CÂMARA MUNICIPAL DE NATAL RECEBE EM REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA SECRETÁRIOS DE SAÚDE DO ESTADO E MUNICÍPIO PARA DEBATER ENFRENTAMENTO DA COVID-19

Câmara de Natal recebe secretários de Saúde para debater enfrentamento à Covid-19

Em Câmara De NatalSlideshow

Câmara de Natal recebe secretários de Saúde para debater enfrentamento à Covid-19 - Tribuna de Noticias

A Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social da Câmara Municipal de Natal realizou nesta quinta-feira (22) uma reunião extraordinária para receber os Secretários de Saúde de Natal, Dr. George Antunes e o estadual, Cipriano Maia. O encontro atendeu a um requerimento encaminhado pelo vereador Felipe Alves (PDT). Na pauta, um balanço das medidas aplicadas pelos Poderes Executivos Municipal e Estadual quanto ao enfrentamento da pandemia da Covid-19.

“Tivemos a iniciativa de apresentar um requerimento convidando o secretário de Saúde municipal para estar aqui na Câmara falando do atual momento da pandemia em Natal. Conversamos com a Comissão de Saúde e resolvemos fazer essa sessão em parceria com a Comissão e trazendo também o secretário estadual. Já é possível dizer que há a possibilidade de avanço do plano de vacinação, sobretudo com a chegada de doses da Oxford”, disse Felipe Alves.

George Antunes, secretário municipal, ressaltou entre os temas, a aplicação das vacinas e a deficiência na quantidade de doses encaminhadas pelo Ministério da Saúde. No entanto, o titular da SMS, destacou a continuação da vacinação com doses de imunizantes do laboratório Oxford que são encaminhados em maior quantidade. “Isso é um problema que está sendo ocasionado pelo governo Federal, frente à deficiência no número de doses. E ainda tem um detalhe, nas últimas remessas de vacinas, muitos frascos não vieram completos com as dez doses, alguns com nove doses e ninguém sabe se apenas nove. Ou seja, o problema central não está aqui, o problema está fora do estado. Com relação à segunda dose, haverá uma reunião com a câmara técnica, aonde iremos sentar e estabelecer critérios para aplicação da segunda dose”, disse George Antunes.

O secretário municipal ainda completou, “no avanço das idades, podemos avançar porque já temos uma quantidade da vacina de Oxford e receberemos uma quantidade considerável, então é muito provável que além de aplicarmos a segunda dose, possamos ampliar na faixa de idade”, George.

Já o secretário estadual, Cipriano Maia, entre os pontos de indagação, foi questionado sobre o porquê da não criação do hospital de campanha. “Foi uma estratégia utilizada por diversos estados e municípios diante da ausência de estrutura nos serviços próprios para atender além da atenção regular, a demanda de leitos para outras doenças, leitos específicos para Covid. Aqui no estado fizemos a opção de fortalecer a rede do SUS no estado, estruturando serviços e leitos em todas as regiões com tempo e resposta melhor”, explicou Cipriano.

“Reunião importantíssima, principalmente neste momento em que são inúmeras as dúvidas, por parte até mesmo dos profissionais de saúde, tanto do município, quanto do governo do estado. É notório através da imprensa essa questão de dúvidas, então nada melhor do que os próprios titulares das pastas para trazer o esclarecimento dos vereadores e de toda população”, comentou o vereador Preto Aquino (PSD), presidente da Comissão de Saúde.

 Fonte: Política em Foco
Continuar lendo CÂMARA MUNICIPAL DE NATAL RECEBE EM REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA SECRETÁRIOS DE SAÚDE DO ESTADO E MUNICÍPIO PARA DEBATER ENFRENTAMENTO DA COVID-19

MERCOSUL COMPLETA 30 ANOS, DISTANTE DO SEU PROJETO ORIGINAL, SEM A POSSIBILIDADE DE UMA CÚPULA PRESENCIAL DEVIDO A PANDEMIA

Mercosul faz 30 anos ainda distante de seu projeto original

Bloco formado por Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai completa três décadas sem a integração regional imaginada na fundação

INTERNACIONAL

 Fábio Fleury, do R7

Mercosul completa 30 anos sem a possibilidade de uma cúpula presencial por conta da pandemia

JOEDSON ALVES / EFE – ARQUIVO

Nesta sexta-feira (26), uma reunião virtual entre os presidentes da Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai, além dos convidados Bolívia e Chile, vai comemorar os 30 anos da assinatura do Tratado de Assunção, o marco legal que deu origem ao Mercado Comum do Sul ou, como todos conhecemos, o Mercosul.

Por conta da pandemia do novo coronavírus, o evento, que seria celebrado com uma cúpula do bloco em Buenos Aires, já que a Argentina ocupa a presidência temporária, acabou sendo transformado em uma grande videoconferência, na qual os mandatários dos países-membros e dos dois postulantes farão discursos.

O ministro das Relações Exteriores da Argentina, Felipe Solá, deverá apresentar durante a celebração o Estatuto da Cidadania do Mercosul (ECM), que compila direitos e benefícios para os habitantes dos países-membros. O documento, que vem sendo elaborado desde 2010, vai estabelecer princípios para deslocamento, residência e moradia entre os territórios abrangidos.

Longe do ideal

Mesmo assim, o Mercosul ainda está longe de desempenhar o papel que foi primeiro imaginado há décadas, de efetivamente integrar os países da região em um mercado comum, com livre circulação de mercadorias, serviços e capital, em moldes semelhantes aos da União Europeia, por exemplo.

“O Mercosul é um projeto ainda por acontecer, porque o objetivo previsto no Tratado de Assunção é a constitulção de um mercado comum, mas ainda não há sequer uma zona de livre comércio, que dirá uma união aduaneira com tarifa externa comum”, afirma Evandro Menezes de Carvalho, professor de Direito Internacional da FGV-RJ.

Para ele, o bloco ainda precisa definir diversas questões internas para ampliar sua integração e se tornar uma ferramenta efetiva que ajude no crescimento em comum dos países.

“É preciso renovar e modernizar o Fundo de Convergência Estrutural, que só foi criado dez anos depois da fundação do Mercosul e até hoje só financiou alguns projetos, mas está parado neste momemento e não tem um papel relevante, ainda mais por conta das dificuldades econômicas dos países”, ressalta Menezes.

Outra questão diz respeito à representação legislativa no bloco. “O Parlamento do Mercosul, deveria ter representantes eleitos pelas populações de seus países, mas isso não aconteceu com Uruguai, Paraguai e Argentina. O processo tem sido indireto nesses locais, a escolha é do Congresso, isso faz a agenda não ser tão próxima dos interesses da população”, explica.

Segundo o professor, outro aspecto importante está nas diferenças estruturais entre os países. “O Brasil representa a maior parte da população e da economia do Mercosul. Isso faz com que o país seja o mais reticente em aprofundar o processo de integração. é uma autossuficiência que não se sustenta no mundo de hoje, é impossível. E é importante retomar esse papel regional. Por exemplo, a China se tornou o maior parceiro comercial da Argentina, que era o posto do Brasil”, ressalta Menezes.

Dentro desse contexto, ele acredita que dificilmente o acordo comercial com a União Europeia possa ser assinado em breve. “As questões ambientais vão prejudicar isso, e vai ser difícil retomar essas negociações neste momento”, alerta.

Fonte: R7
Continuar lendo MERCOSUL COMPLETA 30 ANOS, DISTANTE DO SEU PROJETO ORIGINAL, SEM A POSSIBILIDADE DE UMA CÚPULA PRESENCIAL DEVIDO A PANDEMIA

REUNIÃO COM A CÚPULA DOS PODERES PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS DE PAZUELLO FOI AGENDADA NO PALÁCIO DA ALVORADA

Planalto agenda reunião com Poderes e prepara prestação de contas de Pazuello

Governo, porém, não pretende chamar todos os governadores, apenas os mais alinhados a Bolsonaro

Caio Junqueira

Por Caio Junqueira, CNN  

Atualizado 22 de março de 2021 às 21:09

O presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Saúde Eduardo Pazuello
O Palácio do Planalto agendou para as 8h30 desta quarta-feira a reunião com a cúpula dos poderes.

O encontro será presencial no palácio da Alvorada. Devem participar aproximadamente 15 pessoas, dentre eles o presidente Jair Bolsonaro, o presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, e os presidentes da Câmara, Arthur Lira, e do Senado, Rodrigo Pacheco.

Além deles, também serão convidados o procurador-geral da República, Augusto Aras, a presidente do Tribunal de Contas da União, Ana Arraes.

Alguns ministros de estado, como Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo), Fernando Azevedo (Defesa), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), Braga Neto (Casa Civil) e Eduardo Pazuello (Saúde) também participarão, além do novo ministro da área, Marcelo Queiroga.

O Planalto, porém, não pretende chamar todos os governadores, apenas os mais alinhados ao governo.

Nesta terça-feira, haverá reuniões de planejamento da reunião ao longo do dia no Planalto. A ideia de Bolsonaro, segundo uma fonte, é apresentar uma prestação de contas sobre a gestão Pazuello, mostrar as ações do governo e pedir ideias para conter a pior fase da gestão.

Fonte: CNN

Continuar lendo REUNIÃO COM A CÚPULA DOS PODERES PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS DE PAZUELLO FOI AGENDADA NO PALÁCIO DA ALVORADA

EM REUNIÃO VIRTUAL COM DIRIGENTES DA FEMURN, GOVERNADORA DO RN REFORÇOU APELO A PREFEITOS PARA PROMOVER ISOLAMENTO SOCIAL E EVITAR PROPAGAÇÃO DO CORONAVIRUS

Governadora se reúne com dirigentes da Femurn para discutir ações contra Covid-19

23 fev 2021

Blog Lucas Tavares

Em reunião virtual com os presidentes da Federação e das associações regionais de municípios, nesta segunda-feira (22), a governadora Fátima Bezerra reforçou o apelo aos prefeitos no sentido de que se integrem aos esforços do Governo do Estado para promover o isolamento social e evitar a propagação do novo coronavírus pandêmico no Rio Grande do Norte.

No sábado, o Diário Oficial do Estado publicou Decreto nº 30.379, recomendando medidas temporárias para restringir o horário de funcionamento de bares, restaurantes e congêneres até as 22 horas, suspendendo a realização de festas e eventos promovidos por entidades públicas ou privadas e suspendendo a comercialização e o consumo de bebidas em locais públicos após às 22 horas por um período de 14 dias.

“As medidas preventivas são essenciais neste momento. O quadro se agravou nos últimos dias. Ou a gente se dá conta da necessidade dessas medidas mais restritivas ou teremos dificuldades, porque só abrir novos leitos não vai resolver o problema”, destacou Fátima, chamando atenção para a gravidade do momento e lamentando o ritmo lento de vacinação em todo o Brasil.

A chefe do Executivo estadual disse aos prefeitos que conversou com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, sobre a remessa de novos lotes de vacinas para imunizar a população do RN. “O processo está lento, não por culpa dos governadores, nem dos prefeitos, mas pelas dificuldades criadas pelo governo federal.”

Na hora em que a reunião se desenvolvia, o secretário estadual de Saúde, Cipriano Maia, apresentou um número que dá a dimensão do problema e reforça a necessidade de coibir aglomerações, uma das principais causas de disseminação do vírus. “Para que todos tenham noção da gravidade, nesse momento o REGULARN registra uma fila de 77 pacientes em espera de leitos, sendo 43 com solicitação de leitos de UTI.”

Sobre a possibilidade de um colapso na rede pública, Fátima disse que o Governo está trabalhando para abertura de 65 novos leitos, predominantemente na região metropolitana, onde a taxa de ocupação de UTIs vem se mantendo perto dos 90%. “Além do uso obrigatório da máscara, que é imprescindível neste momento, precisamos também dar uma reforçada no cumprimento dos protocolos sanitários pelos estabelecimentos comerciais.”

O Diário Oficial dos Municípios desta segunda-feira (22) publica decretos de sete municípios com medidas restritivas à circulação de pessoas e proteção à saúde. São eles: Angicos, Baraúna, Caiçara do Norte, Santa Maria, São Bento do Norte, São Miguel e Florânia, alguns com protocolos mais duros que os recomendados pelo governo.

Prefeito de Acari e presidente da Associação dos Municípios da Micro Região do Seridó Oriental (AMSO), Fernando Bezerra defendeu as medidas restritivas. “Nos associamos ao esforço do Governo do Estado neste momento. Todos precisamos nos somar a essa iniciativa porque estamos no mesmo barco, com o mesmo sentimento, com a mesma preocupação, ao lado do Governo do Estado no esforço de salvar vidas.”

O presidente da Federação dos Municípios (Femurn) Anteomar Pereira, elogiou a governadora Fátima Bezerra por convocar os prefeitos para o debate. “A situação realmente é muito difícil. Iremos orientar os prefeitos para, juntos, de mãos dadas, editar nossos decretos e seguir a orientação do governo.”

O secretário extraordinário para Gestão de Projetos e Metas de Governo e Relações Institucionais, Fernando Mineiro, divulgou uma agenda de reuniões virtuais do Pacto pela Vida com prefeitos e secretários municipais de saúde das Regionais de Saúde, começando amanhã com o pessoal de São José de Mipibu e João Câmara.

Também estavam presentes à reunião, o vice-governador Antenor Roberto, os secretários Cipriano Maia (Saúde), Fernando Mineiro (SEGRI), Coronel Araújo (Sesed) e Socorro Batista (Adjunta Gabinete Civil), além dos prefeitos Anteomar Pereira da Silva, Rivelino Câmara e Fernando Bezerra.

Fonte: Política em Foco
Continuar lendo EM REUNIÃO VIRTUAL COM DIRIGENTES DA FEMURN, GOVERNADORA DO RN REFORÇOU APELO A PREFEITOS PARA PROMOVER ISOLAMENTO SOCIAL E EVITAR PROPAGAÇÃO DO CORONAVIRUS

EM REUNIÃO DO FORUM DOS GOVERNADORES, FÁTIMA BEZERRA PEDE AO PRESIDENTE DO SENADO PRIORIDADE PARA MAIOR OFERTA DE VACINA

Governadora pede ao presidente do Senado prioridade para maior oferta de vacina

14 fev 2021

Resultado de imagem para Governadora pede ao presidente do Senado prioridade para maior oferta de vacina

Ampliação da oferta de vacinas e maior rapidez no fornecimento aos estados, a liberação de recursos para ampliar a assistência pública de saúde, incluindo a aquisição de insumos, e o retorno do auxílio emergencial. Estas foram as prioridades sugeridas pela governadora do Rio Grande do Norte, professora Fátima Bezerra, ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, para integrar a  pauta do Congresso Nacional neste início de ano.

Fátima Bezerra fez as solicitações na reunião virtual do Fórum dos Governadores do Brasil, na manhã desta sexta-feira (12). “O Brasil demorou a iniciar a vacinação e o faz de forma lenta. Neste momento, a pandemia recrudesce e precisamos acelerar a vacinação. Ainda estamos em parte da vacinação dos idosos e não chegamos ainda à faixa dos 80 anos. E eles são os mais vulneráveis. É preciso também incluir os profissionais da educação como grupo prioritário para que possamos retornar às atividades presenciais, até porque os alunos estão há um ano em atividade remota e isso gera prejuízos que aprofundam as desigualdades sociais”, argumentou a governadora.

Fátima também solicitou a intervenção do presidente do Senado para que o Ministério da Saúde defina um calendário de entrega de vacinas com maior quantidade de doses. “Precisamos acelerar o Plano Nacional de Imunização. Os prazos anunciados não foram cumpridos”, afirmou para citar que apenas 2% da população brasileira foi vacinada até agora. A chefe do Executivo estadual registrou também que a Lei que instituiu calamidade pública devido à pandemia da Covid-19 expirou em 2020. “Mas a pandemia não acabou, continuamos perdendo vidas. Há 15 dias solicitamos uma reunião com o Ministério da Saúde e esta reunião ainda não aconteceu”, disse, para em seguida externar sua confiança no desempenho de Rodrigo Pacheco como presidente do Senado.

O coordenador do Fórum dos Governadores, Wellington  Dias, do Piauí, destacou que a Covid-19 demanda rede extra de leitos e de profissionais de saúde, o que exige mais investimentos.  Ao pedir o apoio do presidente do Senado junto ao Governo Federal, Dias lembrou a redução, em 2021, do orçamento da Saúde: “o que gera problema crítico aos estados”. Lembrou também que o Ministério da Saúde não cumpriu o calendário inicial de entregar 15 milhões de doses da vacina em janeiro, e sugeriu contatos com os laboratórios para aquisição de maior quantidade de doses, bem como para o fornecimento de IFAs que gerem a produção de vacinas no Brasil.

A fim de mensurar a importância da vacinação, Dias disse que, com 50% da população vacinada, o percentual de internações cai 60%. Também apontou a definição de critérios padronizados em todo o país para compras de itens destinados à saúde pública. “O problema hoje é grave, deve ampliar em março e pode gerar colapso no sistema público de saúde. Os insumos tiveram um estouro de preços e há dificuldade de entrega pelos fornecedores”, afirmou.

Rodrigo Pacheco prometeu intermediar junto ao governo federal em favor das reivindicações dos governadores. Também presente à reunião, o presidente da Câmara dos Deputados, Artur Lira, se comprometeu a tratar dos pleitos junto aos ministros da economia, Paulo Guedes, e da Secretaria de Governo, general Luiz Eduardo Ramos.

Fonte: Política em Foco
Continuar lendo EM REUNIÃO DO FORUM DOS GOVERNADORES, FÁTIMA BEZERRA PEDE AO PRESIDENTE DO SENADO PRIORIDADE PARA MAIOR OFERTA DE VACINA

NESTA SEGUNDA FEIRA PAZUELLO SE REUNIRÁ COM GOVERNADORES, O ENCONTRO MARCA A “DISTRIBUIÇÃO SIMBÓLICA” DA VACINA

Reunião de Pazuello com governadores inicia distribuição nacional da vacina

Da CNN, em São Paulo*

Atualizado 18 de janeiro de 2021 às 05:06

Chegada do quinto lote da Coronavac ao aeroporto de GuarulhosChegada do quinto lote da Coronavac ao aeroporto de GuarulhosFoto: Divulgação – 28.dez.2020 / Governo de São Paulo

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, reúne-se às 7h desta segunda-feira (18), em São Paulo, com governadores. O encontro marca o início da “distribuição simbólica”, conforme  classificou o próprio ministério, dos 6 milhões de doses da Coronavac.

Dirigentes como Wellington Dias (PT), governador do Piauí; Romeu Zema (Novo), de Minas Gerais; Fátima Bezerra (PT), do Rio Grande do Norte; Ratinho Jr (PSD), do Paraná, confirmaram presença no encontro, que ocorre no Centro de Distribuição Logística do Ministério da Saúde, em Guarulhos.

A logística de distribuição das vacinas será realizada aviões e caminhões, compondo estes últimos uma frota de 100 veículos com áreas de carga refrigeradas, que até o final de janeiro aumentarão em mais 50 . que se encontram em processo de expansão para 150 veículos até o final de janeiro de 2021. Toda frota possui sistema de rastreamento e bloqueio via satélite.

O Ministério da Saúde terá o apoio da Associação Brasileira de Empresas Aéreas por meio das companhias aéreas Azul, Gol, Latam e Voepass para o transporte gratuito da vacina. Segundo o ministério da Saúde informou, a distribuição aos municípios ocorrerá junto com o Ministério da Defesa.

ConvitePazuello envia convite para “ato simbólico” de recebimento da vacina, em SP

No domingo (17), a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou, por unanimidade, os pedidos para uso emergencial da Coronavac e da vacina de Oxford — no entanto, apenas a vacina do Instituto Butantan já está disponível no Brasil.

O governo paulista informou que enviará 4.636.936 doses da vacina do Instituto Butantan para o Ministério da Saúde.

O estado de São Paulo ficará com 1.357.940 doses, número determinado pelo Programa Nacional de Imunização (PNI).

As demais doses serão distribuídas para os 26 estados e para o Distrito Federal.

Coordenador da temática de vacina no Fórum Nacional de Governadores, o governador do Piauí, Wellington Dias (PI), disse ao analista da CNN Igor Gadelha que o encontro ocorrerá às 7h, no depósito do Ministério da Saúde localizado no Aeroporto de Guarulhos.

Dias afirmou ainda que o critério de distribuição das doses será o equivalente a 2,5% da população de cada estado.

Os governadores também esperam que o ministro da Saúde anuncie nesta segunda-feira o cronograma para distribuição de novos lotes de doses de vacinas que serão importadas ou produzidas no Brasil nos próximos meses.

Em entrevista coletiva no domingo, Pazuello previu o início da campanha de vacinação simultânea em todo o país para quarta-feira (20), às 10h.

O ministro da Saúde contava com a chegada de 2 milhões de doses já prontas da vacina de Oxford compradas da Índia. No entanto, o voo, que estava previsto para decolar do Brasil na última sexta-feira (15), atrasou e ainda não partiu rumo a Mumbai.

A mudança de data do voo fretado pelo Ministério da Saúde para buscar 2 milhões de doses da vacina de Oxford na Índia foi definida após um pedido do governo daquele país.

Segundo assessores, após o Índia atrasar a liberação das doses prontas, Pazuello quer acelerar o processo de produção própria do imunizante. Fontes da Fiocruz, responsável pela produção do imunizante em território nacional, disseram ao analista Igor Gadelha que a fundação ainda depende da chegada do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA), insumo importado da China.

Continuar lendo NESTA SEGUNDA FEIRA PAZUELLO SE REUNIRÁ COM GOVERNADORES, O ENCONTRO MARCA A “DISTRIBUIÇÃO SIMBÓLICA” DA VACINA

GOVERNADORA PEDE REUNIÃO COM MINISTÉRIO DA SAÚDE E COBRA AGIGILIDADE DA VACINA CONTRA COVID-19

Governadora do RN cobra agilidade da vacina contra covid-19 e pede reunião com Ministério da Saúde

Redação/Portal da Tropical

 Atualizado em:

Governadora do RN, Fátima Bezerra | Foto: Demis Roussos

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, ressaltou a importância do posicionamento das entidades nacionais dos secretários estaduais (Conass) e municipais (Conasems) de saúde diante da defesa da incorporação do Programa Nacional de Imunizações (PNI) de todas as vacinas contra a Covid-19. “A nota é oportuna, urgente e necessária e a vacina precisa chegar ao Rio Grande do Norte. Faremos o que for preciso para que a população seja imunizada”, afirma a chefe do Executivo estadual.

O recrudescimento da pandemia da covid-19, no mundo e no Brasil, aponta para um cenário de insuficiência de doses para a vacinação de todas as populações, fazendo com que restrições ao número de fornecedores causem atrasos no acesso à vacina para grupos prioritários de risco.

Diante desse contexto, a governadora Fátima Bezerra sugeriu, junto ao fórum dos governadores, que seja solicitada uma nova reunião com o Ministério da Saúde para tratar da implementação do Plano Nacional de Imunização contra a Covid-19 e do planejamento estratégico que contemple e defina as ações a serem desenvolvidas pelo Governo Federal, como pelos governos estaduais e municipais.

Coordenador da temática Estratégia para Vacina contra Covid-19 do Fórum Nacional dos Governadores, o governador Wellington Dias já solicitou a audiência. “Repito, é urgente. Esperamos que a audiência indicada para a próxima semana se realize, pois isso não pode ser postergado dada a relevância do tema”, enfatizou Fátima Bezerra.

A secretária adjunta de Estado da Saúde Pública (Sesap), Maura Sobreira, disse que a pasta está articulando as ações relacionadas à vacinação no RN. “Por orientação da governadora, estamos em fase de tramitação para aquisição de insumos e equipamentos necessários para o armazenamento e distribuição de imunobiológicos de forma segura”.

“O Estado não medirá esforços para que a vacina chegue a toda a população e seja acessível em todos os níveis populacionais. Reforço a imprescindível inclusão dos profissionais da educação na imunização da Covid, além dos outros grupos prioritários, conforme já definido nacionalmente”, acrescentou a governadora.

Fonte: Portal da Tropical-Notícias

Continuar lendo GOVERNADORA PEDE REUNIÃO COM MINISTÉRIO DA SAÚDE E COBRA AGIGILIDADE DA VACINA CONTRA COVID-19

BOAS NOTÍCIAS: PARA QUE AS FAMÍLIAS POSSAM SE DIVERTIR JUNTAS NO DIA DE AÇÃO DE GRAÇAS, O ZOOM ESTÁ AUMENTANDO SEU LIMITE

Nos dias atuais, com o evento da pandemia, os eventos online passaram a ser uma boa solução para o problema da aglomeração. O distanciamento social imposto para barrar o contágio do Covid-19 nos obrigou a ficarmos longe uns dos outros. Visando amenizar isso o Zoom resolveu facilitar para as pessoas que desejam celebrar em família o dia de Ação de graças. Então leia o artigo completo a seguir e saiba como!

O Zoom está aumentando seu limite de 40 minutos para o dia de Ação de Graças para que as famílias possam se divertir juntas

Para as famílias nos Estados Unidos, o Dia de Ação de Graças deste ano provavelmente será um pouco diferente – com mercearias de todo o país estocando perus menores para atender às novas necessidades das pessoas.

Quanto ao zoom? Como agradecimento aos clientes, da meia-noite horário do Leste de 26 de novembro até as 6 horas da manhã do dia 27 de novembro, eles estão aumentando o limite de 40 minutos para reuniões gratuitas.

Normalmente, os pacotes anuais pagos para o Zoom custam entre US $ 150 e US $ 200. Se o organizador optar pela opção gratuita, a reunião durará no máximo 40 minutos. A partir daí, uma nova chamada de vídeo gratuita precisa ser iniciada quando os participantes quiserem bater papo por mais tempo.

A plataforma de videocomunicações não está apenas aumentando o limite de tempo livre nos Estados Unidos – esta iniciativa de Ação de Graças é global, então, quer você tenha família ou bons amigos em Sydney, Londres ou Taipei, você pode falar com eles na próxima quinta-feira. Por quanto tempo você quiser.

Fonte: goodnewsnetwork.org

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: PARA QUE AS FAMÍLIAS POSSAM SE DIVERTIR JUNTAS NO DIA DE AÇÃO DE GRAÇAS, O ZOOM ESTÁ AUMENTANDO SEU LIMITE

DEPOIS DAS ELEIÇÕES O ESPECIALISTA EM SAÚDE PÚBLICA ANTHONY FAUCI PODERÁ SER DEMITIDO POR TRUMP

Trump sugere que pode demitir especialista Anthony Fauci depois das eleiçõe

Kevin Liptak, da CNN

02 de novembro de 2020 às 04:28

Trump observa o especialista em saúde pública Anthony Fauci durante reuniãoTrump observa o especialista em saúde pública Anthony Fauci durante reunião na Casa Branca

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sugeriu a um público na Flórida que pode demitir Anthony Fauci, o maior especialista em doenças infecciosas do país e membro da força-tarefa da Casa Branca contra a Covid-19, depois das eleições presidenciais.

O republicano estava criticando a cobertura da imprensa com relação ao novo coronavírus, quando uma multidão gritou “Demita Fauci”. “Não digam a ninguém, mas esperem até um pouco depois das eleições”, afirmou Trump em resposta. “Agradeço o conselho.”

Mais tarde, ele disse que Fauci é “um cara legal, mas tem errado muito”.

A maioria do público na Flórida não usava máscaras. Trump seguiu com seus comícios em estados com recentes altas no número de infectados, acreditando que a mensagem dele de reabertura do país vai atingir os eleitores.

Os comentários de Trump surgiram depois que a Casa Branca se afastou, no sábado (31), de Fauci após os comentários dele ao jornal Washington Post. O especialista criticou a gestão Trump pela resposta à pandemia, incluindo o médico Scott Atlas, a quem o presidente confiou a missão de aconselhá-lo a lidar com a doença.

Apesar de Trump e Fauci terem demonstrado cooperação no início da pandemia, a relação entre eles se deteriorou significativamente. O especialista disse que não informa mais o presidente e foi substituído por Atlas.

Até esta segunda-feira (2), cerca de 9,2 milhões de norte-americanos haviam sido infectados com Covid-19 e mais de 230 mil morreram.

Fonte: CNN

Continuar lendo DEPOIS DAS ELEIÇÕES O ESPECIALISTA EM SAÚDE PÚBLICA ANTHONY FAUCI PODERÁ SER DEMITIDO POR TRUMP

OPINIÃO: ENCONTRO ESCUSO NA CASA DE DIAS TOFFOLI DEIXA POVO BRASILEIRO COM NARIZ DE PALHAÇO

Caro(a) leitor(a),

Esse encontro entre Davi Alcolumbre, Dias Toffoli, Jair Bolsonaro e o indicado por Bolsonaro, Kassio Nunes, para a vaga de Celso de Mello no STF, na casa de Dias Toffoli, a paisana, é no mínimo torpe, para não dizer abjeto! O que eles pensam que o povo brasileiro é? Imbecil, babaca, idiota, panaca, trouxa, burro, palhaço ou saco de pancadas? O senhor Dias Toffoli acha que vai enganar a quem quando justifica dizendo que é uma confraternização? Confraternizar  que? O que há para comemorar? Só se for a vitória, a supremacia dos progressistas e da esquerdopatia no STF com o aval de Jair Messias Bolsonaro, o nosso infame e cara de pau presidente. Que só está pensando em salvar a sua pele e dos filhotes, bem como a permanência no poder. É igualzinho a qualquer outro político que chega ao poder. E nós aqui, nos iludindo com esse bando de urubus carniceiros. Então, gente, vamos acordar de uma vez por todas. Sair desse berço esplêndido definitivamente para ir a luta juntar os cacos e reconstruir a destruição feita nesses últimos 20 anos neste país. Ainda há tempo, mas esse tempo se extingue rapidamente.

Kassio Nunes encontra Bolsonaro e Alcolumbre na casa de Toffoli

Publicado em 04.10.2020

Por  

 

 

O presidente Jair Bolsonaro se reuniu na noite deste sábado (3) com o ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), e Davi Alcolumbre (DEM-AP), presidente do Senado Federal.

Kassio Nunes Marques, provável sucessor do ministro Celso de Mello no STF, também marcou presença.

O encontro, que não constou na agenda oficial da Presidência da República, ocorre em meio às articulações para ter o nome de Kassio aprovado como novo ministro da Suprema Corte.

Reprodução

A reunião aconteceu na casa de Toffoli, localizada no Lago Norte, em Brasília/DF.

Em declaração ao jornal O Globo, após o encontro, o ministro do STF afirmou que não foram tratados assuntos profissionais.

“Foi uma confraternização, ninguém falou de trabalho. Não estávamos aqui para discutir assunto sério”, disse Dias Toffoli.

A sabatina de Kassio Nunes Marques no Senado deverá ocorrer somente após o dia 13 de outubro.

Segundo a presidente da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), Simone Tebet (MDB-MS), a Casa vai aguardar a aposentadoria de Celso de Mello para o início do trâmite.

ASSISTA

Editor-chefe do Conexão Política; residente e natural de Campo Grande/MS | FALE COMIGO: contatomarcosrocha@icloud.com

Fonte: Conexão Política

Continuar lendo OPINIÃO: ENCONTRO ESCUSO NA CASA DE DIAS TOFFOLI DEIXA POVO BRASILEIRO COM NARIZ DE PALHAÇO

SE ENCONTRARAM NA CASA DE TOFOLLI BOLSONARO, KASSIO NUNES E ALCOLUMBRE

Kassio Nunes encontra Bolsonaro e Alcolumbre na casa de Toffoli

Por Igor Gadelha, CNN  

 Atualizado 03 de outubro de 2020 às 22:21

Bolsonaro chega sem máscara e abraça Toffoli, também sem máscara (03.out.2020)

Um dia após ser oficialmente indicado para a vaga do decano Celso de Mello no Supremo Tribunal Federal, o desembargador Kassio Nunes se encontrou na noite deste sábado (3) com o presidente Jair Bolsonaro, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e o ministro Dias Toffoli.

A reunião aconteceu na casa de Toffoli, no Lago Norte, em Brasília. A interlocutores, o anfitrião e Alcolumbre afirmaram que os quatro se reuniram para assistir ao jogo do Palmeiras contra o Ceará, pela Série A do Campeonato Brasileiro. A partida começou às 19 horas deste sábado.

O encontro ocorre em meio às articulações de Nunes em busca de apoio para ter sua indicação aprovada pelo Senado. Nesta sexta-feira (2), Alcolumbre almoçou com Bolsonaro no Palácio do Planalto, quando pediu para o senador tentar acelerar a sabatina do desembargador.

Segundo interlocutores do presidente do Senado, ele pretende bater o martelo sobre a data da sabatina durante a reunião de líderes da Casa marcada para a próxima terça-feira (6). A expectativa é de que só ocorra depois de 13 de outubro, data em que Celso de Mello
se aposentará oficialmente.

Continuar lendo SE ENCONTRARAM NA CASA DE TOFOLLI BOLSONARO, KASSIO NUNES E ALCOLUMBRE

MINISTÉRIO PÚBLICO INVESTIGA USO DE AVIÃO DA FAB QUE TERIA SIDO USADO PARA LEVAR GARIMPEIROS À REUNIÃO COM SALLES EM BRASÍLIA

Por Ana Carolina Limão* e Taymã Carneiro, G1 PA — Belém

 

MPF investiga uso de avião da FAB para levar garimpeiros
MPF investiga uso de avião da FAB para levar garimpeiros

O Ministério Público Federal (MPF) abriu investigação nesta quinta-feira (20) para apurar se um avião da Força Área Brasileira (FAB) foi usado para transportar garimpeiros ilegais de Jacareacanga, no sudoeste do Pará, para uma reunião no Ministério do Meio Ambiente, em Brasília, em 6 de agosto.

A aeronave havia sido originalmente enviada para ser utilizada na Operação Verde Brasil 2, de combate a crimes ambientais e ao garimpo ilegal na terra indígena dos Munduruku, no Oeste do estado – essa operação acabou sendo suspensa (leia mais abaixo).

Ao MPF, a FAB enviou um documento no qual informou que as pessoas dentro da aeronave eram representantes das populações indígenas que teriam uma reunião com o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. No entanto, em carta também enviada ao MPF, lideranças Munduruku contrariam essa versão, dizendo que se tratava de garimpeiros que exploram ilegalmente as terras locais.

O MPF investiga se a situação pode configurar improbidade administrativa por desvio de finalidade, já que a presença da FAB na região tinha como objetivo apoiar uma operação contra crimes ambientais. A investigação foi aberta em Itaituba, também no sudoeste do Pará.

O Ministério da Defesa disse não ter sido foi notificado pelo MPF e afirmou entender que, nos últimos tempos, tem sido corriqueira a abertura de procedimentos de investigações relacionadas a terras indígenas. Ressaltou também que atua com transparência, obedecendo rigorosamente a legislação em vigor no âmbito da Operação Verde Brasil 2 e que, quando solicitado, prestará informações ao MPF.

A pasta também ressaltou os termos de uma nota divulgada em 7 de agosto, na qual declarou ter transportado num avião da FAB representantes dos Mundurukus.

O Ministério do Meio Ambiente declarou que a decisão de interromper a Operação Verde Brasil 2 e a iniciativa de levar os indígenas para Brasília foram tomadas exclusivamente pelo Ministério da Defesa.

De acordo com o MPF, no início deste mês, a FAB enviou aeronaves para Jacareacanga por solicitação do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama). O transporte foi solicitado para apoiar uma operação de combate a crimes ambientais, sobretudo garimpo ilegal, dentro das terras indígenas Munduruku e Sai Cinza.

Em 5 de agosto, Ricardo Salles esteve em Jacareacanga onde se encontrou com garimpeiros alvos da operação do Ibama. Na ocasião, o ministro foi cercado por garimpeiros (assista no vídeo abaixo). Ele, então, conversou com o grupo que pedia a interrupção da operação e chegou a defender o garimpo em terra indígena.

O procurador Paulo de Tarso afirmou que, conforme relatos, a paralisação temporária da fiscalização foi suficiente para que os infratores escondessem seus equipamentos e desarmassem os locais de exploração, impedindo qualquer flagrante após retorno da ação fiscalizatória, em 7 de agosto.

O que disseram lideranças indígenas e a FAB

Na carta enviada ao MPF, as lideranças indígenas disseram que o “grupo levado para Brasília era, na verdade, formado por sete moradores defensores dos interesses de garimpeiros” e que atuam na exploração ilegal de minérios no interior da Terra Indígena Munduruku.

Em resposta ao MPF, a FAB informou que a determinação para ceder uma aeronave foi acompanhada de ordem para suspender temporariamente a Operação Verde Brasil 2 na região de Jacareacanga.

A FAB disse ainda que, apesar de ter sido posteriormente retomada, a operação já não tinha capacidade para combater crimes ambientais, já que os criminosos tiveram tempo para esconder o maquinário pesado que utilizam para devastar a floresta.

A FAB concluiu dizendo que a paralisação da operação, assim como o transporte de garimpeiros até Brasília, prejudicaram a efetividade da fiscalização.

Fonte: G1

Continuar lendo MINISTÉRIO PÚBLICO INVESTIGA USO DE AVIÃO DA FAB QUE TERIA SIDO USADO PARA LEVAR GARIMPEIROS À REUNIÃO COM SALLES EM BRASÍLIA

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar