ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESTA QUARTA-FEIRA

Por G1

22/01/2020 20h07  Atualizado há 35 minutos


Minas Gerais investiga um caso suspeito de coronavírus – doença que matou 17 pessoas na China. O ministro do STF Luiz Fux revoga decisão de Dias Toffoli e suspende a implantação do juiz de garantias no Brasil. A Justiça manda soltar um dos hackers investigados por invasão de celulares de autoridades e proíbe que ele acesse a internet. Um relatório aponta o despejo de 10 milhões de litros de esgoto por dia na bacia do Rio Gandu, de onde a Cedae tira a água que abastece 70% da Região Metropolitana do Rio.

INTERNACIONAIS

Coronavírus

O governo de MG investiga um caso suspeito de coronavírus em Belo Horizonte. A paciente é uma brasileira de 35 anos que passou por Xangai, na China.

Segundo a secretaria de Saúde, ela apresenta sintomas compatíveis com a doença respiratória viral aguda e seu quadro é estável. A confirmação depende de exames.

 — Foto: Getty images via BBC— Foto: Getty images via BBC

Já o Ministério da Saúde afirma que o caso “não se enquadra” como suspeito porque a paciente não passou pela região chinesa onde há transmissão do vírus.

17 mortes na China

O vírus apareceu em dezembro passado na cidade chinesa de Wuhan e provoca uma doença pulmonar grave. O surto provocou ao menos 17 mortes no país e mais de 500 casos. Além da China, Estados Unidos, Japão, Tailândia, Taiwan e Coreia do Sul já registraram pacientes afetados pelo coronavírus. Veja o que se sabe.

Passageiros usam máscaras para evitar a contaminação pelo coronavírus em estação ferroviária de alta velocidade, em Hong Kong, nesta quarta-feira (22) — Foto: Kin Cheung/APPassageiros usam máscaras para evitar a contaminação pelo coronavírus em estação ferroviária de alta velocidade, em Hong Kong, nesta quarta-feira (22) — Foto: Kin Cheung/AP

Por Blog do BG

Cientistas descobrem ‘caminho’ para eliminar HIV totalmente do corpo

Foto: NIAID/NIH

Um grande obstáculo nas pesquisas em busca da cura para a infecção de HIV é que ele pode se “esconder” dentro de células humanas, adotando uma forma latente que impede sua localização por drogas ou pelo sistema imune. Cientistas anunciaram nesta quarta-feira o sucesso de dois diferentes métodos para “desentocar” o vírus da Aids, abrindo .

Os trabalhos, liderados pela Universidade da Carolina do Norte em Chapel Hill e pela Universidade Emory, de Atlanta, ambas nos EUA, obtiveram sucesso em reativar sinais da presença do vírus em experimentos com macacos e camundongos.

Para tal, os pesquisadores usaram drogas que fazem com que o HIV saia da latência e comece a produzir as proteínas que o compõem, deixando-o exposto.

Um dos experimentos, liderado por Victor Garcia, de Chapel Hill, usou a AZD5588, droga originalmente criada para tratamento de câncer, que também atua numa cadeia de reações imunes.

“Essa abordagem promissora para reversão da latência — em combinação com as ferramentas apropriadas para a liberação sistêmica da infecção por HIV — aumenta muito as oportunidades para liberação”, escreveu o cientista com seus coautores em estudo na revista científica Nature, que publica o trabalho.

O outro, liderado por Guido Silvestri, sai na mesma edição, descrevendo uma estratégia diferente. O grupo de Atlanta usou uma combinação de drogas para, ao mesmo tempo, inibir um tipo de célula imune que cala a atividade do vírus em sua presença (os linfócitos T CD8) e aumenta a produção de interleucina, uma molécula que atua na regulação da imunidade.

Os dois grupos de pesquisa interagiram e colaboraram um com o outro, mas demonstraram cada um deles a eficácia de seus métodos em dois modelos experimentais consagrados de pesquisa. Um deles foi a infecção de macacos resos pelo SIV, o vírus análogo ao HIV que infecta símios. O outro foi a infecção por HIV em “camundongos humanizados”, um tipo especial de cobaia.

Como o HIV é capaz de infectar apenas humanos, cientistas alteraram a medula óssea de camundongos, usando tecido humano, para que esses roedores passassem a produzir células vulneráveis ao vírus da Aids.

(mais…)

 

NACIONAIS

Juiz de garantias

O vice-presidente do STF, ministro Luiz Fux, suspendeu a implantação do juiz de garantias por tempo indeterminado. A figura é um dos pontos mais polêmicos do pacote anticrime.

Fux revogou decisão do presidente da Corte, Dias Toffoli, que havia adiado a aplicação por 6 meses. A medida vale até o Supremo analisar se as novas regras estão de acordo com a Constituição.

E o ‘noivado’ continua

Presidente da República Jair Bolsonaro durante encontro com Regina Duarte — Foto: Carolina Antunes/PRPresidente da República Jair Bolsonaro durante encontro com Regina Duarte — Foto: Carolina Antunes/PR

Regina Duarte almoçou hoje com Bolsonaro em Brasília. Convidada pelo presidente para assumir a Secretaria de Cultura, a atriz ainda não confirmou se entrará para o governo. “Vou continuar conversando. Noivando, noivando”, afirmou.

Liberdade para hacker

Danilo Cristiano Marques — Foto: Reprodução/TV GloboDanilo Cristiano Marques — Foto: Reprodução/TV Globo

A Justiça mandou soltar um dos hackers suspeitos de participar da invasão de celulares de autoridades. Preso desde julho, Danilo Marques agora terá que usar tornozeleira eletrônica e está proibido de usar a internet e aplicativos como WhatsApp.

Milhões de brasileiros na fila

O governo federal ainda não publicou os decretos com medidas emergenciais para reduzir a fila do INSS. Entre elas, está a contratação de 7 mil militares da reserva. Quase 2 milhões de brasileiros aguardam resposta sobre aposentadoria e outros benefícios.

Seleção pelo Sisu

O Ministério Público Federal recomendou ao governo suspender as inscrições do Sisu. Os procuradores pedem nova conferência do gabarito do Enem. O MEC não precisa aceitar sugestão e afirmou que provas já foram revisadas e inconsistências, resolvidas.

10 milhões de litros de esgoto

 — Foto: Reprodução/TV Globo— Foto: Reprodução/TV Globo

Um levantamento do Comitê da Bacia do Rio Guandu indica que 10 milhões de litros de esgoto in natura são despejados por dia no rio e seus afluentes. O problema ocorre porque 44 das 78 estações de tratamento de esgoto (56%) em 10 municípios da bacia têm problemas de funcionamento ou estão paradas.

O Guandu é responsável pelo fornecimento de água de 70% da Região Metropolitana do Rio. Há semanas, moradores relatam que a água chega turva e com cheio e gosto ruins às torneiras. A Cedae (Companhia Estadual de Águas e Esgotos) diz que trata-se de uma substância produzida por algas que não traz riscos à saúde.

Poluição na água que chega para estação de tratamento do Guandu é pior que há 50 anos.Poluição na água que chega para estação de tratamento do Guandu é pior que há 50 anos.

Carnaval

Giovana Angélica estreia em 2020 como rainha de bateria da Mocidade — Foto: Marcos Serra Lima/G1Giovana Angélica estreia em 2020 como rainha de bateria da Mocidade — Foto: Marcos Serra Lima/G1

De frequentadora assídua da quadra a rainha de bateria da Mocidade de Padre Miguel. Giovana Angélica realiza em 2020 o sonho de reinar à frente dos ritmistas. A turismóloga substitui a deposta Camila Silva e garante: “Não roubei posto de ninguém”.

Folia pelo Brasil

Gaby Amarantos se apresenta no Marco Zero do Recife — Foto: Marlon Costa/Pernambuco PressGaby Amarantos se apresenta no Marco Zero do Recife — Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press

O Recife divulgou a programação completa do carnaval 2020. São mais de 2,7 mil apresentações. Entre as atrações, estão Pitty, Lenine, Elza Soares, Skank, Paralamas, Fafá de Belém e Gaby Amarantos.

Também teve isto…

Ana Lívia de 1 ano tem medula 100% compatível com a irmã Yasmim — Foto: Divulgação/Ingrid AlvesAna Lívia de 1 ano tem medula 100% compatível com a irmã Yasmim — Foto: Divulgação/Ingrid Alves

Manu Gavassi e Bruna Marquezine — Foto: Gabriel Siqueira/Divulgação

Manu Gavassi e Bruna Marquezine — Foto: Gabriel Siqueira/Divulgação

Fonte: G1

 

Rodrigo Maia diz que decisão de Fux sobre juiz de garantias é desnecessária e desrespeitosa

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta quarta-feira (22) que a decisão do ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal, de suspender a implementação do juiz das garantias é desnecessária e desrespeitosa. As informações são da Folha de S.Paulo.

“Eu acho que a decisão do ministro Fux é desnecessária e desrespeitosa com o Parlamento brasileiro e com o governo brasileiro, com os outros Poderes”, afirmou à Folha.

 

MPF recomenda que recurso da defesa de Lula no caso do sítio de Atibaia seja negado

Foto: Sérgio Lima/PODER 360

O Ministério Público Federal recomendou que o recurso de embargo de declaração apresentado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva seja negado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região. Lula foi condenado a 17 anos, 1 mês e 10 dias em novembro do ano passado na segunda instância pelo caso do sítio de Atibaia, processo no âmbito da Lava Jato. As informações são do G1.No mês seguinte, a defesa protocolou recurso de embargos de declaração. Relator da Lava Jato no TRF-4, o desembargador federal João Pedro Gebran Neto, pediu parecer do MPF, que foi anexado aos autos nesta terça-feira (21). O julgamento do embargo ainda não tem data. No recurso, a defesa do ex-presidente apontou 54 omissões, 11 contradições e 37 obscuridades na decisão do TRF-4.

 

Ministro Luiz Fux suspende juiz de garantias por tempo indeterminado

O vice-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, suspendeu nesta quarta-feira (22) por tempo indeterminado a implementação do chamado juiz de garantias, previsto no pacote anticrime aprovado pelo Congresso Nacional em dezembro do ano passado.

Quatro ações questionam o tema no Supremo e são relatadas por Fux. O ministro também está encarregado do plantão do STF no recesso do Judiciário. Caberá a ele liberar o processo para a pauta do plenário.

Leia a notícia na íntegra aqui no Justiça Potiguar.

 

Paciente em MG ‘não se enquadra na definição de caso suspeito’ de coronavírus, diz ministério

Foto: Reprodução/Globo News

O Ministério da Saúde informou em nota que o caso investigado pelas autoridades em Minas Gerais não se enquadra na definição de caso suspeito de coronavírus. Segundo a pasta, até a tarde desta quarta-feira (22) não há detecção de nenhum caso suspeito no Brasil de “Pneumonia Indeterminada” relacionado ao evento na China.

“O caso noticiado pela SES/MG não se enquadra na definição de caso suspeito da Organização Mundial da Saúde (OMS), tendo em vista que o paciente esteve em Xangai, onde não há, até o momento, transmissão ativa do vírus. De acordo com a definição atual da OMS, só há transmissão ativa do vírus na província de Whuan”, informou o governo federal.

Caso em Belo Horizonte

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) disse que investiga a suspeita de coronavírus em Belo Horizonte. A paciente é uma mulher, brasileira, de 35 anos, que veio de Xangai, na China. De acordo com a SES, exames capazes de confirmar ou descartar a hipótese estão em andamento.

A paciente foi recebida na terça-feira (21) na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Região Centro-Sul de Belo Horizonte. A paciente desembarcou na capital mineira no dia 18 de janeiro.

“Tendo em vista o contexto epidemiológico atual do país onde a paciente esteve, foi considerada a hipótese de doença causada pelo novo coronavírus, que é microorganismo de alerta sanitário internacional, considerando o potencial pandêmico com alto risco à vida e impacto assistencial”, informou a nota da SES.

A mulher está internada no Hospital Eduardo de Menezes, na Região do Barreiro, em Belo Horizonte. A paciente está clinicamente estável.

Segundo a SES, a paciente não esteve na região de Wunhan, megalópole de 11 milhões de habitantes, em que foram registrados os primeiros casos de contaminação.

G1

 

LOCAIS

[FOTO] Hotel Reis Magos entra em fase final de demolição

Foto: Canindé Soares

O escombros do antigo Hotel Reis Magos entraram em fase final de demolição. O repórter-fotográfico Canindé Soares registrou o que restou após os trabalhos desta quarta-feira (22).

 

Idoso de 67 anos morre após colidir carro com árvore na zona rural de Mossoró

Foto: Iara Nóbrega/Inter TV Costa Branca

Um homem de 67 anos de idade morreu após colidir o carro com uma árvore em uma estrada de barro na zona rural de Mossoró, Oeste potiguar. O acidente aconteceu nesta quarta-feira (22) e o filho do idoso também estava no veículo. Ele foi socorrido ao hospital com uma fratura no fêmur.Antônio Benício da Costa Silva guiava o automóvel, uma Saveiro prata, e o filho, Alexandro Barbosa da Silva, de 30 anos, ia no banco do passageiro. Os dois saíram do assentamento em que moravam para comprar água em Mossoró. Antônio Silva vendia água na localidade. Testemunhas disseram que o comerciante tentou ultrapassar uma moto e perdeu o controle do carro, colidindo em seguida.

G1

 

ATENÇÃO MOTORISTAS: Hermes da Fonseca será fechada para obras de recapeamento na quinta-feira (23)

A Av. Hermes da Fonseca será fechada nesta quinta-feira (23) para obras de recapeamento asfáltico realizadas pela Secretaria Municipal de Obras Públicas e Infraestrutura (SEMOV), no trecho entre a Av. Alm. Alexandrino de Alencar até a Praça das Flores, na pista sentido Petrópolis.

De acordo com a STTU, a interdição será iniciada às 20h e será total. Com o bloqueio, é recomendável que os motoristas que saem da Zona Sul em direção a Zona Leste da capital utilizem a Av. Prudente de Morais, ou as ruas São José e Jaguarari, como rotas alternativas. Já as linhas do transporte público circularão na Av. Afonso Pena.

Comments

Calendário de 2020 é anunciado e mantém antecipação para quem ganha até R$ 4 mil

Há cerca de oito anos, os servidores públicos estaduais do Rio Grande do Norte não tinham previsibilidade de quando iriam receber seus salários e agora têm um calendário anual. O Governo do RN divulgou, nesta quarta-feira (22), as datas de pagamentos das folhas para o ano 2020. De fevereiro a dezembro, os servidores que ganham até R$ 4 mil e os agentes da Segurança receberão seus provimentos integralmente no dia 15 ou 14, a depender do mês, e os demais receberão 30% nesse dia e o restante no último dia do mês. Os servidores dos órgãos de arrecadação própria continuarão recebendo no último dia útil. O anúncio foi feito na reunião do Fórum dos Servidores, realizada no Auditório da Governadoria.

Para a governadora Fátima Bezerra, que não participou da reunião, mas acompanhou as decisões da equipe econômica, a divulgação do calendário é uma forma de demonstrar respeito aos servidores. “Há muitos anos que o funcionalismo não fazia ideia de quando iria receber seus provimentos. Mas desde o ano passado, temos tido o compromisso de garantir o pagamento no mês trabalhado e este ano decidimos elaborar o calendário anual para que todos possam se organizar”, disse.

O Fórum dos Servidores foi conduzido pelos secretários Aldemir Freire (Planejamento e Finanças/Seplan), Carlos Eduardo Xavier (Tributação/Set) e Virgínia Ferreira (Administração/Sead). O procurador geral adjunto, José Duarte Santana, e o diretor-presidente do Ipern (Instituto de Previdência Dos Servidores Estaduais), Nereu Linhares, também estavam presentes e deram suas contribuições.

A data do 13º deste ano será divulgada no início do próximo semestre. Quanto aos atrasados de dezembro e 13º de 2018, será aberto o diálogo para discussão das alternativas que o Estado terá para pagar tão logo seja quitada a folha de novembro de 2018, anunciada na semana passada para o dia 15 de fevereiro.

“Por uma questão de prudência, definiremos o 13º de 2020 no meio do ano. Até lá, teremos condições de ter uma visão mais concreta da arrecadação do governo”, disse Aldemir. Sobre a faixa salarial que recebe antecipado, que é até R$ 4 mil, ao contrário dos R$ 6 mil pretendidos pelos servidores, ele explicou que esta decisão é uma forma de garantir o cumprimento do calendário anunciado, pois o impacto na folha – que seria algo em torno de no mínimo R$ 50 milhões – é muito grande.

 

Governo do RN assina contratos com a CEF para investir R$ 29 milhões na saúde e segurança hídrica

  Fotos: Elisa Elsie

O Governo do Rio Grande do Norte assinou nesta quarta-feira, 22, contratos no valor de R$ 29,2 milhões com a Caixa Econômica Federal (CEF) para execução de obras nas áreas da saúde, recursos hídricos e agropecuária.

Na sala de reuniões da governadoria, em Natal, a governadora Fátima Bezerra recebeu o superintendente regional e diretores da CEF para a assinatura dos 18 contratos no valor de R$ 29,2 milhões. “Estes contratos trazem benefícios à população. Não medimos esforços para contratação de novas obras, para retomar obras paralisadas e dar continuidade às que estão em curso. De nossa parte não faltará empenho para avançarmos na execução e conclusão das obras. Em dois anos pretendemos inaugurar tudo o que foi contratado hoje”, afirmou Fátima Bezerra, para acrescentar que as ações do Governo precisam ter efetividade e beneficiar toda a população”, destacou Fátima.

Dos 18 contratos, 16 são para a Saúde e dois para perfuração de 215 poços – sendo 135 destinados ao consumo humano de água em comunidades difusas e assentamentos, que hoje são precariamente abastecidas por carros pipa, e 80 poços destinados à produção agropecuária nos municípios das regiões Trairi, Central e Seridó.

Guilherme Saldanha, secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca, informou que os 80 novos poços “garantirão a produção, o trabalho e o sustento do homem do campo em três regiões que têm vocação para criação de gado e produção de leite e ajudarão a fortalecer a economia local e do Estado”. Os recursos para este investimento são provenientes de emenda ao Orçamento Geral da União (OGU) de autoria do deputado federal Benes Leocádio.

O secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) João Maria Cavalcanti, explicou que “os recursos contratados serão aplicados na perfuração de 135 poços para dar segurança hídrica às populações que hoje são abastecidas por carros pipa”. Serão investidos R$ 2,873 milhões, oriundos de emenda ao Orçamento Geral da União apresentada pelo senador Jean Paul Prates. “Com este investimento, vamos tirar várias comunidades da situação de colapso no abastecimento de água”, registrou João Maria Cavalcanti.

Na área da saúde, os investimentos – explicou o secretário de Saúde do Estado, Cipriano Maia de Vasconcelos – irão promover melhorias em unidades hospitalares. “Estamos investindo em oito hospitais e no laboratório em Mossoró. São obras de reformas em centro cirúrgico, laboratório, setores de nutrição, lavanderias em unidades hospitalares em todo o RN”, informou o secretário.

Os contratos na área de saúde somam R$ 24 milhões e vão beneficiar os hospitais: Walfredo Gurgel (Pronto Socorro Clóvis Sarinho e Centro de Queimados), Santa Catarina, Regional de Caicó, Regional de Currais Novos, Tarcísio Maia (Mossoró), o de Macaíba, de São José de Mipibu, o João Machado e o Laboratório Regional de Mossoró (Larem).

Na reunião, a CEF esteve representada pelo superintendente regional no RN, José Ricardo Gama; gerente executivo de Governo, Sílvio José Conceição; gerente regional no RN, Maria Izabel Cunha; o coordenador e o gerente geral da agência CEF da Ribeira, Rafael Melo e Walter Santana Melo, e Raysse Lucena. Também participaram do ato de assinatura dos contratos o vice-governador Antenor Roberto, os secretários de Estado: Gustavo Coelho (SIN), George Câmara (adjunto do Planejamento) e o presidente da Caern, Roberto Sérgio Linhares.

Mesmo com decisão do STF, Prefeitura de Natal faz manobra jurídica para não atualizar plano de cargos de servidores, denuncia sindicato

Foto: Reprodução

O Sindicato dos Servidores do Município de Natal (Sinsenat) relatou ao Justiça Potiguar manobra jurídica da Procuradoria Geral do Município para suspender a atualização da matriz salarial do Plano de Cargos Carreiras e Salários transitado em julgado desde novembro de 2017 pelo Supremo Tribunal Federal. A Prefeitura conseguiu no judiciário estadual decisão favorável do desembargador Ibanez Monteiro para não realizar a implantação na folha de pagamento. Decisão essa mantida na Câmara Recursal do TJRN na última terça-feira, 21.

O Sinsenat tinha a seu favor além do julgamento do STF de 2017 da ação que já durava 15 anos, uma decisão do juiz Luis Alberto Dantas Filho, da 5ª Vara da Fazenda em 2018, determinando a implantação da atualização salarial para todos os servidores, o que deveria ocorrer desde então.

A assessoria jurídica do Sindicato alega que a Prefeitura havia concordado em iniciar os pagamentos a partir de outubro desse ano, mas foi surpreendida com a ação no TJRN movida pela Procuradoria do Município que deu ganho de causa a Prefeitura.

Os embargos do Sinsenat foram rejeitados na Câmara Recursal, mas a assessoria já prepara recurso especial para ser apreciado no Superior Tribunal de Justiça.

As informações são do Justiça Potiguar.

Governo do RN adia apresentação da reforma da Previdência para servidores

Nova discussão está prevista para o dia 3 de fevereiro

22/01/2020 às 19:16

Divulgação/Governo do RN
Reunião aconteceu na tarde desta quarta-feira (22)

Durante reunião realizada na tarde desta quarta-feira (22), o Governo do Rio Grande do Norte definiu as datas de pagamentos do funcionalismo para 2020. No entanto, a apresentação da proposta da reforma da Previdência para os servidores, que aconteceria nesta quarta, foi adiada.

Segundo o governo, a reforma não foi discutida na reunião porque a chefe do Executivo estadual determinou mudanças quanto à faixa salarial que terá isenção na contribuição previdenciária, que até o momento era de até um salário mínimo.

Saiba mais: Governo do RN define calendário de pagamento para 2020
Governo Fátima propõe taxar inativos que ganham acima de um salário mínimo

Desse modo, o governo elaborará um texto para ser apreciado pelo Fórum, no dia 30, e uma nova discussão está prevista para o dia 3 de fevereiro. O texto final será enviado à Assembleia Legislativa na primeira semana de fevereiro, assim que os trabalhos daquela casa sejam reabertos.

Pagamentos de 2020

De fevereiro a dezembro, os servidores que ganham até R$ 4 mil e os agentes da Segurança receberão seus provimentos integralmente no dia 15 ou 14, a depender do mês, e os demais receberão 30% nesse dia e o restante no último dia do mês. Os servidores dos órgãos de arrecadação própria continuarão recebendo no último dia útil.

Para a governadora Fátima Bezerra, que não participou da reunião, mas acompanhou as decisões da equipe econômica, a divulgação do calendário é uma forma de demonstrar respeito aos servidores. “Há muitos anos que o funcionalismo não fazia ideia de quando iria receber seus provimentos. Mas desde o ano passado, temos tido o compromisso de garantir o pagamento no mês trabalhado e este ano decidimos elaborar o calendário anual para que todos possam se organizar”, disse.

O Fórum dos Servidores foi conduzido pelos secretários Aldemir Freire (Planejamento e Finanças/Seplan), Carlos Eduardo Xavier (Tributação/Set) e Virgínia Ferreira (Administração/Sead). O procurador geral adjunto, José Duarte Santana, e o diretor-presidente do Ipern (Instituto de Previdência Dos Servidores Estaduais), Nereu Linhares, também estavam presentes e deram suas contribuições.

A data do 13º deste ano será divulgada no início do próximo semestre. Quanto aos atrasados de dezembro e 13º de 2018, será aberto o diálogo para discussão das alternativas que o Estado terá para pagar tão logo seja quitada a folha de novembro de 2018, anunciada na semana passada para o dia 15 de fevereiro.

“Por uma questão de prudência, definiremos o 13º de 2020 no meio do ano. Até lá, teremos condições de ter uma visão mais concreta da arrecadação do governo”, afirmou Aldemir. Sobre a faixa salarial que recebe antecipado, que é até R$ 4 mil, ao contrário dos R$ 6 mil pretendidos pelos servidores, ele explicou que esta decisão é uma forma de garantir o cumprimento do calendário anunciado, pois o impacto na folha – que seria algo em torno de no mínimo R$ 50 milhões – é muito grande.

O secretário Carlos Eduardo falou sobre a importância do calendário. “Para a governadora, pagar o funcionalismo dentro do mês trabalhado é prioridade. Existe o entendimento de que os servidores precisam ter previsão de pagamento para programar suas obrigações mensais. Portanto, esse calendário assume um papel importante nesse contexto”, resumiu.

Fonte: Agora RN

Deixe uma resposta