Blog do Saber, Cultura e Conhecimento!

REFLEXÃO: MAIS LETAL DO QUE O CORONAVÍRUS É O VÍRUS DO MEDO

‘Por favor não alimente medos’ é o tema da nossa REFLEXÃO desta quinta-feira. O texto a ser refletido fala metaforicamente fazendo uma comparação do medo provocado pela ‘cobertura adicional dos veículos de mídia controlados pela Cabala’ com o coronavírus. Enfatiza que o vírus do medo se espalha mais rapidamente do que qualquer outra coisa. E ntão lhe convido a ler o texto completo a seguir, refletir e fazer o seu juízo de valor!

Por favor, não alimente medos!

O medo é um vírus que se espalha mais rapidamente do que qualquer outra coisa.

Você ainda não entendeu a mensagem?

De acordo com o blog FM 144 e outras fontes:

“O coronavírus atua nos níveis não físicos como uma espécie de nebulosa de Anomalia Negra, consistindo em bilhões de pequenas entidades, ou nanoprobes, semelhantes a aranhas. No entanto, é importante manter a calma e não entrar em pânico com a cobertura adicional dos veículos de mídia controlados pela Cabala (Nota: também é possível deixar as pessoas doentes apenas assustando-as persistentemente).”

A situação está sendo monitorada pelas Forças da Luz e contra medidas estão sendo tomadas. Além disso, já temos os meios para nos proteger:

“As Forças da Luz têm as suas contra-medidas correspondentes para a situação. E a melhor proteção física contra o vírus é, como em qualquer gripe principalmente, ter um bom sistema imunológico de forma natural, que pode ser alcançado com um estilo de vida saudável (sem cigarros, sem álcool etc.), com uma dieta nutritiva (vegetariana; ou se for baseada em plantas/vegana um tanto melhor) e exercício físico adequado.”

Mas a coisa mais importante a se fazer é parar de temer essa situação.

Por favor, não esqueça que você é o Co-Criador de sua própria Realidade. Que realidade você está ajudando a criar para si mesmo?

Por favor não alimente medos!

~ Surfacom

Fonte: https://surfacom-pt.blogspot.com/2020/03/por-favor-nao-alimente-medos.html

Fonte: Preparem-se para a mudança

Continuar lendo REFLEXÃO: MAIS LETAL DO QUE O CORONAVÍRUS É O VÍRUS DO MEDO

EDITORIAL: A ESTRATÉGIA INESCRUPULOSA DE BOLSONARO

Meus caros,

Eu venho falando aqui, há algum tempo, sobre as intenções de Bolsonaro e que Esse Augusto Aras é um petista enrustido e a maneira de como se referiu a Lava Jato utilizando a expressão ‘lavajatismo’ é tipicamente petista. O que os bolsonaristas não estão alcançando são os movimentos feitos por Bolsonaro quando nomeou André Mendonça como Ministro da Justiça (outro petista de carteirinha) e o senhor Augusto Aras como outsider para PGR. A única e grande preocupação dele é se manter no poder e em segundo plano proteger a sua prole. Some essas ações as das mudanças na PF e no COAF e fica muito claro o mau caratismo e a falta de escrúpulos do nosso presidente. No EDITORIAL desta quinta-feira comento sobre esse quebra cabeça de Bolsonaro.

‘Agora é a hora de corrigir os rumos para que o lavajatismo não perdure’, diz Augusto Aras

Tiago Netto

Publicado em 

PGR | Divulgação

Em uma live promovida nesta última terça-feira (28) pelo grupo progressista Prerrogativas, o procurador-geral da República, Augusto Aras, teceu duras críticas ao trabalho da Operação da Lava Jato.

Aras foi incisivo ao transparecer sua intenção de ‘corrigir rumos’ para que o ‘lavajatismo’ passe e seja substituído no Ministério Público por outro modelo de enfrentamento à criminalidade.

Segundo ele, a força-tarefa é uma ‘caixa de segredos’ e seu trabalho como representante máximo do MPF é evitar que dados sobre mais de 38 mil pessoas sirva para ‘chantagem e extorsão’. Para o PGR, contudo, isso não significa queda no combate à corrupção.

“Agora é a hora de corrigir os rumos para que o lavajatismo não perdure. Mas a correção de rumos não significa redução do empenho no combate à corrupção. Contrariamente a isso, o que nós temos aqui na casa é o pensamento de buscar fortalecer a investigação científica e, acima de tudo, visando respeitar direitos e garantias fundamentais”, declarou.

Em nota, a Lava Jato do Ministério Público Federal de São Paulo (MPF-SP) informou que “reitera a absoluta correção de sua atuação e que conduz seus trabalhos com base não apenas nas leis, mas também em portaria editada pelo próprio Procurador-Geral da República”. As direções do MPF no Paraná e no Rio de Janeiro não se manifestaram.

O atrito com os procuradores da força-tarefa começou depois de a chefe da Lava Jato na PGR, Lindôra Araújo, se dirigir a Curitiba com o objetivo de obter acesso a dados de investigações.

A discordância envolveu o repasse de dados sigilosos da força-tarefa local à PGR, que recorreu ao Supremo Tribunal Federal para ter acesso às informações e obteve decisão a favor do compartilhamento de dados. A decisão foi dada pelo presidente do STF, ministro Dias Toffoli.

Colunista do Conexão Política. Brasileiro com muito orgulho e apaixonado por esta nação. Cristão.

Fonte: Conexão Política

Continuar lendo EDITORIAL: A ESTRATÉGIA INESCRUPULOSA DE BOLSONARO

OPINIÃO: QUANDO OS ESPECTROS DE DIREITA E ESQUERDA CONVERGEM NA MESMA OPINIÃO

Caro(a) leitor(a),

É difícil, mas acontece. A declaração do PGR usando a expressão “é preciso superar o lavajatismo” conseguiu convergir opiniões de direita e esquerda nas vozes de Adrílles Jorge e Joel Pinheiro, comentaristas do programa Morning Show, da Jovem Pan. Apesar de a concordância ter se limitado ao conteúdo, mas a forma. Ainda assim é muito raro. Portanto convido você a assistir o vídeo completo a seguir e fazer o seu juízo de valor!

Fonte:

Continuar lendo OPINIÃO: QUANDO OS ESPECTROS DE DIREITA E ESQUERDA CONVERGEM NA MESMA OPINIÃO

ECOLOGIA E MEIO AMBIENTE: NO DIA MUNDIA DO TIGRE 2020 A TAILÂNDIA COMEMORA AVISTAMENTOS DE NOVOS VÁRIOS TIGRES NO OESTE DO PAÍS

Na nossa coluna ECOLOGIA E MEIO AMBIENTE desta quinta-feira temos uma excelente notícia vinda da Tailândia sobre avistamentos de novos vários tigres no oeste do país. No lançamento do primeiro Dia Internacional do Tigre, os governos dos 13 países da região resolveram dobrar o número de tigres até 2022. Outra grande notícia e a natureza agradece.

Boas notícias para populações de tigres surgindo na Índia e descobertas na Tailândia – no Dia Mundial do Tigre 2020

 

Em um momento de triunfo para as espécies ameaçadas, novas fotos divulgadas hoje no Dia Mundial do Tigre 2020 revelaram avistamentos de vários novos tigres em uma região do oeste da Tailândia pela primeira vez em quatro anos.

Emitidos para o aniversário de 10 anos de conscientização global em torno de tigres, os vídeos e fotos de alta definição foram obtidos com armadilhas fotográficas remotas utilizadas como parte de um programa contínuo de monitoramento da vida selvagem pelo Departamento de Parques Nacionais, Vida Selvagem e Conservação de Plantas (DNP) da Tailândia, Panthera, um grupo global de conservação de gatos selvagens, e a Sociedade Zoológica de Londres (ZSL).

A região é adjacente à maior população remanescente e apenas à segunda população reprodutora de tigres da Indochina no mundo.

” Esses avistamentos são extremamente encorajadores para o futuro dos tigres em nosso país e além”, disse o chefe da Divisão de Pesquisa da Vida Selvagem do DNP, Dr. Saksit Simcharoen.

Os parceiros esperam finalmente alcançar a meta da Tailândia de aumentar a população de tigres em 50% até 2022.

O Dr. John Goodrich, da Panthera, declarou: “Em um mar de notícias que põe em dúvida o futuro da vida selvagem do nosso planeta, esse desenvolvimento é um sinal bem-vindo de esperança e possível virada da maré para o tigre em extinção na Tailândia”.

Panthera

Na primeira cúpula global de tigres e no lançamento do primeiro Dia Internacional do Tigre, os governos dos 13 países da região resolveram dobrar o número de tigres até 2022 – e foram feitos “grandes” progressos.

“Os tigres finalmente estão voltando de maneira notável em grande parte do sul da Ásia, Butão, Rússia e China”, disse o WWF em comunicado hoje.

O Nepal informou que foi o primeiro país a dobrar sua população de tigres em 2019 , mas a Índia, em particular, vem divulgando seu sucesso.

Um censo de tigres divulgado no ano passado na Índia, onde 70% dos tigres estão localizados, relatou que as populações quase dobraram em 12 anos – de 1.400 para quase 3.000 em 2019.

Em 1973, a Índia tinha apenas 9 reservas de tigres, mas hoje o país tem 50 reservas, com um total de 2.967 tigres, informou ontem o ministro da Floresta e Meio Ambiente da União Prakash Javadekar.

Cerca de 3.900 tigres permanecem em estado selvagem em todo o mundo, de acordo com o World Wildlife Fund.

ASSISTA ao vídeo da armadilha da câmera HD… ( Foto principal de Vincent van Zalinge na Índia )

Fonte: Good News Network

Continuar lendo ECOLOGIA E MEIO AMBIENTE: NO DIA MUNDIA DO TIGRE 2020 A TAILÂNDIA COMEMORA AVISTAMENTOS DE NOVOS VÁRIOS TIGRES NO OESTE DO PAÍS

SAÚDE: TESTE SIMPLES DE SANGUE PODE DIAGNOSTICAR COM PRECISÃO O ALZHEIMER ATÉ 20 ANOS ANTES DO INÍCIO DOS SINTOMAS, REVELA PESQUISA

Teste simples pode diagnosticar com precisão o alzheimer até 20 anos antes. Nos ensaios, a verificação experimental identificou corretamente os pacientes em até 98% dos casos. Uma pesquisa separada dos EUA descobriu que o p-tau217 se acumula no fluido espinhal de pacientes com Alzheimer antes de desenvolverem sintomas. Veja aqui na coluna SAÚDE a o artigo completo sobre essa grande descoberta!

Alzheimer: novo exame de sangue pode diagnosticar doença 20 anos antes

Cientistas internacionais conseguiram desenvolver um exame de sangue que pode diagnosticar Alzheimer até 20 anos antes. A descoberta foi anunciada durante a Conferência Internacional da Associação de Alzheimer 2020 e publicada na revista “JAMA” simultaneamente.

O exame foi desenvolvido na Universidade de Lund, na Suécia, com testes também nos Estados Unidos e na Colômbia e identificou corretamente a doença em até 98% dos casos.

O estudo foi feito com 1.402 pacientes divididos em três grupos e concluiu que é possível usar este teste de sangue para analisar o biomarcador – a proteína fosfo-tau2017, considerada a maior culpada pelo Alzheimer – como forma eficiente de detectar a doença.

É que os níveis dessa proteína são elevados durante os estágios iniciais da doença.

A proteína tau2017 se acumula no fluido espinhal de pacientes com Alzheimer antes de desenvolverem sintomas. E esse acúmulo dela prevê com precisão a formação das placas prejudiciais que desencadeiam a morte das células cerebrais.

O novo teste pode substituir exames e testes caros no líquido espinhal, que hoje são as únicas maneiras de detectar a proteína antes que os problemas de memória comecem.

Fiona Carragher, da Sociedade de Alzheimer, disse que “um teste de diagnóstico econômico, preciso e não invasivo” seria um passo vital.

Tratamento

A descoberta é importante porque 35 milhões de pessoas sofrem com Alzheimer no mundo e o diagnóstico preventivo, antes do aparecimento dos primeiros sintomas, interfere no resultado do tratamento para aliviar os sintomas e retardar o avanço da doença, que ainda não tem cura.

Oskar Hansson, coordenador da pesquisa, explica que muitas pessoas com Alzheimer não são diagnosticadas corretamente e, por isso, não recebem o tratamento adequado.

O estudo ainda não foi concluído, mas os pesquisadores acreditam que os testes para detectar a doença possam estar disponíveis em até três anos.

Com informações do TheSun

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo SAÚDE: TESTE SIMPLES DE SANGUE PODE DIAGNOSTICAR COM PRECISÃO O ALZHEIMER ATÉ 20 ANOS ANTES DO INÍCIO DOS SINTOMAS, REVELA PESQUISA

UTILIDADE PÚBLICA: FOI PUBLICADO NESTA QUARTA FEIRA NO DIÁRIO OFICIAL DO RN A PRORROGAÇÃO DO PRAZO PARA PAGAMENTO DO IPVA

Governo do RN autoriza prorrogação do prazo para pagamento do IPVA

Decreto foi publicado na edição desta quarta-feira (29) do Diário Oficial do Estado (Doe)

Por Redação – Publicado em 29/07/2020 às 08:59

O Governo do Rio Grande do Norte autorizou a prorrogação do prazo para o pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) referente ao exercício de 2020. O decreto foi publicado na edição desta quarta-feira (29) do Diário Oficial do Estado (Doe).

A medida foi tomada para que o contribuinte possa ter condições mais favoráveis para cumprir com o pagamento, devido às dificuldades financeiras causadas pela pandemia do novo coronavírus.

A decisão para a organização do novo calendário fica a critério da Secretaria de Estado da Tributação (SET).

De acordo com as datas anteriores, apenas veículos com as placas terminadas em 1 ou 2 não serão beneficiadas com o adiamento, pois seu último vencimento para pagamento foi no dia 15 de julho. As demais quitariam em agosto, setembro ou outubro.

Confira o calendário anterior:

Fonte:  Agora RN

Continuar lendo UTILIDADE PÚBLICA: FOI PUBLICADO NESTA QUARTA FEIRA NO DIÁRIO OFICIAL DO RN A PRORROGAÇÃO DO PRAZO PARA PAGAMENTO DO IPVA

SAÚDE: DOS 120 MILHÕES DE REAIS LIBERADO PELO MINISTÉRIO DA SAÚDE PARA OS ESTADOS INVESTIREM EM LABORATÓRIOS, O LACEN DO RN VAI RECEBER O SEXTO MAIOR ORÇAMENTO DO BRASIL

Saúde libera R$ 120 milhões para Estados investirem em laboratórios. LACEN RN vai receber o sexto maior orçamento do Brasil, mais de 5 milhões

 SAÚDE

O Ministério da Saúde liberou o repasse de R$ 120 milhões para os fundos de Saúde dos Estados e do Distrito Federal aplicarem na rede de laboratórios de saúde pública. A portaria que libera os recursos foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União (28.jul.2020). Eis a íntegra (98 KB).

O texto é assinado pelo ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello. Os recursos servirão para atualização do parque tecnológico dos laboratórios. Uma das justificativas da portaria é o enfrentamento à pandemia de covid-19.

O valor será transferido, em parcela única, do Fundo Nacional de Saúde aos Fundos de Saúde Estaduais e do Distrito Federal.

Fonte: Blog do BG

Continuar lendo SAÚDE: DOS 120 MILHÕES DE REAIS LIBERADO PELO MINISTÉRIO DA SAÚDE PARA OS ESTADOS INVESTIREM EM LABORATÓRIOS, O LACEN DO RN VAI RECEBER O SEXTO MAIOR ORÇAMENTO DO BRASIL

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 29 DE JULHO DE 2020 POR G1

Por G1

 

Aras faz críticas à Lava Jato e diz que é hora de ‘corrigir rumos’ para que ‘lavajatismo não perdure’. Oito estado e o DF têm alta de mortes por Covid-19. ONG aponta que 24 ativistas foram mortos no Brasil em 2019; 10 eram indígenas. Nos EUA, poderosos de Amazon, Google, Apple e Facebook enfrentam o Congresso em comitê que investiga monopólio entre as empresas de tecnologia. O podcast “O Assunto” explica a escalada recorde no preço do ouro. A morte de Rodrigo Rodrigues uniu SporTV e ESPN Brasil em um programa conjunto. As vacinas em testes pelo mundo. Um leilão das joias do ex-governador Sérgio Cabral. A estreia de “Hebe” na Globo e o início das quartas de final do Paulistão.

Criticas à Lava Jato

O procurador-geral da República, Augusto Aras, criticou a Lava Jato. Ele afirmou que é hora de “corrigir rumos” para que o “lavajatismo” passe e seja substituído por outro modelo de enfrentamento à criminalidade. Segundo ele, a “correção de rumos não significa redução do empenho no combate à corrupção”.

“Agora é a hora de corrigir os rumos para que o lavajatismo não perdure”, disse.

Avanço do coronavírus

Sem dados de São Paulo e Pará, o Brasil registrou 897 mortes por Covid em 24 horas. Com isso, média móvel é de 1.005 por dia na última semana. País tem 88.634 vítimas fatais e mais de 2,4 milhões de infectados. 8 estados e o DF têm alta de mortes; entenda a conta. E o ritmo de contágio é maior que o de mortes.

Rodrigo Rodrigues une SporTV e ESPN

SporTV e ESPN fazem homenagem simultânea a Rodrigo Rodrigues — Foto: Reprodução / SporTV e ESPNSporTV e ESPN fazem homenagem simultânea a Rodrigo Rodrigues

Após a morte do jornalista Rodrigo Rodrigues, o SporTV, sua última casa na TV, e a ESPN, emissora em que iniciou sua trajetória no jornalismo esportivo, fizeram uma transmissão de homenagem conjunta. Os programas “Trocas de Passes” e “Sportscenter” interagiram durante 30 minutos. Participaram Fred Ring, Paulo Nunes, Marcela Rafael e Paulo Calçade. Antes, André Rizek, Ana Thaís, Galvão Bueno, PVC, Cleber Machado, Luis Roberto, entre outros, se despediram do amigo.

Técnico de enfermagem perde para o vírus

Um dos mortos por Covid-19 foi um jovem técnico de enfermagem, em Primavera do Leste, a 239 km de Cuiabá. Klediston Kelps, de 22 anos, ficou internado por sete dias. A mãe disse que o filho já sabia que não resistiria à intubação e que ele se despediu da família no dia em que foi para a UTI.

“Quero rosas brancas enfeitando meu caixão”, disse o rapaz.

Pandemia nos EUA

Nos EUA, foram 1.592 óbitos por coronavírus, maior cifra desde maio. Número de casos voltou a passar de 60 mil em 24 horas, após dois dias com leve queda. Enquanto isso, o presidente Donald Trump volta a defender a hidroxicloroquina e agora se queixa de popularidade do infectologista Anthony Fauci.

Vacinas em desenvolvimento

Nove países que desenvolvem uma vacina para o coronavírus já testam em humanos. Mas apenas o Reino Unido, a China e os Estados Unidos chegaram à terceira e última etapa. É somente depois desta prova, em um número maior de participantes, que a vacina poderá ou não ser licenciada e liberada para a comercialização.

24 ativistas mortos no Brasil

A ONG internacional Global Witness publicou um relatório que contabiliza o número de assassinatos de ativistas ambientais e defensores dos direitos humanos em 2019. No Brasil, foram 24 mortos, sendo que 10 eram indígenas. No mundo, os crimes bateram recorde no ano passado: 212 pessoas executadas.

Gigantes de tecnologia nos EUA

Jeff Bezos (Amazon), Tim Cook (Apple, )Sundar Pichai (Alphabet, matriz da Google), e Mark Zuckerberg (Facebook) participam de audiência do Congresso dos EUA nesta quarta (29) — Foto: Pablo Martinez Monsivais, Evan Vucci, Jeff Chiu e Jens Meyer / AP PhotoJeff Bezos (Amazon), Tim Cook (Apple, )Sundar Pichai (Alphabet, matriz da Google), e Mark Zuckerberg (Facebook) participam de audiência do Congresso dos EUA nesta quarta (29)

Uma aguardada audiência dos principais executivos das quatro gigantes da tecnologia – Google, Apple, Facebook e Amazon -, com o Congresso dos Estados Unidos ocorrerá nesta quarta-feira. As empresas são alvos de reclamações sobre suas posições dominantes e investigadas por agentes antimonopólio. Sundar Pichai (Alphabet, matriz da Google), Tim Cook (Apple), Mark Zuckerberg (Facebook) e Jeff Bezos (Amazon) concordaram em responder a perguntas do Comitê Judicial.

Racha na política

Depois de DEM e MDB deixarem o chamado “Blocão” da Câmara, formado por 221 parlamentares e comandado pelo deputado Arthur Lira (Progressista-AL), outros dois partidos iniciaram as negociações para também deixar o bloco: PTB e Pros. Os dois partidos também integram o Centrão. O objetivo é formar um bloco alternativo ao de Lira, com 83 parlamentares: PSL (53), PTB (11), PROS (11) e PSC (8).

O Assunto

Episódio debate a nova corrida do ouro, com alta recorde na pandemia, com o repórter Victor Rezende, do jornal Valor Econômico, e o economista Sergio Vale, da MB Associados.

Auxílio Emergencial

A Caixa Econômica Federal (CEF) paga hoje uma nova parcela do Auxílio Emergencial a 5,8 milhões de trabalhadores. Veja quem tem direito ao benefício.

Veto de Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro vetou integralmente o projeto de lei que previa a prioridade a mulher chefe de família no pagamento do auxílio emergencial. O projeto também estendia a pais solteiros a possibilidade de receberem duas cotas do auxílio em três prestações.

Crise na economia do Brasil

economia brasileira continua no penúltimo lugar no ranking de competitividade elaborado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). O levantamento analisou 18 países. O estudo compara o Brasil – que só ganha da Argentina – com economias de características similares. Ao todo, 61 variáveis são avaliadas. Os países mais competitivos são Coreia do Sul, Canadá e Austrália. Veja o ranking abaixo.

Ranking de competitividade das economias — Foto: Economia G1Ranking de competitividade das economias

Leilão de joias do Cabral

Parte das joias de Cabral — Foto: Reprodução / TV GloboParte das joias de Cabral

Joias que pertenciam a Sérgio Cabral, avaliadas em R$ 3 milhões, vão a leilão no Rio de Janeiro. O pregão colocará à venda 15 diamantes e cinco lingotes de ouro 24 quilates. Dinheiro arrecadado vai para o Ministério da Justiça e o Fundo Antidrogas.

Emprego

Levantamento do G1 traz uma lista com 42 empresas que estão com 600 vagas de emprego em áreas como TI, marketing, vendas, negócios, saúde e finanças.

Leila Cabeleireira e o meme

Há uma Leila Cabeleireira no interior de São Paulo. Na vida real, Leila de Paula Santos Araújo fala sobre o meme de salão fictício… e festeja: “Vejo como uma benção”. Empresária de São Roque trabalha na área de estética há 21 anos e na última semana recebeu várias mensagens.

Hebe na Globo

Os bastidores na televisão, a infância sofrida e os relacionamentos da apresentadora Hebe Camargo são retratados na série “Hebe”, que estreia na Globo amanhã, com Andrea Beltrão. Serão dez capítulos. Assista ao trailer abaixo.

Assista ao trailer da série 'Hebe'

Assista ao trailer da série ‘Hebe’

Futebol

Paulistão 2020 conhece hoje seus primeiros dois semifinalistas. O São Paulo enfrentará o Mirassol a partir das 19 horas; e o Palmeiras receberá o Santo André às 21h30, com transmissão da TV Globo. Caso algum jogo termine empatado no tempo regulamentar, o classificado sairá após decisão nos pênaltis.

No Rio, o Flamengo está perto de oficializar a contratação do espanhol Domènec Torrent, que será o sucessor do técnico Jorge Jesus.

Fonte: G1
Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 29 DE JULHO DE 2020 POR G1

ATÉ QUE PONTO A ELEIÇÃO DOS EUA PODE INFLUENCIAR NOS INVESTIMENTOS NO BRASIL

Como a eleição dos EUA pode impactar investimentos no Brasil

Especialistas avaliam os efeitos da disputa entre Trump e Biden nas moedas estrangeiras – e no bolso dos investidores

ECONOMIZE

por 

Agência Estado

Donald Trump e Joe Biden, que concorrem nas eleições presidenciais dos EUADonald Trump e Joe Biden, que concorrem nas eleições presidenciais dos EUA

Faltam menos de 100 dias para os Estados Unidos decidirem se o republicano Donald Trump deve continuar ou não na presidência da maior potência econômica do mundo. Até o momento, a vantagem está com o adversário democrata Joe Biden, segundo pesquisas prévias. Ainda é cedo para dizer quem levará a melhor na disputa, mas é certo que o futuro da economia norte-americana tomará caminhos bem distintos com o resultado.

Investidores que têm ou não exposição ao mercado dos Estados Unidos devem ficar atentos aos cenários que podem se desenhar no futuro próximo, uma vez que as agendas dos candidatos são bem distintas. De um lado, Trump e sua política de negociação bilateral, com viés protecionista; de outro, Biden que prefere o multilateralismo. Independentemente de quem vença nas urnas, haverá repercussões boas ou ruins para os investimentos. O que mudará, no caso, é a posição dos investidores.

Se a política individualista de Trump tende a fortalecer o dólar e manter moedas como o real enfraquecidas, além de juros baixos atraindo investidores, a vitória de Biden poderia fazer o capital sair da bolsa norte-americana rumo a mercados emergentes, uma boa oportunidade para investimentos estrangeiros chegarem ao Brasil, caso o cenário político interno colabore, claro.

Ainda há um intervalo de tempo até dia do pleito, em 3 de novembro. Por isso, as chances de novos acontecimentos influenciarem a disputa é alta: nova onda de coronavírus, a descoberta de uma vacina para covid-19, mais gente protestando nas ruas são alguns exemplos, conforme analistas ouvidos pela reportagem.

O head de gestão da Galapagos Capital, Sérgio Zanini, destaca que, além da cadeira presidencial, é preciso avaliar como ficarão os assentos no Congresso norte-americano. “Tem alguns cenários possíveis e vão ter impactos bem diferentes para os mercados”, diz Zanini.

O executivo Victor Hugo Cotoski, da Infinox Capital, ressalta que mercado já está começando a precificar a inflação das moedas. A alta impressão de cédulas, para atenuar os efeitos da pandemia, desvalorizou a moeda norte-americana, um desafio para quem estiver vier a assumir o controle da Casa Branca. Mas essa situação é reversível.

“O dólar pode ficar muito forte em questão de uma semana e recuperar todo esse movimento”, lembra Cotoski.

O que acontece se o Trump ganhar?

A Galápagos analisou, em uma pesquisa recente, os impactos do pleito deste ano. Zanini explica que, se o republicano vencer, mesmo com o Congresso dividido, haveria um cenário de continuidade do que foi visto nos últimos anos. Em suma, a manutenção do excepcionalismo americano e do lema “Estados Unidos primeiro”.

“A gente pode ver os ativos americanos voltando a performar melhor do que os seus pares, e um talvez um segundo governo mais confrontacional com a China. Já que ele não vai ter que se preocupar com a reeleição, Trump deve ir em busca de um legado, algo mais anti-China “, analisa Zanini.

Cotoski concorda que Trump é o candidato do dólar forte e deve manter isso através de uma política monetária mais agressiva, já posta em prática. Além disso, o empresário também é lido como um incentivador do mercado de capitais. O desafio estará em recuperar a valorização da moeda.

“Como há uma inflação do dólar e os juros real negativo, o dólar deixa de ser uma moeda forte no momento. Por isso que o iene japonês e o euro estão ganhando força”, diz Cotoski.

O analista da Infinox lembra que Trump já sinalizou que não vê problemas em reduzir os juros para um nível negativo, o que manteria ainda mais atrativo o ambiente da bolsa norte-americana. “Quando se tem uma taxa de juros negativa, o dinheiro acaba indo para o mercado de ações. Com isso, ações tendem a valorizar de uma maneira mais agressiva, que é o que está acontecendo”, observa Cotoski.

Zanini também destaca que a proximidade entre Jair Bolsonaro com Trump pode trazer facilidades ao Brasil. “Tem algumas oportunidades para o setor agrícola, tec, agro, mercado imobiliário. E acho que a gente segue neste ambiente muito positivo para os ativos domésticos”, avalia o gestor da Galapagos.

O que acontece se Biden ganhar?

A vitória do democrata deve trazer um afrouxamento da política monetária de Trump, elevando a taxa de juros, hoje perto de zero, além de cobrança de impostas e a tentativa de reduzir o déficit do país. Para os analistas, Biden na presidência pode animar os mercados, com a recuperação de outras bolsas e moedas.

“Seria um presidente menos protecionista, voltaria um pouco mais para o modelo de globalização, de discussão comercial, uma aproximação maior com a Europa, com os aliados tradicionais”, analisa Zanini.

O especialista da Galapagos avalia que o democrata deverá bater muito na questão antitrust das grandes corporações de tecnologia, o que traria um impacto para queridinhas do mercado, como Amazon, Google e Apple.

Como muitos investidores buscaram a ativos norte americanos, devido aos juros muito baixos, se o ambiente fiscal ficar menos convidativo, isso pode fazer o capital sair dos Estados Unidos para opções mais atrativas, como mercados emergentes.

Zanini vê, assim, uma possibilidade de venda de ativos americanos e uma repatriação de recursos, especialmente de investidores europeus, que tinha muito dinheiro nos Estados Unidos ao longo dos últimos anos por conta do diferencial de juro. “Isso acelera, por exemplo, o movimento de queda do dólar contra o euro, contra o franco suíço, contra o próprio iene japonês”, aponta Zanini.

Para quem investe na moeda norte-americana, a recomendação é de atenção. Cotoski enxerga espaço, inclusive, para a moeda chegar a patamares bem abaixo do que se tem hoje, acima dos R$ 5. “A gente pode ter um dólar na linha dos R$ 4 ou até menos, caso ele venha a desvalorizar muito, de uma forma mais brusca”, afirma ele.

Além disso, uma possível saída de Trump levaria o dinheiro do mercado de ações para os bonds americanos, a renda fixa ou o Tesouro. Cotoski adiciona que esse impacto poderá ser sentido também no Brasil.

“Os fundos brasileiros são puxados por fatores externos. Se a taxa de juros nos Estados Unidos subir, que é uma das medidas que o Biden deve adotar de imediato nos primeiros três meses, a gente pode ver aí uma queda dos índices de ações e isso é o que pode ter de primeiro impacto para os brasileiros”, diz Cotoski.

Ainda sobre o Brasil, a vitória do democrata também pode representar conflitos diplomáticos, ancorados na pauta do meio ambiente. “O nosso setor agrícola vai ter alguns desafios para enfrentar o governo democrata, com um viés mais ambientalista”, avalia Zanini.

Como os investidores brasileiros podem ser impactados?

José Falcão, especialista em renda variável da Easynvest, analisa alguns dos principais ativos que podem sofrer algum impacto com os possíveis resultados da eleição norte-americana. No caso de commodities, ele cita que novas rusgas com China e países da Europa poderiam trazer perdas para ações de empresas de setores como petróleo, mineração, proteína animal e metalurgia.

Quanto às ações de empresas de tecnologia nos Estados Unidos, Falcão entende que se Trump segue no governo, e continua a queda de braço com gigantes da área para impor medidas que as afetem, isso traria instabilidade ao mercado global como um todo.

Sobre os títulos do Tesouro norte-americano, a expectativa de Falcão é de estabilidade dos juros em um intervalo entre 0 e 0,25% (o atual). “Para que haja uma mudança, depende da reações da atividade econômica, sobretudo no pós-pandemia”, reforça Falcão.

O especialista da Easynvest também ressalta que a renda fixa no Brasil sofre com a valorização do dólar ante ao real, resvalando na inflação, já que os produtos importados ficam mais caros. “Isso faria com que o Banco Central tivesse que mexer na política monetária para estabilizar a inflação. E mexendo nos juros, isso mexeria com todos os títulos de renda fixa, que pode ficar um pouco mais atrativa, mas longe dos dois dígitos”, afirma Falcão.

Fonte: R7
Continuar lendo ATÉ QUE PONTO A ELEIÇÃO DOS EUA PODE INFLUENCIAR NOS INVESTIMENTOS NO BRASIL

RÚSSIA PRETENDE SER O PRIMEIRO PAÍS DO MUNDO A APROVAR UMA VACINA, JÁ NO INÍCIO DE AGOSTO, CONTRA O CORONAVIRUS

Rússia corre para ter vacina contra coronavírus já no início de agosto

A ideia do governo é disponibilizar a vacina para trabalhadores de saúde a partir do dia 10; dirigente compara projeto ao lançamento do satélite Sputnik

INTERNACIONAL

Do R7

Dmitriev comparou momento ao lançamento do Sputnik Dmitriev comparou momento ao lançamento do Sputnik

A Rússia pretende ser o primeiro país do mundo a aprovar uma vacina contra o novo coronavírus, segundo a imprensa dos EUA. De acordo com os relatos de fontes russas, os pesquisadores trabalham para conseguir a aprovação até o dia 10 de agosto, daqui a duas semanas.

A pesquisa, no entanto, ainda não divulgou nenhum dado sobre eficácia ou segurança para análise independente, o que pode indicar um medicamento com pouca segurança. O estudo é realizado pelo Instituto Gamaleya, do governo russo e supostamente terá seus resultados divulgados em breve.

De acordo com fontes ouvidas pela CNN norte-americana, os trabalhadores da saúde da Rússia serão os primeiros a receber a nova vacina.

‘Momento como o do Sputnik’

“É um momento como o do Sputnik”, disse Kirill Dmitriev, diretor do fundo soberano russo que financia a pesquisa. Em 1957, a antiga União Soviética largou na frente na corrida espacial da Guerra Fria ao colocar em órbita o Sputnik, o primeiro satélite artificial do mundo.

“Os americanos ficaram surpresos quando ouviram os bipes do Sputnik. Vai ser o mesmo com esta vacina, a Rússia vai chegar primeiro”, afirmou ele.

A afirmação é arriscada e demonstra a pressão do governo russo para acelerar o processo de produção da vacina. Enquanto os estudos mais avançados estão na terceira fase, a de testes em larga escala para avaliar a eficácia do medicamento, a pesquisa russa está na segunda fase.

Essa etapa deve ser concluída na próxima semana. Com isso, os testes da terceira fase serão conduzidos ao mesmo tempo em que os trabalhadores de saúde russos receberão a vacina.

O governo russo negou rumores de que o presidente Vladimir Putin e membros da elite empresarial e política do país já tenham tomado a dose. A CNN afirma ter recebido uma declaração gravada de Alexander Ginsburg, diretor do projeto, dizendo que já teria tomado a vacina como parte dos testes.

A Rússia é o quarto país com maior número de casos de covid-19, mais de 822 mil já confirmados, e também teve mais de 13 mil mortes pela doença.

Governo fecha acordo para fornecer 100 milhões de doses da vacina de Oxford contra a covid-19

Fonte: R7

Continuar lendo RÚSSIA PRETENDE SER O PRIMEIRO PAÍS DO MUNDO A APROVAR UMA VACINA, JÁ NO INÍCIO DE AGOSTO, CONTRA O CORONAVIRUS

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar

Fechar Menu
×

Carrinho