NO REINO UNIDO, EPI’S USADOS POR PROFISSIONAIS DE SAÚDE SÃO TRANSFORMADOS EM CADEIRAS ESCOLARES ENTRE OUTROS OBJETOS

Hospitais transformam EPIs em cadeiras escolares no Reino Unido

Máquina compacta máscaras e aventais usados pelos profissionais da saúde para fabricar vários outros objetos de plástico

TECNOLOGIA E CIÊNCIA J

oão Melo, Do R7*

Cinco hospitais já estão fazendo essa transformação

DIVULGAÇÃO/THERMAL COMPACTION GROUP

O Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido (NHS, na sigla em inglês) está utilizando uma tecnologia para transformar em cadeiras escolares os EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), como máscaras usadas para a prevenção contra o contágio da covid-19 e aventais.

Para fazer esta transformação, o Thermal Compaction Group, empresa do País de Gales, desenvolveu uma máquina capaz de compactar sacos com grandes quantidades de EPIs em blocos de plásticos em apenas uma hora, fazendo com que este material possa ser reutilizado.

Os blocos possuem cerca de um metro de comprimento e, após serem processados, podem ser utilizados como matéria-prima para uma grande variedade de produtos, como cadeiras escolares e caixas de ferramentas, entre outros objetos.

A máquina é especializada em compactar o polipropileno, exatamente o material utilizado na produção dos EPIs, e já está sendo utilizada em um hospital no País de Gales, e em quatro hospitais na Inglaterra.

Plásticos são compactados em blocos

“Estamos retirando o que é designado como plástico descartável de um fluxo de resíduos muito caro para o NHS, recuperando o plástico e transformando-o em uma fonte inerte de polipropileno que é, em seguida, reutilizado em vários produtos”, destacou Matt Rapson, diretor ambiental do Thermal Compaction Group, em entrevista à Sky News.

A empresa afirma que outros 11 hospitais administrados pelo Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido receberão as máquinas que diminuem o tamanho do lixo em cerca de 85% durante o processo de compactação.

Roz Davies, gerente do Royal Cornwall Hospital, afirma que a instituição utiliza cerca de 10 mil máscaras por dia, e espera que essa tecnologia mude a forma como o Reino Unido de maneira geral lida com EPIs descartáveis.

“O uso de máscaras cresceu extraordinariamente este ano, mas agora temos a opção de reciclá-las, assim como outros itens como capas de teatro e aventais que antes seriam transportados para fora da Cornualha para incineração especializada”, destacou Davies.

Fonte: R7
Continuar lendo NO REINO UNIDO, EPI’S USADOS POR PROFISSIONAIS DE SAÚDE SÃO TRANSFORMADOS EM CADEIRAS ESCOLARES ENTRE OUTROS OBJETOS

BIDEN TERÁ MAIORIA NO SENADO APÓS VITÓRIA DOS DEMOCRATAS NA GEÓRGIA

Democratas vencem na Geórgia e Biden terá maioria no Senado

Raphael Warnock e Jon Ossoff venceram por uma pequena margem de votos a disputa pelas duas últimas cadeiras

INTERNACIONAL |

 Do R7

Democrata Joe Biden terá maioria no Senado e na Câmara nos primeiros anos de mandato

O estado da Geórgia realizou o segundo turno da eleição para o Senado, na terça-feira (5), e os dois candidatos democratas na disputa Raphael Warnock e Jon Ossoff venceram, respectivamente, com uma pequena margem, os republicanos Kelly Loeffler e David Perdue.

Com esse resultado, o Senado fica dividido em 50 cadeiras para cada partido. No entanto, a vice-presidente eleita, Kamala Harris, que é democrata, tem o papel de decidir o desempate e deve favorecer seu partido. Pela legislação norte-americana, Kamala assume também a presidência da Câmara Alta, o Senado dos EUA, a partir de 20 de janeiro.

Com as vitórias do partido, Joe Biden vai governar durante os dois primeiros anos de seu mandato com a maioria no Senado, que era controlado pelos republicanos desde 2015, quando Barack Obama ainda estava na Casa Branca. O democrata conta também com maioria na Câmara que é presidida pela deputada Nancy Pelosi.

Eleição histórica

Raphael Warnock, de 51 anos, é pastor na Igreja Batista Ebenezer, em Atlanta, que foi dirigida por Martin Luther King.

Com a vitória se tornou o primeiro senador negro na história da Geórgia e o primeiro democrata negro a ser eleito para o Senado no estados do sul.

“Esta noite, mostramos que com esperança, trabalho árduo e pessoas ao nosso lado, tudo é possível”, disse Warnock a seus apoiadores, em um discurso virtual transmitido por várias mídias. Sua adversária ainda não admitiu a derrota.

Derrota republicana

O atual presidente, Donald Trump, segue em sua batalha online para reverter o resultado das urnas. No Twitter, suas postagens fazem denúncias de que a eleição nos estado da Geórgia foi fraudada, mas não foram apresentadas provas.

No último domingo (3), o jornal Washington Post publicou trechos de uma ligação telefônica entre Trump e o secretário de Estado da Geórgia, Brad Raffensperger. No diálogo, o presidente tentou pressionar para que o resultado da eleição fosse alterado.

Trump também direcionou postagens ao vice-presidente, Mike Pence, com um pedido para que o Congresso não reconheça nesta quarta-feira (6) a eleição de Joe Biden.

“Os Estados querem corrigir seus votos, que agora sabem que foram baseados em irregularidades e fraudes, além de que o processo corrupto nunca recebeu aprovação legislativa. Tudo que Mike Pence precisa fazer é mandá-los de volta para os Estados Unidos, E NÓS GANHAMOS. Faça isso Mike, este é um momento de extrema coragem!”, publicou o presidente.

Derrota republicana

Um segundo turno em eleição norte-americana é uma ocorrência rara e ainda se junta ao fato de ambas as cadeiras estarem em disputa. A vaga do senador David Perdue é a que estaria em jogo normalmente seguindo o calendário eleitoral. Ele foi eleito em 2014 e cumpriu os seis anos regulamentares.

A cadeira ocupada por Kelly Loeffler está em uma eleição especial porque o senador Johnny Isakson, eleito em 2016, se aposentou em 2019 por motivos de saúde. O governador do Estado, Brian Kemp, apontou Loeffler para ocupar o cargo ao longo de 2020 até a votação de terça-feira.

Ao contrário de outros Estados, a Geórgia não teve apenas dois candidatos para cada vaga. Na votação de Perdue e Ossoff, havia um candidato independente na lista e na de Loeffler e Warnock, mais um republicano e um democrata. Como nenhum candidato teve mais de 50% dos votos, foi necessário realizar um segundo turno.

Fonte: R7
Continuar lendo BIDEN TERÁ MAIORIA NO SENADO APÓS VITÓRIA DOS DEMOCRATAS NA GEÓRGIA

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar