ARTIGO: A ESPIRITUALIDADE É O ÚNICO CAMINHO PARA SOBREVIVER ÀS AMEAÇAS QUE NOS CERCAM

Tenho visto tanta gente adoecendo e morrendo de graça que fico pensando! O mundo está realmente muito perigoso, agressivo, ácido e difícil de sobreviver, com tantas bactérias e vírus espalhadas aos milhões e até bilhões ou será que o ser humano está a cada dia mais frágil apesar de todo o avanço da ciência e da tecnologia? Quando olhamos para o passado e vemos o quão era difícil a sobrevivência do homem num mundo tão hostil e cercado de grandes feras por todos os lados e mais adiante a ameaça saiu do mundo macro, das feras, para o mundo microscópico, os grandes surtos pandêmicos como a peste negra, a peste bubônica, a gripe espanhola e tantas outras  de  facilmente percebemos que as ameaças a que o homem foi submetido ao longo de sua trajetória terrestre nunca ultrapassaram a sua capacidade de dominá-las ou bani-las da face da terra, ou seja, os meios para combater e exterminar essas ameaças sempre estiveram ao alcance do intelecto e dos recursos materiais. Mas sempre foi muito difícil e custoso para a humanidade alcançar essas vitórias sobre essas ameaças. Isso ocorre justamente por causa do desequilíbrio evolutivo mente-corpo-espírito. A humanidade sempre deu ênfase ao desenvolvimento  intelectual e material e ignoraram o desenvolvimento espiritual. Neste plano, infelizmente, ainda estamos na idade da pedra. O desenvolvimento espiritual não requer 5% do esforço e consumo de energia que o desenvolvimento intelectual e material necessitam, pois envolve apenas o esforço pessoal, o conhecimento, a leitura, a meditação, os exercícios mentais, exercícios físicos e uma alimentação saudável. A autocura é algo palpável, real e iminente. Ela está no nosso DNA. Só falta assumirmos o comando e aprendermos a vibrar em altas frequências e nada, absolutamente nada, que vibre em baixa frequência jamais nos atingirá.

 

Continuar lendo ARTIGO: A ESPIRITUALIDADE É O ÚNICO CAMINHO PARA SOBREVIVER ÀS AMEAÇAS QUE NOS CERCAM

DIANTE DE UM VIRUS QUE TEM MUITA ENERGIA QUALQUER RELAXAMENTO É PERIGOSO, DIZ DIRETOR EXECUTIVO DA OMS SOBRE PANDEMIA NO BRASIL

Pandemia: Diretor da OMS admite preocupação com situação do Brasil

“A situação do Brasil mostra que isso não acabou para ninguém”, disse Mike Ryan nesta sexta-feira (26)

INTERNACIONAL

Do R7, com informações da EFE

"A situação do Brasil mostra que isso não acabou", disse Mike Ryan

SALVATORE DI NOLFI/EFE

O diretor-executivo de emergências da OMS (Organização Mundial da Saúde), Mike Ryan, admitiu preocupação com o momento do Brasil no combate ao novo coronavírus, que é o causador da covid-19.

“A situação do Brasil mostra que isso não acabou para ninguém, pois qualquer relaxamento é perigoso, diante de um vírus que ainda tem muita energia”, disse o representante da agência, em entrevista coletiva concedida nesta sexta-feira (26).

“Se as medidas sanitárias de controle não forem mantidas durante a introdução das vacinas, pagaremos um preço alto”, completou Ryan.

O Brasil tem o terceiro maior número de casos de infecção no mundo (10,4 milhões, segundo o Ministério da Saúde), mas o diretor da agência admitiu não estar claro se a magnitude do contágio tem relação com o surgimento de uma variante do novo coronavírus no país.

Mas Ryan fez um apelo pela continuação dos cuidados, com distanciamento social e uso de máscaras, que se mostraram eficazes contra todas as cepas do coronavírus. “Aumentar a capacidade do sistema de saúde é algo positivo, mas não é suficiente”, afirmou o diretor da OMS.

Fonte: R7
Continuar lendo DIANTE DE UM VIRUS QUE TEM MUITA ENERGIA QUALQUER RELAXAMENTO É PERIGOSO, DIZ DIRETOR EXECUTIVO DA OMS SOBRE PANDEMIA NO BRASIL

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar