UTILIDADE PÚBLICA: SAIBA QUAL A PREVENÇÃO E COMO AGIR EM CASO DE ACIDENTES COM ANIMAIS PEÇONHENTOS

Saiba como agir em casos de acidentes com animais peçonhentos

Redação / Portal da Tropical

 Atualizado em:

Foto: Internet

No primeiro semestre de 2021, 60% dos acidentes com animais peçonhentos notificados no Sistema de Informação de Agravos de Notificações (SINAN) envolveram escorpiões. Em números, esse percentual corresponde a 1.924 matadas.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), a maioria dos casos apresenta sintomas leves, como dor de instalação imediata, que pode ser irradiar para o membro e ser acompanhada de formigamento ou ardência, inchaço e sudorese local. Esses sintomas costumam melhorar em algumas horas sem necessidade da utilização de soro antiescorpiônico.

Em algumas hipóteses, os sintomas são mais graves e podem surgir até duas ou três horas após a picada. Uma vez que seja diagnosticada a necessidade de soroterapia, esta deve ser realizada o mais precocemente possível e, por isso, o tempo entre o acidente e o atendimento médico é crucial, principalmente em casos que envolvem crianças e idosos.

O Ceatox / RN é um serviço da Sesap e funciona em plantão telefônico 24h para casos de acidentes por animais ocorridos e outras intoxicações. Por ligação telefônica ou WhatsApp, os plantonistas prestam informações específicas, em caráter de urgência, aos profissionais de saúde e, de caráter orientador, educativo e preventivo à população em geral. Os números são: 0800 281 7005, (84) 98803-4140 e (84) 98125-1247.

Como acidentes de acidentes com animal peçonhento, além de profissionais da rede pública ou privada de saúde, podem contar com o CEATOX / RN para orientar sobre a conduta de atendimento e, quando necessária a transferência, o fluxo da regulação para as unidades de referência.

É importante lembrar que as vítimas de acidentes com serpentes devem ser encaminhadas à unidade de referência para avaliação clínica e tratamento adequado, mesmo que apresentem sintomas leves. O RN conta com cinco unidades hospitalares de referência para atendimento a acidentes com animais peçonhentos, situadas em Natal, Caicó, Mossoró, Pau dos Ferros.

Em Natal, as referências são o Hospital Pediátrico Maria Alice Fernandes, para pacientes de até 14 anos, e o Hospital Giselda Trigueiro para pacientes adultos. Em Mossoró, o Hospital Regional Tarcísio Maia; em Caicó, o Hospital Telecila Freitas Fontes; e em Pau dos Ferros, os atendimentos são feitos no Hospital Regional Cleodon Carlos de Andrade.

Prevenção

Existem medidas que podem ser adotadas como forma de prevenção ao aparecimento de escorpiões, como acondicionar o lixo domiciliar em sacos ou recipientes fechados, manter a limpeza de quintais e jardins, evitar acúmulo de entulhos, folhas secas, lixo doméstico e materiais de construção próximo às casas, evitar folhagens densas junto a paredes e muros.

Uma forma de prevenção aos acidentes com esses animais é usar calçados e luvas de couro nas tarefas de limpeza em jardins e quintais, atenção com roupas e sapatos antes do uso, afastar camas e berços das paredes, não deixar que mosquiteiros encostem no chão e não pendurar roupas nas paredes.

É importante também utilizar, em casas e apartamentos, sistemas de vedação de ralos, consertar frestas em paredes e rodapés soltos. Outra forma de evitar a proliferação de escorpiões é a preservação de seus inimigos naturais, como aves de hábitos noturnos, como corujas e joão-bobo, lagartos e sapos.

Continuar lendo UTILIDADE PÚBLICA: SAIBA QUAL A PREVENÇÃO E COMO AGIR EM CASO DE ACIDENTES COM ANIMAIS PEÇONHENTOS

SAÚDE: SAIBA QUAIS OS SINTOMAS, TRATAMENTO E PREVENÇÃO DO ALZHEIMER

Alzheimer: saiba mais sobre a doença, seus sintomas, como preveni-la e tratar

Sem cura, ela afeta mais de 1 milhão de brasileiros e atinge com mais frequência pessoas acima dos 65 anos

Camila Neumam

da CNN

Em São Paulo

Medidas preventivas podem retardar o desenvolvimento do AlzheimerMedidas preventivas podem retardar o desenvolvimento do

Alguns aspectos da doença de Alzheimer ainda são uma incógnita para a medicina, justamente por ser uma doença neurodegenerativa que não tem cura. Sua causa, seu diagnóstico e seu tratamento nem sempre são precisos, o que torna a necessidade de se falar mais sobre a condição. Por isso, o dia 21 de setembro foi nomeado como o Dia Mundial da Doença de Alzheimer.

No Brasil, ao menos 1,2 milhão de pessoas vivem com alguma forma de demência, e 100 mil novos casos são diagnosticados por ano. Em todo o mundo, o número chega a 55 milhões, com 10 milhões de novos casos por ano, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Segundo estimativas da Alzheimer’s Disease International, o número de indivíduos acometidos pela doença poderá chegar a 74,7 milhões em 2030 e 131,5 milhões em 2050, devido ao envelhecimento da população.

O que é o Alzheimer?

Alzheimer é uma doença neurodegenerativa, progressiva e ainda sem cura, que atinge, em geral, pessoas acima dos 65 anos de idade, sendo a forma mais comum de demência no idoso, explica o psiquiatra Adiel Rios, pesquisador do Instituto de Psiquiatria da Universidade de São Paulo (USP).

A doença se instala quando o processamento de certas proteínas do sistema nervoso central começa a falhar. Com isso, surgem fragmentos de proteínas tóxicas dentro dos neurônios e nos espaços que existem entre eles. Essa toxicidade causa perda progressiva de neurônios em certas regiões do cérebro, como o hipocampo, que controla a memória, e o córtex cerebral, essencial para linguagem, raciocínio, memória, reconhecimento de estímulos sensoriais e pensamento abstrato.

O termo demência é usado para descrever um conjunto de sintomas que incluem perda de memória, dificuldade de pensamento e comprometimento da linguagem. Apesar de ser a causa mais comum de demência, a doença de Alzheimer não é a única. Existem outros tipos de demência neurodegenerativas e cerebrovasculares, afirma Natally Santiago, neurocirurgiã do Hospital San Gennaro.

“Diferentemente do envelhecimento cerebral normal, na doença de Alzheimer ocorrem alterações patológicas no tecido cerebral, com depósito de proteína (proteinopatia) e perda de neurônios”, explica Santiago.

Causas do Alzheimer

Não se sabe ainda o que realmente causa o Alzheimer, mas se acredita que seja algo geneticamente determinado. Segundo Santiago, a hereditariedade pode ser considerada um fator de risco, mas sem um caráter de transmissão genética direta a todas as gerações.

“Acredita-se que ocorra a transmissão de uma predisposição para desenvolvê-la, que junto a fatores externos (ambientais), pode ou não desencadear a doença”, disse.

Sintomas do Alzheimer

Perda de memória e alteração do comportamento são os primeiros sinais da doença, segundo a neurologista. Um sinal de alerta, segundo ela, é quando a perda da memória interfere nas atividades pessoais, se torna repetitiva e compromete a rotina do indivíduo.

“Com a evolução da doença, a memória fica significativamente comprometida, com incapacidade de reconhecimento de familiares, de ter as memórias autobiográficas. As alterações de comportamento também tendem a se agravar”, afirma Natally Santiago. O diagnóstico é clínico, feito por avaliação médica. Não existe um marcador para a doença, e os exames de sangue e de imagem ajudam na exclusão de outras possíveis causas de demência, explica a neurologista.

Nas fases iniciais do Alzheimer, as falhas progressivas de memória em relação a fatos recentes são os sintomas mais marcantes. Já memórias antigas tendem a ser preservadas, segundo Adiel Rios. “A pessoa pode se lembrar detalhadamente de fatos que ocorreram há 50 anos, mas não se lembra de algo que aconteceu ontem, ou há poucas horas”, comenta o psiquiatra.

Com a progressão da doença, começa a surgir a dificuldade para se orientar no tempo e espaço, e a incapacidade de se lembrar o caminho de casa, por exemplo. Outros sintomas são alterações do sono, agitação ou apatia e até quadros psicóticos, explica Rios.

“Na fase final da doença, o paciente perde a capacidade de se expressar, não reconhece nem os familiares e não consegue mais cuidar de si, demandando a presença de cuidadores em tempo integral”, diz o psiquiatra da USP.

O psiquiatra indica como os principais sintomas do Alzheimer:

  1. Perda de memória
  2. Diminuição da capacidade de juízo e de crítica
  3. Dificuldade de raciocínio
  4. Colocar objetos em lugar impróprio
  5. Alterações frequentes de humor e comportamento
  6. Mudanças na personalidade, e a perda da iniciativa para realizar tarefas

Fatores de risco para o Alzheimer

A doença foi batizada em homenagem ao médico Alois Alzheimer. Em 1906, o neuropatologista fez uma autópsia no cérebro de uma mulher que morreu após apresentar problemas de linguagem, comportamento imprevisível e perda de memória.

O Dr. Alzheimer descobriu as placas amiloides e os emaranhados neurofibrilares, considerados as marcas da doença. Conheça alguns fatores que podem contribuir para seu desenvolvimento:

Idade: a probabilidade de desenvolver Alzheimer dobra a cada cinco anos após os 65 anos. Para a maioria das pessoas, os sintomas aparecem pela primeira vez após os 60 anos. O Alzheimer de início precoce é uma forma incomum de demência que atinge pessoas com menos de 65 anos e geralmente tem fator hereditário.

História familiar: a genética desempenha um papel importante no risco de um indivíduo desenvolver a doença.

Traumatismo craniano: existe uma possível ligação entre a doença e traumas repetidos ou perda de consciência.

Saúde do coração: o risco de demência vascular aumenta com problemas cardíacos, como hipertensão, colesterol alto e diabetes.

Tratamento do Alzheimer

Como o Alzheimer ainda é uma doença sem cura, alguns medicamentos são indicados para estabilizar ou reduzir a velocidade de progressão da doença, proporcionando mais tempo com alívio dos sintomas, gerando mais qualidade de vida ao paciente e seus familiares, afirma Santiago.

O uso do medicamento experimental aducanumab, indicado para as fases iniciais da doença, foi aprovado pelo Food and Drug Administration (FDA) – agência reguladora dos EUA equivalente à Anvisa em junho de 2021. A agência não aprovava um novo medicamento contra o Alzheimer desde 2003.

A droga foi desenvolvida para pacientes com deficiência cognitiva leve e tem o objetivo de retardar a progressão da doença – não apenas aliviar os sintomas. A farmacêutica Biogen e seu parceiro japonês Eisai desenvolveram o aducanumab, administrado por meio de infusão intravenosa para tratar a doença de Alzheimer precoce. Em julho de 2020, a Biogen concluiu seu pedido para a FDA e aguardava a aprovação desde então.

Esta é a primeira autorização que muda a perspectiva do tratamento contra o Alzheimer. “O medicamento atua na proteína danificada no cérebro de quem já tem a doença”, afirma Jerusa Smid, coordenadora do Departamento Científico de Neurologia Cognitiva e do Envelhecimento da Academia Brasileira de Neurologia (ABN).

No entanto, há fatores controversos sobre o aducanumab, que ainda precisam ser esclarecidos. Eles envolvem resultados clínicos e de efeitos colaterais, que devem ser esclarecidos na fase 4 da pesquisa (que testa a medicação em um grupo maior de pessoas), segundo a neurologista.

“Faltam dados que comprovem a melhora clínica do paciente, além do fato de a medicação apresentar sangramento cerebral como efeito colateral, considerado grave”, afirma Jerusa.

Outras drogas vêm sendo estudadas. Em março de 2021 o New England Journal of Medicine publicou um estudo indicando que o medicamento intravenoso experimental do laboratório Eli Lilly and Company, donanemab, pode retardar o declínio cognitivo em pessoas com a doença.

Em 25 de julho de 2018, resultados adicionais de um ensaio clínico inicial para uma droga experimental, o anticorpo chamado BAN2401, mostraram que ele melhorou a cognição e reduziu os sinais clínicos de Alzheimer. Detalhes sobre a imunoterapia foram anunciados em uma entrevista coletiva durante a Conferência Internacional da Associação de Alzheimer no mesmo ano.

A primeira droga utilizada em larga escala e aprovada pelas agências reguladoras, em 1993, foi a tacrina. Porém, esse remédio caiu em desuso com o advento de novas medicações, pela dificuldade na administração e pelo risco de complicações e efeitos adversos.

As medicações que atuam na acetilcolina e que estão aprovadas para uso no Brasil nos casos de demências leve e moderada são a rivastigmina, a donepezila e a galantamina (conhecidas como inibidores da acetilcolinesterase ou anticolinesterásicos), segundo a Associação Brasileira de Alzheimer (Abraz). “Todas disponíveis no Sistema Único de Sáude”, diz a neurologista da ABN.

“As medidas preventivas e o uso destas medicações tendem a melhorar sintomas e a retardar a progressão da doença, mas, definitivamente, não trazem a cura do Alzheimer”, afirma Smid.

Como prevenir o Alzheimer

Como até hoje a medicina não descobriu o que realmente causa a doença de Alzheimer, as medidas consideradas preventivas tendem a retardá-la, não a evitá-la, explica Smid.

As medidas de prevenção foram elencadas em duas meta-análises (revisão de diversos estudos) divulgadas nas revistas científicas The Lancet e Journal of Neurology, Neurosurgery & Psychiatry, em 2020, que analisaram estudos sobre prevenção, tratamento e cuidados em casos de demência, sobretudo Alzheimer.

consumo excessivo de álcool, o sedentarismo, o tabagismo e a alimentação pobre em nutrientes, que aumente o risco de obesidadediabetes e hipertensão são os principais fatores de risco, segundo a publicação.

Estes fatores, segundo os especialistas, precisam ser evitados com medidas sociais e educacionais para melhorar a vida destes grupos. “Essas ações requerem programas de saúde pública e intervenções individualizadas, concluíram os pesquisadores da University College London e da University of Plymouth, ambas no Reino Unido, que assinaram o trabalho.

Os autores concluíram que dois terços das intervenções mais promissoras se concentraram em mudanças de estilo para uma vida saudável, focadas em evitar fatores de risco para doenças cardiovasculares, como pressão alta e níveis de colesterol.

As principais ações preventivas (por indivíduos ou autoridades públicas) apontadas pelas duas meta-análises incluíram:

  1. Manter o nível adequado de açúcar no sangue e o peso sob controle para evitar diabetes
  2. Manter o peso em um nível saudável, normalmente abaixo de um Índice de Massa Corporal (IMC) de 25
  3. Obter o máximo de educação escolar possível a partir da infância
  4. Evitar traumatismo craniano (como concussões)
  5. Manter-se cognitivamente ativo com leituras e aprendendo coisas novas
  6. Evitar ou controlar a depressão
  7. Gerenciar o estresse
  8. Tratar a “hipotensão ortostática” (sensação recorrente de tontura ao se levantar)
  9. Manter a pressão arterial sob controle a partir dos 40 anos
  10. Examinar os riscos de perda de audição ao longo da vida e adotar aparelho auditivo se necessário (perda auditiva está associada a dano na região cerebral vinculada à memória)
  11. Evitar níveis elevados de homocisteína, um aminoácido que pode contribuir para a formação de coágulos nos vasos sanguíneos e danos nas artérias (prevenção com base em suplementação de vitaminas do complexo B, com recomendação médica)
  12. Praticar exercícios físicos
  13. Gerenciar a fibrilação atrial, que é uma frequência cardíaca rápida e irregular devido a sinais elétricos caóticos no coração (com acompanhamento médico regular)
  14. Comer alimentos com vitamina C ou tomar suplementos (frutas cítricas, como laranja e acerola; legumes, como cenoura, pimentão amarelo e pimentão vermelho, e verduras, como couve e brócolis)
  15. Reduzir a exposição à poluição do ar e ao fumo passivo do tabaco
  16. Evitar abuso de álcool
  17. Evitar o hábito de fumar
  18. Ter sono de boa qualidade
  19. Evitar terapia de reposição de estrogênio no pós-menopausa (isso não se aplica em casos de menopausa precoce ou perimenopausa)
  20. Evitar o uso de medicamentos para demência como prevenção
  21. Combater a pobreza e a discriminação racial
Continuar lendo SAÚDE: SAIBA QUAIS OS SINTOMAS, TRATAMENTO E PREVENÇÃO DO ALZHEIMER

SAÚDE: QUAIS OS SINTOMAS DO ALCOOLISMO E COMO IDENTIFICÁ-LOS

 Saiba como identificar os sintomas do alcoolismo

No Brasil, cerca de 10% da população sofre de alcoolismo; os homens correspondem a 70% dos casos e as mulheres, 30%

Da CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

Na edição desta sexta-feira (17) do quadro Correspondente Médico, do Novo Dia, o neurocirurgião Fernando Gomes falou sobre como identificar os sintomas do alcoolismo.

A fundadora da banda britânica Liberty X, Michelle Heaton, usou as redes sociais para falar sobre a luta que enfrenta contra o alcoolismo. Ela postou uma foto mostrando como estava o rosto dela na época em que consumia grande quantidade de bebidas alcoólicas e outra foto após começar o tratamento contra a doença.

Na publicação, a cantora disse que essa era a realidade dela há 20 semanas e hoje se sente mais forte mentalmente e fisicamente. No Brasil, cerca de 10% da população sofre de alcoolismo. Os homens correspondem a 70% dos casos e as mulheres, 30%.

Fonte: CNN

Continuar lendo SAÚDE: QUAIS OS SINTOMAS DO ALCOOLISMO E COMO IDENTIFICÁ-LOS

SAIBA QUAL A IMPORTÂNCIA DE FAZER PAUSAS E EXERCÍCIOS APÓS MUITAS HORAS DE TRABALHO SENTADO

Exercícios de até 3 min ajudam quem trabalha muito tempo sentado, revela estudo

No quadro Correspondente Médico, neurocirurgião Fernando Gomes explicou a importância de fazer pausas para se movimentar durante o trabalho

Da CNN*

Em São Paulo

Dicas de alongamento após algumas horas na frente do PC! - TecMundo
Exercícios de até 3 min ajudam quem trabalha muito tempo sentado, diz estudo | Correspondente Médico

Na edição desta quinta-feira (16) do quadro Correspondente Médico, do Novo Dia, o neurocirurgião Fernando Gomes falou sobre a importância de fazer pausas e exercícios regulares após muitas horas sentado.

Pesquisa publicada na revista científica da Sociedade Americana de Fisiologia mostra que fazer pausas a cada meia hora e se movimentar por até três minutos faz bem para o nosso corpo. O estudo foi feito com pessoas de meia idade, com empregos sedentários e histórico de obesidade.

Os pesquisadores concluíram que subir escadas, fazer agachamentos ou andar, pelo menos, 15 passos durante esses intervalos melhorou o controle de açúcar no sangue. O estudo foi conduzido por cientistas de um instituto em Estocolmo, na Suécia.

“O corpo em movimento libera substâncias que estimulam o sistema nervoso. Falamos que existe um neurotrofismo envolvido com o processo ativo de se movimentar, ou seja, através da atividade muscular se liberam substâncias como a irisina, por exemplo, que impactam no funcionamento do cérebro e neurônios”, explicou Gomes.

“Até mesmo para se ter uma performance intelectual melhor no trabalho, ou até de rendimento, é importante que associe a concentração à psicomotricidade, o movimentar-se”, completou.

Sobre os exercícios de 3 minutos que podem ser feitos, o médico explicou que 15 passos são o suficiente para “lubrificar” as articulações dos membros inferiores e superiores. “Isso aumenta a frequência cardíaca, distrai do que se está fazendo e impulsiona o pulmão de forma diferente.”

“Subir escadas também é perfeito, além de agachamentos, esticando o braço e fazendo os movimentos de descer e subir umas 10 a 15 vezes, isso é o suficiente para impactar o corpo, como no metabolismo, através do controle e redução do açúcar no sangue”, explicou Fernando Gomes.

(*Com informações de Nicole Lacerda, da CNN, em São Paulo)

Continuar lendo SAIBA QUAL A IMPORTÂNCIA DE FAZER PAUSAS E EXERCÍCIOS APÓS MUITAS HORAS DE TRABALHO SENTADO

TECNOLOGIA: SAIBA QUAIS OS SMARTPHONES QUE O WHATSAPP IRÁ PARAR DE FUNCIONAR

WhatsApp vai parar de funcionar em mais de 40 modelos de smartphones; veja lista

Foto: Sergei Konkov/TASS

O WhatsApp compartilhou nesta semana uma lista de smartphones que, em breve, deixarão de ter acesso ao aplicativo de mensagens. Isso porque os celulares estão obsoletos demais para receber as atualizações necessárias para que ele continue a funcionar normalmente.

A partir do dia 1º de novembro, por exemplo, smartphones com versões do Android mais antigas que a 4.1, que o iOS 10 (sistema operacional do iPhone e do iPad) e que o KaiOS 2.5.1 deixarão de integrar o grupo de dispositivos que possuem o app baixado.

Se o seu celular estiver na lista, a solução é utilizar outro serviço para mensagens ou trocar de aparelho. Agora, para facilitar o trabalho, o WhatsApp permite que o usuário faça o backup do app de um smartphone da Apple para um Xiaomi, por exemplo.

Confira a lista de smartphones que não terão mais o WhatsApp:

Apple: caso o iPhone não suporte mais atualização para o iOS 10 ou superior

Samsung: Galaxy Trend Lite, Galaxy Trend II, Galaxy S2, Galaxy S3 mini, Galaxy Xcover 2, Galaxy Core e Galaxy Ace 2

LG: LG Lucid 2, Optimus F7, Optimus F5, Optimus L3 II Dual, Optimus F5, Optimus L5, Optimus L5 II, Optimus L5 Dual, Optimus L3 II, Optimus L7, Optimus L7 II Dual, Optimus L7 II, Optimus F6, Enact, Optimus L4 II Dual, Optimus F3, Optimus L4 II, Optimus L2 II, Optimus Nitro HD and 4X HD, e Optimus F3Q

ZTE: ZTE Grand S Flex, ZTE V956, Grand X Quad V987 e Grand Memo

Huawei: Huawei Ascend G740, Ascend Mate, Ascend D Quad XL, Ascend D1 Quad XL, Ascend P1 S e Ascend D2

Sony: Sony Xperia Miro, Sony Xperia Neo L e Xperia Arc S

Outros: Alcatel One Touch Evo 7, Archos 53 Platinum, HTC Desire 500, Caterpillar Cat B15, Wiko Cink Five, Wiko Darknight, Lenovo A820, UMi X2, Faea F1 e THL W8.

Fonte: Blog do BG

Continuar lendo TECNOLOGIA: SAIBA QUAIS OS SMARTPHONES QUE O WHATSAPP IRÁ PARAR DE FUNCIONAR

SAIBA COMO FICARÁ O FUNCIONAMENTO DO COMÉRCIO EM NATAL HOJE FERIADO DE 7 DE SETEMBRO

Por G1 RN

 

Comércio no bairro Alecrim, na Zona Leste de Natal — Foto: Carlos Dhaniel/Inter TV CabugiComércio no bairro Alecrim, na Zona Leste de Natal — Foto: Carlos Dhaniel/Inter TV Cabugi

Na próxima terça-feira, 7 de setembro, o comércio e repartições públicas da capital potiguar funcionarão em horário diferenciado por causa do feriado nacional da Independência.

De acordo com a Câmara de Dirigentes Lojistas de Natal (CDL Natal), supermercados funcionam das 7h às 22h.

O governo do Rio Grande do Norte e a prefeitura de Natal decretaram ponto facultativo para os órgãos públicos da administração estadual e municipal na segunda-feira (6).

Com relação às agências bancárias, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) informou que não haverá atendimentos na terça-feira. Já na segunda-feira (6) as agências funcionam normalmente.

Segundo o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), os horários de funcionamento do Parque Dunas, em Natal, e do Cajueiro de Pirangi, em Parnamirim, não sofrerão alterações no feriadão.

Vacinação

Na segunda (6) e na terça (7) a vacinação contra a Covid acontece em apenas dois locais na capital potiguar: Via Direta e Nélio Dias. Na quarta (8) todos os pontos voltam a funcionar normalmente.

Confira o funcionamento dos principais pontos comerciais da cidade:

Comércio de rua

  • Alecrim: fechado
  • Centro da cidade: fechado

Shopping Midway Mall

  • Praça de alimentação e lazer: das 11h às 21h
  • Demais lojas serão abertas entre as 12h e as 15h

Natal Shopping

  • Lojas, quiosques e restaurantes na praça de alimentação funcionam das 11h às 21h
  • Cinema segue conforme a programação de exibição
  • BodyTech: aberta das 9h às 13h

Praia Shopping

  • Praça de Alimentação das 11h às 21h
  • Lojas e quiosques das 15h às 21h
  • Moviecom: consultar programação no site

Shopping Cidade Jardim

  • Praça de alimentação aberta a partir das 11h
  • Lojas e quiosques das 14h às 20h

Shopping Via Direta

  • Abertura facultativa às lojas

Partage Norte Shopping

  • Carrefour: das 7h às 21h
  • Academia: das 8h às 14h
  • Cosern: fechada
  • Lojas e quiosques: das 15h às 21h, sendo facultativo a partir das 12h
  • Praça de alimentação/lazer: 11h às 22h
  • Cinema: conforme sessões.

Supermercados

  • Funcionamento das grandes redes: das 7h às 22h.,
Continuar lendo SAIBA COMO FICARÁ O FUNCIONAMENTO DO COMÉRCIO EM NATAL HOJE FERIADO DE 7 DE SETEMBRO

SAIBA QUAIS AS PRAIAS E LAGOAS DO LITORAL DO RN QUE ESTÃO PRÓPRIAS PARA BANHO NESSE FERIADÃO

Por G1 RN

 

Litoral potiguar tem praias e lagoas próprias para banho no feriado de 7 de setembro, segundo programa Água Azul. — Foto: Anadelly Fernandes/DivulgaçãoLitoral potiguar tem praias e lagoas próprias para banho no feriado de 7 de setembro, segundo programa Água Azul. — Foto: Anadelly Fernandes/Divulgação

Turistas e potiguares poderão aproveitar com tranquilidade o feriadão da Independência, no litoral da região metropolitana de Natal, segundo o Boletim da Balneabilidade Nº 35, emitido na sexta-feira (3) pelo programa Água Azul.

Segundo o documento, todas as praias analisadas estão próprias para o banho. Foram coletadas e classificadas amostras de água em 33 pontos distribuídos na faixa costeira situada entre os municípios de Nísia Floresta e Extremoz.

A base dos dados analisa a quantidade de coliformes termotolerantes encontrados nas águas.

O estudo é uma parceria entre o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), o Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) e a Fundação de Apoio à Educação e ao Desenvolvimento Tecnológico do RN (FUNCERN).

Veja os 33 pontos de coleta – todos próprios

  • Nísia Floresta/Tabatinga
  • Nísia Floresta / Búzios
  • Nísia Floresta / Búzios (Barracas)
  • Nísia Floresta/ Pirangi do Sul (Igreja)
  • Nísia Floresta / Foz do Rio Pirangi
  • Nísia Floresta / Lagoa de Arituba
  • Parnamirim / Rio Pium (Ponte Nova)
  • Parnamirim / Pirangi do Norte (APURN)
  • Parnamirim / Pirangi do Norte (Coqueiros)
  • Parnamirim / Cotovelo (Barramares)
  • Parnamirim / Rio Pium (Balneário Pium)
  • Natal / Pta. Negra (Morro do Careca)
  • Natal / Pta. Negra (Acesso principal)
  • Natal / Pta. Negra (Free Willy)
  • Natal / Pta. Negra (Final do Calçadão)
  • Natal / Via Costeira (Cacimba do Boi)
  • Natal / Via Costeira (Barreira D’Água)
  • Natal / Mãe Luíza
  • Natal / Miami (Relógio Solar)
  • Natal / Areia Preta (Praça da Jangada)
  • Natal / Artistas/ (Centro de Artesanato)
  • Natal / Meio (Iemanjá)
  • Natal / Forte
  • Natal / Redinha (Rio Potengi)
  • Natal / Redinha (Igreja)
  • Natal / Redinha (Barracas)
  • Extremoz / Redinha Nova (Espigão)
  • Extremoz / Redinha Nova (Tômbolo)
  • Extremoz / Genipabu (Barracas)
  • Extremoz / Barra do Rio (Cata-vento)
  • Extremoz / Graçandu (Barracas)
  • Extremoz / Pitangui
  • Extremoz / Lagoa de Pitangui

Fonte: G1 RN

Continuar lendo SAIBA QUAIS AS PRAIAS E LAGOAS DO LITORAL DO RN QUE ESTÃO PRÓPRIAS PARA BANHO NESSE FERIADÃO

SAIBA COMO FUNCIONARÁ O COMÉRCIO DE NATAL DO FERIADO DA INDEPENDÊNCIA

Veja o funcionamento do comércio de Natal no feriado da Independência

Redação / Portal da Tropical

 Atualizado em:

Foto: Ney Douglas

Na próxima terça-feira, 07 de setembro é comemorado o dia da Independência do Brasil, feriado nacional, e por esse motivo o comércio natalense funciona em horário diferenciado. A Câmara de Dirigentes Lojistas de Natal (CDL Natal) informa o funcionamento dos principais pontos comerciais de Natal.

Comércio de Rua
Alecrim: Fechado
Centro da Cidade: Fechado
Zona Norte: Fechado

Shopping Midway Mall
Praça de Alimentação e lazer: 11h00 às 21h00.
Demais lojas: abertura entre 12h00 e 15h00.
Encerramento entre 20h00 e 21h00.

Natal Shopping
Lojas, quiosques e restaurantes na praça de alimentação funcionando das 11h às 21h.
Cinema segue conforme a programação de exibição.
Academia BodyTech aberta das 9h às 13h.

Praia Shopping
Praça de Alimentação das 11h até 21h.
Lojas e quiosques das 15h às 21h.
Cinemas Moviecom – consultar programação no site.

Shopping Cidade Jardim
Alimentação a partir das 11h.
Lojas e quiosques das 14h às 20h.

Compras Via Direta
Abertura facultativo pelas lojas!
Lojas Vem pra mesa, que é o boliche, irá funcionar em horário normal! De 14 às 21h.

Partage Norte Shopping Natal
Carrefour: 07 às 21h.
Academia: 08 às 14h.
Cosern: Fechada.
Lojas e quiosques: 15h às 21h, sendo facultativo a partir das 12h.
Praça de Alimentação / Lazer: 11h às 22h.
Cinema: Conforme condições.

Supermercados
Funcionamento das grandes redes, das 07 às 22h.

Bancos
Fechados.

Fonte: Portal da Tropical _ Notícias

Continuar lendo SAIBA COMO FUNCIONARÁ O COMÉRCIO DE NATAL DO FERIADO DA INDEPENDÊNCIA

SAIBA QUAIS OS FATORES UTILIZADOS PELOS REFUGIADOS PARA PEDIREM ABRIGO EM OUTRO PAÍS

Como refugiados decidem o país onde pedirão abrigo?

Idioma, oportunidades de emprego e facilidade para cruzar uma determinada fronteira são fatores levados em conta

INTERNACIONAL

 Sofia Pilagallo*, do R7

Outros fatores incluem a ausência de guerras e oportunidade de trabalho

FREEPIK

O que move um refugiado é o instinto de sobrevivência. Essa é a opinião da jornalista Edna Nunes, fundadora do projeto social Embaixada Solidária, que acolhe estrangeiros em busca uma vida digna em Toledo, no interior do Paraná.

Segundo Edna, no desespero de fugir o mais rápido possível de uma situação de extrema vulnerabilidade, o primeiro fator a ser levado em conta pelos refugiados na hora de escolher o país de destino é o quão fácil é o processo migratório pelos tratados de refúgio naquele lugar. O Brasil, por exemplo, tem uma legislação bastante flexível nesse sentido é um destino bastante procurado por aqueles que buscam abrigo em outro país.

“Na sequência, aparecem fatores como a ausência de guerras civis e desastres naturais, abundância de alimentação, oportunidade de trabalho e, por último, o idioma. No entanto, cada caso é um caso e tudo vai depender de onde vem o refugiado — se vem da guerra, por exemplo, a prioridade é um país pacífico; já se vem do Haiti, a prioridade é um país que ofereça acesso à saúde pública, e assim por diante”, afirma.

O Brasil é um bom destino para refugiados?

O Brasil, de fato, abre as portas para a maioria daqueles que procuram abrigo — herança de políticas de refúgio inclusivas estabelecidas há decadas, de acordo com a jornalista. Apesar disso, ela ressalta que isso está longe de ser o suficiente, uma vez que não há políticas públicas voltadas para a integração digna de refugiados à sociedade brasileira.

Segundo Edna, na tentativa do governo de não “sobrecarregar” as capitais, muitos refugiados são encaminhados para cidades do interior do país, onde as políticas de inclusão são ainda mais fragilizadas e há pouca assistência para essas pessoas.

Um grave problema é que, ao mesmo tempo em que eles não são inscritos em cursos de português, a maioria dos estabelecimentos, sobretudo os hospitais, também não conta com funcionários que saibam falar outros idiomas.

“A lógica é: ‘você caiu aqui dentro, você vai se virar por si’. Muito se fala que o país faz pelo estrangeiro o que não faz pelo brasileiro, mas isso é uma grande mentira — os refugiados são invisíveis para o governo”, diz

“Faltam políticas públicas que realmente promovam a igualdade e permitam essas pessoas a acessar a saúde, a educação e o mercado de trabalho, como qualquer outro cidadão”, completa.

No caso dos afegãos, um dos povos mais vulneráveis neste momento, há ainda outro fator que dificulta o processo de integração a um novo país, seja aqui no Brasil ou em qualquer outro lugar do mundo: o preconceito religioso.

O Afeganistão é um país muçulmano e, desde 15 de agosto, vem sendo liderado pelo grupo fundamentalista Talibã, que faz uma interpretação extrema da religião islâmica e é conhecido por violar os direitos humanos.

De acordo com dados do Ministério da Justiça, o Brasil recebeu apenas 28 afegãos na condição de refugiados no ano passado, enquanto 24 mil venezuelanos tiveram seu processo de refúgio deferido no país mesmo período. Com a crise política e humanitária que assola o Afeganistão neste momento, no entanto, o número de refugiados afegãos no Brasil deve aumentar consideravelmente.

“Algumas pessoas mal informadas imaginam que todos os afegãos são terroristas e, na sua ignorância, e são incapazes de compreender que esses refugiados nada mais são do que vítimas de um processo político. São indivíduos aterrorizados, que pulam de aviões e morrem em barcos lotados para tentar sair do país e fugir do regime talibã. Você tem noção do que é isso?”, afirma.

O papel do terceiro setor

Segundo a jornalista, os principais pilares da Embaixada Solidária são acolhimento, humanidade e informação. O primeiro suporte oferecido aos estrangeiros é garantir que, em meio a todas as dificuldades que implicam o processo de refúgio, eles não sejam recebidos com hostilidade ou tratados como se fossem invasores.

Uma vez feito isso, o próximo passo é disponibilizadar as informações necessárias, tais como questões burocráticas relativas à documentação, e apontar os melhores caminhos para que eles possam batalhar por uma vida estável e minimamente digna no país. Nessa hora, eles são orientados sobre como buscar moradia e trabalho e, na maioria das vezes, são encaminhados para aulas de português e cursos profissionalizantes.

“O mais importante, no entanto, e a tarefa mais urgente que temos no momento, é estimular a sociedade a desenvelver senso de empatia e praticar o exerício de se colocar no lugar do outro. De pouco adianta os esforços do terceiro setor se os refugiados não se sentem acolhidos e pertencentes à sociedade brasileira”, afirma.

“Nós acordamos todos os dias e vemos nossos filhos, nossa família — agora, imagine se, de uma hora para outra, acordássemos separados deles e sem qualquer perspectiva de quando poderemos vê-los novamente. É preciso dessa mudança de olhar para que o Brasil se torne, de fato, um lugar seguro e acolhedor para refugiados”, completa.

Fonte: R7
Continuar lendo SAIBA QUAIS OS FATORES UTILIZADOS PELOS REFUGIADOS PARA PEDIREM ABRIGO EM OUTRO PAÍS

SAIBA QUAIS SÃO OS GOVERNADORES QUE SE REUNIRÃO PARA DEBETER O QUE CHAMAM DE “CRISE ENTRE OS PODERES”

Governadores se reúnem para debater crise entre os Poderes; veja quem participa

Até o momento, 25 lideranças confirmaram presença, seja de forma presencial ou por videoconferência, em encontro marcado para esta segunda-feira (23)

Ana Carolina Nunes

da CNN

São Paulo

 Atualizado às 19:05

Palácio do Planalto e Congresso Nacional, em BrasíliaPalácio do Planalto e Congresso Nacional, em BrasíliaFoto: Ueslei Marcelino/Reuters (18.abr.2013)

Fórum Nacional de Governadores se reúne nesta segunda-feira (23), às 10h, em Brasília, para debater maneiras de garantir a defesa da democracia e melhorar a relação entre os Poderes Executivo e Judiciário.

Até o momento, são 26 representantes de estados que confirmaram participação, sendo quatro de forma presencial e 22 por videoconferência. O governador do Paraná, Ratinho Jr., não vai participar, mas será representado pelo vice-governador, Darci Piana.

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, também será representada pelo vice, Antenor Roberto. O governador do Tocantins, Mauro Carlesse, não confirmou presença, nem de um representante.

A reunião foi confirmada no último sábado (21) e, conforme a apuração da CNN, o encontro foi convocado de forma emergencial após a escalada da crise entre os Poderes.

A reunião acontece após o presidente da República, Jair Bolsonaro, enviar ao Senado Federal um pedido de impeachment contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre Moraes.

Durante a reunião, os governadores pretendem tratar também do aumento recente no preço dos combustíveis.

Relação dos Governadores confirmados até o momento:

PRESENCIAL

1) Governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha.
2) Governador do Piauí, Wellington Dias.
3) Governador de Rondônia, Cel. Marcos Rocha.
4) Governador do Rio de Janeiro, Claudio Castro.

VIDEOCONFERÊNCIA

1) Governante do Acre, Gladson Cameli.
2) Governador de Alagoas, Renan Filho.
3) Governador do Amapá, Waldez Goés.
4) Governador do Amazonas, Wilson Lima.
5) Governador da Bahia, Rui Costa.
6) Governador do Ceará, Camilo Santana.
7) Governador do Espírito Santo, Renato Casagrande.
8) Governador de Goiás, Ronaldo Caiado.
9) Governador do Maranhão, Flávio Dino.
10) Governador do Mato Grosso, Mauro Mendes.
11) Governador do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja.
12) Governador de Minas Gerais, Romeu Zema.
13) Governador do Pará, Helder Barbalho.
14) Governador da Paraíba, João Azevedo.
15) Vice-Governador do Paraná, Darci Piana.
16) Governador de Pernambuco, Paulo Câmara.
17) Vice-Governador do Rio Grande do Norte, Antenor Roberto.
18) Governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite.
19) Governador de Roraima, Antonio Denarium.
20) Governador de Santa Catarina, Carlos Moisés.
21) Governador de São Paulo, João Doria.
22) Governador de Sergipe, Belivaldo Chagas.

CONVIDADOS

1) Presidente da CNM (Confederação Nacional dos Municípios), Paulo Ziulkoski.
2) Presidente do Comsefaz, Rafael Fonteles.
3) Secretário de economia do Distrito Federal, André Clemente.
4) Secretário do Meio Ambiente, Sarney Filho.
5) Secretário de Comunicação, Weligton Moraes.

Continuar lendo SAIBA QUAIS SÃO OS GOVERNADORES QUE SE REUNIRÃO PARA DEBETER O QUE CHAMAM DE “CRISE ENTRE OS PODERES”

SAÚDE: SAIBA COMO GANHAR MASSA MAGRA NA TERCEIRA IDADE

Tenho 73 anos, faço musculação, mas sigo perdendo massa magra. Tem solução

Daniel Navas

Colaboração para o VivaBem

17/08/2021 04h00

Tenho 73 anos, faço musculação, mas sigo perdendo massa magra. Tem solução? - 17/08/2021 - UOL VivaBem

Com o passar dos anos, a perda de músculos é inevitável, devido à sarcopenia. O problema, que é comum na terceira idade, atinge cerca de 15% dos brasileiros a partir dos 60 anos, e em torno de 46% após os 80 anos, segundo a Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia.

Essa diminuição de massa magra pode ser causada por alterações hormonais e fisiológicas do próprio envelhecimento. Isto porque, ao longo do tempo, os níveis de testosterona diminuem, provocando a perda da quantidade e do tônus muscular. Entretanto, com ajuda médica é possível reduzir ou até reverter este quadro.

Quando ocorre uma perda exagerada da massa magra, outras causas metabólicas e hormonais devem ser investigadas. Algumas doenças endocrinológicas, como diabetes, distúrbios da tireoide ou paratireoides ou suprarrenais, por exemplo, podem ter relação com a redução de músculos no corpo. Neste sentido, é importante a avaliação de um médico endocrinologista, além de um geriatra, para indicar um tratamento adequado.

Além disso, a diminuição da massa magra também pode estar associada à dieta. Para o aumento da musculatura, é necessária uma ingestão adequada de proteínas e carboidratos. Para isto, o ideal é que um nutrólogo ou nutricionista seja consultado.

Em geral, os adultos devem consumir 0,8 a 1 g de proteína por kg de peso ao dia. Para o idoso, esta necessidade aumenta para 1,2 g por kg de peso ao dia. Já para quem precisa recuperar massa muscular, a quantidade de proteína vai para 1,5 g por kg de peso todos os dias. Então, por exemplo, se você estiver realmente perdendo musculatura e o seu peso é de 70 kg, será necessário consumir 105 g de proteína ao longo de 24 horas. Para se ter uma ideia, um bife de 100 g de carne vermelha contém, em média, 23 g de proteína. Sem esquecer que o aporte calórico também precisa aumentar. Afinal de contas, as calorias dão a energia necessária.

Os exercícios de força são, sem dúvidas, os mais potentes para o ganho de massa magra. Então, além da musculação, exercícios funcionais com o peso do próprio corpo ou pesos extras e até mesmo o pilates também podem contribuir para o aumento de músculos no organismo. A melhor modalidade deve ser definida entre o médico e o preparador físico, que devem estar em constante comunicação.

Outro ponto de extrema importância que merece atenção é se você está respeitando o intervalo entre os treinos. Um grupo muscular precisa de descanso entre um exercício e outro —em média 48 horas —, a fim de que haja reconstituição da fibra muscular. E também não podemos esquecer dos exercícios cardiorrespiratórios. Isso porque, além dos músculos, o coração e os pulmões também precisam estar fortes. Associar exercícios de força aos aeróbicos é fundamental.

Fontes: Betina Saad, geriatra e professora de geriatria da UFRN (Universidade Federal do Rio Grande do Norte); Bianca Vilela, fisiologista do exercício pela Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), palestrante e produtora de conteúdo; Carlos Roberto Galia, chefe do serviço de traumatologia e ortopedia do Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre; Guilherme Rollin, chefe do serviço de endocrinologia e nutrologia do Hospital Moinhos de Vento; João Pereira, educador físico da Bodytech, no Rio de Janeiro.

Fonte: Vivabem uol

Continuar lendo SAÚDE: SAIBA COMO GANHAR MASSA MAGRA NA TERCEIRA IDADE

SAIBA QUAIS OS GOVERNADORES QUE APOIAM OS DESMANDOS DO STF ASSINANDO MANIFESTO PARA PROTEGER A CORTE

Manifestação dos governadores é para proteger STF’, diz Flávio Dino

Governador do Maranhão assinou nesta segunda-feira (16) um manifesto em apoio ao Supremo Tribunal Federal

Douglas Porto e Renata Souza, da CNN, em São Paulo

Atualizado 16 de agosto de 2021 às 22:00

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PSB), afirmou nesta segunda-feira (16), em entrevista à CNN, que a manifestação dos 14 governadores, que assinaram uma nota em apoio ao Supremo Tribunal Federal (STF), é para a proteção da Corte e dos ministros.

“Lembremos, o ministro, o julgador, o juiz, precisam de serenidade. Esses atritos podem acontecer na política, mas o judiciário não pode ser levado a isso. Então se alguém está insatisfeito, se o presidente da República está insatisfeito, ele pode e deve apresentar por intermédio dos seus advogados os recursos ao próprio poder judiciário.”, explicou Dino “É preciso levar isso a sério, e por isso essa manifestação dos governadores considero ser de alta importância para proteger institucionalmente o Supremo brasileiro”, afirmou.

O texto não faz menção direta ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), mas surge em meio a um aumento da tensão entre o chefe do executivo e o judiciário. No último sábado (14), Bolsonaro disse que levará ao Senado um pedido para instaurar um processo de impeachment contra os ministros Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso.

As mensagens aconteceram após a prisão do ex-deputado federal e aliado de Bolsonaro, Roberto Jefferson, presidente do PTB, na última sexta-feira (13). Ele é acusado de integrar uma “milícia digital” que visava descredibilizar as instituições democráticas.

Além de Dino, os governadores que assinaram o manifesto foram: Rui Costa (Bahia), Paulo Câmara (Pernambuco), João Doria (São Paulo), Eduardo Leite (Rio Grande do Sul), Camilo Santana (Ceará), João Azevêdo (Paraíba), Renato Casagrande (Espírito Santo), Wellington Dias (Piauí), Fátima Bezerra (Rio Grande do Norte), Renan Filho (Alagoas), Belivaldo Chagas (Sergipe), Ibaneis Rocha (Distrito Federal) e Waldez Goés (Amapá).

“O Estado Democrático de Direito só existe com Judiciário independente, livre para decidir de acordo com a Constituição e com as leis”, diz a nota.

“No âmbito dos nossos Estados, tudo faremos para ajudar a preservar a dignidade e a integridade do Poder Judiciário”, continua a nota. “Renovamos o chamamento à serenidade e à paz que a nossa Nação tanto necessita”, finaliza.

Fonte: CNN

Continuar lendo SAIBA QUAIS OS GOVERNADORES QUE APOIAM OS DESMANDOS DO STF ASSINANDO MANIFESTO PARA PROTEGER A CORTE

SAIBA QUAL A PREVISÃO DO TEMPO NO RN PARA O FINAL DE SEMANA

Por G1 RN

 

O Chapadão é uma conhecida falésia da Praia de Pipa, no litoral Sul potiguar — Foto: DivulgaçãoO Chapadão é uma conhecida falésia da Praia de Pipa, no litoral Sul potiguar — Foto: Divulgação

O Rio Grande do Norte tem previsão de temperaturas quentes na maioria das regiões do estado, com muito sol. A chuva deve aparecer em parte do litoral do estado no domingo. No regiões serranas do interior, a temperatura mínima chega a ficar abaixo dos 20°C.

Em Natal, o sábado será de sol com algumas nuvens e o domingo tem previsão de pancadas de chuva à tarde e à noite. A mínima será de 22°C em todo o fim de semana e máxima chega a 30°C no sábado. A previsão é a mesma para São Miguel do Gostoso, no litoral Norte, e para a praia de Pipa, em Tibau do Sul, no litoral Sul.

Mossoró

Em Mossoró, na Região Oeste, a previsão é de que faça sol e não chova durante todo o fim de semana. A mínima chega a 21°C no sábado e a máxima atinge os 36°C no domingo, por volta das 14h.

Caicó

O município de Caicó, na Região Seridó do estado, também tem previsão de sol e nenhuma chuva no fim de semana. A mínima chega a 21°C no sábado e a máxima atinge os 37°C no domingo.

Pau dos Ferros

Em Pau dos Ferros, no Alto Oeste, também não chove durante todo o fim de semana. A mínima atinge os 22°C no sábado e a máxima chega a 37°C no domingo.

Porto do Mangue

Em Porto do Mangue, na Região da Costa Branca, também não há previsão de chuvas. A mínima chega a 19°C no sábado e a máxima atinge os 36°C no domingo.

Lajes

Em Lajes, na Região Central, também não há previsão de chuva para o fim de semana, com a mínima sendo de 21°C e a máxima de 37°C.

Serra de São Bento

Na Serra de São Bento, a mínima chega a 19°C no domingo e a máxima fica em 30°C nos dois dias do fim de semana.

Martins

Também na serra de Martins, a mínima chega a 17°C no sábado e a máxima se mantém em 31°C durante o fim de semana.

Lagoa Nova

Na serra de Lagoa Nova, a mínima atinge até os 16°C no sábado, com a máxima sendo de 33°C no domingo.

As informações meteorológicas são fornecidas pelo Climatempo.

Continuar lendo SAIBA QUAL A PREVISÃO DO TEMPO NO RN PARA O FINAL DE SEMANA

SAIBA QUAIS AS MUDANÇAS DA PEC DA REFORMA ELEITORAL APROVADA PELA CÂMARA

PEC da Reforma Eleitoral: entenda as mudanças aprovadas até o momento

Além da volta das coligações partidárias, texto altera contagem de votos para mulheres e negros na Câmara, acesso ao fundo partidário e propaganda eleitoral

Lucas Rocha, da CNN, em São Paulo

12 de agosto de 2021 às 18:48

Câmara dos DeputadosFoto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou na quarta-feira (11) o texto-base da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Reforma Eleitoral. Nesta quinta-feira (12), foram votados os destaques – pedidos feitos por deputados ou líderes de partido para votação, de forma separada, de emenda ou parte do texto.

O Plenário aprovou os dois destaques da PEC nesta quinta-feira. As decisões incluem a manutenção do segundo turno nas eleições majoritárias no país e a manutenção do caráter nacional dos partidos.

Na quarta-feira, a Câmara já havia aprovado a volta das coligações partidárias para as eleições proporcionais para deputados federais, estaduais e vereadores.

texto-base aprovado inclui, ainda, mudanças na contagem de votos para mulheres e negros na Câmara, regras para o acesso ao fundo partidário e à propaganda eleitoral, a perda do mandato para deputados e vereadores que se desfiliarem da legenda, entre outras alterações.

A votação em segundo turno da PEC da Reforma Eleitoral foi adiada para a próxima terça-feira (17). Caso seja aprovada novamente por 3/5 da Câmara, a proposta ainda tem que passar duas vezes no Senado Federal, também com aprovação de 3/5 dos senadores. Se não houver nenhuma alteração na segunda casa legislativa, o texto segue para sanção ou veto do presidente Jair Bolsonaro.

Votos em mulheres e negros

O plenário decidiu por 352 votos a 97 pela manutenção do texto que prevê a contagem em dobro dos votos dados a candidatas e a negros para a Câmara, nas eleições de 2022 a 2030.

O dispositivo tem como objetivo a distribuição entre os partidos políticos dos recursos do Fundo Partidário e do Fundo Eleitoral. Segundo o texto aprovado, a contagem em dobro será aplicada apenas uma vez.

Acesso ao Fundo partidário e à propaganda eleitoral

A mudança aprovada pela PEC na Emenda Constitucional 97, de 2017, que trata da cláusula de desempenho, prevê o acesso ao Fundo Partidário e à propaganda no rádio e na televisão aos partidos que tenham ao menos cinco senadores, de forma alternativa aos deputados exigidos para as eleições de 2022 e 2026, de 11 e 13 deputados federais, respectivamente.

Entre os cinco senadores, entram, além dos eleitos, aqueles que o partido já tem no Senado e cuja vaga não esteja em disputa. A mesma regra valerá para as eleições de 2030 em diante, ao término da transição da cláusula de desempenho.

Fidelidade partidária

O texto aprovado prevê a perda do mandato dos deputados (federais, estaduais ou distritais) e dos vereadores que se desfiliarem da legenda. As exceções incluem acordos com os partidos e hipóteses de justa causa estipuladas em lei.

No entanto, a mudança de partido não será contada para fins de distribuição de recursos do Fundo Partidário, do Fundo Especial de Financiamento de Campanha e de acesso gratuito ao rádio e à televisão.

São consideradas como justa causa pela Lei 9.096/95 o desligamento feito por mudança substancial ou desvio reiterado do programa partidário; grave discriminação política pessoal; e durante o período de 30 dias que antecede o prazo de filiação exigido em lei para concorrer à eleição (seis meses antes do pleito).

A terceira alteração permite às fundações partidárias de estudo e pesquisa, doutrinação e educação política desenvolverem atividades amplas de ensino e formação.

Regulamentos eleitorais

O Plenário também aprovou a regra da anterioridade, segundo a qual a lei que mudar o processo eleitoral entrará em vigor na data de sua publicação, mas não será aplicada à eleição seguinte se ela acontecer em menos de um ano da vigência da lei.

O significa que para as regras aprovadas serem aplicadas nas eleições de 2022, a matéria precisa passar pela sanção presidencial até o mês de outubro.

A decisão também determina a aplicação dessa regra para as decisões interpretativas ou administrativas do Supremo Tribunal Federal (STF) ou do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Regras transitórias

No texto-base, a incorporação de partidos prevê que as sanções eventualmente recebidas pelos órgãos partidários regionais e municipais da legenda incorporada, inclusive as decorrentes de prestações de contas e de responsabilização de seus antigos dirigentes, não serão aplicadas ao partido incorporador nem aos seus novos dirigentes, exceto aos que já integravam o partido incorporado.

Em relação às anotações que devem ser enviadas ao TSE sobre mudanças no estatuto do partido, o texto determina que serão objeto de análise apenas os dispositivos alterados.

Outras mudanças

O texto prevê alterações dos critérios para a apresentação de projetos de iniciativa popular, da sociedade civil, por meio de apoio com a coleta de assinaturas. A regra atual da Constituição requer para a apresentação desse tipo de projeto no mínimo 1% do eleitorado nacional, distribuído pelo menos por cinco estados, e em cada um deles deve haver um mínimo de 0,3% de eleitores que subscrevem o projeto.

Com a PEC, a iniciativa passa a depender apenas do apoio de 100 mil eleitores, independentemente da distribuição pelos estados, e podendo ser de forma eletrônica. Também serão autorizadas consultas populares sobre questões locais, a serem realizadas juntamente com o pleito.

De acordo com o texto aprovado, as datas das eleições serão adiadas para a semana seguinte em domingos próximos a feriados. Se o domingo das eleições, de primeiro ou segundo turno, coincidir com a proximidade de um feriado nacional entre quinta-feira e terça-feira, as eleições serão realizadas no primeiro domingo seguinte. A regra valerá para as eleições de prefeitos, governadores e presidente da República.

O texto-base da PEC muda, ainda, a data de posse do presidente da República e de governadores de 1º de janeiro para 5 e 6 do mesmo mês, respectivamente. No entanto, as novas datas valem apenas para as posses dos eleitos nas eleições gerais de 2026.

*Com informações da Agência Câmara de Notícias

Continuar lendo SAIBA QUAIS AS MUDANÇAS DA PEC DA REFORMA ELEITORAL APROVADA PELA CÂMARA

SAÚDE: SAIBA QUAIS OS BENEFÍCIOS DO VINHO TINTO PARA A SAÚDE

Do combate do Alzheimer a diabetes e acne, novos estudos mostram dez benefícios do consumo do vinho tinto.

Efeitos, no entanto, só são observados com a ingestão moderada da bebida, ou seja, de uma a duas taças diárias.

O Globo 10/08/2021 | 14:55.

Do combate do Alzheimer a diabetes e acne, novos estudos mostram dez benefícios do consumo do vinho tinto - Jornal O Globo

Além dos benefícios para o coração, o vinho tinto tem impactos para a prevenção de uma série de doenças Foto: Marcelo de Jesus / Agência O GLOBO Não é de hoje que o vinho tinto é apontado pela ciência como um protetor para a saúde cardíaca. A fonte maior dos benefícios vem de um composto que aparece em abundância na natureza, os polifenóis. Nas plantas ele desempenha o papel de proteção contra o sol, insetos e microrganismos. No corpo humano, atua principalmente no combate aos radicais livres, as moléculas que causam o envelhecimento. O principal polifenol do vinho é o resveratrol, mas há outros, como os taninos, os flavonoides, a quercetina, a antocianina e o ácido elágico, encontrados em menor quantidade. De uns tempos para cá, no entanto, pesquisas passaram a identificar efeitos até pouco inimagináveis, como a prevenção de espinhas e a redução do risco de doenças neurodegenerativas. Alguns desses mecanismos estão relacionados aos radicais livres, outros, não. Mas todos têm em comum os polifenóis. Além disso, o álcool em si contribui para evitar a sobrecarga nas artérias. Segundo estudo de pesquisadores do Kingston General Hospital, da Queen’s University, no Canadá, e publicado na revista científica da Associação Americana do Coração, os polifenóis do vinho relaxam a parede das artérias e evitam a agregação plaquetária, reduzindo assim o risco de aterosclerose, trombose e hipertensão. Doses moderadas para garantir o efeito Os benefícios, no entanto, só são identificados com doses moderadas da bebida. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), isso significa a ingestão diária de 90ml por mulheres e 180ml por homens — uma e duas taças, respectivamente. A diferença na quantidade se deve ao fato de que o organismo feminino absorve mais rapidamente a bebida. Isso ocorre porque elas produzem quantidades menores de uma enzima chamada álcool desidrogenase (ADH), que é liberada pelo fígado e usada para metabolizar o álcool. — O vinho também tem vantagem sobre outras bebidas, já que geralmente é consumido junto com a comida, o que reduz o risco do uso excessivo — destaca Antonio Carlos do Nascimento, médico endocrinologista e escritor do livro “Vinho: saúde e longevidade”. Doses acima do volume recomendado pela OMS podem ter o efeito contrário no corpo. O consumo exagerado está ligado a vários problemas de saúde, como cirrose hepática, impotência sexual, hipertensão e até mesmo câncer, além do risco de dependência química. Os vinhos com maior quantidade de polifenóis são os tintos e não necessariamente ele deve custar alto. — Os mais densos, como os feitos da uva Tannat, são os melhores para a saúde. O vinho mais barato que não fica envelhecendo tem mais benefício para a saúde se comparado com vinhos caros que ficam reservados por anos e vão perdendo elementos neste tempo, embora melhorem no sabor — destaca o endocrinologista. O suco de uva Os polifenóis são encontrados também no suco de uva integral, mas em menor quantidade do que no vinho tinto. O motivo está na preparação da bebida: na fabricação do suco de uva, a fruta é aquecida e macerada para liberar o sumo, passando pouco tempo em contato com a casca, região que concentra a maior quantidade de polifenóis. Já na produção do vinho, o líquido que vai para a fermentação inclui as cascas da uva, aumentando o tempo de contato. Quem tem algum tipo de restrição ao vinho, vale substituir por suco de uva integral. Pesquisadores do Centro de Pesquisa em Alimentos da Fapesp desenvolveram uma técnica que aumenta a concentração de resveratrol na uva, elevando em até 70% o teor da substância no suco de uva, o que tornaria os benefícios do suco bem semelhantes ao do vinho. O consumo de vinho cresceu no Brasil Segundo dados da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV), o consumo de vinho no Brasil cresceu 18,4% em 2020. O país passou de 360 milhões de litros, em 2019, para 430 milhões no ano passado, o maior aumento entre os países associados à entidade, a maior do setor. Em 2020, o brasileiro bebeu, em média, 2,6 litros de vinho no ano. Em 2019, esse número era de 2 litros ao ano por pessoa. O aumento no país está associado ao isolamento social provocado pela pandemia da Covid-19 — a facilidade de comprar vinhos online e o maior tempo em casa favoreceu. No mundo, os Estados Unidos lideram o consumo em números absolutos, com 3,3 bilhões de litros por ano. Já os líderes no consumo per capita são os imbativeis Portugal (51,9 litros per capita ao ano), Itália (46,6 litros) e França (46 litros). Top 10 dos benefícios do vinho tinto 1. Ajuda a combater o Alzheimer Um copo de vinho ao dia pode reduzir o risco de desenvolver a doença, que é neurodenegerativa.A bebida deixa em nosso intestino compostos antioxidantes únicos que são capazes de proteger os neurônios cerebrais de danos. 2. Aumenta a densidade óssea O vinho tinto é rico em silício, um mineral essencial para o bom funcionamento do corpo humano que contribui para a densidade mineral óssea, ajudando a reduzir o risco de desenvolver doenças como a osteopenia e a osteoporose. Além disso, ajuda estimula a produção de colágeno, substância com poder rejuvenescedor natural, atuando com ótimo potencial na regeneração de tecidos. 3. Impulsiona o sistema imunológico O resveratrol aumenta a capacidade do corpo de criar moléculas anti-inflamatórias, o que pode levar a uma melhora no sistema imunológico. O antioxidante ajuda as bactérias intestinais saudáveis a florescer, estimulando a produção de células T e aumentando a resposta imunológica do corpo. 4. Ajuda a reduzir o risco de diabetes tipo 2 O resveratrol melhora a sensibilidade à insulina, hormônio secretado pelo pâncreas, com importante função no metabolismo dos carboidratos no sangue. Isso ajuda o corpo a reduzir seus níveis de açúcar, evitando o diabetes do tipo 2. 5. Reduz acne O resveratrol consegue inibir o crescimento de algumas bactérias que contribuem para o aparecimento das espinhas. 6. Afia o raciocínio A bebida tem sido associada à uma melhora na função cognitiva de homens e mulheres, sobretudo acima dos 50 anos. Ela atua na formação de novas memórias, aprendizado, vocabulário e emoções. 7. Mantém o coração forte A bebida está associada a um menor risco de morte por doenças cardíacas — o consumo moderado pode diminuir em até 50% o risco de doença isquêmica do coração, por exemplo. Isso ocorre porque os polifenóis promovem a vasodilatação das artérias e diminuem a agregação plaquetária, reduzindo o risco de hipertensão. 8. Ajuda a reduzir os níveis de colesterol ruim O perfil lipídico dos polifenóis reduz as chances do LDL (colesterol ruim) de oxidar, que é o principal fator causador da aterosclerose. Em contrapartida, as substâncias encontradas no vinho aumentam a concentração da apolipoproteína, a principal proteína do HDL, o colesterol bom. 9. Reduz o risco de AVC Atua como um anticoagulante natural, ajudando a quebrar os coágulos sanguíneos que podem entupir as artérias e causar um acidente vascular cerebral (AVC). 10. Promove vida longa A descoberta veio dos estudos que analisaram os benefícios da dieta mediterrânea, baseada no consumo de alimentos frescos e naturais como azeite, frutas, legumes e cereais. Mas no centro dela está o vinho. Os polifenóis ativam uma proteína que atua como um agente antienvelhecimento, o que explica por que as pessoas que seguem a dieta por anos tendem a viver mais, ser mais felizes e saudáveis.

Fonte: Agora RN

Continuar lendo SAÚDE: SAIBA QUAIS OS BENEFÍCIOS DO VINHO TINTO PARA A SAÚDE

SAIBA QUAIS OS DEPUTADOS DO RN QUE REJEITARAM TRANSPARÊNCIA NO PROCESSO ELEITORAL ATRAVÉS DO VOTO IMPRESSO

Maioria dos deputados do RN rejeita voto impresso

11 ago 2021

O Plenário da Câmara dos Deputados rejeitou, nesta terça feira (10), a PEC do Voto Impresso (Proposta de Emenda à Constituição 135/19). Foram 229 votos favoráveis e 218 contrários.

Como não foram obtidos os 308 votos favoráveis necessários, o texto será arquivado.

No Rio Grande do Norte, a maioria dos deputados federais votou contra a proposta defendida pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Fonte: Política em Foco
Continuar lendo SAIBA QUAIS OS DEPUTADOS DO RN QUE REJEITARAM TRANSPARÊNCIA NO PROCESSO ELEITORAL ATRAVÉS DO VOTO IMPRESSO

SAIBA QUAL O PERÍODO DE MATRÍCULA DO IFRN PARA ALUNOS APROVADOS NO SISU 2021.2

Por G1 RN

 

Instituto Federal do Rio Grande do Norte abre 298 vagas — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV CabugiInstituto Federal do Rio Grande do Norte abre 298 vagas — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

O Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) divulgou que o período de realização da pré-matrícula online nas 298 vagas disponibilizadas via Sisu acontece entre as 8h desta quarta-feira (11) e 17h da próxima segunda-feira (16). São ofertadas vagas em cursos de Engenharia, Licenciatura e Tecnologia do IFRN (confira o edital).

“Os candidatos classificados na Lista de Aprovados Geral/Ampla Concorrência e nas Listas de Aprovados Diferenciadas, dentro do número de vagas disponíveis por campus/curso/turno, deverão realizar a pré-matrícula de forma online” (clique aqui). Todo o cronograma da seleção está detalhado no edital nº 39/2021, da Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação (Sesu/MEC).

Quem não proceder a pré-matrícula no período informado no edital perderá o direito à vaga. Após o cadastro, no ato da pré-matrícula, candidatos aprovados deverão anexar a seguinte documentação:

  • Uma foto 3×4 (recente);
  • Carteira de identidade;
  • Certidão de Nascimento ou Casamento;
  • Título de Eleitor, no caso dos maiores de 18 anos;
  • Certificado de Alistamento Militar, de Dispensa de Incorporação ou de Reservista, no caso dos maiores de 18 anos do sexo masculino;
  • Certificado de conclusão do ensino médio ou documento equivalente;
  • Parecer de equivalência de estudos da Secretaria Estadual de Educação, para os aprovados que realizaram estudos equivalentes ao Ensino Médio, no todo ou em parte, no exterior, observando-se que, se apresentar documentos em língua estrangeira, estes deverão estar visados pela autoridade consular brasileira no país de origem e acompanhados da respectiva tradução oficial.​

Fonte: G1 RN

Continuar lendo SAIBA QUAL O PERÍODO DE MATRÍCULA DO IFRN PARA ALUNOS APROVADOS NO SISU 2021.2

SAIBA SOBRE 7 QUESTÕES DA LEI MARIA DA PENHA E O QUE SE CARCTERIZA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA DE ACORDO COM A LEGISLAÇÃO

7 questões sobre a Lei Maria da Penha, que completa 15 anos de defesa da mulher

Violências cometidas contra as mulheres no âmbito doméstico e intrafamiliar são alvo da histórica lei. Veja perguntas sobre o tema e saiba como denunciar

Giovanna Galvani, da CNN, em São Paulo

Atualizado 07 de agosto de 2021 às 19:11

7 questões sobre a Lei Maria da Penha, que completa 15 anos de defesa da mulher

A histórica Lei Maria da Penha completou 15 anos de sua promulgação neste sábado (07). Apesar da relativa pouca idade, a alcunha de “histórica” cabe perfeitamente para uma lei que mudou os rumos da proteção da mulher em um dos países com maior registro de violência de gênero no mundo.

Mesmo conhecida e propagada por meio de campanhas de conscientização, o cenário de agressões no lar, perseguições psicológicas, privação de liberdade de ir e vir e limitação financeira, entre outros aspectos, ainda é realidade para milhares de mulheres.

Em 2020, o confinamento gerado pela pandemia de Covid-19, por mais que necessário, gerou a preocupação de que elas ficassem à mercê de agressores. Foram mais de 105 mil denúncias registradas nas plataformas do Ligue 180 e do Disque 100, afirmou o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos. O Anúario Brasileiro de Segurança Pública apontou que uma ligação a cada minuto para denúncias do tipo foi feita no ano passado.

CNN reuniu 7 questionamentos sobre a lei, incluindo dúvidas sobre quem pode denunciar suspeitas ou casos de agressão, assim como quais são as informações mais atualizadas sobre o que é caracterizado, na legislação, como violência doméstica.

As respostas contam com a colaboração da advogada Marina Ruzzi, especialista no tema e sócia do primeiro escritório voltado para o direito das mulheres e desigualdade de gênero no Brasil.

Quem pode denunciar casos de violência doméstica?

O registro de um boletim de ocorrência com a denúncia de violência doméstica tem “mais chances” de avançar se a mulher agredida for a responsável por realizá-lo, explica Marina Ruzzi.

Em casos de ameaça, por exemplo, é necessário que seja ela a representar a situação na delegacia. Quando há agressão física, é preciso passar por um exame de corpo de delito.

Os boletins não precisam ser feitos necessariamente em uma Delegacia da Mulher, mas o atendimento nessas unidades, por ser especializado, pode ser mais acolhedor. Elas também funcionam todos os dias da semana, 24 horas.

No entanto, isso não significa que vizinhos, colegas, familiares ou demais conhecedores sobre o caso não possam apontar suspeitas ou agressões. Caso se escute ou veja uma situação do gênero, é preciso ligar para a polícia, que poderá agir na situação mediante flagrante.

Telefones voltados para denúncias anônimas também são aliados importantes.

Qual canal é recomendado para denúncias de violência doméstica?

Disque 180 é o telefone da Central de Atendimento à Mulher, e conta com uma equipe voltada ao aconselhamento e direcionamento de situações do gênero. O serviço é gratuito e funciona todos os dias, 24 horas.

“A central vai fazer um registro e eventualmente mandá-lo registro para a delegacia competente. É bom fazer esse registro, especialmente se não é um caso de urgência, mas também é essencial [para a mulher] ir à delegacia”, explica Ruzzi.

Como já mencionado, o flagrante da situação de violência deve ser denunciado à polícia, que irá amparar a mulher naquele momento. O telefone é o 190 em todo o país.

Quais são os tipos de violência previstos pela lei?

São as violências física, moral, sexual, patrimonial e psicológica. Segundo o texto da lei:

violência física é entendida como “qualquer conduta que ofenda sua integridade ou saúde corporal”. A moral é quando há “calúnia, difamação ou injúria” contra a mulher.

sexual envolve qualquer constrangimento para que haja relações sexuais não desejadas por ela, mediante ameaça, coação ou uso da força – neste caso, a limitação ao acesso à métodos contraceptivos ou a forçação ao aborto ou gravidez também são inclusas neste rol.

Já a patrimonial ocorre quando há qualquer “retenção, subtração, destruição parcial ou total de seus objetos, instrumentos de trabalho, documentos pessoais, bens, valores e direitos ou recursos econômicos”.

Por fim, a violência psicológica – última a ser incluída – é quando há qualquer conduta que cause “dano emocional e diminuição da autoestima ou que lhe prejudique e perturbe o pleno desenvolvimento ou que vise degradar ou controlar suas ações, comportamentos, crenças e decisões”. Nesses casos, pode haver ridicularização, violência constante, chantagem ou perseguição.

Mulheres trans também estão incluídas na Lei Maria da Penha?

As mulheres trans e travestis também estão protegidas pela lei. A própria configuração da legislação levou em conta a situação da violência de gênero.

“A lei foi feita com base na a Convenção Interamericana para Prevenir, Punir e Erradicar a Violência contra a Mulher [a Convenção Belém do Pará]”, que visa proteger mulheres da violência de gênero. Se a mulher trans é agredida, ela pode ser protegida pela Maria da Penha”, confirma Marina Ruzzi.

Além disso, por ter um caráter de proteger mulheres também em situação de abusos intrafamiliares, não há nenhuma restrição em relação a orientação sexual. Ou seja, mulheres lésbicas também podem pedir medidas protetivas contra namoradas ou esposas, por exemplo, ou mulheres agredidas por outros membros da família também tem amparo na Maria da Penha.

Como obter medida protetiva? Quanto tempo leva para que ela saia?

Uma mulher pode pedir pela medida protetiva na delegacia, ao ir denunciar o caso; no Ministério Público, outro órgão que também dará o encaminhamento a denúncias; na Defensoria Pública, quando não se tem condições de pagar um(a) advogado(a) particular – sendo esta última opção também uma possibilidade.

Após o registro, a autoridade policial tem 24 horas para remeter a medida ao juíz, e a Justiça tem outras 24 horas para responder. No total, são 48 horas até a resposta final. No entanto, conforme as desigualdades da disponibilidade do poder no país, o prazo pode ser um pouco maior do que isso.

A guarda dos filhos em casos de violência fica obrigatoriamente com a mulher?

Não necessariamente. Segundo Marina Ruzzi, a guarda leva em consideração o “melhor interesse do menor”. As crianças costumam ficar com a mãe por uma “construção social” na qual, geralmente, elas dependem mais da mulher e são essencialmente criadas por ela. No entanto, nada legalmente impede que, no senso geral, a criança fique ou conviva com o pai.

Em entrevista à CNN, a bioquímica que lutou pela vida e deu nome à lei, Maria da Penha, afirmou que o rol de políticas públicas que emergiram a partir da aprovação da lei, apesar de importante, ainda precisam ser complementados com investimentos especialmente nos abrigos temporários, que costumam abrigar mulheres com seus filhos quando a situação exige medidas do tipo.

“Infelizmente, não existem no país políticas públicas necessárias para atender essas mulheres”, declarou. “Eu me refiro a uma política denominada ‘Casa Abrigo’, que oferece um local em que essas mulheres podem ser abrigadas com seus filhos menores, quando estão sofrendo risco de morte. Infelizmente, não existem casas desse tipo suficientes pra abrigar essas vítimas da violência”.

O que é dito sobre o agressor na Lei Maria da Penha?

O agressor, segundo uma lei aprovada em 2019, deverá primeiramente ressarcir “todos os danos causados, inclusive ao Sistema Único de Saúde (SUS), […] os custos relativos aos serviços de saúde prestados para o total tratamento das vítimas em situação de violência”.

Ele também deverá comparecer a programas de recuperação e reeducação e passar por “acompanhamento psicossocial”, “por meio de atendimento individual e/ou em grupo de apoio”.

Todo esse rol de ações baseia-se, também, na própria natureza da lei: “a política pública que visa coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher [será feita] por meio de um conjunto articulado de ações da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios e de ações não-governamentais”.

“A recuperação é possível. O Instituto Maria da Penha já fez alguns projetos nesse sentido com agressores presos. Eles foram educados dessa maneira, e muitos contam como foi difícil a infância. Alguns viram as próprias mães sofrerem violência doméstica dentro de casa. Processo é educativo, já que a educação é a base para tudo. Toda cultura só se desconstrói a partir da educação”, acrescentou Maria da Penha no depoimento à CNN.

Continuar lendo SAIBA SOBRE 7 QUESTÕES DA LEI MARIA DA PENHA E O QUE SE CARCTERIZA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA DE ACORDO COM A LEGISLAÇÃO

LITORAL DO RN PODE TER ONDAS DE ATÉ 4 METROS DE ALTURA, SEGUNDO ALERTA DA MARINHA

Por G1 RN

 

Onda, litoral potiguar, litoral do RN, Ponta Negra, Mar Grosso — Foto: Eros SenaOnda, litoral potiguar, litoral do RN, Ponta Negra, Mar Grosso — Foto: Eros Sena

A Marinha do Brasil emitiu um alerta de mar grosso, com ondas de Sul a Sudeste de 4 metros de altura entre o Norte de Salvador e Natal.

O alerta é válido até as 9h da segunda-feira (2).

A Capitania dos Portos do RN recomenda que as embarcações de pequeno porte “evitem a navegação” e que as demais embarcações “redobrem a atenção quanto ao material de salvatagem, estado geral dos motores, casco, bomba de esgoto do porão, equipamentos de rádio e demais itens de segurança”.

A Marinha do Brasil mantém todos os avisos de mau tempo em vigor no site.

Continuar lendo LITORAL DO RN PODE TER ONDAS DE ATÉ 4 METROS DE ALTURA, SEGUNDO ALERTA DA MARINHA

NUTRIÇÃO: SAIBA COMO PREPARAR UM DELICIOSO BOLO FOFO DE LIMÃO COM MATCHÁ

Bolo fofo de limão e matchá vai bem com café ou até mesmo um chá.

Taise Spolti

Colunista do UOL

29/07/2021 04h00

Caio Cezar

Mais uma opção de receita para se fazer usando o matchá. Este pó verde delicioso já vem sendo explorado no mundo da gastronomia há um bom tempo. Ele é uma versão mais concentrada de polifenois e antioxidantes que o chá verde, mesmo vindo da mesma planta, a Camellia Sinensis. O matchá suporta temperaturas altas, tanto que é usado tradicionalmente nos chás, e por isso mantém esses nutrientes mesmo após usarmos em preparos como bolos e cremes.

Essa versão com limão ficou deliciosa e leve, pois a base do bolo é pão de ló tradicional que eu já ensinei aqui, além de ser integral. Vocês vão adorar! Vale comer acompanhado de um café ou até mesmo de um chá.

Ingredientes

4 ovos

4 colheres (de sobremesa) de farinha de trigo integral

4 colheres (de sobremesa) de açúcar mascavo ou adoçante xilitol ou stevia (o que você preferir)

1 colher (de chá) de fermento em pó

1 colher (de sobremesa) rasa de matchá em pó Sumo de

1 limão.

Modo de preparo

1-Em uma batedeira, coloque os ovos e deixe bater até que triplique de volume. Sem desligar a batedeira, coloque o açúcar e deixe bater por mais 5 minutos em velocidade média a alta;

2-Desligue a batedeira, coloque devagar e misturando sempre com uma espátula a farinha de trigo e o sumo de limão. Pode intercalar, colocando um pouco de farinha, depois o sumo, e por fim o restante de farinha. O segredo para a massa ficar leve é realmente manter o aerado dos ovos em neve;

3-Por último, misture o fermento e o matchá;

4- Coloque a massa em uma forma untada e asse no forno pré-aquecido a 180 graus por 30 minutos ou até que as bordas do bolo desgrudem da forma.

Fonte: VivaBem uol

Continuar lendo NUTRIÇÃO: SAIBA COMO PREPARAR UM DELICIOSO BOLO FOFO DE LIMÃO COM MATCHÁ

SAIBA QUAIS AS DATAS PRA REGULARIZAÇÃO DE CNHs, VEÍCULOS E RECURSOS DE AUTUAÇÃO NO DETRAN- RN

Fique atento: Detran retoma prazos para regularização de CNHs, veículos e recurso de autuações; veja datas

Redação / Portal da Tropical

 – Atualizado em: 

Foto: Divulgação / Detran-RN

O Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) retoma os prazos de processos e de procedimentos referentes a Habilitação de Condutores, Registro de Veículos e autuações de infrações de trânsito no estado do Rio Grande do Norte. A Deliberação nº 233/2021 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) determina uma retomada e apresenta os cronogramas com prazos de renovações.

No caso de registro e licenciamento de veículos novos adquirido no período de 12 de fevereiro deste ano, o emplacamento deve ser feito até o dia 31 de agosto próximo. Já em relação a transferência de propriedade de veículos adquiridos entre o dia 29 de janeiro de 2021 e 1º de agosto de 2021 deve ser efetuada até 30 de setembro deste ano.

Outro ponto destacado na Deliberação do Contran são os prazos para renovação das CNHs e ACCs vencidas nos anos de 2020 e 2021. As duas situações foram prazos distintos compreendendo como vencidas em 2020:

Meses de fevereiro, março e abril (renovação até 31 de agosto de 2021);

Maio, junho e julho (renovação até 30 de setembro de 2021);

Agosto, setembro e outubro (renovação até 31 de outubro de 2021);

Novembro (renovação até 30 de novembro de 2021); e dezembro (renovação até 31 de agosto de 2021).

Para os CNHs e ACCs vencidas durante este ano de 2021 , os prazos acordados para as renovações começarão a valer a partir de janeiro de 2022, seguindo o seguinte cronograma:

Vencidas em janeiro (renovação até 31 de janeiro de 2022),

Vencidas em fevereiro (renovação até 28 de fevereiro de 2022);

Vencidas em março (renovação 31 de março 2022);

Vencidas em abril (renovação até 30 de abril 2022);

Vencidas em maio (até 31 de maio 2022);

Vencidas em junho (renovação até 30 de junho 2022);

Vencidas julho (renovação até 31 de julho 2022);

Vencidas em agosto (renovação até 31 de agosto 2022);

Vencidas em setembro (renovação até 30 de setembro 2022);

Vencidas em outubro (renovação até 31 de outubro 2022);

Vencidas em novembro (renovação até 30 de novembro 2022);

Vencidas em dezembro (até 31 de dezembro 2022).

A Deliberação contempla ainda a retomada dos prazos de defesas das notificações de autuação de trânsito. Nesse quesito, as notificações de autuações e de penalidades expedidas com dados finais de apresentação de defesa prévia, de indicação de condutor ou de recurso previsto para o período de 1º de março a 02 de agosto deste ano, ficam prorrogadas até o dia 31 de agosto próximo. O mesmo prazo é solicitado como notificações nos processos de suspensão do direito de dirigir e cassação do documento de habilitação expedidas nesse período.

A Direção-Geral do Detran programou uma retomada dos prazos levando em consideração critérios para não gerar aglomerações dentro das unidades e concedendo ao usuário o tempo para que a regularização seja realizada sem atropelo. Todos os serviços devem ser agendados pelo site do Detran (www.detran.rn.gov.br), pois todo e qualquer atendimento só ocorre agendamento prévio.

Continuar lendo SAIBA QUAIS AS DATAS PRA REGULARIZAÇÃO DE CNHs, VEÍCULOS E RECURSOS DE AUTUAÇÃO NO DETRAN- RN

UTILIDADE PÚBLICA: SAIBA QUAIS AS REGRAS PARA REABERTURA DE EVENTOS COM 150 PESSOAS NO RN

Eventos sociais com até 150 pessoas estão liberados no RN a partir desta sexta-feira; veja regras e calendário de reabertura

A realização de eventos sociais, como shows e festas com até 150 pessoas a partir desta sexta-feira (23), de acordo com calendário de abertura de atividades do Governo do Estado. Apesar disso, a liberação está condicionada à situação da pandemia em cada cidade potiguar. De acordo com as regras estabelecidas pelo governo, os eventos só estão liberados em municípios com indicador composto na cor verde.

O último levantamento semanal publicado pela Secretaria Estadual de Saúde, no dia 20 de julho, apontou que mais da metade das cidades potiguares estão na cor verde. Essa é a primeira etapa do calendário de reabertura de eventos sociais publicado em decreto no mês de junho. (A ATUALIZAÇÃO PODE SER VISTA AQUI).

O decreto já havia permitido a realização de eventos técnicos e científicos e a reabertura de cinemas, teatros, entre outras casas culturais – esses eventos chegam nesta sexta (23) à 3ª fase de reabertura, com limitação de 60% da capacidade ou 450 pessoas.

Veja calendário de reabertura dos eventos sociais

Fase 1 – A partir de 23 julho de 2021, com ocupação máxima de 20% da capacidade do local, limitada à frequência máxima de 150 pessoas;

Fase 2 – A partir de 06 de agosto 2021, com ocupação máxima de 40% da capacidade do local, limitada à frequência máxima de 300 pessoas;

Fase 3 – A partir de 20 de agosto de 2021, com ocupação máxima de 60% da capacidade do local, limitada à frequência máxima de 450 pessoas;

Fase 4 – A partir de 03 de setembro de 2021, com ocupação máxima de 80% da capacidade do local, limitada à frequência máxima de 600 pessoas;

Fase 5 – A partir de 17 de setembro de 2021, permitida a ocupação de 100% da capacidade do local.

Fonte: Blog do BG

Continuar lendo UTILIDADE PÚBLICA: SAIBA QUAIS AS REGRAS PARA REABERTURA DE EVENTOS COM 150 PESSOAS NO RN

SAIBA MAIS SOBRE O SENADOR ESCOLHIDO PARA CHEFIAR A CASA CIVIL

Quem é Ciro Nogueira, senador escolhido para chefiar Casa Civil

Ida de nome forte do Centrão para o Executivo também deixará uma cadeira aberta na CPI da Pandemia, a ser ocupada por Luiz Carlos Heinze

Giovanna Galvani, da CNN, em São Paulo

22 de julho de 2021 às 18:51

Senador Ciro NogueiraSenador Ciro Nogueira
Foto: WILTON JUNIOR/ESTADÃO CONTEÚDO

A nomeação do senador Ciro Nogueira (PP-PI) como novo ministro-chefe da Casa Civil é, agora, questão de tempo. O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) confirmou nesta quinta-feira (22) ter escolhido um dos titulares da CPI da Pandemia para um dos cargos mais relevantes do Executivo federal, em substituição a Onyx Lorenzoni (DEM-RS).

Ciro Nogueira, 52 anos, é piauiense, empresário e formado em Direito pela PUC-RJ. Atualmente, exerce o segundo mandato como senador, já foi deputado federal por quatro termos seguidos e é presidente nacional do Progressistas, partido do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e antiga legenda de Bolsonaro em seus anos de deputado federal.

Herdeiro da Arena — partido de sustentação do regime militar —, o Progressistas de Ciro Nogueira é uma das siglas que integra o Centrão, o grupo de partidos que participa sistematicamente de todos os governos eleitos na Nova República.

Segundo informações da âncora Daniela Lima, da CNNa articulação por Ciro Nogueira na Casa Civil tem sido vista como um prenúncio da futura filiação do presidente ao PP em direção às eleições 2022, já que Bolsonaro ainda está sem legenda para concorrer à reeleição.

Antes de possíveis parcerias, porém, Ciro Nogueira chega ao governo em um momento de grande desgaste do Executivo com o Senado, especialmente devido à CPI da Pandemia, com o objetivo de pavimentar o caminho entre o Planalto e o Congresso em direção a uma relação mais sólida.

Experiente, Nogueira passará a ocupar o que Bolsonaro nomeou de “ministério mais importante” justamente pelo papel de interlocução previsto a quem ocupa essa cadeira — e o trânsito do senador entre legendas é grande.

Reeleito senador em 2018 em coligação com o PT, Nogueira declarou naquela eleição mais de R$ 23 milhões em bens e tem como primeira suplente sua mãe, Eliane — que assumiria como senadora com a ida do filho para o cargo no Planalto.

Apoiador de Dilma Rousseff (PT), Ciro Nogueira votou pelo impeachment da ex-presidente. Ao justificar a mudança de posição na época, o senador disse ter tentado chegar a uma solução que preservasse a estabilidade do governo Dilma, mas que isso foi “inútil” diante da expressiva votação pela abertura do processo na Câmara.

Em entrevista de 2017 resgatada recentemente por parlamentares da oposição, Nogueira afirma que o ex-presidente Lula (PT) foi “o melhor presidente da história desse país” e que não se via “votando contra o Lula” em uma eleição. Já em 2018, Nogueira declarou apoio ao candidato petista Fernando Haddad na disputa contra Bolsonaro.

O nome de Nogueira também aparece nos desdobramentos da Operação Lava Jato, a qual o senador hoje critica como denúncias que visavam a “criminalização da política”.

Em 2020, a Procuradoria-Geral da República denunciou Nogueira e afirmou que ele teria recebido R$ 7,3 milhões em “vantagens indevidas” da construtora Odebrecht.

A defesa de Ciro Nogueira afirmou, em nota, que “as primeiras denúncias apresentadas formalmente contra o Senador Ciro Nogueira perante o Supremo foram completamente rechaçadas pela Corte, que tem se posicionado firmemente contra os excessos nas delações e contra essa criminalização da política”.

“No inquérito 4407, que investigou supostos pagamentos pela Odebrecht, o que existe é apenas a versão dos delatores, que não se sustenta em nenhum outro elemento de corroboração. E que hoje já estão desmoralizados. O mesmo ocorre em relação ao inquérito 4736, que investiga fatos decorrentes tão somente da colaboração da JBS”, disse o advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, que defende o senador.

De acordo com a Lei Complementar 64/90, ocupantes de cargos de ministro de Estado precisam se desincompatibilizar do posto seis meses antes das eleições.

Assim, se Ciro Nogueira desejar se candidatar a algum cargo no pleito de 2022, precisa deixar o cargo de ministro no início de abril do ano que vem.

Repercussão

O nome de Nogueira para a Casa Civil tem sido aprovado pela base governista em declarações públicas.

No Twitter, o líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), afirmou que o piauiense “reúne as credenciais para ampliar o apoio ao governo, avançar com a agenda econômica e contribuir para a construção de políticas públicas”.

Já o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta quinta-feira que “é natural que haja uma reacomodação de forças políticas” para o reforço da base parlamentar do presidente.

O ministro não pareceu incomodado com a recriação da pasta. “Aparentemente, teve um convite ao senador Ciro Nogueira, que tem sido um grande apoiador das nossas reformas, tem nos ajudado muito no Senado, é um profissional de política. Então, ele estaria entrando na Casa Civil, que sempre foi, tradicionalmente, um cargo ocupado por políticos. É um movimento político natural”, afirmou.

Para o ex-presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), a futura nomeação de Nogueira é “um ponto positivo para o governo”, já que, com isso, a “chance de impeachment vai a zero”, declarou à analista de política da CNN Basília Rodrigues. “Acho que o governo marcou um gol com Ciro e marcou dez gols contra com a nomeação do Onyx. Coitado dos brasileiros que estão desempregados”, diz ao se referir à recriação do Ministério do Trabalho, a ser ocupado por Onyx Lorenzoni.

Mudanças na CPI

Na CPI da Pandemia, o movimento de Ciro Nogueira fará com que um novo senador assuma uma cadeira titular na comissão: o senador Luiz Carlos Heinze (PP-RS), um defensor ativo do governo federal e de políticas como o uso do “tratamento precoce” no combate ao coronavírus.

A entrada de Heinze, no entanto, não deve mudar muito a dinâmica da ala governista na CPI, avalia o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), um dos membros da bancada independente.

“O Ciro [como] ministro não muda nada, já é um grupo que está na base do governo. Apenas removeu o intermediário. Já Heinze tem uma atuação presente na CPI e deve continuar na mesma linha”, afirmou.

Fonte: CNN

Continuar lendo SAIBA MAIS SOBRE O SENADOR ESCOLHIDO PARA CHEFIAR A CASA CIVIL

SAIBA QUAIS OS PRÓXIMOS MINISTROS DO STF À SE APOSENTAREM APÓS MARCO AURÉLIO

Após Marco Aurélio, veja quem são os próximos ministros do STF a se aposentar

Ministro indicado por Fernando Collor de Mello permaneceu 31 anos na Suprema Corte

Giovanna Galvani, da CNN, em São Paulo*
Atualizado 12 de julho de 2021 às 09:04
Marco Aurélio Mello Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello
Foto: Rosinei Coutinho / SCO / STF / CP

Marco Aurélio Mello encerra nesta segunda-feira (12) uma carreira de 31 anos como ministro do Supremo Tribunal Federal. Indicado em 1990 pelo ex-presidente Fernando Collor de Mello, o ministro completa 75 anos neste dia e, por regras do regimento da casa, terá aposentadoria compulsória.

A saída do decano deixa em aberto uma das 11 cadeiras da Suprema Corte, que renova-se com novas indicações feitas pelos presidentes. Em outubro de 2020, o então ministro Celso de Mello deixou o posto pouco antes de completar a idade máxima para exercer a função, e teve como substituto Kássio Nunes Marques, o primeiro indicado de Jair Bolsonaro (sem partido) para o Supremo.

Esta é a última troca de ministros até as Eleições 2022, o que significa que Bolsonaro indicará apenas mais um candidato para o Supremo, ao menos em seu primeiro mandato. O nome aventado para substituir Marco Aurélio é o do atual Advogado-Geral da União André Mendonça, citado por Bolsonaro em uma reunião ministerial como seu escolhido. Para passar a integrar a Corte, Mendonça deve ser sabatinado e aprovado pela maioria do Senado Federal.

A idade de 75 anos como limite para aposentadoria compulsória do serviço público está em vigor desde 2015, na época do governo Dilma Rousseff (PT). Naquela ocasião, com a base governista em avançado processo de esfacelamento, a Câmara dos Deputados, sob liderança do então presidente Eduardo Cunha, aprovou a ampliação de 70 para 75 anos a idade de aposentadoria compulsória.

Na prática, a proposta de Emenda à Constituição retirou de Dilma as chances de nomear mais quatro ministros que se aposentariam até 2018. Entretanto, o tema voltou ser discutido entre parlamentares da base de apoio a Bolsonaro. A deputada Bia Kicis (PSL-DF) apresentou uma nova PEC para revogar a regra em vigor e restabelecer a idade de 70 anos como limite, ampliando o número de indicações que poderiam ser feitas por Bolsonaro.

Além da idade, os ministros também podem ser substituídos se pedirem por aposentadoria antecipada – como ocorreu com Celso de Mello em 2020 e Joaquim Barbosa em 2014 – ou se vierem a óbito, caso do ex-ministro Teori Zavascki, morto em um acidente de avião em 2017.

Próximos ministros do Supremo a se aposentar por critérios de idade

– Ricardo Lewandowski: maio de 2023 (indicado por Lula em 2006)

– Rosa Weber: outubro de 2023 (indicada por Dilma em 2011)

– Luiz Fux: abril de 2028 (indicado por Dilma em 2011)

– Cármen Lúcia: abril de 2029 (indicada por Lula em 2006)

– Gilmar Mendes: dezembro de 2030 (indicado por FHC em 2002)

– Edson Fachin: fevereiro de 2033 (indicado por Dilma em 2015)

– Luís Roberto Barroso: março de 2033 (indicado por Dilma em 2013)

– Dias Toffoli: novembro de 2042 (indicado por Lula em 2009)

– Alexandre de Moraes: dezembro de 2043 (indicado por Temer em 2017)

– Nunes Marques: maio de 2047 (indicado por Bolsonaro em 2020)

*Com informações de Leonardo Lellis, da CNN, em São Paulo

Continuar lendo SAIBA QUAIS OS PRÓXIMOS MINISTROS DO STF À SE APOSENTAREM APÓS MARCO AURÉLIO

SAÚDE: SAIBA QUAIS OS TIPOS SANGUÍNEOS E A RELAÇÃO COM AS DOENÇAS

Conhece as diferenças entre os tipos sanguíneos e a relação com doenças?

 Marcelo Testoni

Colaboração para VivaBem*

05/07/2021 04h00

Conhece as diferenças entre os tipos sanguíneos e a relação com doenças? - 05/07/2021 - UOL VivaBem

São muitos os tipos sanguíneos e quem os descobriu foi o médico e cientista austríaco Karl Landsteiner. No início do século 20, ele teve a ideia de misturar gotas de seu sangue e de outros colegas em laboratório, notando que as combinações causavam, ou não, a aglutinação dos glóbulos vermelhos. A partir daí obteve o sistema “ABO” e o Nobel de Medicina em 1930. ”

Os grupos sanguíneos são classificados através da existência de proteínas específicas nas membranas das hemácias e que se expressam como antígenos ou aglutinogênios”, explica Ariette Luize Pires, hematologista do Hospital Português, em Salvador.

Quando existe a presença dos antígenos A na superfície das hemácias, o sangue é classificado como tipo A. Quando existe a presença dos antígenos B, o sangue é tipo B. Quando presentes os antígenos A e B, o sangue é tipo AB. Agora, quando não existe a presença nem do antígeno A nem do antígeno B na superfície das hemácias, o sangue é classificado como tipo O ou zero”.

Por isso não se pode transfundir sangue em alguém sem saber seu tipo, as reações são graves. Para identificar é realizada uma tipagem sanguínea, processo de coleta e análise do sangue.

Sobre os sinais + ou – do tipo sanguíneo, a médica complementa que quando existe a presença de um outro antígeno no sangue, o D, esse é classificado como fator Rh positivo. Não estando presente, o sangue é fator Rh negativo. Rh vem de rhesus, macacos usados em testes iniciais.

Quem doa para e recebe de quem?

O sangue do tipo A é um dos mais comuns, sobretudo na Europa, onde está presente na maioria da população de países como Portugal, Suíça e Noruega, por exemplo. Sua maior frequência, porém, ocorre em algumas populações aborígenes da Austrália e de indígenas de Montana, nos Estados Unidos.

Se for A+ pode doar para AB+ e A+ e receber doação de A+, A-, O+ e O-. Já o tipo A- pode doar para A+, A-, AB+ e AB- e receber de A- e O-.

O segundo tipo de sangue, o B, ao contrário de A, é menos disseminado. “No Brasil é muito raro, não passa de 8% da população. No entanto, é mais comum na Ásia Central e em algumas regiões da Índia”, informa Fábio Pires dos Santos, hematologista da BP – A Beneficência Portuguesa de São Paulo, esclarecendo que os tipos sanguíneos são determinados pelos genes e sua disseminação ocorreu com as migrações humanas pelo mundo por milhares de anos.

Por conter anticorpos contra A, B só pode receber doação de sangue de pessoas do tipo B ou O. Assim, B+ recebe de B+, B-, O+ e O- e doa para B+ e AB+. Quanto a B-, recebe de B- e O- e doa para quem é B+, B-, AB+ e AB-.

Se B é um sangue raro, AB é mais raro ainda. Paquistão, Japão e as duas Coreias são os países que mais o concentram, mesmo assim fica em torno de 10% de suas respectivas populações. Como não possui anticorpos em seu plasma, é compatível com sangue de qualquer tipo, mas com algumas limitações.

AB+ só doa para AB+ e recebe de todos (A+, A-, B+, B-, AB+, AB-, O+, O-). No entanto, AB- pode doar para AB+ e AB-, mas só aceita receber se for A-, B-, O- e AB-.

Quanto ao tipo O, ele lidera em praticamente todo o mundo. Em Chile, Egito, Mongólia, Zimbábue ultrapassa 50% entre as populações. Não à toa também seja o doador universal. Porém, possui anticorpos anti-A e anti-B, só podendo receber sangue do mesmo tipo.

O+ doa para A+, B+, O+ e AB+ e recebe de O+ e O-. Já O- doa para A+, B+, O+, AB+, A-, B-, O- e AB- (todos) e recebe de volta apenas O-.

Maneiras de descobrir o seu

Os exames básicos para se descobrir o tipo sanguíneo (tipagem sanguínea ABO e Rh) são realizados pela maioria dos laboratórios de análises clínicas, utilizando produtos reagentes que identificam a presença dos antígenos que definem se os glóbulos vermelhos são A, B ou AB, incluindo fator Rh. E na ausência de antígenos A e B, conclui-se que as hemácias são do tipo O.

Deve sempre ser feita a tipagem das grávidas e dos bebês quando nascem, pois embora hoje em dia tenhamos medicações para prevenir a incompatibilidade sanguínea entre mãe e feto, esse problema pode levar a graves consequências [como aborto], se não detectado”, ressalta Carolina Kassab Wroclawski, hematologista pelo Hospital Israelita Albert Einstein e da clínica de oncologia médica Clinonco (SP).

É o teste do pezinho o exame que identifica o tipo sanguíneo de um recém-nascido. Mas em qualquer idade pode ser realizada uma tipagem, seja para detectar alguma doença ou em um check-up, por exemplo.

Em todos os testes é realizada a contraprova. Já nos bancos de doação de sangue há recursos mais avançados, para definir outros sistemas de grupos sanguíneos e incluir testes adicionais que têm por implicação aumentar a segurança das transfusões.

Por falar em segurança, atualmente muitos estudos também tentam compreender a relação entre os tipos sanguíneos e doenças. Principalmente após cientistas europeus publicarem em 2020, no periódico científico The New England Journal of Medicine, que o tipo sanguíneo A pode elevar o risco de sintomas graves e complicações da covid-19.

O problema em si não seria o sangue, mas, sim, alterações genéticas contidas nele relacionadas a uma resposta inflamatória do organismo.

Mas o tema é recente e por isso mais estudos estão e devem ser desenvolvidos a respeito. De acordo com André Marinato, hematologista pelo HCFMRP-USP (Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo) e consultor da Central Nacional Unimed, também já foi relatado pela American Heart Association que em pessoas dos tipos A e B a frequência de tromboses e doenças cardiovasculares é maior quando comparada com o grupo sanguíneo O. Assim como também a probabilidade para ter câncer de estômago.

Em se tratando do grupo O, Ariette Pires complementa que, em escala populacional (quando se observa e compara entre milhares de pessoas) e em pequeno grau de magnitude, estaria relacionado a uma predisposição aumentada para úlceras gástricas, tumores gastrointestinais e risco acrescido a agentes infecciosos.

Em contrapartida, a proteção contra malária seria mais eficiente. Já no grupo B, câncer de ovário e pâncreas, assim como em AB, onde a propensão de se ter problemas de memória e AVC sugere também ser maior.

No entanto, isso não comprova relação de causa e efeito, ou seja, não se pode afirmar que o tipo sanguíneo é protetor ou causador de doenças, apenas que existem correlações, e a origem delas ainda precisa ser descoberta”, aponta Marinato.

Os grupos sanguíneos poderiam servir de triagem inicial para medidas personalizadas de promoção de saúde e prevenção de doenças. Porém, estamos no começo. Até lá, é importante ressaltar que controlar fatores de risco reduz a incidência de doenças, independente do tipo sanguíneo”, finaliza o hematologista do HC de Ribeirão Preto.

A doação de sangue é um gesto solidário de doar uma pequena quantidade do próprio sangue para salvar a vida de pessoas que se submetem a tratamentos e intervenções médicas de grande porte e complexidade, como transfusões, transplantes, procedimentos oncológicos e cirurgias.

Além desses casos, o sangue também é indispensável para que pacientes com doenças crônicas graves —como doença falciforme e talassemia— possam viver por mais tempo e com mais qualidade, além de ser de vital importância para tratar feridos em situações de emergência ou calamidades.

Uma única doação pode salvar até quatro vidas. Faça sua parte, independentemente de parentesco entre o doador e quem receberá a doação.

Podem doar sangue pessoas entre 16 e 69 anos e que estejam pesando mais de 50 kg. Além disso, é preciso apresentar documento oficial com foto e menores de 18 anos só podem doar com consentimento formal dos responsáveis.

Pessoas com febre, gripe ou resfriado, diarreia recente, grávidas e mulheres no pós-parto não podem doar temporariamente. No caso de covid-19, o critério mundialmente aceito é 30 dias após a melhora dos sintomas.

O procedimento para doação de sangue é simples, rápido e totalmente seguro. Não há riscos para o doador, porque nenhum material usado na coleta do sangue é reutilizado, o que elimina qualquer possibilidade de contaminação.

Para doar sangue, basta procurar as unidades de coleta de sangue, como os Hemocentros da sua cidade, para checar se você atende aos requisitos necessários para a doação.

Existem impedimentos temporários e também impedimentos definitivos. No mais, basta estar imbuído pelo desejo de ajudar o próximo.

Fonte: VivaBemuol

Continuar lendo SAÚDE: SAIBA QUAIS OS TIPOS SANGUÍNEOS E A RELAÇÃO COM AS DOENÇAS

SAÚDE: SAIBA QUAIS OS 7 BENEFÍCIOS DO ARROZ

É saudável consumir arroz todo dia? Veja 7 benefícios do cereal. 

Samantha Cerquetani

Colaboração para o VivaBem

05/07/2021 04h00

Getty Images/iStockphotoImagem: Getty Images/iStockphoto

O arroz é bastante consumido nas principais refeições em todo o mundo, mas aqui seu maior sucesso é na dupla com o feijão. A preferência pelo cereal tem explicação: é muito versátil, tem sabor neutro, ou seja, combina com diversos alimentos e temperos, pode ser consumido todos os dias e ainda tem uma textura macia e é fácil de ser digerido.

Há diversos tipos de arroz, mas os mais consumidos são o branco e o integral. Ambos são fontes de carboidrato, cálcio, magnésio, fósforo, potássio e selênio. Além disso, têm pequenas quantidades de proteínas e fibras. Quanto às calorias, em 100 g do alimento integral cozido sem sal e óleo há 108 kcal; já na mesma quantidade de arroz branco temos 131 kcal.

De acordo com Marcella Garcez, nutróloga e diretora da Abran (Associação Brasileira de Nutrologia), apostar nas versões integral ou com grãos e prepará-lo com temperos frescos, ervas, especiarias e preferencialmente com pouco sal deixa o prato ainda mais nutritivo e saudável.

Além disso, vale investir na combinação brasileira com feijão ou com lentilha, ervilha e favas, para ingerir proteínas completas. “Dessa forma, aumentam os benefícios. É um erro cortar o arroz da dieta por acreditar que ele engorda. O consumo moderado é muito importante para o organismo”, destaca Patrícia Modesto, nutricionista do Hospital São Camilo.

A seguir, veja os principais benefícios do arroz e as diferenças entre o branco e o integral.

1. Aumenta a energia

O arroz, assim como os outros cereais, é uma fonte de carboidrato, e sua maior função é fornecer energia ao organismo. Muita gente ainda acredita que os carboidratos são vilões da alimentação e apenas engordam. No entanto, esse nutriente fornece energia para o cérebro e o corpo realizarem suas atividades diárias, por isso cortar o carboidrato de vez pode prejudicar o metabolismo. Em 100 g de arroz branco há 30 g de carboidratos, e no integral temos 23,5 g.

2. Previne doenças cardiovasculares

O arroz integral possui um composto chamado lignana, que protege contra as doenças cardíacas. Isso porque reduz a quantidade de gordura no sangue e controla a pressão arterial e a inflamação nas artérias. Diversos estudos apontam que consumir grãos integrais como o arroz diminui o risco de problemas no coração.

3. Ajuda no funcionamento do intestino

Consumir regularmente arroz nas refeições ajuda no funcionamento intestinal. Esse benefício ocorre por conta da presença das fibras no alimento, que melhoram o trânsito intestinal e facilitam a eliminação das fezes. Em 100 g do arroz integral há 2,12 g de fibras; já no branco encontramos 1,2 g.

4. Reforça a imunidade

As fontes de fibras solúveis e insolúveis presentes no arroz mantêm o equilíbrio da microbiota intestinal. Ter um intestino saudável ajuda a melhorar as defesas do organismo contra agentes causadores de doenças. Além disso, o arroz contém minerais como zinco e selênio, que contribuem com o bom funcionamento do sistema imune.

5. Controla o colesterol “ruim”

Mais uma vez as fibras são responsáveis por esse benefício. Elas evitam que o colesterol consumido seja decomposto e digerido mais rapidamente. Elas carregam as moléculas de gordura para o bolo fecal, ajudando a eliminá-las por meio das fezes. Sendo assim, incluir arroz na dieta diminui a quantidade de colesterol considerado “ruim” (LDL) para o organismo.

6. Reduz os níveis de açúcar no sangue

Devido à presença do magnésio e das fibras, o consumo regular de arroz integral ajuda a diminuir os níveis de açúcar no sangue, o que reduz o risco de desenvolver diabetes do tipo 2.

7. Fácil de ser digerido

O arroz é um alimento de fácil digestão. Tanto o branco quanto o integral são alimentos que podem ser ingeridos todos os dias e não pesam no estômago. Por isso, muitas vezes, são alimentos indicados para pessoas que estão doentes, com enjoos ou diarreia, por exemplo.

O arroz integral é mais saudável do que o branco?

Sim. De acordo com os especialistas entrevistados por VivaBem, o arroz integral tem mais nutrientes e maior quantidade de fibras quando comparado com o branco (veja tabela comparativa abaixo).

A diferença nutricional pode ser considerada pequena, mas como o arroz branco passa por um processamento, perde-se parte dos nutrientes, minerais e vitaminas. “A grande diferença entre o arroz branco e integral é a quantidade de fibras, muito maior no integral. E também a presença de alguns minerais como fósforo e potássio em quantidades maiores. Quanto às fibras, o arroz branco tem muito pouco e 100 g de arroz integral já oferece 10% da recomendação diária de fibras alimentares, portanto é uma boa fonte”, diz Garcez.

Mas não há nada de errado em variar o consumo entre os tipos de arroz e evitar a monotonia alimentar.

Formas de preparo e como consumir

Geralmente, o arroz é preparado com ingredientes simples do dia a dia como água, sal, cebola e alho. “A melhor forma de preparo do arroz é evitar usar gorduras saturadas e temperos prontos. O ideal é deixar de lado os industrializados que prometem agilizar o preparo, mas contêm sódio em excesso”, destaca Gisele Cerqueira, nutricionista do Hospital Teresa de Lisieux (BA).

Além do preparo tradicional, é possível variar bastante nas receitas. Ao cereal, podem ser incluídos vegetais como cenourabrócolisbeterraba e abobrinha. O cereal também é ingrediente de risotos, bolinhos, tortas, massas, panquecas e sopas. Há ainda o arroz de forno, uma preparação bastante popular.

Cerqueira ainda indicou um preparo de arroz branco com linhaça:

Ingredientes

  • 1 xícara (chá) de arroz branco
  • 1 colher (de sopa) de linhaça dourada
  • 2 dentes de alho
  • 1/2 cebola picada
  • 1 fio de azeite
  • 2 xícaras (chá) de água

Modo de preparo

Refogue o arroz com todos os ingredientes. Adicione a água em fogo baixo. Quando estiver soltinho, desligue o fogo.

Riscos e quantidade ideal

O arroz é considerado um alimento seguro para a maioria das pessoas. Uma questão que já foi levantada é sobre a quantidade de arsênico presente no cereal e se isso poderia ser prejudicial. Mas diversos estudos apontam que a quantidade encontrada está bem abaixo do limite estabelecido e não causa riscos à saúde.

Por ser fonte de carboidrato, a única recomendação é não exagerar no consumo para evitar o ganho de peso. Em relação à quantidade ideal, ela varia de acordo com o indivíduo. Um adulto saudável, por exemplo, pode ingerir cerca de 5 colheres (de sopa) por refeição.

O arroz não oferece todos os aminoácidos e ácidos graxos essenciais, nem mesmo vitaminas e minerais em quantidades diárias necessárias. Por isso, é fundamental que acompanhe outros alimentos como leguminosas, vegetais e carnes.

“Vale ressaltar que existem outras opções de carboidratos que devem ser consideradas no consumo diário. Nesses casos, deve-se reduzir em 2 colheres (de sopa) de arroz para não exagerar na quantidade de carboidratos em uma única refeição”, diz Modesto.

Propriedades nutricionais

A seguir, veja as propriedades nutricionais de uma porção (100 g) dos alimentos:

Arroz branco cozido sem sal ou óleo

Calorias: 131 kcal
Carboidratos: 30 g
Proteínas: 2,38 g
Fibras: 1,20 g
Cálcio: 5,17 mg
Ferro: 0,33 mg
Magnésio: 24,1 mg
Fósforo: 19,7 mg
Potássio: 17,4 mg
Selênio: 1,70 mcg
Vitamina E: 0,03 mg

Arroz integral cozido sem sal ou óleo

Calorias: 108 kcal
Carboidratos: 23,5 g
Proteínas: 2,44 g
Fibras: 2,12 g
Cálcio: 2,02 mg
Ferro: 0,10 mg
Magnésio: 22, 8 mg
Fósforo: 41 mg
Potássio: 29,1 mg
Selênio: 0,81 mcg
Vitamina E: 0,19 mg

Referência: TBCA (Tabela Brasileira de Composição de Alimentos).

Fonte: VivaBemuol
Continuar lendo SAÚDE: SAIBA QUAIS OS 7 BENEFÍCIOS DO ARROZ

SAÚDE: SAIBA QUAIS OS CUIDADOS COM A SAÚDE QUE UM IDOSO COM PARCEIRO MUITO JOVEM DEVE TOMAR

Idoso com parceiro muito jovem? É bom tomar alguns cuidados com a saúde

Idoso com parceiro muito jovem? É bom tomar alguns cuidados com a saúde - 02/07/2021 - UOL VivaBem

Amor e atração não têm idade. Mas quando o assunto é o envolvimento de um idoso, seja homem ou mulher, com um parceiro 20, 30, 40 anos mais jovem, é preciso que ambos estejam cientes que, cedo ou tarde, sua saúde e disposição vão interferir na dinâmica da relação.

Claro que a sociedade e a tecnologia em prol da medicina avançaram muito e os tratamentos de reposição hormonal e medicações para impotência ajudam os idosos a não ficarem para trás.

Entretanto, ainda assim a demanda de um parceiro jovem é diferente da de um parceiro maduro”, aponta Paulo Camiz, geriatra e professor do HC-FMUSP (Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo).

Segundo ele, sobre sexualidade, os jovens são naturalmente muito mais ativos e podem transmitir ISTs (infecções sexualmente transmissíveis) que o idoso pode supor que pela idade não pega mais. Um grande equívoco.

Dados do Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde sobre HIV/Aids, publicado em 2018, apontam que o número de pacientes com mais de 60 anos diagnosticados com HIV em 2007 era de 168. Em 2018, 627.

O último boletim, de 2020, reportou 38,5% de aumento no coeficiente de mortalidade por Aids em idosos de ambos os gêneros nos últimos dez anos. Para a maioria, o assunto sexo, o que inclui buscar informações e usar camisinha, ainda é tabu….

Alertas à saúde física e mental

Idosos são mais vulneráveis às ISTs —o impacto delas costuma ser maior no organismo deles do que em jovens—, por conta das mudanças biológicas inerentes ao envelhecimento e do aparecimento de doenças crônicas, como diabetes, hipertensão e alterações no colesterol.

O geriatra Camiz aponta que quando a diferença etária é muito alta, o mais velho também tende a se cobrar muito mais em termos estéticos e de desempenho físico e pode se prejudicar.

Se tomar remédio para o coração, a associação de nitrato, presente em muitas fórmulas, com o Viagra, por exemplo, pode causar queda brusca de pressão, AVC, infarto e até a morte…

Por isso, para tomar a pílula azul, é preciso se consultar com um médico. A indicação também vale para os idosos que desejam frequentar academia e se suplementar.

Alimentação, expectativas, rotina —o que inclui horários para acordar e dormir e ritmo para cumprir tarefas dento e fora da relação— devem ser alinhados considerando particularidades.

Para a saúde e o casal não serem prejudicados, ainda mais devido a uma eventual projeção paterna, ou de filhos dentro da relação”, explica Yuri Busin, doutor em neurociência do comportamento e diretor do CASME (Centro de Atenção à Saúde Mental  Equilíbrio).

Em se tratando do emocional..

Se com o acúmulo de anos, os idosos podem ter se “blindado” às decepções e desilusões amorosas, por outro lado, eventualmente se aparentam estar muito sensíveis, dependentes, em recuperação de cirurgia ou tratamento de alguma doença de risco, devem ser poupados de discussões, cobranças e situações que possam fazê-los se sentir infantilizados, retrógrados ou inferiorizados, como quando são alvos de comentários ou piadas na frente de outras pessoas.

Se a pessoa se tolheu ao longo da vida inteira com medo de julgamentos, ou para atender expectativas da família e da sociedade, agora envelhecida, mas lúcida, autônoma e com a liberdade de se expressar e ser do jeito que é, não deve ser cerceada”, afirma Natan Chehter, geriatra da SBGG (Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia), acrescentando que para uma relação ser positiva, ambos devem querê-la e se sentirem seguros e felizes um com o outro.

Família deve acompanhar. 

Não é porque se tem mais de 60 anos que é preciso dar satisfações de sua vida íntima para os outros, ainda mais sendo alguém ativo e com as faculdades mentais preservadas..

Porém, filhos e amigos devem participar do que acontece com ele, principalmente para evitar que sofra algum tipo de abuso, coerção ou golpe e saber se tem descuidado da saúde. É esperado inclusive do idoso que namora uma interação maior e não o contrário.

Autora do estudo “Gênero e Velhice”, Edivana dos Santos, psicóloga pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública e mestre pela UFBA (Universidade Federal da Bahia) aponta que, para o idoso, ter alguém representaria melhorias no aspecto social de sua vida.

Ele terá alguém para se relacionar e possivelmente junto com a companheira, outras pessoas se aproximarão, como amigas, familiares e vizinhos, ampliando seu círculo social de amizades”.

Quando isso não ocorre, então é importante um monitoramento, por vezes discreto, com telefonemas, ou até direto, com visitas surpresas, a depender da situação, para evitar que o idoso seja colocado em risco.

Quem está próximo precisa ficar atento a qualquer mudança de comportamento, alterações de humor, tristezas repentinas, perdas de sono, de apetite, apatia, gastos excessivos e uso de álcool e drogas. Podem sinalizar problemas no relacionamento. Por isso, procure ter uma conversa assertiva ou peça ajuda”, orienta Myriam Albers, psicóloga especializada pela Uniad (Unidade de Pesquisa em Álcool e Drogas) e da Clínica Maia (SP)…

Fonte: VivaBem uol

Continuar lendo SAÚDE: SAIBA QUAIS OS CUIDADOS COM A SAÚDE QUE UM IDOSO COM PARCEIRO MUITO JOVEM DEVE TOMAR

SAIBA QUAIS AS AGÊNCIAS DOS CORREIOS QUE PASSARÃO A FUNCIONAR AOS SÁBADOS

Por G1 RN

 

Com caso de Covid-19, Correios de Volta Redonda afasta colaboradores — Foto: Agência BrasilCom caso de Covid-19, Correios de Volta Redonda afasta colaboradores — Foto: Agência Brasil

Os Correios anunciaram que seis agências vão começar a funcionar aos sábados a partir do próximo dia 3 de julho. O horário de atendimento ao público é das 8h30 às 12h.

Segue relação das agências contempladas com endereço e telefone para contato:

  • Agência Câmara Cascudo: Rua Tororós, 141 (3673-5173/4);
  • Agência Cidade Alta: Av. Rio Branco, 538 (3220-2475/6);
  • Agência Nova Descoberta: Av. Norton Chaves, 375 (3673-6090);
  • Agência Pitimbu: R. Rio Juruá, 7694 (3220-2471);
  • Agência Potengi: Av. João Medeiros Filho, 1837 (3220-2478/9);
  • Agência Princesa Isabel: Av. Hermes da Fonseca, 1160 (3220-2568/9).

Além dessas agências, a unidade localizada no CCAB Sul, em Capim Macio, também funciona aos sábados, das 8h às 12h.

Todos os produtos e serviços do portfólio dos Correios estarão disponíveis aos clientes. De segunda a sexta, as agências continuam funcionando das 8h às 17h.

Fonte: G1 RN
Continuar lendo SAIBA QUAIS AS AGÊNCIAS DOS CORREIOS QUE PASSARÃO A FUNCIONAR AOS SÁBADOS

SAIBA QUAIS OS PROCEDIMENTOS PARA RETOMADA DO TURISMO NA EUROPA

Brasileiro que vive na Europa conta como está a retomada do turismo

Estudante mora em Madri e viajou para Roma por quatro dias para visitar pontos turísticos tradicionais do país

INTERNACIONAL

João Melo, Do R7*

Fillipi fez uma viagem de 4 dias para Roma, na Itália

ARQUIVO PESSOAL/FILLIPI ALBUQUERQUE

As restrições adotadas para conter a pandemia de covid-19 no mundo dificultou que brasileiros façam viagens ao exterior. Contudo, quem vive em países onde a vida está retomando a normalidade aos poucos, já consegue cruzar algumas fronteiras. Fillipi Albuquerque se mudou para a Espanha em janeiro deste ano para estudar administração na Universidade Carlos III de Madrid. Após meses sem muitas opções de lazer por conta da pandemia, o estudante conseguiu fazer um pouco de turismo pela Europa aproveitando a diminuição de casos e o avanço da campanha de vacinação.

Junto com uma amiga analisou qual seria um destino interessante para um passeio durante a pandemia e escolheram a Itália por não ter mais tantos espaços fechados.

“Nós demos uma olhada em alguns sites para ver quais atrações estavam abertas e também verificamos se tinha toque de recolher em Roma. Nossa intenção era fazer o máximo de coisas possível em 4 dias, e conseguimos aproveitar bastante a viagem”, diz Fillipi.

As pesquisas para encontrar passagens por um bom preço não exigiram muito da dupla. Segundo o estudante, foi possível encontrar tickets por 5 euros, cerca de 30 reais, para ir de Madri para Roma.

Procedimentos para viajar

O brasileiro conta que precisou realizar alguns procedimentos relacionados à prevenção de contágios da covid-19 antes de iniciar o tour.

O primeiro passo foi responder a um formulário online informando o endereço de hospedagem e quais locais esteve nos últimos dias antes da viagem. Além disso, foi preciso realizar um exame PCR 48 horas antes do embarque, o resultado gera um QR Code que precisa ser apresentado no momento do embarque comprovando a ausência do vírus.

Para voltar à Espanha, além do QR Code, Fillipi precisou apresentar também um exame PCR negativo feito em território italiano. Entretanto, ele conta que a averiguação das informações estava mais rígida do que no início da viagem.

“Os profissionais do aeroporto estavam verificando todas as informações do passaporte e do teste com muito cuidado. Tiveram, inclusive, algumas pessoas que foram barradas no embarque por não apresentarem algum dos documentos ou testes solicitados”, afirma.

O estudante passou um certo perrengue na procura por locais para fazer o PCR na Itália, isso porque esqueceu sobre a necessidade do exame para voltar para casa e não sabia onde realizar o teste.

“Dois dias antes de voltar, nós decidimos procurar clínicas em Roma que fazem o teste. Nós achamos que seria fácil, mas quando começamos a procurar simplesmente não encontramos locais disponíveis em uma lista de laboratórios que pode ser acessada no site do governo. Nós fomos até alguns deles, mas nenhum tinha horário vago.”

Voltando para o hostel, um rapaz que estava hospedado no mesmo local que eles indicou um laboratório onde havia feito o exame. No mesmo dia, o estudante e a colega foram até o local e conseguiram fazer o teste. O resultado saiu à noite e eles conseguiram ter todos os documentos em mãos para voltar a Madri.

Tanto na ida, o uso de máscaras dentro do avião era obrigatório e os comissários de bordo passavam com frequência para verificar se todos estavam usando o equipamento de proteção, mas o brasileiro notou que não houve uma medida rígida sobre o distanciamento entre os passageiros.

O turismo na Itália

O estudante de administração revela que não percebeu muita distinção entre as restrições da Espanha e as que foram encontradas na Itália.  “A maior diferença é em relação ao toque de recolher, uma vez que aqui em Madri já eliminaram essa medida. Na Itália, a restrição começa às 23h e meia hora antes as pessoas já estão voltando para casa.”

Ele afirma que não teve nenhuma experiência negativa relacionada à recepção dos italianos pelo fato de ser estrangeiro e acrescenta que teve uma estadia tranquila em um hostel. Apesar do local estar funcionando com um número reduzido de hóspedes, o quarto em que a dupla ficou foi compartilhado com mais duas pessoas, um italiano e um iraquiano.

Fillipi conta que conseguiu visitar a maioria dos pontos turísticos de Roma, como o Coliseu, a Fontana Di Trevi, as piazzas Di Spagna e Navona e também o Vaticano e as basílicas localizadas na região.

Ele explica que, como a cidade não estava cheia como o habitual, não precisou enfrentar grandes filas e nem comprar ingressos com muita antecedência. No que diz respeito a como os pontos turísticos estão lidando com o período pandêmico, o brasileiro precisou apenas ter a sua temperatura medida e passar álcool em gel para entrar nos espaços.

Após essa primeira experiência de turismo dentro do continente europeu, Fillipi já planeja outras viagens internacionais para serem feitas em breve.

“Dá para viajar tranquilamente para os países que estão com o turismo aberto. Na próxima semana já tenho outra viagem programada, agora para Portugal, mas eu vou de carro, então será um pouco mais tranquilo na questão do transporte.”

 Fonte: R7
Continuar lendo SAIBA QUAIS OS PROCEDIMENTOS PARA RETOMADA DO TURISMO NA EUROPA

UTILIDADE PÚBLICA: SAIBA QUAIS SÃO OS NOVOS PRAZOS PARA CONCESSÃO DE BENEFÍCIOS DO INSS

Concessão de benefícios do INSS fica mais rápida a partir desta quinta; confira os novos prazos

Foto: © Marcello Casal JrAgência Brasil

A partir desta quinta-feira (10) começam a valer os novos prazos para concessão de benefícios do INSS. As novas datas foram fruto de acordo da instituição e de outros órgãos do governo federal com o Ministério Público Federal (MPF) e a Defensoria Pública da União (DPU).

De acordo com o presidente do INSS, Leonardo Rolim, o acordo firmado vai ao encontro das ações que a instituição já vem dotando desde 2020 para reduzir o tempo de espera do segurado. “Contratamos servidores temporários; ampliamos as equipes de análise em 22%; ampliamos o número de benefícios concedidos de forma automatizada; realizamos mutirões para os benefícios mais solicitados, como auxílio-maternidade e pensão por morte, entre outras ações”, afirma.

Caso os prazos não sejam cumpridos, haverá o pagamento de juros de mora ao segurado, e o pedido será encaminhado para a Central Unificada para o Cumprimento Emergencial que terá um prazo de dez dias para a conclusão da análise.

Fonte: Blog do BG

Continuar lendo UTILIDADE PÚBLICA: SAIBA QUAIS SÃO OS NOVOS PRAZOS PARA CONCESSÃO DE BENEFÍCIOS DO INSS

SAIBA QUAIS SÃO OS CINCO PRINCIPAIS PONTOS QUE DEFINIRÃO O FUTURO DO CHILE NAS ELEIÇÕES

Os 5 principais pontos das eleições que definirão o futuro do Chile

Entenda o que está em jogo na votação que irá eleger os responsáveis pela primeira Constituição pós-Pinochet

INTERNACIONAL

 Do R7

ATUALIZADO EM 11/05/2021 – 13H59

Eleição da Assembleia Constituinte é resultado dos protestos que começaram em 2019

ALBERTO VALDÉS / EFE – 08.03.2021

As eleições mais importantes desde o plebiscito que marcou o fim da ditadura de Augusto Pinochet (1973-1990), o pleito que estabelecerá as regras do jogo durante as próximas décadas. Essas são algumas das frases ditas sobre a jornada eleitoral que o Chile viverá no próximo fim de semana, mas por que tanta expectativa?

1. O que está sendo votado?

O Chile terá nos dias 15 e 16 de maio quatro eleições simultâneas, com 16.730 candidatos: municipais e regionais, nas quais serão eleitos prefeitos, secretários e governadores, e as constituintes, nais quais se votará para eleger os 155 candidatos que redigirão a futura nova Constituição.

Mais de 1.300 candidatos concorrem para fazer parte da Convenção Constitucional, que será integrada por membros da sociedade civil, entre os quais há militantes de partidos tradicionais e independentes.

Os integrantes terão nove meses para apresentar um novo texto, e esse prazo pode ser ampliado por mais três meses. Dessa forma, em meados de 2022, o Chile terá um novo plebiscito para aprovar ou rejeitar a nova Constituição.

Nas eleições municipais, os chilenos deverão eleger os representantes de 346 municípios, além dos governadores das 16 regiões do país, que permanecerão no cargo durante quatro anos.

2. Paridade e indígenas

Uma das maiores conquistas do movimento feminista chileno foi fazer da Convenção Constitucional um órgão de paridade. Isto é algo sem precedentes no mundo e faz do Chile o primeiro país do mundoa ter uma Carta Magna escrita por um número equilibrado de homens e mulheres.

Leia também: Eleições no Chile serão realizadas em 2 dias para evitar aglomeração

A paridade foi uma exigência que nasceu nas ruas, durante os protestos sociais que começaram em 2019 e nos quais as mulheres desempenharam um papel preponderante, e logo entrou nas agendas de muitos parlamentares que a tornaram realidade através de uma reforma constitucional.

Além das mulheres, a participação dos povos indígenas também é garantida, com 17 dos 155 lugares reservados para eles. O Chile, onde uma dúzia de povos nativos representam 12,8% da população nacional, é um dos poucos países da América Latina que não reconhece os indígenas na sua Constituição.

3. A origem do processo constituinte

Em outubro de 2019, uma onda de protestos em massa eclodiu no Chile. O que começou como uma queixa contra o aumento do preço do bilhete do metro se transformou em clamor popular por um modelo socioeconômico mais igualitário, mas distúrbios deixaram cerca de 30 mortos e milhares de feridos.

Em resposta aos tumultos, foi levantada a possibilidade de elaborar uma nova constituição para substituir a atual, herdada de Pinochet e considerada por muitos como a origem das grandes desigualdades no país ao privatizar serviços básicos como a água, a saúde e as pensões.

A possibilidade de escrever uma nova lei fundamental se materializou em outubro do ano passado, com a celebração de um plebiscito histórico que foi aprovado por esmagadora maioria (80%) para enterrar a atual Carta Magna.

4. Os primeiros governadores

Pela primeira vez desde que o Chile voltou à democracia, os cidadãos poderão eleger as autoridades das 16 regiões administrativas nas quais o país é dividido. Até agora, o cargo existia, mas era nomeado pelo próprio presidente e a sua autonomia era bastante limitada.

A grande batalha está na Região Metropolitana, onde se encontra Santiago e vivem mais de oito milhões de pessoas, embora a região de Valparaíso, onde ficam os principais portos do país e parte da indústria agrícola, também esteja acirrada.

Esta eleição sem precedentes, contudo, será acompanhada pela introdução da figura dos delegados governamentais, um para cada região, que serão nomeados pelo governo, e ainda tramitam no Parlamento dois projetos de lei que abordam os poderes e limites de cada cargo.

Os novos governadores regionais tomarão posse, portanto, em meio à incerteza quanto às suas competências e autonomia do orçamento.

5. O desafio da abstenção

A grande incógnita é a participação popular, que não passou de 50% desde que a votação deixou de ser obrigatória, em 2012, com exceção do plebiscito de outubro (50,9%).

Especialistas dizem que a complexidade das eleições e a vasta gama de ofertas eleitorais podem jogar contra e desencorajar a votação, embora os eleitores não levem mais de 4 minutos para votar.

A pandemia, que já deixou 1,3 milhões de infectados, uma estimativa de 27 mil mortos e ainda mantém cerca de 90% do país em quarentena nos fins de semana, será o fator mais decisivo.

Em outubro, muitos eleitores mais velhos — os mais participativos — ficaram em casa por medo de contágio, mas espera-se que saiam para votar em massa neste fim de semana porque já estão imunizados.

As eleições, que deveriam ter ocorrido em abril e foram adiadas devido à pandemia, serão realizadas em dois dias, sábado e domingo, para evitar multidões.

Fonte: R7

Continuar lendo SAIBA QUAIS SÃO OS CINCO PRINCIPAIS PONTOS QUE DEFINIRÃO O FUTURO DO CHILE NAS ELEIÇÕES

SAIBA O QUE É MOMMY BURNOUT, QUADRO DE SINTOMAS SENTIDOS PELAS MÃES QUE VIVENCIAM INTENSA ROTINA MATERNA E DOMÉSTICA

Burnout materno: quando as mães estão esgotadas

Redação / Portal da Tropical

 Atualizado em:

Foto: Divulgação

Você já fala em Síndrome de Burnout? Em inglês, o termo significa esgotamento, fadiga ao extremo, depressão e referência-se a um distúrbio psíquico marcado pela sensação de exaustão, tensão emocional e estresse crônico gerado pela dedicação excessiva ao trabalho. Fazendo um paralelo, nos Estados Unidos já se usa o termo Mommy Burnout, em português “esgotamento materno”, para se referir ao mesmo quadro de sintomas sentido pelas mães que vivenciam uma intensa rotina materna e doméstica.

Com o Dia das Mães chegando, volta à evidência a necessidade de um olhar atento e acolhedor para a saúde mental dessas mulheres. Elaine Eufrásio, professora de Psicologia da Estácio, explica que as mulheres têm mais chances de desenvolver transtornos psicológicos por causa de vulnerabilidades específicas como a exposição à traumas de gênero, doméstica violência e o fator social que traz a incumbência de cuidar dos filhos, marido, da família, entre outros, somados à carreira e cuidados pessoais.

Diante dessa situação, Elaine, que também é especialista em Saúde da Família, recomenda manter um diálogo com o cônjuge e deixar claro que precisa de ajuda. “A sociedade prega a mulher como Mulher Maravilha: boa mãe, profissional e esposa. Mas a mulher precisa entender seus sentimentos, e que tudo bem não dar conta às vezes, para diminuir a culpa e assim, buscar uma divisão das tarefas domésticas”.

Mulheres trabalham mais em casa

De acordo com a segunda edição da pesquisa “Estatísticas de gênero: indicadores sociais das mulheres no Brasil”, divulgada em março pelo IBGE, mulheres dedicam quase o dobro do tempo que os homens em afazeres domésticos. Enquanto eles gastam em média 11 horas, elas chegam a passar cerca de 21,4 horas semanais varrendo, lavando e cozinhando.

Os dados da pesquisa do IBGE referente ao ano de 2019, mas em tempos de pandemia e de reclusão social, a maioria das mulheres acumulou ainda mais funções no dia a dia com mais horas ativas de trabalho no home office, trabalho doméstico e atenção com os filhos, especialmente as crianças em aula à distância.

“Com o fechamento das escolas e o ensino remoto, por exemplo, ficou nítido esse fator social ao observarmos como o acompanhamento do estudo das crianças recaiu sobre as mulheres. Socialmente, elas são levadas a acreditar que precisam sempre como tomar responsabilidades domésticas para si, dar conta de tudo sozinhas, e somado ao trabalho externo, isso acaba pesando “, afirma a psicóloga.

Reforço da saúde mental

A rotina diária deve manter o equilíbrio entre corpo e mente. Por isso, é importante avaliar como está a alimentação, o tempo dedicado para a atividade física, a qualidade do sono, o momento do dia de desacelerar e dar atenção ao que traz prazer. Elaine chama isso de “recuperar a alegria”. “É necessário tirarmos um momento do dia para fazer algo que não seja obrigação, repondo a alegria perdida diante de um cenário de pandemia que estamos vivenciando”.

A psicóloga recomenda momentos de lazer como ouvir uma música que goste, dançar, cantar, ler, buscar uma conexão espiritual. “É muito subjetivo, mas diante das adversidades, é preciso buscar essa alegria para dar um novo significado ao que estamos passando em um período negativo”. afirma. Elaine lembra ainda a importância de, mesmo à distância, manter os serviços sociais.

“Pode ser através de ligações, chamadas de vídeo, mensagens de texto. Nesse momento tão doméstico, uma mulher deve lembrar que não é só esposa e mãe, ela também é filha e amiga”, encerra.

Continuar lendo SAIBA O QUE É MOMMY BURNOUT, QUADRO DE SINTOMAS SENTIDOS PELAS MÃES QUE VIVENCIAM INTENSA ROTINA MATERNA E DOMÉSTICA

SAÚDE: SAIBA COMO SERÁ A DIVISÃO DE DOSES DE VACINA DA PFIZER POR ESTADO,SEGUNDO DEFINIÇÃO DO MINISTÉRIO DA SAÚDE

Saúde define divisão de doses da vacina da Pfizer; veja quantidade por estado

A primeira remessa contendo um milhão de doses dos imunizantes chegou ao Brasil na última quinta-feira (29)

Jullyane Jucá e Rafaela Lara, da CNN, em São Paulo

03 de maio de 2021 às 10:40

Profissional de saúde prepara aplicação de vacina PfizerProfissional de saúde prepara aplicação de vacina PfizerFoto: Lucy Nicholson/Reuters

O Ministério da Saúde iniciou nesta segunda-feira (3) a distribuição das doses da vacina contra a Covid-19 da Pfizer para as capitais dos estados brasileiros.

primeira remessa dos imunizantes chegou ao Brasil na última quinta-feira (29), com um milhão de doses. Na capital paulista, a vacina da Pfizer será aplicada no grupo prioritário de 60 a 62 anos, que começa a imunização em 6 de maio.

Nesta primeira semana, as primeiras 500 mil doses deverão ser distribuídas nas capitais e deverão ser aplicadas como primeira dose. Já na próxima semana, haverá a distribuição do restante do lote – outras 500 mil doses, que deverão ser usadas como segunda dose.

“A oferta da vacina seguirá fluxo adotado até o momento para as demais vacinas, priorizando a oferta ao grupo prioritário sequencial previsto no PNO”, diz o Ministério da Saúde

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) concedeu o registro definitivo da vacina da Pfizer no Brasil em 23 de fevereiro.

Com a chegada de mais vacinas, o Ministério da Saúde divulgou a quantidade de doses que serão distribuídas por estado a partir desta segunda-feira (3). A região Sudeste deve receber a maior quantidade do lote.

Vacina da Pfizer – veja quantas doses cada estado deve receber:

Rondônia – 3.510
Acre – 1.170
Amazonas – 5.850
Roraima –1.170
Pará – 14.040
Amapá –1.170
Tocantins – 3.510

Total de doses – NORTE: 30.420

Maranhão – 10.530
Piauí – 5.850
Ceará – 17.550
Rio Grande do Norte – 7.020
Paraíba – 8.190
Pernambuco – 17.550
Alagoas – 7.020
Sergipe – 4.680
Bahia –26.910

Total de doses – NORDESTE: 105.300

Minas Gerais – 50.310
Espírito Santo – 10.530
Rio de Janeiro – 46.800
São Paulo – 135.720

Total de doses – SUDESTE: 243.360

Paraná – 32.760
Santa Catarina – 17.550
Rio Grande do Sul – 32.760

Total de doses – SUL: 83.070

Mato Grosso do Sul – 7.020
Mato Grosso – 7.020
Goiás – 17.550
Distrito Federal – 5.850

Total de doses – CENTRO-OESTE – 37.440

Total de doses a serem distribuídas às capitais: 499.590 

Continuar lendo SAÚDE: SAIBA COMO SERÁ A DIVISÃO DE DOSES DE VACINA DA PFIZER POR ESTADO,SEGUNDO DEFINIÇÃO DO MINISTÉRIO DA SAÚDE

SAIBA O QUE VAI FUNCIONAR NESTE FERIADO DE 01 DE MAIO EM NATAL

Veja como funcionará o comércio em Natal neste feriado do Dia do Trabalhador

Redação / Portal da Tropical

 – Atualizado em: 

Comércio em Natal | Foto: Arquivo / Ney Douglas

A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) divulgou os horários de funcionamento do comércio em Natal no feriado do Dia do Trabalhador, datado para este sábado (1 °). A decisão pela abertura segue acordo firmado, em convenção coletiva, entre o sindicato patronal e sindicato dos trabalhadores do comércio legal, além da determinação judicial que suspendeu o toque de recolher  na capital potiguar neste feriado.

Ainda segundo a CDL, o lojista que decidir pelo funcionamento deve cumprir com as obrigações da Convenção Coletiva de Trabalho. Além do Vale transporte, busca a cada colaborador como horas trabalhadas acrescida de um adicional de 100%. Precisarão também preencher o “Termo de Adesão para Abertura em dias Considerados Feriados”, que pode ser incluído junto ao Sindilojas RN, pelos e-mails sicomerciorn@ig.com.br e sicomerciorn@hotmail.com. Deverá ainda enviar uma relação nominal dos Empregados ao Sindilojas com antecedência mínima de 48 horas.

Confira os horários:

Comércio de Rua
– Alecrim: Comércio classificado como essencial abre das 08 às 17h
– Não essencial funciona abre das 08h30 às 16h30
– Feira: Funciona Normalmente
– Centro da Cidade: Fechado

Shopping Midway Mall
Loja e quiosques das 11h às 22h, sendo:
Alimentação: 11h00 às 22h00.
Demais lojas a partir das 12h00 às 21h00.

Natal Shopping
O Natal Shopping informa que, diante da nova decisão judicial do TJRN, que suspende o toque de recolher em Natal exclusivamente neste sábado (01) – feriado do Dia do Trabalho – funciona das 11h às 21h. Já no domingo (02), as lojas e quiosques abrem das 10h às 15h, assim como as operações de alimentação. Conforme decreto, elas podem operar para entrega até às 23h.

Praia Shopping
O funcionamento do Praia Shopping será facultativo das 10 às 20h para compras, alimentação e demais operações.
Shopping Cidade Jardim
Lojas e quiosques abertura facultativa das 11h às 21h
Alimentação pode estender o horário até às 22h
Médico do Shopping e serviço essencial abre em horário diferenciado, das 08 às 20h.

Shopping Via Direta
Abertura Facultativa da 11 às 20h.
Partage Norte Shopping
Lojas e quiosques abertura das 11 às 21hs
Alimentação das 11 às 21h.
Carrefour: Fechado

Shopping 10
Fechado

Supermercados
Fechado

Bancos
Fechado

Fonte: Portal da Tropical _ Notícias

Continuar lendo SAIBA O QUE VAI FUNCIONAR NESTE FERIADO DE 01 DE MAIO EM NATAL

SAIBA QUAIS OS PONTOS DE VACINAÇÃO EM NATAL CONTRA O CORONAVIRUS E A INFLUENZA NESTE FERIADO DE 21 DE ABRIL

Por G1 RN

 

Vacinação em Natal continua no feriado de Tiradentes — Foto: Rennê Carvalho/SecomVacinação em Natal continua no feriado de Tiradentes — Foto: Rennê Carvalho/Secom

Natal terá pontos de vacinação contra Covid-19 e Influenza abertos nesta quarta-feira (21), feriado de Tiradentes. O funcionamento dos quatro drives será das 8h às 16h. Os Centros de Atendimento para Enfrentamento da Covid no Ginásio Nélio Dias e no Cemure também atenderão a população no mesmo horário.

A prefeitura lembra que, no momento, só está disponível o imunizante de Oxford/AstraZeneca contra a Covid.

Natal segue vacinando pessoas a partir de 63 anos e oferece a segunda dose de Oxford para quem estiver dentro do tempo aprazado no cartão vacinal.

Quanto à Influenza, a imunização é destinada aos trabalhadores da saúde, gestantes, crianças de 6 a meses a menores de 6 anos e mães em até 45 dias após o parto. É necessário levar documento de identificação com foto, cartão de vacinação e comprovante de residência de Natal.

De acordo com a prefeitura, a vacinação continua na quinta-feira (22) nos quatro pontos que estarão abertos no feriado e no drive do Sesi (para Covid), além das Unidades Básicas de Saúde. Os drives da UnP Roberto Freire e Arena das Dunas ficarão em manutenção provisoriamente até que chegue uma nova remessa de vacinas.

Locais de vacinação em Natal

  • Via Direta (Covid)
  • OAB (Covid)
  • Nélio Dias (Covid e Influenza)
  • Palácio dos Esportes (Influenza)

Centros Covid

Os Centros Covid do Nélio Dias e Cemure abrem neste feriado de Tiradentes e também no sábado (24) e domingo (25). O espaço é destinado a pacientes com casos leves sugestivos de infecção pelo coronavírus (tosse, febre, dor de cabeça, perda de olfato ou paladar). Os usuários têm acesso à consulta médica, dispensação de medicamentos e possibilidade de testagem swab com prescrição.

Fonte: G1 RN
Continuar lendo SAIBA QUAIS OS PONTOS DE VACINAÇÃO EM NATAL CONTRA O CORONAVIRUS E A INFLUENZA NESTE FERIADO DE 21 DE ABRIL

SAIBA QUAIS SÃO AS MEDIDAS DO NOVO DECRETO DO GOVERNO DO RN

Por G1 RN

 

Saiba as medidas do novo decreto do governo do RN
Saiba as medidas do novo decreto do governo do RN

O governo do Rio Grande do Norte publicou na tarde desta quinta-feira (1º) o novo decreto com medidas restritivas de enfrentamento à pandemia da Covid-19 no estado. As medidas valem a partir de segunda-feira (5) e vão até o dia 16 de abril. Até o dia 5, portanto, segue em vigência o atual decreto de isolamento social rígido, que foi ampliado até o domingo (4).

Entre as principais medidas, o novo decreto publicado nesta quinta estabelece toque de recolher das 20h às 6h e integralmente aos domingos e feriados. O documento também flexibiliza o funcionamento de igrejas, comércios e escolas, desde que seguidas normas específicas.

Vejas as medidas

  • Fica restabelecido o “toque de recolher”, consistente na proibição de circulação de pessoas em todo o Estado do Rio Grande do Norte, como medida de diminuição do fluxo de pessoas em ruas e espaços públicos e consequente mitigação de aglomerações, aos domingos e feriados, em horário integral; e nos demais dias da semana, das 20h às 06h da manhã do dia seguinte.

Não se aplicam as medidas de toque de recolher às seguintes atividades:

  • I – serviços públicos essenciais;
  • II – serviços relacionados à saúde, incluídos os serviços médicos, hospitalares, atividades de podologia, entre outros;
  • III – farmácias, drogarias e similares, bem como lojas de artigos médicos e ortopédicos;
  • IV – supermercados, mercados, padarias, feiras livres e demais estabelecimentos voltados ao abastecimento alimentar, vedada a consumação no local no período do toque de recolher;
  • V – atividades de segurança privada;
  • VI – serviços funerários;
  • VII – petshops, hospitais e clínicas veterinária;
  • VIII – serviços de imprensa e veiculação de informação jornalística;
  • IX – atividades de representação judicial e extrajudicial, bem como assessoria e consultoria jurídicas e contábeis e demais serviços de representação de classe;
  • X – correios, serviços de entregas e transportadoras;
  • XI – oficinas, serviços de locação e lojas de autopeças referentes a veículos automotores e máquinas;
  • XII – oficinas, serviços de locação e lojas de suprimentos agrícolas;
  • XIII – oficinas e serviços de manutenção de bens pessoais e domésticos, incluindo eletrônicos;
  • XIV – serviços de locação de máquinas, equipamentos e bens eletrônicos e eletrodomésticos;
  • XV – lojas de material de construção, bem como serviços de locação de máquinas e equipamentos para construção;
  • XVI – postos de combustíveis e distribuição de gás;
  • XVII – hotéis, flats, pousadas e acomodações similares;
  • XVIII – atividades de agências de emprego e de trabalho temporário;
  • XIX – lavanderias;
  • XX – atividades financeiras e de seguros;
  • XXI – imobiliárias com serviços de vendas e/ou locação de imóveis;
  • XXII – atividades de construção civil
  • XXIII – serviços de telecomunicações e de internet, tecnologia da informação
  • e de processamento de dados;
  • XXIV – prevenção, controle e erradicação de pragas dos vegetais e de doenças dos animais;
  • XXV – atividades industriais;
  • XXVI – serviços de manutenção em prédios comerciais, residenciais ou industriais, incluindo elevadores, refrigeração e demais equipamentos;
  • XXVII – serviços de transporte de passageiros;
  • XXVIII – serviços de suporte portuário, aeroportuário e rodoviário;
  • XXIX – cadeia de abastecimento e logística

Também ficam autorizados a funcionar em qualquer horário de incidência do toque de recolher, os estabelecimentos comerciais de qualquer natureza e prestadores de serviço por sistema de entrega (delivery), drive-thru e take away.

Novo decreto do governo flexibiliza atividades econômicas a partir de segunda-feira

O decreto permite o deslocamento durante a vigência do toque de recolher, seja mediante serviço de transporte de passageiros ou veículo próprio, restritamente em situações de emergência, para o deslocamento entre o local de trabalho e o domicílio residencial e nos casos dos serviços autorizados a funcionar.

Bares, restaurantes e hotéis

  • A partir do horário de início do toque de recolher, os estabelecimentos de alimentação (bares, restaurantes e similares) poderão funcionar por 90 minutos exclusivamente para encerramento de suas atividades presenciais, sendo vedado o atendimento de novos clientes.
  • Aplicam-se aos restaurantes localizados no interior de hotéis e pousadas as mesmas regras dos demais estabelecimentos do ramo de alimentação, observado, durante a incidência do toque de recolher, a vedação do acesso a não hóspedes e a consumação restrita à unidade hoteleira (quarto ou apartamento).
  • Fica suspensa a venda para consumo no local de bebidas alcóolicas, em qualquer estabelecimento comercial, incluindo hotéis e pousadas, bem como seu consumo em locais de acesso ao público, como conveniências, bares, restaurantes e similares, independentemente do horário.

O que segue proibido

  • Funcionamento de parques públicos, centros de artesanato, circos, parques de diversões, museus, bibliotecas, teatros, cinemas e demais equipamentos culturais;
  • Realização de eventos corporativos, técnicos, científicos, esportivos, convenções, shows, festas ou qualquer outra modalidade de evento de massa, inclusive locais privado, como os condomínios edilícios;
  • Atividades recreativas em clubes sociais e esportivos.
  • Permanece suspenso o funcionamento do Centro de Convenções de Natal

O decreto frisa que os eventos esportivos de futebol profissional, previstos em agenda de campeonatos oficiais, poderão ocorrer desde que observada a proibição de público nos locais de treinamentos e partidas, bem como a realização de testes em todos os participantes na véspera de cada disputa.

Volta das atividades de ensino

  • Em razão da essencialidade das atividades educacionais, poderão funcionar em sistema híbrido (presencial e remotamente) as escolas e instituições de ensino até o 5º ano do fundamental I, da rede privada de ensino, conforme a escolha dos gestores educacionais e dos pais ou responsáveis legais, desde que atendidas as regras estabelecidas nos protocolos sanitários vigentes.
  • Permanecem suspensas as aulas presenciais, para os níveis, etapas e modalidades educacionais não contemplados das unidades das redes pública e privada de ensino, incluindo instituições de ensino superior, técnico e especializante, devendo, quando possível, manter o ensino remoto.

Volta das atividades religiosas

  • Fica permitida a abertura das igrejas, templos, espaços religiosos de matriz africana, centros espíritas, lojas maçônicas e estabelecimentos similares, inclusive para atividades de natureza coletiva, respeitadas as recomendações da autoridade sanitária, especialmente o distanciamento mínimo de 1,5 m entre as pessoas, a limitação de 1 pessoa para cada 5 m² de área do estabelecimento ou frequência não superior a 20% da capacidade máxima, o que for menor. Isso não aplica ao período do toque de recolher. E também está vedado o acesso de pessoas do grupo de risco.
  • Fica autorizada, na vigência do toque de recolher, a realização de atividades de natureza religiosa de forma virtual, sem a presença de público.

Regras para o ambiente de trabalho

As empresas devem:

  • I – intensificar a triagem dos trabalhadores sintomáticos;
  • II – realizar testes de diagnóstico em todos os trabalhadores sintomáticos
  • III – realizar rastreio de contatos;
  • IV – proceder com a notificação dos casos aos órgãos de acompanhamento de controle epidemiológico do Estado e acionar a Secretaria Municipal de Saúde local para auxiliar na realização da investigação do caso e de rastreamento de contatos;
  • V – afastar o trabalhador sintomático e seus contatos pelo período recomendado de isolamento domiciliar.

Além disso, é determinado que as empresas devem:

  • orientar e cobrar de seus clientes e trabalhadores o cumprimento dos protocolos específicos de segurança sanitária;
  • esclarecer junto aos trabalhadores que a prestação de declarações falsas, posteriormente comprovadas, os sujeitará à responsabilização criminal, bem como às sanções decorrentes do exercício do poder diretivo patronal;
  • disponibilizar equipamentos de proteção individual aos trabalhadores, de acordo com o risco à exposição
  • utilizar produtos de limpeza e desinfecção registrados na ANVISA.

A empresa também deve fornecer máscaras de proteção facial em quantidade suficiente aos seus trabalhadores, preferencialmente do modelo PFF2 ou descartáveis, devendo haver a substituição da máscara a cada 3 horas;

Em situações excepcionais, de tecidos, conforme definido no Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA), associando-a a outra medida de proteção definida no referido programa, como face shield ou maior distanciamento entre os postos de trabalho.

Fonte: G1
Continuar lendo SAIBA QUAIS SÃO AS MEDIDAS DO NOVO DECRETO DO GOVERNO DO RN

SAIBA MAIS SOBRE A VACINA TOTALMENTE DESENVOLVIDA NO INSTITUTO BUTANTAN

Tudo que você precisa saber sobre a Butanvac, a vacina brasileira

Tire suas dúvidas e entenda as características do candidato a imunizante contra a Covid-19 totalmente desenvolvido pelo Instituto Butantan, de São Paulo

Weslley Galzo, da CNN, em São Paulo

Atualizado 26 de março de 2021 às 15:15

Butanvac Instituto Butantan

 O governo do estado de São Paulo, em parceria com o Instituto Butantan, detalhou na manhã desta sexta-feira (26) as especificidades da Butanvac, primeira candidata a vacina desenvolvida integralmente em território nacional.

Limitações práticas devem dificultar a aplicação do imunizante, como apontam especialistas. O governador João Doria prometeu entregar 40 milhões de doses da vacina a partir de julho. No entanto, para que isso aconteça, ela precisa passar pelo crivo da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) nos testes clínicos — ainda não iniciados — e ter o uso emergencial, ou definitivo, aprovado neste período.

Para além dos prazos, a Butanvac é desenvolvida para também combater a variante P.1 do coronavírus surgida em Manaus e possui tecnologia similar à utilizada na produção da vacina contra a gripe. Estas e outras especifidades tornam a vacina do Butantan muito diferente dos demais imunizantes disponíveis no mercado.

Confira abaixo as principais informações que você precisa saber sobre a Butanvac:

A Butanvac é eficaz contra as variantes do coronavírus?

O Instituto Butantan não detalhou se a vacina combate todas as variantes do coronavírus existentes, mas ela foi desenvolvida para ser eficaz contra a variante P.1, identificada em Manaus, no Amazonas. 

“Nós já estamos trabalhando na versão P1 dessa vacina. Quando ela entrar em produção será eficaz contra a variante”, afirmou o diretor do instituto, Dimas Covas.

Será aplicada em uma ou duas doses?

O Instituto Butantan não confirmou quantas doses da vacina serão necessárias para imunizar a população. De acordo com Dimas Covas, presidente do instituto, a nova vacina tem potencial de imunização superior a de outros imunizantes e poderá proteger a população com apenas uma dose. “É uma possibilidade. O fato de você ter uma melhor resposta imunológica permite utilizar apenas uma dose”.

Prazo x burocracia: quanto tempo leva para a vacina começar a ser aplicada?

Em entrevista à CNN, o pesquisador e infectologista Júlio Croda, da Fiocruz, disse que o prazo anunciado pelo governador João Doria de início, em julho, da aplicação de 40 milhões de doses dificilmente será cumprido.

“Não é tão rápido que isso acontece. Apesar da capacidade de produção existir pelo Instituto Butantan, por usar tecnologia similar à vacina da gripe, a gente precisa de tempo desses estudos de fase 3 para evidenciar a eficácia da vacina, assim como foi feito com a Coronavac”, afirmou.

O pesquisador lembrou que os testes clínicos da fase 3 de outras vacinas disponíveis atualmente no Brasil e em outros países levaram pelo menos seis meses para serem concluídos. De acordo com o governo paulista, o pedido de desenvolvimento de estudo clínico será enviado nesta sexta-feira (26) à Anvisa. Caso a agência aceite o protocolo, a vacina ainda precisa passar pelos testes e conseguir a aprovação para uso na população.

Quais são as etapas pelas quais a vacina ainda precisa passar?

A vacina anunciada pelo Instituto Butantan já passou pelos testes pré-clínicos, que são realizados em animais e em laboratório, mas ainda precisa ser submetida às fases 1, 2 e 3 dos estudos clínicos. A fase 3 é a mais complexa e demorada, pois envolve a aplicação em um grupo maior de pessoas.

“Se é uma nova vacina, tem que obedecer todo o rito, fazer estudos de fase 1 e 2, que são mais rápidos. Em dois meses dá para fazê-los. Mas os ensaios de fase 3, utilizando uma população maior, de diferentes estados, demora um tempo”, explicou Croda.

O que muda com o fato de a Butanvac ser produzida no Brasil e com a mesma tecnologia da vacina da gripe?

A Butanvac usa o vetor viral da proteína Spike do coronavírus, que foi modificado geneticamente. Apesar da diferença em relação ao vírus da gripe, a produção será feita com os mesmos métodos utilizados pelo Butantan na vacina contra a influenza.

A principal mudança que este sistema de produção traz é a sua simplicidade em relação aos demais métodos utilizados no desenvolvimento de vacinas contra a Covid-19, em geral mais tecnológicos e com necessidades especiais de armazenamento. Segundo o correspondente médico da CNN, o neurocirurgião Fernando Gomes, o grande ganho do Brasil com a Butanvac é a ampliação da produção.

“As outras vacinas [usadas no Brasil] têm uma dependência de insumos que vêm do exterior. Isso faz com que tenhamos produção limitada por algo que não conseguimos ter controle. A partir do momento que temos isso dentro do território nacional, as coisas ficam muito mais fáceis em termos de conseguir escalonar de forma maior a produção da vacina e sua distribuição”, disse.

Outro fator que muda com a Butanvac é o baixo custo de produção, já que os insumos não precisarão ser importados de outros países e o próprio método torna o processo mais barato.

Fonte: CNN

Continuar lendo SAIBA MAIS SOBRE A VACINA TOTALMENTE DESENVOLVIDA NO INSTITUTO BUTANTAN

SAIBA QUAIS AS ATIVIDADE QUE IRÃO CONTINUAR FUNCIONANDO COM O NOVO DECRETO DA GOVERNADORA DO RN

Por G1 RN

 

Imagem mostra uma das entradas de Natal, pela BR-101, vazia durante pandemia do coronavírus — Foto: Sandro MenezesImagem mostra uma das entradas de Natal, pela BR-101, vazia durante pandemia do coronavírus — Foto: Sandro Menezes

A governadora Fátima Bezerra (PT) anunciou nesta quarta (17) o fechamento das atividades não essenciais no Rio Grande do Norte. Com duração de 14 dias, a medida entra em vigor no sábado (20) e vale até 3 de abril.

O decreto com todas as regras detalhadas deve ser publicado ainda nesta quarta.

“Nenhum gestor gostaria de estar tomando essa decisão. Estou tomando com o senso de responsabilidade que eu tenho como governadora. O que está em jogo nesse momento é a vida das pessoas”, resumiu Fátima Bezerra em entrevista ao RN 2.

Fátima disse que as medidas “mais drásticas” são necessárias para “aumentar a taxa de isolamento social e conter a velocidade da transmissibilidade do vírus”. “Eu sei dos impactos que essas medidas tem pra trabalhadores, empresários, para as famílias de vulnerabilidade social. Mas nesse momento, nós não temos escolha. São vidas”.

“Nós abrimos leitos e mais leitos para pacientes com Covid-19 no RN, mas está provado no Brasil e mundo afora que não basta só abrir leitos de UTI. Há necessidade dessas medidas preventivas”.

De acordo com a recomendação do comitê científico, poderão funcionar durante este período as seguintes atividades consideradas essenciais:

  • Oficinas de veículos automotores, máquinas e equipamentos agrícolas;
  • Locadoras de máquinas e equipamentos agrícolas;
  • Lojas de suprimentos agrícolas;
  • Podólogos;
  • Serviços de saúde;
  • Serviços de segurança privada;
  • Supermercados; Mercados; Hipermercados; Quitandas; Açougues; Peixarias; Padarias;
  • Distribuições de alimentos;
  • Serviços de Delivery;
  • Loja de autopeças;
  • Postos de combustíveis;
  • Farmácias, drogarias e similares;
  • Lojas de artigos médicos e ortopédicos;
  • Hotéis, flats, pousadas e acomodações similares;
  • Lojas de material de construção;
  • Locadoras de máquinas e equipamentos para construção;
  • Petshops, hospitais/clínicas de veterinária;
  • Locadoras de máquinas, equipamentos e bens tangíveis;
  • Atividades de agências de emprego;
  • Atividades de agências de trabalho temporário;
  • Lojas de reparos de computadores e bens pessoais e domésticos;
  • Lavanderias;
  • Serviços funerários;
  • Atividades financeiras e de seguros;
  • Imobiliária com serviços de vendas e/ou locação imóveis;
  • Transportes Públicos coletivos ou não (ônibus, trens, táxis, transportes por aplicativos e outros);
  • Correios e serviços de entregas;
  • Transportadoras;
  • Imprensa.

Com o endurecimento das restrições, a governadora Fátima Bezerra antecipou também que as aulas presenciais nas escolas privadas também serão suspensas neste período em todos os níveis. Todas as regras serão detalhadas no decreto, que ainda será publicado.

Pressão por leitos e aumento de casos

Nesta quarta (17) o RN ultrapassou a marca de 4 mil mortes causadas pela Covid-19. O estado já registra 182.399 casos confirmados da doença.

A alta de casos tem aumentado a pressão no sistema público. Nesta quarta (17) o RN tinha 140 pessoas na fila por um leito de UTI e taxa de ocupação de leitos chegou a 97% em todo o estado.

A Secretaria de Saúde de Natal informou na manhã desta quarta (17) que as quatro unidades de pronto-atendimento (UPAs) da capital estão atendendo com mais de 100% da capacidade e o município tem 60 pacientes confirmados que precisam de leitos de UTI e aguardam regulação, além de 22 pacientes suspeitos aguardando resultado de exame.

Fonte: G1 RN
Continuar lendo SAIBA QUAIS AS ATIVIDADE QUE IRÃO CONTINUAR FUNCIONANDO COM O NOVO DECRETO DA GOVERNADORA DO RN

SAIBA MAIS SOBRE O CURRÍCULO DO NOVO MINISTRO DA SAÚDE MARCELO QUEIROGA

Quem é Marcelo Queiroga, médico que aceitou o convite de Bolsonaro para a Saúde

Presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) será o quarto ministro da Saúde do governo Jair Bolsonaro

Guilherme Venaglia, da CNN, em São Paulo

Atualizado 15 de março de 2021 às 22:09

 

O médico cardiologista Marcelo Queiroga aceitou nesta segunda-feira (15) o convite para ser o novo ministro da Saúde, sucedendo o general Eduardo Pazuello. Presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), o médico é defensor do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), com quem se encontrou nesta segunda.

Queiroga vem da mesma especialidade e da mesma associação que Ludhmilla Hajjar, médica que recusou convite para assumir o posto hoje ocupado pelo general Eduardo Pazuello por “motivos técnicos” e após receber ameaças de morte, como revelou à CNN.

Ao confirmar a apoiadores que Queiroga seria nomeado para o cargo de ministro da Saúde,

Segundo currículo divulgado na plataforma Lattes, Marcelo Antônio Cartaxo Queiroga Lopes formou-se em Medicina em 1988, pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Ele se tornou residente em Cardiologia em 1992, no Hospital Adventista Silvestre, no Rio de Janeiro.

O currículo Lattes, referência na carreira acadêmica, é preenchido pelo próprio Queiroga, que assume a responsabilidade pela veracidade das informações. A última atualização foi em outubro de 2020.

Ele afirmou ter um doutorado em andamento desde 2010 em Bioética, na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, em Portugual. Marcelo Queiroga afirma trabalhar como diretor do Departamento de Hemodinâmica e Cardiologia do Hospital Alberto Urquiza Wanderley e cardiologista no Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, ambos na Paraíba.

Em seu currículo, Queiroga não lista experiências em gestão pública.

Além da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), cuja presidência assumiu em dezembro de 2019, Queiroga afirma ter atuado na Sociedade Brasileira de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista (SBCHI), no Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB), no Conselho Federal de Medicina (CFM) e na Associação Paraibana de Medicina (Apmed).

Apoio a Bolsonaro

Busca feita pela CNN no histórico de publicações no Twitter oficial do médico, verificado pela plataforma, há duas menções ao presidente Jair Bolsonaro.

A primeira data de julho de 2019, quando Queiroga publicou uma foto de Bolsonaro conversando, no Congresso, com o então deputado Enéas Carneiro, que o médico definiu como “registro histórico do encontro de dois grandes brasileiros”.

A outra foi em setembro de 2020, quando o médico respondeu a uma publicação do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), que publicou um boletim médico do presidente após uma retirada de cálculo de bexiga.

“Com a graça de Deus nosso presidente Jair Bolsonaro vai superar mais essa adversidade”, escreveu Queiroga ao senador na oportunidade.

Continuar lendo SAIBA MAIS SOBRE O CURRÍCULO DO NOVO MINISTRO DA SAÚDE MARCELO QUEIROGA

DESENVOLVIMENTO PESSOAL: SAIBA QUAIS OS BENEFÍCIOS DO CONTÁGIO PELO VÍRUS DA EMPATIA

         O vírus da empatia

Se esse vírus nos contagiar, teremos respeito para com o outro, aí inclusos a quebra da propagação da doença, a solidariedade para com os afetados e as vítimas dos efeitos sociais, psicológicos e econômicos da pandemia

Fernando Gaspar*

Resultado de imagem para fotos de empatia

Necessitamos uns dos outros. É um fato essencial. É a primeira grande lição espiritual e física da vida humana, se analisada retrospectivamente. Afinal, ao nascer, dependemos completamente dos nossos pais.

Na verdade, a necessidade da colaboração entre duas pessoas retroage à concepção. A lição se repete ao longo de toda a vida, nos mais diversos aspectos sociais. Já abordamos o tema em outro artigo. Em certas circunstâncias, a interdependência se torna mais evidente, mais aguda. É o caso de uma pandemia, onde um responde pela doença do outro. Nessas ocasiões, mais do que nunca, deveríamos optar pela empatia, pelo engajamento e pela solidariedade em prol da saúde.

Quando o mundo vive a propagação de uma doença contagiosa e para a qual não há tratamento específico, mas a perspectiva de uma vacina, então entra em cena a importância crítica dos cuidados preventivos. Nesse contexto, nossa saúde depende diretamente da higidez e dos cuidados de outras pessoas, pois a transmissão da infecção se dá de um infectado para um são, de diferentes modos, inclusive pelo ar, segundo a OMS. A preocupação consigo nos leva a desejar que todos cooperem para quebrar a cadeia de transmissão, inclusive aderindo a programas de vacinação, uma grande conquista científica.

Além de amor próprio, necessitamos, literalmente, de amor ao próximo, já que a proximidade é um fator crucial para o contágio. Acontece que grande parte dos infectados tem poucos ou nenhum sintoma. Deste modo, a conscientização de que cada um pode ser vetor silencioso para a doença ou a morte de outros é crucial para que todos adotem medidas higiênicas preconizadas pela ciência e pelas autoridades. Exige-se, portanto, uma  preocupação consigo e com os demais. Ninguém é excluído: “amai (até) vossos inimigos”, porque todos são potenciais vetores da doença e da morte, indiscriminadamente.

O grupo do neurocientista Giácomo Rizzolatti descreveu, em 1996, a existência dos chamados neurônios espelhos. Eles constataram, inicialmente, que certas áreas do cérebro são ativadas quando executamos determinadas atividades ou simplesmente observamos sua execução por outras pessoas. A existência dessas células sugere a importância da interação como um aspecto evolutivo e oferece uma base biológica adicional para a empatia.

Preocupar-se com os demais, colocar-se no lugar deles, é ter empatia. Sabe-se que a Covid-19 pode ser mais grave em certos grupos, como idosos e portadores de doenças. Cabe ao forte e ao jovem cuidar-se, tendo em vista a possibilidade de levar o vírus até aquelas pessoas. Dessa forma, posicionando-se na perspectiva de terceiros, deveremos adotar a postura fraterna, que implica no reconhecimento de que somos irmãos, considerando-se nossa origem espiritual e planetária, com destinos comuns. Sem dúvida, é nosso dever não infectar.

                            Unidade e interdependência

Estamos todos submetidos às mesmas leis universais. Do ponto de vista espiritual, o budista em geral reconhece ao menos duas dessas leis, a do karma e a do renascimento. A primeira faz retornar a cada um conforme suas obras, em todas as dimensões da vida. Diz o Vinaya Pitaka: “Quando os frutos da retribuição estiverem maduros, não há onde se ocultar.” Já o renascimento significa reviver nas formas. Ambas as leis têm implicações morais e éticas.

No olhar do filósofo Adolfo Váz quez, no livro Ética, a moral envolve os costumes, os hábitos e os valores de um grupo social numa dada época e lugar, sendo, portanto, variável. O comportamento moral, por sua vez é objeto de uma ciência chamada ética. Assim, aplicada à Teosofia, o reconhecimento das leis do karma e do renascimento pode mudar a moral e suas consequências éticas.

Como o ponto central da moral é a atuação, influência ou repercussão sobre o outro, a empatia ganha especial relevância. No Budismo, esse aspecto surge sob a forma de compaixão. Tocado pela possibilidade causar, de modo involuntário, o adoecimento do próximo, o budista cuida-se. Consequentemente, zela pelos demais. O cristão pode atribuir a mesma atitude à misericórdia com vistas à providência divina. De qualquer modo, o sentimento de simpatia alheia evoca o senso de unidade entre os seres, um flagrante monismo cósmico, que deve nortear nossas ações com vistas à empatia.

O próprio vírus é um exemplo de unidade e interdependência. O SarsCov-2, causador da Covid-19, é um parasita intracelular, como qualquer vírus. Logo, ele depende da célula hospedeira para se multiplicar e se propagar. Esse mecanismo viral é, por si só, um exemplo de dependência. A propósito, em termos teleológicos, o vírus possivelmente não “deseja” a morte do hospedeiro, uma vez que, quanto mais tempo este sobreviver, mais vírus serão produzidos. É sabido que os seres visam perpetuar-se, e colaboram nesse sentido.

Nessa discussão, naturalmente  emerge nossa relação com outros reinos da natureza, a começar pelos micróbios. Os micro-organismos constituem os seres vivos mais abundantes do mundo. Em relação a eles, os humanos são minoria: eis um recado para que respeitemos adiversidade  e as minorias entre nós mesmos, humanos, haja vista ser comum agirmos contra minorias. Sejamos empáticos. Afinal, se aquela lógica numérica fosse aplicada a nós, e não apenas entre nós, seríamos subjugados ou extintos em prol de outras criaturas. Outro ponto é que não devemos subestimar uma doença somente porque uma  minoria adoece gravemente; afinal, todos são importantes. Neste caso, pensar o contrário é faltar com a empatia e a fraternidade.

A despeito de sermos uma minoria entre os seres vivos, somos portadores de características singulares e sofisticadas, como a inteligência e a autoconsciência. Esses atributos nos fazem poderosos, o que torna nossa responsabilidade junto à natureza muito maior, se comparada a outras criaturas. Nossa possibilidade de intervir, para o bem ou para o mal, é enorme. Assim sendo, pela felicidade e bem-estar geral, é um dever pender essa balança para o bem comum, considerando-se a ecologia, da qual não podemos nos furtar.

Sob certo aspecto, a pandemia é um exemplo de desequilíbrio ecológico. Especialistas associam a atual crise sanitária ao desrespeito à natureza. Segundo eles, o desmatamento e o confinamento de animais silvestres trouxeram um antigo vírus das florestas para a cidade. Isso já aconteceu com o HIV e o Ebola. Como resultado, temos uma doença transmissível, as mortes e as sequelas da doença, e do isolamento social, passando pela economia e pela subsistência dos povos. Isso ocorre quando nos falta empatia para com a natureza.

O vírus expõe nossa condição de filhos da Terra e do Cosmo. Ele não faz distinção e representa uma ameaça potencial para qualquer pessoa, a despeito de gênero, idade, raça, nacionalidade, profissão, status, opção política, etc. No papel de vilão, é irônico constatar que o vírus é  me- nos preconceituoso e seletivo que os humanos. Ele pode invadir qualquer um. Unidos pela vulnerabilidade, os humanos deveriam reproduzir o caráter universal do vírus e fomentar uma visão que supere as aparentes diferenças entre nós. O vírus que não distingue ninguém deveria nos tornar mais espiritualizados; ele deveria ser o vírus da empatia, mas isso depende de nossa postura e atitudes.

Para o teósofo Pablo Sender, em Theosophy and Conscious Mind, o “As essências visíveis e invisíveis  do universo nos une à nossa origem. Estamos ligados por elementos comuns. Essa interligação se torna mais notável numa crise como a atual. Se no dia a dia a cooperação é o motor da vida, agora ela se faz particularmente valiosa.” problema fundamental na raiz dos nossos equívocos é a ignorância a respeito do que realmente somos. De fato, não por acaso Delfos diz: “Conhece-te a ti mesmo e conhecereis o universo e os deuses.” Nas dimensões sutis da existência há a essência que tudo permeia e de onde tudo provém O acesso consciente a esses níveis contém a chave do autoconhecimento e, por conseguinte, da sabedoria universal. E quanto mais profunda a autoconsciência, maior o poder de empatia, de amor e compaixão. Mas qual a origem da autoconsciência?

P. Blavatsky afirma que a autoconsciência individual surge na mente e por causa dela. A noção de ego está atrelada à mente. Por outro lado, os níveis mais profundos dos seres, para além da mente, são níveis coletivos, impessoais. Esses últimos planos de existência unificam a tudo e a todos, representam a raiz precípua de onde qualquer coisa se origina, do mineral ao homem, passando pelos diversos seres vivos ou os ditos inanimados, como os vírus cristalizados.

Em geral, os teósofos tomam o plano espiritual como a raiz fundamental e primeira de tudo que existe. De seus raios surge a miríade de possibilidades. Mas esse nível é indescritível, inconsciente (em nossa perspectiva mental) e por isso já foi tido pelos antigos como sendo nada, embora seja o incompreensível tudo–  assim como o infinitamente grande ou pequeno é um nada para nossos

Comparado ao espírito, buddh já possui certa consciência (que, na verdade, é estupenda, dada sua magnitude), embora para a mente ele seja ainda inconsciente. Para fins de comparação, imaginemos nosso corpo: estamos conscientes dele, mas nós mesmos estamos mergulhados num Cosmo esplendidamente infinito e ignoto. Embora o Cosmo seja o espetaculoso poder total, em nossa limitada visão ele é inconsciente.  sentidos. Importa considerar, portanto, que o espírito é um elemento universal. Para alcançar a mente, ele lança mão de um veículo intermediário chamado, em sânscrito, buddhi.

Segundo Blavatsky, buddhi pode ser comparado a uma folha de papel em branco. O espaço onde este se situa é Atman (Espírito), ao passo que o papel pode ser comparado a uma “condensação” transitória do raio do Atman, chamado buddhi. Esse papel, que é uma unidade onde tudo se inscreve, não admite dualidade ou egoísmo, até porque aí tudo se delineia e o ego inexiste. Na prática, é a fonte longínqua da empatia que resulta no altruísmo. É a origem do amor universal e irrestrito. A empatia é, portanto, um reflexo desses planos impessoais profundos e elevados na mente e nas emoções do ser humano.

A dependência mútua nos une por fios invisíveis, assim como as essências visíveis e invisíveis do universo nos une à nossa origem. O átomo em nosso corpo teve origem numa estrela que, num instante crítico e remoto, explodiu. Estamos ligados por elementos comuns. Num outro nível, essa interligação se torna mais notável numa crise como a atual. Se no dia a dia a cooperação é o motor da vida, agora ela se faz particularmente valiosa. Se não cultivarmos o amor ao próximo, respeitando-o, jamais seremos plenamente felizes.

Para usar uma metáfora, podemos concluir que se o “vírus da empatia” nos contagiar, teremos o devido respeito pela natureza e para com o outro, aí inclusos o autocuidado e a quebra da cadeia de propagação da doença. Deve aparecer a solidarieda- de para com os afetados pela enfermidade, suas sequelas e para com as vítimas dos efeitos sociais, psicológicos e econômicos. Afinal, na borrasca surgem grandes oportunidades para que a espiritualidade e o amor fraterno que estão na essência das religiões se manifestem.

Fonte:  REVISTA SOPHIA • NOV/DEZ 2020

Continuar lendo DESENVOLVIMENTO PESSOAL: SAIBA QUAIS OS BENEFÍCIOS DO CONTÁGIO PELO VÍRUS DA EMPATIA

SAIBA COMO FUNCIONA O PASSO A PASSO DA APLICAÇÃO DA VACINA CONTRA COVID-19

Por Lara Pinheiro e Paula Paiva Paulo, G1

 

Enfermeira retira dose de frasco da vacina da Moderna contra a Covid-19 durante vacinação em Los Angeles, nos Estados Unidos, no dia 10 de fevereiro. — Foto: Frederic J. Brown/AFPEnfermeira retira dose de frasco da vacina da Moderna contra a Covid-19 durante vacinação em Los Angeles, nos Estados Unidos, no dia 10 de fevereiro. — Foto: Frederic J. Brown/AFP

Após denúncias de fraude na aplicação das vacinas contra a Covid-19 no Brasil, o G1 conversou com especialistas para entender como funciona o passo a passo da vacinação. Nesta reportagem, você verá as respostas para as seguintes perguntas:

  1. Como vou saber se a vacina foi aplicada?
  2. Posso pedir para ver a seringa?
  3. Posso filmar a aplicação da vacina?
  4. O profissional precisa usar luva para aplicar a vacina?
  5. Quem está aplicando a vacina precisa usar máscaras N95/PFF2 ou proteção facial? E quem recebe?
  6. É necessário quem está aplicando usar óculos de proteção facial?
  7. Por que alguns profissionais apertam o braço da pessoa que vai ser vacinada antes de aplicar?
  8. O material é descartável?
  9. Cada dose tem quantos mL?
  10. Quantas doses vêm em cada frasco?
  11. Qual a capacidade de uma seringa?
  12. O que é o “espaço morto” da seringa?

1. Como vou saber se a vacina foi aplicada?

Preste atenção ao êmbolo (parte do meio da seringa, que “empurra” o líquido).

A enfermeira epidemiologista Ethel Maciel, que também é professora titular da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), explica o processo. “Quando você administra a vacina, primeiro aspira para ver se não pegou nenhum vaso sanguíneo, para ver se não vem nenhum sangue. Depois você aperta o êmbolo, que é a parte do meio da seringa, para poder administrar o conteúdo”, afirma.

“A recomendação é prestar atenção se foi administrado o conteúdo da seringa, que contém a vacina”, aconselha a professora.

O advogado e médico sanitarista Daniel Dourado reforça a recomendação do êmbolo.

“É bem simples olhar e ver se a vacina foi aplicada: ficar atento ao êmbolo”, diz.

Partes da seringa — Foto: Arte/G1

2. Posso pedir para ver a seringa?

Pode. “O paciente tem direito de ver o que está sendo feito, de ter todas as informações relevantes do procedimento a que está sendo submetido”, diz Daniel Dourado.

“Geralmete o técnico já mostra a validade, a ampola, a marca, o lote, tira a ampola para ver que está tirando da caixa. Em campanha grande acaba não sendo observado”, explica.

3. Posso filmar a aplicação da vacina?

Pode, desde que não mostre o profissional de saúde se ele não quiser aparecer. E, claro, desde que o paciente queira ser filmado, explica Daniel Dourado.

“Pode filmar sem mostrar, sem identificar o profissional de saúde. Não tem impedimento, as pessoas podem fazer isso”, afirma.

“A gente não tem autorização a não ser que peça à pessoa se ela se importa de ser filmada. Você pode pedir pra gravar, informa à pessoa que você vai filmar – e que você está filmando só o procedimento, não a pessoa”, explica Ethel Maciel.

4. O profissional precisa usar luva para aplicar a vacina?

Não.

“Não precisa usar luva. Para esse procedimento da vacina, internacionalmente, não precisa. Você não está trabalhando com nenhuma secreção, só está administrando um imunobiológico”, diz Ethel Maciel.

5. Quem está aplicando a vacina precisa usar máscaras N95/PFF2 ou proteção facial? E quem recebe?

As máscaras do tipo N95/PFF2 são as usadas para evitar a contaminação pelo coronavírus por meio de aerossóis. Elas já são recomendadas para uso no dia a dia por cidadãos em alguns países europeus, como a Alemanha.

“Quem está administrando, se estiver numa unidade de saúde, um hospital, tem que estar com máscara PFF2 ou N95, que tem uma capacidade de filtragem maior. Então [para] os profissionais de saúde é muito indicado que usem”, afirma Ethel Maciel.

“Em outros países, há indicação para que a gente use também em local sem fluxo de ar, local fechado, principalmente que tem circulação de muitas pessoas doentes. Para quem está recebendo a vacina, o ideal é que vá com a sua máscara, duas máscaras, se puder“, completa.

“Se você for receber a vacina no carro, como alguns idosos, ou num local aberto, essas recomendações podem mudar um pouco, mas, no caso do profissional de saúde, é sempre melhor colocar uma máscara que tenha uma proteção maior”, avalia a professora.

“As recomendações para proteção no nosso país não tiveram nenhuma mudança, como nos EUA, que estão recomendando usar duas máscaras, e como na Europa, que já estão recomendando usar N95 para todo mundo”, diz Ethel Maciel.

6. É necessário quem está aplicando usar óculos de proteção facial?

“Se o local for fechado, sem circulação de ar, é indicado, sim. Ou o face shield [proteção de acrílico], que tem sido mais utilizado pelos profissionais de saúde. Lembrando que é máscara e o face shield – face shield não substitui [a máscara], é só uma proteção dos olhos“, lembra Ethel Maciel.

7. Por que alguns profissionais apertam o braço da pessoa que vai ser vacinada antes de aplicar?

“Como a injeção é intramuscular, algumas pessoas, na hora de administrar, localizam o músculo. Não é obrigatório, é só uma forma de se certificar que você está pegando a camada muscular da pessoa”, diz a professora da Ufes.

“Principalmente em idosos, às vezes é mais difícil [localizar o músculo], porque, como tem uma perda muscular grande, fica um pouco difícil de a gente localizar. Então não faz parte da técnica, mas não está errado. Você pode fazer como pode não fazer”, acrescenta.

8. O material é descartável?

Sim, tanto a seringa como a agulha são descartáveis.

9. Cada dose tem quantos mL?

Em cada dose é aplicado 0,5 ml, tanto para a CoronaVac como a Covishield (vacina de Oxford).

10. Quantas doses vêm em cada frasco?

Tanto a CoronaVac, envasada pelo Instituto Butantan, como a vacina de Oxford/AstraZeneca, envasada pela Fiocruz, têm dez doses de meio mililitro (0,5 mL) em cada frasco.

11. Qual a capacidade de uma seringa?

Há mais de um tipo. Maciel avalia que as seringas de maior precisão são as melhores para a aplicação da vacina contra a Covid.

“Varia, tem de 1 mL, 2mL, 3 mL. Como essa vacina [da Covid] temos que dar 0,5mL, uma seringa de maior precisão, uma seringa menor, onde tem esses mL bem divididos, é mais fácil para quem está fazendo a aplicação”, afirma.

12. O que é o “espaço morto” da seringa?

O “espaço morto” é o espaço na seringa formado pelo “canhão” e pela própria agulha, que pode conter um volume residual da dose e que será descartado.

Em nota técnica do Ministério da Saúde, a pasta explica que os frascos com as vacinas já preveem esse valor extra. “A vacina pode conter volume em excesso, a fim de permitir a retirada e a administração do volume total de doses declaradas”, diz a nota.

Ethel Maciel explica que, por isso, o profissional já costuma aspirar um valor maior que os 0,5 mL necessários.

“Quando você olha a seringa, vê a marcação, precisa puxar 0,5 mL, e geralmente a gente puxa um pouquinho a mais, porque tem esse espaço, da agulha, do ar, sempre fica um pouquinho de dose ali. O que você tem que garantir é aplicar o 0,5 mL da dose”, afirma.

Fonte: G1

Continuar lendo SAIBA COMO FUNCIONA O PASSO A PASSO DA APLICAÇÃO DA VACINA CONTRA COVID-19

SAIBA QUAIS SÃO SEUS DIREITOS APÓS GOLPE POR MEGAVAZAMENTO DE DADOS

Foi vítima de golpe após o megavazamento de dados? Saiba quais são seus direitos

Estela Aguiar e Mariangela Castro*, do CNN Brasil Business, em São Paulo

15 de fevereiro de 2021 às 05:00

Bolsa de ValoresFoto: Vecteezy

Segurança digital sempre foi um tema bastante importante para a estudante Rebecca Gompertz, 21. A jovem utilizava aplicativos para monitorar a força de suas senhas na internet, não preenchia formulários aleatórios com dados pessoais nem salvava seus cartões nos sites de compra. Instalou a dupla verificação em todas as suas redes, participou de workshops sobre proteção de dados e sempre lê as informações compartilhadas ou não com as empresas.

Mesmo com essa rotina incansável de segurança digital, a estudante recebeu uma mensagem de seu banco informando uma tentativa de compra no valor de R$ 13.000. Ela foi investigar e descobriu que havia sido uma das mais de 200 milhões de pessoas que tiveram seus dados vazados no país. O vazamento sem precedentes expôs CPFs, CNPJs, nota de crédito e até o salário de milhões de brasileiros.

No caso dela, felizmente, o cartão foi bloqueado e não houve perdas financeiras. Mas e se isso tivesse acontecido? De quem seria a responsabilidade? E quem teria que assumir o prejuízo?

“Quando soube do vazamento, bateu um pouco de pânico”, relata a estudante. “Mas, logo em seguida, fiquei muito brava.” Isso porque, mesmo tendo sido extremamente cautelosa, seus dados foram vazados por empresas que não tiveram o mesmo cuidado com sua segurança.

Maximiliam Fierro Paschoal, sócio de relações de consumo do escritório de advocacia Pinheiro Neto, esclarece que, em casos de golpes a partir de vazamentos, o consumidor têm seus direitos garantidos, como o ressarcimento de eventuais prejuízos financeiros.

A fraude, porém, pode acontecer de duas maneiras. Em tentativas de clonagem de cartão ou compras sem autorização — como foi o caso da estudante — ou quando é enviado um link falso e o consumidor acredita que está diante de um site verdadeiro.

É comum, por exemplo, que após vazamentos sejam realizadas ligações fraudulentas, em que o criminoso apresenta parte dos dados que possui de determinada pessoa e ela ingenuamente compartilha outras informações pessoais.

Quando este segundo caso ocorre, Paschoal explica que será analisado exatamente o que foi dito ao consumidor e se ele possuía ou não maneiras de detectar que estava sendo vítima de uma fraude.

“Em primeiro lugar, a compra e todos os cartões devem ser bloqueados. Após ser comprovada que a ação não partiu de forma intencional do cliente, o valor e eventuais danos devem ser ressarcidos”, diz.

Existe a possibilidade, porém, de essa ação não poder ser comprovada. Isso acontece quando o consumidor provoca sua própria vulnerabilidade, compartilhando dados mesmo que de modo não intencional.

“Às vezes, compartilhamos nossas informações sem nem verificar com quem estamos falando. Ou clicamos em links sem pensar nas consequências. Por isso, é preciso redobrar a atenção e analisar cada caso com calma”, explica. Quanto mais verossímil for a fraude sofrida, menor é a responsabilidade do consumidor.

Antes de definir, porém, se o consumidor é ou não responsável, Paschoal alerta que a Justiça irá considerar o grau de vulnerabilidade e hipossuficiência deste cidadão. Costumam ser olhadas com mais cuidado pessoas idosas, por exemplo, pois estas possuem maior propensão a sofrer fraudes em meio digital.

A responsabilidade pelo golpe pode ser atribuída também à instituição financeira no qual o consumidor possui conta, caso as barreiras de segurança não tenham sido eficazes para protegê-lo.

Por fim, pode haver casos em que tanto o consumidor quanto as instituições tenham feito tudo que poderiam para evitar a fraude. Neste cenário, o advogado defende que o valor da compra ou da perda do consumidor deve ser ressarcido, porém que não sejam aplicadas multas às instituições

Fonte: CNN

Continuar lendo SAIBA QUAIS SÃO SEUS DIREITOS APÓS GOLPE POR MEGAVAZAMENTO DE DADOS

SAIBA QUAIS AS MELHORES CIDADES DO BRASIL PARA MORAR E TRABALHAR

Descubra as melhores cidades para se morar (e trabalhar) no Brasil

Wesley Santana, colaboração para CNN Brasil Business

 Atualizado 12 de fevereiro de 2021 às 15:18

Resultado de imagem para Descubra as melhores cidades para se morar (e trabalhar) no Brasil

Está enganado quem pensa que as capitais são os melhores lugares para se viver no Brasil. De acordo com o Índice de Desafios da Gestão Municipal elaborado pela consultoria Macroplan, que classificou as 100 maiores cidades do Brasil segundo quesitos como educação, saneamento, saúde e segurança, apenas Curitiba (PR) e Vitória (ES) aparecem no top 10.

A campeã do ranking é Maringá (PR) com uma taxa de 0,756, em uma escala que vai até 1,000. O município se destaca pela segurança: o número de homicídios e mortes no trânsito vem caindo ao longo dos últimos anos. Além disso, a cidade conta com boa estrutura de saúde pública, o que fez com que saltasse seis posições desde o último levantamento.

Na segunda posição, aparece Jundiaí (SP) com um índice bem próximo, de 0,746. O município de 420 mil habitantes se destaca pela estrutura de saneamento, que quase alcançou a nota máxima da categoria (0,960). Os moradores contam com coleta de lixo e 99% deles têm acesso a abastecimento de água. Já o tratamento de esgoto abrange 98% dos lares.

Completando o pódio está São José do Rio Preto (SP), que tem um bom desempenho em educação. A taxa de aprovação do ensino fundamental é de 96%, enquanto a média nacional é de 90%.

Impactos na saúde

De acordo com o estudo, 55 das 100 localidades mapeadas tiveram queda nas taxas de saúde. Um exemplo disso é Campina Grande (PB) que perdeu 31 posições no ranking, passando do 49º para o 80º lugar. Neste caso específico, a taxa de mortalidade infantil aumentou em 51% no período de um ano, atingindo a marca de 15,4 por cada 100 mil habitantes, de acordo com o DataSUS.

Certamente, a crise de 2020, provocada pelo novo coronavírus, deve aprofundar as desigualdades nacionais e mostrar a disparidade que existe entre as mais de 5 mil cidades brasileiras, como destacam os coordenadores do estudo. Para eles, os prefeitos que assumiram seus cargos no início de 2021 têm desafios agudos, principalmente em relação à taxa de desemprego elevada e um contexto fiscal bastante preocupante.

“A agenda de recuperação econômica e a redução das desigualdades necessitarão, mais do que nunca, de articulação entre os entes da federação, terceiro setor e iniciativa privada, do uso intensivo de dados, evidências e inovação no setor público”, destaca a economista-sênior e coordenadora do Índice, Adriana Fontes.

São Paulo versus Rio de Janeiro

Em um comparativo entre as cidades mais populosas do Brasil, a capital paulista teve um desempenho superior em 2019. A metrópole aparece em quarto lugar na disputa entre as capitais brasileiras, atrás de Curitiba, Vitória e Belo Horizonte (MG). Já no ranking geral, ocupa a 19ª posição, enquanto o Rio de Janeiro fica no 42 lugar.

De São Paulo vem a melhor performance nacional em segurança pública. Segundo o mapeamento, apresenta o menor índice de homicídios: são 3,7 casos por 100 mil habitantes. Em 2019, foram 909 óbitos provocados por acidentes de trânsito.

Já no Rio de Janeiro, o número de homicídios foi três vezes maior, superando 11 mortes a cada 100 mil pessoas. No trânsito, porém, o número foi bem menor, de 382 durante todo o ano, o que coloca a cidade abaixo da média nacional, de 5,7 registros por 100 mil habitantes.

Continuar lendo SAIBA QUAIS AS MELHORES CIDADES DO BRASIL PARA MORAR E TRABALHAR

SAIBA COMO ESTÃO OS PACIENTES DO AMAZONAS QUE RECEBEM TRATAMENTO CONTRA COVID-19 EM NATAL

Como estão os pacientes do Amazonas que recebem tratamento contra a covid-19 no RN

Heilysmar Lima

 – Atualizado em: 

Foto: Robson Araújo

Devido ao caos instaurado na rede de Saúde do Amazonas, dezenas de pacientes com covid-19 foram transferidos para outras cidades do país. Natal foi um dos destinos. Atualmente, a capital potiguar tem três hospitais com pessoas vindas do estado do Norte. Neste domingo (31), as unidades informaram o estado de saúde deles.

No Hospital Universitário Onofre Lopes (Huol), 10 pacientes com covid-19 estão internados. De acordo com o boletim médico, três deles estão internados em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e os outros sete estão em enfermarias. “Há 1 paciente intubado, 7 em máscara com suporte de oxigênio e 2 com cateter nasal de oxigênio”, informou o hospital.

No caso do Hospital Giselda Trigueiro, a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sesap-RN) comunicou que há quatro pacientes internados na unidade. Segundo a secretaria, todos estão em condições estáveis.

Já no Hospital de Campanha de Natal, o boletim mais recente divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde Natal aponta que são 17 paciente internados. Desses, 14 estão internados em enfermarias. Os outros três estão sob cuidados intensivos.

Nesse sábado (30), nove pacientes tiveram alta do Hospital de Campanha. De acordo com a prefeitura, as pessoas que receberem alta serão acolhidas na Associação Casa do Divino Mestre, mantida pela Paróquia Nossa Senhora Aparecida, em Neópolis. Ainda no sábado, 14 pacientes desembarcaram na Base Aérea de Natal para receberem cuidados contra a covid-19 em Natal.

Continuar lendo SAIBA COMO ESTÃO OS PACIENTES DO AMAZONAS QUE RECEBEM TRATAMENTO CONTRA COVID-19 EM NATAL

SAIBA O QUE MUDA E VEJA COMO PEDIR O SEGURO DPVAT, QUE AGORA SERÁ PAGO PELA CAIXA

Por Guilherme Fontana, G1

 

Todas as indenizações são pagas individualmente, sem importar quantas vítimas se envolveram no acidente — Foto: Marcos Serra Lima/G1 Todas as indenizações são pagas individualmente, sem importar quantas vítimas se envolveram no acidente — Foto: Marcos Serra Lima/G1

A Caixa assumiu em 2021 a gestão dos recursos e pagamentos das indenizações do DPVAT (Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT).

O seguro DPVAT foi criado há quase 50 anos para indenizar cidadãos envolvidos em acidentes de trânsito, sejam eles motoristas, passageiros ou pedestres.

Com a mudança de gestão, o seguro passa por alterações nos formatos de solicitações e pagamentos das indenizações. Vale lembrar, que embora o pagamento do DPVAT esteja suspenso em 2021, o seguro continua existindo.

Entenda como funciona o DPVAT e o que muda para 2021.

Quem tem direito?

Qualquer vítima de acidente de trânsito envolvendo veículos automotores (carros, motos, ônibus e caminhões), sejam motoristas, passageiros ou pedestres, e seus beneficiários. As indenizações são pagas independentemente da apuração de culpados e do reconhecimento do veículo.

São cobertos casos de morte, invalidez permanente total ou parcial, e reembolso de despesas médicas e hospitalares da rede privada por danos físicos causados pelos acidentes de trânsito.

Qual o valor das indenizações?

  • R$ 13.500 em caso de morte;
  • até R$ 13.500 em caso de invalidez permanente, variando conforme a lesão da vítima (100% para total; 75% para as perdas de repercussão intensa; 50% para as de média repercussão; 25% para as de leve repercussão);
  • até R$ 2.700, considerando os valores gastos pela vítima em seu tratamento.

Como solicitar e receber a indenização?

Depende da data em que o sinistro ocorreu. Todas as indenizações são pagas individualmente, sem importar quantas vítimas se envolveram no acidente, e os pedidos devem ser feitos em até 3 anos a partir do diagnóstico.

Caso o acidente tenha acontecido até o dia 31 de dezembro de 2020, a solicitação deve ser feita à Seguradora Líder, antiga responsável pelo DPVAT. O processo pode ser realizado pelo aplicativo Seguro DPVAT, pela central telefônica da seguradora ou em um dos pontos físicos de atendimento. Neste caso, o pagamento é feito diretamente na conta corrente ou poupança do beneficiário em até 30 dias após a aprovação do pedido.

Veja os canais no link https://www.seguradoralider.com.br/.

Para acidentes ocorridos a partir do dia 1º de janeiro de 2021, os pedidos deverão ser feitos nas agências da Caixa, mediante a apresentação de toda a documentação requerida por lei. Um aplicativo, chamado de App DPVAT, deve ser lançado em breve.

Sob responsabilidade da Caixa, o pagamento será feito em até 30 dias após a aprovação da solicitação, em uma Conta Poupança Social Digital da Caixa, no aplicativo Caixa Tem. Caso o beneficiário não possua este tipo de conta, o banco afirmou que fará a abertura gratuitamente.

A Caixa lançou uma página sobre o DPVAT, para tirar dúvida dos beneficiários, e também disponibilizará o telefone 0800 726 0207.

Quais são os documentos exigidos?

Em todos os casos são necessárias cópias de documentos de identificação da vítima, comprovante de residência e do boletim de ocorrência do acidente. Há documentações específicas para cada tipo de indenização.

Boletins de atendimentos médico-hospitalares, ou equivalentes, comprovantes das despesas acompanhados das respectivas requisições e/ou receituários médicos, e cópias do laudo da lesão e dos exames realizados.

Laudo do Instituto Médico Legal (IML) informado a extensão das lesões físicas ou psíquicas da vítima, boletim de atendimento médico hospitalar ou ambulatorial, e relatório detalhado do tratamento.

  • Morte

Certidão de óbito da vítima.

Mais detalhes sobre as informações que devem constar em documentações e relatórios, além de possíveis variações pela diferença de cobertura pelas instituições, podem ser consultados nos sites da Seguradora Líder e da Caixa.

Por que a taxa não foi cobrada em 2021?

Mesmo antes de o DPVAT ter sua direção alterada, o Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP), vinculado ao Ministério da Economia, determinou que o seguro teria prêmio zero (valor cobrado) para o exercício de 2021.

De acordo com a Superintendência de Seguros Privados (Susep), a cobrança foi suspensa neste ano porque o DPVAT tem recursos em caixa suficientes para a operação. Os recursos são de valores pagos em anos anteriores e que não foram utilizados.

Seguro DPVAT não será cobrado em 2021

Para onde vai o pagamento do DPVAT?

Segundo Solange Vieira, superintendente da Susep, o governo deve encaminhar ao Congresso ainda neste primeiro semestre uma nova política para o DPVAT. Ela estimou que os pedidos de indenizações podem chegar a 600 mil ao longo de 2021.

Quantos são indenizados por ano?

De acordo com dados divulgados pela Seguradora Líder, antiga detentora do DPVAT, o seguro pagou 353.232 indenizações em 2019. Deste total, 67% foram para invalidez permanente, 22% para despesas médicas e 11% para morte.

Em relação ao ano de 2018, o número de pagamentos por mortes subiu 6%, contra 3% de invalidez permanente. Em despesas médicas, as indenizações cresceram 25%.

A seguradora aponta, porém, que os números de 2019 referem-se às ocorrências no período e em anos anteriores, observado o prazo prescricional de 3 anos para solicitar o benefício.

As motocicletas representam maioria entre os veículos com indenizações pagas. Entre os 353.232 pagamentos, 273.667 (ou 77%) foram motos. Os automóveis ficaram em segundo lugar, com 16%.

E quem pagou a mais em 2020?

No ano passado, ainda gerenciado pela Seguradora Líder, o DPVAT passou por um impasse que gerou variação nos valores. Na época, o prêmio do seguro passou por uma redução de 68% — o novo valor foi suspenso por Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF).

Após alguns dias, Toffoli voltou atrás de sua própria decisão e manteve a redução dos valores. Com o vaivém, muitos proprietários de veículos pagaram o valor maior do seguro, no período em que a redução de valores estava suspensa.

Com a revogação da medida, a Seguradora Líder abriu um programa de restituição para quem havia pagado a mais — que ainda está disponível, sem prazo para término. O G1 questionou a seguradora para obter números atualizados sobre o andamento dos reembolsos e aguarda retorno.

Fonte: G1
Continuar lendo SAIBA O QUE MUDA E VEJA COMO PEDIR O SEGURO DPVAT, QUE AGORA SERÁ PAGO PELA CAIXA

SAIBA QUEM É JILL BIDEN A PRIMEIRA DAMA DOS EUA

 

Quem é Jill Biden, a nova primeira-dama dos EUA

Doutora em Educação, Jill fez carreira como professora e diz que ensinar ‘não é o que faz, é quem ela é’. Ela é a segunda mulher de Joe Biden, o novo presidente eleito dos EUA. Os dois estão juntos há mais de 40 anos e têm uma filha, Ashley

INTERNACIONAL

BBC NEWS BRASIL

'Pensem naquele professor favorito que lhes deu confiança para acreditar em si mesmos. Esse é o tipo de primeira-dama que Jill Biden será', disse o presidente eleito dos EUA

Do meio de uma sala de aula vazia, onde ensinou inglês nos anos 1990, Jill Biden fez um pronunciamento na convenção do Partido Democrata logo após seu marido ser oficialmente nomeado candidato à Presidência.

Depois de defender a candidatura de Biden, ela assistiu ao seu marido exaltar suas qualidades como potencial primeira-dama.

“Para todos vocês espalhados pelo país, pensem em seu professor favorito, aquele que lhes deu confiança para acreditar em si mesmos. Esse é o tipo de primeira-dama que Jill Biden será”, disse ele.

Mas o que sabemos sobre a mulher estará ao lado de Biden na Casa Branca?

Como Joe e Jill Biden se conheceram

Jill Jacobs nasceu em 1951 no Estado de Nova Jersey. A mais velha de cinco irmãs, ela cresceu na Filadélfia, no subúrbio de Willow Grove.

Antes de sua união com Biden, ela foi casada com o ex-jogador de futebol universitário Bill Stevenson.

Biden perdeu sua primeira mulher e a filha de um ano em um acidente de carro em 1972. Seus filhos Beau e Hunter sobreviveram ao acidente.

Jill diz que foi apresentada a ele por meio do irmão de Biden em 1975. Naquela época, seu futuro marido já era senador, e ela ainda estava na faculdade.

“Estava no último ano e namorava caras que usavam jeans, sandálias e camiseta. Ele veio até a minha porta usando um paletó esporte e mocassins, e pensei: ‘Deus, isso nunca vai funcionar, nem em um milhão de anos’. Ele era nove anos mais velho do que eu!”, contou ela à revista Vogue sobre o primeiro encontro do casal.

“Mas nós saímos para ver Um Homem, Uma Mulher no cinema, e realmente nos demos bem.”

Biden a pediu em casamento cinco vezes antes de ela aceitar. “Eu não podia permitir que eles [os filhos de Joe] perdessem outra mãe. Portanto, precisava ter 100% de certeza”, explicou Jill.

O casal se casou na cidade de Nova York em 1977. Sua filha, Ashley, nasceu em 1981. A família enfrentaria a perda de Beau, por causa de um câncer no cérebro, em maio de 2015. Ele tinha 46 anos.

Jill falou sobre sua família e as dificuldades que eles enfrentaram quando apoiou a indicação do marido.

“Sei que, se confiarmos esta nação a Joe, ele fará por sua família o que fez pela nossa: nos unir e nos tornar inteiros, nos levar adiante em tempos de necessidade, manter a promessa da América para todos nós”, disse ela.

‘Ensinar não é o que eu faço. É quem eu sou’

Jill Biden já teve o título de segunda-dama, enquanto seu marido foi vice-presidente de Barack Obama entre 2009 a 2017

Jill Biden tem hoje 69 anos e passou décadas trabalhando como professora.

Ela tem um bacharelado em Inglês e dois mestrados — em Educação e Inglês. Formou-se doutora em Educação pela Universidade de Delaware em 2007.

Antes de se mudar para Washington D.C., ela deu aulas em uma faculdade comunitária, em uma escola pública de ensino médio e em um hospital psiquiátrico para adolescentes.

Fez seu discurso na convenção do Partido Democrata deste ano em sua antiga sala de aula na Escola Brandywine, em Delaware, onde ensinou inglês de 1991 a 1993.

Jill Biden também foi professora de inglês da Faculdade Comunitária Northern Virginia, enquanto seu marido atuava como vice-presidente.

“Ensinar não é o que eu faço. É quem eu sou”, ela tuitou em agosto.

Vida na política

Jill Biden já teve o título de segunda-dama, enquanto seu marido foi vice-presidente de Barack Obama entre 2009 a 2017.

Durante esse período, seu trabalho incluiu a promoção de faculdades comunitárias, a defesa de famílias de militares e a conscientização sobre a prevenção do câncer de mama.

Em 2010, ela sediou a Cúpula da Casa Branca sobre Faculdades Comunitárias, que buscou “destacar o papel das faculdades comunitárias no desenvolvimento da força de trabalho da América”.

Ela também lançou a iniciativa “Juntando Forças” com Michelle Obama, para ajudar veteranos militares e suas famílias a ter acesso a programas de educação e emprego.

EPA Jill Biden discursou na convenção democrata deste ano em sua antiga sala de aula em Delaware, onde ensinou inglês de 1991 a 1993

Em 2012, ela publicou o livro infantil Não se Esqueça, Deus Abençoe Nossas Tropas, baseado na experiência de sua neta em uma família de militares.

Ela foi uma proeminente apoiadora do marido durante a campanha de 2020, aparecendo ao lado dele e realizando eventos e arrecadação de fundos.

Pelo Twitter, onde se descreve como “educadora para toda a vida”, “mãe de militar”, “avó”, “irmã” e “mulher de Joe Biden”, ela celebrou a vítória do marido.

“Ele será o presidente de todas as nossas famílias”, disse.

 

Continuar lendo SAIBA QUEM É JILL BIDEN A PRIMEIRA DAMA DOS EUA

PSICOLOGIA: SAIBA EM QUE CONSISTEM, NA VISÃO DE CARL JUNG, OS TIPOS PSICOLÓGICOS

Para quem tem interesse em se aprofundar na área do AUTOCONHECIMENTO, neste sábado, aqui na coluna PSICOLOGIA você vai conhecer o que são os Tipos Psicológicos descobertos pelo Psiquiatra Suíço Carl Gustav Jung (1875-1961) e como esses arquétipos influenciam nos processos psicológicos básicos, para a determinação do caráter de uma pessoa. Então lhe convido a ler o texto completo a seguir e entender mais sobre o comportamento humano.

TIPOS PSICOLÓGICOS – ATITUDES E FUNÇÕES

Publicado por Institutofreedom 
27 de janeiro de 2017

 

No ano de 1921, Jung publica o resultado de um de seus estudos mais importantes no contexto da personalidade humana. A obra Tipos Psicológicos proporcionou uma intensa contribuição, pois este estudo identificou um certo número de processos psicológicos básicos, descrevendo também de que forma esses processos se ligam em diversas combinações para a determinação do caráter de uma pessoa.

Os Tipos Psicológicos consistem num sistema de combinações entre Atitudes e Funções.

O Psiquiatra Suíço Carl Gustav Jung (1875-1961) nos deixou um importante legado que nos remete à distinção entre as atitudes básicas do ser humano e suas mais variadas dimensões. Para que possamos entender melhor essa distinção entre as atitudes de Introversão e Extroversão, é preciso compreender a essência entre dois outros termos que pretendo abordar neste pequeno artigo: Objetivo e Subjetivo.

O Termo “objetivo” nos leva à compreensão de tudo aquilo que está conectado com o Mundo Externo (o não-eu). Já o termo Subjetivo nos dá o entendimento de tudo o que se faz presente no Mundo Interno, o que nos orienta à percepção do próprio eu.

Através desse segmento proposto por Jung, conclui-se que na Extroversão, a libido é direcionada ao mundo exterior objetivo, e se aplica às questões das percepções, pensamentos e sentimentos que se referem a objetos, pessoas e animais, e também às outras circunstâncias como as pressões do ambiente. Na Introversão, a libido é direcionada para o mundo interno Subjetivo, fluindo para as estruturas e os processos psíquicos conectados com o próprio eu.

No entanto, é preciso deixar claro que o sujeito pode se demonstrar extrovertido e alguns momentos e introvertido em outros. Porém, uma dessas atitudes é predominante. Quando predomina a objetividade, o indivíduo é qualificado como Extrovertido e quando se pondera que uma pessoa é subjetiva, qualifica-se como Introvertida.

O ser humano introvertido se interessa muito pelo seu mundo interno; se apresenta mais introspectivo diante das circunstâncias, geralmente é muito retraído, esboçando traços de timidez em muitos casos, sendo assim, muito preocupado com suas próprias questões ligadas ao seu interior. Devido à maneira que se orienta para a sociedade, ele parece aos olhos externos, alguém anti-social e extremamente reservado.

O sujeito Extrovertido se preocupa com as questões relacionadas ao externo, é mais direcionado aos relacionamentos com as pessoas e as coisas. Ele se apresenta para a sociedade de uma forma diferente, dando à impressão de ser mais ligado, ativo e amistoso com tudo aquilo que o cerca.

A distinção entre essas duas atitudes da psique fica dimensionada da seguinte forma em nossa mente: A Atitude oposta àquela demonstrada pelo consciente, fica presente de maneira significativa no inconsciente. Assim, podemos concluir que o Extrovertido Consciente, na verdade é um Introvertido Inconsciente e vice-versa.

Vamos agora, compreender um pouco sobre as Funções Psicológicas propostas por Jung.

Carl Gustav Jung (1875-1961), nos deixou um ensinamento muito importante e determinante no contexto do Funcionamento da psique. Este ensino nos remete as Quatro Funções Psicológicas:

•Pensamento;
•Sentimento;
•Sensação;
•Intuição.

Jung divide as Funções Psicológicas em dois grupos:

•As Irracionais (Percepção): Sensação e Intuição;
•As racionais (Julgamento): Pensamento e Sentimento.

O Pensamento é uma função psicológica que tem a missão de associar idéias umas as outras para que se possa chegar a uma conclusão e uma solução de um determinado problema. É uma função intelectual, com o objetivo de compreender as coisas. As principais características do Pensamento são: A lógica, a racionalidade, a objetividade e a busca pelos resultados.

A Função Sentimento é avaliadora, o trabalho exercido por ela consiste em aceitar ou rejeitar uma idéia, definindo-a como agradável ou desagradável. Suas principais características são: A Afetividade, a conciliação, o zelo por sua subjetividade e seus relacionamentos emocionais com as pessoas.

Segundo Jung, a Sensação é uma percepção sensorial que consiste em todas as experiências conscientes produzidas pelos órgãos dos sentidos: Visões, ruídos, cheiros, paladares e todas as sensações que se originam no interior do nosso corpo. As características principais que nos remetem a essa função são: A utilização dos Cinco Sentidos, a percepção de algo concreto, o senso da realidade e a realização. Esta função também é muito ligada com o “Aqui e Agora”.

A Intuição não exige nenhum julgamento, pois o indivíduo não sabe de onde ela vem, nem de onde se origina. Esta função também é muito conhecida como percepção extra-sensorial. Suas principais características: O Sexto Sentido, Imaginação, Visão de futuro, forte criatividade e facilidade para enxergar novas possibilidades.

“Esses quatro tipos funcionais correspondem aos recursos óbvios através dos quais a consciência obtém sua orientação para a experiência.”
(Carl Gustav Jung)

A Sensação nos diz que uma coisa existe, o Pensamento nos diz o que é essa coisa, o Sentimento nos informa se a coisa é agradável ou não, e a Intuição nos diz de onde ela vem e para onde ela vai.

Na realidade, todos nós temos as Quatro funções Psicológicas, porém existe a Função Principal (onde me sinto mais confortável), a Auxiliar, a Terciária e a Inferior (função que exige algo a mais de mim / consiste na atuação da Sombra).

Ex: Se minha função principal for o Pensamento Introvertido, minha função inferior será Sentimento Extrovertido. (100% oposto).

TIPOS PSICOLÓGICOS E SUAS FUNÇÕES INFERIORES

1. Tipo Pensamento Introvertido:
Pessoas com esse tipo dão valor as idéias do ponto de vista do sujeito, não do objeto. Eles se mostram interessados pela produção de idéias novas. Facilmente se perdem no mundo da fantasia. Não são práticos, são mais teóricos.
Função Inferior: Sentimento Extrovertido.

2. Tipo Pensamento Extrovertido:
O Pensamento Extrovertido carrega em si uma vida governada pelo pensamento. Costumam ser indivíduos com organização e praticidade.
Função Inferior: Sentimento Introvertido.

3. Tipo Sentimento Introvertido:
São personalidades difíceis de serem compreendidos, pois seu exterior pouco revela. Pessoas do tipo Sentimento Introvertido transmitem uma leve impressão de não possuírem nenhuma espécie sentimento. São pessoas reservadas e também demostram tendencia a serem autoritárias.
Função inferior: Pensamento Extrovertido

4. Tipo Sentimento Extrovertido:
Os indivíduos que carregam em si o Tipo Sentimento Extrovertido sempre estabelecem relações de profunda harmonia com o ambiente. O pensamento está subordinado ao sentimento. São vulneráveis ao objeto amado. Fazem amizades com extrema facilidade, pois possuem uma boa conversa.
Função Inferior: Pensamento Introvertido.

5. Tipo Sensação Introvertida:
Os indivíduos do Tipo Sensação Introvertida carregam em si a intensidade da sensação subjetiva. Possuem uma tendência recuar do mundo exterior e seus dilemas. Há uma separação entre a consciência e o corpo físico. Demosntram intensa dificuldade de compreender a si próprios.
Função Inferior: Intuição Extrovertida.

6. Tipo Sensação Extrovertida:
São indivíduos que têm percepção dos fatos bem desenvolvida. Costumam procurar por pessoas ou situações que lhe proporcionem fortes sensações. Essas pessoas concentram sua atenção para o físico, possuindo um bom gosto estético. São pessoas que costumeiramente não se esquecem de seus compromissos e são sempre bem rígidos com a pontualidade.
Função Inferior: Intuição Introvertida.

7. Tipo Intuição Introvertida:
Indíviduos do Tipo Intuição Introvertida são mais direcionadas para os conteúdos do inconsciente. Não são muito comunicativas e geralmente são mal compreendidos pelo outro. São mais ligados às questões da espiritualidade, carregando em si uma misteriosa capacidade de pressentir o futuro.
Função Inferior: Sensação Extrovertida.

8. Tipo Intuição extrovertida:
São pessoas que possuem uma grande capacidade para perceber as coisas ao seu redor. Enxergam o mundo através de uma percepção externa. Estão sempre à espera de novos horizontes e de novas oportunidades. O Tip Intuição Introvertida não são muito ligados às quesões relacionadas ao corpo, não percebendo quando estão cansados ou famintos. Sentem-se prisioneiros em várias situações que apresentam estabilidade.
Função Inferior: Sensação Introvertida.

Texto: Evandro Rodrigo Tropéia

Qual será a sua Atitude predominante?
Qual será a sua Função Psicológica principal?

Referências Bibliográficas: HALL, C.S; Nordby, V.J. Introdução à Psicologia Junguiana. Ed. Cultrix, SP, 2003.

Fonte: Instituto Freedom

Continuar lendo PSICOLOGIA: SAIBA EM QUE CONSISTEM, NA VISÃO DE CARL JUNG, OS TIPOS PSICOLÓGICOS

O IMPEACHMENT DE WITZEL SERÁ VOTADO NESTA QUARTA FEIRA PELA ALERJ

Alerj vota nesta quarta impeachment de Witzel; saiba o que está em jogo

Guilherme Venaglia, da CNN, em São Paulo

23 de setembro de 2020 às 05:00 | Atualizado 23 de setembro de 2020 às 05:41

Em vídeo para deputados, Witzel afirmou que acusações contra ele são levianasEm vídeo enviado a deputados, Wilson Witzel afirmou que as acusações contra ele são levianas
Foto: Antonio Cruz – 26.mar.2019/ Agência Brasil

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) realiza sessão nesta quarta-feira (23) para decidir se o processo de impeachment contra o governador afastado Wilson Witzel (PSC) seguirá para a fase de julgamento por um tribunal misto.

Será colocado em votação o relatório do deputado estadual Rodrigo Bacellar (SD), a favor da continuidade do impeachment. Na última semana, o parecer contra Witzel foi aprovado em comissão especial por 24 a zero.

Desta vez, votam todos os 70 deputados da Alerj. Witzel tem a seu favor as regras do jogo, uma vez que o impeachment não passa apenas com a maioria simples, mas sim requer o apoio de dois terços dos parlamentares, o que equivale a 47 votos.

Mesmo assim, segundo apuração da CNNa tendência é ser aprovado por vantagem ampla e unanimidade não está descartada.

Líderes dos partidos com representação na Assembleia fecharam acordo nesta terça-feira para que cada deputado fale por até 10 minutos, com uma limitação de cinco parlamentares por partido. O rito permite que cada sigla fale por até uma hora, mas a intenção é acelerar o processo de votação.

Há a previsão ainda de que a defesa de Witzel possa falar por até uma hora. O governador afastado afirmou em mais de uma oportunidade ter a intenção de comparecer presencialmente à Alerj e discursar aos deputados estaduais.

O que está em jogo hoje

Pela lei vigente no país, a palavra final para o impeachment de um governador de estado não está com o Parlamento, como foi no caso da ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

A Alerj dá a autorização política para que seja iniciada a análise das acusações por um tribunal misto, formado por cinco deputados estaduais e cinco desembargadores do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ).

Os cinco representantes da Alerj serão escolhidos por votação, caso a comissão tenha de ser de fato formada. Cada deputado estadual votará em cinco colegas e os votos serão somados.

Já os representantes do TJ-RJ serão escolhidos por sorteio, entre os 179 que atuam no Tribunal. O presidente da Corte, desembargador Cláudio de Mello Tavares, participa como voto de minerva, em caso de empate.

Afastado duas vezes?

Assim como ocorreu no caso de Dilma, o processo de impeachment para governadores também prevê um momento em que o governante seja afastado do cargo antes do julgamento das acusações apresentadas contra ele.

Wilson Witzel, no entanto, se aproxima dessa etapa de análise já afastado. O governador foi retirado temporariamente do cargo por decisão da Justiça.

Mais especificamente, do ministro Benedito Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Gonçalves imputou a Witzel o período de 180 dias de suspensão, o que mesmo que pode ser imposto a ele no âmbito do processo de impeachment.

Esse quebra-cabeça de processos significa que mesmo que o impeachment seja derrotado na votação desta quarta-feira, Wilson Witzel não reassume o governo do Rio enquanto a decisão do STJ estiver em vigor.

O governador do Rio pode, no entanto, acumular as duas suspensões ao mesmo tempo.

Segundo a Alerj, caso o Plenário vote para que o impeachment prossiga, o tribunal misto será formado e deverá decidir se recebe ou não a denúncia contra o governador. Se sim, aí ele passa a ser réu e fica afastado do cargo mesmo que a decisão do STJ venha a perder validade.

Acusação e defesa

O governador afastado Wilson Witzel é acusado de se beneficiar de um esquema de corrupção na área da saúde no Rio de Janeiro.

O relatório do deputado Rodrigo Bacellar diz que há “fortes indícios de proximidade” entre empresários que “se locupletaram do dinheiro público” e Witzel.

Em diversos trechos, o texto faz referência ao processo de reaqualificação da Organização Social Unir.

Proibida de administrar unidades de saúde do estado, a empresa foi reabilitada por Witzel – de acordo com o Ministério Público Federal, por meio de um ajuste ilícito.

Indícios de fraudes na contratação dos hospitais de campanha também foram mencionados pelo relator, que recheou o parecer favorável ao impeachment de trechos das denúncias do MPF no âmbito das Operações Favorito e Tris in Idem.

Em sua defesa, Wilson Witzel atribui os ilícitos ao ex-secretário da Saúde Edmar Santos, que teria se “infiltrado” em seu governo para manter um esquema de corrupção. O governador afastado diz que não tinha ingerência direta sobre os contratos na saúde e que não poderia ser responsabilizado por eles.

Fonte: CNN

Continuar lendo O IMPEACHMENT DE WITZEL SERÁ VOTADO NESTA QUARTA FEIRA PELA ALERJ

NATAL ABRIRÁ CENTRO DE TESTES DA VACINA DE OXFORD PARA VOLUNTÁRIOS, SAIBA COMO PARTICIPAR

Por G1 RN

 

Universidade de Oxford possui uma das mais promissoras vacinas contra Covid-19 — Foto: Getty Image/ BBCUniversidade de Oxford possui uma das mais promissoras vacinas contra Covid-19 — Foto: Getty Image/ BBC

A Universidade de Oxford abrirá em Natal, na próxima segunda-feira (21), um centro de testes para voluntários que receberão a vacina contra a Covid-19. Serão recrutados cerca de 1 mil pessoas. Os interessados já podem se inscrever pelo site do Centro de Pesquisas Clínicas de Natal (CPClin), sede dos estudos na capital potiguar.

Os voluntários precisam ter mais de 18 anos (sem limite máximo de idade). O estudo não é restrito a profissionais de saúde. Podem participar todas as pessoas que estejam altamente expostas ao vírus.

Além de Natal, novos centros de testes serão inaugurados em Porto Alegre e Santa Maria, no Rio Grande do Sul, nas próximas semanas. Os três se juntam aos centros de São Paulo, Salvador e Rio de Janeiro. Com isso, a Universidade de Oxford dobra o número de voluntários para os testes da vacina no Brasil, passando de 5 mil para 10 mil pessoas.

“O aumento de número de voluntários eleva as chances de se provar a eficácia da vacina com mais agilidade e, consequentemente, de trazê-la mais rápido para a população”, explica coordenadora nacional dos estudos clínicos e representante da Universidade de Oxford no Brasil, Sue Ann Costa Clemens.

A pesquisa clínica da vacina de Oxford teve início no Brasil em junho. Metade dos voluntários recebe a Chadox1 ncov-19, contra a Covid-19, e a outra metade recebe a meningocócica ACWY, a chamada vacina de controle, um imunizante contra a meningite e placebo. Um sistema define randomicamente quem receberá qual vacina. Cada participante recebe duas doses e é acompanhado pela equipe do estudo com frequência, ao longo de um ano.

A vacina de Oxford foi a primeira a iniciar os testes clínicos da chamada fase 3 no Brasil. Trata-se da etapa final para a aprovação e o registro de um imunizante. No mundo todo, mais de 18 mil pessoas já foram vacinadas pelo estudo. A pesquisa começou no Reino Unido e também é realizada na África do Sul e nos Estados Unidos.

Continuar lendo NATAL ABRIRÁ CENTRO DE TESTES DA VACINA DE OXFORD PARA VOLUNTÁRIOS, SAIBA COMO PARTICIPAR

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar