JOVEM DE APENAS 14 ANOS É CONDENADO PELA JUSTIÇA DO REINO UNIDO POR ATAQUE TERRORISTA

Reino Unido condena terrorista adolescente que liderava ataques da casa da avó

Michael Holden, Reuters
09 de fevereiro de 2021 às 15:35
polícia britânicaFoto: Peter Nicholls/ Reuters

A justiça do Reino Unido condenou na segunda-feira (8) um adolescente que chefiava um grupo neonazista e cometeu seu primeiro crime com apenas 13 anos. Ele é a pessoa mais jovem da Grã-Bretanha a ser condenada por crimes de terrorismo.

O menino disse à polícia que queria apenas parecer uma pessoa legal e confessou ser responsável por divulgação de publicações terroristas.

Em junho de 2019, quando tinha 14 anos, ele se tornou o chefe de uma célula britânica – agora proibida – de um grupo online internacional de extrema-direita chamado Feuerkrieg Division (FKD).

Segundo a promotoria, ele também baixou material sobre como fazer explosivos, bombas de gasolina e napalm e como construir um rifle AK-47.

“As pessoas ficam preocupadas com o fato de que um garoto de 13 anos tenha as crenças neonazistas mais terríveis e comece a coletar manuais sobre fabricação de bombas e armas de fogo”, disse Jenny Hopkins, da Crown Prosecution Service, agência governamental do Reino Unido que processa casos criminais.

“Ele alegou não ter opiniões racistas e disse que só queria parecer ‘legal’, mas o conjunto de evidências o levou a se declarar culpado de posse e disseminação de material terrorista.”

No momento da prisão, os policiais descobriram que o adolescente, que não pode ser identificado por motivos legais, tinha uma bandeira nazista em casa na Cornualha, sudoeste da Inglaterra, onde morava com a avó.

Havia uma pintura dom o termo “1488” em um galpão da casa. O número faz referências a um grito de guerra nazista e à oitava letra do alfabeto, HH, que significa “Heil Hitler”.

A denúncia da promotoria afirma que, de dentro da casa da avó, ele postou mensagens em fóruns de bate-papo de extrema-direita sobre matar gays, judeus e não-brancos usando bombas de pregos, armas de fogo e outros métodos.

O adolescente foi poupado da prisão e sentenciado a uma ordem de reabilitação de jovens de 24 meses, punição que tem restrições rígidas, mas que não detém o condenado em unidade prisional.

Fonte: CNN Internacional

Continuar lendo JOVEM DE APENAS 14 ANOS É CONDENADO PELA JUSTIÇA DO REINO UNIDO POR ATAQUE TERRORISTA

DEPARTAMENTO DE SEGURANÇA DOS EUA ALERTA SOBRE RISCO DE AMEAÇA TERRORISTA NO PAÍS

EUA emitem alerta de terrorismo por parte de extremistas no país

Segundo o Departamento de Segurança Nacional, agências precisam ficar atentas contra ameaças internas após invasão do Capitólio

INTERNACIONAL

Da EFE

Invasão do Capitólio no último dia 6 colocou autoridades em alerta

JIM LO SCALZO/EFE/EPA – 06.01.2021

O Departamento de Segurança Nacional dos Estados Unidos emitiu nesta quarta-feira (27) um alerta sobre a existência de “um cenário de maior ameaça” terrorista dentro do país motivado por “extremistas” frustrados com a transição presidencial, entre outras razões.

A pasta publicou um boletim do Sistema Nacional de Aconselhamento sobre Terrorismo (NTAS, na sigla em inglês), que adverte sobre a presenta de “um cenário de maior ameaça (terrorista) nos EUA que provavelmente persistirá durante as próximas semanas”.

Nenhuma ameaça específica é citada, mas o Departamento de Segurança Nacional adverte que este ambiente tenso continuará “durante semanas”, após o democrata Joe Biden ter tomado posse como presidente, sucedendo o republicano Donald Trump.

Medo de novos atos violentos

A informação recebida pelo governo americano indica que alguns “extremistas ideologicamente violentos” que se opõem a Biden podem continuar se mobilizando e organizando atos de violência.

Fonte: R7

Continuar lendo DEPARTAMENTO DE SEGURANÇA DOS EUA ALERTA SOBRE RISCO DE AMEAÇA TERRORISTA NO PAÍS

PRESIDENTE DA FRANÇA CONDENA O TERRORISMO,E DIZ QUE NÃO PASSARÃO POR CIMA DE VALORES DEMOCRÁTICOS

 

Macron: terroristas ‘não passarão’ por cima de valores democráticos

Presidente da França condena assassinato de professor e diz que ele foi morto por ensinar liberdade de expressão para seus alunos

INTERNACIONAL

Da EFE

 

Macron fala diante da escola onde o professor assassinado lecionava

Abdulmonam Eassa / EFE – EPA – 16.10.2020

O presidente da França, Emmanuel Macron, afirmou nesta sexta-feira, após o ataque no qual um professor foi decapitado nos arredores de Paris, que os terroristas islâmicos “não passarão” por cima dos valores democráticos do país.

Foi “um ataque terrorista islâmico”, disse Macron à imprensa na cidade de Conflans-Sainte-Honorine, onde ocorreu o ataque.

O professor “foi morto hoje porque ensinou, porque explicou aos seus alunos liberdade de expressão, liberdade de acreditar e liberdade de não acreditar”, afirmou.

Solidariedade aos professores

Macron prestou condolências à família e aos colegas da vítima, mas acima de tudo enfatizou a solidariedade aos professores do país, prometendo que “toda a nação estará ao seu lado hoje e amanhã para defendê-los e permitir-lhes fazer seu trabalho: formar cidadãos livres”.

O autor do ataque “queria derrubar a República e seus valores”, um dos quais é “fazer cidadãos livres”, acrescentou.

Macron enfatizou que os terroristas “não passarão” e que “o obscurantismo religioso não vencerá” o que ele chamou de “batalha”.

 

Continuar lendo PRESIDENTE DA FRANÇA CONDENA O TERRORISMO,E DIZ QUE NÃO PASSARÃO POR CIMA DE VALORES DEMOCRÁTICOS

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar