ANÁLISE POLÍTICA: O SUPREMO TOFFOLI E O SEU VASSALO AUGUSTO ARAS

Na coluna ANÁLISE POLÍTICA deste domingo temos o comentário sério, contundente e preciso do jornalista José Nêumanne Pinto sobre o procurador-geral da República, Gustavo Aras, que não deixou dúvidas de que ocupa o cargo poderoso e forte de defesa de cidadão como se fosse criado de quarto do chefe do Judiciário quando disse que recebeu com “tranquilidade” a decisão do presidente do STF, Dias Toffoli, de negar imediatamente assim que recebeu, seu pedido para reconsiderar sua providência drástica e autoritária de pedir ao BC todos os processos de 600 mil pessoas físicas e jurídicas consideradas suspeitas pelo ex-Coaf,  E ainda fez mais: deixou clara sua intenção de perseguir os procuradores demandando sua identificação. O PGR deixou claro para seus companheiros de carreira que não está nem aí para a instituição, mas serve a dois senhores: além do chefão do falso excelso pretório, ao presidente da República, Jair Bolsonaro, que o nomeou. Assista ao vídeo a seguir e tire suas conclusões!

Fonte:

Deixe uma resposta