JUSTIÇA: EDUARDO BOLSONARO TEM PEDIDO NEGADO PARA SUSPENDER CPI DAS FAKE NEWS POR GILMAR MENDES

Gilmar Mendes nega pedido de Eduardo Bolsonaro para suspender CPI das “fake news”

publicado  30.04.2020

 

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, negou um pedido feito pelo deputado Eduardo Bolsonaro em mandado de segurança, para suspender a prorrogação da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito – Fake News. A decisão é desta quarta-feira (29).

Segundo Eduardo, o propósito inicial da comissão era investigar “mensagens disseminadas pelo meio digital em todos os âmbitos da vida cotidiana dos cidadãos, tendo por objetivo primeiro proteção contra indução e estímulo ao suicídio, bem como impedir atos criminosos na rede. Neste caso, a análise eleitoral das assim chamadas fake news era completamente acessória, revelando-se como uma das várias facetas de tal fenômeno da internet”.

De acordo com Eduardo, o propósito da investigação foi desviado por alguns parlamentares e a comissão o transformou em instrumento de perseguição política, motivo pelo qual pedia que o Supremo intervisse para impedir a renovação do prazo por mais 180 dias.

Gilmar Mendes destacou que não cabe ao Judiciário policiar os parlamentares por conteúdos de depoimentos, discursos e inquirições na CPI, porque essas manifestações são protegidas pela imunidade material constitucional.

O ministro também descartou a alegação de Eduardo de que a propagação das “fake news” é um desvirtuamento do escopo de investigação da CPI.

Gilmar citou jurisprudência do Supremo no sentido de que é compatível com a Constituição a “apuração de fatos múltiplos, desde que individualmente determinados” por uma comissão de inquérito.

Fonte: Conexão Política

Continuar lendo JUSTIÇA: EDUARDO BOLSONARO TEM PEDIDO NEGADO PARA SUSPENDER CPI DAS FAKE NEWS POR GILMAR MENDES

PONTO DE VISTA: NO DICIONÁRIO JÁ DEVERIA EXISTIR O SINÔNIMO GILMAR MENDES PARA A PALAVRA HIPOCRISIA

Caro(a) leitor(a),

o Editorial deste domingo do Conexão Política me inspirou a escrever sobre alguém que há algum tempo eu não escrevia, até porque ele andava meio calado. Mas é incrível como existem pessoas que não perdem a oportunidade de falar como deveriam ficar calados. Por isso estou aqui para falar que o senhor Gilmar Mendes perdeu uma ótima oportunidade de ficar calado, pois ao fazer a reflexão que fez em seu tweeter expôs toda a sua hipocrisia e sem noção que lhe é tão peculiar. É debochar do brasileiro médio e do mais humilde sem o mínimo de respeito pelo sofrimento dos que estão de verdade sendo afetados pela pandemia. Alguém tão vil e desprezível não poderia estar na posição que está. Por isso concordo plenamente com cada palavra dita no editorial a seguir. Leia, reflita e tire suas conclusões!

EDITORIAL | A agenda do impeachment do Gilmar Mendes morreu?

Redação

Publicado em 19.04.2020

Por  

 

Marcelo Camargo | Agência Brasil

Conforme noticiou o Conexão Política neste domingo (19), o ministro Gilmar usou o Twitter para falar sobre a pandemia da Covid-19.

Mas não foi qualquer fala. Veja abaixo o que ele escreveu:

“Nesse momento, o resto do mundo já começa a repensar os paradigmas do capitalismo pós #COVID19. A pandemia pode gerar uma nova onda de automação, ampliar a concentração de renda e a desigualdade social. Qual será o novo papel do Estado?”.

É isso mesmo que você leu!

Gilmar Mendes usou as redes sociais para falar em “começar a repensar os paradigmas do capitalismo pós Covid-19”, “concentração de renda”, “desigualdade social” e falar em “um novo papel do Estado”.

Ok, Gilmar. Você que falar sobre desigualdade social? Então comecemos enxergando o próprio umbigo.

Todo o Brasil sabe que vocês, ministros, são lentos e ideológicos, que engavetam processos importantes para o Brasil, comem lagostas e camarões enquanto o povo não tem feijão e arroz na mesa.

Vocês bebem vinhos com selos de primeira linha e o povo mal tem água potável para beber.

Sim, todas essas regalias absurdas são financiadas com o dinheiro do cidadão brasileiro.

Gilmar, vossa excelência é conhecida como alguém que quando a PF manda prender algum criminoso, o senhor mandar soltar de imediato no dia seguinte.

Não precisa desenhar aqui ou em qualquer outro lugar o que todos brasileiros pensam sobre vossa excelência.

A verdade é que não existe qualquer que seja o argumento para defender o senhor, Toffoli e cia.

De todos os ministros que compõe a Corte, o nome que gera mais indignação popular é: Gilmar Mendes.

Não se pode, em nome da ordem, defender a absoluta desordem, imprevisibilidade e insegurança causados por essa gente autoritária.

Ainda é possível pensar no conceito das ‘instituições’ sem pensar em lagosta, jatinho, soltura de bandidos?

O Brasil com Gilmar Mendes não tem mais Direito e nem Justiça.

Por isso, o Brasil pede: FORA, GILMAR!

Fonte:

Redação

Conexão Política
Continuar lendo PONTO DE VISTA: NO DICIONÁRIO JÁ DEVERIA EXISTIR O SINÔNIMO GILMAR MENDES PARA A PALAVRA HIPOCRISIA

GLENN A CAMINHO DE VIRAR REU SEM O AMPARO DO LAXANTE GILMAR MENDES

Glenn deve virar réu antes que Gilmar retorne do recesso

O pilantra não entrou com qualquer medida judicial no Supremo Tribunal Federal (STF), em razão de que uma decisão no presente momento caberia ao ministro plantonista, no caso o vice-presidente da Corte, Luiz Fux.

Fontes seguras garantem que o juiz Ricardo Leite, titular da 10ª vara federal criminal de Brasília, deve decidir ainda esta semana se aceita a denúncia e, em consequência, abre a ação penal contra Glenn e os seis hackers acusados.

Caso a denúncia seja realmente recebida, o pseudojornalista americano responderá pelo cometimento dos crimes de associação criminosa e interceptação ilegal de comunicação.

Uma decisão do magistrado de 1ª instância nesse sentido, irá dificultar bastante o processo de blindagem de Glenn, proporcionado por uma esdrúxula decisão do abominável Gilmar.

Fonte: Revista Crusoé

da Redação

Fonte: Jornal da Cidade On Line

Continuar lendo GLENN A CAMINHO DE VIRAR REU SEM O AMPARO DO LAXANTE GILMAR MENDES

PONTO DE VISTA: A VOZ DO POVO NAS RUAS QUANTAS VEZES FOR NECESSÁRIO

Caro(a) leitor(a),

Daqui pra frente o povo brasileiro tem que ter em mente que as manifestações serão rotineiras e permanentes. Quem sabe até semanais, pois essa é a única arma que o cidadão de bem tem para por ordem na casa e fazer os parlamentares e ministros do STF se conscientizarem de que quem manda é o povo e que o povo cansou de verdade dessa palhaçada. Está mais do que na hora de pelo menos um ou dois desses togados de meia tigela ser punido para que se ponham no seu devido lugar. A manifestação deste domingo foi exemplar e vai provocar consequências positivas para o país e impor limites ao STF. Caso esse movimento não surta o efeito esperado não vamos desanimar. O caminho você já sabe: São as Ruas deste país!

#Impeachment Gilmar Mendes: Fotos e vídeos de um domingo histórico

Manifestantes também mostraram apoio ao Ministro da Justiça Sergio Moro e repudio a soltura de Lula.

Veja fotos e vídeos dos protestos:

da Redação

Fonte: Jornal da Cidade On Line

Continuar lendo PONTO DE VISTA: A VOZ DO POVO NAS RUAS QUANTAS VEZES FOR NECESSÁRIO

PONTO DE VISTA: ESTE É MAIS UM RECADO AO POVO BRASILEIRO QUE NÃO PODE SE ISENTAR DA RESPONSABILIDADE

Caro(a) leitor(a),

Os famigerados ministros do STF não escondem mais que são inimigos da Lava Jato. Agora a guerra está declarada. E o povo brasileiro só tem uma saída, já que estes togados de meia tigela não podem ser destronados numa simples canetada de alguém. Temos que ir pra rua com força no próximo dia 25 e mostrar quem é que manda aldeia. Não podemos mais ficar passivos diante de toda a bagunça que está acontecendo. O artigo a seguir é mais um exemplo cristalina disso. Porque ou vai ser o povo nas ruas ou as forças armadas. Ai vocês decidem!

Em guerra declarada contra a Lava Jato, Gilmar parte pra cima de Marcelo Bretas

A sorte está lançada. Ou o povo brasileiro reage em apoio a Lava Jato, ou os inimigos da maior operação contra a corrupção da história irão triunfar.

Nesse sentido, o ministro Gilmar Mendes tomou uma decisão nesta quinta-feira (15) que atinge duramente o juiz Marcelo Bretas.

Com base numa decisão manifestamente ilegal de Dias Toffoli, conforme já demonstrado pelo jurista Modesto Carvalhosa, que suspendeu investigações abertas com dados do COAF, o ministro Gilmar Mendes se chafurdou ainda mais na ilegalidade, determinando a suspensão de um processo da Lava Jato no Rio de Janeiro.

Bretas havia negado o pedido de suspensão do processo feito por Lineu Castilho Martins, denunciado por corrupção e lavagem de dinheiro, baseando-se no fato de que os dados utilizados não eram do COAF, mas da Receita Federal. Pois bem, Gilmar detonou o veredito do magistrado, justificando que a decisão – ilegal – de Toffoli também se estendia aos dados obtidos com a Receita.

Assim, para alegria do tal Lineu, o processo está suspenso.

Para tudo isso, fica a velha máxima:

“Quem fiscaliza o fiscal”.

A resposta está no primeiro parágrafo.

da Redação

Fonte: Jornal da Cidade On Line

Continuar lendo PONTO DE VISTA: ESTE É MAIS UM RECADO AO POVO BRASILEIRO QUE NÃO PODE SE ISENTAR DA RESPONSABILIDADE

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar