BOLSONARO CAIU COMO UM PATINHO NA ARMADILHA DE DÓRIA

Bolsonaro caiu na armadilha de Doria

Convidado a participar da reunião com o presidente da República por videoconferência, o governador de São Paulo, João Doria, começou sua intervenção tentando crescer para cima de Jair Bolsonaro, criticando seu pronunciamento da véspera. Tinhoso, o governador até fez apelo ao “entendimento”, mas tratou de inviabilizá-lo com o discurso político. Sabia que o presidente, pavio curto, não resistiria à provocação. Assim, Dória saiu da reunião como queria: entronizado no posto de “antiBolsonaro”.

A “cereja no bolo” do projeto político-eleitoral de Doria, inaugurado pelo bate-boca, foi a adesão do governador goiano Ronaldo Caiado (DEM).

Ao iniciar sua coletiva logo após a polêmica reunião, nesta quarta (25), Doria não escondia sua satisfação com o êxito da ação antibolsonarista.

Já a reunião com governadores do Nordeste, hostis a Bolsonaro, ocorreu em clima institucional: entre eles não há pretendentes sérios ao Planalto.

A videoconferência foi essencial. Quem trabalha com Doria duvida que em reunião presencial ele assumisse tom tão agressivo com o anfitrião.

CLÁUDIO HUMBERTO

Fonte: Blog do BG

Deixe uma resposta