UTILIDADE PÚBLICA: SAIBA QUAIS AS CIDADES DO RN COM ALERTA DE CHUVAS PELO INMET

Inmet emite novo alerta de chuvas para 61 cidades do RN

Foto: Reprodução

As regiões Central, Leste, Agreste e a faixa litorânea da região Oeste estão com alertas de chuvas entre esta terça-feira (5) e a manhã da quarta-feira (6). O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu o aviso de mau tempo que abrange quatro estados do Nordeste , incluindo 61 cidades do Rio Grande do Norte. As chuvas, no entanto, não devem superar os 50mm por dia.

Pelo alerta do Inmet, apesar da previsão de chuvas em níveis menores das que foram registradas no fim de semana, há riscos de alagamentos e pequenos deslizamentos, principalmente em cidades com áreas de risco e que já tenham sido afetadas em sua estrutura com as chuvas históricas do fim de semana.

Entre a segunda-feira e esta terça-feira, a região Leste do estado teve chuvas próximas aos 50mm em vários municípios, incluindo Parnamirim (47.8mm) e Natal (43.4mm), enquanto Parnamirim e Vila Flor registraram as maiores chuvas, com 53mm. Na região Oeste, Luís Gomes e Venha Ver tiveram chuvas de 47mm, enquanto o Agreste teve precipitações acumuladas acima dos 30mm em Jundiá, Brejinho, Passagem e Nova Cruz.

Natal

Segundo boletim informativo da STTU, a avenida Lima e Silva, entre a avenida Interventor Mário Câmara e rua dos Caicós, permanece interditada devido a pontos de alagamentos intransitáveis. O mesmo problema persiste na Avenida Ayrton Senna, no cruzamento com a avenida das Alagoas e avenida dos Xavantes. Ônibus precisam optar por desvios devido a esses grandes alagamentos.

O prefeito Álvaro Dias visitou alguns pontos da cidade. Um deles foi o bairro Felipe Camarão, um dos mais afetados, tendo uma imensa cratera dividindo a rua Mirassol. Servidores da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social estão realizando cadastro e encaminhando moradores das casas interditadas aos abrigos disponibilizados pela Prefeitura.

Ao todo, 25 residências foram interditadas pela Defesa Civil para que equipes da Secretaria de Infraestrutura realizem o trabalho de proteção das encostas. Quanto à lagoa de captação, 20 equipes da Secretaria Municipal de Infraestrutura estão atuando no trabalho de recuperação de vias, sistemas de drenagem e monitoramento.

Confira cidades que estão sob alerta de chuvas de acordo com o Inmet:

Alto do Rodrigues
Areia Branca
Arês
Baía Formosa
Bento Fernandes
Bom Jesus
Brejinho
Caiçara do Norte
Canguaretama
Carnaubais
Ceará-Mirim
Espírito Santo
Extremoz
Galinhos
Goianinha
Guamaré
Ielmo Marinho
Jandaíra
Januário Cicco
Jardim de Angicos
João Câmara
Jundiá
Lagoa de Pedras
Lagoa Salgada
Lajes
Macaíba
Macau
Maxaranguape
Montanhas
Monte Alegre
Natal
Nísia Floresta
Nova Cruz
Parazinho
Parnamirim
Passagem
Pedra Grande
Pedra Preta
Pedro Avelino
Pedro Velho
Pendências
Poço Branco
Porto do Mangue
Pureza
Rio do Fogo
Santa Maria
Santo Antônio
São Bento do Norte
São Gonçalo do Amarante
São José de Mipibu
São Miguel do Gostoso
São Pedro
Senador Georgino Avelino
Serrinha
Taipu
Tibau do Sul
Touros
Várzea
Vera Cruz
Vila Flor

Fonte: Blog do BG

Continuar lendo UTILIDADE PÚBLICA: SAIBA QUAIS AS CIDADES DO RN COM ALERTA DE CHUVAS PELO INMET

SAIBA QUAIS OS ESTADOS BRASILEIROS MAIS CASTIGADOS PELAS CHUVAS DOS ÚLTIMOS DIAS

Chuvas deixam mortos e desabrigados no Nordeste e Sul do país; Alagoas é o estado mais prejudicado

Estados como Alagoas, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Santa Catarina enfrentam enchentes, deslizamentos, e outras consequências da grande quantidade de chuvas

Luana Franzão

da CNN*

Em São Paulo

Imagens aéreas da chuva no município de Pilar, em Alagoas.Imagens aéreas da chuva no município de Pilar, em Alagoas.Foto: Agência Alagoas

Nordeste do Brasil está enfrentando grandes quantidades de chuva nos últimos dias, que trouxeram consequências como enchentes, deslizamentos e transbordamentos em diversos estados.

A chuva é comum na região neste período do ano, no entanto, o fenômeno meteorológico conhecido como “Ondas do Leste” está intensificando a precipitação no local. Ele consiste em alterações no campo de vento e pressão que atuam na faixa tropical do globo terrestre, gerando nuvens muito carregadas na costa leste nordestina.

O Governo Federal reconheceu nesta segunda-feira (4), por meio de publicação no Diário Oficial da União (DOU), em uma portaria Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, ligada ao Ministério do Desenvolvimento Regional, a situação de emergência em 15 cidades de AlagoasAmazonasBahiaPernambucoRio Grande do Norte e Santa Catarina.

“Pelos próximos 30 dias ela deve oscilar entre forte e fraca na costa do Nordeste, do recôncavo baiano até o Rio Grande do Norte“, disse a meteorologista do site Climatempo Maria Clara Sassaki, em entrevista à CNN, explicando que as chuvas podem continuar até o mês de agosto.

Alagoas

Um dos estados mais gravemente atingidos pelas chuvas, Alagoas registrou duas mortes neste final de semana. Cerca de 56 mil pessoas foram afetadas até o momento pela alta precipitação que tem sido registrada durante os meses deste ano.

No estado, há mais de 50 municípios em situação de emergência, e as enchentes também atingem a capital Maceió.

Em apenas quatro dias do mês de julho, cidades alagoanas registraram uma quantidade de chuvas maior do que a média prevista para todo o mês, com mais de 300 mm de precipitação.

Rio transborda e alaga cidade em Alagoas
Rio transborda e alaga cidade em Alagoas / Reprodução/CNN

Pernambuco

Pernambuco possui 29 municípios atingidos pelas chuvas, entre os quais 15 já encaminharam decretos de situação de emergência, segundo informações da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (Sedec).

A Central de Operações da Defesa Civil do estado registrou até o momento 1.085 pessoas desabrigadas e 5.988 desalojadas em todos os municípios atingidos.

A Defesa Civil do estado afirmou que está realizando um novo levantamento nas cidades atingidas, para compreender os impactos da chuva no estado, de acordo com informações obtidas pelo repórter da CNN Diego Barros.

Rio Grande do Norte

A capital do Rio Grande do Norte, Natal, decretou estado de calamidade nesta segunda-feira (4). Em 12 horas, a capital registrou mais da metade do volume de água esperado para todo o mês de julho, segundo o Centro Nacional de Monitoramento de Alertas e Desastres (Cemaden).

A cidade enfrentou alagamentos, abertura de crateras, deslizamentos, queda de árvores e edifícios interditados devido ao risco de desabamento.

O transbordamento de uma lagoa de captação das águas das chuvas causou a inundação de casas e desabrigou moradores em Parnamirim, município do estado

A prefeitura de Natal designou três escolas municipais para receber as vítimas de catástrofes relacionadas às chuvas nos próximos dias.

Santa Catarina

O Governo Federal reconheceu a situação de emergência em três municípios de Santa Catarina nesta segunda-feira (4): Braço do Norte, Braço do Trombudo e Iomerê. As justificativas apresentadas pelas cidades são enxurradas, deslizamentos e chuvas intensas relacionadas aos meses de maio e junho.

*Sob supervisão de João Guimarães.

Continuar lendo SAIBA QUAIS OS ESTADOS BRASILEIROS MAIS CASTIGADOS PELAS CHUVAS DOS ÚLTIMOS DIAS

SAIBA QUAIS OS MUNICÍPIOS DO RN QUE ESTÃO EM ALERTA LARANJA PARA CHUVAS

Litoral do RN tem 38 municípios em alerta laranja para chuvas; confira lista

Redação/Portal da Tropical

 Atualizado em:

Foto: Reprodução/TV Tropical

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta laranja de acumulado de chuvas para 38 municípios do Rio Grande do Norte. As cidades estão localizadas no Leste Potiguar e no Agreste Potiguar. O aviso é válido até as 10 horas da manhã desta quinta-feira (30).

De acordo com o alerta, as localidades podem ser atingidas por chuvas entre 30 e 60 milímetros por hora ou 50 a 100 milímetros por dia. Há o risco de alagamentos, deslizamentos de encostas, transbordamentos de rios em cidades com tais áreas de risco.

As orientações do Inmet são para que a população evite enfrentar o mau tempo, observe alteração nas encostas e desligue aparelhos elétricos e quadro geral de energia se possível. Outra instrução é para que em caso de situação de inundação, os pertences podem ser protegidos com sacos plásticos.

Inserida no alerta, Natal registra chuvas fortes desde a madrugada desta quarta-feira (29). As precipitações provocaram transtornos e alagamentos em diversas avenidas da cidade. De acordo com a Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn), choveu até 88 milímetros no Leste Potiguar entre 7h da manhã de terça-feira e 7h da manhã desta quarta-feira.

Alerta amarelo

Um segundo alerta foi emitido para municípios do Rio Grande do Norte. Na cor amarela, o aviso também tem validade até as 10 horas desta quinta-feira (30). No entanto, o comunicado é mais brando, com possibilidade de chuvas entre 20 e 30 milímetros por hora ou até 50 milímetros por dia.

“Baixo risco de alagamentos e pequenos deslizamentos em cidades com tais áreas de risco”, diz o comunicado do Inmet.

Os municípios do RN inseridos no aviso estão espalhados pelas quatro regiões do estado, com predominância no Agreste Potiguar.

Confira a lista dos municípios do RN em alerta laranja:

Arez
Baía Formosa
Bom Jesus
Brejinho
Canguaretama
Ceará-Mirim
Espírito Santo
Extremoz
Goianinha
Ielmo Marinho
Januário Cicco
Jundiá
Lagoa de Pedras
Lagoa Salgada
Macaíba
Maxaranguape
Montanhas
Monte Alegre
Natal
Nísia Floresta
Nova Cruz
Parnamirim
Passagem
Pedro Velho
Pureza
Rio do Fogo
Santo Antônio
São Gonçalo do Amarante
São José de Mipibu
São Pedro
Senador Georgino Avelino
Serrinha
Taipu
Tibau do Sul
Touros
Várzea
Vera Cruz
Vila Flor

Continuar lendo SAIBA QUAIS OS MUNICÍPIOS DO RN QUE ESTÃO EM ALERTA LARANJA PARA CHUVAS

DANIELLA MARQUES É O NOME FAVORITO PARA ASSUMIR A PRESIDÊNCIA DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

Saiba quem é Daniella Marques, cotada para a presidência da Caixa Econômica Federal

Atual secretária especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia é formada em administração

João Pedro Malar

do CNN Brasil Business

em São Paulo

Daniella Marques deve assumir o lugar de Pedro Guimarães como presidente da CaixaDaniella Marques deve assumir o lugar de Pedro Guimarães como presidente da CaixaReprodução/ CNN Brasil

Em meio a denúncias de assédio sexual contra o atual presidente da Caixa Econômica FederalPedro Guimarães, o nome de Daniella Marques Consentino surgiu nesta quarta-feira (29) como favorito para substituí-lo no cargo.

A possibilidade da indicação de Marques foi confirmada pela analista de política da CNN, Thais Arbex. A secretária é considerada uma das pessoas mais próximas do ministro Paulo Guedes.

Atualmente, ela ocupa o cargo de secretária especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia, para o qual foi indicada em 2 de fevereiro de 2022.

Marques integra o governo federal desde 2019, quando foi nomeada como chefe da Assessoria Especial de Assuntos Estratégicos do ministro Paulo Guedes.

Ela é formada em administração pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ) e possui um MBA – modalidade de pós-graduação – em finanças pelo Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (Ibmec).

De acordo com o Ministério da Economia, ela atuou por 20 anos no mercado financeiro, na área de gestão independente de fundos de investimentos. Marques também foi sócia-fundadora e diretora de fundos de investimento.

Em 25 de maio, participou, junto com o presidente Jair Bolsonaro de um evento sobre a manutenção de recursos para micro e pequenas empresas no âmbito do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe).

A nomeação de Marques ocorreria após o Ministério Público Federal (MPF) abrir uma investigação sobre denúncias de funcionárias da Caixa de que Pedro Guimarães teria praticado assédio sexual.

As denúncias contra Pedro Guimarães foram reveladas pelo portal “Metrópoles”, e a investigação do MPF foi confirmada pela CNN.

Em nota ao portal, a Caixa informou que “não tem conhecimento das denúncias apresentadas pelo veículo”. À CNN, aliados do presidente Bolsonaro indicaram que Guimarães pode ser demitido ainda nesta quarta-feira.

Continuar lendo DANIELLA MARQUES É O NOME FAVORITO PARA ASSUMIR A PRESIDÊNCIA DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

SAIBA QUAIS AS CIDADES DO RN COM ALERTA DE CHUVAS INTENSAS PELO INMET

Por g1 RN

 

Onze municípios são mencionados em alerta de chuvas intensas — Foto: Reprodução/InmetOnze municípios são mencionados em alerta de chuvas intensas — Foto: Reprodução/Inmet

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta de chuvas intensas para 11 municípios do Oeste do Rio Grande do Norte. O aviso é válido até 10h desta quarta-feira (29).

O alerta é da cor amarela, ou seja, de “perigo potencial”, o primeiro numa escala de três níveis – os outros são “perigo” e “grande perigo”.

Nesse tipo de alerta, as chuvas ficam entre 20 e 30 milímetros por hora e vão até 50 mm/dia. Além disso, os ventos podem correr entre 40-60 km/h.

O órgão diz que há baixo risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

Em caso de rajadas de vento, a recomendação é não ficar debaixo de árvores, pois há leve risco de queda e descargas elétricas, e não estacionar veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda. Além disso, evitar usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada.

Caso seja necessário, as pessoas devem entrar em contato com a Defesa Civil (telefone 199) e o Corpo de Bombeiros (telefone 193).

Veja cidades atingidas

  1. Açu
  2. Alto do Rodrigues
  3. Areia Branca
  4. Baraúna
  5. Carnaubais
  6. Grossos
  7. Mossoró
  8. Pendências
  9. Porto do Mangue
  10. Serra do Mel
  11. Tibau
Continuar lendo SAIBA QUAIS AS CIDADES DO RN COM ALERTA DE CHUVAS INTENSAS PELO INMET

UTILIDADE PÚBLICA: SAIBA O QUE MUDA NO NOVO MODELO DE PASSAPORTE BRASILEIRO

Governo federal lança novo modelo de passaporte; confira o que muda

A partir de setembro deste ano, o documento será temático, com páginas ilustradas com ícones representativos dos biomas e da cultura brasileira; item também será atualizado com tecnologia antifraude

Júlia Vieira

da CNN

Em São Paulo

Novo passaporte será "cartão de visitas do cidadão brasileiro para o mundo"Novo passaporte será “cartão de visitas do cidadão brasileiro para o mundo”Reprodução/Ministério da Justiça e Segurança Pública

governo federal anunciou nesta segunda-feira (27) um novo modelo de passaporte. O intuito, segundo o Ministério da Justiça e Segurança Pública, é que o documento se torne um “cartão de visitas do cidadão brasileiro para o mundo”.

Todas as páginas do passaporte serão ilustradas com ícones representativos dos biomas e da cultura de cada uma das cinco regiões do país.

O novo modelo foi idealizado em uma parceria entre a Casa da Moeda, Polícia Federal e Ministério das Relações Exteriores, “levando-se em conta o que há de mais moderno no mundo em tecnologia antifraude”.

De acordo com a ICAO (International Civil Aviation Organization), instituição da Organização das Nações Unidas (ONU) que padroniza os documentos de viagem, os passaportes devem ser atualizados a cada 10 anos. No Brasil, no entanto, os itens são os mesmos desde 2006.

Emissão

O Ministério da Justiça e Segurança Pública informa que não há alteração no procedimento para a emissão, que seguirá custando R$ 257,25. Novo modelo começa a ser emitido a partir de setembro deste ano. Até lá, quem precisar tirar passaporte poderá fazê-lo normalmente, garante a pasta.

Nova Carteira de Identidade

Também nesta segunda-feira, o presidente Jair Bolsonaro (PL) entregou as primeiras Carteiras de Identidade Nacional (CIN) emitidas pelos estados que participam do projeto-piloto. O novo RG contará com um QR Code que permitirá conferir a autenticidade do documento de forma rápida por qualquer cidadão.

Fonte: CNN
Continuar lendo UTILIDADE PÚBLICA: SAIBA O QUE MUDA NO NOVO MODELO DE PASSAPORTE BRASILEIRO

UTILIDADE PÚBLICA: SAIBA ONDE SE VACINAR CONTRA COVID-19 NO FIM DE SEMANA

Um em cada três potiguares está com vacina contra covid-19 atrasada; saiba onde se vacinar no fim de semana

Foto: Reprodução

Com mais de três milhões de pessoas (3.180.937) cadastradas na plataforma RN+ Vacina, o Rio Grande do Norte tem, até o momento, pouco mais de um milhão de potiguares (1.014.453) com alguma das doses da vacina contra a covid-19 em atraso. Ou seja, a cada três potiguares, pelo menos um está com a vacinação fora do prazo.

Até esta sexta (24), 2.972.943 de pessoas (93%) tinham tomado a primeira dose (D1) ou a dose única, 2.706.561 (85%) tomaram a segunda (D2), 1.612.021 tomaram a dose de reforço (D3) e apenas 290.678 (9%) tomaram a segunda dose de reforço (D4) da vacina.

A população economicamente ativa entre 18 e 39 anos é, justamente, a que apresenta maior número de atrasos sem a primeira dose de reforço (D3). Para tentar diminuir esse número, serão mantidos pontos de vacinação abertos para imunização contra Covid-19, Influenza e Sarampo, durante o Arraiá da Imunização neste sábado (25). A partir deste dia, a vacina contra a influenza também será aberta para toda a população, a partir dos 6 meses de idade.

Os detalhes sobre documentação, locais e horários de vacinação em Natal estão disponíveis no site: https://vacina.natal.rn.gov.br/

VEJA ONDE SE VACINAR EM NATAL NO FIM DE SEMANA
SÁBADO (25):
Via Direta – 09h às 21h
Nélio Dias – 09h às 16h
Shopping Midway Mall – 10h às 17h
Partage Norte Shopping – 14h às 20h
Arena das Dunas – 17h às 21h

DOMINGO (26) – PONTO ITINERANTE:
Arena das Dunas – 17h às 21h

Continuar lendo UTILIDADE PÚBLICA: SAIBA ONDE SE VACINAR CONTRA COVID-19 NO FIM DE SEMANA

RN POSSUI 244 MIL FAMÍLIAS INSCRITAS NO CADASTRO ÚNICO QUE PODEM SOLICITAR TARIFA SOCIAL NA CONTA DE ENERGIA

Por g1 RN

 

Tarifa social garante até 65% de descontos para famílias de baixa renda. — Foto: Divulgação/CosernTarifa social garante até 65% de descontos para famílias de baixa renda. — Foto: Divulgação/Cosern

O Rio Grande do Norte possui 244 mil famílias potiguares que estão inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) e que ainda não usufruem do benefício da Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE) do Governo Federal.

O benefício concede até 65% de desconto na fatura de energia – em caso de quilombolas ou indígenas, o desconto pode chegar a 100%. No RN, já são 374 mil famílias contempladas pelo benefício.

De acordo com a Neoenergia Cosern, apenas em 2022 já foram cadastradas pela empresa mais de 36 mil famílias de baixa renda no benefício. “Na maioria dos casos, as famílias moram de aluguel e acham que não tem direito ao benefício porque não são titulares conta contrato – o que não é verdade”, explica Júlio Giraldi, superintendente de Relacionamento com Clientes da Neoenergia Cosern.

Cerca de 50% dos 244 mil potiguares que podem solicitar o benefício estão em 15 cidades: Natal, Mossoró, ParnamirimSão Gonçalo do AmaranteMacaíbaCeará-MirimExtremoz, Caicó, AssuApodiSão José de MipibuJoão CâmaraTourosNova Cruz e Canguaretama.

A renda média da família tem que ser de no máximo meio salário-mínimo (atualmente, R$ 606,00) e a atualização no Cadastro Único precisa ter sido feita há menos de dois anos. A documentação necessária está disposta no site do Governo Federal.

A Companhia reforça que os beneficiados precisam manter os dados sempre atualizados, mesmo após conseguirem o benefício. É essa atualização que garante a continuidade do desconto para que a família faça parte desse e de outro programa do Governo Federal.

Cadastro junto a Neoenergia

Para ter direito ao benefício é preciso estar com os dados atualizados junto aos Centros de Referência da Assistência Social (CRAs), possuir Número de Identificação Social (NIS), além de solicitar à distribuidora (Neoenergia Cosern) para ter direito.

A solicitação é feita junto à Companhia por meio do WhatsApp (84) 3215-6001. Na conversa, é só informar o número da conta contrato e o NIS. A distribuidora fará a confirmação no banco de dados do Governo Federal. Após a checagem dos dados, o prazo para inclusão na Tarifa Social é de cinco dias úteis e o cliente passa a ter o benefício na próxima conta.

Continuar lendo RN POSSUI 244 MIL FAMÍLIAS INSCRITAS NO CADASTRO ÚNICO QUE PODEM SOLICITAR TARIFA SOCIAL NA CONTA DE ENERGIA

SAIBA QUAIS AS SETE LIÇÕES FINANCEIRAS QUE VOCÊ DEVE APRENDER ANTES DOS 30 ANOS

7 lições financeiras que você deve aprender antes dos 30 anos

Diz-se que 30 são os novos 20 e, do ponto de vista financeiro, parece ser verdade.

 Atualizado 21/06/2022 às 13:57

BINOMO

Antigamente, era comum que os estudantes ganhassem o seu caminho até a faculdade, se formassem sem dívidas aos 22 anos e imediatamente começassem a economizar para um adiantamento em uma casa. No entanto, o custo da mensalidade aumentou aproximadamente oito vezes mais rápido do que a renda nas três décadas anteriores, tornando praticamente inviável fazê-lo.

Os graduados de hoje estão sobrecarregados com milhares de dólares em empréstimos estudantis ou outros empréstimos. Não se pode nem pensar em comprar uma casa após a formatura. No entanto, existem algumas habilidades que você deve aprender se estiver determinado a estabelecer uma boa base financeira para o seu futuro, pois pode ser intimidante se aproximar dos 30 e sentir que ainda está lutando.

Você se sente frustrado ao iniciar sua jornada financeira? Você gostaria de acelerar sua jornada para a independência financeira? Você descobrirá as mudanças mentais e o comportamento necessários para alcançar a independência financeira.

Sua vida pode mudar se você começar a implementar essas 7 dicas hoje para pular os erros e provar o sucesso.

1. Diversifique seu investimento:

A diversificação de investimentos tem um enorme impacto em sua jornada financeira. Você deve alocar seus fundos de investimento para vários objetivos financeiros. Cada objetivo terá sua própria linha do tempo. Por exemplo, no final dos 20 anos, se você quiser comprar seu próprio apartamento, deverá depositar os fundos em uma conta poupança a cada mês ou a cada semana de acordo. A diversificação do seu investimento o ajudará a esclarecer seus objetivos financeiros.

Crie uma lista de objetivos financeiros que você deseja alcançar. Talvez você queira economizar para um carro ou uma casa, um casamento ou uma aposentadoria. Alinhe seus objetivos financeiros com um cronograma. Por exemplo: você quer comprar um veículo em dois anos, comprar uma casa em 5 anos, economizar para o seu casamento em 7 anos e pensar em se aposentar em 30 anos.

Agora que você conhece seus objetivos e prazos, pode diversificar seus investimentos. Coloque suas economias mensais em um instrumento financeiro que corresponda ao cronograma de cada meta. Por exemplo, suponha que você queira comprar uma casa em três a cinco anos. Atualmente, você tem alguns fundos e continua economizando a cada mês. Invista esses fundos em um ativo que renderá um retorno dentro de três a cinco anos.

Ou, suponha que você deseja se preparar para a aposentadoria. Se você tiver mais de dez anos, poderá investir em um instrumento financeiro que proporcione um retorno por um período maior de tempo. Em ambos os casos, você deve separar seu capital de investimento em objetivos financeiros distintos. Alinhe os instrumentos de investimento com o cronograma para cada objetivo financeiro.

2. Iniciar pequenos passos:

Mesmo que você tenha apenas uma pequena quantia para investir, você deve começar. A prática de reservar dinheiro para investimento é mais significativa do que o valor investido.

Além disso, você pode precisar desse tempo para compreender melhor a si mesmo. Desta vez irá ajudá-lo a desenvolver um plano verdadeiramente eficaz. Táticas diferentes funcionam para pessoas diferentes e não existe uma solução “tamanho único”.

Você deve escolher quais táticas funcionam para você! Para algumas pessoas, trata-se de: monitorar despesas, desenvolver um orçamento, automatizar economias, desenvolver planilhas e estabelecer previsões de fluxo de caixa. Diferentes táticas funcionam para vários indivíduos. Permita-se tempo neste momento de sua vida para compreender a si mesmo. Determine a estratégia mais eficaz testando uma variedade de abordagens. O que funciona para os outros não significa que funciona para você e vice-versa. Lembre-se sempre de começar pequeno, independentemente da quantidade.

3. Conheça seu ciclo de fluxo de caixa:

Você deve monitorar sua entrada e saída de dinheiro. Se você tem menos de 30 anos, provavelmente a maior parte de sua renda vem do seu salário. No entanto, não se esqueça de incluir outras fontes de renda (se tiver).

Considere quanto fundo está entrando e quanto está saindo como despesas. Isso difere do rastreamento de suas despesas, pois você pode observar seu ciclo de fluxo de caixa, que é de entrada e saída de dinheiro.

4. Fique de olho nas oportunidades:

Esteja atento às oportunidades ao seu redor, para que você possa se manter atualizado com o que está no mercado.

Por exemplo, de 16 a 29 de junho, a Binomo, uma das plataformas de negociação internacional, apresenta o iTrade, um concurso de negociação com prêmios quentes, iPhones 13.

Os participantes podem negociar na Binomo, por renda extra e ganhar smartphones novinhos em folha.

O evento acontece em duas etapas. Os vencedores da primeira etapa serão selecionados em 23 de junho e em 1º de julho da segunda. O número total de vencedores no iTrade é de 6 (seis) pessoas.

O organizador notifica os vencedores usando os detalhes de contato fornecidos na conta pessoal na plataforma Binomo.

Todos os usuários que se registraram em junho estão participando automaticamente do concurso iTrade.

Para participar do iTrade, os traders precisam mudar para uma conta Binomo real.

As condições do concurso iTrade são fazer 15 negociações por dia em uma conta real com um valor mínimo de cada negociação de 18 BRL /$5/€5

Fazer 15 negociações todos os dias durante uma semana maximizará as chances de ganhar um iPhone 13.

Mais informações podem ser encontradas na página do concurso iTrade.

5. Alavanque o mercado financeiro e aprenda a negociar:

Se você não está ciente da dinâmica do mercado financeiro e das negociações, provavelmente não está familiarizado com os inúmeros ativos financeiros lucrativos. No entanto, você pode aprender mais sobre como negociar na Binomo, oferecendo mais de 70 ativos financeiros que variam de índices de moeda a instrumentos de patrimônio. A plataforma prova ser eficaz para iniciantes que desconhecem a negociação. Assim, a plataforma disponibiliza tutoriais e orientações sobre estratégias de negociação que devem ser adotadas.

Muitos temem investir seus recursos no mercado financeiro por falta de informação. No entanto, você não precisa se preocupar, pois no Binomo você pode iniciar sua negociação com uma conta demo. Isso ajudará você a aprender estratégias e observar as tendências do mercado. Depois de entender a tendência, você pode começar a investir em contas reais. No entanto, você deve ter cuidado com seus fundos, pois a negociação envolve alto risco.

6. Gerar renda adicional:

Para atingir seus objetivos financeiros, você deve primeiro definir objetivos. Depois de definir os objetivos, você pode identificar fontes adicionais para obter renda adicional.

À medida que envelhece, você descobrirá que assumir um papel ativo na gestão de sua profissão afetará muito sua segurança financeira do que você acreditava anteriormente. Além de acelerar seus objetivos financeiros, um show paralelo pode alterar drasticamente sua perspectiva financeira.

7. Crie fundos de emergência:

Ter fundos alocados para emergências evitará problemas financeiros. Um fundo de emergência composto por três a seis meses de despesas de subsistência é o ideal, mas começar com uma pequena quantia será suficiente para pequenas crises ocasionais.

Utilize seu orçamento para determinar quanto você pode economizar a cada mês e, em seguida, configure uma transferência automática para facilitar a economia.

Fonte: CNN

Continuar lendo SAIBA QUAIS AS SETE LIÇÕES FINANCEIRAS QUE VOCÊ DEVE APRENDER ANTES DOS 30 ANOS

UTILIDADE PÚBLICA: SAIBA QUAIS OS PONTOS DE VACINAÇÃO NESTE FINAL DE SEMANA EM NATAL CONTRA GRIPE, SARAMPO E COVID-19

Por g1 RN

 

Saiba onde se vacinar contra covid, gripe e sarampo nesta sexta (17) e sábado (18) em Natal — Foto: André Santos/Prefeitura de UberabaSaiba onde se vacinar contra covid, gripe e sarampo nesta sexta (17) e sábado (18) em Natal — Foto: André Santos/Prefeitura de Uberaba

Nesta sexta-feira (17), ponto facultatvo na capital potiguar, a Secretaria Municipal de Saúde manteve a vacinação contra covid, gripe e sarampo nos pontos extras.

Apenas as unidades básicas de saúde não abrem para imunização nesta sexta. Nas UBS a vacinação será retomada na segunda-feira (20).

Já no domingo (19) a vacinação acontece em pontos itinerantes como Parque das Dunas, Cidade da Criança, Arena das Dunas e Feirinha da Árvore de Mirassol.

Locais de vacinação na sexta, sábado e domingo

SEXTA-FEIRA (17):

  • Via Direta – 09h às 21h
  • Nélio Dias – 09h às 16h
  • Shopping Midway Mall – 10h às 17h
  • Partage Norte Shopping – 14h às 20h
  • Feirinha da Árvore de Mirassol – 16h às 21h

SÁBADO (18):

  • Via Direta – 09h às 21h
  • Nélio Dias – 09h às 16h
  • Shopping Midway Mall – 10h às 17h
  • Partage Norte Shopping – 14h às 20h
  • Feirinha da Árvore de Mirassol – 16h às 21h

DOMINGO (19) – PONTOS ITINERANTES:

  • Parque das Dunas – 08h às 12h
  • Cidade da Criança – 14h às 19h30
  • Arena das Dunas – 16h às 20h
  • Feirinha da Árvore de Mirassol – 16h às 21h
Continuar lendo UTILIDADE PÚBLICA: SAIBA QUAIS OS PONTOS DE VACINAÇÃO NESTE FINAL DE SEMANA EM NATAL CONTRA GRIPE, SARAMPO E COVID-19

VARIEDADES: SAIBA PORQUE JUNHO É CONSIDERADO O MÊS DO ORGULHO LGBTQIA+

Entenda por que junho é mês do orgulho LGBTQIA+

São Paulo receberá no próximo domingo (19) a 26ª parada do Orgulho LGBT+

Ingrid OliveiraRafael Câmara

da CNN

O ano era 1969, e uma marcha de frequentadores de um bar gay, na região de Manhattan, nos Estados Unidos, pediu basta à violência cometida contra a comunidade LGBTQIA+. Juntos, os clientes deram as mãos e pediram que respeitassem o direito básico: o de existir.

Com isso, o dia 28 de junho ficou conhecido como Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+.

Desde então, entidades, organizações e governos usam o mês de junho com o objetivo de conscientizar a população sobre a importância do combate à crimes contra a comunidade, garantia de direitos, e uma sociedade livre de preconceitos.

A violência sofrida pela população ainda é a pauta prioritária da comunidade. 

No próximo domingo (19), a Avenida Paulista, em São Paulo, será palco da 26ª parada do Orgulho LGBTQIA+.

O evento contará com a presença de artistas como Pabllo Vittar, Luísa Sonza, Pocah, Mc Rebecca e Liniker.

A Associação da Parada do Orgulho LGBT+ de São Paulo (APOLGBT-SP) confirmou na terça-feira (14) que recebeu ameaças de morte e de atentados contra o evento. A organização acusou o recebimento de um e-mail com conteúdo LGBTfóbico e ameaças contra a vida dos organizadores e participantes da Parada, e informou ter aberto um Boletim de Ocorrência contra os remetentes, que não tiveram os nomes divulgados.

Além da denúncia, a Associação também alertou a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania e a Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado de São Paulo.

*Com informações de Luana Franzão e Carolina Figueiredo, da CNN

Continuar lendo VARIEDADES: SAIBA PORQUE JUNHO É CONSIDERADO O MÊS DO ORGULHO LGBTQIA+

SAIBA QUAIS AS ATRAÇÕES DOS FESTEJOS JUNINOS NA FEIRINHA DA ÁRVORE DE MIRASSOL

São João de Natal terá atrações na Feirinha da Árvore de Mirassol

17 jun 2022

03/06/2022 - PREFEITURA DO NATAL - Cerimônia de lançamento da São João de Natal no salão nobre Felipe Camarão, com a presença do Prefeito de Natal Álvaro Dias e Lia de Itamaracá - Foto: Alex Régis/ SECOM

Shows musicais, feirinha de artesanato, apresentação circense e muito mais. Os festejos juninos promovidos pela Prefeitura do Natal seguem a partir desta sexta (17) com a realização da 5ª edição da Feirinha da Árvore, no bairro de Mirassol.

A programação começa nesta sexta-feira, com o espetáculo circense de Cebolinha e Yuri (19h) e show de legítimo forró com Selminha, às 21h. No sábado (18), tem o palhaço Maçaroca (17h), João da Banda, Ryan o Mágico (18h) e shows de Nailson (19h) e Panka de Bakana, às 21h. No domingo (19h), a festa começa com os palhaços Cebolinha e Yuri (17h), João da Banda e shows de Kanelinha (19h) e Trancilin (21h).

Na segunda-feira (20), o evento segue com shows de Papel Gomes (19h) e Nara Costa (21h). E, na terça-feira (21), sobe ao palco Cida Lobo, fechando a quinta edição da tradicional Feirinha da Árvore em ritmo de São João.

“A realização de eventos do porte do São João movimenta a economia criativa da cidade, gera emprego, renda, integram e trazem alegria para a população. A Feira da Árvore é uma iniciativa que já ganhou um cantinho especial no coração dos natalenses e a cada edição atrai mais público. Nesta edição especial junina, reforçamos a programação e a expectativa é a melhor possível. Com toda a certeza, teremos a presença de muitas famílias e turistas que irão apreciar o melhor da culinária, artesanato e serão brindados com ótimas apresentações dos artistas locais”, destaca o prefeito Álvaro Dias.

A Prefeitura preparou uma programação com foco na valorização dos artistas locais, arraiás de bairros e nas quadrilhas juninas. Em uma demonstração de respeito e compromisso com o segmento cultural que representa a maior manifestação popular do Nordeste, a Secretaria Municipal de Cultura (Secult) lançou a maior oferta de editais da história da cidade, contemplando os arraiais de rua e quadrilhas juninas. A iniciativa visa a apoiar financeiramente até 18 quadrilhas juninas, sendo seis quadrilhas do Município de Natal, outras 10 da Região Metropolitana, uma quadrilha Junina infantil e uma cômica de Natal.

Além das quadrilhas, o edital premia financeiramente duas Rainhas, dois Casais de Noivos e dois Marcadores. “O Festival de Quadrilhas Juninas é uma tradição que leva mais de três décadas. A premiação do São João de Natal será a maior do Estado. Nunca existiu isso na cidade. É fundamental que o poder público invista e abra espaço para fortalecer e manter viva e pulsante a tradição do São João em Natal. O prefeito Álvaro Dias mostrou essa sensibilidade e esse apoio é a demonstração disso”, ressalta o titular da Secult, Dácio Galvão.

A outra seleção pública é voltada para apoiar 40 arraiás de rua em Natal. Cada selecionado irá receber R$ 5 mil de apoio financeiro para poder realizar os festejos na rua do seu bairro. Os arraiás selecionados deverão ocorrer no período de 15 de junho a 30 de julho.

Continuar lendo SAIBA QUAIS AS ATRAÇÕES DOS FESTEJOS JUNINOS NA FEIRINHA DA ÁRVORE DE MIRASSOL

SAIBA COMO EVITAR A TROMBOSE

CNN Sinais Vitais explica como evitar a trombose

Quando não é tratada, a condição pode evoluir para um quadro grave chamado embolia pulmonar

Lucas Rocha

da CNN

em São Paulo

Ouvir A formação de um coágulo que interrompe o fluxo sanguíneo caracteriza a trombose, que pode ser perigosa para a saúde. As principais causas da trombose incluem o sedentarismo, o uso de medicamentos, a obesidade, doenças hereditárias ou predisposição genética, além de fraturas ortopédicas.

CNN Sinais Vitais desta semana explica como evitar a trombose. O programa, apresentado pelo cardiologista Roberto Kalil, vai ao ar neste domingo (19), às 19h30, reforçando o conteúdo diversificado com a marca CNN Soft.

“Quando se fala em trombose, a gente associa muito à trombose venosa, que é a formação de coágulos nas veias da perna ou qualquer veia do organismo, que pode causar embolia pulmonar. Mas a trombose inclui também a arterial é a principal causa de morte no mundo, porque inclui o infarto e o acidente vascular cerebral, que as pessoas normalmente chamam de derrame”, explica a cardiologista Ariane Macedo, diretora da Sociedade Brasileira de Trombose e Hemostasia (veja a entrevista no vídeo acima).

A formação de coágulos que entopem os vasos sanguíneos e impedem o fluxo de sangue é chamada de trombose. Existem dois tipos, a trombose venosa, que atinge as veias, e a trombose arterial, quando o bloqueio acontece em uma das artérias.

Segundo o médico angiologista César Amorim Neves, Presidente da Associação Bahiana de Medicina (ABM), a formação da trombose venosa está associada a três fatores preponderantes: hipercoagulação do sangue, lesões na parede das veias e imobilização dos pacientes.

A hipercoagulação, condição que favorece a formação de coágulos do sangue, pode estar relacionada a diferentes causas. Entre elas estão predisposição genética, alterações na quantidade ou no funcionamento de proteínas do sangue que controlam a coagulação, como deficiência de proteína C, S ou Z, entre outros distúrbios.

“Outro fator responsável pela trombose venosa são lesões na parede dos vasos. O vaso é formado por substâncias que evitam a coagulação. Às vezes, lesões nas paredes dos vasos alteram essas substâncias e levam à formação do coágulo”, explica César.

Por fim, a imobilização de longa duração também é um fator importante para a formação da trombose. Pessoas que permanecem internadas por longos períodos em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) podem ter um risco aumentado para o desenvolvimento da doença.

Embolia pulmonar

Quando não é tratada, a trombose pode evoluir para um quadro grave chamado embolia pulmonar. O coágulo pode se desprender e seguir o fluxo da corrente sanguínea, até se alojar nos pulmões. Os sintomas incluem dor no peito, falta de ar, tosse repentina, suor e tontura. A condição pode levar à necrose dos tecidos da região afetada, devido à interrupção da circulação sanguínea.

“10% das mortes dentro dos hospitais ocorrem por embolia pulmonar”, afirma Fábio Henrique Rossi, coordenador da residência médica em Cirurgia Vascular e Endovascular do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia de São Paulo.

O tromboembolismo é a terceira causa de morte no contexto das doenças cardiovasculares. Na pandemia da Covid-19, o número de casos de pessoas com trombose aumentou. Cerca de 16% dos pacientes infectados pelo coronavírus desenvolveram a condição.

O episódio mostra o caso do empresário Wendolino Israel. Aos 65 anos, ele teve uma embolia pulmonar quando estava internado em UTI, ainda se recuperando da Covid-19.

O cardiologista e professor titular da Divisão de Cardiologia da Duke University, dos Estados Unidos, Renato Lopes, publicou um estudo sobre um novo protocolo com o uso de anticoagulantes para pacientes internados em UTIs.

“O Brasil é referência no mundo em tratamento de trombose. As instituições estão se unindo em prol da ciência e conseguimos resultados até mais rápidos do que os Estados Unidos e Europa. O mundo passou a seguir nossos resultados”, destaca Lopes.

A equipe da CNN apresenta ainda a história da publicitária Beatriz Almeida. O uso precoce e prolongado de um anticoncepcional levou ao desenvolvimento da trombose aos 23 anos. A jovem foi submetida ao procedimento de angioplastia para colocar um stent na veia e, assim, liberar espaço para a circulação do sangue.

No episódio, especialistas mostram como é realizado o procedimento a partir de outro caso de um paciente internado no Hospital Dante Pazzanese.

Continuar lendo SAIBA COMO EVITAR A TROMBOSE

SAIBA COMO FUNCIONARÁ OS SERVIÇOS PÚBLICOS NA SEXTA-FEIRA PONTO FACULTATIVO

Por g1 RN

 

Atendimento na Ceasa ocorrerá em horário diferenciado durante feriadão — Foto: DivulgaçãoAtendimento na Ceasa ocorrerá em horário diferenciado durante feriadão — Foto: Divulgação

O governo do Rio Grande do Norte e a prefeitura de Natal decretaram ponto facultativo nos serviços públicos do estado e da capital na próxima sexta-feira (17), após o feriado de Corpus Christi, comemorado nesta quinta-feira (16).

Os decretos foram publicados nos diários oficiais do estado e do município nesta quarta-feira (15). O governo do estado divulgou, também nesta quarta-feira, as mudanças nos serviços públicos com maior impacto à população.

Serviços essenciais, como urgências e emergências de saúde, além da segurança pública, serão mantidos.

Funcionamento de serviços públicos durante o feriado de Corpus Christi

Centrais do Cidadão

O atendimento será suspenso nos dias 16 e 17 e retorna na segunda-feira (20). Os agendamentos virtuais continuam normalmente.

Detran

Na quinta-feira (16) e na sexta-feira (17), o atendimento será suspenso em decorrência do feriado e do ponto facultativo. As unidades do Detran abrem normalmente na segunda-feira (20). Os agendamentos on-line funcionam normalmente durante o feriadão, com disponibilidade apenas para os dias úteis. Podem ser feitos pelo site do órgão (aqui).

Parque das Dunas e Cajueiro de Pirangi

Os horários de funcionamento do Parque das Dunas e do Cajueiro de Pirangi não sofrerão alteração nos dias 16 e 17 de junho.

O Idema reforça que as visitas aos equipamentos seguem observando as medidas de segurança sanitária dispostas em decreto, sendo necessário apresentar o Passaporte Vacinal.

O parque estadual funciona sempre das 7h30 às 17h, com entrada a R$ 1. Já o Cajueiro de Pirangi recebe a população das 8h às 17h. A entrada custa R$ 8 (crianças de 7 a 12 anos pagam meia-entrada, assim como estudantes, professores e idosos, portando carteira comprobatória).

Restaurantes Populares

Os Restaurantes Populares não abrirão no feriado da quinta-feira (16), porém retornam a funcionar normalmente na sexta-feira (17), com exceção das unidades do Centro Administrativo e Campi da UERN em Mossoró e Patu (devido ao ponto facultativo nas instituições).

Sine

O Sistema Nacional de Emprego (Sine) tem atendimento até esta quarta-feira (15), parando as atividades no feriado da quinta-feira (16) e sexta-feira (17). Retorna a funcionar normalmente na segunda (20).

Delegacias (plantões)

De acordo com a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesed), as delegacias de plantão funcionarão a partir das 18h desta quarta-feira (15) até às 8 horas da segunda-feira (20). Os atendimentos em Natal ocorrem nas DPs Zona Sul e Zona Norte, além da DP da Mulher. Também funcionam as DPs de Mossoró e Caicó. Atendimento na Delegacia Virtual permanece sem interrupção.

Caern

Na quinta (16) e na sexta-feira (17), o atendimento está suspenso. Contudo, a Caern tem equipes de plantão para ocorrências operacionais e os canais de atendimento continuarão ativos, sendo eles: Teleatendimento 115, APP Caern Mobile, Agência Virtual ou pelo WhatsApp (84) 98118-8400. Os atendimentos pelos canais funcionam 24h.

Ceasa (durante os dias 16, 17 e 18 de junho)

•Acesso dos caminhões: da 0h até às 3h;
•Acesso do público às lojas: das 3h às 13h;
•Expediente interno das lojas, sem acesso ao público: das 13h às 18h;
•Setor Comercial da Ceasa: das 7h às 13h;
•Demais serviços administrativos da Ceasa: não haverá expediente.

Continuar lendo SAIBA COMO FUNCIONARÁ OS SERVIÇOS PÚBLICOS NA SEXTA-FEIRA PONTO FACULTATIVO

SAÚDE: SAIBA O QUE É UM ACUMULADOR COMPULSIVO

Por BBC

 

Edward Brown está ciente de seu problema e está tentando superá-lo e ajudar outras pessoas na mesma situação. — Foto: BBCEdward Brown está ciente de seu problema e está tentando superá-lo e ajudar outras pessoas na mesma situação. — Foto: BBC

Xícaras, potes vazios, latas, bichos de pelúcia, potes de plástico, CDs… Na casa de Edward Brown, pode-se achar quase tudo.

Empilhados uns sobre os outros sem nenhuma lógica aparente, os objetos que ele acumulou ao longo de sua vida tornaram sua casa um lugar difícil de habitar.

“Não há espaço para as pessoas trocarem de roupa se vierem aqui”, diz o homem de 60 anos de Blackburn, uma cidade industrial no norte da Inglaterra, à BBC.

Edward reconhece ter um problema, mas demonstra dificuldade em lidar com ele. “(A tendência) de colecionar coisas às vezes sai do controle.”

Ele sofre da síndrome de acumulação compulsiva, transtorno mental que faz alguém ter grande dificuldade em se livrar de objetos que não têm valor ou são de pouca importância para outras pessoas.

“Essa dificuldade muitas vezes leva a uma desordem considerável, tornando um espaço intransitável” e onde “os quartos não podem ser usados ​​para o que foram projetados: você não pode usar a cozinha para cozinhar ou o quarto para dormir”, diz Gregory Chasson, psicólogo e professor do Instituto de Tecnologia de Illinois, nos Estados Unidos.

Desde jornais, revistas, recipientes de comida, sapatos e cabos, até guarda-chuvas ou tampinhas de garrafa. Coisas em bom estado ou destruídas pelo uso e tempo tornam-se objetos preciosos para o acumulador.

Síndrome leva à desordem considerável, tornando um espaço intransitável — Foto: Getty Images via BBCSíndrome leva à desordem considerável, tornando um espaço intransitável — Foto: Getty Images via BBC

Trata-se de uma condição que não faz distinção entre homens e mulheres, cultura ou situação socioeconômica.

Ela afeta pelo menos 2,6% da população mundial, com percentuais maiores em pessoas com mais de 60 anos e naquelas com outros diagnósticos psiquiátricos, como ansiedade ou depressão, segundo a Associação Americana de Psiquiatria.

E a gravidade de seus sintomas, segundo um estudo publicado no periódico científico Journal of Psychiatric Research, “ficou significativamente pior” durante a pandemia de covid-19.

‘Como se fosse minha irmã’

Outra característica importante é o forte impulso que as pessoas com esse transtorno têm de adquirir e guardar objetos.

“Não é apenas o caos, mas também o desejo de comprar coisas ou colecionar objetos de graça, ou guardar objetos que entraram passivamente em sua vida“, diz Christiana Bratiotis, professora da Escola de Trabalho Social da Universidade da Colúmbia Britânica, no Canadá.

“Eles querem preservá-los por causa das crenças que têm em relação a esses objetos e por causa da forte ligação emocional que têm com eles.”

Bratiotis diz que alguns de seus pacientes podem lhe dizer coisas como: “Esta coleção de objetos significa tanto para mim quanto minha irmã. E separar-se dela seria como cortar todos os laços com ela”.

Acumuladores querem preservar objetos por causa da forte ligação emocional que têm com eles — Foto: Getty Images via BBCAcumuladores querem preservar objetos por causa da forte ligação emocional que têm com eles — Foto: Getty Images via BBC

“Representa parte da identidade deles”, explica.

Soma-se a isso a crença de que, um dia, eles podem precisar desses objetos, seja para o uso pretendido, para um uso alternativo ou como parte de um projeto criativo.

Os perigos de acumular

Os perigos para a saúde de não abordar este problema são múltiplos e mais graves do que parecem, começando pelos físicos.

“A acumulação compulsiva pode levar a todos os tipos de perigos: riscos de incêndio, riscos de queda, riscos de lesões e um tremendo risco de infestação que aumenta a chance de desenvolver doenças como a asma”, observa Chasson.

Em termos de saúde mental, deixa aqueles que a sofrem isolados socialmente: os afetados não falam a ninguém sobre uma condição “estigmatizada pela sociedade, que a interpreta como preguiça, imoralidade ou falta de padrões pessoais e não a entende como um problema de saúde mental”, argumenta Bratiotis.

Embora muitos de nós possamos nos identificar com a tendência de guardar objetos porque são bonitos, por precaução, porque nos trazem boas lembranças ou porque achamos que podemos encontrar algum tipo de uso para eles, isso não necessariamente nos torna acumuladores compulsivos.

A acumulação torna-se uma condição diagnosticável quando causa prejuízo ou sofrimento para o indivíduo ou aqueles ao seu redor — Foto: Getty Images via BBCA acumulação torna-se uma condição diagnosticável quando causa prejuízo ou sofrimento para o indivíduo ou aqueles ao seu redor — Foto: Getty Images via BBC

É importante entender que é um comportamento e, como tal, “ocorre em um continuum, variando de leve a grave”, explica Bratiotis.

Quando estamos diante de um caso de acumulação compulsiva ou simplesmente diante de uma pessoa com “alma de colecionador”?

“Às vezes é difícil distinguir”, diz Chasson, “mas torna-se um problema e uma condição diagnosticável quando causa prejuízo ou sofrimento para o indivíduo ou para aqueles ao seu redor.”

Também quando a atividade diária dentro de casa é impossibilitada pela desordem e pelo acúmulo.

Você provavelmente tem na mente a imagem de uma casa cheia até o teto de coisas inúteis, onde não cabe um alfinete, com uma montanha de objetos acumulados que mal deixa espaço para seu dono — uma pessoa de meia-idade ou mais velha — passar pelo portão.

Estes são os casos mais extremos e que chegam — por razões óbvias — ao noticiário e aos programas de TV.

Para obter uma imagem mais precisa, é preciso recorrer a fotos como estas abaixo, que é um dos recursos usados ​​para avaliar quando a acumulação vira um problema de saúde mental.

Imagens mostram o que pode ser um acumulador compulsivo — Foto: FROST RO, STEKETEE G, TOLIN DF, RENAUD S. via BBCImagens mostram o que pode ser um acumulador compulsivo — Foto: FROST RO, STEKETEE G, TOLIN DF, RENAUD S. via BBC

As imagens mostram uma sala, uma cozinha, um quarto, ordenadas de um a nove de acordo com o número de objetos acumulados, sendo a primeira sem desordem e nona a situação mais grave.

Eles vêm de um estudo publicado no periódico científico Journal of Psychopathology and Behavioral Assessment em 2008 e indicam que, a partir da terceira foto, estamos na presença de um acumulador compulsivo.

Causas

A acumulação de objetos, porém, é apenas a manifestação do problema, sua face mais óbvia.

“Sob a desordem, tanto metafórica quanto literalmente, estão partes desse problema que são menos visíveis, mas ainda assim são fatores muito importantes para o desenvolvimento desse comportamento”, explica Bratiotis.

Existem certos traços de personalidade — dificuldade em tomar decisões, perfeccionismo e procrastinação— que, quando combinados, podem predispor um indivíduo a desenvolver o acúmulo compulsivo.

Diferentemente de um colecionador, que guarda um tipo de objeto específico, um acumulador guarda todo tipo de coisas — Foto: Getty Images via BBCDiferentemente de um colecionador, que guarda um tipo de objeto específico, um acumulador guarda todo tipo de coisas — Foto: Getty Images via BBC

“Sabemos que essas pessoas tomam decisões mais lentamente e questionam sua decisão quase imediatamente depois de tomá-la”, diz ele.

Não existe uma causa única para este distúrbio. “Não é apenas biologia evolutiva, não é apenas genética ou neurobiologia, mas todas essas coisas desempenham um papel”, afirma o pesquisador.

“Sabemos que o cérebro de um acumulador compulsivo funciona de maneira diferente”, explica Bratiotis, observando que essas diferenças foram observadas em tomografias computadorizadas de pessoas que foram solicitadas a realizar tarefas que envolviam guardar e descartar bens.

“Entendemos que a combinação dessas causas com algumas experiências de vida e, em particular, experiências em torno da perda é o que leva a esse problema”, acrescenta, que apesar de se tornar evidente na meia-idade, começa a se desenvolver na infância ou na idade adulta.

“Pesquisas sugerem que em mais de 50% dos casos o problema surge entre as idades de 11 e 20”, diz Bratiotis.

“Ele pode se manifestar com coisas como guardar objetos que outros consideram lixo, mas é acima de tudo o processo de pensamento e as crenças que os cercam“, diz Chasson.

O que acontece é que isso se torna óbvio mais tarde, acrescenta a psicóloga, porque as crianças normalmente têm pessoas que organizam as coisas por elas.

Acumulador precisa perceber que tem prejuízos
Acumulador precisa perceber que tem prejuízos

Tratamento

Até hoje, não há cura para o transtorno de acumulação compulsiva. Mas o tratamento mais promissor é a terapia cognitivo-comportamental especializada na condição.

O objetivo é mudar a maneira como as pessoas pensam para modificar seu comportamento e melhorar como elas se sentem.

“Os resultados têm sido moderados. Não são irrelevantes, mas tampouco são totalmente bem-sucedidos”, lamenta

Bratiotis.Alguns acumuladores sentem o desejo de comprar coisas — Foto: Getty Images via BBCAlguns acumuladores sentem o desejo de comprar coisas — Foto: Getty Images via BBC

Também se busca fazer “intervenções para reduzir a gravidade e o impacto de suas consequências, melhorar a qualidade de vida (da pessoa que sofre do transtorno) e manter os progressos”, explica Chasson.

“E há outras modalidades como grupos de autoajuda com facilitadores ou diferentes abordagens em grupo”, acrescenta.

Da mesma forma, há muito que a família ou amigos podem fazer para ajudar.

Primeiro, você deve abordar o problema “com empatia e carinho, em vez de assumir uma posição acusatória”, recomenda Bratiotis.

“Você pode dizer ‘estou preocupado com você morando nesta casa, porque sei que você está passando por algo difícil e não pode usar este corredor porque está bloqueado e não quero que você caia’.

É diferente de dizer ‘você precisa limpar este corredor porque você vai cair'”, ressalva Bratiotis.

Também é importante reconhecer que, por mais bem-intencionados que sejam, amigos e familiares nem sempre são as melhores pessoas para ajudar, acrescenta ela.

Ainda assim, podem oferecer ao acumulador apoio na busca e obtenção de intervenção externa.

Edward Brown, o acumulador de Blackburn, está lutando para melhorar sua situação e ajudou a criar um grupo de apoio em sua cidade para outras pessoas em condições semelhantes.

Ele diz que está “entusiasmado para apoiar acumuladores compulsivos e ver suas vidas melhorarem”.

Continuar lendo SAÚDE: SAIBA O QUE É UM ACUMULADOR COMPULSIVO

SAIBA QUAIS OS SEIS TRECHOS DO LITORAL DO RN QUE ESTÃO IMPRÓPRIOS PARA BANHO

Litoral do RN tem seis pontos impróprios para banho; confira locais

Redação/Portal da Tropical

 Atualizado em:

Foto: Divulgação

O Boletim da Balneabilidade das praias do Rio Grande do Norte Nº 21, emitido na sexta-feira (10), informa que 26 pontos seguem com condições adequadas de balneabilidade e seis trechos analisados estão impróprios para banho. Os trechos identificados como impróprios foram Rio Pium (Ponte Nova), Pirangi do Norte (APURN), em Parnamirim; Via Costeira (Cacimba de Boi), Praia do Meio (Iemajá) e Redinha (Rio Potengi), em Natal; e a Foz do Rio Pirangi, em Nísia Floresta.

As análises registraram os dois locais com 1600 – NMP/100 ml de H2O, cada, que significa a presença microrganismos pelo Número Mais Provável(NMP). A base dos dados analisa a quantidade de coliformes termotolerantes encontrados nas águas (Resolução nº 274/2000 do Conselho Nacional do Meio Ambiente – CONAMA).

Foram coletadas e classificadas amostras de água em 33 pontos distribuídos na faixa costeira situada entre os municípios de Nísia Floresta e Extremoz, a fim de informar aos banhistas quais as condições das praias monitoradas.

O estudo é uma parceria entre o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), o Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) e a Fundação de Apoio à Educação e ao Desenvolvimento Tecnológico do RN (FUNCERN), e faz parte do Programa Água Azul.

Continuar lendo SAIBA QUAIS OS SEIS TRECHOS DO LITORAL DO RN QUE ESTÃO IMPRÓPRIOS PARA BANHO

UTILIDADE PÚBLICA: SAIBA COMO FUNCIONARÁ O COMÉRCIO NO FERIADO DE CORPUS CHRISTI

Por g1 RN

 

Shoppings centers terão horário diferenciado neste feriado. — Foto: Augusto César GomesShoppings centers terão horário diferenciado neste feriado. — Foto: Augusto César Gomes

O feriado de Corpus Christi em 2022, comemorado nesta quinta-feira (16), vai modificar o horário de funcionamento do comércio e dos bancos de Natal, de acordo com levantamento da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) da capital potiguar.

De acordo com a instituição, o comércio de rua no Alecrim e Cidade Alta estará fechado. Os supermercados vão funcionar normalmente, e os shoppings terão horários diferenciados. Confira abaixo o horário de funcionamento do comércio em Natal.

Comércio de Rua

  • Alecrim: Lojas fechadas.
  • Centro da Cidade: Lojas fechadas
  • Zona Norte: Lojas fechadas.

Shoppings

Midway Mall

  • Das 11h às 21h, sendo praça de Alimentação e lazer: das 11 às 21h
  • Demais lojas: 12h e 15h

Natal Shopping

  • Alimentação: 11h às 22h
  • Quiosques de alimentação: 13h às 21h*
  • Âncoras e Mega Lojas: 12h às 21h*
  • Demais lojas e quiosques: 15h às 21h*
  • Academia Bodytech: 9h às 15h
  • Cinema: Conforme Programação

* Fechamento facultativo das 20h às 21h.

Praia Shopping

  • Praça de Alimentação: das 11h às 22h
  • Demais lojas: das 15h às 21h

Shopping Cidade Jardim

  • Lojas e Quiosques: 14h às 20h
  • Praça de Alimentação: a partir das 11h

Shopping Via Direta

  • Lojas e Quiosques: 14h às 20h
  • Praça de Alimentação: 12h às 20h

Partage Norte Shopping Natal

  • Praça de Alimentação/Lazer: 11h às 22h
  • Lojas/Quiosques: 15h às 21h, sendo facultativo, a partir das 12h
  • Cinema: Conforme sessões

Shopping 10

  • Fechado

Supermercados

  • Funcionamento normal das 7 às 22h

Bancos

  • Fechados.

Fonte: G1 RN

Continuar lendo UTILIDADE PÚBLICA: SAIBA COMO FUNCIONARÁ O COMÉRCIO NO FERIADO DE CORPUS CHRISTI

SAIBA QUAIS AS UNIDADES DE SAÚDE DE NATAL QUE ABRIRÃO NESTE SÁBADO (11) PARA ATENDER MULHERES DO PROJETO MULHER 365

Unidades de Saúde de Natal abrem neste sábado para atender mulheres no Projeto Mulher 365; confira locais

Redação/Portal da Tropical

 Atualizado em:

Foto: Divulgação/SMS Natal

O Projeto Mulher 365 tem objetivo de alertar as mulheres sobre a prevenção contra o câncer do colo do útero. Desta forma, a Prefeitura do Natal, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, vai abrir neste sábado (11) das 8h às 12h, seis unidades de saúde realizando atendimento exclusivo para mulheres com a disponibilização do exame citopatológico. Além deste exame, haverá consulta médica, testagem de ISTs, vacinação e todos os atendimentos que a unidade possui voltados para a saúde da mulher.

“O projeto Mulher 365 teve início em 2018, porém estava suspenso por causa da pandemia, agora uma vez por mês faremos essa ação. A data será sempre no sábado e a demanda é aberta, ou seja, basta levar o cartão do SUS e RG que o atendimento será realizado”, afirma George Antunes, Secretário de Saúde de Natal.

Unidades que participarão do Mulher 365

UBS Bela Vista

USF Rosângela Lima

UM de Mãe Luiza

USF Felipe Camarão III

USF Cidade Nova

USF Monte Líbano

Fonte: Portal da Tropical _ Notícias

Continuar lendo SAIBA QUAIS AS UNIDADES DE SAÚDE DE NATAL QUE ABRIRÃO NESTE SÁBADO (11) PARA ATENDER MULHERES DO PROJETO MULHER 365

SAÚDE: SAIBA QUAIS OS MUNICÍPIOS RECEBERÃO A CARAVANA RN+ CORAÇÃO

RN+ Coração promove caravana de exames e consultas em 6 municípios

Redação/Portal da Tropical

Atualizado em:

Foto: Divulgação

Neste ano de 2022, o mês de conscientização da Cardiopatia Congênita aqui no Rio Grande do Norte será muito especial. A partir da parceria entre a Associação dos Amigos do Coração da Criança (AMICO) e o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Saúde Pública (SESAP), o Programa RN+Coração, que visa promover o diagnóstico precoce das cardiopatias infantis por todo o estado, realizará a caravana “RN+Coração – Na estrada”.

Quase 60 voluntários levarão atendimento e exames de cardiologia pediátrica às crianças que deles necessitam, em seis dias de atendimento, iniciando por Natal, seguindo por Macaíba, São José de Mipibu, Currais Novos, Pau dos Ferros e Mossoró.  Os mutirões contam com o apoio do INCOR Natal, Hospital Rio Grande e Círculo do Coração de Pernambuco. O mutirão terá início na próxima sexta-feira (10), às 7h30, na sede da Amico.

“A expectativa da caravana é buscar e tratar aquelas crianças que sequer receberam os diagnósticos, tirar dúvidas sobre a cardiopatia congênita, além de diminuir a demanda reprimida daquelas que já têm um diagnóstico, mas, pela distância da capital, pela falta de conhecimento dos familiares e mesmo pela questão da regulação, não conseguem manter o tratamento necessário”, pontuou o cardiopediatra Raimundo Amorim, coordenador da iniciativa.

CARDIOPATIA CONGÊNITA

No Brasil, para cada mil nascidos vivos, de 8 a 10 bebês nascem com algum tipo de cardiopatia. De acordo com a Sociedade Brasileira de Cardiologia, são registrados anualmente cerca de 30 mil novos casos de cardiopatia no país; cerca de 20% terão cura espontânea e os demais provavelmente necessitarão de uma ou mais cirurgias cardíacas em algum momento da vida. A média nacional de crianças que conseguem um diagnóstico e tratamento se aproxima de 30% do total.

Aqui no RN, cerca de 500 crianças nascem com más formações cardíacas. No entanto, devido ao trabalho desenvolvido pela AMICO, a taxa das crianças que são tratadas se aproxima de 50%. “Com o RN+Coração, vamos avançar. Mais pais, irmãos, avós terão a chance de lutar pelos seus pequenos. O Programa trará mais vida para todo estado”, explicou o presidente da Amico, o anestesiologista Madson Vidal.

“Essa é mais uma ação do RN+ Coração que, além ter por objetivo o aumento dos diagnósticos e encaminhamentos das crianças cardiopatas ao tratamento necessário, vem promovendo capacitação dos profissionais de saúde, lutando pela universalização do teste do pezinho nas unidades e a informatização de todos os dados. Com todo esse trabalho digitalizado, num futuro a médio prazo produziremos um banco de dados de exames realizados e do apoio diagnóstico, e dessa forma teremos um diagnóstico situacional para avaliar as necessidades de nossas maternidades e mesmo dos municípios e respectivas regiões”, finalizou a subcoordenadora de Gestão da Educação na Saúde da Sesap, Larissa Monteiro, responsável pelo programa na Secretaria.

CRONOGRAMA | RN+CORAÇÃO

10/06/2022 – Natal
Local: AMICO
R. Prof. Almeida Barreto 1787 – Bairro: Lagoa Nova
7h30

11/06/2022 – Macaíba
Local: Instituto de Ensino e Pesquisa Alberto Santos Dumont (ISD)
Av. Santos Dumont, 1560 – Zona Rural

12/06/2022 – São José do Mipibu
Local: Centro Especializado em Reabilitação de São José de Mipibu
Av. Pedro Ferreira, S/N – Bairro: Bela Vista

18/06/2022 – Currais Novos
Local: Escola Estadual Tristão de Barros
R. Bernadete Xavier, 115 – Bairro: Centro

20/06/2022 – Pau dos Ferros
Local:

21/06/2022 – Mossoró
Local: UBS Duclécio Antônio de Medeiros
R. Poeta João Liberalino – Bairro: Presidente Costa e Silva

Continuar lendo SAÚDE: SAIBA QUAIS OS MUNICÍPIOS RECEBERÃO A CARAVANA RN+ CORAÇÃO

SAÚDE: SAIBA QUAL O PERFIL DE MULHERES QUE SERÃO AFETADAS CASO ABORTO SOFRA RESTRIÇÕES NOS EUA

Por BBC

 

Protestantes a favor do direito ao aborto durante movimento nos EUA. — Foto: GETTY IMAGES/via BBCProtestantes a favor do direito ao aborto durante movimento nos EUA. — Foto: GETTY IMAGES/via BBC

Rebecca passa correndo pelos manifestantes até uma mãe de três filhos, sentada sozinha no banco do estacionamento de uma clínica de aborto. A mulher está com medo de voltar para a clínica. “E se alguém da minha igreja me vir?”, diz ela aos prantos.

Com um braço, Rebecca oferece um abraço, e com o outro ela segura seu guarda-chuva para proteger a mulher dos manifestantes antiaborto reunidos do lado de fora.

Rebecca Rehm Tuggle foi criada como católica, agora ela trabalha do lado de fora de uma pequena clínica no estado de Louisiana, no sul dos Estados Unidos. Ela ajuda os clientes a evitar manifestantes e a encontrar com segurança o caminho para dentro.

O Hope Medical Group é a única clínica na cidade de Shreveporte uma das apenas três no Estado, Louisiana, para uma população estimada de cerca de 920 mil mulheres em idade fértil (entre 15 e 44 anos).

Oito em cada dez pacientes desta clínica vivem abaixo do nível de pobreza nacional, e cerca de 60% se identificam como afro-americanas.

“Falei com uma mulher que veio fazer um aborto ontem, ela disse mal dar conta das coisas como estão hoje na vida dela. Não estou falando apenas de dinheiro, estou falando de tempo. Ela é mãe, tem dois empregos e mal consegue passar tempo com a criança que tem em casa”, diz Rebecca.

Depois que vazou um documento indicando que a Suprema Corte dos EUA poderá derrubar o direito legal nacional ao aborto, muitas pessoas como Rebecca temem o impacto de uma possível proibição. Há uma preocupação particular com mulheres de minorias étnicas que são desproporcionalmente representadas nas estatísticas de aborto.

Os negros representam 13% da população dos EUA, mas as mulheres negras constituem mais de um terço dos abortos relatados no país, e as mulheres hispânicas cerca de um quinto.

As mulheres mais pobres são mais propensas a procurar um aborto, revelam os dados, e as mulheres de minorias étnicas são mais afetadas pela desigualdade de renda. Além disso, a diferença de riqueza entre grupos brancos e não brancos está aumentando nas últimas décadas entre a população dos EUA.

Na linha da pobreza

O vazamento recente revelou que os juízes da Suprema Corte dos EUA podem ser a favor de anular a decisão conhecida como Roe versus Wade, que em 1973 estabeleceu o direito da mulher ao aborto nos EUA. O aborto não se tornaria imediatamente ilegal em todo o país – em vez disso, caberia a cada Estado decidir qual acesso ao procedimento médico as mulheres teriam em seu território.

O Instituto Guttmacher, um grupo de pesquisa pró-escolha, prevê que, se a decisão no caso Roe versus Wade for derrubada, o aborto pode ser proibido ou restringido em 26 estados – afetando mais da metade da população em idade fértil.

E as mulheres mais pobres, assim como as afro-americanas,   sofreriam o impacto, pois estes grupos são mais propensos a buscar um aborto, de acordo com registros oficiais.

Kathaleen Pittman, que trabalha como administradora da clínica de Louisiana, diz que a pobreza é a principal razão citada pelas mulheres ao interromper a gravidez. A maioria das clientes atendidas pela clínica paga pelo procedimento com fundos de organizações sem fins lucrativos.

“Tivemos pacientes contando com três fundos de aborto diferentes, tentando juntar o dinheiro”, diz ela.'Se eu sentar e pensar muito sobre o que pode trazer o amanhã, não serve em nada para a paciente', diz Kathaleen Pittman — Foto: VALERIA PERASSO/via BBC‘Se eu sentar e pensar muito sobre o que pode trazer o amanhã, não serve em nada para a paciente’, diz Kathaleen Pittman — Foto: VALERIA PERASSO/via BBC

A maioria já tem um ou mais filhos em casa, diz Kathaleen – em linha com estatísticas nacionais, que mostram que seis em cada 10 mulheres que abortam já são mães, segundo dados de 2019 do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) .

“Só ver as mulheres na clínica é muito revelador. Todos os dias ouvimos de mulheres que têm que cancelar sua consulta porque o transporte falhou, a creche falhou… Qualquer dia perdido no trabalho para muitas dessas famílias é um problema real.”

Se o aborto se tornar ilegal na Louisiana, Kathaleen teme o pior: “Vamos ver mais pobreza, mais mortes”. As desigualdades de saúde para pacientes de baixa renda e grupos étnicos minoritários já são prevalentes.

De acordo com o CDC, em 2020, a taxa de mortalidade materna para mulheres negras não hispânicas foi quase três vezes maior do que a taxa para mulheres brancas não hispânicas.

Resumo: o que está acontecendo com o aborto nos EUA?

  • Um documento que vazou sugere que a Suprema Corte dos EUA pode decidir a anulação do direito nacional ao aborto. A decisão final está prevista para ocorrer a partir de junho ou julho.
  • Atualmente, os procedimentos de aborto estão disponíveis até cerca de 24 semanas de gravidez.
  • A Suprema Corte está considerando a possibilidade de permitir que os Estados proíbam o procedimento, restringindo-os para estágios muito iniciais da gravidez.
  • Nos últimos dez anos, menos mulheres fizeram abortos nos EUA, de acordo com estatísticas do CDC – os procedimentos relatados caíram quase 18% entre 2010 e 2019.

Batalha judicial

Se Roe versus Wade for derrubado, pelo menos 13 Estados em todo o país já têm leis que proibiriam ou restringiriam o aborto após o anúncio da decisão da Suprema Corte dos EUA.

Na Louisiana, a proibição viria imediatamente. A exceção seria para emergências médicas graves ou com risco de vida.

A Louisiana Right to Life (LARTL) é uma das maiores e mais antigas organizações antiaborto do Estado. Seu trabalho envolve a promoção das regulamentações restritivas que o Estado tem aprovado nos últimos anos. Mas a LARTL também se envolve no aconselhamento e ativismo, incluindo sessões de oração fora das clínicas.

“Acreditamos que não importa como a vida seja concebida, mesmo nos casos raros e horríveis de estupro e incesto, vale a pena proteger a vida”, diz Sarah Zargorski, diretora de comunicações da LARTL.

Sua organização acredita que os problemas que as mulheres negras e pobres enfrentam devem ser abordados reformulando a conversa sobre saúde materna.

“Tanto tempo foi gasto na chamada saúde reprodutiva, mas agora temos a oportunidade de nos concentrar na saúde materna real”.

A LARTL recentemente declarou que se opõe a qualquer legislação que criminalize a mãe.

“A mãe também é vítima de Roe, as mulheres foram enganadas por décadas sobre as ramificações do aborto”, diz ela.”Em última análise, o aborto é sempre perigoso, pois acaba com a vida do nascituro – devemos nos concentrar especificamente nas mulheres pertencentes a minorias, ajudando-as a fazer uma escolha de afirmação de vida, seja assumindo a maternidade ou entregando para adoção”.

A administradora da clínica, Kathaleen, tem uma visão diferente: “Se Roe versus Wade for derrubado, veremos mais dessas mulheres morrendo, não apenas por complicações da gravidez, mas por abortos sem auxilio profissional, porque não teriam acesso a uma interrupção segura”.

‘É sobre autonomia corporal’

Mais da metade da população negra nos EUA vive no Sul, onde em muitos estados os legisladores já criaram leis ou emendas para restringir o aborto de diferentes maneiras — por exemplo, impondo ultrassonografias obrigatórias, aconselhamento estatal ou períodos de espera antes do procedimento poder ser realizado.

Para Marcela Howell, presidente e CEO da In Our Own Voice — parceria nacional de organizações de mulheres negras com uma agenda de justiça reprodutiva — a anulação destacaria uma preocupação mais ampla:

“Não se trata apenas de aborto, para mulheres negras é sobre autonomia corporal”.

Ela diz que, embora Roe versus Wade tenha estabelecido o direito ao aborto, não removeu as barreiras financeiras e logísticas para mulheres negras abortarem, nem impediu que as regulamentações estaduais dificultassem o acesso aos procedimentos.

Tina Marshall, que fundou a Black Abortion Defense League, em Charlotte, na Carolina do Norte, conta que vê estes obstáculos diariamente.

“Na comunidade negra ninguém fala em aborto, mas todo mundo conhece alguém que já fez. Falo do meu aborto para normalizar”, diz ela.

Tina começou a fazer seu trabalho porque sentiu que pacientes negras podem querer o apoio de outra mulher negra, em vez de outros acompanhantes que são em sua maioria brancos.

Tia Tina, como ela é conhecida fora do Charlotte’s Preferred Women’s Health Center, interage com os grupos antiaborto no local.

“Fiquei absolutamente horrorizada quando comecei, com tantos homens brancos parados lá fora, tentando humilhar essas mulheres, enquanto atravessavam o estacionamento.”

“Ninguém protege as mulheres negras, exceto outras mulheres negras”, afirma.

Cherilyn Holloway tem uma visão diferente sobre o aborto. Ela é chefe da Pro-Black Pro-Life, uma organização que ela diz tentar abrir um diálogo sobre injustiça racial e aborto, que ela fundou após ter dois abortos.

“Eu tinha 15 anos na primeira vez e recebi um ultimato do meu pai que me fez sentir que não tinha escolha”, revela.

Cherilyn reconhece que as mulheres negras de baixa renda são desproporcionalmente afetadas pelas desigualdades, mas diz que recorrer ao aborto não é a resposta.

“Não temos um problema de gravidez. Temos um problema econômico”, avalia.

“Quando penso no argumento em torno do acesso ao aborto, por que apenas temos acesso a essa única coisa? Há todas essas outras disparidades, e esta é a única que estamos relatando.”

Independentemente de o aborto ser legal ou ilegal, ela o vê como “uma solução band-aid para um problema muito maior”.

“Aqui está a questão que sempre coloco. A solução para a taxa de mortalidade materna negra é mais abortos? É assim que estamos resolvendo este problema? Então, estamos preocupados que, se acabarmos com o aborto, mais mulheres negras grávidas vão morrer ao dar à luz. Mas não estamos solucionando o problema original.”

Menos clínicas, maiores distâncias

Caitlin Myers, professora de economia do Middlebury College, vem analisando quais os efeitos da derrubada do Roe versus Wade podem ter sobre as mulheres mais pobres.

Ela diz que as proibições estaduais provavelmente fechariam clínicas de aborto para 41% das mulheres americanas em idade reprodutiva e aumentariam a distância média de carro até um provedor de aborto — de 55 km para 450 km.

Sua pesquisa também mostra que muitas mulheres não poderão arcar com o custo destas viagens.

“Estamos prevendo que cerca de um quarto das mulheres que desejam abortar não conseguirão chegar a uma clínica de aborto nos estados em que o aborto ainda é legal — cerca de 100 mil mulheres no primeiro ano”.

Laurie Bertram Roberts é diretora executiva do Yellowhammer Fund, que oferece apoio financeiro para mulheres que buscam abortos no Alabama e no Mississippi.

Estes dois estados apresentam a maior porcentagem de mulheres negras que abortam nos EUA, de acordo com a Kaiser Family Foundation.

Sua própria experiência de ter tido um aborto negado em um hospital católico é uma das razões pelas quais ela abraçou esta carreira.

“Você sabe como é ser uma pessoa negra que deu à luz sete filhos?”, questiona.

Nos EUA, muita gente depende de seguros privados para financiar seus cuidados com a saúde, uma vez que o acesso aos serviços de saúde é muito caro e, na maioria das vezes, não há uma prestação universal de serviços de saúde financiada pelo governo.

Afro-americanos e hispânicos são menos propensos a ter seguro de saúde privado, devido à sua renda mais baixa e taxas mais altas de desemprego.

Quase um quarto (23,8%) das mulheres hispânicas e 12,5% das mulheres negras de 15 a 49 anos não têm seguro de saúde, em comparação com apenas 8,4% entre as brancas.

E a maioria das mulheres que recebem assistência federal por meio do Medicaid — o programa que oferece alguma cobertura de saúde para pessoas de renda muito baixa —, na maioria dos casos, é impedida de usar esses fundos para serviços de aborto, que podem custar algumas centenas de dólares.

“É muito avassalador pensar sobre qual será o impacto”, diz Laurie, comentando sobre o vazamento da decisão da Suprema Corte.

“No Alabama, tínhamos cinco clínicas, mas duas recentemente fecharam. Para substituir isso, para redirecionar todas essas mulheres, é muito esforço.”

“Você tem dois estados com altas taxas de mortalidade materna de mulheres negras, altas taxas de mortalidade infantil de crianças negras… não há outro desfecho a não ser que algumas mulheres negras vão morrer.”

No estado de Washington, Mercedes Sánchez trabalha com a sensibilização comunitária de populações etnicamente diversas na Cedar River Clinics.

Localizada em um estado onde o aborto provavelmente permanecerá legal, Mercedes já está preocupada que sua clínica possa não ser capaz de acomodar um fluxo cada vez maior de mulheres vindas de fora do estado para realizar o procedimento.

“Já vemos muitas mulheres que vêm de outro estado. Vamos ver este problema se agravar.”

Enquanto isso, na clínica Hope, em Louisiana, Kathaleen já está tendo dificuldades para atender à demanda.

“Em um dia qualquer, temos 300 mulheres esperando uma consulta com a gente.”

“Eu mesma tive que enviar mulheres para lugares tão distantes quanto o Colorado”, diz ela — é uma jornada de 1.600 km.

“É assustador, mas o consenso em nossa clínica é que vamos fazer o que pudermos por estas pacientes enquanto pudermos.”

Continuar lendo SAÚDE: SAIBA QUAL O PERFIL DE MULHERES QUE SERÃO AFETADAS CASO ABORTO SOFRA RESTRIÇÕES NOS EUA

SAIBA COMO COMPRAR AÇÕES DA ELETROBRAS COM FGTS

Por g1

 

FGTS - Fundo de Garantia do Tempo de Serviço — Foto: Lucas Figueira/G1FGTS – Fundo de Garantia do Tempo de Serviço — Foto: Lucas Figueira/G1

Trabalhadores que tenham recursos no Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) poderão utilizar parte do seu saldo para comprar ações da Eletrobras no processo de privatização da empresa. O período de reserva das ações começa nesta sexta-feira (3) e segue até 8 de junho.

Interessados na compra podem aportar de R$ 200, valor mínimo, até o máximo de 50% do saldo do FGTSA compra se dará pelos chamados “fundos mútuos de privatização”, dispositivo criado nos anos 2000 e já usado pelo governo na venda de papéis de outras estatais, como Vale e Petrobras.

A desestatização da Eletrobras foi aprovada em 18 de maio pelo Tribunal de Contas da União (TCU). No processo, foi estabelecido um teto de R$ 6 bilhões para o uso global dos recursos do FGTS na compra de ações na oferta pública. Se as aplicações superarem esse teto, será feito um rateio.

Veja o passo a passo:

Liberar autorização

Para fazer a reserva de aplicação no Fundo Mútuo de Privatização, é preciso acessar o app do FGTS ou da Caixa.

Veja como fazer pelo app da Caixa:

  • No aplicativo, você precisa autorizar o compartilhamento de dados das suas contas do FGTS. Assim, a instituição vai identificar qual o valor máximo de investimento que você pode fazer.
  • Na tela principal, é preciso clicar na opção “FGTS” .
  • Em seguida, clique na opção “Autorizar agente financeiro FGTS” .
  • Por último, escolha a opção “Fundos mútuos de privatização” e clique em consultar.
  • Ná página que vai abrir, você precisa selecionar a Caixa Econômica Federal como instituição financeira e clicar em continuar.
  • Aí você vai ler e aceitar os termos e clicar em continuar outra vez.
  • Depois disso, é só inserir sua assinatura eletrônica e você estará pronto para fazer a reserva.

Agora, veja os passos pelo app do FGTS:

  • Nesse app, você precisa clicar no menu “Mais”. E, em seguida, na opção “simulador de aplicação no FMP-FGTS“.
  • Depois, você precisa autorizar o fundo FMP-Eletrobras a realizar a consulta das suas contas FGTS e a efetuar a reserva dos valores para aplicação.
  • Depois, você vai ler e aceitar os termos.
  • Na página seguinte, é a vez de selecionar uma administradora. A participação nos fundos mútuos de privatização pode ocorrer de forma individual ou por intermédio de Clube de Investimento (CI-FGTS) administrado por instituição autorizada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Como reservar

Agora que você já está liberado, precisa fazer, de fato, a reserva da compra. Vamos lá:

  • No aplicativo da Caixa, escolha a opção “investimentos”.
  • Na tela seguinte, clique em “Reserva FMP”.
  • Depois, selecione a opção “Recursos FGTS“.
  • Na próxima tela, vão aparecer todas as contas do FGTS disponíveis e o recurso máximo que pode ser aplicado de cada uma delas. Clique em continuar.
  • Então você precisa habilitar a conta (ou as contas) que deseje usar para essa aplicação e clicar em continuar.
  • Aí é só informar o valor que você quer investir e clicar em “Próximo”.
  • Então você vai ler e concordar com os termos de adesão e clicar em “Continuar”.
  • Depois disso, é só inserir sua assinatura eletrônica e a reserva estará feita.

A Caixa informou ainda que “somente após decorridos 12 meses da data da aplicação poderá haver retratação com consequente retorno do investimento ao FGTS“. Para que isso ocorra, a solicitação será efetuada pelo próprio titular da conta vinculada à administradora do FMP-FGTS ou CI-FGTS.

Limite

A aplicação em cotas de FMP poderá ser de até 50% do saldo de cada conta vinculada, valendo para operações no âmbito do Programa Nacional de Desestatização e/ou similares estaduais aprovados pelo Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (CPPI).

Porém, no limite de 50%, serão levados em conta todos os investimentos que o trabalhador tem em FMP-FGTS. Ou seja, se o investidor tem parte de seu FGTS ainda aplicado em ações da Petrobras e da Vale, esse montante deve ser deduzido para saber quanto poderá ser destinado, agora, às ações da Eletrobras.

“A limitação de 50% do saldo total da conta vinculada deverá ser observada a cada aplicação, tendo como base o saldo da conta vinculada e consideradas as utilizações anteriores no FMP-FGTS”, diz a Caixa no documento.

Para utilização do FGTS na aquisição de moradia própria pronta ou em construção, no pagamento de parte das prestações e na amortização ou liquidação extraordinária de saldo devedor de financiamento do Sistema Financeiro de Habitação (SFH), o retorno dos valores aplicados em FMP-FGTS poderá ser total ou parcial.

As instituições financeiras que administrarem fundos mútuos de privatização, por sua vez, deverão oferecer aos trabalhadores: consulta ao saldo do trabalhador disponível para aplicação em FMP; registro da Solicitação do Trabalhador de Aplicação FMP; registro de Regularização de Operação; e informações de Bloqueio de Valores das Contas Vinculada.

Rendimento

Os fundos de privatização podem ser uma alternativa para o trabalhador que procura melhorar o rendimento de seus recursos. Porém, não há garantia de que isso acontecerá. Por lei, o FGTS tem rendimento de 3% ao ano.

Nos últimos anos, porém, os trabalhadores receberam também parte dos lucros do Fundo de Garantia, que resultam dos juros cobrados de empréstimos a projetos de infraestrutura, saneamento e crédito da casa própria. A distribuição melhorou o rendimento dos recursos depositados no fundo.

Em 2020, com a distribuição aos trabalhadores do lucro do FGTS, o rendimento foi de 4,52%. Em 2019, considerando o adicional da distribuição de lucros, o rendimento foi de 4,90%. Em 2018, chegou a 6,18%.

De acordo com análise da XP, compensou ter investido na diversificação de carteiras com os recursos do FGTS nas operações anteriores (Petrobras e Vale do Rio Doce).

“Os investidores que deixaram seus recursos investidos apenas no FGTS tiveram retorno de 136,09% [2002 a 2022]. Para o investidor que colocou recursos em FMP simulado da Vale da Rio Doce, uma das opções que foi oferecida no mercado, teve retorno de 2.235,13%. Para o investidor que colocou recursos no fundo simulado da Petrobras, outra opção oferecida a mercado, teve retorno de 649,36% no mesmo período”, informou a corretora.

Continuar lendo SAIBA COMO COMPRAR AÇÕES DA ELETROBRAS COM FGTS

CONTRIBUINTES QUE NÃO DECLARARAM O IMPOSTO DE RENDA DEVEM FICAR ATENTOS AS PUNIÇÕES

Saiba o que acontece com quem não declara o Imposto de Renda

Entre as penalidades, contribuinte pode ser proibido de obter empréstimos ou financiamentos bancários

Pedro Zanatta

do CNN Brasil Business

em São Paulo

Na tarde de terça-feira (31), a Receita realizou uma coletiva para divulgar o balanço do Imposto de Renda 2022Na tarde de terça-feira (31), a Receita realizou uma coletiva para divulgar o balanço do Imposto de Renda 2022Getty Images

A corrida para declarar o Imposto de Renda terminou na terça-feira (31) e foram contabilizadas mais de 35 milhões de declarações entregues, segundo balanço da Receita Federal. No entanto, os contribuintes que ainda não declararam devem ficar atentos às punições.

A mais conhecida é a multa para quem entregar, com atraso, a declaração. Segundo a Receita, a multa é de 1% ao mês, sobre o imposto devido, limitado a 20% do valor do Imposto de Renda. O valor mínimo da multa é de R$ 165,74.

A penalidade é gerada no momento da entrega da declaração e o contribuinte terá 30 dias para pagar a multa. Após este prazo, começam a correr juros de mora (taxa Selic).

Em última instância, diz Soares, o contribuinte que, mesmo obrigado, deixar de apresentar a declaração ficará com CPF na situação “Pendente de Regularização”, o que o impossibilitará de obter empréstimos ou financiamentos bancários, emitir passaporte e participar de concursos públicos, por exemplo.

Para verificar qual é o imposto devido, deve-se clicar na aba “Resumo da Declaração”, no menu do lado esquerdo da tela do programa IRPF 2022 e, em seguida, no botão “Cálculo do Imposto”, e localizar o campo “Total de Imposto Devido”.

O balanço divulgado na terça-feira pela Receita Federal apontou que, até às 20 horas, foram entregues 35.525.736 declarações, superando a expectativa de 34.100.000.

Quem deve declarar

  • Contribuintes com rendimentos tributáveis, sujeitos ao ajuste na declaração, cuja soma foi superior a R$ 28.559,70 e, em relação à atividade rural, obtiveram receita bruta em valor superior a R$ 142.798,50;
  • Pessoas com rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40.000;
  • Pessoas físicas residentes no Brasil que no ano-calendário de 2021 tiveram, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizaram operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas, ou que tiveram, em 31 de dezembro, a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300.000

Documentos necessários:

  • CPF;
  • Informes de rendimentos da(s) fonte(s) pagadora(s), inclusive de aplicações financeiras;
  • Dados atualizados da conta bancária para restituição ou débitos do imposto apurado;
  • Nome, CPF, grau de parentesco dos dependentes e data de nascimento;
  • Endereço atualizado;
  • Cópia da última Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física entregue;
  • Atividade profissional exercida atualmente;
  • Recibos e comprovantes de pagamento que geram dedução no cálculo do imposto, por exemplo: despesas médicas, plano de saúde, despesas com educação / instrução;
  • Outros documentos como os que comprovam a aquisição ou venda de bens e direitos para serem devidamente declarados.

Calendário de restituições:

As restituições do IRPF 2022 serão feitas em cinco lotes. O primeiro foi liberado na terça-feira (31). Veja as datas dos demais lotes:

  • 2º lote: 30 de junho de 2022;
  • 3º lote: 29 de julho de 2022;
  • 4º lote: 31 de agosto de 2022;
  • 5º lote: 30 de setembro de 2022
Continuar lendo CONTRIBUINTES QUE NÃO DECLARARAM O IMPOSTO DE RENDA DEVEM FICAR ATENTOS AS PUNIÇÕES

SAÚDE: SAIBA COMO O USO CONTÍNUO DE MÁSCARA DE PROTEÇÃO CONTRA COVID-19 CONTRIBUI PARA O AGRAVAMENTO DE LESÕES NA PELE

Acne, manchas e irritações: como o uso de máscara afetou a nossa pele

Utilização diária de máscara durante dois anos contribuiu para agravamento de lesões na pele, porém há várias formas de controlar e prevenir problemas

Da CNN Portugal

Foto: Boy_Anupong/Getty Images

Após dois anos de uso cotidiano de máscaras como medida de prevenção contra a Covid-19, a pele do rosto parece agora querer se vingar, com lesões e manchas que persistem no reflexo do espelho.

uso de máscara contribuiu para o aparecimento ou agravamento de lesões na pele, como a acne ou a rosácea, que consiste na vermelhidão na pele com vasos sanguíneos perceptíveis, sobretudo nas pessoas com peles mais sensíveis que acabam por apresentar mais reações ao contato com o tecido das máscaras.

A boa notícia é que existem hoje várias formas de controlar e prevenir alguns destes problemas, muitas delas podem ser feitas casa, como explicam especialistas à CNN.

Importância de uma rotina de cuidados de pele

Tal como os restantes órgãos do nosso corpo, a pele exige cuidados diários e uma boa rotina de higiene pode ajudar a prevenir o aparecimento de lesões cutâneas.

De acordo com a dermatologista Joana Dias Coelho, da Sociedade Portuguesa de Dermatologia e Venereologia, uma boa rotina de higiene inclui a lavagem do rosto, uma ou duas vezes por dia, com água morna, uma vez que “a água muito quente acaba por lesar a camada superficial e não tem benefícios” para a pele. Embora as águas de limpeza também “funcionem bem”, a especialista salienta a importância de lavar a pele com água natural: “Até pode ser no banho, se for mais prático”.

O segundo passo é a aplicação de produtos cosméticos, que dependem não somente do tipo de pele, como também da idade, explica a especialista. “Uma pele mais madura precisa de mais hidratação, se beneficia mais com a aplicação de séruns, além dos cremes de dia e de noite. Numa pele mais jovem, não são precisos tantos passos, basta a aplicação de um creme de dia e um creme de noite”.

Mas, afinal, quais são as diferenças entre os cremes para uso diário e os cremes de uso noturno? Ambos têm “composições diferentes”, nota a dermatologista, sendo que os cremes noturnos utilizam “substâncias mais irritativas, mas que alisam mais a pele”, promovendo a regeneração das células da pele. Por isso, os cremes usados à noite são ligeiramente mais espessos e demoram mais para serem absorvidos pela pele.

Os produtos que utilizamos devem ser adequados ao nosso tipo de pele, que pode ser mais oleosa, mista ou mais seca. Segundo a dermatologista, quem tem os “poros mais abertos, geralmente tem uma pele mais oleosa”. Mas o tipo de pele também se altera conforme a idade. “Até aos 20, 25 anos, a maior parte das pessoas tem pele oleosa, exceto se houver uma história de eczemas ou outras inflamações da pele. Só depois é que a pele começa a não ficar tão oleosa”, diz Joana.

Com o avançar da idade, é importante aplicar ainda “cremes com uma ação antirrugas, antioxidante – quer seja com vitamina C ou com ácido glicólico”, acrescenta a especialista.

Proteção solar sempre, faça chuva ou faça sol

Em períodos mais quentes, surge naturalmente uma maior procura por protetores solares, mas este não é um cuidado exclusivo para dias ensolarados. Os especialistas destacam a necessidade de utilizar protetor solar “o ano inteiro”, faça chuva ou faça sol.

E nunca uma proteção abaixo do fator 50, alerta o dermatologista Fernando Guerra, acrescentando que é frequente as pessoas utilizarem protetores solares com fator 30 durante o inverno e, quando chega o verão, não alteram a proteção por considerarem que não fará diferença.

Em outros momentos, prossegue o especialista, pessoas começam o verão com um protetor com fator 50 e vão diminuindo gradualmente a proteção ao longo do tempo, por considerarem que já estão bronzeadas e já não precisam de uma proteção tão elevada. Duas situações que, de acordo com o dermatologista, levam geralmente a queimaduras ou a outros problemas de pele.

Mas, à semelhança dos demais produtos para o rosto, os protetores solares também devem ser adequados ao nosso tipo de pele, como explica a dermatologista Joana Dias Coelho.

“Na proteção solar, é sempre melhor a utilização de protetores solares oil free (sem óleo) – na verdade, a maior parte dos produtos solares já têm uma composição oil free, pois há uma preocupação em não serem comedogênicos, quer dizer, não potencializar o aparecimento da acne”.

Utilizar maquiagem: sim ou não?

Para o dermatologista Fernando Guerra, o uso de maquiagem está permitido, desde que os produtos sejam “oil free e cosmeticamente bons”, lembrando que as farmácias já oferecem uma vasta gama de produtos de maquiagem com composição aprovada por dermatologistas.

Antes de colocar uma base, deve-se colocar primeiro o creme hidratante de rosto, o protetor solar de fator 50 e só depois a maquiagem, acrescenta o médico.

Alerta sobre o uso de retinol

Fernando Guerra alerta para a utilização, durante dias quentes, de retinol, um ingrediente derivado da vitamina A utilizado em alguns produtos, como séruns, e que atua contra o envelhecimento da pele. Só que “esta substância não se pode usar no verão, porque é sensível ao sol”. De acordo com o especialista, a exposição ao sol pode resultar em queimaduras ou outras lesões na pele.

O que fazer se as lesões persistirem?

Existem hoje no mercado vários produtos para o tratamento de pele com acne. No entanto, quando as lesões são persistentes, ativas e continuam a surgir em número maior, o tratamento pode precisar ser medicamentoso. A prescrição deve ser feita após consulta médica, de acordo com o diagnóstico realizado pelo dermatologista.

“Numa fase inicial, os cremes ajudam a controlar a oleosidade da pele. A cosmética evoluiu de uma maneira que nos permite ter hoje produtos cosméticos que ajudam bastante, mas quando temos lesões ativas e aparecem cada vez mais, são necessários medicamentos tópicos, de ingestão oral”, explica Joana Dias Coelho.

Além de todos estes cuidados mais específicos, os dermatologistas lembram que a prática de hábitos saudáveis também reflete na saúde da pele. É importante, por isso, ter uma alimentação saudável, variada e com verduras, uma vez que “a riqueza de nutrientes beneficia a qualidade da pele”.

Continuar lendo SAÚDE: SAIBA COMO O USO CONTÍNUO DE MÁSCARA DE PROTEÇÃO CONTRA COVID-19 CONTRIBUI PARA O AGRAVAMENTO DE LESÕES NA PELE

SAIBA COMO PREPARAR UMA DELICIOSA TAPIOCA COLORIDA

Por Inter TV Costa Branca

 

Tapiocas coloridas com corantes naturais — Foto: DivulgaçãoTapiocas coloridas com corantes naturais — Foto: Divulgação

Feita a partir da mandioca ou macaxeira, a tapioca é um dos alimentos mais tradicionais no Nordeste brasileiro. Está presente na mesa de muitos, do café da manhã até a hora do jantar.

A receita é simples e a massa que se junta no fogo, pode ser recheada com inúmero preparos.

Para incrementar a receita o gastrólogo Alexandre Dantas mostrou no Inter TV Rural deste domingo (29), que é possível misturar a massa da tapioca com alimentos que possuem corantes naturais, como beterraba, a cenoura e a couve. O resultado é uma tapioca colorida, que além de bonita, ainda fica nutritiva e saborosa.

Ingredientes

  • 600 g ou 7 xícaras de chá bem cheias de fécula de mandioca ou goma de tapioca
  • 360 ml ou aproximadamente 2 e ½ xícaras de água
  • Sal a gosto

Para colorir a tapiocas

  • 150g de cenoura ou uma cenoura pequena
  • 150g de beterraba ou uma beterraba pequena
  • 1 folha de couve grande ou 2 folhas pequenas

Recheios (sugestão)

  • Queijo coalho assado
  • Ovo frito
  • Frango desfiado cremoso

Modo de preparar

A goma que iremos utilizar é a não hidratada.

O primeiro passo é fazer o extrato dos vegetais para misturar à goma. Usando um liquidificador, vamos colocar um de cada vez. A cenoura deve ser cortada e vamos utilizar cerca de 1/3 da água descrita na receita (cerca de 120 ml) e vamos bater até que a cenoura seja triturada. Na sequência, vamos passar esse líquido em uma peneira, para retirar os pedaços e extrair apenas o líquido. É importante não pressionar muito a mistura na peneira, para não passar nenhum pedaço, mesmo que pequeno.

O processo deve ser repetido com os demais vegetais (beterraba e couve). Quando os três extratos estiverem prontos, vamos separar a goma em três partes iguais, e colocar cada parte em três recipientes diferentes.

Vamos colocar sal nessa goma, depois de misturar, vamos molhar a goma com esse extrato, aos poucos. À medida que formos misturando, vamos sentindo se é necessários adicionar mais líquido.

A massa começa a formar grumos, e é necessário ir desfazendo esses grumos com os dedos, e continuar mexendo, adicionando mais líquido até que ela fique em um ponto em que esteja úmida, porém ainda solta. Para testar o ponto, colocamos um pouco da massa na mão e apertamos. Se ela ficar unida, mas quando soltarmos ela se desfizer com facilidade, é sinal que está no ponto certo.

Vamos repetir esse processo com as outras partes da massa e com os outros extratos. Depois que tivemos as três massas coloridas e já no ponto, vamos peneirá-las, separadamente, para que a massa fique bem fininha e lisa. Se ficar alguns grumos na peneira, vamos descartar.

Depois que as três massas estiverem prontas, vamos começar o preparo da tapioca. Uma dica importante é cobrir os recipientes onde estão as massas, para que elas mantenham a umidade não ressequem.

Vamos colocar metade da massa na frigideira, espalhar por todo fundo. É importante não deixar a espessura nem muito fina e nem muito alta e também não devemos pressionar demais a massa. Depois disso é que ligamos o fogo em um nível baixo. Deixamos no fogo até que a gente perceba que a parte de baixo está assada. Quando isso acontecer, vamos virar, deixamos cerca de 30 segundos e já estará pronta. Vamos repetir esse processo com todas as outras massas.

Depois que as massas estiverem prontas, vamos rechear da forma desejada. Nessa receita recheamos a tapioca de cenoura com ovo, a de couve com queijo e a de beterraba com o frango cremoso. Também podemos finalizar a tapioca com manteiga e servir.

Continuar lendo SAIBA COMO PREPARAR UMA DELICIOSA TAPIOCA COLORIDA

NUTRIÇÃO: SAIBA COMO FAZER UM DELICIOSO BOLO DE BANANA NA FRIGIDEIRA

Por Inter TV Costa Branca

 

Bolo de banana na frigideira — Foto: Inter TV Costa BrancaBolo de banana na frigideira — Foto: Inter TV Costa Branca

A receita exibida no Inter TV Rural deste domingo (22) foi um bolo de banana feito na frigideira. Para essa receita, os ingredientes são mesmos de um bolo de banana tradicional, e o diferencial fica por conta da forma de assar.

O doce foi elaborado pelo gastrólogo Alexandre Dantas e, além de ser muito rápido de preparar e econômico, é ideal para acompanhar um cafezinho no fim da tarde.

Ingredientes

Massa

  • 120 g de farinha de trigo ou 1 xícara de chá bem cheia
  • 80 g de açúcar ou ¾ de xícara
  • 2 ovos
  • 10 gramas ou uma ½ colher de sopa de fermento químico em pó
  • 50 ml de óleo de girassol, milho ou soja ou o equivalente a 1/3 de xícara de chá
  • 50 ml de leite integral ou o equivalente a 1/3 de xícara de chá
  • 1 pitada de sal
  • Canela em pó a gosto

Para caramelizar a banana

  • 3 bananas de tamanho médio maduras
  • 30 g ou 1 colher de sopa de manteiga ou margarina
  • 60 g ou 3 colheres de sopa de açúcar

Modo de preparo

Começamos a receita na própria frigideira que vamos usar para assar o bolo.

Primeiro vamos derreter nessa frigideira a manteiga e o açúcar separados para caramelizar a banana. Quando essa mistura estiver bem homogênea, vamos desligar o fogo e reservar. Em cerca de 2 minutos a mistura estará no ponto desejado. É importante lembrar que nesse momento queremos apenas derreter a manteiga para que ela se misture ao açúcar.

Em um recipiente vamos iniciar o preparo da massa. Começamos misturando os ovos com açúcar à mão (pode ser feito com um garfo ou fouet). Quando o açúcar desmanchar por completo, vamos acrescentar o óleo e o leite e continuamos misturando.

Logo após, vamos acrescentar a farinha e uma pitada de sal, e vamos incorporar esses ingredientes secos à mistura. Não precisa misturar muito e quando ela atingir um ponto homogêneo, acrescentamos o fermento em pó, misturamos mais um pouco e a massa estará pronta. É importante que a massa fique mais densa, já que ela não vai ao forno.

Na sequência vamos iniciar a montagem. Vamos pegar a mistura de açúcar e manteiga preparada anteriormente e espalhar por toda frigideira, inclusive nas laterais. Nesse momento cortamos as bananas em rodelas e organizamos elas em toda frigideira sobre a mistura de açúcar e manteiga.

Quando todas as bananas estiverem acomodadas no fundo e laterais da frigideira, podemos colocar um pouco de canela em pó e por último despejamos toda massa na frigideira.

Devemos escolher a boca do fogão com a menor chama. O fogo deve estar baixo e a frigideira deve ser tampada para cozinhar de forma lenta e uniforme. Cerca de 10 minutos após o início do cozimento, podemos observar que as bodas começam a ficar douradas e a parte de cima mais firme.

O nosso bolo assou em cerca de 12 minutos. A superfície fica firme e quando colocamos um palito ele sai do bolo limpo. É importante lembrar que a superfície não vai ficar dourada, já que o bolo não foi ao forno.

Para desenformar o bolo, vamos utilizar uma espátula para ajudar a soltar a massa nas laterais da panela. Logo depois, vamos virar o bolo em um prato, aguardar esfriar um pouco e servir.

Continuar lendo NUTRIÇÃO: SAIBA COMO FAZER UM DELICIOSO BOLO DE BANANA NA FRIGIDEIRA

SAIBA QUAIS AS CIDADES DO RN QUE ESTÃO ENTRE 10 E 20 ANOS SEM REALIZAREM CONCURSOS PÚBLICOS

Ao menos 47 cidades do RN não realizam concurso há mais de 10 anos; 12 delas há mais de 20 anos

Redação/Portal da Tropical

 – Atualizado em: 

Foto: Agência Brasil

Um levantamento do Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN) mostrou que pelo menos 47 municípios potiguares não realizam concurso público há mais de 10 anos, estando 12 dessas cidades há 20 anos sem a realização de um certame para recomposição do quadro de funcionário (veja lista no final da reportagem). O TCE/RN também constatou que entre 2008 e 2021 foram realizados 256 concursos públicos municipais no estado.

O objetivo do levantamento é obter um panorama acerca da forma de ingresso de agentes públicos para a composição do quadro permanente de pessoal dos municípios do estado do Rio Grande do Norte e faz parte  Plano de Fiscalização Anual da Corte de Contas do período 2021/2022.

Segundo o TCE/RN, o relatório demonstra que os municípios com maior número de concursos são os quais possuem maior população. A média de realização de concursos foi de 12 certames por ano, entre 2000 e 2021.

O ano de 2001 foi o que teve o maior número de concursos públicos municipais: 21. Já em 2004 e 2012, houve o menor número de certames: apenas cinco.

Mesmo abarcando 2020 e 2021, o TCE/RN ressaltou que o levantamento não computou inteiramente esses anos devido as limitações impostas pela legislação relativa ao combate à pandemia de Covid-19, que não permitiram novos certames no período.

Os dados foram levantados pela Diretoria de Atos de Pessoal do TCE/RN entre os meses de fevereiro e julho de 2021, quando foi solicitado aos 167 municípios potiguares a resposta de um questionário sobre o tema. 28 cidades não enviaram os dados e poderão responder procedimentos de apuração de responsabilidade.

Análise
A equipe técnica da Diretoria de Atos de Pessoal do TCE/RN também mediu se há uma relação entre um maior número de concursos e uma gestão mais eficaz. A eficácia é medida pelo Índice de Efetividade da Gestão Municipal (IEGM), calculado pelos Tribunais de Contas. O índice traduz a efetividade da gestão municipal nas áreas de prestação de serviços básicos.

“A relação entre quantidade de concursos e posição do Município no IEGM é muito fraca ou inexistente. Dessa forma, observou-se que cidades com IEGM baixo realizaram muitos concursos e outros com IEGM alto não realizaram. Ocorrendo, também, situações opostas”, diz o relatório.

O resultado do estudo será enviado para conhecimento da Federação dos Municípios do RN. Além disso, deve “ser usado na seleção de casos que mereçam aprofundamento pelos auditores, de modo a alcançar indícios e evidências que reforcem a justificativa de auditorias futuras, a exemplo da possibilidade de cruzamento com dados de proporcionalidade entre cargos efetivos e não efetivos na composição dos quadros de servidores”, aponta o relatório.

Não realizam concurso há mais de 20 anos:

  1. Água Nova
  2. Caiçara do Norte
  3. Caraúbas
  4. Florânia
  5. Francisco Dantas
  6. Jandaíra
  7. Maxaranguape
  8. Olho D’água do Borges
  9. Riacho de Santana
  10. São José do Campestre
  11. Severiano Melo
  12. Tibal

Fonte: Portal da Topical _ Notícias

Continuar lendo SAIBA QUAIS AS CIDADES DO RN QUE ESTÃO ENTRE 10 E 20 ANOS SEM REALIZAREM CONCURSOS PÚBLICOS

TURISMO: SAIBA QUAIS OS MELHORES DESTINOS NA AMÉRICA DO SUL PARA CURTIR O FRIOZINHO DO INVERNO QUE SE APROXIMA

Para curtir o frio: destinos que combinam com o inverno na América do Sul

Estações de esqui, vinícolas, cidadezinhas românticas… Daniela Filomeno entrega sugestões de destinos para curtir as férias de julho

Daniela Filomeno

do Viagem & Gastronomia

Vinhedos em Mendoza, na Argentina, região de vinícolas no sopé da Cordilheira dos AndesVinhedos em Mendoza, na Argentina, região de vinícolas no sopé da Cordilheira dos AndesWikimedia Commons

Lareira acesa, vinho na taça, comidinhas para compartilhar e um ventinho gelado que nos deixa agasalhados o dia inteiro. O que isso quer dizer? Que as temperaturas caíram e que o inverno se aproxima! Neste ano, 21 de junho é a data que marca o início desta nova estação, período que já bate à nossa porta.

E por que não curtir as temperaturas amenas em algum destino próximo? Seja em cidadezinhas charmosas no Brasil ou ainda em países vizinhos, como Argentina e Chile, a América do Sul está recheada de cantinhos especiais com cenários deslumbrantes que são ideais para apreciar o friozinho com calma.

Junte a isso vinhos, uma gastronomia refinada e passeios surpreendentes e temos um combo perfeito para as férias de julho e o restante do inverno – que se alonga até setembro.

Quer destinos românticos para serem curtidos a dois? A América do Sul tem. Deseja conhecer vinícolas e tomar os melhores vinhos do mundo? Tem também. Ou ainda começar a praticar esportes de neve e experimentar esquiar pela primeira vez? Também é possível.

O interessante é que alguns destinos também são relativamente próximos das capitais e dos grandes centros urbanos, o que garante certa facilidade de serviços e locomoção.

A seguir, confira quatro sugestões de destinos bem próximos do Brasil – sendo uma delas nacional – para inspirá-la a programar uma viagem especial em meio às baixas temperaturas de nosso continente:

Argentina: os encantos de Mendoza

Vinhedo de Malbec no alto da Cordilheira dos Andes em Luján de Cuyo / Getty Images

 

Mendoza é emoldurada pela beleza incomparável dos Andes, cinturão de montanhas mais extenso do mundo. Distante cerca de mil quilômetros de Buenos Aires, quase na divisa com o Chile, a cidade é um convite irrecusável para bons vinhos – é daqui que sai o tão almejado Malbec argentino – e também para boas experiências gastronômicas e descanso.

A região de Mendoza é uma das maiores áreas produtoras de vinhos da América Latina, e possui mais de mil vinícolas. Haja taça! Além disso, a cidade possui um charmoso centro arborizado e neve no inverno. Apesar das vinícolas adquirirem um aspecto mais acinzentado e com folhas secas durante este período, ainda vale o passeio pela região para se jogar nas degustações de vinhos e curtir o friozinho no melhor estilo.

Capital da província de mesmo nome, a região abriga o imponente Monte Aconcágua, com seus 6.962 metros, uma das maiores montanhas do mundo e a mais alta fora da Ásia – um dos passeios mais visados por aqui também.

A província de Mendoza divide-se em quatro principais regiões: a capital MendozaMaipú e Luján de Cuyo, cerca de 20 km do centro, e Vale de Uco, mais afastada, a 80km do centro. Tudo por aqui é encantador: o cenário mistura picos que se mantêm nevados o ano todo e parreirais que parecem infinitos.

Além de vinícolas consagradas, como a Viña Cobos (em Luján de Cuyo) e a Família Zuccardi (em Maipú), a região abriga hotéis sofisticados, restaurantes de gastronomia ímpar e também parques, praças e mercado municipal no centro da própria cidade de Mendoza.

Prepare a taça e deguste Mendoza com calma, pois é um destino para aproveitar o frio e beber um bom vinho – melhor a dois!

Uruguai: a charmosa Colônia do SacramentO

Além dos pontos turísticos de Montevidéu, como o Teatro Sólis, o Mercado do Porto e a Feira Tristan Navarja, e o badalo no verão de Punta del Este e José Ignacio, o Uruguai também reserva cantinhos charmosos para curtirmos o inverno.

É nesta época do ano que Colônia do Sacramento, a uma hora de barco de Buenos Aires e a três horas de ônibus de Montevidéu, ganha contornos ainda mais românticos. É uma cidadezinha pequena com casinhas simples e vista para o mar às margens do Rio da Prata que pode ser aproveitada em pouco tempo, como em um final de semana e também numa viagem casada à capital do Uruguai.

O lugar reúne história, cultura, bons hotéis, restaurantes e um lindo pôr do sol. Com as temperaturas bem amenas no inverno, Colônia é daqueles lugares gostosos para caminhar e se perder no tempo, onde andar em seu centro histórico é conhecer um pouco mais da história da cidade. As Fortificações, as Ruínas do Convento de São Francisco do Xavier e a Basílica do Santíssimo Sacramento são algumas das atrações por aqui.

O pôr do sol no farol também arranca suspiros e é um espetáculo à parte que reúne os turistas no final do dia. O clima durante o inverno fica perfeito para apreciarmos uma parrilla acompanhada de um belo vinho uruguaio.

Caso queira descobrir outros locais próximos, a dica é partir para a vizinha Carmelo, antiga produtora de vinhos, a uma hora de carro.

Fonte: CNN

Continuar lendo TURISMO: SAIBA QUAIS OS MELHORES DESTINOS NA AMÉRICA DO SUL PARA CURTIR O FRIOZINHO DO INVERNO QUE SE APROXIMA

VARIEDADES: SAIBA COMO PREPARAR UM DELICIOSO COZIDO BOVINA

Por Inter TV Costa Branca

 

Cozido bovino com legumes foi destaque no Inter TV Rural — Foto: Reprodução/Inter TV Costa BrancaCozido bovino com legumes foi destaque no Inter TV Rural — Foto: Reprodução/Inter TV Costa Branca

O cozido bovino é tradicional no almoço – um prato em que a carne é cozida junto com os vegetais, formando um caldo com muito sabor. Esse caldo é aproveitado para fazer um pirão com a farinha de mandioca.

A origem dessa comida é indefinida e os vegetais podem mudar de uma região para outra, mas é um prato completo, feito em uma única panela.

A receita apresentada nesse domingo (15) no Inter TV Rural leva alguns vegetais comuns no Rio Grande do Norte, mas permite substituições de acordo com o gosto de quem vai preparar.

Ingredientes

  • 1,5 kg de carne de peito bovino cortada em pedaços grandes
  • 250 g de bata doce cortada em pedaços grandes ou uma batata de tamanho médio
  • 250 g de batata-inglesa corta em pedaços grandes ou duas batatas de tamanho médio
  • 250 g ou ½ jerimum pequeno cortado em pedaços grandes
  • 250 g ou duas cenouras de tamanho médio cortadas em pedaços grandes
  • 250 g de macaxeira cortada em pedaços grandes
  • 250 g ou 2 espigas de milho pequenas cortadas em rodelas
  • 2 tomates maduros de tamanho médio cortados em pedaços grandes
  • 1 cebola roxa grande cortada em pedaços grandes
  • 4 dentes de alho grandes triturados
  • 1 pimentão verde de tamanho médio cortado em pedaços grandes
  • 3 pimentas-de-cheiro cortadas em pedaços grandes
  • Água para o cozimento da carne
  • Farinha de mandioca suficiente para o pirão
  • Sal, louro, colorau, azeite, pimenta do reino e cheiro verde a gosto

Modo de preparo

Vamos iniciar limpando os pedaços de pele da carne e em seguida, temperar. Quem quiser, pode substituir por outro corte como a costela. Para essa receita, vamos usar sal e pimenta do reino, misturar bem para pegar o tempero.

Com as peças já temperadas, vamos usar uma panela para selar a carne. Em uma panela grande e espaçosa, (pode ser uma panela de pressão), vamos colocar um fio de azeite, esperamos esquentar e vamos selar os pedaços, ou dourar. Vamos fazer isso em todos os pedaços, aos poucos, até que eles fiquem dourados dos dois lados.

Com a carne toda selada, vamos colocar todos os pedaços de volta na panela e acrescentar os vegetais: a cebola, em seguida o pimentão, a pimenta-de-cheiro e o talo da cebolinha e continuamos refogando.

Após alguns segundo, acrescentamos o tomate e o alho e mexemos mais um pouco para refogar. O próximo passo é clocar o colorau, as folhas de louro e vamos mexer um pouco e logo em seguida colocamos um pouco de água para começara cozinhar a carne.

Aguardamos ela levantar fervura e deixamos cozinhar por alguns minutos, completando com água sempre que necessário. O ideal é colocar os vegetais quando a carne começar a ficar macia. O primeiro vegetal que vamos acrescentar é o milho verde. Colocamos a rodelas na panela, fechamos com uma tampa e deixamos cozinhando.

Cerca de 40 minutos depois, o milho e a carne estarão mais macios, e é hora de colocar a cenoura, a macaxeira e a batata-doce. Completamos a água e deixamos cozinhar um pouco mais até que os vegetais comecem a ficar macios

Vamos acrescentar na sequência o jerimum e a batata-inglesa, colocamos um pouco mais de água e nesse ponto vamos ajustar o sal e a pimenta, se necessário e deixamos cozinhar um pouco mais até que os últimos vegetais adicionados estejam macios.

Quando estiverem macios, vamos finalizar a preparação. O ideal é que os vegetais ainda estejam inteiros.

Em uma outra panela, vamos colocar parte do caldo do cozimento dos legumes e da carne para fazer o pirão. E na panela onde está a carne finalizamos com cheiro verde.

Na panela onde está o caldo, ligamos o fogo e vamos colocando a farinha de mandioca aos poucos até atingir o ponto desejado. É importante ficar atento, pois quando o pirão esfria ele fica mais espesso. Depois de atingir a consistência desejada, cozinhamos por mais alguns minutos, finalizamos com cheiro verde e o pirão estará pronto para servir.

Continuar lendo VARIEDADES: SAIBA COMO PREPARAR UM DELICIOSO COZIDO BOVINA

SAÚDE: SAIBA QUAIS OS SINTOMAS QUE CARACTERIZAM A SÍNDROME DE BURNOUT

CNN Sinais Vitais aborda a saúde mental no ambiente de trabalho

Síndrome de Burnout pode apresentar sinais como exaustão, falta de energia e baixa realização profissional

Lucas Rocha

Alexandre Petillo

Carolina Marcelino

da CNN

em São Paulo

 

Exaustão emocional, falta de energia e baixa realização profissional são apenas alguns dos sintomas que caracterizam a Síndrome de Burnout. A condição, definida pela OMS como “resultante de um estresse crônico associado ao local de trabalho que não foi adequadamente administrado”, passou a ser reconhecida como fenômeno ocupacional.

“O Burnout vem caracterizado em três dimensões que é a exaustão emocional, a despersonalização e a baixa realização profissional. A exaustão emocional, a característica dela é um esgotamento. A imagem que a gente pode fazer é de um palitinho de fósforo que queimou até o final. Então, se esgotou em termos de combustível, acabou”, explica a psicóloga Miryam Mazieiro, do Instituto de Psiquiatria da Universidade de São Paulo (USP).

A Síndrome de Burnout é o tema do CNN Sinais Vitais desta semana. O programa, apresentado pelo cardiologista Roberto Kalil, vai ao ar neste domingo (15), às 19h30, reforçando o conteúdo diversificado com a marca CNN Soft.

Diferentes fatores contribuem para que as pessoas permaneçam mais tempo “ligadas” ao trabalho. Novas tecnologias, a grande competição no mercado de trabalho, a necessidade de se produzir mais e mais rápido e o aumento da modalidade de trabalho em casa, o home office, são algumas questões que tornam difícil desconectar a mente.

A psiquiatra Alexandrina Maria Meleiro, da Associação Nacional de Medicina do Trabalho, afirma que o Brasil se tornou um terreno fértil para o desenvolvimento da Síndrome de Burnout.

“O Brasil é o primeiro país no mundo no índice de ansiedade – 9,3% dos brasileiros têm ansiedade. E é o quinto no mundo de depressão, só perdendo na América para os Estados Unidos. Então, nós temos uma incidência muito alta, uma prevalência de depressão e ansiedade e claro que isso atinge o trabalhador. Em média, 30% são afastados e é um dos motivos de mais incapacidade para o trabalhador”, afirma Alexandrina.

No episódio, o cardiologista Roberto Kalil conversa com Catarina Dahl, consultora de saúde mental, álcool e outras drogas da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) e da Organização Mundial da Saúde (OMS), sobre a inclusão da síndrome na lista das doenças ocupacionais reconhecidas pela OMS.

Os indivíduos diagnosticados passam a ter as mesmas garantias trabalhistas e previdenciárias previstas para as demais doenças do trabalho. Catarina destaca como algumas profissões ficaram mais propensas a ter trabalhadores acometidos pela síndrome durante a pandemia de Covid-19.

“Tem uma série de profissões que são, digamos assim, mais comuns de se observar esse tipo de fenômeno. Trabalhadores da área da saúde, submetidos a situações de extremo estresse, tendo que lidar com perdas muito significativas, com o medo de contaminação, com incerteza às vezes com condições de trabalho que não são favoráveis”, pontua.

No Rio de Janeiro, a equipe da CNN conversa com uma atleta olímpica, que também sofreu com o Burnout: a ginasta Flávia Saraiva.

“Eu tive a síndrome em 2019, foi um ano que juntou muita coisa. Muitas competições, foram mais de dez competições, e para ginástica é muita coisa. Acabei tendo uma lesão no joelho e fiquei meio desanimada”, conta Flávia.

“Voltava a treinar, ficava muito cansada. Comecei a ter muita dificuldade de dormir, dormia no máximo três horas por noite. Para quem treina 7 horas por dia, precisa dormir no mínimo 8 horas de sono por noite, e não dormia nada. Chegava no ginásio e chorava, sentia medo”, completa a ginasta.

Para sair dessa dinâmica, a ginasta relata que precisou entender e aceitar o que estava passando. “As pessoas que me ajudaram muito foram meu treinador, as minhas colegas de treino, a minha psicóloga, minha família, porque eu precisava desse abraço”, relembra Flávia.

O episódio também apresenta outros casos da Síndrome de Burnout e novos modelos de tratamento para a condição.

Fonte: CNN

Continuar lendo SAÚDE: SAIBA QUAIS OS SINTOMAS QUE CARACTERIZAM A SÍNDROME DE BURNOUT

SAIBA QUEM É O HOMEM QUE MAIS GANHOU DINHEIRO NO MUNDO EM 2022

Quem é o ‘rei da infraestrutura’, homem que mais ganhou dinheiro no mundo em 2022

Dono de investimentos em minas de carvão, usinas de energia, portos e aeroportos, Gautam Adani está R$ 217 bilhões mais rico

Gautam Adani é conhecido por ser um dos maiores empresários da Índia

WIKIMEDIA COMMONS

A pessoa que mais ganhou dinheiro em 2022 é um indiano: Gautam Adani, chamado de “rei da infraestrutura” no país asiático de mais de 1,4 bilhão de habitantes. Ele é conhecido por ser um dos maiores empresários da Índia, com investimentos que vão desde minas de carvão, um dos seus primeiros negócios, a usinas de energia, portos e aeroportos.

Todos os negócios fazem parte do portfólio do Adani Group, cujas ações tiveram valorização recente na Bolsa da Índia, o que fez a fortuna de Adani saltar R$ 217 bilhões (US$ 43,4 bilhões) desde janeiro, segundo o ranking de bilionários organizado pela Bloomberg.

Com isso, seu patrimônio é hoje de US$ 120 bilhões, o que o torna a pessoa mais rica da Ásia — e a sexta do mundo, à frente de nomes como Larry Page e Sergey Brin, fundadores da Alphabet (dona do Google), e do megainvestidor americano Warren Buffett.

A fortuna de Adani começou a se multiplicar rapidamente durante a pandemia, época em que o empresário passou a anunciar uma série de investimentos. Um dos planos do grupo que mais chamam atenção é o de aportar US$ 70 bilhões a projetos ligados à energia renovável até 2030, uma medida que se alinha com os planos da Índia e do primeiro-ministro, Narendra Modi.

O líder indiano se comprometeu durante a COP26, em 2021, a zerar as emissões de carbono nos próximos 50 anos. Mais do que isso, prometeu que metade da energia produzida no país virá de energias renováveis — hoje, elas representam apenas 3% da matriz.

História

Aos 18 anos e não muito fã de estudar, Adani abandonou a faculdade e se mudou de Ahmedabad, sua cidade natal, para Mumbai, onde abriu uma empresa voltada a diferenciar diamantes verdadeiros de cópias baratas. O negócio evoluiu para compra e venda das pedras preciosas e, aos 20 anos, ele se tornou milionário.

Em seguida, passou a atuar no comércio exterior de uma fábrica de plástico em Ahmedabad, recém-comprada por um de seus irmãos. Adani cuidava tanto da compra de matérias-primas quanto das vendas.

O negócio evoluiu para mineração de carvão e, beneficiado pela abertura comercial da Índia em 1991, ele se tornou um dos grandes empresários do país. A escalada seguiu com ele vencendo o contrato de privatização do Porto de Mundra, o maior porto comercial (e mais importante ponto de importação de carvão) da Índia.

Nos últimos anos, com o apoio de Modi para o desenvolvimento da infraestrutura indiana, o magnata avançou para outras áreas. Hoje, ele comanda sete aeroportos, que representam praticamente 25% de todo o tráfego aéreo do país.

Agora, Adani tem ampliado a sua atuação em países vizinhos, como o Sri Lanka, onde vai construir um terminal portuário. Para completar, também passou a investir nos últimos meses em data centers, segmento em que quer atuar em toda a Índia, que se tornou um dos polos tecnológicos mais importantes do mundo.

Fonte: R7

Continuar lendo SAIBA QUEM É O HOMEM QUE MAIS GANHOU DINHEIRO NO MUNDO EM 2022

SAÚDE: SIBA QUAIS OS 30 SINTOMAS MAIS PERSISTENTES DA COVID-19

Trinta sequelas e sintomas persistentes da Covid-19; confira a lista

Um dos estudos sobre o tema, publicado na e Clinical Medicine, revela que já foram identificados 203 sintomas associados à Covid de longa duração

Bárbara Cruz

da CNN

Entre as sequelas mais comuns da Covid-19, médicos apontam fadiga, dificuldade respiratória e disfunção cognitivaEntre as sequelas mais comuns da Covid-19, médicos apontam fadiga, dificuldade respiratória e disfunção cognitivaGetty Images

A infecção pela Covid-19 até pode ser assintomática, mas isso não a impede de deixar marcas. De acordo com as informações mais recentes, são aqueles pacientes que tiveram a doença em níveis mais graves que possuem maior probabilidade de ficar com prevalência de sintomas e sequelas após serem contagiados com o SARS-CoV-2.

Pessoas com casos mais leves da doença têm relatado dificuldades nas semanas ou meses seguintes à infecção.

“Ainda não tivemos tempo suficiente para perceber como vai ser esta evolução”, diz à CNN Portugal Andreia Leite, professora na Escola Nacional de Saúde Pública, que trabalha em um estudo que irá avaliar a persistência da ‘covid longa’ em Portugal.

“Tem ocorrido grande dificuldade em definir a covid longa”, admite, bem como as sequelas que ficam em uma “condição pós-covid”.

“A condição pós-covid é um diagnóstico de exclusão”, assinala ainda a investigadora. “Se alguém teve covid e começa com determinado sintoma é preciso perceber se é, de fato, esta a justificação, até porque existe um conjunto de outras causas para estes vários sintomas, o que torna a abordagem mais difícil”, resume.

“Este processo não pode ser deixado para as agências, prestadores de cuidados de saúde ou investigadores, mas requer vasta discussão, incluindo, nomeadamente, as pessoas afetadas.”

Sequelas e sintomas

Segundo uma revisão de estudos sobre a ‘long covid’, que estima que as sequelas da doença a longo prazo terão um impacto substancial na saúde pública, existem mais de 50 sintomas distintos relatados pós-infecção por covid-19, sendo os mais prevalentes a fadiga e dificuldades respiratórias, seguidas por perturbações do olfacto e paladar, cefaleias, dor no peito, névoa mental e perda de memória, bem como perturbações do sono.

Confira uma lista de 30 dos sintomas relatados e, se for o seu caso, marque uma consulta.

  • Fadiga
  • Dor de cabeça
  • Dificuldades respiratórias
  • Dor de garganta
  • Lesões pulmonares
  • Dor no peito
  • Tosse persistente
  • Dor muscular e articular
  • Ansiedade
  • Depressão
  • Insônias
  • Dificuldade de concentração
  • Névoa mental
  • Perda de memória
  • Perda de olfacto
  • Perda de paladar
  • Irritações cutâneas
  • Perda de apetite
  • Vômitos
  • Dor abdominal
  • Refluxo gastroesofágico
  • Diarreia
  • Incontinência urinária e fecal
  • Alterações no ciclo menstrual
  • Queda de cabelo
  • Arrepios
  • Suor abundante
  • Arritmias e palpitações cardíacas
  • Inflamação do miocárdio
  • Edema dos membros

A “condição pós-covid”

Bernardo Gomes, médico de Saúde Pública, lembra a definição da Organização Mundial da Saúde (OMS), que considera “condição pós-covid” os sintomas que surgem três meses após infecção, que duram pelo menos dois meses e não podem ser explicados por um diagnóstico alternativo.

Para o especialista, é importante, em termos de sequelas, dissociar aquelas que são efetivamente decorrentes da Covid-19 e outras que possam surgir de circunstâncias de doença mental ou até decorrentes de alterações de estilos de vida determinados pelas medidas pandêmicas.

Segundo os estudos mais recentes, sintomas pós-covid são mais comuns em adultos do que em crianças e mais habituais em doentes não vacinados do que em pessoas que tomaram a vacina.

“E há outra circunstância: pessoas que podem não ter nada na fase pós-aguda e aparecem com quadros, passado algum tempo, que se encaixam na possibilidade de long covid”, acrescenta Bernardo Gomes.

Entre as sequelas mais comuns da Covid-19, o médico aponta fadiga, dificuldade respiratória e disfunção cognitiva. “No entanto, temos outros quadros de afecção do sistema nervoso.

Na prática, as suas consequências traduzem-se em alterações inesperadas do ritmo cardíaco, arritmias, disfunções do sistema digestivo que persistem”. O médico lembra ainda que há doenças cujo número de casos parece ter aumentado no pós-covid, nomeadamente a diabetes, fenômeno que se considera agora estar ligado a uma resposta autoimune exacerbada ao SARS-CoV-2, mas que ainda terá de ser devidamente aprofundado.

“Não jogamos contra um único inimigo, jogamos contra o vírus e as suas questões agudas mas também contra uma reação imunitária exagerada que chegou a causar mortes. E ainda um terceiro inimigo, que deriva do segundo, percebemos que existem reações desreguladas ao vírus que podem ter um eco futuro e não se percebem num primeiro momento”, frisa o especialista de Saúde Pública.

“Infelizmente, vamos tendo cada vez mais casos destes, a expectativa é de que venha muita gente a ser afetada, ainda vai ter um impacto social importante”.

O mesmo diz a investigadora Andreia Leite: “É esperado que haja algum impacto do ponto de vista social e econômico, para além do impacto nos serviços de saúde”, refere, acrescentando que ainda não existe uma “imagem clara” da frequência da Covid-19 a longo prazo e suas sequelas, mas que serão certamente precisos muitos recursos para a “marcha diagnóstica” necessária nestes casos, que incluem a realização de exames complementares ou referenciação dos doentes para diferentes especialidades.

A professora da Escola Nacional de Saúde Pública lembra ainda que estas sequelas e sintomas do pós-covid são geralmente mais frequentes em doentes hospitalizados ou que tiveram doença grave e, em alguns casos, resolvem-se espontaneamente, mas em outros acabam por persistir “por um período longo e com impacto no dia a dia, na qualidade de vida, na diminuição das horas de trabalho ou obrigando a ter funções revistas”.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, entre 10% a 20% das pessoas que tiveram Covid-19 sofrem de sintomas após recuperarem da fase aguda da infecção, uma condição “imprevisível e debilitante” que afeta também a saúde mental.

E um estudo publicado na eClinicalMedicine revela mesmo que já foram identificados 203 sintomas associados à covid de longa duração e que envolvem 10 órgãos diferentes do corpo humano. O estudo foi realizado com dados de 56 países e envolveu mais de três mil pessoas, tendo concluído que 56 dos 203 sintomas identificados persistiram por sete meses.

Continuar lendo SAÚDE: SIBA QUAIS OS 30 SINTOMAS MAIS PERSISTENTES DA COVID-19

SAIBA QUAL A PREVISÃO DO TEMPO PARA O FINAL DE SEMANA NO RN

Por g1 RN

 

Previsão é de chuva em todas as regiões do estado no fim de semana — Foto: Elisa ElsiePrevisão é de chuva em todas as regiões do estado no fim de semana — Foto: Elisa Elsie

As chuvas que caem em vários municípios do Rio Grande do Norte na manhã desta quinta-feira (5) deverão continuar no final de semana. Segundo a Emparn, a previsão do tempo é de céu parcialmente nublado com pancadas de chuva em diversas regiões.

Previsão dia a dia

  • Sexta-feira (6) – Céu nublado com chuvas em todas as regiões.
  • Sábado (7) – Céu parcialmente nublado com chuvas em todas as regiões.
  • Domingo (8) – Céu parcialmente nublado a claro em todas as regiões, com pancadas de chuvas no Alto Oeste e Mossoró.

De acordo com a Emparn, as temperaturas deverão variar entre 24°C durante as madrugadas e poderão chegar aos 34°C durante as tardes. Já no interior do estado, a variação prevista é entre 22°C e 34°C.

O chefe da unidade de Meteorologia, Gilmar Bristot explica que as condições seguem favoráveis para a ocorrência de chuvas no estado, tanto no interior quanto na região do litoral. “A Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) segue atuando no RN trazendo condições favoráveis para ocorrência de chuvas”, comentou o meteorologista.

Continuar lendo SAIBA QUAL A PREVISÃO DO TEMPO PARA O FINAL DE SEMANA NO RN

SAÚDE: SAIBA QUAIS OS MALES CAUSADOS PELA SOLIDÃO

Como a solidão pode fazer mal à saúde física e mental

“A solidão associa-se a psicopatologias, como ansiedade, depressão e stress, mas também em nível físico, como a hipertensão e problemas cardiovasculares”, diz a psicóloga Ana Valente.

Daniela Costa Teixeira

da CNN

Saúde mental mais fragilizada, obesidade e problemas cardíacos. Estas são apenas algumas das consequências diretas da solidãoSaúde mental mais fragilizada, obesidade e problemas cardíacos. Estas são apenas algumas das consequências diretas da solidão Freepik

A solidão é uma das principais responsáveis por fazer com que as pessoas se isolem. Porém, também pode ser uma consequência direta desse isolamento, gerando um círculo vicioso em que a pessoa se isola por se sentir só e sente-se só porque está isolada.

Por ser um sentimento, a solidão varia muito de pessoa para pessoa. Mas uma coisa é certa: não escolhe gêneros, nem tampouco a idade. E o percurso de vida, sobretudo quando marcado por “experiências negativas nas relações com os outros”, pode ser determinante para uma maior vulnerabilidade à solidão, diz Marta Calado, psicóloga na Clínica da Mente.

São vários os gatilhos que deixam uma pessoa mais vulnerável à solidão e à vontade de se isolar. A psicóloga Ana Valente dá exemplos: “viver sozinho, condições econômicas mais frágeis, doenças que condicionam a mobilidade, ser cuidador informal, viuvez, desemprego, o local onde se vive, se está mais junto de outros ou não”.

Mas destaca que a solidão “muitas vezes tem a ver com a nossa saúde psicológica e com a nossa história de vida, que pode contribuir para que estejamos mais sozinhos e isolados e para que haja o desenvolvimento de sentimento de solidão”.

E como se diagnostica a solidão? Avaliando o quão bem a pessoa está consigo mesma.

“Os profissionais de saúde têm de saber distinguir uma tendência satisfatória para o isolamento, para ter um tempo para desenvolver as próprias reflexões, daquilo que é sentir a solidão. Quando nos sentimos em solidão não queremos necessariamente estar sozinhos. Sentimos no peito um aperto, um vazio. Sentimos que a vida das outras pessoas está preenchida. Temos de lidar com a emoção da tristeza, de decepção, de frustração”, esclarece a psicóloga Marta Calado.

Sentir-se só sem estar sozinho

Apesar de ser associada ao isolamento, a solidão pode afetar uma pessoa até mesmo quando está em casa, junto da sua família, perto dos seus amigos ou no seu local de trabalho. Há quem se sinta só mesmo quando tem companhia e a pessoa consegue percebê-lo “quando não se sente integrada, se sente rejeitada”.

Esta ‘solidão acompanhada’ “é uma das muitas experiências que faz com que o indivíduo ganhe mecanismos de defesa, de proteção e não se exponha tanto aos outros”. No entanto, “sem perceber, acaba por levar uma vida mais centrada em objetivos individuais ou restrita a grupos”, até porque a pessoa pode sentir-se só na presença apenas de determinadas pessoas ou grupos e não sempre que está acompanhada, diz Marta Calado.

De acordo com a psicóloga, a pessoa pode carecer de um sentimento de pertencimento em casa junto da família, mas encontrá-lo “na família do coração, que são os amigos que escolheu”.

Ana Valente acrescenta que este sentimento de solidão quando não se está efetivamente sozinho foi notório durante a pandemia da Covid-19, sobretudo junto dos mais novos, que “não conseguiram ter sentimentos de pertencimento e não se conseguiram identificar” com quem dividiam teto.

O sentimento de solidão na presença de outras pessoas causa aquilo que Marta Calado chama de “conflito interno”: uma “ambiguidade emocional, com impacto psicológico e comportamental”, especialmente quando a solidão é sentida junto de pessoas com que se está constantemente, como pode acontecer em ambiente familiar ou de trabalho.

Como a solidão afeta a saúde física e mental

A solidão e o isolamento social são capazes de impulsionar uma série de problemas mentais e físicos, ao mesmo tempo que pode ser também consequência deles mesmos. “A solidão associa-se a psicopatologias, como ansiedade, depressão e stress, mas também em nível físico, como a hipertensão e problemas cardiovasculares”, diz Ana Valente.

E por “associa-se” entende-se que é causa e efeito, que pode levar ao sentimento de solidão, mas que este mesmo sentimento pode impactar a saúde física e mental da pessoa.

Uma pessoa que lida constantemente com o sentimento de solidão pode apresentar “alterações de sono ou no apetite. A pessoa pode chorar, ter uma maior desconcentração, sente tristeza, pode ter pensamentos intrusivos e constantes que a levam pensar porque não ser suficiente e interessante para os outros”, continua Marta Calado.

Olhando para o impacto na saúde física, não faltam evidências científicas que comprovem a relação entre a solidão e o isolamento com problemas de saúde. Em 2019, um estudo publicado na PLOS One revela que o isolamento social está associado a uma maior propensão de inatividade física, má alimentação e uso de medicamentos psicotrópicos, fatores que podem desencadear problemas de saúde como a obesidade ou depressão, por exemplo.

“O isolamento social pode ser menos prevalente em idades mais jovens, mas é ainda mais fortemente associado a más condições de saúde e comportamentos do que em idades mais avançadas”, como mostra a pesquisa.

Já um outro estudo, do mesmo ano, mas publicado na revista BMC Public Health, dá conta de que também os mais velhos ficam mais vulneráveis com o isolamento social e consequente solidão.

Os achados sugerem que “o maior isolamento social em homens e mulheres mais velhos está relacionado com a redução da atividade física objetiva diária e um maior tempo sedentário”, dois fatores também com impacto direto na saúde física.

“O isolamento social percebido (PSI) [solidão] está ligado ao aumento do risco de doenças crônicas e mortalidade”, explica um estudo de 2015 publicado na PNAS, que mostra uma maior tendência para inflamação e uma menor capacidade para responder contra vírus.

Um estudo publicado em 2017 pela Associação Americana de Psicologia dá um exemplo disso, afirmando que as pessoas solitárias que foram expostas ao rinovírus eram mais propensas a desenvolver sintomas de constipação do que as pessoas que não eram solitárias.

Mas há outros impactos igualmente penosos, como uma maior propensão para doenças físicas, como hipertensão, doenças cardíacas, obesidade, sistema imunitário enfraquecido, ansiedade, depressão, declínio cognitivo, doença de Alzheimer e até a morte, revela o Instituto Nacional de Envelhecimento dos Estados Unidos. Além disso, deixa os idosos ainda mais vulneráveis aos efeitos do envelhecimento no cérebro. Segundo um estudo, os idosos em isolamento social ou num estado de solidão mostram função cognitiva pior quatro anos depois.

“Sem dúvida que alguém que se sente em solidão não sente bem-estar e satisfação psicológica”, atira Marta Calado, explicando que, nos mais velhos, é comum a tomada de antidepressivos quando o sentimento de solidão é uma constante.

“É natural que pessoas que estão mais sozinhas tomem um antidepressivo para saber tolerar mais facilmente esta gestão emocional, a falta de entusiasmo, alegria e de oportunidades de encontrar ânimo. Até porque esta situação de vida com estas repercussões psicológicas terá repercussões físicas, porque o isolamento faz com que pessoas tenham a tendência a não se movimentar tanto, a ter problemas físicos, como contraturas musculares, dores, cólicas, tensão acumulada.”

Cientistas da Universidade de McGill, no Canadá, revelaram no ano passado uma espécie de assinatura nos cérebros de pessoas solitárias, espelhada em variações no volume de diferentes regiões do cérebro, bem como na forma como essas regiões se comunicam entre si nas redes cerebrais.

Na prática, diz o estudo publicado na Nature Communications, as alterações cerebrais das pessoas solitárias estavam centradas naquilo a que se chama de “rede-padrão”, um conjunto de regiões cerebrais envolvidas em pensamentos internos, como recordar, fazer projeções ou pensar em outras pessoas.

“Cientistas descobriram que as redes-padrão das pessoas solitárias eram mais fortemente ligadas e, surpreendentemente, o seu volume de massa cinzenta nas regiões da rede-padrão era maior”. No entanto, as pessoas solitárias continuam à mercê de um declínio cognitivo mais precoce e do aparecimento mais rápido de sinais de demência, explica o Science Daily.

Apesar de ser uma associação já várias vezes feita pela ciência, a verdade é que ainda “é incerto” se os efeitos do isolamento social ou da solidão “são independentes ou se a solidão representa o caminho emocional pelo qual o isolamento social prejudica a saúde”, segundo um estudo publicado na Proceedings of the National Academy of Sciences.

Prevenir a solidão e evitar o isolamento

“Cabe a todos nós ter o papel comunitário e dentro da sociedade”, diz Ana Valente. A psicóloga defende que “cuidar dos nossos, seja a família ou vizinhos” ajuda que a pessoa que esteja só deixe de se sentir, pelo menos um pouco, só, seja porque está sendo ajudada ou porque está ajudando.

“Todos podemos fazer algo no combate à solidão, até porque isso é muito positivo para o bem-estar e saúde mental de quem ajuda”, frisa.

Ana Valente considera ainda que o “autocuidado” deve ser o ponto de partida, incluindo-se nesta tarefa hábitos como “cuidar da saúde física e mental, fazer atividade física e ter uma alimentação saudável”.

Mas é também preciso saber filtrar e, sobre isto, a psicóloga fala da importância de “ter algum cuidado e filtrar informação e programas de televisão”, sobretudo os que optam por conteúdos mais dramáticos e que podem levar a estados de tristeza”, acrescenta Marta Calado.

Um dos segredos para que a pessoa não sinta necessidade de se isolar é “fazer coisas de que gosta. Pode ser ouvir música, dar uma caminhada, fazer voluntariado, encontrar um papel ativo dentro da comunidade em que a pessoa está inserida”, sendo esse último ponto mais vantajoso até para os mais velhos, sobretudo quando se reformam e perdem a rotina habitual e até, em alguns casos, o seu propósito.

“Ter um papel ativo dentro da comunidade traz emoções positivas e faz com que os sentimentos mais negativos diminuam, incluindo a solidão”, aponta Ana Valente.

Manter as rotinas e ter planeamento diário “no sentido de ocupar as 24 horas do nosso dia com tarefas, seja ligar para um amigo ou familiar, passear com o animal de estimação, ter a tarefa de fazer as compras diárias, falar com vizinhos, acompanhar ou tomar conta dos netos do vizinho” é, para Marta Calado, também uma forma de fazer frente à solidão.

Apesar de as redes sociais serem associadas ao isolamento, em alguns casos podem ser a ferramenta essencial para manter contatos e encurtar distâncias, diminuindo a sensação de solidão. O isolamento físico continua, mas manter ligações com outros, mesmo que digitais, pode ajudar a pessoa a sentir-se menos só.

Fonte : CNN
Continuar lendo SAÚDE: SAIBA QUAIS OS MALES CAUSADOS PELA SOLIDÃO

SAIBA QUEM TEM DIREITO AO LOTE RESIDUAL DE RESTITUIÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA

Por g1

 

Consulta pode ser feita pelo aplicativo da Receita Federal. — Foto: Marcello Casal Jr/Agência BrasilConsulta pode ser feita pelo aplicativo da Receita Federal. — Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Os lotes residuais são os de contribuintes que caíram na malha fina, mas depois regularizaram as pendências.

As consultas podem ser feitas:

Após o login, basta clicar em “Meu Imposto de Renda” e, em seguida, em “Consultar a Restituição”.

Ao todo, 210.153 contribuintes receberão R$ 180.556.530,18 em 29 de abril, de acordo com a Receita.

Desses, R$ 72,4 milhões referem-se a contribuintes com prioridade no recebimento dos valores (idosos, pessoas com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e aqueles cuja maior fonte de renda seja o magistério).

  • 3.188 contribuintes idosos acima de 80 anos,
  • 25.119 contribuintes entre 60 e 79 anos, 2.295 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave, e
  • 9.203 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Como o pagamento será feit

O pagamento da restituição é realizado diretamente na conta bancária informada na declaração de Imposto de Renda.

Se, por algum motivo, o crédito não for realizado (por exemplo, a conta informada foi desativada), os valores ficarão disponíveis para resgate por até um ano no Banco do Brasil.

Neste caso, é possível reagendar o crédito dos valores pelo Portal BB, acessando o portal ou ligando para a Central de Relacionamento BB por meio dos telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos).

Caso o contribuinte não resgate o valor de sua restituição no prazo de um ano, deverá fazer o requerimento pelo portal e-CAC, disponível no site da Receita Federal, acessando o menu Declarações e Demonstrativos > Meu Imposto de Renda e clicando em “Solicitar restituição não resgatada na rede bancária”.

Malha fina

Segundo o órgão, foram entregues 36.868.780 declarações este ano. Destas, 869.302 declarações foram retidas em malha – 2,4% do total de documentos entregues.

Para saber se está na malha fina, os contribuintes podem acessar o “extrato” do Imposto de Renda no site da Receita Federal, no e-CAC.

Para acessar o extrato do IR é necessário utilizar o código de acesso gerado na própria página da Receita Federal, ou certificado digital emitido por autoridade habilitada.

As restituições de declarações que apresentam inconsistência (em situação de malha) são liberadas apenas depois de corrigidas pelo cidadão, ou após o contribuinte apresentar comprovação de que sua declaração está correta.

Havendo pendências, há três alternativas:

  1. Corrigir a Declaração apresentada, sem qualquer multa ou penalidade, por meio de Declaração retificadora, se houver erros no que foi declarado à Receita Federal. Essa correção não será possível depois que o contribuinte for intimado ou notificado;
  2. Aguardar comunicado da Receita Federal para apresentar documentação que explique a pendência apresentada no Extrato;
  3. Apresentar, de forma virtual, todos os comprovantes e documentos que atestam os valores declarados e apontados como pendência no Extrato. Para apresentar os documentos, é necessário verificar atentamente as orientações do Extrato do Processamento da DIRPF e formalizar um Processo Digital para a Malha Fiscal por meio do Portal e-CAC. Para informações sobre o Processo Digital da Malha Fiscal, consultar Malha Fiscal – Atendimento, a partir do espaço Onde Encontro.

Fonte: G1

Continuar lendo SAIBA QUEM TEM DIREITO AO LOTE RESIDUAL DE RESTITUIÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA

SAIBA QUAIS AS UNIDADES DE ATENDIMENTO QUE A SESAP VAI MONTAR PARA DESAFOGAR AS UPAS

Por g1 RN

 

UBS de Pajuçara, na Zona Norte de Natal, é uma das que terá atendimento de urgência (Arquivo) — Foto: Prefeitura de NatalUBS de Pajuçara, na Zona Norte de Natal, é uma das que terá atendimento de urgência (Arquivo) — Foto: Prefeitura de Natal

A Secretaria de Saúde de Natal anunciou que vai montar, a partir desta quinta-feira (21), duas unidades de atendimento às urgências de menor gravidade, para tentar desafogar as Unidades de Pronto-Atendimento (UPA) da capital potiguar.

O serviço deverá funcionar temporariamente nas Unidades Básicas de Saúde do bairro Pajuçara, na Zona Norte de Natal, e em Cidade da Esperança, na Zona Oeste, para atender casos leves de viroses.

Segundo a pasta, devem procurar essas unidades pessoas com sintomas como dor de cabeça, febre de até 38 graus, tosse seca não persistente, dor nos braços, dor nas pernas e moleza no corpo.

“Nessas UBS ofertamos atendimento médico por meio de clínico geral, pediatra e equipe de enfermagem”, afirmou o secretário George Antunes.

Segundo a pasta, a iniciativa se deve ao aumento de 90% na procura de atendimento pediátrico na UPA Cidade da Esperança e 115% na pediatria da UPA de Pajuçara, ao longo dos últimos dias.

Com os serviços lotados, pacientes passaram a esperar várias horas por atendimento. Na segunda-feira (18), uma idosa chegou a passar quatro horas do lado de fora da UPA de Potengi, também na Zona Norte.

As unidades básicas de Pajuçara e Cidade da Esperança funcionarão das 7h às 19h para atender esses pacientes.

Com isso, as UPAS passarão a atender somente os casos graves, que são de pessoas com quadro de vômitos persistentes mesmo após medicação, febre alta persistente por mais de 24h, cansaço, cor da pele pálida, arroxeada ou amarelada, sonolência e diarreia.

Além do aumento de casos de viroses e dengue, a lotação das UPAs também tem influência da greve dos servidores da saúde, iniciada em 11 de abril. O secretário afirmou que as reinvindicações da categoria são justas, mas considerou que a paralisação está prejudicando os serviços.

“Nós não podemos pedir que as pessoas fiquem em casa. Quem tiver qualquer quadro suspeito de uma patologia deve procurar atendimento, ou nas unidades básicas ou nas UPAs. Não tem outra forma. O poder público vai ter que criar mecanismos de atendimento. Outro ponto seria, e faço esse apelo, que momentaneamente essa greve fosse suspensa. Com isso nós diminuiríamos o prejuízo à população”, afirmou.

Segundo Antunes, a equipe técnica da prefeitura está realizando cálculos de impacto financeiro para que o município possa apresentar uma proposta aos servidores grevistas até o próximo dia 29 de abril.

Ele também pediu que os serviços privados de saúde e outros municípios do estado também criem serviços extras para desafogar a demanda das unidades de saúde pública da capital.

Continuar lendo SAIBA QUAIS AS UNIDADES DE ATENDIMENTO QUE A SESAP VAI MONTAR PARA DESAFOGAR AS UPAS

SAIBA QUAIS AS ATRAÇÕES CULTURAIS PARA O FIM DE SEMANA NA PINACOTECA DE NATAL

Por g1 RN

 

Francisco, el Hombre, é uma das atrações da Patuscada, em Natal — Foto: DivulgaçãoFrancisco, el Hombre, é uma das atrações da Patuscada, em Natal — Foto: Divulgação

Com a retomada dos eventos culturais de forma presencial, a Pinacoteca do RN recebe neste sábado (16) a “Patuscada” – evento que reúne artistas para celebrar o samba, reggaeton, música jamaicana e outros ritmos latinos.

A programação conta com apresentações de diversos artistas potiguares, com o samba raiz de Preto no Branco, a mesclagem de ritmos de música eletrônica, jamaicana e potiguar de Dusouto, além da apresentação de DK e Jaiara Fontes.

O destaque da noite é a banda Francisco, el Hombre, com seu suingue latino-americano. Dona do hit “Triste, Louca ou Má”, com mais de 50 milhões de visualizações nas redes sociais e plataformas de música, a banda chega ao palco da Patuscada com seu mais recente show.

“Hay que perderse para encontrarse”, passagem de um dos poemas do autor uruguaio Eduardo Galeano, é a síntese dos processos que desencadearam em “Casa Francisco”, terceiro álbum da Francisco, el Hombre.

Ressignificando o tom negativo de perda, os integrantes buscaram se perder em novas sonoridades e projetos-solo para que, assim, pudessem se reencontrar como um organismo-banda.

Serviço

  • Patuscada – 16/04, às 15h
  • Endereço: Pinacoteca do RN – Praça Sete de Setembro, s/n – Cidade Alta
  • Ingressos: outgo.com.br/patuscada

Fonte: G1 RN

Continuar lendo SAIBA QUAIS AS ATRAÇÕES CULTURAIS PARA O FIM DE SEMANA NA PINACOTECA DE NATAL

VARIEDADES: SAIBA QUAIS OS SEIS PONTOS IMPRÓPRIOS PARA BANHO NO LITORAL DA GRANDE NATAL

Litoral da Grande Natal tem seis pontos impróprios para banho

Redação/Portal da Tropical

 Atualizado em:11

Foto: Sandro Menezes/Governo do RN

O Boletim das praias do Rio Grande do Norte, localizado em Balneabilidade da Região Metropolitana de Natal, na Região de Balneabilidade dos pontos impróprios para o banho. O relatório foi divulgado nesta segunda-feira (11).

Os locais são os seguintes: Rio Pium (Ponte Nova) e Rio Pium (Balneário Pium), em Parnamirim; Via Costeira (Cacimba do Boi), Areia Preta (Praça da Jangada) e Redinha (Rio Potengi), em Natal; e a Lagoa de Pitangui, em Extremoz.

Foram coletadas e classificadas como água em 33 municípios distribuídos na faixa costeira situada em Nísia Floresta e Extremoz, um fim de informar aos banhistas quais as condições das praias monitoradas.

O estudo é uma parceria entre o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), o Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) e a Fundação de Apoio à Educação e ao Desenvolvimento Tecnológico do RN (FUNCERN), e faz parte do Programa Água Azul.

Continuar lendo VARIEDADES: SAIBA QUAIS OS SEIS PONTOS IMPRÓPRIOS PARA BANHO NO LITORAL DA GRANDE NATAL

SAIBA QUAIS AS ORIENTAÇÕES DOS ESPECIALISTAS NA HORA DE ESCOLHER UM ESPORTE PARA CRIANÇA

Especialistas orientam como escolher o esporte mais adequado para cada criança

Dia Mundial da Atividade Física, celebrado nesta quarta-feira (6), chama atenção para os benefícios da prática regular de esportes por jovens e crianças

Lucas Rocha

da CNN

em São Paulo

Natação pode ser uma opção de atividade física para crianças mais inquietas ou distraídasNatação pode ser uma opção de atividade física para crianças mais inquietas ou distraídas Brian Matangelo/Unsplash

A observação do comportamento e das habilidades de cada criança é um fator essencial no momento da escolha por um esporte ou exercício físico. Nesta quarta-feira (6), Dia Mundial da Atividade Física, especialistas destacam os benefícios da prática regular de esportes por jovens e crianças.

Crianças focadas e que apresentam boa coordenação podem aproveitar ao máximo a prática de esportes coletivos, como o vôlei, futebol, basquete e handebol. Para as mais inquietas ou distraídas, a natação e o atletismo são opções recomendadas.

Os pequenos com disciplina e autocontrole podem render bastante em atividades como ginástica, balé, tênis ou artes marciais. Já os que têm muita força se dão bem em modalidades como o rúgbi e o boxe.

Recomendações da Sociedade Brasileira de Pediatria

De acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), bebês que ainda não começaram a engatinhar podem ser motivados a alcançar objetos, segurar, puxar, empurrar e mover a cabeça, corpo e membros. Além de incentivar o desenvolvimento motor, as ações também reforçam os vínculos entre pais e responsáveis e os pequenos.

O incentivo à atividade também deve ser feito para as crianças de zero a 2 anos, mesmo que por curtos períodos, várias vezes ao dia. As que já conseguem andar sozinhas devem ser estimuladas fisicamente durante pelo menos 180 minutos, incluindo movimentar, rolar, brincar, saltar, pular ou correr.

Para as crianças de 3 a 5 anos são adequadas brincadeiras na água com acompanhamento, andar de bicicleta, jogos de correr ou com bola. De acordo com a SBP, também devem ser dedicados ao menos 180 minutos de atividades físicas distribuídas ao longo do dia, evitando tempo gasto em frente aos monitores.

Segundo a SBP, crianças e adolescentes de 6 a 19 anos devem acumular pelo menos 60 minutos diários de atividades físicas de intensidade moderada a vigorosa, que aumentam as frequências respiratória e cardíaca. Os especialistas destacam que atividades intensas ajudam no fortalecimento e desenvolvimento de músculos e ossos e devem ser feitas pelo menos três vezes por semana.

Cuidados antes de começar uma nova atividade

Considerar a afinidade com o esporte e respeitar o gosto individual de cada criança pode ajudar a aumentar o rendimento durante a prática. O tipo de esporte deve ser escolhido de acordo com a idade, o ritmo de crescimento, o desenvolvimento global e as habilidades de cada criança ou adolescente.

O médico ortopedista Pedro Baches Jorge recomenda atenção às questões de segurança com o objetivo de reduzir os riscos de distensões, luxações e fraturas. “As lesões nas atividades esportivas, na maioria das vezes, se devem a treinos incorretos, repetitivos onde há o excesso de atividades e falta de preparo adequado”, afirma.

A avaliação médica é um dos primeiros passos para começar uma nova atividade física, mesmo que a criança não apresente qualquer tipo de problema de saúde. Na consulta, serão analisadas características como peso e altura, força física, condições cardíacas, além de possíveis alterações no organismo durante o esforço.

Com a modalidade escolhida e a avaliação médica concluída, deve-se observar se o ambiente onde será realizada a atividade conta com medidas de segurança e equipe especializada. Nos esportes que exigem a utilização de equipamentos de proteção, como o skate e a patinação, a orientação sobre os itens deve ser feita de maneira didática, de modo que a criança compreenda a importância do uso.

O médico ortopedista Bruno Takasaki Lee afirma que as crianças devem usar roupas e calçados apropriados para cada esporte, além de manter a hidratação e o uso de protetor solar quando a atividade acontecer em ambientes externos.

“Os locais para prática de esportes não devem ser improvisados ou inadequados, pois isso aumenta muito o risco de lesões. É importante conhecer as regras do esporte, fazer aquecimento adequado e evitar treinamentos excessivos para sua idade e capacidade”, afirma Lee.

Continuar lendo SAIBA QUAIS AS ORIENTAÇÕES DOS ESPECIALISTAS NA HORA DE ESCOLHER UM ESPORTE PARA CRIANÇA

SAÚDE: SAIBA COMO CORRIGIR SEU COMPORTAMENTO PARA TER UMA BOA NOITE DE SONO SEM O USO DE REMÉDIOS

Conheça os perigos das pílulas para dormir e como evitá-los

Sedativos seriam a causa de até meio milhão de “mortes em excesso” nos Estados Unidos; especialista discorre sobre como corrigir nossos comportamentos para alcançar uma boa noite de sono

Sandee LaMotte

da CNN

Mais da metade dos brasileiros está dormindo mal durante a pandemia, segundo pesquisa do Instituto do Sono
Mais da metade dos brasileiros está dormindo mal durante a pandemia, segundo pesquisa do Instituto do SonoGetty Images

Histórias que envolvem erros com pílulas para dormir são lendários.

Pergunte a qualquer comissário de voo, e você vai ouvir casos divertidas de pessoas sonolentas tirando suas roupas ou até mesmo se levantando e urinando no assento.

Mas o uso de comprimidos também pode ser mortal. Até meio milhão de “mortes em excesso” nos Estados Unidos foram causadas pelo uso de medicamentos para o sono chamados sedativo-hipnóticos, de acordo com um estudo de 2010.

As pessoas com prescrições para esses remédios, que incluem zolpidem e temazepam, tinham mais de quatro vezes mais probabilidade de morrer em acidentes e por condições de saúde decorrentes do uso em comparação com aquelas que não faziam uso dessas drogas, disse o estudo. Mesmo aquelas que tomaram menos de dois comprimidos por mês tinha três vezes mais probabilidade de morrer do que aquelas que não ingeriram.

Se você estiver usando ou pensando em usar esse tipo de remédio ou algum tipo de promotor do sono, o que precisa saber para agir com segurança? Conversamos sobre isso com a doutora Jing Wang, professora assistente de medicina pulmonar, de cuidados críticos e do sono na Faculdade de Medicina de Icahn, no Monte Sinai, na cidade de Nova York.

A conversa foi ligeiramente editada para maior clareza.

Quando alguém procura você por causa de insônia ou outro distúrbio do sono, implorando por uma ajuda para dormir, você receita um remédio para dormir para alívio imediato?

Dr. Jing Wang: Não, com certeza não. Nós tentamos muito, muito mesmo não fazer isso. Quando alguém chega com insônia, fazemos um longo exame de histórico médico e de sono. É muito importante que a pessoa compartilhe detalhes pessoais para que possamos identificar qual a fonte da insônia, se é comportamental, ou medicamentosa ou tem uma doença relacionada.

Eu pergunto o horário de dormir e o que a pessoa faz à noite, para tentar encontrar seus estressores físicos e emocionais. Será que essa pessoa fica vendo telas no trabalho e em casa?

Depois vamos ao ponto em que a pessoa começa pronta para a cama: “Você tem rotinas? Você tem uma hora de dormir regular?”, pergunto. Frequentemente, a insônia é perpetuada pelo que fazemos em resposta a não conseguir dormir. As pessoas são muito criativas de formas que podem não ser úteis: ficam navegando no telefone, checando e-mails ou respondendo mensagens de trabalho, ou dormem com a TV ligada. São elementos que as expõem à luz azul, que envia um sinal ao cérebro para despertar. Tem também aquelas que falam que se levantam e malham em seguida, que não é definitivamente algo a se fazer!

Quando uma pílula pode ser aconselhada?

Nossa primeira abordagem é apresentar aos pacientes uma forma de terapia cognitiva-comportamental denominada CBTL, que é específica para insônia. Ela educa os pacientes sobre comportamento saudável do sono, como horários regulares de dormir e acordar, mantendo telas e luzes azuis fora do quarto, fazendo coisas relaxantes antes da cama, e assim por diante. São as associações que nosso cérebro faz com nosso ambiente do sono e como nossos comportamentos ou atividades podem afetar.

Uma pessoa que estiver sofrendo com um início muito agudo de insônia, com um fator identificável ou mudança em sua vida, pode passar por um teste a curto prazo de uma ajuda de sono por algumas semanas ou um mês, e depois fazer só checkups regulares.

E definimos expetativa claras sobre a utilização a curto prazo, porque não queremos apenas prescrever uma ajuda ao sono e ter a pessoa voltando sempre durante 30 anos. Queremos chegar à raiz do problema de uma forma mais saudável, corrigindo o que está desencadeando a insônia.

Por que o uso de longo prazo de um medicamento para o sono não é saudável?

Depende, porque os povos têm respostas diferentes e podem ser suscetíveis em maneiras diferentes. Alguns desses promotores do sono podem se tornar viciantes, e assim que a pessoa sente que não pode dormir sem ele.

Podem ser perigosos se misturados com álcool ou determinados remédios para dor. Alguns causam sonolência diurna e podem interferir com a condução e outras atividades motoras.

Os sedativos têm sido associados a alucinações e comportamentos dissociativos. As pessoas dirigem, cozinham, perambulam e telefonam, tudo sem qualquer lembrança de quando eles acordaram. Depois de acordar, as pessoas podem ser suscetíveis a sonolência e confusão, como um efeito de ressaca.

Vamos falar sobre medicamentos vendidos sem receita. Eles são um problema?

Qualquer medicação é uma faca de dois gumes: tem utilidade, mas tem sempre efeitos colaterais.

Um dos conselhos mais fortes que dou aos pacientes é que eles devem evitar esse tipo de remédio. Eles podem ter efeitos secundários não previstos, tais como deixá-lo agitado em vez de sonolento. Há potencial para interação com sedativos receitados que os pacientes também podem estar usando. E há sempre um potencial do uso indevido ou em excesso porque as pessoas pensam que, como não exige receita, é seguro.

Veja o caso da melatonina. Algumas pessoas relataram tomar 30 ou mesmo 60 miligramas de melatonina e isso pode ser perigoso; nós só não sabemos ainda. Não é um produto regulamentado, portanto substâncias outras além da melatonina podem ser misturadas no comprimido. Ela pode gerar dores de cabeça, um dos efeitos colaterais conhecidos da melatonina. Ou interferir com o seu ritmo circadiano se tomada no momento errado.

Os anti-histamínicos, por exemplo, criam boca seca, tonturas e uma espécie de sensação de ressaca no dia seguinte. Podem também ter efeitos anticolinérgicos, como retenção urinária, visão desfocada, constipação e náuseas. O uso crônico e regular desses agentes tem sido associado, em alguns estudos, ao aumento do risco de demência.

Por fim, a utilização de auxiliares de sono sem receita pode potencialmente atrasar a visualização dos seus problemas de sono e a procura de cuidados. É quando a pessoa pensa que não há motivo para ver o médico do sono ou falar com o seu médico sobre os meus problemas para dormir porque pode comprar livremente algo na farmácia.

Continuar lendo SAÚDE: SAIBA COMO CORRIGIR SEU COMPORTAMENTO PARA TER UMA BOA NOITE DE SONO SEM O USO DE REMÉDIOS

SAIBA QUANDO MICROEMPREENDEDORES DEVEM PAGAR IMPOSTO DE RENDA

Microempreendedores individuais devem declarar Imposto de Renda; saiba como

Segundo a Receita Federal, declaração é obrigatória porque MEIs são considerados pessoa física e pessoa jurídica ao mesmo tempo

Wellton Máximo

da Agência Brasil

em Brasília

Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física torna-se obrigatória caso o MEI tenha renda tributável superior à faixa de isenção de R$ 28.559,70 (R$ 2.379,97 por mês)Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física torna-se obrigatória caso o MEI tenha renda tributável superior à faixa de isenção de R$ 28.559,70 (R$ 2.379,97 por mês)Getty Images

Os profissionais autônomos não estão isentos de acertar as contas com o Leão. Mesmo pagando tributos simplificados, os microempreendedores individuais (MEI) devem declarar o Imposto de Renda se o lucro ultrapassar o limite de isenção.

Segundo a Receita Federal, a declaração é obrigatória porque o MEI é considerado pessoa física e pessoa jurídica ao mesmo tempo. Cada papel envolve uma série de exigências a cumprir.

Como pessoa jurídica participante do Simples Nacional, o MEI é obrigado a recolher mensalmente o Documento de Arrecadação Simplificada do Microempreendedor Individual (DAS), que unifica numa guia a contribuição de 5% do salário mínimo para a Previdência Social e o pagamento de R$ 1 de Imposto sobre Serviços, caso o autônomo atue nesse ramo, ou de R$ 5 de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), caso o profissional atue no comércio.

No papel de pessoa jurídica, o microempreendedor individual também deve entregar a Declaração Anual do Simples Nacional todos os anos.

As obrigações, no entanto, não acabam aí. Como pessoa física, o MEI também pode ter de preencher a declaração do Imposto de Renda e até pagar o tributo, dependendo do caso.

Assim como no caso dos demais contribuintes pessoas físicas, a entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física torna-se obrigatória caso o MEI tenha renda tributável superior à faixa de isenção de R$ 28.559,70, o que equivale a R$ 2.379,97 por mês.

Caso o MEI ou algum de seus dependentes tenha recebido auxílio emergencial em 2021, o limite cai para R$ 22.847,76, R$ 1.903,98 por mês.

Como o MEI não recebe salário, a renda tributável equivale ao lucro evidenciado, o quanto sobra para gastos próprios após o pagamento dos custos do empreendimento.

Para chegar ao lucro evidenciado, o MEI deve pegar as receitas brutas anuais – tudo o que o negócio gerou de dinheiro no ano anterior – e subtrair todos os custos relacionados ao empreendimento (água, luz, telefone, gás, compra de mercadorias, aluguel, entre outros).

Com base no lucro evidenciado, o MEI deverá seguir uma série de passos para calcular quanto vai pagar de Imposto de Renda. Isso porque ele deverá subtrair do lucro evidenciado uma parcela da receita bruta que é isenta do tributo e varia conforme o ramo de atividade.

Somente então, o programa gerador calculará o imposto que o MEI precisará pagar.

Confira os passos necessários para o MEI declarar Imposto de Renda

Passo 1
Calcular a receita bruta do ano anterior e subtrair todas as despesas relacionadas ao negócio para chegar ao lucro evidenciado

Passo 2
Pegar a receita bruta e aplicar o seguinte percentual para calcular a parcela isenta de Imposto de Renda

  • 8% da receita bruta para comércio, indústria e transporte de carga;
  • 16% da receita bruta para transporte de passageiros;
  • 32% da receita bruta para serviços em geral.

Passo 3
Preencher o valor da parcela isenta na seção “Rendimentos Isentos – Lucros e
Dividendos Recebidos pelo Titular”

Passo 4
Calcular a parcela tributável do lucro (rendimento tributável), subtraindo o lucro evidenciado da parcela isenta

Passo 5
Preencher o valor da parcela tributável na seção “Rendimento Tributável Recebido de PJ”

O programa gerador calculará o Imposto de Renda a pagar com base nas alíquotas de 7,5%, 15%, 22,5% e 27,5% aplicadas às demais pessoas físicas. A alíquota é progressiva. Quanto mais o microempreendedor lucrar acima da faixa de isenção, mais imposto pagará.

Caso o contribuinte tenha outros rendimentos fora do MEI, deverá informá-los na mesma declaração. Isso porque não é possível fazer duas declarações com o mesmo número de Cadastro de Pessoas Físicas (CPF).

Além de rendimentos tributáveis acima da faixa de isenção, existem critérios que obrigam o preenchimento da declaração, mesmo por MEI. Eles são os seguintes.

  • Rendimentos tributáveis acima de R$ 22.847,76 no ano anterior, caso o MEI ou seus dependentes tenham sido beneficiários do auxílio emergencial;
  • Recebeu mais de R$ 40 mil isentos, não tributáveis ou tributados na fonte no ano (como indenização trabalhista ou rendimento de poupança);
  • Teve ganho na venda de bens como casas e carros, entre outros;
  • Comprou ou vendeu ações na bolsa;
  • Ganhou mais de R$ 142.798,50 em atividades rurais ou obteve prejuízo rural a ser compensado no ano-calendário de 2021 ou nos próximos anos;
  • Era proprietário de bens de mais de R$ 300 mil;
  • Passou a residir no Brasil em qualquer mês do último ano, permanecendo no país até 31 de dezembro;
  • Vendeu um imóvel e comprou outro no prazo de 180 dias.

Nesses casos, o MEI deverá seguir o mesmo roteiro apontado anteriormente para calcular o Imposto de Renda a pagar.

Continuar lendo SAIBA QUANDO MICROEMPREENDEDORES DEVEM PAGAR IMPOSTO DE RENDA

SAIBA COMO PREPARAR UM DOS PRATOS TÍPICOS DO RN A MACAXEIRA GRATINADA AO FORNO

Por Inter TV Costa Branca

 

Macaxeira gratinada ao forno — Foto: Inter TV Costa BrancaMacaxeira gratinada ao forno — Foto: Inter TV Costa Branca

O Brasil é um dos grandes produtores mundiais da macaxeira, que também pode ter outros nomes em outras partes do país, como mandioca e aipim.

No Rio Grande do Norte e em toda a região Nordeste, a produção e o consumo dessa raiz tem grande destaque. Ela pode ser preparada cozida, frita e até em forma de purês, inclusive em pratos doces, como o bolo.

Na receita deste domingo (3) no Intertv Rural, o chefe Alexandre Dantas ensina a preparar uma macaxeira gratinada ao forno.

Ingredientes

  • 1 kg de macaxeira cozida em água e sal
  • 300 g de queijo coalho ou mussarela ralado grosseiramente
  • 200 g ou 1 copo de requeijão cremoso
  • 200 g ou 1 caixa de creme de leite
  • 180 ml de leite de coco ou aproximadamente a mesma medida do copo de requeijão
  • 30 ml ou cerca de 2 colheres de sopa de azeite, óleo ou manteiga da terra
  • 3 dentes de alho triturados e fritos levemente
  • Sal, pimenta e cebolinha a gosto

Modo de preparo

A macaxeira deve ser cozida até ficar em um ponto ainda firme. O passo seguinte é retirar a fibra central e cortar em pedaços de tamanhos mais ou menos iguais. Após cortar toda macaxeira, os pedaços devem ser reservados para início do preparo do creme.

Para o creme, é preciso um recipiente para misturar os ingredientes. Coloca-se o creme de leite, o requeijão e o alho frito, que devem ser bem misturados até obter uma consistência homogênea.

Na sequência, é adicionado o leite de coco, aos poucos. O cozinheiro deve colocar uma parte, misturar bem e observar a textura do creme. O ideal é que a mistura não fique nem muito liquida e nem muito espessa para que possa gratinar. Dependendo do tipo de creme de leite ou de requeijão, a quantidade de leite de coco usada na receita pode variar.

A mistura é temperada com sal e pimenta e reservada.

Para montar o preparo, deve-se usar um recipiente que possa ir ao forno. Um fio de óleo, azeite ou manteiga da terra deve ser colocado ao fundo da assadeira e espalhado.

A montagem começa com uma camada de macaxeira cobrindo toda área da assadeira. Na receita, foi usado um recipiente quadrado.

Caso sobrem alguns pedações de macaxeira, pode-se fazer o mesmo processo em outra forma ou ainda optar por fazer uma segunda camada. Nessa receita foram feitas duas camadas.

Após fazer a camada da macaxeira, o creme é despejado em toda área, cobrindo bem todos os pedaços.

Depois disso, o prato é finalizado com uma generosa camada de queijo ralado, também preenchendo toda superfície da assadeira.

Em seguida, a assadeira é levada ao forno na parte mais alta para que a superfície fique mais dourada. O tempo pode variar de acordo com cada forno e com o gosto. Na receita, o prato ficou no forno por cerca de 35 minutos. Na saída do forno, a cebolinha pode ser acrescentada e o prazo estará pronto para ser servido.

Continuar lendo SAIBA COMO PREPARAR UM DOS PRATOS TÍPICOS DO RN A MACAXEIRA GRATINADA AO FORNO

SAIBA QUAIS OS SEIS GOVERNADORES E OS TRÊS PREFEITOS DE CAPITAIS QUE DEVEM DEIXAR OS CARGOS COM INTENÇÃO DE DISPUTAR OUTROS POSTOS NAS ELEIÇÕES

Saiba que governadores e prefeitos devem deixar os cargos para disputar as eleições

Mandatários têm até este sábado (2) para cumprir regra e ficar em condições de concorrer a outro cargo em outubro

Gabriela Ghiraldelli, Salma Freua

Bárbara Brambila, Giovanna Bronze , Giulia Alecrim

da CNN*

em São Paulo

João Doria (à frente) e Eduardo Leite disputaram as prévias para a definição do candidato a presidente do PSDBJoão Doria (à frente) e Eduardo Leite disputaram as prévias para a definição do candidato a presidente do PSDBReprodução

Ao menos seis governadores e três prefeitos de capitais devem deixar os cargos com a intenção de disputar outros postos nas eleições deste ano.

Quem exerce cargo público e pretende disputar outro posto em 2022 tem até este sábado (2) para cumprir a regra eleitoral e abandonar as funções.

Em São Paulo, João Doria (PSDB) deixou o comando do estado para tentar ser candidato a presidente. Ele venceu as prévias do partido em novembro, mas a formalização da candidatura ainda depende de negociações com outros partidos. O baixo desempenho nas pesquisas de intenção de voto é um aspecto desfavorável ao tucano.

O vice Rodrigo Garcia (PSDB) assume o governo paulista e deve ser candidato à reeleição.

Derrotado nas prévias do PSDB, Eduardo Leite deixou a função de governador do Rio Grande do Sul ainda sem definir a que cargo irá concorrer. Quem assume o comando do estado é o vice Ranolfo Vieira Júnior (PSDB).

Quatro governadores devem deixam os cargos no Nordeste

Renan Filho (MDB) deixa o governo de Alagoas para disputar o Senado. Como seu vice-governador, Luciano Barbosa (MDB), elegeu-se prefeito de Arapiraca (AL) nas eleições municipais de 2020, haverá eleição indireta na Assembleia Legislativa do estado para escolher um governador que ficará no cargo até o fim do ano.

Camilo Santana (PT) sai do governo do Ceará para disputar uma vaga no Senado. Quem assume o comando do estado é a vice-governadora Izolda Cela (PDT).

No Maranhão, Flávio Dino (PSB) também deixa de ser governador para concorrer ao Senado. Quem assume é o vice-governador Carlos Brandão (PSB).

Wellington Dias (PT), governador do Piauí, é outro que deixa o cargo para tentar uma vaga no Senado. Quem assume a administração estadual é a vice-governadora Regina Souza (PT).

Ainda no Nordeste, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), também pode sair do posto para concorrer ao Senado. Caso renuncie, quem assume é a vice-governadora Luciana Santos (PCdoB).

Prefeitos na corrida eleitoral

Pelo menos três prefeitos de capitais também decidiram sair dos cargos para poder concorrer no pleito de outubro.

Alexandre Kalil (PSD) renunciou à prefeitura de Belo Horizonte em 25 de março para concorrer ao governo do estado. O vice-prefeito Fuad Noman (PSD) assumiu o comando da capital mineira.

Gean Loureiro (União Brasil) deixou na quinta-feira (31) a prefeitura de Florianópolis e deve disputar o governo do estado. Quem assume o comando da capital catarinense é o vice-prefeito Topázio Neto (sem partido).

Marquinhos Trad (PSD) deixa a prefeitura de Campo Grande e deve disputar o governo do estado. Quem assume a gestão do município é a vice-prefeita Adriane Lopes (Patriota).

Outros três prefeitos também podem deixar os cargos até este sábado.

Emanuel Pinheiro (MDB), prefeito de Cuiabá, é apontado como possível candidato ao governo do Mato Grosso.

Lorenzo Pazolini (Republicanos) avalia a possibilidade de deixar a prefeitura de Vitória. E Cinthia Ribeiro (PSB) estuda a opção de deixar a prefeitura de Palmas.

Prazos do calendário

A regra eleitoral tenta evitar que servidores se utilizem de seus cargos para influenciar econômica ou politicamente o pleito. Caso o político não se afaste devidamente de seu posto, ele é considerado inelegível.

Outro prazo importante do calendário eleitoral termina nesta sexta-feira (1º): é o da janela partidária, período em que os políticos podem trocar de partido.

Debate

CNN realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto, pela TV e por nossas plataformas digitais.

Continuar lendo SAIBA QUAIS OS SEIS GOVERNADORES E OS TRÊS PREFEITOS DE CAPITAIS QUE DEVEM DEIXAR OS CARGOS COM INTENÇÃO DE DISPUTAR OUTROS POSTOS NAS ELEIÇÕES

SAIBA QUAIS OS MUNICÍPIOS DO RN QUE ESTÃO EM ALERTA DE CHUVA

110 municípios do RN estão em alerta para chuvas; confira lista

Redação/Portal da Tropical

Atualizado em:

Foto: Heilysmar Lima

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) colocou 110 municípios do Rio Grande do Norte em alerta para chuvas. Dois avisos foram divulgados para o estado, com validade até o fim da manhã desta sexta-feira (25). Um acumulado de chuvas, que se concentra no Leste Potiguar, e outro para chuvas intensas, nas regiões Central e Oeste do estado.

Segundo o pluviosidade para a chuva, os municípios podem ser atingidos por 5 milímetros por hora ou até 5 milímetros por dia. “Baixo risco de risco de risco, em cidades com tais áreas de risco”, avisado.

Já o aviso para intensas indica, além da possibilidade de chuva de até 50 milímetros elétricos por dia, ainda há um risco intenso de até 60 km/he “baixo risco de corte de energia, queda de galhos de árvores, alagamentos e de árvores descargas elétricas”, recomenda.

“Em caso de chuvadas de vento, não se abrigue debaixo de árvores, pois há risco de queda e descargas elétricas e não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda”, complementa.

Veja os municípios em alerta de chuvas intensas:

Acari
Assú
Água Nova
Alexandria
Almino Afonso
Antônio Martins
Apodi
Augusto Severo
Bodó
Caicó
Caraúbas
Carnaúba dos Dantas
Coronel João Pessoa
Cruzeta
Currais Novos
Doutor Severiano
Encanto
Equador
Felipe Guerra
Florânia
Francisco Dantas
Frutuoso Gomes
Ipueira
Itajá
Itaú
Janduís
Jardim de Piranhas
Jardim do Seridó
João Dias
José da Penha
Jucurutu
Lagoa Nova
Lucrécia
Luís Gomes
Principais Vendas
Marcelino Vieira
Martins
Messias Targino
Olho d’Água do Borges
Ouro Branco
Paraná
Paraú
Parelhas
Patu
Pau dos Ferros
Pilões
Portalegre
Rafael Fernandes
Rafael Godeiro
Riacho da Cruz
Riacho de Santana
Rodolfo Fernandes
Santana do Matos
Santana do Seridó
São Fernando
São Francisco do Oeste
São João do Sabugi
São José do Seridó
São Miguel
São Rafael
São Vicente
Serra Negra do Norte
Serrinha dos Pintos
Severiano Melo
Taboleiro Grande
Tenente Ananias
Tenente Laurentino Cruz
Timbaúba dos Batistas
Triunfo Potiguar
Umarizal
Upanema
Venha-Ver
Viçosa

Veja os municípios em alerta para acumulado de chuvas:

Arez
Baía Formosa
Brejinho
Canguaretama
Ceará-Mirim
Espírito Santo
Extremoz
Goianinha
Ielmo Marinho
Januário Cicco
Jundiá
Lagoa de Pedras
Lagoa Salgada
Macaíba
Maxaranguape
Montanhas
Monte Alegre
Natal
Nísia Floresta
Nova Cruz
Parnamirim
Passagem
Pedro Velho
Pureza
Rio do Fogo
Santo Antônio
São Gonçalo do Amarante
São José de Mipibu
São Pedro
Senador Georgino Avelino
Serrinha
Taipu
Tibau do Sul
Touros
Várzea
Vera Cruz
Vila Flor

Continuar lendo SAIBA QUAIS OS MUNICÍPIOS DO RN QUE ESTÃO EM ALERTA DE CHUVA

ESPORTE: SAIBA COMO PARTICIPAR DO PROGRAMA “RN VIDA” QUE OFERTA ESPORTE PARA PÚBLICO INFANTOJUVENIL

Programa que oferta esporte para público infantojuvenil e atividades; veja como participar

Redação/Portal da Tropical

 Atualizado em:

Foto: Divulgação

Programa direcionado à iniciação de práticas esportivas, artísticas e culturais para crianças e adolescentes e 16 anos, o “RN Vida” está retomando suas atividades presenciais em sua plenitude, momentaneamente bloqueada por causa da pandemia de coronavírus.

O “RN Vida” é um programa que conta com parceiros importantes como a Federação do Comércio de Bens e Serviços do Rio Grande do Norte (Fecomércio RN), através do Serviço Social do Comércio (Sesc RN), que disponibiliza não apenas recursos humanos, mas materiais que se viabilizam como práticas, entre esses o fardamento. Outra importante parceria, e imprescindível, é a Associação dos Magistrados do Trabalho da 21ª Região (Amatra 21), que faz os quimonos, entre necessidades atendidas à medida que há outras necessidades.

Hoje o “RN Vida” vem, 150 alunos da rede pública de ensino, mas a sua coordenadora, a arte-educadora Maria das Dores Tomaz, informa que o programa já começou a rematrícula para atingir a capacidade de atendimento a 600 crianças e “O intuito é não ficar com vagas ociosas, a gente quer receber matrículas até adolescentes onde for possível”. Ela destaca a importância do Programa e o papel dos parceiros, importantes na caminhada para oferecer essas atividades às crianças e adolescentes atendidos.

O Programa “Vida” é vinculado ao Gabinete Civil do Estado e, há uma década, vem funcionando na avenida Jerônimo RN, 1749, ocupando as instalações do antigo CAIC de Lagoa Nova. “A única exigência é a criança estar matriculada na escola, se não estiver matriculada, não entrar”, avisa Maria Tomaz.

Maria Tomaz explica que o “RN” começou a funcionar em agosto, “é toda a vida de crianças para o atendimento das modalidades, especializando-se no ensino de modalidades e cultura. Somos uma escola de formação complementar, funcionando no contraturno escolar, não é um ensino regular”.

Segundo ela, o acesso ao Programa “RN Vida” nenhum custo nenhum para os pais dos beneficiários, que são em sua maioria, inclusive, de baixa renda. “Nas entrevistas, há de se considerar que 80% do público atingindo são pessoas carentes. [Algumas não rendas da bolsa-família]”, completou, AA, informando que o acesso é familiar de até os filhos de três paiux com garantia de renda, mas nenhuma são permitidos a R$$3,6 mil equivalentes.

A coordenadora do “Vida RN” diz que o programa de oito modalidades artísticas amplas é o espaço para atendimento de oito modalidades culturais e esportivas. Só para dar um exemplo, a piscina olímpica utilizada não é uma das quatro dessa modalidade que existe no Rio Grande do Norte.

A auxiliar de escritório Miriam Alves de Souza conta que se não fosse o “RN Vida”, uma única filha adolescente, que vai completar 15 anos, não teria tido chance de realizar o sonho de infância – dançar balé. “Esporte é muito caro. Não tinha condições de pagar em outro lugar”, disse ela.

Mirian de Souza disse que uma filha gostava tanto de esporte, que começou a praticar capoeira, ginástica rítmica e balé, depois focou em balé, que é o que gostava mais: “Começou cedo, logo aos oito ou nove anos, depois a professora disse que ela tinha capacidade e foi selecionada para ser atleta de rendimento de ginástica rítmica”.

A filha Melina hoje faz parte da Associação de Ginastas que em Petrópolis, de onde saiu para participar e vencer o campeonato estadual, regional e nacional. “No ‘RN Vida” foi onde tudo começou. A gente mora em Nazaré, era perto e tinha como ir e buscar todo dia”.

A dona de casa Jaciane Bezerra da Silva tem uma filha de oito anos e um filho de 12 anos inscrito no programa “RN Vida”, que é desenvolvido no Centro Integrado de Esporte e Cultura. Segundo ela, que reside na Cidade da Esperança, em Natal, o filho Adrian faz aula de violão, sai de casa pela manhã, almoça e depois vai para Escola Municipal Ivonete Maciel, onde soube, há uns quatro anos , que tinha a oportunidade de colocar os filhos no “RN Vida”.

Jaciane Silva rematrícula das crianças, não sua única pessoa, fez escolha única da participação, elas “vão levar o aprendizado para o resto da vida”, além do fato que eles têm para o projeto “. Na escola, só tem atividade de Educação Física, na verdade eles adoram”.

Serviço
Centro Integrado de Esporte e Cultura RN Vida
Onde: Avenida Jerônimo Câmara, 1749. Lagoa Nova
Contato: 3232.4004

Documentação de matrícula
– Faixa atendida: 7 a 16 anos de idade
– Declaração de matrícula de aluno
– Originais e cópias do RG e CPF aluno e do responsável pelo pelo aluno
– Comprovante de residência
– Cópia de certidão de nascimento
– Dias fotos em tamanho ¾

Modalidades artísticas
– Balé, flautas, violão

Modalidades esportivas
– Judô, capoeira, caratê, ginástica rítmica, natação
Fonte – Programa RN Vida

Fonte: Portal da Tropical _ Notícias

Continuar lendo ESPORTE: SAIBA COMO PARTICIPAR DO PROGRAMA “RN VIDA” QUE OFERTA ESPORTE PARA PÚBLICO INFANTOJUVENIL

SAIBA QUAIS AS AVENIDAS DE NATAL QUE TERÃO NOVOS RADARES DE VELOCIDADE INSTALADOS

Novos radares de velocidade estarão instalados em 5 avenidas de Natal; confira

Redação/Portal da Tropical

Atualizado em:

Avenida Doutor João Medeiros Filho terá uma implantação de radares | Foto: Heilysmar Lima

O plano do Departamento Estadual de Trânsito do RN (De Departamento Estadual de Trânsito do RN) ganha aumentar o fluxo de segurança do sistema de fiscalização eletrônica nas avenidas. RN 063), Via Costeira (RN 301), Rota do Sol (RN 063), Av. João Medeiros Filho (RN 302) e o prolongamento da Av. Prudente de Morais.

A licitação para contratação para a contratação de fiscalização eletrônica foi indefinidamente e os equipamentos modernos de verificação eletrônica de velocidade máxima (CEV), o redutor de velocidade máxima de execução (CEV), o redutor de velocidade máxima de execução (REV), o redutor de velocidade máxima de monitoramento (CEV) onde a velocidade deve estar funcionando corretamente (transparência do que se estabelece o padrão da transmissão, e o desvio do sinal para a parada do Eletrônico e a velocidade para passar sobre a faixa de distribuição).

O diretor, Jonielson Pereira, lembrado como estradas que receberiam equipamentos eletrônicos de velocidade se encontram bem sinalizados e com avisos em boas condições de tráfego, como vias gerais de segurança para circulação, foi apontada quando necessidade de controle eletrônico analisa os índices de acidentes.

“Percebemos com sinalização horizontal e vertical eficiente, e com pista de rolamento em bom estado, condutores insistem em desrespeitar, principalmente, os limites de velocidade, o que pretendemos em mesmo r com a fiscalização eletrônica, mesmo mais segurança para os inimigos e os passageiros” , destacou o diretor do Detran.

O coordenador de operações de operações, Francisco Navega, destacou que os equipamentos serão instalados nos pontos onde existe maior incidência de acidentes e de res que são especificados às normas de conduta (pelo Código de Trânsito Brasileiro Detran) e que Trânsito está disciplinando essas áreas onde a circulação de veículos é intenso, o que pede mais atenção e respeito às regras de tráfego por parte dos condutores.

De acordo com o engenheiro do Detran, José Adécio Filho, uma previsão de instalação e todos os radares completos até o final deste primeiro semestre, porém o esforço da Coordenadoria do Detran é de operar o sistema bem antes deste prazo . “Nossa meta é deixar, ainda neste primeiro semestre, essas cinco rodovias que integram Natal com mais segurança”, disse.

As rodovias estaduais do Rio Grande do Norte sem controle eletrônico 2012 quando o último contrato assinado perdeu a validade legal. Os locais para instalação dos radares foram escolhidos em análise realizada pela Coordenadoria de Operações e o setor de Estatística do Detran, que foram avaliados como maiores incidências de acidentes de tráfego.

Fonte: Portal da Tropical _ notícias

Continuar lendo SAIBA QUAIS AS AVENIDAS DE NATAL QUE TERÃO NOVOS RADARES DE VELOCIDADE INSTALADOS

SAIBA COMO SE PROTEGER DOS FATORES QUE AUMENTAM OS RISCOS DE PROBLEMAS RESPIRATÓRIOS NO OUTONO

Por Mariana Garcia, g1

 

Fatores típicos da estação como o ar mais seco e a poluição podem prejudicar o desempenho das defesas naturais do nosso sistema respiratório. — Foto: IlustraçãoFatores típicos da estação como o ar mais seco e a poluição podem prejudicar o desempenho das defesas naturais do nosso sistema respiratório. — Foto: Ilustração

outono começou no domingo (20) e fatores típicos da estação, como o ar mais seco e a poluição, podem prejudicar o desempenho das defesas naturais do nosso sistema respiratório.

“O tempo frio e seco, habitual do outono e do inverno, leva a um ressecamento das vias aéreas, o que aumenta a dificuldade de formar o muco de forma adequada. Isso diminui a capacidade de defesa da via contra microrganismos”, explica o pneumologista Frederico Fernandes, diretor da Sociedade Paulista de Pneumologia e Tisiologia.

As infecções mais comuns no outono são as virais, como gripe e resfriado. “Em geral, esses vírus circulam mais a partir de abril, maio, com uma grande incidência de influenza (gripe) no final de maio e começo de junho. Começa no outono e se estende até o inverno”, diz Fernandes.

O pneumologista acredita que, com a flexibilização das máscaras, essas infecções virais aumentarão em 2022. Por isso, é essencial que pessoas com sintomas de infecção respiratória continuem se protegendo e, por consequência, protegendo o próximo.

Infecção bacteriana

Outro tipo de infecção frequente é a bacteriana: amigdalite, faringite, sinusite e pneumonia.

“Se uma virose respiratória começa a ficar mais arrastada, não melhora depois de três dias, ela pode ter se transformado em bacteriana. É preciso atenção caso os sintomas se prolonguem“, alerta o pneumologista.

Os sinais de alerta são: febre alta persistente, queda no estado geral de saúde (como a falta de apetite), dificuldade para respirar ou respiração trabalhosa e sintomas que não melhorar a partir do terceiro dia.

Já as manifestações alérgicas mais comuns são a rinite, asma e bronquite. Alguns gatilhos frequentes da estação são: mudanças de temperatura, baixa umidade do ar, mofo, poeira, ácaros.

Dicas para prevenir os problemas respiratórios

Apesar de não ser possível prevenir algumas formas de infecção, algumas atitudes podem reduzir a chance de contágio:

  • Lavar as mãos frequentemente
  • Lavar o nariz com soro fisiológico pelo menos três vezes ao dia
  • Manter hábitos saudáveis (boa noite de sono, exercício físico e alimentação balanceada)
  • Tomar bastante líquidos
  • Umidificar o ambiente
  • Estar com as vacinas em dia
  • Evitar ambientes fechados ou mal ventilados
  • Evitar ambientes poluídos
  • Evitar acúmulo de poeira e mofo em casa
  • Evitar cobertores e malhas que soltam pelos
Continuar lendo SAIBA COMO SE PROTEGER DOS FATORES QUE AUMENTAM OS RISCOS DE PROBLEMAS RESPIRATÓRIOS NO OUTONO

SAÚDE: SAIBA QUAIS OS MITOS E VERDADES SOBRE O SONO

Mitos que podem estar impedindo você de ter uma boa noite de sono

Estudos mostram que a maioria das pessoas está praticando maus hábitos de sono sem saber

Sandee LaMotte

da CNN*
 Atualizado 18/03/2022 às 13:19
Andisheh A/Unsplash

Quais são seus mitos e verdades sobre o sono? Aquelas coisas que você tem certeza absoluta que deve fazer — e não fazer — para ter uma boa noite de sono.

Estudos mostram que a maioria de nós está praticando maus hábitos de sono sem saber – o que pode levar a sérias consequências para a saúde. Como suas crenças sobre o sono se comparam?

Mito ou verdade? Se você ficar na cama tempo suficiente, você vai adormecer

Mito. Quando se trata de dormir sem não, especialistas dizem que este é um grande problema. Deitar na cama, mesmo com os olhos fechados, por mais de 15 a 20 minutos é uma das piores coisas que você pode fazer, pois treinará seu cérebro para associar a cama à falta de sono. Pode levar à insônia crônica, disse Michael Grandner, psicólogo clínico e especialista em sono, à CNN em uma entrevista anterior.

“É contra-intuitivo, mas passar o tempo na cama acordado transforma a cama na cadeira do dentista”, disse Grandner, que dirige o programa de pesquisa de sono e saúde da Universidade do Arizona e da Clínica de Medicina do Sono Comportamental no Banner Centro Médico Universitário de Tucson, no Arizona.

Mito ou verdade? Você não deve verificar seu smartphone se acordar à noite

Verdade. Proibir smartphones (ou qualquer dispositivo elétrico que emita luz azul) do quarto uma hora ou mais antes de dormir e durante toda a noite é uma obrigação para um bom sono, dizem os especialistas. A luz diz ao corpo para parar de produzir melatonina, o auxiliar natural do sono do corpo, e estudos mostraram que a luz azul é especialmente tóxica para o sono.

Portanto, quando você sair da cama após 20 minutos de insônia, evite luz forte, assistir TV ou verificar as redes sociais. Em vez disso, mantenha as luzes fracas e faça algo sem sentido, como dobrar meias. Melhor ainda, tente fazer um desses truques para relaxar a mente e se preparar para dormir.

Mito ou verdade? Você não deve deixar seu cachorro ou gato dormir na sua cama

Na verdade, depende. Não muito tempo atrás, a resposta de qualquer especialista em sono teria sido um não definitivo. Mas hoje, alguns especialistas estão vendo os benefícios de se abraçar na cama com um ente querido peludo, pelo menos para um grupo seleto de pessoas.

“Os animais de estimação estão voltando”, disse o especialista em sono Raj Dasgupta, professor associado de medicina clínica da Escola de Medicina Keck da Universidade do Sul da Califórnia. “Para pessoas com ansiedade, depressão ou estresse pós-traumático, ter um companheiro de cama pode ser útil para promover o sono”.

As crianças também podem dormir bem com um animal de estimação acompanhando-as, mostraram estudos. Mas as pessoas que têm sono leve podem ter seu sono perturbado por muitos “microdespertares”, que podem ser prejudiciais à saúde. Nesses casos, os donos podem achar que precisam manter os animais no chão à noite ou bani-los completamente do quarto.

Mito ou verdade: Exercitar-se à noite atrapalha o sono

Esse é um mito que costumava ser um fato “antigamente”, disse Dasgupta.

“Agora, os dados mostram que o exercício a qualquer momento é melhor do que não se exercitar devido a todos os benefícios médicos e ajuda na redução do estresse, o que ajuda no sono”, disse ele. “Os dados sobre não se exercitar à noite são quando você está fazendo exercícios extremos, como exercícios do tipo atleta olímpico”.

As pessoas que se exercitavam por 35 minutos antes de dormir, dormem tão bem quanto nas noites em que não se exercitavam, segundo um estudo de 2011. Se malhar à noite afeta seu sono, especialistas sugerem se exercitar no início da noite para que sua frequência cardíaca e temperatura corporal possam voltar ao normal antes de você dormir.

“Se você me perguntar quando é o momento perfeito para se exercitar, acho que será de manhã e ao ar livre à luz do dia. Isso redefine o ritmo circadiano e começa o dia com vigor”, disse Dasgupta. “Mas se o exercício noturno é melhor para você, tudo bem.”

Mito ou verdade? Você pode recuperar o sono nos fins de semana

Quem não acredita nessa? Infelizmente, a ciência diz que estamos errados. Podemos nos sentir melhor depois de dormir em um sábado ou domingo de manhã, mas isso prejudicará nossa saúde geral do sono, dizem especialistas. Ao alterar a hora de acordar e dormir nos finais de semana (ou dia a dia), seus ritmos de sono não são previsíveis, o que pode alterar o ritmo circadiano do corpo.

“Você quer construir um ritmo confiável, muito parecido com o baterista contando a batida para a banda”, disse Grandner. “Ao controlar quando você acorda e vai para a cama, você está definindo o ritmo.”

Supere esse mito indo para a cama e acordando no mesmo horário todos os dias, mesmo nos fins de semana, férias ou depois de uma noite de sono ruim.

“O cérebro gosta de regularidade e previsibilidade”, acrescentou. “Acordar no mesmo horário todos os dias e adicionar luz e movimento assim que acordar definirá seus outros ritmos para o dia e aumentará a energia e o humor”.

Fonte: CNN

Continuar lendo SAÚDE: SAIBA QUAIS OS MITOS E VERDADES SOBRE O SONO

SAIBA COMO CONSULTAR O SALDO DO FGTS

Por g1

 

Aplicativo FGTS — Foto: Reprodução/TV GloboAplicativo FGTS — Foto: Reprodução/TV Globo

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) é um direito do trabalhador com carteira assinada e só pode ser sacado mediante condições específicas, como compra da casa própria ou na aposentadoria.

Enquanto ele não é retirado pelo trabalhador, fica depositado na Caixa Econômica Federal, com rendimento geralmente abaixo da poupança, e é usado em programas de habitação, por exemplo.

Na quinta-feira (17), o governo deve anunciar a liberação do saque de até R$ 1 mil por trabalhador, das contas ativas ou inativas no FGTS.

Como funciona o FGTS

Até o dia 7 de cada mês, os empregadores devem depositar em contas abertas na Caixa Econômica Federal, em nome dos empregados, o valor correspondente a 8% do salário de cada funcionário. Quando a data não cair em dia útil, o recolhimento deve ser antecipado para o dia útil imediatamente anterior. Se o empregador depositar após o vencimento, o valor deve receber juros e correção monetária.

Para os contratos de trabalho de aprendizagem, o percentual é reduzido para 2%. No caso de trabalhador doméstico, o recolhimento é correspondente a 11,2%, sendo 8% a título de depósito mensal e 3,2% a título de antecipação do recolhimento rescisório.

FGTS é pago sobre salários, abonos, adicionais, gorjetas, aviso prévio, comissões e 13º salário. O FGTS não é descontado do salário, pois é uma obrigação do empregador.

Como saber o saldo?

Por SMS

Existem várias formas de acompanhar os depósitos e o saldo total das contas, sendo o recebimento de SMS o mais prático. Para fazer adesão do recebimento de SMS, clique aqui.

Por correspondência

Outra forma de receber o extrato do FGTS é na residência, a cada dois meses. O trabalhador deverá informar seu endereço completo no mesmo link acima, em uma agência da Caixa ou pelo telefone 0800 726 01 01.

No site ou aplicativo

A consulta ao saldo pode ser feita ainda pessoalmente, no balcão de atendimento de agências da Caixa, no site da Caixa ou pelo aplicativo FGTS.

No site da Caixa, é preciso informar o NIS (PIS/Pasep), que pode ser consultado na carteira de trabalho ou em algum extrato antigo que o trabalhador tenha, e usar uma senha cadastrada pelo próprio trabalhador. É possível usar ainda a Senha Cidadão. A página oferece a opção de recuperar a senha, mas é preciso informar o NIS. Clique aqui e veja como consultar o número do PIS/NIS.

Já o aplicativo pode ser baixado nos seguintes links:

Fonte: G1

Continuar lendo SAIBA COMO CONSULTAR O SALDO DO FGTS

SAÚDE; SAIBA QUAIS OS SINAIS QUE INDICAM APNEIA DO SONO

8 sinais de apneia do sono e ronco que merecem atenção

Ronco é um dos principais sintomas da apneia do sono

Sandee LaMotte

da CNN*

Apneia do sono é distúrbio do sono em que a pessoa para de respirar por 10 segundosApneia do sono é distúrbio do sono em que a pessoa para de respirar por 10 segundos Foto: Kinga Cichewicz / Unplash

A apneia obstrutiva do sono é um distúrbio do sono grave em que as pessoas param de respirar por 10 segundos ou mais de cada vez.

O ronco pode ser um sinal chave de apneia obstrutiva do sono – mas em algum momento de nossas vidas, todos nós roncamos. Um resfriado ou alergia pode bloquear as passagens nasais, algumas bebidas perto da cama relaxam automaticamente os músculos da língua, palato e garganta — e antes que percebamos, estamos inconscientemente forçando o ar a passar pelos tecidos moles, causando vibrações que escapam como um ronco.

“O ronco pode ser normal e não é algo para se preocupar”, disse a especialista em sono Rebecca Robbins, instrutora da divisão de medicina do sono da Escola de Medicina de Harvard.

“Quando o ronco é alto e estridente, ou é interrompido por pausas na respiração, é aí que começamos a nos preocupar”, disse Robbins.

Estima-se que pelo menos 25 milhões de americanos e 936 milhões de pessoas em todo o mundo podem sofrer de apneia obstrutiva do sono, com muitos mais não diagnosticados.

‘Pode ser muito assustador’

É chamado de apneia do sono “obstrutiva” porque, ao contrário da apneia do sono central — na qual o cérebro ocasionalmente pula dizendo ao corpo para respirar — a apneia do sono obstrutiva é devido a um bloqueio das vias aéreas por tecidos moles fracos, pesados ​​ou relaxados.

“O indivíduo está fazendo um esforço com a barriga e com o peito para que possa entrar e sair o ar, mas por causa da obstrução nas vias aéreas superiores, a pessoa não consegue. Muitas vezes a pessoa não está ciente dessa luta, que pode ser muito assustadora para quem está observando”, disse o especialista em sono Raj Dasgupta, professor associado de medicina clínica da Escola de Medicina de Keck da Universidade do Sul da Califórnia.

Se não for tratada, a apneia obstrutiva do sono coloca você em alto risco de hipertensão, doenças cardíacas, diabetes tipo 2 ou depressão, até mesmo uma morte precoce, de acordo com a Academia Americana de Medicina do Sono.

Como você sabe quando seu ronco se tornou perigoso para sua saúde? Especialistas em sono usam um questionário de sono com um indicativo fácil de seguir: STOP BANG (parar o barulho, em inglês).

S significa ronco

O ronco é um indicador-chave, por isso lidera a lista de possíveis sinais de alerta. Mas este não é um ronco lamentável e choroso, e certamente não é um ronco que alguém possa chamar de “fofo”.

“Estamos falando de um ronco alto e desagradável, do tipo que abafaria as conversas ou seria ouvido através de portas fechadas”, disse Dasgupta.

“Alguns dos parceiros de quarto de meus pacientes com apneia obstrutiva do sono descrevem os roncos de seus colegas como ouvindo um ‘urso morrendo’ ou uma cena de ‘Jurassic Park’”, acrescentou.

T significa cansado

Estar muito cansado durante o dia é um indicador primordial de sono ruim. Combinado com o ronco, pode ser um sintoma revelador da apneia do sono.

“A sonolência diurna é um dos fortes preditores de apneia do sono”, disse Robbins.

“Adormecer a qualquer momento — sentar-se para uma pausa depois do almoço, em um cinema — esses são todos os sintomas característicos, juntamente com a fadiga e o ronco”, disse Robbins, coautor do livro Dormir para sucesso! Tudo o que você precisa saber sobre o sono, mas está cansado demais para perguntar.

O significa ‘observado’

Muitas pessoas — se não a maioria — não têm ideia de que roncam à noite. Nem eles sabem que param de respirar durante a noite – a menos que o bloqueio seja tão grande que eles acordem ofegantes e engasgados.

“O ‘O’ significa apneia observada, e isso é realmente pior do que apenas ronco”, disse Dasgupta. “Uma apneia significa que não há fluxo de ar — nenhum ar entrando, nenhum ar saindo. Você não está respirando. A apneia observada é realmente uma bandeira vermelha.”

Parceiros de cama são muitas vezes a chave para a identificação da apneia obstrutiva do sono.

“Ver seu parceiro parar de respirar, roncar, tossir ou respirar fundo são sinais de que o ronco pode não ser normal, e então é algo que merece atenção de um especialista em sono”, disse Robbins.

P significa pressão – pressão alta

A apneia obstrutiva do sono pode levar à hipertensão. Toda vez que uma pessoa para de respirar por alguns segundos, o sistema nervoso simpático do corpo entra em ação e aumenta a pressão arterial. Além disso, o corpo libera hormônios do estresse chamados catecolaminas, que também podem aumentar a pressão arterial ao longo do tempo.

Embora ter hipertensão por si só não seja um sinal de distúrbio do sono, pode ser um sinal de alerta quando combinado com outros sinais indicadores. Felizmente, os tratamentos para a apneia obstrutiva do sono, como a pressão positiva contínua nas vias aéreas, ou CPAP, não apenas demonstraram ajudar na apneia do sono, mas também reduziram a pressão arterial.

B significa IMC

O índice de massa corporal (IMC) é uma pontuação comumente usada para indicar níveis de peso. Para medir o IMC, os profissionais de saúde usam dados de altura e peso para rastrear mudanças no peso em relação à altura. Seu peso é considerado normal se seu IMC estiver entre 18,5 e 24,9. Você é considerado acima do peso quando seu IMC está entre 25 e 29,9 – e um IMC de 30 ou mais indica que você é obeso.

Pessoas obesas ou extremamente obesas — com um IMC de 35 ou mais — frequentemente sofrem de apneia obstrutiva do sono porque o peso extra na boca, língua e pescoço colapsam esses tecidos moles, tornando mais difícil respirar facilmente sem roncar.

“A perda de peso pode ser uma grande parte da recomendação de um profissional de saúde para tratar a apneia do sono”, disse Robbins.

A apneia obstrutiva do sono tem aumentado em todo o mundo à medida que a obesidade atingiu proporções epidêmicas, mas não era vista com tanta frequência antes da década de 1970, acrescentou ela.

“Na medicina do sono, brincamos que Humpty Dumpty foi um dos primeiros casos de apneia obstrutiva do sono porque ele tinha uma barriga grande e provavelmente tecido extra ao redor do palato mole. Ele corria o risco de adormecer o tempo todo e cair da parede”, disse Robbins.

“Isso era uma canção de ninar e, na época, uma anomalia. Mas agora, infelizmente, está se tornando cada vez mais comum com o aumento do índice de massa corporal que estamos vendo em todo o país e no mundo”, acrescentou.

A é para a idade

O tônus ​​muscular enfraquece à medida que envelhecemos, inclusive no palato mole e no pescoço. Portanto, ter mais de 50 anos é outro sinal potencial de que seu ronco pode ser – ou se transformar em – apneia obstrutiva do sono.

Há algumas boas notícias — estudos estão começando a descobrir que a apneia do sono em idosos tende a ser do tipo leve a moderado, com os casos mais graves ocorrendo em idades mais jovens.

N é para o pescoço

Ter uma grande circunferência do pescoço, seja por excesso de peso ou genética, também é um indicador-chave de potencial apneia obstrutiva do sono.

“Agora você não quer ser um esquisito e começar a medir o pescoço do seu ente querido à noite”, disse Dasgupta. “A regra geral sempre será um tamanho de colar maior que 43 centímetros para um homem e mais de 40,6 centímetros para uma mulher, o que o colocará em maior risco de apneia do sono”.

G é para gênero

Você é um homem? Então, infelizmente, isso também aumenta o risco de apneia obstrutiva do sono. Algumas das razões podem ser que os homens tendem a ter línguas mais gordas e carregam mais gordura na parte superior do corpo do que as mulheres, especialmente no pescoço. Os homens também tendem a ter mais “gordura na barriga”, o que pode dificultar a respiração em geral.

“No entanto, definitivamente vemos muito mais apneia obstrutiva do sono em mulheres após a menopausa”, disse Dasgupta.

Avaliação de necessidades de alto risco

Agora é hora de pontuar seu risco. Dê a si mesmo um ponto para cada resposta “sim”. Se você marcou entre cinco e oito, você tem alto risco de ter apneia obstrutiva do sono e deve ser avaliado por um especialista em sono.

“Os testes de sono hoje em dia são muito mais fáceis de obter do que nos anos anteriores, quando você só podia ir a um laboratório do sono”, disse Dasgupta. “Você não precisa ficar preso no laboratório com vários fios em você, parecendo Frankenstein. Você pode fazer um teste de sono em casa na sua própria cama, o que é bom.”

Mas não ignore seus sintomas, pois os efeitos negativos sobre a saúde não devem ser ignorados, diz a Academia Americana de Medicina do Sono: “Como um alarme de incêndio, o ronco é um aviso de perigo que exige sua atenção”.

Se sua pontuação estiver entre zero e dois, seu risco é obviamente baixo, portanto, o ronco provavelmente não será uma grande preocupação para sua saúde. Uma pontuação de três a quatro coloca você em um risco intermediário, mas isso não significa que você deva ignorar seus sintomas, especialmente se você compartilha sua cama com um ente querido, disse Dasgupta.

“É sempre bom ser uma pessoa legal e, se isso afeta seu parceiro de cama, acho que vale a pena ser avaliado”, disse ele. “Se o seu parceiro de cama é acordado várias vezes durante a noite pelo seu ronco ou não consegue adormecer por causa dos seus roncos, então esse parceiro de cama vai ser privado de sono, e isso não é bom para a saúde dele.”

Tratamentos

O tratamento de escolha para a apneia do sono é o uso de uma pressão positiva contínua nas vias aéreas, ou CPAP. Ao empurrar o ar para os pulmões através de uma máscara nasal, o dispositivo ajuda a manter as vias aéreas desobstruídas durante a noite.

A perda de peso pode diminuir significativamente – ou até mesmo eliminar a apneia obstrutiva do sono, pois a perda de massa de tecido na boca, língua e pescoço alivia a pressão nas vias aéreas. Os médicos também podem prescrever um aparelho oral projetado para ampliar as vias aéreas, movimentando a língua ou a mandíbula para frente.

Se problemas anatômicos, como pólipos nasais, amígdalas ou adenoides aumentadas ou desvio de septo, estiverem contribuindo para a apneia, a cirurgia pode ser recomendada.

Casos leves de apneia do sono podem responder à “terapia posicional”, uma maneira elegante de dizer manter as pessoas que dormem de lado em vez de costas durante o sono, o que pode melhorar o fluxo das vias aéreas e reduzir o ronco.

“Sou um grande fã de soluções simples e caseiras, como costurar bolas de tênis nas costas do pijama para evitar que as pessoas se virem de costas”, disse Dasgupta.

“Você pode ser ainda mais criativo colocando um sutiã em alguém ao contrário e depois colocando bolas de tênis”, sugeriu Robbins.

Fonte: CNN

Continuar lendo SAÚDE; SAIBA QUAIS OS SINAIS QUE INDICAM APNEIA DO SONO

SAIBA QUEM PODERÁ AGENDAR O SAQUE ESTA SEMANA DO DINHEIRO ESQUECIDO NO BANCO

Dinheiro esquecido: veja quem poderá agendar saque nesta semana

Período para saber a quantia e fazer o resgate é escalonado, de acordo com a data de nascimento ou criação da empresa

ECONOMIZE

 Do R7

Primeira etapa de resgate de valores esquecidos prevê um total de R$ 3,9 bilhões

WILLIAN MOREIRA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO-25/01/2022

Os nascidos entre 1968 e 1983 ou empresas fundadas nesse período, que têm valores a receber esquecidos em instituições financeiras, poderão saber a quantia e agendar o saque a partir desta segunda-feira (14) até sexta-feira (18). No sábado (19), terá repescagem das 4h às 14h, para quem perder o prazo.

O serviço por meio do SVR (Sistema Valores a Receber), do Banco Central, abriu as consultas em 14 de fevereiro, para que se pudesse verificar se havia valores em contas bancárias. Agora é possível saber qual é o valor e agendar o resgate.

No caso de existência de saldos residuais em instituições financeiras, o próprio site informou a data e horário de retorno para agendar a retirada. O calendário é escalonado, de acordo com a data de nascimento ou abertura da empresa.

Calendário do resgate e da repescagem

• 7 a 11 de março
Nascidos antes de 1968 ou empresas abertas antes desse ano
Repescagem: sábado, 12 de março, das 4h às 24h

• 14 a 18 de março
Nascidos entre 1968 e 1983 ou empresas fundadas nesse período
Repescagem: 19 de março, das 4h às 24h

 21 a 25 de março
Nascidos a partir de 1984 ou empresas abertas a partir dessa data
Repescagem: 26 de março, das 4h às 24h

• A partir de 28 de março
Quem perder a repescagem poderá pedir o resgate a partir dessa data

A primeira etapa prevê 28 milhões de pessoas e empresas com dinheiro a receber, num total de R$ 3,9 bilhões. A segunda etapa deve começar em 2 de maio, com mais R$ 4,1 bilhões para serem resgatado

Após o pedido de saque, a instituição financeira terá até 12 dias úteis para fazer a transferência. A expectativa é que pagamentos realizados por meio do Pix ocorram mais rapidamente.

Mas, para fazer o resgate, é preciso ter conta nível prata ou ouro do portal gov.br, que demandam mais autenticações como reconhecimento facial e autorização via aplicativo.

Passo a passo para agendar o saque

Passo 1
Faça a consulta no valoresareceber.bcb.gov.br/publico para saber se você ou sua empresa têm valores a receber do sistema financeiro.

Dados necessários:
• pessoa física: CPF e data de nascimento; e
• pessoa jurídica: CNPJ e data de abertura.

• Se tiver valores a receber, siga para o passo 2.
• Se não tiver valores a receber, volte na data informada pelo sistema, quando as instituições terão enviado novos dados ao Banco Central.

Passo 2
Verifique a data informada pelo sistema para você consultar o valor e solicitar a devolução. Fique atento também ao horário do seu agendamento (das 4h às 14h ou das 14h às 24h).
• Se sua data e horário são agora, siga para o passo 3.
• Se não, volte na data e no horário informados pelo sistema.

Passo 3
Clique no botão: “Acessar Meus Valores a Receber”.

Passo 4
Faça login em sua conta gov.br (nível prata ou ouro).
Se ainda não a tem, faça uma em acesso.gov.br e volte aqui dentro de sua data e horário.

Passo 5
Leia e aceite o Termo de Ciência.

Passo 6
Veja na tela do sistema:

• o valor a receber;
• a instituição que deve devolver o valor;
• a origem (tipo) do valor a receber; e
• informações adicionais, quando for o caso.

Passo 7
Clique na opção que o sistema mostrar e siga as orientações indicadas:

“Solicitar por aqui”

• A instituição devolverá o valor via Pix em até 12 dias úteis.
• Selecione uma das suas chaves Pix e informe seus dados pessoais.
• Guarde o número de protocolo, para entrar em contato com a instituição, se necessário.

“Solicitar via instituição”

• A instituição não faz devolução por Pix em até 12 dias úteis.
• Entre em contato pelo telefone ou email informado pela instituição para combinar a forma de devolução.

Continuar lendo SAIBA QUEM PODERÁ AGENDAR O SAQUE ESTA SEMANA DO DINHEIRO ESQUECIDO NO BANCO

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar