ARTIGOS: A INVEJA, POR WAGNER BRAGA

Lidando com a Inveja - Igreja Assembleia de Deus - Elshaddai

Desde os primórdios da humanidade o que se viu de mais corrosivo, destrutivo e demolidor nas relações humanas foi o sentimento da INVEJA. Começando com a relação entre Caim e Abel, que se tem como o primeiro assassinato cometido por um ser humano que se tem notícia da história das civilizações. Na bíblia a história é contada como um ato de ciúmes por parte de Caim em relação a Abel, pelo fato de Deus não ter valorizado o presente ofertado por Caim tanto quanto o de Abel. Mas o fato é que A inveja é o medo de lhe faltar alguma coisa e o ciúme é o medo de que você vai perder algo que já tem. No caso dessa história Caim matou Abel por algo que ele ainda não tinha e não por algo que ele já possuía. Depois, mais adiante, temos a história do Filho Pródigo. Nesse caso não chegou a haver vingança, mas o sentimento de inveja do seu irmão pela, aparente preferência do seu pai pelo irmão mais novo, que se caracteriza como o medo de lhe faltar alguma coisa, ou seja, algo que ele ainda não tinha.

Ambos os sentimentos são comuns em todo ser humano, mas se transformam em vício e/ou pecado na medida que não são controlados pelo seu EU Interior. Essa é o nosso grande desafio. Controlar os instintos inferiores do nosso ser nessa jornada evolutiva. Por isso devemos perder o medo do AUTOCONHECIMENTO, pois só assim conseguiremos o desenvolvimento espiritual necessário para alcançarmos a nossa melhor versão.

Deixe uma resposta