMS ao pedir a nota fiscal em suas compras.

Também na área da educação, o Governo do Rio Grande do Norte pretende firmar parcerias. Hoje a Secretaria Estadual da Educação, da Cultura e do Desporto (Seec) tem o programa Litoral Esportivo que promove competições de surf, estimulando a prática do esporte como ocupação saudável para a juventude.

Ao lado da governadora, na audiência concedida ao pai de Ítalo Ferreira, o vice-governador Antenor Roberto enfatizou que o Instituto e as ações estaduais vão ampliar a oferta de decoração para visitação. “Baía Formosa terá mais valor agregado e opções para o turismo que ganha nova perspectiva após a vitória de Ítalo”, pontuou Antenor.

A governadora erigida Luiz Ferreira acompanhada também dos secretários de Estado do Turismo, Ana Maria Costa; da Tributação, Carlos Eduardo Xavier; da Segurança Pública e da Defesa Social, Francisco Araújo; da adjunta do Gabinete Civil, Socorro Batista; da subsecretária do GAC, Laísa Costa; da adjunta da Educação, Márcia Gurgel; do subsecretário de Esporte e Lazer, Canindé França, e do coordenador de Esporte da Seec, Cézar Nunes. Luiz Ferreira comparou acompanhado do vereador Robson Nobre, suplente do vereador Alcides Ferreira e do ex-vereador Ernandes Ferreira.

Fonte: Portal da Tropical _ Notícias

Continuar lendo ESCULTURA DE ÍTALO FERREIRA EM BAÍA FORMOSA SERÁ INCLUÍDA NO PROJETO DE HOMENAGENS A PERSONAILDADES POTIGUARES, ANUNCIOU GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO AFEGANISTÃO E OS INSURGENTES TALIBÃS CONTINUAM LONGE DE ALCANÇAR UM ACORDO DE PAZ

Governo afegão e talibãs estão muito longe de acordo de paz

A menos de um mês da retirada total de suas tropas, governo dos EUA alerta para instabilidade que prossegue no Afeganistão

INTERNACIONAL

 por AFP

Tropas do governo afegão seguem tentando controlar as principais cidades Tropas do governo afegão seguem tentando controlar as principais cidades HOSHANG HASHIMI / AFP – 1.8.2021

O governo do Afeganistão e os insurgentes talibãs continuam longe de alcançar um acordo de paz, disse nesta terça-feira (3) o representante dos Estados Unidos nas negociações, enquanto  Washington aumenta a pressão sobre Cabul por um acerto.

Enquanto novas explosões sacudiam a capital afegã e os combates se intensificavam pelo controle de três capitais regionais, Zalmay Khalilzad, representante especial dos Estados Unidos para a reconciliação do Afeganistão, disse que os talibãs exigem um novo governo no qual tenham a maior parte do poder, quando Cabul quer incluí-los no governo atual.

“Estão muito distantes e tentam afetar os cálculos do outro e os prazos com o que fazem no campo de batalha”, disse Khalilzad no Fórum de Segurança de Aspen.

A 28 dias da conclusão da retirada das tropas americanas, o secretário de Estado americano, Antony Blinken, pediu nesta terça em um telefonema ao presidente afegão, Ashraf Ghani, para alcançar um acordo com os insurgentes.

“O secretário e o presidente Ghani enfatizaram a necessidade de acelerar as negociações de paz e encontrar uma solução política inclusiva”, informou o Departamento de Estado em um resumo do telefonema.

Blinken, por sua vez, reiterou “o forte e duradouro compromisso dos Estados Unidos com o Afeganistão” e os dois condenaram os ataques recentes dos talibãs como demonstrações de seu “pouco respeito pela vida humana e os direitos humanos”, afirmou.

Khalilzad disse que o governo afegão e seus partidários internacionais têm uma vantagem sobre os islamitas linha dura, pois querem que qualquer futuro governo liderado pelos talibãs receba reconhecimento internacional, do qual careceram amplamente quando estiveram no poder na década de 1990.

“Os talibãs não querem ser um Estado pária”, disse.

“Disseram que não sabiam o que era reconhecimento quando chegaram ao poder nos anos 1990”, acrescentou. “Mas o querem agora. Querem receber ajuda. Disseram que querem sair de várias listas que restringem a possibilidade de viajar”.

Khalilzad disse também que os talibãs querem normalizar suas relações com os demais para evitar que outros apoiem seus adversários no Afeganistão e acrescentou que o que atrasa o acordo é “o interesse pessoal” de alguns líderes.

Ele pediu, ainda, ao governo de Cabul para “ser realista quanto à solução política” que pode ser obtida.

“O governo tem que entender que não há solução militar para o conflito afegão”, disse.

Fonte: R7

Continuar lendo GOVERNO DO AFEGANISTÃO E OS INSURGENTES TALIBÃS CONTINUAM LONGE DE ALCANÇAR UM ACORDO DE PAZ

REVERENDO QUE NEGOCIOU VACINA EM NOME DO GOVERNO SERÁ OUVIDO NESTA TERÇA-FEIRA NA CPI DA COVID

Por Marcela Mattos, G1 — Brasília

 

CPI retoma depoimentos e mira em intermediárias de vacinasCPI retoma depoimentos e mira em intermediárias de vacinas

Após pausa de duas semanas em função do recesso parlamentar, a CPI da Covid no Senado retoma os trabalhos nesta terça-feira (3) com foco mantido nas investigações sobre as negociações de vacinas contra o coronavírus.

Nesta manhã, os senadores vão ouvir o reverendo Amilton Gomes de Paula, fundador de uma entidade privada chamada Secretaria Nacional de Assuntos Humanitários (Senah).

O reverendo é uma peça-chave para mostrar como o governo brasileiro negociou a aquisição de imunizantes por meio de intermediários. No caso de Amilton Gomes, ele negociava a venda de 400 milhões de doses da AstraZeneca.

A oferta se dava em meio a uma escassez mundial de vacinas e mesmo após a própria farmacêutica ter informado que a venda do imunizante se daria apenas por meio de contratos diretos, sem intermediários.

A Senah é uma organização evangélica fundada em 1999, com sede em Águas Claras (DF), região próxima a Brasília. Após a fundação, a entidade desenvolveu projetos de ação sociocultural no Distrito Federal e em cidades do entorno.

Com esse histórico – e de maneira ainda inexplicada –, a Senah ganhou autonomia do governo para negociar a aquisição de vacinas.

Conforme mostrou o Jornal Nacional, o então diretor de Imunização do Ministério da Saúde Lauricio Monteiro Cruz deu aval para que o reverendo e a Senah negociassem a vacina AstraZeneca em nome do governo brasileiro com a empresa americana Davati Medical Supply. Veja no vídeo abaix

Ministério da Saúde exonera diretor que deu aval para reverendo negociar compra de vacina

O reverendo teve reuniões no Ministério da Saúde com Lauricio e com o então secretário executivo Elcio Franco – que concentrava, no ministério, as decisões sobre a compra das vacinas.

E-mails de março deste ano indicam que o reverendo propôs a compra do imunizante a US$ 17,50 por dose, valor três vezes mais caro que os US$ 5,25 pagos pelo ministério em janeiro a um laboratório da Índia

CPI da Covid já ouviu 33 depoimentos; relembre os mais importantes

Ministério: portas abertas ao reverendo

O nome de Amilton Gomes foi apresentado à CPI pelo policial militar Luiz Paulo Dominghetti, que diz ser vendedor da Davati. Conforme relatou, a empresa também chegou ao ministério graças à ação do reverendo, que abriu as portas da pasta para as negociações com a empresa.

Outro vendedor da Davati, Cristiano Carvalho também citou o reverendo em seu depoimento à comissão e reforçou a versão de que foi ele quem iniciou as tratativas com o governo brasileiro. Ainda de acordo com Carvalho, o reverendo também tentou expandir os negócios com o Paraguai e a Arábia Saudita.

“No primeiro momento, eu fiquei totalmente incrédulo, porque o posto de reverendo, vamos dizer assim, não é uma coisa muito comum”, afirmou Carvalho, que também participou de reunião no Ministério da Saúde.

As negociações entre o governo brasileiro e a Davati não se concretizaram – e acabaram virando caso de polícia. Dominghetti acusou o então diretor de Logística Roberto Dias de cobrar propina no valor de US$ 1 por dose do imunizante. A Polícia Federal abriu inquérito para apurar a acusação.

Até o momento, a Davati e seus representantes no Brasil não indicaram de onde viriam essas supostas milhões de doses, já que a Astrazeneca dizia não trabalhar com intermediários. Nenhuma prova foi apresentada sobre a existência real dessas vacinas.

Exclusivo: Herman Cardenas, dono da Davati, diz ter sido enganado por parceiros brasileiros

Adiamento

Inicialmente, o depoimento do reverendo Amilton Gomes estava previsto para o dia 14 de julho. Ele, no entanto, apresentou um atestado médico solicitando o adiamento da oitiva.

Na véspera, o reverendo também acionou o Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo para que fosse reconhecido o direito de permanecer em silêncio diante de perguntas que pudessem incriminá-lo. O pedido foi acatado pelo presidente da Corte, ministro Luiz Fux.

Dessa forma, conforme a decisão de Fux, o reverendo pode se recusar a responder perguntas sobre fatos que o incriminem, mas terá de dizer a verdade sobre fatos dos quais foi testemunha.

Continuar lendo REVERENDO QUE NEGOCIOU VACINA EM NOME DO GOVERNO SERÁ OUVIDO NESTA TERÇA-FEIRA NA CPI DA COVID

VICE-PRESIDENTE HAMILTON MOURÃO AFIRMOU EM REDES SOCIAIS QUE PERMANECERÁ NO GOVERNO ‘ATÉ O FIM’

Após ser aconselhado a renunciar, Mourão diz que segue no governo ‘até o fim’

O general da reserva ressaltou que é abordado por pessoas em viagens que dizem que votaram na chapa Bolsonaro-Mourão por confiar nele

Gustavo Uribe e Renato Barcellos, da CNN, em São Paulo

 Atualizado 31 de julho de 2021 às 15:44

Após ser aconselhado a renunciar, Mourão diz que segue no governo 'até o fim '

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão (PRTB), foi às redes sociais afirmar que seguirá no governo federal “até o fim”.

Na publicação, o general da reserva ressaltou que é abordado por pessoas em viagens que dizem que votaram na chapa Bolsonaro-Mourão por confiar nele.

“Em respeito a essas pessoas e a mim mesmo, pois nunca abandonei uma missão, não importam as intercorrências, sigo neste governo até o fim”, disse.

Apesar de ter negado a possibilidade de renúncia, Mourão disse à CNN que não descarta sair candidato em 2022. Ele avalia se candidatar a senador ou a deputado federal pelo Rio Grande do Sul.

O general da reserva lembrou que a legislação eleitoral permite ao vice-presidente candidatar-se a outros cargos, preservando o seu mandato, desde que não tenha substituído o presidente nos últimos seis meses antes da eleição. “Pela legislação, não necessito renunciar para ser candidato”, disse.

Nesta semana, vice-presidente foi aconselhado no início da semana por um general da reserva muito próximo a ele a renunciar ao cargo. Mourão respondeu que não seria ainda o momento para deixar o governo.

A informação é do analista da CNN, Caio Junqueira.

Mourão, porém, segundo interlocutores, tem refletido sobre o assunto desde a última observação que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez sobre ele comparando-o com um cunhado indesejado. Ele estava em viagem oficial a Lima, no Peru, quando soube da fala do presidente e desde então mostrou-se indignado.

Nos próximos dias, deverá ter uma conversa a sós com Bolsonaro para demonstrar seu incômodo, aumentado pelo fato de ele ter tido uma reunião com o presidente na última semana sem qualquer indisposição.

A decisão sobre deixar o governo, porém, sempre foi rechaçada por ele, mas nos últimos dias passou de improvável para possível. O impacto que isso teria tem sido analisado pelo vice-presidente.

A sua percepção é a de que sua saída abriria espaço para o impeachment de Bolsonaro tendo em vista que sua presença como sucessor direto tem servido como anteparo para o universo político apoiar a abertura do impeachment.

Se ele deixar o posto, o sucessor direto de Bolsonaro passa a ser Arthur Lira (PP-AL), o mesmo que tem sob sua mesa o poder de decidir sobre o impeachment.

Em uma conversa que teve no final do ano com Bolsonaro, Mourão teria questionado o presidente sobre seu desempenho, pediu orientações sobre sua conduta e deixou claro a ele que se o presidente quisesse, iria embora. O presidente, segundo fontes, desconversou. A relação continuou distante e com as mais recentes declarações de Bolsonaro, ameaça afastar o vice de vez da órbita do presidente.

Fonte: CNN

Continuar lendo VICE-PRESIDENTE HAMILTON MOURÃO AFIRMOU EM REDES SOCIAIS QUE PERMANECERÁ NO GOVERNO ‘ATÉ O FIM’

GOVERNO DOS EUA RETOMOU OFICIALMENTE AS DEPORTAÇÕES DE INDOCUMENTADOS PARA SEUS PAÍSES DE ORIGEM

Biden retoma deportações rápidas com voos para América Central

Cerca de 147 migrantes, incluindo menores, foram enviados para Guatemala, El Salvador e Honduras

INTERNACIONAL

por Agência EFE

O governo do Estados Unidos retomou oficialmente nesta sexta-feira (30) as remoções expedidas por meio de transporte aéreo de deportados indocumentados para seus países de origem na América Central, anunciou o Departamento de Segurança Nacional (DHS).

A agência federal confirmou em comunicado que recobrou os voos de remoção acelerada para famílias que chegaram recentemente à fronteira sul. Os imigrantes foram enviados para Guatemala, El Salvador e Honduras.

Dois voos operados pela migração e Alfândega dos EUA (ICE) decolaram de Brownsville, no Texas, com 73 pessoas a bordo. Segundo o jornal The Washington Post, o número alvo inicial era de 147 adultos e menores, mas muitos deles tiveram que ser retirados das salas de espera imediatamente após terem testado positivo para coronavírus ou terem tido contato com uma pessoa infectada.

“O processo de remoção rápida é um meio legal para gerenciar com segurança nossa fronteira, e é um passo em direção ao nosso objetivo mais amplo de processamento seguro e ordenado da imigração”, destacou o DHS.

As remoções acontecem depois que o governo do presidente Joe Biden anunciou na última segunda-feira que retomaria as remoções aceleradas em função de um aumento na chegada de famílias indocumentadas, em sua maioria da América Central, no Vale do Rio Grande, na fronteira sul do Texas com o México. Nesse ponto, assim como outros ao longo da fronteira, houve um pico nos casos de coronavírus devido à variante delta.

A porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, defendeu na última terça-feira o processamento de migrantes para remoção rápida com o argumento de que “é um meio legal tradicionalmente empregado para assegurar uma fronteira”. Segundo ela, trata-se de um passo em direção ao objetivo do governo de ter um sistema de imigração seguro e ordenado.

O anúncio do reinício das deportações rápidas de certos grupos familiares que cruzam ilegalmente a fronteira foi acompanhado de uma ordem do governador do Texas, Gregg Abbott, para que o Departamento de Segurança Pública do estado detenha qualquer veículo suspeito de transportar migrantes que tenham cruzado a fronteira com o México.

Fonte: R7

Continuar lendo GOVERNO DOS EUA RETOMOU OFICIALMENTE AS DEPORTAÇÕES DE INDOCUMENTADOS PARA SEUS PAÍSES DE ORIGEM

NOVA SEDE DA CENTRAL DO CIDADÃO É REINAUGURADA EM ALEXANDRIA NO ALTO OESTE POTIGUAR

Central do Cidadão em Alexandria é reinaugurada após reformas

Redação / Portal da Tropical

 – Atualizado em: 

Foto: Elisa Elsie

A governadora Fátima Bezerra inaugurou oficialmente neste sábado (24) em Alexandria, no Alto Oeste, a nova sede da Central do Cidadão. Cerca de R $ 1,1 milhão foram investidos pelo governo em obras e equipamentos, por meio do projeto Governo Cidadão, com recursos provenientes do acordo de empréstimo com o Banco Mundial.

A reforma integra o conjunto de melhorias realizadas pelo Programa Central do Cidadão nas unidades, com o objetivo de padronizar uma estrutura e melhorar o atendimento e a qualidade dos serviços públicos já prestados, além de agregar novos serviços. Entre as mudanças, uma Central de Alexandria ganhou acessibilidade e foram renovadas todas como instalações elétricas, hidráulicas, sanitárias e de combate a um incêndio.

A unidade tem capacidade para mais de 5 mil atendimentos mensais à população local e moradores das cidades vizinhas como Pilões, João Dias, Tenente Ananias, Marcelino Vieira, Antônio Martins, Paraná e Major Sales. Além destes, uma população de municípios paraibanos limítrofes como Bom Sucesso, Santa Cruz e Brejo dos Santos também é beneficiada.

A gestora, que erigida a obra 70% concluída, frisou que “o governo está focado em melhorar a vida da população do interior, o que se vê diretamente nos serviços prestados pelas centrais que permitem aos cidadãos e cidadãs terem acesso a um documento, coisa tão simples, mas essencial para quem busca mais dignidade ”.

Serviços

Os serviços disponibilizados na Central do Cidadão de Alexandria vão desde a emissão de carteiras de identidade, de trabalho e CPF, até atendimentos de instituições parceiras e vários órgãos da Administração Estadual e do Governo Federal, como Detran, Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e Juizado Especial. O prédio fica na Rua Dom José Tomaz, 347, Centro, e já funciona das 7h às 13h.

Participaram do evento nas escolas o secretário estadual Aldemir Freire (Seplan), Socorro Batista (secretária adjunta do GAC), Gilton Sampaio (diretor da FAPERN), Aparecida Vieira (Diretora da 15ª Dired – Pau dos Ferros), Flaubert Torquato (chefe de gabinete da Seplan) e Benaldo Medeiros (assessor do GAC). O deputado estadual Bernardo Amorim representa a Assembleia Legislativa do RN.

Fonte: Portal da Tropical _ Notícias

Continuar lendo NOVA SEDE DA CENTRAL DO CIDADÃO É REINAUGURADA EM ALEXANDRIA NO ALTO OESTE POTIGUAR

PRESIDENTE DO PSDB AFIRMOU QUE SE O ATUAL PREFEITO DE NATAL ÁLVARO DIAS RESOLVER CONCORRER AO GOVERNO DO RN ESTARÁ ENTRE AS PRIORIDADES DO PARTIDO

Se topar ser candidato a governador do RN, Álvaro será ‘prioridade nacional do PSDB’ diz presidente

Por 

Em Slideshow

25 jul 2021

Se topar ser candidato a governador do RN, Álvaro será 'prioridade nacional do PSDB' diz presidente - Tribuna de Noticias

O presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, afirmou que se o prefeito de Natal, Álvaro Dias, decidir concorrer ao Governo do Estado no próximo ano, estará entre as prioridades do partido.

Ele disse ainda que o partido investiu fortemente nas eleições do Rio Grande do Norte, “de modo especial na reeleição no primeiro turno do prefeito Álvaro”, que na avaliação do presidente nacional “fez uma excepcional primeira gestão e seguramente vai fazer um excepcional segundo mandato”.

“Eu posso garantir que se Álvaro fizer uma reflexão com o conjunto das forças políticas locais de que topa disputar uma eleição para governador do Estado ele terá absoluta prioridade dos investimentos do recurso do partido”, afirmou em entrevista à Tribuna do Norte.

Se Álvaro vier a tomar essa decisão na construção do ambiente local, no diálogo com os parceiros de outras lutas eleitorais no Rio Grande do Norte, será prioridade nacional do PSDB”, destacou.

Fonte: Política em Foco
Continuar lendo PRESIDENTE DO PSDB AFIRMOU QUE SE O ATUAL PREFEITO DE NATAL ÁLVARO DIAS RESOLVER CONCORRER AO GOVERNO DO RN ESTARÁ ENTRE AS PRIORIDADES DO PARTIDO

RESTRIÇÕES ADOTADAS PELO GOVERNO DA ITÁLIA PARA PESSOAS NÃO IMUNIZADAS CAUSA PROTESTOS

Milhares de italianos protestam contra certificado anticovid

Sob chuva, manifestantes contestaram restrições adotadas pelo governo para as pessoas não imunizadas contra a covid-19

INTERNACIONAL

 AFP

Protesto nas ruas de Roma, na Itália

EFE / EPA / RICCARDO ANTIMIANI – 24.07.2021

Milhares de pessoas protestaram na Itália neste sábado (24) contra as restrições adotadas pelo governo para as pessoas não imunizadas contra a covid-19, enquanto Roma tenta impedir novos surtos de infecções.

“Liberdade!” e “Abaixo a ditadura!”, gritavam os manifestantes carregando bandeiras italianas, de Nápoles a Turim, passando por Milão, onde os participantes encharcados pela chuva clamavam contra o passe sanitário. A maioria não usava máscara.

O Certificado Verde, que é uma extensão do passe de saúde europeu, será exigido na Itália a partir de 6 de agosto para permitir o acesso a cinemas, museus, piscinas cobertas e estádios, ou para comer em restaurantes.

Pessoas com o esquema vacinal completo, com teste negativo recente ou que tenham se recuperado da doença poderão ter o certificado.

Uma proposta para estender o uso desse passe para viagens de trem, ônibus e avião será considerada novamente em setembro.

“Melhor morrer livres do que viver como escravos!”, dizia uma das faixas em frente à catedral gótica de Milão. Em outra no centro de Roma, lia-se “Vacinas libertam”, junto com uma imagem de Auschwitz.

A decisão de quinta-feira de tornar o certificado obrigatório para algumas atividades impulsionou os agendamentos para vacinação, com um aumento de 200% em regiões menores da Itália, segundo o chefe de emergências de covid-19, Francesco Figliuolo.

A Itália, um dos países mais atingidos pela pandemia na Europa, relatou cerca de 5 mil novas infecções e cinco mortes neste sábado.

Fonte: R7
Continuar lendo RESTRIÇÕES ADOTADAS PELO GOVERNO DA ITÁLIA PARA PESSOAS NÃO IMUNIZADAS CAUSA PROTESTOS

GOVERNO DO ESTADO AUTORIZA ARQUIDIOCESE CELEBRAR MISSAS E CONFISSÕES COM 60% DO PÚBLICO

Arquidiocese de Natal autoriza 60% do público nas missas e volta das confissões

Foto: Ayrton Freire/Inter TV Cabugi

A Arquidiocese de Natal divulgou nesta sexta-feira (23) uma atualização das medidas restritivas para controle da pandemia de Covid-19 na Igreja Católica. Uma circular assinada pelo arcebispo Dom Jaime Vieira Rocha foi distribuída a todas as paróquias subordinadas.

Depois de receber autorização do Governo do Estado, a arquidiocese liberou a realização de missas com a presença de público até o limite de 60% da capacidade dos templos. Trata-se de uma flexibilização em relação à norma em vigor, que permitia apenas ocupação de 50% das igrejas.

Apesar disso, seguem mantidas as demais medidas preventivas: obrigatoriedade do uso de máscaras, distanciamento, aferição da temperatura na entrada e disponibilização de álcool em gel para higienização das mãos.

A nota também já deixa pré-autorizada a entrada de mais fiéis nos próximos dias, seguindo decreto do Governo do Estado. A norma autoriza 80% do público a partir de 6 de agosto e ocupação total a partir do dia 20 de agosto.

Para garantir que nenhum fiel seja privado da comunhão, “considerando ser real o medo enfrentado por alguns fiéis para saírem de casa no atual contexto em que ainda nos encontramos”, a arquidiocese também recomendou que as missas continuem sendo transmitidas pela internet.

Além de autorizar o aumento do público, a arquidiocese também autorizou a retomada das pastorais, movimentos e serviços, “obedecendo sempre os protocolos sanitários”. Encontros do Segue-me, ECC, Ejac, EC ou similares, porém, só retornarão em janeiro de 2022.

O documento acrescenta que, a partir de 1º de novembro, volta a ser obrigatória a participação dos fiéis nas jornadas de preparação para o batismo (pais e padrinhos) e o casamento (noivos). “Até esta data, as paróquias deverão se organizar para voltar a oferecer tais preparações, podendo ser presencial ou de forma remota, de acordo com a realidade do momento e as condições locais”, ressalta a circular.

Também serão retomadas as confissões, que deverão ser realizadas preferencialmente em ambiente aberto e com ventilação natural.

Fonte: Blog do BG

Continuar lendo GOVERNO DO ESTADO AUTORIZA ARQUIDIOCESE CELEBRAR MISSAS E CONFISSÕES COM 60% DO PÚBLICO

GOVERNO DO RN INICIA ESTUDO PARA RECUPERAÇÃO DO CASARÃO DOS GUARARAPES NO MUNICÍPIO DE MACAÍBA

Governo do RN estuda recuperar casarão dos Guarapes, em Macaíba

Redação / Portal da Tropical

 Atualizado em:

Foto: Arquivo / Canindé Soares

O Governo do Estado, através da Fundação José Augusto, inicia estudos para recuperação do casarão dos Guarapes, no município de Macaíba. O casarão foi o maior centro comercial do Estado no século 19 quando recebia e enviava produtos para os EUA e Europa por via marítima. Construído em 1858 por Fabrício Gomes Pedroza – avô de Alberto Maranhão, Pedro Velho e Augusto Severo e fundador da cidade de Macaíba – foi tombado pelo patrimônio estadual em 1990.

A FJA vai analisar um projeto antigo de recuperação e avaliar como a recuperação pode ser feita. “O nosso Governo tem grande atenção à preservação da história e cultura. Tanto é que este ano vamos entregar seis patrimônios históricos totalmente recuperados – a biblioteca Zila Mamede, fechada há 10 anos, o Memorial Câmara Cascudo, a Fortaleza Reis Magos, que estava sem há 15 anos, a Pinacoteca, o Teatro Alberto Maranhão, e o Complexo Cultural da Rampa “, afirmou a governadora professora Fátima Bezerra.

“Assumimos um estado em péssima condição financeira e fiscal. Mas temos uma equipe preparada e comprometida, que conseguiu reposicionar o RN para o desenvolvimento e também para o foco na cultura”, acrescentou Fátima Bezerra em audiência concedida, nesta quinta-feira (22) , ao ex-deputado, ex-conselheiro do TCE e escritor Valério Mesquita, que esteve acompanhado da advogada Isabela Varela. A secretária adjunta do Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sethas) Maria Luíza Tonelli também participou da audiência.

O presidente da Fundação José Augusto, Crispiniano Neto, lembrou que o Estado já teve alocado recursos no Orçamento Geral da União para recuperar o casarão, mas não houve execução. “Vamos analisar o projeto, juntamente com uma secretaria de Infraestrutura (SIN), e discutir como viabilizar a recuperação deste patrimônio importante da história do RN”, disse Crispiniano.

Valério Mesquita, que voltou a integrar o Conselho Estadual de Cultura, reforçou a necessidade da preservação e valorização da cultura. “Macaíba foi o maior entreposto comercial do Rio Grande do Norte que funcionou no casarão dos Guarapes, um marco na história de Macaíba e do Estado”, enfatizou Valério. Pelo que representou no passado, o casarão dos Guarapes foi cogitado pela Federação do Comércio do RN (Fecomércio) para abrigar um memorial do comércio contando como várias fases desta atividade econômica.

Fonte: Portal da Tropical _ Notícias

Continuar lendo GOVERNO DO RN INICIA ESTUDO PARA RECUPERAÇÃO DO CASARÃO DOS GUARARAPES NO MUNICÍPIO DE MACAÍBA

POLÍTICA: ALHEIO AO QUE DIZ A PUTREFATA GRANDE MÍDIA GOVERNO FEDERAL ACABA DE NOMEAR MAIS UM GENERAL PARA ATUAR EM UM CARGO CHAVE

O jornalismo militante chora, o governo ignora e mais um general entra em campo: “Por minha pátria eu morro”

General Ridauto Fernandes - Foto: ReproduçãoGeneral Ridauto Fernandes – Foto: Reprodução

O governo mais uma vez dá clara demonstração de que não tem nenhuma preocupação com o que diz a nossa putrefata grande mídia.

As grandes redações, infestadas de jornalistas militantes, desde o início do mandato do presidente Jair Bolsonaro, criticam de maneira açodada a presença de militares em postos chaves.

Certamente preferiam figuras como Geddel Vieira Lima, José Dirceu, Humberto Costa e outros igualmente alinhados com o pensamento dessa gente asquerosa.

Alheio a tudo isso, o governo federal acaba de nomear mais um general para atuar em um cargo chave.

O general Ridauto Fernandes, acaba de assumir o comando da diretoria de logística do Ministério da Saúde.

Homem sério e um fervoroso patriota.

E logo na chegada deixou isso bem claro:

“Militares de carreira são escravos de seus valores. Isso é o que a sociedade não entende. E, como seres humanos, são diferentes uns dos outros. Inclusive quanto à escala de valores, que varia de um para o outro. De um modo geral, varia pouco.

O que quero dizer com isso, em relação ao tema abordado pelo ex-MR-8 Gabeira, é que, por alguns valores, um militar passa (facilmente) por cima de muita coisa. Desculpem os que se sentirem ofendidos, mas por minha Pátria eu morro. E também mato e faço coisas que não vou listar aqui, para não provocar chiliques.

Se eu achar que minha Pátria estiver precisando, aceito de cabeça erguida humilhações e cusparadas. E, se achar que minha Pátria estiver precisando, providenciarei para que aquele que a esteja agredindo seja neutralizado. Adoro essa palavra, neutralizado. Que ideia essa, Gabeira. Pensar que a imagem do Exército e das Forças Armadas será arranhada, triscada sequer, porque o Presidente da República mandou um de seus ministros, que também é militar, fazer algo com que não concorda e o ministro, DISCIPLINADO, aceitou.

Que ideia, Gabeira. Essa convivência próxima que vc mesmo diz que teve com certas lideranças militares não lhe ensinou nada? Mas não sou ingênuo de achar que vc apenas se enganou.

Ah, não. Cada palavra sua é medida e pensada. E visa colocar integrantes das Forças Armadas, os menos experientes e menos preparados, contra seus Chefes. Tem coisa bem mais perigosa que humilhar generais, posso te assegurar. Quando vc diz que derrotará Bolsonaro e quantos militares estiverem a seu lado, estou imaginando que será pelo voto e pela via legal.

É isso? Porque, se a ideia for outra forma QUALQUER, confesso que teria um grande prazer em estar ao lado do Presidente. Nem sempre cumprir o dever é algo sacrificante. Acha que o Exército mudou em 50 anos? Adoraria mostrar que não mudou.”

Continuar lendo POLÍTICA: ALHEIO AO QUE DIZ A PUTREFATA GRANDE MÍDIA GOVERNO FEDERAL ACABA DE NOMEAR MAIS UM GENERAL PARA ATUAR EM UM CARGO CHAVE

PRIMEIRO-MINISTRO DO HAITI ASSUMIU O GOVERNO DO PAÍS E PROMETE RESTABELECER A ORDEM E ORGANIZAR ELEIÇÕES EXIGIDA PELA POPULAÇÃO

Novo primeiro-ministro do Haiti pede união para evitar ‘abismo’

Ariel Henry tomou posse do cargo nesta terça (20), 13 dias após o assassinato do presidente Jovenel Moise, que o indicou

INTERNACIONAL |

por AFP

:

Ariel Henry foi o sétimo e último primeiro-ministro indicado pelo presidente Jovenel Moise

VALERIE BAERISWYL / AFP – 20.7.2021

O novo primeiro-ministro do Haiti, Ariel Henry, assumiu oficialmente nesta terça-feira (20) o governo de um país à beira do caos, prometendo restabelecer a ordem e organizar as eleições exigidas pela população e pela comunidade internacional.

O ex-neurocirurgião de 71 anos é o sétimo e último primeiro-ministro nomeado pelo presidente Jovenel Moise, que foi assassinado por um grupo armado no dia 7 de julho.

“Uma das minhas prioridades será devolver à população a certeza de que faremos tudo o que for possível para restabelecer a ordem e a segurança”, declarou o novo líder do país.

“Este é um dos principais assuntos ao qual presidente da República queria que eu me dedicasse, porque ele entendia que era um passo necessário para atender sua outra preocupação, que era a realização de eleições limpas e honestas”, acrescentou.

A cerimônia de posse de seu governo em Porto Príncipe foi precedida por uma solene homenagem ao presidente Moise, com coreografias, discursos e uma orquestra em um cenário rodeado de flores brancas e coroado por um enorme retrato do chefe de Estado assassinado.

Cinco ministras mulheres

O novo governo, cuja composição foi publicada na segunda-feira no Diário Oficial da República do Haiti, é integrado por 18 ministros, entre eles 5 mulheres.

Além do cargo de primeiro-ministro, Ariel Henry também será o ministro de Assuntos Sociais e Trabalho.

Claude Joseph, que foi o primeiro-ministro interino após o assassinato do presidente e chegou a se mostrar disposto a se manter no poder, permanece no cargo do ministério de Relações Exteriores.

A disputa entre Joseph e Henry para assumir a liderança do Executivo finalmente foi decidida durante o fim de semana, após uma pressão exercida por embaixadores de diversos países, entre eles a França e os EUA, assim como por emissários dos EUA na OEA e na ONU.

Em um discurso transmitido pela televisão na noite de segunda, Henry disse que queria “lançar um solene apelo à unidade nacional, à união das nossas forças e à cooperação de todos, para frear essa caminhada do país rumo ao abismo, para voltar ao rumo e proteger noss país dos diversos perigos que o ameaçam”.

Segundo o novo primeiro-ministro, “a própria existência da nação” do Haiti atualmente está “em perigo”.

Sobre o assassinato de Moise, cujo funeral de Estado será realizado nesta sexta-feira, Henry prometeu “que todos os culpados, os autores e seus patrocinadores deverão ser identificados e responderão por seus atos diante da Justiça haitiana”.

O Haiti não tem um Parlamento funcionando no momento e estava afundado em uma profunda crise política e de segurança pública quando Moise foi assassinado.

A polícia haitiana prendeu cerca de 20 ex-militares colombianos que participaram como mercenários do assassinato e afirma ter descoberto um complô organizado por um grupo de haitianos. incluindo um ex-senador que está sendo procurado e um pastor radicado na Flórida (EUA). Estes homens teriam recrutado o grupo por meio de uma empresa de segurança venezuelana com sede em Miami.

Henry também agradeceu à comunidade internacional pelas vacinas contra a covid-19 que foram doadas ao povo haitiano. Os primeiros lotes chegaram em 14 de julho ao país, que conta com uma intraestrutura de saúde extremamente precária.

Fonte: R7
Continuar lendo PRIMEIRO-MINISTRO DO HAITI ASSUMIU O GOVERNO DO PAÍS E PROMETE RESTABELECER A ORDEM E ORGANIZAR ELEIÇÕES EXIGIDA PELA POPULAÇÃO

MUNICÍPIO DE NOVA CRUZ NO RN GANHA UMA NOVA CENTRAL DO CIDADÃO

Governo do RN entrega nova Central do Cidadão ao município de Nova Cruz

Redação / Portal da Tropical

 Atualizado em:

Foto: Raiane Miranda / Governo do RN

A nova Central do Cidadão de Nova Cruz está pronta para funcionar. Localizada no centro da cidade em um prédio de 581 metros quadrados, uma unidade passa a oferecer serviços ao cidadão com mais segurança e conforto. Construída com investimentos do Governo do Estado, através do Projeto Governo Cidadão e recursos do empréstimo junto ao Banco Mundial, uma unidade investimentos investidos de R $ 2,3 milhões. A governadora Fátima Bezerra entregou oficialmente o prédio nessa sexta-feira (16).

“Quando a nossa gestão iniciou, esta obra estava praticamente paralisada. Conseguimos resolver os problemas e hoje estamos aqui para dizer que em anunciados de agosto a nova Central de Nova Cruz estarão de portas abertas à população, prestando serviços de oferta ao cidadão ”, pontuou a governadora Fátima Bezerra.

A construção foi licitada e teve ordem de serviço assinada em 2017. Chegou a ser 50% concluída, mas a empresa responsável não cumpriu o cronograma e abandonou a obra em 2018. Em fevereiro de 2019, ao assumir a responsabilidade do Governo Cidadão, o secretário Fernando Mineiro convoca empresas, fiscais, supervisores e gerenciadoras responsáveis ​​pelas obras das Centrais do Cidadão em execução para ajustes.

Após apuração em processo administrativo interno, o projeto atualizou o orçamento e uma nova licitação foi publicada em março de 2020. Em agosto do mesmo ano a obra de Nova Cruz foi retomada e pôde finalmente ser concluída.

“Ao entregar a Central do Cidadão ao povo de Nova Cruz, estamos criando as condições para a privacidade de seus direitos. Fizemos um grande trabalho para reestruturar essa obra, realizamos uma nova licitação e hoje o equipamento está entregue ”, destacou Fernando Mineiro.

Estão em licitação os painéis solares que instalados no prédio, um investimento que soma R $ 92,5 mil. O Governo do Rio Grande do Norte está investindo, via Governo Cidadão, mais de R $ 50 milhões na construção, ampliação e reforma de 22 prédios das Centrais do Cidadão no RN.

Fonte: Portal da Tropical _ Notícias

Continuar lendo MUNICÍPIO DE NOVA CRUZ NO RN GANHA UMA NOVA CENTRAL DO CIDADÃO

FALA EM TOM DE AMEAÇA PELO SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO DO RN CAUSA REPÚDIO EM SINDICATO DA CATEGORIA

Sindicato repudia fala de secretário de Fátima e destaca: “Ameaça não cabe em governo popular”; confira nota

O Sindicato doa Trabalhadores da Educação (Sinte) emitiu uma nota repudiando as falas do secretário Getúlio Marques (Educação) do governo Fátima Bezerra. O sindicato também destacando o tom de ameaça, como descreveu, usado pelo secretário e disse que essa não é uma atitude de um governo que se diz popular.

Confira nota na íntegra…

SINTE/RN repudia declarações do secretário Getúlio Marques em rádio de Natal

O SINTE/RN repudia as declarações do secretário estadual de educação, professor Getúlio Marques, dadas em entrevista a um programa de rádio nesta quinta-feira (15) e consequentemente repercutidas em diversos blogs do Estado.

Na ocasião, quando indagado sobre a retomada das aulas presenciais da Rede Estadual, em tom visivelmente ameaçador, o chefe da Secretaria Estadual de Educação (SEEC) afirmou que vai tomar “providências legais” caso os professores não voltem para os locais de trabalho. Para nós, que há anos lutamos em defesa da educação, ficou clara a disposição do Secretário de acionar os meios administrativos para punir quem ousar resistir.

Por conhecer o caráter democrático de Getúlio Marques, o SINTE/RN recebeu com surpresa as falas do Gestor. Por isso, vem a público fazer alguns esclarecimentos:

1º) Não ocorreu nenhum acordo ou compromisso entre o SINTE/RN e a SEEC para o retorno às aulas presenciais sem a imunização completa dos profissionais da educação. Se a “quebra de confiança” existiu, não foi por parte do Sindicato.

2º) O SINTE/RN participa de um Comitê que teve a tarefa de elaborar um Plano de Retomada Segura e Gradual das Aulas Presenciais, baseado nos indicadores epidemiológicos, na biossegurança, na vulnerabilidade social dos alunos e na vacinação.

3º) Em todas as conversas e audiências o SINTE/RN marcou presença afirmando a necessidade da vacinação completa para que o retorno presencial aconteça. Essa afirmação foi reiterada, inclusive na última audiência convocada pelo Secretário para comunicar as discussões judiciais acerca do pretenso retorno.

4º) O SINTE/RN sempre reafirmou a decisão tirada em assembleias de retornar às aulas presenciais depois da imunização completa, o que também é uma convicção da sua diretoria.

5º) Os trabalhadores e trabalhadoras em educação são fortes, unidos e aguerridos. Portanto, ameaçar a categoria com medidas administrativas não surtirá efeito nem influenciará nas nossas decisões. Juntos, profissionais e dirigentes do SINTE/RN, lutarão na Justiça até a última instância e persistiremos na luta sindical.

6º) As escolas públicas do RN (estaduais e municipais) ainda não dispõem de merenda, a grande maioria não passou por qualquer adequação estrutural para a retomada. Ora, sabe-se que muitas sequer dispõem de janelas para garantir a circulação de ar limpo. Portanto, por que precipitar o retorno às atividades presenciais?

Este perfil de relação, onde existe ameaça e confusão de informações, não cabe em um governo popular. Por isso, registramos nossa indignação e alertamos que a propulsão deste conflito interessa tão somente ao sádico desejo de setores ultraconservadores da sociedade.

Reafirmamos, por fim, a posição da categoria, tirada em diversas assembleias virtuais de dezembro para cá: aula presencial somente após a imunização completa. Assim, continuaremos à disposição do trabalho remoto, mantendo a mesma dedicação, trabalhando mais que a carga horária e bancando equipamentos e internet. Esperamos que o Secretário Estadual de Educação, que sempre dialogou com este Sindicato, repense seu posicionamento e redirecione as ações para o caminho do diálogo profícuo.

Fonte: Blog do BG

Continuar lendo FALA EM TOM DE AMEAÇA PELO SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO DO RN CAUSA REPÚDIO EM SINDICATO DA CATEGORIA

GOVERNO DE CUBA AUTORIZOU A LIVRE ENTREDA DE REMÉDIOS, ALIMENTOS E PRODUTOS DE HIGIENE SEM TAXA TRAZIDOS POR VIAJANTES À ILHA

Cuba autoriza que viajantes tragam remédios e alimentos sem taxas

Decisão era um dos pedidos dos manifestantes que foram às ruas no domingo; produtos de higiene também entrarão de graça

INTERNACIONAL

 por AFP

Passageiros poderão trazer mais produtos para Cuba sem pagar taxas

YAMIL LAGE / AFP – ARQUIVO

O governo de Cuba autorizou a partir da próxima segunda-feira (19) a livre entrada no país de alimentos, remédios e produtos de higiene trazidos por viajantes, três dias após manifestações inéditas na ilha.

O governo concordou “em autorizar excepcionalmente e temporariamente a importação, através de passageiros, de alimentos, remédios e produtos de higiene sem limite de valor e sem o pagamento de taxas”, anunciou o premier Manuel Marrero na TV cubana.

Essa foi uma das medidas solicitadas por acadêmicos e intelectuais em carta aberta recente ao governo, a fim de amenizar a escassez de alimentos e remédios, uma das motivações dos protestos em massa que ocorreram nos dias 11 e 12 em cerca de 40 cidades da ilha.

“Esta é uma medida que estamos tomando até 31 de dezembro. Depois, faremos uma avaliação”, assinalou Marreo, na companhia do presidente cubano, Miguel Díaz-Canel.

As leis cubanas permitem a importação não comercial de 10 quilos de medicamentos livres de impostos, enquanto impõem limites a alimentos e outros produtos, pelos quais cobra impostos.

“Você pode trazer a quantidade de alimentos, produtos de higiene e remédios que desejar, o limite não é determinado por nós, não é determinado pelo país, não é determinado pela alfândega. O limite pode ser determinado pela companhia aérea”, ressaltou Marrero.

Um grupo de artistas e intelectuais, entre os quais o cineasta Fernando Pérez e o economista Carmelo Mesa Lago, havia pedido que fosse facilitado “o processo para permitir a entrada de medicamentos e insumos médicos no país”.

Fonte: R7
Continuar lendo GOVERNO DE CUBA AUTORIZOU A LIVRE ENTREDA DE REMÉDIOS, ALIMENTOS E PRODUTOS DE HIGIENE SEM TAXA TRAZIDOS POR VIAJANTES À ILHA

EDUCAÇÃO: GOVERNO FEDERAL LANÇA CRONOGRAMA NACIONAL DE IMPLEMENTAÇÃO PARA O NOVO ENSINO MÉDIO

MEC apresenta ações para novo ensino médio; veja o que muda

Mudanças serão gradativas até 2024, mas já prevê aumento de 800 para mil horas anuais do tempo mínimo do estudante na escola

Camila Neumam, da CNN, em São Paulo

 Atualizado 14 de julho de 2021 às 11:05

Apenas Goiás atingiu a meta do Ideb para o ensino médio, em 2019Apenas Goiás atingiu a meta do Ideb para o ensino médio, em 2019; média nacional chegou a 4,2, mas ficou abaixo do esperado Foto: Tânia Rêgo – 10.abr.2017/ Agência Brasil

O Governo Federal lançou, nesta quarta-feira (14), o Cronograma Nacional de implementação para o Novo Ensino Médio que foca na escolha de disciplinas pelos jovens e deve começar a ser implementado em 2022, para o 1º ano do ensino médio. Em 2023, as mudanças atingirão o 1º e 2º anos, e até 2024 atingirá os três anos do ensino médio, informou o Ministério da Educação.

O novo cronograma prevê ainda o aumento de 800 para mil horas anuais do tempo mínimo do estudante na escola.

O evento contaria com a presença do presidente Jair Bolsonaro e seria sediado no Palácio do Planalto, em Brasília. Mas nesta manhã Bolsonaro deu entrada no Hospital das Forças Armadas, na capital federal, com dores abdominais, e o evento foi transferido para a sede do Instituto Nacional de Ensino e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

A portaria 521 deverá orientar as Unidades da Federação quanto aos procedimentos que deverão ser cumpridos e apoiar no processo de execução de seus currículos, alinhados à Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

O programa foca em cinco itinerários formativos – linguagens e tecnologias, matemática e suas tecnologias, ciências da natureza, ciências humanas e formação técnica e profissional – que poderão ser escolhidos pelos alunos.

Entre as mudanças, haverá também um novo cronograma de formação de profissionais e atualizações das matrizes da Sameb e do novo Enem, que deve seguir as mudanças a partir de 2024.

O MEC também anunciou cursos de formação e centros de mídia para 27 unidades federativas para estratégias que envolvam o ensino híbrido.

As mudanças do Novo Ensino Médio (NEM), ocorrem “afim de garantir uma educação de qualidade a todos os jovens brasileiros e aproximar as escolas da realidade dos estudantes, considerando as novas demandas e a complexidade do mundo do trabalho e da vida em sociedade”, descreveu o Ministério da Educação em nota.

O NEM inclui itinerários formativos que “possibilitam aos estudantes escolherem suas trilhas de aprofundamento, ampliando seus conhecimentos em uma das seguintes áreas: linguagens; matemática; ciências da natureza; ciências humanas e sociais; e formação técnica e profissional”, afirmou a pasta.

Com o NEM, também passa a ser obrigatório o desenvolvimento do projeto de vida dos estudantes. “Esse componente do NEM garante ao estudante um espaço para refletir a respeito do presente e do futuro, contribuindo para o processo de autoconhecimento e desenvolvendo a identidade do jovem, estimulando sua autonomia e oportunizando realizar escolhas mais assertivas ao longo do ensino médio”, definiu o MEC.

O evento reuniu secretários de Educação Estaduais e Distrital, representantes do Conselho Nacional de Educação (CNE), governadores, representantes das Comissões de Educação da Câmara e do Senado e representantes do Conselho Nacional dos Secretários de Educação (Consed).

Oração pelo presidente

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, fez uma oração pela saúde do presidente que, segundo ele, está com uma “crise de soluços”, que pode ter causado suas dores abdominais.

“Vou insistir e orar pela vida do presidente. Ele está com crise de soluço há alguns dias. […] Oro por sua pronta recuperação”, disse Ribeiro.

Fonte: CNN

Continuar lendo EDUCAÇÃO: GOVERNO FEDERAL LANÇA CRONOGRAMA NACIONAL DE IMPLEMENTAÇÃO PARA O NOVO ENSINO MÉDIO

GOVERNO DA ITÁLIA APROVA DECRETO QUE IMPEDE NAVIOS DE GRANDES DIMENSÕES NAVEGAREM PELO CENTRO HISTÓRICO DE VENEZA

Itália vai banir cruzeiros no centro de Veneza a partir de agosto

Governo vai impedir embarcações de grande porte de passarem por dentro da cidade, exigência da Unesco para o tombamento

INTERNACIONAL

 Da ANSA Brasil

Manifestante já vinham realizando protestos contra a presença de grandes navios em Veneza Manifestante já vinham realizando protestos contra a presença de grandes navios em VenezaANDREA MEROLA / EFE – EPA – 5.6.2021

O governo da Itália aprovou nesta terça-feira (13) mais um decreto para impedir a navegação de navios de grandes dimensões pelo centro histórico de Veneza, com a promessa de que desta vez será para valer.

O bloqueio às grandes embarcações era uma das exigências da Unesco para não colocar uma das joias turísticas da Itália em uma lista de patrimônios em risco e já foi adiado em diversas ocasiões.

Agora, no entanto, o governo garante que, a partir de 1º de agosto, navios com mais de 25 mil toneladas, como os de cruzeiro, não passarão mais pela rota tradicional da Bacia de San Marco e do Canal de Giudecca, em pleno centro histórico da cidade.

“Não é exagero definir esse dia como histórico”, declarou o ministro da Cultura, Dario Franceschini, após uma reunião do Executivo italiano em Roma.

Atualmente, navios de cruzeiro atracam em um terminal de passageiros ao lado da principal estação ferroviária da cidade, e são famosas as fotos que mostram o contraste entre o gigantismo desses transatlânticos e a fragilidade das construções.

O novo decreto, no entanto, estabelece que os grandes navios sejam redirecionados para o porto comercial de Marghera, na parte continental de Veneza, de forma provisória.

Enquanto isso, o governo já lançou um concurso internacional de ideias para uma solução definitiva para o problema, com previsão de divulgação do vencedor em 30 de junho de 2023.

Planos apresentados pelo governo em 2017 e em março de 2021 já previam a transferência dos grandes navios para Marghera, porém sem estipular prazo. Além disso, o porto precisou ser adaptado para receber cruzeiros.

Segundo Franceschini, quem sofrer prejuízos com a mudança de rota receberá indenizações do governo, que destinou 157 milhões de euros para financiar o decreto. A medida também declara a Bacia de San Marco e o Canal de Giudecca como “monumento nacional”.

“O decreto aprovado hoje constitui uma importante passagem para a tutela do sistema lagunar veneziano”, diz um comunicado do Conselho dos Ministros, presidido pelo premiê Mario Draghi.

Fonte: R7
Continuar lendo GOVERNO DA ITÁLIA APROVA DECRETO QUE IMPEDE NAVIOS DE GRANDES DIMENSÕES NAVEGAREM PELO CENTRO HISTÓRICO DE VENEZA

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar

Fechar Menu
×

Carrinho