SEMURB OFERECE TRÊS VAGAS DE ESTÁGIO PARA NÍVEL SUPERIOR NO SETOR DE FISCALIZAÇÃO AMBIENTAL DA PASTA

Semurb abre vagas de estágio; oportunidades

Redação/Portal da Tropical

Atualizado em:10

Foto: Divulgação/Semurb

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) oferece três vagas de estágio de ensino superior, no Setor de Fiscalização Ambiental da Pasta. As vagas são para estudantes dos cursos de Gestão de Políticas Públicas, Engenharia Ambiental e Estatística.

A seleção será composta de análise curricular e entrevista individual. Para participar do processo seletivo, os estudantes devem se candidatar a enviar o currículo e o histórico para o e-mail: sgfa.semurb.natal@gmail.com. Os devem enviar os documentos por e-mail até a próxima quinta-feira (17)

Os pré-requisitos para as vagas são: no mínimo 40% da carga horária integralizada no currículo. Além disso, para os alunos de Políticas Públicas é necessário já ter finalizado como disciplinas de Ateliês I, II, III e IV e para os professores de Estatística é necessário habilidades com Excel, Planilhas e Dashboards.

O valor da bolsa de estágio é de R$ 800 (oitocentos reais) e o estágio é de 6 horas diárias, totalizando 30 horas semanais, de segunda sexta-feira, das 8h às 14h

Continuar lendo SEMURB OFERECE TRÊS VAGAS DE ESTÁGIO PARA NÍVEL SUPERIOR NO SETOR DE FISCALIZAÇÃO AMBIENTAL DA PASTA

GRUPO DE PSICOLOGIA DE UNIVERDADE EM NATAL OFERECE APOIO TERAPÊUTICO À PESSOAS COM TRANSTORNOS MENTAL GRAVE

Por g1 RN — Natal

 

Projeto oferece apoio terapêutico a pessoas com transtorno mental grave em Natal — Foto: DivulgaçãoProjeto oferece apoio terapêutico a pessoas com transtorno mental grave em Natal — Foto: Divulgação

Pessoas que vivem com transtornos mentais graves carecem de tratamento adequado. Visando a melhora da qualidade de vida deste grupo, um projeto de extensão do curso de Psicologia da UnP oferece apoio terapêutico gratuito a elas e seus familiares em Natal.

O “Grupo Viva”, como é denominado, promove, desde 2013, momentos semanais com os pacientes. Os encontros ocorrem no Serviço Integrado de Psicologia (SIP), da Unidade Roberto Freire.

Durante os encontros, os universitários, coordenados pela professora doutora Aparecida França, desenvolvem atividades como psicoterapia, grupo terapêutico, acompanhamento terapêutico, além de oficinas variadas, promovendo um espaço de cuidado, acolhimento e interação social, com o objetivo principal de estimular a autonomia da pessoa e sua reabilitação psicossocial.

Para se inscrever no projeto, basta comparecer ao SIP, a partir do dia 23 de março, sempre às quartas-feiras, das 13h30 às 16h. Não há exigência de encaminhamento médico e a necessidade de acompanhamento pode surgir de demanda espontânea. Para esses casos, a equipe da UnP submete os interessados a avaliação psicológica. Para mais informações, ligue: (84) 3216-8607.

Transtornos mentais

A Organização Mundial de Saúde (OMS) define transtornos mentais graves como “um grupo de condições que incluem depressão moderada a grave, transtorno bipolar, esquizofrenia e outros distúrbios psicóticos”.

Para a professora Aparecida França, o trabalho de acompanhamento a pessoas com transtorno mental grave implica no desenvolvimento de uma prática que só pode acontecer em hospitais psiquiátricos e rede substitutiva como o Centro de Atenção Psicossocial (Caps). Entretanto, nem sempre há vagas para todos.

“Por isso, nosso trabalho é de suma importância para a comunidade, uma vez que representa uma alternativa de acompanhamento para quem não consegue atendimento pelo serviço de saúde pública. Trata-se de um acompanhamento que ultrapassa o atendimento individual psicoterápico, proporcionando intervenções em grupos terapêuticos de fala, oficinas terapêuticas, passeios coletivos, acompanhamento terapêutico (AT), visitas domiciliares e, sobretudo, o acompanhamento conjunto com a família”, conta.

O Grupo Viva já promoveu eventos como a Balada Inclusiva, com muita música e diversão, e a oficina gastronômica Viva Chef, em que os participantes aprenderam de forma prática a fazer pizza.

Continuar lendo GRUPO DE PSICOLOGIA DE UNIVERDADE EM NATAL OFERECE APOIO TERAPÊUTICO À PESSOAS COM TRANSTORNOS MENTAL GRAVE

SAÚDE: SAIBA QUAIS OS RISCOS OFERECIDOS PELO USO DA MELATONINA

Uso de melatonina para dormir está aumentando, mas oferece riscos

Conhecido como hormônio do sono, o composto tem sido associado a dor de cabeça, tontura, náusea, cólicas estomacais e uma série de disfunções

Sandee LaMotte

da CNN*

Foto: Wavebreakmedia_micro/Freepik

Mais e mais adultos estão tomando melatonina — popularmente conhecido como hormônio do sono —sem receita para dormir, e alguns deles podem estar usando em níveis perigosamente altos, descobriu um novo estudo.

Embora o uso geral entre a população adulta dos Estados Unidos ainda seja “relativamente baixo”, a pesquisa “documenta um aumento significativo de no uso de melatonina nos últimos anos”, disse a especialista em sono Rebecca Robbins, instrutora na divisão de sono da Escola de Medicina de Harvard, que não esteve envolvida no estudo.

A pesquisa, publicada nesta terça-feira (01) na revista médica JAMA, descobriu que em 2018 os americanos estavam consumindo mais que o dobro da quantidade de melatonina que utilizavam uma década antes.

Especialistas temem que o impacto negativo no sono, causado pela pandemia, possa ter aumentado ainda mais a dependência generalizada de auxílios para dormir, disse Robbins.

“Tomar soníferos tem sido associado em estudos prospectivos com o desenvolvimento de demência e mortalidade precoce”, disse ela.

A melatonina tem sido associada a dor de cabeça, tontura, náusea, cólicas estomacais, sonolência, confusão ou desorientação, irritabilidade e ansiedade leve, depressão e tremores, bem como pressão arterial anormalmente baixa. Também pode interagir com medicamentos comuns e desencadear alergias.

Embora o uso de curto prazo para jet lag (distúrbio do sono), trabalhadores por turnos e pessoas com problemas para adormecer pareça seguro, a segurança a longo prazo é desconhecida, de acordo com o Centro Nacional de Saúde Complementar e Integrativa (NCCIH) dos Institutos Nacionais de Saúde dos EUA.

Dose maior, pouca regulação

Desde 2006, um pequeno, mas crescente subconjunto de adultos está tomando quantidades de melatonina que excedem em muito a dosagem de 5 miligramas por dia que normalmente é usada como tratamento de curto prazo, segundo o estudo.

No entanto, as pílulas à venda podem conter níveis de melatonina muito mais altos do que o anunciado no rótulo. Ao contrário de medicamentos e alimentos, a melatonina não é totalmente regulamentada pela agência reguladora Food and Drug Administration (FDA) dos EUA, portanto, não há requisitos federais para que as empresas testem pílulas para ter certeza de que contêm a quantidade de melatonina anunciada.

“Pesquisas anteriores descobriram que o conteúdo de melatonina nesses suplementos não regulamentados e comercialmente disponíveis variou de -83% a +478% do conteúdo rotulado”, disse Robbins, coautora do livro “Durma para o Sucesso” (em tradução livre).

Também não há requisitos para que as empresas testem seus produtos quanto a aditivos ocultos prejudiciais em suplementos de melatonina vendidos em lojas e online. Estudos anteriores também descobriram que 26% dos suplementos de melatonina continham serotonina, “um hormônio que pode ter efeitos nocivos mesmo em níveis relativamente baixos”, de acordo com o NCCIH, departamento dos Institutos Nacionais de Saúde.

“Não podemos ter certeza da pureza da melatonina que está disponível no mercado”, disse Robbins.

Tomar muita serotonina combinando medicamentos como antidepressivos, remédios para enxaqueca e melatonina pode levar a uma reação medicamentosa grave. Sintomas leves incluem calafrios e diarréia, enquanto uma reação mais grave pode levar à rigidez muscular, febre, convulsões e até morte se não for tratada.

É um hormônio, não uma erva

Por ser comprado sem receita, os especialistas dizem que muitas pessoas veem a melatonina como um suplemento de ervas ou vitamina. Na realidade, a melatonina é um hormônio produzido pela glândula pineal, localizada nas profundezas do cérebro, e liberada na corrente sanguínea para regular os ciclos de sono do corpo.

“Há uma visão de que, se for natural, não pode doer”, disse Robbins à CNN em uma entrevista anterior sobre o impacto da melatonina nas crianças. “A verdade é que realmente não sabemos as implicações da melatonina a longo prazo, para adultos ou crianças”.

Outra realidade: estudos descobriram que o uso de melatonina pode ser útil na indução do sono se usado corretamente – tomando pelo menos duas horas antes de dormir – mas o benefício real é pequeno.

“Quando os adultos tomaram melatonina, diminui a quantidade de tempo que levaram para adormecer em quatro a oito minutos”, disse à CNN Cora Collette Breuner, professora do departamento de pediatria do Hospital Infantil de Seattle da Universidade de Washington.

“Então, para alguém que leva horas para adormecer, provavelmente a melhor coisa a fazer é desligar as telas, fazer 20 a 40 minutos de exercício por dia ou não beber nenhum produto com cafeína”, disse Breuner.

“Estas são todas as ferramentas de higiene do sono que funcionam, mas as pessoas hesitam muito em fazê-las. Preferem apenas tomar uma pílula, certo?”

Treinando seu cérebro para dormir

Existem outras dicas de sono comprovadas que funcionam tão bem, se não melhor, do que soníferos, dizem os especialistas. O corpo começa a secretar melatonina no escuro. O que fazemos em nossa cultura moderna? Usamos luz artificial para nos manter acordados, muitas vezes muito além da hora normal de dormir do corpo.

Pesquisas descobriram que o corpo diminui ou interrompe a produção de melatonina se exposto à luz, incluindo a luz azul de nossos smartphones, laptops e similares.

“Qualquer fonte de luz de espectro de LED pode diminuir ainda mais os níveis de melatonina”, disse Vsevolod Polotsky, que dirige a pesquisa básica do sono na divisão de medicina pulmonar e de cuidados intensivos da Faculdade de Medicina da Universidade Johns Hopkins, em uma entrevista anterior à CNN.

Portanto, fique sem esses dispositivos pelo menos uma hora antes de adormecer. Gosta de ler para dormir? Tudo bem, dizem os especialistas, basta ler um livro real com pouca luz ou usar um e-reader no modo noturno.

“A luz digital diminuirá o impulso circadiano”, disse Polotsky, enquanto uma “luz de leitura fraca não o fará”.

Outras dicas incluem manter a temperatura do seu quarto em temperaturas mais baixas de cerca de 15ºC a 20ºC. Dormimos melhor se estivermos com um pouco de frio, dizem os especialistas.

Estabeleça um ritual na hora de dormir tomando um banho quente ou chuveiro, lendo um livro ou ouvindo música suave.

Ou você pode tentar respiração profunda, ioga, meditação ou alongamentos leves. Vá para a cama e levante-se no mesmo horário todos os dias, mesmo nos fins de semana ou nos dias de folga, explicam. O corpo gosta de rotina.

Se o seu médico prescrever melatonina para ajudar com o jet lag ou outros problemas menores de sono, mantenha o uso “a curto prazo”, disse Robbins.

Se você planeja usar melatonina para um sonífero de curto prazo, tente comprar melatonina de grau farmacêutico, ela aconselhou. Para descobrir isso, procure um selo mostrando que o produto foi testado.

Continuar lendo SAÚDE: SAIBA QUAIS OS RISCOS OFERECIDOS PELO USO DA MELATONINA

INSTITUIÇÕES DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO RN VÃO OFERECER 13.627 VAGAS EM CURSOS DE GRADUAÇÃO PELO SISU

Sisu oferece 13,6 mil vagas em universidades públicas do RN em 2022

03 fev 2022

Na primeira edição do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) em 2022, com inscrições a partir do dia 15 de fevereiro, instituições de educação superior do Rio Grande do Norte vão oferecer 13.627 vagas em cursos de graduação.

Os dados foram divulgados pelo Ministério da Educação. Em todo o país, são 221.790 vagas. A seleção leva em consideração as notas dos estudantes no Enem 2021.

As inscrições serão abertas no dia 15 de fevereiro e podem ser realizadas até as 23h59 do dia 18 de fevereiro, horário de Brasília.

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) se destacou como uma das instituições que mais abriram vagas pelo Sisu, neste ano, segundo o MEC.

Ao todo, a UFRN oferece 7.146 vagas nesta edição do Sisu, sendo 4.862 para ingresso no primeiro semestre e outras 2.284 para entrada no segundo semestre.

“O ingresso via Sisu apresenta 40 vagas a mais em comparação a 2021, em virtude da criação do curso de Engenharia de Produção da Felcs (Currais Novos)”, segundo informou a universidade.

Já o Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) lançou nesta segunda-feira (31) o edital para o processo seletivo de cursos de graduação através do Sisu, com 1.262 vagas. São 516 oportunidades para cursos de licenciatura, 619 para tecnologia e 136 para engenharia distribuídas em 16 campi do instituto.

O RN também conta com vagas oferecidas pela Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa) e pela Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (Uern), ambas sediadas em Mossoró, no Oeste potiguar. A Ufersa oferece 2.710 vagas e a Uern, 2.509.

Número de vagas por instituição no RN

  • UFRN – 7.146
  • Ufersa – 2.710
  • Uern – 2.509
  • IFRN – 1.262

Sisu

O Sisu é o sistema informatizado pelo qual as instituições públicas de educação superior oferecem vagas a serem disputadas por candidatos inscritos em cada edição da seleção.

Os candidatos são selecionados para as opções de cursos indicadas no ato de inscrição, de acordo com a melhor classificação de nota obtida na edição mais recente do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Para participar desta edição do Sisu será exigido do candidato que ele tenha feito o Enem de 2021, obtido nota superior a zero na prova de redação, e não tenha participado do Enem na condição de treineiro.

Cronograma do Sisu

  • Inscrições: 15 a 18 de fevereiro
  • Resultado da chamada única: 22 de fevereiro
  • Matrícula ou registro acadêmico: 23 de fevereiro a 8 de março
  • Manifestação de interesse em participar da lista de espera: 22 de fevereiro a 8 de março
  • Resultados da lista de espera: a partir de 10 de março

Fonte: Política em Foco

Continuar lendo INSTITUIÇÕES DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO RN VÃO OFERECER 13.627 VAGAS EM CURSOS DE GRADUAÇÃO PELO SISU

UTILIDADE PÚBLICA: EMPRESA POTIGUAR DO SEGMENTO FUNERÁRIO OFERECE VAGA DE EMPREGO EM TRÊS ESTADOS BRASILEIROS

Morada da Paz oferece vagas de emprego no RN, PB e PE

Foto: Divulgação / Morada da Paz

O cemitério, crematório e funerária Morada da Paz, primeira empresa potiguar do segmento funerário a conquistar a certificação Great Place To Work (Melhores Empresas para se Trabalhar), conta com vagas de emprego disponíveis na área comercial nos três estados em que atua – Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco.

Os cargos são para vendedor externo, supervisor de vendas, consultor de vendas, analista de trade marketing e recepcionista e contam com benefícios como vale-transporte, vale-alimentação, equipe de apoio psicológico, licença-maternidade/paternidade estendida, entre outros.

Para participar da seleção, os interessados devem acessar o endereço www.moradadapaz.com.br e clicar no link “Trabalhe Conosco”, ou através do link bit.ly/VemSerGM, no qual há detalhes a respeito dos processos seletivos oferecidos pela empresa.

Continuar lendo UTILIDADE PÚBLICA: EMPRESA POTIGUAR DO SEGMENTO FUNERÁRIO OFERECE VAGA DE EMPREGO EM TRÊS ESTADOS BRASILEIROS

ENTRETENIMENTO: EXPOSIÇÃO EM NATAL TEM COMO OBJETIVO FAZER AS PESSOAS VIVENCIAREM UM DIA DE DEFICIENTE VISUAL

Exposição em Braille oferece experiências sensoriais

Redação/Portal da Tropical

 Atualizado em:

Foto: Internet

“Uma outra visão”. O tema da exposição, que acontece nesta quinta e sexta-feira (23 e 24) em Natal, já dá uma ideia de um dos objetivos. Fazer com que as pessoas vivenciem a realidade de deficientes visuais é o propósito do evento alusivo à campanha Setembro Verde.

O evento ocorre na Escola do Legislativo Potiguar (Câmara de Vereadores de Natal), das 08h às 16h na quinta-feira, e das 08h às 12h na sexta-feira. Os visitantes terão, em alguns momentos, os olhos vendados, e serão convidados a andar com ajuda de bengalas e ler livros em braille, o sistema de leitura para pessoas cegas.

Um dos destaques da exposição será a Cartografia Inclusiva. O projeto do mestrando em Geografia da UFRN, Bruno Santos, utiliza mapas táteis no ensino da disciplina. “Os mapas contribuem significativamente para a inclusão das pessoas com baixa visão ou mesmo cegas no sistema de educação. São recursos que podem e devem ser incluídos na metodologia de ensino, nas salas de aula regulares de nossas escolas”, afirma Bruno.

Além dos mapas táteis, também serão expostos materiais didáticos inclusivos, feitos com materiais de baixo custo, para serem usados na promoção da educação inclusiva. “É papel de toda a sociedade pensar em inclusão das pessoas com deficiência, em todos os espaços. É ultrapassada a visão de que essas pessoas tem que ficar em casa, sem direito até mesmo à educação. Esse tempo já passou”, diz o vereador Tércio Tinoco.

A exposição é organizada pelo gabinete do vereador e pela Escola do Legislativo Potiguar, conta com a participação do Instituto dos Cegos do RN e Associação dos Deficientes Visuais do RN. “Um outro olhar” também terá atrações para os próprios deficientes visuais, como fotografias, acessíveis por meio de audiodescrição e textos em braille.

BRAILLE

O Braille é um sistema de leitura e escrita usado por milhões de pessoas cegas e com deficiência visual em todo o mundo, criado pelo francês Louis Braille. Ele ficou cego aos 3 anos de idade e as 20 conseguiu formar o sistema, que combina de maneiras diferentes de 1 a 6 pontos em relevo. A leitura se faz da esquerda para a direita.

SERVIÇO
Exposição em Braille: Uma outra visão
Escola do Legislativo Potiguar (Câmara de Vereadores de Natal)
Quinta, 23/09 – 8h às 16h
Sexta, 24/09 – 8h às 12h
Entrada Gratuita

BraillePessoa Com Deficiência

Continuar lendo ENTRETENIMENTO: EXPOSIÇÃO EM NATAL TEM COMO OBJETIVO FAZER AS PESSOAS VIVENCIAREM UM DIA DE DEFICIENTE VISUAL

O MUTIRÃO DE MAMOGRAFIA DA PREFEITURA DE NATAL ESTARÁ ESTA SEMANA NA UBS DE CANDELÁRIA

Por G1 RN

 

Unidade Móvel Savana Galvão, do Grupo Reviver, está na UBS de Candelária durante esta semana — Foto: DivulgaçãoUnidade Móvel Savana Galvão, do Grupo Reviver, está na UBS de Candelária durante esta semana — Foto: Divulgação

O mutirão de mamografias da prefeitura de Natal estará esta semana na Unidade Básica de Saúde de Candelária, na Zona Sul da capital. Os exames são gratuitos e estarão disponíveis até sexta-feira (20), no horário das 7h30 às 16h30.

A Unidade Móvel Savana Galvão, do Grupo Reviver, responsável pelos atendimentos, estará na UBS de Candelária fica na Rua Barão de Açu, s/n, em Candelária.

Mulheres acima de 40 anos podem procurar o local apresentando RG, CPF, Cartão do SUS e comprovante de residência de Natal. Não é necessária requisição de exame para receber o atendimento.

Os exames estão sendo realizados com todas as medidas protetivas necessárias para garantir a segurança das pacientes e dos profissionais, minimizando, assim, os riscos de contaminação pela Covid.

A Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS) destaca que o câncer de mama tem cura se detectado a tempo e que o diagnóstico precoce é fundamental para o êxito no tratamento.

Continuar lendo O MUTIRÃO DE MAMOGRAFIA DA PREFEITURA DE NATAL ESTARÁ ESTA SEMANA NA UBS DE CANDELÁRIA

VACINADOS CONTRA COVID-19 GANHAM DESCONTO EM PIZZARIA DE NATAL

Pizzaria de Natal oferece desconto para quem se vacinou contra Covid

Para estimular a vacinação contra a covid-19, uma pizzaria de Natal deu início a uma campanha que oferece descontos para quem comprovar que recebeu algum dos imunizantes contra a infecção. Para ganhar o abatimento, basta apresentar o cartão de vacinação em uma das unidades.

Com atuação no Pernambuco desde 2016 e com trabalhos na capital desde o final do último ano, a Forneria 1121 funciona no bairro de Ponta Negra, na zona Sul da capital. Em suas redes sociais, a rede estabeleceu critérios que concedem descontos que variam entre 10% (para quem tomou D1) e 15% (em caso de recebimento da D2).

“Alô vacinados, não percam a oportunidade”, afirmou a rede de pizzarias em seu perfil oficial no Instagram. Os descontos são oferecidos entre as segundas e quintas, não se acumulam a outras promoções, e pode ser resgatados tanto na loja quanto para pedidos via whatsapp.

Fonte: Blog do BG

Continuar lendo VACINADOS CONTRA COVID-19 GANHAM DESCONTO EM PIZZARIA DE NATAL

MPRN OFERECE DENÚNCIAS CONTRA VEREADOR E EX-SECRETÁRIOS DE SAÚDE POR FRAUDES NO SUS

Operação Fura-fila: MPRN oferece mais 4 denúncias contra vereador e ex-secretários por fraudes no sistema do SUS

18 jun 2021

Operação Fura-fila: MPRN oferece mais 4 denúncias contra vereador e ex- secretários por fraudes no sistema do SUS

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) ofereceu quatro novas denúncias contra o vereador Diogo Rodrigues da Silva, de Parnamirim, e ex-secretários municipais de Saúde e Assistência Social por fraudes no sistema de marcação de consultas e exames do Sistema Único de Saúde (SUS) no Estado. Ao todo, Diogo Rodrigues já é réu em oito processos distintos. O esquema fraudulento do grupo foi alvo da operação Fura-fila, deflagrada pelo MPRN no dia 20 de abril passado. As participações de outras pessoas no suposto esquema ainda seguem sob investigação.
O vereador Diogo Rodrigues da Silva, ainda antes de se eleger em 2020, teria montado o esquema de inserção de dados falsos no Sistema Integrado de Gerenciamento de Usuários do SUS (SIGUS), sistema informatizado utilizado pela Sesap e por alguns municípios do Estado para regular a oferta, autorização, agendamento e controle de procedimentos ofertados pelo SUS, burlando a fila do SUS. A suspeita é que ele teria como braço-direito no esquema a própria companheira, Monikely Nunes Santos, funcionária de um cartório em Parnamirim.
Além de Diogo e Monikely, desta vez foram denunciados: Jadna Amaral Alves, Gleide Elissa Lopes de Oliveira Macedo, Jessica Gomes de França, Joison de Medeiros e Paula Francinete de Medeiros. Outras seis pessoas já haviam sido denunciadas pelo MPRN e já são rés em processos: Eliege da Silva Oliveira, Gleycy da Silva Pessoa, Anna Cely de Carvalho Bezerra, Alberto de Carvalho Araújo Neto, Maria Célia Rodrigues da Silva, e Bruno Eduardo Rocha de Medeiros.
Diogo Rodrigues e Monikely Nunes foram denunciados pelo MPRN por corrupção passiva, peculato, inserção de informações falsas em banco da dados da administração pública e lavagem de dinheiro. O vereador também responde pelo crime de fraude em licitação. Outras pessoas também estão sendo investigadas pelo MPRN.
O caso
As investigações do MPRN foram iniciadas em 2019, após denúncias de servidores da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap). Na apuração, o MPRN descobriu que desde 2017 a organização criminosa inseria dados falsos e alterava informações legítimas. Essas invasões na ferramenta de regulação interferem na sequência de elegibilidade de procedimentos médicos gerenciados pelo Sistema. Desta forma, o grupo furava a chamada “fila do SUS”, propiciando vantagens indevidas aos fraudadores.
Com o apoio da Polícia Militar, a operação Fura-fila cumpriu dois mandados de prisão preventiva, um mandado de prisão temporária e ainda outros 22 mandados de busca e apreensão nas cidades de Natal, Parnamirim, Mossoró, Caicó, Monte Alegre, Areia Branca, Brejinho, Frutuoso Gomes, Rafael Godeiro e Passa e Fica. Também houve o cumprimento de um mandado de busca e apreensão na cidade de São Paulo. Ao todo, 27 promotores de Justiça, 42 servidores do MPRN e 90 policiais militares participaram da ação.
Continuar lendo MPRN OFERECE DENÚNCIAS CONTRA VEREADOR E EX-SECRETÁRIOS DE SAÚDE POR FRAUDES NO SUS

FACULDADE DE NATAL OFERECE OFICINA DE CAPACITAÇÃO PARA PROFESSORES E ALUNOS DA REDE PÚBLICA QUE ENFRENTAM DIFICULDADES COM USO DE TECNOLOGIA NO ENSINO REMOTO

A Faculdade de Natal oferece oficinas de capacitação para professores auxiliares com tecnologias do ensino remoto

Redação / Portal da Tropical

 – Atualizado em: 

Foto: Divulgação

Com o objetivo de auxiliar a comunidade ao seu redor, a Estácio Zona Norte oferece oficinas de capacitação para professores e alunos da rede pública que enfrentando as dificuldades com o uso de tecnologias no ensino remoto. Por meio do projeto de extensão Capacita Edu, uma coordenadora do curso de Pedagogia, Bruna Braga, junto aos alunos da instituição, realização palestras e monitorias em escolas selecionadas.

“Embora agora alguns professores já selecionados mais habituados para realizar a aula remota, há quem ainda tenha dificuldades para lidar com recursos adicionais e complementares ao ensino à distância. Ouço muitos relatos de professores que não estavam preparados para uma mudança tão repentina e que ainda precisa se atualizar ”, explica Bruna, que já oferece palestras sobre o assunto antes da realização do projeto.

Dentre as oficinas, o projeto Capacita Edu trabalha temas como segurança da informação nas mídias digitais, softwares on-line gratuitos como Google Classroom, Google Forms, Canva, redes sociais e a criação de podcasts para fins educativos.

A pedagoga, que também é mestre em Inovação em Tecnologias Educacionais, acredita que após a pandemia, a utilização desses recursos on-line vai permanecer no retorno ao ensino presencial. “É algo que já vinha sendo adotado por outras áreas no mercado de trabalho, mas a educação ainda caminhava a passos lentos. Com o cenário da pandemia e a obrigatoriedade das aulas remotas, não havia mais como evitar essa prática ”, explica.

Bruna relata que as alternativas tecnológicas fazem com que as aulas se tornem mais dinâmicas, oferecendo metodologias de ensino em que o aluno é protagonista do processo e o professor um mediador. “Muitos professores relatam que os alunos sabem mais do que eles quanto a essas tecnologias, porque são todos nativos digitais – já nascem familiarizados com a internet, mas não há problema nenhum nisso. Porque não é que a tecnologia vai substituir o professor, ela vai auxiliar no processo de aprendizagem e o professor precisa estar atualizado, porque é ele que tem o olhar pedagógico ”, afirma.

Inicialmente, as oficinas serão realizadas pela professora, alunos de Pedagogia e outros cursos de licenciaturas em três escolas: uma em Extremoz, na região metropolitana, e duas na zona Norte de Natal. Entretanto, outras escolas públicas em receber as formações devem entrar em contato através do Instagram do projeto (@capacitaedu) ou pelo telefone 9 8705-2573.

Continuar lendo FACULDADE DE NATAL OFERECE OFICINA DE CAPACITAÇÃO PARA PROFESSORES E ALUNOS DA REDE PÚBLICA QUE ENFRENTAM DIFICULDADES COM USO DE TECNOLOGIA NO ENSINO REMOTO

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar