RECONHECIMENTO DO ESTADO DE EMERGÊNCIA PROPOSTO NA PEC DOS COMBUSTÍVEIS NÃO SIGNIFICA CHEQUE EM BRANCO , AFIRMA LÍDER GOVERNISTA

Estado de emergência não é cheque em branco, diz líder governista sobre PEC dos Combustíveis

Senadores devem votar a proposta por volta das 16h desta quinta-feira (30)

Do CNN Brasil Business*

O reconhecimento de um estado de emergência, proposto na PEC dos Combustíveis em tramitação no Senado, não significa um cheque em branco para que estados e municípios gastem acima do que podem, disse o líder do governo na Casa, Carlos Portinho (PL-RJ), à CNN.

“(o reconhecimento do estado de emergência) é justificativa de emergência internacional liderada por uma guerra e pela crise dos combustíveis, mas não deve ser cheque em branco para que e municípios e estados saiam gastando acima do que podem, como houve na pandemia, quando talvez a medida se justificasse pela crise ser mais ampla”, disse em entrevista à CNN.

Os senadores devem votar a proposta por volta das 16h desta quinta-feira (30).

“A crise agora é muito específica para o setor de combustíveis, que afeta frete, combustíveis, preço dos produtos nas prateleiras, gás de cozinha, e os esforços do governo vem sendo nesse sentido”, disse

Fonte: CNN

Deixe uma resposta