Blog do Saber, Cultura e Conhecimento!

NUTRIÇÃO: A HORA CERTA DE COMER CONTRIBUI PARA A PERDA DE PESO

Na coluna NUTRIÇÃO deste domingo temos uma importante orientação para quem quer perder peso saudavelmente. É um estudo científico feito na Universidade de Harvard que determina a hora exata de se alimentar  para perder peso de verdade. Leia o artigo a seguir e saiba como!

ESTUDO APONTA HORA EXATA PARA VOCÊ SE ALIMENTAR SE QUER PERDER PESO

Por K. Aleisha Fetters, da WH EUA

perder peso

Você já deve saber que comer de forma saudável e balanceada é a chave para perder peso. Mas algum dia já imaginou que pode ter uma hora exata para você se alimentar se quer perder peso?

Um estudo recente da Universidade de Harvard (EUA) sugere que não importa quão saudável é a sua dieta. Se os lanches não conversam com seu relógio biológico, os níveis de açúcar no sangue podem saltar 18% mais do que o normal, o que é capaz de aumentar os níveis do hormônio de armazenamento de gordura, a insulina. Nada bom.

Então, quando você deve comer cada refeição e lanche se está tentando perder peso? Nós mergulhamos de cabeça em diversas pesquisas para dar a você o plano de alimentação perfeito.

Hora exata para você se alimentar se quer perder peso

Café da manhã

Enquanto a pesquisa sobre se comer o café da manhã estimula a perda de peso ainda é difusa, informações do National Weight Control Registry dão uma bela importância à primeira refeição do dia. Cerca de 80% das pessoas que perderam 13kg (e não recuperaram) declararam tomar café da manhã todo dia.

Em termos de programar todas as refeições importantes da manhã, um estudo de 2015 da Obesity descobriu que consumir um dejejum com altas quantidades de proteína entre às 6h e 9h45 teve relação com um risco reduzido de ganho de gordura corporal e menos fome ao longo do dia, quando comparado àqueles que esperaram para comer após as 10h da manhã.

“Sugiro tomar um café saudável pelo menos uma hora após acordar”, diz Jim White, da Academy of Nutrition and Dietetics. Afinal, quanto mais tempo você adiar, mais vai ficar sem os efeitos das propriedades que saciam a fome.

Além disso, uma vez que você acorda em um estado de jejum, cobrir suas reservas de glicogênio com carboidratos saudáveis, como aveia não açucarada, vai energizá-la, diz White. Dessa forma, você será mais ativa durante a primeira metade do dia, segundo ele.

Lanche da manhã

Lembre-se que o seu corpo leva entre duas e quatro horas para digerir e absorver o alimento. Mais do que isso, você está de jejum.

“Basear-se nessa janela de tempo ajuda a manter os níveis de energia e a prevenir uma queda do açúcar no sangue.”. E isso vai manter você longe de exageros no almoço.

Se está procurando por opções saudáveis de lanche, uma pesquisa apresentada no encontro anual do Institute of Food Technologists, em 2013, descobriu que as pessoas que comem um punhado de amêndoas no lanche da manhã acabam ingerindo menos calorias ao longo do dia.

Ainda assim é importante comer somente um lanche da manhã quando você está legitimamente com fome, segundo a nutricionista Betsy Opyt.

Almoço

Um estudo publicado em 2016 pelo periódico The American Journal of Clinical Nutrition acompanhou a dieta de cerca de 1.300 pessoas ao longo de 28 semanas e descobriu que quem almoçava mais cedo tinha mais sucesso na perda de peso.

A descoberta está relacionada a um estudo prévio, publicado no International Journal of Obesity. Nessa pesquisa, os participantes perderam aproximadamente 25% menos peso quando comeram após às 15h.

Lanche da tarde

perder peso

Assim como no lanche da manhã, uma boquinha à tarde duas ou quatro horas depois do almoço mantém os níveis de açúcar do seu sangue estáveis e previne que você coma demais no jantar, segundo White.

Além disso, um estudo da University of Illinois, em Chicago, nos EUA, com mulheres acima do peso, mostrou que aquelas que lancharam à tarde tenderam a ingerir muito mais frutas e vegetais ao longo do dia quando comparadas àquelas que não comeram. E isso é um bom sinal para sua meta de perder peso, já que uma pesquisa publicada em 2015 pela Harvard Medical School mostra que o aumento no consumo de frutas e vegetais tem relação com hábitos mais saudáveis.

Jantar

perder peso

Em um estudo da Brigham Young University, os pesquisadores pediram a 29 homens para pararem de comer depois das 19h por duas semanas e depois comer quando eles quisessem por outras duas semanas. Os homens comeram 244 menos calorias por dia quando pararam de comer após a hora de corte. White diz que esses resultados são porque as pessoas geralmente comem após o jantar, e não porque jantaram antes.

Outro estudo recente descobriu que quando as pessoas que usualmente comem 1/3 de suas calorias diárias entre as 18h e meia noite pararam de comer entre as 19h e 21h, perderam peso e dormiram melhor. Novamente, não é a hora em que comeram que importou, mas sim terem cortado o lanche pós-jantar. Então, se você tem que comer às 20h, só tenha certeza de que não vai espiar a geladeira depois.

Conclusão: Essa linha do tempo pode ajudá-la a fazer sua jornada de perder peso mais fácil. Contudo, se você não cumpre esses deadlines todos os dias, não se preocupe. “O importante é que você tenha uma dieta rica em frutas, vegetais e outros alimentos ricos em nutrientes. É importante também escutar os sinais da sua fome”, diz White. “Você deve comer quando sentir fome, e não raiva. Pare quando estiver satisfeita, mas não completamente cheia.”

Fonte: Womens Health Brasil
Continuar lendo

SAÚDE: OS 8 BENEFÍCIOS DOS EXECÍCIOS FÍSICOS POR DR. MARCO MENELAU

Na coluna SAÚDE desta sexta-feira você vai saber com Dr. Marco Menelau os 8 benefícios dos exercícios físicos e como se processa essa transformação no seu corpo e na sua saúde. Assista ao vídeo e ganhe mais saúde e longevidade!

As informações transmitidas no canal do Dr. Marco Menelau, não visam o tratamento de doenças específicas, possuem apenas um caráter informativo de educação em saúde! Por este motivo, não devem ser utilizadas para o auto-diagnóstico, o auto-tratamento e a auto-medicação. Procure sempre seu médico!

Fonte: 

Continuar lendo

SAÚDE: CARBOIDRATOS SÃO PIORES DO QUE AÇÚCAR REFINADO

Na coluna SAÚDE desta quinta-feira vamos assistir mais uma mini-palestra do Dr. Marco Menelau. Desta vez com o tema “Carboidratos, piores que o açúcar refinado”! Não deixe de assistir, pois é uma aula magnífica sobre o assunto onde você vai saber tudo sobre os prós e os contras desta substância.

As informações transmitidas no canal do Dr. Marco Menelau, não visam o tratamento de doenças específicas, possuem apenas um caráter informativo de educação em saúde! Por este motivo, não devem ser utilizadas para o auto-diagnóstico, o auto-tratamento e a auto-medicação. Procure sempre seu médico!

Fonte: 

Publicado em 2 de ago de 2019

Continuar lendo

BOAS NOTÍCIAS: MARAVILHA! HORTAS URBANAS PRODUZINDO COMIDA SAUDÁVEL DE GRAÇA NO MEIO DA RUA

Na coluna BOAS NOTÍCIAS desta sexta-feira você vai ver uma grande iniciativa para beneficiar toda a população em geral. Veja a reportagem completa a seguir e saiba o que é!

Hortas urbanas produzem comida saudável de graça no meio da rua: vídeo

Horta urbana JK Shopping - Foto: reprodução / Momento Ambiental

Horta urbana JK Shopping – Foto: reprodução / Momento Ambiental

Horta urbana! A saída para a fome e para alimentação saudável agora está no meio das ruas e dos prédios. Esse movimento de metrópoles internacionais chegou ao Brasil e está fornecendo verduras e legumes orgânicos gratuitamente para pessoas de todas as classes sociais.

As hortas urbanas são plantadas em pequenos espaços públicos. Brasília já tem três exemplos que deram certo: um deles fica em um shopping center, que trocou flores por alimentos.

Os outros ficam em um praça da região central da capital, frequentada por dependentes químicos e ao lado de uma escadaria por onde passam milhares de pessoas todos os dia, que podem colher hortaliças gratuitamente para comer.

Horta urbana no shopping

No Shopping JK, o canteiro de flores que leva para o estacionamento foi substituído por uma horta urbana de 200 metros quadrados, sem gastar um centavo a mais.

Os jardineiros agora plantam hortaliças que são distribuídas gratuitamente para os clientes e para alunos de uma escola pública que fica ao lado.

“Nós temos ervas medicinais, ervas aromáticas, alface, tomate, beringela, espinafre… Nos colhemos a cada 15 dias e distribuímos para comunidade e para a escola 42 que fica atrás do shopping”, disse Monaliza Maia, gerente de Marketing do Jk Shopping.

Na horta urbana do shopping os alunos também aprendem a plantar, colher e a comer alimentos saudáveis, que são preparados no colégio.

Horta Linda, SCS /Brasília - Foto: reprodução Momento Ambiental

Horta Linda, SCS /Brasília – Foto: reprodução Momento Ambiental

Horta urbana na área central

No Setor Comercial Sul, a menos de dois quilômetros do Congresso Nacional, outras duas hortas urbanas alimentam moradores em situação de rua e pedestres que passam pelo local.

Elas foram plantadas por voluntários e são mantidas pelos próprios moradores em situação de rua.

A Horta Linda, como é chamada, devolve aos dependentes químicos que dormem em baixo de marquises a oportunidade de ter contato com a terra, com a vida e com a produção da própria comida.

“Pra gente que faz uso de drogas, de álcool, poder ensinar a comer uma alface, ensinar que aquela alface pode melhorar sintomas do álcool, que um cheiro verde pode melhorar sua dor de cabeça, que o boldo melhora a dor de estômago… eu acho que é ensinar e empoderar que isso tudo é da gente e deles também”, diz Juma Santos, coordenadora ONG Tulipas do Cerrado.

Juarez Martins, coordenador do projeto Horta Linda começou a ideia junto com estudantes de psicologia da UNB e a ONG Tulipas do Cerrado. Ele lembra que o projeto deu certo porque não foi uma imposição.

“A gente fez uma pesquisa com eles para saber o que eles queriam plantar e colher aqui. As pessoas pediram ervas medicinais, cebolinha, pimenta… Aí a gente fez uma lista e foi montando esse kit que a gente trouxe pra ca”, lembra.

Hoje os moradores em situação de rua cuidam da horta e se alimentam dela também.

“Além desse ambiente ficar mais bonito, esse ambiente pode ser comida”, concluiu Juarez.

Assista ao vídeo do Momento Ambiental “Horta Urbana” e leve a ideia para a sua cidade…

O programa

O Momento Ambiental tem 10 anos de jornalismo focado no Meio Ambiente. Em alta resolução e com uma fotografia diferenciada, o programa tem caráter educativo e usa uma linguagem simples para estimular nas pessoas práticas saudáveis com o próprio corpo e a natureza.

A proposta é mostrar que o telespectador pode ser o personagem principal de mudanças que o Planeta precisa. O interprograma, com duração de 5 a 7 minutos mostra iniciativas sustentáveis, tecnologias e pesquisas que contribuem para a preservação da biodiversidade.

Cuidar do Meio Ambiente é uma obrigação e também um desafio para todos os habitantes do Planeta e uma preocupação do Conselho da Justiça Federal.

O Momento Ambiental, produzido pelo Centro de Produção da Justiça Federal – CPJUS, é exibido nas TVs Justiça, NBR, em 27 emissoras regionais e nas redes sociais do programa.

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do SóNotíciaBoa, com informações do Momento Ambiental

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo

SAÚDE: SAIBA MAIS SOBRE DOCES SEM AÇÚCAR

Na coluna SAÚDE deste sábado temos um artigo sobre doces sem açucar. Leia o artigo e saiba se esse tipo de doces são ou não mais saudáveis do que os convencionais!

AFINAL, DOCES SEM AÇÚCAR SÃO MAIS SAUDÁVEIS?

Por Aryelle Siclait – Women’s Health EUA

Doces sem açúcar

Foto Shutterstock

Você sabe que barras de chocolate cheias de açúcar não são tão boas para você. Então… doces sem açúcar devem ser melhores, certo?

“Eles ainda são doces”, diz Alyssa Lavy, nutricionista (EUA). Embora possa não ter a mesma quantidade de açúcar que a alternativa adoçada convencionalmente, ainda há falta no departamento de nutrição… Para não mencionar a abundância de outras coisas que não são necessariamente melhores para você.

“Mas os doces regulares e sem açúcar podem se encaixar em uma dieta equilibrada”, diz ela. Você só precisa saber mais sobre eles.

Qual é a diferença entre a forma como doces sem açúcar e regulares são adoçados?

“Doces sem açúcar podem ser adoçados com uma variedade de alternativas”, explica Lavy. Ela está falando de adoçantes artificiais, como sacarina, aspartame e sucralose; álcoois de açúcar, tais como eritritol, manitol, xilitol e sorbitol; ou aditivos alimentares, tais como maltodextrina.

Até agora, esses substitutos não provaram ser mais saudáveis do que o açúcar tradicional. “De fato, alguns deles, incluindo adoçantes artificiais, têm sido associados a uma possível alteração no microbioma intestinal – ou à coleta de organismos no trato digestivo que protegem o organismo contra vírus e doenças”, diz Lavy.

“Outros substitutos do açúcar, especialmente os álcoois de açúcar, podem causar gases, inchaço e diarreia em algumas pessoas”, completa. Então você ainda tem que ler as informações nutricionais – mesmo que seja um doce sem açúcar.

Leia mais

Saiba as principais diferenças entre os adoçantes
Será que mel é melhor que açúcar? Descubra a resposta!

Cheque especificamente por que o doce leva para compensar a falta do açúcar, qual o tamanho recomendado da porção e a quantidade de calorias, gorduras saturadas e carboidratos.

“Sem açúcar” não significa necessariamente “livre de carboidratos”, segundo Lavy. Isso porque algumas alternativas às coisas doces, como açúcar-álcool e maltodextrina, ainda são carboidratos – e mesmo que não sejam completamente absorvidas pelo corpo, você ainda absorverá algumas delas (especialmente importante notar se você for diabético e precisa monitorar seus níveis de açúcar no sangue).

E, claro, calorias e gordura ainda são calorias e gordura. Um monte de doces sem açúcar tem números semelhantes aos doces regulares nesses departamentos. Além disso, Lavy diz que muitas pessoas se dão permissão para comer todos os doces sem açúcar de uma só vez, porque acham que são melhores. Desculpe, mas não. A moderação ainda é importante.

Fonte: Womens Health Brasil

Continuar lendo

NUTRIÇÃO: APRENDA AQUI COMO SE ALIMENTAR PARA NÃO GRIPAR

Na coluna NUTRIÇÃO desta segunda-feira você aprender quais alimentos consumir para aumentar a imunidade e dar adeus a gripe!

Portanto leia o artigo a seguir e gripe nunca mais!

ADEUS, GRIPE! SAIBA QUAIS SÃO OS MELHORES ALIMENTOS PARA IMUNIDADE

Por Thieny Molthini

Aumentar a imunidade

Foto Shutterstock

É só mudar um pouquinho o tempo que aquela gripe indesejada – e que até derruba muita gente – já começa a aparecer. E o que podemos fazer para evitá-la? Uma boa forma de prevenir esse tipo de problema é apostando em alimentos para aumentar a imunidade.

Segundo o médico Theo Webert, de São Paulo, especialista em nutrologia e qualidade de vida, uma das formas mais efetivas de se fazer isso é melhorando a saúde intestinal.

“Hoje já é provado que os intestinos controlam a nossa saúde imunológica e que, ao melhorarmos nossa capacidade digestiva, estamos criando um território favorável para não adoecermos”, explica ele.

Portanto, uma boa dica é apostar nos alimentos prebióticos e probióticos para dar um boost em sua imunidade. Aqui estão alguns deles: legumes, feijões, ervilhas, aveia, bananas, aspargos, alho, cebola e kefir.

Também é importante (nesta época, principalmente) aumentar o consumo de frutas com poder antioxidante (como as vermelhas e cítricas). “E leve em consideração que alimentos industrializados, glúten e lactose atrapalham diretamente esse processo, portanto você deve evitá-los”, ressalta o profissional.

Fonte: Womens Health Brasil

Continuar lendo

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar

Fechar Menu
×

Carrinho