A VOLTA GRADATIVA DE EVENTOS EM NATAL ESTÁ SENDO ANALIZADA PELA PREFEITURA

Prefeitura do Natal analisa volta gradativa de eventos em Natal

 ECONOMIA

Potiguar Notícias

Em reunião realizada no Palácio Felipe Camarão, sede da Prefeitura do Natal, na manhã desta quarta-feira (23), foi discutida a volta gradual de eventos de entretenimento na cidade. O debate contou com a presença do secretário municipal de Governo, Fernando Fernandes, e de representantes do setor, englobando atividades como shows musicais e eventos esportivos.

A Prefeitura foi procurada em nome da Associação dos Promotores de Eventos da cidade, que entende o momento como oportuno para a volta de atividades do segmento cultural, apresentando protocolos que atendem a uma volta progressiva das atividades. A entidade entende que a Prefeitura do Natal vem mostrando grande responsabilidade na retomada de atividades com a presença do público, inclusive com a redução dos casos de Covid-19 na cidade.

“Fomos procurados pela associação com um protocolo que pede a volta de eventos em Natal. Iremos nos reunir com o comitê científico, com técnicos da Prefeitura e também tratar da questão com o prefeito Álvaro Dias para avaliar o retorno de eventos com público na capital, pois ainda nos encontramos em uma situação de pandemia”, ressaltou o secretário Fernando Fernandes.

O idealizador e diretor de eventos, Fred Queiroz, aponta a importância da volta, ainda que gradativa num primeiro momento, dos eventos culturais em Natal. “Nós entendemos que é importante a retomada gradual das atividades de entretenimento na cidade, pois estes eventos geram empregos para pessoas que necessitam voltar ao trabalho. Por isso, apresentamos uma proposta de protocolo de segurança para a comercialização de alimentos e bebidas e também para o público, com ocupação de 30% de determinado espaço”, explica ele.

Continuar lendo A VOLTA GRADATIVA DE EVENTOS EM NATAL ESTÁ SENDO ANALIZADA PELA PREFEITURA

CABO DACIOLO DEIXA PL, POR FALTA DE APOIO PARA CONCORRER A PREFEITURA DO RIO

Sem apoio do PL para concorrer à prefeitura do Rio, Cabo Daciolo deixa o partido

Stéfano Salles da CNN, no Rio de Janeiro

 Atualizado 08 de setembro de 2020 às 00:17

Cabo Daciolo

Sexto colocado da eleição presidencial de 2018, com 1,4 milhão de votos, Cabo Daciolo anunciou no início da noite desta segunda-feira sua desfiliação do PL. Filiado ao partido desde março, depois de deixar o Patriota, ele pretendia ser candidato à Prefeitura do Rio de Janeiro, mas não foi lançado candidato na última sexta-feira (4), quando aconteceu a convenção do partido, que segue em tratativas com a candidatura de Eduardo Paes (DEM).

O ex-deputado federal anunciou que vai apresentar nesta terça-feira seu pedido de desfiliação na sede do partido, no Centro do Rio.

“Nós crescemos e começamos a trazer uma preocupação para aqueles que sempre estiveram por cima na política do Rio. Começamos a incomodar. Eu quero deixar os senhores bem à vontade. Entre Cabo Daciolo e Eduardo Paes. Não tenho como compactuar com a velha política, vai contra tudo o que eu acredito”, disse.

Em outro trecho da live, disse como seria um eventual governo seu como prefeito do Rio, mas reiterou sua intenção de ser, um dia, presidente da república.

“Eu sempre foquei na educação, e não seria diferente aqui no Rio. Eu fecho os olhos e fico sonhando com as creches, pré-escola, ensino fundamental I e II. Fico imaginando o gabinete do prefeito dentro de uma grande creche. Eu quero as crianças perto do prefeito, porque o futuro da nação são os jovens. Vamos valorizar os profissionais da educação. Dinheiro o Rio de Janeiro tem”, concluiu o bombeiro.

Fonte: CNN

Continuar lendo CABO DACIOLO DEIXA PL, POR FALTA DE APOIO PARA CONCORRER A PREFEITURA DO RIO

SAÚDE: PREFEITURA DE MOSSORÓ DAR CALOTE EM LIGA CONTRA O CÂNCER

Liga Mossoroense comunica que vai parar serviços de radioterapia e quimioterapia por causa de calote da Prefeitura de Mossoró

 DIVERSOS

Liga Contra o Câncer completa 70 anos e apresenta novas marcas e posicionamento - Liga Contra o Câncer

COMUNICADO

A Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer (LMECC) comunica a sociedade Potiguar que, em razão da falta de repasse financeiro por parte da Prefeitura Municipal de Mossoró, referente ao Plus de Serviços realizados nos últimos anos, a Instituição irá paralisar parte de seus serviços de radioterapia e quimioterapia, a partir do dia 08 de setembro.

Conforme reunião realizada no dia 14 de julho de 2020, a Prefeitura Municipal de Mossoró firmou verbalmente o compromisso de pagar R$ 401.000,00, referente ao mês de junho de 2019 e quitar os débitos dos anos de 2018, 2019 e 2020, de forma parcelada.

Apesar de todos os esforços feitos por parte da Liga Mossoroense em buscar acordos com a Prefeitura Municipal de Mossoró e alternativas para não paralisar os serviços e afetar inúmeros usuários de Mossoró e região, não houve por parte deste poder Executivo manifestação que indicasse a solução do problema.

A Liga Mossoroense é referência no tratamento oncológico de Mossoró e região, atendendo cerca de 64 municípios, compreendendo a II, IV E VI regiões das Unidades Regionais de Saúde Pública (URSAP), com um fluxo de aproximadamente 320 pacientes/dia.

Paulo Henrique Lima do Monte
Presidente da Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer (LMECC)

Mossoró-RN, 02 de setembro de 2020.

Fonte: Blog do BG

Continuar lendo SAÚDE: PREFEITURA DE MOSSORÓ DAR CALOTE EM LIGA CONTRA O CÂNCER

REVISÃO DO PLANO DIRETOR DE NATAL É SUSPENSA PELO JUIZ FRANCISCO SERÁPHICO

Juiz suspende atividades da revisão do Plano Diretor de Natal

Magistrado Francisco Seráphico da Nóbrega Coutinho também determinou uma audiência de instrução envolvendo a prefeitura do Natal e representantes do Ministério Público Estadual

Redação
26/08/2020 | 20:00

MPRN ajuizou duas ações civis públicas pedindo a anulação de toda a discussão sobre o Plano Diretor

O juiz Francisco Seráphico da Nóbrega Coutinho, da 6º Vara da Fazenda Pública de Natal, determinou nesta quarta-feira 26 a suspensão da divulgação dos resultados da Conferência Final do processo de revisão do Plano Diretor do Município do Natal. Com a decisão, o processo de modernização das regras de ordenamento urbano da capital fica paralisado temporariamente.

A decisão judicial decorre de duas ações civis abertas pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN). O órgão fiscalizador pedia a anulação completa das fases de discussão virtuais sobre o Plano Diretor.

Por conta da pandemia do novo coronavírus, nas últimas semanas, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) organizou as discussões sobre as mudanças nas lei de ocupação do espaço urbano de Natal de forma virtual. A conferência final foi encerrada nesta quarta-feira.

A alegação do Ministério Público quanto é de que o formato virtual incorre em problemas ligados à participação popular, representatividade, publicidade e de legalidade de todo o processo. O órgão também aponta falhas na eleição de delegados participantes da revisão.

O juiz negou o pedido de anulação completa dos processos virtuais de discussão do Plano Diretor, como ensejava o Ministério Público, mas deferiu pela suspensão e divulgação dos resultados da conferência final do projeto. Com isso, todo o processo fica parado.

“O perigo da demora, por sua vez, está evidenciado, tendo em vista que a Conferência Final é a última etapa do processo de revisão do Plano Diretor antes de sua remessa à Câmara Municipal do Natal, e caso o processo continue sem uma comprovação idônea das garantias de segurança da informação quanto às plataformas de votação adotadas no procedimento virtual, a própria legitimidade de parcela significativa do processo de revisão estará prejudicada”, pontuou juiz Francisco Seráphico da Nóbrega Coutinho, na sentença.

Além disso, o juiz definiu multa de R$ 50 mil para o prefeito de Natal, Álvaro Dias, e o Secretário Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo, Thiago Mesquita, caso o processo de revisão seja continuado.

O magistrado também determinou uma audiência de instrução para esta quinta-feira 27, às 9h, envolvendo a prefeitura do Natal e representantes do Ministério Público Estadual. O magistrado definiu prazo de 30 dias para que o Município apresente contestações.

Fonte: Agora RN

Continuar lendo REVISÃO DO PLANO DIRETOR DE NATAL É SUSPENSA PELO JUIZ FRANCISCO SERÁPHICO

PREFEITURA DE BH AUTORIZOU A ABERTURA DE MAIS 8 MIL ESTABELECIMENTOS A PARTIR DE HOJE

Mais de 8 mil estabelecimentos poderão abrir em BH a partir de hoje

Prefeitura de Belo Horizonte autorizou a abertura de restaurantes, bares, cafés e lanchonetes entre 11h  15h, somente para servir almoço

MINAS GERAIS

Lucas Pavanelli, do R7

 

Bares e restaurantes poderão servir almoçoBares e restaurantes poderão servir almoço

A partir desta segunda-feira (24), mais 8.335 empresas e 13.918 MEIs (Microempreendedores Individuais) estão autorizados a reabrir as portas em Belo Horizonte. Em geral, são bares, restaurantes, cafés e lanchonetes que poderão funcionar de 11h às 15h para servir almoço.

Com isso, 98% das empresas e 95% dos MEIs instalados na capital mineira estao aptos a funcionar, de acordo com dados da Prefeitura de Belo Horizonte.

A possibilidade da abertura desses estabelecimentos foi comunicada na última quinta-feira (19), pelo prefeito Alexandre Kalil (PSD). Segundo o prefeito, a abertura desses estabelecimentos é necessária para que os funcionários de comércios que já estão abertos possam ter onde se alimentar.

No entanto, para poderem funcionar para almoço e com consumo no local, os estabelecimentos devem seguir uma série de regras para evitar a disseminação do coronavírus.

Confira o que determina o protocolo:

1) Capacidade e disposição de mesas
– Impedir entrada de pessoas sem máscara;
– Controlar acesso de clientes;
– Priorizar atendimento na área externa;
– Limitar número de pessoas a 4 por mesa;
– Garantir distanciamento de 2 metros entre as mesas e 1 metro entre as pessoas;
– Priorizar atendimento por meio de reservas;

2) Serviço
– Eliminar o cardápio físico e comandas em cartões e materiais plásticos;
– Servir alimentos em refeições montadas;
– Proibir a venda em self service;
– Oferecer talheres higienizados em embalagens individuais ou materiais descartáveis;
– Cobrir a maquininha de cartão com filme plástico;

3) Ambiente e higienização
– Usar lixeiras com abertura por pedal;
– Proibir abertura de espaços de entretenimento infantil ou área de lazer;
– Proibir uso de bebedouros (exceto para encher copos e garrafas);
– Disponibilizar álcool em gel;
– Reforçar higienização em maçanetas, pisos, superfícies, corrimãos, etc;

4) Profissionais
– Instruir funcionários sobre uso de máscara;
– Reforçar cuidados na manipulação de alimentos;
– Afastar, imediatamente, funcionários com diagnóstico ou suspeita de covid-19;

Continuar lendo PREFEITURA DE BH AUTORIZOU A ABERTURA DE MAIS 8 MIL ESTABELECIMENTOS A PARTIR DE HOJE

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DE SHOPPINGS EM NATAL É AMPLIADO PELO NOVO DECRETO DA PREFEITURA

Novo decreto amplia horário de funcionamento de shoppings em Natal

 ECONOMIA

Um novo decreto editado pela Prefeitura de Natal e publicado na edição deste sábado (22) do Diário Oficial do Município amplia o horário de funcionamento dos shoppings centers, bares, restaurantes e demais serviços de alimentação. Com a alteração, os shoppings centers com sistema de ventilação por ar-condicionado, respeitado o limite de 50% de sua capacidade de ocupação, podem funcionar todos os dias da semana das 11 às 21 horas.

Já os bares e demais serviços de alimentação (restaurantes, pizzarias, lanchonetes, food parks, buffets, casas de recepções e similares permanecem com horário de funcionamento das 11 às 23h em todos dias da semana, para as vendas de salão, podendo acomodar o máximo de 8 (oito) pessoas por mesa, desde que pertencentes ao mesmo núcleo familiar, e garantido o distanciamento mínimo de 1,5m entre as mesas.

O decreto mantém a permissão para uso de som ambiente com música ao vivo, com limitação de até 4 (quatro) artistas, sendo 1 (um)(a) cantor(a) e até 3 (três) músicos e/ou instrumentistas, sendo que todos, à exceção do cantor, deverão utilizar máscaras de proteção.

Todas as modificações contaram com o respaldo do Comitê Científico Municipal de Enfrentamento da Covid-19 que levou em consideração os números decrescentes alcançados pela capital potiguar em relação à ocupação de leitos, número de novos casos, óbitos e taxa de transmissibilidade, mesmo com a flexibilização gradual das atividades econômicas na cidade.

A Prefeitura ressalta ainda no documento que a fiscalização do cumprimento do decreto caberá à força tarefa municipal composta por servidores da SEMDES, PROCON, SEMURB, SEMSUR e SMS, que poderão, inclusive, interditar o estabelecimento que descumprir as regras estabelecidas pela Administração Pública Municipal.

Fonte: Blog do BG

Continuar lendo HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DE SHOPPINGS EM NATAL É AMPLIADO PELO NOVO DECRETO DA PREFEITURA

BAR EM NATAL É INTERDITADO POR DESRESPEITAR AS NORMAS DE PREVENÇÃO CONTRA O CORONAVIRUS

Prefeitura interdita bar em Natal por desrespeito às normas de prevenção ao coronavírus

 SAÚDE

Uma ação conjunta dos órgãos de fiscalização da Prefeitura do Natal interditou, na tarde deste sábado (1º), um bar onde foram registradas imagens de aglomerações desrespeitando as normas legais do Decreto Municipal, que disciplina a abertura gradual da economia seguindo critérios sanitários de prevenção ao contágio do coronavírus. O bar alvo da medida fica situado na Avenida Engenheiro Roberto Freire, em Ponta Negra, zona Sul da capital.

A medida, coordenada pela Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semdes), teve caráter punitivo e de orientação, já que, além da interdição, especificou as determinações legais para que o estabelecimento possa funcionar de acordo com o que preconiza os decretos. “A Prefeitura não pode admitir que um trabalho sério, planejado e importante para o retorno da economia seja desrespeitado colocando em risco o avanço das medidas que estão sendo fundamentais para os empresários e para população”, comentou a secretária da Semdes, Mônica Santos.

Durante a fiscalização, foram vistoriados todos os pontos do estabelecimento, a exemplo de área total, quantidade de pessoas que pode comportar, distância entre mesas e cadeiras, acesso ao alcance das pessoas de álcool gel a 70%, como também as exigências de uso obrigatório de máscaras de proteção. “Os bares podem funcionar e até comercializar bebida alcoólica, porém devem cumprir todas as exigências sanitárias que estão relacionadas no decreto. Caso contrário, interditaremos”, concluiu a Secretária.

O subcomandante de Segurança da Guarda Municipal do Natal (GMN), Carlos Cruz, alertou que as viaturas da corporação estão nas ruas e qualquer denúncia de desrespeito aos decretos podem ser feitas pelo número 190 do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp). “Estamos vigilantes e pedimos que a população denuncie, que iremos agir”, disse.

De acordo com o Decreto Municipal, as fiscalizações do cumprimento legal das normas dos decretos são de responsabilidade da Semdes, Procon, Guarda Municipal do Natal (GMN), Semurb, Semsur e SMS, que estão trabalhando com o apoio das forças de segurança do Estado, a exemplo do Corpo de Bombeiros Militar, Polícias Militar e Civil.

Fonte: Blog do BG

Continuar lendo BAR EM NATAL É INTERDITADO POR DESRESPEITAR AS NORMAS DE PREVENÇÃO CONTRA O CORONAVIRUS

COM RECOMENDAÇÕES E PROTOCOLOS DE SEGURANÇA PREFEITURA ELABORA PLANO DE RETOMADA DO TURISMO NA CAPITAL DO RN

Prefeitura elabora Plano de Retomada do Turismo em Natal

Executivo municipal entende que o turismo é a principal fonte econômica da cidade. Documento apresenta recomendações e protocolos de segurança que nortearão o setor hoteleiro na retomada das atividades

Por Redação – Publicado em 29/07/2020 às 18:05

Hotelaria é setor afetado pela pandemia em Natal

Com a gradual abertura de diversos segmentos da economia na capital do Rio Grande do Norte, a Prefeitura de Natal, por meio da Secretaria Municipal de Turismo (Setur), em parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (Uern) e a Universidade Estadual do Piauí (Uespi), elaborou o Plano de Retomada do Turismo em Natal, que objetiva contribuir para a recuperação da atividade turística na cidade dos Reis Magos, prejudicada pela pandemia causada pelo novo coronavírus. O Plano foi apresentado nesta quarta-feira (29) ao Conselho Municipal de Turismo pelo secretário de Turismo de Natal, Joham Alves Xavier.

O documento apresenta recomendações, protocolos de segurança e medidas específicas que nortearão o setor hoteleiro na retomada das atividades. Segundo dados do Ministério do Turismo, em Natal, por exemplo, houve a diminuição de 90% dos voos nos meses de abril, maio e junho. Para o mês de julho, está programada a diminuição de 78% dos voos referentes ao ano anterior (INFRAMERICA, 2020).

Ciente do prejuízo causado ao setor turístico pelas consequências da Covid-19, a Prefeitura apresentou um conjunto de protocolos que deverão ser seguidos pelos diversos atores do turismo, a saber: bares, restaurantes, quiosques e similares; empresas e colaboradores de eventos, meios de hospedagem, transportadoras turísticas e passeios. Com o documento, baseado em portarias nacionais, em normativas de associações de classe e pela própria Organização Mundial do Turismo, o Município empresta sua contribuição para a recuperação da atividade turística em Natal.

Como medidas básicas a serem adotadas nos meios de hospedagem, o Plano recomenda a lavagem e desinfecção das superfícies de uso comum por colaboradores e clientes; limpeza frequente dos espaços e objetos de uso comum; garantia da circulação e da qualidade do ar; disponibilização de materiais de higiene com soluções de álcool a 70% devidamente reconhecidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa); disponibilização nos banheiros de papel toalha, sabonete líquido apropriado para higienização das mãos e lixeiras com tampas, pedais e sacos plásticos. Estas lixeiras devem ter seu lixo recolhido com 2/3 da capacidade.

Além disso, o documento incentiva campanhas de prevenção e informação no ambiente de trabalho com cartazes em locais visíveis para colaboradores e hóspedes; sinalização e controle do fluxo de pessoas; uso de máscara obrigatório nos espaços comuns dos estabelecimentos; fornecimento do EPI necessário aos colaboradores; organização de fila demarcando no chão a posição de cada pessoa respeitando o distanciamento social de 1,5 metro entre as pessoas; garantia da limpeza dos filtros dos aparelhos de ar-condicionado com frequência e a limitação do número de pessoas no elevador pela metade da capacidade.

O Plano também recomenda medidas específicas a serem adotadas pelos setores hoteleiros no front office, na governança, nas unidades habitacionais, alimentos e bebidas e nas áreas de lazer, adequando o ambiente com filas, pagamento apenas com cartão de crédito ou débito, mesas e cadeiras, álcool 70% em gel ou líquido, cardápio em quadros, cartazes e monitores, ventilação e climatização, higienização de superfícies e objetos, adequação de banheiros e alimentos crus.

Os protocolos de segurança para os serviços de alimentos e bebidas devem prever cuidados com os colaboradores. É obrigatório o uso de máscara, uniformes, comportamento e distanciamento, higienização das mãos e a saúde da equipe. Colaboradores em geral que apresentarem sintomas da Covid-19 deverão ser afastados e/ou encaminhados para atendimento médico. O hotel deve afastar a pessoa, caso confirmada a infecção, por um período de 14 dias para cumprimento de quarentena. Em casos de confirmação de infecção de alguma pessoa do grupo familiar onde o trabalhador reside, o afastamento é indicado por intermédio de confirmação por laudo médico.

Em caso de hóspede ser contaminado pela Covid-19, o protocolo recomenda que o meio de hospedagem deve assegurar que o hóspede fique dentro de sua unidade habitacional enquanto aguarda orientação/atendimento médico. Caso não seja caso de internação, o estabelecimento tem de promover o isolamento social do suspeito ou infectado por Covid-19 em seu quarto até que se complete 14 dias a partir do primeiro dia do início dos sintomas. O estabelecimento deve comunicar ao hóspede que está proibida sua saída do quarto, exceto para caso de internação hospitalar. Ocorrendo o descumprimento deste item, o estabelecimento tem a obrigação de comunicar às autoridades policiais e de saúde.

Para além desses protocolos de segurança, o Plano de Retomada do Turismo em Natal recomenda medidas de segurança sanitária em restaurantes self-service, agências de turismo receptivo e guias de turismo, transportes turísticos, bugueiros, vendedores ambulantes e eventos.

Desde os primeiros momentos da pandemia do novo coronavírus no Município, a Prefeitura de Natal vem trabalhando para promover a volta do turismo com responsabilidade e segurança, prezando pela saúde das pessoas envolvidas. O executivo municipal entende que o turismo é a principal fonte econômica da cidade, garantindo renda para milhares de natalenses. A cidade de Natal é vocacionada para o turismo e a Prefeitura vai estimular ainda mais investimentos para garantir a melhoria de vida de seus cidadãos e o conforto e a segurança dos turistas.

Fonte: Agora RN

Continuar lendo COM RECOMENDAÇÕES E PROTOCOLOS DE SEGURANÇA PREFEITURA ELABORA PLANO DE RETOMADA DO TURISMO NA CAPITAL DO RN

FORÇAS DE SEGURANÇA DO ESTADO E ÓRGÃOS DA PREFEITURA FAZEM FISCALIZAÇÃO PARA EVITAR AGLOMERAÇÃO EM ORLA POTIGUAR

Por Inter TV Cabugi — Natal

 

Polícia Militar intensifica fiscalização na praia de Ponta Negra — Foto: Mariana Rocha/Inter TV CabugiPolícia Militar intensifica fiscalização na praia de Ponta Negra

O governo do Rio Grande do Norte decidiu intensificar a fiscalização para evitar aglomerações na orla potiguar, em ação preventiva à proliferação do novo coronavírus. O trabalho começou em Natal e é realizado em outras 22 cidades litorâneas. Vai desde Baía Formosa, no extremo Sul do estado, até Tibau, na região Oeste, na divisa com o Ceará.

Neste sábado (25), a movimentação pela manhã na praia de Ponta Negra foi tranquila, sem aglomerações. Algumas pessoas ainda foram flagradas sem máscara. Policiais militares fizeram ronda de quadriciclos e motos no trecho entre o Morro do Careca e os hotéis.

O comandante geral da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, coronel Alarico Azevedo, reforçou o trabalho de orientação que é desenvolvido em conjunto com as prefeituras para o cumprimento dos decretos. Na capital, há a participação da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal, Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU) e Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur).

“É um trabalho integrado na fiscalização para que as pessoas tenham a consciência de que realmente têm ainda que estar com distanciamento social, evitar aglomeração, e fazer o uso de máscara. Pode vir à praia, praticar exercícios como caminhada. O uso de máscara é obrigatório ao sair do mar. Podem caminhar sem máscara na areia, próximo à água. No calçadão, é obrigatório o uso da máscara”, lembra o coronel.

A venda de bebida alcoólica por bares e ambulantes também está proibida. Em Ponta Negra, as câmeras do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) também ajudam na fiscalização. Em caso de descumprimento do decreto, a PM poderá conduzir a pessoa à delegacia de plantão. “Se não atender as orientações do poder público estadual e municipal, depois de várias insistências, será conduzido para a delegacia”, lembrou o coronel Alarico.

Fonte: G1 RN
Continuar lendo FORÇAS DE SEGURANÇA DO ESTADO E ÓRGÃOS DA PREFEITURA FAZEM FISCALIZAÇÃO PARA EVITAR AGLOMERAÇÃO EM ORLA POTIGUAR

A PREFEITURA DO NATAL FAZ DISTRIBUIÇÃO DE MÁSCARAS EM DIVERSOS PONTOS DA CIDADE

Prefeitura distribui máscaras de prevenção ao Coronavírus em diversos pontos de Natal

Prefeitura distribui máscaras de prevenção ao Coronavírus em diversos pontos de Natal

Com o objetivo de contemplar toda a população, a Prefeitura do Natal, por meio da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtas), deu início a mais uma importante ação de conscientização e prevenção ao Coronavírus, através da distribuição de máscaras de proteção, nas quatro regiões do Município: Norte, Sul, Leste e Oeste.

Na última quinta-feira (30),  o prefeito de Natal, Àlvaro Dias, publicou no Diário Oficial do Município o Decreto que estabelece uso obrigatório de máscaras em locais públicos, estabelecimentos comerciais, repartições públicas e no transporte coletivo que opera na cidade.. A medida é uma forma de evitar aglomerações nesses locais e tentar conter o avanço do Coronavírus na capital.

A ação, realizada pela Semtas, também conta com orientação acerca da doença, através da distribuição de panfletos e aplicação de álcool gel. Até o momento já foram distribuídas mais de 50 mil máscaras de proteção, iniciando pelas agências da Caixa Econômica Federal (CEF) e diversos bairros da Zona Norte, incluindo pontos comerciais e paradas de ônibus.

“A preocupação do Prefeito Àlvaro Dias, não é apenas combater o coronavírus, mas sim a prevenção. Esse vírus não é brincadeira. Precisamos usar a máscara para nos proteger e pensar também na proteção de todos que nos cercam. Queremos, principalmente, proteger àquelas pessoas que precisam sair de casa e não podem ficar em isolamento social”, explica a secretária da Semtas, Andréa Dias.

Fonte: Política em Foco
Continuar lendo A PREFEITURA DO NATAL FAZ DISTRIBUIÇÃO DE MÁSCARAS EM DIVERSOS PONTOS DA CIDADE

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar