AUTOCONHECIMENTO: ATIVE A VIBRAÇÃO DO AMOR E LIBERTE-SE DA ESCRAVIDÃO DO CONDICIONAMENTO DO SUBCONSCIENTE

A coluna AUTOCONHECIMENTO deste sábado, aqui no Blog do Saber, trás uma REFLEXÃO importante sobre a missão fundamental do ser humano nessa jornada terrestre, que é aprender a amar. No artigo a seguir você vai aprender como ativar a vibração do amor, através da libertação da escravidão do condicionamento do subconsciente, trilhando o caminho de amor próprio. Convido você a ler esse texto brilhante e dar um salto quântico no DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL.

Ativando a vibração do Amor

Como resposta de trauma para aqueles que o recompensaram com amor e puniram com evasão e abandono, é comum ter desenvolvido esta mesma estrutura subconsciente. Isso é feito como uma forma primária de tentar se sentir mais conectado com aqueles que oferecem feedback inconsistente do amor incondicional que você desejava tão profundamente. É como se a mente subconsciente decidisse, “Se eu não posso ser mais amado por eles, então serei um com o amor deles, sendo mais como eles.”

Assim que isso ocorre, você pode ter uma tendência orbital de recompensar o comportamento dos outros com atenção encorajante positiva, enquanto justifica as respostas frias, evasivas, ou insensíveis às ações que não atendem ao padrão de seu mais alto valor. Embora este padrão seja como muitos acreditam que os mantêm seguros, ele é uma forma inconsciente de ser que igualmente reforça a identidade de suas primeiras feridas e apenas cria um espaço de segurança para a vibração do medo ser preservada.

Num nível quântico, permitir ao seu ego obter um falso senso de segurança de sua necessidade de controlar a realidade através de reações de recompensa e punição, continuamente instrui o campo quântico a continuar trazendo a você reflexões perturbadoras, então seu ego sempre tem algo para decidir o que vale a pena recompensar ou punir.

À medida que mais e mais humanos se libertam da escravidão do condicionamento do subconsciente através de um caminho de amor próprio, cada pessoa se torna ainda mais naturalmente perspicaz com suas energias e mais claras em seus limites, mas com ninguém  para recompensar ou puni-las pela tristeza avassaladora, ansiedade, dificuldades e desespero que levam o sofrimento humano a se espalhar através de abuso, dominação, abandono e negligência.

À medida que porcentagens maiores da humanidade aprendem a amar a si mesmas como pontos de entrada para uma realidade mais interconectada de existência liberada, permanecem cada vez menos pessoas para recompensar ou punir umas às outras.

Na ausência de recompensa ou punição, não há necessidade do ego de ninguém demonstrar sua falsa percepção de poder.

Ao fazer isso, todos os abusos do poder que existem no mundo começam a se dissolver da face da Terra. Isto é simplesmente porque não há mais uma combinação vibracional coletiva para tais comportamentos atrozes, agora que os seres humanos começam a ver como a sua então profundamente arrigada insistência em punir comportamentos inescrupulosos, fez mais para apoiar subconscientemente a existência da atrocidade do que ajudar a acabar com ela.

Isto pode ajudá-lo a ver o caminho do amor próprio como uma das muitas maneiras cruciais de cocriar progresso evolucionário individual e coletivo como um companheiro constante para as ações afirmativas que precisam igualmente ser feitas regularmente em cada comunidade.

Isso pode também ajudá-lo a ver como aqueles que insistem em lutar contra qualquer coisa, não estão realmente lutando pela pureza de uma verdade, mas usando uma causa bem intencionada para manter um falso senso de poder, recompensando os que concordam com eles e punindo aqueles que não concordam.

É suficiente dizer, se os seres humanos estão verdadeiramente ansiando pela liberdade interior e um mundo pacífico que serve igualmente às necessidades, aspirações e desejos de todos, então eles lutarão por verdade e liberdade, ao invés de lutar contra a percepção de forças opostas.

Isto ocorre ao se trazer a vibração do amor mais ativamente para o campo quântico, o que o torna mais disponível para todos receberem, quanto mais o seu coração é amado.
Tudo por Amor,

Matt Kahn — Fonte: https://mattkahn.org/
Roseli Giusti Zahm e Marco Iorio Júnior — Tradutora e Editor exclusivos do Trabalhadores da Luz

Fonte: Trabalhadores da Luz

Deixe uma resposta