Por G1

 

O relator da Previdência nega texto alternativo, mas admite alterar a proposta do governo. Bolsonaro diz que se o Congresso tem projeto melhor, que coloque em votação. Sem base de apoio consolidada, 10 medidas do governo podem perder validade se não forem votadas logo. Em compasso de espera, dólar fecha estável após intervenção do BC. Tensão em MG: o paredão de uma mina da Vale pode ceder a qualquer momento. SP dará bolsa de trabalho a usuários de drogas na Cracolândia. O Google rompe com a gigante chinesa Huawei após decreto de Trump.

INTERNACIONAIS

Guerra comercial

Google restringe acesso da Huawei ao sistema Android

Google restringe acesso da Huawei ao sistema Android

A guerra comercial entre EUA e China fez o Google cortar os laços com a gigante chinesa Huawei. A medida foi anunciada após Trump assinar um decreto proibindo que grupos americanos façam negócios com empresas estrangeiras do setor de telecomunicações consideradas perigosas para a segurança nacional.

Após o anúncio, o Departamento de Comércio dos Estados Unidos garantiu uma licença temporária — válida até agosto — para que a Huawei possa fazer a atualização dos aparelhos que usam o sistema operacional Android, do Google.

Alerta em Paris

Um alpinista integrante de uma equipe de resgate, de vermelho, desce pela estrutura da Torre Eiffel, em Paris, para resgatar um homem que escalou a torre e está entre duas colunas de ferro. O local foi fechado para visitantes por causa do incidente — Foto: Michel Euler/AP

Um alpinista integrante de uma equipe de resgate, de vermelho, desce pela estrutura da Torre Eiffel, em Paris, para resgatar um homem que escalou a torre e está entre duas colunas de ferro. O local foi fechado para visitantes por causa do incidente — Foto: Michel Euler/AP

A Torre Eiffel, em Paris, foi esvaziada após um homem ter sido visto escalando a estrutura. Ele foi tirado pelos bombeiros após seis horas de operação de resgate. Ainda não se sabe por que o homem escalou e ficou tanto tempo agarrado, sem proteção, à estrutura metálica. O local será reaberto amanhã.

NACIONAIS

‘Ruídos’ na Previdência

O presidente Jair Bolsonaro gesticula durante um evento com empresários no Rio de Janeiro — Foto: Ricardo Moraes/Reuters

O presidente Jair Bolsonaro gesticula durante um evento com empresários no Rio de Janeiro — Foto: Ricardo Moraes/Reuters

O governo classificou as informações sobre a existência de um texto alternativo para reforma da Previdência como um ‘ruído de comunicação’. O secretário especial de Previdência, Rogério Marinho, e o relator do projeto na Câmara, deputado Samuel Moreira, negaram que uma outra proposta pode ser apresentada.

Moreira afirmou, entretanto, que ainda não há alterações definidas na proposta apresentada pelo Planalto em março, mas disse que o governo federal ‘está aberto a aceitar mudanças no projeto’.

No Rio, o presidente Bolsonaro disse que, se o Congresso tiver uma proposta melhor do que a do governo para a reforma da Previdência, deve votá-la, mas definiu as mudanças como imprescindíveis. “Querem agilidade para votar as propostas que estão dentro da Câmara e do Senado. E, se Câmara e Senado têm propostas melhores que a nossa, que coloquem em votação”, declarou.

Dólar nas alturas

Com os investidores de olho na articulação política para a aprovação da reforma da Previdência, o dólar continua nas alturas. Mesmo com atuação do Banco Central para tentar conter a alta, a moeda americana bateu os R$ 4,12 durante o dia e encerrou com leve alta, cotada a R$ 4,10.

Prazo apertado

Sem base de apoio consolidada, o governo tem dificuldades para fazer pautas avançarem no Congresso, e 10 medidas provisórias podem caducar se não forem votadas logo. A mais urgente é a MP que permite 100% de capital estrangeiro nas companhias aéreas, que precisa ser aprovada até quarta-feira. Outra é a medida que reduziu de 29 para 22 o nº de ministérios. VEJA LISTA

Regras mais flexíveis

Anac pede revisão de decreto sobre porte de arma em voos

Anac pede revisão de decreto sobre porte de arma em voos

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) pediu que governo reveja o decreto das armas, depois que a medida retirou do órgão a definição das regras para porte de armas em voos. Para o presidente da Anac, José Ricardo Botelho, a norma regulamentada pela agência segue um padrão mundial. “”Entrar armado (nos vôos) tem que ser a exceção. (…) A nossa norma foi feita de acordo com os padrões americanos, padrão muito bem visto pelo órgão da aviação civil mundial”, disse à GloboNews.

Tensão em MG

Talude de mina em Barão de Cocais (MG) pode se romper ainda nesta semana

Talude de mina em Barão de Cocais (MG) pode se romper ainda nesta semana

O governo de MG confirmou que o paredão de uma mina da Vale, em Barão de Cocais, vai desabar. O talude, que está a menos de 2 km de uma barragem, deve desabar ainda nesta semana, segundo estudos, e pode causar o rompimento da barragem Sul Superior.

Cracolândia

Multidão de dependentes químicos que migraram da Cracolândia se concentram na Praça Princesa Isabel — Foto: Celso Tavares/G1

Multidão de dependentes químicos que migraram da Cracolândia se concentram na Praça Princesa Isabel — Foto: Celso Tavares/G1

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, lançou a segunda fase do Programa Redenção, que prevê 300 bolsas de trabalho de R$ 698 a usuários de drogas na Cracolândia. Os inscritos receberão capacitação profissional e deverão cumprir uma carga de 4 horas diárias e 20 horas semanais. Covas diz que programa difere do criado pela gestão Fernando Haddad, porque dinheiro será dado apenas para quem já estiver na fase final do tratamento.

Fonte: G1

Por Blog do BG

Caminhoneiro defende adesão a protestos do dia 26 em apoio a Jair Bolsonaro

Lideranças de caminhoneiros se organizam para aderir ao movimento de apoio a Jair Bolsonaro, no domingo 26.

Em São Paulo, eles prometem tomar as marginais Pinheiros e Tietê. “A estratégia é manter o fervo da campanha”, diz Ramiro Cruz, que foi candidato a deputado federal pelo PSL.

“Vocês do Antagonista, melhor do que ninguém, expõem esses conchavos criminosos do Centrão. Estão armando para o capitão. Não podemos deixá-lo sozinho, encastelado.”

Segundo ele, os protestos do dia 26 são um “aviso”.

“Se até 30 de junho não votarem o texto da Previdência, a MP 871 do INSS, o pacote anticrime do Moro e os diversos pedidos de impeachment de ministros do Supremo, a gente vai subir e cercar Brasília.”

O ANTAGONISTA

Comments

Bolsonaro ironiza suspeitas sobre o PSL e diz que gostaria de ser dono de um laranjal

O presidente Jair Bolsonaro ironizou nesta segunda (20) acusações sobre o uso de candidatas laranja por seu partido, o PSL, nas eleições de 2018. Em discurso no Rio, ele disse “até gostaria” de ser dono de um laranjal, já que laranja é um produto rentável.

“No Rio de Janeiro, as três candidatas laranja recebeu [sic], cada uma, R$ 1,8 mil para pagar o contador e não coloca na prestação de contas. Aí eu sou dono do laranjal no Rio de Janeiro. Até gostaria que fosse, a laranja é um produto rendoso”, afirmou o presidente.

Revelado pela Folha, o esquema de candidaturas laranjas do PSL é alvo de investigações pelo Ministério Público e pela Polícia Federal em Minas Gerais e Pernambuco e envolve um dos ministros de Bolsonaro, Marcelo Álvaro Antônio (Turismo). O caso também ajudou a precipitar a primeira demissão no alto escalão do governo, a de Gustavo Bebianno (Secretaria-Geral da Presidência).

Em fevereiro, a Folha publicou reportagem mostrando que dinheiro do fundo eleitoral entregue a 33 candidatas do PSL no estado beneficiou empresa de uma ex-assessora de Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) e parentes de outra colaboradora do agora senador.

Uma das beneficiadas é a contadora Alessandra Ferreira de Oliveira, primeira-tesoureira do PSL-RJ, partido presidido pelo senador, filho do presidente Jair Bolsonaro. Sua empresa, a Ale Solução e Eventos) recebeu R$ 55,3 mil a partir de pagamentos de 42 candidatos do PSL no Rio.

Outros beneficiados foram dois parentes de Valdenice de Oliveira Meliga, tesoureira do diretório estadual do PSL. Oliveira e Meliga foram também assessoras do senador Flávio Bolsonaro na Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro).

Oliveira e Valdenice tiveram os sigilos bancário e fiscal quebrados a pedido do Ministério Público Federal em processo que investiga movimentações financeiras entre assessores de Flávio Bolsonaro.

O presidente da República tocou no assunto quando falava a empresários na Firjan (Federação das Indústrias do Rio de Janeiro). Em discurso, disse que o problema brasileiro é a classe política e convocou o prefeito e o governador do Rio, Marcelo Crivella (PRB) e Wilson Witzel (PSC), a ajudar a “mudar isso”.

Logo depois, voltou-se aos empresários prometendo “não criar dificuldades para vender facilidades”. Ele citou que seu partido pegou apenas R$ 9 milhões dos R$ 1,6 bilhão do fundo eleitoral e que preferiu não usar recursos públicos em sua própria campanha.

Folhapress

Comments

Senadora do PSL diz que manifestantes devem ir para as ruas ‘cobrar o Centrão’

A senadora Soraya Thronicke (PSL-MS) acusou o Centrão de querer boicotar o governo no Congresso e é uma das parlamentares que promete ir para as ruas no próximo domingo, 26, em defesa do presidente Jair Bolsonaro. Soraya pretende participar do ato em Campo Grande.

Na opinião da senadora, os partidos do Centrão se movimentam para boicotar o governo pensando na próxima eleição e devem ser o alvo dos protestos no próximo domingo. “É um boicote, para mim está claro. É um boicote com intenção eleitoral para se eleger, para não dar certo esse governo porque daí eles voltam”, disse a parlamentar durante conversa com jornalistas em seu gabinete. “A pauta (da manifestação) tem que ser muito específica, certeira e pontual: cobrar os parlamentares, cobrar o Centrão.”

A senadora criticou o DEM – que tem três ministros no governo – e afirmou que o partido precisa defender o governo no Congresso após ter sido beneficiado na campanha eleitoral. “Os ministros têm que vir para o chão do Congresso e batalhar corpo a corpo, os ministros do DEM. Tem vários ministérios que estão aí com os partidos, esse cara tem que vir para cá, tem que vir para o chão”, disse a parlamentar durante conversa com jornalistas em seu gabinete.

Estadão Conteúdo

Comments

[FOTO] Homem que escalou a Torre Eiffel é preso

Um homem que escalou a fachada da Torre Eiffel nesta segunda-feira (20), provocando sua evacuação, foi interceptado após permanecer agarrado ao monumento parisiense por mais de seis horas, disseram autoridades.

O homem, que não foi imediatamente identificado, “está nas mãos das equipes de emergência” enviadas à torre, que será reaberta aos visitantes na terça-feira, informou a empresa que opera o monumento em um comunicado.

Um policial disse que o homem “foi pego”.

Procedimentos de emergência desencadeados pela escalada não autorizada do homem forçaram a evacuação do monumento icônico, da esplanada embaixo e de uma grande parte do parque adjacente Champ de Mars no meio da tarde desta segunda-feira.

Comments

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Ministério da Saúde está preparando uma campanha de vacinação contra o sarampo, que deverá ser iniciada em todo o país no dia 10 de junho. A informação foi confirmada pelo próprio ministério.

Neste ano, o ministério já confirmou 83 casos de sarampo no país, sendo 43 deles no Pará, 27 em São Paulo, quatro no Amazonas, três em Santa Catarina, três em Minas Gerais, dois no Rio de Janeiro e um em Roraima. Deste total, 27 são autóctones e todos eles de residentes no Pará. Os demais casos foram importados de outro país ou ainda não foi possível identificar a fonte de infecção. De janeiro a maio do ano passado, o ministério havia notificado 117 casos de sarampo no país, com dois óbitos.

Dos casos importados, 19 deles ocorreram em um surto da doença dentro de um navio de cruzeiro em Santos, no litoral paulista. O mesmo navio também provocou três casos de sarampo em Santa Catarina e um caso no Rio de Janeiro.

O sarampo

O sarampo é uma doença infecciosa, viral e contagiosa, transmitida pela fala, tosse e espirro. Os sintomas da doença são febre alta [acima de 38,5º C], tosse, coriza, conjuntivite e manchas avermelhadas na pele e brancas na mucosa bucal. A vacinação é a única maneira de prevenir a doença. A vacina que protege contra a doença é a tríplice viral, que também protege contra caxumba e rubéola.

As complicações mais comuns do sarampo são infecções respiratórias, otites, doenças diarreicas e doenças neurológicas. As complicações do sarampo podem deixar sequelas, tais como a diminuição da capacidade mental, a cegueira, a surdez e o retardo do crescimento. O agravamento da doença pode levar à morte de crianças e adultos.

Em 2016, o Brasil recebeu da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), o certificado de eliminação da circulação do vírus do sarampo. Em março deste ano, no entanto, o Ministério da Saúde confirmou à Opas um caso de sarampo endêmico ocorrido no Pará, no mês de fevereiro. Com isso, o Brasil perderá a certificação de país livre da doença e precisará iniciar um plano para retomar o título dentro de 12 meses.

Segundo o ministério, o governo federal estabeleceu a cobertura vacinal como meta prioritária da gestão de saúde no país. Nessa agenda de prioridades, o ministério lançou, em abril, o Movimento Vacina Brasil, buscando reverter o quadro de queda das coberturas vacinais no país dos últimos anos.

Agência Brasil

MUDANÇA NO TOM: Bolsonaro é parceiro em debate sobre nova Previdência, diz porta-voz

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, disse hoje (20) que o presidente Jair Bolsonaro se coloca como parceiro na discussão da proposta de reforma na Previdência, mas que considera que a proposta encaminhada pelo Ministério da Economia é a que melhor atende à questão.

“A proposta que o presidente identifica como a melhor proposta é aquela que já elevou ao Congresso Nacional. Não obstante, ele se coloca, sim, como parceiro no processo de discussão e avaliação para, juntos, Congresso e Poder Executivo, darmos andamento àquilo que vai tirar o Brasil de um precipício de que muito rapidamente se aproxima, conforme o ministro Paulo Guedes [da Economia] já localizou em muitos dos seus discursos.”

Rêgo Barros respondeu a perguntas de jornalistas depois da homenagem ao presidente promovida pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), que concedeu a Bolsonaro a Medalha do Mérito Industrial.

O porta-voz também comentou as manifestações a favor de projetos do governo convocadas para o próximo domingo (26) e disse que Bolsonaro ainda não se posicionou sobre a possibilidade de comparecer a um dos atos.

“É muito importante entender que a sociedade está alinhada com nosso presidente e, neste alinhamento, está buscando associar-se àquilo que o presidente vem atribuindo como responsabilidade dele, conduzir a nossa sociedade e conduzir a nossa nação ao melhor que ele possa dar como chefe do Executivo”.

No evento na Firjan, Bolsonaro estava acompanhado de presidentes de estatais e ministros de Estado.

Agência Brasil

 

Onyx afirma que campanha sobre proposta da reforma da Previdência busca “enfrentar a mentira”

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que a campanha do governo para divulgar a proposta da reforma da Previdência busca “enfrentar a mentira”. Ele destacou que as peças publicitárias terão um selo com a mensagem “essa é a verdade”.

Onyx também ressaltou que a reforma, se aprovada, “cria um caminho para que o Brasil não fale mais de Previdência pelos próximos 30 anos”.

O secretário especial de comunicação da Presidência, Fabio Wajngarten, também destacou o selo “essa é a verdade”, dizendo que o objetivo é “conter a enxurrada de fake news” sobre a proposta.

Estadão Conteúdo

Comments

Mensalidade em universidade pública não deve ser tabu, diz governador do PT

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), afirmou que a cobrança de mensalidade nas universidades públicas de alunos que tenham condição de pagá-la não deve ser tratada como um tabu.

A declaração foi dada em um encontro com jornalistas nesta segunda-feira (20), cinco dias depois dos protestos que colocaram em lados opostos o presidente Jair Bolsonaro (PSL) e os professores e estudantes após cortes no orçamento das universidades federais.

O petista defendeu a adoção de novas formas de financiamento das universidades públicas, incluindo o incentivo a doações, parcerias com a iniciativa privada e cobrança de mensalidade de estudantes de alta renda familiar.

“Uma família que pagou educação privada a vida inteira não tem condições de contribuir com a universidade? Qual o problema disso?”, questionou o governador.

Ele ainda comparou o cenário brasileiro com o de países da Europa e afirmou que, sendo mais pobre, o Brasil não pode abrir mão de fontes de financiamento para universidades que países ricos não abrem mão.

Mesmo defendendo a proposta, o governador reconheceu que este debate encontraria resistência dentro de seu próprio partido e de setores da esquerda, que historicamente defendem a educação superior pública e gratuita.

“Quem é contra [cobrança de mensalidade] não é contra que o rico pague. Mas tem um discurso de que seria o início de uma privatização, que o passo seguinte seria cobrar de todo mundo. Não necessariamente é assim”, afirmou.

Por outro lado, destacou que dificilmente haverá um debate sério sobre o financiamento das universidades em um cenário de polarização que vem sendo incentivado por declarações do próprio presidente, Jair Bolsonaro, e do ministro da Educação, Abraham Weintraub.

Nas últimas semanas, o presidente chamou professores e estudantes que foram às ruas de “idiotas úteis” enquanto o ministro da Educação prometeu punir com cortes no orçamento as universidades que “promovem balbúrdia”.

Além de defender a discussão de novas formas de financiamento, Rui Costa também afirmou que é preciso adotar mecanismos que permitam uma maior influência de representantes da sociedade nas decisões das universidades.

Defendeu que os conselhos das universidades tenham uma maior participação de membros da sociedade para evitar o corporativismo.

“O Brasil infelizmente tem uma tradição de corporações que se dão benefícios. Não necessariamente o que é bom para a universidade é bom para a sociedade”, afirmou.

Assim como Bolsonaro, o governador Rui Costa também é alvo de protestos da comunidade universitária da Bahia.

Os professores das universidades estaduais estão em greve há mais de um mês e reclamam de cortes no orçamento das instituições de ensino.

Conforme revelado pela Folha, entre 2017 e 2018 o governo baiano deixou de aplicar R$ 110 milhões — diferença entre o valor orçado e o empenhado— nas quatro universidades estaduais baianas.

Nesta segunda, Costa disse que a diferença entre o orçado e o empenhado é resultado da crise pela qual o país atravessa.

Destacou ainda que ampliou o orçamento das universidades em todos os anos da sua gestão e criticou os professores por entrarem em greve antes mesmo de iniciar uma negociação com o governo do estado.

Folhapress

Comments

Dólar fecha quase estável após leilão do BC; moeda é vendida a a R$ 4,10

A atuação do Banco Central (BC) conseguiu segurar a cotação da moeda norte-americana. O dólar comercial encerrou esta segunda-feira (20) vendido a R$ 4,105, com leve alta de 0,07%. Mesmo próxima da estabilidade, a cotação fechou no maior valor em oito meses. Em 19 de setembro, a divisa era vendida a R$ 4,124.

O dólar começou a sessão em alta, chegando a superar R$ 4,12 no fim da manhã. Quando o BC entrou no mercado por volta das 12h, a cotação desacelerou. A moeda chegou a cair para R$ 4,09 no início da tarde, mas voltou a superar R$ 4,10 nas horas finais de negociação.

Hoje, o Banco Central vendeu US$ 1,25 bilhão das reservas cambiais, com compromisso de recomprar o dinheiro daqui a alguns meses. Os leilões serão repetidos amanhã (21) e quarta-feira (22), sempre no mesmo valor, até a injeção totalizar US$ 3,75 bilhões.

Diferentemente do câmbio, o mercado de ações teve fortes ganhos nesta segunda. Depois de três sessões seguidas de queda, o Ibovespa, principal índice da B3 (antiga Bolsa de Valores de São Paulo), terminou esta segunda com alta de 2,17%, aos 91.946 pontos. Esse foi o maior ganho percentual diário do indicador desde 28 de março, quando subiu 2,7%. Na sexta-feira, o Ibovespa tinha encerrado em 89.993 pontos, no menor nível do ano.

Agência Brasil

Comments
Comments

LOCAIS

Vereadores de Natal derrubam comenda Marielle Franco

Atendendo a uma recomendação da Procuradoria da Câmara Municipal de Natal, os vereadores decidiram anular a votação do Projeto de Resolução que instituía a Comenda Marielle Franco, assim, derrubando a honraria.

Seriam necessários 20 vereadores para votar favoráveis à matéria, porém apenas 16 votaram. O parecer da Procuradoria atende a um pedido do vereador Cícero Martins.

Com a decisão, o Projeto de Resolução voltará às comissões temáticas da Câmara para que seja apreciado e posteriormente ser votado em plenário.

A proposta da comenda é homenagear personalidades e instituições que se destacam na defesa dos Direitos Humanos, no caso da de Marielle Franco foi de autoria da então vereadora Natália Bonavides em 2018.

 

Processo contra Zenaide Maia é mais uma ação da velha política, a que finge mudar para que nada mude

A velha política não toma jeito. Quando os eleitores decidem optar por um novo caminho, renovando ou substituindo os seus representantes, sempre aparece alguém que queira dar um jeito de impedir a mudança.

No Rio Grande do Norte, como acontece quase sempre, está em curso uma ação judicial para impedir a mudança promovida na representação do estado no Senado.

Nas eleições do ano passado, a deputada federal e médica Zenaide Maia conquistou quase 700 mil votos, se elegendo senadora da República. Teve quase 300 ml votos a mais do que o terceiro colocado, o ex-governador e ex-senador Geraldo Melo.

A votação de Zenaide Maia, perfeitamente legítima, revelou ser a consagração, nas urnas, de sua atuação como deputada federal, sempre atenta e fiel aos anseios de seus eleitores.

Eleita, Zenaide Maia passou a ter problemas com a Justiça Eleitoral. Sua prestação de contas tem erros formais. Nada que desabone sua candidatura nem comprometa a legitimidade de seu novo mandato.

Somada todas as falhas – um cheque nominal cruzado no valor de 11 mil reais, depositado por seu marido, o ex-prefeito Jaime Calado, dois depósitos no valor de 500 reais, cada, feitos por simpatizantes e um impulsionamento no Facebook, no valor de 500 reais, feito por seu filho Ciro Jaime, seguindo uma orientação jurídica – chega-se ao valor de 12,5 mil reais.

Este é o valor que pode custar o mandato de uma senadora legitimamente eleita por um contingente de quase 700 mil potiguares segundo o adversário derrotado.

Uma senadora que já apresentou duas Propostas de Emenda Constitucional. Uma que limita os juros bancários a quatro vezes o valor da taxa Selic e outra que destina gradativamente até 2,5 por cento do Orçamento Geral da União para a área da Segurança Pública.

Os erros formais da prestação de contas da campanha de Zenaide Maia precisam e devem ser sanados. Mas não é caso para se tirar o mandato legítimo. A não ser que por conta da insistência de alguns, a Justiça Eleitoral se impressione pelos argumentos da velha política, aquela que finge mudar para que nada mude.

 

Recuperação do viaduto em Goianinha pauta reunião de Cristiane no DNIT

Em reunião no DNIT, a deputada estadual Cristiane Dantas (Solidariedade) reivindicou do superintendente do órgão, general Daniel de Almeida Dantas, a retomada das obras de recuperação do viaduto sobre a BR-101, em Goianinha, interditado desde junho de 2018.

Na conversa, a deputada entregou ao superintendente do DNIT um requerimento apresentado na Assembleia Legislativa e enfatizou a importância da recuperação da estrutura para a melhoria do trânsito e acesso à praia da Pipa, um dos principais destinos turísticos do Rio Grande do Norte.

Durante o encontro, onde a deputada esteve acompanhada do ex-prefeito de Goianinha, Júnior Rocha, e da assessora parlamentar do mandato, Nira Rocha, o superintendente do órgão informou que os recursos para a obra estão garantidos pelo Governo Federal, mas ainda aguarda uma liberação do departamento jurídico para homologar a convocação da empresa aprovada na última licitação.

“A reunião foi positiva porque pudemos ter uma noção do andamento para iniciar o serviço e do comprometimento do superintendente em realizar a recuperação do viaduto na BR-101”, avaliou Cristiane Dantas.

Passarelas

A parlamentar também cobrou do DNIT a instalação de duas passarelas sobre a BR-101, na área urbana do município de São José de Mipibu. A medida foi determinada através de decisão judicial movida por meio de uma frente popular de moradores da região. Segundo Cristiane, as passarelas irão dar mais segurança na travessia dos pedestres.

 

Crea e CAU apresentam alternativa para aumentar segurança na ponte Newton Navarro

Com o objetivo de aumentar a segurança na ponte Newton Navarro, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-RN) e o Conselho Regional de Arquitetura e Urbanismo (CAU) apresentaram proposta para tentar coibir o crescente número de suicídios no local. A alternativa conta com a inclusão de vidro temperado com espessura de 4 milímetros, em toda extensão da ponte, como já existe em outras pontes pelo mundo. “A utilização do vidro é comum em várias pontes, mas aqui aproveitaremos a estrutura existente, junto com a inclinação do vidro”, explicou o coordenador da Câmara Especializada de Engenharia Civil (Crea), que faz parte da comissão junto com profissionais do Cau, Alessandro Câmara.

Para a presidente do Crea-RN, a engenheira Ana Adalgisa Dias, a proposta é viável. “O fundamental é partir para a execução, pois o que a sociedade deseja é que esse problema seja resolvido”, afirmou. Ana Adalgisa esclareceu, ainda, que a proposta será apresentada ao Governo do Estado. “Estamos abertos a contribuir, caso apareça outra proposta mais viável. O que mais queremos é uma solução para evitar não só os suicídios, mas proteger as pessoas que trafegam pela Newton Navarro”, declarou.

A proposta surgiu após uma reunião com o deputado federal General Girão que solicitou auxílio do Crea-RN na elaboração de uma alternativa técnica para a questão. O General Araújo Lima, secretário do PSL, participou da coletiva representando o parlamentar.

Segundo o presidente do CAU, Luciano Barros, o autor do projeto atual da Ponte será consultado. “Temos naquele local uma vista panorâmica belíssima de Natal e o autor do projeto precisa ser consultado, assim como o Governo e Prefeitura, mas tudo foi pensado com o intuito de manter a vista e proteger as pessoas”, afirmou.

O pastor Rubens Medeiros que há cerca de um mês está com um grupo de pessoas em um acampamento no local, na tentativa de evitar mais mortes, destacou: “Vocês não sabem a alegria que tive quando soube que iria ser apresentada essa proposta porque, somente no período em que estamos no local, 112 pessoas tentaram tirar a própria vida no local”, disse o pastor.

A ponte Newton Navarro tem 1.782 metros de extensão, 60 metros de altura em seu ponto mais alto, o equivalente a um prédio de 20 andares. De acordo com a proposta apresentada, a ideia é que o vidro seja colocado em toda extensão da ponte. Para a elaboração da proposta, o coordenador da Câmara Especializada de Engenharia Civil, Alessandro Câmara, explicou que foram analisadas as seguintes questões: ocorrência de suicídios, aproveitamento da estrutura, proporcionar segurança para a população, não obstruir o visual, utilização de material resistente, além de facilidade na manutenção e condições climáticas.

Também estiveram presentes na coletiva a arquiteta e psicóloga Mitia Montenegro, e o vereador Robson Carvalho.

 

Governo e Instituto Histórico resgatam brasão original do Estado

O Governo do Estado e o Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte (IHGRN) vão apresentar no dia 7 de agosto, data de aniversário do Estado, o projeto de recuperação do brasão original de armas potiguar. O desenho original, datado de 1909, foi resgatado pelo Instituto em seus arquivos e apresentado à governadora Fátima Bezerra em reunião nesta segunda-feira (20).

Para a governadora, o trabalho do IHGRN representa um grande gesto de respeito aos símbolos potiguares. “Antes de tudo nós temos que parabenizar o Instituto pela iniciativa de zelo com o nosso Estado, um resgate histórico que dá orgulho de partilhar”, comentou Fátima.

A solenidade prevista para 7 de agosto contará com a assinatura de um decreto governamental reconhecendo o resgate do brasão, que incluirá a participação da Assembleia Legislativa e do Tribunal de Justiça. “Essa é uma iniciativa muito representativa, que precisa da participação de todos os poderes, a sociedade civil, a academia, os artistas”, reforçou a governadora.

O projeto de resgate histórico é fruto da parceria entre o IHGRN e o Grupo Vila, que irá patrocinar a distribuição de 5 mil exemplares do encarte com o desenho original. “Nós vamos entregar todo esse material para o Governo distribuir em instituições e órgãos públicos, para atualizar o brasão em todas as aplicações, incluindo a bandeira do Rio Grande do Norte”, explicou o presidente do IHGRN, Ormuz Barbalho Simonetti.

O brasão original foi feito na França pelo amazonense Corbiniano Villaça, por ordem do decreto nº 201, de 1º de julho de 1909, assinado pelo governador Alberto Maranhão. Neste mesmo documento, estão contidas todas as especificações sobre o desenho com a jangada de pescadores, a flor de algodão, o coqueiro, a carnaubeira e a cana de açúcar, com a estrela branca no topo do escudo.

Parceria

A equipe do Governo do Estado e a diretoria do IHGRN também discutiram parcerias para cooperar com o trabalho desenvolvido pela organização, desde a distribuição em escolas da rede estadual de material produzido pelo instituto até ações conjuntas para formular estratégias de arrecadação que mantenham o instituto funcionando plenamente o ano inteiro.

A reunião contou ainda com a presença da vice-presidente do IHGRN, Joventina Oliveira, e a assessora Betânia Ramalho; o diretor geral da Fundação José Augusto, Crispiniano Neto; a secretária de Estado do Turismo, Ana Maria Costa; o diretor presidente da Fundação de Apoio à Pesquisa do RN (Fapern), Gilton Sampaio; e a chefe de gabinete da Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer, Maria do Socorro Batista.

Fonte: Blog do BG

 

Por G1 RN

 

Concerto da Orquestra Sinfônica do RN acontece nesta terça-feira (21) — Foto: Brunno Martins

Concerto da Orquestra Sinfônica do RN acontece nesta terça-feira (21) — Foto: Brunno Martins

A Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte (OSRN) vai apresentar nesta terça-feira (21) o concerto “Bijoux de France” no Teatro Riachuelo, às 20h. A apresentação faz parte do projeto “Terças Clássicas”, que promove um concerto da OSRN mensalmente de forma gratuita.

Os ingressos do 2º lote podem ser retirados nesta terça (21), a partir das 10h, na Galeria Fernando Chiriboga, no Midway Mall. Basta apresentar o CPF e um documento com foto. É permitido apenas dois ingressos por pessoa.

“Bijoux de France” homenageia os 200 anos do nascimento de Jacques Offenbach, compositor e violoncelista francês. A apresentação, por isso, vai fazer uma visita à França e um tour musical que será regido por Linus Lerner. As obras de Offenbach são consideradas cheias de imaginação rítmica e humor sarcástico. Os especialistas dizem que os tons da música indicam naturalidade da autêntica sátira.

São convidados do concerto o clarinetista Lucas Ferreira, músico carioca e atualmente membro da academia de música da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, a cantora soprano potiguar Alzeny Nelo, mestre em música pela UFRN com aperfeiçoamento pela Ecole Normale de Musique de Paris, além da cantora mezzo-soprano potiguar Ariadne Mendes.

Concerto Especial – Arena do Morro

Além da apresentação do Terças Clássicas, a Orquestra Sinfônica do RN fará um concerto especial nesta quarta-feira (22), às 19h30, na Arena do Morro, em Mãe Luiza para homenagear as mães do bairro. A apresentação é gratuita.

Fonte: G1 RN

Deixe uma resposta