Blog do Saber, Cultura e Conhecimento!

EM NATAL, PREÇO DA CESTA BÁSICA TEVE AUMENTO DE 4% NO PRIMEIRO TRIMESTRE

Por G1 RN

 

Preço subiu nos produtos em Natal — Foto: Reprodução/TV GazetaPreço subiu nos produtos em Natal — Foto: Reprodução/TV Gazeta

O preço da cesta básica subiu 4% no primeiro trimestre de 2021 em Natal. É o que aponta a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, que foi publicada pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) nesta quinta-feira (8).

Esse é o segundo maior aumento entre as 17 capitais do país que integram a pesquisa. Apenas Curitiba, com um aumento de 6,8%, teve um crescimento maior no preço. Aracaju (3,4%), Belém (2,9%) e Florianópolis (2,7%) também tiveram alta. A maior queda foi de Campo Grande, com -4%.

No mês de março, o preço também aumentou na capital potiguar: 2,8%. Outras quatro capitais também sofreram aumento neste período, enquanto 12 tiveram redução.

Segundo o Dieese, o preço médio da cesta básica em Natal no mês de março foi de R$ 477,56, o quarto menor entre as 17 capitais pesquisadas. Apenas Aracaju (R$ 468,79), Recife (R$ 461,33), Salvador (R$ 461,28).

Em 12 meses, o aumento é de 12,1% na capital potiguar. No mesmo mês do ano passado, a cesta básica custava em média R$ 419,77.

Apesar do aumento, a capital registrou queda de 4,59% no preço do óleo de soja.

Fonte: G1 RN
Continuar lendo EM NATAL, PREÇO DA CESTA BÁSICA TEVE AUMENTO DE 4% NO PRIMEIRO TRIMESTRE

PACIENTE DE 90 ANOS EM NOVA YORK É O PRIMEIRO CASO DE VARIANTE BRASILEIRA NO ESTADO

NY anuncia primeiro caso de variante brasileira de coronavírus

Governador Andrew Cuomo anunciou que vírus foi detectado em paciente de 90 anos e sem histórico de viagens

INTERNACIONAL 

Karla Dunder, do R7

Andrew Cuomo, governador de NY, anuncia variante brasileira do coronavírus no estadoAndrew Cuomo, governador de NY, anuncia variante brasileira do coronavírus no estadoPETER FOLEY/EFE/ 27.03.2020

O governador de Nova York, Andrew Cuomo, anunciou no sábado (20) o primeiro caso da P1, conhecida como variante brasileira de coronavírus no estado. O caso foi identificado por especialistas do hospital Monte Sinai e depois confirmado pelo departamento de saúde.

De acordo com o anúncio do governador, a variante foi encontrada em uma pessoa de 90 anos, que não teve a identidade revelada, moradora do Brooklyn e sem históricos de viagens recentes. Ainda não se sabe como contraiu essa variante do vírus.

“A detecção da variante brasileira aqui em Nova York reforça ainda mais a importância de tomar todas as medidas adequadas para continuar a proteger sua saúde”, escreveu o governador no comunicado. “Embora seja normal que um vírus sofra mutação, a melhor maneira de se proteger é continuar a usar uma máscara bem ajustada, evitar grandes multidões, distância social, lavar as mãos e ser vacinado quando for sua vez”.

A “variante brasileira” foi detectada pela primeira vez nos Estados Unidos no dia 25 de janeiro, no Minnesota. De acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças, estão em análise atualmente 48 casos nos Estados Unidos. Desde maio de 2020 os brasileiros ou pessoas que estiveram no país não estão autorizadas a entrar no país.

A P1 foi designada como “preocupante”, o que significa que há evidências de ser mais transmissível, causar doenças mais graves e potencial de redução da eficácia de tratamentos ou vacinas.

Fonte: R7

Continuar lendo PACIENTE DE 90 ANOS EM NOVA YORK É O PRIMEIRO CASO DE VARIANTE BRASILEIRA NO ESTADO

PEC EMERGENCIAL É APROVADA EM PRIMEIRO TURNO PELA CÂMARA

Câmara aprova PEC Emergencial em primeiro turno

O texto ainda precisa ser aprovado em segundo turno, novamente por três quintos dos membros, antes de ser promulgado pelas Mesas da Câmara e do Senado

Sinara Peixoto, da CNN, em São Paulo

 Atualizado 10 de março de 2021 às 05:16

Câmara aprova PEC Emergencial em primeiro turno

Câmara dos Deputados aprovou na madrugada desta quarta-feira (10), em 1º turno, a proposta de emenda à Constituição 186/19, chamada também de PEC Emergencial. O texto ainda precisa ser aprovado em 2º turno, novamente por três quintos dos deputados, antes de ser promulgado pelas Mesas da Câmara e do Senado.

Foram 341 votos a favor e 121 votos contra o parecer do relator, deputado Daniel Freitas (PSL-SC), que recomendou a aprovação sem mudanças do texto vindo do Senado na semana passada. Houve 10 abstenções.

Em sessão marcada para as 10 horas desta quarta-feira (10), os deputados vão analisar 10 destaques apresentados ao texto na tentativa de mudar trechos da PEC. A maior parte deles, de partidos de oposição, pretende diminuir as restrições fiscais impostas e retirar o limite de R$ 44 bilhões para pagar o auxílio emergencial.

A PEC prevê a recriação do auxílio em troca de medidas de rigidez fiscal. Com esse aumento de gastos públicos, o governo terá de cortar outros custos, em alguns casos, de forma permanente.

O texto aprovado é resultado da fusão de três PECs enviadas pelo governo federal no fim de 2019: a proposta que reformula o Pacto Federativo, a PEC Emergencial original e a PEC que desvincula o dinheiro de fundos públicos.

Por falta de consenso, alguns pontos mais polêmicos ficaram de fora, como a retirada dos pisos constitucionais para gastos em saúde e educação.

O fim dos repasses de 28% da arrecadação do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) também foi excluído do texto votado.

A redução de até 25% dos salários dos servidores com redução proporcional de jornada, o pagamento de abono salarial abaixo do mínimo e a desvinculação de diversos benefícios da inflação, que chegaram a ser discutidos no Senado, não entraram na proposta final.

Em troca das medidas de ajuste, o texto autoriza a destinação de R$ 44 bilhões para a recriação do auxílio emergencial, benefício social que atendeu às famílias mais afetadas pela pandemia de Covid-19, com créditos extraordinários do Orçamento, que ficam fora do teto de gastos.

Uma cláusula de calamidade pública incluída na PEC permitiu que os custos com o novo programa sejam excluídos da regra de ouro (espécie de teto de endividamento público para financiar gastos correntes) e da meta de déficit primário, que neste ano está fixada em R$ 247,1 bilhões.

A concessão de uma nova rodada do auxílio emergencial depende de uma medida provisória com as novas regras do benefício. O valor de cada parcela não está definido.

Fonte: CNN

Continuar lendo PEC EMERGENCIAL É APROVADA EM PRIMEIRO TURNO PELA CÂMARA

PRIMEIRO DIA DE DANIEL SILVEIRA NA PRISÃO É MARCADO POR CONFUSÃO, BRIGAS E REGALIAS

Confusões, improvisos e regalias marcam 1º dia de Daniel Silveira na prisão

Pedro Duran, da CNN, no Rio de Janeiro

Atualizado 17 de fevereiro de 2021 às 22:34

Deputado Daniel Silveira é preso no Rio de JaneiroDeputado Daniel Silveira foi preso na noite de terça-feiraFoto: BETINHO CASAS NOVAS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) vai passar a segunda madrugada na prisão em uma sala na área de alojamento dos policiais federais, na superintendência da PF no Rio de Janeiro. Ao longo dessa Quarta-Feira de Cinzas (17) ele recebeu a visita de deputados das bancadas estadual e federal do PSL, como a Major Fabiana, colega de Silveira na Câmara.

Deputados e advogados que quiseram visitar o parlamentar tiveram acesso à sala adaptada. Silveira não está algemado e pode comer o que é levado pela defesa. Por isso, durante a madrugada de quarta-feira, jantou pizza e, no almoço, comeu bife, batatas fritas, arroz e feijão.

O parlamentar está sem o telefone celular, mas a assessoria dele segue fazendo postagens em seu nome nas redes sociais.

Confusão no IML

Antes da chegada à Polícia Federal, Silveira discutiu com uma funcionária do IML que exigia que ele usasse máscara de proteção.

“Aqui dentro não tem dispensa, tem que usar a máscara”, disse a funcionária. “E se eu não quiser botar? Se a senhora falar mais uma vez eu não boto”, reagiu ele. As imagens o mostram colocando a máscara depois, mas deixando o nariz descoberto.

A defesa de Daniel Silveira alegou que ele tinha um problema de saúde que o dispensava de usar a máscara, amparado por um laudo médico, mas não quis dizer qual era a doença do parlamentar e também não apresentou o documento.

Briga na porta da PF

Depois de uma troca de provocações, um homem que carregava a placa da vereadora Marielle Franco (PSOL), assassinada em 2018, foi agredido por apoiadores de Daniel Silveira.

O homem, que vestia a camisa do Brasil, teve a placa de Marielle arrancada das mãos e atirada para longe por apoiadores do deputado.

Ele correu atrás da placa, mas foi empurrado e levou chutes no chão, além de uma gravata. Depois, outros manifestantes pró-Silveira entraram no meio e separaram a briga.

O homem que segurava a placa estava com um dos pés enfaixado e usou a muleta para tentar se defender. Mais tarde, a Polícia Militar chegou ao local.

Insultos a jornalistas

Repórteres e cinegrafistas que cobriam a movimentação de autoridades na Superintendência da Polícia Federal foram insultados por apoiadores do deputado, que gritaram palavras de ordem e xingaram parte dos profissionais durante e depois das entradas ao vivo.

Uma das repórteres precisou ser acompanhada até o carro de reportagem por agentes da PF sob gritos de “imunda” e “mentirosa”.

Audiência de custódia

Daniel Silveira passará por audiência de custódia por videoconferência às 14h30 desta quinta-feira (18). A condução será de Airton Vieira, juiz auxiliar do ministro Alexandre de Moraes. A tendência é que Silveira não precise se deslocar da sede da Polícia Federal e permaneça preso.

Nesse tipo de audiência, realizada em via de regra até 24 horas após a prisão em flagrante, o preso é questionado sobre eventuais torturas no ato da prisão e a atitude dos policiais que o conduziram. O juiz não entra no mérito da acusação em si, mas avalia a legalidade da prisão.

O advogado do deputado Daniel Silveira, André Rios, disse que ele confia que a Câmara autorize a saída dele da prisão e que o destino de Silveira pode abrir um precedente perigoso. “O deputado tá bem tranquilo quanto a sua postura, quanto aos seus posicionamentos”, afirmou.

“É uma prisão totalmente ilegal, no meu entender. É um capítulo nefasto da história do Brasil e do nosso ordenamento jurídico. Eu espero que, dentro de poucas horas, a Câmara dos Deputados reveja essa questão. Está criando um precedente perigoso no Brasil”, disse o advogado.

Continuar lendo PRIMEIRO DIA DE DANIEL SILVEIRA NA PRISÃO É MARCADO POR CONFUSÃO, BRIGAS E REGALIAS

PRIMEIRO MINISTRO DA ITÁLIA RENUNCIOU AO CARGO EM MEIO À PANDEMIA

Entenda a crise política na Itália que levou à renúncia do premiê

Giuseppe Conte perdeu maioria no Senado e tenta formar coalisão para 3º governo. Enquanto isso, outros partidos almejam cargo

INTERNACIONAL

Giovanna Orlando, do R7

Giuseppe Conte renunciou ao cargo de primeiro-ministro em meio à pandemia de covid-19 na Itália
YARA NARDI/REUTERS – 19.1.2020

No meio de uma pandemia e um entrave para conseguir vacinas, a Itália entrou também em uma crise política. Na última terça-feira (26), o primeiro-ministro Giuseppe Conte anunciou que renunciava ao cargo e agora atua como premiê interino do país, enquanto busca uma nova base de apoio no Parlamento para voltar a governar.

“O premiê só é premiê pelo apoio que ele tem no Parlamento e no Senado”, resume o professor de Relações Internacionais da Universidade de São Paulo (USP), Kai Enno Lehmann.

Conte perdeu na semana passada o apoio do Senado italiano depois que o ex-premiê, Matteo Renzi, deixou a coalizão, que garantia maioria absoluta ao primeiro-ministro, por não concordar com a forma como o governo italiano está gerenciando a pandemia e a recessão econômica.

A covid-19 afetou governos, economias e a popularidade de líderes antes queridos pelo mundo, mas Conte havia conseguido se manter estável durante a primeira onda no país. Segundo o professor, a aprovação do premiê chegava a 70%, com discursos sobre a importância do isolamento e distanciamento social e fechamento de comércio não essencial, mas “é difícil sustentar esse discurso por meses”, analisa.

Com uma pandemia que volta ainda pior em novas ondas, a população passou a exigir mais do governo. Atualmente, o país enfrenta imbróglios para conseguir vacinas e pretende processar a farmacêutica AstraZeneca por não entregar as doses prometidas.

Sem maioria, sem governo

Sem a maioria no Senado, Conte perdeu a governabilidade e as chances de aprovar projetos de lei.

Na Itália, não é incomum ouvir que primeiros-ministros renunciaram e tentaram reorganizar a base de apoio. E essa, inclusive, é a segunda vez que Conte faz isso. Em 2019, o premiê perdeu o apoio dos partidos de direita, com quem tinha uma coalizão, e renunciou. Ele voltou ao poder depois de conseguir formar uma maioria com partidos de centro e esquerda. Agora, ele precisa encontrar um caminho para voltar ao poder.

Autoridades na Itália alertam para possível ‘situação descontrolada

“O país tem um histórico de instabilidade entre primeiros-ministros, e apenas Silvio Berlusconi conseguiu terminar o mandato sem renunciar alguma vez desde a Segunda Guerra Mundial”, elucida o professor. Em todos os outros mandatos houve algum tipo de instabilidade que forçou os mandatários a renunciarem.

Até 1994, a Itália tinha um partido comunista muito popular, mas nenhuma sigla queria entrar em coalizão com eles. Com isso, para encontrar uma maioria eram formadas alianças com partidos menores ou o partido cristão democrata em troca de favores, cargos e privilégios, o que criou um sistema instável no país.

Mesmo com reformas políticas, institucionais e no sistema eleitoral, esse sistema continua vigente e a instabilidade nunca foi vencida. “Você pode mudar o sistema, mas quem já está dentro continua sendo quem já era”, diz o professor.

Como fica a Itália?

Conte continua trabalhando como premiê interino, mas não tem poder para tomar decisões que precisem ser votadas. Ele continua buscando apoio para conseguir uma maioria no Senado, o que não deve ser uma tarefa tão difícil, aponta o especialista.

“Ele tem os argumentos, é só usar”, diz. E, de fato, Conte pode tentar argumentar de vários lados para conseguir formar uma base.

De um lado, a pandemia não permite que o poder fique vacante tanto tempo, já que decisões precisam ser tomadas o tempo inteiro para garantir a estabilidade do poder, e a necessidade de negociar com empresas fabricantes de vacinas torna urgente a resolução da crise.

De outro lado, está a possibilidade de o presidente Sergio Mattarella convocar novas eleições caso uma solução interna não seja apresentada, e ninguém, nem os políticos e nem a população, querem uma eleição no momento.

Caso Conte falhe na tarefa de formar um novo governo com maioria no parlamento, “o presidente decide se dá outra chance ou se encarrega essa tarefa a outro político, ou se convoca novas eleições”, explica o especialista.

Até agora, Conte enfrenta dificuldades em organizar o terceiro governo, e Matteo Renzi, do Itália Viva, já está de olho no cargo, além de partidos como o antissemita Movimento 5 Estrelas e o centro-esquerdista Partido Democrático (PD), segundo a Ansa.

Fonte: R7
Continuar lendo PRIMEIRO MINISTRO DA ITÁLIA RENUNCIOU AO CARGO EM MEIO À PANDEMIA

DECISÕES DE TRUMP SÃO REVERTIDAS NO PRIMEIRO DIA DE MANDATO DE JOE BIDEN

Biden inicia mandato revertendo decisões do governo Trump

Presidente assinou decretos recolocando o país no Acordo de Paris e na OMS, tomando medidas contra covid-19, entre outros

INTERNACIONAL

 Do R7

Joe Biden assinou 17 decretos em seu primeiro dia de mandato

JIM LO SCALZO / EFE – 20.1.2021

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, assinou nesta quarta-feira (20) decretos executivos para recolocar o país ao Acordo de Paris sobre Mudança Climática e impedi-lo de deixar a Organização Mundial da Saúde (OMS), revertendo duas das medidas mais controversas de seu antecessor, Donald Trump.

No Salão Oval da Casa Branca e usando uma máscara para proteção contra a covid-19, Biden assinou diante de câmeras seus primeiros 17 decretos: entre eles, um para ordenar aos americanos que usem máscara em todos os edifícios federais, outro para ajudar comunidades marginalizadas, e o terceiro para recolocar os EUA no Acordo de Paris.

“Esta terceira que vou assinar enquanto todos vocês estão aqui é um compromisso de que vamos nos reintegrar ao Acordo Climático de Paris a partir de hoje”, disse Biden aos jornalistas presentes.

Fonte:  R7
Continuar lendo DECISÕES DE TRUMP SÃO REVERTIDAS NO PRIMEIRO DIA DE MANDATO DE JOE BIDEN

EM ISRAEL, O PRIMEIRO MINISTRO BENJAMIN NETANYAHU FOI O PRIMEIRO A RECEBER VACINA CONTRA CORONAVIRUS

 

Primeiro-ministro de Israel recebe vacina contra o novo coronavírus

Benjamin Netanyahu foi o primeiro a se vacinar em seu país; a partir de amanhã, população de Israel também começará a ser imunizada

INTERNACIONAL

Da EFE

 

Benjamin Netanyahu foi o primeiro a receber a vacina contra covid em Israel

Amir Cohen/Reuters

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, foi o primeiro cidadão de seu país a ser vacinado contra o novo coronavírus. A partir deste domingo (20), a população israelense começará a ser imunizada também, a começar pelos profissionais de saúde.

“Este é um dia muito importante para o Estado de Israel”, afirmou o chefe de governo do país, antes de receber a vacina da Pfizer no hospital Sheba, perto de  Tel Aviv. Ele explicou, ainda, que a decisão de ser o primeiro cidadão a ser vacinado foi para servir de exemplo para a população.

Assim que tomou a vacina, Netanyahu disse: “Uma pequena injeção para um homem e um passo importante para a saúde de todos nós.”

Além do primeiro-ministro, um grupo de oficiais de Saúde, incluindo o ministro  Yuli Edelstein, também foram vacinados no mesmo hospital.

Dessa forma, Israel iniciou o processo de imunização de sua população, que deve começar neste domingo (20), quando os trabalhadores da área da saúde serão vacinados, assim como o presidente, Reuven Rivlin.

A partir de segunda-feira (21), as vacinas serão oferecidas também para os idosos que vivem em casas de repouso e seus cuidadores e maiores de 60 anos. Em seguida, serão vacinadas as pessoas com doenças crônicas preexistentes e, depois, o restante da população, exceto crianças, pessoas com alergias e aos que já superaram a covid-19.

Plano de imunização

Israel, com nove milhões de habitantes, conta com mais de 300 mil doses da vacina da Pfizer e prevê receber cerca de quatro milhões de novas doses até o final deste mês.

O plano de vacinação inclui a administração de 60 mil a 82 mil doses diárias, ainda que a mídia local tenha advertido sobre as dificuldades na distribuição das vacinas, o que poderia retardar o plano de imunização.

O coordenador nacional para a pandemia de Israel, Nachman Ash, disse neste sábado (19) que o processo de vacinação começará a mostrar resultados em alguns meses, por isso a população deve seguir respeitando as regras de isolamento social.

Além do acordo que estabeleceu com a Pfizer, Israel também tem acordos de obtenção da vacina contra o novo coronavírus de outros fabricantes, como a Moderna.

 

Continuar lendo EM ISRAEL, O PRIMEIRO MINISTRO BENJAMIN NETANYAHU FOI O PRIMEIRO A RECEBER VACINA CONTRA CORONAVIRUS

MACAPÁ REALIZA NESTE DOMINGO (6) 1º TURNO DAS ELEIÇÕES MUNNICIPAIS, QUE FOI ADIADA DEVIDO APAGÃO

Reta final de eleição em Macapá tem apagão, adiamento e influência de Alcolumbre

Guilherme Venaglia, da CNN, em São Paulo

05 de dezembro de 2020 às 05:30

Três semanas depois das demais 5 mil cidades brasileiras, Macapá realiza neste domingo (6) o primeiro turno das eleições municipais, que foi adiado pela Justiça Eleitoral após o estado registrar um apagão de energia elétrica e uma situação de calamidade pública.

Os 292 mil eleitores de Macapá vão às urnas para escolher prefeito, vice-prefeito e 23 vereadores. Como a cidade tem mais de 200 mil votantes, pode ter uma votação em segundo turno, marcada para o dia 20 deste mês, caso nenhum dos dez concorrentes a prefeito supere 50% dos votos válidos.

A eleição na capital do Amapá acontece com contornos nacionais inéditos. Não só pelo longo apagão que durou dias e acionou autoridades de todos os poderes, mas também pelo fato de ser a primeira votação depois que o senador amapaense Davi Alcolumbre (DEM) assumiu a presidência do Senado.

 

Josiel Alcolumbre (DEM), irmão e suplente do presidente do Senado, é um dos dez candidatos a prefeito da cidade. O senador faz campanha pela eleição do irmão e se envolveu diretamente nas discussões sobre adiar ou não a votação diante do apagão.

Até a semana da data original do primeiro turno, os irmãos Alcolumbre defendiam a manutenção do pleito em 15 de novembro. A posição mudou depois que a falta de energia elétrica se estendeu e cresceram as tensões sociais na capital do Amapá.

Em entrevista a uma rádio do seu estado, Davi Alcolumbre afirmou que o irmão era “o maior prejudicado” pelo apagão. O senador argumenta que Josiel ficou vulnerável às críticas dos adversários por estar liderando as pesquisas no momento do adiamento.

Além do irmão Davi, Josiel também é o candidato apoiado pelo governador Waldez Góes (PDT) e pelo atual prefeito, Clécio Luís (sem partido).

Na outra ponta, um outro personagem nacional também se dedica ao pleito no estado. O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), líder da minoria no Senado, faz campanha pela eleição do ex-senador João Capiberibe, o Capi (PSB).

Os candidatos

Capi (PSB)
Vice: Rubem (Rede) / Frente Macapá Solidária (PSB e Rede)

Cirilo Fernandes (PRTB)
Vice: Lindemberg O Ceará (PRTB) / Sem coligação

Dr. Furlan (Cidadania)
Vice: Monica Penha (MDB) / De Coração por Macapá (Cidadania, MDB e PMN)

Gianfranco (PSTU)
Vice: Jairo (PSTU) / Sem coligação

Guaracy (PSL)
Vice: Didio (Patriota) / Deus, Pátria e Família (PSL e Patriota)

Haroldo Iram (PTC)
Vice: Moises Amaral (PTC) / Sem coligação

Josiel (DEM)
Vice: Silvana (Avante) / Macapá em Primeiro Lugar (DEM, Avante, PDT, PSC, PL, PV, PSDB, PSD, Solidariedade, Pros, Republicanos e PP)

Patrícia Ferraz (Podemos)
Vice: Ten. Juraci (Podemos) / Sem coligação

Paulo Lemos (PSOL)
Vice: Lorena Quintas (PCdoB) / Macapá para Todos Nós (PSOL e PCdoB)

Professor Marcos (PT)
Vice: Geovane (PT) / Sem coligação

Pesquisa

Pesquisa do instituto Ibope divulgada na quinta-feira (3) trouxe Josiel Alcolumbre (DEM) em primeiro lugar, com 28% das intenções de votos válidos.

O levantamento trouxe seis candidatos em segundo lugar, dentro do intervalo da margem de erro: Dr. Furlan (Cidadania), 14%; Patrícia Ferraz (Podemos) e Capi (PSB), 13%; Cirilo Fernandes (PRTB), 10%; Guaracy (PSL), 9%; e Paulo Lemos (PSOL), 7%.

Os candidatos Professor Marcos (PT) tem 3%, enquanto Haroldo Iram (PTC) e Gianfranco (PSTU) apareciam com 2% cada.

A pesquisa Ibope foi contratada pela Rede Amazônica e ouviu 602 eleitores entre os dias 1º e 3 de dezembro. A margem de erro é de quatro pontos percentuais e o nível de confiança é de 95%. A identificação na Justiça Eleitoral é AP-01464/2020.

Apagão

O adiamento das eleições em Macapá foi definido pelo presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, após o apagão elétrico no Amapá chegar ao 11º dia consecutivo, trazendo aumento da criminalidade e dificuldades logísticas adicionais para a realização do pleito.

Presidente do TRE do Amapá, o desembargador Rommel Araújo, conversou com a CNN e explicou que a decisão do adiamento foi feita para garantir a segurança do eleitor.

“Nós não poderíamos colocar em risco a segurança do eleitor por conta de situações alheias à vontade da Justiça Eleitoral, mas que surgiram em razão do apagão. De sorte que, com o adiamento das eleições, nós iremos trazer mais policiais para a capital e garantir o direito ao voto. Eu não vejo isso como qualquer tipo de prejuízo para estado do Amapá”, disse.

Continuar lendo MACAPÁ REALIZA NESTE DOMINGO (6) 1º TURNO DAS ELEIÇÕES MUNNICIPAIS, QUE FOI ADIADA DEVIDO APAGÃO

PEC DA EMENDA IMPOSITIVA É APROVADA EM PRIMEIRO TURNO POR DEPUTADOS DO RN

Por G1 RN

 

Sessão plenária da Assembleia Legislativa durante a pandemia — Foto: Eduardo MaiaSessão plenária da Assembleia Legislativa durante a pandemia — Foto: Eduardo Maia

Os deputados estaduais do Rio Grande do Norte aprovaram por unanimidade na sessão plenária desta terça-feira (1º) a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Emenda Impositiva.

Essa PEC acrescenta o artigo 107-A à Constituição do RN e autoriza a transferência de recursos estaduais aos municípios mediante emenda ao projeto da Lei Orçamentária Anual (LOA)

Na prática, a ela permite aos municípios receberem recursos sem a necessidade de firmar convênios.

A PEC é de autoria do deputado Tomba Farias (PSDB) e foi aprovada em primeiro turno de votação.

“Além de maior autonomia, os municípios poderão investir em obras de infraestrutura e as emendas individuais apresentadas na Lei Orçamentária Anual (LOA), poderão aportar recursos aos municípios através de transferências especiais”, disse o deputado.

O presidente da Assembleia Legislativa do RN, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), falou que a votação desta PEC foi acordada entre a oposição e a bancada governista antes mesmo da votação da Reforma da Previdência, e pediu celeridade para a votação em segundo turno já na sessão plenária de quarta-feira (2).

PEC da Emenda Impositiva

A PEC aprovada nesta terça-feira possibilita que as emendas individuais impositivas apresentadas pelos deputados do RN possam aportar recursos diretamente aos municípios por eles indicados.

Assim, a, ou com finalidade definida na própria indicação, para serem executadas diretamente.

Isso exclui a obrigatoriedade de celebração de convênios ou instrumentos congêneres.

Os deputados acreditam que a execução direta desses recursos permitirá aos municípios mais autonomia e agilidade.

Isso porque os recursos poderão ser utilizados de acordo com a necessidade da municipalidade, seja para a infraestrutura, saneamento, ou aquisição de máquinas ou veículos.

A indicação de emenda parlamentar, pela transferência especial, permitirá ao município dar continuidade e finalizar uma obra ou projeto que estariam sendo executados com recursos próprios e foram paralisados diante da falta de recursos.

Fonte: G1 RN
Continuar lendo PEC DA EMENDA IMPOSITIVA É APROVADA EM PRIMEIRO TURNO POR DEPUTADOS DO RN

CHEGA AO BRASIL PRIMEIRO LOTE DA VACINA CORONAVAC

Primeiro lote da vacina Coronavac chega ao Brasil

Murillo Ferrari, da CNN,
em São Paulo
 Atualizado 19 de novembro de 2020 às 08:30

O avião com o primeiro lote de doses prontas da vacina Coronavac, vindas da China, chegou nesta quinta-feira (19) ao aeroporto de Guarulhos. O imunizante é testado em estudo em estágio avançado de Fase 3 no Brasil pelo Instituto Butantan.

A chegada de 120 mil doses do imunizante – suficientes para vacinar 60 mil pessoas – havia sido adiantada no começo da semana pelo diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, e pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

Ainda neste mês, o Butantan espera receber 600 litros de matéria-prima da Sinovac para iniciar a produção local da vacina – Covas estima que o instituto será capaz de produzir 46 milhões de doses de vacinas até janeiro.

Dados preliminares dos testes clínicos com a vacina publicados na terça-feira (17) na revista médica The Lancet mostraram que a vacina induziu uma rápida resposta imune, mas o nível de anticorpos produzidos foi menor do que o visto em pessoas que se recuperaram da doença.

Embora os testes em estágios inicial e intermediário não tenham sido desenvolvidos para determinar a eficácia da Coronavac, os pesquisadores disseram que ela pode fornecer proteção suficiente, com base na experiência com outras vacinas e em dados de estudos pré-clínicos em macacos.

As descobertas da Sinovac, publicadas em artigo revisado por outros cientistas na Lancet são dos testes clínicos em Fases 1 e 2 realizados na China, com mais de 700 participantes.

Fonte: CNN
Continuar lendo CHEGA AO BRASIL PRIMEIRO LOTE DA VACINA CORONAVAC

RECÉM CHEGADO AO STF, KASSIO NUNES PASSA PELO PRIMEIRO TESTE DA PAUTA

No STF, Nunes Marques passa pelo primeiro teste da pauta de costumes

Por Basília Rodrigues, CNN  

17 de novembro de 2020 às 22:44

O ministro Kassio Nunes MarquesO ministro Kassio Nunes Marques

Recém chegado ao Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Kassio Nunes Marques estará pela primeira vez de frente para casos da chamada pauta de costumes.

A Corte pautou para esta quarta-feira (18) dois recursos: um contra a realização de provas de concursos e outro sobre teste de estágio probatório aos sábados, o que inviabilizaria a participação de candidatos e servidores adventistas.

O ministro Dias Toffoli é relator do recurso sobre a realização de etapas de concursos em dias santos. Nele, a União alega que marcar a prova em data diferente, em relação aos demais candidatos, violaria o princípio da igualdade. Já o autor do pedido afirma que a autorização não prejudicou outros candidatos e não causou transtornos.

No outro recurso, em que o relator é o ministro Edson Fachin, o autor é um servidor em estágio probatório. A defesa alegou que a Administração Pública ignorou sua justificativa, apesar de professar sua fé na religião cristã Adventista do Sétimo Dia e ter como um de seus deveres a guarda do dia de sábado.

Já a Administração pontua que o servidor sabia da necessidade de fazer o exame para adquirir a estabilidade no funcionalismo público desde o edital do concurso.

Após o relator de cada caso, o primeiro ministro a votar será o novato Kassio Marques. A estreia do ministro em julgamentos do tipo atrai atenções por vários motivos.

Ele poderá ocupar a cadeira pelos próximos 27 anos e aos poucos vai externando seus direcionamentos. Além disso, o ministro conseguiu driblar a lista de favoritos à cadeira no STF, adiando a indicação de um ministro evangélico para o ano que vem, na segunda vaga a que Bolsonaro terá à disposição.

Os dois processos têm repercussão geral reconhecida. Ou seja, o que for decidido valerá para outros casos que discutam a marcação de obrigações a servidores públicos em dias santos.

Continuar lendo RECÉM CHEGADO AO STF, KASSIO NUNES PASSA PELO PRIMEIRO TESTE DA PAUTA

PRIMEIRO VEREADOR CADEIRANTE É ELEITO EM NATAL

Por G1 RN

 

Tércio Tinoco tem 33 anos e foi eleito vereador em Natal — Foto: DivulgaçãoTércio Tinoco tem 33 anos e foi eleito vereador em Natal — Foto: Divulgação

O administrador de empresas Tércio Tinôco (PP) foi eleito vereador de Natal no pleito eleitoral deste domingo (15) e vai se tornar o primeiro cadeirante no cargo na capital potiguar.

Ele conquistou 3.101 votos e vai ocupar uma das 29 vagas na Câmara Municipal a partir de 2021, sendo um dos 14 novos nomes para a próxima legislatura.

Aos 33 anos, Tércio Tinôco, que é presidente da Sociedade Amigos do Deficiente Físico (Sadef) desde 2016, diz que decidiu entrar na vida pública para atuar em favor das pessoas com deficiência, buscando uma cidade com mais inclusão.

“Somos cerca de 28% da população, mas só agora vamos ter um representante legítimo na Câmara, que vivencia todas as dificuldades do dia a dia em uma cidade que ainda precisa ser mais inclusiva”, disse.

“O trabalho que eu sempre fiz em benefício das pessoas com deficiência vai poder ser ampliado com minha presença na Câmara”.

O novo vereador conta que recebeu grande apoio das pessoas com deficiência durante a campanha.

“Tive muito apoio de pessoas com deficiência que se identificaram com a minha bandeira, de mais inclusão e equidade”, falou.

Natalense, Tércio Tinôco fundou, através da Sadef, o projeto Natal Praia Inclusiva, que dá a possibilidade de pessoas idosas e com deficiência irem à Praia de Ponta Negra nos fins de semana e tomarem banho de mar com cadeiras equipadas.

O novo vereador lembra que ficou tetraplégico aos 18 anos, ao pular em uma piscina e bater com a cabeça no fundo. Desde então, garante lutar por acessibilidade e inclusão.

“Minha eleição também é um reconhecimento de tudo que já fiz pela categoria, mesmo sem um mandato. Agora vamos poder fazer muito mais”, disse.

Fonte: G1 RN
Continuar lendo PRIMEIRO VEREADOR CADEIRANTE É ELEITO EM NATAL

CIENCIA: O PRIMEIRO RECIFE DE CORAL DESCOBERTO EM 120 ANOS DEIXA CIENTISTAS ENTUSIASMADOS

Um monstruoso recife de corais, mais alto do que o Empire State Building,  foi o primeiro a ser descoberto, em 120 anos de pesquisas, pelo Schmidt Ocean Institute, ao norte da Grande Barreira de Corais. A parte mais superficial do coral está a 40 metros de profundidade. Convido você a ler o artigo completo a seguir e conhecer os detalhes dessa importante descoberta.

Cientistas ‘entusiasmados’ após encontrarem um enorme recife de coral – o primeiro recife a ser descoberto em 120 anos

 

Os cientistas descobriram um enorme recife de coral separado que fica mais alto do que o Empire State Building – e é o primeiro recife a ser descoberto em mais de 120 anos.

O Schmidt Ocean Institute fez sua descoberta inovadora no início desta semana, quando encontraram a estrutura natural na Grande Barreira de Corais.

Medindo mais de 500 metros de altura (1.600 pés) de altura, que também é mais alto que a Sydney Tower e as Petronas Twin Towers, o recife foi descoberto por cientistas australianos a bordo do navio de pesquisa Falkor do instituto, atualmente em uma exploração oceânica de 12 meses em torno da Austrália.

O recife foi encontrado pela primeira vez em 20 de outubro, quando uma equipe de cientistas liderada pelo Dr. Robin Beaman estava conduzindo um mapeamento subaquático do fundo do mar ao norte da Grande Barreira de Corais. Vários dias depois, a equipe conduziu um mergulho usando o robô subaquático do Schmidt Ocean Institute, SuBastian, para explorar o novo recife.

O mergulho foi transmitido ao vivo, com a alta-resolução imagens vistas pela primeira vez e transmitido no Instituto Oceano Schmidt site e canal do YouTube.

A base do recife em forma de lâmina tem 1,5 km (1 milha) de largura antes de chegar à sua profundidade mais rasa de apenas 40 metros (130 pés) abaixo da superfície do mar.

Este recife separado recém-descoberto adiciona-se aos outros sete recifes altos separados na área, mapeados desde o final de 1800, incluindo o recife na Ilha Raine – a área de nidificação de tartarugas verdes mais importante do mundo.

“Esta descoberta inesperada afirma que continuamos a encontrar estruturas desconhecidas e novas espécies em nosso oceano”, disse Wendy Schmidt, co-fundadora do Schmidt Ocean Institute. “O estado de nosso conhecimento sobre o que há no oceano é muito limitado. Graças às novas tecnologias que funcionam como nossos olhos, ouvidos e mãos no fundo do oceano, temos a capacidade de explorar como nunca antes. Novas paisagens oceânicas estão se abrindo para nós, revelando os ecossistemas e diversas formas de vida que compartilham o planeta conosco. ”

“Estamos surpresos e entusiasmados com o que encontramos”, disse o Dr. Beaman. “Não só mapear o recife em 3D em detalhes, mas também ver visualmente essa descoberta com SuBastian é incrível. Isso só foi possível graças ao compromisso do Schmidt Ocean Institute de conceder tempo de navio aos cientistas da Austrália. ”

A descoberta deste novo recife de coral soma-se a um ano de descobertas subaquáticas do Schmidt Ocean Institute. Em abril, os cientistas descobriram a criatura marinha mais longa registrada : um sifonóforo de 45 metros no Canyon Ningaloo, além de mais 30 novas espécies.

Em agosto, os cientistas descobriram cinco espécies não descritas de corais negros e esponjas e registraram a primeira observação da Austrália de peixes-escorpião raros nos Parques Marinhos do Mar de Coral e da Grande Barreira de Coral. E o ano começou com a descoberta, em fevereiro, de jardins de corais e cemitérios em águas profundas no Bremer Canyon Marine Park.

“Encontrar um novo recife de meio quilômetro de altura na área costeira de Cape York da famosa Grande Barreira de Corais mostra como o mundo é misterioso logo além de nossa costa”, disse a Dra. Jyotika Virmani, diretora executiva do Schmidt Ocean Institute . “Esta poderosa combinação de dados de mapeamento e imagens subaquáticas será usada para entender este novo recife e seu papel dentro da incrível Área de Patrimônio Mundial da Grande Barreira de Corais.”

As profundezas ao norte da viagem da Grande Barreira de Corais continuarão até 17 de novembro como parte da campanha mais ampla de um ano do Schmidt Ocean Institute na Austrália. Os mapas criados estarão disponíveis através do AusSeabed, um programa nacional australiano de mapeamento do fundo do mar, e também contribuirão para o Projeto GEBCO Seabed 2030 da Fundação Nippon.

ASSISTA a filmagem de descoberta da transmissão ao vivo abaixo …)

Fonte: .goodnewsnetwork.org

Continuar lendo CIENCIA: O PRIMEIRO RECIFE DE CORAL DESCOBERTO EM 120 ANOS DEIXA CIENTISTAS ENTUSIASMADOS

REFLEXÃO: SE A FAMÍLIA NÃO VIER EM PRIMEIRO LUGAR NENHUM SUCESSO NO MUNDO VALE A PENA

Começamos a semana com uma super REFLEXÃO para fazer sobre, em que lugar está a sua família? Em primeiro? Se não, você precisa ler o texto espetacular a seguir para entender o que está fazendo com a sua vida quando não coloca a família em primeiro lugar. Porque de nada adianta todo o sucesso do mundo sem felicidade e a felicidade não se encontra na rua, mas dentro do seu próprio lar. Então, leia agora mesmo o texto completo a seguir aprenda uma grande lição!

Família... - Renascer aos 40

A família em primeiro lugar

O administrador Stephen Kanitz, colunista da revista Veja, escreveu em edição de fevereiro de 2002 mais ou menos o seguinte:

Há vinte anos presenciei uma cena que modificou radicalmente minha vida. Foi num almoço com um empresário respeitado e bem mais velho que eu.

O encontro foi na própria empresa. Ele não tinha tempo para almoçar com a família em casa, nem com os amigos num restaurante. Os amigos tinham de ir até ele.

Seus olhos estavam estranhos. Achei até que vi uma lágrima no olho esquerdo. “Bobagem minha”, pensei. Homens não choram, especialmente na frente dos outros.

Mas, durante a sobremesa, ele começou a chorar copiosamente. Fiquei imaginando o que eu poderia ter dito de errado. Supus que ele tivesse se lembrado dos impostos pagos no dia.

“Minha filha vai se casar amanhã”, disse sem jeito, “e só agora a ficha caiu. Percebo que mal a conheci.

Conheço tudo sobre meu negócio, mal conheço minha própria filha. Dediquei todo o tempo à minha empresa e me esqueci de me dedicar à família.”

Voltei para casa arrasado. Por meses, me lembrava dessa cena e sonhava com ela. Prometi a mim mesmo e a minha esposa que nunca aceitaria seguir uma carreira assim.

Colocar a família em primeiro lugar não é uma proposição tão aceita por aí. Normalmente, a grande discussão é como conciliar família e trabalho. Será que dá?

O cinema americano vive mostrando o clichê do executivo atarefado que não consegue chegar a tempo para a peça de teatro da filha ou ao campeonato mirim de seu filho.

Ele se atrasou justamente porque tentou conciliar trabalho e família. Só que surgiu um imprevisto de última hora, e a cena termina com o pai contando uma mentira ou dando uma desculpa esfarrapada.

Se tivesse colocado a família em primeiro lugar, esse executivo teria chegado a tempo. Teria levado pessoalmente a criança ao evento.

Teria dado a ela o suporte psicológico necessário nos momentos de angústia que antecedem um teatro ou um jogo.

A questão é justamente essa. Se você, como eu e a grande maioria das pessoas, tem de conciliar família com amigos, trabalho, carreira ou política, é imprescindível determinar quem você coloca em primeiro lugar.

Colocar a família em primeiro lugar tem um custo com o qual nem todos podem arcar. Implica menos dinheiro, fama e projeção social.

Muitos de seus amigos poderão ficar ricos, mais famosos que você e um dia olhá-lo com desdém. Nessas horas, o consolo é lembrar um velho ditado que define bem por que priorizar a família vale a pena:

“Nenhum sucesso na vida compensa um fracasso no lar.”

Qual o verdadeiro sucesso de ter um filho drogado por falta de atenção, carinho e tempo para ouvi-lo no dia-a-dia?

De que adianta ser um executivo bem-sucedido e depois chorar durante a sobremesa porque não conheceu sequer a própria filha?

* * *

O lar constitui o cadinho redentor das almas. Merece nosso investimento em recursos de afeto, compreensão e boa vontade, a fim de dilatar os laços da estima.

Os que compõem o lar são os marcos vivos das primeiras grandes responsabilidades do Espírito encarnado.

Assim, acima de todas as contingências de cada dia, compete-nos ser o cônjuge generoso e o melhor pai, o filho dedicado e o companheiro benevolente.

Afinal, na família consangüínea, temos o teste permanente de nossas relações com toda a Humanidade.

Redação do Momento Espírita, baseado no artigo de Stephen Kanitz, revista Veja, seção Ponto de vista, de 20 de fevereiro de 2002 e no cap. 19 do livro Conduta espírita, do Espírito André Luiz, psicografia de Waldo Vieira, ed. Feb.

Continuar lendo REFLEXÃO: SE A FAMÍLIA NÃO VIER EM PRIMEIRO LUGAR NENHUM SUCESSO NO MUNDO VALE A PENA

APÓS RENÚNCIA DE EVO MORALES, COMO SERÁ O PRIMEIRO PLEITO NA BOLÍVIA?

Eleições na Bolívia: como será o primeiro pleito após renúncia de Evo Morales?

Sob acusações de fraudes, o ex-presidente deixou o cargo, mas análises posteriores concluíram que auditoria da OEA que colocou a votação em questão estava incorreto. Agora, o partido de Morales chega às novas eleições como favorito

INTERNACIONAL

por 

BBC NEWS BRASIL

A Bolivia teve muitos protestos populares no último ano

Getty Images

Era quase meia-noite de 20 de outubro de 2019, data em que foram realizadas as últimas eleições nacionais da Bolívia, e o país ainda não sabia se Evo Morales permaneceria na Presidência.

Um ano depois do cancelamento daquela polêmica eleição, os bolivianos voltam às urnas neste domingo para decidir quem será o primeiro presidente eleito após os quase 14 anos de governo de Morales e após o mandato interino de Jeanine Áñez.

Morales renunciou em 10 de novembro em meio a uma mobilização social que, somada ao motim de grande parte dos policiais bolivianos e ao pedido de renúncia feito pelas Forças Armadas, acabou por destituí-lo do poder.

Depois um ano marcado pela pandemia do coronavírus, as eleições deste domingo chegam com o partido fundado por Morales, o Movimento pelo Socialismo (MAS), como favorito nas pesquisas, com o candidato Luis Arce Catacora.

Catacora foi Ministro da Economia e Finanças de Morales por quase todo seu mandato (exceto por dois anos devido ao câncer) e lidera as intenções de voto, mas em uma situação bem diferente da época em que a vitória do MAS era garantida com mais de 60% dos votos.

As pesquisas de opinião na Bolívia colocam em segundo lugar Carlos Mesa, ex-presidente e jornalista que, desde 2019, se tornou o maior adversário do MAS. E em terceiro lugar vem Luis Fernando Camacho, conhecido como o “Bolsonaro boliviano” e um dos líderes da revolta que contribuiu para a queda de Morales.

O que aconteceu nas últimas eleições?

Morales renunciou à presidência 21 dias após as eleições do ano passado, em meio a uma onda de protestos de rua acusando-o de fraudes eleitorais.

Uma auditoria realizada pela Organização dos Estados Americanos (OEA) apontou que havia ocorrido irregularidades nas votações e que os resultados não eram confiáveis.

No entanto, a OEA não constatou ocorrência de fraudes, e diversos estudos acadêmicos em 2020 analisaram o método utilizado pela entidade e chegaram à conclusão que as análises da organização estavam incorretas.

No entanto, a auditoria da OEA continua sendo um dos principais argumentos dos detratores de Morales que o acusam de trapacear nas eleições de 2019.

Uma missão de observadores da União Europeia chegou a propor a realização de um segundo turno. Ambos os eventos multiplicaram a suscetibilidade e a crise política da época.

Em 10 de novembro, horas depois dos resultados preliminares dessa auditoria da OEA, Morales renunciou à Presidência, denunciando ter sido vítima de um golpe.

Dois dias depois, Jeanine Áñez assumiu, e sua posse foi endossada pelo Tribunal Constitucional da Bolívia. Menos de 48 horas após a saudação do Palácio do Governo, ela disse à BBC News Mundo, serviço em espanhol da BBC, que seu principal objetivo era convocar novas eleições e que não concorreria nelas.

Porém, em janeiro deste ano, ela tomou uma decisão contrária e decidiu ser candidata, em uma época em que as pesquisas lhe davam altos índices de aprovação.

Áñez acabou renunciando à candidatura no final de setembro, diante do seu fraco desempenho nas pesquisas. Ela disse ter feito isso para que “Evo não voltasse”.

Decisão semelhante foi tomada por dois outros partidos políticos que retiraram suas candidaturas menos de duas semanas antes das eleições.

Durante o governo de transição, foram tomadas decisões que iam além do restabelecimento de um mandato constitucional. Por exemplo, grande parte do serviço diplomático foi alterado, e as relações com países como Cuba e Venezuela foram rompidas.

E as mudanças dos titulares de cargos governamentais foram constantes e não foram livres de escândalos de corrupção.

Foi golpe ou não foi golpe?

Desde a renúncia de Morales, a controvérsia sobre se sua saída foi um golpe ou não está no centro da polarização política no país.

“Golpe” é uma das palavras que o ex-presidente repete com insistência, e seus seguidores o apoiam. Morales agora está na Argentina, depois de ter ido inicialmente para o México e passado por Cuba.

Morales foi encurralado a tal ponto que o anúncio de sua renúncia foi feito no Chapare (centro da Bolívia), onde sempre foi invencível nas urnas.

Com milhares de seus seguidores em estado de alerta, ele afirmou que a Polícia e os militares o abandonaram e garantiu que o golpe contra ele tinha sido bem sucedido.

Poucos dias antes houve um grande motim policial, e nas horas antes de sua queda as Forças Armadas “sugeriram” que ele se afastasse.

A maior central sindical do país também pediu sua renúncia, e os protestos contra ele se mantiveram intensos por três semanas, deixando cidades como La Paz e Santa Cruz paralisadas.

Sebastián Michel, ex-vice-ministro de Morales e agora porta-voz da campanha de Catacora, enumera diferentes razões que ele diz terem resultado no sucesso do que ele chama de golpe contra o ex-presidente.

“Foi uma conspiração política em que subornos foram feitos a comandantes das Forças Armadas e da Polícia Nacional. Não é um golpe de todos os militares, mas de alguns comandantes”, disse ele à BBC News Mundo.

Michel acredita que o ocorrido causou uma perda significativa da legitimidade dos militares perante a sociedade boliviana e que por isso “são repudiados na rua”.

“Um elemento central é que as Forças Armadas não podem pedir a renúncia de um governo. É o mesmo que se você estivesse na rua e um ladrão com uma arma se aproximasse de você e pedisse sua carteira. Quando você a entrega, não é uma transferência voluntária, ele está roubando você”, acrescenta.

O porta-voz inclui entre seus argumentos a polêmica sucessão presidencial que levou Áñez ao poder e as mortes ocorridas nos dias após a renúncia de Morales, que ainda não foram esclarecidas.

‘Recuperação da democracia’

Muito diferente da leitura do porta-voz do partido de Evo Morales é a opinião de Javier Issa, atual vice-ministro do Regime do Interior da Bolívia.

“A sucessão foi constitucional. Em nenhum momento houve golpe. Há renúncias expressas do ex-presidente, do ex-vice-presidente e do ex-presidente do Senado”, diz à BBC News Mundo.

Issa acrescenta que o que aconteceu há um ano foi um ato de “recuperação da democracia”, já que, diz ele, o MAS havia “criado um esquema para governar por muito mais tempo”.

“Não havia independência de poderes quando o senhor Morales era presidente. Todos os poderes e instituições estavam a serviço do caudilho”, afirma.

Issa afirma que durante os 14 anos de governo de Evo, foram “montados” processos contra todos os adversários políticos. “Eles judicializaram a política”, conclui.

Violência

Mais de vinte pessoas morreram nos conflitos sociais que eclodiram após a renúncia de Morales, e o governo Áñez é questionado por isso.

Também ocorreram pelo menos duas mortes antes da renúncia do ex-presidente, mas os organismos internacionais observam uma diferença: as forças de segurança do Estado participaram dos eventos subsequentes.

“Há fortes indícios de uso excessivo e desproporcional da força dos militares e da polícia. Por isso, nosso apelo é esclarecer esses fatos”, disse María José Veramendi, pesquisadora da Anistia Internacional para a América do Sul.

A especialista coordenou uma equipe que fez trabalho de campo junto aos familiares das vítimas, autoridades judiciárias e governamentais. Ela aponta que um decreto presidencial que na época isentava as Forças Armadas de responsabilidade criminal é “uma violação de direito internacional”.

“Infelizmente, no período em que vigorou, ocorreram as mortes”, acrescenta.

Veramendi lembra, no entanto, que também durante o mandato de Morales e seus antecessores também ocorreram violações de direitos humanos.

“Todos devem ser investigados e punidos. Em nosso relatório, afirmamos expressamente que certas ações ocorreram antes das eleições de 20 de outubro de 2019. Por isso, a crise de impunidade no país deve ser enfrentada”, afirma.

E o coronavírus?

Menos de cinco meses depois do terremoto político que atingiu a Bolívia, o coronavírus chegou ao país e mudou tudo.

As eleições para escolher o sucessor de Morales aconteceriam no início de maio, depois foram adiadas para agosto e, finalmente, serão realizadas em 18 de outubro de 2020.

A quarentena e as restrições para evitar contágios significaram um golpe terrível para a economia do país e para a situação financeira dos bolivianos.

A principal reivindicação dos apoiadores de Morales era a realização das eleições o mais rápido possível para “redirecionar o país”. Mas, com a covid-19, a batalha política se concentrou nas responsabilidades pela emergência sanitária.

A atual governo diz que Morales deixou uma herança de pouco investimento em saúde, enquanto apoiadores do ex-presidente dizem que governo Áñez está sendo incompetente no enfrentamento da crise de saúde e da crise econômica.

E agora?

Morales não deixou de ser uma referência na política boliviana e sua influência está longe de desaparecer.

Em uma de suas falas públicas mais recente, ele afirmou que, se seu partido vencer as eleições, “no dia seguinte” ele estará de volta à Bolívia.

Porém, vários dirigentes sindicais e agricultores que acreditam que é hora de virar a página e construir novas lideranças.

Mesmo o candidato de seu partido repete que será ele quem governará a Bolívia em caso de vitória, e não o ex-presidente.

Fonte: R7

Continuar lendo APÓS RENÚNCIA DE EVO MORALES, COMO SERÁ O PRIMEIRO PLEITO NA BOLÍVIA?

ECOLOGIA E MEIO AMBIENTE: O PRIMEIRO CORREDOR VERDE DE COMPRAS FOI INAUGURADO NA GRÃ-BRETANHA

O destaque desta sexta-feira, aqui na coluna ECOLOGIA E MEIO AMBIENTE é a criação do primeiro corredor de compras ecológico, que vai permitir os entusiastas do DIY que se preocupam com o meio ambiente podem agora desfrutar de um ‘corredor de compras verde’ – completo com uma passarela de grama real e um dossel repleto de folhagens e borboletas. O lançamento do ‘The Green Aisle’ foi em uma das principais redes de hardware da Grã-Bretanha, a Homebase. Então, leia o artigo completo a seguir e conheça os detalhes dessa grande novidade!

O primeiro corredor de compras ecológico para entusiastas do meio ambiente que desejam projetos caseiros de bricolagem

SWNS

Os entusiastas do DIY que se preocupam com o meio ambiente podem agora desfrutar do primeiro ‘corredor de compras verde’ – completo com uma passarela de grama real e um dossel repleto de folhagens e borboletas.

O corredor verde é, literalmente, enfeitado com trepadeiras perenes e vegetação para ajudar os compradores ecologicamente corretos a encontrar a seção da loja de ferragens que tornará sua casa mais sustentável.

‘The Green Aisle’ é lançado hoje em uma das principais redes de hardware da Grã-Bretanha, a Homebase. As primeiras lojas a receberem o corredor repleto de folhagens são: Haringey em Londres, Edimburgo, Bridgend, Birmingham e Leeds – com mais lojas a seguir.

Em parceria com a Smart Energy GB, o corredor exibe produtos de reforma residencial ecologicamente corretos e com baixo consumo de energia, bem como informações sobre como instalar um medidor inteligente, tudo em um só lugar.

Todos esses esforços ajudarão a tornar as casas mais verdes e prontas para o inverno.

‘The Green Aisle’ foi criado depois que uma pesquisa descobriu que 74% dos britânicos desejam tornar sua casa mais verde, mas metade não tem ideia por onde começar.

Craig Phillips, especialista em DIY e um dos primeiros a visitar o ‘Corredor Verde’ em Haringey, disse: “Ajudei centenas de pessoas a melhorar suas casas ao longo dos anos, fazendo pequenas mudanças que têm um grande impacto – o mesmo é verdade para tomar pequenas medidas de eficiência energética em casa.

“Pode ser difícil saber por onde começar quando se trata de fazer escolhas mais verdes.

“O Corredor Verde ajuda a tornar esse processo ainda mais fácil para as pessoas, identificando quais produtos são mais ecológicos e, da mesma forma, entendendo o impacto positivo que eles podem ter.”

Dados do Energy Saving Trust também mostram que uma família pode economizar até £ 581 ($ 751) em contas de energia a cada ano se implementar uma gama completa de medidas de eficiência.

Isso inclui a compra de aparelhos eficientes e o exercício das melhores práticas de comportamento de economia de energia, que podem ser incentivadas com um medidor inteligente.

Além da economia financeira, uma família também poderia economizar 2.141 kg de emissões de CO2, o que equivale a dirigir 7.500 milhas ou energia suficiente para alimentar as luzes de 27 residências no Reino Unido por um ano.

RELACIONADO: Olhos da indústria da moda couro alternativo feito de cacto – e é sustentável e ecológico

Então, se você está procurando torneiras de chuveiro que economizam água, tinta ecológica, um medidor inteligente ou apenas um excludente de correntes de ar para sua porta, se você estiver na Grã-Bretanha, agora você conhece o corredor verde para onde ir.

Fonte: Good News Network

Continuar lendo ECOLOGIA E MEIO AMBIENTE: O PRIMEIRO CORREDOR VERDE DE COMPRAS FOI INAUGURADO NA GRÃ-BRETANHA

DEBATE ENTRE BIDEN E TRUMP NESTA TERÇA FEIRA (29) SERÁ TRANSMITIDO PELA RECORD NEWS E R7

Record News e R7 transmitem debate entre Trump e Biden

Diretamente da cidade de Cleveland, este será o primeiro debate para as eleições 2020 nos Estados Unidos. Haverá tradução simultânea

INTERNACIONAL

Do R7

Donald Trump e Joe Biden concorrem nas eleições presidenciais dos EUA em 2020

Nesta terça-feira (29), a partir das 22h, acontece o primeiro debate da eleição americana entre Donald Trump (atual presidente) e Joe Biden (candidato do Partido Democrata). A Record News e o R7 farão a transmissão ao vivo.

Um pouco antes, às 21h40, a Record News transmite o Mundo Record News – Especial, com Heródoto Barbeiro e Rafael Algarte. Junto com cientistas políticos, os dois jornalistas farão uma análise do que pode se esperar das eleições deste ano nos Estados Unidos.

Este primeiro debate Trump/Biden será realizado na cidade de Cleveland, no Estado de Ohio e o moderador será Chris Wallace, âncora do canal Fox News americano.

Os dois candidatos abordarão os seguintes temas: histórico dos candidatos; Suprema Corte; covid-19; economia; racismo e violência nas cidades americanas e integridade das eleições. Cada tópico será discutido por 15 minutos. O debate deve ter duração total de 1h30.

A transmissão da Record News terá tradução simultânea em português.

Fonte: R7

Continuar lendo DEBATE ENTRE BIDEN E TRUMP NESTA TERÇA FEIRA (29) SERÁ TRANSMITIDO PELA RECORD NEWS E R7

SEGUNDO PESQUISA, CANDIDATO DE EVO MORALES VENCERIA AINDA EM PRIMEIRO TURNO

 

Candidato de Evo pode vencer eleição no 1º turno, diz pesquisa

A OEA anunciou nesta quarta-feira (16) que irá enviar uma comissão de observadores para acompanhar o pleito na Bolívia e em mais três países

INTERNACIONAL

Do R7, com EFE e Reuters

Luis Arce, candidato de Evo Morales, venceria ainda em primeiro turno

EFE/Martín Alipaz

Luis Arce, candidato do partido do ex-presidente da Bolívia Evo Morales, pode vencer as eleições bolivianas do mês que vem já no primeiro turno, com a oposição a ele fragmentada entre partidos rivais, apontou uma pesquisa de opinião publicada nesta quarta-feira (16).

A pesquisa de grande escala da Fundação Jubileo, conduzida por universidades e organizações de imprensa, apontou que 40,3% dos eleitores votariam nas eleições do dia 18 de outubro no Movimento para o Socialismo (MAS), cujo candidato presidencial é Arce.

O candidato é ex-ministro da Economia do país e leal a Morales.

O ex-presidente Carlos Mesa aparece em segundo na pesquisa –que não leva em conta os indecisos– com 26,2% das intenções de voto, enquanto a atual presidente interina, Jeanine Áñez, ficou em terceiro, com 10,6%.

Para evitar a realização de um segundo turno, o vencedor do pleito precisa de pelo menos 40% dos votos válidos no primeiro, e de uma vantagem de pelo menos 10 pontos para o segundo colocado.

A pesquisa foi conduzida entre os dias 3 e 7 de setembro e entrevistou 15.979 pessoas em todo o país, com um nível de confiança de 95%, de acordo com seus realizadores, uma aliança de mais de 20 organizações bolivianas.

Na semana passada, uma pesquisa da empresa de consultoria e estatísticas Ciesmori apontou que o MAS estaria a 3 pontos de obter uma vitória eleitoral no primeiro turno.

Se a disputa precisar de um segundo turno, Mesa pode vencer caso consiga convencer apoiadores dos outros candidatos a apoiá-lo, segundo analistas.

Observadores internacionais

A Organização dos Estados Americanos (OEA) anunciou nesta quarta-feira (16) que enviará uma missão de observação eleitoral às eleições gerais na Bolívia, marcadas para 18 de outubro.

A entidade com sede em Washington explicou em nota que a missão, chefiada pelo ex-chanceler da Costa Rica, Manuel González, será composta por mais de 30 especialistas que serão destacados em cidades como La Paz, Santa Cruz e Cochabamba, além de “monitorar votação no exterior na Argentina, Espanha e Estados Unidos”.

Segundo a OEA, o “grupo de base” da missão chegará à Bolívia nos dias anteriores às eleições e, durante sua estada, “se reunirá com autoridades eleitorais, representantes governamentais, partidos políticos, candidatos e representantes da sociedade civil. sempre com estrita observância dos protocolos de saúde, incluindo distância física e uso de máscaras”, devido à pandemia covid-19.

 

Continuar lendo SEGUNDO PESQUISA, CANDIDATO DE EVO MORALES VENCERIA AINDA EM PRIMEIRO TURNO

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar

Fechar Menu
×

Carrinho