BRASIL E PORTUGAL SELARAM UM ACORDO QUE VAI DISPONIBILIZAR VOO PARA TRAZER BRASILEIROS QUE ESTÃO NO PAÍS

Itamaraty faz acordo com Portugal para trazer brasileiros que estão no país

Da CNN, em São Paulo

21 de fevereiro de 2021 às 10:11

Resultado de imagem para fotos do itamaraty

Brasil e Portugal selaram um acordo e vão disponibilizar um voo extraordinário para trazer brasileiros que estão em Lisboa. As viagens do país europeu para o território nacional estão suspensas por conta do agravamento da pandemia de Covid-19.

Na conversa entre o Itamaraty e as autoridades portuguesas, ficou definido que um voo especial sairá de Lisboa e chegará ao Aeroporto Internacional de Guarulhos na próxima sexta-feira (26). O acordo só valerá para quem comprar passagens de volta por meio da empresa portuguesa TAP.

Segundo a Associação Brasileira de Portugal, atualmente 360 brasileiros estão em Portugal sem conseguir retornar.

Para embarcar, os passageiros devem mostrar o resultado de um teste, feito em até no máximo 72 horas, comprovando que não estão infectados pela Covid-19. Ao chegarem de volta, todos deverão preencher um formulário emitido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

15 mil portugueses já morreram vítimas da Covid-19. A previsão é que os voos entre Portugal e Brasil permaneçam suspensos até o dia 1º de março.

Fonte: CNN

Continuar lendo BRASIL E PORTUGAL SELARAM UM ACORDO QUE VAI DISPONIBILIZAR VOO PARA TRAZER BRASILEIROS QUE ESTÃO NO PAÍS

PORTUGAL ANUNCIOU PRORROGAÇÃO DE SUSPENSÃO DE VOOS DE E PARA O BRASIL E REINO UNIDO

Portugal amplia suspensão de voos de e para o Brasil até 1º de março

Decisão coincide com data em que a nova prorrogação do estado de emergência ficará em vigor, de 15 de fevereiro a 1º de março

TERNACIONAL

 Da EFE

ALIZADO EM 13/02/2021 – 12H03

As ruas de Lisboa devem ficar ainda mais vazias a partir de segunda-feira (15)

RAFAEL MARCHANTE / REUTERS – ARQUIVO

Portugal anunciou neste sábado (13) a prorrogação, até o dia 1º de março, da suspensão de todos os voos comerciais e privados de ou para Brasil e Reino Unido.

A medida foi tomada inicialmente em janeiro devido à situação da pandemia do novo coronavírus e às novas variantes detectadas nos dois países.

A decisão coincide com as datas em que a nova prorrogação do estado de emergência em Portugal ficará em vigor, de 15 de fevereiro a 1º de março.

Durante este período, somente voos de caráter humanitário serão permitidos para repatriar cidadãos portugueses e suas famílias, assim como outras pessoas residentes em Portugal.

Quem cumprir esses requisitos terá ainda que apresentar um teste PCR com resultado negativo para covid-19 e realizado até 72 horas antes do embarque. Além disso, precisará cumprir uma quarentena de 14 dias após desembarcar em Portugal.

Nos voos humanitários, cidadãos de países da União Europeia ou de estados associados ao espaço Schengen, assim como residentes e familiares, também estão autorizados a embarcar, exclusivamente para fins de repatriação.

Eles também deverão apresentar um PCR negativo para covid-19 antes do embarque e, ao chegarem em Portugal, terão que fazer uma escala obrigatória no local do aeroporto determinado para este fim.

As restrições de voos decretadas há duas semanas para os países da União Europeia ou associados ao espaço Schengen permanecerão em vigor em Portugal também até 1º de março. Entre elas estão a exigência, além de um PCR negativo, de uma quarentena de 14 dias para aqueles que chegam de países onde a incidência de coronavírus é superior a 500 casos por 100 mil habitantes.

Fonte: R7

Continuar lendo PORTUGAL ANUNCIOU PRORROGAÇÃO DE SUSPENSÃO DE VOOS DE E PARA O BRASIL E REINO UNIDO

PORTUGAL TEM AS MAIRES TAXAS DE MORTALIDADE E DE INFECÇÃO DO BLOCO EUROPEU

Portugal tem a pior resposta à Covid-19 da Europa

Zeinab Bazzi*
04 de fevereiro de 2021 às 19:19
Resultado de imagem para Portugal tem a pior resposta à Covid-19 da Europa

 

Portugal, que era considerado um dos países que melhor lidou com a pandemia, agora tem a maior taxa de mortalidade da União Europeia – com 247,55 por milhão de habitantes.

De acordo com o Centro Europeu para a Prevenção e Controle de Doenças, o país tem também a taxa de infecção mais alta do bloco, com 1.429,43 por cem mil habitantes.

De acordo com a Universidade Johns Hopkins, o país acumula 748.858 casos confirmados e 13.482 mortes, 40% delas somente em janeiro.

De acordo com autoridades, esse aumento se deve ao fato da disseminação de variantes e da flexibilização adotada durante as festas de fim de ano – quando viagens entre cidades e encontros no Natal foram permitidos.

Essa escalada de casos fez com que hospitais ficassem sobrecarregados, e, com a falta de leitos, ambulâncias ficam, muitas vezes, enfileiradas por horas.

“Uma parte da situação grave que o país está vivendo no plano de resposta hospitalar, nas enfermarias, UTIs e etc. é muito resultado dessa falta de determinação de dar ao serviço nacional de saúde uma dimensão de profissionais e equipamentos suficientes para responder uma situação que já sabíamos que ia acontecer,” disse, José Manuel Pureza, deputado português.

Para lidar com o caos na saúde, o governo assumiu a necessidade de ajuda internacional e, na última quarta-feira, receberam 26 profissionais da saúde, 150 leitos e 50 respiradores vindos da Alemanha.

Além disso, o centro de treinamento da Seleção Portuguesa foi transformado em um hospital improvisado. Agora, cerca de 20 pacientes com Covid-19 são tratados nos quartos onde os jogadores se preparam para os jogos.

Agora, para frear esse aumento, as autoridades reforçaram medidas sanitárias. Moradores só podem deixar suas casas para trabalhar, comprar produtos essenciais, ir ao médico, ajudar idosos e praticar esportes ao ar livre – desde que estejam sozinhos. Escolas estão fechadas e o estado de emergência estendido até o dia 14 de fevereiro.

Bonde em rua de Lisboa durante pandemia de Covid-19 em PortugalBonde em rua de Lisboa durante pandemia de Covid-19 em Portugal Foto: Rafael Marchante/Reuters (31.out.2020)

(*Supervisão de Adriana Mabilia e Marcelo Favalli)

Fonte: CNN Internacional

Continuar lendo PORTUGAL TEM AS MAIRES TAXAS DE MORTALIDADE E DE INFECÇÃO DO BLOCO EUROPEU

PORTUGAL SE TORNOU O SÉTIMO PAÍS DO MUNDO A LEGALIZAR A EUTANÁSIA

Parlamento de Portugal aprova legalização da eutanásia no país

País é o 7º no mundo a aprovar o procedimento, depois de Espanha, Bélgica, Holanda, Luxemburgo, Canadá e Colômbia.

INTERNACIONAL

Da EFE

No Parlamento, houve 136 votos a favor da medida, 78 contra e 4 abstenções

MIGUEL A. LOPES / EFE – EPA – 29.1.2021

O Parlamento de Portugal aprovou nesta sexta-feira (29) a legalização da eutanásia no país, lei que ainda precisará ser sancionada pelo presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa

“É uma lei totalmente plural, que respeita quem escolhe o dia de sua morte com a ajuda de terceiros”, afirmou a deputada Isabel Moreira, nascida no Rio de Janeiro e que integra o Partido Socialista (PS).

A lei da eutanásia foi aprovada com 136 votos a favor, 78 contra e quatro abstenções. Portugal se tornou o sétimo país do mundo a legalizar a eutanásia, depois de Espanha, Bélgica, Holanda, Luxemburgo, Canadá e Colômbia.

Tramitação durou um ano

O projeto de lei avançou, após um ano de trâmites parlamentares, com o apoio dos grupos de esquerda, a rejeição da direita, e em meio a um tenso debate sobre a idoneidade do momento: a pandemia de covid-19.

A lei estabelece que o solicitante da morte assistida deve ser maior de idade, sem problemas mentais e em situação de sofrimento “duradouro e insuportável”.

Além de ter uma doença ou lesão incurável, a decisão final será analisada por um comitê de especialistas e só poderá ser praticada no Sistema Nacional de Saúde (SNS).

O Partido Comunista (PCP) apoiou a proposta com o argumento de que representa a compreensão de uma situação limite em que uma pessoa pode se encontrar.

Para o porta-voz dos Verdes, Luís Pereira, é “uma boa lei” porque “a morte medicamente assistida não é punível”, mas lamentou que ela só seja possível no sistema público de saúde.

Segundo o líder do Pessoas-Animais-Natureza (PAN), André Silva, a lei reflete o “sentimento geral dos portugueses de dar liberdade a quem pode escoher lucidamente o final de sua vida”.

“É uma lei justa, rigorosa e confiável na qual um ato de bondade deixa de ser um ato punível que condena à prisão”, argumentou.

Na direita, Temo Correia, deputado do CDS – Partido Popular, afirmou, parafraseando o papa Francisco, que a medida é “uma derrota para todos” porque “a resposta não é abandonar os que sofrem”.

“Esta lei é um terror porque permite matar vidas que poderiam ser salvas. É uma indignidade e vai contra a Constituição da República Portuguesa”, comentou Correia.

Agora, a última palavra cabe ao presidente Marcelo Rebelo de Sousa, que precisa sancionar a lei para que entre em vigor.

Fonte: R7
Continuar lendo PORTUGAL SE TORNOU O SÉTIMO PAÍS DO MUNDO A LEGALIZAR A EUTANÁSIA

NO AUGE DA PANDEMIA PORTUGAL REELEGE O PRESIDENTE MARCELO REBELO

Portugal reelege Marcelo Rebelo no auge da pandemia

O país registra a maior média de novos casos e mortes per capita em sete dias

INTERNACIONAL

 por Agência Estado

presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, cumprirá um segundo mandato após conquistar pouco mais de 60% dos votos na eleição de domingo (24), evitando um segundo turno, de acordo com resultados preliminares. A taxa de abstenção foi a maior desde a instauração do regime democrático, em 1974, chegando a 61,6%.

O Partido Socialista do primeiro-ministro Antônio Costa, no poder, não apresentou candidato oficial. Ana Gomes, candidata socialista que foi eurodeputada e não teve apoio do partido, ficou em segundo lugar, com 12,5%. Em terceiro apareceu o candidato André Ventura, de extrema direita, que obteve 11,9% para seu movimento ‘Chega’. Embora as medidas de confinamento estejam em vigor devido à pandemia do coronavírus, viagens foram permitidas para votação.

Rebelo de Sousa, professor de direito e ex-líder do partido de centro-direita PSD, tornou-se popular como comentarista político na televisão antes de sua primeira eleição em 2016. Nas últimas décadas, os presidentes portugueses têm cumprido dois mandatos – a última vez que houve segundo turno foi em 1986.

Em Portugal, o primeiro-ministro e o seu governo definem a política. Com mandatos de cinco anos, o presidente exerce um cargo relativamente decorativo, mas tem autoridades como nomear o primeiro-ministro e dissolver o Parlamento.

As eleições deste domingo serviram para medir a temperatura do país em relação à extrema direita, cujo candidato André Ventura queria “esmagar a esquerda”. O jurista de 38 anos causou surpresa ao conquistar uma cadeira no Parlamento nas eleições legislativas de 2019, quando atingiu 1,3% dos votos.

O país de 10 milhões de habitantes passa por um grave surto de pandemia após o Natal, com a maior média de novos casos e mortes per capita em sete dias, de acordo com o rastreador de dados da Universidade de Oxford.

O número de mortes por covid-19 bateu recordes pelo sétimo dia consecutivo neste domingo – 275 – com hospitalizações também em recorde e ambulâncias em fila de espera durante várias horas nos hospitais de Lisboa lotados. / W. Post e Reuters

Continuar lendo NO AUGE DA PANDEMIA PORTUGAL REELEGE O PRESIDENTE MARCELO REBELO

PARA EVITAR VARIANTE DO CORONAVIRUS, MINISTRO BRITÂNICO RESTRINGE VOOS DE 14 PAÍSES, INCLUSIVE DO BRASIL

Ministro britânico diz que veto de voos do Brasil é ‘precaução’

Restrição atinge 14 países da América Latina e Portugal com o objetivo de evitar entrada de variante do coronavírus

INTERNACIONAL

 Da EFE

Ministro britânico defende restrição de voos brasileiros e de outros países

TOBY MELVILLE / REUTERS – 8.6.2020

O ministro dos Transportes do Reino Unido, Grant Shapps, defendeu nesta sexta-feira (15) a decisão de vetar voos de Portugal e da América do Sul para evitar que a variante do coronavírus detectada no Brasil impactasse o plano de vacinação do país.

A partir de hoje, voos de Portugal e de 14 países da América do Sul estão proibidos devido a receios por temor a esta nova variante, a terceira detectada no mundo, depois da localizada no sudeste da Inglaterra e na África do Sul.

O ministro esclareceu, em declaração à emissora Sky News, que os cientistas “não estão dizendo que as vacinas não serão eficazes contra a cepa”, mas que é preciso tomar precauções o mais rápido possível.

“Estamos nessa etapa avançada (da vacinação), chegamos até agora, temos vacinas nos braços de três milhões de britânicos, isso é mais do que França, Espanha, Alemanha, Itália juntas, e não queremos tropeçar neste momento”, afirmou.

“Foi por isso que tomei a decisão, como medida adicional, de proibir totalmente esses voos”, insistiu Shapps.

Desde hoje, estão suspensas pelo Ministério dos Transportes as chegadas da Argentina, Brasil, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Guiana Francesa, Guiana, Panamá, Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai e Venezuela, além de Portugal e Cabo Verde por causa de seus laços estreitos com o Brasil.

Shapps informou ontem que o governo tomou a “decisão urgente” de vetar essas viagens em função dos “testes de uma nova variante no Brasil”, da qual não se sabe se é mais infecciosa ou se tem resistência às vacinas atuais.

Fonte: R7
Continuar lendo PARA EVITAR VARIANTE DO CORONAVIRUS, MINISTRO BRITÂNICO RESTRINGE VOOS DE 14 PAÍSES, INCLUSIVE DO BRASIL

RACISMO EM DESCONSTRUÇÃO: UM PROJETO PARA DESCONSTRUIR ESSES MITOS

Um projeto de tirar o chapéu criado em Portugal, por brasileiros para combater todas as formas de racismo está dando o que falar. E já começa com o apoio e o insentivo de muita gente grande. O Projeto se chama “Em Desconstrução”. E já conta a participação do humorista e apresentador Rui Unas, admitindo que é um racista em desconstrução. Eu lhe convido a ler o artigo completo a seguir e conhecer como funciona esse maravilhoso projeto.

Portugal entra na campanha brasileira contra racismo: “Em Desconstrução”

Portugal acaba de entrar na campanha “Em Desconstrução”, que foi lançada aqui no Brasil e em agosto passado – com apoio do SóNotíciaBoa – para desconstruir preconceitos de racismo, LGBTQI+fobia e machismo.

Nela, artistas assumem publicamente que foram criados com preconceitos, mas querem desconstruir esse comportamento, que pode levar à violência e morte de seres humanos.

E a estreia em terras portuguesas foi com o humorista e apresentador Rui Unas, admitindo que é um racista em desconstrução. No perfil no Instagram o artista explicou:

“Nasci em 1974… nos anos 80 o racismo propagava-se livremente, nas anedotas, nas histórias que “os pretos fizeram isto ou aquilo”, apontava-se na rua quando se via um casal de negro/negra com branca/branco. E fui crescendo no seio da normalização do preconceito “racial”, escreveu.

“Vamos partir apenas de uma premissa: É muito errado fazer classificações e distinções com base na raça porque biologicamente não existem raças humanas”, continuou Rui Unas.

O abraço de portugueses à campanha foi comemorado pelo idealizador do “Em Desconstrução“, Marcos Guimarães.

“Estou muito feliz e orgulhoso, porque hoje inicia a internacionalização do nosso movimento em terras estrangeiras. Portugal é o primeiro país, além do Brasil, que abraça essa iniciativa e dá mais um passo para desconstruir velhos preconceitos. Iniciamos com o Racismo e vamos levar os outros temas também, assim como estamos fazendo aqui”, contou Marcos Guimarães, sócio-diretor da Designorama, em entrevista ao SóNotíciaBoa.

Internacionalização

O processo de internacionalização da campanha, é liderado por Myriam Taylor, empresária de impacto social e ativista pelos direitos humanos.

A equipa europeia do “EM DESCONSTRUÇÃO” integra também Juliana Santos Wahlgren, responsável sénior do Departamento de Advocacia Política da ENAR – European Network Against Racism (Rede Europeia contra o Racismo), e Paula Cardoso, fundadora do projeto Afrolink.

“Aceitei abraçar a internacionalização do movimento porque acho verdadeiramente que este pode ser o ‘trigger’ …todos somos educados, tanto individual como coletivamente, nos demais preconceitos, e ter essa consciência é o primeiro passo para a sua desconstrução”, diz a criadora da empresa de inovação Muxima Bio.

Outros artistas

Outras figuras públicas portuguesas já anunciaram que vão aderir à campanha contra comportamentos discriminatórios, entre elas os humoristas César Mourão e Fernando Rocha e a jornalista Conceição Queiroz.

Além de mobilizar figuras públicas, a SOS Racismo, a ILGA Portugal e a HeforShe Lisboa, o projeto envolve outras 15 organizações, ativas no combate a todas as formas de discriminação.

As entidades aliadas vão dar orientação consultiva sobre os temas “Em Desconstrução” para fortalecer a mensagem na luta contra os preconceitos.

O movimento

“Em Desconstrução” é um movimento criado para expor e provocar a discussão sobre preconceitos estruturais, pra despertar consciências para estereótipos presentes em todos nós.

No Brasil participaram diversos artistas como Fafá de BelémFábio PorchatNany People, o cantor Tico Santa Cruz, os atores Fabiano AugustoJonathan Azevedo e Nando Cunha, entre outros.

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do SóNotíciaBoa

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo RACISMO EM DESCONSTRUÇÃO: UM PROJETO PARA DESCONSTRUIR ESSES MITOS

MOMENTO ESPETACULAR: BRASILEIRA MAYA GABEIRA SURFA A MAIOR ONDA DO MUNDO E ENTRA PARA GUINNESS WORLD RECORDS

Um feito digno de figurar no Guinness Book é o destaque da nossa coluna MOMENTO ESPETACULAR desta terça-feira e como se não bastasse um recorde brasileiro e mais ainda um recorde mundial de uma brasileira. A brasileira Maya Gabeira bateu o recorde dos recordes, pois com uma onda de 22,4 m de altura superou o recorde mundial masculino com uma onda de apenas 21 m. Um show pra ninguém botar defeito. Portantano, não perca, assista ao vídeo a seguir. Parabéns Maya!

Brasileira entra pro Guinness por surfar maior onda da história: vídeo

O Big Waves Awards 2020, considerado o Oscar das ondas gigantes, confirmou: a brasileira e surfista profissional, Maya Gabeira, fez história no esporte e vai para o Guinness.

Maya foi premiada na categoria “Maior Onda do Big Arwards 2020”. Ela bateu o próprio recorde mundial feminino na semana passada ao pegar uma onda de 22,4 metros de altura, equivalente a um prédio de 7 andares. (vídeo abaixo)

Assim, a WSL – World Surf League – validou e a Maya Gabeira vai para o Guinness World Records com o título de Maior Onda Surfada – Sem Limites – Feminino.

Próprio recorde

O recorde anterior também era dela, quando surfou em uma onda de 20 metros em 2018, no mesmo local, em Nazaré, Portugal.

As divisões masculina e feminina são separadas no Big Wave Awards, mas a onda de Maya neste ano superou a do vencedor entre os homens – o havaiano Kai Lenny, com uma onda de 21 metros.

“Uma mulher surfou a maior onda do ano no geral.  Era algo que eu havia sonhado anos atrás, mas não como algo realista. Não houve representação para eu acreditar que era possível”, disse a campeã brasileira.

“Eu apenas pensei que era tão irreal, mas ver isso acontecer foi incrível. Esse é um esporte extremamente dominado pelos homens, então ter uma mulher capaz de representar isso é bastante raro”, comemorou Maya.

Veja:

Maya Gabeira - Foto: Hugo Silva /Red Bull Content Pool
Maya Gabeira – Foto: Hugo Silva /Red Bull Content Pool

Com informações do Waves

Continuar lendo MOMENTO ESPETACULAR: BRASILEIRA MAYA GABEIRA SURFA A MAIOR ONDA DO MUNDO E ENTRA PARA GUINNESS WORLD RECORDS

SAÚDE: OS JOVENS SÃO OS PRINCIPAIS ALVOS DE RESTRIÇÕES PARA EVITAR PROPAGAÇÃO DO COVID-19 EM PORTUGAL

Portugal reverte medidas  de relaxamento e foca nas restrições aos jovens para conter nova propagação do novo coronavírus

 SAÚDE

Os portugueses relutaram a sair da quarentena como se pressentissem que o bom desempenho do país durante a pandemia pudesse sair do controle. Foi o que aconteceu. No período entre 21 de maio e 21 de junho, o país registrou 9.200 novos casos.

O governo se viu obrigado a recuar e antecipar o horário de fechamento de lojas para as 20h, proibir a venda de bebidas alcoólicas a partir desse horário e a limitar as reuniões ao máximo de dez pessoas, metade do que estava permitido.

Os jovens são o principal alvo das novas restrições. Festas clandestinas disseminaram novos focos de infecção. No Algarve, uma comemoração para cem pessoas contaminou 76; em Grândola, nos arredores de Lisboa, pelo menos 20 adolescentes adoeceram num acampamento. A onda de calor encheu praias e parques.

Pela primeira vez, o Porto e cidades do Norte do país cancelaram os tradicionais festejos de São João: não houve música, queima de fogos de artifício, barraquinhas de comida e bebida — tudo que remetesse à aglomeração de pessoas.

Modelo exemplar pela organização e pelas medidas eficazes verificadas enquanto os vizinhos eram atingidos em cheio pelo novo coronavírus, Portugal registrou 40 mil infectados pela Covid-19 e 1.543 mortos. Agora, a taxa de contágio só é superada na Europa pela Suécia, que passou ao largo do distanciamento social.

O crescimento de casos na pós-pandemia fez com que o panorama se invertesse: os bons alunos do continente são esnobados. Alguns países europeus, como o Reino Unido e Áustria, estudam se os passageiros procedentes de Portugal devem ser considerados seguros e, por isso, escapar da quarentena obrigatória de 14 dias. Finlândia e Dinamarca, por sua vez, já excluíram os portugueses da lista dos que estão isentos das restrições.

A região da Grande Lisboa e Vale do Tejo é a mais afetada pelo ressurgimento da doença e concentra 80% do pico recente — 367 novos casos nesta quarta-feira em todo o país. Fernando Maltez, diretor de Infectologia do Hospital Cury Cabral, considera que a situação está descontrolada, mas pode ser revertida.

“O desconfinamento poderia ter sido feito de forma mais lenta”, analisou à Rádio Renascença.

O presidente Marcelo Rebelo Sousa apela para que os portugueses sejam rigorosos no uso das máscaras em locais públicos e afasta o cenário de descontrole e ruptura no sistema hospitalar. Mas o certo é que Portugal mostrou que ainda está longe livrar-se da Covid-19.

Fonte: Blog do  BG

Continuar lendo SAÚDE: OS JOVENS SÃO OS PRINCIPAIS ALVOS DE RESTRIÇÕES PARA EVITAR PROPAGAÇÃO DO COVID-19 EM PORTUGAL

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar