VICE-PRESIDENTE DA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DE EL-SALVADOR PEDIU A DESTITUIÇÃO DE MAGISTRADOS E SUPLENTES DA SUPREMA CORTE DO PAÍS

Governo pede destituição de juízes da Suprema Corte de El Salvador

Presidente Nayib Bukele já acusou mais de uma vez os juízes de retirar suas faculdades para lidar com a pandemia de covid-19

INTERNACIONAL

EFE

Primeira vice-presidente da Assembleia Legislativa de El Salvador, Suecy Callejas

RODRIGO SURA / EFE – 01.05.2021

A primeira vice-presidente da Assembleia Legislativa de El Salvador, Suecy Callejas, pediu neste sábado (1º) a destituição dos magistrados e suplentes da Sala Constitucional da Suprema Corte.

A iniciativa foi aprovada para a votação com dispensa de trâmite com 64 votos dos 84 deputados da Assembleia Legislativa, todos do governo.

Os partidos que votaram para admitir a iniciativa foram Novas Ideias (NI), Grande Aliança pela Unidade Nacional (GANA), Partido Democrata Cristão (PDC) e Partido de Concertação Nacional (PCN). Esta é a primeira ação tomada pela nova Assembleia Legislativa, horas após ter sido constituída.

Os magistrados que a iniciativa pretende destituir são o presidente da Sala Constitucional e da Suprema Corte de Justiça (CSJ), Jose Armando Pineda, e os magistrados Aldo Enrique Cáder, Carlos Sergio Avilés, Carlos Ernesto Sánchez e Marina de Jesús Marenco. Ação também inclui a destituição dos juízes suplentes.

O presidente de El Salvador, Nayib Bukele, já acusou mais de uma vez os juízes de retirar suas faculdades para lidar com a pandemia de covid-19.

No dia 9 de agosto de 2020, o mandatário salvadorenho disse que, “se fosse um ditador de verdade”, teria fuzilado os magistrados da Suprema Corte por terem declarado inconstitucionais os decretos emitidos em meio ao confinamento pela pandemia de covid-19.

“Eu teria fuzilado todos, ou algo assim, se fosse um ditador de verdade. Salvar mil vidas em troca de cinco”, comentou, em referência aos cinco juízes da Sala Constitucional.

Fonte: R7

Deixe uma resposta