Blog do Saber, Cultura e Conhecimento!
ECOLOGIA E MEIO AMBIENTE: UM NOVO PROJETO HABITACIONAL SUSTENTÁVEL SUBSTITUIRÁ O ANTIGO AEROPORTO DE BERLIM

Um projeto inovador e sustentável chamado de Schmmacher Quartier com mais de 5.000 casas para mais de 10.000 moradores será implementado em breve no espaço de 580 acres onde funcionou o antigo aeroporto de Tegel, em Berlim. Convido você a ler o artigo completo a seguir e conhecer essa maravilha de projeto habitacional futurista.

Aeroporto abandonado de Berlim passa por transformação verde para se tornar um bairro sustentável futurista

Com 580 acres de imóveis em ex-aeroporto agora disponíveis, a área está sendo sonhada como um bairro sustentável de amplos espaços verdes, ciclovias e moradias eficientes e acessíveis.

Depois que o antigo aeroporto de Tegel, em Berlim, foi fechado em favor de um novo, mais moderno, os trabalhadores começaram a limpar o terreno para o Schumacher Quartier, um projeto que vem sendo elaborado desde 2017 e que busca resolver a poluição automobilística, a escassez de moradias e muitas outras questões urbanas modernas.

O Schumacher Quartier fornecerá mais de 5.000 casas para mais de 10.000 pessoas, juntamente com as comodidades correspondentes, como escolas, creches, estabelecimentos comerciais e muito verde. Outras 4.000 casas estão previstas para os distritos vizinhos.

A carta para o projeto incorpora os desejos de habitação para todos, espaços verdes urbanos e áreas públicas, uma paisagem educacional aberta, desenvolvimento urbano favorável ao clima e à água, mobilidade garantida ambientalmente amigável e participação dos membros da comunidade.

Nos últimos anos, cidades ao redor do mundo aproveitaram a oportunidade de transformar grandes espaços abandonados em bairros novos, inovadores e sustentáveis.

Está acontecendo em Utah , Kuwait , Taichung , Bronx e provavelmente em muitos outros locais.

O antigo aeroporto de Tegel. – Projeto Tegel / Berlim TXL 

“O Schumacher Quartier foi planejado de tal forma que as ruas e praças pertençam novamente às pessoas, e não aos carros”, disse Constanze Döll, secretário de imprensa do Tegel Projekt.

“Queremos que as pessoas redescubram o espaço público… para socializar, playgrounds, lugares para relaxar e conversar. Locais importantes do bairro, como creche, escola, padaria, supermercado, podem ser facilmente alcançados a pé.”

Ao lado das áreas residenciais haverá uma zona comercial utilizando parte da infraestrutura do antigo aeroporto chamada Urban Tech Republic, ideal para as entidades do setor de tecnologia instalarem escritórios, e um enorme parque urbano que se estende por 50% do espaço de 5 quilômetros quadrados .

Outra característica fundamental serão as incorporações ambientais nas residências. Todos serão construídos a partir de construção em madeira maciça de origem local. Isso deve reduzir a pegada de carbono da construção em 80%. Jardins na cobertura serão instalados para absorver a água da chuva, e a Fast Company Magazine informa que deve haver algo chamado “cidade esponja” que absorverá especificamente a água de fortes tempestades para ser usada no abastecimento de água do Quarter.

O parque da cidade será o local de um programa de introdução de 14 espécies ameaçadas de extinção que são capazes de viver perto de ambientes urbanos, como morcegos de asas largas e gafanhotos rouxinóis.

O primeiro campus está programado para ser concluído em 2027, pois o trabalho ainda está em andamento para limpar os destroços existentes, incluindo um antigo aeródromo da Segunda Guerra Mundial em torno do qual o pessoal de descarte de resíduos perigosos já removeu 5.000 munições extintas, como projéteis de artilharia.

VEJA suas renderizações artísticas…

Fonte: Good News Network

Deixe uma resposta

Fechar Menu
×

Carrinho