Blog do Saber, Cultura e Conhecimento!
CIÊNCIAS: RETIRAR CO2 DIRETAMENTE DA ATMOSFERA E ARMAZENÁ-LO NO SUBSOLO É A PROPOSTA DA MAIOR FÁBRICA DO MUNDO NA ISLÂNDIA

Remover milhões de toneladas de CO2 da atmosfera até o final da década é a proposta da “maior” fábrica do mundo, construída exclusivamente com esse objetivo e acaba de entrar em operação na Islândia. A empresa islandesa Carbfix, retira CO2 do ar antes de separar o carbono do oxigênio, misturando-o com a água e enviando-o no subsolo profundo em formações de rocha basáltica onde se mineraliza. Convido você a ler o artigo completo a seguir e ficar por dentro dos detalhes dessa incrível invenção!

Acende-se a maior fábrica do mundo para sugar carbono do céu e armazená-lo por milhões de anos na Islândia

A “maior” fábrica do mundo, construída exclusivamente com o objetivo de extrair dióxido de carbono da atmosfera e armazená-lo, acaba de entrar em operação na Islândia.

Construída no parque geotérmico em Hellisheidi, a empresa espera que isso seja apenas um trampolim necessário para ampliar o modelo por um fator de 80 e, assim, remover milhões de toneladas de CO2 até o final da década.

A solução climática mais direta possível, a fábrica Orca , apenas uma das várias soluções para mudanças climáticas oferecidas pela firma islandesa Carbfix, retira CO2 do ar antes de separar o carbono do oxigênio, misturando-o com a água e enviando-o no subsolo profundo em formações de rocha basáltica onde se mineraliza.

Com 16 locais de reciclagem de CO2, a Climeworks, a empresa suíça que forneceu à Orca os ventiladores de entrada de CO2, está extremamente animada por ter participado de um projeto que removerá o carbono permanentemente, ao invés de apenas reciclá-lo. Eles dizem que a tecnologia verde pode ser reproduzida facilmente e em escala, em qualquer lugar onde haja energia renovável e armazenamento disponível. O Orca foi construído ao lado de uma usina geotérmica local, portanto, funciona totalmente com energia renovável.

A empresa diz que pode retirar 4.000 toneladas de CO2 da atmosfera todos os anos, o equivalente a tirar 870 carros das estradas. Por si só, é um pequeno impacto para os US $ 10-15 milhões necessários para construir, mas como as empresas são cada vez mais pressionadas a fornecer compensações de carbono para suas operações, a tecnologia oferece um grande apelo se os custos caírem e a produção aumentar.

Por exemplo, compensar as emissões plantando árvores é ótimo, mas leva 50 anos para uma árvore reunir CO2 suficiente para realmente sequestrá-lo. Se a árvore morrer antes desse período, é como se a empresa não tivesse feito nada.

Uma empresa canadense, Carbon Engineering , que recebeu US $ 25 milhões em financiamento do governo, está construindo uma tecnologia que captura diretamente o CO2 do ar e o armazena como gás comprimido, ou cria um combustível quase neutro em carbono.

Atualmente, eles estão construindo o que chamam de a maior usina de captura direta de ar do mundo no sudoeste dos Estados Unidos que, quando operacional, removerá mais de 1 milhão de toneladas de dióxido de carbono da atmosfera a cada ano, cerca de 40 milhões de árvores maduras.

Mas, para a Carbfix, saber que o carbono está armazenado na forma de rochas ígneas ou metamórficas nas profundezas do subsolo, onde não surgirá por centenas de milhões de anos, é a forma mais verificável de demonstrar seu compromisso em lidar com a crise climática.

Fonte: Good News Network

Deixe uma resposta

Fechar Menu
×

Carrinho