Blog do Saber, Cultura e Conhecimento!

BOAS NOTÍCIAS: COMEÇA A VACINAÇÃO DA 3ª DOSE DA VACINA PARA TODOS OS BRASILEIROS MAIORES DE 18 ANOS

Começa a aplicação da terceira dose da vacina contra Covid-19 em todo o Brasil para todos os brasileiros. O artigo a seguir mostra e explica como será feita a vacinação. O Ministério da Saúde anunciou nesta terça, 16, que todos os adultos com mais de 18 anos poderão receber a terceira dose de reforço. O único requisito é esperar o intervalo de cinco meses após a segunda dose. Então leia e se atualize!

Veja como será a aplicação da 3ª dose da vacina para todos o brasileiros

Sim, todos os brasileiros deverão tomar a 3ª dose da vacina contra Covid, ou seja, a mesma dose adicional que vem sendo aplicada apenas em idosos, profissionais de saúde e pessoas imunossuprimidas.

O Ministério da Saúde anunciou nesta terça, 16, que todos os adultos com mais de 18 anos poderão receber a terceira dose de reforço. O único requisito é esperar o intervalo de cinco meses após a segunda dose.

Já para quem tomou Janssen, é preciso tomar a segunda dose com intervalo de dois meses após primeira. Cinco meses depois, poderão tomar a dose de reforço.

De preferência os brasileiros deverão tomar como reforço a vacina da Pfizer como dose adicional. No entanto, a aplicação poderá ser diferente para quem tomou outros tipos de imunizantes.

Veja:

  • Vacinados com duas doses da CoronaVac
  • Vacinados com duas doses da AstraZeneca
  • Vacinados com uma dose da AstraZeneca e uma da Pfizer
  • Vacinados com duas doses da Pfizer
  • Vacinados com uma dose da Janssen
  • Para quem tomou duas doses de CoronaVac

E para quem tomou as duas primeiras doses da Pfizer, ainda não há definição de qual imunizante será aplicado como reforço

Os brasileiros que tomaram as duas primeiras doses de CoronaVac devem receber, prioritariamente, a dose adicional da Pfizer.

Caso o imunizante esteja indisponível, podem ser aplicadas também as vacinas Oxford/AstraZeneca ou Janssen. O intervalo entre a segunda dose e a dose adicional é de 5 meses.

Para quem tomou duas doses da AstraZeneca

Os brasileiros que tomaram as duas primeiras doses de AstraZeneca devem receber a dose adicional da Pfizer. Segundo o Ministério da Saúde, a ideia é que a vacinação seja feita de forma heteróloga, ou seja, com uma vacina diferente daquela aplicada na segunda dose. Dessa forma, não pode ser aplicada uma terceira dose de AstraZeneca. A CoronaVac não tem previsão de ser usada como dose adicional pelo Ministério da Saúde.

Para quem tomou uma dose da AstraZeneca e outra da Pfizer 

Segundo o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, nos casos de pessoas que tomaram a primeira dose da AstraZeneca e a segunda da Pfizer, a dose adicional deverá ser da Pfizer.

Para quem tomou duas doses da Pfizer 

O Ministério da Saúde afirmou que ainda está decidindo qual será a dose adicional aplicada em brasileiros que tomaram as duas primeiras doses da Pfizer. Como o imunizante começou a ser aplicado em abril, a pasta prevê que ainda há tempo para tomar a decisão de usar a mesma vacina ou tomar um imunizante diferente para promover a vacinação heteróloga.

“Ainda não está no tempo de aplicar esse reforço, mas esperamos ter informações concretas a esse respeito em um curto espaço de tempo”, justificou Queiroga.

Para quem tomou a dose da Janssen 

O ministro da Saúde explicou que a vacina da Janssen precisa de uma segunda dose – diferente da dose de reforço. Quem receber o imunizante pode tomar a segunda dose após dois meses, assim como funciona com a AstraZeneca – as vacinas tem plataforma similar. Só após cinco meses depois da segunda dose, quem tomou a vacina da Janssen poderá receber a dose adicional, preferencialmente a da Pfizer.

Quando começará aplicação 

A partir da próxima sexta-feira (19), o Ministério da Saúde vai distribuir doses da Janssen aos estados e municípios, para aplicação da segunda dose.

O Ministério da Saúde pretende começar a distribuição de vacinas específicas para aplicação da dose adicional na próxima semana. No entanto, o calendário de aplicação deve ser anunciado pelos estados e municípios.

Atualmente, já estão recebendo a dose de reforço idosos com mais de 60 anos e profissionais de saúde, além de pessoas imunossuprimidas após 28 dias do ciclo vacinal completo.

A previsão do Ministério da Saúde é terminar a aplicação da dose adicional até maio de 2022.

Com informações do Yahoo

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: COMEÇA A VACINAÇÃO DA 3ª DOSE DA VACINA PARA TODOS OS BRASILEIROS MAIORES DE 18 ANOS

APLICAÇÃO DA VACINA DA PFIZER EM CRIANÇAS DE 5 A 11 ANOS FOI APROVADA POR UNANIMIDADE PELO CDC NOS EUA

CDC aprova vacina da Pfizer para crianças de 5 a 11 anos nos EUA

Painel da entidade aprovou o uso emergencial e depende de autorização da diretora para iniciar imunização em breve

INTERNACIONAL

 Do R7

Aplicação do imunizante em 28 milhões de crianças pode começar ainda nesta semana

ERIK S. MENOR/EFE/EPA

O painel de especialistas do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC, na sigla em inglês) aprovou por unanimidade a aplicação da vacina da Pfizer contra a Covid-19 em crianças com idade entre 5 e 11 anos. Cerca de duas horas depois, Rochelle Walensky, diretora do órgão, deu também sua permissão para que a imunização pudesse ser iniciada no país. Assim, a vacinação de crianças pode começar já na manhã desta quarta-feira (3) nos EUA.

Com isso, a vacinação de crianças pode ser iniciada ainda nesta semana. Na última sexta-feira, a agência de alimentos e medicamentos do país (FDA) já havia feito a mesma aprovação para uso emergencial. A medida é considerada essencial já que o país está perto de entrar no inverno e teme novo surto da doença, especialmente em áreas com baixa vacinação de adultos.

A dra. Walensky apareceu rapidamente no início da reunião e disse que aquele era um dia que “muitos de nós estávamos ansiosos para ver”, mas que é apenas uma parte do combate à pandemia. “É importante que continuemos a vacinar o maior número possível de adultos para proteger as demais crianças nas comunidades”, disse ela, referindo-se aos menores de 5 anos.

Segundo o jornal New York Times, o governo federal americano preparou um programa com mais de 20 mil pediatras, médicos de família e farmácias para aplicar as vacinas. Cerca de 15 milhões de doses já estão sendo preparadas para distribuição.

As crianças vão receber um terço da dose autorizada para os maiores de 12 anos e adultos, em duas doses com intervalo de três semanas. Essas vacinas serão armazenadas em ampolas menores e aplicadas com agulha própria.

Os especialistas consideram a época do ano crítica porque, após semanas de queda nos números da doença, as reuniões familiares de feriados como o Dia de Ação de Graças e o Natal, realizadas quase sempre em locais fechados por causa do tempo frio, podem voltar a causar surtos de Covid-19.

Cerca de 2 mil escolas em todo o país precisaram ser fechadas após a reabertura, entre agosto e outubro, por causa de surtos localizados da doença.

Riscos e benefícios

Segundo o CDC, os dados dos testes realizados mostram que os benefícios da imunização superam os riscos em potencial. Durante a discussão, os especialistas analisaram informações sobre a possibilidade de o imunizante causar uma inflamação no coração, a chamada miocardite. Os testes mostram que o risco é maior entre homens de 16 a 29 anos, mas a grande maioria se recupera e a possibilidade de apresentação do problema cai bastante na faixa entre 12 e 15 anos.

No entanto, uma forma muito mais preocupante de miocardite pode acontecer em casos graves de Covid, segundo os estudos, e o CDC não conseguiu detectar nenhuma morte por miocardite causada pela vacina. “Pegar Covid traz muito mais risco ao coração do que a vacina”, disse um dos cientistas do CDC, Matthew Oster.

Segundo o CDC, cerca de 8,3 mil crianças entre 5 e 11 anos chegaram a ser internadas por Covid (e um terço delas precisou de terapia intensiva) desde o início da pandemia e pelo menos 94 morreram. O número é proporcionalmente mais baixo que o observado em outras faixas etárias, mas no auge do último surto, após a reabertura das escolas, crianças dessa idade responderam por 11% dos casos registrados, na semana de 4 a 10 de outubro.

Continuar lendo APLICAÇÃO DA VACINA DA PFIZER EM CRIANÇAS DE 5 A 11 ANOS FOI APROVADA POR UNANIMIDADE PELO CDC NOS EUA

RESPONSÁVEIS POR IDOSOS DOMICILIADOS ACAMADOS DEVEM REALIZAR O CADASTRO NO SITE PARA DOSE DE REFORÇO DA VACINA CONTRA COVID-19

Natal cadastra idosos dos acamados para dose de reforço contra covid-19

Redação / Portal da Tropical

Atualizado em:

Foto: Joana Lima / Secom

Os responsáveis ​​pelos idosos acamados domiciliados com idade a partir de 60 anos devem realizar o cadastrado do idoso no site https://vacina.natal.rn.gov.br/ solicitando que uma equipe de vacinação da Prefeitura do Natal, através do SMS, realizar uma dose de reforço da imunização contra Covid-19, a D3.

O cadastro prévio se faz necessário pelo fato de as equipes de vacinação estarem indo aos domicílios e muitos idosos não se encontram em casa, ou seja, não são considerados acamados. Em Natal, nas primeiras fases da campanha, cerca de 3.500 pessoas solicitadasam esse tipo de atendimento. Devemos à logística ser complexa, um SMS não está fazendo aviso antecipado de quando a equipe vai vacinar, pois considera o aviso prévio desnecessário uma vez que os idosos são considerados acamados.

“A dose de reforço é com o imunizante do Pfizer que exige uma temperatura adequada que dura apenas 6h e cada frasco possui apenas seis doses, então traçar como rotas e verificar se o idoso já completou os seis meses de quando pré-ereta a D2, exige toda atenção de nossas equipes. Por esse motivo, solicitamos o cadastro prévio ”, explica o secretário municipal de Saúde, George Antunes.

Para as pessoas que não têm acesso à internet podem ir na Unidade Básica de Saúde mais próxima e solicitar a dose de reforço do acamado domiciliado.

Continuar lendo RESPONSÁVEIS POR IDOSOS DOMICILIADOS ACAMADOS DEVEM REALIZAR O CADASTRO NO SITE PARA DOSE DE REFORÇO DA VACINA CONTRA COVID-19

EUA ACEITARÃO ENTRADA DE VIAJANTES IMUNIZADOS COM MESCLA DE DOSES DIFERENTES DE VACINA CONTRA COVID-19

EUA aceitarão entrada de viajantes com mescla de tipos de vacina

Imunizantes precisam estar na lista de medicamentos aprovados pela OMS (Organização Mundial da Saúde)

INTERNACIONAL

Da EFE

EUA vão aceitar a partir do dia 8 de novembro entrada de viajantes imunizados contra a Covid-19

KEVIN MOHATT / REUTERS – ARQUIVO

Os Estados Unidos aceitarão a partir de 8 de novembro a entrada de viajantes imunizados contra a Covid-19 com uma mescla de doses de diferentes tipos de vacina, desde que os imunizantes tenham sido aprovados pela OMS (Organização Mundial da Saúde).

A informação foi confirmada na mais recente atualização das diretrizes dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês), com ênfase em que só serão aceitos comprovantes de vacinação com os imunizantes que receberam aval da OMS.

“As pessoas que tiverem uma combinação de duas (diferentes) doses de uma vacina de dose dupla licenciada pela FDA (Food and Drug Administration) ou que constem na lista de uso de emergência da OMS serão consideradas vacinadas com o ciclo completo”, disse um porta-voz dos CDC à Agência Efe neste sábado.

“Embora os CDC não tenham recomendado a mistura de tipos de vacina em uma série primária, reconhecemos que isso é cada vez mais comum em outros países, motivo pelo qual deve ser aceito para a interpretação dos ensaios de vacinação”, acrescentou.

A Casa Branca anunciou na sexta-feira que abrirá suas fronteiras aéreas e terrestres em 8 de novembro aos viajantes internacionais com o ciclo vacinal completo, incluindo os de países que estão sujeitos a restrições de entrada há mais de um ano, como Brasil e Espanha.

A última atualização dos CDC sobre o assunto, divulgada na sexta-feira, frisa que “para efeitos de entrada nos Estados Unidos, as vacinas aceitas incluirão as licenciadas ou aprovadas pela FDA ou que constam na lista de uso de emergência da OMS”.

Até agora, a OMS autorizou as três vacinas aprovadas pela FDA — Pfizer/BioNTech, Moderna e Janssen — e também incluiu em sua lista duas versões da vacina da AstraZeneca, assim como as da Sinopharm e da Sinovac.

A Casa Branca também anunciou nesta semana que abrirá as fronteiras terrestres com o México e o Canadá, que estão fechadas para viagens não essenciais desde março de 2020, período que coincide com o surto da pandemia e ainda com a gestão de Donald Trump como presidente.

O plano de abertura dessas fronteiras terrestres consistirá em duas fases. A primeira entrará em vigor em 8 de novembro e exigirá comprovante de vacinação de visitantes em viagens consideradas “não essenciais”, como turismo ou visitas.

A segunda será em janeiro de 2022, quando o comprovante de vacinação será obrigatório para todos os viajantes, incluindo os caminhoneiros, que terão tempo de se vacinar antes de a exigência entrar em vigor.

Continuar lendo EUA ACEITARÃO ENTRADA DE VIAJANTES IMUNIZADOS COM MESCLA DE DOSES DIFERENTES DE VACINA CONTRA COVID-19

BRASIL OCUPA O 4º LUGAR NO NÚMERO DE DOSES APLICADAS DE VACINAS CONTRA CORONAVÍRUS

Painel da Vacina: Brasil está em 59° no ranking global e é 4º no total de doses

Até às 11h do sábado (9), são cerca de 98.824.442 brasileiros totalmente imunizados, ou seja, que tomaram as duas doses da vacina ou o imunizante de dose única

Luana Franzãoda CNN*

São Paulo

Vacinação contra a Covid-19 no BrasilVacinação contra a Covid-19 no Brasil Breno Esaki/Agência Saúde DF

O Brasil ocupa o 59º lugar no ranking global de aplicação de vacinas contra a Covid-19, com uma taxa de cerca de 117,64 a cada 100 habitantes. O país também ocupa o 4ª lugar no número de doses aplicadas, com 250.941.443, ficando atrás de China (mais de 2 bilhões), Índia (935 milhões) e Estados Unidos (400 milhões).

Até às 11h do sábado (9), são cerca de 98.824.442 brasileiros totalmente imunizados, ou seja, que tomaram as duas doses da vacina ou o imunizante de dose única.

A aplicação da terceira dose ou dose de reforço continua avançando, somando 2.590.818 pessoas que a receberam até o momento, de acordo com as informações reunidas pela CNN Brasil.

Os números apresentados podem ser ainda maiores, visto que nem todos os estados e municípios divulgaram suas últimas atualizações.

Entre os países do G20, o Brasil ocupa a 13ª posição na quantidade de doses aplicadas a cada 100 habitantes. Os primeiros lugares são ocupados por China, com 153,64 doses, Canadá, com 149,63, e Itália, com 142,55. Outros países que também estão a frente são França (141,99), Reino Unido (138,12), Japão (136,55) e Coreia do Sul (134,05).

Os dados foram compilados pela Agência CNN com informações das secretarias estaduais de Saúde e do site Our World in Data, ligado à Universidade de Oxford, no Reino Unido.

Informações obtidas por Giovanna Bronze, Julyanne Jucá, Ludmila Candal, Giulia Alecrim, Vital Neto, Victória Cócolo e Beatriz Araújo

Continuar lendo BRASIL OCUPA O 4º LUGAR NO NÚMERO DE DOSES APLICADAS DE VACINAS CONTRA CORONAVÍRUS

EM NATAL, IDOSO ACIMA DE 80 ANOS PODERÁ TOMAR TERCEIRA DOSE DA VACINA NESTE SÁBADO (3)

Por g1 RN

 

Natal começa a aplicar terceira dose de vacina em idosos acima de 80 anos neste sábado (2) — Foto: Anna Alyne Cunha/Inter TV CabugiNatal começa a aplicar terceira dose de vacina em idosos acima de 80 anos neste sábado (2) — Foto: Anna Alyne Cunha/Inter TV Cabugi

Natal passa a aplicar a terceira dose da vacina contra a Covid em idosos acima de 80 anos neste sábado (2). A informação foi divulgada pela Secretaria Municipal de Saúde nesta sexta-feira (1º).

Para receber a chamada D3, é preciso ter concluído o esquema vacinal, com duas doses ou dose única de qualquer imunizante, há pelo menos seis meses. A SMS lembra ainda que é necessário levar carteira de vacina, comprovante de residência e documento com foto.

Neste sábado, os drives no Ginásio Nélio Dias, Palácio dos Esportes, Sesi e Shopping Via Direta estarão abertos das 8h às 16h.

A prefeitura confirmou também que, a partir de segunda-feira (4), vai reduzir a faixa etária para o público de 70 anos e mais, em todos os pontos de vacinação – incluindo drives e Unidades Básicas de Saúde.

Informações sobre a fila dos drives, documentação, prazos, locais de vacinação e perguntas frequentes estão na plataforma Natal Vacina.

Primeira dose

Pessoas a partir de 12 anos que ainda não tomaram a primeira dose podem se dirigir a um dos drives de vacinação para atendimento. Para agilizar a vacinação é importante o cadastro prévio na RN Mais Vacinas.

Segunda dose

Coronavac

As pessoas que completaram os 28 dias da primeira dose do imunizante Coronavac podem procurar as UBS do município ou qualquer drive-thru para receber a segunda dose.

Oxford

UBS do município e todos os drives estarão com aplicação da D2 da Oxford para quem se vacinou até o dia 19 de julho.

Grávidas que tomaram a D1 de Oxford

As gestantes que tomaram a primeira dose com o imunizante Oxford e que, por recomendação do Ministério da Saúde, não tomaram a segunda dose poderão completar seu esquema vacinal com o imunizante da Pfizer e em todas as UBS do município ou qualquer ponto de aplicação.

Pfizer

A segunda dose da Pfizer está disponível nas UBS do município ou nos drives Nélio Dias, Palácio dos Esportes, Via Direta ou ginásio do Sesi para quem tomou a primeira dose até 6 de agosto.

Continuar lendo EM NATAL, IDOSO ACIMA DE 80 ANOS PODERÁ TOMAR TERCEIRA DOSE DA VACINA NESTE SÁBADO (3)

PASSAPORTE DA VACINA É SUSPENSO NO RIO DE JANEIRO PELA JUSTIÇA

Justiça suspende exigência do passaporte da vacina na cidade do Rio

Na decisão, o desembargador Paulo Rangel afirma que o passaporte é uma “ditadura sanitária”, faz analogia à escravidão e cita Hitler

Camille Couto

Mylena Guedes

Leandro Resende

da CNN

No Rio

 

O Tribunal de Justiça do Rio suspendeu a exigência do passaporte da vacina na cidade do Rio de Janeiro na tarde desta quarta-feira (29). A decisão do desembargador Paulo Rangel é em caráter liminar.

A suspensão foi solicitada por uma cidadã em um habeas corpus, e o desembargador estendeu para todos os que circulam na cidade do Rio.

Na decisão, Rangel afirmou que o passaporte é uma “ditadura sanitária” e fez analogia à escravidão.

“Se no passado existiu a marcação a ferro e fogo dos escravos e gados através do ferrete ou ferro em brasas hoje é a carteira da vacinação que separa a sociedade. O tempo passa, mas as práticas abusivas, ilegais e retrógradas são as mesmas. O que muda são os personagens e o tempo”

Paulo Rangel, desembargador

O passaporte de vacinação é exigido na capital fluminense desde o dia 15 de setembro. A medida visa restringir a circulação de pessoas não imunizadas contra a Covid-19, para evitar aumento do número de internações e mortes em decorrência do vírus. Segundo o decreto assinado pelo prefeito Eduardo Paes, o acesso a academias, piscinas e pontos turísticos era permitido apenas para as pessoas que comprovassem que receberam a dose da vacina. Segundo Rangel, a exigência do documento é uma afronta ao direito à liberdade de locomoção.

“Já disse em outra oportunidade e aqui repito. O decreto divide a sociedade em dois tipos: os vacinados e os não vacinados…O Prefeito está dizendo quem vai andar ou não pelas ruas: somente os vacinados. E os não vacinados? Estes não podem circular pela cidade. Estão com sua liberdade de locomoção cerceada. Estão marcados, rotulados, presos em suas residências. E por mais incrível que pareça tudo isso através de um decreto. A hipocrisia chega a tal ponto de não se perceber que o transporte público (BRT) anda lotado de gente. Metrô, barcas, ônibus idem”, escreveu.

A ação de interromper a exigência do documento já tinha sido analisada pelo Tribunal de Justiça em outra ocasião. Contudo, a desembargadora Teresa de Andrade Castro Neves negou o pedido contra o decreto municipal, no dia 14 deste mês.

A Procuradoria do Município do Rio informou que ainda não foi notificada, mas vai recorrer da decisão. “Acrescenta ainda que nesta quarta-feira (29/9) apresentou recurso junto ao STF para sustar os efeitos da liminar que suspendeu a necessidade de apresentação do comprovante de imunização nos clubes Militar e Naval.”

Continuar lendo PASSAPORTE DA VACINA É SUSPENSO NO RIO DE JANEIRO PELA JUSTIÇA

LOTE DE VACINAS PARA APLICAÇÃO DA TERCEIRA DOSE É DISTRIBUÍDO NO RN PELA SESAP

Terceira dose: lote com vacinas para dose de reforço em idosos é distribuído no RN

Redação / Portal da Tropical

 Atualizado em:

Foto: Divulgação / Sesap

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) distribui, no início da tarde de sexta-feira (17), o primeiro lote de vacinas contra a covid-19 para a aplicação da terceira dose. Segundo a secretaria, foram encaminhadas aos municípios 20 mil doses de Pfizer. A orientação é que a vacinação de reforço deve começar pelos idosos acamados e aqueles que vivam em instituição de longa permanência.

Além dessas para o reforço, ainda estão sendo distribuídas, para segunda dose, mais 73.750 unidades, sendo 28.200 da Pfizer, 18.840 de Coronavac / Butantan e outras 26.710 de Astrazeneca / Fiocruz, imunizante que voltou a ser entregue pelo Ministério da Saúde.

Assim, totalizam-se 93.754 doses que a Sesap, com apoio da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar, encaminhamento com objetivo de continuidade à campanha de vacinação no Rio Grande do Norte.

Parte dessas vacinas foram recebidas no fim da tarde desta quinta-feira (16). Chegaram ao estado 67.780 doses, sendo 39.780 da Pfizer e 28 mil Astrazeneca / Fiocruz.

Até o fim desta manhã, uma plataforma RN + Vacina registrava pouco mais de 3,49 milhões de doses aplicadas em solo potiguar. São 2,24 milhões de pessoas que receberam ao menos uma dose, alcançando 84% do público-alvo. O recorte entre os maiores de idade vacinados com duas doses ou dose única é de 47% dos adultos, o que representa 1,25 milhões de moradores do RN.

Continuar lendo LOTE DE VACINAS PARA APLICAÇÃO DA TERCEIRA DOSE É DISTRIBUÍDO NO RN PELA SESAP

EVENTOS E LUGARES COM PRESENÇA DE PÚBLICO EM CAICÓ SERÁ EXIGIDO O PASSAPORTE DA VACINA CONTRA COVID-19

Prefeitura de Caicó institui uso do Passaporte da Vacina em lugares e eventos com presença de público

14 set 2021

Prefeitura de Caicó institui uso do Passaporte da Vacina em lugares e eventos com presença de público - Notícias do Pássaro

Foi publicado nesta segunda-feira (13), o Decreto 900/2021, assinado pelo prefeito Dr. Tadeu, que institui no âmbito do município, o Passaporte da Vacina, que comprove que o cidadão está imunizado contra a Covid-19. O documento com um QR Code, está disponível na plataforma integrada RN + Vacina, do Estado do Rio Grande do Norte.

Os estabelecimentos e serviços pertencentes ao setor de  eventos, tais  como  shows, bares fechados que ofereçam aos clientes atrações musicais, feiras, congressos, jogos, teatros, com a ocupação máxima, deverão solicitar ao público, para ter acesso ao local do evento, comprovante de vacinação do cidadão contra COVID-19, que será autenticado pelo Passaporte da Vacina.

Será exigida, no mínimo, a comprovação da primeira dose do imunizante contra o novo coronavírus.

A comprovação da condição vacinal também poderá ser realizada pelo registro físico, mediante apresentação do comprovante de vacinação, ou de forma digital, disponível na plataforma RN + Vacina.

Os estabelecimentos que não respeitarem as regras e restrições previstas neste decreto e os demais protocolos estabelecidos, ficarão sujeitos às penalidades cabíveis.

Para ter acesso ao Certificado, siga o passo-a-passo:

Acesse o site RNMAISVACINA, clica no botão COVID19, depois no botão CIDADÃO. Na sequência digite o seu CPF e depois, em AVANÇAR. Digite a SENHA de acesso, clique em CERTIFICADO DE VACINAÇÃO para gerar o documento com o QR CODE e imprimir.

Fonte: Política em Foco
Continuar lendo EVENTOS E LUGARES COM PRESENÇA DE PÚBLICO EM CAICÓ SERÁ EXIGIDO O PASSAPORTE DA VACINA CONTRA COVID-19

BOAS NOTÍCIAS: ACORDO EUROFARMA X PFISER/BIONTECH PRODUZIRÁ VACINA NO BRASIL

BOAS NOTÍCIAS: ACORDO EUROFARMA X PFISER/BIONTECH PRODUZIRÁ VACINA NO BRASIL
31/10/2020 REUTERS/Dado Ruvic

TEXTO

Vacina da Pfizer será produzida no Brasil, após acordo

A Pfizer fechou acordo e anunciou que a vacina da farmacêutica norte-americana contra a covid-19 também será produzida aqui no Brasil.

A responsável pela produção será a empresa Eurofarma, com sede em São Paulo e no Rio de Janeiro. A Pfizer informou que serão produzidos 100 milhões de doses por ano no Brasil.

O anúncio foi feito pelas farmacêuticas Pfizer e BioNTech nesta quinta-feira 25, com a assinatura de uma carta de intenção com o laboratório brasileiro Eurofarma.

A empresa pretende fabricar imunizantes aqui para distribuição em toda a América Latina.

De acordo com a Pfizer, as “atividades de transferência técnica, desenvolvimento no local e instalação de equipamentos começarão imediatamente” junto à Eurofarma.

A produção

A empresa brasileira receberá matéria-prima dos Estados Unidos e a fabricação de doses prontas começará em 2022.

A expectativa é de que a produção anual chegue a 100 milhões de doses, que serão distribuídas exclusivamente na América Latina.

“Nossa nova colaboração com a Eurofarma expande nossa rede global de cadeia de suprimentos — nos ajudando a continuar fornecendo acesso justo e equitativo à nossa vacina”, disse, em nota, Albert Bourla, presidente e CEO da Pfizer.

Atualmente, o Brasil tem fabricação própria de duas vacinas contra a Covid: a Coronavac, produzida no Instituto Butantan, em São Paulo, e a AstraZeneca, fabricada na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro.

Incorporação ao SUS

A parceria com o laboratório brasileiro aponta para a utilização da vacina Pfizer contra a Covid-19 em uma eventual campanha anual de imunização contra o coronavírus.

Isso porque o fármaco é um dos únicos com registro definitivo aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Além disso, a vacina da Pfizer é uma das aprovadas pela Comissão Nacional de Inclusão de Tecnologia no SUS (Conitec) para incorporação ao Sistema Único de Saúde (SUS).

Na prática, a medida inclui o imunizante ao rol de medicamentos do SUS, assim como outras vacinas que já fazem parte do sistema, como a da gripe, por exemplo. A vacina da AstraZeneca contra a Covid também foi incorporada ao sistema.

“Estamos disponibilizando nossos melhores recursos em capacidade industrial, tecnologia e qualidade para este projeto, para que possamos cumprir o contrato com excelência e contribuir com o abastecimento do mercado latino-americano ”, disse Maurízio Billi, Presidente da Eurofarma.

Atualmente, o Brasil tem dois contratos assinados com a Pfizer/BioNTech. O primeiro deles, fechado em março, está em vigência e prevê a entrega de 100 milhões de doses. Desse quantitativo, 1 milhão chegou ao país em abril e outros 2,5 milhões em maio.

O segundo contrato, assinado em maio deste ano, também prevê 100 milhões de doses. No entanto, as vacinas só devem chegar ao país no último trimestre do ano.

Com informações do Metrópoles

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: ACORDO EUROFARMA X PFISER/BIONTECH PRODUZIRÁ VACINA NO BRASIL

SAÚDE: TODAS AS SALAS DE VACINAÇÃO DE NATAL PASSARÃO A DISPONIBILIZAR A VACINA CONTRA GRIPE

Por G1 RN

 

A vacina da gripe protege contra as influenzas A (H1N1), A (H3N2) e B, mas não contra o novo coronavírus. — Foto: Andrea Rego Barros/Prefeitura do Recife

A vacina da gripe protege contra as influenzas A (H1N1), A (H3N2) e B, mas não contra o novo coronavírus. — Foto: Andrea Rego Barros/Prefeitura do Recife

Todas as 65 salas de vacinação em Natal passam a oferecer a vacina contra a gripe a partir desta quarta-feira (18). Com isso, os pontos extras como a praça Augusto Leite e o ginásio Nélio Dias deixam de funcionar.

O público alvo da vacina da gripe é a população com mais de seis meses de idade. Para se vacinar, a pessoa deve levar comprovante de residência, documento com foto e cartão de vacinação.

O Ministério da Saúde orienta que haja intervalo de pelo menos 14 dias entre doses das vacinas contra a Covid e Influenza.

Quem tomou a Coronavac, contra a Covid, deve esperar concluir o esquema vacinal com a segunda dose e aguardar 14 dias para tomar a vacina contra Influenza.

Quem tomou Oxford ou Pfizer, deve contar 14 dias após a primeira dose para tomar a vacina da Influenza e aguarde mais 14 dias para tomar a segunda dose do imunizante contra o novo coronavírus.

“Vamos disponibilizar a vacina de Influenza em todas as salas de vacinação até durar o estoque. O intervalo necessário de 14 dias entre a vacina contra o Coronavírus e a Influenza retardou um pouco o cumprimento da meta até o momento, porém, com a ampliação de mais salas de vacina, estamos dando mais acesso a população”, explica o secretário de Saúde de Natal, George Antunes.

Continuar lendo SAÚDE: TODAS AS SALAS DE VACINAÇÃO DE NATAL PASSARÃO A DISPONIBILIZAR A VACINA CONTRA GRIPE

EM NATAL, PESSOAS COM 20 ANOS SERÃO VACINADAS NA SEGUNDA-FEIRA E NA TREÇA-FEIRA AS DE 19 ANOS

Natal vacina pessoas de 20 anos na segunda-feira e de 19 anos na terça-feira

Redação / Portal da Tropical

 Atualizado em:

Foto: Heilysmar Lima

Natal vacinará nesta segunda-feira (16), as pessoas com 20 anos e na terça-feira (17) é uma vez dos jovens com 19 anos. A prefeitura acredita que ainda na próxima semana a capital alcance a faixa etária dos 18 anos e com isso conclua a fase atual do Plano Nacional de Imunização. Na capital potiguar, a vacinação segue de segunda-feira a sábado,

“Nossa estrutura vacinal está pronta. Acreditamos que com a chegada de novas doses estaremos nos próximos dias vacinando os jovens de 18 anos. Natal é uma das cidades do nordeste que mais avança na imunização ”, comenta Álvaro Dias, prefeito de Natal.

O secretário de Saúde, George Antunes, faz um apelo à população para que complete o esquema vacinal. “Tão importante como a primeira dose é a segunda, só assim nos sentiremos protegidos. A estrutura está pronta são mais de 40 pontos de vacinação, então eu peço, vão se vacinar ”, relata,

A vacinação contra Covid-19 acontece em 35 UBS e nos cinco drives (SESI, Nélio Dias, Via Direta, Palácio dos Esportes e Arena das Dunas), todos os endereços, horário de funcionamento, tempo de fila nos drive e dúvidas podem ser acessadas através do https://vacina.natal.rn.gov.br/ . É importante que a população faça o cadastro no RN Mais Vacinas.

Segunda dose

As 35 UBS e os drives (Palácio dos Esportes, Via Direta, Sesi, Nélio Dias e Arena das Dunas) aplicam a D2 dos imunobiológicos de Oxford, Coronavac e Pfizer (exceto Arena que não dispõe de Pfizer). Para receber a vacina basta estar com cartão de vacinação, documento com foto, comprovante de residência do município e dentro do prazo para a aplicação da D2.

Confira os prazos abaixo para ver quem está apto a receber a segunda dose:

Oxford
Pode receber a D2 quem conferir a primeira dose até 25 de maio, ou 85 dias.

Coronavac
Pode receber a D2 que completou 28 dias da primeira dose.

Pfizer
Pode receber a D2 quem confere a primeira dose até 21 de maio.

Continuar lendo EM NATAL, PESSOAS COM 20 ANOS SERÃO VACINADAS NA SEGUNDA-FEIRA E NA TREÇA-FEIRA AS DE 19 ANOS

INSTITUTO EM COSTA DO MARFIM CONFIRMA PRIMEIRO CASO DE EBOLA NO PAÍS DESDE 1994

Costa do Marfim registra primeiro caso de ebola desde 1994

País fez acordo com a Guiné para receber mais de 5 mil doses de vacina contra a doença

Costa do Marfim não registrava caso confirmado de ebola desde 1994

CELLOU BINANI / AFP

O Instituto Pasteur da Costa do Marfim confirmou neste sábado (14) o primeiro caso de ebola no país desde 1994, segundo divulgou o Ministério da Saúde do país e a Organização Mundial da Saúde.

De acordo com as primeiras informações, a paciente em questão havia viajado no último dia 12 para a capital marfinense, Abidjan, por via terrestre, vindo da vizinha Guiné, que anunciou em 19 de junho o fim do último surto da doença.

A mulher que foi diagnosticada com ebola tem 18 anos, nasceu em Guiné e foi internada em um hospital após sentir febre, conforme indicou o Ministério da Saúde da Costa do Marfim.

Segundo a OMS, não há indicação até o momento de que haja uma conexão entre o surto no território marfinense com o de Guiné, “mas pesquisas e a sequenciação genética identificarão a cepa e determinação se existe uma conexão entre ambos”.

Durante este ano, também chegaram a ser declarados surtos na República Democrática do Congo (RDC), cujo fim foi declarado em 3 de maio.

No entanto, esta a última vez em que foi registrado um surto em uma grande capital, como Abidjan, foi entre 2014 e 2016, resultando na morte de 11,3 mil pessoas.

Na Costa do Marfim, nenhum caso havia sido confirmado desde 1994, quando o vírus saltou de uma família de chimpanzés para um pesquisador que trabalhava na região.

“É uma grande preocupação que este surto tenha sido declarado em Abidjan, uma metrópole com mais de 4 milhões de habitantes”, indicou a diretora regional da OMS para a África, Matshidiso Moeti, por meio de comunicado.

A agência, além disso, indicou que 5 mil doses de vacina contra a doença que tinham sido reservadas para enfrentar o surto na Guiné, estão sendo transferidas para a Costa do Marfim, graças a um acordo entre os Ministérios da Saúde dos dois países.

Continuar lendo INSTITUTO EM COSTA DO MARFIM CONFIRMA PRIMEIRO CASO DE EBOLA NO PAÍS DESDE 1994

REVERENDO QUE NEGOCIOU VACINA EM NOME DO GOVERNO SERÁ OUVIDO NESTA TERÇA-FEIRA NA CPI DA COVID

Por Marcela Mattos, G1 — Brasília

 

CPI retoma depoimentos e mira em intermediárias de vacinasCPI retoma depoimentos e mira em intermediárias de vacinas

Após pausa de duas semanas em função do recesso parlamentar, a CPI da Covid no Senado retoma os trabalhos nesta terça-feira (3) com foco mantido nas investigações sobre as negociações de vacinas contra o coronavírus.

Nesta manhã, os senadores vão ouvir o reverendo Amilton Gomes de Paula, fundador de uma entidade privada chamada Secretaria Nacional de Assuntos Humanitários (Senah).

O reverendo é uma peça-chave para mostrar como o governo brasileiro negociou a aquisição de imunizantes por meio de intermediários. No caso de Amilton Gomes, ele negociava a venda de 400 milhões de doses da AstraZeneca.

A oferta se dava em meio a uma escassez mundial de vacinas e mesmo após a própria farmacêutica ter informado que a venda do imunizante se daria apenas por meio de contratos diretos, sem intermediários.

A Senah é uma organização evangélica fundada em 1999, com sede em Águas Claras (DF), região próxima a Brasília. Após a fundação, a entidade desenvolveu projetos de ação sociocultural no Distrito Federal e em cidades do entorno.

Com esse histórico – e de maneira ainda inexplicada –, a Senah ganhou autonomia do governo para negociar a aquisição de vacinas.

Conforme mostrou o Jornal Nacional, o então diretor de Imunização do Ministério da Saúde Lauricio Monteiro Cruz deu aval para que o reverendo e a Senah negociassem a vacina AstraZeneca em nome do governo brasileiro com a empresa americana Davati Medical Supply. Veja no vídeo abaix

Ministério da Saúde exonera diretor que deu aval para reverendo negociar compra de vacina

O reverendo teve reuniões no Ministério da Saúde com Lauricio e com o então secretário executivo Elcio Franco – que concentrava, no ministério, as decisões sobre a compra das vacinas.

E-mails de março deste ano indicam que o reverendo propôs a compra do imunizante a US$ 17,50 por dose, valor três vezes mais caro que os US$ 5,25 pagos pelo ministério em janeiro a um laboratório da Índia

CPI da Covid já ouviu 33 depoimentos; relembre os mais importantes

Ministério: portas abertas ao reverendo

O nome de Amilton Gomes foi apresentado à CPI pelo policial militar Luiz Paulo Dominghetti, que diz ser vendedor da Davati. Conforme relatou, a empresa também chegou ao ministério graças à ação do reverendo, que abriu as portas da pasta para as negociações com a empresa.

Outro vendedor da Davati, Cristiano Carvalho também citou o reverendo em seu depoimento à comissão e reforçou a versão de que foi ele quem iniciou as tratativas com o governo brasileiro. Ainda de acordo com Carvalho, o reverendo também tentou expandir os negócios com o Paraguai e a Arábia Saudita.

“No primeiro momento, eu fiquei totalmente incrédulo, porque o posto de reverendo, vamos dizer assim, não é uma coisa muito comum”, afirmou Carvalho, que também participou de reunião no Ministério da Saúde.

As negociações entre o governo brasileiro e a Davati não se concretizaram – e acabaram virando caso de polícia. Dominghetti acusou o então diretor de Logística Roberto Dias de cobrar propina no valor de US$ 1 por dose do imunizante. A Polícia Federal abriu inquérito para apurar a acusação.

Até o momento, a Davati e seus representantes no Brasil não indicaram de onde viriam essas supostas milhões de doses, já que a Astrazeneca dizia não trabalhar com intermediários. Nenhuma prova foi apresentada sobre a existência real dessas vacinas.

Exclusivo: Herman Cardenas, dono da Davati, diz ter sido enganado por parceiros brasileiros

Adiamento

Inicialmente, o depoimento do reverendo Amilton Gomes estava previsto para o dia 14 de julho. Ele, no entanto, apresentou um atestado médico solicitando o adiamento da oitiva.

Na véspera, o reverendo também acionou o Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo para que fosse reconhecido o direito de permanecer em silêncio diante de perguntas que pudessem incriminá-lo. O pedido foi acatado pelo presidente da Corte, ministro Luiz Fux.

Dessa forma, conforme a decisão de Fux, o reverendo pode se recusar a responder perguntas sobre fatos que o incriminem, mas terá de dizer a verdade sobre fatos dos quais foi testemunha.

Continuar lendo REVERENDO QUE NEGOCIOU VACINA EM NOME DO GOVERNO SERÁ OUVIDO NESTA TERÇA-FEIRA NA CPI DA COVID

NESTE INÍCIO DE SEMANA NATAL VACINA POPULAÇÃO DE 30 E 29 ANOS

Natal vacina população de 30 e 29 anos neste início de semana

01 ago 2021

Natal vacina população de 30 e 29 anos neste início de semana

Nesta segunda-feira (02), a Prefeitura de Natal vacina a população a partir de 30 anos e, na terça-feira (03), é chegada a hora das pessoas com 29 anos. Outro avanço importante é que a capital vacina também a partir desta segunda-feira, o público de 18 anos e mais dos trabalhadores da indústria, considerados integrantes de grupo prioritário do Plano Nacional de Imunização. Com isso, a capital conclui a inclusão de vacinação de todos os segmentos prioritários do PNI. Esse público deve se dirigir exclusivamente ao Sesi.
“ A pandemia não acabou, é necessário que a população faça sua parte e vá se vacinar”, lembra George Antunes, secretário de saúde de Natal. Para se vacinar, basta se dirigir a um dos cinco drives ou 35 Unidades Básicas de Saúde levando um documento com foto, comprovante de residência de Natal e o cartão de vacina. Caso a pessoa não tenha, o cartão de vacinação é feito na hora.

No site vacina.natal.rn.gov.br, constam todas as informações oficiais sobre os grupos em vacinação, locais de aplicação, filas nos drives, documentação e dúvidas frequentes.
SEGUNDA DOSE

A SMS Natal está disponibilizando a segunda dose em todos os pontos de imunização Covid-19 sendo necessário a apresentação do cartão de vacina, documento com foto e comprovante de residência de Natal.

Oxford

Pode receber a D2 quem recebeu a primeira dose até 10 de maio, ou 85 dias.

Coronavac

Pode receber a D2 quem completou 28 dias da primeira dose.

Pfizer

Pode receber a D2 quem recebeu a primeira dose até 21 de maio.

Grávidas que tomaram a D1 de Oxford

As gestantes que tomaram a primeira dose com o imunizante Oxford e que, por recomendação do Ministério da Saúde, não tomaram a segunda dose, poderão completar seu esquema vacinal com o imunizante da Pfizer.

Fonte: Política em Foco
Continuar lendo NESTE INÍCIO DE SEMANA NATAL VACINA POPULAÇÃO DE 30 E 29 ANOS

CIDADÃOS ISRAELENSES COM MAIS DE 60 ANOS SERÃO CONVOCADOS PARA TOMAR TERCEIRA DOSE DA VACINA CONTRA COVID-19

Israel aplicará terceira dose da vacina em maiores de 60 anos

Autoridades israelenses anunciaram também que crianças de 5 a 11 anos suscetíveis a complicações da covid serão imunizadas

INTERNACIONAL

por AFP

Variante delta é um dos motivos para vacinação complementar em Israel

REUTERS/RONEN ZVULUN

Israel convocará seus cidadãos com mais de 60 anos para receber uma terceira dose da vacina contra a covid-19, anunciou o primeiro-ministro israelense, Naftali Bennett, durante uma aparição televisiva nesta quinta-feira (29).

Diante do aumento de infecções nas últimas semanas devido à disseminação da variante delta, Israel lança uma “campanha de vacinação complementar” a partir de domingo, para pessoas com mais de 60 anos que foram vacinadas há mais de seis meses, declarou Bennett.

“Peço a todas as pessoas mais velhas já vacinadas que aceitem esta dose suplementar. Protejam-se”, pediu o primeiro-ministro. O presidente Isaac Herzog, de 60 anos, receberá sua terceira dose da vacina na sexta-feira, informou Bennett.

“Poucos dias após a terceira dose, terão mais defesas imunológicas”, disse Bennett. “As vacinas protegem contra a mortalidade, como acontece com a vacina contra a gripe, que deve ser tomada de novo de tempos em tempos”.

“Esta terceira dose pode salvar vidas”, acrescentou o ministro da Saúde, Nitzan Horowitz, após os comentários do primeiro-ministro.

De acordo com a gigante farmacêutica Pfizer, que produz a vacina aplicada majoritariamente em Israel, “novos estudos mostram que uma terceira dose tem efeitos neutralizantes contra a variante delta cinco vezes maior em jovens e mais de onze vezes em idosos”.

Cerca de 55% da população israelense já está totalmente imunizada graças a uma vasta campanha que começou no final de dezembro.

No início de junho, as autoridades estenderam a vacinação aos jovens entre 12 e 16 anos e, a partir de 1º de agosto, às crianças entre 5 e 11 anos que correm risco de complicações graves.

Fonte: R7
Continuar lendo CIDADÃOS ISRAELENSES COM MAIS DE 60 ANOS SERÃO CONVOCADOS PARA TOMAR TERCEIRA DOSE DA VACINA CONTRA COVID-19

MINISTÉRIO DA SAÚDE NOTIFICA EMPRESA SOBRE INTERESSE DA PASTA EM ROMPER CONTRATO PARA AQUISIÇÃO DA COVAXIN

Governo notifica empresa sobre cancelamento de contrato da Covaxin

A notificação é o primeiro passo para o cancelamento do contrato pela pasta, antecipado na sexta-feira pela CNN

Caio Junqueira

Por Caio Junqueira, CNN  

 Atualizado 25 de julho de 2021 às 16:03

Governo notifica empresa sobre cancelamento de contrato da Covaxin | CNN DOMINGO - YouTube

Ministério da Saúde notificou na manhã deste domingo a Precisa Medicamentos para se manifestar sobre o interesse da pasta de romper o contrato para a aquisição de vacinas Covaxin.

A notificação é o primeiro passo para o cancelamento do contrato pela pasta, antecipado na sexta-feira pela CNN. O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, decidiu rescindir o contrato após o anúncio feito na sexta-feira pela manhã pela Bharat Biotech, fabricante da Covaxin, de que a Precisa não era mais sua representante no Brasil em razão da adulteração em documentos entregues ao ministério para que o contrato fosse celebrado.

Na notificação encaminhada neste domingo, o Ministério da Saúde apresentou à empresa as justificativas para a rescisão e pede que ela se manifeste sobre o assunto. Foi a forma encontrada para dar segurança jurídica ao cancelamento.

A Precisa, conforme mostrou a CNN, contesta que seja a responsável pela adulteração. De acordo com a empresa, foi uma parceira da Bharat a responsável pelos documentos adulterados.

Continuar lendo MINISTÉRIO DA SAÚDE NOTIFICA EMPRESA SOBRE INTERESSE DA PASTA EM ROMPER CONTRATO PARA AQUISIÇÃO DA COVAXIN

SAÚDE: CADASTRO PARA XEPA DA VACINA CONTRA COVID-19 TEVE INÍCIO NESTA QUINTA-FEIRA (22) EM NATAL

Natal inicia a partir desta quinta-feira cadastro para a xepa da vacina contra a Covid-19

Saiba como se cadastrar na xepa da vacina em Natal | Rio Grande do Norte | G1

A partir desta quinta-feira (22) pessoas a partir de 18 anos, residentes em Natal, que morem no entorno de uma das 35 UBS que vacinam contra a Covid-19 ou no entorno de um dos quatro drives, podem se cadastrar para a xepa da vacina.

Caso haja sobra de vacina, a UBS fará contato telefônico pedindo o comparecimento da pessoa em até 20 minutos para receber o imunizante. As salas de vacinação das 35 UBS funcionam até às 15h. Havendo sobra de imunizante, a UBS vacinará até 15h30. Os drives funcionam até às 16h e, se houver doses disponíveis, funcionarão até às 16h30. Caso a pessoa contactada não chegue, seu cadastro vai para o último lugar da ordem cronológica.

“Se hoje houver sobra, nossa equipe já inicia hoje a vacinação. Essa ação é muito importante, porém lembro às pessoas que em Natal há poucas sobras de vacina, pois tentamos otimizar o máximo o fluxo para que não haja perda. O imunizante da Oxford após aberto pode ser armazenado por até 48h, os imunizantes Coronavac e Pfizer têm durabilidade de até seis horas, então se houver sobras serão com esses dois últimos”, explica o secretário municipal de Saúde, George Antunes.

A SMS Natal, com intuito de dar transparência nessa ação, vai disponibilizar no prazo de até 72 horas no site https://vacina.natal.rn.gov.br/ , a data, número do cadastro e local onde a pessoa foi vacinada. Para maior agilidade na inserção dos dados é importante que a pessoa esteja cadastrada no RN Mais Vacinas.

Fonte: Blog do BG

Continuar lendo SAÚDE: CADASTRO PARA XEPA DA VACINA CONTRA COVID-19 TEVE INÍCIO NESTA QUINTA-FEIRA (22) EM NATAL

POLÍCIA FEDERAL RESPONDEU À CPI DA PANDEMIA SOBRE INVESTIGAÇÃO NA COMPRA DA VACINA COVAXIN

Resposta da PF à CPI, convocação de Braga Netto e mais da noite de 13 de julho

5 Fatos Noite, apresentado por Carol Nogueira, repercute as principais notícias do Brasil e do mundo

Da CNN, em São Paulo

13 de julho de 2021 às 19:16

Resposta da PF à CPI, convocação de Braga Netto e mais da noite de 13 de julho

A resposta da Polícia Federal à CPI da Pandemia, o pedido de Ricardo Baros ao Supremo Tribunal Federal para falar na comissão e uma nova redução no PIS/Cofins do diesel são alguns dos destaques da noite desta terça-feira, 13 de julho de 2021.

Resposta à CPI

A Polícia Federal respondeu à CPI da Pandemia sobre a investigação que apura possíveis crimes na compra da vacina Covaxin. A PF diz que trabalha de forma “isenta e imparcial, sem perseguições ou proteções de qualquer natureza”. A manifestação é uma resposta à declaração do presidente da CPI, o senador Omar Aziz (PSD-AM), que questionou a Polícia Federal por tomar o depoimento de testemunhas às vésperas das idas dessas pessoas à comissão.

Quer falar

O deputado federal Ricardo Barros (PP-PR) pediu ao STF, novamente, para adiantar seu depoimento à CPI da Pandemia. O parlamentar insiste para ser ouvido pela comissão e diz que os senadores não o dão o direito à defesa. A solicitação foi encaminhada ao ministro Ricardo Lewandowski.

Convocado

A Câmara dos Deputados aprovou o requerimento para que o ministro da Defesa, Walter Braga Netto, preste esclarecimentos sobre a nota escrita pelas Forças Armadas à CPI da Pandemia. A carta foi divulgada após o presidente da comissão, Omar Aziz, criticar militares suspeitos de corrupção durante uma das sessões da CPI.

Preço do diesel

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) indicou que o governo fará uma nova redução do PIS/Cofins cobrado sobre o diesel. Para possibilitar a mudança no imposto em R$ 0,04, Bolsonaro disse que vai acabar com a isenção de outro setor, mas não detalhou qual será.

Protestos

Ativistas denunciaram prisões e o desaparecimento de mais de 100 pessoas após os protestos contra o governo de Cuba. O país vive uma onda de protestos desde o último domingo (11) devido à crise econômica, que foi agravada pela escassez de alimentos e medicamentos.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

(Publicado por Daniel Fernandes)

Continuar lendo POLÍCIA FEDERAL RESPONDEU À CPI DA PANDEMIA SOBRE INVESTIGAÇÃO NA COMPRA DA VACINA COVAXIN

NA ÍNDIA, FORAM APLICADAS MAIS DE 4 MIL DOSES DE ÁGUA DO MAR NO LUGAR DA VACINA

Mais de 4 mil indianos recebem água do mar no lugar de vacinas

Esquema de vacinação envolveu o dono de um hospital particular em Mumbai; o local foi fechado e 14 pessoas foram presas

INTERNACIONAL

Fleury, do R7

Indianos fazem fila em um posto de vacinação em Mumbai

INDRANIL MUKHERJEE / AFP – 4.7.2021

Mais de 4 mil pessoas podem ter recebido água do mar no lugar de uma dose de vacina contra a covid-19 na região de Mumbai, a cidade mais populosa da Índia. Segundo a imprensa local. um elaborado esquema para aplicação de vacinas falsas estava sendo realizado por dirigentes de um importante hospital particular na região.

A polícia já prendeu 14 suspeitos de participarem do esquema, incluindo o dono do hospital Shivam, Shivraj Pataria, e sua esposa, Neeta, além de funcionários e alunos. O hospital foi lacrado pelas autoridades nesta segunda-feira (5) e todo o dinheiro arrecadado pelos fraudadores, 1,24 milhão de rúpias (o equivalente a cerca de R$ 850 mil) foi confiscado, junto com um carro.

De acordo com o Times Of India, o Shivam era um dos hospitais de Mumbai credenciados para realizar a vacinação contra a covid-19. Com a expansão da campanha, os proprietários decidiram fazer um cadastro para realizar a imunização em postos em outros locais da cidade, enquanto buscavam comprar mais 100 mil doses de vacina.

No entanto, eles não conseguiram um empréstimo que seria necessário para pagar as doses. Sem os imunizantes, o grupo decidiu encher ampolas com água do mar e vacinar os inscritos de todo jeito, para ficar com o dinheiro. Ao todo, dos 12 postos volantes montados por eles desde o final de abril, pelo menos 9 aplicaram vacinas falsas em um total de 4.077 pessoas.

Certificados adulterados

A farsa foi descoberta quando funcionários do sistema de saúde indiano notaram a falta de certificados das vacinas aplicadas nesses postos, além de alguns documentos falsificados ou duplicados. Pacientes também relataram à polícia que notaram que os lacres das vacinas estavam violados e que acharam estranho que só poderiam pagar pela vacinação em dinheiro vivo.

“Eles tinham regras bem definidas para esses postos”, explicou um investigador ao Times Of India. “As ampolas eram guardadas em caixas térmicas, para evitar suspeitas. Algumas vezes, eles guardavam os frascos dentro de geladeiras desligadas. Outra regra importante era que eles não deixavam ninguém tirar fotos nesses locais”.

Um estudante de medicina, Kareem Ali, que também foi preso pela polícia, foi usado de cobaia. Os idealizadores do esquema injetaram a água do mar no corpo dele para se certificar de que não causaria nenhum efeito colateral.

Desde abril, a Índia sofre com uma onda brutal de aumento de casos e mortes por covid-19. O governo intensificou os esforços de vacinação e até o momento já aplicou quase 350 milhões de doses de imunizantes. Até o momento, foram confirmados pouco mais de 30 milhões de casos (o 2º maior número do mundo) e 402 mil óbitos (o 3º maior) pela doença no país.

Fonte: R7
Continuar lendo NA ÍNDIA, FORAM APLICADAS MAIS DE 4 MIL DOSES DE ÁGUA DO MAR NO LUGAR DA VACINA

SEGUNDO MINISTÉRIO DA SAÚDE, VACINA CONTRA GRIPE ESTÁ ABERTA PARA TODA POPULAÇÃO DO PAÍS

Vacinação da gripe é ampliada para todas as pessoas

Até aqui, campanha estava focada em idosos, crianças e grupos prioritários; vacina da gripe pode ser tomada 14 dias depois da dose contra a Covid-19

Juliana Elias, da CNN, em São Paulo

03 de julho de 2021 às 21:37

Frio em SPDoenças respiratórias aumentam no inverno e podem sobrecarregar hospitaisFoto: Leandro Ferreira/Fotoarena/Estadão Conteúdo

O Ministério da Saúde informou neste sábado (3) que a vacinação contra a influenza, o vírus da gripe, já está aberta para toda a população do país com mais de seis meses de idade. A campanha vai até a próxima sexta-feira, 9 de julho, e cada estado e município pode determinar como será o atendimento à população ampla.

Até aqui, a campanha estava focada nos grupos prioritários, que incluem pessoas com mais de 60 anos ou com menos de 6, gestantes e pessoas cm comorbidades, entre outros.

O Ministério da Saúde e especialistas reforçam a importância de se proteger contra a gripe, que é mais comum no inverno, e, em especial, em meio à pandemia de coronavírus, para evitar que mais casos graves de doenças respiratórias ocupem os leitos dos hospitais.

É necessário dar um intervalo mínimo de 14 dias entre a dose da vacina da Covid-19 e a da influenza. Como as duas campanhas estão ocorrendo ao mesmo tempo, a orientação do Ministério da Saúde é que, nos grupos prioritários, a dose contra a Covid-19 seja feita antes.

Para a campanha da vacinação contra a gripe deste ano, foram disponibilizadas 80 milhões de doses, produzidas pelo Instituto Butantan. Até agora, 34,2 milhões de pessoas se imunizaram, o que representa cerca de 42% dos grupos prioritários.

Para se vacinar contra a gripe, basta ir a um serviço de saúde com um documento com foto e, se possível, também a caderneta de vacinação.

No grupo prioritário da vacinação contra a gripe inclui ainda professores, profissionais da saúde, puérperas (até 45 dias após o parto), povos indígenas, caminhoneiros, trabalhadores do transporte coletivo e rodoviário, trabalhadores portuários, membros das forças de segurança e salvamento, Forças Armadas, presidiários e funcionários dos presídios.

Continuar lendo SEGUNDO MINISTÉRIO DA SAÚDE, VACINA CONTRA GRIPE ESTÁ ABERTA PARA TODA POPULAÇÃO DO PAÍS

SENADORA INTEGRANTE DA CPI ELOGIA O GOVERNO PELA SUSPENSÃO DO CONTRATO PARA COMPRA DA VACINA COVAXIN

Quem não deve não teme’, diz senadora sobre investigação da Covaxin na CPI

Em entrevista à CNN, a senadora Soraya Thronicke explicou que tanto o governo federal como a Precisa Medicamentos devem falar à comissão sobre as negociações

Produzido por Fernanda Pinotti*,

da CNN, em São Paulo

29 de junho de 2021 às 19:12

Quem não deve não teme', diz senadora sobre investigação da Covaxin na CPI

A senadora Soraya Thronicke (PSL-MS), integrante da Bancada Feminina da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia, elogiou nesta terça-feira (29), em entrevista à CNN, a ação do governo federal de suspender o contrato para a compra da vacina Covaxin, mas ressaltou que explicações sobre o processo precisam ser levadas ao Senado.

“Quem não deve não teme”, disse a senadora. “Entendo que é uma atitude [a suspensão do contrato] correta e que o governo vai trazer para a CPI o que precisa ser dito.”

Compra da vacina sob suspeita

A negociação do imunizante se tornou um dos focos da investigação da comissão, principalmente após o depoimento dos irmãos Miranda, que apresentaram denúncias de supostas irregularidades na compra da vacina indiana.

À CNN, Thronicke afirmou que “é natural” que as acusações do deputado federal e do servidor do Ministério da Saúde precisam ser investigadas. Segundo ela, a farmacêutica brasileira Precisa Medicamentos, que intermediou a negociação, deve “esclarecer todas as dúvidas que pairam sobre esse contrato”.

O sócio- administrador da empresa, Francisco Maximiano, será ouvido pelos senadores da CPI da Pandemia na quinta-feira (1º).

Continuar lendo SENADORA INTEGRANTE DA CPI ELOGIA O GOVERNO PELA SUSPENSÃO DO CONTRATO PARA COMPRA DA VACINA COVAXIN

BOAS NOTÍCIAS: VACINA DA BIONTECH CONTRA CÂNCER DE PELE EM ESTÁGIO AVANÇADO ENTRA NA FASE 2

Começamos a segunda-feira com um destaque maravilhoso, aqui, na coluna BOAS NOTÍCIAS do Blog do Saber. A farmacêutica alemã BioNTech, parceria da Pfizer na vacina contra o coronavírus, acaba de testar a 1ª vacina contra câncer de pele em estágio avançado e afirma que teve bons resultados. Isso é muito animador, principalmente depois dos resultados preliminares encorajadores na avaliação clínica inicial. Então convido você a ler o artigo completo a seguir e conhecer os detalhes desse estudo.

BioNTech testa 1ª vacina contra câncer de pele: melanoma

Viva a ciência! A farmacêutica alemã BioNTech acaba de testar a 1ª vacina contra câncer de pele em estágio avançado e afirma que teve bons resultados.

A BioNTech é a mesma empresa que desenvolveu em parceria com a Pfizer a vacina contra o coronavírus, que está sendo aplicada no Brasil e em outros países.

O primeiro paciente a receber a vacina contra melanoma em estágio foi anunciado na semana passada. A nova vacina experimental chama-se BNT111.

Como

O imunizante usa a tecnologia de mRNA para ensinar o sistema imunológico a combater a doença.

Ele codifica um conjunto fixo de quatro antígenos específicos do câncer de pele (NY-ESO-1, MAGE-A3, tirosinase e TPTE).

Primeiros resultados

De acordo com os pesquisadores, a vacina “mostrou um perfil de segurança favorável e resultados preliminares encorajadores na avaliação clínica inicial”.

A fase II do estudo deverá ser feita em 120 pacientes com melanoma em estágio avançado.

Esta fase vai avaliar a eficácia, tolerabilidade e segurança do BNT111 em combinação com Libtayo, um anticorpo monoclonal anti-PD-1 que foi co-desenvolvido pela Regeneron e Sanofi.

O ensaio já foi revisado e aprovado pelas autoridades regulatórias de vários países como Espanha, Alemanha, Itália, Polônia, Reino Unido, Estados Unidos e Austrália.

Vamos torcer para que dê tudo certo nas próximas fases de estudo! Parabéns aos cientistas!

Com informações da GlobeNewsWire e Exame

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: VACINA DA BIONTECH CONTRA CÂNCER DE PELE EM ESTÁGIO AVANÇADO ENTRA NA FASE 2

POLÍTICA: SEGUNDO ONYX LORENZONI, BOLSONARO QUER QUE A PF INVESTIGUE DEPUTADO QUE INVENTOU A “SUPOSTA ” CORRUPÇÃO NO CONTRATO PARA COMPRA DA VACINA COVAXIN

Onyx desmascara deputado e Bolsonaro aciona a PF (veja o vídeo)

Onyx Lorenzoni - Foto: Alan Santos/PROnyx Lorenzoni – Foto: Alan Santos/PR

Nesta quarta-feira, 23, o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Onyx Lorenzoni, revelou que o presidente Jair Bolsonaro quer que a Polícia Federal abra um processo para investigar as declarações do deputado federal Luís Miranda (DEM-DF) que inventou a suposta “corrupção” no contrato para a compra da vacina indiana Covaxin.

“O presidente da República, Jair Bolsonaro, determinou que a Polícia Federal abra uma investigação sobre as declarações do deputado Luís Miranda, sobre as atividades do seu irmão, servidor do Ministério da Saúde, e sobre todas essas circunstâncias expostas no dia de hoje”, disse Onyx.

Segundo Onyx, será aberto um processo interdisciplinar na Controladoria-Geral da União para investigar as atividades de Luís Ricardo.

O parlamentar teve acesso direto e indevido aos contratos firmados pelo Ministério da Saúde.

Em fortes palavras, o ministro não poupou críticas ao deputado:

“Deus tá vendo [ele] mentir deslavadamente. […] Vai ter que pagar, vai ter que se ver conosco”.

Confira:

Continuar lendo POLÍTICA: SEGUNDO ONYX LORENZONI, BOLSONARO QUER QUE A PF INVESTIGUE DEPUTADO QUE INVENTOU A “SUPOSTA ” CORRUPÇÃO NO CONTRATO PARA COMPRA DA VACINA COVAXIN

ANÁLISE POLÍTICA: NADA AVANÇOU MAIS NO GOVERNO BOLSONARO DO QUE A IMPUNIDADE, POR FELIPE MOURA BRASIL

Hoje o comentário aqui na coluna ANÁLISE POLÍTICA é do âncora do Salve, Salve BandNews! Ele fala sobre um levantamento que mostra que um em cada quatro senadores que vão analisar as mudanças na Lei de Improbidade Administrativa respondem a ações na Justiça por contratos suspeitos firmados quando eram prefeitos ou governadores. Segundo o jornal O Estado de São Paulo, 37 parlamentares são alvos de ações penais ou por improbidade, ou seja, crimes de prejuízo aos cofres públicos ou de enriquecimento ilícito. Assista ao vídeo, reflita e tire suas conclusões!

Fonte:

Continuar lendo ANÁLISE POLÍTICA: NADA AVANÇOU MAIS NO GOVERNO BOLSONARO DO QUE A IMPUNIDADE, POR FELIPE MOURA BRASIL

PRESIDENTE DAS FILIPINAS AMEAÇOU MANDAR PARA PRISÃO QUEM SE RECUSAR A RECEBER VACINA CONTRA COVID-19

Presidente filipino ameaça com prisão quem recusar vacina

Rodrigo Duterte afirmou que buscaria mecanismos legais dentro da lei para obrigar população a receber os imunizantes

INTERNACIONAL

 Da EFE

Rodrigo Duterte é famoso por declarações e atitudes polêmicas

REUTERS – 23.07.2018

O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, ameaçou mandar para a prisão aqueles que se recusarem a receber vacinas contra a covid-19.

“Se você não quiser ser vacinado, mandarei prendê-lo, e depois injetarei a vacina em suas nádegas”, disse Duterte, famoso por declarações e atitudes polêmicas, durante um discurso transmitido pela televisão na noite de segunda-feira (21).

“Você decide: aceite a vacina ou eu o coloco na prisão”, ameaçou o presidente filipino.

Embora a vacinação seja voluntária nas Filipinas, o governante disse que buscará mecanismos legais dentro da lei de emergência atual para encontrar uma maneira de forçar a população a receber os imunizantes.

O alerta do presidente, que alegou agir “dentro da lei”, vem na esteira dos péssimos dados de vacinação no país asiático, onde 1,36 milhão de contágios pela covid-19 e mais de 23,6 mil mortes foram relatados desde o início da pandemia.

Muitos filipinos estão relutantes em se vacinar após uma controvérsia em 2016 sobre uma vacina contra a dengue promovida pelo governo para crianças. Na ocasião, descobriu-se mais tarde que ela aumentava o risco de sintomas graves em pacientes que não tinham tido a doença no passado.

Até hoje, o país só conseguiu vacinar 2,1 milhões de seus quase 110 milhões de habitantes com a dosagem total. A meta das autoridades filipinas é inocular 70 milhões de pessoas até o final do ano.

Fonte: R7
Continuar lendo PRESIDENTE DAS FILIPINAS AMEAÇOU MANDAR PARA PRISÃO QUEM SE RECUSAR A RECEBER VACINA CONTRA COVID-19

CRÔNICAS: E FOI ASSIM…POR ANA MADALENA

Na crônica desta quarta-feira, aqui na coluna CRÔNICAS, Ana Madalena, mais uma vez, aguçou a sua imaginação e, como sempre escreveu uma história que vai prender a sua atenção do começo ao fim, pois foi assim comigo. Não consegui parar de ler, olhos grudados na tela do computador até o fim. Então lhe convido a ler e se entreter sem querer!

Sexo na pandemia: a máscara protege da Covid, mas beijar aumenta os riscos com novos parceiros | Viva você | G1

E foi assim…

Ela mergulhou seu olhar aos pouquinhos;  tinha necessidade de captar cada milímetro daquela foto, tirada em plena fila da vacina. Se reconheceram pelos olhos; os dela, cor de mel com alguns risquinhos quase amarelos; os dele, um oceano azul. É incrível como o olhar é algo que não esquecemos, pensou. Por sorte ele tomou a iniciativa de falar; ela era insegura e tinha medo que ele não lembrasse dela, afinal estavam com máscaras e já faziam mais de vinte anos desde que se viram naquela loja…

A torneira já estava pingando há dias; qualquer um que passasse meia hora ali se sentiria incomodado, mas ela não parecia perceber absolutamente nada ao seu redor. Estava  triste com os rumos da sua vida… Uma noite finalmente escutou, não só o pinga-pinga, mas também seu coração. Precisava urgente sair daquele estado de letargia. Pegou um bloquinho de notas e escreveu uma lista de coisas para fazer no dia seguinte; a primeira seria comprar uma torneira nova.

Nunca imaginou que existissem tantos modelos! Ficou parada em frente ao mostruário, totalmente indecisa, enquanto que o cliente ao lado parecia ter feito curso de torneiras. Foi até muito gentil em tirar algumas dúvidas, uma vez que o vendedor sumira. Detestava essas lojas self service, comentou. Ele, rindo, disse que para quem não era familiarizado, era realmente difícil. Foi nesse exato momento que seus olhos se encontraram pela primeira vez. Não sabia se tinha sido impressão, mas sentiu que ele teve algum interesse por ela. Será que ele olha assim para todo mundo? Imediatamente levou sua mão ao colar, procurando sua medalhinha de N. Sra. Aparecida, gesto que repetia sempre que ficava tímida ou nervosa. Ela não soube identificar qual dos dois sentimentos. Talvez ambos.

-Tem alguma pessoa para instalar a torneira?
-Não, respondeu desanimada. Você indica alguém?
-Eu mesmo posso fazer isso para você. Tenho algum tempo disponível depois daqui. Só preciso passar na obra para deixar algumas coisas.
–  Eu não tenho coragem de pedir isso, principalmente a alguém que não conheço.
– Isso não é mais problema. Prazer, Arthur.

E ali, contra todos os seus princípios, Isabella escreveu seu endereço na caixa de uma torneira de jardim que ele estava comprando. Combinaram que ela seguiria na frente; Arthur ainda tinha uma lista de compras para finalizar. Enquanto estava no caixa, ficou pensando se torcia para ele ir, ou não. Por via das dúvidas, assim que chegou em casa organizou algumas coisas que estavam pelos cantos. Resolveu fazer um café, afinal teria que servir alguma coisa. Fez também um suco, caso ele não gostasse de café. Ainda bem que tinha um bolo feito na véspera.  Colocou um cd, abriu as janelas, escolheu uma toalha de mesa, separou umas xícaras. Olhou em volta e riu sozinha! Que loucura! Fazer tudo aquilo por uma pessoa que só sabia o primeiro nome…

As horas foram passando e ela começou a se sentir boba. Claro que ele não viria! Seu ânimo foi baixando de nível com o passar do dia. Ao anoitecer teve uma crise de choro, mas não um choro de tristeza, mas de dados de realidade. Constatou que tinha organizado a casa para agradar um estranho enquanto que negligenciara a si própria. Deu um suspiro profundo e, finalmente entendeu que se havia uma pessoa importante naquela casa, com certeza era ela!

Há dias estava ansiosa para tomar a vacina. Praticamente todos seus amigos já estavam vacinados, até seu ex marido, que se gabava de ter porte atlético, mas que de repente virou hipertenso. Não estava julgando, mas achou esquisito. Chegou bem cedo ao posto de vacinação, antes do horário de abertura. Ficou um tempo no carro ouvindo música, até que outras pessoas foram chegando e resolveu interagir, mesmo a distância. Todos estavam, no mínimo, eufóricos. De repente Isabella ouviu um rapaz chamando por Arthur. Ela, de canto de olho, conferiu se era o mesmo que tinha conhecido.
Os olhos azuis e o cabelo, agora um pouco grisalhos não deixavam dúvidas. Era ele, com certeza. Segurou sua medalhinha, nervosa. Será que deveria se dirigir à ele? Enquanto pensava, ouviu ele pronunciando seu nome.

-Isabella?
– Sim… Me desculpe, mas não estou reconhecendo; essas máscaras não ajudam, não é mesmo?
– Com certeza você não lembra de mim, mas nunca lhe esqueci. Nos conhecemos comprando torneiras há muitos anos. Você até escreveu seu endereço numa caixa, mas quando cheguei na obra percebi que nenhuma delas era a que você havia escrito. Ainda voltei para a loja, mas o vendedor … Enfim, são muitos detalhes, mas quero que saiba que fiz de tudo para lhe encontrar.
– Como me reconheceu?
– Você não mudou muito. E seus olhos são muito marcantes, mas ainda bem que continua usando o mesmo colar, com essa medalhinha. Não tive dúvidas. O que vai fazer depois da vacina? Podemos tomar um café…
– Sim, podemos. Eu moro perto daqui.
– Dessa vez eu vou seguindo seu carro.

Cada um fotografou o outro na hora da vacina e depois fizeram uma foto juntos. No caminho para casa, Isabella sentiu o coração aos pulos. Conferiu pelo retrovisor se Arthur estava lhe seguindo. Estava. No sinal, olhou novamente a foto. Feliz,  notou que seus olhos sorriam.

Ana Madalena
Continuar lendo CRÔNICAS: E FOI ASSIM…POR ANA MADALENA

BOAS NOTÍCIAS: A MAIS NOVA VEDETE DAS VACINAS, A NOVAVAX TEM EFICÁCIA DE 93,2%

A farmacêutica americana NOVAVAZ é mais nova e promissora vacina no mercado, que num ensaio clínico mostrou 90,4% de eficácia geral de sua vacina contra infecções sintomáticas por COVID-19 e 100% de proteção contra doenças moderadas e graves. E também anunciou eficácia de 93,2% contra variantes. Leia o artigo completo a seguir e saiba de todos os detalhes!

Vacina Novavax anuncia eficácia de 93,2% contra variantes

A empresa Novavax, anunciou nesta segunda, 14, resultados de um ensaio clínico que mostra 90,4% de eficácia geral de sua vacina contra infecções sintomáticas por COVID-19 e 100% de proteção contra doenças moderadas e graves.

O estudo foi feito com 30.000 pessoas nos EUA e México e publicado na revista científica Science.

A vacina, que usa uma tecnologia diferente das vacinas COVID-19 autorizadas até agora, apresentou resultado contra oito variantes virais de interesse e preocupação, com eficácia de 93,2%. E o estudo diz que a vacina é segura e bem tolerada.

“Esta vacina parece fenomenal. Estou entusiasmada com esses resultados ”, disse Monica Gandhi, médica infectologista e epidemiologista da Universidade da Califórnia, em San Francisco.

A eficácia

A diferença de alguns pontos percentuais entre a eficácia de 90% da Novavax e a eficácia de 95% e 94% das vacinas Pfizer / BioNTech e Moderna é explicada em parte pelo ensaio posterior da Novavax, que testou a vacina contra variantes virais, diz John Moore, um imunologista da Weill Cornell Medicine e participante do estudo Novavax.

Os testes das vacinas de outras empresas , compostas de RNA mensageiro (mRNA ), foram concluídos antes que tais variantes estivessem amplamente circulando.

“Esta é uma vacina cuja eficácia é pelo menos equivalente à da Pfizer e Moderna”, disse Moore. “É essencialmente 100% protetor contra doenças.”

Estudo clínico

O ensaio clínico foi altamente diversificado, com 44% de participantes não brancos.

E os requisitos simples para armazenamento da vacina poderiam acelerar o acesso a ela em comunidades remotas ao redor do globo.

FDA

A Novavax planeja solicitar à Food and Drug Administration (FDA) – agência de medicamentos e alimentos dos EUA – e outros reguladores, uma autorização de uso de emergência no terceiro trimestre.

A empresa deve ainda concluir os requisitos regulatórios para garantir que seu produto corresponda consistentemente à vacina usada nos testes clínicos, disse o presidente e CEO Stanley Erck.

Com informações da Science

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: A MAIS NOVA VEDETE DAS VACINAS, A NOVAVAX TEM EFICÁCIA DE 93,2%

BOAS NOTÍCIAS: CHEGA AO BRASIL A VACINA DA JANSSEN, EFICAZ CONTRA VARIANTES

A expectativa à chegada da vacina da Janssen no Brasil é muito grande, já que é comprovadamente eficaz contra variantes e requer apenas uma dose. A pesquisa publicada na Nature determinou que a vacina da Johnson & Johnson ativou as respostas imunológicas contra a cepa COVID-19 original, bem como as variantes Alfa, Beta, Gama e Epsilon. Então convido você a ler o artigo completo a seguir e conhecer os detalhes dessa ótima notícia!

Vacina da Janssen que chega ao Brasil é eficaz contra variantes: dose única

Foto: Divulgação

 

A vacina da Janssen, do grupo Johnson & Johnson, que está sendo aguardada no Brasil, produz várias respostas imunológicas que permitem que ela seja eficaz contra diferentes variantes do vírus, de acordo com um estudo divulgado nesta quarta-feira, 9.

A pesquisa, publicada na Nature como uma amostra acelerada de um artigo, determinou que a vacina da Johnson & Johnson ativou as respostas imunológicas contra a cepa COVID-19 original, bem como as variantes Alfa, Beta, Gama e Epsilon.

O estudo concluiu que a vacina Johnson & Johnson “ofereceu forte proteção contra casos sintomáticos” de COVID-19 na África do Sul e no Brasil, onde as variantes causaram a maioria dos casos sequenciados.

Pesquisa

Os pesquisadores estudaram as respostas imunológicas celulares e de anticorpos de 20 voluntários com idades entre 18 e 55 anos.

O estudo descobriu que menos anticorpos neutralizantes apareceram na luta contra as variantes Beta e Gama, encontradas pela Nature

primeira vez na África do Sul e no Brasil, respectivamente, quando comparadas à cepa COVID-19 original.

O estudo determinou que uma única dose da vacina da Johnson & Johnson protegeu contra COVID-19 grave em 86 por cento dos participantes nos Estados Unidos, 88 por cento daqueles no Brasil e 82 por cento na África do Sul.

Desde que a Food and Drug Administration emitiu uma autorização de uso de emergência para a vacina Johnson & Johnson em fevereiro, mais de 11,2 milhões de doses da vacina foram administradas nos EUA.

Chegada no Brasil

O Brasil aguarda a chegada de 3 milhões de doses ainda agora em junho. O imunizante foi aprovado pela Anvisa no Brasil em 31 de março.

Além disso, o Ministério da Saúde assinou um acordo com a Janssen para a aquisição de 38 milhões de doses da vacina da empresa, com previsão inicial de entrega de 16,9 milhões de doses entre julho e setembro e 21,1 milhões de outubro a dezembro.

O imunizante da Janssen, que é atualmente utilizado nos países da União Europeia, nos Estados Unidos e na África do Sul, recebeu, no Brasil, certificado de boas práticas da Anvisa.

De acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), dos Estados Unidos, o risco de reações alérgicas à vacina da Janssen é considerado extremamente baixo, especialmente quando se refere a choques anafiláticos.

O imunizante não tem compostos que podem causar reações alérgicas fortes, como antibióticos, adjuvantes ou conservantes, aditivos utilizados para potencializar a resposta imune, segundo o CDC. Eles também podem estar nos demais imunobiológicos.

Com informações do TheHill/Nature e Diário do Nordeste

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: CHEGA AO BRASIL A VACINA DA JANSSEN, EFICAZ CONTRA VARIANTES

CÂMARA DE NATAL APROVA PROJETO DE LEI QUE PUNE QUEM SIMULAR APLICAÇÃO DE IMUNIZANTE

Câmara de Natal aprova Lei que pune quem simular aplicação de vacina

26 maio 2021

Deputado Kleber reforça luta pela sanção de Lei que beneficia pais e  cuidadores de portadores de TEA | Política em Foco

Na tarde desta terça-feira (25), a Câmara Municipal de Natal aprovou em segunda discussão, durante Sessão Ordinária, um projeto de lei, de autoria do vereador Luciano Nascimento (PTB), que estabelece penalidades administrativas ao agente ou servidor público que simular a aplicação de vacina na capital. De acordo com a matéria, as penalidades previstas nesta lei serão impostas por meio de processo administrativo, bem como, na hipótese de simulação na aplicação de vacina, o agente público deverá ser imediatamente afastado de suas funções. A lei também prevê o pagamento de multas que variam de R$ 10 mil até R$ 20 mil.

“Deixamos claro e parabenizamos os servidores da cidade de Natal por não termos tido nenhum caso registrado oficialmente. Os servidores estão trabalhando arduamente, precisam ser homenageados, agora ficamos preocupados porque vimos no país todo, acontecimentos relativos a não aplicação da vacina. Esse projeto vem para proteger e prevenir na hora da vacinação”, explicou o vereador Luciano. “Sou a favor do projeto do colega, mas que não sejamos mal interpretados e que façamos jus a todo esforço dos profissionais da saúde, servidores públicos, que arriscam suas vidas para defender a todos nós”, acrescentou o vereador Robério Paulino (PSOL).

Homenagens 
Foi aprovado em primeira discussão, o projeto de Lei Nº 299/2021, de autoria do presidente da Casa, vereador Paulinho Freire (PDT), que homenageia o ex-vereador, Dr. Enildo Alves. Com isso, passa a ser denominado de Dr. Enildo Alves, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) Natal. “Trata-se da homenagem a um médico, um ex-vereador, que por sua competência, por tudo que ele fez, merecia uma homenagem. Eu não vejo nada melhor que o SAMU, que foi implantado por ele quando foi secretário, era um sonho que ele tinha e que conseguiu implantar na cidade. Homenagem justa, para uma pessoa que tanto fez por Natal”, disse o vereador Paulinho Freire.

Já em discussão única, os parlamentares aprovaram o Projeto de Resolução N°. 13/2021, que denomina de edifício anexo Presidente Renato Dantas, o prédio anexo da Câmara Municipal de Natal. “Justa homenagem, ex-vereador, ex-presidente da Câmara Renato Dantas, deixou seu legado, prova disso foi a TV Câmara Natal, a primeira emissora legislativa do Norte/Nordeste. Então nada mais justo, homenagem que não pode ser colocada em vida e a Câmara através da mesa diretora colocou essa propositura que foi aprovada”, pontuou o vereador Preto Aquino (PSD), 3º secretário da CMN.

Fonte: Política em Foco
Continuar lendo CÂMARA DE NATAL APROVA PROJETO DE LEI QUE PUNE QUEM SIMULAR APLICAÇÃO DE IMUNIZANTE

EM NATAL, IDOSA FECHA CICLO DE IMUNIZAÇÃO CONTRA COVID-19 COM VACINA TROCADA

Idosa recebe dose trocada de vacina contra covid-19 em Natal

Redação / Portal da Tropical

Atualizado em:

Foto: Wilson Moreno / Prefeitura Municipal de Mossoró

Uma idosa foi ao dirigir pela UnP da Roberto Freire para tomar a segunda dose da vacina contra a covid-19 em Natal, nesse domingo (23). Ela havia tomado a primeira dose da vacina de Oxford e acabou fechando o ciclo da imunização com uma dose da Coronavac.

Após perceber o erro, quando já estava retornando para casa, o neto da mulher voltou ao local da aplicação e a equipe de vacinação admitiu que houve o erro. Até o momento, a idosa não registrou problemas pela vacinação equivocada.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde Natal orientou que “se uma pessoa adequada a dose diferente já informe na unidade onde foi aplicada a dose para que possa ser feita a notificação”. Além disso, a pasta acrescentou “se a pessoa apresentar qualquer tipo de intercorrência durante 30 dias após a segunda dose da vacina também é solicitada adquirir uma unidade onde foi ministrada a vacina para notificar”.

De acordo com Janeusa Trindade, médica em imunologia, a orientação do Minitério da Saúde é não fazer uma terceira dose e registrar como erro de imunização. Ainda não se sabe se a imunização está comprometida, pois não foi feito o estudo de intercambialidade com Oxford e Coronavac.

Com Pfizer e Oxford foi feito e não há comprometimento, pois uma reforça a outra, mas com Coronavac e Oxford ainda não se tem informações ainda.

Continuar lendo EM NATAL, IDOSA FECHA CICLO DE IMUNIZAÇÃO CONTRA COVID-19 COM VACINA TROCADA

CIÊNCIAS: UMA VACINA PERSONALIZADA ANTICÂNCER OBTEVE ÊXITO EM CAMUNDONGOS E PODE DAR CERTO EM HUMANOS

CIÊNCIAS: UMA VACINA PERSONALIZADA ANTICÂNCER OBTEVE ÊXITO EM CAMUNDONGOS E PODE DAR CERTO EM HUMANOS
Vaccine test on laboratory mouse, applied by injection

Um novo alento em busca da cura do câncer é o destaque da nossa coluna CIÊNCIAS deste sábado. Uma equipe de cientistas modificam os vírus para torná-los específicos para as células de um tumor. Esses vírus, chamados de vírus oncolíticos infectam e destroem especificamente as células cancerosas sem tocar nas células saudáveis. Convido você a ler o artigo completo a seguir e conhecer o princípio ativo dessa poderosa vacina.

Cientistas desenvolvem vacina anticâncer personalizada que funciona em camundongos

vac

Uma equipe de pesquisa em Montreal está ocupada desenvolvendo uma vacina anticâncer personalizada que funciona em camundongos.

No Centro de Pesquisa do Hospital da Universidade de Montreal (CRCHUM), Marie-Claude Bourgeois-Daigneault e uma equipe de cientistas modificam os vírus para torná-los específicos para as células de um tumor.

Uma vez no corpo do paciente, esses vírus – chamados de vírus oncolíticos – infectam e destroem especificamente as células cancerosas sem tocar nas células saudáveis. Esses vírus podem até estimular o sistema imunológico para que fique mais bem armado para reconhecer e matar células malignas. Isso é conhecido como imunoterapia.

Em um estudo publicado na  Nature , os pesquisadores mostram como eles criaram uma vacina personalizada eficaz, combinando vírus oncolíticos com pequenas moléculas sintéticas (peptídeos) específicas para o câncer alvo.

Aqui, Bourgeois-Daigneault explica a abordagem e as descobertas de sua equipe.

Em seu estudo, você usa vírus oncolíticos como adjuvantes de vacina anticâncer para imunizar camundongos. Como você faz isso?

Marie-Claude Bourgeois-Daigneault, CRCHUM 

Para que uma vacina induza uma resposta imunológica, ela deve conter elementos que estimulem as células do sistema imunológico – os famosos glóbulos brancos.

Esses elementos, chamados adjuvantes, são ingredientes de todas as vacinas. Eles permitem que o corpo humano perceba o perigo potencial e contenha a ameaça enviando seu exército de células imunológicas.

Nossa abordagem consiste em usar vírus oncolíticos para estimular essa resposta imune e direcioná-la ao câncer. Para ter sucesso, criamos uma vacina misturando vírus com peptídeos sintéticos (antígenos) que se assemelham ao câncer visado.

Porque é verdade que, para ser eficaz, a vacina tem que ser personalizada para cada paciente, a partir das mutações específicas de cada célula cancerosa. Graças ao trabalho de identificação feito por outras equipes de pesquisa, podemos prever quais peptídeos usar para cada paciente por meio das informações obtidas em uma biópsia.

A vantagem de nossa abordagem é que os próprios vírus oncolíticos têm o poder de matar o câncer. Podemos, assim, atacar o câncer em duas frentes: matá-lo diretamente com o vírus e induzir uma resposta imune, graças não só ao vírus, mas também à vacina.

Em nossos camundongos, pudemos demonstrar a eficácia da imunização resultante.

O que diferencia sua estratégia de vacina dos ensaios clínicos atualmente conduzidos por outras equipes?

As outras vacinas anticâncer personalizadas clinicamente testadas não usam vírus oncolíticos como adjuvantes de vacinação. Portanto, seu adjuvante não tem efeitos anticâncer diretos, ao passo que, em nosso caso, nossos vírus podem destruir o câncer.

Uma vacina anticâncer usando vírus oncolíticos está sendo testada no Canadá e nos Estados Unidos. No entanto, ela não é personalizada. Em vez disso, tem como alvo certos cânceres específicos que têm um antígeno em comum. Ao direcionar esse antígeno, a vacina induz uma resposta imune.

Nesse caso, os vírus oncolíticos devem ser geneticamente modificados para permitir a inserção do antígeno no genoma dos vírus.

Isso é muito diferente da nossa abordagem. Podemos ter como alvo todos os cânceres sem modificação genética. Um pouco como montar Lego – é uma questão de misturar peptídeos sintéticos semelhantes ao câncer com o vírus escolhido. Será muito mais fácil de implementar em um ambiente clínico.

Que desafios precisam ser enfrentados antes que sua abordagem de vacinação anticâncer personalizada possa ser traduzida em prática clínica?

O principal desafio é identificar as mutações contra as quais queremos vacinar. Porque um câncer é único em suas dezenas ou centenas de mutações, mas apenas algumas delas, uma vez direcionadas, terão um efeito terapêutico e nos permitirão eliminá-lo.

A identificação dessas mutações é a etapa fundamental que ainda precisa ser otimizada. Felizmente, muitos grupos estão trabalhando nessa área.

Fonte: Universidade de Montreal; Imagem em destaque: Dodgerton Skillhause, licença CC

Fonte: Good News Network

Continuar lendo CIÊNCIAS: UMA VACINA PERSONALIZADA ANTICÂNCER OBTEVE ÊXITO EM CAMUNDONGOS E PODE DAR CERTO EM HUMANOS

EM NOTA A ANVISA ESCLARECE QUE A SUSPENSÃO IMEDIATA DA VACINA ASTRAZENECA EM GRÁVIDAS SE DEU APÓS A MORTE DE GESTANTE E FETO, DEPOIS DE TER SIDO VACINADA

Anvisa: Pedido para suspender vacinação em grávidas foi após morte de gestante

Agência afirma que ocorreu um ‘evento adverso grave’, o que significa que ainda não há conexão confirmada com imunizante

Guilherme Venaglia, da CNN, em São Paulo

11 de maio de 2021 às 18:30 

Atualizado 11 de maio de 2021 às 18:47

Profissional de saúde prepara dose da vacina da AstraZeneca contra Covid-19Profissional de saúde prepara dose da vacina da AstraZeneca contra Covid-19Foto: Kai Pfaffenbach/Reuters

 A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) afirmou nesta terça-feira (11), em nota, que a decisão de propor a “suspensão imediata” do uso da vacina da AstraZeneca em grávidas foi tomada após uma gestante e o feto que carregava morrerem dias após a vacinação.

A Anvisa fala em “evento adverso” e não em “efeito adverso”. Ou seja, não há, ao menos até o momento, confirmação de nexo causal entre a vacina e o caso da gestante, acometida com um acidente vascular cerebral.

A agência pondera que não foram registrados outros casos semelhantes e que se baseia no “princípio da precaução”. A recomendação foi enviada pela Anvisa ao Ministério da Saúde na segunda-feira (10) e levou diversos estados a suspenderem preventivamente o uso do imunizante em gestantes.

Em nota, a Anvisa reforça que o uso em grávidas não está previsto na bula da vacina, pelo imunizante não ter sido testado em mulheres gestantes.

“O uso off label de vacinas, ou seja, em situações não previstas na bula, só deve ser feito mediante avaliação individual por um profissional de saúde que considere os riscos e benefícios da vacina para a paciente. A bula atual da vacina contra Covid-19 da AstraZeneca não recomenda o uso da vacina por gestantes sem orientação médica”, diz o texto.

Continuar lendo EM NOTA A ANVISA ESCLARECE QUE A SUSPENSÃO IMEDIATA DA VACINA ASTRAZENECA EM GRÁVIDAS SE DEU APÓS A MORTE DE GESTANTE E FETO, DEPOIS DE TER SIDO VACINADA

SAÚDE: APLICAÇÃO DA VACINA ASTRAZENECA EM GRÁVIDAS NO RN FOI SUSPENSA APÓS RECOMENDAÇÕES DA ANVISA

Por Fernanda Zauli, G1 RN

 

Coordenadora de Vigilância em Saúde explica suspensão do uso da Astrazeneca em grávidas

Coordenadora de Vigilância em Saúde explica suspensão do uso da Astrazeneca em grávidas

A Secretaria Estadual de Saúde do Rio Grande do Norte (Sesap) suspendeu nesta terça-feira (11) a aplicação da vacina contra a Covid-19 da AstraZeneca em grávidas. A decisão foi tomada após a Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendar na noite da segunda-feira (10) a suspensão imediata da aplicação do imunizante em grávidas.

A vacinação segue para puérperas com comorbidades, que são mulheres que deram à luz há 45 dias.

O texto da nota emitida pela Anvisa diz que a orientação é que “seja seguida pelo Programa Nacional de Imunização (PNI) a indicação da bula da vacina AstraZeneca e que a orientação é resultado do monitoramento de eventos adversos feito de forma constante sobre as vacinas Covid em uso no país”.

A Anvisa, no entanto, não relatou nenhum evento adverso ocorrido em grávidas no Brasil.

No Rio Grande do Norte as grávidas com comorbidades estavam sendo vacinadas apenas com o imunizante Astrazeneca. A vacina da Pfizer é aplicada apenas em Natal e não foi disponibilizada para esse público. Já a Coronavac está sendo aplicada apenas para 2ª dose por causa da escassez do imunizante.

As grávidas sem comorbidades ainda não entraram no grupo prioritário no Rio Grande do Norte.

A Secretaria Estadual de Saúde informou que aguarda uma orientação do Ministério da Saúde sobre a retomada vacinação de grávidas.

A coordenadora em Vigilância em Saúde da Sesap, Kelly Lima, explicou que a grávida que já tomou a primeira dose da Astrazeneca pode tomar a segunda dose. “Essa mulher, grávida, que já tomou a primeira dose e não teve nenhuma reação adversa deve, sim, completar o esquema vacinal e tomar a segunda dose”, disse.

Fonte: G1 RN
Continuar lendo SAÚDE: APLICAÇÃO DA VACINA ASTRAZENECA EM GRÁVIDAS NO RN FOI SUSPENSA APÓS RECOMENDAÇÕES DA ANVISA

VACINA DA PFIZER SERÁ DISPONIBILIZADA PARA NORTE-AMERICANOS DE 12 A 15 ANOS

EUA autorizam vacina da Pfizer para público de 12 a 15 anos

Agência de medicamentos do país amplia a faixa etária do imunizante e Biden pede que a campanha seja acelerada

INTERNACIONAL

 por Reuters

A vacina está disponível nos EUA sob uma autorização de uso emergencial para pessoas a partir dos 16 anos. A Pfizer e a BioNTech disseram que iniciaram o processo de aprovação total para essas idades na semana passada.A FDA afirmou que estava fazendo alterações para incluir milhões de crianças de 12 a 15 anos.É a primeira vacina contra covid-19 a ser autorizada nos Estados Unidos para essa faixa etária, vista como um passo importante para levar as crianças de volta às escolas com segurança.

O presidente dos EUA, Joe Biden, pediu aos Estados que disponibilizassem a vacina aos adolescentes mais jovens imediatamente.

“A ação de hoje permite que uma população mais jovem seja protegida da covid-19, aproximando-nos de retornar a um senso de normalidade e acabar com a pandemia”, disse a comissária em exercício da FDA, Janet Woodcock, em um comunicado.

“Os pais e responsáveis podem ter certeza de que a agência realizou uma revisão rigorosa e completa de todos os dados disponíveis, como fizemos com todas as nossas autorizações de uso de emergência da vacina contra Covid-19.”

A maioria das crianças com covid-19 desenvolve apenas sintomas leves ou nenhum sintoma. No entanto, as crianças correm o risco de adoecer gravemente e ainda podem transmitir o vírus.

Houve surtos relacionados a eventos esportivos e outras atividades para crianças nessa faixa etária.

Fonte: R7

Continuar lendo VACINA DA PFIZER SERÁ DISPONIBILIZADA PARA NORTE-AMERICANOS DE 12 A 15 ANOS

SAÚDE: SAIBA COMO SERÁ A DIVISÃO DE DOSES DE VACINA DA PFIZER POR ESTADO,SEGUNDO DEFINIÇÃO DO MINISTÉRIO DA SAÚDE

Saúde define divisão de doses da vacina da Pfizer; veja quantidade por estado

A primeira remessa contendo um milhão de doses dos imunizantes chegou ao Brasil na última quinta-feira (29)

Jullyane Jucá e Rafaela Lara, da CNN, em São Paulo

03 de maio de 2021 às 10:40

Profissional de saúde prepara aplicação de vacina PfizerProfissional de saúde prepara aplicação de vacina PfizerFoto: Lucy Nicholson/Reuters

O Ministério da Saúde iniciou nesta segunda-feira (3) a distribuição das doses da vacina contra a Covid-19 da Pfizer para as capitais dos estados brasileiros.

primeira remessa dos imunizantes chegou ao Brasil na última quinta-feira (29), com um milhão de doses. Na capital paulista, a vacina da Pfizer será aplicada no grupo prioritário de 60 a 62 anos, que começa a imunização em 6 de maio.

Nesta primeira semana, as primeiras 500 mil doses deverão ser distribuídas nas capitais e deverão ser aplicadas como primeira dose. Já na próxima semana, haverá a distribuição do restante do lote – outras 500 mil doses, que deverão ser usadas como segunda dose.

“A oferta da vacina seguirá fluxo adotado até o momento para as demais vacinas, priorizando a oferta ao grupo prioritário sequencial previsto no PNO”, diz o Ministério da Saúde

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) concedeu o registro definitivo da vacina da Pfizer no Brasil em 23 de fevereiro.

Com a chegada de mais vacinas, o Ministério da Saúde divulgou a quantidade de doses que serão distribuídas por estado a partir desta segunda-feira (3). A região Sudeste deve receber a maior quantidade do lote.

Vacina da Pfizer – veja quantas doses cada estado deve receber:

Rondônia – 3.510
Acre – 1.170
Amazonas – 5.850
Roraima –1.170
Pará – 14.040
Amapá –1.170
Tocantins – 3.510

Total de doses – NORTE: 30.420

Maranhão – 10.530
Piauí – 5.850
Ceará – 17.550
Rio Grande do Norte – 7.020
Paraíba – 8.190
Pernambuco – 17.550
Alagoas – 7.020
Sergipe – 4.680
Bahia –26.910

Total de doses – NORDESTE: 105.300

Minas Gerais – 50.310
Espírito Santo – 10.530
Rio de Janeiro – 46.800
São Paulo – 135.720

Total de doses – SUDESTE: 243.360

Paraná – 32.760
Santa Catarina – 17.550
Rio Grande do Sul – 32.760

Total de doses – SUL: 83.070

Mato Grosso do Sul – 7.020
Mato Grosso – 7.020
Goiás – 17.550
Distrito Federal – 5.850

Total de doses – CENTRO-OESTE – 37.440

Total de doses a serem distribuídas às capitais: 499.590 

Continuar lendo SAÚDE: SAIBA COMO SERÁ A DIVISÃO DE DOSES DE VACINA DA PFIZER POR ESTADO,SEGUNDO DEFINIÇÃO DO MINISTÉRIO DA SAÚDE

SEGUNDO REGULADOR AGRÍCOLA DA RÚSSIA, O PAÍS PRODUZIU 17 MIL DOSES DE VACINA CONTRA COVID-19 PARA ANIMAIS

Rússia produz primeiro lote de vacina contra covid-19 para animais

Redação*

 Atualizado em:

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A Rússia produziu 17 mil doses de uma vacina contra a covid-19 para ser utilizada em animais, anunciou hoje (30) o regulador agrícola do país. A Carnivac-Cov foi registrada em março, depois de vários testes terem revelado que ela gera anticorpos contra o vírus em cães, gatos, raposas e visons.

De acordo com a agência Reuters, o primeiro lote vai ser fornecido em várias regiões do país, mas as autoridades russas dizem que vários países já demonstraram interesse em ter acesso ao imunizante.

Apesar de ainda terem que ser realizados mais estudos, a Organização Mundial da Saúde (OMS) já manifestou a preocupação com o risco de transmissão do vírus de humanos para os animais.

O regulador russo garante que a Carnivac-Cov é capaz de proteger espécies mais vulneráveis e até impedir mutações virais. Ainda de acordo com as autoridades russas, estará já em andamento o processo para registrar o produto no exterior, especialmente na União Europeia.

Fonte: Portal da Tropical _ Notícias 

Continuar lendo SEGUNDO REGULADOR AGRÍCOLA DA RÚSSIA, O PAÍS PRODUZIU 17 MIL DOSES DE VACINA CONTRA COVID-19 PARA ANIMAIS

BOAS NOTÍCIAS: VACINA GENUINAMENTE BRASILEIRA, BUTANVAC A VISTA

Finalmente o Brasil terá o primeiro antígeno contra a Covid-19 com todas as etapas de produção realizadas em solo brasileiro, a Butanvac, produzida pelo Instituto Butantan. Segundo o governo de São Paulo, a vacina terá 18 milhões de doses disponíveis até junho. Leia o artigo completo a seguir e saiba dos detalhes!

Butanvac: Butantan começa a produzir a vacina brasileira

O Instituto Butantan começou a produzir esta semana o primeiro lote da vacina brasileira ButanVac. Este primeiro lote terá 1 milhão de doses.

Até junho, a vacina terá 18 milhões de doses disponíveis, informou o governo de São Paulo.

A ButanVac – o primeiro antígeno contra a Covid-19 com todas as etapas de produção realizadas em solo brasileiro – ainda não foi testada em humanos.

A Anvisa, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, aguarda mais dados para conceder o aval de teste clínicos, com voluntários.

CoronaVac

O Butantan é o mesmo que produz a Coronavac, vacina que está imunizando 80% dos brasileiros.

Nesta sexta, 28, o instituto libera para o Ministério da Saúde o próximo lote de entregas da Coronavac. Serão mais 600 mil doses.

O Instituto aguarda a entrega de mais 3.000 litros de matéria-prima – em processo de liberação com a Sinovac Life Science, na China – para produzir mais imunizantes.

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do Só Notícia Boa – com informações da Veja

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: VACINA GENUINAMENTE BRASILEIRA, BUTANVAC A VISTA

EDUCAÇÃO: TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO DA CIDADE DE NATAL FORAM INCLUÍDOS EM GRUPO PRIORITÁRIO PARA VACINA CONTRA COVID-19

Prefeitura inclui professores e pessoas com deficiência em grupo prioritário para vacinação em Natal

Foto: Reprodução/DOM

A Prefeitura do Natal  publicou no Diário Oficial do Município desta terça-feira(27) a lei número 7.138, para inclusão dos/as trabalhadores/as em educação no município de Natal na fase 1, como grupo prioritário do programa emergencial de vacinação para o combate e erradicação do vírus covid-19 em todo o território do município de Natal, como medida de proteção e segurança, à saúde e vida dos/as trabalhadores/as supracitados/as, que
poderão estar expostos/as a pandemia do coronavírus nas escolas do território natalense.

O documento diz assim:

Faz saber que a CÂMARA MUNICIPAL DE NATAL aprovou e que sanciono a seguinte Lei:

Art. 1º Ficam incluídos/as os/as trabalhadores/as no município de Natal na fase 1, como grupo prioritário do Programa Emergencial de Vacinação para o combate e erradicação do vírus COVID-19 em todo o território do município de Natal, como medida de proteção e segurança, à saúde e vida dos/as trabalhadores/as supracitados/as, que poderão estar expostos/as a pandemia do coronavírus nas escolas do território natalense.

Parágrafo Único – São considerados/as Trabalhadores/as em Educação, alcançados/as pelos benefícios desta Lei, todos/as aqueles/as profissionais, de todas as categorias, que estejam atuando nas unidades escolares no município de Natal.

Art. 2º A vacinação dos/as Trabalhadores/as em Educação será operacionalizada pelo órgão municipal competente, permitida a realização de convênios ou parcerias para a sua execução, de forma gratuita, àqueles/as trabalhadores/as de que trata esta Lei.

Art. 3º As despesas decorrentes da execução desta lei correrão a conta de dotações orçamentárias próprias da Secretaria Municipal de Saúde Pública, suplementadas, caso necessário.

Art. 4º Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Já a lei  7.139, estabelece prioridade na vacinação das pessoas com deficiência para vacinação contra a covid-19, no âmbito do município de Natal/RN, e dá outras providências.

O documento diz assim:

Art. 1º Fica estabelecida a prioridade na fase I, das pessoas com deficiência, definida no artigo 2º, da Lei 13.146/2015 (Estatuto da Pessoa com Deficiência), na vacinação contra a Covid-19, no âmbito do município de Natal/RN.

Art. 2º Caberá ao Poder Executivo Municipal e a Secretaria Municipal de Saúde proceder a inclusão no rol de prioritários do programa de vacinação as pessoas com deficiência e estabelecer as diretrizes e planejamento de distribuição dos imunizantes.

Art. 3º O Poder Executivo regulamentará esta lei, no que couber, no prazo máximo de 30 dias.

Art. 4º Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação.

Continuar lendo EDUCAÇÃO: TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO DA CIDADE DE NATAL FORAM INCLUÍDOS EM GRUPO PRIORITÁRIO PARA VACINA CONTRA COVID-19

NO CHILE, APENAS HOMENS RECEBERÃO A VACINA DO PRIMEIRO LOTE DE OXFORD QUE CHEGOU AO PAÍS

Chile recebe as primeiras vacinas de Oxford e aplicará só em homens

Lote foi enviado pelo convênio Covax e não será administrado em mulheres pelo risco de formação de coágulos no sangue

INTERNACIONAL

 Da AFP

Governo chileno recebe primeiro lote de vacinas de Oxford nesta sexta-feira (23)

AFP/MINSAL

O Chile recebeu nesta sexta-feira (23) o primeiro lote de vacinas de Oxford contra a covid-19, que serão aplicadas apenas em homens, por recomendação de sua agência de saúde.

A remessa, com 158,4 mil doses, foi recebida pelo ministro da Saúde, Enrique Paris. “É a primeira vacina que chega pelo convênio Covax”, da Organização Mundial da Saúde (OMS), afirmou o ministro.

Chile: veterinários são acusados de usar vacina canina em 75 pessoas

O Chile é um dos países que avança mais rápido no processo de vacinação. Cerca de 7,9 milhões de pessoas foram imunizadas com pelo menos uma dose em uma população total de 19 milhões.

A vacina de Oxford vem gerando controvérsias, principalmente na Europa, devido aos temores gerados pelos raros casos de coágulos sanguíneos detectados, em especial em mulheres.

Nesta sexta-feira, a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) disse que uma revisão que realizou da vacina mostrou que seus benefícios aumentam com a idade e que superam os riscos.

Na semana passada, o Instituto de Saúde Pública (ISP) do Chile, que em janeiro concedeu autorização de emergência para essa vacina, recomendou seu uso em mulheres com mais de 55 anos e em homens acima dos 18.

Com base nessa recomendação, a subsecretária de Saúde, Paula Daza, anunciou nesta sexta que “todos os homens que aderirem ao calendário a partir da próxima semana receberão a vacina de Oxford. Ela será administrada apenas em homens”.

A segunda dose será administrada 12 semanas após a primeira.

Enquanto isso, o ministro da Saúde afirmou que a pasta estuda incluir gestantes no programa de vacinação. “Começará o mais rápido possível, quando tivermos todas as informações científicas”, disse.

Para as gestantes, será escolhida a vacina da Pfizer, que também é aplicada no Chile em conjunto com a CoronaVac, do laboratório chinês Sinovac, acrescentou Paris.

Fonte: R7

Continuar lendo NO CHILE, APENAS HOMENS RECEBERÃO A VACINA DO PRIMEIRO LOTE DE OXFORD QUE CHEGOU AO PAÍS

COMO MEDIDA DE ESTÍMULO À INDÚSTRIA TURÍSTICA, MALDIVAS OFERECERÃO VACINA CONTRA COVID-19 À TURISTAS

Maldivas oferecerão vacinas contra a covid-19 a turistas

País tentará reaquecer a indústria de turismo, sua principal fonte de renda, quando a população estiver imunizada

INTERNACIONAL  

Da EFE

Presidente aposta no "programa 3V: visita, vacinação, férias (vacation, em inglês)"

DIVULGAÇÃO

As Maldivas vão oferecer aos turistas a possibilidade de vaciná-los contra o novo coronavírus, como uma medida de estímulo à indústria turística do arquipélago, da qual sua economia é fortemente depende.

“O turismo de vacinas é uma visão do presidente do país, Ibrahim Mohamed Solih. Planejamos executá-lo de forma semelhante ao turismo médico”, disse o ministro do Turismo das Maldivas, Abdulla Mausoom, à Agência Efe nesta segunda-feira.

O “programa 3V: visita, vacinação, férias (visit, vaccination, vacation, em inglês)”, começará no país quando todos os habitantes das Maldivas, com uma população total de 540 mil pessoas, estiverem totalmente vacinados, acrescentou ele.

O ministro explicou ainda que os turistas poderão escolher a vacina que preferirem para serem inoculados entre as disponíveis no país.

Fonte: R7
Continuar lendo COMO MEDIDA DE ESTÍMULO À INDÚSTRIA TURÍSTICA, MALDIVAS OFERECERÃO VACINA CONTRA COVID-19 À TURISTAS

DENTRO DO GRUPO QUE COMPÕE AS 20 MAIORES ECONOMIAS DO MUNDO, O BRASIL ESTÁ EM 9º LUGAR NA APLICAÇÃO DE DOSES DA VACINA CONTRA COVID-19

Painel da Vacina: entre países do G20, Brasil é o 9º que mais aplicou doses

Em números absolutos, o país já aplicou mais de 35 milhões de doses dos imunizantes contra a Covid-19; são 16,63 doses aplicadas a cada 100 habitantes

Julyanne Jucá e Vital Neto, da CNN, em São Paulo

 Atualizado 17 de abril de 2021 às 21:46

Painel da Vacina: entre países do G20, Brasil é o 9º que mais aplicou doses

O Brasil segue em 9º lugar na aplicação de doses da vacina contra a Covid-19, considerando o número de doses a cada 100 habitantes, entre os países que compõem o G20, grupo das 20 maiores economias do mundo.

Segundo os dados atualizados neste sábado (17), o país aparece com 16,63 doses aplicadas a cada 100 habitantes. O Reino Unido, que já vacinou todos os adultos acima dos 50 anos, continua em primeiro lugar, com 61,14 doses aplicadas a cada 100 pessoas.

Os Estados Unidos aparecem em 2º lugar, com 60,48 doses aplicadas a cada 100 habitantes – Alemanha (25,46), Canadá (25,24), Itália (24,22), França (23,85) e Turquia (23,49) aparecem na sequência.

A Arábia Saudita aparece em 8º lugar, com 19,53 doses da vacina contra a Covid-19 aplicadas – a cada 100 habitantes.

Brasil está em 9º lugar entre os países do G20 que mais vacinaramFoto: Arte/CNN

Considerando os países do G20, mas analisando o ranking a partir de números absolutos, o Brasil já aplicou mais de 35 milhões de doses e aparece em 5º lugar. No ranking global, considerando a aplicação a cada 100 pessoas, o país está na 56º posição.

No total de doses aplicadas, o Brasil é o 5º colocado entre os integrantes do G2Foto: Arte/CNN

Neste sábado (17), os Estados Unidos que permanecem em primeiro lugar no ranking, considerando os números absolutos, superaram a meta estabelecida pelo presidente Joe Biden – ele previa 200 milhões até 100 dias de mandato. Atualmente, os EUA tem mais de 202 milhões de doses aplicadas.

Na sequência, aparece a China com mais de 187 milhões de doses aplicadas, em números absolutos, seguida pela Índia, que se aproxima de 120 milhões e Reino Unido, em 4º lugar, com mais de 41 milhões de doses aplicadas.

Os dados foram compilados pela Agência CNN com informações das secretarias estaduais de Saúde e do site Our World in Data, ligado à Universidade de Oxford, no Reino Unido.

O Brasil já aplicou mais de 35 milhões de doses da vacina contra a Covid-19Foto: Arte/CNN

Continuar lendo DENTRO DO GRUPO QUE COMPÕE AS 20 MAIORES ECONOMIAS DO MUNDO, O BRASIL ESTÁ EM 9º LUGAR NA APLICAÇÃO DE DOSES DA VACINA CONTRA COVID-19

BOAS NOTÍCIAS: SUCESSO EXTRAORDINÁRIO DA VACINA CONTRA CÂNCER CEREBRAL EM HUMANOS

texto

Vacina contra câncer cerebral tem sucesso histórico em testes humanos

Um vacina contra o câncer cerebral, com o 1º teste em humanos, teve sucesso. O estudo foi publicado pela revista científica Nature.

Após resultados promissores, os pesquisadores irão para fase 2 de testes da imunoterapia para ajudar o sistema imunológico a matar tumores cerebrais.

De acordo com o artigo da Nature, a vacina é segura para todos os pacientes e mostra a esperada resposta imune ao tecido canceroso.

Os gliomas difusos são geralmente tumores cerebrais incuráveis ​​que se espalham no cérebro e são difíceis de remover completamente por cirurgia. A quimioterapia e a radioterapia também costumam ter um efeito limitado.

“Nossa ideia era apoiar o sistema imunológico dos pacientes e usar uma vacina como uma forma direcionada de alertá-lo para o neoepítopo específico do tumor”, explicou o diretor do estudo Michael Platten, Diretor Médico do Departamento de Neurologia da University Medicine Mannheim e Chefe de Divisão do Centro Alemão de Pesquisa do Câncer (DKFZ).

A mutação IDH1 é uma candidata particularmente adequada aqui, pois é altamente específica para os gliomas e não ocorre em tecido saudável. Além disso, a mutação IDH1 é responsável pelo desenvolvimento desses gliomas: “Isso significa que uma vacina contra a proteína mutada nos permite atacar o problema na raiz”, acrescentou Platten.

Testes

Um total de 33 pacientes em vários centros diferentes na Alemanha foram incluídos no estudo. Além do tratamento padrão, eles receberam a vacina peptídica produzida pelo Hospital Universitário de Heidelberg e pela Universidade de Tübingen. A resposta imune pôde ser avaliada em 30 pacientes, de acordo com o estudo publicado na Nature .

Os médicos não observaram efeitos colaterais graves em nenhum dos pacientes vacinados. Em 93 por cento dos pacientes, o sistema imunológico mostrou uma resposta específica ao peptídeo da vacina e o fez independentemente da base genética do paciente, que determina as moléculas de apresentação importantes do sistema imunológico, as proteínas HLA.

Em grande parte dos pacientes vacinados, os médicos observaram “pseudoprogressão”, inchaço do tumor causado por uma série de células invasoras do sistema imunológico.

Esses pacientes tinham um número particularmente grande de células T auxiliares em seu sangue com receptores imunológicos que responderam especificamente ao peptídeo da vacina, como revelou o sequenciamento de uma única célula.

“Também pudemos demonstrar que as células imunes específicas da mutação ativadas invadiram o tecido tumoral cerebral”, relatou Theresa Bunse, do DKFZ, que coordenou as análises imunológicas para esses estudos.

Sobrevivência alta

A taxa de sobrevivência de três anos após o tratamento foi de 84 por cento nos pacientes totalmente vacinados, e em 63 por cento dos pacientes o crescimento do tumor não havia progredido dentro deste período.

Entre os pacientes cujo sistema imunológico mostrou uma resposta específica às vacinas, um total de 82 por cento não teve progressão do tumor no período de três anos.

Os pesquisadores também estão preparando um estudo de fase II para examinar pela primeira vez se a vacina IDH1 leva a melhores resultados de tratamento do que o tratamento padrão sozinho.

Uma pesquisa muito importante para a medicina está em andamento na USP, mas precisa de apoio. Cientistas da universidade descobriram que o zika vírus é capaz de curar tumores cerebrais em crianças. Conheça essa história e apoie o projeto no Só Vaquinha Boa!

Por Andréa Fassina, da redação do Só Notícia Boa – Com informações do GNN

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: SUCESSO EXTRAORDINÁRIO DA VACINA CONTRA CÂNCER CEREBRAL EM HUMANOS

BOAS NOTÍCIAS: QUANDO VOU SER VACINADO É O SITE ONDE VOCÊ FICA SABENDO QUANDO SERÁ VACINADO

Com base na disponibilidade de vacinas, idade e estado, um grupo de trabalho criou um site que estima quando você será vacinado(a). Esta é a grande novidade desta terça-feira, aqui na coluna BOAS NOTÍCIAS. Então leia o artigo completo a seguir e saiba como você consegue obter essa importante informação!

Site voluntário faz estimativa de quando você será vacinado

Um grupo de trabalho voluntário criou um site que estima, com base na disponibilidade de doses de vacina, idade e estado, quando você será vacinado.

Segundo o ‘Quando vou ser vacinado’, uma pessoa de 62 anos, que mora em São Paulo, por exemplo, será vacinada contra a covid-19 em 16 dias.

O cálculo automatizado do site leva em conta fatores como a faixa etária da população e grupos prioritários.

No entanto, o site avisa que as datas podem mudar diariamente devido a alterações na sua base de dados sobre a oferta de vacinas e o ritmo da vacinação.

Formulário

Basta informar a idade e o estado onde será vacinado, que o site, baseado em informações sobre as doses já aplicadas, tamanho da população e no histórico do Sistema Único de Saúde na campanha de vacinação contra o H1N1 em 2020, faz o cálculo.

Em alguns segundos ele dá a previsão em meses e dias.

Contudo, alerta a Secretaria Estadual de Saúde (SES), uma estimativa realista, de fato, dependeria de muitos outros fatores.

Dados Estatísticos

Os dados da população que estão considerados na calculadora do site são do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Vale reforçar que trata-se apenas de uma estimativa.

Para saber mais acesse o site ‘Quando vou ser vacinado’.

Por Andréa Fassina, redação do Só Notícia Boa – Com informações da Exame

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: QUANDO VOU SER VACINADO É O SITE ONDE VOCÊ FICA SABENDO QUANDO SERÁ VACINADO

BOAS NOTÍCIAS: MÃES VACINADAS QUE AMAMENTAM PASSAM SUA IMUNIDADE PARA SEUS FILHOS

Neste domingão temos boas novas, aqui na coluna BOAS NOTÍCIAS. A Sociedade Brasileira de Pediatria – SBP, divulgou um estudo científico que comprova: mães vacinadas contra a Covid-19, que amamentam, passam anticorpos para recém-nascidos, ou seja, protegem os filhos da doença! Uma excelente notícia em meio a tanta desgraça acontecendo no nosso imenso país. Então convido você a ler o artigo completo a seguir e conhecer os detalhes dessa boa nova!

Mães vacinadas que amamentam passam anticorpos para recém-nascidos

A Sociedade Brasileira de Pediatria – SBP, divulgou um estudo científico que comprova: mães vacinadas contra a Covid-19, que amamentam, passam anticorpos para recém-nascidos, ou seja, protegem os filhos da doença!

O estudo da SBP diz que não é preciso interromper a amamentação após a vacinação e faz uma análise das duas vacinas utilizadas no Brasil, no momento, a Coronavac e a AstraZeneca.

Conforme a análise, a vacinação em gestantes ou lactantes indica a proteção da mulher, diminuindo o risco teórico de transmissão e infecção dos filhos.

Leite Materno e Anticorpos

A entidade, por meio de seus Departamentos Científicos de Imunização, Infectologia e Aleitamento Materno, fez uma revisão sobre os dados disponíveis e orienta a vacinação contra a COVID-19 para lactantes.

Lembrando que o Ministério da Saúde recomendou a vacinação em gestantes, em nota técnica divulgada em março, desde que haja avaliação e orientação médica.

“O leite materno contém anticorpos (IgA secretória contra o SARS-CoV-2) que poderiam potencialmente proteger o bebê amamentado.

A recomendação da vacinação de mulheres que, na sua oportunidade de vacinação, estiverem amamentando, independentemente da idade de seu filho, sem necessidade de interrupção do aleitamento materno, ressaltando todos os benefícios de ambas as ações”, enfatiza o documento.

Recomendação

Na mesma linha a favor da vacinação, a Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, a Associação de Ginecologia e Obstetrícia do Estado do Rio de Janeiro, a Associação de Obstetrícia e Ginecologia de Santa Catarina, entre outras entidades internacionais, também se posicionaram favoravelmente.

A nota técnica do MS recomenda a imunização das gestantes diagnosticadas com diabetes, hipertensão, obesidade, doenças cardiovasculares, asma, transplantadas, crônicas renais e doenças autoimunes.

O documento da SBP finaliza ressaltando que mulheres que preferirem não se vacinar devem ser apoiadas em sua decisão e instruídas a manter medidas de proteção como higiene das mãos, uso de máscaras e distanciamento social.

Por Andréa Fassina, da redação do Só Notícia Boa – Com informações da SPB e MidiaMax

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: MÃES VACINADAS QUE AMAMENTAM PASSAM SUA IMUNIDADE PARA SEUS FILHOS

BOAS NOTÍCIAS: DEPOIS DE 40 ANOS VACINA CONTRA AIDS PARECE TER SIDO ENCONTRADA

Depois de 40 anos, eis que finalmente surge a vacina contra a AIDS. Com resultados promissores na fase 1, os testes clínicos realizados em humanos mostraram que 97% dos participantes que receberam a injeção desenvolveram as células imunológicas capazes de combater infecção pelo HIV. Convido você a ler o artigo completo a seguir e conhecer os detalhes dessa incrível descoberta!

Vacina contra HIV tem resultado promissor em estudo feito em humanos

Testes clínicos realizados em humanos com uma nova vacina contra o HIV tiveram resultados promissores na fase 1.

Segundo a IAVI – International AIDS Vaccine Initiative – e a Scripps Research, 97% dos participantes que receberam a injeção desenvolveram as células imunológicas capazes de combater infecção pelo HIV.

No estudo, os pesquisadores testaram uma nova abordagem de vacina que funciona estimulando a produção de células imunes raras, necessárias para criar os anticorpos certos para combater o vírus, que está em constante mutação.

Voluntários

48 pessoas participaram da primeira fase dos testes clínicos que avaliam segurança e anticorpos.

Os voluntários foram divididos em dois grupos: um grupo de baixa dose ou um grupo de alta dose.

 

Eles receberam duas doses da vacina ou do placebo, com dois meses de intervalo entre elas.

Os resultados mostraram que entre aqueles receberam o imunizante, 97% desenvolveram as células imunológicas corretas para prevenir uma infecção pelo HIV, os chamados anticorpos amplamente neutralizantes (BNAbs, na sigla em inglês).

Como funciona

Essas proteínas especializadas se prendem às pontas da superfície do HIV e podem neutralizar diversas cepas do vírus.

Mas, para produzir esse tipo específico de anticorpos não é tão fácil assim.

Será necessário primeiro ativar os linfócitos B responsáveis pela secreção desses anticorpos.

“Nós e outros [pesquisadores] postulamos há muitos anos que, para induzir os bnAbs, você deve iniciar o processo ativando as células B certas – células que têm propriedades especiais que lhes dão potencial para se desenvolverem em células secretoras de bnAb”, explicou William Schief, professor e imunologista da Scripps Research e diretor executivo de design de vacinas do Centro de Anticorpo Neutralizante da IAVI.

Próximas etapas

Para as próximas etapas, os institutos de pesquisa fecharam uma parceria com a empresa de biotecnologia Moderna para desenvolver uma vacina baseada em mRNA capaz de produzir essa resposta imune contra o HIV.

Há décadas a ciência tenta, sem sucesso, desenvolver uma vacina eficaz contra o HIV.

Os pesquisadores acreditam que a estratégia utilizada nesse estudo clínico pode ser aplicada no desenvolvimento de vacinas contra outras doenças, como gripe, dengue, Zika, hepatite C e malária.

Por Andréa Fassina, da redação do Só Notícia Boa – Com informações da Veja

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: DEPOIS DE 40 ANOS VACINA CONTRA AIDS PARECE TER SIDO ENCONTRADA

PREFEITO ALEMÃO FOI AFASTADO DAS FUNÇÕES POR TOMAR VACINA SEM FAZER PARTE DA POPULAÇÃO PRIORITÁRIA

Prefeito é suspenso na Alemanha por tomar vacina antes da hora

Bernd Wiegand, de 64 anos, recebeu uma dose em janeiro, enquanto o acesso à vacina estava reservado às pessoas idosas

INTERNACIONAL

Da AFP

Prefeito alemão foi vacinado sem fazer parte da população prioritária

JACOB KING/POOL VIA REUTERS – 7.4.2021

O prefeito da cidade alemã de Halle, Bernd Wiegand, foi suspenso de suas funções pelo conselho municipal por ter tomado a vacina contra a covid-19 em janeiro sem fazer parte da população prioritária.

Uma maioria de 34 dos 48 vereadores votaram na quarta-feira à noite, em um conselho municipal especial, a suspensão temporária do prefeito de Halle, uma cidade do estado federado de Saxônia Anhalt, no centro da Alemanha.

O prefeito, de 64 anos, recebeu uma dose em janeiro, enquanto o acesso à vacina estava reservado na Alemanha às pessoas idosas.

Wiegand, atualmente de férias e ausente na reunião do conselho, explicou que tomou a vacina para evitar o desperdício das doses restantes. 

No entanto, suas explicações sobre esta vacinação, revelada várias semanas depois, variaram com o tempo. Primeiro, Wiegand havia afirmado que se beneficiou de um sorteio.

As autoridades da cidade também tiveram acesso às vacinas sem serem prioridades, o que o prefeito tentou manter em segredo, segundo os primeiros resultados de uma investigação do Ministério Público de Halle.

Os vereadores também receberam vacinas antes da hora. Desde então, estão pedindo desculpas.

Fonte: R7

Continuar lendo PREFEITO ALEMÃO FOI AFASTADO DAS FUNÇÕES POR TOMAR VACINA SEM FAZER PARTE DA POPULAÇÃO PRIORITÁRIA

CHEGA AO RN MAIS 69 MIL DOSES DE VACINAS CONTRA COVID-19, SEGUNDO ANÚNCIOU DA GOVERNADORA FÁTIMA

Por G1 RN

 

Doses da CoronaVac em Natal — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV CabugiDoses da CoronaVac em Natal — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), anunciou, através de uma rede social, que o estado vai receber um novo lote com mais 69 mil doses da vacina contra Covid-19. Segundo a gestora, a confirmação foi dada pelo Ministério da Saúde.

Ao todo, serão 32 mil imunizantes da CoronaVac e 37 mil de Oxford/AstraZeneca. Fátima Bezerra afirmou que “esse montante será direcionado para a 1ª dose em idosos e trabalhadores das forças de segurança” e para “2ª dose de trabalhadores de saúde e idosos de 74 a 70 anos, segundo a orientação do PNI/MS (Plano Nacional de Imunização do Ministério da Saúde)”.

O lote mais recente recebido no estado foi há exatamente uma semana, no dia 1º de abril, com cerca de 150 mil doses – a maior carga já enviada pelo Ministério da Saúde ao Rio Grande do Norte desde o início da campanha nacional de imunização, em janeiro.

Avançando na faixa etária de vacinação, algumas cidades do estado, como Natal, imunizam idosos a partir de 64 anos atualmente. Outras, como Mossoró, vacinam idosos de 63 anos. Com a chegada de mais doses, a expectativa é de que haja um novo avanço nessa faixa de idade.

De acordo com a plataforma RN+ Vacina, o Rio Grande do Norte recebeu até o momento 685.690 doses de vacinas contra a Covid-19, sendo 572.040 da CoronaVac e 113.650 de Oxford/AstraZeneca. O sistema aponta ainda que mais de 356 mil pessoas foram vacinadas no estado até o momento.

Fonte: G1 RN
Continuar lendo CHEGA AO RN MAIS 69 MIL DOSES DE VACINAS CONTRA COVID-19, SEGUNDO ANÚNCIOU DA GOVERNADORA FÁTIMA

PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO DO MUNICÍPIO DE NATAL SÃO INCLUÍDOS NO GRUPO PRIORITÁRIO PARA VACINA CONTRA COVID-19

Câmara aprova Lei que torna profissionais da educação prioritários na vacinação contra Covid

01 abr 2021

Fotos de Professores, imagem para Professores ✓ Melhores imagens | Depositphotos®

A Câmara Municipal de Natal realizou na tarde desta quarta-feira (31) mais uma Sessão Ordinária Remota. Na pauta de debates entre os parlamentares, foi discutida e aprovada uma Lei, em regime de urgência, que inclui os trabalhadores em educação do município de Natal na fase 1, como grupo prioritário do programa de vacinação contra a Covid-19. A matéria é de autoria da vereadora Divaneide Basílio (PT).

De acordo com o presidente da Casa, vereador Paulinho Freire (PDT), a matéria, além de garantir a proteção dos profissionais do setor, vai proporcionar o retorno das aulas na cidade. “Suma importância para que as escolas possam retornar suas atividades, principalmente no setor público, que a gente sabe que estão atrasados nos protocolos e a Câmara não podia ser incoerente. Portanto, aprovamos a essencialidade e não tinha porque não aprovar a preferência. Demos uma colaboração gigante tanto para o ensino público, quanto para o privado”, ressaltou Paulinho.

A autora destacou a necessidade do projeto que vai contribuir, não só para a segurança dos professores, como também auxiliar no plano de reabertura das atividades educacionais. “Quando nós protocolamos esse projeto foi justamente com a intenção de pensar o plano de retomada. Foi inclusive antes mesmo de votarmos aqui o projeto da educação em ser essencial e reabrir neste momento, pensando justamente que, a gente precisava se preparar e que precisávamos ter os nossos professores e professoras vacinados”, destacou Divaneide.

“Na semana passada aprovamos uma matéria que considerava a educação como essencial e inclusive argumentava que não tínhamos naquele momento como não considerar a educação como essencial, porque a educação é básica, é fundamental e prioridade. Mas ao mesmo tempo tínhamos que ter um gesto para que os trabalhadores das escolas pudessem ter proteção”, disse o vereador Felipe Alves (PDT), que subscreveu o PL.

“O governo federal já deveria ter colocado os professores na linha de frente e ter os vacinado desde o início, porém hoje temos a oportunidade de votarmos aqui na Câmara. Projeto importante que reconhece os professores. Espero que essa vacinação ocorra o mais rápido possível”, acrescentou o vereador Klaus Araújo (SD).

Fonte: Política em Foco
Continuar lendo PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO DO MUNICÍPIO DE NATAL SÃO INCLUÍDOS NO GRUPO PRIORITÁRIO PARA VACINA CONTRA COVID-19

CONFIRA AS DATAS DA APLICAÇÃO DA SEGUNDA DOSE DA VACINA DE OXFORD EM NATAL

Por G1 RN

 

Fila na UNP para vacinação nesta terça-feira — Foto: Anna Alyne Cunha/Inter TV CabugiFila na UNP para vacinação nesta terça-feira — Foto: Anna Alyne Cunha/Inter TV Cabugi

A Prefeitura de Natal alterou o funcionamento dos dois pontos de drive thru para aplicação exclusiva da segunda dose da vacina de Oxford/AstraZeneca a partir desta quarta-feira (31).

O motivo da mudança foi a alta demanda de procura nesta terça-feira (30), em que muitos os que procuraram a UNP da Roberto Freire e o Ginásio Nélio Dias não conseguiram receber a dose de reforço. (Veja no fim o novo calendário).

“Verificamos uma alta demanda já nas primeiras horas da manhã, e que várias pessoas não estavam respeitando as datas do escalonamento montado pela SMS Natal. Em virtude disso, decidimos aumentar o prazo para essas pessoas receberem a segunda dose do imunizante e vamos ser rígidos na fiscalização desse cronograma que foi montado para evitar fila e demora no atendimento”, disse o secretário de saúde de Natal, George Antunes.

A alta demanda, no entanto, também foi do público que tinha o direito de se vacinar nesta terça-feira (30) e também não conseguiu. Algumas pessoas reclamaram das filas, que chegaram a durar até 4 horas. Em nota, a SMS informou que alguns vacinadores não puderam comparecer ao trabalho.

Onde ficam os drives exclusivos para a segunda dose da Oxford

  • Estacionamento da UNP na Av. Engenheiro Roberto Freire, na Zona Sul.
  • Ginásio Nélio Dias (acesso pela Rua da Mutamba, através do portão 03) – conta também com ponto de pedestre

Durante a Semana Santa, os drives também continuam em funcionamento para agilizar a imunização no município. É necessário apresentar cartão de vacinação, vínculo de trabalho em Natal e documento com foto.

Confira novo calendário

  • Quem tomou no dia 27 de janeiro – Procurar os drives entre 30 de março e 01 de abril.
  • Quem tomou no dia 28 de janeiro – Procurar os drives entre 02 de abril e 04 de abril.
  • Quem tomou no dia 29 de janeiro – Procurar os drives entre 05 de abril e 07 de abril.
  • Quem tomou no dia 30 de janeiro – Procurar os drives entre 08 de abril e 10 de abril.
  • Quem tomou no dia 31 de janeiro – Procurar os drives entre 11 de abril e 13 de abril.
  • Quem tomou no dia 01 de fevereiro – Procurar os drives entre 14 de abril e 16 de abril.
  • Quem tomou no dia 02 de fevereiro – Procurar os drives entre 17 de abril e 19 de abril.

Fonte: G1 RN

Continuar lendo CONFIRA AS DATAS DA APLICAÇÃO DA SEGUNDA DOSE DA VACINA DE OXFORD EM NATAL

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar

Fechar Menu
×

Carrinho