Blog do Saber, Cultura e Conhecimento!

POTIGUAR QUE FEZ TRANSPLANTE DE PULMÃO DEVIDO COMPLICAÇÕES DO COVID-19 RECEBEU ALTAL

Por Inter TV Cabugi

 

Após ter a filha, Ana Rayane precisou ser intubada e tratada com ECMO — Foto: Arquivo da famíliaApós ter a filha, Ana Rayane precisou ser intubada e tratada com ECMO — Foto: Arquivo da família

A potiguar Ana Rayane dos Santos Medeiros, de 31 anos, que teve complicações por covid-19 e precisou ser transferida para São Paulo, onde recebeu transplante de um novo pulmão, recebeu alta do hospital Albert Einstein nesta segunda-feira (1º), dois meses após o procedimento.

A paciente de São Vicente, no interior do RN, testou positivo para a doença durante a gravidez e, após complicações, precisou usar o ECMO – uma espécie de pulmão artificial. Ela chegou a ficar no primeiro lugar da fila nacional à espera do transplante de pulmão.

Ana se internou com covid-19 em maio deste ano, grávida de oito meses. Após o nascimento da filha na maternidade Januácio Cicco, em Natal, ela teve complicações e precisou usar o ECMO – que foi implantado por uma equipe médica potiguar.

Ela passou dois meses internada em Natal. Rayane foi transferida de Natal para São Paulo em 10 de agosto.

A cirurgia aconteceu na madrugada dia 31 de agosto. O procedimento durou 12 horas e foi concluído com sucesso.

Apesar da alta, a paciente ainda não tem data para voltar ao Rio Grande do Norte porque está passando por tratamento de reabilitação e fisioterapia. Mas os médicos disseram que ela deve passar o Natal de 2021 em Natal.

Continuar lendo POTIGUAR QUE FEZ TRANSPLANTE DE PULMÃO DEVIDO COMPLICAÇÕES DO COVID-19 RECEBEU ALTAL

GOVERNO DESISTE DE INCLUIR DIVIDENDOS DA PETROBRÁS NA PROPOSTA QUE CRIA FUNDO DE COMPENSAÇÃO À ALTA DE COMUSTÍVEIS

Governo prevê fundo para combustíveis com ativos da Petrobras e sem dividendos

Há uma minuta de texto em construção na Casa Civil com o objetivo de suavizar o preço na bomba de combustíveis

Basília Rodrigues

da CNNem Brasília

Pessoas passam em frente à sede da Petrobras no Rio de JaneiroPessoas passam em frente à sede da Petrobras no Rio de Janeiro16/10/2019 REUTERS/Sergio Moraes

O governo desistiu de incluir dividendos da Petrobras na proposta que cria um fundo de compensação à alta de combustíveis. A ideia é que o fundo seja composto por recursos da própria área, mas sem avançar sobre os dividendos, o lucro distribuído a acionistas da empresa, para não implicar no uso de recursos do Tesouro e não virar alvo de questionamentos de investidores estrangeiros da estatal.

Há uma minuta de texto em construção na Casa Civil com o objetivo de suavizar o preço na bomba de combustíveis e que prevê tanto mudanças no ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadores e Serviços) quanto na criação do fundo.

De acordo com integrantes da equipe econômica, no lugar dos dividendos, o fundo contaria com recursos oriundos de ativos da Petrobras, da venda de subsidiárias e ações da Pré-sal Petroleo S.A. (PPSA), braço da União criada no governo de Dilma Rousseff que atua na gestão do modelo de exploração do petróleo.

A soma dessas fontes, afirmam formuladores do texto ouvidos pela CNN, renderia um fundo “robusto”, mas ainda não se sabe se permanente.

A experiência frustrada de outros países, que também criaram fundos do tipo, é observada pelo governo e aliados com atenção. Por isso, a ideia não é das mais fáceis a ser retirada do papel.

Por outro lado, a saída de alterar a forma de cobrança do ICMS sobre combustíveis está mais avançada. A interlocutores, o ministro da Economia, Paulo Guedes, tem dito que o governo mudará a lógica de cobrança ao fixar um valor de aumento do imposto, em escala nacional, em reais, e não um percentual. A alteração coloca União e estados em lados opostos.

Neste fim de semana, o presidente da Câmara, Arthur Lira, teve conversas com líderes para falar do assunto. No Senado, lideranças afirmam que até terça-feira (5) também darão sugestões de texto para mudar a cobrança de ICMS.

Fonte: CNN

Continuar lendo GOVERNO DESISTE DE INCLUIR DIVIDENDOS DA PETROBRÁS NA PROPOSTA QUE CRIA FUNDO DE COMPENSAÇÃO À ALTA DE COMUSTÍVEIS

ALTA NO PREÇO DO GÁS DE COZINHA FAZ PRODUTO CHEGAR À R$ 115,00 NO RN

Após nova alta, preço do gás de cozinha no RN chega a R$ 115

Preço médio praticado pelas revendedoras é o 11º do ranking nacional

Cláudio Oliveira/Tribuna do Norte
19/09/2021 | 08:17

O preço do botijão de 13kg do gás de cozinha, o Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), segue em escalada e no Rio Grande do Norte chegou aos R$ 115 nesta semana. Este foi o maior preço registrado no estado pela Agência Nacional do Petróleo (ANP), em levantamento que compreende o período de 12 a 18 de setembro. O preço médio do produto no Estado está em R$ 102,66. Contudo, se engana quem pensa que a situação é a pior do País. O preço médio praticado pelas revendedoras potiguares é o 11º no ranking nacional, ou seja, em dez estados, a situação é ainda pior.

A justificativa, segundo o presidente do Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (Sindigás/RN) para a alta no preço, mesmo sem reajuste nas refinarias, está num aumento que as distribuidoras repassaram às revendedoras que, por sua vez, transferiram para o consumidor. “No dia 1º de setembro, as distribuidoras aumentaram o repasse em torno de 7% que equivale no RN a cerca de 7 a 10 reais. Nos informaram que seria referente ao dissídio coletivo da categoria, que ocorre neste mês, além de outros custos anuais de combustível, energia e matéria-prima. Por isso tivemos essa majoração”, disse Francisco Correia.

Essa correção no preço, promovido pelas distribuidoras só ocorre uma vez por ano, segundo o Sindigás. Elas contabilizam uma alta de 50% no custo do combustível, além do aumento de energia e reajustes salariais. Os outros seis aumentos no preço do botijão nesse ano foram efetivados pela Petrobras nas refinarias.

Segundo o estudo semanal da ANP, no Rio Grande do Norte foram pesquisados 39 pontos de revendas de gás em Natal, Parnamirim e Mossoró, as três maiores cidades do estado. Parnamirim registrou o maior preço médio nesta semana ficando em R$ 105,69 e Mossoró ficou com o menor, R$ 100.

Porém, é em Natal onde se vende o botijão mais caro, chegando a R$ 115 num ponto de revenda da Avenida Nevaldo Rocha. O botijão mais barato da pesquisa no RN foi encontrado por R$ 90 na Cidade da Esperança e em Cidade Nova.

O pedreiro José Antônio de Lima, 53, observou a diferença de preços entre Natal e João Pessoa, na Paraíba, onde mora. “Vejo a diferença de preço daqui para lá em dois sentidos. Lá a gente compra mais barato e ainda tem prazo de até 30 dias para pagar. A gente encontra o botijão por menos de 90 lá. Aqui eu só vi de R$ 100 pra cima. É um absurdo porque a tendência é que aumente como vem ocorrendo todo mês e quem mais se prejudica são os mais pobres que estão passando fome com alta no preço de tudo”, declarou.

Nesta semana, o levantamento da ANP registrou que o menor preço do botijão de gás na Paraíba, onde Antônio mora, foi de R$ 87,99 e o maior chegou a R$ 110. O preço médio do gás de cozinha naquele estado é de R$ 99,52

No preço do botijão pago pelos consumidores nos pontos de revenda estão incluídos os custos e as margens de comercialização das distribuidoras e dos pontos de revenda. Isso varia em cada região, especialmente em relação ao frete.

No ranking nacional desta semana, o GLP mais barato está no Rio de Janeiro, que está com um preço médio de R$ 88,97 mas o botijão pode ser encontrado por até R$ 75,00. Já o maior preço médio ficou em Rondônia (R$ 114,43) onde a revenda chega a R$ 130.

Fonte: Agora RN

Continuar lendo ALTA NO PREÇO DO GÁS DE COZINHA FAZ PRODUTO CHEGAR À R$ 115,00 NO RN

BOAS NOTÍCIAS: BEBÊ NASCIDO EM SINGAPURA É CONSIDERADO MENOR BEBÊ PREMATURO DO MUNDO

Um grande VIVA à VIDA! Uma merecida comemoração para a pequena Kwek Yu Xuan que nasceu com apenas 212 g e é considerada a menor bebê prematura do mundo e agora já esta pesando 6,3 kg e crescendo. Leia o artigo completo a seguir e conheça essa emocionante história.

Menor bebê prematuro do mundo recebe alta após 13 meses na UTI

A pequena Kwek Yu Xuan tinha apenas 212g — o peso de uma maçã — quando nasceu. Ela media apenas 24 cm de comprimento e foi considerada o menor bebê prematuro do mundo.

Essa semana, após 13 meses internada na UTI, a menina recebeu alta e pôde ir para casa com os pais. A equipe médica do hospital comemorou muito a vitória da Kwek Yu!

A garotinha nasceu com apenas 25 semanas, após a mãe dela ter complicações associadas à hipertensão arterial.

Desafiou as probabilidades

Kwek Yu Xuan veio ao mundo por cesariana, quatro meses antes do previsto. Ela foi internada imediatamente e recebeu acompanhamento médico desde então.

A equipe do National University Hospital (NUH) de Singapura, onde a bebê nasceu, contou que ela desafiou todas as probabilidades de recuperação. Por isso a equipe vibrou tanto com a alta hospitalar.

“Contra todas as probabilidades, com complicações de saúde presentes no nascimento, ela inspirou as pessoas ao seu redor com sua perseverança e crescimento, o que a torna uma bebê ‘covid-19’ extraordinário — um raio de esperança em meio à turbulência”, disse o hospital em um comunicado.

Saúde delicada

Apesar de ter conseguido alcançar os 6,3 quilos, Kwek Yu ainda tem a saúde um pouco delicada e precisará de acompanhamento médico nos próximos anos.

A bebê tem doença pulmonar crônica e vai precisar de ajuda para respirar em casa. No entanto, os médicos do NUH dizem que ela deve melhorar com o tempo. Viva!

Após 13 meses internada, a garotinha recebeu alta e segue com tratamentos em casa - Foto: arquivo pessoal
Após 13 meses internada, a garotinha recebeu alta e segue com tratamentos em casa – Foto: arquivo pessoal 

 Com informações de Estado de Minas

Fonte: Sónoticiaboa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: BEBÊ NASCIDO EM SINGAPURA É CONSIDERADO MENOR BEBÊ PREMATURO DO MUNDO

POLÍTICA: GOVERNO FEDERAL ANUNCIA ASSINATURA DE ACORDO DE COOPERAÇÃO COM A NASA

Governo demonstra alta credibilidade no cenário internacional e anuncia parceria com a NASA

Jair Bolsonaro e Marcos Pontes - Foto: Marcelo Camargo/Agência BrasilJair Bolsonaro e Marcos Pontes – Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O governo federal anunciou a assinatura de um acordo de cooperação com a NASA, a Agência Espacial Americana, para que o Brasil participe do programa espacial que levará a primeira mulher e o primeiro homem negro à Lua a partir de 2024.

O acordo Artemis foi assinado no Palácio do Planalto, e é mais uma demonstração da alta credibilidade do Brasil no cenário internacional.

“Esse programa retorna com missões tripuladas à lua. Hoje o Brasil se integra a esse esforço. O que a gente vai assinar aqui é um pequeno passo para o Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovações, mas um grande salto para o programa espacial brasileiro”, declarou o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes.

Empolgado com o acordo, o ministro afirmou que o programa deve incentivar o setor de pesquisa e tecnologia do país,

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, durante o evento, que o acordo fará com que o Brasil ‘entre para a história’:

“O nosso grande objetivo – é do Marcos Pontes e é do nosso ministro da Educação, Milton [Ribeiro] – é estimular o nosso jovem a se interessar por isso, a ver que seu potencial é enorme”, disse Bolsonaro.

O Brasil é o primeiro país da América Latina e o 12º no mundo a entrar para a lista de parceiros do programa. Além de Estados Unidos e Brasil também assinaram o acordo Austrália, Canadá, Itália, Japão, Luxemburgo, Emirados Árabes Unidos, Reino Unido, Coreia do Sul, Nova Zelândia e Ucrânia.

Fonte: Jornal da Cidade Online

Continuar lendo POLÍTICA: GOVERNO FEDERAL ANUNCIA ASSINATURA DE ACORDO DE COOPERAÇÃO COM A NASA

DOMINGO NO CHILE FOI O SEGUNDO DIA DE VOTAÇÃO PARA ELEGER OS 155 CIDADÃOS QUE IRÃO REDIGIR A NOVA CONSTITUIÇÃO DO PAÍS

Chile espera alta participação no segundo dia de eleições

Mais de três milhões de chilenos, cerca de 20,5% do eleitorado, votaram no primeiro dia do pleito

INTERNACIONAL

 Da EFE

ATUALIZADO EM 16/05/2021 – 15H03

Digite a legenda da foto aqui

RODRIGO ARANGUA / AFP – 16.05.2021

Depois de passar a noite sob custódia, as urnas foram reabertas neste domingo (16), no segundo dia de votação no Chile, para eleger os 155 cidadãos que vão redigir uma nova Constituição em substituição da atual, promulgada durante a ditadura, em dia em que se espera uma grande participação dos eleitores.

Mais de três milhões de chilenos, cerca de 20,5% do eleitorado, votaram ontem no primeiro dia das eleições consideradas as mais importantes desde o plebiscito de 1988 que pôs fim à ditadura de Augusto Pinochet.

“Os mais de 23 mil membros das Forças Armadas cumpriram integralmente a custódia dos votos durante a noite nas 2.731 seções eleitorais do país, sem relatar incidentes”, disse o ministro da Defesa, Blado Prokurica.

As eleições, que deveriam ser realizadas em abril mas foram adiadas devido à pandemia, estão acontecendo em dois dias para evitar aglomerações — algo incomum no Chile — e os eleitores também vão votar em autoridades locais e governadores regionais, que até então eram nomeados pelo governo.

O DESAFIO DA PARTICIPAÇÃO

Segundo os especialistas, o número de participação ontem foi “potencialmente animador” se levarmos em conta que as eleições municipais de 2016 registraram uma participação de 35% e que os domingos são os dias por excelência de votação, embora desta vez as urnas fechem às 18h (horário local, 19h de Brasília).

Os constituintes são fruto do histórico plebiscito de outubro do ano passado, em que 80% dos chilenos decidiram enterrar a atual Carta Magna, herdada do regime militar de Augusto Pinochet e foco de críticas durante os protestos do final de 2019.

No referendo, votaram 50,9% dos cadernos eleitorais, o que representa a maior participação desde que a votação se tornou voluntária no Chile em 2012, e o número total de votantes nessas eleições é estimado em cerca de metade dos 14,9 milhões de eleitores.

Para a pesquisadora principal do Centro de Estudos de Conflitos e Coesão Social (COES), Emmanuelle Barozet, a abstenção será marcada principalmente pela pandemia, em um país que soma mais de 1,2 milhão de casos e quase 30 mil mortos em decorrência da Covid-19.

Em outubro — disse Barozet à Efe — muitos idosos ficaram em casa por medo do contágio, mas agora estão vacinados e, por serem os mais participativos, “podemos esperar números elevados”.

A convenção terá 17 cadeiras reservadas aos povos indígenas e será igualitária, algo inédito no mundo e que em poucos meses fará do Chile o primeiro país a ter uma Carta Magna escrita igualmente por homens e mulheres.

A nova Constituição deve ser concluída no prazo de nove meses, prorrogável apenas uma vez por mais três meses, e em 2022 deve ser aprovada ou rejeitada em referendo com voto obrigatório.

Fonte: R7

Continuar lendo DOMINGO NO CHILE FOI O SEGUNDO DIA DE VOTAÇÃO PARA ELEGER OS 155 CIDADÃOS QUE IRÃO REDIGIR A NOVA CONSTITUIÇÃO DO PAÍS

IDOSA COM 100 ANOS DE IDADE ENTROU PARA A LISTA DE POTIGUARES QUE VENCERAM A COVID-19 NO ESTADO

Idosa de 100 anos vence a covid-19 e recebe alta após tratamento em hospital do RN

Redação / Portal da Tropical

 Atualizado em:

Beatriz Lima elevada no último domingo (11) | Foto: Divulgação / Sesap

Com 100 anos de idade, a paciente Beatriz de Lima entrou para uma lista de potiguares que conseguiram vencer a covid-19. A idosa elevada alta no último domingo (11) após período de internação e tratamento no Hospital João Machado, localizado em Natal.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), a família relacionada à direção do hospital que Beatriz, atendimento qualificado durante os dias que permaneceu na unidade e que conta a história dela é uma forma de esperança para quem está em tratamento da doença.

Para Leidiane Queiroz, diretora geral do Hospital João Machado, “uma equipe se orgulha do crescimento tecnológico e assistencial da instituição no último ano, um fim de melhor atender uma população. As melhorias são coletadas em todos os setores. É um investimento duradouro e que ficará de legado para uma rede hospitalar estadual ”.

Referência em assistência psiquiátrica em todo o Rio Grande do Norte, desde abril do ano passado o Hospital João Machado, em Natal, também vem atuando como um grande reforço no combate à pandemia da covid-19. Atualmente, a unidade hospitalar conta com 45 leitos de ITU e 15 leitos exclusivos para tratamento da doença.

Continuar lendo IDOSA COM 100 ANOS DE IDADE ENTROU PARA A LISTA DE POTIGUARES QUE VENCERAM A COVID-19 NO ESTADO

CIÊNCIAS: COM VIRUS E BACTÉRIAS EM ALTA CIENTISTAS ESTÃO CRIANDO SUPERFICIES À PROVA D’AGUA PARA EVITAR DISSEMINAÇÃO

Para aqueles que não acreditam ou duvidam que Deus existe aproveitem para ler esse artigo maravilhosa que mostra o quão tecnológico e super, ultra, mega desenvolvida é a fauna e flora desse planeta, cujos animais servem de inspiração para o homem desenvolver as suas tecnologias e superar os graves problemas que surgem e afligem a humanidade, como é o caso da pandemia do coronavírus. Então leia o texto completo a seguir, reflita e tire suas conclusões!

Os cientistas estão criando superfícies à prova d’água com base na natureza que também repelem bactérias

Com as preocupações sobre vírus e bactérias em alta, os cientistas começaram a procurar novas maneiras de impedir sua disseminação – e estão olhando para o mundo natural com um olho para copiar os designs da natureza.

Uma estratégia tem sido criar superfícies tão repelentes à umidade que esses micróbios não encontrem nada em que possam se agarrar. Essas superfícies são chamadas de hidrofóbicas (“ódio à água”), e os pesquisadores estão procurando imitar os materiais naturais produzidos por animais que podem repelir a água de forma muito eficaz – e também as bactérias.

Uma equipe de pesquisadores da Universidade de Illinois em Urbana-Champaign e do Laboratório de Pesquisa em Engenharia de Construção do Corpo de Engenheiros do Exército dos EUA identificou uma maneira mais rápida e barata de produzir essas superfícies.

A folha de lótus é um exemplo particularmente famoso de um material hidrofóbico, mas os cientistas também descobriram que as asas da cigarra são naturalmente repelentes de água. Marianne Alleyne, professora de entomologia da Universidade, co-liderou um novo estudo sobre como podemos fabricar a mesma estrutura de superfície de forma barata e rápida.

No estudo publicado na Nano Letters , Alleyne e seus colegas apresentaram uma versão simplificada de um processo de fabricação chamado litografia de nanoimpressão. Com esse processo, a equipe desenhou um template para copiar a estrutura das asas do Neotibicen pruinosus, uma cigarra anual encontrada na região central dos Estados Unidos.

“Escolhemos trabalhar com asas dessa espécie de cigarra porque nosso trabalho anterior demonstra como as complexas nanoestruturas em suas asas fornecem uma excelente capacidade de repelir água. Essa é uma propriedade altamente desejável que será útil em muitas aplicações de engenharia de materiais, de asas de aeronaves a equipamentos médicos ”, disse Alleyne .

O novo processo da equipe envolve o uso de materiais mais baratos – esmaltes comerciais, por exemplo – em vez de materiais mais caros. A técnica também evita as altas temperaturas que prejudicariam as amostras naturais utilizadas por equipes no passado.

Para fazer o molde, que pode ser copiado e impresso, a equipe aplica um esmalte de secagem rápida diretamente na asa de uma cigarra, que depois seca em temperatura ambiente. Depois de concluído, o molde pode ser revestido com um polímero ou metal, com o interior dissolvido, deixando apenas a réplica de metal ou polímero.

Este método mais novo e simples é o primeiro passo para a invenção de novas superfícies ultra-hidrofóbicas com uma variedade de aplicações, a mais importante das quais pode ser a prevenção de bactérias e vírus de se estabelecerem e se espalharem.

Fonte: goodnewsnetwork.org

Continuar lendo CIÊNCIAS: COM VIRUS E BACTÉRIAS EM ALTA CIENTISTAS ESTÃO CRIANDO SUPERFICIES À PROVA D’AGUA PARA EVITAR DISSEMINAÇÃO

TIJOLO ECOLÓGICO FEITO COM RESÍDUOS DE SAL É DESENVOLVIDO POR CIENTISTAS DA UFRN

Por G1 RN

 

Tijolo ecológico foi produzido por cientistas da UFRN — Foto: UFRNTijolo ecológico foi produzido por cientistas da UFRN — Foto: UFRN

Cientistas da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) anunciaram nesta sexta-feira (23) que desenvolveram um tijolo solo-cimento ecológico, que é produzido através de um resíduo proveniente da produção de sal. O produto resultante do estudo rendeu um pedido de patente da instituição.

O tijolo ecológico é feito a partir da combinação de cimento, solo laterítico e carago, que é o resíduo da produção do sal. Em função desse último elemento, os pesquisadores da UFRN acreditam que a descoberta pode ter um impacto também econômico no estado, já que o RN concentra 95% da produção de sal do Brasil.

“O resíduo incorporado da indústria salineira é o carago, a primeira camada que se forma nos tanques de evaporação. No momento da colheita do sal, ele não é utilizado, ficando em pilhas nas salinas, sem um destino correto”, explicou Priscylla Cinthya Alves Gondim, uma das inventoras.

“Além da importância tecnológica da inovação e da relevância econômica, há também o aspecto da sustentabilidade, pois provoca a diminuição de impactos ambientais”.

A pesquisadora explicou que o carago foi analisado durante um ano, através de ensaios, momentos nos quais o resíduo foi inserido no tijolo com oito composições diferentes e testes seguindo as normas da ABNT.

Segundo Priscylla, a melhor dessas oito produções foi escolhida para a solicitação da patente, mas “em todas as composições obtivemos excelentes resultados, cerca de três vezes a mais que a resistência padrão exigida pela norma”.

Os materiais se mostraram viáveis em alvenaria de vedação, ou seja, as que são dimensionadas para suportar o próprio peso. Além da UFRN, participam da pesquisa os Institutos Federais do RN e de Alagoas.

Produção de baixo custo

Segundo o grupo de cientistas da UFRN, o tijolo ecológico pode ser utilizado para construção de casas populares e proporcionar maior acesso à moradia para populações de baixa renda.

Isso porque a elaboração do produto é realizada de forma simples, através da confecção de um material de baixo custo e de fácil produção, além de não necessitar de mão de obra qualificada.

O pesquisador Wilson Acchar, que supervisiona o Programa de Pós-Graduação em Ciência e Engenharia dos Materiais da UFRN, explicou que a combinação do carago – que é uma substância de dimensão grossa e lamelar – com o cimento e o solo laterítico – ambos com granulometrias fina e esférica – deu um bom empacotamento ao material formado.

De acordo com o pesquisador, isso melhorou a coesão entre as partículas, facilitando o trabalho com o material.

No aguardo do patenteamento, a pesquisadora Priscylla Gondim diz que isso significa que o “produto foi eficiente e eficaz” e “que poder ser replicado e inserido no mercado”.

Pedido de patente

Segundo a UFRN, o pedido de patente do tijolo integra o portfólio da vitrine tecnológica da instituição ao lado de quase 300 outras novas tecnologias. Segundo publicação de setembro do Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI), a UFRN foi, em 2019, uma das 15 instituições com mais pedidos de patentes no Brasil.

Além de Wilson e Priscylla, integram o grupo de inventores do tijolo ecológico Sheyla Karolina Justino Marques e João de Medeiros Dantas Neto.

Fonte: G1 RN

Continuar lendo TIJOLO ECOLÓGICO FEITO COM RESÍDUOS DE SAL É DESENVOLVIDO POR CIENTISTAS DA UFRN

APÓS SE RECUPERAR DA COVID-19 FUX É LIBERADO PARA VOLTAR AO STF

Fux se recupera da Covid-19 e é liberado para voltar ao STF

Gabriela Coelho Da CNN, em Brasília

 Atualizado 28 de setembro de 2020 às 19:49

Fux se recupera da Covid-19 e é liberado para voltar ao STF - O Antagonista

O ministro Luiz Fux, presidente do Supremo Tribunal Federal, recebeu alta médica e retorna nesta terça-feira (28) pra conduzir as sessões do Plenário da corte. Ele havia informado ter sido diagnosticado com a doença no dia 14 de setembro e, desde então, estava em isolamento social.

Depois da cerimônia de posse de Fux na presidência da Corte, no último dia 10 de setembro, ao menos sete autoridades foram diagnosticadas com o novo coronavírus — incluindo o próprio ministro.

Também foram diagnosticados com Covid-19 o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, os ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Luís Felipe Salomão e Antonio Saldanha; a presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ministra Maria Cristina Peduzzi, o procurador-geral da República Augusto Aras; e o ministro do Turimo, Marcelo Álvaro Antônio.

Fonte: CNN

Continuar lendo APÓS SE RECUPERAR DA COVID-19 FUX É LIBERADO PARA VOLTAR AO STF

PRESIDENTE BOLSONARO PASSA BEM APÓS CIRURGIA E JÁ RECEBEU ALTA

Bolsonaro recebe alta de hospital em São Paulo

Murillo Ferrari, da CNN, em São Paulo

|Atualizado 26 de setembro de 2020 às 15:52

Michelle Bolsonaro postou foto do presidente no hospital com a camisa do Ferrovi

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) recebeu alta médica às 13h30 deste sábado (26), pouco mais de 24 horas depois de passar por cirurgia para retirar um cálculo na bexiga.

A alta médica do presidente foi informada pelo Hospital Israelita Albert Einstein, onde ele foi operado, em nota assinada pelos médicos que o operaram.

Mais cedo, o presidente afirmou à CNN que está 100% e que esperava deixar o hospital ainda neste sábado. Ele ainda explicou a escolha para a data da operação.

“Por que operei numa sexta-feira? Para não perder dois ou três dias úteis. Tenho muito trabalho. Por isso que achei melhor fazer a cirurgia no final de semana”, ressaltou.

O presidente deu entrada no hospital Albert Einstein por volta das 7h de sexta-feira (25) para a remoção do cálculo. A cirurgia, considerada simples, durou uma hora e meia e, de acordo com boletim médico, o presidente não apresentou complicações.

No final de agosto, o presidente havia antecipado à CNN a informação de que estava com uma pedra na bexiga pouco maior que um grão de feijão e que iria retirá-la no mês de setembro.

Boletim do hospital Albert Einstein confirma alta do presidente Jair Bolsonaro

Boletim médico do hospital Albert Einstein confirma alta médica do presidente Jair Bolsonaro

Foto: Divulgação/ Hospital Israelita Albert Einstein

Essa é a quinta cirurgia a que Jair Bolsonaro foi submetido desde que levou uma facada em Juiz de Fora, Minas Gerais, ainda como candidato à presidência em 2018.

A primeira cirurgia, de emergência, foi feita ainda em Juiz de Fora (MG), onde ocorreu o ataque contra ele. Depois foram realizadas intervenções em São Paulo, para desobstrução intestinal, para a retirada de uma colostomia e para a correção de uma hérnia.

Fonte: CNN

Continuar lendo PRESIDENTE BOLSONARO PASSA BEM APÓS CIRURGIA E JÁ RECEBEU ALTA

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar

Fechar Menu
×

Carrinho