AUTOCONHECIMENTO: A BUSCA PELO AUTOCONHECIMENTO É O ÚNICO CAMINHO PARA A AUTO-REALIZAÇÃO

Eu costumo dizer que o único caminho para a auto realização ou a vida plena é o AUTOCONHECIMENTO e que sem ele não conseguimos alinhar a tríade corpo-mente-espírito. Esta é realmente uma tarefa hercúlea, a mais difícil que o homem pode encontrar durante toda a sua existência. Tarefa esta que exige demasiado esforço, disciplina constante e muita sabedoria para enxergar, antes de mais nada, que somos consciências em constante evolução. Por isso convido você a ler o texto completo a seguir, refletir e fazer o seu juízo de valor!

PSICOLOGIA ANALÍTICA

O EGO E SUA IMPORTANTE CONTRIBUIÇÃO NA PERSONALIDADE HUMANA

Publicado por Institutofreedom 
8 de novembro de 2021

 

No presente artigo pretendo compartilhar com o caro(a) leitor(a) importantes considerações a respeito do Ego na visão da Psicologia Analítica proposta pelo psiquiatra suíço Carl Gustav Jung (1875-1961).

Hall e Norbdy (2014) nos apontam que o Ego é o nome dado por Jung à organização da parte consciente da mente. O ego é composto pelas percepções conscientes, pelas recordações armazenadas na memória, pelos pensamentos e sentimentos. Recordar, perceber, pensar e sentir, são ações direcionadas pelo Ego.

Mesmo ocupando uma pequena parcela frente a totalidade da psique, o ego desempenha uma função básica, porém fundamental que consiste na arte de vigiar a consciência.

De acordo com essa linha de pensamento, Hall e Norbdy (2014) afirmam que o ego é altamente seletivo. Através dessa função organizadora da consciência, o ego também carrega em si a função de selecionar. Justamente por carregar funções de extrema importância, uma das principais funções da Psicologia Analítica consiste no fortalecimento do ego e na constante busca pelo equilíbrio.

O ego possui a função de fornecer a identidade na formação da personalidade humana. A Consciência se expande trazendo vitalidade à atividade mental.

Assim como na consciência, o Processo de Individuação também atua intimamente ligada ao Ego, no intuito de proporcionar por meio dessa união, o desenvolvimento de uma personalidade distinta e persistente.

Segundo Carl Gustav Jung (2016), o ser humano só poderá individualizar-se na medida em que o Ego for permitindo que as experiências recebidas se tornem parte da Consciência.

A regência de uma vida saudável gira sempre em torno do equilíbrio. O Ego e a Sombra devem trabalhar em perfeita harmonia. Quando o Ego e a Sombra se harmonizam, a pessoa começa a se sentir cheia de vida e energia para prosseguir em sua caminhada. Assim, o Ego deixa de obstruir a Sombra e passa a canalizá-la.

A Consciência se expande trazendo vitalidade à atividade mental.

O Ego para Jung (2009) é muito mais do que o simples “eu”, é um apanhado de recordações, emoções, sentimentos e ideias que posicionam nosso comportamento e nos tornam conscientes.

Carl Gustav Jung (2016) leva em consideração que a personalidade é composta pela união do ego com o “self”, que seria uma parte “suprema” do indivíduo responsável por mover o ego e sua consciência, este, encarregado de desvendar e interpretar o que parece inconsciente e desconhecido.

O principal objetivo de toda Personalidade, seja ela qual for, é chegar à auto-realização e conhecimento do próprio Self.

A busca pelo autoconhecimento é o único caminho para tal realização. Esta é a tarefa mais difícil que o homem pode encontrar durante toda a sua existência. Tarefa esta que exige demasiado esforço, disciplina constante e muita sabedoria aliada à intensa responsabilidade.

 

Evandro Rodrigo Tropéia / Instituto Freedom

CRP: 06/143949

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

 

HALL C.S. e NORDBY V. J. Introdução à Psicologia Junguiana, São Paulo, Cultrix, 2014.

JUNG, C. G.  A Natureza da Psique. 7. ed. Petrópolis: Vozes, 2009.

JUNG, C. G. Memórias, Sonhos e Reflexões. Ed. Nova Fronteira, Rio de Janeiro, 2016.

Fonte: Instituto Freedom

Deixe uma resposta