UMA SÉRIE DE INVESTIMENTOS PARA O RN FOI ANUNCIADO PELO MINISTRO DO DESENVOLVIMENTO REGIONAL, ROGÉRIO MARINHO

No Rio Grande do Norte, Rogério Marinho anuncia investimentos em linha férrea, revitalização de lagoa e assina ordem de serviços do projeto executivo da adutora do Seridó

25 mar 2021

No Rio Grande do Norte, Rogério Marinho anuncia investimentos em linha férrea, revitalização de lagoa e assina ordem de serviços do projeto executivo da adutora do Seridó | Política em Foco

Uma série de investimentos para o Rio Grande do Norte foi anunciada, nesta quarta-feira (24), pelo ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, em agenda na cidade de Parnamirim. Entre as ações estão o início das obras da Linha Branca do sistema de transporte de passageiros sobre trilhos da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), a elaboração do projeto executivo do Projeto Seridó e o início dos estudos de revitalização da Lagoa do Bonfim, em Nísia Floresta.

Durante a agenda, o ministro lançou a pedra fundamental das obras de ampliação da malha férrea da CBTU no estado, com investimento de R$ 58,3 milhões para a implantação de 24 quilômetros de via e quatro estações. A previsão é de que cerca de 6,8 mil passageiros que utilizam o serviço diariamente sejam beneficiados.

“A partir da conclusão desta obra, a linha férrea de trens urbanos de Natal passará a ser a maior do Nordeste. Com essa ampliação, milhares de pessoas que trabalham em Natal e em Parnamirim e que moram nas outras cidades terão mais conforto, comodidade e economia”, afirmou o ministro Rogério Marinho.

O diretor-presidente da CBTU, José Marques, ressaltou o empenho do ministro Rogério Marinho para que a obra saísse do papel. “Em mais de três décadas, não tivemos nenhum investimento para aumentar a malha ferroviária. É uma obra que tem a previsão de durar 14 meses, mas recebemos do ministro a incumbência de acelerar os trabalhos para atender a população que tanto necessita do transporte público”, destacou.

O prefeito de Natal, Álvaro Costa Dias, também agradeceu ao MDR pela atração de investimentos para a região. “Tenho certeza de que não ficará somente neste empreendimento. Outras obras estruturantes, além das que já estão sendo feitas, estão por vir com a parceria dos nossos parlamentares”, apontou.

Segurança hídrica

O ministro Rogério Marinho também assinou ordem de serviço para elaboração do projeto executivo do Projeto Seridó. O empreendimento será executado pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) e está orçado, no total, em R$ 280,6 milhões. Cerca de 280 mil pessoas em 24 municípios potiguares devem ser beneficiadas com a obra hídrica. Para o projeto executivo, serão destinados R$ 4,8 milhões do Governo Federal

“Há cidades que ficam sem água por dois, três dias e fazem rodízio. Nós queremos acabar com esse transtorno de uma vez por todas, dando segurança hídrica para estes 24 municípios. A água é o que move a indústria, o comércio, a irrigação, o que permite o tratamento do esgoto, é o que permite as pessoas sobreviverem e as civilizações se desenvolverem”, ressaltou o ministro.

Para o diretor-presidente da Codevasf, Marcelo Moreira, a iniciativa fará muita diferença para a vida das famílias do Seridó. “Isso fará com que toda aquela região, dependente dos caminhões-pipa, tenha mais dignidade, mais chances de se desenvolver e de trazer oportunidades para todos”, apontou.

Já a revitalização da Lagoa do Bonfim tem investimento previsto de R$ 2 milhões e também será executada pela Codevasf. Durante o evento, foi assinado Termo de Execução descentralizada (TED) que permitirá o primeiro repasse de recursos do MDR, no valor de R$ 800 mil, para que a companhia inicie os estudos. “A lagoa vem sendo muito prejudicada pelo abastecimento de água de diversas cidades. Faremos este estudo para que ela volte ao seu nível normal e seja possível trazer toda a atratividade que ela tinha há 20 anos”, explicou Moreira.

Fonte: Política em Foco

Deixe uma resposta