POESIA: A ARTE DE PERDER POR HYLKA MARIA EM TODA POESIA

O destaque de hoje na coluna POESIA desta sexta-feira é Hylka Maria atriz que fez sucesso na novela “A força do querer” (2017), na pele Alessia, mulher do traficante Sabiá (Jonathan Azevedo), vem investindo também na carreira internacional. A atriz declama “a arte de perder” da poetisa Elizabeth Bishop. Então assista ao vídeo a seguir e divirta-se!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: A ARTE DE PERDER POR HYLKA MARIA EM TODA POESIA

POESIA: O AMOR BATE NA AORTA, POR DRICA MORAES, DE CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE

O amor bate na aorta é a linda poesia do incrível Carlos Drummond de Andrade, que a também incrível Drica Moraes declama na nossa coluna POESIA desta sexta-feira, no Toda Poesia. Então convido você a assistir esse performance maravilhosa dessa grande artista!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: O AMOR BATE NA AORTA, POR DRICA MORAES, DE CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE

POESIA: A FLOR E A NÁUSEA DE CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE, POR ELIZA MORENNO

Hoje vamos de TODA POESIA, aqui na coluna POESIA, com a espetacular performance de Eliza Morenno declamando “A flor e a náusea de Carlos Drummond e Andrade. Convido você a assistir essa obra prima de interpretação e inspiração!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: A FLOR E A NÁUSEA DE CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE, POR ELIZA MORENNO

POESIA: PERTENCER (TRECHO) – CLARICE LISPECTOR, POR VALÉRIA LIMA

Nesta terça-feira vamos dar um passeio até a série TODA POESIA novamente para assistir a performance de Valéria Lima, que declama um trecho de Pertencer, texto retirado do livro “A Descoberta do Mundo”. Então não perca tempo e confira essa brilhante atuação!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: PERTENCER (TRECHO) – CLARICE LISPECTOR, POR VALÉRIA LIMA

POESIA: CONTRANARCISO DE PAULO LEMINSKI, POR ARNALDO ANTUNES

A nossa coluna POESIA trás nesta terça-feira do TODA POESIA, a poesia de Paulo Leminski que promove — com inteligência e sensibilidade — o encontro de muitos contrários: o rigor e a emoção, a erudição e a leveza, a vanguarda e o pop. Não por acaso Leminski é um dos autores que, tendo florescido nos anos 1970, continua influenciando poetas e letristas das novas gerações. A coletânea “Toda poesia” reúne pela primeira vez toda a poesia já publicada do autor curitibano, mestre do verso lapidar e da astúcia. Livros hoje clássicos como “Caprichos e relaxos”, “Distraídos venceremos” e “La vie en close”, além de títulos raros como “Quarenta clics em Curitiba” estão agora novamente à disposição dos leitores com inédito apuro editorial.  

Poema lido no vídeo: contranarciso, de Paulo Leminski

em mim eu vejo o outro

e outro

e outro

enfim dezenas

trens passando

vagões cheios de gente

centenas

o outro que há em mim

é você

você

e você

assim como

eu estou em você

eu estou nele

em nós

e só quando

estamos em nós

estamos em paz

mesmo que estejamos a sós

Fonte:

Continuar lendo POESIA: CONTRANARCISO DE PAULO LEMINSKI, POR ARNALDO ANTUNES

POESIA: O PEQUENO PRÍNCIPE DE ANTOINE DE SAINT-EXUPÉRY, POR JÚLIA DREBTCHINSKY

Nesta sexta-feira vamos de TODA POESIA, aqui na coluna POESIA, com Júlia Drebtchinsky apresentando um trecho de “O Pequeno Príncipe”, livro de Antoine de Saint-Exupéry. Júlia Drebtchinsky é Diretora, Diretora de Câmera, 2ª assistente de câmera e Logger. Assista, curta e aprecie!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: O PEQUENO PRÍNCIPE DE ANTOINE DE SAINT-EXUPÉRY, POR JÚLIA DREBTCHINSKY

POESIA: O TESTAMENTO DO CACHORRO, POR CARLOS HENRIQUE MENDONÇA

Sexta-feira é dia do projeto TODA POESIA, aqui na coluna POESIA. Escolhemos hoje o poema “O testamento do cachorro” de Leandro Gomes de Barros, impecavelmente declamada por Carlos Henrique Mendonça. Assista esse show de interpretação!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: O TESTAMENTO DO CACHORRO, POR CARLOS HENRIQUE MENDONÇA

POESIA: ADEUS, POR AMANDA MIRASCI, DE EUGÊNIO DE ANDRADE, EM TODAPOESIA

A nossa coluna POESIA entra na grade desta sexta-feira com a série TODA POESIA, trazendo a atriz Amanda Mirasci, atriz formada pelo curso de interpretação cênica da faculdade Estácio de Sá e pelo curso profissionalizante da Casa de Artes de Laranjeiras (CAL), estrela da novela A Lei do Amor, que interpreta o poema “Adeus” de Eugênio de Andrade (1923-2005), um dos maiores poetas portugueses contemporâneos. Então, assista, ouça, curta e aprecie a interpretação!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: ADEUS, POR AMANDA MIRASCI, DE EUGÊNIO DE ANDRADE, EM TODAPOESIA

POESIA: A ARTE DE PERDER DE ELIZABETH BISHOP, POR HYLKA MARIA

Sexta-feira é dia de POESIA, aqui no Blog do Saber, mas também é dia da série TODA POESIA, onde artistas e celebridades declamam poemas de poetas e escritores ilustres. Hoje apresentamos a apresentadora e atriz global Hylka Maria recitando o poema “A Arte de Perder de Elizabeth Bishop, autora americana, considerada uma das mais importantes poetisas do século XX a escrever em língua inglesa. Assista, curta, reflita e se divirta!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: A ARTE DE PERDER DE ELIZABETH BISHOP, POR HYLKA MARIA

POESIA: METADE DE OSWALDO MONTENEGRO, POR VANESSA A BRAZ

Vanessa A Braz é apresentadora e repórter de TV em João Pessoa e é o nosso destaque desta terça-feira, aqui na coluna POESIA recitando Metade de Oswaldo Montenegro, no projeto TODA POESIA. Vamos assistir, ouvir e curtir essa belíssima interpretação!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: METADE DE OSWALDO MONTENEGRO, POR VANESSA A BRAZ

POESIA: ELEGIA 1938, POR CAETANO VELOSO EM TODA POESIA

Nesta sexta-feira voltamos a apresentar a série TODA POESIA, aqui na coluna POESIA, com o ícone da MPB Caetano Veloso recitando magistralmente o poema “Elegia 1938” do imortal Carlos Drumond de Andrade. Por isso, convido você a assistir a mais esse show desse espetacular artista brasileiro!

Fonte:

Continuar lendo POESIA: ELEGIA 1938, POR CAETANO VELOSO EM TODA POESIA

POESIA: QUANDO VIER A PRIMAVERA DE FERNANDO PESSOA, POR KIKA HAMAOUI

Kika Hamaoui é autora e roteirista da Rede Globo, formada em Filosofia pela PUC-RIO. Escreveu os livros “Dois-Mundos de Antônia”, “Replexidão” e “Teus Navios são Tuas Coragens”. Nesta quinta-feira ela recita “Quando vier a primavera” de Fernando Pessoa, aqui no quadro TODA POESIA da coluna POESIA. Então, assista e aprecie o vídeo a seguir e tenha um excelente dia!  

Fonte:

Continuar lendo POESIA: QUANDO VIER A PRIMAVERA DE FERNANDO PESSOA, POR KIKA HAMAOUI

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar