OPINIÃO: A DERROCADA DA REDE GLOBO É UMA TRAGÉDIA ANUNCIADA, SAIBA O PORQUÊ

Caro(a) leitor(a),

Infelizmente a raça humana, apesar de ser a espécie mais evoluída deste planeta demora demais para evoluir espiritualmente. Neste aspecto ainda se encontra na idade da pedra e a culpa disso é o egocentrismo e o materialismo a quem o homem, com raríssimas exceções, invariavelmente se torna escravo. Na esteira da revolução industrial, a história das grandes corporações e dos grandes empreendimentos se repete geração após geração e as lições não são assimiladas. O patriarca da primeira geração, começa do nada, constrói um belo império. Normalmente, quando a segunda geração acompanha toda a jornada desse patriarca de perto e até arregaçando as mangas para ajudar a alcançar o sucesso, esse(s) herdeiros conseguem aumentar e até multiplicar algumas vezes esse império. A terceira geração, que já nasceu em berço de ouro, normalmente vem para, de alguma forma, destruir o império construído a sangue, suor e lágrimas. O caso do grupo GLOBO é emblemático. O jornalista Roberto Marinho construiu o império da rede GLOBO. Enquanto era vivo esse império só fez crescer, visto que era um homem sábio e de bom senso. Os seus herdeiros, que já se viram como gente em berço de ouro, com seus egos insuflados a mil, influenciados pelos intelectuais com vida feita e sem grandes responsabilidades (pelo menos na cabeça deles). Ao assumirem o empreendimento começaram a dilapidá-lo a toque de caixa e o resultado vocês podem conferir no artigo a seguir!

Em nova derrota e rumo ao “abismo” definitivo, Globo perde a Fórmula 1

ReproduçãoReprodução

Depois de 40 anos, a Rede Globo de Televisão desistiu de fazer a transmissão da Fórmula 1, no Brasil, temporada de 2021.

A TV carioca e a Liberty Media, proprietária da categoria principal do automobilismo no mundo, não entraram em acordo.

O Grupo dos Marinho, em comunicado, informou que o contrato não foi fechado por desistência da própria TV brasileira, mas não esclareceu os detalhes.

“A Globo manteve negociações constantes com a FOM/Liberty Media sobre a renovação dos direitos da Fórmula 1, sempre considerando a nova realidade mundial dos direitos esportivos. Infelizmente, não houve acordo. A Globo continuará a fazer a cobertura da categoria em suas plataformas para manter o fã do esporte informado sobre tudo o que acontece no mundo do automobilismo”, escreveu em nota.

Com a saída da Rede Globo, a concorrente Band negocia com a Liberty um possível acordo, após 41 anos longe da categoria.

Fonte: Jornal da Cidade Online

Deixe uma resposta