Por Reuters

 


Donald Trump em coletiva de imprensa na Casa Branca — Foto: Evan Vucci/AP Photo

Donald Trump em coletiva de imprensa na Casa Branca — Foto: Evan Vucci/AP Photo

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta terça-feira (25) que a paralisação parcial do governo federal será mantida até que se cumpra sua exigência de financiamento para a construção de um muro na fronteira com o México.

O governo dos EUA foi parcialmente paralisado no sábado (22) e até agora não há indicação de esforços de reabrir as agências fechadas pelo impasse político que foi gerado após a demanda de Trump por fundos para o muro na fronteira sul.

“Eu não posso te dizer quando o governo vai reabrir”, disse ele, depois de uma videoconferência de Natal com militares dos EUA que estão em serviço no exterior.

“Eu posso dizer que não vai reabrir até que tenhamos um muro, uma cerca, o que você quiser chamá-lo”, acrescentou o presidente, falando da barreira que, segundo ele, impediria a entrada de pessoas com drogas no país.

O financiamento para um quarto dos programas federais, incluindo os Departamentos de Segurança Nacional, Justiça e Agricultura, expirou à meia-noite da sexta-feira (21).

Sem um acordo para superar o impasse, a paralisação provavelmente vai se prolongar até o ano novo.

A construção do muro foi uma das promessas de campanha mais repetidas por Trump, mas os democratas se opuseram firmemente a essa iniciativa.

Início da paralisação

Governo dos Estados Unidos enfrenta nova paralisação parcial

Governo dos Estados Unidos enfrenta nova paralisação parcial

O governo dos Estados Unidos iniciou no sábado (22) um fechamento parcial por falta de fundos, depois que o Congresso não chegou a um acordo orçamentário para as exigências do presidente Donald Trump a respeito do muro da fronteira com o México.

Este é o terceiro fechamento administrativo que Trump enfrenta em 2018. O primeiro, em janeiro, se prolongou por três dias, enquanto o segundo, em fevereiro, durou apenas algumas horas. De acordo com a rede CNN, é a primeira vez em 40 anos que o governo fecha parcialmente três vezes em um mesmo ano.

A paralisação parcial ocorre porque o financiamento de algumas agências do governo federal venceu. Elas têm que fechar e deixar seus funcionários tecnicamente sem trabalho. Alguns funcionários federais, inclusive, podem ficar sem pagamento no Natal.

Na noite de sexta-feira (21), Trump publicou um vídeo no Twitter em que mais uma vez defende a construção do muro, para barrar a entrada de imigrantes ilegais, drogas e gangues nos EUA. O presidente declarou que “espera que o bloqueio não dure muito”.

Embedded video

Donald J. Trump

@realDonaldTrump

OUR GREAT COUNTRY MUST HAVE BORDER SECURITY!

A paralisação parcial afeta os departamentos de Segurança Interna, Justiça e Agricultura. Na prática, ocorre na véspera do Natal e também em uma época em que muitos escritórios estão fechando os balanços no final do ano, o que minimiza seu impacto.

A vantagem para Trump é que os programas governamentais estão financiados até 30 de setembro de 2019, incluindo os dos Departamentos de Defesa, Trabalho e Saúde e Serviços Humanos.

Serviços afetados

Com a falta de orçamento, vários ministérios e agências governamentais fecharam na manhã de sábado (22), o que deixou 400 mil funcionários públicos em licença não remunerada. Outros 400 mil, que trabalham em serviços considerados essenciais (alfândega, segurança aeroportuária, inspeção de saúde, entre outros), são obrigados a trabalhar sem receber salário, em um momento importante das festas de fim de ano.

Portões fechados no acesso a área da árvore de Natal em Washington, devido a paralisação dos serviços nos EUA. — Foto: AFP

Portões fechados no acesso a área da árvore de Natal em Washington, devido a paralisação dos serviços nos EUA. — Foto: AFP

A paralisação afeta dependências importantes, como o FBI e os departamentos de Segurança Interior, Transportes e Tesouro. Também são afetados os parques nacionais, muito visitados nesta época de feriado, como o Grand Canyon.

Também foi afetado o Mall, esplanada verde situada no coração de Washington, onde fica a Árvore de Natal Nacional. “Área fechada devido ao bloqueio do orçamento federal”, diz o cartaz em frente ao monumento. No parque, as lixeiras transbordavam, após dias sem coleta.

Andrea Leoncini e a mulher, Roberta, viajaram de Roma aos Estados Unidos para a sua lua de mel, prejudicada pela paralisação do governo. Na Filadélfia, não puderam visitar o prédio onde foi assinada a Declaração de Independência e a Constituição. Em Washington, encontraram o Arquivo Nacional fechado.

“Esta noite iremos para Nova York, contou Roberta. “Esperamos que isso termine logo, que possamos ver tudo que tínhamos planejado”.

A Estátua da Liberdade permanece aberta ao público, graças ao financiamento de suas operações pelo estado de Nova York.

Fonte: G1

Por Paola Patriarca, G1 Itapetininga e Região

 

Cabrito foi entregue para garota na véspera de Natal, em Itapetininga — Foto: Arquivo Pessoal/Ana Clara Medeiros

Cabrito foi entregue para garota na véspera de Natal, em Itapetininga — Foto: Arquivo Pessoal/Ana Clara Medeiros

As crianças nos anos 80 levantavam cedo para ver a “Uni”, um unicórnio, no desenho Caverna do Dragão. Mais de 30 anos depois, a adolescente Ana Clara Medeiros, de 12 anos, pediu a figura mitológica de Natal ao pai. No entanto, ao invés do bicho com um chifre na testa e de rabo colorido, a Uni do interior de São Paulo é um simpático mini bode.

O presente foi entregue pelos pais da garota antes dela participar de uma missa de Natal, nesta segunda-feira (24), em Itapetininga (SP). O novo bichinho de estimação, um cabrito de 32 dias, deixou a adolescente emocionada.

“Eu sempre gostei de unicórnio e quando vi um bode na exposição da cidade eu falei para meu pai que tinha amado. Pedi um presente surpresa para ele, mas nunca imaginei que ia ganhar um mini bode. Foi o melhor presente que recebi até hoje. Estou feliz demais”, afirma.

Adolescente pede unicórnio de Natal e ganha cabrito em Itapetininga

Adolescente pede unicórnio de Natal e ganha cabrito em Itapetininga

A adolescente afirma que, assim que ganhou, já postou fotos das redes sociais e avisou as amigas sobre o animal de estimação. O nome também foi escolhido e, claro, homenageando sua paixão.

“Eu chorei muito porque eu amei, de verdade. Coloquei nas minhas redes sociais, mandei foto no grupo da escola e todo mundo achou ele fofo. Já dei o nome para ele e vai se chamar Uni”, ressaltou a garota.

Adolescente apaixonada por unicórnio ganha min bode de presente de Natal — Foto: Arquivo Pessoal/Ana Clara Medeiros

Adolescente apaixonada por unicórnio ganha min bode de presente de Natal — Foto: Arquivo Pessoal/Ana Clara Medeiros

Quanto aos cuidados, a garota afirma que vai se desempenhar para cuidar do novo bichinho.

“Ele tem 32 dias e está tomando leite. Aqui em frente de casa tem bastante grama e vamos levar a um veterinário para saber sobre os cuidados necessários. Meus pais queriam que ele ficasse no sítio, mas eu quero que fique em casa comigo. Vou cuidar dele”, afirma.

Para o pai, foi um presente surpresa que valeu a pena ir atrás.

“Ela sempre fala muito de unicórnio e falou do bode. Até que tive a ideia. Demorei uns três dias para encontrar, até que achei. Ele veio numa caixa e foi muito legal dar para ela algo diferente”, afirma Marcelo France.

Mini bode foi batizado com o nome de Uni e tem 32 dias — Foto: Arquivo Pessoal/Ana Clara Medeiros

Mini bode foi batizado com o nome de Uni e tem 32 dias — Foto: Arquivo Pessoal/Ana Clara Medeiros

Ana Clara, de 12 anos, com seu presente de Natal em Itapetininga — Foto: Arquivo Pessoal/Ana Clara Medeiros

Ana Clara, de 12 anos, com seu presente de Natal em Itapetininga — Foto: Arquivo Pessoal/Ana Clara Medeiros

Veja mais notícias da região no G1 Itapetininga

Fonte: G1

Foto: Norad Tracks Santa/Twiter

Papai Noel concluiu seu giro pelo mundo sob estreita vigilância do Exército dos Estados Unidos, que, a cada 24 de dezembro, acompanha o deslocamento do “bom velhinho” por todo o planeta.
Mais veloz do que os F-15 da Força Aérea americana, o trenó, puxado por renas, seguia, pouco antes das 11h GMT, de volta para casa, no Polo Norte, após distribuir mais de 7,2 bilhões de presentes.
A viagem começou pela região Ásia-Pacífico, sobre Nova Zelândia, Japão e China, segundo o site do comando militar responsável pela segurança aérea de Estados Unidos e Canadá (Norad).
O comando detectou em seus radares, às 11H01 GMT, sinais de “atividade no Polo Norte”. Desde ali, a viagem pôde ser acompanhada em tempo real no site www.noradsanta.org e na conta @NoradSanta no Twitter.
O rastreamento, possível, segundo o Norad, devido à “sensores infravermelhos no nariz de Rudolf”, uma das nove renas, é uma instituição nos Estados Unidos.
Tudo começou com um erro, em 1955, em um anúncio da loja de departamentos Sears, que pedia, em um jornal do Colorado, telefonemas para o Papai Noel. O número indicado, supostamente do bom velhinho, era, na verdade (em plena Guerra Fria), o do telefone vermelho do Norad.
O oficial de plantão naquele dia, coronel Harry Shoup, sem jeito ao ser perguntado por um jovem se era o Papai Noel, entrou na brincadeira, para não decepcionar o interlocutor.
Cerca de 1,5 mil voluntários, aos quais se somaram este ano o presidente americano, Donald Trump, e a primeira-dama, Melania, ajudam atualmente os militares a atender aos telefonemas e mensagens das crianças.
O casal presidencial atendeu individualmente a várias chamadas, e conversou com as crianças. O presidente Trump fez várias perguntas ao pequeno Coleman: “Olá, quantos anos você tem? Ainda acredita em Papai Noel? Porque, aos 7 anos, isso não é muito comum, não é mesmo?”
Nem a paralisação parcial do governo americano, que acontece este ano, abalou a tradição natalina.
G1

Comments

[FOTO] Motorista de 83 anos confunde passarela com viaduto e acaba multado


Um motorista de 83 anos confundiu uma passarela de pedestres com um viaduto em Mongaguá, no litoral paulista, na manhã desta terça-feira (25). As informações são do G1.
De acordo com a Polícia Militar, o incidente aconteceu na manhã do dia 25, na rodovia Padre Manoel da Nóbrega, perto de Itanhaém. O motorista confundiu a passarela com um viaduto e acabou colocando o carro no lugar errando, chamando a atenção dos pedestres e moradores da região.
O idoso conseguiu tirar o carro da passarela, mas, ao tentar voltar para a rodovia, o carro ficou preso. Apesar da ajuda de algumas pessoas, a Polícia Militar foi chamada. Os policiais disseram ao G1 que o motorista não estava embriagado e era habilitado, e que houve uma multa para o condutor.
Comments

Presidente da Funai pede “ações importantes” para proteger índios

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

O presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), Wallace Bastos, afirmou, no balanço de trabalho deste ano, que 2018 foi “difícil” e que, apesar dos resultados obtidos, ainda será necessário articular “ações importantes” para a proteção e promoção dos direitos dos mais de 300 povos indígenas brasileiros.“Para continuar realizando nosso trabalho em 2019, já conseguimos, junto ao governo federal, que o nosso orçamento passasse de R$ 109 milhões [em 2018] para R$ 175 milhões, o que nos permitirá avançar ainda mais no que diz respeito às demandas das comunidades. Além disso, junto ao Congresso Nacional, já conseguimos emendas parlamentares no valor de R$ 170 milhões, que serão empenhadas no ano que vem em todas as regiões do país. Sabemos que essas ações não são suficientes. Por isso, contamos com o apoio de todos os servidores do Brasil e de cada povo indígena para, juntos, realizarmos muito mais em 2019”, disse em uma mensagem veiculada nessa segunda-feira (24).
Segundo Bastos, uma das principais lacunas da Funai, atualmente, é a insuficiência de pessoal. “Conseguimos também trazer para a fundação mais 203 servidores concursados, que já estão atuando em todas as regiões do país. E continuamos lutando, até o último dia de validade do concurso, junto aos ministérios da Justiça e do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, para nomear os 50% excedentes. Essa é uma grande carência que precisamos sanar, para que possamos atender cada vez melhor as principais demandas das populações indígenas.”

Agência Brasil

Comments

Parcela de brasileiros que praticam exercícios físicos aumenta 24%


Se você tem a sensação de que, ao transitar pelas ruas e academias, avista, cada vez mais, um número maior de pessoas praticando corrida, saiba que sua percepção tem fundamento. Segundo a Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) 2017, elaborada pelo Ministério da Saúde, a quantidade de atletas corredores aumentou 194% no país, entre os anos de 2006 e 2017.
No mesmo período, o estudo, divulgado esta semana, também revela uma maior procura pelas modalidades de luta, incluindo artes marciais, como o judô, o karatê e o kung fu. Nesse caso, o aumento foi 109%.
Ao mesmo tempo, o futebol vem perdendo espaço nas capitais brasileiras. Durante o intervalo analisado, o total de praticantes da categoria desportiva caiu quase pela metade (43,5%).
De acordo com a pasta, a caminhada é o exercício físico mais comum, sendo praticado por 33,6% da população. Na sequência, aparecem a musculação (17,7%), o futebol (11,7%) e as lutas e artes marciais (2,3%).
Além disso, estima-se que 37% da população das capitais brasileiras façam, ao menos, 150 minutos de atividade física por semana, mínimo recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Fragmentada nos sete dias da semana, a duração é de, aproximadamente, 22 minutos diários. O índice é motivo de comemoração, já que cresceu 24,1%, de 2006 até o ano passado.
No Vigitel, o nível de atividade física dos adultos pode ser avaliado em quatro domínios: no tempo livre (lazer), na atividade ocupacional, no deslocamento e no âmbito das atividades domésticas. São considerados ativos os adultos que praticam atividades físicas por pelo menos 150 minutos de exercícios de intensidade moderada por semana ou pelo menos 75 minutos semanais de atividade física de intensidade vigorosa. Caminhada, caminhada em esteira, musculação, hidroginástica, ginástica em geral, natação, artes marciais e luta, ciclismo e voleibol/futevôlei e dança foram classificados como práticas de intensidade moderada. Já corrida, corrida em esteira, ginástica aeróbica, futebol/futsal, basquetebol e tênis compõem o grupo de práticas de intensidade vigorosa.
Perfil
Os pesquisadores destacam ainda uma predominância do hábito entre homens (43,4%) e pessoas nas faixas etárias de 18 a 24 anos (49,1%) e 25 a 34 anos (44,2%). Outra relação evidenciada pelo ministério é o grau de escolaridade dos desportistas, considerando que 47% dos brasileiros que praticam atividade física já têm completos 12 anos ou mais de educação formal.
As capitais brasileiras onde menos se pratica atividade física, conforme a pesquisa, são São Paulo (29,9%), João Pessoa (34,45) e Recife (35,2%). Brasília – considerada na pesquisa como Distrito Federal, por englobar as cidades vizinhas – (49,6%), Palmas (45,9%) e Macapá (45,5%), por outro lado, apresentam os melhores índices.

Agência Brasil
Comments

Brasileiros passam bem após acidente em teleférico na Colômbia

A Embaixada do Brasil em Bogotá, na Colômbia, informa que os três brasileiros envolvidos em acidente com teleférico (bondinho) no morro de Monserrate passam bem. Segundo informação do Ministério das Relações Exteriores, a representação fez contato com o hospital onde os brasileiros foram encaminhados.
Conforme a imprensa local, ao todo 28 pessoas foram envolvidas em acidente ocorrido ontem (24), a maioria estrangeira. De acordo com nota nas redes sociais do Corpo de Bombeiros de Bogotá, apenas cinco pessoas precisaram de atendimento emergencial antes da ida ao hospital.
O morro de Monserrate é ponto turístico e de peregrinação religiosa na região metropolitana de Bogotá.
As autoridades informaram que houve falha nos freios de uma das cabines, o que causou a perda de controle. Não há relatos de mortes.
Em funcionamento desde 1929, o bondinho de Monserrate é um dos pontos turísticos mais importantes da capital colombiana. Porém, havia críticas sobre a necessidade de atualizar o sistema técnico e de fiação do teleférico.

Agência Brasil
Comments

Michel Temer não concederá indulto de Natal

A assessoria de imprensa do Palácio do Planalto confirmou joje (25) que o presidente Michel Temer decidiu não conceder indulto neste Natal. A extinção de penas é uma das competências privativas da Presidência da República prevista na Constituição Federal. Tradicionalmente, o perdão é dado nas festividades de fim de ano às pessoas condenadas ou submetidas a medidas de segurança.
A decisão do presidente ocorre a pouco menos de um mês da suspensão do julgamento no Supremo Tribunal Federal da validade do Decreto nº 9.246/2017 que concede indulto natalino e comutação de penas e dá outras providências.
O julgamento do indulto foi suspenso por pedidos de vista dos ministros Dias Tofffoli e Lux Fux. Até a interrupção, a maioria dos ministros do STF havia votado a favor da validade do decreto de indulto natalino: Alexandre Moraes, Rosa Weber, Ricardo Lewandowski, Marco Aurélio, Gilmar Mendes e Celso de Mello.
Votaram contra o indulto os ministros Luís Roberto Barroso, relator do julgamento, e Edson Fachin. Esses ministros se opuseram ao decreto porque a medida se estende a pessoas condenadas que haviam cumprido um quinto da pena – inclusive em casos de corrupção.
Agência Brasil
Comments

Em carta de Natal, Lula pede que militantes não temam os “valentões”


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva enviou uma carta de Natal, na noite de ontem (24), aos militantes da Vigília Lula Livre e pediu que seus apoiadores sigam fortes. “O ódio pode estar na moda, mas não temam nem se impressionem com essas pessoas posando de valentões”, afirmou o petista em referência ao governo eleito de Jair Bolsonaro (PSL). A mensagem foi lida pelo ex-prefeito de São Bernardo do Campo Luiz Marinho (PT), em frente à Superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR), onde Lula está preso desde abril.
De acordo com o ex-presidente, o tempo “deles” (oposição) vai passar e a verdadeira mensagem de Jesus, “um marceneiro que foi perseguido pelos vendilhões do templo, pelos soldados e pelos promotores dos poderosos”, vai continuar a ecoar em cada Natal: uma mensagem de amor, fraternidade e esperança. “A luta por um mundo melhor continua”, acrescentou.
Lula lembrou ainda que, neste Natal, ele não poderá estar junto de sua família, filho e netos, mas acredita que não está sozinho. “Estou com vocês da vigília, que têm sido minha família”, afirmou na carta. Ele também agradeceu a companhia dos militantes e considerou uma “provação” a escolha feita por seus apoiadores de enfrentar dias de frio e calor no Paraná.

Estadão Conteúdo
Comments

Falha em avião faz Latam cancelar quatro voos internacionais no Natal

Um problema técnico em um dos aviões da Latam já provocou o cancelamento de quatro voos da companhia. O Airbus A350 deveria partir no início da madrugada de ontem (24) do Aeroporto Internacional de Guarulhos para Paris (França) e, chegando lá, fazer o mesmo trecho retornando. De volta a São Paulo, o avião faria um voo rumo a Madrid (Espanha), ainda no dia 24, e retornaria fazendo o mesmo trecho hoje (25). Os quatro voos foram cancelados.
De acordo com a Latam, a aeronave está passando por manutenção depois de os sensores das asas indicarem uma falha. Os passageiros com destino a Paris tiveram, segundo as informações repassadas pela companhia, os voos remarcados. Os com destino a Madrid foram realocados em outros voos da própria empresa ou de parceiras.
Em comunicado, a Latam reafirmou que “a segurança é um valor imprescindível e, sobretudo, todas as suas decisões visam garantir uma operação segura”.
Belo Horizonte
Um outro problema envolvendo um voo da Latam está sendo investigado pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa). Na madrugada da última quinta-feira (20), um avião que havia decolado do Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, pouco depois da meia-noite, teve que fazer um pouso de emergência no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte-Confins.
O Boeing 777 que levava 339 passageiros em um voo para Londres, capital inglesa, sofreu uma pane. Durante a aterrizagem, os pneus da aeronave acabaram sendo danificados. Segundo a BH Airport, concessionária que administra o terminal, a pista foi interditada à 1h43 e liberada totalmente para pousos e decolagens somente às 22h48. A concessionária informou que o reparo da aeronave, que teve vários pneus danificados, foi concluído às 21h58.
“Por se tratar de um voo internacional em início da viagem, a aeronave realizou um pouso com peso acima da média, porém dentro dos parâmetros de operação previstos, ocasionando um aquecimento dos freios durante o pouso. A aeronave parou com total segurança no meio da pista e sem ultrapassar os limites de sua extensão”, detalhou a empresa por meio de nota.
A Latam informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que todos os passageiros do voo foram transportados para o Aeroporto de Guarulhos, onde embarcaram em outro avião da empresa para Londres.
Na sexta-feira (21), uma equipe de investigadores esteve no local para uma ação inicial da ocorrência envolvendo a aeronave que, além dos passageiros, estava também com 16 tripulantes a bordo.

Estadão Conteúdo
Comments

Rosa Weber mantém veto à criação de cargos de desembargador


A ministra Rosa Weber, do Supremo, negou liminar no Mandado de Segurança 36133, por meio do qual o Estado da Bahia requer a cassação da decisão do Conselho Nacional de Justiça que suspendeu a efetivação da Lei 13.964/2018, estadual, que criou nove cargos de desembargador no Tribunal de Justiça e dos respectivos assessores.
As informações estão no site do Supremo – Processo relacionado: MS 36133
No mandado de segurança, a Bahia alega ‘a incompetência do CNJ para exercer fiscalização abstrata de constitucionalidade da norma e a compatibilidade da criação dos cargos com o implemento de ações voltadas à priorização do primeiro grau de jurisdição’.
Decisão
Em exame preliminar, Rosa não verificou presentes os requisitos estabelecidos no artigo 7.º, inciso III, da Lei 12.016/2009, que regula o mandado de segurança, para o deferimento da cautelar.
O dispositivo prevê que o magistrado suspenderá o ato que deu motivo ao pedido no mandado de segurança ‘quando houver fundamento relevante e da decisão questionada puder resultar a ineficácia da medida, caso seja finalmente deferida’.
A relatora apontou que o ato do CNJ ‘não indica atuação do conselho voltada à fiscalização abstrata de constitucionalidade da norma estadual, mas ao controle dos trâmites administrativos para o efetivo preenchimento dos cargos criados na lei’.
Ela afirmou ainda que o CNJ registrou a existência de potenciais obstáculos de índole orçamentária, apontados em manifestações da área técnica do conselho e do próprio Tribunal de Justiça da Bahia.
“Sem necessidade de incursão na constitucionalidade da Lei Estadual 13.964/2018, afigura-se evidente que eventuais atos administrativos de nomeação para as vagas por ela criadas devem observar as leis orçamentárias estaduais e os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal”, assinalou a ministra.
Rosa considera que estão ‘presentes elementos indicativos do potencial descumprimento de requisitos estabelecidos na legislação orçamentária’.
“Mostra-se, portanto, adequada a determinação de suspensão dos trâmites administrativos destinados ao preenchimento das vagas criadas pela Lei Estadual 13.964/2018”, decidiu.
Rosa também não verificou risco de irreversibilidade dos efeitos da decisão do CNJ, considerando que, de acordo com a Presidência da Corte estadual, o Tribunal de Justiça da Bahia ‘não praticou, até o momento, qualquer ato administrativo com a finalidade de cumprir o disposto na norma’.
A relatora notificou o CNJ para que preste informações em dez dias. Após esse prazo, o Ministério Público será ouvido.
O que alega a Bahia
No mandado de segurança, o Estado da Bahia alega, entre outros pontos, ‘a incompetência do Conselho Nacional de Justiça para exercer fiscalização abstrata de constitucionalidade da norma e a compatibilidade da criação dos cargos com o implemento de ações voltadas à priorização do primeiro grau de jurisdição’.
O mandado de segurança aponta, ainda, a defasagem na composição do tribunal e a ausência de comprometimento do limite de despesas com pessoal.
Segundo o Tribunal de Justiça da Bahia, a manutenção da decisão do CNJ ‘causaria prejuízos consideráveis e irreversíveis’ à sua organização judiciária, com reflexos nos serviços de interesse público prestados à população, além de constituir ‘grave risco à independência e à harmonia entre os Poderes’.

Estadão Conteúdo
Comments

Brasil fez mais de 600 solicitações de acesso de dados à Apple no 1º semestre

Foto: Daniel L. Lu

O governo brasileiro fez mais de 600 solicitações à Apple para ter acesso a informações de usuários no primeiro semestre de 2018. É o que indica um relatório de transparência publicado pela fabricante nesta sexta-feira, 24, detalhando o tipo de informações buscadas pelas autoridades ao redor do mundo e quantas delas foram atendidas.
De acordo com a Apple, a maior parte das solicitações feitas pelo governo do Brasil foram relacionadas a identificação de dispositivos, como número de série e IMEI. Ao todo foram 407 solicitações ao longo dos primeiros seis meses, buscando dados de mais de 2.324 aparelhos. A companhia afirma ter cumprido 85% dos pedidos.
Em segundo lugar, aparece solicitações relacionadas a identificações de contas como o Apple ID e endereço de e-mail: foram 200 pedidos ligados a 980 pessoas com 88% de atendimento. Em seguida, aparece três solicitações de emergências com 67% de sucesso e dois pedidos ligados a informações financeiras totalmente atendidos.
Quando comparados aos anos anteriores, a tendência é que 2018 apresente um crescimento no número de solicitações. Em 2017, o governo fez pouco mais de 500 requerimentos de acesso a informações de dispositivos, enquanto o ano anterior teve pouco mais de 200 pedidos. O numero de requisições, porém, explodiu desde 2013, quando foram pouco mais de 50 pedidos.
Em relação aos outros países do mundo, o Brasil ficou bem atrás da Alemanha e suas 13,7 mil solicitações relacionadas a dispositivos, 1,2 mil financeiras, 292 de contas e 9 de emergência. Por outro lado, o governo brasileiro é líder isolado na América Latina, que tem como segundo lugar o Chile com 40 solicitações totais. Confira os dados neste link.

Olhar Digital

Comments

AGORA VAI: Doleiros já deram mais de 12 aulas sobre “lavagem de dinheiro”


Os doleiros Vinicius Claret e Cláudio Barboza, conhecidos como Juca Bala e Tony, já deram mais de 12 aulas sobre lavagem de dinheiro para servidores públicos. Os dois são apontados como os “doleiros dos doleiros” e atuaram para o ex-governador do Rio Sergio Cabral. Eles colaboraram para a deflagração da operação Câmbio, Desligo.
Claret e Barboza ministraram o curso para funcionários públicos de Brasília, Rio de Janeiro, Manaus, Salvador, Vitória e São Paulo. Parte das palestras foi por videoconferência. As aulas estão previstas no acordo de delação premiada feito com o Ministério Público Federal.
Ao todo, os doleiros terão de prestar este serviço ao Ministério Público durante seis anos, totalizando 1200 horas-aula. O objetivo do curso é demonstrar aos procuradores como se dão as operações ilegais, facilitando investigações futuras.
Comments

[VÍDEO] ‘Você ainda acredita em Papai Noel?’, pergunta Trump a menino de 7 anos no Natal

Vídeo incorporado

Sarah Exter@Sarah_Exter

In a Christmas Eve call, @realDonaldTrump asked a 7-year-old boy if he still believes in Santa Claus. Well, he’s just way too brutally honest ..🤣🤣

Conhecido pela falta de papas na língua, o presidente americano, Donald Trump, não poupou uma criança de 7 anos em meio à magia do Natal. Durante a festividade, o republicano e a primeira-dama dos Estados Unidos, Melania Trump, atenderam na Casa Branca alguns dos telefonemas dirigidos ao Comando de Defesa Aeroespacial da América do Norte (Norad), responsável por informar aos pequenos onde está o Papai Noel.
— Você ainda acredita em Papai Noel? Porque aos 7 anos isso é raro, certo? — questinou Trump a um menino identificado como Coleman.
Não está claro o que o pequeno Coleman respondeu ao presidente, mas internautas torceram para que a franqueza de Trump não tenha surpreendido o menino.
Durante a conversa, o republicano quis saber como o menino estava na escola e desejou a ele diversão na noite de Natal. Mas foi a pergunta do Papai Noel que dividiu opiniões na web: alguns acharam graça da sinceridade do presidente, vários zoaram o inconveniente e outros criticaram a falta de noção de Trump.
Os dados podem acalmar quem temeu pela possível frustração de Coleman. Segundo o jornal New York Times, que cita vários levantamentos a respeito, é pequeno o número de crianças que, aos 7 anos, ainda acredita em Papai Noel. A maioria deixa a lenda entre 5 e 8 anos.

O Globo

Fonte: Blog do BG

 

LOCAIS

Alto estilo: réveillon ‘premium’ do Iate Clube do Natal terá até ‘espaço kids’ e brinquedoteca para crianças


Começou a contagem regressiva para o ‘Réveillon Premium’ que será realizado no Iate Clube de Natal para comemorar a chegada do Ano Novo. Já estão sendo vendidas as últimas mesas para a festa que será sinônimo de requinte e animação às margens do Rio Potengi, com visão panorâmica da queima de fogos na Ponte Newton Navarro. Para garantir o conforto dos frequentadores, o réveillon do Iate Clube disponibilizará inclusive “Espaço kids”, com brinquedoteca para as crianças. Para o público adulto terá o “Lounge Café Santa Clara”, com chocolate, café e sofás para descanso.
De acordo com o comodoro do Iate Clube, Kaleb Freire, será um réveillon em alto estilo para comemorar a chegada do Ano Novo. Um dos diferenciais do evento é o “Buffet Premium”, assinado pela banqueteira Adriana Rocha, nome de destaque da gastronomia natalense. Em cada mesa haverá também um espumante e será colocada à disposição dos convidados uma ilha de coquetéis, além do sistema “rolha free”, para quem quiser levar a sua bebida.
A festa terá como atrações musicais a cantora Rebekka Martins, sucesso nos estados de Pernambuco, Paraíba, Alagoas e Sergipe, além da Banda Rojão e DJ. “Será um réveillon exclusivo, com número limitado de venda de mesas, para garantir o conforto dos participantes e o glamour da festa. O objetivo é comemorar a entrada do Ano Novo em família, em um ambiente diferenciado,”, explica o Comodoro.

Serviço

Informações sobre reservas e aquisições de mesas, que estão sendo comercializadas por R$ 1.500,00, podem ser obtidas através dos fones 3202-4402 / 9 9654-4241 / 9 9969-0160.

Fonte: Blog do BG
 

Por G1 RN

 


Copel inaugura nesta quarta-feira (26) um novo parque eólico no Rio Grande do Norte — Foto: Divulgação

Copel inaugura nesta quarta-feira (26) um novo parque eólico no Rio Grande do Norte — Foto: Divulgação

A Companhia Paranaense de Energia (Copel) entrega nesta quarta-feira (26) uma obras de geração de energia no Rio Grande do Norte. O Parque Eólico Cutia/Bento Miguel fica na região de São Miguel do Gostoso, no litoral Norte potiguar.

A entrega do Parque Eólico, na região, será às 9h, em São Bento do Norte, no interior do estado, com a presença da governadora do Paraná, Cida Borghetti, e o presidente da Copel, Jonel Iurk.

O Parque Eólico Cutia/Bento Miguel tem capacidade de 312 mW, energia para atender 883 mil pessoas. O investimento no complexo foi de R$ 2,1 bilhões e faz parte de um conjunto de 5 complexos eólicos construídos pela Copel no Rio Grande do Norte. Já foram entregues os parques Brisa Potiguar, São Bento, São Miguel do Gostoso e São Bento do Norte.

Rio Grande do Norte

A escolha do Rio Grande do Norte para sede dos complexos da Copel, segundo a própria empresa, considerou o potencial de geração de energia do estado, aferido por análise de dados como frequência, intensidade e direção dos ventos, além do perfil do terreno – quanto mais plano e aberto, melhor. A regularidade dos ventos no Nordeste permite ao Brasil exibir o melhor fator de capacidade para geração com esta fonte no planeta.

Fonte: G1RN
 

Por G1 RN

 


Natal, capital do Rio Grande do Norte — Foto: Canindé Soares

Natal, capital do Rio Grande do Norte — Foto: Canindé Soares

No dia em que o mundo cristão celebra o nascimento de Jesus Cristo, a capital potiguar comemora aniversário. Por isso foi batizada de Natal. Nesta terça-feira, 25 de dezembro, a cidade completa 419 anos de história.

A capital do Rio Grande do Norte surgiu a partir da intenção espanhola de expulsar os franceses do litoral brasileiro no período da União das Coroas Ibéricas (1580 -1640). O rei da Espanha, Felipe II, determinou a construção de uma fortaleza para proteger a Barra do Rio Grande – como era chamado o território naquela época – e a fundação de uma cidade a uma légua da fortificação.

Também conta a história que a Espanha queria a todo custo expulsar os franceses, porque a França era uma nação inimiga do reino espanhol. E nesta época, Portugal estava sob domínio da Espanha. Primeiro os franceses foram expulsos da Paraíba; depois, do Rio Grande.

Fortaleza dos Reis Magos, na praia do Forte, é berço da história de Natal — Foto: Canindé Soares

Fortaleza dos Reis Magos, na praia do Forte, é berço da história de Natal — Foto: Canindé Soares

Em 6 de janeiro de 1598 foi inaugurada a Fortaleza dos Santos Reis (hoje chamada Fortaleza dos Reis Magos), cujo nome faz referência ao Dia de Reis, quando se encerra o ciclo natalino. Quase dois anos depois, a uma légua da edificação, nasceu a cidade, a qual teve os limites demarcados em 25 de dezembro de 1599.

A relação da cidade com o ciclo natalino termina justamente no dia 6 de janeiro, Dia de Reis, em alusão à data em que a fortaleza foi inaugurada. Inclusive, este dia é feriado municipal em Natal. Os historiadores dizem que aproveitaram a missa de Natal, celebrada em 25 de dezembro, para fundar a cidade. Mas, não há provas documentais sobre a razão da escolha da data.

Os registros históricos também não dão conta de quem fundou a capital. Três nomes dividem a opinião dos estudiosos: Mascarenhas Homem, Jerônimo de Albuquerque e João Rodrigues Colaço.

Monumento na estrada de Natal em homenagem aos três Reis Magos — Foto: Canindé Soares

Monumento na estrada de Natal em homenagem aos três Reis Magos — Foto: Canindé Soares

Natal se resumia a poucos quilômetros de extensão. Começava nos arredores da atual Praça das Mães e terminava na Praça da Santa Cruz da Bica, ambas localizadas na Cidade Alta. Foram colocadas duas cruzes marcando o início e o fim da cidade. As cruzes iniciais foram perdidas. Mas ainda se conserva uma cruz simbólica na Praça da Santa Cruz da Bica.

Nova Amsterdã

Em 1633, Natal é alvo da invasão Holandesa ao Brasil. E recebe provisoriamente o nome de Nova Amsterdã, em alusão à capital holandesa. Um relatório desta época registra que havia cerca de 30 casas em Natal, a maioria delas cobertas com palhas. Motivo que levou um bispo português a escrever a seguinte constatação: “Natal não existe tal”.

O escritor e viajante inglês Herry Koster também tinha esta opinião sobre a cidade. Em 1817, ele escreveu no livro ‘Viagem pelo Brasil’ a seguinte indagação: – Se chamam isso de cidade, o que serão as aldeias e vilas?

Para se ter ideia de como a cidade era pequena e pouco habitada em 1822, ano da independência do Brasil, Natal tinha em torno de 700 habitantes de acordo com o livro ‘História da Independência do Brasil no RN’, de Câmara Cascudo.

Mas, o ‘ouro branco’ muda a expressão da cidade na segunda metade do século XIX. O algodão incrementa a economia local e promove o desenvolvimento de Natal, principalmente do bairro da Ribeira, região às margens do Rio Potengi, onde havia um pequeno porto.

Gravura da época: o mais antigo mapa da cidade elaborado em 1633 — Foto: Caroline Holder/G1

Gravura da época: o mais antigo mapa da cidade elaborado em 1633 — Foto: Caroline Holder/G1

No início do século XX, entre os anos de 1908 e 1913, o governo de Alberto Maranhão inaugura uma nova era na capital potiguar, cujos historiadores denominam de ‘Modernidade de Natal’. Alberto Maranhão faz um empréstimo com a França e começa a investir na infraestrutura da cidade. Natal passa a ter iluminação pública, com lampiões a gás, além de bondes puxados por animais; além do término de importantes construções, como a do teatro Alberto Maranhão e o prédio que atualmente abriga a Ordem dos Advogados do Brasil no estado (OAB/RN), além da sede do Tribunal de Justiça do RN, onde funcionou o Instituto Histórico do Estado.

Em 1912, a cidade passa a ter bairros. Tirol e Petrópolis eram chamados de ‘Cidade Nova’. Além destes, tinha ainda o Alecrim e a Ribeira. Nesta época, foi elaborado um planejamento da cidade. As avenidas que atualmente homenageiam presidentes do Brasil, como a Afonso Pena, Rodrigues Alves, Campos Sales, foram planejadas durante este período.

Segunda Guerra Mundial

Base Americana em Natal — Foto: Caroline Holder/G1

Base Americana em Natal — Foto: Caroline Holder/G1

Outro acontecimento que inaugura uma nova fase na capital é a entrada do Brasil na Segunda Guerra Mundial, em 1942, ao lado dos Estados Unidos. Natal passa a ter uma base americana que atrai investimentos e um povoamento de 10 mil soldados americanos – aumentando em 20% a população local. Um novo capítulo da história de Natal surgiu aí.

Atualmente

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Natal tem atualmente 877.640 habitantes numa área de 172 quilômetros quadrados.

Fonte: G1RN

Deixe uma resposta